Você está na página 1de 11

INSTITUTO FEDERAL DE SANTA CATARINA

CAMPUS ITAJAI

AMPLIFICADOR DE ÁUDIO COM EQUALIZADOR

Jorge Luis Abreu Guimarães e Marcos Roberto Fragnani

Resumo: Este artigo tem por escopo apresentar a construção e funcionamento de um


sistema de amplificador de áudio com equalizador, como parte das atividades do Projeto
Integrador II do terceiro módulo do Curso Técnico em Eletroeletrônica do Instituto
Federal de Santa Catarina – IFSC. O projeto foi realizado ao longo do segundo semestre
de 2018 em diversos estágios de projeção, construção e funcionamento dos circuitos
eletrônicos demonstrados neste artigo, assim como os Softwares utilizados e o custo total.
Desta maneira, foi possível estabelecer cada uma das funções estudadas sobre os
componentes eletrônicos do amplificador de áudio.

Palavras-chave: Amplificador de áudio com equalizador. Componentes eletrônicos.


Circuitos eletrônicos.

1 INTRODUÇÃO

O Projeto Integrador II é uma disciplina com característica prática na qual os alunos


do Curso Técnico em Eletroeletrônica do IFSC são instruídos a elaborar e construir um
sistema de amplificação de áudio com equalizador em várias etapas ao longo do semestre.
Mediante alguns modelos encontrados, o desenvolvimento desse amplificador deve
atender como alimentação aos níveis de tensão da parte analógica (± 15v simétrica) e
digital (5v e terra), ambas com saídas reguladas e a partir de uma conexão de entrada de
220 V, 60 Hz, protegida por um fusível que deve apresentar um botão com as funções
liga/desliga e, ainda, um sistema de entrada de sinal de áudio via conector padrão (P2)
compatível com saída de sinal de dispositivos comerciais (e.g.,mp3 player e rádio, etc).
Sinal na qual deve ser condicionado a um pré-amplificador para entrada no sistema de
equalização e possuir 3 canais de filtros ativos com ajuste nas frequências aguda (10KHz),
média (1 kHz) e grave (100KHz) e um amplificador de potência na saída.
O sistema de amplificação de potência deve ser transistorizado e captar o sinal de
áudio posterior ao sistema de equalização que possui mostradores gráficos independentes
para cada canal do equalizador (médio, grave, agudo) e também para o nível de volumes
totais controladas via sistema de potenciômetros.

1.1 Objetivo
O escopo da disciplina é fazer com que o aluno obtenha o conhecimento sobre os
componentes eletrônicos, assim como dos circuitos e de todo o processo de fabricação e
aplicação do amplificador de áudio com equalizador.

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

2.1 Fonte de Alimentação

É um equipamento estruturado por componentes eletroeletrônicos que estão


conectados entre si por meio de um circuito eletrônico, tendo como utilidade alimentar
cargas elétricas. Segundo Malvino e Bates (2016, p. 960, on-line), “a qualidade de uma
fonte de alimentação depende da regulação de carga, regulação de linha e da resistência
de saída”.

2.2 Pré-amplificador e amplificador de potência

Os amplificadores, como seu próprio nome diz, tem a função de aumentar a


amplitude de um sinal de entrada em relação a saída. Existem basicamente dois tipos de
amplificadores: os de sinais e os de potência.
Os amplificadores de sinais, também conhecidos como pré-amplificadores,
aumentam a amplificação, aumentando a amplitude dos sinais na ordem de mW,
provenientes de uma fonte como microfone, ou aparelho de som que trabalha na região
linear minimizando a distorção do sinal da fonte. Porém os sinais, mesmo depois de
amplificados, não possuem potência suficiente para fazer o alto-falante funcionar. Para
isso, o sinal passa pelo amplificador de potência (tipo push-pull) que aciona o alto-falante
na potência desejada.

2.3 Equalizador de 3 bandas

O projeto de filtros ativos usando amplificadores operacionais exige um certo


conhecimento básico do princípio de funcionamento tanto de filtros passivos comuns
como do próprio amplificador operacional. Neste artigo explicamos alguns pontos
importantes que envolvem o cálculo de filtros ativos usando amplificadores operacionais
comuns e que podem ser de grande utilidade para os leitores que trabalham com projetos
envolvendo sinais analógicos.
Um filtro pode ser definido como um circuito capaz de se comportar de maneira
seletiva diante de sinais analógicos de determinadas frequências. Os filtros que
analisaremos podem ser incluídos basicamente numa das três categorias: passa baixa,
passa alta ou passa faixa, conforme deixem passar os sinais de baixas frequências, altas
frequências ou uma faixa definida de frequências e que nesse projeto foi utilizado o filtro
do tipo Sallen Key de segunda ordem.

As curvas de respostas destes filtros estão representadas (fig. 1).

Fonte: Os autores

2.4 Mostradores gráficos (VU BAR-GRAPHS)

Os mostradores gráficos são utilizados para mostrar cada parte da amplificação da


saída do circuito (volume, grave, médio e agudo), demostrando visualmente a intensidade
dos sinais de saída de cada etapa.

3 MATERIAIS E MÉTODOS

3.1 Sistema de regulação de tensão

Diagrama da fonte para atender os níveis de tensão da parte analógica (± 15 V


simétrico) e digital (5 V e terra), ambas com saídas reguladas, a partir de uma conexão de
entrada 220 V-60 Hz, protegida por um fusível e com botão liga/desliga com uma corrente
de 2 A (fig. 2). O digrama foi elaborado com a utilização do Software Proteus 8.6.

Diagrama eletrônico da fonte (fig. 2)

Fonte: Os autores

Foi construída uma placa de circuito impresso, onde nesta foram soldados os
componentes abaixo:

1. Materiais

• Semicondutores:
4 diodos 1N4007
1LM7815
1LM 7915
1LM 7805
• Capacitores:
4 Capacitores eletrolítico de 4700µFx16V
4 Capacitores poliéster de 0,1µFX16V
• Diversos:
1 Borne de 3 Terminais
1 Borne de 4 Terminais
Fios, solda e etc.
Desenho da placa de C I da fonte de alimentação (fig.3)

Fonte: Os autores

3.2 Sistema Pré-amplificador

Desenvolvimento do pré-amplificador de condicionamento do sinal de entrada de


áudio (fig.4). Foi construída uma placa de circuito impresso, onde nesta foram soldados
os componentes. O digrama foi elaborado com a utilização do Software Proteus 8.6.

Diagrama eletrônico do pré-amplificador (fig.4)

J1
U1 4
3
7

2
J2 3 1
2 6
1
R2 2 TBLOCK-I4
10k
TBLOCK-I2
4
1
5

RV2
741
50K

Fonte: Os autores

2. Materiais

• Semicondutores:
1CI LM741
• Resistores:
1 Resistores de 10KΩ 1/8Watts
1 Trimpot de 50KΩ
• Diversos:
1 Borne de 2 terminais
1 Borne de 4 terminais
Fios, solda e etc.

Desenho da placa de C I do pré-amplificador (fig.5)

. Fonte: Os autores

3.3 Sistema de equalização


Diagrama do circuito de equalizador de 3 canais com filtros ativos, para ajuste de
sinais de áudio nas frequências agudas (10Khz), médias (1Khz) e graves (100Khz) e
também um somador na saída de cada etapa de equalização (fig.6). O digrama foi
elaborado com a utilização do Software Proteus 8.6.

Diagrama eletrônico do equalizador (Fig.6)

Fonte: Os autores

3. Materiais
• Semicondutores:
1 CI LM 324
2 CI LM 741
• Capacitores:
3 Capacitores de poliéster de 3,3nF
3 Capacitores de cerâmica de 15nF
• Resistores:
6 Resistores de 10K 1/8Watts
8 Resistores de 47K 1/8Watts
4 Resistores de 22K 1/8Watts
3 Potenciômetros de 100K
1 Potenciômetro de 50K
• Diversos:
1 Bornes de 3 Terminais
2 Bornes de 2 Terminais
Placa de Circuito Fios e Cabos, Solda, Knobs.

Desenho da placa de C I do equalizador (fig.7)

Fonte: Os autores

3.4 Sistema de amplificação de potência

Diagrama do circuito de Amplificador de Potência(fig.8) que foi elaborado com a


utilização do Software Proteus 8.6.
Diagrama eletrônico do amplificador (fig. 8).

R1
.2.2k
J3
1
C2 Q1 2
TIP41
TBLOCK-I2
47uF

D1
1N4148
J1
2 C3 J2
1 1
2
TBLOCK-I2 1000uF
TBLOCK-I2

D2
1N4148
C1 Q2
TIP42
47uF

R2
2.2k

Fonte: Os autores

4. Materiais

• Semicondutores:
1 Transistor TIP 41

1 Transistor TIP42
2 Diodos 1N4148
• Capacitores:
2 Capacitores eletrolítico de 47µFx16V
1 Capacitor eletrolítico de 1000µFX16V
• Resistores:
2 Resistores de 2,2K 1/8Watts
• Diversos:
2 Bornes de 2 Terminais
Fios, solda e etc.

Desenho da placa de C I amplificador de potência (fig.9)

Fonte: Os autores
3.5 Mostradores gráficos (VU BAR-GRAPHS)

Mostradores gráficos independentes para cada canal do equalizador (médio,


grave, agudo Fig.10) e também para o nível de volume total do aparelho Fig.11 (5
mostradores no total).
Desenvolvimento do projeto Sistema de Mostradores Gráficos (VU BAR-
GRAPS), etapa resumida em:
Diagrama do circuito dos gráficos independentes para cada canal (médio, grave,
agudo (fig.10), sendo que o volume (fig.11) possui 10 níveis de visualização e o de médio,
grave e agudo possuem 5 níveis distintos. O digrama foi elaborado com a utilização do
Software Proteus 8.6.

Diagrama eletrônico mostrador de grave, médio e agudo (fig.10).

Fonte:http://futurecircuit.xyz/wp-content/uploads/2018/06/vu-meter-ka2284-circuit-diagram.jpg

Diagrama eletrônico mostrador de volume(fig.11).

Fonte: Os autores
5. Materiais

• Semicondutores:
3 CI ka2284
1 CI LM 3914
25 Leds cores diversas
• Capacitores:
2 Capacitores eletrolítico de 10µFx16V
1 Capacitor eletrolítico de 2.2µFX16V
• Resistores:
2 Resistores de 10KΩ 1/8Watts
1 Resistor de 1KΩ 1/8Watts
1 Trimpot de 100KΩ
1 Trimpot de 10KΩ
• Diversos:
2 Bornes de 2 Terminais
Fios, solda e etc.

4. RESULTADOS

Com o amplificador de áudio (fig. 8), foi possível constatar que o projeto atingiu o
objetivo proposto em amplificar e equalizar em médio, grave e agudo respectivamente,
com mostradores gráficos (VU), assim sendo é possível distingui-los audivelmente e
visualmente no funcionamento do projeto.

Projeto completo – vista de frente e interna (fig. 12)

Fonte: os autores
5. CONCLUSÕES
O sistema de amplificação, equalização e mostradores gráficos funcionaram de
maneira eficiente, obtendo o resultado esperado proposto pelo projeto, apesar de
pequenas dificuldades na realização projeto do equalizador (fig. 6).
Por fim, foi possível realizar todo o projeto a um custo final de aproximadamente
R$ 250,00 (duzentos e cinquenta reais), pois alguns materiais e componentes foram
obtidos por meio de reaproveitamento de sucata.
Todo o projeto foi realizado pelo método artesanal, sem o auxílio de qualquer
protótipo comercial.

6. REFENCIAS
Disponível em:

http://futurecircuit.xyz/wp-content/uploads/2018/06/vu-meter-ka2284-circuit-diagram.jpg
Acesso em: 22 novembro 2018.

Malvino e Bates (2016, p. 960, on-line),