Você está na página 1de 5

ESTRUTURAS CRISTALINAS

Os materiais sólidos podem ser classificados de acordo com a regularidade no qual os


átomos ou íons se dispõem em relação a seus vizinhos. Num material cristalino os átomos
estão posicionados num arranjo repetitivo e ordenado, onde essa repetição ocorre sobre longas
distâncias atômicos, formando uma estrutura tridimensional que se chama rede cristalina.
Fe
I
A estrutura é super organizada e a distância
Fe ----Fe ---- Fe
entre os átomos é sempre a mesma.
I
Fe
Os materiais onde tal repetição está ausente são chamados de amorfos ou não cristalinos.
(QUIMICAMENTE NÃO SÃO CONSIDERADOS SÓLIDOS)
Somente os sólidos que apresentam uma estrutura cristalina. Lembre-se que p vidro não é
um solido, mas sim um liquido super-resfriado.
 Se tem estrutura cristalina → é um sólido.
 Não tem estrutura cristalina → não é um sólido
Nos sólidos cristalinos (se é cristalino é sólido) sua estrutura está relacionada a maneira na
qual os átomos, íons ou moléculas estão arranjados. Já as suas propriedades dependem dessa
estrutura formada e seus átomos estão arranjados de forma regular.

CÉLULAS UNITÁRIAS
Uma célula unitária é a unidade estrutural básica (é o menor agrupamento de átomos
representativo de uma determinada estrutura cristalina específica). Essa estrutura é definida
pela geometria molecular e a posição dos átomos no seu interior.

Célula unitária

Estrutura
cristalina
O conceito de célula unitária é usado para representar a simetria de
uma determinada estrutura cristalina.
Geometricamente falando uma célula unitária pode ser representada por um
paralelepípedo. Essa geometria é univocamente descrita em termos de seis parâmetros: o
comprimento das três arestas do paralelepípedo (a, b e c) e os três ângulos entre as arestas
(alfa, beta e gama). Esses parâmetros são chamados parâmetros de rede.
Qualquer ponto da célula unitária que for transladado (transportado) de um múltiplo inteiro
de parâmetros de rede, ocupará uma posição equivalente em outra célula unitária.

SISTEMAS CRISTALINOS
Existem somente sete diferentes combinações dos parâmetros de rede. Cada uma dessas
combinações constitui um sistema cristalino.
São elas:
Cúbico Hexagonal Tetragonal

Monoclínica Triclínica

Ortorrômbica Romboédrica

Cada substância possui a sua própria estrutura cristalina.


Exemplo: a água ---- gelo ------ sua estrutura é hexagonal (é por isso que os flocos de
neve apresentam a forma de um hexágono.

ATENÇÃO: Não confunda estrutura cristalina e sistema cristalino: REVISAR


 Estrutura cristalina -- É descrita em termos da geometria e posição dos
átomos dentro da célula unitária;
 Sistema cristalino -- É descrito em relação a geometria da célula unitária

RETICULADOS DE BRAVAIS

Qualquer reticulado cristalino pode ser descrito por um dos 14 reticulados de Bravais.
ALOTROPIA OU POLIMORFISMO
 Polimorfismo: fenômeno no qual um sólido (metálico ou não metálico) pode apresentar
mais de uma estrutura cristalina, dependendo da temperatura e da pressão. Geralmente as
transformações polimórficas são acompanhadas de mudanças na densidade e mudanças de
outras propriedades físicas.
Exemplo: Ferro, Titânio, Carbono (grafite e diamante), Etc.
Conforme o tipo de estrutura cristalina que o material apresentar terá propriedades físico-
químicas diferentes.
Exemplo:
 Carbono --- grafite (estrutura hexagonal) e o diamante (cúbica)
 Estanho --- Cinza e o branco
“Foi por culpa do estanho que o
Napoleão perdeu a guerra...”

Vídeo: Polimorfismo do estanho

PROCESSOS DE NUCLEAÇÃO (SOLIDIFICAÇÃO)

A solidificação de um metal ocorre a partir de impurezas pré-existentes, tais como: parede


do recipiente ou presença de partículas sólidas.
Essa solidificação vai começar por onde? Pela superfície? Pelo meio? Por uma das laterais?
Por baixo? Por onde?
É simples: não sabemos. Vai depender de onde teremos a presença da impureza.
Essa impureza recebe o nome de semente de nucleação ou grão de nucleação.

A solidificação vai começar em torno da


semente. Esse processo pode ocorrer de
duas formas:
Mononuclear: é quando há a presença de Semente de nucleação
uma semente e o crescimento ocorre
seguindo uma orientação magnética. Nesse caso o magnetismo da Terra.
Polinuclear: é quando há a presença de mais de uma semente e o crescimento ocorre em
torno delas. Porém, conforme essas sementes vão crescendo uma na direção da outra, pode
acontecer de não se ligarem. Isso vai causar as falhas de linha.

DEFEITOS NA ESTRUTURA CRISTALINA


Defeitos pontuais
 Vacância – é a falta de um átomo na rede cristalina.
Fe
I
Fe ---- Fe ---- ?????
I
Fe

 Frenkel - ocorre o deslocamento de um átomo, íon ou molécula da sua posição inicial


para outra na estrutura.

 Schottky – é um espaço vazio entre os íons, causando a expulsão de dois íons de cargas
opostas.

Cátion - ânion –