Você está na página 1de 37

LUIZ HENRIQUE SALVATI

PESSOAS:
TEXTOS SOBRE QUEM ME
INSPIRA

2019
INTRODUÇÃO

Existem algumas coisas que eu amo na vida, dentre as quais, o ser humano (pessoas) e
seus (nossos) sentimentos, talvez, seja, aquilo que mais me atrai. Podem dizer que sou
ingênuo, imaturo, sentimentalista, fraco, mas eu amo conhecer pessoas e entrar na vida
delas, saber tudo o que se passa em seu interior.

Como um ser que adora o contato entre as energias dos outros, decidi escrever esse livro.
Escrever textos que falam sobre sentimento, energia, e tudo o que envolve a emoção das
pessoas e também, me inspirar nessas pessoas para escrever os textos sobre os meus
sentimentos sobre elas.

Ou melhor dizendo, escrevi vários textos sobre a minha visão sobre os sentimentos das
pessoas. E nas páginas seguintes vocês iram acompanhar essa jornada incrível para
desvendar as minhas emoções sobre as suas emoções.

Não posso deixar de agradecer a todos que me inspiraram e me ajudaram não só nesse
projeto, mas também em minha vida nesse amadurecimento e crescimento pessoal. Essas
pessoas estão presentes nos textos e com o consentimento de todos, formamos essa linda
arte da capa. Muito obrigado.

Já venho escrevendo e desenvolvendo esse projeto há algum tempo e, como sempre,


escrevi, reescrevi, li, reli, formatei, gramatiquei, enfim. Fiz toda a produção sozinho, de
maneira simples, mas com muito amor e dedicação. Espero de coração aberto e puro, que
vocês gostem, apreciem e tenham uma boa leitura.

Com todo o coração, Luiz.


ALAGOAS

As lagoas dos seus olhos


Que brilham por onde passam
Com a humildade
Tranquilidade
No amor e na dor
Do sofrimento do ardor

A praia do seu marejado olhar


A areia encontra o mar
O sol encontrar a água
E o sorriso passa a iluminar

Um sorriso enorme
Que engole
A felicidade
De ser
De ter

De fazer

O bem e querer
O amor
De quem
For.
AMO, AMEI, AMAREI

Sentir-se amado
Ser amado
Amar

O sentimento do amor
Ter amor
Ser amor

No coração puro
A dor não tem vez
Pois o amor invade
O sol nasce
A emoção vem

O sangue é vermelho
A paixão também
Amor que eu tenho
Quero dar todo procê

Lágrimas do amor
De quem da seu suor
Para quem merece dor

Na reciprocidade da luz
Não do amor
Sem dor?

Tentar amar
Um dia
Quem nunca foi
Quem sabe
Amar e dar valor.
CALOR

Ao eterno coração de um bondoso


A alegria de viver plenamente
Sem mágoas
Sem suspiros

A consciência limpa de quem faz


Bem
O bem
Para o bem

Ouvir a canção de amor


Que ecoa nas paredes do coração apaixonado
Do coração carente
Do coração amado
Do coração quebrado

Calor do sol
Calor do amor
Calor do bem

Calor de quem vem


Amor de quem vai
Bem para quem tem

A saudade de amar, do amor, do bem e do calor.


CHAMA-SE FELICIDADE

Existe um momento em nossas vidas que vivemos tantas emoções ao mesmo tempo que,
simplesmente, não damos conta. E não falo de emoções negativas, ruins ou tristes.
Normalmente as pessoas acham estranhas essas emoções que não vem com um peso para
nos deixar para baixo. E isso se chama felicidade.

Os seres humanos se cobram tanto, sobre tantas coisas, ser perfeito, não cometer erros,
não ter defeitos. Mas a vida é bem diferente, assim como existem os momentos tristes,
existem os felizes. E essa emoção/sentimento precisa ser vivido e não ser algo “estranho”.

Felicidade em ter, em ser, em poder. Seja qual a motivação, merecemos ser felizes.

Por isso garota, vamos colocar uma música animada, dançar, cantar, e porque não,
transar?

E sim, as pessoas ainda conseguem nos deixar para cima e felizes, pois precisam de muito
para nos derrubar. Pois ninguém segura uma pessoa segura; e feliz!
DESTINO DE SON

Um amor que foi, leve, preciso, romântico. Eu amei. Você amou. Nos amamos. Hoje eu
sinto que perdi, após muitos anos, perdi, tudo o que um dia conquistei com você, por você
e para você. Aquele sentimento de estar próximo e longe. Perto e distante. Distante de
sentimento, distante de emoção, distante da paixão que um dia sentiu.

A cada dia que passa eu sinto que te perdi. Após anos, amadureci e cresci, mas ao que
penso não estar digno, ainda, de poder te ver, te ter, te sentir. Como gostaria de poder
estar com você novamente, de poder te dar o abraço que faltou dar, de poder ser a pessoa
que não fui para te amar.

Quando penso em você, o único pensamento que me vem à cabeça é: a pureza de quem é
livre, de quem sabe quem é, o que quer e uma cabeça muito madura. Ver em você a pessoa
com quem posso conversar diversos assuntos, confidenciar fatos, receber uma palavra de
carinho e incentivo. Talvez você é aquela pessoa que faz com que eu seja um ser humano
melhor.

Existe uma música que diz o seguinte: posso estar casando, mas o grande amor da minha
vida é você. E eu sei que o grande amor da minha vida é você. Podemos nunca mais nos
ver, nunca mais nos falarmos, e eu, posso morrer com outra pessoa ao meu lado, mas eu
sempre serei, sempre amarei e sempre saberei que meu coração é todo seu.

Acredito muito na frase que “o que é para ser nosso a vida se encarregará de trazer para
nós”. E de fato, não temos como fugir do nosso destino, da nossa missão. E do fundo do
meu coração, espero que o meu destino e a minha missão seja viver uma linda história de
amor com você.
EU ACEITEI

Estou cansado de muitos acontecimentos que passaram em minha vida, me sinto cada vez
mais dentro de um casulo onde a única escapatória existente é a falta de saída. Até
encontro saídas para os meus sentimentos, mas todos se resumem em ficar sozinho,
chorar, e não diria beber ou festar, mas me divertir com as pessoas que “gostam” de mim.

Estou cansado da falta de reciprocidade e o aumento da falsidade, a falta de empatia, a


falta de amor, que eu sinto. Sentir que a felicidade aparente não é sentida. A felicidade
que sinto é a minha própria companhia, minha própria música no nível mais alto, minhas
lágrimas ao longo do dia.

Estou cansado de não ver saída quando o que mais quero é sair. Estou cansado de
julgamentos, cansado da solidão, cansado da falta de amor, cansado da falta de felicidade,
cansado do desemprego, cansado de não ser independente, nem emocionalmente e
cansado do mundo.

Eu só quero chorar e me enterrar cada vez mais nas lágrimas, e saber que elas são o meu
refúgio. Eu não vejo saída das pessoas, do mundo e de todos. Começo a questionar minha
existência. Será que sou amado? Será que sou querido? Será que minha companhia é boa?

Não vejo saída,


Na vida!

Eu já aceitei minha depressão. E você, aceitou a sua?


EU INSPIRO

Alguns dias se passam entre escrever um texto ou outro.

Fatos acontecem.

E hoje sinto que, assim como muitos me inspiram, eu também inspiro outros. Inspiro
pessoas a buscarem sempre a felicidade e saber que a esperança, é a última que morre.

Inspiro em trazer toda a positividade e bem do mundo ao meu redor.

Inspiro a auto aceitação, seja ela pelo movimento body positive ou lgbtqia+, e a lutar a
favor da minha classe.

Inspiro a lutar em apoio à vários movimentos, feminismo, por exemplo.

Inspiro estudantes que encontram-se onde eu obtive meu diploma.

Inspiro pessoas a serem confiantes, seguras e saberem que terapia não é frescura, mas
sim, necessidade.

Inspiro o amor, mas mais ainda, o próprio.

Inspiro lágrimas, de felicidade.

Inspiro;

Respiro;

E;

Transformo;

Luz.
IDENTIDADE

Identidade é aquele sentimento de pertencimento, quando você sente que pertence aquele
determinado lugar, quando você reconhece aquele espaço como seu espaço e não vê sua
vida fora dali. Se identificar com um lugar vai muito além do espaço físico, o emocional
ajuda muito. Envolvem-se particularidades pessoais, amizades, sentimentos, e o
deslocamento para outro ambiente traz toda a infelicidade de alguém que já foi feliz.

O coração sente, as lágrimas aparecem, e o único sentimento é da falta que faz poder ter
o que um dia foi seu. A identidade de poder acordar de manhã e querer viver mais um
dia, a identidade de olhar para quem você gosta e ver aquele brilho no olhar.

Acostumar-se com uma realidade a qual não se pertence é dar um tiro no pé. Viver uma
vida triste que nunca sentirá o que um dia foi seu.

A felicidade.
IRMANDADE

Você é minha lua


Eu sou seu sol

O sol representa energia, calor


A lua o poder feminino

O sol tão eu
A lua tão você

Separados são fodas


Juntos, indestrutíveis
LUZ

Luz do luar
Que brilha ao cantar
O que seria de mim
Sem a luz do meu luar
NÃO SEJA UM ROBÔ

O ser humano é considerado um animal, não sei até que ponto isso é algo bom, ou se os
animais de 4 patas não se sentem ofendidos.

As diferenças entre os racionais e irracionais são diversas, não estou dizendo em questões
do dia-a-dia, estou querendo falar no que observa-se no interior de cada um, independente
de número de patas, as formas de alimentar-se, o jeito que as necessidades fisiológicas
são feitas. Portanto, fiz algumas pesquisas no nosso amado google para obter respostas
sobre algumas questões relacionados ao animal que é o ser humano.

Começamos com o sentimento, algo que os seres são capazes de sentir quando vivenciam
determinadas situações. Exemplo: quando um ser ganha dinheiro, ele fica feliz, mas
quando esse mesmo ser perde o dinheiro que ele ganhou, fica triste.

Cada ser expressa esse sentimento de alguma forma, às vezes, a pessoa não fica feliz por
você, ela fica com ciúmes, com inveja, com ódio. A forma com que o sentimento é
expressado pode dizer muita coisa sobre uma pessoa, um alguém.

Junto com o sentimento a gente encontra outro ponto: a emoção, que pode ser confundida
com o sentimento, pois ambas são parecidíssimas. Emoção é uma experiência, uma
sensação provocada por algum estímulo, isso significa que, enquanto a emoção é
irracional, o sentimento é racional, ou seja, em um você está consciente e no outro você
é levado no impulso, sem pensar, sem refletir.

E temos a consciência, que sem ela provavelmente não haveria nenhuma emoção e
nenhum sentimento. A consciência, ou autoconsciência é aquilo que cada ser possui e
através dele consegue sentir, pensar, lembrar e amar.

E esse papo todo me faz lembrar de uma série que comecei a assistir chamada
‘westworld’, nessa série, produzida pelo canal HBO, a gente acompanha a saga de robôs
que foram criados à imagem e semelhança do ser humano para atender as necessidades
dos humanos, ou seja, matar, transar, aventurar. O fato é, nessa série os robôs chegam
num certo ponto que eles estão tão avançados que criam autoconsciência, sentimentos e
emoções. E procuram fazer de tudo para lembrarem de quem eles são e de vingarem-se
sobre os humanos.

Mas a que ponto eu quero chegar com tudo isso, que talvez não faça o menor sentido? O
que estou querendo dizer, é que cada ser humano é diferente do outro, com emoções e
sentimentos distintos, talvez o que eu faço e penso pode não ser certo para o outro, assim
vice e versa. Cada pessoa tem um pensamento, uma ideia e ideal. Além de que, cada
pessoa age conforme acha correto, e não é errado para os outros acharem que é errado,
porque para a pessoa é certo.

Será que você, assim como eu entra de cabeça, mirando 100% em dar seu melhor nas
coisas? Pois é! Eu me considero uma pessoa de coração puro, talvez ingênuo para certas
atitudes do ser humano. Quando eu entro em algo, procuro dar máximo, procuro fazer
com que os outros se sintam bem naquele curto espaço de tempo, e óbvio, me jogo de
cabeça.

Isso é em tudo o que faço na minha vida, amizades, jogos, faculdade, canal no youtube,
e claro me decepciono. Me decepciono porque as coisas não são assim, decepciono
porque nem todo mundo pensa da mesma forma, decepciono porque uma pessoa é
diferente da outra e está tudo bem porque ninguém é igual, porque ninguém pensa igual
e com certeza cada pessoa age da melhor forma de pensar.

Mas claro que, quando vejo que não é reciproco da forma que acharia que seria, me
magoo, me sinto mal, fico na bad, fico pensando no que posso ter feito de errado para
aquela pessoa estar desse jeito comigo, mas a verdade é que ninguém está errado. Eu que
preciso aprender muitas coisas na vida, e uma delas é tentar não criar sentimentos e
expectativas sobre os outros.

É obvio que existem coisas chamadas empatia e compaixão, ambas comparam o fato de
você se colocar no lugar do próximo. Vou repetir: colocar-se no lugar do próximo!
Quando agimos de certa forma, com certo pensamento, com certas atitudes, em grande
parte das vezes, fazemos aquilo que é bom para nós, e desculpa a palavra, foda-se os
outros. As vezes não nos importamos se o próximo está bem, se o próximo está feliz, se
o próximo está pleno.
Não.

Eu não sou perfeito, não quero ser perfeito e não procuro a perfeição. O que procuro é a
reciprocidade, que ninguém seja um robô sem emoções e sentimentos pelos outros, que
as pessoas demonstrem empatia pelas outras e que a indiferença seja algo indiscutível.
NÓS nos amamos

Eu te amei, eu te amo. Como nunca antes na minha vida, eu nunca amei ninguém como
você. Escrever os textos desse livro chorando já se tornou habitual, mas ter você longe de
mim, jamais será normal.

Você é, você foi, você será, o grande e único amor da minha vida.

Com seu brilho no olhar, com seu sorriso de orelha a orelha e com seu carinho infinito
quando nos abraçávamos. Você sempre foi um pedaço de mim e eu um pedaço seu. Jamais
me esquecerei de todo amor que vivi ao seu lado.

No momento que escrevo esse texto, fazem 3 anos que não nos vemos. E é incrível como
nossos sentimentos não mudam, não se esquecem, não desfiguram.

Eu tenho alegria em saber que tive e que tenho você ao meu lado.

A Ivete canta em uma música que tudo se completa de algum jeito. E eu me completo em
você, e você se completa em mim.

Eu te amo, você me ama.

Nós nos amamos.


O TREM

O dia que não olharem nos seus olhos


O dia que os sentimentos não forem recíprocos
Não espere, não aguarde o que não virá.

O trem da emoção parte da estação do coração


Percorre suas veias
Seus ossos
Suas entranhas, mas nunca entrará em outra estação, se ela estiver fechada.

Anos passam, mas os trens continuam a andar pelos trilhos, entrando e saindo de estacoes.
Quando o trem já conhece o caminho da sua estação para a estação do próximo, e vice e
versa, a distância torna-se curta aos olhos de quem ainda olha nos seus.
De quem ainda constrói o trilho para o trem passar.

As vezes os trilhos ficam com leves danificações causadas por diversos fatores, mas cabe
a nós, motoristas dessa locomotiva, a unir novamente o que, às vezes, nem a distância
separou.

Uma estação nunca estará cheia se por ela não passar um trem.
PORQUE SOFRER COM O AMOR?

Eu adoraria vir aqui e fazer com que vocês leiam apenas textos sobre assuntos bons,
felizes e animados. Mas, não só de bons momentos se vive a vida. Na verdade, não sei
dizer se poderia chamar esse texto sobre um assunto negativo.

Eu escrevo muito sobre o amor, às vezes, para mim, é tão apertado. E incrível um livro
que fala sobre pessoas inspiradoras e o que elas fazem no seu dia a dia para me inspirar,
sendo, que no fim, escrevo palavras sobre elas que são muito mais do que apenas inspirar,
é o sentir.

É sentir que uma parte sua está viva, mas que não está dentro de você. Cara, como é louco
descrever esse sentimento que é indescritível. Me faz chorar.

Me faz sorrir.

Me faz querer.

Me faz querer abandonar tudo o que tenho, começar uma vida do zero no desconhecido.
Me faz querer ter alguém com quem contar a todas as horas e momentos, pois, sozinho
estou.

Eu sou tudo e não sou nada.

Sou o amor sem ter amor.

Sou felicidade sem ser feliz.

Sou a alegria sem ter a alegria.

Sou a vida sem ver a vida.

Um choro, um sopro, um beijo, um cheiro.


QUE EU

De onde eu vim? Para onde eu vou? Quem eu sou?

Perguntas essas faço-me a todo momento e nunca obtive respostas. Eu procurei ajuda,
procurei formas, tentei mudar, tentei ser quem eu não sou, mesmo até hoje não sendo
totalmente eu mesmo. Parei, mudei, e até hoje não me encontro.

A sequência de relatos a seguir é baseada em fatos reais, os meus fatos, a minha vida.

Obesidade, homossexualidade, opiniões fora de todos os padrões, conceitos de mente


aberta, felicidade, que nunca foi interna, luta por aquilo que quer e ao mesmo tempo tem
medo de tudo e de todos. Esse sou eu, uma pessoa fora dos padrões impostos pela dita
“sociedade”, mas que infelizmente somos obrigados a nos adequar.

A vida inteira fui ensinado a ser alguém que não sou: magro, cabelo curto, não expressar
o que penso e o que sinto, não chorar. E segundo essas mesmas pessoas o estudo,
inteligência e opinião são problemas e devem ser extintos. Tudo isso pode ser resumido
em poucas palavras: ódio gratuito, preconceito, homofobia, gordofobia, racismo,
bullying, desprezo, agressão física e mental. Isso foi o que eu sofri e sofro até hoje e sei
que vai levar alguns anos para que isso se acalme.

Nunca tive medo, mas sempre tive receio, de ser 10% de quem eu realmente sou.
Ingenuidade minha em achar que as pessoas vão me respeitar, querer meu bem, me ajudar,
me auxiliar, da mesma forma que eu faço por elas. Pois hoje aprendi de vez, ou não, que
não podemos esperar nada de ninguém, mas apenas retribuir o que recebemos.

Eu gosto muito de fazer várias coisas. Por exemplo, eu amo cantar. E já perdi muitas
horas do meu dia cantando no karaokê fingindo estar em um mega show de uma super
turnê. É nessas horas que eu jogo para fora tudo de ruim que sinto em meu interior.

Além disso, gosto de me expressar em vídeos para o meu canal e em textos para um dia
publica-los, quem sabe?
Eu posso ser apenas mais um no mundo, minha voz pode ser apenas mais uma dentre
tantas outras, mas minha fé, minha esperança, meu amor, meu espírito e minha alma. Ah,
esses são apenas meus.
Penso muito e em muitas coisas.

Penso no que posso fazer para te ajudar, na palavra que posso te aconselhar, nos ouvidos
para escutar seus problemas, ou até mesmo um soco para enfrentar uma briga por você.
Talvez esse seja meu eterno erro, ser demais o que nunca vou receber em troca. E não
posso negar que eu espero muito das pessoas pelo o que eu faço por elas, apesar daquele
papo de que nunca podemos esperar nada e sempre fazer sem olhar a quem. Eu sou adepto
dessa frase, mas uma fala, um apoio, não faz mal a ninguém.

As vezes precisamos de fatos pesados para mostrar o que sentimos. Então vamos ao fato:
todos julgam, todos acham que sabe mais da sua vida do que você mesmo. Quando um
ser humano se suicida, todos julgam o porquê e soltam algumas frases clichês: “era tão
jovem”, “tinha tudo na vida”. Entendam que esse suicídio foi vítima de vocês, vítima de
uma sociedade que não aceita aquele ser humano ser “diferente” do que os demais
entendem como “normal” ou “padrão”.

Eu publiquei um vídeo algum tempo atrás onde eu comentei o como nós somos ensinados
e mostrados durante uma vida a ser quem a gente não é. Eu, por exemplo, fui entender a
pouco que sou gordo, gay, não sou branco, não tenho cabelo liso, não sou igual a todos e
não penso igual a todos. Mesmo depois de entender isso, estou tendo dificuldades em
aceitar cada um desses fatos. Pois durante 24 anos, fui ensinado totalmente o contrário.

Sou uma voz que a todo momento vocês tentam calar, assim como fizeram e fazem com
várias outras. Culpo muitas pessoas na minha vida por ter me tornado isso que sou hoje,
cheio de confusões, problemas, conflitos internos. E o engraçado é que ao mesmo tempo
que culpo, agradeço, porque sem vocês eu não teria me tornado esse grande ser humano
que me tornei. Tenho muito o que aprender, assim como vocês, a caminhada é aos poucos
e constante.
Culpo, culpo e culpo mil vezes. Sei e conheço cada rostinho de vocês, amigos,
conhecidos, inimigos, família, parente, íntimos, próximos, distantes. Mais uma vez para
deixar claro, eu culpo vocês.

Quem sabe um dia vocês consigam me calar e ter o sentimento de dever cumprido.
Quem sabe o dia que eu não estiver mais entre vocês, aí estarão aliviados.
Quem sabe vocês são tão ou mais podres que eu.
Quem sabe vocês são tão baixos que eu.
Quem sabe vocês são tão frustrados que eu.
Que eu.
Que eu.

A menina que casou com primeiro namorado da vida porque ele tem dinheiro e de certa
forma ela se beneficia.

O cara que pegava todas as meninas no colégio e hoje em dia não terminou o ensino
médio, é mecânico e pai de duas crianças, um sentimento para os bebês, coitados deles
ao saberem os pais que tem.

O homem que tem a vida frustrada, casado com uma mulher que ele mesmo trai.

Ao outro homem que pratica bullyng comigo por ter sonhos e desejos de mim, do meu
corpo. Nojo.

A patricinha que tem um ótimo emprego, casada com o homem dos sonhos de qualquer
romântico, com um filho lindo, grávida, mas deseja outro homem, que não gosta da
pessoa que escolheu para compartilhar momentos.

A mulher orgulhosa que não desce do salto nunca, mas tem a vida frustrada e joga suas
frustrações em cima das pessoas.

Vamos dar mais nomes ou esses exemplos reais estão bons?!


Sou contente com a pessoa que sou, com o que tenho. Contente não quer dizer realizado,
feliz, bem. Quando morrer, vocês vão continuar me julgando como fizeram a vida toda?
Ou vão tentar me entender? Saber que a minha realidade sempre foi complicada, difícil,
sem privilégios.

Hoje em dia eu dei um grande tapa de luva em tudo e todos, mas isso não quer dizer que
cresci e sou um adulto por dentro. O meu interno é muito diferente do externo, pareço ser
o yng e o yang totalmente separados e os dois em uma briga diária, e não, uma mescla
dos dois.

Mais pequena mensagem, entre tantas outras, para ser lida no meu funeral. E eu espero
que todos estejam presentes para presenciarem a derrota de um ser humano que foi
engolido por ser quem ele é.
SAUDADE

Fácil falar e escrever sobre, mas difícil na prática. Saudade é aquele sentimento que temos
e não é fácil para quem tem, pois é algo que dói, machuca, a partir do momento que não
se torna saudável. A vida se encarrega de trazer aquilo que é nosso por direito, ela traz
pessoas para aquele momento da nossa vida. Às vezes essa pessoa permanece e às vezes
essa pessoa foi por um momento em que precisávamos dela.

Pessoas entram e saem da nossa vida assim como ciclos que se abrem e se fecham.
Precisamos entender. Saudade é um sentimento bom, ao meu ver, pois é sinal de que você
foi feliz naquele momento ou com aquela pessoa.

Saudade de um amor, um lugar, uma amizade.

Nada na vida é fácil, porém aquela saudade que dói, aquela saudade por alguém que não
se tem por perto, seja pela distância ou por não estar mais entre nós. Essa não tem preço.

Assim como uma lágrima pode ser por tristeza ou felicidade, a saudade ela também tem
seu cargo de emoção. Não é feio ou ruim sentir saudade. Pois a saudade é um sinal de que
você já amou, ou de que você já foi amado.

Mate a saudade sempre que possível, com mais amor, por favor!
UM EMPREGO COM AMOR

Eu tento, eu tentei. A tristeza que sobe pelas minhas veias é amarga como um limão,
suave como uma pêra e intensa como uma pimenta. Não teve um dia que me senti
completamente sem esse sentimento, acredito que ele aparece somente para me agredir,
me usar e vai embora.

Um sentimento de desprezo, vazio, solidão. Se temos um culpado, não sei. Gostaria de as


vezes, simplesmente ser uma pessoa “normal”, sem problemas, livre, desimpedido e
amado.

Engraçado como tudo na minha vida volta-se a duas coisas: o amor e o emprego. Sério.
Duas coisas que de formas diferentes, ajudariam muito. Um vazio de ser desacreditado,
iludido, incapaz. De viver. Vazio de amor, de vida. Liberdade de um pássaro no céu ou
de uma abelha procurando o mel com um toque de pólen.

Sou o tipo de pessoa que vive cercado e rodeado de amigos e familiares e ao mesmo
tempo tão afundado na solidão do mundo. Essa sexta foi punk, assim como acredito em
signos, eu acredito estar em meu inferno astral. Dois passos para frente significam quatro
para trás.

Brilho no olhar da criança, que mesmo depois de adulto precisa do colo que nunca
recebeu, carente do amor que nunca encontrou e vazio do abraço que nunca ganhou.

Engraçado quando se tem de tudo e ao mesmo tempo não tem nada.

Nada para fazer, nada para olhar e nada para pegar.

A pequena Alice, do país das maravilhas, essa menina era foda, ela corria, crescia e
diminuía, tomava chá e ainda comia uns negócios doidos. Que aventura. Talvez eu esteja
mais pra cinderela antes da fada madrinha. Na torre de empregada e sofrendo por tudo e
todos, com um cachorro como amigo. Seria engraçado se não fosse trágico. Quem seria
minha fada madrinha? Não sei. Só espero que ela apareça e ajude-me a alcançar meus
objetivos. Viu como tinha razão. Voltamos ao emprego e ao amor. E um beijo com ardor.
Do amor e da dor.
ZAL

Pois desde quando nos falamos


Não esqueci desse sorriso que acolhe,
Desse olhar que ilumina,
Dessa energia que contagia.

Contagia o amor,
Na dor,
Na alegria.

Contagia quem pensa que não seria.


Contagia a estrada que me guia,
Na paixão desenfreada da folia.

Explode esses cachos livres de chapinha,


Em uma imensidão de querida alegoria,
De quem não se preocupa em levar a vida.

Com alegria!
A MINHA FÉ

Para tudo eu acho uma explicação, quem sabe, eu ainda não arrumei emprego porque o
emprego que vai ser para mim, ainda não aconteceu, por exemplo. Podemos não entender,
ficar mal, questionar-se, mas tudo será no tempo e da forma que Deus achar melhor. Pois
apesar de tudo, sempre temos um porquê. Quem sabe, muitas oportunidades perdidas
passaram por mim pois eu precisava desse tempo para comigo mesmo, para minha mente,
para meu corpo.

Agora estou pronto.

O que é pra ser nosso, a vida vai se encarregar de fazer acontecer, e eu acredito que tenho
muito para mostrar, acontecer, ter. Minha vida está apenas começando e vocês não podem
esperar para acompanhar os próximos capítulos.
AO DESCOBRIR, AME-SE!

O amor não é como uma cena de filme no qual um casal senta-se em frente aos jardins de
Luxemburgo. Gostaria que fosse.
O amor é você poder contar com aquela pessoa acima de tudo e qualquer coisa, ter ela ao
seu lado não importa a quantos quilômetros de distância estejam.
Pois a chama de quem se ama, brilha.
Brilha ao olhar.
Brilha ao tocar.
Brilha ao sentir.
Em todos os livros e em todos os textos, eu falo sobre pessoas, sentimentos, emoções.
Mas eu nunca escrevi sobre mim, sobre meus sentimentos, sobre minhas emoções, sobre
me amar! Porque eu nunca soube o que é ser amado.
Porque talvez a pessoa que mais me inspira, seja eu mesmo.
Obrigado a você e obrigado a mim, por descobrir que não se trata de amar a vida, quando
você não ama a si mesmo.