Você está na página 1de 144

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 1

EXPEDIENTE
Fundação Universidade do Vale do Itajaí/Universidade do Vale do Itajaí

Valdir Cechinel Filho


Presidente/Reitor

José Roberto Provesi Relatório de Sustentabilidade 2018 da Fundação Universidade do Vale


Vice-presidente/Chefe de Gabinete de Gestão Integrada do Itajaí.

Cleunice Aparecida Trai Comissão Organizadora: Ana Claudia Reiser de Melo, Andrea Liter Bor-
Tesoureira/Diretora Administrativa ges, Attela Jenichen Provesi, Ednéia Orlandina da Silva Mendes, Eliange
Regina dos Santos Benaci, Erika Cabral Bonetti, Francine Wendt, Gabrie-
Rodrigo Carvalho la Philippsen, José Carlos Machado (Presidente), Kátia Pereira da Costa
Procurador Geral Cruz, Lucimar Micheluzzi, Lucinéia Claudia Maes Passerino, Patrícia
Duarte Peixoto Morella, Renata Freire de Almeida, Simone Regina Dias.
Luciane Merlin Bervian Edição e Revisão: João Francisco de Borba. Projeto gráfico e editoração:
Secretária Executiva João Vitor Bilibio Barboza

Carlos Alberto Tomelin


Vice-Reitor de Graduação e Desenvolvimento Institucional

Rogério Corrêa
Vice-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação

José Carlos Machado


Vice-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários
Os dados deste Relatório foram levantados em 2019, porém, referem-
Cristiane Pauline Souza Felipe se a 2018.
Contadora (CRC-SC nº 032.672-O-0)

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 2


SUMÁRIO
1. Apresentação....................................................................................4
2. Sobre a Univali..................................................................................5
3. Dimensão Institucional...................................................................10
3.1 Indicadores de RH........................................................................16
3.2 Programas de RH.........................................................................19
4. Dimensão Acadêmica....................................................................27
4.1 Indicadores de atividade.............................................................28
4.2 Núcleo de Acessibilidade da Univali...........................................31
4.3 Univali Idiomas..............................................................................32
4.4 Sistema Integrado de Bibliotecas..............................................33
4.5 Estágios.........................................................................................34
4.6 Bolsas Financiamentos Estudantis...............................................34
5. Dimensão Social.............................................................................39
5.1 Extensão Universitária.................................................................41
5.1.2 Descrição dos projetos de extensão por Escola...................43
5.2 Programas Institucionais..........................................................106
5.3 Ações Comunitárias...................................................................115
6. Dimensão Ambiental......................................................................116
7. Dimensão de Arte, Cultura e Esporte........................................122
7.1 Arte e Cultura.............................................................................123
7.2 Esporte........................................................................................129
8. Balanço Social...............................................................................139

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 3


A Universidade do Vale do Itajaí é uma uni- Na Dimensão Ambiental, poderá conhecer nos-
versidade de origem comunitária. Como tal, so compromisso com a sustentabilidade am-
tem intrínseca em todas as suas atividades o biental e as ações que implementamos para
compromisso em contribuir efetivamente com garantir o desenvolvimento e a preservação
as comunidades que a acolhem, por meio de do meio ambiente.
projetos de prestação de serviço, pelo ensino,
pela pesquisa e pela extensão e ações comu- E na Dimensão de Arte, Cultura e Esportes es-
nitárias e culturais. tão sintetizadas as atividades que envolvem
toda a comunidade acadêmica para a apre-
O presente Relatório de Sustentabiliadade é um ciação da cultura e do desporto como formas
retrato desse compromisso. Ao acompanhá-lo, de convivência, integração e resignificação dos
o leitor poderá observar, na Dimensão Insti- sentidos.
tucional, como se desenha a estrutura organi-
zacional da Fundação Univali e suas mantidas, Enfim, este relatório é o resumo de como pulsa,
o processo de decisão participativa, por meio respira e age uma universidade em constante
dos Conselhos Superiores, e a forma como transformação e altamente compromissada e
acolhemos nosso corpo social, programas e conectada com as pessoas e com o mundo em
benefícios para a valorização e o desenvolvi- que vivemos. Uma instituição consciente de sua
mento das pessoas. responsabilidade e aliada das comunidades
de entorno em busca de soluções inovadoras
Na Dimensão Acadêmica, o leitor conhecerá para o bem comum. Somos uma universidade
os excelentes resultados e conquistas obtidas de verdade, movida pelo conhecimento.
nas avaliações externas e internas, como é de-
senhado o projeto pedagógico institucional e Prof. Dr. Valdir Cechinel Filho
a preocupação com a qualidade de nosso en- Presidente da Fundação e Reitor da Univali
sino de graduação e pós-graduação, pesquisa,
internacionalização e inovação.

Na Dimensão Social estão registrados os pro-


jetos e programas que comprovam nosso DNA
comunitário e nossa inserção social: Em 2018,
atuaram 78 projetos de extensão, 12 progra-
mas institucionais e 19 ações comunitárias, o
que envolveu 513 professores, 8.725 alunos e
207.008 pessoas beneficiadas.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 4


2
A melhor universidade não estatal de Santa Catarina, segundo A forte inserção comunitária e social da Univali permite
o Ministério da Educação (MEC), Ranking Universitário da ofertar cursos de bacharelado, de tecnologia e de
Folha de S. Paulo (RUF) e Guia do Estudante da Editora Abril licenciatura nas modalidades presencial e a distância,
e única universidade não pública catarinense a figurar na sempre em acordo com as demandas da sociedade,
Times High Education (THE) como uma das melhores da formando pesquisadores e profissionais em todas
América Latina. Essa é a Universidade do Vale do Itajaí – as áreas do conhecimento. E o ensino inovador da
Univali: Conectando pessoas, construindo conhecimento, Univali já começa por meio do Colégio de Aplicação,
alicerçando futuros. presentes em Itajaí e Tijucas, permitindo ao estudante
uma trajetória da educação básica à pós-graduação,
Como uma das maiores e mais importantes universidades com a oferta de onze mestrados e seis doutorados,
brasileiras, a Univali está presente ao longo de todo o litoral todos recomendados pela Capes/MEC:
Centro-Norte de Santa Catarina, com nove campi:
Curso
• Campus Balneário Piçarras; Mestrado em Administração
• Campus Balneário Camboriú; Mestrado em Ciência e Tecnologia Ambiental
• Campus Itajaí; Mestrado em Ciência Jurídica
• Campus Tijucas; Mestrado em Ciências Farmacêuticas
• Campus Centro – Biguaçu; Mestrado em Computação Aplicada
• Campus Jardim Carandaí – Biguaçu; Mestrado em Educação
• Campus São José; Mestrado em Gestão de Políticas Públicas
• Campus Kobrasol – São José; e Mestrado em Saúde e Gestão do Trabalho
• Campus Florianópolis. Mestrado em Turismo e Hotelaria
Mestrado Profissional em Administração – Gestão,
Na busca da inflexão do conhecimento em rede e de manter Internacionalização e Logística
vivo o olhar para a vida contemporânea, a Univali implantou Mestrado Profissional Internacional Conjunto em
as Escolas do Conhecimento: uma nova forma de pensar Direito das Migrações Transnacionais
e atuar no ensino superior. Nessa proposta, a busca do Doutorado em Administração
conhecimento pelo estudante é constante, apoiado por um Doutorado em Ciência e Tecnologia Ambiental
currículo conectado que permite o compartilhamento de Doutorado em Ciência Jurídica
experiências provocativas, complexas e criativas, prevendo Doutorado em Ciências Farmacêuticas
o impacto positivo na comunidade. Doutorado em Educação
Doutorado em Turismo e Hotelaria
Na Univali, são seis escolas do conhecimento:
Escola de Artes, Comunicação e Hospitalidade Nesse universo atuam grupos de pesquisas e projetos
Escola de Educação de extensão, o que movimenta não só a comunidade
Escola de Ciências da Saúde acadêmica, mas também a população do seu entorno.
Escola de Ciências Jurídicas e Sociais Além disso, a Fundação mantém a Rádio Univali FM, a
Escola de Negócios TV Univali, uma editora, e convênios com universidades
Escola do Mar, Ciência e Tecnologia em todo o mundo.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 5


Visão

Ser reconhecida como Universidade de excelência na
atividade de ensino, no desenvolvimento e na divulgação
de pesquisas e na gestão criativa e empreendedora de
projetos sociais.

Missão

Produzir e socializar o conhecimento pelo ensino,
pesquisa e extensão, estabelecendo parcerias solidárias
com a comunidade, em busca de soluções coletivas
para problemas locais e globais.

Valores

Englobam o respeito ao pluralismo de ideias, o
compromisso social com o desenvolvimento regional
e global, a produção e uso da tecnologia a serviço da
humanização, a ética no relacionamento e a formação
e profissionalização de vanguarda. visando à formação
do cidadão crítico e ético.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 6


Conselho de Administração dos Funcionários da Univali (Afuvi);
• Dois representantes do Diretório Central
Superior (CAS) dos Estudantes (DCE);
• Dois representantes da comunidade
do Município de Itajaí;
• Presidente da Fundação Univali, que o presidirá;
• Presidente ou representante da Associação
• Vice-Presidente da Fundação Univali; das Voluntárias para a Infância Saudável (Avisa);
• Tesoureiro da Fundação Univali; • Presidente ou representante da Associação
• Procurador Geral da Fundação Univali; dos Municípios da Foz do Rio Itajaí (Amfri);
• Secretário Executivo da Fundação Univali; • Presidente ou representante da Câmara
• Chefe de Gabinete de Gestão Integrada da Univali; de Vereadores de Itajaí;
• Vice-Reitores da Univali; • Prefeito Municipal ou Vice-Prefeito das cidades
A Fundação Univali adota o processo • Diretores das Escolas de Conhecimento da Univali; onde há Campus Universitário;
decisório colegiado, atuando por meio dos • Diretor de Campus da Univali; • Um representante da Associação Empresarial de Itajaí
órgãos deliberativo (em assuntos de política • Diretor de Internacionalização da Univali; (ACII).
administrativa, apatrimonial e econômico- • Diretor de Assuntos Institucionais da Univali;
financeira) – Conselho de Administração
Conselho Curador
• Diretor de Planejamento e Finanças da Secretaria
Superior (CAS) e fiscalizador – Conselho Executiva da Fundação Univali;
Curador. Já no âmbito da Universidade, • Dois Coordenadores de Curso por Escola de
atua por meio do Conselho Universitário Conhecimento; • Um representante da Associação dos Municípios da Foz
(CONSUN) (órgão máximo consultivo, • Um representante docente da Comissão Própria de do Rio Itajaí (AMFRI);
deliberativo e jurisdicional da Univali em Avaliação (CPA); • Um representante da Associação das Voluntárias para a
assuntos acadêmicos, administração • Cinco Coordenadores de Cursos/Programas de Infância Saudável (Avisa);
universitária e estabelecimento de políticas Pós-Graduação – Stricto Sensu; • Um representante dos funcionários, filiado à Associação
institucionais) e suas Câmaras: Câmara de • Dois representantes docentes da Educação dos Funcionários da Univali (Afuvi);
Ensino (CaEn) e a Câmara de Pesquisa, Pós- Superior da Univali; • Três representantes docentes de cada Escola de
Graduação, Inovação, Extensão e Cultura • Três representantes docentes da Educação a Distância; Conhecimento da Univali;
(CaPPEC). • Um representante docente da Educação Básica; • Três representantes docentes dos Cursos/Programas de
• Três representantes docentes do Ensino Superior, Pós-Graduação Stricto Sensu da Univali;
filiados à Associação dos Professores do Ensino • Um representante das entidades mantidas;
Superior de Itajaí (Apesi);
• Um representante do Diretório Central dos Estudantes
• Um representante docente da Educação Básica, filiado
(DCE);
à Associação dos Professores do Colégio de Aplicação
(APC); • Um representante docente da Educação a Distância;
• Um representante dos funcionários, filiado à Associação • Um representante do Conselho Municipal de Assistência

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 7


Social (CMAS); • Cinco Coordenadores dos Cursos/Programas • Cinco representantes discentes, sendo: um do Campus
• Dois representantes da comunidade do Município de de pós-graduação - Stricto Sensu; Tijucas, um do Campus Balneário Piçarras, um do
• Dois representantes docentes por Escola Campus Florianópolis, um do Campus Biguaçu e um do
Itajaí;
de Conhecimento; Campus Kobrasol São José;
• Um representante docente do Ensino Superior, filiado
• Dois representantes da Vice-Reitoria de Graduação • Presidente ou representante da Associação dos
à Associação dos Professores do Ensino Superior de
e Desenvolvimento Institucional; Professores do Ensino Superior de Itajaí (Apesi);
Itajaí (APESI);
• Dois representantes da Vice-Reitoria de Pesquisa, • Presidente ou representante da Associação dos
• Um representante da Associação Empresarial de
Pós-Graduação e Inovação; Professores do Colégio de Aplicação (APC);
Itajaí (ACII);
• Dois representantes da Vice-Reitoria de Extensão • Presidente ou representante da Associação
• Presidente da Federação dos Trabalhadores em e Assuntos Comunitários; dos Funcionários da Univali (Afuvi);
Estabelecimentos de Ensino do Estado de Santa • Dois representantes docentes da Educação a Distância; • Presidente ou representante do Diretório Central
Catarina (FETEESC). • Dois representantes docentes da Educação Básica; dos Estudantes (DCE);
• Um representante da Associação Empresarial de • Um representante dos funcionários técnico- • Um representante da Secretaria de Estado da Educação
Itajaí (ACII); administrativos; de Santa Catarina;
• Presidente da Federação dos Trabalhadores em • Quatro representantes discentes dos municípios de Itajaí • Secretário Municipal de Educação de Itajaí;
Estabelecimentos de Ensino do Estado de Santa e Balneário Camboriú, sendo dois para cada município; • Um representante docente da Fundação Univali.
Catarina (FETEESC).

Conselho Universitário
(CONSUN)
• Reitor, que o presidirá;
• Chefe de Gabinete de Gestão Integrada da Univali;
• Vice-Reitores da Univali;
• Procurador Geral da Fundação Univali;
• Secretário Executivo da Fundação;
• Diretores das Escolas de Conhecimento;
• Diretor de Internacionalização;
• Diretor de Educação da Vice-Reitoria de Graduação
e Desenvolvimento Institucional;
• Diretores de Campi da Univali;
• Diretores dos Colégios de Aplicação;
• Três Coordenadores de curso por Escola de
Conhecimento;

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 8


Câmara de Ensino (CaEn) Câmara de Pesquisa,
• Vice-Reitor de Graduação e Desenvolvimento Pós-graduação, Inovação,
Institucional, como Presidente;
• Procurador Geral da Fundação Univali;
Extensão e Cultura
• Diretores das Escolas de Conhecimento; (CaPPEC)
• Diretor de Educação da Vice-Reitoria de Graduação
e Desenvolvimento Institucional; • Vice-Reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação,
• Um Diretor dos Colégios de Aplicação; como Presidente;
• Um Coordenador de Curso por Escola de Conhecimento; • Vice-Reitor de Extensão e Assuntos Comunitários;
• Um representante docente de cada • Procurador Geral da Fundação Univali;
Escola de Conhecimento; • Diretores das Escolas de Conhecimento;
• Um representante da Educação a Distância; • Cinco Coordenadores de Cursos/Programas
• Dois representantes da Vice-Reitoria de Graduação de pós-graduação – Stricto Sensu;
e Desenvolvimento Institucional; • Um Coordenador de Curso por Escola de Conhecimento;
• Um representante discente dos Campi, • Um representante docente de cada
excluído o Campus representado pelo DCE; Escola de Conhecimento;
• Presidente ou representante da Apesi; • Um representante da Educação a Distância;
• Presidente ou representante da Afuvi; • Dois representantes da Vice-Reitoria de Pesquisa,
• Presidente ou representante do DCE; Pós-Graduação e Inovação;
• Presidente ou representante da APC. • Um representante da Vice-Reitoria de Extensão
e Assuntos Comunitários;
• Um representante discente dos Campi,
excluído o Campus representado pelo DCE;
• Presidente ou representante da Apesi;
• Presidente ou representante da Afuvi;
• Presidente ou representante do DCE.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 9


Plano de Desenvolvimento
Institucional (PDI)
É resultado de um processo de construção coletiva, participativa
e sistemática, visando à construção do futuro da Instituição. Nele, a
Universidade expressa sua identidade, missão e filosofia de trabalho,
descreve sua estrutura organizacional e as atividades acadêmicas que
desenvolve e pretende desenvolver, apresenta suas políticas, seu corpo
docente e técnico-administrativo e suas estratégias de gestão econômico-
financeira, com vistas à sustentabilidade, e define seu plano de metas
para o período de cinco anos.

O processo de construção e de deliberação do PDI e do Planejamento


Estratégico Institucional 2017-2021 adotou como referência, o uso
de instrumentos de leitura e interpretação de dados, abordagem
colegiada, responsabilidade e capacidade de decisão. Dele participaram
representantes dos diversos segmentos internos e externos à instituição,
configurando-se como expressão de diálogos criativos de diferentes
matizes.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 10


Etapas de construção:
O processo teve início em 2015, com a implantação do Programa de Relacionamento
Conexão Futuro Univali e das Reuniões de Análise Crítica (RACs), coordenados pela
Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional e atuação conjunta da
Administração Superior e da comunidade acadêmica.

A metodologia utilizada baseou-se no Design Thinking, abordagem estruturada para


produzir uma nova forma de pensar a oferta de ensino superior, materializada em
soluções inovadoras, tanto para os serviços existentes, como para os novos produtos,
processos e serviços.

Imersão Análise Ideação Prototipação Sistematização Socialização


e Síntese

Em síntese, no PDI, a Univali registra de onde veio, onde está, como chegou até aqui,
onde almeja estar e como pretende chegar.

As ações descritas no presente Relatório de Responsabilidade de Sustentabilidade


estão contempladas no PDI da Instituição (disponível em www.univali.br/pdi), pois
nele a Univali não somente demonstra sua trajetória de investimentos, melhorias e
inserção no contexto econômico e social, como também mantém o compromisso de
continuar investindo em ações que interfiram positivamente na comunidade, revelando
a responsabilidade com que assume e desenvolve seu papel na sociedade.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 11


Comissão Própria de Avaliação (CPA) Projeto Pedagógico Institucional
A Comissão Própria de Avaliação (CPA) da Universidade do Vale do Itajaí existe Como uma Instituição Comunitária de Educação Superior (ICES), a Universidade do
desde 2004 e cumpre seu papel com significativa efetividade. Trata-se de um Vale do Itajaí assume em seu Projeto Pedagógico Institucional o desafio de construir
órgão de natureza consultiva e deliberativa, que assume as atribuições de conduzir em torno de si a identidade comunitária por meio de um processo permanente
os processos de avaliação internos da Instituição, sistematizar dados e prestar que exige cada vez mais interação com agentes externos, especialmente naqueles
informações sobre esses processos ao Ministério da Educação. segmentos diretamente atendidos pelas iniciativas originárias do universo acadêmico
em suas múltiplas dimensões: Ensino, Pesquisa, Extensão e Cultura.
Ela assegura a participação de todos os segmentos da comunidade universitária
(representantes do corpo docente, discente e técnico-administrativo), bem como
Dimensões múltiplas e, ao mesmo tempo, indissociáveis, fios de tessitura única, pano
da sociedade civil organizada, na tarefa de acompanhar, supervisionar e avaliar
os processos e resultados da Avaliação Institucional da universidade e formular de fundo em que as pessoas desenham seus percursos como profissionais e como
propostas para o aperfeiçoamento e desenvolvimento das atividades institucionais, cidadãos, isto é, de maneira integral. Para isso, não mede esforços para atender às
com relação ao ensino, pesquisa, extensão e cultura. demandas sociais, características da sua trajetória, uma vez que é seu papel garantir
uma consistente formação técnica, científica e humana, tendo a excelência acadêmica
O Comitê Central é constituído por sete docentes e três discentes de cursos de como premissa e o conhecimento como elemento definidor de uma nova mediação
graduação; cinco funcionários técnico-administrativos; dois representantes da homem/trabalho.
sociedade civil da região de Itajaí; um representante do Campus de Balneário Piçarras;
um representante do Programa de Avaliação Institucional; e os coordenadores dos Sob essa perspectiva, o conhecimento é identificado como processo, síntese entre
Comitês Regionais. Os Comitês Regionais são constituídos por três docentes, três pensamento e ação, conteúdo e método, regionalidade e globalização, indivíduo
discentes e três funcionários técnico-administrativos do respectivo campus; e três e sociedade, igualdade e diferenciação. Sua contínua elaboração se concretiza em
representantes da sociedade civil da região em que o campus está localizado.
programas, projetos e ações que associam fortemente ensino, pesquisa, extensão
e cultura, articulando-os na intersecção Universidade/Comunidades em busca de
Mediante intenso trabalho colaborativo, a CPA da Univali acompanha, avalia e orienta
respostas às demandas contemporâneas.
as ações da Universidade, fortalecendo o propósito institucional de oferecer um
ensino de qualidade e uma atuação participativa com o envolvimento da comunidade.
Na busca da inflexão do conhecimento em rede e de manter vivo o olhar para a vida
As atividades da CPA estão publicadas no site: www.univali.br/cpa contemporânea, a Univali implantou as Escolas do Conhecimento. Essas representam
uma nova forma de pensar e atuar na graduação e no ensino superior, uma forma
orgânica de organização e intersecção entre o ensino, a pesquisa e a extensão, entre
cursos, estudantes e professores das diferentes áreas, suas atividades e programas.

A mudança passa também pela consciência das subjetividades envolvidas nos processos
de ensino e aprendizagem e pelo fortalecimento de uma nova relação entre estudante
e professor diante do conhecimento. Debruçando-se sobre a realidade de forma crítica,

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 12


ampliando o ato de aprender para fora da sala de aula, atuando sobre problemas e a curricularização da extensão, por exemplo, oferecem oportunidades para os
de forma crítica e proativa, professores e estudantes aprendem entre si e pensam estudantes colaborarem entre disciplinas e trabalharem diretamente com instituições
juntos (PUCPR, 2017). e organizações internacionais e locais para aplicar seu aprendizado.

A busca do conhecimento pelo estudante é constante, compartilhada com experiências Esse modelo busca assegurar, aos estudantes, oportunidades regulares para
provocativas, complexas e criativas, prevendo o impacto positivo na comunidade. apresentar o seu trabalho e aplicar a sua aprendizagem teórica em contextos
Nesta nova proposta, ensino, pesquisa, extensão universitária, tecnologias, inovação práticos. Afinal, a experiência de pesquisa não é apenas um trampolim para a
e internacionalização estão alinhados em ações conjuntas em redes não lineares. academia; as habilidades envolvidas em pesquisa e investigação são cada vez mais
essenciais para as profissões em diferentes campos de atuação, pois elas possibilitam
Com isso, os currículos passam a ser integrados, com mais disciplinas práticas e núcleos a vivência genuína dos princípios que orientam o ensino e a aprendizagem nas
integradores de disciplinas para vários cursos, e o ensino ganha mais possibilidades Escolas: o desenvolvimento do senso crítico, a autonomia, o pensamento sistêmico,
de assumir modelos flexíveis, amigáveis, híbridos, invertidos e de vivências práticas. o compromisso, a cooperação e a proatividade.
São novos formatos de cursos, com inserção efetiva nas comunidades de entorno,
aprendizagem em ambientes colaborativos e salas de aula reconfiguradas, buscando Com esse modelo busca-se oferecer a cada estudante um conjunto de disciplinas e
a transversalidade de áreas e o engajamento, tanto emotivo quanto intelectual, dos experiências compartilhadas — curriculares e extracurriculares — que lhe darão a
estudantes e docentes. oportunidade de estabelecer conexões entre seu desenvolvimento como pesquisador,
profissional e cidadão.
A conectividade está no DNA dessa visão de Escola e de currículo. Essa marca pode
ser vislumbrada nas conexões: entre disciplinas, entre a Universidade, a comunidade O conjunto de disciplinas do currículo aliado às experiências extracurriculares
e o mundo, entre pesquisa e ensino, entre teoria e prática, entre estudantes e os possibilita trabalhar, ao mesmo tempo, nos níveis pessoal, profissional e social da
professores, entre o estudante em seu ser interior — e em seu estar no mundo —, formação, configurando percursos formativos personalizados que levam em conta
entre o estudante e outros estudantes, entre os vários componentes do currículo, as características do estudante nas dimensões intelectivas e emocionais.
entre as diferentes áreas do conhecimento. Por essa razão, assume-se a concepção Por decorrência, as abordagens metodológicas de ensino a serem utilizadas entram
de Currículo Conectado. em sintonia com as concepções e os princípios de ensino-aprendizagem definidos.

O Currículo Conectado com a pesquisa, a inovação, a internacionalização e a extensão Pretende-se aproveitar o potencial da tecnologia para estender e enriquecer a
é uma estrutura ambiciosa de aprendizado que reconceitua a educação na Univali. experiência em sala de aula por meio de metodologias ativas e ferramentas de sala
Ele apoia os estudantes a aprender fazendo pesquisas, mediados pelas tecnologias, de aula invertida, ambientes virtuais de aprendizagem e disciplinas digitais.
com foco na solução de problemas e na produção de ideias com um olhar para o
mundo e para o outro. Neste contexto, a forte inserção comunitária e social da Univali permite-lhe ofertar
cursos de bacharelado, de tecnologia e de licenciatura nas modalidades presencial e
O Currículo Conectado fornece assim uma estrutura para a integração das várias vertentes a distância para atender a demandas tradicionais e emergenciais da sociedade e do
de atividade na Univali, as quais enriquecem o currículo formal. A internacionalização mundo do trabalho, particularmente na área de abrangência institucional e geográfica
em questão.
Relatório de Sustentabilidade 2018 | 13
Os cursos estão distribuídos em seis Escolas do Conhecimento: Escola de Educação,
Escola de Artes, Comunicação e Hospitalidade, Escola de Ciências da Saúde, Escola de Avaliações internas – Paiuni
Ciências Jurídicas e Sociais, Escola de Negócios e Escola do Mar, Ciência e Tecnologia.
As atividades de autoavaliação promovidas pela CPA têm como fonte central de
Nessa trajetória, o Ensino Superior em Itajaí registra expressivo crescimento desde dados a pesquisa do Programa de Avaliação Institucional da Univali (Paiuni). Até o
1964, quando foi instituído. Atualmente, na Univali, na área da pós-graduação, fim do primeiro semestre de 2018, registraram-se 30 edições da avaliação dos cursos
contam-se 44 cursos lato sensu na modalidade presencial e 14 cursos na modalidade presenciais de graduação, 16 edições da avaliação dos cursos de pós-graduação
a distância;16 cursos Stricto Sensu respaldados na experiência de uma Instituiçãoque stricto sensu e 17 edições da avaliação dos cursos de graduação na modalidade a
mantém ainda, mais de 79 ofertas de graduação nas modalidades presencial e a distância. O Paiuni estabelece diagnósticos, desenvolve análises e aponta alternativas
distância. à condução das políticas institucionais relativas ao ensino, à pesquisa e à extensão,
com base na percepção de alunos e professores. São desenvolvidas as atividades
referentes a esta pesquisa em cinco grandes fases: sensibilização e aplicação;
Avaliações externas descrição e análise dos resultados; divulgação; ações decorrentes; meta-avaliação.
A sensibilização de discentes e docentes em relação à pesquisa tem como principal
Os cursos de graduação são submetidos ao Exame Nacional de Desempenho dos indicador os níveis de participação indicados no gráfico 1. Percebe-se que esses
Estudantes (Enade), estruturado em um ciclo trienal, no qual a cada ano um conjunto índices passam dos 45% na maioria da série (apenas na avaliação discente em
de cursos, identificados por uma cor, presta uma prova de conhecimentos gerais e 2017/2 ficou em 31,4%) e podem ser considerados altos, uma vez que a adesão ao
outra de conhecimentos específicos. Os conceitos atribuídos pelo MEC aos cursos Paiuni é facultativa.
de graduação compreendem o Conceito de Curso (CC), advindo da Avaliação dos
Cursos de Graduação (ACG), e aqueles derivados do conceito Enade: Indicador de Gráfico 1 – Níveis de participação de alunos e professores no
Diferença entre Desempenho observado e esperado (IDD) e Conceito Preliminar Paiuni
de Curso (CPC). A distribuição de cada um destes conceitos para os cursos de 100,0
graduação no triênio 2015-2017 do ciclo avaliativo do Sistema Nacional de Avaliação 90,0
da Educação Superior (Sinaes) demonstrou que: 80,0
70,0
- 88% dos cursos da Univali foram avaliados com conceitos 4 e 5 no indicador: 60,0
Conceito de Cursos – CC; 50,0
- 77,77% dos cursos da Univali obtiveram conceitos 4 e 5 e 16,68%, conceito 3 no 40,0
Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), no triênio 2015-2017, 30,0
- 68% dos cursos obteve conceitos 4 e 5 e 32% deles, conceito 3 no Indicador de 20,0
Diferença dos Desempenhos observados e esperados (IDD) no triênio 2015-2017, 2015/1 2015/2 2016/1 2016/2 2017/1 2017/2 2018/1
Discente Docente
demonstrando que a trajetória dos estudantes durante o curso, na Univali, agregou
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional, 2019.
qualidade à sua formação profissional.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 14


A aplicação é realizada on-line pela intranet de professores e alunos e
disponibilizada de 45 a 60 dias. Após o encerramento, a descrição dos dados
Recursos Humanos
e a análise são feitas pela equipe da Coordenadoria de Ensino Superior,
Além da Administração de Pessoal, a Área de Recursos Humanos tem sob sua
que socializa os resultados de acordo com o público-alvo.
responsabilidade realizar a Gestão de Pessoas, com programas de Desenvolvimento,
tais como: Avaliação de Engajamento, Formação, Qualidade de Vida, Saúde e
Para os docentes, um boletim é publicado na intranet. Os resultados de todas
Segurança, e Benefícios.
as dimensões e indicadores são disponibilizados aos gestores (Gestão Superior,
Diretores das Escolas do Conhecimento e Coordenadores de Curso) por meio da
ferramenta Business Inteligence. 1. Indicadores de RH
Todos os resultados do Paiuni têm sido utilizados pela CPA no processo de No que diz respeito à Gestão de Pessoas e Indicadores da área, a Univali contou
autoavaliação e elaboração de relatório como uma das formas de julgar aspectos com 2.563 profissionais em seu corpo de colaboradores ao final de 2018, divididos
relativos aos cinco eixos de avaliação. Além disto, os indicadores de percepção são entre 1.272 docentes (49,6%), 1.187 administrativos (46,3%) e 104 estagiários (4%).
também utilizados como indicadores de planejamento e compõem o conjunto de Ao observar a distribuição de gênero, há um relativo equilíbrio da força de trabalho
indicadores que a CPA utiliza para a avaliação final dos eixos. masculina (44,8%) e feminina (55,2%), se comparado à demografia Catarinense.

O melhor desempenho do IDD implicou a distribuição de conceitos do CPC, que


ainda inclui insumos do corpo docente (mestres, doutores e regime de trabalho Colaboradores distribuídos por sexo
parcial ou integral) e percepção discente (organização didático-pedagógica,
infraestrutura e oportunidades de ampliação da prática profissional). Neste ciclo
Geral
avaliativo, 70% dos cursos da universidade recebeu conceito 4 e 30% conceito
Administrativo 737 450 1.187
3, destacando a Univali no cenário educacional pela qualidade de seus recursos
Docente 600 672 1.272
humanos, ambientes, processos, projeto educativo e cumprimento de sua missão.
Estagiários 77 27 104
Total Geral 1.414 1.149 2.563
Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos,
2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 15


Cargos de Chefia O tempo de permanência médio na empresa é de 10,5 anos, sendo maior entre os
docentes, que permanecem em média 12,5 anos se comparado aos administrativos
Em seu corpo de liderança/chefia, a Univali conta com 124 profissionais representando que permanecem em média 8,3 anos.
4,8% do total, representados 50% por homens e 50% por mulheres.
Administrativo Docente Total/Geral
Liderança N° de líderes Média de tempo na empresa 8,29 12,58 10,51

Feminino 62 Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos, 2019

Masculino 62
Total 124
Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa,
Coordenadoria de Recursos Humanos, 2019

Tempo de serviço na instituição


Ao avaliar a distribuição por tempo na empresa, percebe-se uma concentração
de profissionais que iniciaram há até 5 anos, representando 40,83% do total.

Variação do corpo funcional


A rotatividade para o ano de 2018 foi de 12,1%, sendo mais elevada para profissionais Até 1 ano 110 43
administrativos, em 17,9%. Esse número se dá pela mudança de estratégia na
administração do Hospital Universitário Pequeno Anjo, em que houve o desligamento Até 5 anos 526 325

de 86 profissionais, 23,7% do total de desligados no ano. No ano de 2018 houve a Até 10 anos 197 223
contratação de 232 profissionais entre docentes (67) e administrativos (165).
Até 20 anos 201 429

Admitidos Demitidos Geral Até 30 anos 119 222


Administrativo 165 261 17,94%
Mais de 30 anos
Univali 119 175 13,80%
HUPA 46 86 54,10% 0 100 200 300 400 500 600 700 800 900
Docente 67 102 6,64%
Administrativo Docente
Total 232 363 12,10%
Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos, Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos, 2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 16


Idade média dos colaboradores Nível de Escolaridade dos Colaboradores
Dos 2.459 colaboradores, entre administrativos e docentes, 1.941 têm graduação
A idade média dos colaboradores é de 42 anos sendo maior entre os docentes,
superior ou mais, sendo 330 doutores, 696 mestres e 433 pós-graduados. São 150
que têm idade média de 45,9 anos se comparado aos administrativos que têm
profissionais com formação superior incompleta ou cursando e 72 profissionais
em média 37,9 anos.
com formação técnica. É importante destacar que compõem esse quadro docentes
Administrativos Docente Total Geral do Colégio de Aplicação e da Univali Idiomas.
Média de Idade 37,9 45,9 42,0 Rótulos de Linha Administrativos Docente Total Geral
Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos,
Doutorado 9 321 330
Mestrado 53 643 696
Pós-Graduação 166 267 433
Superior Completo 446 36 482

Processos Trabalhistas Superior Incompleto 150 150


Técnico Completo 72 72
No ano de 2018 foram movidos 17 processos trabalhistas contra a instituição, com Ensino Médio Completo 236 5 241
destaque aos movidos por docentes, 9 (52,9%). Ensino Médio Incompleto 10 10

Docente Administrativos Terceirizados Total Geral Ensino Fundamental Completo 23 23

Movidos contra a entidade 9 5 3 17 Ensino Fundamental Incompleto 22 22


Fonte: Procuradoria, 2019 Total Geral 1.187 1.272 2.459
Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos,

Desenvolvimento de pessoas
Serviços terceirizados No decorrer de 2018 foram realizadas 4.153 horas em treinamento para 2.805
A instituição contou com 161 profissionais terceirizados no ano de 2018. colaboradores entre Administrativos e Docentes.
Docentes Administrativos Total

Número de pessoas N° de participações em treinamento 2.267 538 2805


em serviços terceirizados 161
Total de horas de treinamento disponibilizadas 1.004 3.149 4153
Fonte: Secretaria Executiva, Diretoria Administrativa, Coordenadoria de Recursos Humanos,

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 17


2. Programas de RH sem atrapalhar a sua rotina, mapeando as suas
necessidades iniciais e oferecendo suporte no dia a dia.
4. Antecipar cenários e propor respostas mais rápidas
e especializadas nas áreas requisitantes;
Os agentes facilitadores recebem formação em aspectos
A seguir, os programas de Gestão de Pessoas 5. Propor projetos de qualidade de vida, incluindo o
comportamentais, incluindo um momento no Programa
clima favorável ao desenvolvimento dos colaboradores.
Uninclui, com o propósito de tornar as equipes que
2.1 Programa de integração de receberão uma Pessoa com Deficiência no setor mais
preparadas para o acolhimento desses profissionais. A Metodologia
novos colaboradores Coordenadoria de Recursos Humanos oportunizou este
espaço de informação e reflexão sobre o tema, por meio Os questionários são enviados aos colaboradores
Este programa tem por objetivo apresentar aos novos da realização de capacitação teórica e vivencial. administrativos da Fundação Univali, pertencentes ao
colaboradores uma visão geral da Fundação Univali, sua quadro efetivo, quando completam 4 (quatro) meses
estrutura, benefícios, gestão de carreira, deveres, direitos, na instituição, sendo:
saúde e segurança do colaborador, através de um momento 2.2 Avaliação de engajamento • Autoavaliação: realizada pelo próprio
acolhedor e motivacional, para seu engajamento com a colaborador, analisando a sua adaptação e integração
Instituição. Na integração também existe um momento A formulação da avaliação de engajamento surgiu da
na equipe e na Fundação;
do Programa Uninclui, tendo como propósito tornar os necessidade da Coordenadoria de Recursos Humanos
• Avaliação do colaborador pelo gestor, em
colaboradores mais preparados para receber e acolher as mensurar o nível de comprometimento, adaptação e o
relação às mesmas questões;
pessoas com deficiência, criando assim um momento de modo como os colaboradores interagem ao serem inseridos
• Análise das avaliações pela área de Recursos
informação e reflexão sobre o tema através da realização de e/ou acolhidos no novo ambiente de trabalho. A gestão
Humanos;
uma vivência de sensibilização. Com esta atividade, a área pode perceber, por meio das respostas dos questionários,
• Resultado na forma de devolutiva pessoal aos
de Recursos Humanos busca o acolhimento, favorecendo o se as tendências e necessidades do cenário no ambiente
gestores, pontuando eventuais necessidades de
relacionamento entre os colaboradores e proporcionando de trabalho estão sendo atendidos tanto para o novo
melhorias na adaptação do funcionário, caso seja
um ambiente de trabalho agradável, de contínua interação. colaborador quanto para a instituição, tais quais:
identificada necessidade de intervenção.
1. Mudança do treinamento e desenvolvimento com
objetivos individualizados para o desenvolvimento
2.1.1 Programa Conta Comigo dos talentos, alinhando as propostas de valores da
instituição e do colaborador, criando ambientes voltados
Nas avaliações de engajamento dos novos colaboradores,
ao crescimento da instituição e geração de resultados;
identificou-se a necessidade de se ter um acompanhamento
2. Busca por novos perfis de liderança, com
mais próximo de uma pessoa especifica, que pudesse
competências diferenciadas e para entrega de diferentes
orientá-los em questões básicas, porém, relevantes para
tipos de resultados, com capacitação para lideranças
acolhimento e integração na equipe e qualidade do
voltadas ao comportamento e conhecimento, para
trabalho. Desta necessidade surgiu o programa “Conta
lidarem com seus times em diferentes situações;
Comigo”, de orientação para o novo colaborador, com
3. Aceleração organizacional, com líderes e liderados
objetivo de capacitar funcionários do quadro a se tornarem
aptos a administrar as mudanças que acontecem nas
agentes facilitadores para acolhimento e auxílio aos novos
organizações, sendo necessário ainda medir resultados
colaboradores, promovendo a integração com a equipe
individuais para tomadas de decisões específicas e
de trabalho e a instituição.
possibilitando ao funcionário demonstrar o máximo
A capacitação do agente facilitador visa prepara-los
de sua capacidade;
a antecipar a chegada do novo colega de trabalho,

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 18


2.3 Política de Formação Continuada 2.3.2 Trilhas Formativas
para Docentes 2018
A capacitação e atualização profissional foi conduzida,
A política de formação para docentes a partir do mês de até 2017, por meio do Programa Uniforma para técnico-
agosto de 2018, foi redesenhada com o objetivo de promover administrativos. A partir de 2018, passou a ser denominado
formação pedagógica, pessoal e técnico-profissional do Trilhas Formativas. Essa mudança foi necessária para
corpo docente da Univali, em formatos tecnológicos, adaptação do programa às transformações do cenário
culturais e interativos para que possibilitassem a construção econômico e tecnológico. As trilhas representam uma
de trilhas personalizadas, experiências compartilhadas de estratégia de aprimoramento inovadora e mais eficaz, que
aprendizagem, atitudes e práticas inovadoras no campo oportuniza ao colaborador o aprendizado contínuo através
da educação básica e superior. de diversas formas de aperfeiçoamento profissional,
Com a nova dinâmica de oferecimento, o anterior Programa agregado ao seu planejamento de carreira.
de Formação Continuada para Docentes, passa a ser
substituído pelo Macroprograma Trilhas Formativas, que
acontece de forma permanente, com programação anual 2.3.3 Programa Ser + Cliente
e em horários flexíveis nas modalidades presencial e/ou
digital.
O programa tem o objetivo de sensibilizar as equipes de
trabalho ligadas diretamente ao atendimento aos alunos,
com relação ao papel de cada um dentro do processo
de mudança, tornando-os mais interativos, construindo
2.3.1 Indicadores da Política de uma equipe forte e focada na missão que cada um tem
Formação Continuada para Docentes na construção de uma Univali mais acolhedora. Em 2018
foram capacitados 97 colaboradores na primeira fase do
2017 e 2018. programa.

Indicador 2017/1 2017/2 2018/1 2018/2


Total de temas oferecidos 16 16 12 03*
170 198 174 13**
Docentes da Univali 1.393 1.394 1.387 1.321
Docentes participantes 1.232 1.209 1.222 1.045
Índice de participação (%) 88,4% 86,7% 88,10% 79,10%
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional, Coordenadoria de
Ensino Superior, 2019.
*A partir de 2018/II o Macroprograma passa a oferecer três trilhas: Pedagógica, Pessoal
e Técnico-profissional.
**Oficinas virtuais oferecidas dentro do novo formato (agosto a novembro/2018).

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 19


2.4 Saúde, Segurança e Qualidade de Vida 2.4.2 Segurança do trabalhador

A segurança e a saúde ocupacional são questões que permeiam todo o trabalho da


2.4.1 Programa AGORA Univali, pois só por meio de um ambiente institucional agradável, seguro e que preze
pela integridade física de seus profissionais é possível alcançar os objetivos e metas
O programa AGORA tem como foco o bem-estar no trabalho. Seu nome significa: Ações
estabelecidas com os alunos, comunidade e parceiros. A equipe de Segurança realiza
de Gestão, Orientação, Revisão e Avaliação de Qualidade de Vida. Seus principais
inspeções de segurança do trabalho nos setores da Fundação, apoiados pelos gestores
objetivos são:
de cada área, mobilizando e conscientizando a respeito de situações que colocam
- Melhora do estilo de vida e aumento do bem-estar geral;
em risco a saúde e a vida dos colaboradores. Este procedimento também ocorre com
- Redução dos fatores individuais de risco;
os colaboradores terceirizados, que prestam serviços dentro das dependências da
- Aumento da capacidade de controle da própria saúde;
Fundação Univali.
- Melhora no gerenciamento dos fatores pessoais e profissionais de estresse;
Dentre as atividades realizadas pelo Serviço Especializado em Engenharia de Segurança
- Tornar o ambiente mais saudável;
e em Medicina do Trabalho (SESMT), destacam-se:
- Melhora no relacionamento interpessoal;
- Inspeção dos locais de trabalho e laboratórios da Instituição;
- Melhora na estabilidade emocional;
- Participação na formação continuada para docentes sobre saúde e segurança no
- Aumento da motivação para o trabalho e para a vida;
local de trabalho;
- Melhora da autoimagem e autoestima;
- Elaboração e implantação de procedimentos para prestadores de serviço (terceiros);
- Redução do absenteísmo e presenteísmo (quando o trabalhador, embora
- Cumprir e fazer cumprir a legislação pertinente, bem como educar, estimular e
fisicamente presente no ambiente de trabalho, não apresenta produtividade);
assegurar a correta aplicação dos preceitos de saúde e segurança ocupacional.
- Redução da sinistralidade do plano de saúde.
- Além das ações voltadas à saúde, há também preocupação com a inserção social e
em atividades artístico-culturais. Além disto, o propósito do programa é de que boa
parte de suas ações atinjam também os demais Campi da Instituição. O programa 2.4.2.1 Plano de ação de emergência
conseguiu atingir a marca de 314 pessoas em 2018.

Campanhas temáticas de promoção à saúde; O plano visa prestar, nas dependências da Fundação Univali, serviços de atendimento
- Estratificação de risco cardiovascular; pré-hospitalar em situações de urgência ou emergência para toda a comunidade que ali
- Hidroginástica; se encontra. Os serviços de socorro envolvem análise primária da vítima, monitoramento
- Escola da coluna; dos sinais vitais e encaminhamento aos serviços de emergência médica. A Fundação
- Oficina saúde do trabalhador: LER/DORT; Univali tem contrato de prestação de serviços de atendimento e transporte de urgência
- Fisioterapia; e emergência ambulatorial. O Bombeiro Privado Univali, implantado oficialmente em
- Avaliação ergonômica; outubro de 2007, é responsável por atividades de prevenção de incêndio, palestras
- Atendimento odontológico; e treinamentos práticos para colaboradores e orientações prevencionistas para a
- Saúde vocal; comunidade acadêmica.
- Conservação auditiva;
- Ambulatório clínico geral;
- Atendimento psicológico;
- Associações – oficinas e eventos culturais;
- Orientações jurídicas;
- Orientações financeiras.
Relatório de Sustentabilidade 2018 | 20
2.5 Benefícios
Todos os colaboradores da Fundação Univali têm acesso a benefícios
complementares como plano de saúde, plano odontológico, previdência
complementar, auxilio creche (somente para as colaboradoras), e desconto
aos colaboradores e seus dependentes em cursos oferecidos pela Univali.

2.5.1 Previdência Complementar


O momento de se aposentar é sempre um marco na vida profissional do ser
humano. Preparar-se para este momento é ainda mais crucial, para que a
aposentadoria seja um prêmio e não o início de dificuldades. Com esta visão é
que em 1996 a Univali implantou, por meio da Fiesc, um plano de previdência
complementar privada para todos os seus empregados. Atualmente, o plano
conta com participantes ativos e beneficiários. O plano é do tipo Contribuição
Variável, ou seja, combina as modalidades de Contribuição Definida e Benefício
Definido.
No plano Univali Previdência, o valor do benefício futuro dependerá do
montante das contribuições realizadas pelo próprio funcionário, do tempo de
acumulação e do retorno dos investimentos. Outros benefícios deste plano
são a facilidade na obtenção de financiamentos e empréstimos pessoais via
própria entidade de previdência complementar, e aposentadoria por invalidez,
além da possibilidade de filiar ao plano de previdência, de forma direta, os
familiares. Um plano de previdência complementar ou aposentadoria privada,
além dos ganhos já mencionados aos usuários, também fortalece a política
de atração e retenção de pessoas na Instituição, por se tratar de um benefício
diferenciado no mercado.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 21


2.5.2 Plano de Saúde 2.5.2 Plano Odontológico

Assistência médica e hospitalar garante Complementar ao plano de assistência
aos colaboradores a atenção devida para médica, a Univali também oferece plano
a manutenção preventiva da saúde de odontológico aos colaboradores, com preço
todos os funcionários e seus familiares único e acessível, com abrangência nacional
em primeiro grau, também no momento e também regulamentado pela ANS. Com
em que mais precisam, aqueles em que isso, a saúde bucal também é atendida
se encontram em fragilidade de saúde. e o colaborador tem cobertura total da
E isto é percebido como um benefício sua saúde. Será disponibilizado ainda a
importantíssimo, essencial no que tange “Prestação de Serviços Odontológicos - Atos
à qualidade de vida. Neste sentido, a Complementares”, que são procedimentos
Univali oferece três modelos de planos, que não têm cobertura na Agência Nacional
respeitando com isso a necessidade da Saúde, conforme contrato firmado em
e as condições financeiras de cada abril de 2019.
colaborador. Assim, as opções ofertadas
respeitam a abrangência e a acomodação
hospitalar, para que a mensalidade seja
compatível com a renda do colaborador.
No caso da abrangência, ela se divide
em regional (abrangendo os municípios
de Bombinhas, Porto Belo, Itapema,
Balneário Camboriú, Camboriú, Itajaí,
Ilhota, Navegantes, Luiz Alves, Piçarras,
Penha, Barra Velha e São João do Itaperiú),
estadual (todo estado de Santa Catarina)
e nacional. Já na acomodação, as opções
são de enfermaria (quarto coletivo) ou
apartamento (quarto individual).
Todos os planos têm a mesma cobertura
- consultas, exames, procedimentos,
dentre outros, regulamentos pela Agência
Nacional de Saúde (ANS) e em caso de
urgência ou emergência, todos os planos
têm cobertura nacional.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 22


IGC Guia do Estudante
A Univali é a melhor universidade não pública de SC,
A Univali classificou 51 cursos de graduação
segundo o Índice Geral de Cursos (IGC) do Ministério
entre os melhores do país na avaliação de cursos
da Educação, com nota 4. A avaliação contemplou
superiores realizada pelo Guia do Estudante
2.056 instituições de ensino superior. No País, a
Profissões para 2019, publicado pela Editora
Univali é a 29ª melhor universidade entre públicas
Abril. Pelo quinto ano consecutivo, o curso
e privadas e a 6ª, levando em conta apenas as
Turismo e Hotelaria, ministrado em Balneário
instituições sem fins lucrativos. No Estado, a Univali
Camboriú, recebeu a melhor avaliação, com
ocupa a 4ª posição incluindo também as instituições
cinco estrelas. Na sequência, contemplados com
públicas.
quatro estrelas, a Univali teve nove cursos a mais
do que no ano passado. São eles: Administração
(Balneário Camboriú, Biguaçu, Itajaí e Tijucas);
Ciências Contábeis (Itajaí), Comércio Exterior,
Design de Jogos e Entretenimento Digital

RUF
(Balneário Camboriú), Design de Moda, Direito
(Balneário Camboriú, Biguaçu, Itajaí, São José -
Kobrasol e Tijucas), Estética(Balneário Camboriú),
A Univali também é a melhor instituição de ensino
Educação Física – Bacharelado e licenciatura
superior não pública catarinense, segundo o Ranking
(Itajaí); Enfermagem, Farmácia Fonoaudiologia,
Universitário da Folha de São Paulo (RUF). No
Gastronomia, Jornalismo, Letras, Logística,
A Univali recebeu diversos Brasil, a Univali ocupa a 75ª posição entre todas as
Música - Bacharelado e Licenciatura, e Nutrição.
instituições. Considerando apenas as não públicas,
reconhecimentos das comunidades e
a Instituição é a 18ª melhor universidade brasileira.
Já Arquitetura e Urbanismo (Balneário Camboriú);
de instituições públicas e privadas. Biomedicina; Ciência da Computação (Itajaí e
O ranking reúne e classifica 195 instituições
São José - Kobrasol); Ciências Biológicas; Ciências
brasileiras, a partir de cinco indicadores: pesquisa,
Contábeis (Biguaçu); Design; Design de Jogos e
internacionalização, inovação, ensino e mercado
Entretenimento Digital (Florianópolis); Educação
de trabalho. O ranking também avaliou 30 cursos
Física – Licenciatura (Biguaçu); Engenharia
da Instituição, destacando-se o curso de Turismo
Ambiental e Sanitária; Engenharia Civil (Itajaí);
e Hotelaria como o 1º colocado no Estado e 7º
Engenharia de Produção (Itajaí); Engenharia
entre todas as universidades brasileiras. Apenas
Mecânica; Fisioterapia; História; Matemática;
entre as não públicas catarinenses, os cursos de
Oceanografia; Odontologia; Psicologia;
Administração, Arquitetura, Ciências Biológicas,
Publicidade e Propaganda (Itajaí); Relações
Ciências Contábeis, Design, Educação Física, Letras,
Internacionais (Balneário Camboriú e Itajaí), e
Moda, e Relações Internacionais também estão
Relações Públicas conquistaram três estrelas na
relacionados como os melhores do Estado.
avaliação.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 23


THE intramuros e o seu (violento) reflexo no mundo externo”.
O estudo foi orientado no Brasil pelo professor Alexandre Morais da Rosa, do
A Univali é a única Instituição de ensino superior não-pública catarinense a Programa de Pós-Graduação em Ciência Jurídica (PPCJ), em dupla titulação com
aparecer entre as 121 melhores universidades da América Latina, segundo a Universidade de Alicante, tendo como orientador na universidade espanhola
avaliação de um dos principais rankings universitários do mundo, o Times o professor Bernardo Del Rosal Blasco.
Higher Education (THE). Entre as instituições brasileiras, a Univali é a 42ª no
ranking geral e a 9ª entre as não-estatais.
O Times Higher Education é uma publicação britânica considerada uma das Certificação de Responsabilidade So-
principais avaliações educacionais do mundo, que analisa universidades desde
2011. cial da Alesc
Esta foi a oitava edição da certificação de responsabilidade social. Ao todo,
TOP OF MIND foram 162 inscrições, 69 empresas e instituições certificadas e seis ganhadores
do troféu Destaque Santa Catarina.
Pelo sexto ano consecutivo, a Univali foi a instituição de ensino superior mais
lembrada no Vale do Itajaí no Prêmio Top of Mind de Santa Catarina, evento
alicerçado em pesquisa do Instituto Mapa e promovido pela NSC Comunicação.

ÍMPAR
A Univali recebeu também o prêmio de Universidade Mais Lembrada na Foz
do Itajaí. O prêmio é resultado da pesquisa Ímpar – Índice das Marcas de
Preferência e Afinidade Regional 2018, realizada pelo grupo RIC/Record em
parceria com o Ibope.

Prêmio Capes
Os professores da Univali, Adriana Gomes Alves e Airto Chaves Junior receberam
a menção honrosa do Prêmio Capes de Tese 2018, nas áreas de educação e
direito. Adriana Gomes Alves, docente nos cursos de Ciência da Computação,
Engenharia da Computação, Design de Jogos e Entretenimento Digital e do
Mestrado em Educação é autora da tese “Eu fiz meu game um framework para
criação de jogos digitais por crianças”, defendida em 2017, sob a orientação da
professora Regina Celia Linhares Hostins, e coorientação de André Luís Alice
Raabe, do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE). Já Airto Chaves
Junior, docente do curso de Direito, desenvolveu a tese “A construção de
sentido em torno das violências nas prisões: a violência sistêmica do universo

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 24


Selo Social Itajaí
A Univali teve ações que contemplaram os 17 Objetivos do Desenvolvimento
Sustentável (ODS), preconizados pela Organização das Nações Unidas (ONU),
no Selo Social de Itajaí, edição 2017/2018. Nesta edição, a Instituição submeteu
75 programas, projetos e ações que beneficiaram cerca de 354.240 pessoas.
As atividades contemplaram os 17 ODS.

Selo Social Balneário Piçarras


A Univali recebeu o Selo Social em Balneário Piçarras, promovido pelo Instituto
Abaçaí, por ter cumprido os Objetivos de Desenvolvimento Local (ODL) de
“Educação” e “Meio Ambiente.”
A Univali inscreveu e foi reconhecida pelo projeto “Menos Lixo, Mais Consciência”
e pelo “Programa de Visitas no Museu Oceanográfico”.

Selo Social Balneário Camboriú


e Camboriú
A Univali conquistou mais uma vez a certificação do selo social nos municípios de
Balneário Camboriú e Camboriú, por meio dos oito objetivos do desenvolvimento
local (ODL), fundamentados nos 17 objetivos do desenvolvimento sustentável
(ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU). Foi certificada com 18 projetos,
gerando 51 impactos sociais para os dois municípios, abrangendo mais de 14
mil pessoas.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 25


Na Univali, um universo que pulsa de forma dinâmica e constante, concentram-se mais de 23 mil
alunos, em seus nove campi, desde a educação básica até a pós-graduação. Por sua característica, a
Instituição é, também, uma organização capaz de transformar a vida das pessoas, principalmente das
que frequentam seus cursos em busca de conhecimento para transformar seus desejos e objetivos
em realidade. A instituição dispõe de toda a infraestrutura de apoio ao estudante, como bibliotecas,
laboratórios, rede wireless em todos os campi, oferta permanente de cursos de extensão e línguas
estrangeiras e possibilidades de intercâmbios internacionais.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 26


4.1 Indicadores de atividade 2018

4.1.1 Indicadores do corpo discente


Constam nos quadros 01 a 05, indicadores do corpo discente nas diferentes modalida-
des ofertadas na Univali.
Quadro 02 – Indicadores do corpo discente nos Colégios de Aplicação, período
Quadro 01 – Indicadores do corpo discente nos cursos de Graduação, período 2017 e 2018
2017 e 2018 Colégio de Aplicação 2017 2018

-- --

9,85%
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior,
2019.
* Colégio de Aplicação nos Campi de Itajaí, Balneário Camboriú e Tijucas.
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior,
2019.
* Obs.: EAD e presencial.
** Evasão – Utilizados os mesmos dados do ano anterior na modalidade trancamento.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 27


Quadro 03 – Indicadores do corpo discente nos cursos de Pós-Graduação Lato Quadro 04 – Indicadores do corpo discente nos cursos de Pós-Graduação
Sensu, período 2017 e 2018 Stricto Sensu, período 2017 e 2018

0,21%

21,05% %
0,53%
58,68%
41,53% %

2,37% 2,37%

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior, Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior,
2019. 2019.
* No ano de 2018, 21 alunos do curso de especialização em Fundamentos e Organização Curricular recebe- *Dos 676 alunos com bolsa parcial, devemos considerar que 183 são bolsistas Prosuc e recebem recursos
ram bolsa Integral do Uniedu/Fumdes diretamente em suas contas bancárias para posterior pagamento das da Capes/MEC para pagamento de parte de suas taxas escolares, sendo o restante subsidiado pela Univali a
taxas escolares à Univali. título de contrapartida.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 28


4.1.2 Total de cursos em funcionamento
e oferecidos na graduação
O quadro 06 apresenta o total de cursos oferecidos e em funcionamento na
Univali no ano de 2018.
Quadro 05 – Indicadores do corpo discente nos cursos da Univali Idiomas, perío-
do 2017 e 2018 Quadro 06 – Cursos oferecidos e em funcionamento na Univali, período 2017 e 2018
Cursos em Cursos
Curso 2017 Funcionamento Oferecidos em
em 2018 2018
39,53%
Qtd %S/total Qtd %S/total Qtd %S/total
60,47%
Bacharelados 53 72,60 59 71,95 54 71,05
64,52%
1,16% Licenciaturas 08 10,95 08 9,75 08 10,52
0,42% Tecnólogos 12 16,45 15 17,07 12 17,10
2,37% Formação Pedagógica - - 01 1,21 01 1,31
0,21% Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior, 2019.

31,32%

21,05%
0,53%
58,68%
41,53%

2,37%
2,37% Quadro 07 – Cursos oferecidos e em funcionamento na Univali, ano de 2018
2,37%
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional/Coordenadoria de Ensino Superior, 2019.

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior, 2019.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 29


4.1.3 Cursos de pós-graduação Os alunos com deficiência visual e auditiva são encaminhados para a Área Sensorial. O
atendimento às pessoas surdas é feito por meio do acompanhamento de intérpretes
de Libras em sala de aula. A área Visual atende pessoas com deficiência visual e cegas,
Quadro 08 indica o total de cursos de Pós-Graduação oferecidos na Univali no ano de às quais oferece material em Braille, transcrição e apoio. Também dispõe de aplicativos,
2018. software e máquinas para o uso da pessoa cega.

Já a área Intelectual atende as pessoas com deficiência intelectual, altas habilidades,


Transtorno do Espectro Autista e dificuldades de aprendizagem. Para estas demandas,
existem atendimentos individuais e grupos de estudo.

A tabela abaixo sumariza os atendimentos prestados em todas as áreas do NAU:


Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coor-
denadoria de Ensino Superior, 2019.

Tempo médio de duração do curso


Especialização 18 meses
Mestrado 24 meses
Doutorado 48 meses Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coordenadoria de Ensino Superior, 2019
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional / Coor- *Dados coletados até outubro de 2018
denadoria de Ensino Superior, 2019.

4.2 Núcleo de Acessibilidade da Univali


(NAU)
O Núcleo de Acessibilidade da Univali (NAU) está estruturado em áreas de atendimento:
Atendimento e Apoio à Acessibilidade, Sensorial, Intelectual e Visual. A área de Atendimento
e Apoio à Acessibilidade promove o acolhimento de pessoas com deficiência de qualquer
natureza. As pessoas com deficiência física têm suas demandas supridas pela Área de
Atendimento e Apoio à Acessibilidade, por se tratar de necessidades – normalmente
– de infraestrutura, logística ou estrutural. Essa demanda é repassada para os setores
responsáveis, bem como para coordenações, apoio pedagógico ou direção das escolas
de conhecimento. No primeiro contato, busca-se conhecer a pessoa e sua demanda
para encaminhá-la ao serviço mais adequado, no próprio NAU ou em outro setor.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 30


4.3 Univali Idiomas
O domínio de um segundo idioma e, até mesmo de um número
maior de línguas estrangeiras, é uma necessidade na sociedade
contemporânea tendo em vista a ampliação da rede de relações
globais tanto no mercado de trabalho, quanto no âmbito pessoal,
social e cultural. Alinhada às necessidades desse contexto, a
Univali Idiomas - Escola de Idiomas da Escola de Educação da
Univali oferece um amplo portfólio de serviços os quais incluem:

- Cursos de línguas estrangeiras (inglês, italiano, francês, alemão,


espanhol, mandarim e português como língua estrangeira) nas
categorias fundamental, intermediário e avançado.
- Aulas de Inglês e demais idiomas ofertados no currículo do Colégio
de Aplicação de Itajaí e de Tijucas, desde a Educação Infantil até
o último nível do Ensino Médio.
- Exames de Proficiência Linguística em todos os idiomas para
atender aos programas Stricto Sensu (mestrados e doutorados)
internos e externos de todo o território nacional e para o exame
do TOEFL nos campi de Itajaí e Florianópolis.
- Tradução e revisão de textos, artigos científicos em diversos
idiomas, além da prestação de assessoria em língua estrangeira
para empresas, colaborando em processos de seleção e capacitação
profissional, tradução consecutiva, entre outros.
- Cursos instrumentais para exames de proficiência linguística e
de formação por demanda tanto interna quanto externa.
- Programa de colônia de férias de verão e de inverno, em Inglês,
para crianças e adolescentes.
A Univali Idiomas atua com seus serviços nos campi de Itajaí,
Balneário Camboriú, Tijucas, Biguaçu e Florianópolis.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 31


4.4 Sistema
Integrado de
Bibliotecas
Quadro 09 - Acervo distribuído por biblioteca do Sibiun

O Sibiun é composto por nove bibliotecas:


uma central, uma setorial e sete bibliotecas
de campi. O Campus Itajaí possui as
Bibliotecas: Comunitária e do Programa de
Pós-Graduação em Educação (setorial). As
demais são: Biblioteca Campus Balneário
Piçarras, Biblioteca Comunitária Campus
Balneário Camboriú, Biblioteca Comunitária
Campus Tijucas, Biblioteca Comunitária
Campus Biguaçu, Biblioteca Campus Kobrasol,
Biblioteca Campus São José e Biblioteca
Comunitária Campus Florianópolis.

O acervo de materiais on-line disponíveis
para consulta no catálogo Sibiun é composto
de 44.634 títulos de artigos indexados de
periódicos, 11.131 de títulos on-line (e-books,
artigos, periódicos, literatura cinzenta e
multimeios). O sistema permite acesso
imediato às informações desejadas, por meio
de catálogos on-line por autor, título e assunto,
além de terminais de consulta internos em
cada biblioteca. Outros setores também Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional, Sistema Integrado de Bibliotecas da Univali – Sibiun 2019.
integram a Biblioteca: Aquisição (centralizado * A Literatura Cinzenta se refere a qualquer material comumente indisponível para venda (trabalhos de graduação, dissertações, teses, relatórios e projetos. Já multimeios
é todo tipo de recurso informacional no formato de CDs, DVDs ou VHS.
na Biblioteca Central Comunitária – Itajaí), *Dados coletados até outubro de 2018
Processamento Técnico, Processamento
Físico, Circulação e Referência.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 32


4.5 Estágios
Os estágios são atividades programadas, orientadas e avaliadas que proporcionam A Univali presta assistência aos alunos que desejam realizar estágios não obrigatórios
ao aluno aprendizagem profissional, social e cultural, por meio da participação em por meio do Banco de Talentos, ferramenta que articula acadêmicos, egressos
atividades de trabalho vinculadas a sua área de formação acadêmico-profissional. e mercado de trabalho, promovendo a inserção de acadêmicos e egressos no
Os estágios podem ser obrigatórios, quando vinculados ao currículo dos cursos, mercado de trabalho com melhor aproveitamento de suas competências em
ou não obrigatórios, quando complementam a formação acadêmico-profissional. vagas de estágio e/ou emprego.
Para viabilizar e normatizar as parcerias da Univali com a comunidade externa,
são firmados convênios que, após cadastro no Banco de Talentos, geram as
oportunidades, constantes na tabela a seguir.

Vagas Cadastradas 2017 2018


Empregos 847 933
Estágio Interno e Externo 4202 4.047
Programa de Trainee 20 30
Totais 5069 5.010
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de
Atenção ao Estudante – Banco de Talentos

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de


Atenção ao Estudante

4.6 Bolsas e Financiamentos Estudantis


A Univali possibilita aos acadêmicos regularmente matriculados inúmeras
oportunidades de apoio financeiro, seja por meio de bolsas - integrais e parciais, de
estudos, pesquisa e extensão – ou, ainda, por financiamento estudantil, assegurando
sua permanência e conclusão dos estudos.

Os recursos destinados às bolsas são provenientes de recursos internos e externos.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 33


4.6.1 Bolsas de Estudos Outras modalidades de bolsas para captação, permanência
A Univali apresenta uma política consolidada de atenção aos discentes,
e valorização do estudante
especialmente nas questões relacionadas ao suporte financeiro para acesso e
A Univali dispõe de uma variedade de bolsas de estudos que visam captar, incentivar,
conclusão dos estudos na Universidade. Com regras claras e viáveis do ponto de
valorizar e auxiliar a permanência dos estudantes no ensino superior desde o seu ingresso
vista financeiro, nossos Editais dão a possibilidade de o acadêmico optar pelo
até a integralização da matriz curricular.
benefício que mais se enquadre na realidade socioeconômica da sua família.

- Bolsas com recursos da Fundação para colabo-


radores
Visando à valorização do seu quadro de colaboradores, a Univali concede bolsa de
estudos de 50% (cinquenta por cento) para os seus funcionários administrativos
e docentes, estendendo o benefício também aos seus dependentes e cônjuges.

Colaboradores

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional Coordenação


de Atenção ao Estudante, 2019
Fonte: Vice-Reitoria
de Graduação e
Desenvolvimento
Institucional -
Coordenação de Atenção
ao Estudante, 2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 34


- Bolsas da Fundação para Filantropia 4.6.1 Bolsas de Pesquisa
Por meio da concessão de bolsas integrais de acordo com a Lei nº 12.101, de Como uma instituição que se propõe à construção do conhecimento, a Univali
2009, a Univali assegura o acesso de estudantes de baixa renda na Educação busca expandir a cultura de pesquisa, incentivando estudantes e professores
Básica e Ensino Superior. a se tornarem também pesquisadores. Possui bolsas que têm como objetivo
incentivar os talentos potenciais por meio da participação em projetos de
Todos os alunos do Colégio de Aplicação da Univali - CAU contemplados com a pesquisa orientados por pesquisadores qualificados de todas as áreas vocacionais
bolsa CAU Filantropia possuem gratuidade no material didático. Foi despendido da Univali.
o valor de R$ 84.480,43 com estes materiais no ano de 2018.

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de


Atenção ao Estudante, 2019

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de


- Bolsas de estudos - recursos externos Atenção ao Estudante, 2019

Estabelecer parcerias que incentivem por meio de bolsas de estudos o


desenvolvimento e fomento à pesquisa, à produção científica, à inovação e à 4.6.3 Bolsas de Extensão
tecnologia, integrando cada vez mais a instituição com a comunidade e o mercado
de trabalho, no intuito de consolidar uma Univali múltipla e democrática. A oferta de bolsas de estudo na extensão universitária visa incentivar a participação
em atividades extensionistas, contribuindo na formação profissional, ética e
cidadã dos acadêmicos e promovendo o desenvolvimento regional.

Bolsa Extensão - Recursos Internos


Benefício Bolsistas 2017 Bolsistas 2018
Bolsa Coral 48 45
Extensão 465 449

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de Extensão Projeto Musical 42 50


Atenção ao Estudante, 2019 Totais Recursos Internos 555 544
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de
Atenção ao Estudante, 2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 35


Bolsa Extensão - Recursos Externos Quadro Resumo
Benefício Bolsistas 2017 Bolsistas 2018
A quantidade de bolsistas com auxílios financeiros - bolsas internas, bolsas
Programa UNIEDU - extensão 125 123
externas, financiamento estudantil/crédito educativo e estágios internos evidencia
Totais Recursos Externos 125 123 que a grande maioria dos alunos possuem alguma forma de auxílio para custear
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de os estudos na Univali.
Atenção ao Estudante, 2019
Totais Gerais
Benefício Bolsistas 2017 Bolsistas 2018
Financiamentos estudantis Estágios 1.285 1.301

Uma grande demanda de acadêmicos encontra no financiamento/crédito Bolsa Colaboradores 657 791
estudantil a possibilidade de obter a qualificação profissional de nível superior. Bolsa Extensão recursos interno e externo 680 667
Esta categoria de apoio financeiro promove o ingresso e permanência de muitos Bolsa Pesquisa recursos interno e externo 424 371
alunos na universidade, democratizando a educação no âmbito da Univali.
Outras modalidades 4.492 4.764
Bosla Filantropia 6.366 5.898
Bolsa Estudo recursos externos 2.575 2.537
Financiamentos 2.606 1.850
Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de Atenção ao
Estudante, 2019

Fonte: Vice-Reitoria de Graduação e Desenvolvimento Institucional - Coordenação de Financiamentos


1.850

Atenção ao Estudante, 2019 2.606

2.537
Bolsa Estudo recursos externos
2.575

5.898
Bolsa Filantropia
6.366

4.764
Outras modalidades
4.492

371
Bolsa Pequisa recursos interno e externo
424

677
Bolsa Extensão recursos interno e externo
680

791
Bolsa Colaboradores
657

791
Estágios
657

0 1.000 2.000 3.000 4.000 5.000 6.000 7.000

Bolsistas 2017 Bolsistas 2018

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 36


Pesquisa, Pós-Graduação e
Inovação
A Vice-Reitoria de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação atua
comprometida com o desenvolvimento técnico-científico e com
a inovação. A Vice-Reitoria é estruturada em duas gerências:
a Gerência de Pesquisa e Pós-Graduação e a Gerência de
Inovação.

A Gerência de Pesquisa e Pós-Graduação busca articular
a execução das atividades de investigação científica dos
pesquisadores da Univali, promovendo o desenvolvimento de
programas de apoio a esses pesquisadores. Na pós-graduação,
busca-se contribuir com a formação de recursos humanos
qualificados por meio da oferta de cursos à comunidade.
Como uma instituição que se propõe à construção do
conhecimento, a Univali busca expandir a cultura de pesquisa,
incentivando estudantes e professores a se tornarem também
pesquisadores. Para isso, vem promovendo a consolidação das
linhas e dos núcleos de pesquisa nas Escolas do Conhecimento,
o investimento em iniciação e produção científica e em
infraestrutura tecnológica, incentivando a integração entre
graduação e pós-graduação, além do estabelecimento de
parcerias no desenvolvimento e no fomento à pesquisa.

Já a Gerência de Inovação tem como objetivo transformar a


pesquisa em inovação, que está alicerçada no desenvolvimento
das pessoas e na criatividade, estimulando o desenvolvimento
de inovações tecnológicas dentro da Universidade e reforçando
a interação da Univali com as organizações privadas e
governamentais. O Núcleo de Inovação Tecnológica (Uniinova)
contribui nesse processo, atendendo às demandas da instituição
nas áreas de empreendedorismo, inovação e transferência
tecnológica, fomentando práticas inovadoras em um ambiente
produtivo, contribuindo para o desenvolvimento social, cultural
e econômico do país e da região.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 37


Relatório de Sustentabilidade 2018 | 38
Relatório de Sustentabilidade 2018 | 39
5.1 EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA
Compreendida como um processo acadêmico-pedagógico, que promove
o intercâmbio de saberes entre a Universidade e a comunidade, com o
desenvolvimento de atividades que contribuam na formação profissional
e cidadã dos acadêmicos e no desenvolvimento regional. Esta prioriza o
desenvolvimento de ações que envolvam a comunidade externa, em interação
com os acadêmicos e professores, de modo a viabilizar a vivência dos valores
essenciais ao exercício da cidadania e a reflexão sobre o conhecimento
produzido na Universidade.
A política de extensão da Univali busca orientar e qualificar o desenvolvimento
dos projetos e atividades, com a compreensão de que extensão universitária
é uma dimensão do fazer acadêmico, um processo didático-pedagógico
articulado ao ensino e à pesquisa.
Tem como objetivos:

- Promover a participação da comunidade acadêmica nas problemáticas


social e ambiental, local, regional e nacional, evidenciado por um posicionamento
humanístico, técnico-político, de ação-reflexão-intervenção, na produção de
serviços e conhecimentos para a população local e regional;
- Viabilizar o acesso da comunidade à informações e conhecimentos
necessários à melhoria da sua qualidade de vida;
- Manter a Universidade aberta à participação da população,
estabelecendo parcerias solidárias com as organizações públicas, privadas e
da sociedade civil;
- Socializar os conhecimentos culturais, científicos e técnicos, as conquistas
e os benefícios resultantes da criação cultural e da pesquisa científica e
tecnológica geradas na instituição;
- Desenvolver um processo acadêmico-pedagógico com vistas à formação
profissional e cidadã dos alunos, comprometidos com a transformação social.

Sendo a extensão um processo acadêmico-pedagógico, interdisciplinar, de


interação com a sociedade e coerente com os objetivos e valores que regem a
Universidade e seu Projeto Pedagógico Institucional, busca-se o desenvolvimento
de projetos voltados à melhoria da qualidade de vida, à garantia dos direitos
e da dignidade humana e a promoção da sustentabilidade.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 40


A Univali entende que os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável - ODS são “estratégia
transformadora, sistêmica e inclusiva, com o compromisso de promover uma cultura de
desenvolvimento sustentável, contribuir na formação de uma nova geração comprometida
com esse tipo de desenvolvimento e desenvolver agenda acadêmica em convergência com
os ODS”. (PNUD).

Quantidade de Projetos de Extensão trabalhados


em cada ODS

Fonte: Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários, Setor de Filantropia e Responsabilidade Social, 2019

R e l a t ó r i o d e S u s t e n t a b i l i d a d e 2 0 1 8 | 41
5.1.2 Descrição dos Projetos de Extensão por Escola

Escola de Artes, Comunicação e Hospitalidade Patrimônios da Barra


– EACH O trabalho tem como propósito promover a valorização do patrimônio
histórico e cultural do bairro da Barra em Balneário Camboriú/SC. O sítio
histórico do bairro da Barra possui a igreja Nossa Senhora do Bom Sucesso
Mais e Melhor Idade e a Capela de Santo Amaro, tombada em nível municipal e estadual, além de
outros patrimônios históricos e culturais materiais e imateriais. A metodologia
Atua na promoção do envelhecimento saudável e estímulo à atividade do projeto consiste em efetuar ações de sensibilização da comunidade
voluntária pelos idosos. O trabalho é desenvolvido em módulos que e de desenvolvimento de ações capazes de promover a preservação e
envolvem oficinas, palestras, viagens técnicas e atividades culturais. valorização do referido patrimônio, em encontros comunitários e lúdicos
educativos na escola local e na Praça dos Pescadores com os moradores
Pessoas beneficiadas: 118 do bairro.
Municípios envolvidos: Balneário Camboriú; Camboriú; Itajaí; Itapema; Organizações parceiras: Biblioteca Comunitária Bem-Viver do Bairro das
Navegantes; Penha; Nações; CEM Dona Lili;
Alunos envolvidos: 2 Pessoas beneficiadas: 240
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Municípios envolvidos: Balneário Camboriú;

Alunos envolvidos: 30

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 42


Papel Social Mulheres do Bairro
O projeto promove vivências que estimulem o desenvolvimento integral O projeto tem por objetivo capacitar mulheres da comunidade de Balneário
de crianças e adolescentes de escolas de Balneário Camboriú, para que Camboriú, na área de modelagem, corte e costura. As atividades desenvolvidas
construam laços de solidariedade e promovam a preservação ambiental, em parceria com o CRAS além de qualificar as alunas na área de corte e
pautados no paradigma da sustentabilidade. Além de beneficiar as crianças costura, buscam orientá-las para atuação no mercado de trabalho na área
e adolescentes, o projeto também contribui para sensibilizar a comunidade de moda, na perspectiva de gerar trabalho e renda para as famílias.
acadêmica sobre a importância da preservação ambiental, recolhendo e
reutilizando o papel nos diferentes setores do campus da Univali. Pessoas beneficiadas: 20

Organizações parceiras: Biblioteca Comunitária Bem-Viver do Bairro das Municípios envolvidos: Balneário Camboriú;
Nações; CEM Dona Lili
Alunos envolvidos: 7
Pessoas beneficiadas: 390
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Municípios envolvidos: Balneário Camboriú;

Alunos envolvidos: 30

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 43


Núcleo de Lazer com Base Cultural
Promove o voluntariado e o protagonismo social, proporcionando aos
alunos dos cursos da Terceira Idade ações voltadas ao voluntariado, ao
consumo consciente, à releitura de materiais e à terapia ocupacional.

Organizações beneficiadas: Lar de Idosos Agape; CAIC Jovem Ailor Loterio;


Centro Municipal de Educação Infantil Prof. Rosana Fatima Gaya Barreto;
Lar São Rafael; Paróquia Divino Espírito Santo; Associação dos Afásicos;
Cooperativa Reciclavale; Comunidade Bethânia - Associação Educacional
e Assistencial Bethânia; Cem Tomaz Francisco Garcia; Lar Santa Maria da
Paz; EB Aníbal Cesar; CAIC Ayrton Senna; Fundação Lar da Terceira Idade
Padre Antônio Dias;

Organizações parceiras: AFUVI; Colégio Energia - Sociedade Educacional


Nova BC; Emporium A Objetos para Casa Ltda Epp; Colégio Salesiano;
Instituto Catarinense de Conservação da Fauna E Flora – ICCO.

Pessoas beneficiadas: 25

Municípios envolvidos: Balneário Camboriú; Camboriú; Itajaí; Navegantes;


Presidente Prudente.

Alunos envolvidos: 50

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 44


Atelier Solidário
Atua na criação e desenvolvimento de produtos utilizando materiais de
descarte têxtil e/ou resíduos fabris de empresas da região. As atividades
buscam sensibilizar a comunidade a repensar a produção e o consumo sob a
ótica da sustentabilidade. As ações são realizadas por bolsistas, voluntários
e professores da Universidade beneficiando entidades beneficentes de
Balneário Camboriú.

Organizações beneficiadas: Grupo Musical Lua Nova Morro do Boi;


Projeto Oficinas - ação da Secretaria da Educação, Desenvolvimento e
Inclusão Social e Núcleo de Difusão Cultural, de Esporte e Educação para
o Trabalho de BC.

Organizações parceiras: Município de Balneário Camboriú; Quilombo


Morro do Boi.

Pessoas beneficiadas: 120

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú.

Alunos envolvidos: 22

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 45


Doutores da Beleza
As atividades do projeto envolvem a área da estética e do bem-estar
e são desenvolvidas em duas frentes de trabalho: na primeira são
promovidas ações voluntárias em entidades assistenciais como massagem,
penteados, unhas artísticas, maquilagens, as quais estimulam o bem-estar,
a autoestima e a motivação do público beneficiado. A segunda frente
promove cursos profissionalizantes de curta duração na área da estética,
gerando oportunidades de trabalho e renda para mulheres e homens da
comunidade. O projeto desenvolve também cursos profissionalizantes
dentro do presídio feminino de Florianópolis, a fim de contribuir com a
ressocialização das mulheres apenadas.

Organizações beneficiadas: Advir; Ama Litoral SC; Afadefi; Fundação Lar


da Terceira Idade Padre Antônio Dias; Associação de Pais e Amigos dos
Excepcionais; Hospital Ruth Cardoso; Associação Amor Pra Down; Detentas
do presídio feminino de Florianópolis.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí; Município de


Balneário Camboriú; Condomínio Residencial e Comercial Atlântico Shopping
Center; Rovitex Industria e Comercio de Malhas; Passeio San Miguel; BRF;
Hotel Majestic; Santa Terezinha Industria e Comércio; Lupa Cosméticos;
FAEPI; CRAS e o programa Jovem Aprendiz do Campus de BC.

Pessoas beneficiadas: 1.513

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Camboriú; Itajaí e Florianópolis.

Alunos envolvidos: 175

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 46


Universidade da Criativa Idade
Com o objetivo de promover o envelhecimento saudável, as atividades do
projeto são organizadas em duas frentes de trabalho - a primeira envolve
atendimentos gratuitos a grupos de idosos cadastrados na Secretaria de
Saúde da Prefeitura Florianópolis. E, a segunda, atua na realização de
um curso para pessoas com mais de 60 anos que envolve oficinas, visitas
técnicas e atividades culturais.

Organizações parceiras: Secretaria de Saúde da Prefeitura Municipal de


Florianópolis SSPMF.

Pessoas beneficiadas: 75

Municípios envolvidos: Florianópolis.

Alunos envolvidos: 40

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 47


Cardume Criativo
As atividades desenvolvidas buscam atender demandas socioeducativas na
área da comunicação. O programa atua na produção de programetes de
rádio denominados de Na Ponta da Língua com dicas de língua portuguesa,
veiculados diariamente na Rádio Univali. Os conteúdos dos programetes
deram origem a um livro que reúne situações cotidianas em que personagens
vivenciam de maneira engraçada ou curiosa as dúvidas sobre uso e regras
da língua portuguesa e, na sequência, oferece a explicação gramatical. Além
disso, o projeto atua na criação de campanhas educativas e produção de
conteúdo para Rádios Educativas/Comunitárias.

Organizações parceiras: Município de Balneário Camboriú; Observatório


Social de Itajaí; Associação Cultural e Comunitária de Navegantes - Dengo
Dengo FM; Obras Sociais e Culturais Conceição de Itajaí; Instituto Crescer;
Secretaria Municipal de Educação de Itajaí;

Pessoas beneficiadas: 3200

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Barra Velha; Bombinhas;


Camboriú; Itajaí; Itapema; Penha; Balneário Piçarras; Porto Belo; Tijucas.

Alunos envolvidos: 3

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 48


CO[M]FEITO: Aprendendo e Ensinando a Fazer
em Comunidade
O projeto promove cursos de capacitação profissional na área da gastronomia,
destinados às pessoas de baixa renda do município de Itajaí e sua inserção
no mercado de trabalho. As atividades são desenvolvidas em parceria com
a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Inclusão Social, beneficiando
o público atendido pelos CRAS (Centro de Referência de Assistência Social)
e do CREAS (Centro de Referência Especializado de Assistência Social), e
ainda os jovens do Programa de Medidas Socioeducativas.

Organizações beneficiadas: CRAS e CREAS

Organizações parceiras: CCI

Pessoas beneficiadas: 1.140

Munícipios envolvidos: Itajaí.

Alunos envolvidos: 36

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 49


Meu Amigo Capaz – Marcenaria Sustentável Proa Media Lab
O projeto atua na produção e publicação online de notícias e reportagens
Desenvolve cursos de capacitação em marcenaria básica para a comunidade,
para a comunidade da Foz do Rio Itajaí. O projeto promove também
com ênfase para o aproveitamento de material já utilizado em construções e
formações dirigidas aos profissionais e empresas de comunicação da região
demolições. O trabalho desenvolvido forma profissionais na área moveleira,
de Itajaí para o uso de ferramentas digitais inovadoras de comunicação.
oportunizando conhecimentos básicos para o desenvolvimento de projetos
e criação de produtos moveleiros.
Organizações beneficiadas: Fundação Genésio Miranda Lins.
Pessoas beneficiadas: 10
Pessoas beneficiadas: 9
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú.
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Brusque; Itajaí; Navegantes;
Penha.
Alunos envolvidos: 3
Alunos envolvidos: 45
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 50


Arquitetura e Cidades Saudáveis
O propósito do projeto é desenvolver ações de qualificação ambiental dos
diversos espaços e equipamentos urbanos nos municípios pertencentes
à AMFRI. O trabalho realizado em entidades como o Centro de Apoio
Psicossocial (CAPS) promove a melhora das condições espaciais de áreas
livres, de uso público e equipamentos comunitários, levando em consideração
a participação dos usuários, visando assim a melhoria da qualidade de
vida das pessoas. A iniciativa busca priorizar a participação dos usuários,
visando a promoção da qualidade de vida das pessoas.

Organizações beneficiadas: Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) BC

Organizações parceiras: Prefeitura de BC através da Secretaria de Saúde


e Saneamento

Pessoas beneficiadas: 124

Munícipios envolvidos: Todos municípios da AMFRI

Alunos envolvidos: 4

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 51


CASULO: A Informação que Transforma
Atua na produção de um programa de TV denominado Olhares Múltiplos
dirigido ao público jovem. A linha editorial é orientada pela premissa de
que a informação transforma a vida das pessoas e por isso dedica-se à
cobertura de assuntos de relevância social, relacionados aos objetivos do
desenvolvimento sustentável. O programa tem periodicidade semanal e vai
ao ar na TV Univali e também pode ser acessado no facebook e youtube.

Pessoas beneficiadas: Não é possível mensurar

Munícipios envolvidos: Itajaí.

Alunos envolvidos: 5

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 52


Escola de Ciências Jurídicas e Sociais - ECJS

Protegendo a Ciranda: Combate à Pedofilia


O projeto promove ações educativas de prevenção aos abusos e exploração
sexual de crianças e adolescentes através da conscientização e mobilização
da sociedade civil. As atividades envolvem as crianças, adolescentes e suas
famílias, além de profissionais da educação, saúde e agentes comunitários.
A ênfase do projeto é dada à prevenção primária - ensinando as crianças
a identificarem o problema, a se defenderem e encorajado- as a denunciar
os abusos. Promove ainda a capacitação dos profissionais da educação
para identificação e enfrentamento do problema. A equipe do projeto é
formada por professores e alunos dos cursos de Direito e Pedagogia.

Pessoas beneficiadas: 3.610

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Camboriú; Itajaí e Tijucas.

Alunos envolvidos: 37

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 53


Cidadania em Foco
Atua com o objetivo de socializar o conhecimento jurídico na comunidade,
proporcionando ao cidadão o conhecimento dos seus direitos e deveres.
As atividades compreendem a realização de palestras interativas nas
comunidades. Nos encontros são apresentadas informações básicas para
o exercício da cidadania, com a discussão de problemáticas atuais e de
grande relevância social e jurídica, tais como: cidadania e arte, a importância
da água, Direitos Humanos para médicos, Direitos básicos do Direito do
Trabalho, meio ambiente e sustentabilidade, uso da internet, noções de
Direito Social do Trabalho, ética na administração.

Organizações beneficiadas: Escolas: Mercedes Julia Adão; Lar Santa


Maria da Paz; João Caetano; Cruz e Sousa; Olivia Bastos; Brilho do Sol;
Aníbal Cesar; Victor Meirelles; Walter Vicente; Alexandre Ternes Filho;
Santa Terezinha; Ondina Maria Dias; Associação de Pais e Professores Cei
Mauri Afonso Silva.

Organizações parceiras: Sesc Ler Tijucas; OAB – Tijucas; Secretaria


Municipal de Educação de Itajaí; Fundação de Educação Profissional e
Administração Pública de Itajaí; FMAST – Fundo Municipal de Ação Social
e do Trabalho.

Pessoas beneficiadas: 3.240

Munícipios envolvidos: Itajaí, Balneário Camboriú; Tijucas e Itapema.

Alunos envolvidos: 70

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 54


Projeto de Extensão Direito Intergeracional e
Transversalidade
Desenvolve um conjunto de atividades de formação continuada e assessoria
jurídica nas escolas, fortalecendo a cidadania e trabalhando temas
transversais como justiça socioambiental, gênero e políticas étnicas raciais.
As oficinas são realizadas em escolas parceiras nas cidades de Itajaí e São
José. Objetiva também formar multiplicadores em cidadania infanto-juvenil
a partir da aplicação do material teórico produzido pela equipe intitulado
CADERNO DE CIDADANIA. Além da comunidade escolar e do trabalho com
crianças, o projeto participa diretamente da vida da comunidade, estando
presente em conselhos municipais, auxiliando associações de moradores
e atendendo demandas jurídicas de baixa complexidade, por meio de uma
orientação e encaminhamento jurídico.

Organizações beneficiadas: Escola de Educação Básica Professor Laercio


Caldeira de Andrada, Centro de Educação Integral da Criança e Adolescente;
Cem Menino Jesus; Grupo de Escoteiros Nhandé Rovali; Centro Educacional
Interativo.

Organizações parceiras: Secretaria de Estado da Educação de SC

Pessoas beneficiadas: 734

Munícipios envolvidos: Palhoça; Rancho Queimado; São José e Itajaí.

Alunos envolvidos: 45

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 55


Educação e Cultura Afro-Brasileira: Direito dos Assistência ao Preso
Quilombolas O projeto surgiu da preocupação com o alto índice da população carcerária
no sistema prisional de Itajaí/SC, da situação precária dos inúmeros
O projeto atua na identificação de situações de perda e resgate de direitos
condenados e da constatação de deficiência quanto à assistência jurídica
dos moradores da comunidade quilombola do Morro do Boi em Balneário
para o devido acompanhamento dos processos de execução penal. Por
Camboriú. As atividades desenvolvidas envolvem ações sociais, culturais
meio de convênio entre a Univali de Itajaí e a Vara de Execução Penal
e jurídicas visando o empoderamento dos moradores da comunidade.
de Itajaí o projeto visa proporcionar aos detentos a assistência jurídica
gratuita, com a análise e acompanhando dos PECs da Comarca de Itajaí.
Organizações beneficiadas: Quilombo Morro Do Boi.
As atividades são desenvolvidas no Escritório Modelo de Advocacia de
Itajaí e Biguaçu.
Pessoas beneficiadas: 5.075
Organizações parceiras: Poder Judiciário -Tribunal de Justiça; Ordem dos
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú.
Advogados do Brasil – OAB-SC.
Alunos envolvidos: 71
Pessoas beneficiadas: 256
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Munícipios envolvidos: Itajaí

Alunos envolvidos: 40

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 56


Educação em Direitos Humanos
O projeto atua na formação de professores e gestores do sistema básico
de ensino na temática de direitos humanos. As atividades desenvolvidas
objetivam a implementação de uma cultura da educação em direitos
humanos no cotidiano da escola por meio de três grandes eixos de trabalho:
a) formação continuada de docentes e técnicos das Secretarias de Educação
em matéria de Educação em Direitos Humanos;
b) realização de oficinas de Educação em Direitos Humanos ministradas
pelos alunos de graduação diretamente nas Escolas da Rede;
c) assessoramento para inclusão das diretrizes da Educação em Direitos
Humanos nos documentos institucionais da Escola (Projeto Político-
pedagógico) e da Rede (Instruções Normativas), bem como prestação de
assessoria especializada (pareceres) em matéria de Educação em Direitos
Humanos.

Organizações beneficiadas: Escolas do Município e EJA.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal; Observatório do Sistema


Interamericano de Direitos Humanos (doravante OSIDH); Secretaria de
Ensino; Poder Judiciário - Tribunal de Justiça; Ministério Público do Estado
de SC; Polícia Militar; Conselho Municipal de Assistência Social.

Pessoas beneficiadas: 553

Munícipios envolvidos: São José e Biguaçu.

Alunos envolvidos: 47

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 57


Vamos Conciliar Projeto Nova Vida
Promove a conciliação entre os litigantes de ações trabalhistas, oportunizando O Projeto atua na orientação e reinserção de dependentes químicos no
à população da comarca de Itajaí e São José o acesso à justiça com o fomento ambiente familiar, laboral e social. O trabalho é desenvolvido por uma
a utilização do método da mediação na abordagem com a população equipe multidisciplinar em parceria com o Centro de Recuperação Nova
necessitada de amparo jurídico. As atividades são desenvolvidas em Vida, entidade de Itajaí dedicada ao tratamento de dependentes químicos.
parceria com as Varas do Trabalho e contam com a participação efetiva
dos acadêmicos visando a aquisição de conhecimentos relacionados ao Organizações parceiras: Comunidade Terapêutica Nova Vida
processo de mediação e conciliação em ações trabalhistas.
Pessoas beneficiadas: 1.248
Organizações parceiras: Tribunal Regional do Trabalho
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Itajaí
Pessoas beneficiadas: 6.020
Alunos envolvidos: 6
Munícipios envolvidos: Itajaí
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Alunos envolvidos: 53

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 58


Cidadania e Sustentabilidade
O projeto atua com a temática da cidadania e do desenvolvimento sustentável,
promovendo capacitação de lideranças multissetoriais na região da Foz do
Rio Itajaí. As atividades envolvem curso e oficinas dirigidos aos gestores
públicos e lideranças multissetoriais (empresariais e comunitárias), bem
como a comunidade em geral, especificamente no que diz respeito aos
desafios e oportunidades da gestão socioambiental contemporânea.
Dentre as temáticas desenvolvidas nas formações estão os desafios globais
(mudança climática, riscos socioambientais), novas iniciativas e tendências
(economia verde e a governança ambiental) e sua contextualização com
a realidade local.

Organizações parceiras: Instituto Comunitário da Grande Florianópolis


– ICOM; movimento Nacional ODS SC - comitê de Itajaí.

Pessoas beneficiadas: 3.948

Munícipios envolvidos: Cristal RS; Balneário Camboriú SC; Bombinhas


SC; Florianópolis SC; Itajaí SC; Itapema SC; Navegantes SC; Penha SC; Porto
Belo SC.

Alunos envolvidos: 7

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 59


Prática de Extensão Universitária: Diplomacia Pessoas beneficiadas: 9.151
Munícipios envolvidos: Araquari; Ascurra; Balneário Camboriú; Barra Velha;
Corporativa e Cidadão com Demandas Blumenau; Botuverá; Braço do Trombudo; Brusque; Camboriú; Gaspar;
Internacionais Guabiruba; Ibirama; Ilhota; Indaial; Itajaí; Itapema; Laurentino; Lontras;
Luiz Alves; Massaranduba; Navegantes; Pomerode; Porto Belo; Rio do Sul;
Desenvolvido em parceria com o Escritório de Relações Internacionais da São João Batista; Schroeder; Taió; Timbó
Universidade, o projeto tem como objetivo orientar as empresas a exportar
de forma segura e planejada. O trabalho incentiva as pequenas e médias Alunos envolvidos: 34
empresas a iniciar sua internacionalização, com a exportação de produtos
para o mercado mundial, buscando crescimento, competitividade e acesso Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
a novas tecnologias. A assessoria às empresas é realizada por meio do
convênio com a APEX-Brasil com a abertura de um Núcleo Operacional
do Programa de Qualificação para Exportação (PEIEX). O projeto atende
também:
a) cidadãos com demandas internacionais, contribuindo para a garantia
dos direitos e o fortalecimento da cidadania dos migrantes e refugiados,
em especial, migrantes haitianos e refugiados venezuelanos, que recebem
orientações sobre documentos exigidos pela lei brasileira, renovação de
passaporte, visto, oportunidade de estudo, qualificação e reunião familiar.
Também são ministrados palestras e cursos de português.
b) assessoria gratuita às prefeituras da região da AMFRI em suas demandas
internacionais. São apresentadas oportunidades de financiamento
internacional; cooperação em áreas técnica, tecnológica, educacional
e cultural; irmanamento de cidades, portos e atração de investimentos
estrangeiros diretos.

Organizações parceiras: ACII; ACIBALC; FIESC; AMFRI; BB; Apex Brasil;


Sebrae Itajaí; Correios FACISC; AMMVI; ACIB; ACIBR; AMPEBR; Polícia
Federal, Associação dos Haitianos de BC, Embaixada do Haiti; Pastoral do
Migrante de Itajaí; Colégio Bom Jesus; Universidade de Fuzhou; Embaixada
da República Popular da China no Brasil; Secretaria de Estado de Articulação
Internacional, Prefeitura de Camboriú, BC e Itajaí.

Organizações Beneficiadas: Pastoral do Migrante e Associação dos


Haitianos de BC e 148 empresas da região.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 60


Paideia
Promove benefícios com o intuito de atuar em diversas atividades, como
a produção de pesquisa cientifica, realizações de oficinas e estimulo ao
trabalho voluntário.

Organizações beneficiadas: Quilombo Morro do Boi; Escola de Educação


Básica Presidente João Goulart.
Organizações parceiras: Sociedade Educacional Balneário Camboriú -
Colégio Energia.

Pessoas beneficiadas: 600

Munícipios envolvidos: Camboriú; Balneário Camboriú; Itajaí; Tijucas;


Salvador BA; Curitiba PR; Porto Alegre RS.

Alunos envolvidos: 146

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 61


Escola de Ciências da Saúde – ECS Coisas de Mulher
As atividades do projeto envolvem ações de educação e promoção à saúde
Univida com mulheres, considerando seu ciclo vital (adolescentes e adultas/idosas),
com o objetivo de propiciar o exercício da cidadania e do autocuidado,
O projeto atua na promoção do envelhecimento saudável e estímulo à desenvolvimento da autoestima e autonomia. O público-alvo é constituído por
atividade voluntária, visando o empoderamento e a participação social mulheres climatéricas/menopausadas, que integram o grupo denominado
na terceira idade. As aulas ministradas no curso envolvem temas como “Mulheres Especiais”, e adolescentes, que integram o grupo “Menina
direitos e cidadania, empreendedorismo, atuação voluntária, psicologia e Mulher”, assistidas pela Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Imaruí,
envelhecimento saudável. Conscientes de seu papel na sociedade, os idosos Itajaí (SC). Também são sujeitos do projeto os profissionais das Equipes
passam a contribuir com instituições e promovendo uma ressignificação do de Saúde da Família (ESF), haja vista a necessidade de instrumentalizá-los
envelhecer. A equipe do projeto atua junto ao Conselho Municipal do Idoso para promoção à saúde das mulheres.
de Itajaí, refletindo sobre a política do idoso e o trabalho das instituições
que trabalham com idosos no município de Itajaí. Organizações parceiras: FUNDO MUNICIPAL DE SAUDE DE ITAJAI - ITAJAI
Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí
Pessoas beneficiadas: 43
Pessoas beneficiadas: 35
Municípios envolvidos: Itajaí;
Munícipios envolvidos: Itajaí.
Alunos envolvidos: 5
Alunos envolvidos: 1
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 62


Projeto de Extensão Círculo Acolhedor em Saúde
O trabalho promove a educação e humanização em saúde visando a
troca de saberes e experiências entre os participantes da comunidade e
os profissionais de saúde. A metodologia adotada é a roda de conversa e
outras estratégias interativas orientada pelos preceitos de Paulo Freire,
valorizando o saber dos participantes e respeitando a sua singularidade.

Organizações parceiras: Prefeitura de Itajaí; Univali; Município de Balneário


Camboriú; Portonave S/A; Instituto Lar da Juventude de Assistência e
Educação - Parque Dom Bosco; Estaleiro Itajaí S/A; Colégio Salesiano Itajaí;
Prefeitura Municipal de Brusque; Centro de Intervenção e Estimulação
Precoce Vovó Biquinha; Escola de Ensino Médio Victor Meirelles

Pessoas beneficiadas: 212

Municípios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú;


Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras;
Porto Belo;

Alunos envolvidos: 13

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 63


Gesta Vida - Curso de Gestantes
O Projeto atua na perspectiva da saúde da mulher e do bebê, instruindo
a mulher e sua família para gestação, pré-natal, peri-parto e puerpério
saudáveis, em consonância às diretrizes de saúde da mulher. Objetiva
também estimular ao aleitamento materno, com vistas ao empoderamento
na defesa de seus direitos, cidadania e educação em saúde. O público-
alvo são gestantes de Itajaí e região e seus acompanhantes. São realizadas
quatro edições do curso no ano. Os temas abordados são: esclarecimentos
jurídicos, alterações corporais e psicológicas na gestação, alimentação
saudável e exercícios físicos, amamentação e preparo das mamas, tipos
de parto, formação do apego e cuidados com o bebê.

Organizações parceiras: Hospital Maternidade Marieta KonderBornhausen;


Fundo Municipal de Saúde de Itajaí - Secretaria Municipal de Saúde;

Pessoas beneficiadas: 544

Municípios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Brusque;


Camboriú; Gaspar; Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha;
Porto Belo; Piçarras;

Alunos envolvidos: 200

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 64


Promoção à Saúde do Idoso Juntamente com
seus Familiares/Cuidadores
O projeto desenvolve diferentes práticas gerontológicas com relação ao
apoio, diagnóstico e estratégias de cuidado ao idoso em situações de
demências, promovendo a qualidade de vida dos pacientes, familiares/e ou
cuidadores. O trabalho é realizado em duas frentes: 1) Grupo de apoio aos
familiares e cuidadores de pessoas com doença de alzheimer e doenças
similares (GEAZ); 2) Na Unidade Familiar de Saúde Comunitária (UFSC),
o público alvo são os pacientes idosos com diagnóstico de demências e
perda cognitiva.

Organizações beneficiadas: GEAZ; CRAS

Organizações parceiras: ABRAZ; Fundação Catarinense de Educação


Especial -FCEE

Pessoas beneficiadas: 220

Munícipios envolvidos: Itajaí.

Alunos envolvidos: 2

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 65


Diagnóstico e Tratamento de Patologias Bucais Educação Alimentar e Nutricional para
Promoção da Cidadania, da Saúde e Prevenção
O projeto atua no atendimento para pacientes da comunidade que
apresentem lesões bucais (benignas, cancerizáveis e malignas), e que de Doenças
necessitam de procedimentos especializados de orientação, diagnóstico
e tratamento. Os pacientes são atendidos na clínica de Odontologia da O projeto realiza atividades de educação alimentar e nutricional para
Univali e os casos mais complexos recebem atendimento hospitalar durante promoção da saúde e prevenção de doenças. O trabalho é realizado no
o tratamento. município de Itajaí em parceria com o CRAS e promove orientações aos
grupos vulneráveis.
Pessoas beneficiadas: 80
Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí.
Municípios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú;
Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras; Pessoas beneficiadas: 749
Porto Belo;
Munícipios envolvidos: Itajaí
Alunos envolvidos: 8
Alunos envolvidos: 10
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 66


Convívio Homem Animal e sua Relação com a Comissão de Integração Ensino e Serviço (CIES)
Saúde, Responsabilidade Social e Ambiental / Polo de Educação Permanente para o Sistema
A humanização da saúde tem sido preocupação constante nos últimos anos.
Único de Saúde da Foz do Rio Itajaí-Açu
Uma das muitas formas para se obter este resultado é do auxílio de animais
O trabalho realizado busca contribuir na construção de uma política de
nos tratamentos das mais diversas áreas da saúde. Nesta perspectiva o
formação e desenvolvimento para o conjunto dos profissionais de saúde
projeto desenvolve a Atividade ou Terapia Assistida por Animais (A/TAA)
através da educação permanente, realizando produção de conhecimento
no cuidado integral à pessoa com necessidades especiais. Busca-se com o
para a mudança das práticas de saúde, bem como a gestão das políticas
trabalho a expansão do conhecimento desta ferramenta pelos profissionais
públicas de saúde na abrangência da região da foz do rio Itajaí. A Comissão
e sua capacitação, para que a efetividade do tratamento se torne ainda
representa uma instância colegiada que faz articulação e a condução da
mais significativa. As atividades visam também diminuir o abstencionismo
Política Nacional de Educação Permanente seguindo a determinação da
nas sessões de tratamento pela maior motivação do paciente.
Portaria GM/MS nº 1.996, de 2007.
Organizações beneficiadas: Asilo Dom Bosco.
Organizações parceiras: SUS; ETSUS/ Blumenau
Organizações parceiras: Centro Municipal de Educação Alternativa -
Pessoas beneficiadas: 178
Cemespi;
Secretaria Municipal de Educação de Itajaí.
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú;
Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras;
Pessoas beneficiadas: 2.500
Porto Belo.
Munícipios envolvidos: Itajaí.
Alunos envolvidos: 2
Alunos envolvidos: 75
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 67


Discutindo a Relação (#D.R.)
As atividades são dirigidas aos adolescentes matriculados na Rede
Municipal de Itajaí e envolvem a promoção da saúde e o enfrentamento
das vulnerabilidades que comprometem o desenvolvimento integral dos
jovens. Trabalha com os temas de sexualidade, violência e cultura da paz
e prevenção ao uso de drogas, preconizados pelo Programa Saúde na
Escola (PSE). Trata-se de uma proposta interprofissional e interdisciplinar
que envolve os cursos de Biomedicina, Enfermagem e Psicologia.

Organizações beneficiadas: CAIC; E.B. Aníbal César e Centro Educacional


Pedro Rizzi.

Organizações parceiras: Fundo Municipal de Saúde - Secretaria Municipal


de Saúde e Secretaria Municipal de Educação de Itajaí.

Pessoas beneficiadas: 1.056

Munícipios envolvidos: Itajaí

Alunos envolvidos: 27

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 68


Assessoria na Construção de Rede de Apoio de
Sujeitos Afásicos de Itajaí e Região
A afasia é uma dificuldade na comunicação decorrente de lesões neurológicas
ocasionadas por doenças, entre elas o acidente vascular cerebral. Desde
2011, a Univali desenvolve um projeto de extensão que assessora na
construção e manutenção de rede de apoio a sujeitos afásicos de Itajaí e
Região. A equipe do projeto possui um caráter multiprofissional que envolve
os cursos de Fonoaudiologia, Fisioterapia e Psicologia. O projeto é campo
de formação profissional tanto para os alunos bolsistas e voluntários que
integram o projeto, como para profissionais de áreas afins que buscam o
projeto para aprender como ele se organiza, para replicarem o atendimento
a afásicos em seus municípios.

Organizações beneficiadas: Associação dos Afásicos de Itajaí e Região.

Pessoas beneficiadas: 63

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz


Alves; Navegantes; Palhoça; Penha;

Alunos envolvidos: 19

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 69


Reduzir e Reciclar: Reaproveitamento em
Resíduos
O projeto atua em duas linhas de trabalho - a primeira realizada atividades
de sensibilização da comunidade sobre o uso racional de medicamentos,
evitando o desperdício e auxiliando na eficácia terapêutica dos tratamentos
medicamentosos. A segunda linha desenvolve projetos de reatores para
a fabricação artesanal de sabão, estimulando o reaproveitamento de
resíduos pelas famílias como possibilidade de geração de renda.

Organizações parceiras: Prefeituras Municipais de Itajaí e Navegantes;


IFSC - Instituto Federal de Santa Catarina; Angeloni Supermercados, SESI;
Poly; ACII; Conselho Regional de Farmácia de SC.

Pessoas beneficiadas: 833

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Itajaí; Navegantes.

Alunos envolvidos: 340

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 70


Saúde Bucal do Adolescente
O projeto desenvolve ações educativas e propicia o atendimento odontológico
com vistas à promoção de saúde do adolescente, buscando o autocuidado
e o desenvolvimento da autoestima;

Organizações beneficiadas: Instituto Crescer.

Pessoas beneficiadas: 129

Munícipios envolvidos: Itajaí.

Alunos envolvidos: 25

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 71


Plante Saúde: Plantas Medicinais e Alimentícias EFSEL - Educação Física, Saúde, Esporte E Lazer
no Cuidado a Saúde O programa visa proporcionar diferentes práticas corporais e de lazer
para a comunidade. As atividades são realizadas no bairro Cidade Nova e
O projeto desenvolve ações educativas e de assessoramento junto às
também para a comunidade do entorno do campus da UNIVALI. O programa
comunidades locais que visem o cultivo e o uso de plantas medicinais e
oportuniza ainda a participação dos alunos em apresentações e festivais
alimentícias para a promoção à saúde. Dentre elas, as plantas alimentícias
esportivos, com vistas a ampliar o repertório sócio cultural, propiciando um
nutritivas e de fácil cultivo, como as Plantas Alimentícias não Convencionais
processo de desenvolvimento de pertencimento dos atores com relação
- PANCS, ou hortaliças não convencionais. O público-alvo do projeto abrange
ao espaço que vivem.
as crianças e professores das escolas de educação infantil, públicas e
privadas, acadêmicos dos cursos da área da saúde na Univali; usuários
Organizações beneficiadas: ACPCN - Cidade Nova; Colégio Estadual XV
e profissionais de saúde e agentes comunitários de saúde, que buscam
de junho e CEDIN Emílio Gazaniga Júnior.
orientações relacionadas às plantas medicinais e alimentícias, implantação de
hortas, culinária com aproveitamento integral e higienização dos alimentos,
Organizações parceiras: Parque Dom Bosco; Secretaria Municipal de
compostagem e canteiros elevados e técnicas de produção orgânica.
Educação de Itajaí;
Organizações beneficiadas: SESC - EDUCACAO INFANTIL DE ITAJAI -
Pessoas beneficiadas: 230
SERVICO SOCIAL DO COMERCIO; COLÉGIO DE APLICAÇÃO UNIVALI - CAU
Munícipios envolvidos: Itajaí.
Organizações parceiras: PREFEITURA ITAJAÍ
Alunos envolvidos: 5
Pessoas beneficiadas: 1.405
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Municípios envolvidos: Bombinhas; Gaspar; Itajaí; Balneário Piçarras;

Alunos envolvidos: 7

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 72


Unidades de Conservação é Preciso
As Unidades de Conservação são regidas pelo Sistema Nacional de Unidade
de Conservação – SNUC (BRASIL, 2000), sendo necessário conhecimento
técnico-legal e procedimentos político-administrativos para a criação
e a efetivação das mesmas. Neste contexto o projeto atua na criação
e implantação efetiva de UCs na zona costeira, especialmente centro-
norte catarinense, por meio da promoção de eventos e de oficinas de
formações, do conhecimento da realidade e da percepção dos atores
envolvidos (comunidade, ONGs, proprietários interessados em implementar
Reservas Particulares, poder público, e demais grupos). As atividades são
desenvolvidas em parceria com o Laboratório de Conservação e Gestão
Costeira da UNIVALI.

Organizações parceiras: Município de Balneário Camboriú; Fundação


Municipal do Meio Ambiente de Itajaí - Famai; Prefeitura Municipal de
Penha; Fundação Ambiental Área Costeira de Itapema - Faaci; Instituto
Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade; Associação Montanha
Viva.

Pessoas beneficiadas: 125

Munícipios envolvidos: Anitápolis; Balneário Camboriú; Florianópolis;


Itajaí; Itapema; Penha.

Alunos envolvidos: 4

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 73


Projeto SAPS
O projeto presta atendimento educacional especializado aos alunos
surdos da região da AMFRI, abrangendo atividades pedagógicas das áreas
da estimulação de linguagem, apoio ao desenvolvimento da linguagem
oral e escrita, oficina de LIBRAS, musicalização e atividades físicas. Atua
também na orientação às famílias dos usuários, com vistas a estimular
a sua participação nos contextos nos quais seus filhos estão inseridos.
O SAPS realiza ainda atendimento clínico por intermédio de terapias
fonoaudiológicas e audiometrias. A equipe do projeto realiza visitas às
escolas com o objetivo de promover a formação e o fortalecimento das
redes de apoio voltadas às pessoas com deficiência.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí; Fundação Catarinense


e Educação Especial;

Pessoas beneficiadas: 180

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú; Itajaí;


Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Tijucas.

Alunos envolvidos: 6

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 74


Envelhecimento Saudável
O projeto é desenvolvido com o objetivo de oportunizar as pessoas idosas,
atividades prático-reflexivas a fim de gerar bem- estar e saúde. O projeto
está organizado em três eixos de trabalho: 1) Atividade física e saúde
- estabelece parcerias com as UBS e realiza atividades físicas e dança
com idosos. 2) Espaço interativo - amplia as possibilidades do “jogar”
transformando a ideia de jogos na cultura corporal para uma perspectiva
mais ampla em sintonia com o esporte para todos e a saúde. 3) Educação
em Saúde - desenvolve capacitações com os professores de educação
física da rede municipal de Saúde de Biguaçu, realizam palestras nas UBS,
apoiam eventos do Ministério da Saúde.

Organizações beneficiadas: Lar do Doca

Organizações parceiras: Secretaria de Estado da Educação de SC; Secretaria


de Estado da Saúde - SC; UDESC.

Pessoas beneficiadas: 70

Munícipios envolvidos: Biguaçu; Florianópolis

Alunos envolvidos: 23

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 75


Tutores do Sorriso
O Projeto desenvolve estratégias de promoção da saúde bucal dos alunos
da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Itajaí.

Organizações beneficiadas: APAE

Organizações parceiras: Atenção Básica de Itajaí, Hospital Pequeno Anjo.

Pessoas beneficiadas: 520

Munícipios envolvidos: Itajaí

Alunos envolvidos: 16

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 76


Convivendo com Síndrome de Fibromialgia
Promove o acolhimento e orientação de mulheres com Síndrome de
Fibromialgia, estabelecendo uma rede de atenção à saúde das mulheres
com Síndrome da Fibromialgia (SFM). As atividades envolvem ações de
promoção da saúde com base no referencial teórico/metodológico da
integralidade e do empoderamento destas mulheres e sua autonomia no
cuidado. Integram o projeto os cursos de Fisioterapia, Psicologia, Nutrição,
Medicina e Farmácia.

Pessoas beneficiadas: 60

Munícipios envolvidos: Camboriú; Itajaí; Itapema.

Alunos envolvidos: 8

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 77


“Mãos de Vida”: Uma Escola Criativa para
Humanescer na Cidadania
As atividades desenvolvidas compreendem a assistência transdisciplinar à
saúde e à educação da população de Itajaí e da AMFRI. O projeto promove
práticas educativas com base nos propósitos das escolas criativas, da Rede
Internacional de Escolas Criativas (RIEC), em instituições socioeducativas
tendo em vista a promoção da educação e da saúde comunitária e a
ampliação do exercício para a cidadania.

Organizações beneficiadas: Parque Dom Bosco; Lar Fabiano de Cristo -


Casa de Rodolpho Bosco.

Organizações parceiras: Observatório Social de Itajaí.

Pessoas beneficiadas: 408

Munícipios envolvidos: Itajaí.

Alunos envolvidos: 5

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 78


Estação Ético-Política
As atividades do projeto são desenvolvidas em parceria com as equipes e
usuários da Unidade Básica de Saúde Cidade Nova e o Conselho Municipal
de Saúde de Itajaí (COMUSA), contribuindo com a formação reflexivo-crítico
da comunidade. O trabalho desenvolvido busca fortalecer a atuação do
Conselho, promovendo a organização e o controle social.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí.

Pessoas beneficiadas: 24

Munícipios envolvidos: Itajaí

Alunos envolvidos: 15

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 79


Ambulatório Interdisciplinar de Doenças
Inflamatórias Intestinais (Dii)
O trabalho realizado destina-se a atender as demandas dos pacientes
com doenças inflamatórias intestinais a partir da assistência integral, por
meio de consultas médicas, nutricionais e psicológicas regulares; ações de
educação em saúde para pacientes e familiares; grupos de autoajuda, infusão
de medicações controladas. As ações envolvem também o intercâmbio
com órgãos e instituições nacionais, permitindo a troca de experiência e
atualização permanente. O projeto é resultado de uma parceria entre os
Cursos de Medicina, Nutrição, Psicologia e a Unidade de Saúde Familiar e
Comunitária - USFC/UNIVALI.

Pessoas beneficiadas: 827

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Brusque;


Camboriú; Itajaí; Itapema; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras.

Alunos envolvidos: 354

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 80


Escolhas: Promoção de Saúde
O Projeto desenvolve estratégias de prevenção ao uso de substancias
psicoativas e de infecções sexualmente transmissíveis. As atividades
desenvolvidas pela equipe multiprofissional contribuem para a estruturação
de atenção básica no contexto integral dos usuários de álcool e drogas,
preparando e capacitando as equipes de Saúde da Família (ESF) e Núcleo de
Apoio a Saúde da Família (NASF) para o atendimento e acompanhamento
dos usuários.

Organizações parceiras: Prefeitura de Itajaí, Balneário Camboriú, Brusque


e Piçarras; Portonave; Parque Dom Bosco; Estaleiro Itajaí S/A; Colégio
Salesiano; Centro de Intervenção e Estimulação Precoce Vovó Biquinha;
Escola de Ensino Médio Victor Meirelles.

Pessoas beneficiadas: 3.698

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Brusque; Itajaí; Balneário


Piçarras.

Alunos envolvidos: 391

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 81


Programa de Acolhimento, Tratamento e
Acompanhamento de Pacientes com Disfunção
Temporomandibular e Dor Orofacial
O trabalho desenvolvido visa atender pacientes com necessidades de
tratamento de Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial (DTMs). Este
serviço é direcionado ao acolhimento, avaliação, diagnóstico e tratamento
de pacientes das comunidades do município de Itajaí principalmente
aquelas que já buscam atendimento nas clínicas odontológicas da UNIVALI.
Muitos desses pacientes ao longo do tratamento são diagnosticados com
problemas oclusais e encaminhados para a clínica de oclusão para o
tratamento adequado.

Organizações parceiras: Unidades de saúde do município de Itajaí

Pessoas beneficiadas: 41

Munícipios envolvidos: Itajaí.

Alunos envolvidos: 7

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 82


Univali em Movimento
O projeto desenvolve práticas corporais variadas e atividades recreativas em
escolas do entorno da Universidade. As atividades objetivam potencializar
a criatividade e autonomia de expressão corporal de cada indivíduo através
da vivência de movimentos e ritmos. A atuação do projeto oportuniza aos
acadêmicos do curso de Educação Física da UNIVALI, a vivência de práticas
pedagógicas do ser professor nas diferentes realidades do sistema de
ensino atual.

Organizações parceiras: EEB Prof. José Brasilício; CEIM Prof. Páscoa Regis
Mendes; EEB Prof. Alexandre Sergio Godinho; EEB Prof. Emerita Duarte e
Souza; Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (RECRIA).

Pessoas beneficiadas: 300

Munícipios envolvidos: Biguaçu.

Alunos envolvidos: 4

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 83


Escola de Educação – EE

Proler
O propósito do Projeto é promover atividades que permitam o acesso à
leitura, com vistas à conquista da cidadania, por meio do alargamento da
percepção do sujeito acerca de sua posição no tempo e espaço em que
vive. Neste sentido, promove ações para fomentar a leitura e a formação
estética, envolvendo atividades ligadas a música, artes visuais, teatro e
literatura em espaços educacionais públicos e privados, fomentando assim
o acesso da comunidade à leitura e as manifestações artísticas e culturais.

Organizações beneficiadas: Parque Dom Bosco; Fundação Cultural de


Itajaí; EB Arnaldo Brandão; Fundação Cultural de BC; EEB Presidente João
Goulart; Instituto Crescer; EEB Nereu Ramos; EEB Maria Rita Flor; EB José
Potter; Colégio Peter Pan; Casa da Cultura Fausto Rocha Júnior; CEI Cândida
Vargas; CEI Lausimar Laus; CAU Univali; EEM Victor Meirelles.

Organizações parceiras: Instituto Caracol; SESC; Centro de Educação


Infantil Mariana Graciola; Prefeitura de Itajaí; Colégio Salesiano

Pessoas beneficiadas: 8225

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Barra Velha; Biguaçu;


Florianópolis; Itajaí; Itapema; Navegantes; Balneário Piçarras; Tijucas.

Alunos envolvidos: 28

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 84


Diversidade Étnico-Racial: Diálogos Emergentes
em Educação
O projeto objetiva qualificar docentes que atuam no ensino fundamental
na construção do processo educativo que trabalhe com as diferenças em
respeito à Lei Federal 10.639/03 e a Lei 11.645/08. O trabalho é realizado
em escolas do município de Itajaí, sensibilizando os docentes para as lutas
das populações afro descendentes e indígenas no Brasil.

Organizações beneficiadas: Secretaria Municipal de Educação de Itajaí

Organizações parceiras: Fundação Genésio Miranda Lins

Pessoas beneficiadas: 200

Municípios envolvidos: Itajaí;

Alunos envolvidos: 4

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 85


Extensão Educação & Ensino Médio Inovador
O projeto visa a implementação de atividades pedagógicas para apoio no
Programa Ensino Médio Inovador. As atividades envolvem os professores e
alunos das escolas da rede estadual dos municípios de atuação da Univali,
com a implementação de um modelo de educação que desenvolva ações
inovadoras no processo de ensino-aprendizagem das escolas.

Pessoas beneficiadas: 500

Municípios envolvidos: Itajaí; Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú;


Ilhota; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras; Porto
Belo;

Alunos envolvidos: 10

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 86


Educação Patrimonial: Cultura, Memória e Práticas Formativas para Escola e Comunidade
Patrimônio O projeto tem como eixo central de atuação a promoção de práticas formativas
para escola e comunidade, permitindo a construção e o compartilhamento
O projeto tem como objetivo desenvolver ações de educação patrimonial
de conhecimentos com foco no reconhecimento dos direitos das crianças e
utilizando situações de aprendizagem interdisciplinares que promovam
adolescentes, na diversidade étnica racial, metodologias ativas no ensino e
a formação de educadores e educandos. As atividades desenvolvidas
aprendizagem da matemática e do brincar na educação básica. O projeto
contemplam a valorização do patrimônio cultural das comunidades
desenvolve as atividades pautadas na perspectiva integrada e interdisciplinar
existentes no entorno de escolas localizadas em regiões de abrangência
e no envolvimento dos cursos de História, Matemática e Pedagogia da Univali
da UNIVALI.
com a participação dos acadêmicos, professores, bolsistas da extensão e
acadêmicos voluntários.
Organizações beneficiadas: Museu Comunitário Engenho do Sertão;
Espaço Clarear;
Organizações beneficiadas: Secretaria de Estado da Educação; Combemi;
Instituição de Acolhimento Vovó Sebastiana; Associação de Pais e Professores;
Organizações parceiras: Associação Socioambientar; La Durabilité;
Escola Municipal Professora Elsir Bernadete Gaya Muller; Escola de Educação
Básica Nereu Ramos.
Pessoas beneficiadas: 25
Organizações parceiras: Centro de Educação Infantil; Fundação Genésio
Municípios envolvidos: Itajaí;
Miranda Lins.
Alunos envolvidos: 8
Pessoas beneficiadas: 4.255
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Biguaçu; Itajaí; Navegantes;
São José; Tijucas;

Alunos envolvidos: 6

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 87


Educação Musical: Ações Comunitárias para
Inclusão e Desenvolvimento Social

As atividades são desenvolvidas em três eixos de trabalho: a) o Grupo


de Percussão de Itajaí que trabalha com crianças e adolescentes com
diagnóstico do Transtorno do Espectro Autista b) A Educação musical em
projetos de assistência social , que é dirigido ao público que participa da
Ação Social do Bairro São João, em Itajaí, e envolve apresentações musicais,
oficinas, pesquisa e desenvolvimento de repertório e material didático para
a educação musical. c) Formação de professores da Educação Básica do
município de Itajaí, que beneficia professores da educação básica.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí; Ação Social Paroquial


São João; Ama Itajaí.

Pessoas beneficiadas: 61

Munícipios envolvidos: Itajaí

Alunos envolvidos: 11

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 88


Escola de Negócios – EN

Projeto de Extensão Gestão para Cidadania


O projeto desenvolve atividades de assessoria e gestão para as organizações
da sociedade civil organizada, visando a sua autonomia e sustentabilidade.
O público beneficiado são as organizações da sociedade civil estruturadas,
semiestruturadas ou em processo de estruturação (grupos informais), com
atuação nos municípios de Balneário Camboriú, Camboriú e Itajaí. A equipe
é formada por professores e alunos da Escola de Negócios, articulados
com outros projetos de extensão e de pesquisa da Universidade.

Organizações beneficiadas: Ama Litoral SC; Afadefi; Fundação Lar da Terceira


Idade Padre Antônio Dias; Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais;
Lar Santa Maria da Paz; Associação Beneficente Cristã Real Esperança;
Kadiz Esporte & Lazer - Centro Recreativo e Ensino de Esportes Camboriú;
Associação Amor pra Down; Núcleo de Atendimentos de Contraturno -
Projeto Oficinas; Instituto de Psicologia Sentir; Grupo de Estudos e Apoio
à Adoção Anjos da Vida; Associação de Proteção, Acolhimento e Inclusão
Social - Pais; Bom Pastor.

Organizações parceiras: Acibalc; Polícia Militar de SC

Pessoas beneficiadas: 973

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Camboriú; Itajaí.

Alunos envolvidos: 112

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 89


Projeto Univali Faz Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

A principal característica do projeto é o estimulo ao trabalho voluntario


dos acadêmicos, oportunizando atividades que beneficiem entidades da
sociedade civil. Inicialmente os acadêmicos pesquisam a demanda de
entidades das regiões de abrangência da Univali – Itajaí, Balneário Camboriú,
Vale do Rio Tijucas e Grande Florianópolis. Após o levantamento concebem
e realizam atividades que contribuam para a melhoria da qualidade de
vida das comunidades.

Organizações beneficiadas: AAPC - Associação de Amparo as Pessoas


com Câncer; Centro de Recuperação Conviver; Instituto Luciano Santana;
Ama Litoral SC; Fundação Lar da Terceira Idade Padre Antônio Dias; Amor
Pra Down; Grupo de Estudos e Apoio À Adoção Anjos da Vida; Orionópolis
Catarinense; Creche da Tia Ana; Grupo de Desbravadores; APP do Centro
de Educação Infantil Antônio de Quadros; Instituição de Acolhimento Vovó
Sebastiana; APAE de Antônio Carlos – APAE. Casa Lar Amas; Associação
Anjinhos Peludos Tijucas; Casa Irmã Dulce – Lar Santa Maria da Paz; Biblioteca
Comunitária Bem-Viver; Fundação Lar da Terceira Idade Padre Antônio
Dias; Amor Pra Down; Grupo de Estudos e Apoio à Adoção Anjos da Vida;
Defesa Animal.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí; Observatório Social


de Itajaí; APAE Itajaí, Piçarras, Ilhota e Nova Trento; Sociedade Beneficente de
Amparo ao Idoso - Lar do Idos Osvaldo Alípio da Silva; Centro de Tratamento
Alternativo Provida; Cei Lea Leal de Souza; Cei Luiz Silvério Vieira; CAIC;
Sociedade Beneficente de Amparo ao Idoso - Lar do Idoso Osvaldo Alípio
da Silva; Observatório Social de São José; Associação Comercial e Industrial
de Tijucas – ACIT; Lar Santa Maria da Paz; FMAST

Pessoas beneficiadas: 4.738

Munícipios envolvidos: Barra Velha; Ilhota; Itajaí; Itapema; Penha.

Alunos envolvidos: 742

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 90


Projeto Unibem
Atua no planejamento e assessoria com vistas à melhoria de processos de
gestão das organizações de pequeno e médio porte, localizadas na região
de atuação da Universidade. A metodologia do projeto proporciona aos
acadêmicos a experimentação de diversas situações reais, possibilitando
buscar soluções para as demandas das organizações locais, contribuindo
para o desenvolvimento regional.

Organizações beneficiadas/Parceiras: DC Logistics Brasil; Allog Transportes


Internacionais; Associação Studio Global de Karate; ZM Empilhadeiras;
Wave Cleaner; Brasil Tech Sul Instalação Manutenção e Reparação de
Máquinas; Embrast Indústria e Comércio de Embalagens; Argo’s Dog
Comércio e Representação de Produtos Agropecuários; FMAST; Associação
Anjinhos Peludos; Ação Social Santo Antônio - Casa Madre Teresa de
Calcutá; Comércio de Doces Souza & Silva; Rafael Koch; Gkol Engenharia;
Rede Feminina de Combate ao Câncer de Canelinha; Fafes Comércio d
Alimentos; Gelo Minerale - CW Indústria e Comercio de Gelo e Bebidas;
Cris Melim Organização Contábil; Top Haus Restaurante; Lotisa Home Club
Empreendimentos Imobiliários Spe Ltda; Associação Amor pra Down; Cafe &
Morango Cafeteria e Doceria; Warmor Renovadora de Pneus; Jose Cassiano
Soares Franca; Vivence Vidros e Esquadrias; Cha de Pimenta Comercio e
Confecção; Gata Dourada; Refúgio Açaí; Canal Eco; Prado Supermercado;
Sociedade Beneficente de Amparo aos Idoso - Lar do Idos Osvaldo Alípio
Da Silva; Casa Grande Auto shopping; Closet Girls; Pasteis do Brasil; Castelli
Sampaio de Aguiar e Cia; Cine Foto Simone.

Pessoas beneficiadas: 1.090

Munícipios envolvidos: Itajaí; Tijucas; Canelinha; Itapema; Tijucas; Balneário


Camboriú; Itajaí; Navegantes; Antônio Carlos; Biguaçu.

Alunos envolvidos: 761

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 91


Núcleo ODS - Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável
O projeto desenvolve atividades com o objetivo de sensibilizar e mobilizar
as organizações do primeiro, segundo e terceiro setor, assim como a
comunidade acadêmica da Univali, na implementação dos objetivos de
desenvolvimento sustentável (ODS).

Pessoas beneficiadas: 230

Munícipios envolvidos: São Jose; Biguaçu; Florianópolis e Itajaí.

Alunos envolvidos: 5

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 92


Escola do Mar, Ciência e Tecnologia – EMCT

Educação para Transformação: Meio Ambiente,


Saúde e Gênero
As atividades do projeto envolvem as mulheres agricultoras e visam
promover a agricultura familiar sustentável em Itajaí. Orienta e assessora na
construção de hortas orgânicas e comercialização de produtos orgânicos.
O trabalho desenvolvido busca assim estimular a autonomia das mulheres
frente às questões ambientais, de saúde e bem-estar, promovendo o
empoderamento e a independência financeira.

Organizações parceiras: UFSC; Distribuidora Müller; Associação de


Agroturismo Acolhida na Colônia; CEPAGRO; Secretaria de Estado da
Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Pessoas beneficiadas: 1.140

Munícipios envolvidos: Itajaí; Massaranduba.

Alunos envolvidos: 10

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 93


Capacitação em Informática de Jovens da Grande
Florianópolis para o Mercado de Trabalho
Atua na realização de cursos de capacitação em informática para jovens
em situação de vulnerabilidade social buscando sua inserção no mercado
de trabalho. A população beneficiada são jovens de 15 a 24 anos de
comunidades próximas à Univali São José, Biguaçu e Florianópolis. A
capacitação em informática oportuniza ao jovem qualificação para o ingresso
no mercado de trabalho e a possibilidade de melhorar a renda familiar. O
projeto propicia ainda aos jovens conhecer o ambiente da universidade,
motivando-os a continuar seus estudos.

Organizações parceiras: AEMFLO - Associação Empresarial da Região


Metropolitana de Florianópolis

Pessoas beneficiadas: 78

Municípios envolvidos: Biguaçu; Florianópolis; São José

Alunos envolvidos: 2

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 94


PEEEP - Projeto Escritório Escola da Engenharia Aquecedor Solar com Materiais Recicláveis
de Produção O trabalho é desenvolvido pelo Laboratório de Gestão e Valoração de
Resíduos da Univali e tem como objetivo promover o uso de energia limpa,
As atividades do projeto compreendem duas linhas de atuação: a) Terceiro
incentivando a reutilização de resíduos, possibilitando uma alternativa
Setor - Nesta linha são realizadas as atividades de assessoria e consultoria
de aquecimento de água de baixo custo para edificações. As atividades
para entidades sociais. B) Mercado coorporativo: envolve a realização de
envolvem desde a confecção do aquecedor solar utilizando materiais
assessoria e consultoria às organizações empresariais, aproximando o
recicláveis, análise do potencial de aquecimento da água através de medições
acadêmico do mundo do trabalho e gerando receita para o curso através
de temperatura dentro e fora do aquecedor e da avaliação da aceitação
da prestação de serviços.
das pessoas.
Organizações beneficiadas: Prefeitura de Itajaí; Catarinense Distribuidora
Organizações parceiras: Prefeitura de Itajaí
de Produtos Congelados LTDA.; Observatório Social de Itajaí; Centro Público
Pessoas beneficiadas: 30
de Economia Solidária de Itajaí – CEPESI;
Municípios envolvidos: Itajaí;
Organizações parceiras: Ceramica Portobello; Lear do Brasil Indústria e
Comércio de Interiores Automotivos LTDA.; GDC Alimentos S/A - Gomes
Alunos envolvidos: 2
da Costa;
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Pessoas beneficiadas: 100

Municípios envolvidos: Balneário Camboriú; Itajaí; Navegantes;

Alunos envolvidos: 50

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 95


Tem Ideia na Rede - Introdução à Aprendizagem
Criativa nas Escolas Públicas de Itajaí: Uma
Abordagem por Meio de Projetos Pessoais-
Sociais
O projeto tem como propósito para levar a computação criativa para as
escolas públicas do município de Itajaí. Os estudantes da rede municipal
são convidados a participar de atividades que busca integrar computação,
música, artes, disciplinas básicas e tecnologias para produção de tecnologias/
artefatos que solucionarão pequenas missões. Nestas missões os estudantes
resolvem pequenos problemas relacionados a situações que envolvem o
seu cotidiano, com a oportunidade de envolver a comunidade e os seus
familiares.

Organizações parceiras: Secretaria Municipal de Educação de Itajaí; Stoff


Haus Ind e com de Confecções LTDA - ME;

Pessoas beneficiadas: 100

Municípios envolvidos: Itajaí;

Alunos envolvidos: 3

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 96


Faça seu Papel, Reciclando Ideias Responsabilidade Intergeracional Ambiental
O trabalho tem como propósito incentivar o consumo sustentável, através
Na Universidade: É Possível? (Intergeração)
de atividades de educação ambiental. As oficinas de reciclagem de papel
O projeto visa a realização de um diagnóstico dos gastos ambientais da
envolvem alunos e professores CEI Valdemir de Souza e abordam o
Escola do Mar, Ciência e Tecnologia, no campus Itajaí da Univali, a fim de
reaproveitamento do papel no ambiente escolar para a diminuição de
implementar método de consumo responsável. Com a implementação
geração de resíduos. Também são realizadas oficinas de confecção de
de “espaços e estruturas educadoras”, a comunidade universitária pode
embalagens de sabonetes, utilizando os papéis reciclados com o propósito
estabelecer uma relação de zelo e cuidado intergeracional, na qual se
de conscientizar a comunidade que faz o uso do produto.
assume responsabilidade pelos impactos gerados visando minimizá-los
e compensá-los com tecnologias e atitudes sustentáveis.
Organizações parceiras: Prefeitura de Itajaí
Pessoas beneficiadas: 400
Pessoas beneficiadas: 60
Municípios envolvidos: Itajaí;
Municípios envolvidos: Itajaí;
Alunos envolvidos: 6
Alunos envolvidos: 2
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 97


Oceanos “Trilha Da Vida” 2018: Formação em Educação
O propósito do projeto é instigar os jovens para os conhecimentos Ambiental e Coletivos Educadores
oceanográficos, através de técnicas pedagógicas diferenciadas, possibilitando
uma melhor apreensão da realidade dos oceanos. E, com base nestes As atividades do projeto são desenvolvidas em parceria com o Laboratório
conhecimentos, busca a sensibilização dos jovens para a sustentabilidade de Educação Ambiental da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia e objetivam
ambiental, preparando-os não apenas para o mercado de trabalho, mas ampliar e fortalecer a formação de educadores ambientais e coletivos
para uma vida mais saudável e um mundo melhor. educadores, potencializando os “espaços e estruturas educadoras. O
trabalho desenvolvido contribui com a implementação de políticas públicas
Organizações beneficiadas: Programa Jovem Aprendiz na área socioambiental.

Organizações parceiras: Instituto Crescer. Organiwzações beneficiadas: Museu Comunitário Engenho do Sertão;
Espaço Clarear.
Pessoas beneficiadas: 800
Organizações beneficiadas/parceiras: Associação Socioambientar; La
Munícipios envolvidos: Itajaí Durabilité.

Alunos envolvidos: 8 Pessoas beneficiadas: 500

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú;
Canelinha; Florianópolis; Itajaí; Itapema; Botucatu.

Alunos envolvidos: 8

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 98


“Sala Verde - Observatório de Educação, Saúde, Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Cidadania e Justiça Socioambiental do Vale do


Itajaí (Sc)”
Caracteriza-se como um Observatório de Educação, Saúde, Cidadania e
Justiça Socioambiental que estimula a implantação de espaços interativos
que atuem como centros de informação e formação socioambiental,
contribuindo com a consolidação de políticas públicas de educação
ambiental. O Projeto promove atividades de educomunicação; formações
em educação ambiental; e mantém um acerco d materiais educativos
denominado de Espaço Sala Verde de Exposições localizado na Biblioteca
Central Comunitária (BCC) Itajaí, disponível para consulta aos docentes e
acadêmicos, bem como a comunidade em geral.

Organizações beneficiadas: Argilas do Brasil Comércio de Insumos;


Museu Comunitário Engenho do Sertão; Associação de Moradores da
Praia dos Amores; João Wenceslau Ricardo Neto; Ketleen Viviane Fallgatter;
Hx Lanchonete Ltda - Inpot Fresh Food Shop; Fábio Vaccaro de Carvalho;
Prefeitura de Canelinha.

Organizações parceiras: Espaço Clarear; Associação Socioambiental; La


Durabilité; Ministério do Meio Ambiente –MMA.

Pessoas beneficiadas: 17.085

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Biguaçu; Bombinhas;


Camboriú; Canelinha; Florianópolis; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes;
Tijucas; Botucatu.

Alunos envolvidos: 8

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 99


Inclusão Digital de Idosos
As atividades desenvolvidas promovem a inclusão digital (e, por conseguinte,
a inclusão social) de idosos do município de São José/SC com a realização
de cursos de informática, em atendimento às disposições do Estatuto do
Idoso. O projeto atua em observância aos Objetivos de Desenvolvimento
Sustentável (ODS) que orientam quanto à necessidade de assegurar o
direito ao lazer, à cultura e ao convívio social dos idosos.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de São José.

Pessoas beneficiadas: 49

Munícipios envolvidos: São José.

Alunos envolvidos: 5

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 100


Química Social Rope: Robô Programável Educacional
A ideia central do projeto consiste em potencializar a aprendizagem dos O projeto desenvolve a produção e manutenção de Robôs Programáveis
alunos do ensino fundamental mediante a experimentação em química. As Educacionais para os diversos Núcleos de Educação Infantil do Município
atividades são desenvolvidas em parceria com escolas da Rede de Ensino de Balneário Camboriú. O trabalho é resultado de uma parceria inicial entre
do Município de Itajaí/SC. O trabalho desenvolvido contribui para as ações o Ministério Público de Santa Catarina e a Univali e, atualmente, possui
do eixo temático dos CEDINs - Investigação no Campo das Ciências da ênfase na exploração de formas de uso de tecnologia, melhor adaptadas ao
Natureza na escola, fazendo-se uso da contextualização que favorece a contexto da educação infantil. O projeto recebeu a chancela da Sociedade
conexão do conhecimento e a realidade do indivíduo. Brasileira de Computação pelo alto impacto social.

Organizações beneficiadas: APP do Centro de Educação em Tempo Organizações beneficiadas: Núcleos de educação infantil do Município
Integral Verde Vale. de Balneário Camboriú

Pessoas beneficiadas: 20 Organizações parceiras: Ministério Público de SC

Munícipios envolvidos: Itajaí Pessoas beneficiadas: 1100

Alunos envolvidos: 18 Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú/SC.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS): Alunos envolvidos: 6

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 101


Lite is Cool: Introdução ao Pensamento Maricultura & Cidadania, em Busca de um
Computacional e a Cultura Maker Desenvolvimento Sustentável no Município
O projeto busca proporcionar oportunidades para estudantes conhecerem
de Penha
e se engajarem em atividades de educação e inovação tecnológica. Os
O projeto desenvolve assessoria técnica aos produtores da Associação de
estudantes participam de um programa de atividades que desenvolvem
Maricultores da Penha (AMAP) e da Cooperativa de Maricultores da Penha
habilidades para a programação de computadores, a construção de aplicações
(COOPERMAPE). As atividades são desenvolvidas no Centro Experimental
robóticas. Os conhecimentos, materiais instrucionais e ferramentas
de Maricultura (CEMar) mantido pela Univali no município e também na
utilizadas se apoiam nas práticas existentes nos cursos de graduação em
Cooperativa de Maricultores. A equipe atua ainda juntos aos diversos fóruns
Ciência da Computação, Engenharia de Computação e Engenharia Mecânica,
de discussão, informando e capacitando tecnicamente os maricultores no
Mestrado Em Computação e Pós Graduação em Educação.
atendimento à legislação.
Pessoas beneficiadas: 110
Organizações beneficiadas: Produtores da Associação de Maricultores
da Penha (AMAP) e Cooperativa de Maricultores da Penha (Coopermape)
Munícipios envolvidos: Itajaí.
Organizações parceiras: Epagri – Empresa de Pesquisa Agropecuária e
Alunos envolvidos:3
Extensão Rural de SC.
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Pessoas beneficiadas: 100

Munícipios envolvidos: Penha.

Alunos envolvidos: 3

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 102


Água Viva, do Recurso ao Patrimônio.
O projeto visa à popularização de conhecimentos sobre a qualidade e
a importância da água para as comunidades da região de abrangência
da bacia hidrográfica do Rio Itajaí-Açú, e dos Rios Tijucas e Biguaçu. As
atividades envolvem cursos de capacitação, oficinas, palestras, visitas
de estudo e intervenções artísticas. O projeto tem trabalhado para a
compreensão e legitimação da água como um “patrimônio natural”, bem
como a responsabilidade de todos na sua preservação.

Pessoas beneficiadas: 7315

Munícipios envolvidos: Londrina; Balneário Camboriú; Itajaí; Itapema;


Porto Belo; Tijucas.

Alunos envolvidos: 7

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 103


Programa Terra & Mar
O Programa Terra & Mar é produzido para a veiculação no Canal Futura
com o objetivo de divulgar as ações de inovação tecnológica em prol
da sustentabilidade. A linha editorial prioriza a produção de notícias
reportagens relacionadas à temas ambientais e soluções científicas no
manejo de recursos naturais, bem como exemplos de gestão sustentável
e personalidades influentes no cenário ambiental. A produção é uma
parceria da Escola do Mar, Ciência e Tecnologia, do curso de Jornalismo e
TV Univali.

Pessoas Beneficiadas: Não é possível mensurar

Municípios envolvidos: Itajaí/SC

Alunos envolvidos: 3

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 104


5.2 PROGRAMAS INSTITUCIONAIS
INCUBADORA TECNOLÓGICA DE COOPERATIVAS Alunos envolvidos: 7

POPULARES – ITCP Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

A ITCP é um programa institucional de extensão da Univali com o objetivo


de fomentar iniciativas de economia solidária, nas regiões da Grande
Florianópolis e do Litoral Norte de Santa Catarina. O trabalho da Incubadora
está estruturado quatro eixos: comercialização, cooperativas de catadores
de materiais recicláveis, alimentação saudável e políticas públicas. As ações
são voltadas ao atendimento de empreendimentos econômicos solidários
(EES) como cooperativas, associações, e grupos produtivos informais, além
de apoiar outras entidades de apoio e fomento, gestoras e gestores públicos
que atuam na economia solidárias nas duas regiões de atuação da ITCP.
As atividades de incubação possuem caráter interdisciplinar e configuram-
se como assessorias técnicas visando a viabilidade técnica, econômica e
organizativa dos EES, formação em economia solidária, articulação política,
acesso ao crédito, além do desenvolvimento de pesquisas acadêmicas. A
metodologia de trabalho tem se estabelecido dentro de um processo de
adequação sociotécnica voltada para o desenvolvimento de tecnologias
sociais.

Organizações beneficiadas: Públicas e privadas ligadas a empreendimentos


econômicos solidários (EES).

Organizações parceiras: Públicas e privadas ligadas a empreendimentos


econômicos solidários (EES).

Pessoas beneficiadas: 5.521

Munícipios envolvidos: Águas Mornas; Alfredo Wagner; Angelina; Anitápolis;


Antônio Carlos; Balneário Camboriú; Barra Velha; Biguaçu; Bombinhas;
Brusque; Camboriú; Canelinha; Florianópolis; Garopaba; Governador
Celso Ramos; Ilhota; Itajaí; Itapema; Leoberto Leal; Luiz Alves; Major
Gercino; Navegantes; Nova Trento; Palhoça; Paulo Lopes; Penha; Balneário
Piçarras; Porto Belo; Presidente Getúlio; Rancho Queimado; Santo Amaro
da Imperatriz; São Bonifácio; São José; São Pedro de Alcântara; Tijucas.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 105


Jovem Aprendiz
Balneário
Camboriú Itajaí
Visa oportunizar espaços de qualificação pessoal e profissional de
adolescentes e jovens. Promove o ensino e a aprendizagem de conhecimentos
técnicos voltados a área administrativa, para, além disso, garantir o
fortalecimento e ampliação da convivência comunitária e exercício da
cidadania, conforme a lei da aprendizagem 10.097/2000. Em contrapartida,
a universidade oferece, por meio do programa, cursos de pré-qualificação
dos jovens que, posteriormente, serão inseridos no mercado de trabalho
como jovens aprendizes, conforme a legislação e sua regulamentação. O
Programa desenvolve suas atividades em duas diferentes etapas:
São José
Etapa 1 - Qualificação Profissional
Nesta etapa, as aulas/oficinas ocorrem no período de quatro meses, com
c/h de 128 horas. Na etapa de Aprendizagem, os conteúdos são tratados
em conformidade com as orientações do Ministério do Trabalho e Emprego,
tendo c/h e matérias específicas para cada curso. Essa modalidade atua
nos munícipios de Balneário Camboriú e Itajaí.

Etapa 2 – Aprendizagem
Após inserção do jovem no mercado de trabalho, ele continua recebendo
todo suporte técnico do JAU, participando de aulas teóricas e práticas sobre
as atividades relacionadas ao campo de trabalho em que está inserido,
bem como, recebem acompanhamento incluindo sua família até o término
do contrato do jovem na empresa.

Enfatiza-se que a metodologia utilizada no Programa JAU para o


desenvolvimento das atividades compreende um conjunto de técnicas
inovadorwas, desenvolvidas e aplicadas na interação com o público-alvo.
Apresenta-se a prevalência na estratégia da educação popular reconhecendo
o processo de “ação/reflexão/ação” como determinante para desencadear
a transformação da realidade e construção coletiva dos saberes.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 106


Projeto Rondon Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

A Univali anualmente participa das operações do Projeto Rondon, coordenado


pelo Ministério da Defesa. É um projeto de integração social que envolve a
participação voluntária de estudantes universitários na busca de soluções
que contribuam para o desenvolvimento sustentável de comunidades
carentes e ampliem o bem-estar da população e busca aproximar esses
estudantes da realidade do País, além de contribuir, também, para o
desenvolvimento das comunidades assistidas.
As atividades realizadas pelos rondonistas, como são chamados os professores
e estudantes universitários que participam do Projeto, concentram-se nas
áreas de comunicação; cultura; direitos humanos e justiça; educação; meio
ambiente; saúde; tecnologia e produção e trabalho.

Pessoas beneficiadas:

Operação Parnaíba (Conjunto C) – 680 ações de cobertura jornalística -


3.500 pessoas


Operação Pantanal (Conjunto C) - 361 ações de cobertura jornalística


– 2.100 pessoas


Operação Palmares (Conjunto A) - 39 ações de cultura, direitos humanos,


justiça, educação e saúde - 2100 pessoas

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 107


Programa Uninclui Programa de Atenção Nutricional a População
O Uninclui é o programa de inclusão da pessoa com deficiência na UNIVALI.
de Itajaí e Região – PANPIR
O programa realiza atendimentos, orientações e gerencia um banco de
Presta atendimento Nutricional à população de Itajaí e região da Amfri por
currículos. Desenvolve ações para contribuir com a conscientização,
meio de consultas individualizadas e de realização de ações sociais para
sensibilização sobre a importância da inclusão da pessoa com deficiência
a comunidade.
no ambiente do trabalho.
Para que a colocação no trabalho seja realizada com qualidade e de forma
Pessoas beneficiadas: 2.188
efetiva, os colaboradores são acompanhados nos primeiros meses de
trabalho. Os setores onde se encontram os funcionários também recebem
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Brusque;
orientação sobre deficiência, inclusão e legislação e se necessário são
Camboriú; Ilhota; Luiz Alves; Navegantes; Balneário Piçarras; Porto Belo.
realizadas adaptações físicas e tecnológicas contribuindo com a acessibilidade.
O programa possui também parcerias internas e externas a Universidade,
Alunos envolvidos: 268
o que são de extrema importância para a qualidade e ampliação.
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Organizações parceiras: COMADEFI, INSS, APAE/Capacite, Secretaria de
Desenvolvimento Econômico – Itajaí.

Pessoas beneficiadas: 512

Munícipios envolvidos: Itajaí, Balneário Camboriú, Biguaçu, Florianópolis,


Camboriú, São José, Navegantes.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 108


Assistência Social no Escritório Modelo de
Advocacia
Laboratório de prática jurídica com objetivo é resolver conflitos sociais
trazidos pela comunidade e, através das diferentes técnicas consensuais
buscar uma solução, visando evitar a propositura demandas judiciais. As
atividades vão desde o preenchimento de formulários para órgão públicos,
realização de sessões de conciliação e/ou mediação, até a elaboração de
peças processuais e demais atos que se fizerem necessários. Toda esta
produção desenvolvida pelos acadêmicos é realizada sob a supervisão
dos professores/advogados especialistas em cada área.

Organizações parceiras: Prefeitura Municipal de Itajaí; Poder Judiciário-


Tribunal de Justiça; Ordem dos Advogados do Brasil – OAB/SC; Tribunal
Regional Federal da 4 Região; Câmara de Vereadores de Itajaí; Secretaria
de Estado da Justiça e Cidadania; Defensoria Pública do Estado de SC.

Pessoas beneficiadas: 20.670

Munícipios envolvidos: Itajaí; Navegantes; Balneário Piçarras; Balneário


Camboriú; Camboriú; Itapema; Porto Belo; Tijucas; Biguaçu; São José;
Penha; Canelinha; Antônio Carlos e Governador Celso Ramos,

Alunos envolvidos: 1.222

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 109


Clínicas Odontológicas Clínica de Psicologia
Objetivando promover a melhoria da qualidade de vida com a promoção Presta atendimentos gratuitos, visando a promoção e cuidado em saúde
de saúde bucal através de atividades educativas, preventivas e curativas. mental para a comunidade de Itajaí e região desde 1991. Em todos esses
Seu objetivo é contribuir por meio de suas estruturas clínicas promovendo anos a demanda de atendimentos tem aumentado, o que demonstra o
saúde bucal da comunidade atendida, proporcionando assim a melhoria reconhecimento das pessoas e instituições aos serviços prestados pela
do bem-estar geral. Clínica.

Organizações parceiras: Secretaria de Estado da Saúde - SC; Ministério Pessoas beneficiadas: 560
da Saúde - Núcleo Estadual do Ministério da Saúde - SC.
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Barra Velha; Brusque;
Pessoas diretamente: 4.200 Camboriú; Gaspar; Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha;
Balneário Piçarras; Porto Belo; Tijucas.
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Ilhota; Itajaí;
Itapema; Luiz Alves; Penha; Porto Belo; Piçarras. Alunos envolvidos: 187

Alunos envolvidos: 270 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 110


Clínica de Fisioterapia Centro Especializado em Reabilitação Física e
Atendimento à comunidade em geral com objetivo de desenvolver
Intelectual (CER II Univali)
competências, habilidades e atitudes que envolvam uma abordagem integral
Parceria habilitada pelo Ministério da Saúde conforme portaria nº 1.357/2013
do indivíduo no processo saúde-doença, a partir de estratégias e recursos
e realizado por equipe multiprofissional da clínica de Fisioterapia acontece
fisioterapêuticos no ambiente ambulatorial. A assistência prestada dentro
a Reabilitação Física e Intelectual dos pacientes. Na reabilitação física:
da Clínica propicia à comunidade atendida uma abordagem interdisciplinar
adultos e crianças com: Sequelas de Traumas; Lesão Medular; Sequela
e multiprofissional voltada ao cuidado integral do processo saúde-doença,
de Acidente Vascular Encefálico (AVE); Amputações; Traumatismo Crânio
sendo este espaço considerado uma referência para as pessoas da nossa
Encefálico (TCE); Doenças Neuromusculares; Paralisia Cerebral; Síndromes
região.
Genéticas que comprometam o aparelho locomotor; Mielomeningocele;
Malformações Congênitas; Paralisia Infantil; Neuropatias; Outros. Na
Pessoas beneficiadas: 1.068
reabilitação intelectual: Crianças de 0 a 12 anos com Transtornos do Espectro
do Autismo (TEA); Autismo Infantil, Síndrome de Asperger; Transtorno
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú;
Global do Desenvolvimento Sem Outra Especificação
Ilhota; Itajaí; Itapema; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras;
Porto Belo; Tijucas.
Organizações parceiras: Fundo Municipal de Saúde de Itajaí - Secretaria
Municipal de Saúde e Ministério da Saúde.
Alunos envolvidos: 117
Pessoas beneficiadas: 405
Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):
Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Bombinhas; Camboriú; Ilhota;
Itajaí; Luiz Alves; Navegantes; Penha; Balneário Piçarras; Porto Belo.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 111


Terapeutas da Alegria
Auxilia na formação de profissionais da saúde preocupados com a qualidade
de vida do paciente, capazes de abordá-lo de forma integral e interdisciplinar,
colaborando para a melhoria do atendimento nos estabelecimentos de
saúde, além de incentivar o trabalho voluntário e integrar os acadêmicos
de diversos cursos, enfatizando a importância do trabalho e da abordagem
generalista ao paciente. As visitas nos hospitais e instituições ocorrem
semanalmente no Hospital Infantil Pequeno Anjo, no Serviço de Atenção
à Saúde Auditiva - SASA, no Hospital e Maternidade Marieta Konder
Bornhausen e no Hospital da Unimed BC.

Organizações beneficiadas: Hospital Marieta; Hospital Unimed; Asilo


Dom Bosco; SASA Univali.

Pessoas beneficiadas: 5631

Munícipios envolvidos: Itajaí; Balneário Camboriú; Camboriú; Navegantes.

Alunos envolvidos: 79

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 112


Hospital Universitário Pequeno Anjo – HUPA
Mantido pela Fundação Univali até 11.10.18, com parceria com o Sistema
Único de Saúde – SUS, bem como outros convênios o hospital prestou
serviços de atendimentos de urgência e emergência 24 horas, internações
clínicas e cirúrgicas, internações em unidades de terapias intensivas,
internações de leitos de retaguarda clínica, além de serviços de diagnósticos
por imagem e análises clínicas. O Hospital contava com várias comissões
que ajudavam a manter a qualidade dos serviços, a saber: Comissões de
Padronização e Farmácia Terapêutica, de Controle de Infecção Hospitalar,
de Gerência de Risco, de Terapia Nutricional Enteral e Parenteral, Análise
de óbito, Revisão de Prontuário, de Intra-Hospitalar de Doação de Orgãos e
Tecidos, Agência Transfusional, Cipa e Comissão da Qualidade Hospitalar.

Pessoas beneficiadas: 29.052

Munícipios envolvidos: Itajaí/SC

Alunos envolvidos: 352

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 113


5.3 Ações Comunitárias
São ações pontuais de curta duração desenvolvidas através dos cursos e da gestão da instituição,
envolvendo colaboradores e alunos em prol de uma demanda comunitária.

Imagem

Fonte: Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários/ Setor de Filantropia e Responsabilidade Social, 2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 114


Relatório de Sustentabilidade 2018 | 115
Programa de Eficiência Energética Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS:

Em 2016, a Fundação Univali iniciou a elaboração de dois Programas de Eficiência


Energética que contemplavam o desenvolvimento e aprovação junto à Celesc, para
modernização do processo e de sistemas de consumo de energia (iluminação,
climatização e equipamentos). O primeiro Programa foi aprovado em 2017 através
da Chamada Pública PEE Celesc nº 001/2016 da Agência Nacional de Energia Elétrica
(Aneel) com foco no programa Educação + Eficiente. As ações previstas neste
Programa foram executadas ao longo de 2018, iniciando com a instalação de 596
painéis fotovoltaicos no campus Centro Biguaçu – uma usina de geração de energia
renovável com potência instalada de 157kW.

Além disso, foram substituídos 81 equipamentos de ar condicionado modelo


janela e piso teto, por outras 133 novas unidades modelo Split Inverter. O projeto
também envolveu os sistemas de iluminação, com a substituição de 1,4 mil lâmpadas
fluorescentes por lâmpadas tubo LED. Os campi Itajaí e Balneário Piçarras também
foram contemplados com novo sistema de iluminação. Nas três unidades, ao todo,
foram trocadas 8,3 mil lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas tubo LED.
Ainda em 2018, a instituição teve a aprovação do segundo Programa de Eficiência
Energética através da Chamada Pública PEE CELESC nº 001/2017. Este projeto faz
parte do planejamento estratégico da Univali de eficientização de suas unidades
e será realizado ao longo de 2019 nos campi universitários de Itajaí, Balneário
Piçarras, Biguaçu Centro, Balneário Camboriú e Tijucas.

O primeiro Programa aprovado encontra-se em fase final de implantação e com os


resultados prévios já foi possível identificar os impactos positivos com a modernização
das instalações. No campus Biguaçu Centro espera-se que a capacidade instalada do
sistema fotovoltaico para gerar energia seja capaz de torna o campus Zero Energia.
O processo funciona da seguinte forma: durante o dia o sistema fotovoltaico gera
mais energia do que consome e fornece o excedente para a rede da Celesc. À noite,
inverte-se, e o campus consome de volta a energia da rede da Celesc, enquanto o
sistema fotovoltaico não gera energia alguma. Esse processo repete-se todos os
dias no ano, de modo que o saldo final é ZERO.

A outra fonte de energia elétrica utilizada é proveniente de pequenas centrais


hidroelétricas (PCH), valorizando as pequenas e microempresas fornecedoras de
energia, promovendo fonte de recursos para o produtor rural e menor impacto ao
meio ambiente.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 116


Gerenciamento de Produtos Químicos Gerenciamento de Resíduos
Após todas as melhorias implantadas nos anos anteriores no que tange A geração de resíduos na universidade configura-se um importante ponto
à questão do gerenciamento dos produtos químicos na instituição, como de atenção e controle tanto pelas características de cada resíduo quanto
criação de almoxarifado específico e controle de estoque, houve redução pela quantidade gerada. O campus Itajaí possui o Plano de Gerenciamento
significativa de, aproximadamente, 50% na compra de produtos químicos de Resíduos Sólidos implementado e mantido cujo objetivo é minimizar
em relação aos dois últimos anos, evidenciando o feedback positivo, sem a produção de resíduos sólidos e proporcionar aos resíduos gerados,
prejuízo às atividades de ensino, pesquisa, extensão e prestação de serviços. um encaminhamento seguro, de forma eficiente, visando à proteção da
Além disso, houve maior segurança no armazenamento e transporte, comunidade acadêmica, a preservação da saúde pública, dos recursos
maior sensibilização dos técnicos e professores para o uso consciente dos naturais e do meio ambiente.
insumos e, diminuição na geração de resíduos.
O total de resíduos inventariados neste campus em 2018 foi de 385 toneladas,
uma média de geração de 32 toneladas mensais. 295 toneladas são resíduos
classificados como Classe I (perigosos) os quais, após tratamento prévio
tiveram como destino o aterro sanitário, aterro industrial, cooprocessamento,
incineração ou reciclagem. 90 toneladas são resíduos classificados como
Classe II os quais foram destinados à reciclagem ou aos aterros sanitário e
de construção civil. Os resíduos recicláveis e os não recicláveis provenientes
da coleta seletiva não foram contabilizados.

O resíduo orgânico coletado nas lanchonetes e restaurantes do Campus


Itajaí foi tratado e transformado em composto tipo Bokashi, o qual retorna
ao campus como adubo orgânico para os jardins. Uma breve pausa no
processo ocorreu em novembro para realocar a estrutura em outro campus.
Os demais campi possuem diversas boas práticas e manejo adequado dos
resíduos, como destinação de resíduos recicláveis à reciclagem e coleta
de tampinhas de garrafas e lacres de latinhas, os quais são destinados à
Comparativo de valores gastos com a compra de produtos químicos itens projetos sociais do município.
de estoque ao longo dos anos.
Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS
Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS:

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 117


Campanha Redução de Descartáveis
Em julho, a Univali lançou a Campanha Redução de Descartáveis focando a
não utilização de copos descartáveis, mexedores de café e canudos plásticos.
O vídeo institucional apresentou dados de consumo do ano anterior, o
qual foi de 2 milhões de copos utilizados e seu impacto ambiental no
planeta. O convite de incentivo se estendeu à cada membro da comunidade
universitária, sensibilizando-os a trazerem uma caneca, copo ou qualquer
item reutilizável.

Com a hashtag #adoteumacaneca, os funcionários e alunos aderiram ao


movimento, resultando em uma redução de 39% no consumo de copos
plásticos nos primeiros cinco meses de campanha, ou seja, 348.000 deixaram
de impactar o meio ambiente bem como, houve uma economia de R$
9.000,00 na compra desses itens.
Link de acesso ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=NPgrumNl4NA

2017

2018

Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS:

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 118


Campanha Redução do consumo de papel A4 Objetivos do Desenvolvimento Sustentável – ODS:

A Univali finalizou 2018 lançando a Campanha para redução do consumo de


papel. Por meio de um vídeo institucional, toda a comunidade acadêmica
teve acesso aos números de consumo de papel tipo A4, via e-mail e em
diversas plataformas online. O vídeo também apresentou os impactos
ambientais do consumo e dicas para redução como “imprimir somente
o necessário”, “imprimir frente e verso”, “utilizar alternativas digitais” e
“revisar o documento antes da impressão”.
Link de acesso ao vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=jwyTpxh6uXo
Os indicadores se mostraram positivos já nos primeiros dois meses de
campanha, apresentando uma redução de 46% (equivalente à 633.500
folhas) no consumo de folhas de papel A4 em relação ao mesmo período
de 2017, conforme demonstra o gráfico abaixo. Consequentemente,
evitou-se o descarte de 475kg de resíduos de papel diminuindo o impacto
ambiental. Além disso, a partir de julho de 2018 optou-se pela compra de
papel produzido a partir de resíduos da indústria açucareira. O bagaço
de cana que seria incinerado ou aterrado é reaproveitado e reinserido na
cadeia produtiva de forma sustentável, e transformado em papel.

Comparativo do consumo de copos descartáveis


180ml nos primeiros meses de campanha

2017

2018

Fonte: Diretoria de Planejamento e Finanças da Fundação Univali/


Coordenadoria de Investimentos e Infraestrutura, 2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 119


Gerenciamento de efluentes Jardins comestíveis sustentáveis na perspectiva
da agricultura orgânica
As atividades institucionais são fontes geradoras de efluentes e, para
diminuir o impacto ambiental desta geração, métodos alternativos e
Os jardins da universidade seguem a proposta conceitual de Fernando
sustentáveis de tratamento foram implantados ao longo dos anos. No
Chacel – Ecogenese, em que as interferências realizadas no ambiente
Campus Itajaí, uma Bacia de Evapotranspiração (BET) trata os efluentes
buscam um modelo de design sustentável. O desenho do lugar, na procura
do Bloco C5 por meio da planta capim Vetiver - Chrysopogon zizanioides.
da sustentabilidade, mobiliza outro olhar para o espaço com espécies
O capim consome toda a matéria orgânica transformando-a em biomassa
permanentes com baixa manutenção, contemplando um resgate da cultura
e não há excedentes. Já os efluentes domésticos gerados pelo Bloco 1 do
da jardinagem voltada para a alimentação saudável. Áreas entre blocos
Laboratório de Tecnologia em Itajaí e pelo Bloco 2 do Campus Balneário
são hortas com flores, ervas, temperos e pequenas frutas com cobertura
Camboriú, são tratados por meio de Zona de Raízes, onde o efluente
seca para proteção dos solos, todos os cultivos são orgânicos.
percorre uma área de plantio com o mesmo capim e o excedente tratado é
enviado para coleta de esgoto municipal. Análises químicas demonstraram
A proposta de jardins comestíveis tem um apelo contemporâneo e lúdico,
eficiência de 99% no consumo de bactérias termogênicas.
de transformar espaços urbanos em jardins com espécies comestíveis,
envolvendo a comunidade usuária, que interage no espaço do campus. A
Outra parte do efluente proveniente dos laboratórios do Campus Itajaí,
comunidade tem interesse nas espécies nativas conhecidas como Plantas
cerca de 240 toneladas, foi enviada para tratamento externo por empresa
Alimentícias Não Convencionais (PANCs), hortaliças, verduras e frutas.
especializada.
Assim, nos jardins orgânicos o processo de aprendizagem acontece de
ODS:
forma prazerosa e alegre.
ODS:

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 120


Relatório de Sustentabilidade 2018 | 121
7.1

Arte e Imagem

Cultura
Oportuniza para toda a comunidade a apreciação
pela arte como um todo, pois conviver com arte
é contribuir para o aprendizado e apreciação do
abstrato, da filosofia e das manifestações individuais,
confluindo para o amadurecimento, formação e
articulação no cenário cultural brasileiro. Congregam- Grupo de Dança Univali
se os cursos de extensão na área, audições e todas
as oportunidades que envolvam as formas de Composto por acadêmicos e voluntários que participam de oficinas de criação, aulas de técnica
manifestações da arte e da cultura. de dança e desenvolvem coreografias de contemporâneo e danças urbanas para apresentar
em diversos eventos do calendário municipal e estadual, e nos campi da Univali. Desenvolve a
cultura da dança no ambiente universitário, foi destaque nos festivais de dança em que participou,
conquistando premiações importantes. Em 2018, foi contemplado no Edital de Compra de
Espetáculos da Fundação Cultural de Itajaí, que permitiu a realização do espetáculo intitulado
“O OUTRO” em diversos eventos da cidade e no Edital de Cadastramento de apresentações para
Volvo e Marejada promovido pela Secretaria de Turismo de Itajaí. Em 2018, participou de 15
eventos e realizou 75 apresentações, dentre eles o 8º FENUDI - Festival Nacional Universitário
de Dança de Itajaí que realiza troca de experiências entre grupos Universitários.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 122


Música
Visando a melhoria no atendimento aos acadêmicos e a comunidade em
geral o projeto “Aulas de Extensão em Música”, ofereceu seis cursos de
instrumentação musical à comunidade interna e externa da Instituição.
São realizadas práticas musicais com conteúdo em rítmica, harmonia e
melodia (canto e instrumental), com aplicação de um repertório específico
a cada aluno. Além de esclarecer as especificidades dos instrumentos,
também são oferecidas aulas teóricas e práticas.

Arte em Movimento
Busca a pesquisa e a valorização das grandes obras de compositores
brasileiros, realizando apresentações em eventos culturais da região, em
abertura de exposições, seminários, simpósios, fóruns da instituição e da
comunidade em geral, e desta forma colaborando principalmente para
a formação de plateia da crítica e cultural. Os grupos deste projeto são
formados pelo Coral Infanto-juvenil, Coral adulto, Voz Universitária, Banda
Univali e Grupo Instrumental e que realizaram 433 apresentações no ano
de 2018.

Tem Música na Biblioteca


Promove e estimula os talentos artísticos da universidade. Semanalmente,
acontecem apresentações musicais no Hall da Biblioteca Central Comunitária
da Univali, com repertório que abrange variados gêneros de Música Popular
Brasileira e internacional. Neste ano foram realizadas 53 apresentações
no Hall da biblioteca central comunitária Univali, Campus Itajaí.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 123


Aulas de Extensão em Teatro

Contribui para o desenvolvimento humano e o aprendizado na arte da


interpretação. Com intuito de levar aos alunos do Colégio de Aplicação
Univali, conhecimentos sobre o teatro e as artes cênicas, baseia-se em um
curso de iniciação teatral para desenvolver a comunicação oral, corporal
e o trabalho em grupo, direcionados para das áreas como: raciocínio,
agilidade, improvisação, imaginação e criatividade.

Música na Odonto

Acontece no hall de atendimento do curso de Odontologia, tem o intuito de


motivar tanto os pacientes como os colaboradores que ali se encontram,
pois, a música é capaz de trabalhar diversas áreas do cérebro e ativar
diversas conexões, aliviando o estresse e aumentando a concentração.

Música nas Feiras Eco Solidária

Apoio com atrações artísticas em todas as edições da Feira Eco Solidária, e


fomenta ainda mais esse ambiente de intercâmbio reforçando a identidade
cultural, além de atrair um público maior, também influencia em todos os
aspectos que envolvem o ambiente entre os colaboradores e visitantes.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 124


14º Festival Cultural Univali palestras, grafite, seções de cinema e troca
de experiências. Participaram acadêmicos
de intercambio e visitantes.
A programação do 14º Festival Cultural
Univali contemplou diversas atividades: f) Instituto Crescer - Projeto de Promoção
a) 14° Mostra Cultural, com várias da Saúde, com oito apresentações teatrais
apresentações de dança, teatro, música, feitas pelos alunos deste projeto, em frente
exposições de livros, de artes plásticas, à Biblioteca Central.
apresentações itinerantes e Feira Eco
Solidária. g) Cerimônia de 54 anos de Ensino Superior,
realizada no Teatro Adelaide Konder, com
b) 8º FENUDI - Festival Nacional Universitário entregas de troféus para 20 bolsistas de
de Dança de Itajaí é um evento contemplado produtividade do CNPq, certificados para
pelo Edital de Apoio a Eventos Culturais 27 novos doutores e com homenagens a
Comunitários. Teve a participação de 171 256 veteranos.
bailarinos distribuídos em cinco grupos
de universitários de Dança e 10 grupos de h) Teatro do Grupo do Colégio de Aplicação
Dança com a realização de 14 apresentações da Univali, com a peça A Megera Domada, de
de dança em palcos alternativos na Univali, William Shakespeare, com lotação máxima
um espetáculo de Dança do Grupo de Dança do Teatro Adelaide Konder.
Univali e 27 apresentações de dança na i) Mostra Cultural itinerante - Campus de
Mostra Principal no Teatro Municipal de Biguaçu, Kobrasol, Florianópolis e São José,
Itajaí. com várias apresentações de dança, música,
exposições e mostras culturais.
c) AFUVI Cult, em sua segunda edição, com
a participação de inúmeros colaboradores, j) Mostra Cultural Univali - Campus Balneário
em apresentações musicais e teatrais, fez Camboriú, teve na sua programação
valer a contribuição dos grandes talentos exposições de artes e mostras culturais.
da Instituição. As parcerias foram mantidas e ampliadas,
como na participação nos conselhos da
d) 5ª Tarde Cultural Inclusiva em comemoração Comissão Municipal de Políticas Culturais,
ao Dia do Surdo (SAPS), realizada Teatro Conservatório de Música de Itajaí, Museu
Adelaide Konder, onde aconteceram 13 Histórico de Itajaí, Sesc, Fundação Genésio
apresentações e um total de 81 artistas Miranda Lins e eventos realizados por vários
especiais, envolvidos em apresentações setores da Instituição.
teatrais e de dança.

e) International Week, realizado dentro do


hall da biblioteca Central, onde aconteceram

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 125


Sistema Educativo de Rádio e TV Univali

Jornalismo independente, participação da comunidade, programas


alternativos, música de qualidade, profissionais, professores e alunos
lado a lado, são os pilares fundamentais que ditam as diretrizes do
Sistema Educativo de Rádio e TV Univali. Seu compromisso é levar
informação, cultura e entretenimento à região de Itajaí. Mantido pela
Fundação Univali, o Sistema é composto pela Rádio Educativa Univali FM
(94,9 MHz) e pela TV Univali (Canal 15 da NET), tem direcionamento de
foco na educação pregando o respeito ao ser humano e a pluralidade
de ideias. Com uma programação direcionada à educação, cultura,
informação e entretenimento, contribui para complementar a formação
escolar, divulgar a produção científica da Universidade, os valores
culturais e artísticos da região e, sobretudo, incentivar o debate de
ideias e a liberdade de expressão junto às comunidades de sua área
de abrangência. Seus programas contribuem para a construção da
cidadania e preservação da identidade cultural da região.

Rádio Univali
Música, cultura e informação. Esta é a receita da programação
da Rádio Educativa Univali FM. Com uma programação no estilo
adulto contemporâneo, reunindo MPB, o pop, o rock, a produção
catarinense e sucessos internacionais. O ecletismo de sua seleção
musical é um diferencial importante da emissora e a faz referência,
principalmente na cidade de Itajaí. Possui uma linha editorial com
liberdade e independência para divulgar o que há de mais expressivo
dos mais importantes movimentos musicais. Outro ponto alto é a
programação jornalística que se caracteriza por apresentar conteúdos
inéditos, apurados por jornalistas profissionais e acadêmicos.

A Rádio Educativa Univali FM – 94,9 MHz opera em classe B1, com 20


killowatts de potência. Seu sinal abrange uma área de 40 quilômetros
de raio, com alcance em mais de trinta municípios ao redor da sede,
em Itajaí. A Univali FM pode ser sintonizada também em todo mundo
pelo site: univali.br/radio e aplicativos como o TuneIn e o Rádios.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 126


Museus
Museu Oceanográfico

Está entre os quatro principais acervos de história natural do Brasil, sendo que
na temática oceanográfica é o maior da América Latina. Cuida e desenvolve
coleções de referência, agregando o maior número de espécies marinhas,
auxiliando e possibilitando pesquisas taxonômicas e biogeográficas, formando
assim um dos melhores retratos do conjunto da biodiversidade do litoral
brasileiro. Além disso, divulga e expõe as características do nosso patrimônio
biológico marinho para a educação e para o deleite do público que nos visita.
Nossos números

• A maior coleção privada de tubarões e raias do mundo (9.900 espécimes);
• A maior coleção de tartarugas marinhas da América do Sul (400 espécimes);
• A maior coleção de mamíferos marinhos do Brasil (600 espécimes);
• A segunda maior coleção de aves marinhas do Brasil (650 espécimes)
• A maior coleção de peixes marinhos do sul do Brasil (7.300 espécimes);
• A maior coleção de invertebrados marinhos do sul do Brasil (8.000 espécimes);
• A maior coleção de conchas do Brasil e segunda da América Latina (90.000
espécimes).

Ecomuseu
É um espaço cultural que atua no resgate e na valorização dos costumes, dos
hábitos e da história das comunidades litorâneas de Santa Catarina. Suas
exposições, de longa ou de curta duração, oferecem oportunidades de divulgação
e de preservação do patrimônio natural e cultural da região. É um atrativo
diferenciado que reforça os vínculos, entre as pessoas e o ambiente através
da integração de atividades educacionais e turísticas.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 127


7.2

Esporte
Promove a prática desportiva dentro do ambiente
acadêmico, no intuito de melhorar a qualidade de
vida e fomentar o esporte de desempenho. A prática
de esportes beneficia a sociedade, pois reduz a
probabilidade de aparecimento de doenças e contribui
para a formação física e psíquica. Para as pessoas que
buscam qualidade de vida, a Universidade oferece
horários de Práticas Desportivas, onde são desenvolvidas
atividades gratuitamente para acadêmicos, alumni
(egressos), professores e colaboradores. Além destas
ações também são oferecidos cursos de extensão com
baixo custo. O Setor de Esportes também organiza
eventos esportivos, como os Jogos Internos da Univali
(JIU). No incentivo ao esporte de desempenho, a Univali
compete nos Jogos Universitários (JUCs e JUBs) e nos
Jogos Escolares Municipais.
Fonte: Vice-Reitoria de Extensão e Assuntos Comunitários/ Setor de Esportes, 2019

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 128


Movimenta-se e Viva Melhor Univali: musculação.
A atividade física é fundamental à promoção da saúde e, a sua prática constitui
uma das mais eficazes maneiras de se construir o ser humano – física, mental e
afetivamente. Com esse entendimento, a Área de Esportes da Univali apresenta o
programa de prática desportiva de musculação, para proporcionar a comunidade
interna e externa a oportunidade de participar de um programa de atividade física,
promovendo a integração dos participantes e a melhora da sua qualidade de vida
com objetivo de orientar e prescrever exercícios físicos associando atividades
relacionadas aos objetivos dos praticantes (aptidões físicas, estéticos, desempenho,
etc.).

Pessoas beneficiadas: 300

Alunos envolvidos: 210

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 129


Prática Desportiva da Univali
A atividade física é fundamental à promoção da saúde e, a sua prática constitui
uma das mais eficazes maneiras de se construir o ser humano – física, mental e
afetivamente. Com esse entendimento, a Área de Esportes da Univali apresenta o
projeto Prática Desportiva, que consta de um programa de atividades esportivas de
basquetebol, futsal, handebol, natação e voleibol, para proporcionar a comunidade
interna a oportunidade de participar de atividades físicas, promovendo a integração
dos participantes e a melhoria de sua qualidade de vida.

Pessoas beneficiadas: 800

Alunos envolvidos: 800

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 130


UNIVALI rumo aos Jogos Universitários Catarinenses
- JUB’s 2018
O esporte é fundamental à promoção da saúde e, a sua prática constitui uma das
mais eficazes maneiras de se construir o ser humano – física, mental e afetivamente.
Com esse entendimento, a Área de Esportes da Univali proporciona por meio do
Projeto, aos acadêmicos desta instituição, a oportunidade de participar de um
evento esportivo estadual, Jogos Universitários Catarinenses - JUC’s, promovendo
a integração do educando e a melhoria de sua qualidade de vida.

Jogos Universitário Catarinense – Handebol Masculino - 13/07 a 16/07 em Lages/


SC – Campeão

Alunos envolvidos: 18

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 131


UNIVALI rumo aos Jogos Universitários Brasileiros -
JUB’s 2018

O esporte é fundamental à promoção da saúde e, a sua prática constitui uma das


mais eficazes maneiras de se construir o ser humano – física, mental e afetivamente.
Com esse entendimento, a Área de Esportes da Univali proporciona por meio do
Projeto, aos acadêmicos desta instituição, a oportunidade de participar de um
evento esportivo estadual, seletivo para o Jogos Universitários Brasileiros - JUB’s,
promovendo a integração do educando e a melhoria de sua qualidade de vida.

Resultados: Jogos Universitários Brasileiros: Atletismo: 02 medalhas de ouro e


01 medalha de prata; Vôlei de Praia: medalha de bronze. Nos Jogos Universitários
Brasileiros: Handebol masculino: prata; Atletismo: 01 bronzes.

Alunos envolvidos: 18

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 132


Jogos Internos da UNIVALI - JIU

O esporte é, reconhecidamente, fundamental à promoção da saúde e sua prática


constitui uma das mais eficazes maneiras de se construir o ser humano – física, mental
e afetivamente. Com esse entendimento, a Área de Esportes da UNIVALI apresenta
o projeto dos Jogos Internos da UNIVALI, para proporcionar a comunidade interna
desta instituição a oportunidade de participar de um evento esportivo, promovendo
a integração e a melhoria da qualidade de vida. Por meio desta ação realizada, os
acadêmicos, egressos, funcionários e professores da Univali participaram de forma
efetiva do JIU 2018, podendo aprimorar o seu desenvolvimento esportivo e social.

Pessoas beneficiadas: 471

Alunos envolvidos: 436

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 133


Palestra para Atletas e comunidade: Combate as
drogas e uso de indiscriminado de remédios
Oportunizar e orientar atletas e comunidade a prevenção e combate de drogas e
uso indiscriminado de remédios, promovendo a integração dos participantes e a
melhora da sua qualidade de vida com objetivo de orientação.

Alunos envolvidos: 50

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 134


UNIVALI rumo aos Jogos Abertos de Santa Catarina
- JASC e Joguinhos Abertos de Santa Catarina 2018
O esporte é fundamental à promoção da saúde e, a sua prática constitui uma das
mais eficazes maneiras de se construir o ser humano – física, mental e afetivamente.
Com esse entendimento, a Área de Esportes da Univali proporciona por meio do
Projeto, aos acadêmicos desta instituição, a oportunidade de participar de um evento
esportivo estadual, JASC e Joguinhos de Santa Catarina, promovendo a integração
do educando e a melhoria de sua qualidade de vida.

Joguinhos – Categoria Juvenil - 21/07 a 26/07 em Curitibanos/SC – Campeão


Jasc – Categoria Adulto - 11/09 a 16/09 em Caçador/SC Campeão

Munícipios envolvidos: Balneário Camboriú; Itajaí.

Alunos envolvidos: 50

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS):

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 135


Judô, Gabriel Scomearin Pio. Karatê, Gabriel Kruger Galarça.
Atleta bolsista da modalidade Judô, Gabriel Scomearin Pio, 14 anos, teve as Gabriel Kruger Galarça, 15 anos, aluno do Ensino Médio do CAU, foi vice-campeão
seguintes conquistas em 2018: do Campeonato Sul-Americano, realizado em abril 2018 em Guayaquil, no Equador.
- Bicampeão sul-brasileiro
- 4 vezes campeão estadual
- Campeão dos Jogos Escolares de SC (Jesc)
- Campeão nas Olimpíadas Escolares de SC (Olesc)
- 4º Lugar nas Olimpíadas Escolares Brasileiras

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 136


Velejadora mirim, Brenda Furlin. Delegação brasileira na modalidade voleibol, atleta
Atleta Brenda Furlin, aluna CAU, disputou o 40º Campeonato Sul-Brasileiro de Bernardo Adam Tozzo.
Optimist. Ela é velejadora mirim do Itajaí Sailing Team (IST) e aos 14 anos já
conquistou diversos prêmios por equipe desde que passou a integrar o grupo. O atleta Bernardo Adam Tozzo, aluno CAU, participou dos Jogos Escolares Sul-
A estudante também obteve colocações de destaque na classe Optimist, que Americanas, que ocorreu na cidade de Arequipa, no Peru. O atleta integra a
compete pelo Iate Clube de Santa Catarina – Veleiros da Ilha (ICSC). delegação brasileira na modalidade de voleibol.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 137


Relatório de Sustentabilidade 2018 | 138
Balanço Social

A Fundação, na condição de educação e assistência social sem finalidade de lucros, goza da imunidade tributária no que se refere ao seu patrimônio, sua renda e seus serviços
para o desenvolvimento de seus objetivos institucionais (art. 150, inciso V, alínea “c” da CF/88), sendo também detentora da isenção tributária sobre as contribuições sociais
destinadas ao financiamento da seguridade social enquanto entidade portadora do Certificado de Entidade Beneficente de Assistência Social – CEBAS (art. 195, § 7º da CF/88),
atendendo também aos requisitos estabelecidos pela legislação infraconstitucional para a manutenção destas imunidades/isenções, estando sujeita à inspeção e aceitação
pelas autoridades competentes por períodos variáveis de tempo e a eventuais lançamentos adicionais.

Demonstrações do Resultado
As demonstrações financeiras estão apresentadas em milhares de reais e foram elaboradas em conformidade com as práticas contábeis adotadas no Brasil, de acordo com
as disposições da legislação societária brasileira, considerando as alterações introduzidas nas Leis n° 11.638/07, 11.941/09, 11.096/2005, 12.101/2009, pela Norma Brasileira
de Contabilidade Técnica Geral NBC TG 26 (e alterações) - Apresentação das Demonstrações Contábeis e pela Interpretação Técnica Geral ITG 2002 (e alterações) – Entidade
Sem Finalidade de Lucros.

Previdência Privada

Reapresentado

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 139


Líquida

(7.795)

Despesas

Resultado Operacional

634

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 140


Demonstração do Valor Adicionado
Sendo a UNIVALI uma importante instituição para a região do Vale do Itajaí, gerou no ano de 2018 o Valor Adicionado Total a distribuir de 363 milhões, representando a contribuição da
Fundação para a formação do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro e para o desenvolvimento econômico regional da sociedade. O Valor Adicionado foi mensurado pelo total das receitas
auferidas de prestação de serviço e demais recursos, considerando as deduções referente os custos e despesas para execução das atividades e as depreciações do patrimônio.

Impostos, taxas e contribuições

Retenções

*Houve mudanças de critérios na apresentação da DVA, sendo 2017 reapresentado nos mesmo critérios de 2018

R e l a t ó r i o d e S u s t e n t a b i l i d a d e 2 0 1 8 | 1 41
Indicadores Monetários e Sociais
Os indicadores monetários e sociais demonstram a alocação
dos recursos recebidos pela Fundação UNIVALI na valorização e
no aperfeiçoamento de seus colaboradores e benefícios para a
comunidade acadêmica.

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 142


*Houve mudanças de critérios na apresentação dos indicadores sociais internos.

Indicadores Sociais Externos Em reais % s/ receita bruta


Bolsas de estudo ao corpo discente 2018 2017 2018 2017 2018 2017
Filantropia/ProUni 85.658.296 84.273.326 17,62% 18,57% 5.898 6.366
Pesquisa/Extensão 3.103.817 3.390.382 0,64% 0,75% 648 729
Outras 14.373.859 13.255.522 2,96% 2,92% 6.856 6.434
Total 103.135.971 100.919.230 20,51% 21,66% 13.402 13.529

Relatório de Sustentabilidade 2018 | 143


Relatório de Sustentabilidade 2018 | 144