Você está na página 1de 48

ANEXO CONTRATUAL Nº: ANEXO I

CLIENTE: FOLHA:
UO-REGAP 1 de 44
PROGRAMA:
REGAP – REVAMP
ÁREA:
U-114 e OFF-SITE
TÍTULO:
NP-2
SRGE MEMORIAL DESCRITIVO
SI-IV / REFSSE

ÍNDICE DE REVISÕES

REV. DESCRIÇÃO E/OU FOLHAS ATINGIDAS


0 Emissão inicial
A Revisão Geral
B Revisão Geral
C Revisão Geral
D Revisão Geral
E Revisão Geral
F Revisão Geral
G Revisão Geral

REV. 0 REV. A REV. B REV. C REV. D REV. E REV. F REV. G REV. H


DATA 05/03//2018 10/05/2018 15/06/2018 21/07/2018 05/09/2018 10/10/2018 10/02/2019 17/04/2019
PROJETO Petrobras Petrobras Petrobras Petrobras Petrobras Petrobras Petrobras Petrobras
EXECUÇÃO BAraujo BAraujo BAraujo BAraujo BAraujo BAraujo BAraujo BAraujo
VERIFICAÇÃO JCosta JCosta JCosta JCosta JCosta JCosta JCosta JCosta
APROVAÇÃO GCampos GCampos GCampos GCampos GCampos GCampos GCampos GCampos
AS INFORMAÇÕES DESTE DOCUMENTO SÃO PROPRIEDADE DA PETROBRAS, SENDO PROIBIDA A UTILIZAÇÃO FORA DA SUA FINALIDADE.
FORMULÁRIO PERTENCENTE A PETROBRAS N-381 REV. L.
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

Índice
1. Objetivo ...................................................................................................................................................... 3

2. Descrição do Empreendimento .................................................................................................................. 3

3. Escopo......................................................................................................................................................... 5

4. Considerações Gerais ................................................................................................................................. 6

5. Descrição dos Serviços................................................................................................................................ 9

5.1. Mobilização......................................................................................................................................... 9

5.2. Desmobilização .................................................................................................................................10

5.3. Projeto Executivo ..............................................................................................................................10

5.4. Suprimentos .....................................................................................................................................10

5.8. Construção civil.................................................................................................................................17

5.9. Tubulação .........................................................................................................................................20

5.10. Pintura Industrial .............................................................................................................................29

5.11. Elétrica, Instrumentação, Automação e Segurança. ........................................................................33

5.12. Condução da Estratégia de Construção e Montagem .....................................................................46

5.13. Comissionamento ............................................................................................................................47

6. Requisitos de Segurança dos Serviços ......................................................................................................47

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
2
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

1. OBJETIVO

Descrever as condições e as atividades necessárias para a execução, sob o regime


de Empreitada Integral (EPC – Engineering, Procurement and Construction), do REVAMP,
ampliação e modernização, da unidade de recuperação de enxofre existente U-114 e de
todas as interligações necessárias para a implementação desse empreendimento para
REGAP - Refinaria Gabriel Passos (REGAP), localizada no município de Betim, estado de
Minas Gerais.

2. DESCRIÇÃO DO EMPREENDIMENTO

A unidade U-114 é uma Unidade de Recuperação de Enxofre existente na REGAP,


composta pelas partes abaixo indicadas e permanecerá com a capacidade nominal de
produção de 70 ton/d de enxofre elementar extraído pelo processamento do gás ácido
proveniente de outras unidades da refinaria.

A URE U-114 existente na REGAP utiliza a tecnologia Claus para tratamento do gás
ácido e nesta REVAMP será acrescentado o estágio SuperClaus para aumento da
eficiência da unidade. Será necessária também a substituição e adequação de
equipamentos do sistema Claus para garantia da performance da unidade.

O escopo deste empreendimento pode ser subdividido nas seguintes áreas:

 ON-SITE - U-114 – Unidade de Recuperação de Enxofre;


 OFF-SITE – Intervenções em Subestação e Casa de Controle (CCL);
 OFF-SITE – Interligações;

A localização das instalações pertinentes à Unidade de Recuperação de Enxofre, U-


114, está indicada nos seguintes documentos:

 DE-5250.00-2225-942-PEI-201 – ARRANJO BÁSICO;


 DE-5250.00-2225-911P8W-001 – Plot plan das instalações e canteiros

Como o escopo dos serviços se refere a ampliação e modernização de uma unidade


existente e em operação, as atividades de construção e montagem ocorrerão em 4 etapas
a saber:

a) Etapa 1 – Unidade em operação


Consiste basicamente na remoção do sistema do 114-V-501(que se encontra
desativado), demolição da estrutura civil de solidificação de enxofre existente,
execução das fundações e bases dos compressores, instalação,
comissionamento e partida do 114-K-901 e seu sistema de tubulação. Esta
etapa tem o objetivo de suprir de ar a U-114 para possibilitar a relocação do
114-K-01. É necessária a conclusão das atividades referentes aos sistemas
elétrico e de automação que atendem ao 114-K-901. Para que o 114-K-901
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
3
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

possa substituir o 114-K-01 de forma segura e confiável está prevista uma


parada de cinco dias da unidade. Não está prevista a liberação de nenhuma
outra linha que não sejam aquelas vinculadas à partida do soprador.

b) Etapa 2 – Unidade em operação


Nesta etapa o 114-K-01 será relocado, sua base e tubulações atuais
removidas, possibilitando a execução da drenagem, fundação e base civil,
montagem da estrutura metálica, equipamentos, tubulação, elétrica e
instrumentação que compõe o sistema Superclaus.

Nas etapas 1 e 2 devem ser montados os potes de selagem e os sistemas do


114-V-901 e 114-P-901A/B.

c) Etapa 3 – Unidade em parada


Com a unidade parada serão feitas todas as interligações dos novos
equipamentos ao sistema existente, a desmontagem do 114-V-04, 114-F-02
a 04, montagem dos equipamentos 114-E-901 a 904, substituição do
queimador do 114-F-01 e interligação dos novos potes de selagem.
Nesta etapa o 114-K-02 será substituído pelo 114-K-902, haverá a
substituição do queimador e a alteração da câmara do incinerador 114-F-05.
Substituição dos catalisadores e suportes dos reatores do sistema Claus e
carregamento dos catalisadores e suportes do sistema Superclaus.
Ao final desta etapa, todas as atividades necessárias à partida segura e
confiável da URE devem estar concluídas.

d) Etapa 4 – Unidade em operação


Executada após a partida da Unidade “revampeada”. Nesta etapa serão
removidos e destinados os materiais ainda remanescentes na Unidade após
as atividades da Parada (tubulações, cabos, estruturas, etc),

O MD-5250.00-114-940-PDP-002 apresenta mais informações sobre a estratégia de


montagem e desmontagem nas condições de unidade em operação ou em parada. Este
documento, bem como os documentos e normas de projeto, têm o objetivo de subsidiar a
CONTRATADA no seu dever de realizar um planejamento minucioso de todas as atividades
que serão realizadas em cada etapa, com a previsão de todos os recursos necessários, a
identificação e mapeamento em campo das intervenções que serão realizadas.

Neste planejamento a CONTRATADA deverá considerar a execução em parada


apenas de atividades que não possam ser executadas com a Unidade em operação. Em
parada o regime de trabalho é de 24 horas e sua duração está estabelecida no cronograma.
Deverá também identificar as interferências ou trabalhos simultâneos e definir estratégias
ou planos de ação para melhor realização dos serviços.

A CONTRATADA deve garantir que todos os recursos necessários estarão


disponíveis no momento de sua aplicação.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
4
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

Este planejamento deverá ser apresentado à PETROBRAS para conhecimento e


comentários.

Não haverá melhorias nas instalações existentes, exceto onde explicitamente


mencionado na documentação técnica e contratual. A CONTRATADA deverá fazer as
recomposições dos impactos das atividades objeto do escopo do contrato nas instalações
existentes, mantendo as características originais.

A CONTRATADA é responsável pela segregação e destinação adequada para fora


da REGAP de todo resíduo gerado pelas atividades do escopo do contrato:
 A sucata metálica proveniente da desmontagem de equipamentos, tubulações,
suportes, estruturas metálicas, válvulas, cabos, bandejas etc serão entregues à UO-
REGAP após segregação, remoção de isolamento térmico, refratamento e limpeza.
Devem ser respeitados as dimensões e pesos máximos estabelecidos no PE-3RGP-
01084.
 Todos os instrumentos removidos deverão ser limpos, testados, calibrados e
preservados. A CONTRATADA deverá transferir à UO-REGAP aqueles que não têm
a previsão de serem reaproveitados na U-114.
 A limpeza ou segregação de materiais ou equipamentos será realizada em área de
canteiro adequada pela CONTRATADA para este fim, nunca próximo às unidades
existentes.
 O procedimento da CONTRATADA para gestão de resíduos sólidos deverá estar de
acordo com o PE-3RGP-01084 (PLANO DE GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS
SÓLIDOS DA REGAP). A CONTRATADA também deve dispor dos efluentes
gerados de acordo com os dispositivos legais e contratuais.

É escopo da CONTRATADA fornecer válvulas, bombas, tubos secadores e tubos


drager, etc para atender integralmente o I-MD-5250.00-114-940-JNL-905 - Standard
Laboratory Manual. Os sistemas de retirada de amostra indicados neste I-MD devem ser
entregues à PETROBRAS em até 120 dias após a emissão da Autorização de Serviço.

3. ESCOPO

Caberá a CONTRATADA executar toda e qualquer atividade pertencente ao


empreendimento acima apresentado quanto à mobilização, desmobilização, fornecimento
de materiais, bens e serviços nas etapas de planejamento, projeto executivo, suprimento,
construção civil, montagem eletromecânica, interligações com sistemas existentes,
demolições, desmontagens, preservação, condicionamento, pré-operação, partida e
operação assistida, bem como fornecer todos os equipamentos e os recursos materiais e
humanos, para garantir a execução das atividades previstas neste contrato e em seus
respectivos anexos, a fim de garantir a transferência da instalação do construtor para o
operador de forma rápida, ordenada e segura, certificando sua operabilidade em termos de
desempenho, confiabilidade e rastreabilidade de informações, exceto o explicitamente
declarado como de responsabilidade da PETROBRAS.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
5
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

O escopo dos serviços e fornecimento de bens e materiais é informado na


documentação do Projeto Básico e demais documentos apresentados no Anexo VII –
Documentação de Projeto e Normas para Execução, além das orientações apresentadas
no presente Anexo I e demais anexos contratuais.

A PETROBRAS somente fornecerá assistência técnica do fabricante para o soprador


114-K-901. A CONTRATADA deverá providenciar, quando necessária, assistência técnica
dos fabricantes dos equipamentos ou sistemas para o restante de seu escopo (mesmo para
equipamentos ou sistemas existentes que serão relocados ou alterados), como por exemplo
amostrador, sistemas de controle, supervisão e monitoramento, etc para garantir o perfeito
funcionamento da unidade.

4. CONSIDERAÇÕES GERAIS

4.1 Cabe à CONTRATADA atender rigorosamente os requisitos estabelecidos nas normas


PETROBRAS, normas ABNT, normas internacionais, anexos contratuais e demais
informações constantes nos Memoriais Descritivos. O atendimento às legislações
Federal, Estadual e Municipal independe de quaisquer citações neste documento.

4.2 Conforme documentos listados no item 3, acima referido, cabe à CONTRATADA, em


caso de eventuais inconsistências e conflitos, seguir a seguinte hierarquia para a
documentação ora apresentada: (1) Legislação, (2) Contrato, (3) Anexos contratuais
(4) Documentação Técnica do Projeto, (5) Normas PETROBRAS e demais normas
técnicas aplicáveis.

4.3 Cabe à CONTRATADA, durante a execução do escopo previsto nesse memorial


descritivo, proporcionar, em perfeita condição de utilização todas as ferramentas,
equipamentos de medição e dispositivos auxiliares, materiais de consumo, bombas
para esgotamento de áreas alagadas e limpeza do underground, transformadores do
canteiro de obra e quadros de distribuição, geradores autônomos, compressores de
ar, aparelhos de testes e inspeção, veículos para transporte de pessoas e
equipamentos e demais acessórios e/ou recursos necessários à completa execução e
manutenção dos serviços contratados.

4.4 Cabe à CONTRATADA implementar e manter controle das pendências em todas as


fases do contrato até a transferência das instalações (mobilização, projeto, suprimento,
construção e montagem, preservação, condicionamento, pré-operação, partida e
operação assistida). Esse controle de pendências deve seguir as orientações contidas
no Anexo XII – Diretriz de Comissionamento e no Anexo VIII - Diretriz Contratual para
Gestão da Qualidade, devendo este ser composto por pendências que foram
identificadas tanto pela CONTRATADA quanto pela PETROBRAS. Deverá também
adotar programas de eliminação sistemática dessas pendências, de modo a não haver
nem seu acúmulo, nem prejuízo quanto ao prazo, custo, qualidade e SMS.

4.5 Todos os serviços e atividades a serem desenvolvidos pela CONTRATADA devem ter
procedimentos de execução próprios, a serem submetidos à PETROBRAS para
análise com antecedência mínima de 30 (trinta) dias corridos, em relação à data de
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
6
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

início das atividades, exceto para aqueles procedimentos que possuam seus prazos
explicitamente apresentados nos documentos contratuais, inclusive planos de
inspeções e testes. Tais procedimentos devem seguir as orientações contidas no
Anexo VIII - Diretriz Contratual para Gestão da Qualidade e devem ter, minimamente,
a seguinte estrutura: (1) glossário, (2) objetivo, (3) documentos de referência, (4)
responsabilidades; (5) descrição das atividades, com os respectivos prazos e
apresentando mão de obra, ferramentas e equipamentos necessários; (6) controle de
registro e de revisão. As atividades não poderão ser iniciadas sem a apresentação e
análise desses procedimentos de execução. As exceções com relação ao atendimento
desse item devem ser submetidas à apreciação da PETROBRAS, sem impactar o
início da execução dos serviços.

4.6 Visando o acompanhamento da evolução física e medição dos serviços, cabe à


CONTRATADA utilizar sistemas informatizados que sejam capazes de fornecer as
informações necessárias ao planejamento e acompanhamento da obra. Portanto, a
este respeito, a CONTRATADA é responsável por cadastrar, alimentar, designar mão
de obra própria específica para conduzir a gestão de todos os Sistemas de Controle
apresentados nos anexos do contrato, seguindo as orientações referentes aos
mesmos.

4.7 Todos os trabalhos realizados dentro da área da REGAP deverão atender ao Padrão
da PETROBRAS PE-2IND-00107, que norteia a sistemática para emissão de
permissão de trabalho. O requisitante da Permissão de Trabalho (PT),
obrigatoriamente, deve ser empregado vinculado à CONTRATADA, e deverá estar
devidamente treinado e credenciado junto à REGAP para este fim, cabendo a
CONTRATADA seguir o seguinte procedimento:

4.7.1 Será considerado como “atraso”, todo o tempo que exceder a 45 (quarenta e cinco)
minutos após a solicitação formal de PT.

4.7.2 Por “atraso”, citado no item supra, entende-se a quantidade de horas excedentes
da equipe de mão de obra direta envolvida na atividade programada, mobilizada no
local de execução dos serviços, munida de todo ferramental e material necessários
e devidamente justificada pela CONTRATADA para a PETROBRAS.

4.7.3 Os serviços devem ser planejados e programados com antecedência mínima de 07


(sete) dias corridos para as áreas operacionais e de 15 (quinze) dias corridos para
as subestações e casas de controle.

4.7.4 A PT só poderá ser solicitada se a atividade constar no Planejamento Semanal da


CONTRATADA, enviado previamente à PETROBRAS;

4.7.5 Apresentar à PETROBRAS com periodicidade quinzenal, o acompanhamento


dessa sistemática, visando que não tenha impactos na realização do escopo
contratual no prazo apresentado no Anexo IV-B – Cronograma Contratual.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
7
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

4.7.6 A CONTRATADA deve considerar que o requisitante de PT deverá ter horário


diferenciado e compatível com o emissor da PT, inclusive para eventuais serviços
realizados em horários diferenciados (sábado ou extensão de jornada).

4.8 Com relação à sistemática apresentada no item 4.7, cabe à CONTRATADA seguir as
seguintes premissas:

4.8.1 As áreas do on-site e off site da U-114 não serão consideradas “Área Liberada (LA)”
durante as fases de construção civil, montagem eletromecânica e comissionamento
e será necessária a emissão de PT ou PTT em todas as fases do empreendimento.

4.8.2 As áreas de apoio (pipe shop, áreas de armazenagem, galpões, prédios


administrativos, refeitórios e vestiários) serão consideradas áreas liberadas (LA)
independente da fase da obra para os serviços relativos à execução do escopo
deste contrato.

4.8.3 Nas áreas liberadas (LA) não serão necessárias às emissões de PTs, com exceção
dos trabalhos com radiação ionizante.

4.8.4 Serviços nas demais áreas da REGAP (tubovias, subestações e casas de controle
existentes) e demais serviços que possam interferir em sistemas existentes ou
sistemas em operação estarão sujeitos à PT ou Permissão para Trabalho
Temporária (PTT).

4.9 Faz parte do escopo da CONTRATADA a disponibilização e operação de máquinas


adequadas à elevação, carregamento e transporte para os locais de instalação,
montagem e assentamento nas bases e descarregamento dos equipamentos e
materiais que serão fornecidos e utilizados na execução do escopo do contrato,
inclusive seu retorno aos locais de armazenamento e nas eventuais remessas para
retrabalhos e manutenções, bem como para movimentação e transporte dos referidos
equipamentos. Para os itens a serem fornecidos pela PETROBRAS, cabe à
CONTRATADA considerar o que está previsto no item 5.5 deste memorial descritivo.

4.10 O procedimento da CONTRATADA para movimentação de cargas deve atender,


onde aplicável, o PE-3RGP-01040 - MOVIMENTAÇÃO DE CARGAS NA ÁREA DA
REGAP

4.11 É expressamente proibido que a CONTRATADA realize lavagem de veículos de


qualquer natureza dentro das instalações da PETROBRAS.

4.12 Nas tubovias, áreas classificadas ou unidades em operação, a CONTRATADA


deverá monitorar continuamente as condições ambientais para realização dos serviços
utilizando aparelhos de detecção multigás. Os equipamentos devem ser aferidos
periodicamente por meio de gás padrão. O fornecimento dos detectores na quantidade
adequada, treinamento da equipe e sua operação são de responsabilidade da
CONTRATADA. O mesmo se aplica a espaços confinados.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
8
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5. DESCRIÇÃO DOS SERVIÇOS

5.1 Mobilização

5.1.1 A fase de mobilização tem início após a assinatura da Autorização de Serviço (AS),
sendo de responsabilidade da CONTRATADA a apresentação para a PETROBRAS
de toda a documentação técnica listada no Anexo III – Critério de Medição. Cabe
também a realização de todas as atividades envolvendo a construção de todas as
instalações que serão utilizadas pela mesma durante todo o prazo contratual,
incluindo as adequações necessárias àquelas que serão cedidas pela
PETROBRAS, seguindo as orientações contidas no Anexo XI – Requisitos Básicos
para Instalação de Canteiro de Obras.

5.1.2 Cabe à CONTRATADA, no que diz respeito à reunião de KICK-OFF MEETING


(KOM) do contrato, seguir integralmente o que prevê as disposições contratuais.

5.1.3 Cabe à CONTRATADA, no que diz respeito à mobilização de pessoas, recursos e


equipamentos, seguir integralmente as orientações contidas nos seguintes
documentos do contrato:

a) Anexo III - Critério de Medição;


b) Anexo V - Diretriz Contratual de Produtividade com Segurança para C&M;
c) Anexo VIII - Diretriz Contratual para Gestão da Qualidade;
d) Anexo IX - Diretriz Contratual de Planejamento e Controle;
e) Anexo XII - Diretriz Contratual de Comissionamento;
f) Anexo XVII - Diretriz Contratual de Engenharia.

5.1.4 Cabe a CONTRATADA, com relação ao sistema de aterramento e SPDA, seguir as


seguintes orientações:

5.1.4.1 Faz parte do escopo do contrato a completa adequação da malha de


aterramento existente, bem como prover projeto específico e recursos, materiais
e mão de obra para execução dos trabalhos.

5.1.4.2 Com relação às áreas e canteiros fornecidos pela PETROBRAS, cabe a


CONTRATADA considerar o SPDA (Sistema de Proteção contra Descargas
Atmosféricas) existente e caso haja necessidade de aumento do volume
protegido para execução do contrato, faz parte do escopo tais adequações.
Para trabalhos em canteiro de obra seguir as orientações apresentadas no
Anexo XI – Requisitos Básicos para Instalação de Canteiro de Obras.

5.1.4.3 Os trabalhos realizados em locais desprovidos de proteção contra descargas


atmosféricas deverão ser paralisados mediante aviso emitido pela
PETROBRAS. Os trabalhadores destes locais deverão se deslocar para áreas
devidamente protegidas, por rotas também protegidas, quando aplicável. Cabe

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
9
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

à CONTRATADA também seguir o que preconiza o documento PE-3RGP-


01075 – Orientações para Atuação em Caso de Descargas Atmosféricas.

5.1.4.4 A CONTRATADA pode realizar estudo de acordo com as normas técnicas


aplicáveis do volume protegido na área da U-114 e instalar um sistema
provisório de SPDA para a obra, às suas expensas, evitando assim que os
colaboradores venham a ser deslocados em virtude de incidência de descargas
atmosféricas.

5.2 Desmobilização

5.2.1 A fase de desmobilização tem início após a etapa de operação assistida e tem o
seu período de duração apresentado no Anexo IV-B – Cronograma Contratual.

5.2.2 Cabe à CONTRATADA seguir integralmente o que está previsto no Anexo III –
Critério de Medição, para que esta etapa seja concluída.

5.3 Projeto Executivo

5.3.1 A fase de projeto executivo tem início após a assinatura da Autorização de Serviço
(AS) e tem o seu período de duração apresentado no Anexo IV-B – Cronograma
Contratual.

5.3.2 A documentação do projeto básico, fornecida pela PETROBRAS, servirá para uso
no desenvolvimento dos serviços, não podendo ser revisada a qualquer pretexto
pela CONTRATADA. Essa documentação está apresentada no Anexo VII –
Documentação de Projeto e Normas para Execução, devendo também ser
observadas as orientações indicadas no Anexo XVII – Diretriz Contratual de
Engenharia.

5.3.3 Cabe à CONTRATADA seguir integralmente as orientações para a execução das


atividades, apresentação e entrega do escopo definido no Anexo XVII - Diretriz
Contratual de Engenharia, iniciando-as pela emissão da Lista de Documentos do
Projeto de detalhamento, pelo Cronograma com Marcos associados ao Projeto e
pela Análise do Escopo Contratual com respectiva emissão de relatório para análise
da PETROBRAS.

5.3.4 O planejamento e o sequenciamento das atividades de projeto devem considerar


prioritariamente os documentos que liberem frentes de obra para atendimento aos
marcos estabelecidos no cronograma contratual.

5.4 Suprimentos

5.4.1 Considerações Gerais

5.4.1.1 Cabe a CONTRATADA fornecer todos os equipamentos e os materiais


necessários para a execução do escopo previsto neste memorial descritivo e
demais anexos, exceto ao explicitamente declarado como de responsabilidade
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
10
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

da PETROBRAS, seguindo as orientações e instruções descritas nesse


documento, no Anexo VIII - Diretriz Contratual para Gestão da Qualidade, no
Anexo X – Diretriz Contratual de Suprimento, no Anexo XIII - Equipamentos
Fornecidos pela PETROBRAS e demais anexos contratuais.

5.4.1.2 É responsabilidade da CONTRATADA a completa instalação dos equipamentos


necessários ao pleno funcionamento e operação da unidade, escopo deste
contrato, independente do fornecimento ser pela PETROBRAS ou pela
CONTRATADA, exceto onde explicitamente declarado.

5.4.1.3 É responsabilidade da CONTRATADA a verificação e alteração da


documentação de projeto dos fornecedores. Para equipamentos de
fornecimento PETROBRAS, cabe à CONTRATADA atender ao especificado nos
Anexo X – Diretriz Contratual de Suprimento, Anexo XIII - Equipamentos
Fornecidos pela PETROBRAS e Anexo XVII - Diretriz Contratual de Engenharia.

5.4.1.4 É responsabilidade da CONTRATADA utilizar ferramentas, instrumentos e mão


de obra especializada para atender à montagem de cada pacote/equipamento
de forma a atender, no mínimo, o respectivo cronograma de montagem.

5.4.1.5 Com relação às áreas de estocagem e almoxarifado, cabe à CONTRATADA


atender integralmente aos requisitos estabelecidos no Anexo XI – Requisitos
Básicos para Instalação de Canteiro de Obras.

5.4.1.6 Com relação às atividades de recebimento, preservação e armazenamento dos


materiais e equipamentos, cabe à CONTRATADA atender integralmente aos
requisitos estabelecidos no Anexo XII – Diretriz contratual de Comissionamento,
Anexo X – Diretriz Contratual de Suprimento e no Anexo VIII - Diretriz Contratual
para Gestão da Qualidade.

5.4.1.7 É escopo da CONTRATADA, dentro das instalações da UO-REGAP - Refinaria


Gabriel Passos, ser responsável pelo transporte, movimentação e pelo
deslocamento de todo e qualquer material relacionado ao escopo do contrato,
independentemente de ser de fornecimento da PETROBRAS ou da
CONTRATADA e reparar os danos porventura causados aos mesmos.

5.4.1.8 Durante toda a execução das atividades de montagem de equipamentos,


independentemente de ser fornecido pela PETROBRAS ou pela
CONTRATADA, cabe a CONTRATADA observar todas as orientações contidas
no Anexo VIII - Diretriz Contratual para Gestão da Qualidade e Anexo VII -
Documentação de Projeto e Normas para Execução, incluindo também as
orientações fornecidas pelos respectivos fabricantes.

5.4.1.9 A CONTRATADA deve prever que a secagem e cura exigida pelo material
refratário dos equipamentos de seu fornecimento devem ser realizadas
seguindo as orientações do fabricante e de acordo com as normas pertinentes.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
11
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

Obs: Para tal deve ser utilizado o processo convectivo, com queimadores
externos que garantam o controle e uniformidade de temperaturas, não
permitindo que ocorra incidência direta de chama sobre o revestimento
refratário ou partes do equipamento.

5.4.1.10 A CONTRATADA deve realizar os serviços relativos ao refratamento, secagem


e cura preferencialmente nas dependências do fabricante do equipamento e
caso opte por executa-los na REGAP deverá absorver todos os custos advindos
desta opção, como por exemplo necessidade de PT ou PTT, uniforme RF, riscos
de SMS, adicional de periculosidade, energia, gás de queima, equipamentos,
entre outros.

5.5 Equipamentos fornecidos pela PETROBRAS

5.5.1 Os itens cujo fornecimento é de responsabilidade da PETROBRAS estão


detalhados no Anexo XIII - Equipamentos Fornecidos pela PETROBRAS.

5.5.2 Mesmo para os equipamentos e materiais fornecidos pela PETROBRAS, é de


responsabilidade da CONTRATADA a execução dos serviços atrelados e
relacionados a estes, descritos e apresentados no memorial descritivo, nos anexos
contratuais e documentos de projeto, devendo ser considerada pela CONTRATADA
todas as informações dos respectivos fabricantes.

5.5.3 Com relação ao Anexo XIII - Equipamentos Fornecidos pela PETROBRAS é de


responsabilidade da CONTRATADA:

5.5.3.1 Seguir as orientações e executar os serviços e adequações contidas no


Apêndice “A” do Anexo XIII, neste memorial descritivo, anexos contratuais e na
documentação de projeto. Nesses documentos estarão listados, dentre outras
coisas, o escopo de fornecimento que está sob a responsabilidade da
CONTRATADA no que diz respeito aos itens fornecidos pela PETROBRAS;

5.5.3.2 O fornecimento de todos os materiais e equipamentos auxiliares necessários à


montagem e comissionamento dos mesmos e de outros pacotes pertencentes
ao escopo deste memorial descritivo;

5.5.3.3 Adequar toda a documentação pertinente a tais itens seguindo as orientações


contidas no Anexo XVII - Diretriz Contratual de Engenharia. A PETROBRAS irá
fornecer os documentos referentes aos respectivos materiais e equipamentos,
cabendo à CONTRATADA sua verificação na etapa de consolidação do projeto;

5.5.3.4 Efetuar a inspeção de recebimento em até 15 (quinze) dias corridos da


disponibilização destes à CONTRATADA;

5.5.3.5 Prever a realização de possíveis retoques de pintura pertinentes mantendo a


especificação técnica da pintura original, caso a CONTRATADA seja
responsável pelos danos;

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
12
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.5.4 A PETROBRAS fornecerá ferramentas e dispositivos especiais, cabendo à


CONTRATADA o fornecimento de todas as demais ferramentas necessárias à
montagem. Entende-se por ferramentas e dispositivos especiais aqueles indicados
como tal pelo fabricante ou cujo fornecimento seja feito exclusivamente por este.

5.5.4.1 São de responsabilidade da CONTRATADA os serviços de preservação em


todos os equipamentos e materiais fornecidos pela PETROBRAS de acordo
com as orientações e instruções contidas no Anexo XII – Diretriz Contratual de
Comissionamento, bem como se responsabilizar pelos danos causados aos
mesmos pela falta ou inadequada realização das atividades de preservação.

5.5.4.2 Com relação à inspeção de recebimento, passado o prazo de 15 (quinze) dias


corridos e a mesma não for realizada, caberá a CONTRATADA arcar com
quaisquer desvios identificados pelas partes, sem ônus de prazo e custo à
PETROBRAS, bem como com as respectivas atividades de preservação.

5.5.4.3 Apenas caberá a PETROBRAS o tratamento dos eventuais desvios


identificados na inspeção de recebimento dos itens cujo fornecimento seja de
sua responsabilidade. A identificação de quaisquer desvios não exime a
CONTRATADA de manter a preservação dos equipamentos durante o período
de saneamento dos mesmos.

5.5.4.4 Todos os equipamentos e materiais fornecidos pela PETROBRAS estarão


dispostos em área localizada dentro das instalações da REGAP, cabendo à
CONTRATADA realizar toda e qualquer movimentação, referente a tais itens,
nas respectivas áreas dentro da refinaria.

5.5.4.5 Com relação aos equipamentos fornecidos pela PETROBRAS, os mesmos


estão sendo disponibilizados com código de seu local de origem nas respectivas
placas de identificação, cabendo a CONTRATADA a substituição das mesmas
utilizando o código a ser seguido na UO-REGAP para este projeto.

5.5.4.6 Para a montagem e comissionamento de equipamentos de fornecimento


PETROBRAS, que venham a demandar assistência técnica do Fabricante,
caberá à CONTRATADA apresentar para avaliação o planejamento detalhado
das atividades, com no mínimo 45 (quarenta e cinco) dias antes do início dos
serviços. Eventuais desvios na execução do planejamento apresentado, cuja
responsabilidade seja exclusiva da CONTRATADA, implicarão na sua
responsabilização por eventuais custos adicionais incorridos à PETROBRAS.

5.5.4.7 Os equipamentos estáticos fornecidos pela PETROBRAS deverão ser


enquadrados na NR-13 pela CONTRATADA, com todos os testes necessários
a critério do Profissional Habilitado (PH) para elaboração da documentação
pertinente.

5.5.4.8 A remoção do skid do compressor 114-K-01 para a transferência de locação


deverá ser feita preservando a integridade do mesmo de forma a garantir o

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
13
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

atendimento às tolerâncias de montagem previstas na norma API 686 quando


da montagem em sua nova locação.

5.5.4.8.1 Caso a contratada entenda como mais vantajoso a fabricação de


novo skid, a mesma poderá executar levantamento dimensional em
campo e fabricar novo skid idêntico ao original e, quando da remoção
da base civil, remover o skid e encaminhar para descarte. Esta
estratégia pode ser adotada desde que não gere impacto ao
cronograma contratual nem tampouco custos adicionais à
PETROBRAS. A CONTRATADA deve providenciar a limpeza e
conservação do soprador.

5.5.5 Os equipamentos ou instrumentos que serão relocados e reaproveitados na


unidade serão considerados como de fornecimento PETROBRAS e a eles se
aplicarão todos os requisitos desta seção.

5.6 Equipamentos Estáticos

5.6.1 A CONTRATADA deverá seguir as orientações contidas na norma NR-13 e na


norma N-1807, bem como a demais normas aplicáveis, no que diz respeito à
realização das inspeções, medições de espessura, testes e ensaios aplicáveis aos
equipamentos estáticos. Todos os recursos para a realização das inspeções,
medições de espessura, testes e emissão de documentação aplicável a tais
equipamentos devem ser gerenciados, fornecidos e executados pela
CONTRATADA.

5.6.2 A CONTRATADA deverá realizar a montagem de internos de todos os


equipamentos estáticos pertinentes.

5.6.3 É escopo da CONTRATADA o fornecimento e a instalação de todos os


chumbadores na base (inclusive de equipamentos relocados ou fornecidos pela
PETROBRAS), enchimento das luvas, colocação de calços e shims, nivelamento,
prumo e alinhamento do equipamento nas respectivas bases e posterior
enchimento com argamassa de nivelamento, notadamente, conforme Norma
PETROBRAS N-1644. De forma complementar, deverá promover a instalação de
eventuais acessórios de acordo com as especificações do projeto, inclusive os
suportes de molas.

5.6.4 É escopo da CONTRATADA a montagem de acessórios internos dos


equipamentos, inclusive soldas (quando aplicável), ajustes de montagem e
instalação dos recheios, escadas e plataformas de operação.

5.6.5 É escopo da CONTRATADA o acoplamento, o aparafusamento e, quando aplicável,


o torque controlado entre as partes do equipamento e ligações com outros
equipamentos e tubulações, incluindo figura oito / raquetes / flange “cego”, entre
equipamentos e/ ou com suas conexões externas, conforme critérios descritos no
Padrão PETROBRAS PP-2IND-00044 – Aparafusamento de Ligações Flangeadas.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
14
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.6.6 É escopo da CONTRATADA a abertura e fechamento dos flanges dos


equipamentos ou tubulações para inspeção pela PETROBRAS, quando necessário
para cumprimento do escopo contratual ou para liberação do equipamento,
incluindo o fornecimento, a substituição ou instalação das juntas definitivas de
fechamento. O acesso a espaço confinado é precedido pelo raqueteamento dos
bocais dos equipamentos interligados à unidade de processo.

5.6.7 É escopo da CONTRATADA a execução de testes e ensaios não destrutivos


requeridos pelas normas PETROBRAS, especificações de Projeto e Normas
Regulamentadoras, notadamente a NR-13. Fazem parte do escopo todos os
recursos necessários à completa execução desses serviços.

5.6.8 É escopo da CONTRATADA o fornecimento e a substituição dos catalisadores e


suportes esféricos dos 3 reatores do sistema Claus (114-R-01/02/03) e o
fornecimento e carregamento dos catalisadores e suportes do reator do sistema
Superclaus (114-R-901) e atender integramente os requisitos da I-FD-5250.00-114-
941-JNL-901, bem como as demais documentações técnica e contratual.

5.6.8.1 Este serviço deverá ser realizado por empresa subcontratada capacitada para
tal ou pela CONTRATADA, desde que comprove experiência nesta atividade e
com aprovação da PETROBRAS.

5.6.8.2 A aquisição e as atividades de preparação e execução devem estar explícitas


no cronograma do empreendimento e consideradas críticas para operação e
partida da unidade.

5.6.8.3 É de responsabilidade da CONTRATADA a destinação adequada de todos os


resíduos gerados nestas atividades.

5.6.8.4 A CONTRATADA deverá prever a troca das telas internas dos reatores
existentes caso estejam danificadas bem como de alguma chapa ou distribuidor
de fluxo interno.

5.6.8.5 A CONTRATADA deverá reparar o refratário dos reatores do sistema Claus


(114-R-01/02/03) na região dos bocais do vaso, caso sejam danificados na
abertura dos mesmos.

5.6.9 É obrigação da CONTRATADA a execução dos serviços de refratamento de acordo


com o projeto detalhado a ser executado pela CONTRATADA.

5.6.10 A CONTRATADA deverá adequar às normas vigentes as plataformas e escadas


da chaminé do incinerador (114-Z-04) até a altura dos instrumentos do CEMS às
normas regulamentadoras e legislação vigente.

5.6.11 A CONTRATADA deverá realizar todas as adequações no sistema do incinerador


114-F-05 e chaminé 114-Z-04, incluindo a substituição do queimador, conforme ET-
5250.00-2225-496-PEI-201.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
15
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.6.12 A CONTRATADA deverá providenciar o refratamento da seção a ser acrescida do


incinerador 114-F-05 e substituir o refratamento da seção existente. Desta forma,
após a adequação do incinerador 114-F-05, todo seu refratamento interno será
novo.

5.6.13 A CONTRATADA deverá remover o isolamento térmico, os tampos, fazer o


hidrojateamento para limpeza dos tubos dos permutadores 114-E-02 a 05, substituir
as juntas por novas de mesma especificação, recolocar os tampos, o isolamento
térmico e realizar os testes aplicáveis antes da partida da unidade. O procedimento
executivo referente a esta atividade deve estar de acordo com o PE-2IND-00109
(HIDROJATEAMENTO DE EQUIPAMENTOS E TUBULAÇÕES A ALTA E ULTRA
ALTA PRESSÃO).

5.6.14 Os permutadores 114-E-901 a 904 serão instalados com suportes de mola sobre
skids metálicos que descarregarão os esforços sobre as vigas da estrutura civil
existente, conforme documentação do projeto básico. Para isso, as bases civis
deverão ser adequadas para fixação dos skids.

5.6.15 A I-LI-5250.00-114-940-JNL-901 (Equipment List) indica os equipamentos que


serão mantidos, relocados, substituídos, instalados e alterados, bem como os
documentos de referência.

5.7 Equipamentos Dinâmicos

5.7.1 A montagem e o condicionamento de equipamentos dinâmicos deverão seguir o


estabelecido na norma NBR 16315.

5.7.2 O posicionamento da base metálica em suas coordenadas deve ser feito dentro das
tolerâncias de projeto e recomendações do fabricante, devendo ser fixada, após o
nivelamento, por meio dos parafusos chumbadores, com torque apenas suficiente
para mantê-la nivelada.

5.7.3 O nivelamento da máquina deve ser feito de acordo com as instruções do fabricante
e da norma NBR 16315, devendo-se observar o correto posicionamento do motor
em relação ao centro magnético, através de marca existente no eixo e o sentido de
rotação.

5.7.4 O alinhamento dos equipamentos acionado-acionador deve seguir as


recomendações do fabricante ou, na ausência, o previsto na norma NBR 16315.

5.7.5 Os skids dos equipamentos deverão ser fornecidos providos de “dispositivos


roscados” (macaquinhos) para facilitar a movimentação do equipamento durante a
atividade de nivelamento do mesmo.

5.7.6 Os skids só poderão ser grouteados após execução pela CONTRATADA e


aprovação pela PETROBRAS do pré-alinhamento.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
16
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.7.7 O executante do alinhamento deve fornecer relatório, incluindo fita do conjunto de


alinhamento a laser ou gráfico indicando o posicionamento das linhas de centro dos
eixos das máquinas (radial e axial), na posição a frio.

5.7.8 Somente em casos especiais e com a concordância da PETROBRAS, será


admitida a utilização de conjunto de alinhamento com relógios comparadores. Caso
isso ocorra, cabe a CONTRATADA apresentar previamente um procedimento
específico detalhando a execução dessa atividade.

5.7.9 Para conexões de tubulação e outros acessórios, cabe à CONTRATADA seguir as


recomendações do fabricante e aquelas contidas no Projeto de Detalhamento.
Caso tais recomendações não estejam claras, a CONTRATADA deve (1) prever
utilização de “figura 8” nos flanges de sucção e descarga dos equipamentos e (2)
apresentar um procedimento detalhado e específico para esta tarefa, seguindo as
normas vigentes e submetendo-o de maneira prévia para a análise da
PETROBRAS.

5.7.10 Na etapa de ajustes e acoplamento das tubulações ligadas a equipamentos


rotativos, a CONTRATADA deverá colocar à disposição exclusiva da equipe de
máquinas, uma equipe completa de tubulação, tais como soldadores, encanadores,
maçariqueiros e ajudantes, com respectivas ferramentas para efetuar o paralelismo
das tubulações e demais ajustes necessários. Também deve estar previsto no
escopo de fornecimento da CONTRATADA juntas, estojos e demais miscelâneas
que forem sendo utilizadas durante a execução da atividade de paralelismo dos
equipamentos rotativos.

5.7.11 Faz parte do escopo da CONTRATADA a execução de flushing nos equipamentos


cuja especificação de projeto tenha esse requisito, independente de fornecimento
ser pela PETROBRAS ou CONTRATADA, inclusive o fornecimento de todo o
material de consumo necessário à completa execução dos serviços, tais como
óleos, juntas e filtros, além dos equipamentos, ferramental e mão de obra munida
dos devidos EPIs e cursos de segurança. Esta atividade deverá ser executada na
fase de condicionamento e atender, dentre outras, os seguintes requisitos:

5.7.11.1 Atender o grau de limpeza definido pelo fabricante, devendo as análises


laboratoriais serem submetidas à apreciação da PETROBRAS;

5.7.11.2 O descarte do resíduo gerado durante o flushing seguindo as orientações


contidas no Anexo V - Diretriz Contratual de Produtividade com Segurança para
C&M;

5.7.11.3 Todos os insumos ou consumíveis necessários serão fornecidos pela


CONTRATADA.

5.7.12 A CONTRATADA deverá emitir os relatórios referentes às atividades relacionadas


na NBR 16315.

5.8 Construção civil


____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
17
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.8.1 Faz parte do escopo a execução de todos os serviços de construção civil relativos
à unidade U-114, sistemas auxiliares, sistemas off-site e interligações, conforme
descrito no documento MD-5250.00-2225-100-PEI-001, neste Anexo I – Memorial
Descritivo e nos demais anexos deste contrato, inclusive os documentos neles
citados e/ou referenciados.

5.8.2 Cabe à CONTRATADA cumprir todas as disposições necessárias à completa


execução dos serviços, incluindo o fornecimento de mão de obra, materiais
aplicáveis, ferramentas, equipamentos, testes de qualidade, investigações
geotécnicas e análise de interferências.

5.8.3 O escopo da CONTRATADA inclui o projeto de detalhamento, fornecimento e


execução ou demolição completa de quaisquer serviços de construção civil
necessários, incluindo: fundações, bases, drenagem, piso, pavimentação,
urbanização, estruturas de concreto armado, estruturas metálicas, plataformas de
acesso, apoios e suportes, bem como toda infraestrutura de interligações aéreas e
subterrâneas para atender aos equipamentos e/ou pacotes objetos deste contrato,
de acordo com as atividades de seu escopo, tanto para os de seu fornecimento,
quanto para os relacionados no Anexo XIII – Equipamentos Fornecidos pela
PETROBRAS.

5.8.4 A CONTRATADA poderá fazer o uso de elementos pré-moldados (fabricados em


área externa à refinaria) nas estruturas de concreto armado indicadas no projeto
básico (envelopes, caixas de passagem, lajes, pilares, vigas, dentre outros).

5.8.5 Para as situações onde estiverem expressamente declarados e identificados, na


documentação fornecida pela PETROBRAS, que estruturas existentes podem ser
utilizadas para atendimento ao escopo deste contrato, toda e qualquer atividade
necessária para avaliação de capacidade de carga e integridade, projeto,
fornecimento e execução de recuperação dessas estruturas e/ou reforço estrutural,
se necessário, é de total responsabilidade da CONTRATADA.

5.8.6 A CONTRATADA deve priorizar em seu planejamento, no desenvolvimento do


projeto de detalhamento e na construção, a execução das fundações e todo
underground (sistemas de drenagem, envelopamento, redes de combate a incêndio
enterradas, aterramentos, etc.), de forma a permitir toda a conclusão do
underground e piso/pavimentação o mais cedo possível, favorecendo e agilizando
os trabalhos subsequentes de montagem eletromecânica.

5.8.7 Quaisquer intervenções e/ou movimentações no solo que se façam necessários ao


cumprimento do contrato são escopo da CONTRATADA, devendo ser atendido o
Padrão da PETROBRAS PE-2RGN-00116 - Segurança em Serviços de Escavação
e Intervenções no Solo.

5.8.8 Para planejamento, projeto executivo e acompanhamento das escavações, a


CONTRATADA deve considerar toda a documentação existente de registro de
interferências, que se trata de unidade existente e em operação, bem como realizar
sondagem de reconhecimento com método definido no projeto de detalhamento,
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
18
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

para localização prévia das interferências já identificadas e também para detectar


possíveis outras interferências in-loco.

5.8.9 A CONTRATADA deve somente autorizar reaterros sobre peças de concreto depois
de observado o prazo de resistência do concreto aos esforços provenientes do
reaterro e da compactação.

5.8.10 A CONTRATADA deverá destinar para tratamento de resíduo classe I todo material
proveniente de escavações e providenciar para reaterro material de empréstimo
adequado de jazidas situadas fora da Refinaria.

5.8.11 Nos casos de inundação devida a lençol freático, chuvas ou rompimento de redes
em geral, o esgotamento deverá ser realizado pela CONTRATADA com
equipamento apropriado (ex.: bomba submersa).

5.8.12 Cabe a CONTRATADA transportar todo o material demolido e/ou removido para
área fora da REGAP para o descarte definitivo de materiais inservíveis. Fazem parte
do escopo da CONTRATADA todas as providências necessárias para a disposição
deste material, tais como autorizações dos órgãos públicos, classificação,
armazenamento, remoção e transporte adequado dos materiais. A CONTRATADA
deverá apresentar à PETROBRAS documento que a autorize a utilizar o local
definido para descarte definitivo e encaminhar à PETROBRAS evidências de
entrega dos materiais no local autorizado.

5.8.13 Cabe à CONTRATADA garantir que eventuais operações do tipo cortes e/ou
furações em concreto armado ou simples, quando necessárias, sejam realizadas
por empresa especializada com equipamentos apropriados, com o objetivo de
prover passagem para tubulações e eletrodutos, formação de nichos para
chumbadores, dentre outros, em atendimento às necessidades do projeto
executivo.

5.8.14 A CONTRATADA deverá especificar o local exato para passagem dos sistemas
(envelopes, tubulações, drenagens, aterramento, etc.), seguindo as orientações
constantes na documentação de referência, analisando, para isso, todas as
interferências nos locais a fim de evitá-las e tornar viável a sua execução. Esta
análise é válida, também, quanto a localização de novas caixas.

5.8.15 As interligações devem englobar o escopo de todas as disciplinas envolvidas neste


contrato com seus respectivos desdobramentos e interfaces.

5.8.16 A CONTRATADA deve emitir projeto específico para cada nova caixa a ser
construída ou ampliada.

5.8.17 A CONTRATADA deve pintar a identificação de cada eletroduto na parede da sala


de cabos das subestações e no interior das caixas de passagem (man-holes),
seguindo as orientações vinda do projeto de detalhamento.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
19
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.8.18 Para os sistemas de drenagem contaminada, a CONTRATADA deve levar em


consideração que os sistemas existentes estarão em pleno funcionamento e
operação durante a execução dos serviços.

5.8.19 Após a execução dos sistemas de drenagens, bem como da concretagem do piso
da Unidade, indicar o encaminhamento destes sistemas de drenagem sobre o piso
da Unidade, utilizando-se tinta amarela (especificação do DNER EM-371/2000)
para esta sinalização horizontal. A marcação/traçado sobre o piso deverá indicar,
além da projeção das tubulações, conforme as built, o sentido de fluxo. Para a
execução destes serviços, será permitida tolerância máxima de ± 10 centímetros
entre o eixo da tubulação e a linha de marcação. As caixas deverão ser indicadas
com o sistema e o nome/número das mesmas.

5.8.20 É escopo da CONTRATADA o projeto, fornecimento e instalação de pisos


gradeados, seguindo as diretrizes estabelecidas no Procedimento PP-2IND-00129
- INSTALAÇÃO E MANUTENÇÃO DE PISOS GRADEADOS.

5.8.21 Estruturas metálicas de acessos diversos devem atender, além das normas
técnicas, as regulamentadoras e as instruções normativas do Corpo de Bombeiros
de Minas Gerais.

5.8.22 Com exceção do que estiver expressamente declarado como sendo


responsabilidade da PETROBRAS, é escopo da CONTRATADA o projeto,
fornecimento e execução de todos os serviços necessários à adequação das
subestações e casas de controle local (CCLs) existentes, com intervenção prevista
no escopo deste contrato, para atendimento integral do item de Elétrica,
Instrumentação, Automação e Segurança deste memorial descritivo, bem como
todos os documentos técnicos e especificações nele referenciados.

5.8.23 Faz parte do escopo, a execução de bases e abrigos para equipamentos e


mangueiras de combate a incêndio, conforme projeto de detalhamento,
recomendações dos fabricantes e classificação da área de instalação.

5.8.24 A instalação do compressor 114-K-902 ocorrerá será na mesma base civil do 114-
K-02 (existente). Desta forma, conforme previsto na I-FD-5250.00-2225-325-PEI-
201, o skid metálico do novo compressor deverá ter dimensões compatíveis com a
base existente de forma a viabilizar sua montagem. Adaptações à base existente,
bem como possíveis reparos decorrentes da instalação, são parte do escopo da
CONTRATADA.

5.9 Tubulação

5.9.1 Considerações Gerais

5.9.1.1 Os serviços de tubulação que estão sob a responsabilidade da CONTRATADA


compreendem o projeto executivo, fornecimento, fabricação, construção,
montagem, desmontagem, comissionamento e a execução das interligações de
tubulação (processo, utilidades e tocha) da Unidade U-114, a saber:
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
20
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

a) Sistemas e Subsistemas Operacionais (SOPs e SSOPs) na Unidade,


dentro do Limite de Bateria;
b) Sistemas Auxiliares;
c) Sistemas e Subsistemas off-site;
d) Interligações com todos os equipamentos, independente do
fornecimento ser pela PETROBRAS ou pela CONTRATADA.

5.9.1.2 O escopo geral dos serviços de tubulação consiste na execução da fabricação,


montagem e desmontagem, controle de torque (quando aplicável), ensaios e
testes, tratamento térmico (quando aplicável), limpeza e condicionamento das
tubulações de produtos e utilidades necessários para o funcionamento dos
sistemas da unidade e suas interligações, de forma a atender os fluxogramas
dos projetos básicos e demais documentos fornecidos.

5.9.1.3 Os serviços de soldagem devem ser realizados obedecendo as normas,


notadamente a Norma PETROBRAS N-133 e ASME Code Seção IX, e
executados por soldadores qualificados e avaliados por inspetores qualificados,
da CONTRATADA, bem como o previsto n o Anexo VIII - Diretriz Contratual para
Gestão da Qualidade.

5.9.1.4 A documentação de soldagem deve estar de acordo com a Norma PETROBRAS


N-2301.

5.9.1.5 Os fornecedores de consumíveis de soldagem, bem como os consumíveis,


devem ser credenciados e homologados pela FBTS – Fundação Brasileira de
Tecnologia de Soldagem.

5.9.1.6 Cabe à CONTRATADA o fornecimento de todos os equipamentos, acessórios,


instrumentos de medição e instrumentos de calibração que serão utilizados na
fase de montagem e na fase comissionamento, pertinentes ao escopo do
contrato, seguindo o que reza as normas vigentes e os procedimentos
aplicáveis.

5.9.1.7 Cabe à CONTRATADA elaborar e apresentar para PETROBRAS, para análise


e comentários, os procedimentos, registros e certificados, antes do início das
respectivas atividades, tais como:

a) Procedimento de Fabricação e Montagem de Tubulação Industrial;


b) Procedimento de Execução e Inspeção de Soldagem;
c) Procedimentos de Inspeção de Montagem de Tubulação Industrial;
d) Procedimento para Armazenamento de Consumíveis;
e) Procedimentos de ENDs;
f) Relação dos instrumentos e equipamentos de inspeção;
g) Certificados de aferição dos instrumentos;
h) Procedimento para Execução e Controle de Tratamento Térmico;
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
21
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

i) Procedimento para Execução e Controle de Torque;


j) Registro de Qualificação de Procedimentos de Soldagem;
k) Certificado de Qualidade dos Consumíveis;
l) Certificados de Qualificação do Soldador;
m) Especificação e Procedimento de Soldagem, EPS, qualificada;
n) Procedimento para alimentação e/ou carregamento do sistema de
controle de tubulação.

5.9.1.8 A CONTRATADA deverá utilizar o CONTROLTUB como sistema principal para


o controle e o acompanhamento das atividades envolvendo tubulação, de
acordo com o previsto na documentação contratual, sendo responsável por
todos os recursos necessários para o seu funcionamento durante todas as
etapas do escopo apresentado nestes documentos.

5.9.1.9 A CONTRATADA também deverá considerar a execução de todos os serviços


de construção, montagem e testes referentes ao escopo discriminado no Anexo
XVII - Diretriz Contratual de Engenharia.

5.9.1.10 É de fundamental importância para a performance da Unidade e aprovação da


mesma pela licenciadora da tecnologia que a CONTRATADA execute a
montagem dos equipamentos e tubulações obedecendo os caimentos indicados
nos documentos do Projeto Básico.

5.9.1.11 É escopo da CONTRATADA a limpeza, desobstrução ou varetamento das linhas


existentes sempre que necessário para execução de seu escopo contratual ou
para comissionamento e partida da unidade.

5.9.1.12 A CONTRATADA deve indicar nos desenhos de tubulação todos os suportes,


inclusive os das linhas de diâmetro igual ou inferior a 2”. O cálculo a ser adotado
para o dimensionamento da suportação deverá ser o mínimo previsto em norma.
Suportes não contemplados na Norma PETROBRAS N-1758 ou não contidos
em “specs” de outras projetistas (PROMON, JGC, SNAM, etc) serão
considerados suportes especiais, onde será exigido memória de cálculo
indicando as premissas de cálculo, norma de projeto, referência aos desenhos
de detalhes e conclusão final do cálculo. Em hipótese alguma serão aceitas
extrapolações de valores de especificação de suportes (comprimento,
espessura, diâmetro, perfis metálicos e outros) definidos em specs de projetistas
ou da Norma PETROBRAS N-1758.

5.9.1.13 A CONTRATADA deve incluir na Lista de Linhas e nos isométricos, além das
condições de operação, projeto e testes, a categoria do fluido, o tipo e espessura
do isolamento térmico, a condição de pintura, a classe de inspeção e o TTAT /
controle de dureza.

5.9.1.14 Não é permitida na UO-REGAP a utilização de chaves de impacto com marreta


para aperto das conexões flangeadas.
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
22
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.9.2 Limite de Bateria e interligações

5.9.2.1 Deverá ser previsto pela CONTRATADA, para a Unidade U-114, bloqueio duplo
com figura oito em seus respectivos Limites de Bateria (LBs) onde for indicado
ou aplicável. Onde houver duplo bloqueio as válvulas devem estar
diametralmente opostas de modo a serem acessadas a uma altura de 1.200 mm
do piso de referência da unidade e da plataforma intermediária entre as cortinas.

5.9.2.2 Cabe à CONTRATADA seguir a documentação pertinente citada no Anexo XVII


– Diretriz Contratual de Engenharia e na documentação pertinente citada no
Anexo VII, no que diz respeito às interligações de utilidades e processo.

5.9.3 Fornecimento e montagem de tubulação e acessórios

5.9.3.1 É escopo da CONTRATADA a montagem das tubulações, incluindo o


fornecimento de todos os materiais, como tubos, conexões, válvulas,
purgadores, componentes metálicos soldados, suportes, suportes de molas e
acessórios em geral (juntas, espaçadores, raquetes, figuras oito, filtros, etc.)
necessários à execução completa das linhas.

5.9.3.2 É escopo da CONTRATADA a preparação, fabricação, montagem, testes e


condicionamento das tubulações, válvulas e acessórios devendo obedecer aos
requisitos e normas pertinentes de Qualidade, Segurança, Meio Ambiente e
Saúde do Contrato.

5.9.3.3 É escopo da CONTRATADA a fabricação, inclusive com fornecimento dos


materiais, e montagem de standpipes (quando autorizados pela PETROBRAS),
potes de selagem e coletores de amostras para instalação de instrumentos.

5.9.3.4 É escopo da CONTRATADA a fabricação, inclusive com o fornecimento dos


materiais, e instalação de peças provisórias e/ou definitivas requeridas para a
montagem, testes e condicionamento de linhas tais como confecção de berços,
âncora, guias, filtros provisórios, raquetes, carretéis para substituição de
válvulas durante testes, suportes ou estruturas para suportação provisória. A
remoção dos mesmos, após o término dos serviços, inclusive o fornecimento de
mangueiras e/ou linhas provisórias necessárias, estão incluídos no escopo dos
serviços.

5.9.3.5 A CONTRATADA deverá programar suas atividades de forma que spools pré-
fabricados sejam levados e montados diretamente no local previsto pelo projeto,
minimizando o armazenamento dos mesmos. No caso de qualquer ocorrência
que impeça a montagem direta da tubulação, os spools deverão ser
identificados com pintura que não deteriore com o tempo e sua armazenagem
deverá ser feita de forma a propiciar fácil localização e rastreabilidade,
respeitando distância mínima de 300 mm do piso, tamponando as pontas dos
spools e não misturando materiais aços ligados com os de aço carbono. A
marcação de juntas soldadas por meio de puncionamento será permitida
somente para espessuras nominais maiores que 6,4 mm a uma distância
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
23
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

mínima de 25 mm da margem de solda em aço carbono, aço molibdênio e aço


cromo-molibdênio. Os demais materiais devem ser identificados por meio de
marcador industrial desde que a sua composição não contamine o material. O
critério da numeração deverá estar de acordo com as informações do projeto
executivo e deve conter no mínimo o número do isométrico e o número do spool.

5.9.3.6 Faz parte do escopo dos serviços a soldagem de tomadas para instrumentação,
incluindo luvas para poços, além de todos os suspiros (vents) e drenos. Todos
os vents e drenos deverão ter uma placa de aço inox numerada com
identificação no campo. A CONTRATADA deverá seguir, notadamente, as
prescrições contidas na Norma PETROBRAS N-108. A CONTRATADA deverá
gerar uma lista de vents e drenos que definirá claramente a posição de cada
item.

5.9.3.7 Caso ocorra algum vazamento após a realização do teste hidrostático, a


CONTRATADA deverá repará-lo e realizar um novo teste hidrostático com a
presença da PETROBRAS.

5.9.3.8 Notadamente com relação aos purgadores, cabe à CONTRATADA apresentar


para a PETROBRAS uma relação contendo identificação e a localização dos
mesmos.

5.9.3.9 A CONTRATADA deverá promover a substituição e interligação dos purgadores


existentes às respectivas linhas, de acordo com lista específica.

5.9.4 Válvulas

5.9.4.1 A CONTRATADA deverá fornecer, armazenar, testar, desmontar, montar e


comissionar todas as válvulas do escopo.

5.9.4.2 A CONTRATADA deverá seguir obrigatoriamente a norma N-115, o Plano de


Inspeção e Testes (PIT) Padrão, acordado entre PETROBRAS, ABEMI e
ABIMAQ e o Anexo XII - Diretriz Contratual de Comissionamento em todos os
fornecimentos de válvulas, nacionais e internacionais.

5.9.4.3 O PIT Padrão de válvulas não possui Pontos de Espera (Hold Points) para a
PETROBRAS. Eventos identificados como Pontos de Observação (Witness
Points) para PETROBRAS deverão ser informados dentro do prazo acordado
apresentado no Anexo X - Diretriz Contratual de Suprimentos. Caso a
convocação para os Witness Points não ocorra, ou ocorra fora do prazo
acordado, a PETROBRAS se reserva o direito de exigir a execução do teste
previsto na presença de seu representante.

5.9.4.4 Cabe à CONTRATADA providenciar bancadas adequadas com todos os


dispositivos necessários (flanges e dispositivos, recursos para manuseio de
cargas, fonte de pressão, etc.) para calibração e teste de estanqueidade de
válvulas de segurança, de controle, on/off, motorizadas e sinalizadas, assim
como poços de temperatura, visores de nível, visores de fluxo, chaves de nível,
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
24
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

transmissores de nível flangeados, etc., os quais deverão ser testados em


função da sua classe de pressão, vedação e pressão de teste de linhas ou
equipamentos aos quais os mesmos estejam interligados.

5.9.4.5 As válvulas de bloqueio (gaveta, esfera, macho e globo) e válvulas de controle


devem ser testadas e liberadas em fábrica e não devem ser retestadas em
bancada no campo, seguindo as referências apontadas no Anexo XII - Diretriz
Contratual de Comissionamento e no Anexo X - Diretriz Contratual de
Suprimentos.

5.9.4.6 As Válvulas de Segurança ou Alívio devem ter sua pressão de abertura


verificada no campo antes da instalação. Também deve ser previsto que todas
as válvulas sejam calibradas pela CONTRATADA antes da instalação. Com
relação aos testes de abertura e estanqueidade, estes devem ser realizados em
bancadas apropriadas, segundo recomendações dos respectivos fabricantes e
de acordo com as normas técnicas aplicáveis.

5.9.4.7 As Válvulas de Segurança ou Alívio fornecidas montadas em pacotes de


fornecimento de equipamentos, independentemente de serem fornecidas pela
PETROBRAS ou pela CONTRATADA, deverão ser desmontadas e remontadas
após verificação da pressão de abertura, observando-se as recomendações do
Fabricante.

5.9.4.8 É escopo da CONTRATADA a pré-montagem e montagem final de válvulas de


controles, válvulas de Segurança e Alívio (PSVs) e instrumentos nas linhas de
tubulação.

5.9.4.9 Também faz parte do escopo da CONTRATADA a desmontagem e remontagem


dos itens mencionados no item anterior, por ocasião dos testes aplicáveis
conforme normas vigentes, limpeza, lavagem e secagem das linhas de
tubulação. Cabe à CONTRATADA a fabricação de carretéis de dimensões
equivalentes a cada item, desmontagem dos itens, sua substituição pelos
carretéis adequados e, depois de finalizadas as atividades de testes e limpeza
das linhas, remoção dos carretéis e remontagem dos itens nos seus lugares.

5.9.4.10 A CONTRATADA deverá marcar com punção as posições ABERTA e


FECHADA em todas as válvulas esfera, antes da montagem das mesmas.

5.9.5 Ensaios e testes

5.9.5.1 Faz parte do escopo da CONTRATADA a execução e fornecimento de todos os


materiais, ferramental adequado e equipamentos necessários para a realização
de inspeções e ensaios, conforme exigências das normas pertinentes, tais como
dimensional, testes por pontos, visual de solda, ultrassom, líquido penetrante
(LP), partícula magnética (PM), teste de estanqueidade de chapa de reforço de
bocas de lobo, gamagrafia, dentre outros.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
25
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.9.5.2 Todos os spools que forem pré-fabricados na oficina devem ser inspecionados
e testados antes das suas respectivas montagens no campo. Deve ser previsto
pela CONTRATADA a realização de Tratamento Térmico de Alívio de Tensões
(TTAT) ou controle de dureza antes da montagem, evitando transporte de peça
com dureza alta.

5.9.5.3 A CONTRATADA deverá atender os tipos e extensão dos ensaios da tabela A2


da Norma PETROBRAS N-115 e respectivas notas. Em caso de impedimento
técnico para a realização de ensaio de ultrassom, a CONTRATADA deverá
prever a programação de ensaios por gamagrafia nos horários previamente
estabelecidos pela PETROBRAS, apresentando o plano de execução que será
aceito após análise das interfaces com demais serviços. Nas dependências da
REGAP, a CONTRATADA somente poderá utilizar fontes de radiação definidas
na Norma PETROBRAS N-2344.

5.9.5.4 Caso a CONTRATADA opte em executar gamagrafias fora das dependências


da REGAP, esta deverá apresentar à PETROBRAS todas as licenças e alvarás
de funcionamento do local.

5.9.5.5 Os critérios de aceitação de descontinuidade de soldagem e reparo das


tubulações, quando da inspeção das soldas por ensaios não destrutivos, serão
conforme padrão ASME/ANSI B 31.3.

5.9.5.6 É responsabilidade da CONTRATADA, realizar as repetições de ensaios não


destrutivos, tais como gamagrafia, ultrassom, líquido penetrante, partículas
magnéticas e qualquer outro, decorrentes de penalizações de inspeção. A
CONTRATADA também realizará os devidos reparos das soldas reprovadas,
bem como os respectivos ensaios não destrutivos referentes a estes reparos.

5.9.5.7 Cabe à CONTRATADA estabelecer uma sistemática para garantir que os


materiais fabricados, em aço liga ou inoxidável, possuam sua identificação
verificada quando na retirada do almoxarifado, seguindo o procedimento PE-
2IND-00035 e a N-115. A CONTRATADA também deverá verificar, antes e após
a montagem no campo, a sua composição química utilizando-se teste por
pontos ou equipamento identificador de ligas.

5.9.5.8 Antes da realização do teste hidrostático, a CONTRATADA deve apresentar à


PETROBRAS pasta resumida, por Sistema de Teste Hidrostático/Pneumático
(STH/STP), contendo cópias de documentos de projeto
(fluxogramas/fluxotestes, isométricos, desenhos de suportes, etc.), relatórios e
formulários preenchidos com as análises, status do sistema de controle de
tubulações – CONTROLTUB, as-built de juntas e de isométricos, resultados dos
exames e testes realizados em cada STH/STP, contemplando todos os SOPs e
SSOPs.

5.9.5.9 A CONTRATADA também deverá emitir certificados de conclusão de montagem


e liberação para teste de pressão do STH/STP, conforme as orientações
contidas no Anexo XII – Diretriz Contratual de Comissionamento. Este
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
26
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

documento, bem como os certificados de liberação para teste de pressão, deve


estar devidamente assinado pela CONTRATADA e pela PETROBRAS. A
PETROBRAS poderá assinar tais certificados a seu critério.

5.9.5.10 A CONTRATADA deverá apresentar planos de teste de pressão contendo


isométricos, desenhos de suportes, desenhos as-builts aprovados e consultas
técnicas, em caso de alguma não conformidade normativa (se aplicável), de
forma a identificar todos os acessórios a serem utilizados. Os testes de pressão
devem seguir as diretrizes do Padrão PETROBRAS PE-2IND-00110 – Teste de
Pressão.

5.9.5.11 Cabe à CONTRATADA realizar todos os testes envolvendo as tubulações do


escopo contratual seguindo as orientações contidas no Anexo XII – Diretriz
Contratual de Comissionamento. Após a realização dos testes, cabe à
CONTRATADA realizar a limpeza, lavagem e remontagem das linhas.

5.9.5.12 Os acessórios para teste deverão ser dimensionados para a pressão de teste
definida em projeto. Não será permitido o uso de dispositivos alternativos em
substituição a flanges cegos, tampões e caps.

5.9.5.13 Em caso de TTAT não previsto, deverá ser respeitado o prazo mínimo de 48
horas após a soldagem para a realização de inspeção e teste hidrostático, caso
existam os requisitos específicos definidos na Norma PETROBRAS N-133.

5.9.6 Tratamento Térmico

5.9.6.1 A CONTRATADA deverá realizar, quando requerido pelo projeto, e, em


consonância com as Normas PETROBRAS N-133, N-115 e N-2301, o
tratamento térmico em juntas soldadas de tubulações.

5.9.6.2 Cabe à CONTRATADA, com relação aos ensaios não destrutivos e reparos de
solda, executá-los antes do tratamento térmico. Após o tratamento, a
CONTRATADA deverá executar ensaio de dureza na solda tratada para
confirmar os valores obtidos com as normas pertinentes.

5.9.6.3 Deve ser dada especial atenção para a condição das válvulas associadas à
tubulação para evitar o seu travamento em consequência do tratamento térmico.
Os internos das válvulas de encaixe para solda obrigatoriamente devem ser
desmontados, antes da execução do tratamento térmico e remontados para a
sequência das atividades.

5.9.7 Isolamento Térmico

5.9.7.1 O escopo dos serviços consiste no fornecimento e execução do isolamento


térmico de equipamentos de caldeiraria, máquinas rotativas, independente do
fornecimento dos equipamentos pela PETROBRAS ou pela CONTRATADA, de
tubulações e acessórios, inclusive linhas de suprimento, estações de suprimento
de vapor e coleta de condensado do sistema de aquecimento, em conformidade
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
27
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

com o projeto e com as normas técnicas aplicáveis, notadamente apontadas nas


folhas de dados.

5.9.7.2 Com relação ao escopo dos serviços de isolamento térmico, cabe à


CONTRATADA, desde a fase de elaboração do projeto executivo até o fim da
fase de operação assistida, atender aos requisitos da Norma PETROBRAS N-
1618, N-250, N-550 e N-896.

5.9.7.3 As linhas a serem isoladas deverão estar indicadas nos índices de linhas da
unidade, elaborada pelo Projeto Executivo, informando o tipo e espessura do
isolamento térmico de cada linha, inclusive as linhas a serem isoladas por
necessidade de proteção pessoal.

5.9.7.4 Faz parte do escopo da CONTRATADA o fornecimento e montagem de caixas


bipartidas (removíveis) fabricadas em alumínio classe A (chapa lisa), na
espessura de 0,80 mm, para isolamento, quando definido em projeto, de
flanges, válvulas, carretéis e boleados de trocadores de calor, filtros e bocas de
visita de equipamentos.

5.9.7.5 Deverão ser instaladas caixas de inspeção para equipamentos e tubulações


isolados, seguindo as indicações do detalhamento do projeto, do PE-2IND-
00120 e demais normas aplicáveis. A CONTRATADA deverá realizar a primeira
medição de espessura em todos os pontos de acordo com PE-2IND-00119 com
emissão de relatórios.

5.9.7.6 Quando da ocorrência de danos no isolamento ocorridos durante as atividades


de montagem eletromecânica e comissionamento, em trechos de tubulação ou
equipamentos, a CONTRATADA obriga-se a reparar e/ou remover e isolar
novamente o trecho danificado.

5.9.7.7 É escopo da CONTRATADA a retirada, segregação e correta destinação do


isolamento térmico das linhas ou equipamentos que serão desmontados.

5.9.8 Sistema de aquecimento externo

5.9.8.1 A CONTRATADA deverá fornecer todos os materiais necessários à completa


execução dos serviços, montar, desmontar, testar e limpar as tubulações de
aquecimento, inclusive as estações de alimentação de vapor e coleta de
condensado atendendo integralmente os requisitos do I-MD-5250.00-114-940-
JNL-902 e demais documentos técnicos e contratuais.

5.9.8.2 A CONTRATADA deverá executar o projeto térmico de aquecimento externo por


vapor para as linhas aquecidas para garantir a temperatura adequada a cada
caso de acordo com as pressões e temperaturas do vapor disponíveis no interior
da unidade. A deficiência do aquecimento externo de equipamentos e linhas é
causa para reprovação do teste de performance da unidade e a CONTRATADA
deverá fazer todas as alterações necessárias para atendimento ao que foi
especificado em projeto.
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
28
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.9.8.3 Todo e qualquer tipo de aquecimento, seja traço de vapor convencional, linha
encamisada ou ControTrace®, será alimentado por vapor de baixa ou de média,
de acordo com o projeto de detalhamento de responsabilidade da
CONTRATADA.

5.9.8.4 A CONTRATADA deverá realizar os testes e ensaios pertinentes a estes


serviços, tais como inspeção visual em 100% das soldas, Líquido Penetrante
(LP) em 100% das juntas de diâmetros menores ou iguais a 1 ½”, exceto para
fluidos classe “D” do ASME B31.3 e identificação dos internos das válvulas,
inclusive verificação dos mesmos, dentre outros, de acordo com as normas
pertinentes.

5.9.8.5 Todo o sistema de aquecimento deverá ser identificado, de forma que, no


mínimo, a linha aquecida, o distribuidor de vapor de origem e o coletor de
condensado de chegada estejam rastreados. A identificação consiste na
fixação, em cada ramal de aquecimento, de plaqueta de identificação de
alumínio, contendo o número da tubulação/linha que está sendo “traceada”, o
número do ramal de aquecimento, o número da estação de alimentação de
vapor e o número da estação de coleta de condensado. As plaquetas deverão
ser afixadas, com arame de aço inoxidável, tanto nas estações de alimentação
de vapor, quanto nas de coleta de condensado devendo ser emitido o respectivo
documento contendo as informações citadas.

5.9.8.6 O detalhamento do projeto pela CONTRATADA deverá considerar o tipo de


aquecimento indicado nos documentos de projeto ou contratuais, considerando
o disposto abaixo:

Na REVAMP da U-114 o ControTrace® será utilizado obrigatoriamente apenas


nos 114-Z-903/907 (potes de selagem de fornecimento da CONTRATADA) e
114-Z-902/904/905/906 (potes de selagem de fornecimento PETROBRAS já
fornecidos com ControTrace®), mesmo se indicado em documentos do
projeto básico. Em todos os demais equipamentos ou linhas que necessitem
de aquecimento externo serão utilizados traço ou camisa de vapor de acordo
com o projeto executivo da CONTRATADA.

5.9.8.7 Para o sistema de aquecimento de bombas, indicadores de nível e linhas de


medidores de fluxo, a CONTRATADA deverá utilizar tubo de cobre no diâmetro
3/8” com alimentação independente.

5.9.8.8 A CONTRATADA em seu projeto de detalhamento indicará as derivações ou


tomadas de instrumentos que necessitem de aquecimento por vapor para
impedir a obstrução por solidificação do enxofre, além daqueles expressamente
indicados na documentação técnica.

5.10 Pintura Industrial

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
29
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.10.1 A CONTRATADA deve fornecer todos os equipamentos, ferramentas, mão de obra,


tintas e demais materiais necessários à execução dos serviços de jateamento,
pintura e inspeção em equipamentos, tubulações, estruturas metálicas, suportes,
dentre outros, atrelados ao escopo apresentado neste memorial descritivo e de
acordo com normas PETROBRAS, principalmente a N-2 e N-13, bem como as
instruções dos fabricantes.

5.10.2 A CONTRATADA deve elaborar e apresentar, para avaliação prévia da


PETROBRAS, os Procedimentos de Execução dos Serviços, tais como:

a) Procedimentos de jateamento abrasivo;


b) Procedimentos de aplicação e inspeção de pintura industrial;
c) Procedimentos de inspeção de pintura de equipamentos;
d) Procedimentos de aplicação e inspeção de pintura de tubulações;
e) Procedimento para identificação de equipamentos e tubulações.

5.10.3 Todas as superfícies corroídas, novas e pintadas que receberão pintura nova
deverão ser tratadas e pintadas atendendo as normas, notadamente, NBR 15239,
NBR 15158 e Norma PETROBRAS N-2288.

5.10.4 Antes da pintura de qualquer estrutura metálica, suporte, tubulação ou


equipamento, deverá ser executado tratamento abrasivo nas respectivas
superfícies de acordo com as normas aplicáveis.

5.10.5 É vedada a utilização de areia, seca ou úmida, para execução de tratamento


abrasivo em superfícies metálicas, independente das prescrições de normas
PETROBRAS, ABNT ou especificações técnicas e critérios de projeto.

5.10.6 O jateamento para preparação de superfícies poderá ser realizado dentro ou fora
das instalações da PETROBRAS, conforme o planejamento da CONTRATADA.
Caso opte para a execução dentro das instalações da PETROBRAS, tal atividade
deve ser executada prevendo a utilização de cabine apropriada para total
isolamento.

5.10.7 Deverão ser feitos testes de aderência e de medição de espessura para cada
demão aplicada, seguindo o previsto na norma PETROBRAS N-13.

5.10.8 Cabe à CONTRATADA, antes da execução dos serviços de pintura da instalação


definitiva de equipamentos e estruturas, planejar essa atividade respeitando os
serviços adjacentes bem como o meio ambiente. Caso haja possibilidade do
serviço de pintura interferir nos demais serviços e no meio ambiente, deverá ser
prevista cabine apropriada para esta atividade.

5.10.9 É responsabilidade da CONTRATADA a execução de retoques na pintura de


tubulações, caso seja danificado algum trecho por motivos de outros trabalhos da
CONTRATADA, de forma a restabelecer as condições originais.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
30
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.10.10 A CONTRATADA também deverá considerar a execução de todos os


serviços de construção, montagem e testes referentes ao escopo discriminado no
Anexo XVII - Diretriz Contratual de Engenharia

5.10.11 Pintura de Estruturas Metálicas

5.10.12 Cabe à CONTRATADA executar a pintura de todas as estruturas metálicas


pertinentes ao escopo deste memorial descritivo, incluindo àquelas fornecidas pela
PETROBRAS, seguindo as normas e procedimentos vigentes e aplicáveis.

5.10.13 A preparação da superfície e a pintura externa de estruturas metálicas serão


conforme Norma PETROBRAS N-1550.

5.10.13.1 Após o transporte e a montagem ou colocação das estruturas metálicas, a


CONTRATADA deverá fazer todos os reparos na pintura das mesmas, seguindo
as orientações das respectivas normas.

5.10.14 Pintura de Tubulações e Suportes

5.10.14.1 Cabe à CONTRATADA, para as atividades de jateamento abrasivo e pintura em


tubulações e suportes, seguir as condições previstas na Norma PETROBRAS
N-442.

5.10.14.2 Nas peças pré-fabricadas (spools) as extremidades deverão ser preparadas e


protegidas de forma que estas peças, ao serem instaladas na área, estejam
isentas de pintura na região da junta a ser soldada no campo.

5.10.14.3 Para as juntas soldadas “de campo”, as regiões soldadas dos spools (pontas de
tubos x pontas de conexões) deverão ser preparadas por limpeza mecânica e
receber tinta de fundo específica para superfícies não jateadas, conforme
Norma PETROBRAS N-2288, após os testes das linhas.

5.10.14.4 Antes do início da montagem de tubulações, deverão ser marcados, nos


dormentes e/ou vigas, os números de identificação das tubulações. A
identificação será de acordo com as normas vigentes.

5.10.14.5 A identificação das linhas será de acordo com a Norma PETROBRAS N-1522.
As cores das tubulações deverão ser adotadas pelo tipo de fluido transportado
e atender à norma NR-26 (NBR 6493).

5.10.14.6 A CONTRATADA deverá executar pintura de identificação em todas as linhas,


indicando TAG, sentido do fluxo e fluido da linha. As linhas lançadas em pipe
racks também deverão ser identificadas em cada lado das vigas, com a pintura
vertical de seus TAGs seguindo as orientações da NBR 6493. As linhas devem
ser identificadas:

a) Próximo aos bloqueios dos tie-ins;


b) Próximo aos bloqueios do limite de bateria;
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
31
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

c) Próximo aos bloqueios dos manifolds operacionais;


d) Próximo aos bloqueios de amostradores;
e) Próximo aos bloqueios das interligações com equipamentos dinâmicos e
estáticos;
f) Próximo aos bloqueios de esgotamento e de alívio para os sistemas de
drenagem e flare.

5.10.15 Pintura de Equipamentos

5.10.15.1 A limpeza de superfície e a pintura externa de equipamentos devem ser


realizadas conforme condição aplicável da Norma PETROBRAS N-2 e do
Manual de Sinalização da PETROBRAS.

5.10.15.2 A CONTRATADA deve efetuar todos os reparos necessários do sistema original


de pintura dos equipamentos, independentemente de serem fornecidos pela
PETROBRAS ou pela CONTRATADA, nos defeitos provocados pelo transporte
e movimentação dos mesmos, além de aplicar as demãos finais de tinta de
acabamento e pintura de identificação.

5.10.15.3 Com relação à pintura de identificação de equipamentos, cabe à CONTRATADA


seguir as seguintes orientações:

a) A tarja de identificação deverá ser pintada em amarelo segurança (cor de


fundo) e preto para as letras;
b) As Identificações (TAGs) devem ser alocadas no local de melhor
visualização considerando a rota de inspeção do operador (corredores de
passagem, plataformas, etc.);
c) No atuador de cada válvula de controle deve ser pintado o TAG da válvula
de acordo com a folha de dados;
d) Nos equipamentos rotativos, deve ser pintado o respectivo TAG nas suas
bases em pelo menos dois pontos. Prever também a pintura de tag dos
equipamentos auxiliares como bomba de lubrificação, etc.
e) Nos equipamentos estáticos, a identificação do TAG e categoria NR13 deve
ser feita nas bases do equipamento em fundo amarelo segurança e letras
pretas. Caso a base não tenha dimensionamento adequado para a colocação
da identificação, esta deve ser feita no costado do equipamento. Quando o
equipamento estiver apoiado em duas bases, como permutadores, a
identificação deverá ser executada em ambas, em seu lado externo. Para
equipamentos em base única, a identificação deverá ser executada em pelo
menos dois pontos;
f) Para as condições de pintura de equipamentos sem isolamento e
temperatura de operação até 120º C – deverá ser seguida as normas
PETROBRAS N-2630 e N-2677.
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
32
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.11 Elétrica, Instrumentação, Automação e Segurança.

5.11.1 Para a execução dos serviços, a CONTRATADA deverá atender ao Projeto Básico
e aos demais documentos listados no Anexo VII - Documentação de Projeto e
Normas para Execução e no Anexo XVII – Diretriz Contratual de Engenharia.

5.11.2 A CONTRATADA deverá executar os serviços de instalação, montagem,


desmontagem, testes e serviços de comissionamento, necessários ao correto
funcionamento da instrumentação, elétrica e sistemas de automação da unidade
incluindo e não se limitando ao lançamento, enfiação, montagem, desmontagem,
interligação, parametrização, suportação, fixação, aterramento, selagem dos
cabos, teste de circuitos, equipamentos e sistemas de força, comando e
automação, identificação e testes de cabos (elétricos e óticos), incluindo a
instalação dos mesmos, terminais, anilhas e acessórios em geral, inclusive
miscelâneas.

5.11.3 A CONTRATADA deverá desenvolver o projeto de detalhamento e fornecer e


instalar todos os painéis, hardware, software, licenças, testes, comissionamento,
configurações e programações necessários para a completa integração dos
sistemas de automação existentes com a ampliação e modernização da U-114
objeto deste contrato, incluindo assistência técnica e acompanhamento do
fabricante dos sistemas de automação.

5.11.4 Faz parte do escopo da CONTRATADA o fornecimento e a completa instalação dos


encaminhamentos mecânicos dos cabos (cabos elétricos e óticos), eletrodutos,
leitos, calhas, bandejas, todos com tampas, parafusos, porcas, arruelas, suportes
e braçadeiras, chapas e perfis metálicos, necessários à adequada instalação,
fixação, organização e proteção de todos os cabos, bem como a instalação de
proteção contrafogo (conforme previsto nas normas N-1797) destes
encaminhamentos. O projeto de detalhamento deverá indicar e especificar
explicitamente nos documentos pertinentes esta necessidade.

5.11.5 É responsabilidade da CONTRATADA o fornecimento e a completa instalação,


incluindo o tratamento anticorrosivo por galvanização, conforme N-1997 e NBR-
16172, de todas as bandejas, leitos, calhas e perfilados, envelopes, eletrodutos
enterrados e aéreos, caixas de junção, remotas de E/S e demais acessórios de
fixação, bem como a execução de suportação, fixação e selagem dos cabos,
construção de bases de concreto (quando necessário), pedestais e demais
acessórios necessários para montagem dos instrumentos e equipamentos para as
instalações que fazem parte do escopo deste contrato. De forma complementar, a
CONTRATADA deverá:

a) Realizar um plano de corte dos cabos para minimizar as perdas durante os


trabalhos de montagem, bem como para efeitos de rastreabilidade, não sendo
permitidas emendas nos cabos metálicos;

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
33
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

b) Especificar materiais e projetar as conexões metálicas de forma a eliminar


toda e qualquer incompatibilidade galvânica entre partes metálicas postas
em contato com outras;
c) Realizar os testes de conformidade em todos os cabos recebidos, de acordo
com sua classe de tensão e norma aplicável;
d) Na eventual constatação de não conformidades, através dos resultados dos
testes, seguir as orientações contidas no Anexo VIII - Diretriz Contratual para
Gestão da Qualidade. Os cabos não conformes deverão ser substituídos e
novos testes deverão ser realizados;
e) Executar o registro, arquivar e fazer constar no data book da Unidade 114,
conforme documento contratual pertinente, todos os relatórios de execução
destes testes;
f) Emitir os relatórios de testes de todos os cabos;
g) Garantir que somente os relatórios de cabos conformes irão constar no data
book:
 Para todos os condutores de todos os cabos metálicos deverão ser
feitos no mínimo, os testes de isolação, continuidade e polaridade;
 No caso de cabos de redes digitais como HART, ETHERNET,
PROFIBUS e outros, adicionalmente aos testes já mencionados,
deverão ser feitos os testes de certificação exigidos pelas normas
específicas de cada padrão, inclusive àqueles que demonstrem a
conformidade em regime dinâmico como banda passante, taxa mínima
de bits, cross-talk e outros.;
 Todas as fibras ópticas de todos os cabos e cordões ópticos deverão
ser testadas e certificadas com OTDR, nos dois sentidos, com emissão
de relatório por trecho, utilizando equipamento de testes certificados,
tanto no ato do recebimento da bobina pela CONTRATADA na
PETROBRAS quanto após a conectorização das fibras conforme
normas NBR 13491 – Fibras ópticas – Determinação da atenuação
óptica e NBR 13502 – Cabos ópticos – Verificação da uniformidade de
atenuação óptica;
h) Nos casos dos cabos ópticos já conectorizados, deverão ser feitas também
as medidas relativas às perdas nos conectores as quais deverão também
constar do relatório;
i) Caso tais testes possam impactar a continuidade operacional de Unidades
e/ou Sistemas existentes da REGAP, deverá ser submetido à aprovação da
PETROBRAS um plano para realização dos mesmos que seja compatível
com a programação de liberação parcial ou total das instalações existentes;
j) A tensão máxima admissível de puxamento ou esforço máximo de tração de
cada cabo (elétricos e óticos) deverá ser calculada no projeto de
detalhamento;
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
34
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

k) Respeitar os limites de tensão máxima admissível durante o lançamento dos


cabos (elétricos e óticos);
l) Projetar a organização, fixação e identificação dos cabos (elétricos e óticos)
no interior das caixas e construir conforme projetado e seguindo as
orientações a seguir:
 Adicionalmente à identificação já prescrita nas normas
PETROBRAS, os cabos deverão ter identificação com seus tags
junto às bordas dos orifícios dos eletrodutos de sua entrada e sua
saída nas caixas de passagem e/ou pull-point.
 Os cabos de força também deverão ser identificados;
 Todo e qualquer condutor instalado dentro de bandejas, calhas, e
caixas de passagem deverá ser identificado com a numeração de
circuito do projeto, próximo às extremidades e ao longo da
instalação, pelo menos a cada 5 m dentro da área da subestação e
a cada 15 m dentro da unidade, mediante a utilização de marcadores
autoadesivos, revestidos com material claro, sendo estes
termocontrátil ou contrátil a frio (tipo HELASHRINK LVR da
HELLERMANN ou de similaridade comprovada).

5.11.6 Toda fusão, conectorização e certificação devem ser realizadas por empresa
especializada sob responsabilidade da CONTRATADA.

5.11.7 Todos os instrumentos existentes que permanecerão na planta deverão ser


retirados, limpos e calibrados antes da partida da planta com emissão de
certificados.

5.11.8 A CONTRATADA deverá arquivar em local acessível à FISCALIZAÇÃO o


prontuário de NR-10 da obra.

5.11.9 Pontos de Puxamento e Caixas

5.11.9.1 A CONTRATADA deverá executar os pontos de puxamento (pull-points),


compreendendo o fornecimento e montagem das caixas de enfiação aparentes
(pull-boxes) e seus acessórios, tais como luvas, uniões, unidades seladoras e
niples.

5.11.9.2 O aterramento dos componentes dos pull-points deverá ser interligado à malha
da Unidade, conforme norma N-1996.

5.11.9.3 Nas instalações em área classificada na Unidade, a CONTRATADA somente


deverá fornecer, aplicar e/ ou utilizar materiais e equipamentos que possuam
certificados que comprovem o atendimento à portaria INMETRO 179, de 2010.
Os certificados deverão estar disponíveis na obra, em local de fácil acesso para
consulta e/ou verificação pela PETROBRAS e deverão constar no data book da
documentação final do contrato.
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
35
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.11.10 Malhas de Aterramento e SPDA

5.11.10.1 É escopo da CONTRATADA a execução completa do sistema de aterramento e


SPDA de acordo com MD-5250.00-2225-940-PEI-201, interligação ao sistema
existente e testes pertinentes, incluindo medição de resistividade do solo
quando necessário, bem como de eventuais correções que se fizer necessário
visando o atendimento da especificação do projeto, para as instalações e
equipamentos pertencentes ao escopo deste contrato, inclusive aqueles
fornecidos pela PETROBRAS. Abrange os bens tais como equipamentos,
tubulação e estruturas metálicas. Deverão ser projetadas e elaboradas
conforme normas pertinentes, notadamente, N-300, N-1600, NBR 5410, NBR
5419, bem como a documentação de projeto e contratual pertinentes.

5.11.10.2 Os serviços compreendem o lançamento/remanejamento de cabos de cobre nu


e cravação de hastes para aterramento, com ou sem poço de visita, e barras de
acordo com o projeto executivo, conforme normas pertinentes, notadamente N-
300, N-1600, ABNT NBR 5410 e ABNT NBR 5419, NBR 13571.

5.11.10.3 A rede de aterramento será enterrada a uma profundidade mínima de 600 mm.
A rede é constituída basicamente de cabos de cobre nu trançado com as hastes
de aterramento e rabichos para futura interligação com as barras e/ou terminais
de aterramento futuros.

5.11.10.4 Deverá ser previsto sistema de aterramento definitivo e dedicado aos


equipamentos de instrumentação, automação e segurança, fornecidos ou não
pela CONTRATADA, objeto deste contrato. Esse sistema deverá ser interligado
no sistema de aterramento da subestação e Casa de Controle Local (CCL).

5.11.10.5 Todas as estruturas metálicas, tubulações e equipamentos deverão estar


aterrados e interligados, seguindo as informações contidas no detalhamento do
projeto.

5.11.10.6 Todos os pontos de interligação de condutores de aterramento, à exceção


daqueles executados por solda exotérmica ou caldeamento (pressão) que
ficarão diretamente enterrados, deverão receber uma plaqueta de material
inoxidável, com marcação em baixo relevo, cuja numeração será fornecida pela
PETROBRAS, para identificação e controle de inspeções.

5.11.10.7 Os pontos de aterramento já deverão aflorar junto à base do equipamento a ser


aterrado, evitando lançamentos longos de cabos de aterramento.

5.11.10.8 Todos os equipamentos elétricos e estruturas metálicas, instalados de maneira


provisória pela CONTRATADA, tais como painéis, transformadores, máquinas
rotativas, inclusive eletrodutos, deverão ser devidamente aterrados.

5.11.10.9 Os pontos de interligação da malha de aterramento da U-114 com a malha de


aterramento existente da PETROBRAS deverão ser devidamente identificados
no projeto e mapeados durante a fase de construção e montagem, de modo a
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
36
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

propiciar uma medição de sistema de aterramento da U-114 não conectada a


malha existente da PETROBRAS. Tais pontos de interligação deverão possuir
poço de inspeção, conforme norma PETROBRAS N-300.

5.11.10.10 Todas as intervenções civis tais como demolições, corte de piso e


pavimentação, instalação das caixas de inspeção, escavação, reaterro e
recomposição das instalações para proporcionar a conexão dos cabos de
aterramento da U-114 à malha de aterramento existente são de
responsabilidade da CONTRATADA.

5.11.10.11 A CONTRATADA deve emitir laudos de Aterramento, assinados por


Responsável Técnico, devendo o mesmo ser Engenheiro Eletricista Habilitado.
Os laudos deverão ser acompanhados de Anotação de Responsabilidade
Técnica (ART), contendo descrição adequada das respectivas atividades. Caso
sejam diferentes os Responsáveis Técnicos pelo projeto executivo e os
Responsáveis Técnicos de montagem e testes, cabe à CONTRATADA emitir
ARTs exclusivas para cada uma dessas atividades.

5.11.10.12 A documentação de Aterramento deve fazer parte do Prontuário de NR-10


da REGAP e deverá ser submetida à apreciação da PETROBRAS.

5.11.11 Redes de eletrodutos aparentes

5.11.11.1 É escopo da CONTRATADA a execução dos serviços de instalação ou


desmontagem dos eletrodutos, bem como dos acessórios pertinentes para os
sistemas de iluminação normal, de emergência e tomadas, força e controle,
incluindo os próprios eletrodutos rígidos e flexíveis, as curvas, unidades
seladoras, uniões, buchas, luvas, caixas de junção, caixas de passagem com
ou sem equipamento (tomadas, interruptores e pontos de força para parada),
braçadeiras, grampos, massa seladora, sondas de nylon e demais miscelâneas
necessárias à execução de todas as etapas dos serviços. Todos os materiais
devem ser de classe “P” (pesado) sch40.

5.11.11.2 A execução destes serviços deverá contemplar os trabalhos de oficina, tais


como dobramentos de eletrodutos, cortes, roscas, preparação de extremidades
e outros. Deverá ser previsto proteção contra corrosão em todas as peças
fabricadas e remoção de arestas vivas. Não será aceito o uso de curvas
realizadas através de cortes em eletrodutos.

5.11.11.3 Também é escopo da CONTRATADA possuir e utilizar todos os equipamentos


e ferramentais necessários e adequados à execução dos serviços.

5.11.11.4 Os eletrodutos deverão ser suportados por braçadeiras tipo unha quando forem
fixados em superfícies de concreto ou tipo grampo “U” de aço galvanizado, com
porcas e arruelas, quando fixados em superfícies metálicas, de acordo com as
distâncias definidas pelo projeto executivo e, na falta dessas, de acordo com a
norma NBR-5410.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
37
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.11.12 Procedimentos, documentos e qualificações.

5.11.12.1 A CONTRATADA deverá implementar um controle de projeto de


instrumentação, fornecimento, montagem e testes de instrumentação através da
utilização de banco de dados. Eventos contratuais de emissão de
documentação, execução de testes de malhas e controle de avanço de
empreendimento dependem, entre outros requisitos, da emissão deste banco
de dados conforme estabelecido nos documentos contratuais.

5.11.12.2 As listas mencionadas na MD-5250.00-2225-800-PEI-201 só serão


consideradas emitidas, para efeito de cumprimento do contrato incluindo
medição, após a emissão do banco de dados com os dados atualizados até a
data de emissão das listas. O banco de dados deverá ser atualizado e carregado
mensalmente no projeto em sua versão editável e sem bloqueio para uso pela
PETROBRAS. Uma versão de controle, com proteção, deverá ser carregada
junto com a versão livre. A PETROBRAS disponibilizará um protótipo do banco
de dados em Microsoft Access 2010 ou versão atualizada para uso, ajustes e
complementação pela CONTRATADA.

5.11.13 Elétrica

5.11.13.1 Os serviços de elétrica que estão sob a responsabilidade da CONTRATADA


compreendem o projeto executivo, fornecimento, fabricação, montagem,
desmontagem, comissionamento e testes elétricos para os equipamentos,
sistemas e/ou pacotes, independentemente do fornecimento pela PETROBRAS
ou pela CONTRATADA, da Unidade U-114, Sistemas Auxiliares e Sistemas
OFF-SITE, a menos que indicado em contrário na documentação contratual. É
escopo da CONTRATADA a execução de todos os serviços necessários para o
funcionamento e a operação da unidade U-114, incluindo a interligação dos
sistemas dessa unidade com a Casa de Controle Local (CCL-03), com a
Subestação (PT-202), e entre estes locais, conforme descrito na documentação
contratual.

5.11.13.2 O escopo técnico da disciplina de elétrica que está sob a responsabilidade de


execução da CONTRATADA, para atendimento do escopo apresentado nesse
memorial descritivo, está descrito no MD-5250.00-2225-940-PEI-201.

5.11.13.3 Para os sistemas elétricos, a CONTRATADA deverá executar os serviços, e


fornecer a respectiva mão de obra, para lançamento, enfiação, montagem,
desmontagem, interligação, suportação, fixação, aterramento, selagem dos
cabos, interligação, teste de circuitos, equipamentos e sistemas de força,
comando e automação, identificação e testes de cabos, incluindo a instalação
de todos os cabos, terminais, anilhas e acessórios em geral, inclusive
miscelâneas, bem como a parametrização dos equipamentos fornecidos e
montados pela própria CONTRATADA, fornecimentos de materiais (cabos,
terminações, conexões, etc.) e equipamentos para total execução do escopo do
contrato.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
38
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.11.13.4 Deverá ser considerado o fornecimento, instalação, montagem e testes de


botoeiras de campo com a função liga-desliga e chave local/remoto para os
equipamentos da U-114. O documento DE-5250.00-2225-946-PEI-201 e
critérios citados na ET-5250.00-2225-940-PEI-201 devem ser consultados.

5.11.13.5 Faz parte do escopo os seguintes sistemas, necessários para a operação da U-


114 na Subestação PT-202 e Casa de Controle Local CCL-03:

a) Sistema de Distribuição de Força em 4.16kV – CCM;


b) Sistema de Distribuição de Força em 480V – CCMs, Conversores de
Frequência, Caixas de Força, Tomadas de Solda;
c) Sistema de Preservação de Equipamentos – Aquecimento;
d) Sistema de Corrente Alternada Confiável – Instrumentação/Automação;
e) Sistema de Corrente Contínua – Elétrica/Automação;
f) Sistema de Alimentação Normal – Instrumentação/Automação;
g) Sistema de Aterramento e SPDA;
h) Sistema de Interligações de Força, Comando e Controle, Aéreo e
Underground, incluindo as interligações internas das edificações da subestação
casa de controle e as interligações entre as mesmas;
i) Sistemas de Automação SCMD/SDCD/CP de Segurança e Sistema fogo e
gás predial.
j) Sistema de Iluminação geral e tomadas de uso geral;
k) Sistema de Iluminação de Emergência
l) Sistema de Alimentação do CEMS

5.11.13.6 Para os sistemas listados acima referente à disciplina de elétrica será dividido
entre a PETROBRAS e a CONTRATADA, conforme detalhado nos itens seguir:

a) PT-202- Seção de 4.16kV


O projeto e fornecimento de materiais e cabos para os sistemas de
força, comando, controle e intertravamento referente a esse acionamento,
desde a U-114 aos painéis é de responsabilidade da CONTRATADA.

O lançamento desse cabeamento entre a chegada do envelope no


porão de cabos do PT-202 e o site da U-114 é de responsabilidade da
CONTRATADA, bem como os respectivos testes de integridade aplicáveis. O
comprimento a ser projetado e fornecido pela CONTRATADA deverá
considerar o circuito completo, inclusive com eventuais folgas.

O lançamento desse cabeamento no bandejamento do porão de cabos


da subestação e conexão dos cabos no 202-PN-01 é de responsabilidade da
PETROBRAS com projeto de detalhamento e materiais de fornecimento da
CONTRATADA.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
39
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

É de responsabilidade da CONTRATADA definir o projeto executivo


com esquema funcional desse acionamento, que deverá atender às
premissas do sistema de controle, proteção e intertravamento do motor de
4kV. Tais informações deverão ser fornecidas à PETROBRAS para
adequação do cubículo motórico existente. Todos os materiais necessários
para as alterações serão fornecidos pela CONTRATADA;

b) PT-202 - Seção de 480V

A adequação das gavetas dos CCMs existentes, montagem, testes e


configurações dos dispositivos de proteção são de responsabilidade da
PETROBRAS. O projeto e fornecimento dos materiais necessários serão de
responsabilidade da CONTRATADA.

O projeto, fornecimento, instalação, configuração, preservação e testes


dos novos conversores de frequência é escopo da CONTRATADA.

As interligações de força entre os CCMs existentes e os novos


conversores de frequência são de responsabilidade da PETROBRAS com
projeto de detalhamento e materiais de fornecimento da CONTRATADA.

As interligações de comando e controle entre os equipamentos: CCMs


existentes, os novos conversores de frequência, e os painéis de automação
(SCDC/SCMD) que venham a ser instalados na subestação são de
responsabilidade da PETROBRAS com projeto de detalhamento e materiais
de fornecimento da CONTRATADA.

Ainda que a execução de parte das interligações seja de


responsabilidade da PETROBRAS, a CONTRATADA deve disponibilizar
todas as informações e materiais necessários para realização dessas tarefas,
visando o funcionamento de todos os sistemas, a partir do projeto de
detalhamento de sua responsabilidade e de acordo com o prazo estabelecido
na documentação de planejamento.

Cabe a CONTRATADA definir o esquema funcional das gavetas


elétricas demarradoras que alimentarão os motores de baixa tensão de
partida direta e conversores de frequência, que deverão atender às premissas
do sistema de supervisão, intertravamento e controle dos respectivos
acionamentos. Tais informações deverão ser fornecidas à PETROBRAS para
adequação dos painéis existentes. Todos os materiais necessários para as
alterações serão fornecidos pela CONTRATADA;

O projeto e fornecimento completo do cabeamento de força, comando,


controle e intertravamento, desde a U-114 aos painéis de baixa tensão do PT-
202, é de responsabilidade da CONTRATADA.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
40
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

O lançamento desse cabeamento entre a chegada do envelope no


porão de cabos do PT-202 e o site da U-114 é de responsabilidade da
CONTRATADA, bem como os respectivos testes de integridade aplicáveis. O
comprimento a ser projetado e fornecido pela CONTRATADA deverá
considerar o circuito completo (sem utilização de emendas), inclusive com
eventuais folgas.

O lançamento desse cabeamento no bandejamento do porão de cabos


da subestação e conexão dos cabos nos painéis de baixa tensão é de
responsabilidade da PETROBRAS.

A responsabilidade pelo projeto e execução do aterramento dos


equipamentos instalados no PT-202 é do respectivo fornecedor do
equipamento, ora PETROBRAS, ora CONTRATADA. A responsabilidade do
projeto e execução do aterramento dos novos equipamentos instalados na
CCL-03, elétricos, de instrumentação e automação, independente do
fornecedor do equipamento, é da CONTRATADA;

c) Sistema de Corrente Alternada e corrente contínua (cargas de menor


potência)

A alimentação das cargas de processo do ON-SITE serão supridas


conforme MD-5250.00-2225-940-PEI-201, cujo escopo de projeto,
fornecimento, montagem, interligação e testes é da CONTRATADA.

d) Infraestrutura para interligações e underground


A infraestrutura para interligações de cabeamento elétrico, de
instrumentação e automação necessárias para atendimento do projeto da U-
114 deve ser projetada e construída pela CONTRATADA, incluindo o
fornecimento de materiais e acessórios (cabos, fibras óticas, etc.), construção
de infraestrutura (redes de dutos subterrâneas, bandejamentos, eletrocalhas,
eletrodutos aparentes, canaletas, etc), necessários para o correto
funcionamento dos sistemas da nova unidade, conforme critérios descritos
nas Especificações Técnicas aplicáveis a esse projeto, no MD-5250.00-2225-
940-PEI-201 e no DE-5250.00-2225-940-PEI-201.

A CONTRATADA é responsável integralmente pelas seguintes


infraestruturas:
a) Trecho entre o PT-202 e o ON-SITE da nova U-114 (Pipe-Rack);
b) Trecho entre o PT-202 e a CCL-03, incluindo caminhos
redundantes;
c) Trecho entre a CCL-03 e o ON-SITE da nova unidade U-114,
incluindo caminhos redundantes;
d) No interior da CCL-03;

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
41
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

e) Interligações elétricas e de automação e instrumentação de todo o


ON-SITE.

O projeto da infraestrutura e o fornecimento de materiais necessários


no interior da subestação PT-202, como, por exemplo, ampliação do
bandejamento do porão de cabos, ampliação de eletrocalhas, todas as
adequações civis necessárias para instalação dos novos equipamentos no
interior dessa edificação, entre outros, são de responsabilidade da
CONTRATADA. É responsabilidade da PETROBRAS a montagem dessa
infraestrutura, conforme projeto da CONTRATADA.

5.11.14 Motores elétricos

5.11.14.1 É escopo da CONTRATADA a completa instalação e testes dos motores


elétricos, incluindo teste do motor 114-MK-01 em sua nova locação. Os serviços
compreendem a interligação dos eletrodutos aparentes, ou subterrâneos, junto
as bases dos motores e suas caixas de ligação, via unidades seladoras (quando
aplicável), botoeiras “liga/desliga” e chave local remoto, bem como todos os
suportes para fixação dos equipamentos elétricos, conforme estabelecido pelo
projeto executivo.

5.11.15 Iluminação normal, iluminação de emergência e tomadas industriais e de


solda.

5.11.15.1 É responsabilidade da CONTRATADA o projeto, fornecimento, montagem,


desmontagem e testes dos sistemas de iluminação normal e de emergência,
tomadas (industriais e de solda) em locais tais como pipe racks, plataformas,
passarelas, escadas, bem como de todos os equipamentos, independente de
fornecidos pela CONTRATADA ou pela PETROBRAS, conforme MD-5250.00-
2225-940-PEI-201

5.11.15.2 Os sistemas de iluminação e tomadas deverão atender aos critérios normativos,


Especificações Técnicas e critérios do projeto básico, bem como as
Especificações Gerais da REGAP (EGs).

5.11.15.3 Cabe a CONTRATADA alimentar o sistema de iluminação de emergência da U-


114, através de disjuntores reservas do painel existente. É escopo da
CONTRATADA o lançamento do cabeamento referente a estes sistemas
(iluminação normal, iluminação de emergência e tomadas) entre a chegada do
envelope no porão de cabos do PT-202 e o site da U-114, bem como os
respectivos testes de integridade. É escopo da CONTRATADA informar as
demandas necessárias do sistema de iluminação de emergência da U-114 para
PETROBRAS. O projeto executivo e eventuais adequações no painel,
lançamento de cabos dentro da PT-202 e interligações são de responsabilidade
da PETROBRAS.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
42
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

5.11.15.4 É escopo da CONTRATADA adequar a iluminação das instalações existentes


às condições estabelecidas em normas ou documentos contratuais.

5.11.16 Instrumentação

5.11.16.1 O escopo geral de instrumentação e automação consiste projeto de


detalhamento, execução dos serviços de construção e montagem,
desmontagem, interligações à infraestrutura existente, configurações de
instrumentos, sistemas e/ou pacotes, sua calibração e testes, inclusive testes
de malhas (loop tests) e intertravamento lógico, preservação, comissionamento
de todos os instrumentos, equipamentos, sistemas e/ou pacotes,
independentemente se fornecidos pela PETROBRAS ou pela CONTRATADA,
de forma a proporcionar o correto funcionamento da unidade objeto deste
contrato. Para tanto deverá atender, inclusive, a arquitetura descrita no
documento DE-5250.00-2225-800-PDP-001 e o documento MD-5250.00-2225-
800-PEI-201.

5.11.16.2 Cabe à CONTRATADA considerar que as remotas de campo para o SDCD,


conforme padrão da série S900, de fabricação ABB, ligadas ao SDCD 800xA
ABB via rede PROFIBUS redundante.

5.11.17 Inspeção, calibração e testes.

5.11.17.1 Cabe à CONTRATADA providenciar bancadas de testes adequadas com todos


os dispositivos necessários e suficientes (flanges e dispositivos, recursos para
manuseio de cargas, fonte de pressão, etc.) para calibração de válvulas de
segurança, de controle, on/off, motorizadas e sinalizadas, assim como poços de
temperatura, visores de nível, visores de fluxo, chaves de nível, transmissores
de nível flangeados, etc., incluindo aqueles de fornecimento PETROBRAS.

5.11.17.2 A CONTRATADA deverá executar:

a) Inspeção de recebimento de todos os materiais, instrumentos e


equipamentos recebidos nas dependências da REGAP, conforme prescrições
do Anexo VIII - Diretriz Contratual para Gestão da Qualidade, Anexo X -
Diretriz Contratual para Suprimento, Anexo XII - Diretriz Contratual de
Comissionamento e Norma PETROBRAS N-858;

b) Identificação dos instrumentos, painéis e caixas de junção com plaquetas


e etiquetas de identificação, armazenamento e preservação, até a operação
de todos os materiais, instrumentos e equipamentos, inclusive daqueles
fornecidos pela PETROBRAS;

c) Testes e calibração de todos os instrumentos segundo os métodos


indicados nos manuais dos fabricantes e de acordo com as normas técnicas

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
43
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

aplicáveis, inclusive daqueles fornecidos pela PETROBRAS e aqueles que


serão relocados;

d) Os testes e calibrações dos instrumentos deverão ser feitos em


laboratório de calibração instalado no local da obra, com controle de
temperatura e umidade, com todos os instrumentos- padrão de teste e de
calibração aferidos e certificados por órgão competente pertencente à RBC –
Rede Brasileira de Calibração e com recursos para verificação das
funcionalidades de comunicação digital dos instrumentos que as possuírem
entre eles, mas não limitado aos protocolos Hart, RS-485 elétrico e óptico,
PROFIBUS, ETHERNET e MODBUS;

e) Testes de todas as malhas das novas instalações de acordo com o


estabelecido no documento CRITÉRIOS PARA TESTES DE MALHAS DE
INSTRUMENTAÇÃO - EG-80-08;

f) As simulações do sinal de variáveis deverão ser obrigatoriamente


executadas a partir das variáveis monitoradas ou manipuladas, através de
dispositivos especiais e equipamentos adequados ao range destas variáveis,
com a correspondente verificação das ações ou resultados nos elementos
finais de controle. Não será aceita a simulação de variáveis a partir do
acionamento de contatos ou da injeção de sinais de saída a partir de
instrumentos ou painéis, exceto para casos excepcionais a serem definidos
pela PETROBRAS;

g) Os testes das malhas deverão ser necessariamente precedidos de:


 Sua configuração no SDCD ou no CP de Segurança e atualização
dos seus dados no banco de dados conforme dados do projeto
executivo;

 Entrega formal à PETROBRAS de todas as informações necessárias


à realização dos serviços retro mencionados através das revisões dos
documentos do projeto executivo relativos a diagramas de malha,
diagrama de segmentos, lista de instrumento, diagrama lógico,
memorial descritivo de lógica e de controle, folha de dados de
instrumentos, memórias de cálculos de instrumentos, lista de
endereços, tabelas de comunicação Modbus e lista de pontos de
ajuste, etc.;

h) Os loop tests de todos os instrumentos, equipamentos, sistemas e/ou


pacotes necessários à plena operação da nova Unidade U-114 são de

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
44
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

responsabilidade da CONTRATADA. Os loop tests deverão ser realizados


com a supervisão dos fornecedores, inclusive para os pacotes fornecidos pela
PETROBRAS. A PETROBRAS irá acompanhar a execução de todos os testes
de malhas;

i) Caberá à CONTRATADA a guarda e a instalação física de todo o


hardware dos sistemas SDCD, CP de Segurança e SCMD, incluindo os
armários pertinentes, bem como o das Remotas de E/S para o SDCD. A
instalação física deve contemplar todas as interligações de alimentação
elétrica, sinais de campo, redes de comunicação e sinais de interface entre
sistemas, incluindo o fornecimento de cabos e multicabos elétricos, cordões,
cabos, painéis e bastidores ópticos. A CONTRATADA deverá fornecer
também todos os softwares necessários para a operação adequada da
Unidade, incluindo as respectivas licenças, mídias de instalação e realizar as
configurações de acordo com os requisitos do fornecedor, inclusive para os
sistemas SDCD, SCMD e CP de Segurança;

j) As configurações de telas de operação e lógicas internas do SDCD e do


SCMD são escopo da CONTRATADA.

k) É escopo da CONTRATADA fazer os testes de malhas das gavetas loop


do FGBA.

l) Para a partida do 114-K-901 ao final da ETAPA 1, deve estar


implementada e testada uma instrumentação mínima para garantir o
funcionamento adequado e seguro do equipamento, das instalações e o
atendimento às necessidades do processo.

5.11.18 Montagem de instrumentos

A CONTRATADA deverá executar todos os serviços de montagem e


desmontagem de instrumentos, equipamentos, caixas (passagem, manholes,
handholes, junção, painéis de distribuição ópticos e assemelhados) e todos os seus
suportes, incluindo, pelo menos: fabricação e instalação de ligações primárias e de
linhas de impulso; ligações elétricas e ópticas a painéis locais e a Remotas de E/S;
lançamento e montagem de tubulação de ar de instrumentos; ligações pneumáticas
completas de instrumentos e válvulas de controle com instalação de conjunto filtro
regulador individual; fabricação, instalação e testes de potes de selagem e potes
de condensado; selagem com solda das tomadas de placas de orifício e venturis,
inclusive daquelas que não forem utilizadas; instalação de Remotas de E/S e
painéis de campo com lançamento e instalação de eletrodutos aparentes e
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
45
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

respectivos acessórios, derivações e curvas, dentre outros, incluindo a execução


de trabalhos de oficina tais como dobramento de eletrodutos.

5.11.19 Sistemas de segurança, confiabilidade e meio ambiente.

5.11.19.1 O projeto da nova Unidade deverá prever a implantação dos seguintes sistemas,
incluindo todo o escopo necessário para sua completa operação:

a) Analisador para monitoramento contínuo de emissões de SOx no


incinerador da URE, incluindo monitoramento de O2, umidade e vazão na
chaminé do incinerador;
b) Relocação do Analisador existente;
c) Sistema de detecção de gases tóxicos e inflamáveis.

5.11.19.2 É responsabilidade da CONTRATADA o projeto, suprimento e serviços


relacionados à implementação dos sistemas e equipamentos de segurança
previstos no MD-5250.00-2225-947-PEI-102 e DE-5250.00-2225-947-PEI-102.

5.12 Condução da Estratégia de Construção e Montagem

5.12.1 A CONTRATADA deverá realizar um Kick-off Meeting (KOM) de Construção e


Montagem em até 45 (quarenta e cinco) dias corridos da emissão da Autorização
de Serviços ou a critério da fiscalização da PETROBRAS.

5.12.2 Este KOM deverá ser conduzido pelo Coordenador de Construção e Montagem, e
deverão participar no mínimo o Coordenador de Planejamento e Controle,
Coordenador de Engenharia e Suprimento, Coordenador de Qualidade e SMS,
profissionais indicados pela PETROBRAS e demais partes interessadas.

5.12.3 No KOM a CONTRATADA deverá abordar, no mínimo, os seguintes tópicos:

a) Apresentação dos participantes e agenda;


b) Resultados esperados do KOM;
c) Resumo do projeto;
d) Identificação das estratégias de condução da Construção e Montagem já
definidos;
e) Definição dos estudos ou ações que deverão ser realizados para definição
das estratégias ainda não definidas;
f) Adoção de procedimentos, métodos e tecnologias para aumento da
produtividade e execução das atividades de forma eficiente, eficaz e segura;
g) Estratégia para diminuição dos conflitos entre as diversas frentes de trabalho;
h) Sequenciamento das atividades de Construção e Montagem;
i) Definição de facilidades temporárias;
j) Identificação de pontos de atenção e oportunidades;
k) Identificação dos riscos significativos;

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
46
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

l) Detalhamento das interfaces com as demais disciplinas tais como Projeto,


Suprimento, Planejamento, SMS, Qualidade, Comissionamento e outras que
a CONTRATADA julgar necessárias;
m) Definição do Plano para cumprimento das ações necessárias para
atendimento às demandas levantadas no KOM;
n) Formas de atuação dos profissionais das principais disciplinas de C&M
durante a execução do Projeto Executivo para obtenção de documentos de
Engenharia com a visão da Execução;
o) Encerramento.
5.12.4 O Coordenador de Construção e Montagem deverá concluir todas as ações
mapeadas no Plano antes da gravação da Linha de Base do Contrato de acordo
com o Anexo IX - Diretriz Contratual de Planejamento e Controle, de forma que
todas as estratégias estejam refletidas no cronograma.

5.12.5 A CONTRATADA deverá realizar estudos específicos de construtibilidade e


incorporar em seus documentos de planejamento as ações necessárias visando a
partida da unidade.

5.13 Comissionamento

5.13.1 Cabe à CONTRATADA seguir integralmente as informações contidas no Anexo XII


- Diretriz Contratual de Comissionamento, fornecendo todos os recursos materiais
e humanos necessários para garantir a execução das atividades previstas e
relacionadas ao escopo contido nesse memorial descritivo.

5.13.2 Cabe à CONTRATADA prestar todo o suporte necessário à empresa Licenciadora,


sem ônus adicional à PETROBRAS, durante toda a etapa do comissionamento, de
forma a proporcionar que a mesma faça inspeção da integridade dos equipamentos
e instalações tais como girar figura “8”, instalar/retirar raquetes, abrir bocas de
inspeção/visita, substituição de juntas, montar andaimes para acessos, entre
outros.

6. REQUISITOS DE SEGURANÇA DOS SERVIÇOS

6.1 É escopo da CONTRATADA, atender ao exigido no Anexo V - Diretriz Contratual de


Produtividade com Segurança para C&M, os procedimentos listados no Anexo VII -
Documentação de Projeto e Normas para Execução e as normas aplicáveis.

6.2 Cabe à CONTRATADA incluir em seu planejamento a participação de toda sua força
de trabalho em 02 (dois) simulados de emergência por ano, com duração de 4 horas
cada, com aviso prévio de 15 dias pela PETROBRAS. Tal planejamento deve estar
refletido nos documentos pertinentes citados no Anexo V - Diretriz Contratual de
Produtividade com Segurança para C&M.

6.3 A CONTRATADA é responsável pelo gerenciamento de todos os resíduos gerados


durante a execução do objeto contratual, o que inclui as atividades de simples coleta,
segregação, transporte e destinação final/tratamento dos referidos resíduos citados.
____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
47
OPORTUNIDADE Nº _____________________
CONTRATO Nº_____________________
ANEXO I – Memorial Descritivo
__________________________________________________________________________

6.3.1 Cabe à CONTRATADA, visando atender o item 6.3, garantir que tais atividades
sejam realizadas por empresas devidamente licenciadas pelo órgão ambiental
competente e inscritas no Cadastro Técnico Federal pertinente do IBAMA, afora a
obrigação de atendimento a toda e qualquer legislação aplicável.

6.3.2 A abrangência dos resíduos citados no item 6.3 inclui, mas não se limita, àqueles
provenientes às atividades de escavação, cuja destinação depende de prévia
análise físico-química aderente à lei e às normas ABNT aplicáveis, pela qual é
também responsabilidade da CONTRATADA.

6.3.3 Cabe à CONTRATADA, ao término do objeto contratual e antes do final do prazo


destinado à Desmobilização, dar destino adequado a todo material e resíduo que,
porventura, ainda remanescerem nas instalações da REGAP.

____________________________________________________________________________________________________________
“O presente material é titularizado com exclusividade pela PETRÓLEO BRASILEIRO S.A. - PETROBRAS, e qualquer reprodução,
utilização ou divulgação do mesmo, sem a prévia e expressa autorização da titular, importa em ato ilícito nos termos da legislação
pertinente, através da qual serão imputadas as responsabilidades cabíveis. ”
48