Você está na página 1de 3

FLUXOGRAMA FILOSOFIA USP:

1º SEMESTRE (Disciplina: FLF0113 - Introdução à Filosofia)

OBJETIVO:
Introdução à leitura e análise de alguns textos básicos de autores centrais da
filosofia moderna (Descartes, Hume e Kant), proporcionando um estudo introdutório
das correntes racionalista e empirista nos séculos XVII e XVIII, do ponto de vista
do conhecimento. Ademais, tendo em vista a formação de professores, o curso tem
ainda como objetivos específicos:
a) aprimorar competências e habilidades relacionadas à expressão em língua
portuguesa através do desenvolvimento de atividades específicas de interpretação e
produção de texto e do uso de outras linguagens como imagens, vídeos, etc.;
b) propor questões e conteúdos, relacionados à temática do programa, relevantes à
capacitação do estudante para a atividade docente na área de filosofia no ensino
médio.

PROGRAMA:
1 ) Curso expositivo: “Metafísica e método em Descartes”.
a) A dúvida hiperbólica e a moral provisória.
b) O cogito: o primado do pensamento.
c) A veracidade de Deus e a origem do erro.
d) A distinção entre a alma e o corpo.
e) A união da alma e do corpo e as paixões.

2) Curso expositivo: “Metafísica e crítica em Kant”.


a) O ceticismo de Hume.
b) Juízos sintéticos e juízos analíticos.
c) Fenômeno e coisa em si.
d) Ideias da razão.

3) Seminário: Descartes, Regras para a direção do espírito.


a) O método cartesiano: resolução e composição.
b) A autonomia da razão.
c) Intuição e dedução.
d) Experiência versus razão.
e) O uso de modelos e hipóteses.

4) Seminário: Hume, Investigação acerca do entendimento humano.


a) A doutrina das ideias em Hume.
b) O conceito de causalidade.
c) O problema da indução.
d) O papel da experiência.

5) Práticas como componente curricular: No que diz respeito à formação de


professores, o curso tem ainda como objetivos específicos:
a) Noções introdutórias de pesquisa filosófica e lide com documentos e comentários;
uso adequado de dicionários e manuais de filosofia;
b) desenvolvimento de clareza na exposição textual e verbal de argumentos e
conceitos;
c) por meio dos seminários, capacidade de se posicionar diante de interpretações
antagônicas.

BIOGRAFIAS:
- Descartes Discurso do Método. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2009.
- Obras escolhidas. São Paulo: Perspectiva, 2010.
- Obras. Coleção Os Pensadores. São Paulo: várias edições.
- Princípios de filosofia. Rio de Janeiro: Editora UFRJ, 2002.
- Regras para a direcção do espírito. Lisboa: Edições 70, 1989.
- O mundo ou tratado da luz / O homem. Campinas: Edunicamp, 2009.
- Hume Investigação acerca do entendimento humano. Coleção Os Pensadores. São
Paulo: várias edições.
- Sumário do Tratado da Natureza Humana. São Paulo: Companhia Editora Nacional, São
Paulo, 1975.
- Tratado da natureza humana. São Paulo: Edunesp, 2009.
- Kant Crítica da Razão Pura. Coleção Os Pensadores. São Paulo: várias edições.
- Os Progressos da Metafísica. Lisboa: Edições 70, 1995.
- Prolegômenos a toda metafísica futura. Lisboa: Edições 70, 2008.
- Estudos ALQUIÉ, Ferdinand. (ed.). Galileu, Descartes e o mecanismo. Lisboa:
Gradiva, 1987.
- CLARKE, Desmond M. La filosofia de la ciência de Descartes. Madrid: Alianza
Universidad, 1999.
- COTTINGHAM, John. Dicionário Descartes. Rio de Janeiro: Zahar, 1995.
- COVENTRY, Angela M. Compreender Hume. Petrópolis: Vozes, 2011.
- GUÉROULT, Martial, Descartes selon l’ordre des raisons. Paris: Aubier, 1953, 2
vol.
- KOYRÉ, Alexandre. Considerações sobre Descartes. Lisboa: Presença, 1992.
- LEBRUN, Gerard. Kant e o fim da metafísica. São Paulo: Martins Fontes, 2002.
- Sobre Kant. Trad. de Rubens R. Torres Filho et alli. São Paulo: Iluminuras, 1995
- MARION, Jean-Luc. Sobre a ontologia cinzenta de Descartes. Lisboa: Instituto
Piaget, 1997.
- MONTEIRO, João Paulo. Hume e a epistemologia. São Paulo: Edunesp, 2009.
- TEIXEIRA, Lívio. Ensaio sobre a moral de Descartes. São Paulo: Brasiliense, 1990.
- Bibliografia sobre ensino de filosofia CHAUI, Marilena. Filosofia. Série Novo
Ensino Médio. São Paulo: Ática, 2008.
- FAVARETTO, Celso. “Sobre o ensino de Filosofia”. Revista da Faculdade de
Educação, USP, vol. 19, jan.-jun. de 1993.
- GALLO, Silvio. Metodologia do ensino de filosofia. Uma didática para o ensino
médio. Campinas: Papirus, 2012.
- MORAES, Amaury. A importância da didática para (a formação de) o professor de
Filosofia. São Paulo: FE-USP, 2001, mimeo.
- Orientações curriculares para o ensino médio. Ciências humanas e suas
tecnologias. Brasília, 2006.
- Parâmetros curriculares nacionais: Ensino médio. Parte IV: Ciências humanas e
suas tecnologias. Brasília, 2005.

1º SEMESTRE (Disciplina: FLF0115 - Introdução à Filosofia I)

OBJETIVO:
Iniciar na filosofia política os estudantes do primeiro ano do curso de filosofia,
com base em alguns textos inaugurais da Modernidade, os quais apresentam problemas
que continuam sendo fundamentais na reflexão sobre as diversas figuras do poder.
Ademais, tendo em vista a formação de professores, o curso tem ainda como objetivos
específicos:
a) aprimorar competências e habilidades relacionadas à expressão em língua
portuguesa através do desenvolvimento de atividades específicas de interpretação e
produção de texto e do uso de outras linguagens como imagens, vídeos, etc.;
b) propor questões e conteúdos, relacionados à temática do programa, relevantes à
capacitação do estudante para a atividade docente na área de filosofia no ensino
médio.

PROGRAMA:
1) Antes da modernidade: os gregos e os medievais (situação do problema).
2) Justiça social: a crítica de Thomas More à propriedade.
3) Eficácia política: a contestação de Maquiavel à política cristã.

Práticas como componentes curriculares: Noções introdutórias de pesquisa


filosófica, com particular atenção ao fichamento de textos e à redação de
trabalhos; seleção adequada de obras clássicas e contemporâneas; nos seminários,
capacidade de apresentar e defender argumentos.

BIOGRAFIA:
- BIGNOTTO, Newton. Maquiavel Republicano. São Paulo: Loyola, 1991.
- CONSTANT, Benjamin. A liberdade dos antigos comparada à dos modernos. São Paulo:
Atlas Editora, 2015.
- LEFORT, Claude. Machiavel: le travail de l’œuvre. Paris: Gallimard, 1972.
- MAQUIAVEL, Nicolau. Discursos sobre a primeira década de Tito Lívio. São Paulo:
Martins Fontes, 2007.
- O Príncipe. São Paulo: Martins Fontes, 2010.
- MORE, Thomas. Utopia. São Paulo: Martins Fontes, 1999.
- NOVAES, Adauto (org.). Ética. São Paulo: Companhia das Letras, 2007.
- SKINNER, Quentin. As Fundações do Pensamento Político Moderno. São Paulo:
Companhia das Letras, 1996.
- TOMÁS DE AQUINO. Escritos Políticos de Santo Tomás de Aquino. Rio de Janeiro:
Vozes, 2011.
- Bibliografia sobre ensino de filosofia CHAUI, Marilena. Filosofia. Série Novo
Ensino Médio. São Paulo, Ática, 2008.
- FAVARETTO, Celso. “Sobre o ensino de Filosofia”. Revista da Faculdade de
Educação, USP, vol. 19, jan.-jun. de 1993.
- GALLO, Silvio. Metodologia do ensino de filosofia. Uma didática para o ensino
médio. Campinas, Papirus, 2012.
- MORAES, Amaury. A importância da didática para (a formação de) o professor de
Filosofia. São Paulo, FE-USP, 2001, mimeo. - Orientações curriculares para o ensino
médio. Ciências humanas e suas tecnologias. Brasília, 2006.
- Parâmetros curriculares nacionais: Ensino médio. Parte IV: Ciências humanas e
suas tecnologias. Brasília, 2005.