Você está na página 1de 1

Prof.

Marco Antonio Furlan – Contabilidade Avançada

TESTES

1 Pode-se afirmar sobre as joint ventures que:


a) trata-se de um tipo de empreendimento societário de criação recen-te, sendo que as primeiras entidades da categoria foram
criadas no século XX, nos Estados Unidos;
b) trata-se de empresas controladas por determinado grupo econômico, com objetivos sociais distintos das demais empresas
do grupo a que pertencem;
c) têm como principal característica o fato de o controle societário ser compartilhado por vários investidores;
d) são associações de capital que quase não ocorrem no Brasil.
Resposta: alternativa C.

2 As principais modalidades de joint ventures são:


a) empresas comerciais e industriais;
b) sociedades controladas em conjunto, operações controladas em con-junto e ativos controlados em conjunto;
c) indústrias diversificadas, que operam em diversos países;
d) sociedades anônimas de capital aberto.
Resposta: alternativa B.

3 Assinale a(s) afirmativa(s) falsa(s):


a) em todas as modalidades atualmente conhecidas de joint venture, há, necessariamente, a criação de uma nova empresa,
com todas as formalidades legais e jurídicas;
b) nas operações controladas em conjunto, não há a criação de uma nova empresa. Nessa modalidade, cada investidora deve
manter e reconhecer em suas próprias demonstrações contábeis os ativos alo-cados ao empreendimento, os passivos
gerados e as despesas incorri-das e sua parte das receitas auferidas no empreendimento;
c) na modalidade de ativos controlados em conjunto, há a criação de uma nova empresa;
d) as sociedades controladas em conjunto representam a modalidade mais complexa nos aspectos operacionais,
administrativos e contá-beis.
Respostas: alternativas A e C.
4 A Instrução no 247, de 27-3-96, da CVM, menciona que:
a) não há necessidade de incluir, no processo de consolidação das de-monstrações contábeis das investidoras de capital
aberto, os saldos das sociedades controladas em conjunto, por não se tratar de uma controlada;
b) os procedimentos a serem observados para a consolidação das de-monstrações contábeis de sociedades controladas em
conjunto são idênticos aos procedimentos a serem observados para a consolidação das controladas;
c) os investimentos societários em sociedades controladas em conjunto devem ser avaliados pelas investidoras de capital
aberto pelo méto-do do custo;
d) os investimentos societários em sociedades controladas em conjunto devem ser avaliados pelas investidoras de capital
aberto pelo méto-do da equivalência patrimonial, e tais investimentos também são inclusos no processo de consolidação,
na proporção da participação da investidora no capital social da investida.

Resposta: alternativa D.

5 Assinale a(s) afirmativa(s) verdadeira(s):


a) considera-se controlada em conjunto aquela investida em que ne-nhuma das empresas investidoras exerce,
individualmente, os direi-tos de sócio (controle acionário);
b) não haverá alterações nos procedimentos para consolidação das demonstrações contábeis, no caso de alguma das
investidoras passar a exercer, direta ou indiretamente, o controle isolado sobre a socie-dade antes controlada em conjunto;
c) nas demonstrações consolidadas da investidora, não há necessidade de qualquer divulgação em notas explicativas dos
aspectos relacio-nados com os investimentos em sociedades controladas em con-junto;
d) as demonstrações contábeis de sociedades controladas em conjunto, localizadas no exterior, não devem ser inclusas na
consolidação da investidora brasileira de capital aberto.
Resposta: alternativa A.

6 Na modalidade de ativos controlados em conjunto:


a) parte ou total dos ativos necessários à execução do empreendimento pode ser adquirida pelos investidores, para uso
exclusivo da joint venture;
b) os ativos pertencem à joint venture, devendo, portanto, serem regis-trados na contabilidade da investida;
c) cada investidora irá reconhecer, em sua contabilidade, a participa-ção proporcional na nova empresa.

Resposta: alternativa A.