Você está na página 1de 7

Universidade Federal do Ceará – UFC

Centro de Tecnologia

Departamento de Engenharia Mecânica e de Produção

Semestre 2017.1

Relatório de Física Experimental Para Engenharia


Prática 06: Princípio de Arquimedes e Densimetria

Aluno(a): Sidney Roberto Ferreira Vasconcelos Matrícula: 400936

Curso: Engenharia Mecânica Turma: 18A

Professor: Gabriel Oliveira

Disciplina: Física Experimental Para Engenharia

Data da prática: 19/06/2017

Horário da realização da prática: 10:00 – 12:00

Fortaleza, Ceará

2017
Sumário
1. INTRODUÇÃO...........................................................................................................................3
2. OBJETIVOS................................................................................................................................3
3. MATERIAL.................................................................................................................................3
4. PROCEDIMENTO.......................................................................................................................3
5. QUESTIONÁRIO........................................................................................................................4
6. CONCLUSÃO.............................................................................................................................6
7. BIBLIOGRAFIA...........................................................................................................................6
1. INTRODUÇÃO
O Princípio de Arquimedes denota que um corpo imerso, total ou parcialmente, em
um fluído, sofre a ação de uma força vertical para cima de módulo igual à força peso do
mesmo denominada empuxo (E). Tal princípio pode ser representado pela figura 1.

Figura 1: Representação do Princípio de Arquimedes

Além desse princípio, uma outra relação importante é a razão entre a massa de um
corpo e seu volume, a qual denota uma grandeza denominada massa específica, representada
pela equação 1:

m
ρ= (1)
V
A partir do Princípio de Arquimedes somado ao conceito de massa específica, é
possível determinar o módulo do empuxo, representado pela equação 2:

E=ρfluido ∙ V fluido deslocado ∙ g (2)

E, como o empuxo tem sentido contrário ao peso, haverá uma resultante da soma
dessas forças. Essa resultante consiste no peso aparente (P’), onde P’< P, representado pela
equação 3:

P '=P – E (3)

Por fim, tal relação nos permite predizer se um corpo irá flutuar ou afundar quando
submerso em um fluído, uma vez que o empuxo tem sentido contrário ao peso de um corpo,
caso tal força seja superior à força exercida pela gravidade em uma massa, o corpo flutuará e,
caso contrário, o corpo afundará. A partir disso, inferimos relações com as densidades do
líquido e do corpo submerso, as quais estão representadas a seguir:

ρobjeto > ρfluído : objeto afunda


ρobjeto < ρfluído : objeto flutua
2. OBJETIVOS
 Determinar a densidade de sólidos e líquidos.
 Verificar experimentalmente o princípio de Arquimedes.
 Determinar o empuxo.
 Verificar a condição para que um sólido flutue em um líquido.

3. MATERIAL
 Dinamômetro graduado em N;
 Corpos sólidos (plástico, alumínio, chumbo, parafina, madeira);
 Líquidos (água, álcool);
 Garrafa plástica com tampa;
 Béquer de 140 mL;
 Proveta de 100 mL.

4. PROCEDIMENTO
Primeiramente, determinamos a massa específica dos líquidos utilizados durante a
prática (água e álcool). Em seguida, obtivemos o peso de cada um dos corpos sólidos,
utilizando, para isso, um dinamômetro para obtenção do peso, dividindo tal resultado por 9,81
e, assim, obtendo a massa. Em seguida, mergulhamos cada corpo sólido em 100 ml de água e
obtivemos seu volume através do volume deslocado pela água. Em seguida, calculamos a
m
massa específica de cada corpo, através da fórmula ρ= . Os resultados desta etapa da
V
prática encontram-se na Tabela 4.1.

TABELA 4.1. RESULTADOS EXPERIMENTAIS

AMOSTRA PESO (N) MASSA (g) VOLUME (cm³) MASSA ESPECÍFICA (g/cm³)
Água 0,96 97,86 100 0,9786
Álcool 0,84 85,63 100 0,8563
Alumínio 0,50 50,97 20 2,5485
Plástico 0,22 22,43 22 1,0195
Chumbo 1,56 159,02 15 10,6013
Madeira 0,18 18,35 27 0,6796
Parafina 0,2 20,39 23 0,8865

Em posse dos dados expostos na Tabela 4.1, pudemos prever quais dos corpos sólidos
flutuariam ou afundariam nos dois líquidos aferidos. Assim, testamos experimentalmente tais
previsões e os resultados encontram-se na Tabela 4.2.

TABELA 4.2. COMPARAÇÃO DAS DENSIDADES

AMOSTR FLUTUA NA ÁGUA? FLUTUA NO ρAMOSTRA É MENOR DO QUE ρAMOSTRA É MENOR DO QUE
A (SIM/NÃO) ÁLCOOL? (SIM/NÃO) O ρÁGUA? (SIM/NÃO) O ρÁLCOOL? (SIM/NÃO)
Alumínio NÃO NÃO NÃO NÃO
Plástico NÃO NÃO NÃO NÃO
Chumbo NÃO NÃO NÃO NÃO
Madeira SIM SIM SIM SIM
Parafina SIM NÃO SIM NÃO
Em seguida, colocou-se 60 mL de água na proveta e se determinou o peso aparente
das amostras de ferro, plástico e chumbo, pesando cada uma enquanto estavam submersas na
água. Repetiu-se o procedimento com o álcool. Os resultados encontram-se na Tabela 4.3.

TABELA 4.3. PESO APARENTE DAS AMOSTRAS.

AMOSTRA Peso aparente na água (N) Peso aparente no álcool (N)


Alumínio 0,3 0,36
Plástico 0,02 0,04
Chumbo 1,42 1,44

Por fim, utilizando as equações (2) e (3), determinamos o empuxo dos corpos na água
e no álcool, tomando o cuidado de converter os dados para as unidades exigidas pelas tabelas.
Os resultados encontram-se nas tabelas 4.4 e 4.5.

TABELA 4.4. EMPUXO NA ÁGUA.

AMOSTRA Alumínio Plástico Chumbo


VOLUME (m³) 2*10-5 2,2*10-5 1,5*10-5
EMPUXO (N) 0,192 0,211 0,144
Dens. Líquido (kg/m³) X volume (m³) X g (m/s²)
EMPUXO (N) (peso real) – (peso aparente) 0,2 0,2 0,14

TABELA 4.5. EMPUXO NO ÁLCOOL.

AMOSTRA Alumínio Plástico Chumbo


VOLUME (m³) 2*10-5 2,2*10-5 1,5*10-5
EMPUXO (N) 0,168 0,185 0,126
Dens. Líquido (kg/m³) X volume (m³) X g (m/s²)
EMPUXO (N) (peso real) – (peso aparente) 0,14 0,18 0,12

5. QUESTIONÁRIO
1 – Baseado nos dados experimentais obtidos, qual a massa em gramas de:

a) 1 litro de água.m=ρ∗v=0,9786∗1000=9786 g

b) 1 litro de álcool. m=ρ∗v=0,8563∗1000=8563 g

2 – Que conclusão podemos tirar dos resultados da tabela 4.2.?

Resposta: Que um corpo flutua em um meio quando possui densidade inferior à do fluído
em questão.

3 – Sabemos que gelo flutua na água e que garrafas com água colocadas no congelador
explodem. Que relação há entre estes dois fatos?

Resposta: Ao congelar-se a água, ocorre o aumento de seu volume, o que é responsável por
provocar a explosão de garrafas com água postas num congelador e, também, pela redução
de sua densidade (visto que sua massa se mantém constante), o que o permite flutuar na
água.

4 – Que propriedade um líquido deve ter para que uma esfera de aço de 1,0 kg de massa possa
flutuar? A massa específica do aço é 7850 kg/m³.

Resposta: A densidade do líquido deve ser superior à densidade da esfera, logo:

ρlíquido > ρesfera

Logo,

ρlíquido > 7850 kg/m ³

5 – Baseado nos dados obtidos, Tabelas 4.4 e 4.5, onde o empuxo é maior, na água ou no
álcool? Justifique.

Resposta: Na água, visto que esta possui maior densidade e o empuxo é diretamente
proporcional à densidade do líquido

6 – Como a massa específica do líquido influi no empuxo?

Resposta: O módulo do empuxo é igual ao peso do líquido deslocado. E o peso do líquido


está relacionado com sua massa específica (densidade), ou seja, quanto maior a densidade
do líquido, maior o seu peso e, assim, maior o seu empuxo.

7 – (a) Um cubo de gelo está flutuando em um copo de água. Quando o gelo fundir, o nível da
água no copo subirá? Explique. (b) Se o cubo de gelo contém um pedaço de chumbo no seu
interior, o nível de água baixará quando o gelo fundir? Explique.

a) Resposta: Não ocorrerá mudança no nível da água, visto que o empuxo é igual ao peso do
cubo de gelo, o que denota que, quando o cubo voltar ao estado líquido, uma vez que sua
massa é constante, o volume se manterá o mesmo.

b) Resposta: Sim, haverá uma redução no nível da água, uma vez que o chumbo possui
densidade maior que a água e ocasiona o deslocamento de um volume maior que o
necessário. Assim, quando o gelo retornar ao estado líquido, haverá redução de volume.

8 – Um estudante tem 65,0 kg de massa. (a) Supondo que seu volume é 0,068 m³, qual o
empuxo sobre o estudante devido ao ar? (b) Qual o peso aparente em kgf que o mesmo obtém
ao se pesar? (c) Este estudante flutuaria na água? Justifique. (a massa específica do ar é 1,3
kg/m³).

a) Resposta: E=ρar ∗V ar deslocado∗g


E=1,3∗0,068∗9,81
E=0,867 N
b) Resposta:

P' =P−E

P' =65∗9,81−0,867

P' =636,783 N=64,95 Kgf


c) Resposta:

m
ρ=
V
65
ρ= =955,88 k g /m³
0,068
Sabendo-se que a densidade da água é aproximadamente 1000kg/m³, podemos afirmar que
o estudante flutuaria na água, visto que sua densidade (955,88 kg/m³) é menor que a do
líquido em questão.

6. CONCLUSÃO
Após a realização da prática, conclui-se que um corpo submerso em um fluído sofre a
ação de uma força denominada empuxo. E a mesma possui módulo igual ao peso do volume
de líquido deslocado o que comprova o que diz o Princípio de Arquimedes.

Além disso, foi observado, também, a propriedade denominada massa específica, a


qual é denotada pela razão entre a massa de um corpo e o seu volume. Tal propriedade
permitiu a constatação da flutuabilidade de um corpo em um meio líquido. Desse modo, vimos
que, caso a massa específica de um corpo seja superior à massa específica de um líquido, tal
corpo afundará, visto que o módulo da força de empuxo será menor que o da força peso e
que, caso a massa específica de um corpo seja inferior à massa específica de um líquido, o
corpo flutuará, visto que o módulo da força de empuxo será maior que o da força peso.

Por fim, observamos pequenos erros durante a determinação experimental dos dados
exigidos pela prática. Tais erros podem ser advindos de fatos como a água utilizada na prática
não ser destilada, a presença de corantes no álcool, a não uniformidade das amostras do
procedimento, junto de seu desgaste e erros humanos durante as leituras obtidas pelo
dinamômetro. No entanto, mesmo com tais desvios, a prática foi bem-sucedida e permitiu a
observação satisfatória dos princípios por ela abordados.

7. BIBLIOGRAFIA
Figura 1: http://www.da-educa.com/2010/05/plantao-de-duvidas-on-line-fisica_19.html

DIAS, Nildo Loiola. Roteiros de aulas práticas de Física. UFC. Fortaleza, 2017;

https://www.ucb.br/sites/100/118/Laboratorios/Calor/Arquimedes.pdf

http://www.infoescola.com/fisica/principio-de-arquimedes-empuxo/

https://pt.wikipedia.org/wiki/Impuls%C3%A3o

http://www.euroaktion.com.br/Tabela%20de%20Densidade%20dos%20Materiais.pdf