Você está na página 1de 55

FUNIL

LANDING PAGES INVERTIDO & COPY

ADS
DIRETO LEADS
ESPECIALISTA EM CRO, ADS,
COPYWRITING E ESTRATÉGIAS DE CONVERSÃO
S O BR E O AU TO R

3
S O BR E O AU TO R

A minha carreira tem sido um longo processo Esta citação de Claude C. Hopkins resume
de tentativas e erros. bem minha forma de pensar: “Não podemos ir
atrás de milhares de homens até aprendermos
Basicamente, vivi todos os erros possíveis de a ganhar um”.
CRO e aprendi tudo da maneira mais difícil.
Isso me trouxe uma base sólida técnica – Compreender o seu público-alvo e sua
não apenas teórica. jornada de compras é o meu equivalente a
aprender a “ganhar um homem”. Por meio da
Acredito firmemente que a experiência somada taxa de conversão eu ganho a certeza de que
a percepção de valor, são de longe os aspectos conquistei seu público e que estou pronto
mais importante da Otimização de Conversão. para escalar suas campanhas para “milhares
Assim, passo cerca de 80% do meu tempo de homens”.
realizando pesquisas de conversão. Minha
lógica é que, quanto melhor entendermos os Se eu pudesse te dar só um conselho, seria
problemas e anseios do seu público-alvo, mais este: entenda os problemas e anseios do
fácil será de vender a sua solução e escalar isso seu público-alvo.
com demais ideias.

4
INTRODUÇÃO................................................................................... 6

MARKETING DIGITAL PARA NEGÓCIOS LOCAIS.................................. 10

LANDING PAGE VS WEBSITE: QUAL VOCÊ DEVERIA ESCOLHER?..........22

COPYWRITING: O QUE É?

O GUIA DEFINITIVO COM EXEMPLOS E FRAMEWORKS!....................... 31


INTRODUÇÃO
PRECISAMOS FALAR SOBRE
MARKETING LOCAL

Em qualquer guia, vídeo ou curso sobre


marketing digital que você encontrar
na internet, você vai ver aquele mesmo
discurso: crie um site, um blog, produza
conteúdo, anuncie nas redes sociais, faça
e-mail marketing, vídeos, etc…
I N TR O D U ÇÃO

O QUE NINGUÉM TE CONTA Especialmente quando falamos de pequenas


É QUE FAZER TUDO ISSO ou médias-empresas no Brasil, o mais
NÃO VAI SAIR BARATO. inteligente a se fazer é pensar de forma
escalável priorizando o custo-benefício.
Veja bem, eu não estou falando para você
evitar de fazer todas as ações possíveis E esse é o meu objetivo com este artigo:
de marketing digital — até porque este é o te explicar como fazer marketing de
cenário ideal. resposta-direta e que te traga o máximo de
aproveitamento (retorno) rápido possível.
O problema é que na vida real nem todas as
empresas possuem o orçamento da coca-cola. Aproveite este guia sobre Marketing Local.

9
MARKETING DIGITAL
PARA NEGÓCIOS LOCAIS
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

ORÇAMENTO BAIXO? FOQUE NOS


POTENCIAIS CLIENTES INTERESSADOS
Se você tem um orçamento baixo, preste atenção nisso.

Você deve priorizar as ações com maior chance de darem certo.

Estou falando de atingir em cheio seus potenciais clientes já


interessados pelo serviço ou produto que você oferece.

Sabe aquela história da jornada de compras e funil de vendas?

11
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

##Aqui vai uma verdade: São usuários altamente quentes que podem
com pouco orçamento você não tem como se tornar leads qualificados para o seu
construir uma audiência e educá-la para time de vendas.
comprar da sua empresa.
Estou falando de virar o funil de vendas
Isso vai te custar muito mais tempo e dinheiro. de ponta-cabeça, ou seja, de seguir
o funil invertido:
Ao invés disso, crie anúncios para quem já está
buscando pelo seu serviço ou produto Prioriza aquilo que traz venda-direta ao invés
no Google: esses usuários já carregam daquilo que desperta um estímulo.
INTENÇÃO de compra e já entendem que
possuem um problema a ser solucionado.

12
INTENÇÃO

INTERESSE

FUNIL
1 Decisão
I N V E RT I D O de compra

2 Consideração
da solução

3 Reconhecimento
do problema

4 Aprendizado
e descoberta
INTERESSE vs INTENÇÃO

Acima eu falei sobre anunciar para potenciais clientes


que buscam pelo seu produto ou serviço no Google.

Mas porquê eu disse Google e não Instagram


ou Facebook?

Pois faz mais sentido anunciar para quem tem real


interesse e necessidade pelo seu produto ou serviço
— se o usuário está buscando ativamente no Google,
então ele tem alto interesse e urgência.

Já as redes sociais são mais recomendadas para


despertar o interesse e construir uma audiência
para posterior ativação (venda).

Este é um processo que requer mais tempo pois


exige educação desses usuários até se tornarem
leads qualificados para venda.
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

O gráfico acima representa qual canal de mídia é o mais


indicado para despertar interesse ou para atingir um
público mais qualificado.

15
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

Ok. E qual a lição dessa pequena aula? LEADS QUALIFICADOS E


LEADS TELEFÔNICOS
Demanda: manifestação de um desejo, pedido O conceito de lead é muito simples.
ou exigência; solicitação.
Qualquer usuário que permitiu o contato
da sua empresa é um lead. Está totalmente
Trabalhar com pesquisa é trabalhar com a associado com a permissão.
demanda do mercado.
Já o lead qualificado, além de consentir o
É muito mais rápido (e portanto, eficaz) anunciar contato, é também aquele que tem uma certa
para usuários com intenção de compra. urgência e alto interesse em adquirir ou saber

S U P E R D ICA : FAÇA SEU CA DA ST R O NO


mais informações da sua solução.

G O O G L E MEU NEGÓ C IO E PREEN CHA TODAS AS

I N FO R M AÇ Õ ES Q U E A F ERRA MEN TA PEDIR.


É praticamente uma venda.

É gratuito e vai te ajudar a levantar É claro que a sua competitividade é o que vai
oportunidades de forma orgânica. definir essa venda.

16
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

O QUE É COMPETITIVIDADE?

É fornecer uma ótima experiência de compra.

Por meio das ações de marketing digital


exemplificadas acima, o seu time comercial
irá receber potenciais clientes interessados
na sua solução.

A partir daí esses leads precisam de um


atendimento que provenha toda a atenção
necessária, além de destacar os atrativos,
facilidades e diferenciais da sua empresa.

Se essa experiência for positiva, certamente


você terá uma venda.

17
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

Só pra exemplificar, veja essa historinha: LEADS TELEFÔNICOS

Geralmente quando falamos de leads, pensamos


em e-mail.

Mas lead é qualquer usuário que fornece dados


e consente um contato, e isso vale também para
chamadas telefônicas.

E se eu te disser que é possível aumentar o


Não seja esse tipo de empresa da história acima. número de telefonemas que a sua empresa
receba de pessoas realmente interessadas pela
É imprescindível que o seu setor comercial tenha sua solução?
uma taxa saudável de conversão em vendas.
Pois isso é plenamente concebível e recomendável.
A média geral do mercado é de 10% de
conversão de leads em vendas.

18
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

Com ferramentas de tracking integradas ao


Google ADs, é possível mensurar quantas
ligações foram geradas por meio das
campanhas de ADs, assim como quanto foi
o custo para gerar cada uma dessas ligações.

Dessa forma você consegue medir o


real retorno do seu investimento.

A imagem acima contém resultados da


campanha de Google ADs que vem gerando
cerca de 350 chamadas telefônicas todos os
meses para o nosso cliente, a clínica Prática
Odontologia Total.

Se você quiser ver mais detalhes, confira o


estudo de caso do uso de Marketing Digital
para a Clínica Odontológica.

19
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

CRESCIMENTO ESCALÁVEL A minha dica para prover um crescimento


escalável e saudável para a sua empresa é
seguir essa ordem:
Um passo de cada vez e você pode crescer o
seu faturamento e lucro. 1. Comece com campanhas para usuários
com intenção de compra e converta em
Lembra das recomendações que todo mundo leads para realizar vendas.
faz sobre marketing digital?
2. Depois que saturar os canais de intenção
Criar um site, um blog, produzir conteúdo, (google busca), aumente o volume de
anunciar nas redes sociais, automação de leads com campanhas de Display e
e-mail marketing, vídeos, webinars, etc… YouTube.

3. Trabalhe com remarketing e redes sociais


A resolução para fazer Marketing Local é (Instagram e Facebook ADs) para auxiliar
priorizar aquilo que traz venda-direta ao invés no volume de leads.
daquilo que somente desperta um estímulo.

20
MA R K E T IN G D IG I TA L PA R A NE GÓC IOS LOCAI S

Eu ainda tenho mais uma dica valiosa. Isso vai te ajudar a aumentar o volume de
leads sem prejudicar a qualidade, garantindo
Sempre que for testar novas campanhas de sua receita X investimento. ROI.
auxilio (campanhas para estimular o aumento de
demanda), use o aprendizado de máquina e listas
semelhantes baseadas na sua base de clientes. É melhor ter poucos leads qualificados do que
muitos leads desqualificados.
O vídeo abaixo explica isso de forma mais
prática e didática.
Qualidade é sempre melhor que quantidade.

Sempre tenha isso em mente para crescer de


forma saudável.

21
LANDING PAGE VS
WEBSITE: QUAL VOCÊ
DEVERIA ESCOLHER?
Quem nunca ouviu aquela típica história do Estou falando de levar as pessoas certas
amigo ou conhecido que investiu algumas para o lugar errado.
centenas de reais em mídia paga (ADs) e
não teve retorno algum? Neste artigo vou explicar as diferenças
entre uma landing page e um website, com
Muito provavelmente ele escolheu um o objetivo de tornar o seu investimento em
destino errado para suas campanhas. mídia o mais efetivo possível.
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

LANDING PAGE OU WEBSITE?

Uns dos debates mais comuns entre os


profissionais de marketing digital é sobre
landing page vs websites.

Mas cada vez mais estou lidando com


prospects que também tem essa dúvida.

Como a Alaska Marketing Digital é uma agência


de performance especializada em CRO, estamos
bem familiarizados com essas diferenças e
vivenciamos essa confusão todos os dias.

É por isso que montamos esse infográfico


ao lado: para esclarecer de uma vez por todas
as diferenças e o propósito dos dois formatos.

24
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

WEBSITE LANDING PAGE

Um site é um conjunto de páginas Uma landing page é projetada para apresentar


interconectadas com detalhes sobre uma oferta (talvez um cupom, um e-book ou
seus negócios. uma avaliação gratuita) e incentivar os visitantes
a reivindicá-la.
É como uma carta de apresentação da
sua empresa. Em outras palavras, o foco da landing page é
promover uma AÇÃO.
Geralmente os sites comerciais explicam o
que a empresa é, o que ela faz e os produtos Embora possa estar hospedada dentro do
e serviços disponíveis. Também pode abrigar domínio principal do site, a landing page
páginas especializadas, como o blog de destaca elementos essenciais focados na
negócios, a página de login ou um fórum. conversão e geralmente não possui botões de
navegação ou outros links para demais páginas.
O PRINCIPAL OBJETIVO DE UM SITE
É DESCREVER E EXPLICAR SUA O PRINCIPAL OBJETIVO DE UMA PÁGINA
ORGANIZAÇÃO OU EMPRESA. DE DESTINO É GERAR VENDAS
OU CAPTURAR LEADS.

25
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

WEBSITE:
QUANDO USAR?

Como expliquei acima, a função do website


é apresentar a sua organização.

Em outras palavras: contar histórias. O website é como uma carta de apresentação


da sua empresa com todas as informações
Pode reparar: todo website possui no mínimo que o seu prospect precisa saber.
uma página “Sobre nós” ou “A Empresa”
(onde geralmente se apresenta a Missão, Numa estratégia de marketing digital, o
Visão e Valores), “Locais”, “Entre em contato”, website geralmente é utilizado para SEO ou
“Conheça o Produto/Serviço” e como um link na assinatura de e-mails ou
“Cases/Preços”. biografia nas redes sociais da empresa.

É com essas páginas que você pode explicar, Também pode ser utilizado em campanhas
com suas próprias palavras, qual é o seu de mídia online com fins institucionais
negócio e o que é esse negócio. ou de branding.

26
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

LANDING PAGE: objetivo específico de levar o seu potencial


QUANDO USAR? cliente a executar uma ação.

Essa é uma maneira elegante de dizer que


Como você já deve saber, o website de uma landing page é projetada com um único
uma empresa tem como objetivo principal objetivo: gerar conversões.
apresentá-la ao seus prospects.
É claro que para isso você vai precisar de uma
Em quase 100% dos casos ele é hospedado landing page persuasiva – mas isso é assunto
como o domínio raiz, e permite navegar por para outro blogpost.
várias páginas.
Curiosidade: existem também alguns nomes
Destina-se a satisfazer as perguntas e alternativos para uma landing page, como:
curiosidades dos visitantes. página de captura, página de destino, squeeze
page ou página de aterrissagem.
Ok, mas e as landing pages? Quando e como
devo usá-las? Dependendo do seu objetivo de conversão,
pode existir uma variedade de modelos e
Uma landing page é uma página única com o características que a landing page deverá ter.

27
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

AQUI ESTÃO ALGUNS EXEMPLOS DE Se você quiser entender melhor sobre


LANDING PAGES: a anatomia e os tipos de landing pages,
recomendo a leitura do artigo Como Fazer
##Landing page para gerar leads Páginas De Destino Persuasivas Que Geram
qualificados (pedidos de Vendas Como Um Mestre.
orçamento).
Outra vantagem das landing pages é que
##Landing pages para gerar elas facilitam a adoção do método científico,
instalações de aplicativos. provendo Testes A/B muito mais ágeis.

##Landing pages para coletar leads Numa estratégia de marketing digital, uma
para nutrição. landing page geralmente é utilizada para
campanhas de performance de resposta
##Landing pages de chatbot. direita, ou seja, de retorno sobre
investimento imediato.
##Landing pages de venda direta.
Dizendo isto de uma forma simples:
campanhas de mídia online ADs.

28
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

OT IMIZAÇÃO DE C ON V ERS ÃO B2 B E B2 C
Co mo prat i camente duplicam os os re sultados nacionais do Instituto Gour m e t com landin g p a g es, g estã o de ADs e ma c hine- lea r n in g .
A tabel a aci ma representa o cre scim e nto inicial do trab alh o e m que alcançam os o re s ultado de 2x : a t u a lmen te n ós u lt ra p a ssa mos este va lor.

29
LA N D IN G PAG E VS WE BS IT E : QUA L VOC Ê DEVERI A ESCOLHER?

LANDING PAGE VS
WEBSITE: O VEREDITO

Se você está pensando entre uma solução e Fazendo um paralelo com o funil de vendas,
outra, considere usá-las juntas. eu diria que o website está mais acima do
funil, e a landing page está mais abaixo, bem
Como expliquei, cada formato é o ideal para próxima da intenção de compra do usuário.
propósitos diferentes e nenhum deve ser
substituído pelo outro. Desde que você saiba usar da forma correta e
se atente para a experiência do usuário, análise
Pense em website para branding de dados, copy e persuasão; o resultado
(fortalecimento de marca) e landing pages esperado é que você obtenha sucesso.
para conversão (oportunidade de venda
ou venda-direta).

30
COPYWRITING: O QUE É?
O GUIA DEFINITIVO
COM EXEMPLOS E
FRAMEWORKS!
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Não importa se você faz campanhas de mídia, Está preparado para AUMENTAR A CONVERSÃO
automação, SEO, social media, UX, etc… das suas ações de marketing digital
ou vendas?
Saber Copywriting vai potencializar o
valor do que você entrega. Pois este post vai te levar para um outro nível.

Uma vez que você entende o mindset e os Aproveite a leitura e se torne um mestre da
frameworks de copy, a sua maneira de abordar alta persuasão em 10 minutos com este artigo,
os temas e a sua conversa muda — e os seus mesmo se você nunca leu absolutamente
resultados principalmente. nada sobre copywriting.

32
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

COPYWRITING:
BREVE HISTÓRIA

Vamos entender o passado para construir Ele usou a análise de dados para melhorar
o futuro. seus resultados de anúncios, impulsionar as
respostas e a relação custo-benefício dos
Claude C. Hopkins (1866-1932), foi um dos gastos com propaganda de seus clientes.
grandes pioneiros da redação publicitária e
da performance aplicada à publicidade. Sim meus amigos: estamos falando de
Teste AB de copywriting, antes
Para acompanhar os resultados de sua da internet.
propaganda, ele usou cupons com
códigos-chave e depois testou manchetes
e ofertas entre si. “Não podemos ir atrás de milhares de homens
até aprendermos a ganhar um.”
Claude C. Hopkins

33
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Baseado em seus resultados e estudos, 1° REGRA DE HOPKINS:


Hopkins criou 4 regras. SEJA ESPECÍFICO

“As pessoas reconhecem uma certa licença


num ‘papo de vendedor’, assim como na
poesia.

Um homem pode dizer: “Minha qualidade


é suprema” sem parecer um mentiroso,
embora se possa saber que outras
marcas são igualmente boas…

Mas só por essa razão, as afirmações


gerais valem a pena.

34
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Um homem inclinado a superlativos 2° REGRA DE HOPKINS:


(exageros) deve esperar que todas as suas OFERTA DE SERVIÇO
declarações sejam tomadas com alguma
cautela…
“Lembre-se de que as pessoas que você
aborda são egoístas, como todos nós
Mas um homem que faz uma afirmação somos.
específica está dizendo a verdade,
ou uma MENTIRA. Eles não se importam sobre o seu interesse
ou seu lucro. Eles procuram serviço por si
Agora, as pessoas não esperam que um mesmos.
anunciante seja mentiroso.”

A lição aqui é: não tenha medo de Ignorar esse fato é um erro comum e um erro
ser específico. caro na publicidade…

35
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Os melhores anúncios não pedem Alguns desses anúncios parecem


a ninguém para comprar… altruístas. Mas eles são baseados em um
[Eles] estão baseados em serviço. conhecimento da natureza humana”.

Eles oferecem as informações A lição aqui é: ofereça aquilo que seu


desejadas. público deseja.

Eles citam vantagens para os usuários.


Talvez eles ofereçam amostra para que o
cliente possa comprovar as reclamações
sem qualquer risco.

36
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

3° REGRA DE HOPKINS: CONTE TODA


A HISTÓRIA
“Não há uma regra fixa sobre o quanto um assunto deve ser breve.

Uma frase pode dizer uma história completa em uma linha, como
“goma de mascar”.

Mas, seja longa ou curta, a história de um anunciante deve ser


razoavelmente completa”.

A lição aqui é: não deixe dúvidas sobre a sua oferta.

37
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

4° REGRA DE HOPKINS: Se não, não confie neles para vender com um


SEJA UM(A) VENDEDOR(A) anúncio impresso. ”

“Existe uma maneira simples e correta de


responder a muitas questões da publicidade. Quando alguém tenta se exibir ou faz coisas
meramente para agradar a si mesmo, é pouco
Pergunte você mesmo: “Isso ajudaria um provável que consiga levar as pessoas a gastarem
vendedor a vender as mercadorias? dinheiro”.
Me ajudaria a vender se eu conhecesse o
comprador pessoalmente?”
A lição aqui é: fale como um vendedor, e não
Alguns argumentam por slogans, outros com como “marqueteiro”.
conceitos inteligentes.

Você os usaria em suas vendas pessoais? Você


pode imaginar um cliente a quem tais coisas
podem impressionar?

38
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

COMO FAZER COYPWRITING?


MINDSET E FRAMEWORKS

A primeira coisa que você precisa entender é que copywriting se


trata de escrita persuasiva com foco em vendas.

Se os seus textos não vendem ou aumentam conversão, você não é


um copywriter.

Você precisa direcionar a sua mentalidade para a PERSUASÃO.

Persuasão é uma estratégia de comunicação que consiste em


utilizar recursos emocionais ou simbólicos pra induzir alguém a
aceitar uma ideia, uma atitude, ou realizar uma ação.

Portanto, para ser persuasivo você precisa ser mestre em entender


as dores e motivações do seu público-alvo.

39
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

CANVAS DE PROPOSTA DE VALOR

Uma das ferramentas que podem te ajudar nisso, é o mapa de


empatia e o Canvas de Proposta de Valor:

40
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Aqui está um exemplo do modelo, preenchido:

41
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Uma vez preenchido, você consegue ter bem claro as principais


motivações e dores do seu público-alvo, assim como os ganhos
proporcionados pelo seu produto ou serviço.

O resultado desse mapeamento serão os pontos que te auxiliarão na


escrita persuasiva.

42
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

A Fórmula C = 4M + 3V + 2(I-F) – 2A ##Em suma:


a probabilidade de conversão depende
Felizmente, você não precisa resolver da correspondência entre a oferta e a
a fórmula acima. motivação do visitante + a clareza da
proposta de valor + (incentivos para “agir
Na verdade, é uma ferramenta útil para agora” – fricção) – ansiedade.
se ter por perto (imprima e cole na parede
do escritório). Os números ao lado dos caracteres significam
a importância de cada um, em escala de ordem
Isso é o que a conta quer dizer: decrescente (4 é maior, 2 é menor).

C = PR OBABI L I DADE DE CON VE RSÃO


Para entendê-la melhor, acesse o artigo Tudo
M = M OT I VAÇÃO DO US UÁRIO
O Que Você Precisa Saber Sobre Otimização
V = C LAREZA DA PROPOS TA D E
De Conversão.
VA LOR ( O FAMOS O “WHY?”)

I = I N CENT I VO PARA A AÇÃO

F = E L EM ENTOS DE F RI CÇÃO D O PROC E SSO

A = A N S I EDADE S OBRE

I N S E RI R I NF ORMAÇÕES

43
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

FRAMEWORK DE ESTÁGIO
DE CONSCIÊNCIA

Já expliquei sobre isso no artigo Como Fazer Uma Página de Destino


Persuasiva que Gera Vendas Como Um Mestre.

Esse é o framework de “Estágio de Consciência do Consumidor”

44
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

##Funciona assim: Se você está sem ideia da estrutura que a


existem 5 estágios de maturidade onde o seu sua página de vendas deve seguir, então se
potencial consumidor pode estar. baseie no seguinte processo (modelo AIDA):

No estágio de inconsciência, ele sequer faz ##1º Esclareça a Motivação;


ideia de que a sua solução pode ajudá-lo, pois
ele desconhece que possui um problema. ##2° Demonstre Valor;

Assim que ele entende que possui um ##3° Aborde a Ansiedade;


problema, ele irá buscar por soluções, até de
fato chegar na compra do seu produto ##4° Chamada para Ação com
ou serviço. Nessa jornada ele se torna Incentivo.
totalmente consciente.
Dessa forma você estará respeitando todas
as etapas de consciência do usuário.
Cada etapa da jornada possui características
próprias que podem determinar o seu
sucesso de conversão em vendas.

45
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

O MODELO AIDA Durante esses quatro estágios, seu conteúdo


atrairá de maneira ideal a atenção para sua
O modelo AIDA descreve os quatro estágios marca, gerará interesse em seu produto ou
que um consumidor precisa passar para se serviço, estimulará o desejo por ela e estimulará
tornar um cliente. a ação para experimentá-la ou comprá-la.

Os estágios são Atenção, Interesse, Basicamente a AIDA é um modelo que respeita


Desejo e Ação (AIDA). o framework do Estágio de Consciência —
e por isso funciona!

Estágio de Consciência > Modelo AIDA


Consciente Consciente Considerando MAIS
INCONSCIENTE CONSCIENTE
do Problema da solução a Decisão

ATEN Ç ÃO INTERESSE DESE JO AÇ ÃO


COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

EXEMPLOS DE TEMPLATES DE HEADLINE


COPYWRITING E TEMPLATES
##[Faça algo difícil] em [curto período
Após aplicar os passos acima, você precisa de tempo] sem [dor da persona].
soltar a criatividade e colocar a mão na massa.
## [Faça algo difícil] em [um curto
Mas existem alguns exemplos e templates de período de tempo] e obtenha [algo
copy que podem te ajudar a melhorar sua valioso].
escrita persuasiva.
## Evite [algo frustrante] / [fazer
algo difícil] em [um curto período
de tempo] com [produto x].

Você deve preencher os espaços acima com


os pontos de ganho e dor levantados pelo
Canvas de Proposta de Valor.

47
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Uma outra dica é se guiar pelo framework do “quero-não-quero”:

Exemplos de como ficaria:

48
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Procure sempre não deixar nenhuma dúvida em


aberto.

Exemplos de perguntas geralmente


não respondidas:

1. Quando você vai entrar em contato comigo?

2. Como você vai entrar em contato comigo?

3. Quem vai entrar em contato comigo?

4. Qual é o preço?

5. Vou receber spam?

6. Quanto custa o envio?

49
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

CRIANDO PÁGINAS Como a maioria das páginas da web são criadas?


COMO UM COPYWRITER
## Surge uma ideia.
Como já dito, você precisa realmente entender que
80% do sucesso de copywriting se trata de encarnar ## É criado o design com conteúdo falso
o mindset de persuasão. (lorem ipsum).

Isso vale para sempre que você for escrever textos ou ## Página de códigos com conteúdo falso.
até mesmo construir landing pages, anúncios, etc.
## “Putz! Quem vai escrever o texto?!”

## Contrata-se um copywriter para


“preencher os espaços”.

## A página é publicada com uma


enxurrada de caos.

## A página é ignorada /negligenciada


até o próximo redesign.

50
COPY W R IT IN G : O QUE É ? O GUIA DE FINITI VO COM EXEMPLOS E F RAMEWORKS!

Como profissionais de conversão Agora que você chegou até o final do artigo, é
criam páginas? hora de botar a mão na massa!

## Surge uma ideia e objetivo. Coloque em prática os ensinamentos escritos


aqui e leve sua taxa de conversão em vendas
## Obtém-se a história (copy fruto de pesquisa para um outro nível com copywriting.
e aprofundamento da empresa, mercado e
público-alvo potencial).

## Revisão e edição do copy.

## A copy é inserida na página com fotos


igualmente persuasivas.

## Prova do design e copy.

## A página é publicada.

## Revisão e correções finais.

51
COMO TUDO
SE RELACIONA?
CONCLUSÃO
CON C LU S ÃO

PARABÉNS POR CHEGAR ATÉ O FINAL DESTE LIVRO.

Acredito que agora os conceitos de Funil Invertido e Marketing Direto


estejam claros para você: trata-se de gerar resultados imediatos num
custo por aquisição que justifique o retorno deste investimento.

E não se esqueça de que quanto melhor entendermos os problemas e anseios


do seu público-alvo, mais fácil será de escolher os canais ideais baseados em
intenção de compra, construir uma landing page com os elementos corretos,
uma copy persuasiva e, por fim, escalar isso com demais ideias e testes ab.

Você não precisa de milhões de reais para você obter resultados


com marketing digital.

Por meio de método científico, psicologia, estatística, UX e design,


análise web, pesquisa, copywriting e senso comercial, é possível
chegar lá de forma escalável.

53
CON C LU S ÃO

54