Você está na página 1de 3

ATIVIDADE FORMATIVA 2

Resolução
Contabilidade Financeira

Pergunta 1
a) Compra de mercadorias a crédito no valor de € 3.000,00 (Fatura nº1452 de F10);

R: Aumenta ativo (Inventários) e aumenta o passivo (Fornecedores)

b) Venda a crédito por € 8.000,00 mercadorias que estavam escrituradas por € 5.000,00 (N/
fatura nº325);

R: Aumenta o resultado líquido em € 3.000,00 (Rendimento com a venda é de €


8.000,00 e o custo dessa mercadoria vendida é de € 5.000,00). Aumenta o ativo
(clientes) em € 8.000,00 e reduz o ativo (Inventários – pela saída de armazém) em €
5.000,00.

c) Fatura nº125 relativa a eletricidade e pagamento por cheque da no valor de € 500,00;


R: Reduz o resultado líquido em € 500,00 (é um gasto) e reduz o ativo em caixa e
depósitos à ordem em igual montante (saída do dinheiro para liquidação da dívida)

d) Recebimento de juros semestrais de depósitos bancários no montante de € 50,00 (Aviso de


lançamento do Banco B).

R: Aumenta o resultado líquido em € 50,00 (é um rendimento) e aumenta o ativo em


caixa e depósitos à ordem em igual montante (recebimento dos juros).

Balanço 30-11-200N 31-10-200N


Ativo
Ativo não corrente
Ativos Fixos Tangíveis 35.000 35.000
35.000 35.000
Ativo corrente
Inventários 2.500 4.500
Clientes 13.000 5.000
Caixa e depósitos bancários 1.050 1.500
16.550 11.000
Total do Ativo 51.550 46.000
Capital próprio
Capital 20.000 20.000
Resultado Líquido 4.550 2.000
Total do Capital Próprio 24.550 22.000
Passivo
Passivo não corrente
Financiamentos obtidos 20.000 20.000
20.000 20.000
Passivo corrente
Fornecedores 7.000 4.000
7.000 4.000
Total do Passivo 27.000 24.000
Total do Capital Próprio e do Passivo 51.550 46.000
ATIVIDADE FORMATIVA 2
Resolução
Contabilidade Financeira

Pergunta 2

Em diário:

Data/ Valor
Operação / Histórico Conta
nº Operação Débito Crédito
outubro de 200N Processamento das remunerações 632 - Remunerações do pessoal 120 000,00 €
2421 - Retenção imposto IRS 19 800,00 €
245 - Contribuições para a segurança
13 200,00 €
social
2781 - Outros credores - Sindicato 1 020,00 €
2312 - Remunerações a pagar 85 980,00 €

Encargos por conta da entidade 635 - Encargos sobre as remunerações


outubro de 200N 28 500,00 €
patronal (Seg. social) (seg. social)
245 - Contribuições para a segurança
28 500,00 €
social

outubro de 200N Pagamento das remunerações 2312 - Remunerações a pagar 85 980,00 €


121 - D.Ordem 85 980,00 €

Pagamento dos impostos e


outubro de 200N 2421 - Retenção imposto IRS 19 800,00 €
encargos
245 - Contribuições para a segurança
41 700,00 €
social
121 - D.Ordem 61 500,00 €

No razão “T’s”
ATIVIDADE FORMATIVA 2
Resolução
Contabilidade Financeira
Pergunta 3.

Data/ Valor
nº Operação / Histórico Conta
Débito Crédito
Operação

01/05/N Prestações acessórias (Suprimentos) 121 – D.Ordem 90 000,00 €


2532 – Suprimentos – Participantes
90 000,00 €
capital

Reconhecimento dos juros Ano N


31/12/N 6918 – Juros suportados * 4 200,00 €
(suprimentos)
2722 – Credores por acréscimo de gastos 4 200,00 €

Reembolso dos suprimentos e


pagamento dos juros (com 2532 – Suprimentos – Participantes
30/04/N+1 90 000,00 €
reconhecimento dos juros do ano capital
N+1)
2722 – Credores por acréscimo de gastos 4 200,00 €
6918 – Juros suportados ** 2 100,00 €
242X -Retenção imposto 1 764,00 €
121 – D. Ordem 94 536,00 €

* Cálculos dos juros:


90.000 x 7% = 6300 euros | Estes são os juros anuais, o que de uma forma simplista se pode dizer que
corresponde a um valor de juros mensais de 525 €. De maio a dezembro são 8 meses, então o valor de juros a
reconhecer no ano N é de 8x525€ = 4200 €. Estes juros devem ser reconhecidos no ano N apesar de apenas
virem a ser liquidados em abril de N+1 (aplicação do regime do acréscimo)
**Corresponde ao valor de juros a reconhecer em N+1 (de janeiro a abril)

FIM