Você está na página 1de 19

ESCRITA

A pandemia gerou uma crise económica sem precedentes num


curto espaço de tempo. Os impactos de longo prazo vão depender
de quão rapidamente o novo coronavírus vai ser vencido.

A China apresentou números extremamente negativos para o mês


de fevereiro. Algumas projeções sugerem que o Produto Interno
Bruto (PIB) chinês vai ter uma queda de 10% no primeiro trimestre.

Não é só nas grandes potências industriais onde o impacto se sente


mais. A Irlanda, uma economia aberta com uma fraca base de
produção, é especialmente vulnerável a choques globais.

No início de janeiro, a Irlanda apresentava uma taxa de


desemprego de 4,8%, a menor em 13 anos. Até ao final de março,
estima-se que essa taxa tenha subido para 17% depois de
trabalhadores de restaurantes e bares, entre outras empresas,
terem sido dispensados.

Redige um texto dissertativo, sobre o tema “Impactos do COVID-19 na economia


mundial”, no qual explicitas os argumentos de defesa de forma coerente e em
conformidade com a norma culta da língua portuguesa, sem se remeter a
nenhuma expressão do texto motivador.
Dá um título à tua análise, que deverá ser apresentada a tinta e desenvolvida
nesta folha, sendo que tu tens o rascunho para a sua planificação adequada.
FOLHA DA REDAÇÃO
QUESTÕES OBJETIVAS

Observa que nas questões 1 e 2 o tema principal está relacionado com as fontes
históricas, fundamentais para uma investigação científica.

01 Um cientista político decidiu analisar as relações de


poder do Estado com as instituições religiosas (igrejas,
conventos, etc.), tendo assim recorrido às:

a) fontes não-escritas.
b) fontes orais.
c) fontes secundárias.
d) fontes escritas.

02 Podemos definir as fontes históricas como um meio:

a) científico para estudar e conhecer a validade dos factos históricos.


b) que permite, apenas, a análise de relatos e entrevistas.
c) de caráter filosófico relacionado com o pensamento humano.
d) recorrente para a análise de vestígios deixados pelo homem.

Nicolau Maquiavel foi considerado o primeiro cientista político, encontrando


aqui um excerto do seu livro “O Príncipe”, que retrata cientificamente a
sobrevivência do Estado.

Todos os Estados, todos os governos que tiveram e têm autoridade sobre os


homens, foram e são ou repúblicas ou principados. Os principados são: ou
hereditários, quando o seu sangue senhorial é nobre há já longo tempo, ou novos.
Os novos podem ser totalmente novos, como foi Milão com Francisco Sforza, ou o
são como membros acrescidos ao Estado hereditário do príncipe que os adquire,
como é o reino de Nápoles em relação ao rei da Espanha.
03 O excerto retrata

a) as diversas estruturas do Estado.


b) as estratégias de sobrevivência do Estado.
c) a ausência da autoridade no Estado.
d) comparações entre as diferentes repúblicas.

04 O excerto mostra uma situação de defesa da sobrevivência do Estado

a) através da recorrência do poder.


b) através da recorrência da autoridade.
c) através da afirmação das repúblicas e dos principados.
d) através da afirmação do monarca.

Adotar uma estrutura para a apresentação de um relatório é fundamental


para a sua coerência e eficiências escrita e oral.

05 Considera as seguintes afirmações:

I. um relatório necessita de uma capa para a exposição do tema.


II. a exposição de documentos enriquece as fontes históricas.
III. a bibliografia é, porventura, desnecessária pois não apresenta os conteúdos.
IV. o índice tem como funcionalidade organizar os subtemas.

a) todas as afirmações estão corretas.


b) somente a afirmação I está correta.
c) todas estão corretas menos a afirmação III.
d) todas estão corretas menos a afirmação II.

A análise de argumentos lógicos é essencial para as ciências sociais


compreenderem corretamente o comportamento humano e as suas expressões
perante a comunidade.
06 Considerando a frase “A Maria não está sentada, logo está a correr” é uma frase

a) válida porque ela está a correr.


b) sólida porque justifica que a Maria está a correr.
c) inválida porque ela pode estar também a andar, apesar desta afirmação ser
sólida.
d) que não é sólida pois afirma mas não apresenta um argumento de defesa.

António Ramalho Eanes foi o primeiro presidente da República Portuguesa


pós-democracia, no ano de 1976 em que existia uma alta instabilidade política,
social e económica.

(…) a tomada de posse deste governo é um novo passo histórico na construção da


democracia em Portugal. A próxima eleição das autarquias locais competirá ao
quadro das instituições democráticas, definidas na lei fundamental. A construção
da democracia é difícil e exige o cumprimento restrito das normas de
comportamento democrático. Exige o empenhamento de todos sem dogmas e
sem sofismas. (…)

07 Este excerto do presidente da república Eanes, evidencia que

a) a democracia é um sistema governamental essencial.


b) é fundamental a participação legítima do povo na construção do governo.
c) é fundamental seguir as normas do Estado democrático.
d) a democracia é extremamente instável.

08 O homem surgiu no período pré-histórico com um objetivo que até nos dias de
hoje determina o seu comportamento natural, sendo esse objetivo

a) a sua legitimidade.
b) a sua sobrevivência.
c) o seu poder.
d) a sua autoridade.
Todos as ciências apresentam um objeto de estudo, do qual determina a
principal meta de investigação.

09 Considera as seguintes afirmações:

I. o objeto de estudo da política é o Estado.


II. o objeto de estudo da economia é o dinheiro.
III. o objeto de estudo da cartografia são as paisagens.
IV. o objeto de estudo da anatomia é o esqueleto humano.

a) todas as afirmações estão corretas.


b) todas estão corretas menos a II e a III.
c) as duas primeiras estão incorretas.
d) todas as afirmações estão incorretas.

10 O princípio da igualdade foi desenvolvido na Grécia Antiga, sendo ele defendido


pelo filósofo:

a) Aristóteles.
b) Platão.
c) Sócrates.
d) Pitágoras.

No processo de investigação, existem duas pesquisas que vão em função de


necessidades e características específicas.

I. Métodos qualitativos II. Métodos quantitativos

11 Analisando os dois métodos, é possível distribuí-los em opções,


respetivamente:

a) I- Questionários estruturados II- Interpretação de motivações


b) I- Opiniões e expectativas II- Perguntas de múltipla escolha
c) I- Rankings II- Unidades numéricas
d) I- Hipóteses problemáticas II- Estudos probabilístico
12 Os três elementos da definição do Estado são:

a) povo, soberania e medidas.


b) mecanismos, território e governados.
c) poder político, religioso e económico.
d) povo, território e poder político.

No que se refere à legitimidade, às dimensões do poder, ao Estado e à


sociedade, existem diversos debates.

13 O conceito de autonomia do Estado pressupõe a capacidade do Estado:

a) ter a capacidade de infiltrar-se na sociedade sem construir relações com


grupos específicos.
b) ter a capacidade de exercer a autoridade no âmbito da sua legitimidade.
c) ter a capacidade estatal de valorização da autonomia das comunidades.
d) ter a capacidade normativa do poder político e económico.

14 É correto afirmar que, no sistema eleitoral português:

a) o presidente da república é eleito pelo sistema majoritário.


b) o primeiro-ministro é eleito pelo método d’hondt.
c) os deputados são eleitos pelo sistema proporcional.
d) todos os órgãos políticos são eleitos pelo sistema democrático.

15 No que se refere aos elementos democráticos, a ideia de soberania é


compreendida como:

a) algo impossível de durar em função do exercício da autoridade pública.


b) algo impossível de durar devido aos elementos constitucionais do Estado.
c) algo possível de durar devido ao pluralismo democrático.
d) algo possível de durar devido aos grupos de pressão e opinião pública.

Boa quantidade da doutrina filosófica contemporânea associa a ideia de


Direito ao conceito de razão prática ou sabedoria prática
16 Assinala na alternativa que apresenta o conceito correto de razão prática.

a) Uma forma de conhecimento científico.


b) Uma técnica de produção de resultados.
c) A manifestação de opiniões qualificadas.
d) A capacidade de deliberar bens corretamente.

É importante levar em consideração a seleção de conteúdos de revistas e de


outros meios de comunicação tradicionais.

17 Assinala na alternativa que evidencia um critério mais básico na seleção de uma


revista.

a) Classificar os programas de pós-graduação.


b) Identificar a qualidade das divulgações científicas.
c) Identificar as suas bases e tratamentos de dados.
d) Levar em consideração a área abrangente das suas publicações.

A concretização mais espetacular deste tornado liberal é a onda mundial de


privatizações. O Reino Unido de Margaret Tatcher deu o exemplo, privatizando
fábricas de automóveis, empresas de telecomunicações e centrais elétricas.
Seguiu-se o Japão, que privatizou algumas das suas raras empresas nacionais.
Aparece depois a Alemanha. E entre 1986 e 1988 a França.

18 O neoliberalismo defende:

a) o reforço do papel do Estado e as nacionalizações.


b) a redução do papel do Estado e o aumento dos impostos.
c) o reforço do papel do Estado e as privatizações.
d) a redução do papel do Estado e a economia de mercado.

A revolução dos cravos colocou fim ao regime salazarista.

A 25 de abril de 1974, o Movimento das Forças Armadas, coroando a longa


resistência do povo português e interpretando os seus sentimentos profundos,
derrubou o regime fascista.
A Assembleia Constituinte, reunida na sessão plenária de 2 de abril de 1976,
aprova e decreta a seguinte Constituição da República Portuguesa: (…)

19 São tarefas fundamentais do Estado:

a) garantir a restauração da soberania.


b) garantir os direitos e liberdades fundamentais.
c) apoiar no que for possível a realização de eleições.
d) garantir o Estado de Direito europeu.

20 O regime salazarista (1933-1974) definiu-se como:

a) antissocialista e totalitário.
b) antiliberal e absolutista.
c) antiliberal e antiparlamentar.
d) pró-europeu e antiparlamentar.

21 Realiza a correspondência correta dos seguintes conceitos:

1. Estado absoluto
2. Estado constitucional
3. Estado social de direito

I. Limitação do poder político e separação dos poderes.


II. Equilíbrio das divergências sociais e de regimes jurídicos.
III. Monarca exerce todo o poder sem dependências.

a) III, I e II.
b) II, I e III.
c) I, II, III.
d) III, II e I.

22 Quando se lançam dois dados equilibrados, numerados de 1 a 8, em simultâneo


e se somam as suas pintas:

a) é provável obter um número par.


b) é impossível obter uma soma de número primo.
c) existem 8 casos possíveis.
d) obter soma 6 é provável como obter soma 8.

A economia está extremamente relacionada com a política, sendo o seu objeto


de estudo os bens e os serviços para a geração de dinheiro e de capital.

23 O problema fundamental que preocupa a economia é/são:

a) as estruturas de mercado de uma economia.


b) a pobreza que assola boa parte da população mundial.
c) a escassez.
d) o IRS a ser pago pelos indivíduos com maior rendimento.

24 Um fenómeno através do qual o PIB diminui durante dois trimestres


consecutivos chama-se:

a) expansão.
b) depressão.
c) inflação.
d) recessão.

25 Numa época de elevada inflação qual das seguintes formas de riqueza desejaria
menos deter?

a) vinho do porto.
b) ouro.
c) propriedades.
d) moeda.

Benito Mussolini foi ditador fascista em Itália durante o início do século XX.

Camisas negras de Milão, camaradas operários! Há 5 anos as colunas de um


templo que parecia desafiar os séculos desabaram. O que existia debaixo destas
ruínas? O fim de um período da história contemporânea, o fim da economia liberal
e capitalista. (…) O Estado deve resolver o problema da repartição de forma que
não mais seja visto o facto paradoxal e cruel da miséria no meio da opulência.

26 A partir desta análise, é INCORRETO afirmar que o fascismo italiano:

a) era anticapitalista e se propunha criar uma sociedade sem classes.


b) fazia uma defesa do trabalho.
c) propunha o corporativismo.
d) se considerava criador de tempos novos com base no socialismo.

27 O cesarismo é um termo utilizado para caracterizar governantes atuais que,


baseados às políticas de Júlio Cesar, na antiga Roma, exercem um poder:

a) teocrático.
b) autocrático.
c) aristocrático.
d) burocrático.

28 Associa corretamente os regimes políticos aos seus sentidos.

a) Autocracia
b) Aristocracia.
c) Democracia.

1. O poder está na mão dos melhores.


2. Uma pessoa detém o poder absoluto.
3. Governo popular e de todos os cidadãos.

a) 1, 2, e 3.
b) 2, 1 e 3.
c) 3, 1 e 2.
d) 1, 3 e 2.

29 O cidadão participa diretamente na organização política do Estado através:

a) do referendo.
b) das eleições.
c) do voto popular.
d) das eleições indiretas.

30 Assinala na alternativa que indica a principal função do presidente da república


portuguesa.

a) Representação das instituições portuguesas.


b) Garantia da independência e da regulação das instituições democráticas.
c) Regulação da Assembleia da República.
d) Coordenação da ação das pastas dos ministérios.

31 O exercício da direção e coordenação depende de alguns fatores. Indica o que


não contribui para a efetividade do exercício.

a) Centralização.
b) Autoridade.
c) Disciplina.
d) Responsabilidade.

A sociologia é uma ciência que estuda principalmente as interpretações sociais


e os seus comportamentos.

32 Numa perspetiva sociológica, o homem é definido como um ser

a) possuidor de fortuna.
b) guiado por interesses.
c) naturalmente racional.
d) sociável por natureza.

A cultura é um conjunto de conhecimentos


diários e básicos.

33 O Papa é eleito por:

a) um consistório.
b) um conclave.
c) uma prelatura.
d) um cabido.
34 Qual destes países é o maior exportador de petróleo?

a) Irão.
b) Arábia Saudita.
c) Rússia.
d) Estados Unidos.

35 O tratado que estabelece a criação do Euro como moeda única é o:

a) Tratado de Maastricht.
b) Tratado de Nice.
c) Tratado de Schengen.
d) Tratado de Lisboa.

36 “Portugal e o Futuro”, livro premonitório do 25 de abril, foi escrito pelo General:

a) Humberto Delgado.
b) António de Spínola.
c) Henrique Galvão.
d) Kazúlza de Arriaga.

37 Afonso Henriques está sepultado no:

a) Castelo de Guimarães.
b) Panteão Nacional.
c) Mosteiro de Alcobaça.
d) Mosteiro de Santa Cruz.

38 Qual dos seguintes Presidentes da República foi eleito por sufrágio direto e
universal?

a) António de Spínola.
b) Ramalho Eanes.
c) Teófilo Braga.
d) Craveiro Lopes.
39 “Glassnost” foi a política de abertura da União Soviética conduzida por:

a) Vladimir Putin
b) Miakahail Gorbachov.
c) Boris Ieltsin.
d) Vladimir Lenine.

40 Que Presidente norte-americano esteve envolvido no escândalo “Watergate”?

a) Lyndon Johnson.
b) Gerald Ford.
c) Richard Nixon.
d) Jimmy Carter.

A estatística é fundamental para a análise e tratamento de dados


quantitativos.

Numa certa eleição autárquica foram obtidos os seguintes resultados:

Candidato Percentagem de votos Número de votos


A 26%
B 24%
C 22%
nulo ou branco 196

41 O número de votos obtidos pelo candidato vencedor foi

a) 178.
b) 182.
c) 184.
d) 191.

DICA: para calculares o número de votos do candidato mais votado realiza uma divisão do número de votos
pela sua percentagem, acrescentando um 0 nas unidades e uma vírgula.
As instituições internacionais interferem moderadamente nas políticas
nacionais dos Estados.

42 BRICS é um agrupamento informal de países que inclui:

a) Bélgica, Rússia, Itália, Canadá e Suíça.


b) Bélgica, Rússia, Índia, China e Suécia.
c) Brasil, Rússia, Índia, China e Singapura.
d) Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

43 A sigla OCDE significa:

a) Organização do Comércio e Desenvolvimento Económico.


b) Organização para o Crescimento e Desenvolvimento Económico.
c) Organização Comercial para o Desenvolvimento Europeu.
d) Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico.

44 A ONU é uma organização internacional que, no momento da


sua criação, em 1945, tinha como objetivo principal:

a) promover o crescimento económico dos Estados-


membros.
b) garantir a paz e a segurança no mundo.
c) aumentar a capacidade industrial dos Estados-membros.
d) fomentar o comércio entre os Estados-membros.
ORALIDADE

Apresenta uma análise oral, sobre o tema “Previsões futuras da pobreza


mundial no contexto da globalização”, no qual explicitas os argumentos de defesa
de forma coerente e em conformidade com a norma culta da língua portuguesa,
sem se remeter a nenhuma expressão do texto motivador.
O tempo máximo de duração é de 10 minutos.

FIM!