Você está na página 1de 36

MANUAL DE UTILIZAÇÃO DA

INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBÓTICA


APRESENTAÇÃO
A CIttius é uma empresa Brasileira com sólida experiência no setor educacional e laboratorial especializada em
desenvolver soluções educacionais baseadas em Laboratórios Virtuais com características alinhadas com os mais
modernos conceitos tecnológicos, vasto conteúdo acadêmico atualizado e aplicações do mundo real que
permitem a experimentação aos alunos em um ambiente isento de riscos.

Os Laboratórios Virtuais da Cittius adotam a metodologia STEM (Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática),
apresentam características estruturais que permitem o acesso ao ambiente de aprendizagem a partir de qualquer
local, favorecem o ensino a distância (EaD) e a descentralização de infraestruturas de laboratórios.

As Soluções da Cittius disponibilizam o que há de mais moderno em tecnologias de Realidade Virtual, Realidade
Aumentada, Realidade Mista, ambientes e objetos virtuais bidimensionais e tridimensionais, metodologias
avançadas de coleta de dados e alto nível de fidelidade aos procedimentos reais.

O uso efetivo destes recursos no processo educacional contribui não apenas para melhorar a qualidade no
processo de formação educacional, mas também para economizar recursos financeiros, criando um ambiente
seguro e amigável.
SUMÁRIO

MANUAL DA INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBÓTICA......... 5


1 INTRODUÇÃO......................................................................................... 6
2 O QUE É MAKER?.................................................................................. 6
3 APRESENTAÇÃO...................................................................................... 6
4 O QUE É ARDUINO?.............................................................................. 7
5 COMO A INTERFACE CONTROLADORA FUNCIONA?.........................7
6 PERIFÉRICOS........................................................................................... 8
7 COMPOSIÇÃO......................................................................................... 9
8 CONEXÃO DO KIT DE ROBÓTICA Ed06.............................................. 10
9 PINAGEM............................................................................................... 11
10 DESCRIÇÃO DAS PORTAS DO MOTOR................................................. 13
11 DESCRIÇÃO DAS PORTA DOS SENSORES...................................... 15
12 PERIFÉRICOS DE HARDWARE........................................................... 16
13 PROJETO 1 PISCA-PISCA....................................................................18
13.1 MATERIAL NECESSÁRIO...............................................................................18
13.2 COMO FUNCIONA A PROTOBOARD?.......................................................19
13.3 O QUE É UM LED?.....................................................................................20
13.4 O QUE É UM RESISTOR?.......................................................................... 21
13.5 O QUE É UM JUMPER?............................................................................. 22
13.6 COMO FUNCIONA UM CIRCUITO ELETRÔNICO?...................................22
13.7 MONTAGEM DO CIRCUITO.........................................................................23
13.8 PROGRAMAÇÃO EM BLOCO PARA ARDUINO........................................25
13.9 ABRINDO SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO..............................................26
13.10 EXTRAINDO ARQUIVO .RAR.....................................................................26
13.11 A INTERFACE DE PROGRAMAÇÃO..........................................................27
13.12 ALGUMAS FUNÇÕES COMUNS: .............................................................28
13.13 PROCEDIMENTO DE GRAVAÇÃO DO PISCA-PISCA: ........................... 29
13.14 POSSÍVEIS ERROS: ....................................................................................30
13.15 DESAFIOS: ..................................................................................................30
14 PROJETO PISCA-PICA COM STATUS DO LED EM UM LCD....... 31
14.1 MONTAGEM DO CIRCUITO.........................................................................31
14.2 MATERIAL NECESSÁRIO...............................................................................34
14.3 MONTAGEM DO CIRCUITO........................................................................ 34
14.4 PROGRAMA PROJETO.................................................................................. 35
MANUAL DA
INTERFACE CONTROLADORA
PARA ROBÓTICA

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 5


1 INTRODUÇÃO
Já se imaginou fazendo projetos irados que você mesmo inventou? Você até pode pensar “acho que isso não é pra
mim” ou “dá muito trabalho aprender a mexer com isso”. Há algum tempo até que era realmente complicado para as
pessoas mexerem com alguma coisa de eletrônica. Mas, felizmente, com avanços tecnológicos foi possível
democratizar a tecnologia. Com alguns poucos dispositivos, uma horinha (ou duas) e força de vontade, você será
apresentado ao mundo da eletrônica. Uma vez que você pega o jeito, as possibilidades são infinitas!

2 O QUE É MAKER?
Você pode estar se perguntando “mas o que é essa de Maker?” O movimento maker representa a cultura conhecida
como “faça você mesmo” (DIY – do it yourself, em inglês). A proposta é promover o estímulo de pessoas comuns para
que explorem sua criatividade e possam desenvolver soluções. A cultura maker se nutre da iniciativa de construir,
consertar, modificar ou fabricar suas próprias coisas. Os adeptos deste movimento são conhecidos como makers
ou fazedores.

3 APRESENTAÇÃO
Queremos dar a você as boas vindas ao guia do Kit Maker Cittius. Neste guia você irá aprender o básico sobre mundo
Maker, Arduino, eletrônica e programação em Scrath, desenvolvendo 2 projetos práticos. Se você não domina a
área, não se assuste, nesse guia você irá encontrar as instruções de montagem e a programação para cada projeto.

6 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


4 O QUE É ARDUINO?
Arduino é a principal plataforma de projetos e está amplamente difundida no mundo. Desenvolvedores,
engenheiros, estudantes, empresas e makers em geral estão utilizando Arduino para inovar em seus projetos dos
mais variados tipos. Existem diversos modelos de Arduino, mas neste guia vamos trabalhar apenas com a Interface
Controladora que nada mais é um arduino que possui recursos bem interessantes.

5 COMO A INTERFACE CONTROLADORA FUNCIONA?


Como mencionado anteriormente, a Interface Controladora é uma derivação do arduino Mega convencionais do
mercado, o seu destaque esta em seu formato da case que facilita na montagem da utilização das peças de robótica
do formato de encaixe rápido e também contendo um ampla tecnologias embarcadas tais como WIFI e Bluetooth,
Acelerometro e Display de LCD.

A ideia da Interface Controladora é ajudar quem está começando nesse mundo da eletrônica. Neste kit você vai
encontrar tudo o que precisa para dar seus primeiros passos e desenvolver projetos utilizando um dos hardwares
mais incríveis do mundo da eletrônica! A Interface Controladora tem um microcontrolador que é o “cérebro” da
placa e é ele que programamos para realizar os nossos projetos. Além do microcontrolador, a placa possui diversas
entradas e saídas e pode ser facilmente conectada ao computador através de um cabo USB. Para programá-la,
utilizamos um programa chamado IDE (Integrated Development Environment, ou Ambiente de Desenvolvimento
Integrado). ou linguagem de programação em blocos (Scracth).

No item a seguir iremos mostrar seus perifericos e composição ao KIT e algumas informações técnica.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 7


6 PERIFÉRICOS

6
7
13

8
5
4
1

12
2
9
11
3
10

1 Entrada de alimentação 6~9v 7 Display LCD 16x2

2 Entrada para sensores 8 Entrada pra cartão micro SD

3 Botão Liga e Desliga 9 Saidas para motores ou Entrada para Sensores

4 Entradas Analógicas 10 Entrada USB (Gravação)

5 Entradas ou Saídas Digitais (PWM) 11 Comunicação SPI / Entradas e Saídas digitais

6
7 Botões de navegação 12 Entradas ou Saídas digitais

13 Furo de conexão de encaixe rápido

8 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


7 COMPOSIÇÃO
Cabo Rj12 Cabo Rj12 Cabo Rj12 Interface Controladora Protoboard LED Amarelo Led Verde Led Vermelho
25cm 35cm 50cm

X4 X2 X2 X1 X1 X5 X5 X5
Jumper Jumper Sensor de
Potenciômetro Chave Tactil Resistor 220R Resistor 10K
Macho-Femea Macho-Macho Temperatura e Umidade

X2 X4 X40 X40 X10 X10 X1


Display
Sensor de Luz Braço Robótico Conjunto Pedagógico
7 Segmento

X2 X1 X1 X1
O kit acompanha 8 cabos de conexão Rj12 de 3 tamanhos diferentes sendo: 25cm,35cm e 50cm para
interligação dos sensores e atuadores do KIT Ed06. Seu respectivo cabo usb e fonte de alimentação é o mesmo
da utilização do Ed06.

Muitos nomes que você nunca viu na vida? Fique tranquilo que vamos explicar um pouco como funciona cada
componente novo que apareceu na lista. Claro que no primeiro projeto essa explicação vai ser grande, mas
conforme você for fazendo mais projetos, vai se familiarizando com os componentes e essa lista de
desconhecidos vai ficando cada vez menor.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 9


8 CONEXÃO DO KIT DE ROBÓTICA ED06

10 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


9 PINAGEM

LEGENDA
GND
+5V
CONTROLE
PORT DO CI
FUNÇÃO ATMEGA2560
GND PINO DIGITAL
+5V PINO ANALÓGICO
RESETAR
PWM
51 MOSI PCINT2 PB2
PINO COMUNICAÇÃO SERIAL
50 MISO PCINT3 PB3
PINO ARDUINO
52 SCK PCIINT1 PB1
42 PL7
41
40
WR
RD
PG0
PG1 ! As entradas e saídas do
37 A8 PC0 Arduino são esses vários pinos,
36 A9 PC1
35 A10 PC2 mais conhecido chamados de
portas. É através dos pinos que a
33 A11 PC3
placa interage com os outros
33 A12 PC4 componentes.
32 A13 PC5
31 A14 PC6 O microcontrolador vai receber e
30 A15 PC7
39 ALE PG2
enviar comandos através dessas
29 AD7 PA7 portas de acordo com o que foi
28 AD6 PA6
27 AD5 PA5 definido na sua programação.
26 AD4 PA4

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 11


PWM, do inglês Pulse Width Modulation, é uma
técnica utilizada por sistemas digitais para
variação do valor médio de uma forma de onda
periódica. A técnica consiste em manter a +5V
GND
frequência de uma onda quadrada fixa e variar o
PF6 TDO ADC6 A6
tempo que o sinal fica em nível lógico alto. Esse PF5 TMS ADC5 A5
PF4 TCK ADC4 A4
tempo é chamado de duty cycle, ou seja, o ciclo PF3 ADC3 A3
PF2 ADC2 A2
ativo da forma de onda. No gráfico abaixo são PF1 ADC1 A1
exibidas algumas modulações PWM. PF0 ADC0 A0
PE1 TXD0 1 PWM
PE0 PCINT1 RXD0 0 PWM

+5V
GND
PE4 INT4 OC3B 2 PWM
PE5 INT5 OC3C 3 PWM
PG5 OC0B 4 PWM
PE3 AIN1 OC3A 5 PWM
PH3 OC4A 6 PWM
PH4 OC4B 7 PWM
PH5 OC4C 8 PWM
PB4 PCINT4 OC2A 10 PWM
PB5 PCINT5 OC1A 11 PWM
PB6 PCINT6 OC1B 12 PWM

LEGENDA
GND
+5V
CONTROLE
PORT DO CI
FUNÇÃO ATMEGA2560
PINO DIGITAL
PINO ANALÓGICO
PWM
PINO COMUNICAÇÃO SERIAL
PINO ARDUINO

12 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


10 DESCRIÇÃO DAS PORTAS DO MOTOR

6 1 6 1

A tabela abaixo representa o esquema de ligação do conector dos motores.

Pin Pin
Conector Pin Model( ) Descrição
conector arduino
1 9 OUTPUT Controle do motor via PWM (sentido horário) 
2 10 OUTPUT  Controle do motor via PWM (sentido anti-horário) 
3 GND GND Alimentação 0v
M1
4 VCC VCC Alimentação 5v
5 2 INPUT_PULLUP Leitura do Encoder do Motor (interrupção externa)
6 A8 OUTPUT On/Off do Encoder

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 13


Pin Pin
Conector Pin Model( ) Descrição
conector arduino
1 11 OUTPUT Controle do motor via PWM (sentido horário) 
2 12 OUTPUT  Controle do motor via PWM (sentido anti-horário) 
3 GND GND Alimentação 0v
M2
4 VCC VCC Alimentação 5v
5 3 INPUT_PULLUP Leitura do Encoder do Motor (interrupção externa)
6 A9 OUTPUT On/Off do Encoder

Pin Pin
Conector Pin Model( ) Descrição
conector arduino
1 13 OUTPUT Controle do motor via PWM (sentido horário) 
2 46 OUTPUT  Controle do motor via PWM (sentido anti-horário) 
3 GND GND Alimentação 0v
M3
4 VCC VCC Alimentação 5v
5 18 INPUT_PULLUP Leitura do Encoder do Motor (interrupção externa)
6 A10 OUTPUT On/Off do Encoder

Pin Pin
Conector Pin Model( ) Descrição
conector arduino
1 45 OUTPUT Controle do motor via PWM (sentido horário) 
2 44 OUTPUT  Controle do motor via PWM (sentido anti-horário) 
3 GND GND Alimentação 0v
M4
4 VCC VCC Alimentação 5v
5 19 INPUT_PULLUP Leitura do Encoder do Motor (interrupção externa)
6 A11 OUTPUT On/Off do Encoder

14 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


11 DESCRIÇÃO DAS PORTA DOS SENSORES

6 1 6 1
NOTA:
NC = SEM CONTATO ELÉTRICO

Pin Pin Sensor Sensor Sensor Sensor


RJ12
conector arduino de cor ultrassônico de toque giroscópio
1 NC
2 NC
3 GND GND GND GND GND
I1
4 VCC VCC VCC VCC VCC
5 25 Soft_I2C Soft_I2C Soft_I2C
6 A15 Soft_I2C Soft_I2C INPUT Soft_I2C

Pin Pin Sensor Sensor Sensor Sensor


RJ12
conector arduino de cor ultrassônico de toque giroscópio
1 NC
2 NC
3 GND GND GND GND GND
I2
4 VCC VCC VCC VCC VCC
5 24 Soft_I2C Soft_I2C Soft_I2C
6 A14 Soft_I2C Soft_I2C INPUT Soft_I2C

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 15


Pin Pin Sensor Sensor Sensor Sensor
RJ12
conector arduino de cor ultrassônico de toque giroscópio
1 NC
2 NC
3 GND GND GND GND GND
I3
4 VCC VCC VCC VCC VCC
5 23 Soft_I2C Soft_I2C Soft_I2C
6 A13 Soft_I2C Soft_I2C INPUT Soft_I2C

Pin Pin Sensor Sensor Sensor Sensor


RJ12
conector arduino de cor ultrassônico de toque giroscópio
1 NC
2 NC
3 GND GND GND GND GND
I4
4 VCC VCC VCC VCC VCC
5 22 Soft_I2C Soft_I2C Soft_I2C
6 A12 Soft_I2C Soft_I2C INPUT Soft_I2C

12 PERIFÉRICOS DE HARDWARE
Pin
Dispositivo Descrição
arduino
1 Comunicação Serial Uart TX0
Bluetooth
0 Comunicação Serial Uart RX0

16 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


Pin
Dispositivo Descrição
arduino
14 Comunicação Serial Uart TX3
WI-FI
15 Comunicação Serial Uart RX3

Pin
Dispositivo Descrição
arduino
20 Comunicação I2C Endereço 0x68
Sensor de movimento
21 Comunicação I2C Endereço 0x68

Pin
Dispositivo Descrição
arduino
20 Comunicação I2C Endereço 0x27 ou 0x3F
Display LCD 16x2
21 Comunicação I2C Endereço 0x27 ou 0x3F

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 17


13 PROJETO 1 PISCA-PISCA
Neste primeiro projeto iremos fazer uma luz piscar. Parece um projeto simples demais, mas isso exemplifica a
utilização do Arduino para controle de dispositivos externos. Os conceitos aprendidos neste exemplo servem
para acionamento de outros dispositivos como ventilador, lâmpadas, motores e etc.

Fazer uma luz piscar é um projeto tão importante, que existe até uma competição internacional para ver quem
faz uma luz piscar de maneira mais impressionante, mostrando domínio de eletrônica e programação. É o
primeiro passo que se dá quando se começa a trabalhar com uma placa, porque ele mostra que você é capaz
de programá-la. Esse primeiro projeto será um pequeno grande passo para que você aprenda eletrônica e
programação e possa fazer projetos mais complexos.

Sabemos que o guia para este primeiro projeto está bastante longo, mas depois que você entende como
funciona, não irá precisar de tantas instruções para conseguir reproduzir um projeto.

13.1 MATERIAL NECESSÁRIO


Jumper
Protoboard Resistor 220R Interface Controladora Led Vermelho
Macho-Femea

X1 X1 X2 X1 X1

18 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


13.2 COMO FUNCIONA A PROTOBOARD?
A protoboard é um componente utilizado em todos os projetos do nosso kit e em quase todos os projetos de
eletrônica. É sobre ela que se faz a montagem dos circuitos eletrônicos, ação também conhecida como
prototipagem. Ela é cheia de furos, onde você pode encaixar os pinos dos componentes ou mesmo um fio
diretamente, e tem uma lógica de conexão entre os furos que, depois que você entende, a montagem dos seus
projetos fica bem intuitiva.

Com a protoboard podemos experimentar a montagem de diversos tipos de combinações de componentes


eletrônicos e circuitos sem a necessidade de conectá-los permanentemente. Caso haja a necessidade de trocar
um componente de posição ou mesmo substituí-lo, isso pode ser feito de maneira muito rápida e fácil.

Na protoboard existem dois blocos de colunas B e C. Cada coluna possui 5 furos e esses estão interligados entre si
como mostrado nas linhas cinzas. Uma coluna não possui conexão interna com a coluna ao lado. Os blocos B e C
não são interligados entre si, sendo separados por uma cavidade central, e que são colocadas na maior parte do
circuito.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 19


Já nos blocos A e D, nas extremidades superior e inferior da protoboard, temos as linhas em vermelho e azul. Todos
os furos de uma mesma linha estão interligados entre si, mas os furos da linha vermelha não estão conectados
aos furos da linha azul. Na linha vermelha existe um sinal de positivo “+” e na azul um sinal de negativo ”-”. É nessas
linhas que ligamos a energia do circuito que vamos montar: nos projetos com Arduino, são os pinos 5 V e GND.
Geralmente se coloca o 5 V no vermelho e o GND no azul, mas isso não é uma regra e não vai mudar nada no
circuito, é apenas uma questão de organização.

Nos nossos projetos sugerimos uma montagem através de um desenho auxiliar. Mas se você mantiver as mesmas
conexões e respeitar a lógica da protoboard, pode montar o projeto em qualquer lugar dela.

13.3 O QUE É UM LED?


LED (do inglês, Light Emitting Diode) é um diodo emissor de luz, sendo basicamente é uma lâmpada que consome
pouca energia. Por seu baixo consumo, está se tornando cada vez mais comum o seu uso em casas. Outra grande
vantagem do LED é a facilidade de fabricação em diversas cores e nesse kit você receberá LEDs das cores amarelo,
verde e vermelho.

O LED, assim como alguns componentes, possui um lado positivo “+” e um lado negativo “-“, essa característica
também é conhecida como polaridade. Para esses componentes, se ligar de modo invertido, ele não irá funcionar
e pode até acabar danificando. A haste (perna) maior do LED é o lado positivo e a menor é o lado negativo. Você
pode ver também pelo lado mais achatado, que é o lado negativo enquanto o lado arredondado é o positivo.

20 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


A montagem correta de um LED em uma protoboard é feita como mostrado na figura abaixo. Os dois terminais do
LED não podem ficar na mesma coluna da protoboard, lembrando que os furos das colunas são conectados entre
si na vertical. Esse mesmo princípio de montagem se aplica também a outros componentes do kit.

13.4 O QUE É UM RESISTOR?


O resistor é o componente elétrico mais comum que existe. Uma das aplicações de um 220 ohm
resistor, e a mais comum, é limitar o fluxo da corrente elétrica que passa em um circuito.

Os resistores têm diferentes valores de resistência, quanto mais alta a resistência, mais
ele irá limitar a corrente que passa por ele. O valor do resistor é fixo e é indicado pelas 4.7k ohm
faixas de cores pintada nele. No kit temos dois tipos: 220 ohm e 4.7K ohm.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 21


Utilizando um resistor de valor 220 ohm, por exemplo, reduzimos a corrente do circuito para trabalhar nos valores
que o LED suporta. Sem o resistor, a corrente que passa pelo LED seria muito grande e acabaria queimando ele.

Você pode ligar um resistor tranquilamente pois ele não tem lado positivo ou negativo, ou seja, tanto faz o lado
que é conectado.

13.5 O QUE É UM JUMPER?


Jumper é o fio que liga os vários componentes de um circuito. Você pode ligá-los na protoboard, na placa Arduino
ou mesmo direto no componente. Para ajudar na organização do seu circuito os jumpers vêm em diversas cores,
mas as cores não alteram em nada o seu funcionamento.

Nos esquemas de montagens de circuitos eletrônicos, os jumpers são representados apenas como traços
coloridos, que ligam os componentes.

13.6 COMO FUNCIONA UM CIRCUITO ELETRÔNICO?


Antes de montarmos o primeiro circuito é interessante aprender um pouco sobre o que é um circuito e alguns
conceitos básicos. Um circuito elétrico basicamente é um laço onde circula energia elétrica, fazendo com que
cada componente funcione. Veja abaixo um circuito básico de eletrônica composto de uma fonte de energia,
resistor e LED.

Desligado Ligado
22 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA
O lado positivo da fonte é chamada de VCC ou 5V e o lado negativo é chamado de GND. Uma fonte pode ser uma
bateria ou pilha que quando ligada faz com que o circuito funcione. Também veremos que algumas portas do
Arduino podem fazer um papel de fonte, assim podemos ligar e desligar o circuito utilizando programação.

Nesse exemplo, o LED acende quando a fonte de energia é ligada e ao se desligar a fonte de energia, o LED
apagará. O resistor é colocado para reduzir a corrente que passa pelo circuito inteiro.

13.7 MONTAGEM DO CIRCUITO

A representação de um circuito da
INTERFACE CONTROLADORA montagem ao lado seria a seguinte:
PARA ROBÓTICA

A B C D

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 23


Não é necessário conectar os componentes exatamente nos mesmos furos como indicados acima, basta apenas
que os terminais de cada componente não estejam na mesma coluna. Também não importa se o resistor está
antes ou depois do LED, ele vai reduzir a corrente do laço estando antes ou depois. Veja abaixo montagem
alternativa do circuito acima mas que funciona da mesma maneira. Note que o pino GND do Arduino ainda está
conectado no negativo do LED e o pino 11 ainda está no positivo do LED.

A representação de um circuito da
INTERFACE CONTROLADORA
montagem ao lado seria a seguinte:
PARA ROBÓTICA

=
A B C D

24 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


13.8 PROGRAMAÇÃO EM BLOCO PARA ARDUINO
O Software fornecido foi baseado no BlocklyDuino que por sua vez foi baseado no Blockly da Google. Ele é uma
interface de programação em blocos para linguagem C++ e para quem está acostumado com o Scratch, com
certeza encurta o caminho da aprendizagem.
Assim como o BlocklyDuino, é possível acompanhar as duas linguagens na interface do aplicativo, a de bloco e a
escrita em C++, que é a utilizada na IDE do Arduino. Essa é uma excelente possibilidade para que aos poucos o
usuário possa “aprender uma nova linguagem de programação”.

CÓDIGO POR BLOCO IDE DO ARDUINO

O nosso próximo item será sobre como utilizar o Software, – também será disponibilizado a versão em português
do aplicativo (consulte nossa área de download).

WINDOWS LINUX MAC


http://bit.ly/soft_rob_win http://bit.ly/soft_rob_linux http://bit.ly/soft_rob_mac

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 25


13.9 ABRINDO SOFTWARE DE PROGRAMAÇÃO
Faça Download do software através do Qrcode e links disponibilizados no item anterior ou execute o software
disponibilizado em Pen drive.
13.10 EXTRAINDO ARQUIVO .RAR
Se você não sabe como extrair arquivos .ZIP ou .RAR, esse tutorial vai te ajudar. Os arquivos são compactados para
que fiquem mais leves e possam ser transferidos em um único download. No entanto, para abrir esses arquivos,
você vai precisar de um programa. Vamos usar o WinRAR que, além de gratuito, é capaz de descompactar diversas
outras extensões. Veja como fazer:

Passo 1. Baixe o programa WinRAR no site www.baixatudo.com.br/winrar e faça a instalação;

Passo 2. Localize o arquivo .zip ou .rar que você deseja extrair. Clique com o botão direito do mouse sobre o
arquivo e selecione a opção “Extrair Aqui”;

Passo 3. O WinRAR vai ser aberto e começará o processo de extração dos arquivos que estão compactados;

Passo 4. As pastas vão ser descompactadas no mesmo local em que estava o arquivo originalmente, obedecendo
a estrutura de organização que estava configurada no arquivo .rar.

26 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


Após a descompactação do arquivo ser concluída, o ícone é exibido na pasta conforme a imagem abaixo:

13.11 A INTERFACE DE PROGRAMAÇÃO


A interface principal do Mixly, ele inclui cinco partes, ou seja, seleção de blocos, edição de código, código de texto
(oculto), função do sistema e área de prompt de mensagem. Mostrado abaixo.

SELEÇÃO
DE BLOCOS
CÓDIGO DE TEXTO
EDIÇÃO DE CÓDIGO

FUNÇÃO DO SISTEMA

PROMPT DE MENSAGEM

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 27


13.12 ALGUMAS FUNÇÕES COMUNS:
Através desta interface, você pode completar o código compilar, carregar, salvar e gerenciar. Ele suporta quatro
métodos de remoção: arraste-o para fora da janela de código ou arraste para Reciclar lixeira, exclua com a tecla
(Delete) do teclado ou clique com o botão direito do mouse para excluir o bloco.

28 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


13.13 PROCEDIMENTO DE GRAVAÇÃO DO PISCA-PISCA:
2
5
4
8
3

6 7

11 10

15 1 13
16
14

12
Quando o código estiver pronto para ser carregado
na placa, utilize o cabo usb para conectar a placa no
seu computador.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 29


Você não precisa ser um expert em programação para conseguir programar com Arduino, mesmo assim, é
bastante interessante que você procure entender o programa. No começo vai ser mais complicado, algumas
coisas podem não ficar tão claras, mas com experimentos e força de vontade você será capaz de entender cada
linha desse guia. Esse entendimento é essencial para que você possa fazer seus próprios projetos no futuro.

13.14 POSSÍVEIS ERROS:


Caso o projeto não funcione, verifique alguns dos possíveis erros:

Na hora do upload apareceu alguma mensagem em (Falha) Verifique o código e caso não encontre o problema,
repita o procedimento desde o inicio e tente mais uma vez;
Verifique se os jumpers estão na mesma coluna dos terminais dos componentes, fazendo assim a conexão;
Verifique se os jumpers estão ligados nos pinos corretos no Arduino;
Verifique se o LED não está conectado invertido ou seja, terminal negativo no pino 11 e positivo no pino GND;
Verifique se o código carregou na placa através da Promet de comando.

13.15 DESAFIOS:
Veja abaixo alguns desafios que você pode tentar!

Troque o LED por outro de cor diferente;


Monte o circuito de uma maneira alternativa usando outros furos e posições na protoboard;
Mude o intervalo de tempo que o LED pisca mudando o valor na programação na linha
delay(2500); por exemplo: delay(250).

30 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


14 PROJETO PISCA-PICA COM STATUS DO LED EM UM LCD
Nesse projeto vamos utilizar o mesmo circuito do Projeto Pisca pisca. Porém agora iremos informar o status do led
em um display.
14.1 MONTAGEM DO CIRCUITO

A re p re s e n t a ç ã o d e u m c i rc u i t o d a
INTERFACE CONTROLADORA montagem ao lado seria a seguinte:
PARA ROBÓTICA

=
A B C D

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 31


3
2
5

32 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


No projeto anterior, fizemos um LED piscar utilizando a função .

Neste projeto você que irá comandar como o LED irá variar a sua intensidade. Para dar os comandos para a placa
Arduino, iremos utilizar um potenciômetro.

No Projeto 1, falamos um pouco sobre o que é um resistor e nesse projeto iremos utilizar um resistor variável
chamado potenciômetro. Diferente de um botão que é digital e tem um valor de 0 ou 1, o potenciômetro varia o
seu valor conforme a rotação de sua haste e, por isso, deve ser conectado em uma porta analógica do Arduino.

O potenciômetro é bastante usado em controles de volume, intensidade de lâmpadas e etc. Veja na figura abaixo
o seu funcionamento interno.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 33


14.2 MATERIAL NECESSÁRIO
Jumper
Protoboard Resistor 220R Interface Controladora Led Vermelho Potenciometro
Macho-Femea

X1 X1 X6 X1 X1 X1
14.3 MONTAGEM DO CIRCUITO
A montagem do LED é a mesma do projeto anterior, porém o pino digital escolhido foi pino(2). Adicione o
potenciômetro ligando um pino em 5 V, outro em GND e seu pino central em uma porta analógica do Arduino (A5).
Não se preocupe com o lado, assim como um resistor comum, o potenciômetro não tem lado positivo ou negativo,
ou seja, tanto faz o lado que é conectado ao circuito. O único cuidado que se deve ter ao colocar o potenciômetro
na protoboard é o encaixe, que tem que apertar um pouco.

INTERFACE CONTROLADORA
PARA ROBÓTICA

A B C D

34 MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA


14.4 PROGRAMA PROJETO

Para ler o valor de um potenciômetro ou qualquer componente que tenha um sinal variável fazemos uso da
função que transforma a rotação do potenciômetro em valores de 0 a 1023.

MANUAL INTERFACE CONTROLADORA PARA ROBOTICA 35


Cittius Integradora de Tecnologias
www.cittius.com.br/contato@cittius.com.br