Você está na página 1de 38

MANUAL DO ESTÁGIO

MUSICOTERAPIA

Joinville
2020

Revisão: Supervisora Técnica: Nathalya Avelino – outubro 2020


CENSUPEG
Faculdade de Ciências, Educação, Saúde, Pesquisa e Gestão

Diretor Geral Grupo CENSUPEG


Sandro Albino Albano

Diretora Acadêmica GRUPO CENSUPEG:


Prof.ª Andreia Schley

Coordenação do Núcleo de Carreira e Oportunidades:


Adelir Stolf

Supervisora Técnica do Curso


Nathalya Avelino
Sumário
1 INTRODUÇÃO .....................................................................................................................4
2. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES .....................................................................................5
3 CONCEPÇÃO DE ESTÁGIO ...............................................................................................6
4. CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO .................................................................................7
5. DOCUMENTOS NECESSÁRIO PARA INICIO E REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO .....15
6. DISCENTES ESTAGIÁRIOS.............................................................................................16
7. QUANTO ÀS INFRAÇÕES E PENALIDADES ............................................................17
8. AVALIAÇÃO .......................................................................................................................18
9. DISPOSIÇÕES GERAIS ...................................................................................................19
ANEXOS ...................................................................................................................................20
1 INTRODUÇÃO

A Faculdade de Ciências, Educação, Saúde, Pesquisa e Gestão atua nas áreas


de consultoria e assessoria educacional em cursos de graduação, pós-graduação em
nível de especialização, mestrado, além de ministrar cursos, palestras, seminários,
fóruns, congressos, bem como prestar assessoria administrativa e pedagógica a
entidades públicas e privadas.
O Instituto CENSUPEG tem como missão ser um centro de excelência na
área educacional, possibilitar a formação continuada de profissionais e aliar rigor
acadêmico a uma pragmática visão de sociedade, educando pessoas para que se
tornem profissionais cooperativos, com sólidos princípios éticos.
Quanto à legalidade, os nossos cursos de pós-graduação estão em
conformidade com as exigências legais do Ministério da Educação e Cultura - MEC -
(Resolução 01/2007 do CNE/CES, de 08 de julho de 2007) e do Conselho Estadual de
Educação - CEE/SC - (Resolução 01/2001, de 6 de fevereiro de 2001). Assim,
asseguramos aos nossos alunos a participação em cursos idôneos de acordo com a
legislação e válidos em todo o território nacional.
Os cursos que são oferecidos pelo Instituto CENSUPEG estão fundamentados
nos melhores programas acadêmicos, suportados pela formação e experiência de
nossos professores e grupo de consultores especialistas das respectivas áreas.
O escopo deste manual é apresentar aos discentes e docentes as
normatizações desta Instituição e dos estabelecimentos concedentes de campo, de
atividades práticas e prática de estágio supervisionado do curso de Pós-Graduação
em Musicoterapia.
Assim, este manual tem o propósito de apresentar o funcionamento da prática
de estágio supervisionado do curso de especialização em musicoterapia. O estágio
curricular obrigatório representa uma atividade crítica e reflexiva com a realidade a qual
auxilia na articulação do ensino com a prática clínica da musicoterapia.
2. DISPOSIÇÕES PRELIMINARES

2.1. Este manual normatiza a execução do estágio curricular do curso de Pós-


Graduação em Musicoterapia dos discentes e docentes do curso de pós-graduação da
Faculdade de Ciências, Educação, Saúde, Pesquisa e Gestão, na modalidade:
presencial.
2.2. É condição básica para o desenvolvimento de qualquer estágio curricular
que o discente-estagiário esteja regularmente matriculado e frequentando o curso
de pós-graduação da Faculdade CENSUPEG.

Parágrafo primeiro - Para fins desta regulamentação entende-se por cursos


de pós-graduação:

a) Cursos de pós-graduação, compreendendo cursos de especialização,


aperfeiçoamento e outros, abertos a candidatos diplomados em cursos
de graduação e que atendam às exigências da instituição.

2.3 Todos os estágios curriculares deverão ser acompanhados por professores


orientadores indicados pelo CENSUPEG.

a) Para os estágios curriculares obrigatórios o professor que fará a


orientação do estagiário denominar-se-á professor orientador.
b) O professor orientador deverá estar devidamente habilitado para o
componente disciplinar, estágio ou para a atividade de orientação.

2.5. Os estágios curriculares poderão ser acompanhados por orientador da


instituição, com formação em curso superior na área correspondente ou área afim ao
curso do estagiário.

Parágrafo primeiro - Entende-se por orientador da instituição, o profissional


vinculado à unidade concedente.

Parágrafo segundo - Entende-se por unidade concedente a instituição - campo


de estágio - indicada pelo aluno para realização do estágio.

3 CONCEPÇÃO DE ESTÁGIO

3.1 O estágio é ato educativo orientado, desenvolvido em situações reais no


ambiente de trabalho, que visa, através do aperfeiçoamento técnico-cultural- cientifico
e de relacionamento humano, o aprendizado. O processo de aprendizagem ocorre com
a apropriação de habilidades e competências próprias da atividade profissional, a
preparação dos discentes para o desenvolvimento de sua vida profissional, social e
cultural.
a. O estágio faz parte do projeto pedagógico do curso, além de
integrar o itinerário formativo do educando.
b. O estágio visa ao aprendizado de competências próprias da
atividade profissional e à contextualização curricular, objetivando
o desenvolvimento do educando para a vida cidadã e para o
trabalho.

Os objetivos propostos são:


 Possibilitar a atuação e observação do musicoterapeuta em formação em áreas
contempladas pelos campos de estágio, atuando em duplas ou individualmente;
 Compreender e exercitar, na prática aspectos como o vínculo terapêutico; as
etapas do processo musicoterapêutico; a elaboração de plano de atendimento,
bem como a escuta musicoterapêutica;
 Utilizar nas práticas as experiências musicais de improvisação, composição,
recriação e audição musical;
 Refletir sobre a necessidade da supervisão de estágio dentro do processo
terapêutico.
4. CARACTERIZAÇÃO DO ESTÁGIO

O estágio prático é o conjunto das atividades de aprendizagem profissional,


acadêmica, social e cultural, devidamente orientadas pelo professor orientador, sob a
coordenação geral do CENSUPEG. Está previsto na matriz curricular do curso, como
disciplina obrigatória, para a obtenção do título de especialista em Musicoterapia.
Este Manual de Orientação de Estágio é destinado a fornecer aos participantes
do Curso de Musicoterapia informações sobre todas as etapas deste processo, bem
como os procedimentos para a elaboração do relatório.
O estágio do curso de Musicoterapia, acontece a partir da observação,
coatuação e atuação em Clínicas, Centros de Atendimento Social, Casas de Repouso,
Hospitais, Escolas especializadas (com atendimentos individuais) e/ou Empresas onde
haja trabalho em Musicoterapia sendo desenvolvido, objetivando capacitar o estagiário
para a prática do trabalho musicoterapêutico em diversos campos de atuação.

Seção 1 – Do Estágio

Artigo 1° - O (a) aluno (a) deverá cumprir o currículo pleno fixado na Matriz
Curricular do Curso para fazer jus ao Certificado de Conclusão de Curso.

Parágrafo 1 – O aluno deverá ter cursado e estar em dia com as disciplinas e


atividades que fazem introdução ao estágio:

a) Estar aprovado nas 05 disciplinas de Prática Clínica.


b) Estar apto no exame de habilidade musical, realizado na disciplina de Prática de
Aptidão Musical.
c) Estar aprovada na disciplina de Primeiros Socorros aplicados ao atendimento de
Musicoterapia.
d) Se o aluno estiver reprovado em uma dessas etapas, precisará concluí-las em
outra turma para início e realização do estágio.

Artigo 2° - Após a liberação para o Estágio, o discente estagiário deverá escolher


pelo menos 2 (duas) áreas para realização do estágio obrigatório, e deverá cumprir na
seguinte ordem.
Parágrafo 1 – As horas de estágio serão divididas da seguinte maneira:

a) 45h, após o 1º Encontro de Supervisão;


b) 45h, após o 2º Encontro de Supervisão;
c) O estágio estará livre para definir a carga horária de cada prática.

Artigo 3º – Os estágios serão oferecidos a partir de diferentes áreas de atuação


do musicoterapeuta. A possibilidade de realização do estágio num determinado campo
dependerá da demanda de cada instituição conveniada e das parcerias firmadas até
aquele momento. A CENSUPEG propõe como campos de estágio em musicoterapia as
seguintes áreas: comunitária, educação especial, saúde mental infantil, saúde mental
adulta, geriátrica, educacional e organizacional.

Parágrafo 1 – O estágio só poderá ser realizado em instituições conveniadas


com a Faculdade CENSUPEG. Ao longo da disciplina de estágio o aluno deverá cumprir
com os seguintes requisitos:
a) Organização e entrega, em data estabelecida pela Supervisão de Estágio, dos
documentos necessários para a realização dos estágios.
b) Realização de 90 sessões (encontros) de prática no campo do estágio, uma vez
por semana com duração de 40 minutos (onde cada sessão equivale a uma hora
aula). Ao todo, o aluno terá 90 horas/aula de prática no campo do estágio.
c) Ter um responsável no campo de estágio/instituição que atuará como
intermediário entre o campo de estágio/instituição, o aluno e a CENSUPEG.
d) Participação em supervisão musicoterapêutica em sala de aula com professor
supervisor, sendo que o primerio encontro acontecerá depois de finalizadas todas
as disciplinas, o segundo ocorrerá 3 meses após o primeiro encontro e o terceiro
ocorrerá 3 meses após o segundo encontro.

Parágrafo 2 – Antes de iniciar os estágios, o aluno deverá solicitar do orientador


local/ou responsável pela instituição, conhecimentos sobre as normas de estágio do
local. As questões disciplinares, relativas à presença, participação e ética, serão
observadas e avaliadas, sendo necessário discutir com os responsáveis pelo serviço,
quaisquer dúvidas que possam prejudicar o desempenho do trabalho. A comunicação
(aluno-estagiário/ professor orientador) deve ser respeitosa, ética e transparente. Outros
aspectos devem ser observados tais como:

a) Manter postura ética, dentre elas: assiduidade, pontualidade, comprometimento,


descrição e sigilo quanto às informações referentes aos campos e/ou clientela.
b) Caso não possa comparecer ao estágio, o estagiário deve avisar com
antecedência a instituição, bem como aos responsáveis pelos pacientes. Se
ocorrerem imprevistos que impossibilitem o comparecimento do aluno no estágio é
necessário avisar com antecedência e justificar-se assim que possível.
c) Não serão efetuadas gravações de áudio, vídeo e/ou fotos sem a autorização
por escrito (através de um termo de consentimento livre e esclarecido, TCLE e
Termo de uso de imagem) dos responsáveis pelos pacientes, em acordo com o
professor orientador, supervisor e preceptor local e com a Instituição/campo de
estágio.
d) O acesso ao prontuário do paciente será realizado somente em conjunto com
uma profissional responsável pelo campo de estágio.
e) Não retirar da instituição qualquer documento referente ao histórico do paciente.
Estes incluem: prontuário, fichas de avaliação, exames, entre outros. Eles devem
ser solicitados ao preceptor local, consultados na instituição e devolvidos aos
responsáveis ao final do dia.
f) Manter em ordem os materiais de apoio utilizados e após o uso, os mesmos
devem ser devolvidos e colocados seus devidos lugares.
g) Levar ao conhecimento dos responsáveis da instituição os instrumentos
musicais danificados e/ou outros equipamentos. A reutilização dos mesmos deverá
ocorrer somente após o reparo necessário. Faz-se importante contribuir com o
campo de estágio na preservação e reparo dos equipamentos.
h) Os registros dos atendimentos de musicoterapia devem ser feitos diariamente
conforme instrução do Supervisor de estágio.
i) Deverá ser mantido sigilo quanto aos dados coletados em prontuários e/ou
fornecidos pelo paciente, seus familiares ou equipe de atendimento, devendo ser
utilizado somente para estudos com as equipes objetivando a melhoria da
assistência ao paciente. No caso de realização de investigações científicas, estas
deverão primeiramente ser aprovadas por um Comitê de Ética em Pesquisa, não
sendo suficiente para tal a assinatura do Termo de Consentimento Livre e
Esclarecido (TCLE).
j) O estagiário deverá respeitar a hierarquia dos Serviços e da Instituição, bem
como, manter relação de cordialidade com os funcionários.
k) Deverá se comprometer a respeitar e manter a imagem das instituições campos
de estágio, bem como de seus profissionais.
l) Comunicar ao responsável da unidade e/ou familiar, a ocorrência de alterações
no paciente atendido tais como alteração de comportamento, crises, surtos ou
qualquer outro prejuízo relacionado à saúde do paciente.
m) Organizar, com antecedência os dados que deverão estar presentes no relatório
de estágio, assim como as reflexões, sugestões e solicitações encaminhadas na
supervisão de estágio.
n) Preparar com antecedência o material a ser discutido nas supervisões.
o) Ter comprometimento no que diz respeito ao repasse de informações para os
próximos alunos/estagiários quando da transferência de pacientes para estes.

Não será permitido ao estagiário:

a) Oferecer qualquer tipo de ajuda e solução de problemas à família do paciente


e/ou ao voluntariado, que não dizem respeito à sua função de musicoterapeuta;
b) Trocar e-mail e telefone pessoal com o paciente/familiar, bem como manter
contato em redes socais que fogem às questões do processo musicoterapêutico;
c) Interferir no que diz respeito aos procedimentos da equipe médica e de
enfermagem;
d) Estender os atendimentos de musicoterapia a outros setores, sem o acordo o
professor supervisor;
e) A veiculação de informações de pacientes, familiares ou informações
institucionais à pessoas que não possuem vínculo com este serviço, mesmo que
tenham vínculos com a formação acadêmica em questão;
f) Responder pelo Serviço e/ou pela Instituição em divulgação na mídia. Nestes
casos, se for procurado, o estagiário deve informar ao preceptor local de estágio
e ao professor/supervisor, em caráter de urgência, sobre a questão.

Parágrafo 3 – O Professor (a) supervisor (a) terá 3 (três) encontros de 15 horas


presenciais com os alunos:
a) 1º encontro: Entrega da documentação para estágio, modelo de relatório
e acordos de acompanhamento.
b) 2º encontro: O (a) estagiário (a), apresentará um trecho de vídeo ou
explicará o caso em que sentiu dificuldade ou de alguma reação diferente
por parte do paciente. Esse caso será discutido em sala junto ao
Professor (a) supervisor (a).
c) 3º encontro: O (a) estagiário (a) apresenta um resumo do estágio para a
turma, e o Professor (a) supervisor (a) fará o check list de todos os
documentos. Caso falte quaisquer documentos, o (a0 estagiário (a) terá
de 15 a 30 dias para reorganizar e entregar (por e-mail) o relatório de
estágio com todos os documentos anexados.

Parágrafo 4 – O (a) estagiário (a) informará ao supervisor (a) o nome, formação


e contato do preceptor (a) de estágio. Este preceptor (a) de estágio, será o profissional
musicoterapeuta ou não, que acompanhará o (a) estagiário (a). As diversas áreas de
atuação do Musicoterapeuta proporcionam um leque de opções para o campo de
estágio. A saber, além de sua prática ser ofertada nos procedimentos do SUS, o
estagiário pode se alocar em outros campos, de acordo com a cartilha DACUM:

a) Caso não haja musicoterapeuta na cidade onde o estágio irá ocorrer, o (a)
preceptor (a) pode ser outro profissional relacionado as áreas práticas
escolhidas pelo (a) estagiário (a) como exemplos:

1. Hospitalar
2. Saúde Mental
3. Reabilitação Física
4. Geriatria
5. Cuidados paliativos
6. Psicossocial
7. Clínica Geral
8. Entre outras.

Artigo 4° - O tempo máximo para a integralização do currículo pleno do Curso de


Especialização é de 24 meses.
Parágrafo 1 – O prazo para, finalização e entrega do Relatório de Estágio é de
30 (trinta) dias após a última aula do curso, conforme grade curricular. Após a revisão
final e aprovação do relatório o professor fica responsável de enviar por meio eletrônico
o relatório de cada aluno juntamente com o TERMO DE APROVAÇÃO, que terá o
registro do conceito da disciplina.

Parágrafo 2 – Ao (a) aluno (a) que não conseguir completar a carga horária
mínima de 90 horas de estágio durante o período de vigência regular do curso, será
facultado o direito de solicitar uma extensão de 90 (noventa) dias para o cumprimento
das exigências relativas à obtenção do título de especialista.

Parágrafo 3 – O (a) aluno (a) deverá solicitar a extensão das atividades de


estágio e de orientação por meio de e-mail enviado à Central de Relacionamento com
Aluno (gsa@censupeg.com.br) anexando o REQUERIMENTO PRORROGAÇÃO
PRAZO DE ENTREGA RELATÓRIO DE ESTÁGIO , no prazo mínimo de 15 dias
anteriores à data de conclusão regular do Curso.

Parágrafo 4 – O (a) aluno (a) que obtiver autorização para a extensão de 90


(noventa) dias tendo em vista a conclusão do estágio deverá pagar uma taxa no valor
de R$ 250,00 (Duzentos e Cinquenta reais) de orientação de estágio, estipulada pelo
CENSUPEG. (O valor será reajustado anualmente).

Parágrafo 5 – Após o pagamento da Taxa o aluno terá o prazo de 90 (noventa)


dias para encaminhar o relatório de estágio, com todas as documentações anexadas,
carimbadas e assinadas, para o e-mail gsa@censupeg.com.br, para correção. A Central
de Relacionamento com Aluno, fará o encaminhamento do relatório para correção.
Parágrafo 6 - O prazo de entrega para correções após o recebimento do relatório
é 45 (quarenta e cinco) dias para reenvio com as devidas alterações.

Artigo 5° – No caso de reprovação:

Parágrafo 1 – O aluno que não frequentar as aulas de Práticas Clinicas, sem


apresentação de atestado médico, deverá solicitar reposição da disciplina, assistindo a
aula e desenvolvendo as atividades de estágio em outra turma que o CENSUPEG tenha
a oferecer (não necessariamente na cidade e estado cursado). Para isto, o aluno pode
entrar em contato com a Central de Relacionamento com Aluno, através do e-mail,
gsa@censupeg.com.br , e este irá informar quais as turmas temos em andamento em
território nacional, para que possa assistir às aulas de forma presencial.

Parágrafo 2 – Caso não haja turma em andamento ou com previsão de início,


para reposição das aulas, o aluno deverá pagar uma taxa de R$ 250,00 (Duzentos e
cinquenta reais) para orientação individual via e-mail, por um professor designado pela
instituição. (O valor sofrerá reajuste anualmente).

Parágrafo 3 – O aluno que apresentar atestado médico terá a falta justificada,


podendo assim, assistir as aulas de orientação de estágio em outra turma (isento de
taxas). Caso não haja turma para reposição das aulas de forma presencial, o aluno terá
orientação individual via e-mail, por um professor designado pela instituição.

Artigo 6°- A expedição do Certificado de Conclusão depende, obrigatoriamente,


da quitação de todas as obrigações do aluno com o CENSUPEG, conforme o Contrato
de Prestação de Serviços Profissionais.
5. DOCUMENTOS NECESSÁRIO PARA INICIO E REALIZAÇÃO DO ESTÁGIO

Antes de iniciar o estágio:


5.1 CARTA DE APRESENTAÇÃO: este deverá ser apresentado na instituição onde
será solicitado o campo de estágio, entregar (em 2 vias), deixar uma com a instituição
e outra, carimbada e assinada, fica com o aluno.
5.2 TERMO DE USO DE IMAGEM: somente poderá realizar qualquer registro de
imagem após a assinatura deste termo, pelo paciente ou responsável. Caso, o paciente
ou o responsável não aceitarem assinar, a sessão pode ocorrer, mas em nenhuma
hipótese pode ser registrada.
5.3 TERMO DE AUTORIZAÇÃO DO RESPONSÁVEL: documento que deve ser
assinado pelos pacientes ou responsáveis autorizando o desenvolvimento do
trabalho/estágio.
5.4 TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO: somente poderá
iniciar as sessões de observação, co-atuação ou atuação após a assinatura deste termo,
pelo responsável ou pelo paciente. Este deve ser assinado pelos pacientes ou
responsáveis mostrando que estão cientes dos protocolos.

Durante o estágio:
5.5 MODELO DE ENTREVISTA DE MUSICOTERAPIA: deve ser preenchido todos
os campos, afim de treinar o estagiário a lidar com todos os tipos de informações
recebidas. Deve ser preenchido durante as primeiras sessões e pode ser adaptado pelo
supervisor de estágio
5.6 CONTROLE DE FREQUENCIA DE ESTÁGIO: controle de data, e horários
assinados pelo preceptor de estágio. E abaixo assinada pelo supervisor, no 3º Encontro
durante o check list da documentação.
5.7 REGISTRO DE ATENDIMENTO POR SESSÃO: o registro deve ser preenchido
pelo estagiário em cada sessão. É obrigatório o preenchimento de todos os campos.
5.8 RELATÓRIO PROGRESSIVO DE ESTÁGIO: deve ser preenchido ao final do
estágio, juntamente com o preceptor, conter um resumo geral do estágio, bem como
avaliação do preceptor

Após o término do estágio


5.9 RELATÓRIO FINAL: conforme modelo anexo e de acordo com as adequações
do professor (a) supervisor (a).
5.10 CHECK LIST: o (a) supervisor (a) deve conferir a documentação e preencher.
5.11 TERMO DE APROVAÇÃO: após corrigir os relatórios de estágio, o supervisor
deve lançar os conceitos no Portal do Professor e enviar o relatório juntamente com os
termos de aprovação e o check list para gsa@censupeg.com.br com cópia para
musicoterapia@censupeg.com.br .
5.12 RELATÓRIO: A Faculdade CENSUPEG dispõe um modelo, nos anexos deste
Manual, roteiros e documentos gerais para as sessões indicadas ao desenvolvimento
do estágio, contudo o supervisor de estágio pode acrescentar outros materiais que
achar, bem como alteração dos que dispomos, mediante aprovação do Setor de Ensino.

6. DISCENTES ESTAGIÁRIOS

6.1 O estagiário goza de todos os direitos inerentes a sua condição de discente


regularmente matriculado, em conformidade com o Regimento Geral do CENSUPEG –
Faculdade de Ciências, Educação, Saúde, Pesquisa e Gestão.

Parágrafo único - Para iniciar o estágio, o discente deve preencher os requisitos


disposto no caput deste artigo.

6.2 São deveres do discente:

I. É de responsabilidade do aluno, a busca pelo campo de estágio, a apresentação


da documentação necessária, e a seleção do paciente para o atendimento.
II. Nos casos de estágio obrigatório, definir com o auxílio do professor- orientador,
seu campo de estágio;
III. Apresentar, observando o cronograma previsto, ao professor de estágio;
IV. Atuar ativamente em todas as etapas do estágio, cumprindo a carga horária e a
frequência determinadas no Regulamento específico;
V. Respeitar as normas da unidade concedente;
VI. Comparecer ao local de estágio, pontualmente, nos dias e horas estipulados no
Termo de Compromisso;
VII. Respeitar a estrutura e o funcionamento da unidade concedente;
VIII. Elaborar um relatório de estágio, conforme previsto no Regulamento de estágio
ou acordo com o Professor Orientador.
IX. Desenvolver as atividades de estágio com empenho, responsabilidade,
criatividade e profissionalismo;
X. Manter sigilo sobre normas, postura ética sobre o funcionamento e as
informações obtidas na unidade concedente;
XI. A aluno estagiário deve apresentar durante as aulas de estágio, inclusive em
todo o curso, posturas adequadas e conduta ética no tratamento de materiais
disponibilizados pelos professores, sujeitos a penalidades previstas no
Regimento Geral da Instituição.

7. QUANTO ÀS INFRAÇÕES E PENALIDADES

7.1. Em caso do não atendimento das orientações contidas no manual de


estágio, o professor orientador, terá autonomia para fazer cumprir este manual.

7.2 O discente que infringir estas normas será passível das sanções a seguir
especificadas, obedecendo à ordem:
I. Advertência verbal do orientador de estágio.
II. Comunicação por escrito do orientador ao discente. Neste caso, a Central de
Relacionamento com Aluno do CENSUPEG deverá também receber uma cópia do
documento.
III. Quanto à questões não previstas neste documento, estas serão estudadas
junto à Coordenação Pedagógica, que realizará os encaminhamentos necessários com
o aluno.

8. AVALIAÇÃO

Em cada etapa de estágio, a avaliação do aluno será feita pelo professor


supervisor que atribuirá notas expressas em conceitos A, B, C, D, e refletirá, após
a análise global, o desenvolvimento de aprendizagens, de competências e habilidades
necessárias à formação do profissional. Para tal terá como base o Anexo VII deste
documento.

8.1 A nota será atribuída através de conceitos: A, B, C, D, com equivalência,


respectivamente, 9.0 a 10.0; 8.0 a 8.9; 7.0 a 7.9; zero a 6.9. Dessa forma, o aluno
que obtiver, na média da disciplina, o conceito D, será considerado reprovado na
disciplina de Estágio Prático. Será necessário cumprir novamente o Estágio em todas
as suas etapas.
8.2 O aluno que, por qualquer motivo, não concluir o Estágio Supervisionado ou
obtiver conceito D, nota inferior a 7 (sete) inteiros na avaliação, estará obrigado a
realizá-lo novamente em uma nova turma, estando assim, impedido de obter a
certificação no curso frequentado.
8.3. Os quesitos levados em consideração para a aprovação do aluno no Estágio
estão descritos no Anexo VII deste documento.
9. DISPOSIÇÕES GERAIS

9.1. O presente manual poderá ser modificado mediante proposta dos


professores de estágio, com posterior aprovação da Coordenação Pedagógica do
CENSUPEG.
9.2. Este regulamento entra em vigor após a sua aprovação pela Coordenação
Pedagógica e Direção do CENSUPEG.
ANEXOS
CARTA DE APRESENTAÇÃO

Centro de Excelência em Educação!

A Faculdade de Ciências, Educação, Saúde, Pesquisa e Gestão - CENSUPEG,


através de sua Coordenadora Pedagógica, Angelita Fulle e sua Coordenadora do Curso
de Especialização em Musicoterapia vem, por meio deste, encaminhar a presente carta
de apresentação de nossa instituição.
A sede administrativa da CENSUPEG está localizada na Rua do Príncipe, 796,
Bairro Centro – Joinville/SC. A faculdade atua com cursos de graduação e pós-
graduação, em nível de especialização, além disso oferta cursos, palestras, seminários,
fóruns, congressos, bem como presta assessoria administrativa e pedagógica a
entidades públicas e privadas. A Faculdade Censupeg é credenciada pelo MEC pela
portaria número 344 de 6 de Abril de 2011 - DOU de 7 de abril de 2011, retificada no
DOU de 19 de abril de 2011.
O Grupo CENSUPEG tem como missão ser um centro de excelência na área
educacional, possibilitar a formação continuada de profissionais e aliar rigor acadêmico
a uma pragmática visão de sociedade, educando pessoas para que se tornem
profissionais cooperativos, com sólidos princípios éticos. Por essa razão, o Grupo
CENSUPEG busca profissionais comprometidos com as causas da Educação para que
juntos possamos desenvolver novas competências capazes de transformar a atual
realidade educacional e social.
O CENSUPEG, através da confiabilidade, segurança e admissibilidade dos
cursos que oferece na modalidade presencial, foi eleita a Melhor Instituição de Pós-
Graduação da Região Sul do Brasil (Prêmio Master Pesquisas art. 120 e 121, da Lei
Federal 6.015 de 31/12/1973), pela qualidade e excelência nos serviços prestados.
Quanto à legalidade, os nossos cursos de pós-graduação estão em
conformidade com as exigências legais do Ministério da Educação e Cultura - MEC -
(Resolução 01/2007 do CNE/CES, de 08 de julho de 2007) e do Conselho Estadual de
Educação - CEE/SC (Resolução 01/2001, de 6 de fevereiro de 2001). Assim,
asseguramos aos nossos alunos a participação em cursos idôneos de acordo com a
legislação e válidos em todo o território nacional.
Os cursos que são oferecidos pela Faculdade CENSUPEG estão
fundamentados nos melhores programas acadêmicos, suportados pela formação e
experiência de nossos professores e grupo de consultores especialistas das respectivas
áreas.
Por fim, esta carta de apresentação formaliza o nosso interesse em estabelecer
uma parceria para o Programa de Pós-Graduação de MUSICOTERAPIA e desde já
agradecemos pela atenção dispensada
Cordialmente

Nathalya de Carvalho Avelino


Coordenação do Curso de Especialização em Musicoterapia
AUTORIZAÇÃO DOS RESPONSÁVEIS

Prezados,

Solicitamos a sua autorização para que seja realizado com o paciente


____________________________________________________________,
Atendimentos de musicoterapia, sem custos, no espaço
______________________________________________________________
Nos seguintes dias e horários:
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

Estando de acordo: (nome completo)

Responsável 1: _______________________________________________
Responsável 2: _______________________________________________

Autorizamos ___________________________________________________
a participar do trabalho musicoterápico a ser realizado pelo(a) estagiário (a):
____________________________________________________________.
Local: ____________________, _____ de _______________ de ________.

____________________________ _________________________
Assinatura Responsável 1 Assinatura Responsável 2
TERMO DE CONSENTIMENTO LIVRE E ESCLARECIDO – TCLE

Eu,________________________________________________________________ RG nº
__________________________ abaixo assinado responsável legal de
_________________________________________________________________ dou meu
consentimento livre e esclarecido para que ele(a), como voluntário(a), de atendimentos
individualizados em Musicoterapia correspondentes ao exercício das práticas clínicas nesta área.
Serão aplicadas, atividades terapêuticas, sob a responsabilidade do Professor(a) Supervisor(a)
_____________________________
________________________, da Faculdade de Ciências, Educação, Saúde, Pesquisa e Gestão –
CENSUPEG.

Assinando este Termo de Consentimento estou ciente de que:


1 - O objetivo do trabalho é o exercício da prática clínica para aliar as teorias estudas no curso a
prática do futuro Musicoterapeuta.
2 - Informamos que o projeto desse curso, bem como o Estágio Supervisionado, atende as
orientações da UBAM – União Brasileira das Associações de Musicoterapia.
3 - Estou livre para interromper a qualquer momento a participação no trabalho, bem como o
aluno estagiário estará livre para interromper os atendimentos ao paciente, não havendo prejuízo
algum decorrente da decisão.
4 - Estou ciente de que os resultados desse trabalho, caso seja necessário, será comunicado através
de relatos orais do aluno estagiário, pois este não poderá emitir parecer ou qualquer documento
escrito atestando qualquer resultado, pois o curso ainda não foi concluído por ele.

Local: _____________________________________ Data _____/_____/20____.

_________________________________
Assinatura do responsável legal
TERMO DE CESSÃO DE DIREITO DE USO DA IMAGEM

Eu,__________________________________________________________________,
nacionalidade____________________, inscrito no CPF nº ____________________, RG sob o
nº _____________________, residente a ____________________________
____________________________________________________________ autorizo o
uso da imagem do meu filho(a), ou a minha imagem no caso de paciente adulto,
unicamente para os fins de registro das práticas terapêuticas e utilização no relatório e
apresentação de estágio nas supervisões de musicoterapia pelo aluno:
____________________________________________________________________, do
curso de Musicoterapia da Faculdade CENSUPEG, que tem como Supervisor(a)
Professor(a) __________________________________________________________.

Local: __________________ Data: _____de______________ de 20____.

____________________________________
Assinatura do Paciente

____________________________________
Assinatura do Responsável
(Em caso de menores)
MODELO DE ENTREVISTA PARA O ESTÁGIO EM MUSICOTERAPIA

Nome do paciente: ____________________________________________________


Sexo: M ( ) F ( )
Nascimento: _____/_______/___________
Estado Civil: _______________________
Endereço: ____________________________________________________________
Bairro: _______________________ Cidade: _____________________ Estado : ____
CEP: ______________________ Profissão: _________________________________
Telefone: __________________________________________
Data de início: ________/___________/___________

Histórico (Individual/Familiar):

Cirurgias ( ) Sim ( ) Não. Se sim, qual? _____________________________________


Hipertensão: ( ) Sim ( ) Não Na Família: ( ) Sim ( ) Não
Diabete: ( ) Sim ( ) Não Na Família: ( ) Sim ( ) Não
Doença cardíaca: ( ) Sim ( ) Não Na Família: ( ) Sim ( ) Não
Câncer: ( ) Sim ( ) Não Na Família: ( ) Sim ( ) Não
Depressão: ( ) Sim ( ) Não Na Família: ( ) Sim ( ) Não
Outras doenças: _______________________________________________________
Alergias: _____________________________________________________________
Medicamentos: ________________________________________________________
Observação:
_____________________________________________________________________
Preferencias musicais:

Gênero Musical: ________________________________________________________


Cantores _____________________________________________________________
Bandas e outros _______________________________________________________
Quando criança ouvia que tipo de música?
_____________________________________________________________________
Alguma música especifica marcou sua vida de forma positiva?
_____________________________________________________________________
Alguma música especifica marcou sua vida de forma negativa?
_____________________________________________________________________
Toca algum instrumento? ________________________________________________
Se sim, qual? __________________________________________________________
Qual instrumento você tem vontade de tocar ou mais gosta de ouvir?
_____________________________________________________________________
Já fez tratamento com musicoterapia? ( ) Sim ( ) Não
Se sim, por qual motivo? _________________________________________________
Quanto tempo? ________________________________________________________
Numa escala de 0 a 10, onde 0 é sem dor e 10 é dor insuportável, como você está se
sentindo hoje? 1 – 2 – 3 – 4 – 5 – 6 – 7 – 8 – 9 – 10 .
Queixas principais:
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
Principal Objetivo a ser alcançado de acordo com o paciente:
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
Observações do (a) Estagiário (a):
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________
_____________________________________________________________________

_________________________ _______________________________
Assinatura do (a) Estagiário (a) Assinatura do Professor (a) Supervisor (a)
CONTROLE DE FREQUÊNCIA DE ESTÁGIO
Instituição: CNPJ:
Estagiário(a):
Mês e Ano de Referência:
Data Horário de Entrada Horário de Saída Assinatura do Preceptor

_______________________, _______de________20_____.
(Local e Data)

____________________________________________
Professor(a) Supervisor(a) - CENSUPEG
(assinatura)
(Preencher no Word)

Registros de Atendimento Musicoterápicos

Local de Estágio: ___________________________________________

Área de atuação musicoterapêutica: ____________________________

Iniciais do(s) Quantidade Faixa Etária: Data do Local onde Co-atuação Técnicas/instrumentos Aspectos Assinatura/
nome(s) por sexo: (A) Criança atendimento foi realizado com outros musicais utilizados relevantes rubrica do
do(s) (0-10 anos) dia/mês/ano atendimento profissionais(citar na estagiário
(B) quais) evolução
paciente(s)
M Adolescente do (s)
(preencher (10-18anos) paciente(s)
F
uma linha (C) Jovem
para cada (18-28
horário de anos)
atendimento, (D) Adulto
seja (28-59
anos)
individual ou
(E) Idoso (a
grupo)
partir de
60anos)

De acordo:

Assinatura do(a) Preceptor(a):


________________________________________________________

Assinatura do(a) Supervisor(a):


________________________________________________________
Relatório Progressivo de Estágio
Aluno(a)
Disciplinas:
Professor-orientador
Concedente/ Campo de
estágio
Relatório do Período de: _______/______/______ a _____/____/_______
Horas de estágio realizadas
neste período (CH total e CH
por dia):

Ações realizadas
(Explicitar todas as
ações realizadas
neste período
de Estágio, bem como
os resultados obtidos).

Dê um nota ( de 0 a 10) para o aluno-estagiário de musicoterapia nos


seguintes quisitos?
( ) Pontualidade/Assiduidade ( ) Interesse em aprender
( ) Dedicação/Motivação ( ) Desempenho
Avaliação do Estágio
(Efetuada pelo ( ) Ética e Relacionamento no ambiente de trabalho
RESPONSÁVEL TÉCNICO/ ( ) Postura profissional ( ) Hábito de leitura
Preceptor Musicoterapeuta)
( ) Qualidade do textos/ informações produzidas
( ) Conhecimento das técnicas musicoterapêuticas
( ) Evolução como estagiário
Fragilidades da atuação do
aluno-estagiário a serem
trabalhadas.

Avaliação do estágio
(efetuada pelo ESTAGIÁRIO)

Local e data _______ / ____________ /_________ (local e data)

ASSINATURAS
Estagiário
Concedente do Estágio
Professor orientador
MODELO DE RELATÓRIO DE ESTÁGIO

Anexo
 Estrutura formal do relatório De Acordo

Estrutura 4. Ref. Bib


Elemento
3. Consid.
Capa 2. Ativid.
Pré-textuais Folha de Identificação 1. Introd.
Índice
Índice ou sumário-não obrigat.
(sumário)
Folha Idt
Textuais 1. Introdução
CAPA
(conforme 2. Atividades Desenvolvidas
projeto) 3. Considerações finais
4. Referências Bibliográficas
Pós-textuais De acordo
Anexos

 Modelo de Capa e Folha de Identificação


.
Curso de Pós-graduação Lato-Sensu
Nome da Faculdade com o logo

Estágio Curricular Supervisionado em

__________________________

Dados do Estagiário
Estágio Curricular Supervisionado em
Nome:
Registro Acadêmico:
__________________________ Período do Curso:
Dados do Local de Estágio

Escola::

Nome do Estagiário Supervisora de Estágio:

Período de Estágio

Início: ___/___/_____ Término: ___/___/_____

Total de horas de estágio: _____________________

Cidade

Estado – Brasil Cidade

2020 Estado – Brasil

2020
Modelo de Relatório de Estágio Curricular

1. INTRODUÇÃO
 Breve histórico, o porquê do estágio e sua importância. (Fazer breve referencial
teórico sobre a educação e os gestores)
1.1. Objetivos ( no mínimo dois)

2. ATIVIDADES DESENVOLVIDAS
 Atividades realizadas com registros fotográficos (do setting, instrumentos, etc)
 Evolução do(s) paciente(s) atendidos.
 Texto sobre a importância do estágio na área realizada.

3. CONSIDERAÇÕES FINAIS
 Comentar se o estágio realizado foi satisfatório, se o tempo foi suficiente, como
se sentiu em relação ao estágio realizado.
 Fazer uma correlação entre o estágio prático e os conhecimentos teóricos
adquiridos nas disciplinas do curso. (Contribuíram, não contribuíram, o que
poderia ser melhorado?)

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
 Relacione os livros ou periódicos que consultou, seguindo a ABNT. (mínimo 5
livros)

 ANEXOS
 Anexar todas as fichas preenchidas de acordo com o check list.
Check list – Estágio (Documentação anexada ao relatório)
- Preenchido pelo Supervisor –

Aluno: _______________________________________________
Preceptor: ____________________________________________
CPF: ________________________________________________
E-mail do preceptor: ____________________________________

Local: Documentação Recebido


1. Carta de Apresentação (carimbada e
assinada
2. Termo de Uso de Imagem

3. Termo de Autorização do Responsável

4. TCLE

5. Entrevista (Anamnese)

6. Controle de Frequência

7. Registro de Atendimento por sessão

8. Relatório Progressivo geral

9. Avaliação do Estagiário assinada pelo


preceptor

São Fidélis, ____ de ___________ de ______.

De Acordo: ____________________________________ (Aluno)


TERMO DE APROVAÇÃO

Venho por meio deste documento registrar a conclusão do processo de supervisão de


estágio do seguinte acadêmico:

Nome: __________________________________________
Curso de Especialização em: Musicoterapia
Preceptor: ______________________________________
Locais de estágio: _________________________________________

Áreas de atuação:
( ) Infância e Adolescência ( ) Saúde Mental ( ) Gerontologia
( ) Neuroreabilitação ( ) Hospitalar ( ) Organizacional

Carga Horária:
_____ horas – Observação _____ horas – Co-atuação _____ horas - Atuação

Conceito final: _______________

São Fidélis, ___ de _____________ de _____.

___________________________________
Professor(a) Supervisor(a)
REQUERIMENTO PRORROGAÇÃO PRAZO DE ENTREGA RELATÓRIO DE ESTÁGIO

Eu, ___________________________________________ portador do CPF nº


____________________________, aluno/a do curso de Pós-graduação
_____________________________________________________________________, na cidade
de __________________, telefone ___________, e-mail _________________, vem pelo
presente requerer a prorrogação do prazo de entrega do relatório de estágio, por mais 90 dias,
tem em vista que
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
___________________________________

Data de solicitação:___/____/___

______________________________________________

Assinatura do requerente

Setor Ensino:

( )deferido em ___/___/___.

( )indeferido, motivos: _____________________________________________

(Registra-se que esta solicitação deve acontecer por meio eletrônico (documento assinado e scaneado) ou correio,
e aguardar o deferimento ou indeferimento do setor de ensino. Em caso de deferimento o aluno receberá o boleto
referente a taxa de prorrogação do prazo de entrega do relatório).