Você está na página 1de 16

Pneumonia

Pneumonia - Definição

É uma infecção dos


pulmões que envolve
os sacos aéreos
(alvéolos) e o tecido
circunjacente.
Pneumonia – Classificação
Pneumonia Segmentar Pneumonia Lobar Broncopneumonia

Localizado em sítio limitado Comprometimento de Infecção brônquica


do parênquima uma região lobar

Comunitária Nasocomial

Broncoaspiração
Adquirida fora do ambiente hospitalar

Ocorre após 48 hrs de internação do paciente


Pneumonia - Incidência
Aproximadamente 40 mil pessoas morrem no Brasil
vítimas de pneumonia

Em 1000 pessoas 2 a 5 contraem a doença por ano

20% a 40% precisam


ficar hospitalizados

Maior freqüência em
pneumonia causadas
por bactérias. 5% a 30% precisam
de internação em
unidade de terapia
intensiva (UTI).
Pneumonia - Etiologia
Pneumonia Bacteriana: Pneumococo (Streptococcus
pneumoniae), Staphylococcus aureus.

Pneumonia Fúngica: Encontrada em pacientes


imussuprimidos – Aspergillus.

Pneumonia Viral: Gripe, herpes simples, rubéola,


sarampo, varicela, adenovírus.

Pneumonia Atípica: Mycoplasma e a Chlamydia pneumoniae


Chlamydia psittaci.

Pneumonia por agentes químicos: Fumo, Poeira.


Pneumonia - Fisiopatologia
Infecção pulmonar Extravasamento de leucócitos e
hemoglobina para dentro do alvéolo

Hipersecreção

 Expansibilidade pulmonar
↑ Resistência das vias aéreas
↑ trabalho respiratório
Efeito shunt (capacidade de
troca alterado)
Hipóxia e hipercapnia
Pneumonia – Sinais e Sintomas

Pode apresentar tosse.


Febre alta.
Dor pulmonar durante a
inspiração profunda e tosse.
Alterações dos sinais vitais
pelo processo infeccioso.
Sudorese.
Pneumonia – Ausculta Pulmonar

Roncos, na presença de grande


quantidade de secreção.

Crepitações com sopro tubário.


Pneumonia – Exames Complementares

LEUCOCITOSE > 9.000/mm³

Realizar o exame de cultura – LBA


Pneumonia – Achados Radiológicos
Pneumonia – Achados Radiológicos

Líquido

Abcesso Pulmonar
Cavitação Pulmonar, devido a
um processo infeccioso.
Pneumonia – Tratamento Clínico
Início Precoce
Antibioticoterapia Monoterapia
beta-lactâmico

PENICILINA
Verificar quais os
microorganismos
Início Tardio
mais incidentes
naquela UTI Terapia Combinada
beta-lactâmico com atuação
antipseudomonas.

CIPROFLOXACINA
Pneumonia – Tratamento Clínico
Pneumonia Fúngica Pneumonia Atípica

Fluconazol Eritromicina
Anfotericina B. Tetraciclina

Pneumonia Viral
Geralmente tratada com o medicamento
indicado para a patologia principal.
Ex.: pneumonia causada pelo vírus da
varicela ou pelo vírus da herpes simples
pode ser tratada com Aciclovir.
Pneumonia – Profilaxia
Evitar Disseminação da Infecção
Assepsia das mãos (antes e após o tratamento)
Usos de luvas descartáveis
Checagem do material de suporte ventilatório – evitando a
condensação do vapor d’agua, combinado com o
aquecimento.
Uso de sondas descartáveis
Evitar traumas nas vias respiratória, durante a aspiração
ou colocação e remanejamento das próteses ventilatórias.
Uso de roupas apropriada para o ambiente (UTI).
Pneumonia – Tratamento Fisioterapêutico
Fisioterapia Motora
Diminuir os efeitos deletérios da imobilidade (Posicionamento no leito,
exercícios metabólicos, Diagonais de Kabat, Mobilizações e
alongamentos)

Fisioterapia Respiratória
Reverter distúrbios respiratórios - (Ex.: Utilizar recursos do ventilador
mecânico para reversão da hipoxemia e hipercapnia - ↑ do vol. Minuto.)
Tratar ou prevenir o acúmulo de secreção - (Ex.: Manobras de
vibrocompressão, Bag Squeezing, Aspiração endotraqueal).
Tratar ou prevenir atelectasia - Compressão e descompressão, Deixar
a cabeceira do paciente com o máximo de elevação possível, Sentá-lo na
poltrona, Usar a PEEP do ventilador mecânico como ferramenta
terapêutica. (Manobra ZEEP –elevando-a em no mínimo 10cmH2O).
REFERÊNCIAS BIOBLIOGRÁFICA
ULTRA, R.B. Fisioterapia Intensiva. Ed. 2°, Editora: Guanabara
Koogan, Rio de Janeiro, 2009.

MONTEIRO, C.G., GAVA, M.V. Fisioterapia Pneumológica. Ed.


1°, Editora: Manole, São Paulo, 2007.

RICCI, M. Incidência de pneumonia nosocomial em uma


unidade de terapia intensiva geral de Cascavel, Paraná.
Monografia apresentada ao curso de Fisioterapia da Universidade
Estadual do Oeste do Paraná para obtenção do título de bacharel
em fisioterapia. Cascavel, 2005.