Você está na página 1de 8

Autorizado o início da prova, verifique se este caderno contém 40 (quarenta) questões; se não

estiver completo, exija outro do fiscal da sala.


Língua Portuguesa 01. A compreensão do Texto 1 nos permite afirmar
corretamente que seu título representa:
TEXTO 1
A) um equívoco, já que, de fato, a língua que falamos é
“Brasileiro fala português” originalmente uma mistura de línguas indígenas.
A concepção que se tem do Brasil é a de que aqui se fala B) uma generalização, que não corresponde
uma única língua, a língua portuguesa. Ser brasileiro e falar o integralmente à realidade linguística do nosso país.
português (do Brasil) são, nessa concepção, sinônimos. Trata- C) um consenso, pois os colonizadores portugueses
se de preconceito, de desconhecimento da realidade ou, antes, pacificamente implantaram no Brasil a sua língua.
de um projeto político – intencional, portanto – de construir um D) um engano, porque, pela nossa diversidade cultural e
país monolíngue? Eu diria que se trata de tudo isso linguística, falamos ‘brasileiro’, e não ‘português’.
conjuntamente. E) uma tradição, cultivada pela forte imigração e pela
política linguística dos Estados lusitano e brasileiro.
Para compreendermos a questão é preciso trazer alguns
dados: no Brasil de hoje são falados por volta de 200 idiomas:
as nações indígenas do país falam cerca de 170 línguas, e as 02. Em relação à ideia de que “no Brasil se fala português”,
comunidades de descendentes de imigrantes outras 30 o autor argumenta que ela:
línguas. Somos, portanto, como a maioria dos países do A) deve fundamentar nosso novo conceito de
mundo, um país de muitas línguas, um país plurilíngue. nacionalidade, avesso à diversidade.
Se olharmos para nosso passado, veremos que fomos, B) é a prova cabal de que conseguimos, aqui, atingir o
durante a maior parte da nossa história, muito mais do que ideal de uma língua sem dialetos.
hoje, um território plurilíngue: quando aqui aportaram os C) atesta que a política linguística dos Estados
portugueses, há pouco mais de 500 anos, falavam-se no país português e brasileiro foi exitosa.
cerca de 1.078 línguas indígenas. O Estado Português e, D) comprova a inexistência de glotocídio, ao longo da
depois da Independência, o Estado Brasileiro, tiveram por História, em território brasileiro.
política impor o português como a única língua legítima. A E) resulta de um projeto político definido, que visava à
política linguística do Estado sempre foi a de reduzir o número construção de um país monolíngue.
de línguas, num processo de glotocídio (assassinato de
línguas) através de deslocamento linguístico, isto é, de sua
substituição pela língua portuguesa. Assim, das 1.078 línguas
03. São estratégias utilizadas pelo autor para construir o
Texto 1:
faladas no ano de 1500 ficamos com cerca de 170 no ano 2000
(somente 15% do total), e várias dessas 170 encontram-se já 1) trazer a opinião de autoridades, apresentando-as em
moribundas, faladas por populações diminutas e com poucas discurso direto.
chances de resistir ao avanço da língua dominante. 2) valer-se de diversos trechos injuntivos, para
Mas não só os índios foram vítimas da política linguística convencer o leitor a aceitar seus argumentos.
dos Estados lusitano e brasileiro: também os imigrantes – 3) utilizar-se de dados numéricos para embasar seus
chegados principalmente depois de 1850 – e seus argumentos.
descendentes passaram por violenta repressão linguística e 4) respaldar-se em fatos históricos do passado para
cultural – já que a língua naturalmente é parte da cultura. O explicar fatos do presente.
Estado Novo (1937-1945), regime ditatorial instaurado por
Getúlio Vargas, marca o ponto alto da repressão às línguas dos Estão corretas:
imigrantes, através do processo que ficou conhecido como
A) 1, 2, 3 e 4.
“nacionalização do ensino” e que pretendeu selar o destino das
B) 1 e 2, apenas.
línguas de imigração no Brasil, especialmente o do alemão e
C) 3 e 4, apenas.
do italiano na região colonial de Santa Catarina e do Rio
D) 1 e 3, apenas.
Grande do Sul.
E) 2 e 4, apenas.
A História nos mostra que poderíamos ter sido um país
ainda muito mais plurilíngue, não fossem as repetidas
investidas do Estado contra a diversidade cultural e linguística. 04. De acordo com o Texto 1, a supremacia da língua
Essa mesma História nos mostra, entretanto, que ainda somos portuguesa no território brasileiro deve-se,
um país pluricultural e multilíngue, não só pela atual principalmente:
diversidade de línguas faladas no território, mas também pela A) ao forte processo de glotocídio aqui ocorrido.
grande diversidade interna da língua portuguesa aqui falada, B) à ampla aceitação do português, pelos índios.
obscurecida por outro preconceito, o de que o português é uma C) à superioridade da cultura dos colonizadores.
língua sem dialetos. D) ao fato de termos sido, sempre, um país plurilíngue.
Conceber uma identidade entre a “língua portuguesa” e a E) à forte identidade entre essa língua e nossa nação.
“nação brasileira” sempre foi uma forma de excluir importantes
grupos étnicos e linguísticos da nacionalidade; ou de querer 05. “no Brasil de hoje são falados por volta de 200 idiomas”.
reduzir esses grupos, no mais das vezes à força, ao formato Os segmentos sublinhados nesse trecho desempenham,
“luso-brasileiro”. Muito mais interessante seria redefinir o respectivamente, as funções de:
conceito de nacionalidade, tornando-o plural e aberto à
diversidade: seria mais democrático e culturalmente mais A) descrever um modo como ocorre uma ação; e
enriquecedor, menos violento e discricionário, e permitiria que expressar tempo transcorrido.
conseguíssemos nos relacionar de uma forma mais honesta B) inserir um segmento explicativo; e indicar quem é o
com a nossa própria História. enunciador.
C) expressar uma característica de um substantivo; e
Gilvan Müller de Oliveira. Texto disponível em: fazer uma retomada anafórica.
http://www.letras.ufscar.br/linguasagem/edicao11/artigo12. D) localizar o enunciado em um certo espaço
Acesso em 26/07/2010. Adaptado. geográfico; e situar temporalmente o enunciado.
E) restringir o espaço onde se passa determinada ação;
e nomear um determinado objeto.
06. “Assim, das 1.078 línguas faladas no ano de 1500 TEXTO 2
ficamos com cerca de 170 no ano 2000 (somente 15%
Carnaval e futebol
do total), e várias dessas 170 encontram-se já
moribundas, faladas por populações diminutas e com Nem o carnaval nem o futebol, duas grandes paixões
poucas chances de resistir ao avanço da língua nacionais, nasceram no Brasil. O futebol, em sua versão
dominante”. No contexto em que está sendo empregado, moderna, foi trazido para o Brasil pelos ingleses, no final do
o termo em destaque foi utilizado para significar: ‘línguas século XIX; com o nome do jogo, football, entrou então para o
cotidiano dos brasileiros uma lista de outras palavras: goal,
A) em forte risco de extinção’.
corner, penalty... Os puristas de plantão reagiram a essa
B) sujeitas a mudanças’.
enxurrada de estrangeirismos e propuseram substitutos que
C) cujos falantes são analfabetos’.
não vingaram, como ludopédio, que tinha a discutível vantagem
D) ainda desconhecidas’.
de ser formado pelas raízes latinas lud e ped, significando
E) com vocabulário pobre’.
respectivamente “jogo” e “pé”.
Hoje, mais de um século depois, o vocabulário do
07. Sobre aspectos morfossintáticos do Texto 1, analise as
futebol inclui palavras de procedência inglesa (como futebol,
proposições a seguir.
gol e drible) e palavras criadas no interior da língua (como
1) No trecho: “Somos, portanto, como a maioria dos escanteio, falta e cruzamento). A bola, além de ser chutada em
países do mundo, um país de muitas línguas, um todas as direções imagináveis, já foi chamada pelos cronistas
país plurilíngue.”, a paráfrase é utilizada para esportivos de bola, pelota, esfera, esférico, redonda, caroço...
esclarecer o sentido do termo ‘plurilíngue’ e para Para entender a origem da palavra carnaval, é preciso
reforçar a ideia defendida pelo autor. pensar no período do ano que vem depois dele, a quaresma.
2) No segmento destacado em: “quando aqui Nas quaresmas de outrora, valia a proibição de comer carne.
aportaram os portugueses, há pouco mais de 500 Os cristãos praticantes de outrora despediam-se da carne na
anos, falavam-se no país cerca de 1.078 línguas terça-feira de carnaval, e cumpriam sua abstinência até a
indígenas.”, a opção por deslocar o sujeito para o Páscoa. E, como ninguém é de ferro, o último dia antes do
final da oração confere realce a esse sujeito. jejum virou um dia de comilança, uma “terça-feira gorda” em
3) No trecho: “Muito mais interessante seria redefinir o que se dava adeus à carne. No latim dos primeiros cristãos,
conceito de nacionalidade”, há uma comparação como na língua dos romanos, vale significava “adeus”. Carne
implícita. vale, “adeus carne”.
4) No trecho: “O Estado Novo (1937-1945), regime
ditatorial instaurado por Getúlio Vargas, marca o Rodolfo Ilari e Renato Basso. O português da gente: a língua que
ponto alto da repressão às línguas dos imigrantes”, o estudamos, a língua que falamos. São Paulo: Contexto, 2006, p.135-
segmento destacado tem a função de explicar, para 136. Adaptado.
o leitor, o sentido da expressão que o antecede.

Estão corretas:
10. Quanto à tipologia, o Texto 2 é, prioritariamente:
A) narrativo; é exatamente o encadeamento dos
A) 1, 2 e 3, apenas.
episódios narrados que lhe confere unidade.
B) 1, 2 e 4, apenas.
B) expositivo; as informações nele apresentadas
C) 1, 3 e 4, apenas.
contribuem para ampliar o conhecimento do leitor.
D) 2, 3 e 4, apenas.
C) descritivo; são as ricas descrições nele feitas que o
E) 1, 2, 3 e 4.
tornam interessante e informativamente relevante.
D) injuntivo; os evidentes segmentos injuntivos são uma
08. “A História nos mostra que poderíamos ter sido um país poderosa estratégia de convencimento do leitor.
ainda muito mais plurilíngue, não fossem as repetidas E) dissertativo; nele, o autor defende seu ponto de
investidas do Estado contra a diversidade cultural e vista, por meio de argumentos bem fundamentados.
linguística.” O segmento destacado estabelece, com o
segmento anterior, uma relação semântica de:
11. Por suas características formais e por seu conteúdo,
A) causa. podemos afirmar corretamente que o Texto 2 circula na
B) conclusão. área:
C) condição.
A) publicitária.
D) tempo.
B) jurídica.
E) consequência.
C) jornalística.
D) literária.
09. “Muito mais interessante seria redefinir o conceito de E) acadêmica.
nacionalidade, tornando-o plural e aberto à diversidade”.
A formulação desse trecho indica que o autor percebe a
redefinição do conceito de nacionalidade como uma:
12. As informações apresentadas no Texto 2 nos levam a
concluir que:
A) obrigatoriedade.
A) em questões linguísticas, os brasileiros aceitam
B) probabilidade.
passivamente toda influência estrangeira.
C) necessidade.
B) a entrada de estrangeirismos na língua portuguesa
D) possibilidade.
representa forte ameaça a sua integridade.
E) certeza.
C) no Brasil, o carnaval deixou de ser uma celebração
religiosa e passou a ser uma festa pagã.
D) o conjunto do léxico da língua portuguesa é composto
por palavras cujas fontes são diversas.
E) no Brasil, todas as grandes paixões são importadas,
nada havendo de realmente genuíno.
13. Acerca dos dois segmentos sublinhados no trecho: “Os Estão corretas:
cristãos praticantes de outrora despediam-se da carne
na terça-feira de carnaval”, podemos afirmar que ambos: A) 1, 2, 3 e 4.
B) 2, 3 e 4, apenas.
1) expressam uma noção temporal. C) 1, 3 e 4, apenas.
2) estão relacionados ao termo ‘cristãos’. D) 1, 2 e 4, apenas.
3) têm a função de caracterizar. E) 1, 2 e 3, apenas.
4) acrescentam informações acerca do substantivo que
os antecede.
16. Acerca da literatura brasileira dos períodos anterior e
posterior ao Barroco, analise o que se afirma a seguir.
Está(ão) correta(s):
1) Ao Barroco seguiu-se o movimento árcade, cujo
A) 2, apenas. maior representante na poesia é Tomás Antônio
B) 3, apenas. Gonzaga.
C) 2, 3 e 4, apenas. 2) A chamada “literatura de informação”, formada por
D) 1 e 4, apenas. crônicas de viagens, diários de navegação etc.,
E) 1, 2, 3 e 4. geralmente em prosa, tem-se revelado como de
altíssimo valor literário e histórico.
14. “Nem o carnaval nem o futebol, duas grandes paixões 3) Trilhando os caminhos abertos por Gregório de
nacionais, nasceram no Brasil.” Assinale a alternativa na Matos, as Cartas Chilenas são a principal expressão
qual o sentido desse trecho está mantido. satírica da literatura colonial do século XVIII.
4) Sempre visando à catequese, José de Anchieta
A) As grandes paixões nacionais, assim como o carnaval escreveu textos com finalidade pegagógica, como
e o futebol, nasceram fora do Brasil. poemas, hinos, canções e autos, além de cartas e
B) Duas das grandes paixões nacionais, o carnaval e o uma gramática da língua tupi.
futebol, não são originárias do nosso país.
C) Nem o carnaval, tampouco o futebol, as maiores Estão corretas:
paixões dos brasileiros, são produtos importados.
D) São genuinamente nacionais nossas duas grandes A) 1, 2, 3 e 4.
paixões: o carnaval e o futebol. B) 1, 2 e 3, apenas.
E) Carnaval e futebol, as duas grandes paixões dos C) 1, 2 e 4, apenas.
brasileiros, chegaram ao Brasil por acaso. D) 1, 3 e 4, apenas.
E) 2, 3 e 4, apenas.
TEXTO 3
TEXTO 4
Século XVII. O Brasil presenciava o nascer de uma literatura
própria, embora ainda frágil e presa aos modelos lusitanos, O trabalho de José de Alencar consolidou o romance na
restrita a uma elite muito pequena e culta, e ainda sem poder literatura brasileira. Esse escritor produziu uma obra que, pela
contar com um público consumidor ativo e influente. Mas diversidade temática, procurou fazer um levantamento do Brasil.
começavam a despontar os primeiros escritores nascidos na Além disso, esforçou-se por construir um estilo próprio,
colônia e, com eles, surgiam as primeiras manifestações do polemizando em favor da existência da “língua brasileira”,
sentimento nativista, isto é, de valorização da terra natal. O distinta e autônoma em relação à portuguesa. Nesse sentido,
Barroco brasileiro surgiu nesse contexto. sua atividade de romancista esteve integrada ao projeto
nacionalista do Romantismo.
CEREJA, W. e MAGALHÃES, T. Literatura brasileira: ensino médio.
2ª ed. reform. São Paulo: Atual, 2000, p.99. Excerto. INFANTE, U. Curso de literatura de língua portuguesa. Ensino médio.
São Paulo: Scipione, 2001, p.249. Excerto.
15. Acerca dos principais autores do movimento literário de
que trata o Texto 3, analise as seguintes proposições. 17. O “projeto nacionalista” mencionado no Texto 4 se
1) Na poesia, destaca-se Gregório de Matos, cuja refere:
poesia lírica incorpora elementos do cultismo e do A) à tentativa dos escritores românticos de agregar, na
conceptismo; também explorou a temática religiosa. literatura brasileira, os ideais iluministas europeus.
2) Na prosa, o autor mais significativo é Antônio Vieira, B) ao profundo envolvimento dos escritores românticos
que, embora tendo nascido em Portugal, revela em com o movimento da Inconfidência Mineira.
seus textos sua intensa participação nos debates C) ao esforço dos românticos por implantar o tupi como a
sociais e políticos de Portugal e do Brasil do século língua oficial do Brasil, negando o português.
XVII. D) à efervecência cultural promovida pelos românticos
3) Por suas sátiras, por vezes escritas em linguagem para promover a Semana de Arte Moderna.
chula e dirigidas até às autoridades, Gregório de E) ao empenho dos autores românticos em definir um
Matos é um dos mais ferinos escritores da língua perfil da cultura brasileira: sua língua, etnia etc.
portuguesa.
4) Vieira se revelou um excelente orador; seus sermões
se tornaram ao mesmo tempo a expressão máxima 18. “... a virgem dos lábios de mel, que tinha os cabelos
do barroco em prosa sacra e uma das principais mais negros que a asa da graúna e mais longos que seu
expressões ideológicas e literárias da Contra- talhe de palmeira. (...) Mais rápida que a ema selvagem,
Reforma. a morena virgem corria o sertão e as matas do Ipu...”.
Essa é a descrição da principal personagem da obra:
A) Iracema, de José de Alencar.
B) A Moreninha, de Joaquim Manuel de Macedo.
C) Inocência, de Visconde de Taunay.
D) O Guarani, de José de Alencar.
E) A escrava Isaura, de Bernardo Guimarães.
19. Utilizando como critério a temática abordada, os 23. Uma linha bem fina é presa num círculo, como mostra a
estudiosos da Literatura costumam dividir as obras de Figura 1, abaixo. Se o círculo possui 2cm de diâmetro e
José de Alencar nos seguintes grupos: a linha possui 8cm, quantas voltas completas (no
máximo) poderão ser dadas, enrolando-se toda a linha
A) romances urbanos, rurais, indianistas e de costumes. em torno do círculo?
B) romances urbanos, regionalistas, nacionalistas e
universais.
C) romances históricos, indianistas, urbanos e
regionalistas.
D) romances femininos, indianistas, universais e políticos.
E) romances românticos, realistas, naturalistas e
simbolistas.
Figura 1

TEXTO 5 A) Nenhuma
B) 1
C) 4
D) 8
E) 16

24. Numa fábrica, um operário trabalhando 8 horas numa


mesma atividade é capaz de produzir 120 peças de um
determinado produto. Quantos operários são
necessários para que num turno de 6 horas sejam
produzidas 1800 peças?
A) 8
B) 10
Imagem disponível em: ociclovital.blogspot.com/2007/11/mudancas-na-
C) 15
ortografia-da-lingua-portuguesa. Acesso em 25/07/2010.
D) 20
E) 30
20. No Texto 5, o enunciador se posiciona explicitamente:
A) a favor das reformas ortográficas da língua 25. Uma escada é apoiada na parede de tal modo que ela
portuguesa, que começaram a vigorar em 2009. também se apoia em uma caixa (Figura 2). Sabendo-se
B) contra a opção, tão comum na mídia eletrônica, de que a caixa possui 3 metros de altura, que a escada
grafar as palavras de forma diferente da usual. possui 10 metros e, ainda, que o pé da escada está a 4
C) a favor da total liberdade na escrita de textos, desde metros da caixa, a altura que a escada atinge e a largura
que essa liberdade não fira os princípios da coerência. da caixa são, respectivamente:
D) contra os princípios que fundamentam as normas
ortográficas impostas por decreto aos brasileiros.
E) a favor da unificação entre os países de Língua
Portuguesa, que justificou o último Acordo Ortográfico.

Matemática

21. Tio Barnabé possui em seu quintal 4 abacateiros, 28


laranjeiras e 16 goiabeiras. Se ele podar 25% de cada
espécie de árvore, ele podará (na ordem: abacateiros,
laranjeiras, goiabeiras):
A) 1 abacateiro, 4 larajneiras e 2 goiabeiras.
B) 1 abacateiro, 7 laranjeiras e 2 goiabeiras.
C) 2 abacateiros, 7 laranjeiras e 2 goiabeiras.
D) 1 abacateiro, 7 laranjeiras e 4 goiabeiras. Figura 2
E) 2 abacateiros, 7 laranjeiras e 4 goiabeiras.
A) 6 e 4 metros.
B) 4 e 6 metros.
22. Pedrinho ganhou de presente um pianinho que possui 10 C) 4 e 2 metros.
teclas. Quantas combinações diferentes de duas notas D) 6 e 5 metros.
Pedrinho poderá tocar em seu brinquedo? E) 6 e 2 metros.
A) 10
B) 20
C) 30
D) 35
E) 45
26. Dois irmãos compram um terreno com 432m2 e decidem 31. Suponha que m e n são números inteiros e positivos
fechá-lo e dividi-lo com cercas, como na Figura 3. tais que o produto de todos os divisores de m (incluindo
Sabendo que a largura do terreno é três vezes menor 1 e m ) é igual ao produto de todos os divisores de n
que o seu comprimento e que a cerca externa possui (incluindo 1 e n ). Neste caso, é incorreto afirmar que:
três arames e a interna possui 2 arames, a quantidade
de arame gasta é: A) m e n são iguais.
B) m é múltiplo de n .
C) n é divisor de m .
D) m e n são primos entre si.
E) o máximo divisor comum de m e né m.

32. O único valor para x (inteiro e positivo) tal que


3 3 2
x − y = z , em que y e z também sejam
Figura 3 números inteiros positivos e y é primo, e z não é
divisível por 3 é:
A) 328 metros.
B) 432 metros. A) 1
C) 144 metros. B) 4
D) 288 metros. C) 8
E) 312 metros. D) 9
E) 12
27. Em um certo país, 10% da população é índia, 40%
branca e o restante é negra. Dentre os índios, 60% são 33. Um paralelepípedo retangular tem dimensões inteiras.
mulheres. Já entre os brancos, 55% são mulheres e 50% Todas as suas faces são pintadas de verde. O
da população negra é de mulheres. Na composição paralelepípedo é particionado em cubos unitários por
ideal do parlamento deste país, num total de 600 planos paralelos a suas faces. Suponha ainda que o
deputados e deputadas, quantas mulheres devem ser número de cubos sem face pintada de verde seja um
eleitas para se respeitar as proporcionalidades da terço do número de cubos. Então as únicas medidas que
população? não são possíveis para este paralelepípedo são:
A) 200 A) 4 × 6 × 28 e 5 × 5 × 26 .
B) 288
B) 4 × 7 × 30 e 5 × 6 × 12 .
C) 300
D) 318 C) 5 × 5 × 27 e 4 × 10 × 12 .
E) 348 D) 4 × 9 × 14 e 6 × 6 × 8 .
E) 5 × 7 × 9 e 4 × 8 × 18 .
28. Em relação à equação:
x 3 + y 3 + z 3 + w 3 = 1999, 34. Assinale a alternativa incorreta, acerca das propriedades
dos números inteiros:
é correto afirmar que:
A) não possui soluções inteiras de ( x, y, z , w) . A) Existe uma quantidade finita de números primos.
B) não possui solução. B) n , tal que 7 divide 2 n − 1 .
Existe inteiro
C) possui uma infinidade de soluções inteiras para C)
n
Não existem inteiros n , tais que 7 divida 2 + 1 .
( x, y, z , w) . D) O produto de três números naturais consecutivos é
D) possui 3 soluções inteiras para ( x, y , z , w) . divisível por 6.

E) possui soluções inteiras únicas para ( x, y, z , w) . E) O resto da divisão de 3 62 por 5 é 4.

35. Sobre as propriedades dos números reais, analise as


29. Sejam a, b, c as medidas dos lados de um triângulo seguintes afirmações:
qualquer. O maior número k, tal que
1) 2 é um número irracional.
kabc > a 3 + b 3 + c 3 é:
2) µ = 0,12345678910111213141516 é um
A) 1 número irracional.
B) 4
C) 5 3) 1 + 14 + 19 + 161 + 1
25 +L é um número racional.
D) 7
E) 12 Está(ão) corretas:
A) 1, 2 e 3.
30. Todos os valores inteiros para x tais que para algum B) 2, apenas.
n , também inteiro, seja verificada a igualdade C) 1 e 2, apenas.
D) 2 e 3, apenas.
x 6 + x 3 n = n 3 + 2n 2 são: E) 1 e 3, apenas.
A) 0e 2
B) −2 e 0
C) 0, 2 e 4
D) −2, 0 e 2
E) −2 e 2
36. A avó de Carlinhos abriu em nome dele uma poupança
com um depósito inicial de R$ 200,00. Após cinco
meses, a conta de Carlinhos tinha R$ 400,00. Sabendo
que o regime de juros é simples, a taxa de juros mensal
é de:
A) 5%
B) 15%
C) 18%
D) 20%
E) 22%

37. No gráfico abaixo, apresenta-se a evolução da taxa de juros básica da economia brasileira.

A análise do gráfico nos permite afirmar que a única


alternativa incorreta é:
A) a maior queda da taxa de juros se deu entre janeiro e
julho de 2009.
B) há uma tendência de alta nos últimos meses.
C) a taxa se manteve estável entre julho de 2009 e
março de 2010.
D) entre 2006 e 2010 houve uma queda na taxa básica
de juros.
E) a taxa média aplicada no país entre 2006 e 2010 é de
14%.
38. Observe a Figura 4, abaixo.

Figura 4

A razão entre as áreas dos triângulos ABP e CDP é:


A) 1
B) 2
C) 4
D) 12
E) 14

39. De quantas maneiras diferentes podemos formar uma


fila com 10 torcedores do Santa Cruz, 10 do Sport e 10
do Náutico, de modo que não haja dois torcedores do
mesmo time seguidos?
A) 1
B) 3
C) 6
D) 10
E) 30

40. Dois times disputam entre si um decatlo (modalidade


esportiva com 10 provas). Em cada modalidade, o time
vencedor ganha 4 pontos e o time perdedor ganha 1
ponto. Ambos os times ganham 2 pontos no caso de
empate. Após todas as dez provas os dois times têm 46
pontos, somando ambos. Quantos empates
aconteceram?
A) 5
B) 6
C) 7
D) 8
E) 9