Você está na página 1de 3

Willian Soto Santiago não passa de um personificador, um lobo disfarçado de ovelha, um falso Cristo, um

falso profeta, um impostor, um farsante, ... alguém que está desviando as ovelhas do aprisco do Senhor
Jesus. Alguém que está destorcendo todos os ensinamentos de William Marrion Branham.

O site oficial da seita apresenta-se com o pomposo nome de “Missão Apocalíptica Internacional”. É claro,
isto para impressionar os mais incautos. Em alguns de seus livretes aparecem alguns locais de reuniões com
diferentes nomes tais como: “Igreja os Herdeiros de Deus”, “Associação Evangelística “Os Primogênitos de
Deus” e outras.

O fundador desse movimento religioso conhecido como “A Voz da Pedra Angular” foi Willian Soto Santiago
que fundou sua igreja em 1974 em Porto Rico. Cada palavra dele é recebida como uma revelação divina.
Seus seguidores o chamam de o “Anjo do Apocalipse”, o anjo mensageiro que Jesus Cristo teria prometido
em Ap 22.16. O próprio grupo aponta para isso: Jesus é a Pedra Angular (1 Pe 2.6) e Santiago é a Voz da
Pedra Angular:

“Como podemos ver, esta não é uma obra humana; é uma Obra Divina prometida por Deus para ser
realizada neste tempo; e está sendo realizada. Porém, para realizar esta Obra, Ele tem que ter um homem,
um profeta; e este é o anjo do Senhor Jesus Cristo prometido no Apocalipse 2, versículo 16, onde diz: ‘Eu
Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas” (Livrete ‘A Obra de Deus em
Simplicidade’, pg. 16)

Dizem que através de seu movimento Deus inaugurou a oitava era da igreja, ou seja, a “Era da Pedra
Angular”.

Apesar de Santiago afirmar que William Branham o indicou como seu sucessor (o que nunca aconteceu) e
que a mesma coluna de fogo que seguia Branham também o guia até hoje, como sinal de confirmação de seu
chamado celestial, entretanto, alega Santiago que seu “antecessor” (Branham) errou sobre as sete eras da
igreja (que não seriam apenas sete). Afirma que a última dispensação gentílica do Evangelho, seria a oitava
(começada em 1977), é a do Reino de Deus e ele (Soto) é então o mensageiro escolhido. O que caracteriza
esta nova dispensação do reino é que tudo se fez novo (Ap 22.5 – “E ali não haverá mais noite, e não
necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o
sempre.”). Na verdade ele se coloca acima de seu antecessor, pois este seria apenas a voz de um dos sete
anjos mensageiros, mas ele é a própria voz de Cristo – a Voz da Pedra Angular.

“É a Voz de Cristo, não mais nas sete eras, mas na Era da Pedra Angular, através não de um dos sete
anjos-mensageiros, senão através do Anjo do Senhor Jesus Cristo, o último profeta mensageiro...” (Livrete ‘A
Porta Aberta no céu’ pg. 14)

O Anjo de apocalipse 22:16 (“Eu, Jesus, enviei o meu anjo, para vos testificar estas coisas nas igrejas. Eu
sou a raiz e a geração de Davi, a resplandecente estrela da manhã.”) foi o irmão Branham, Quem testificou
estas coisas as Igrejas foi o Anjo do Senhor no Profeta Branham, Deus tinha que testificar na Ultima era da
Igreja e já aconteceu.

As Escrituras são muito claras a respeito: São sete igrejas em Apocalipse, são sete eras da igreja, são
sete mensageiros (um para cada era) da igreja, são sete manifestações do Espírito Santo (Ap 1:4, 3:1, 4:5 e
5:6), são sete virtudes também manifestadas durante estas sete eras, e sabemos que a última era da igreja,
pelo relato, pela revelação do Espírito Santo, ao profeta, começou no ano de 1906, sem previsão de quanto
tempo ela duraria, porque esta era de Laodicéia terminaria com o rapto da noiva de Cristo.

Não existe, portanto, uma oitava era, uma oitava igreja, um oitavo mensageiro, uma oitiva unção do
Espírito Santo.

Não adianta falar em outro Profeta nem posicionar outro quando a Bíblia não o Posiciona. Se foi nos dias do
Sétimo Anjo que Deus revelaria os Segredos, não adianta falar que é outro, porque não é Escriturístico. Fique
com a Palavra.

De uma única peça do quebra-cabeças não é possível ver o quadro por completo e, fatalmente, se cometerá
equívocos nas suposições (achismos). Assim não se pode interpretar um único versículo das Escrituras
isoladamente (esquecer o restante da Bíblia). Os versículos da Bíblia não podem entrar em contradição e
devem sempre estarem em harmonia.

O lugar e momento onde “tudo se fez novo” (Ap 21:1) é na Nova Jerusalém celestial que desce dos
céus (Ap 3:12 e 21:2). É obra direta e exclusiva de Deus (Ap 21:5 com João 1:3), ou seja, Ele não utiliza
nenhum intermediário para isso, Ele o faz sozinho e por si mesmo e, ainda mais, faz isso nos céus e não na
Terra.

Quem inaugurará e estabelecerá o reinado de mil anos é o próprio Jesus pessoalmente e isso é só
depois do arrebatamento, da tribulação e depois da grande batalha apocalíptica.

Branham (segundo ministério de Elias no NT) veio preparar a noiva de Cristo para o arrebatamento
(encontro com o Noivo nos ares – segunda vinda de Cristo), assim como João Batista (primeiro ministério de
Elias no NT) veio preparar o povo de Deus para receberem o Messias (primeira vinda de Cristo). Ocorre que
logo após o arrebatamento da noiva de Cristo, tem início o império do antiCristo e é instaurada a grande
tribulação. Onde se encaixa o Sr. Soto nisso?

O profeta de Deus não precisa estar vivo (em carne, ossos e sangue), basta a Palavra de Deus manifestada
por intermédio dele (Escrituras).

Soto recebe homenagens, diplomas, certificados, reverencias, aplausos, títulos, honrarias, etc pelo mundo
todo. Veja bem o que as Escrituras dizem sobre isso:

Lucas 6:26 – “Ai de vós quando todos os homens de vós disserem bem, porque assim faziam seus
pais aos falsos profetas.”

Mateus 5:11-12 – “Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem e, mentindo,
disserem todo o mal contra vós por minha causa. Exultai e alegrai-vos, porque é grande o vosso
galardão nos céus; porque assim perseguiram os profetas que foram antes de vós.”

Soto se vangloria de ter vários diplomas em universidades, etc, vejamos o que as Escrituras falam disso:

Alguns discípulos/apóstolos eram analfabetos e leigos nas Escrituras (At 4:13), mas se tornaram
missionários do Senhor Jesus Cristo.

Um bom exemplo é Saulo (Paulo) que em toda sua cultura, conhecimentos, sabedoria, filosofia, teologia ...
dos fariseus (At 22:3 com 5:34) não foi capaz de ver e conhecer a Verdade das Escrituras Sagradas, apesar
de sabê-las de cor. Somente por revelação Divina do Espírito Santo é que conheceu a Verdade (At 9:1-5 e
22:1-8), pois “não é pela carne e nem pelo sangue” que conhecemos a Verdade.

Pois Saulo, como Moisés fora instruído em toda sabedoria humana (At 7:22), mas esta cega os olhos para a
Verdade e afasta de Deus.

Após isso (revelação divina de Jesus), Paulo passou a orientar para que não dessem ouvidos à filosofia (Cl
2:8, At 17:18), a sabedoria dos homens (I Cor 1:18-25, I Cor 2:13 e Pv 3:5), a ciência dos homens (I Tim 6:20,
Lc 11:52). Igualmente os outros apóstolos, pregaram para não usar de fábulas (II Pe 1:16),
costumes/tradições dos homens (Lv 20:23 e Mt 15:2-3). Inclusive, o próprio Senhor Jesus advertiu para não
darmos ouvidos a preceitos/doutrinas humanas (Mt 15:9).

Mt 11:25 – “... ocultastes estas coisas aos sábios e entendidos,e as revelastes aos pequeninos.” (Lc 10:21,
Jó 5:13, I Cor 3:19, Tg 4:6, I Cor 1:27, I Cor 1:21, Pv 3:5, Tg 1:5).

AS ESCRITURAS ESCLARECEM QUE SOMOS ENSINADOS PELO ESPÍRITO SANTO (Lc 21:14-15, João
6:45 e 14:26, I João 2:27, I Cor 2:13) e não pelos homens (Mt 15:9).

João 7:38: “Aquele que crê em mim, conforme a palavra da Escritura, de seu seio jorrarão rios de água
viva.”. Não diz conforme dizem os homens, a ciência, a filosofia, a teologia, a tradição, os costumes, ..., mas
sim conforme dizem as Escrituras. Ainda mais, consta para não irmos além do que está escrito nelas (I Cor
4:6) e para nada acrescermos a elas (Dt 4:2), vez que elas é que possuem prioridade para corrigir e
desviarmos de equívocos (II Tim 3:16).

I Cor 3:19 – “Pois a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus” (I Cor 1:27). I Cor 1:18 – “Certamente
a palavra de Deus é loucura para os que se perdem, mas para nós, que somos salvos, poder de Deus”. I Cor
1:21 – “Visto como, na sabedoria de Deus, o mundo não conheceu por sua própria sabedoria, aprouve a
Deus salvar aos que crêem, pela loucura da pregação”. Pv 3:5 – “... não te estribes no teu próprio
entendimento”.

Tiago 4:4 – “Adúlteros e adúlteras, não sabeis vós que a amizade do mundo é inimizade contra Deus?
Portanto, qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus.”