Você está na página 1de 16

Jesus e o Carpe Diem

Page 1
Page 2
Jesus e o Carpe Diem

Carpe diem é uma expressão em latim que


significa "aproveite o dia". O termo foi escrito pelo
poeta romano Horácio (65 a.C.-8 a.C.).

A filosofia Carpe Diem significa curtir a vida, fazer


valer pena, não se prender a nada, correr todos
os riscos para desfrutar o prazer da felicidade do
agora, pois o futuro não existe.

Page 3
Page 4
Geração hedonista

A filosofia hedonista consiste na obtenção de


prazer e na ausência de sofrimento.

Tese: A vida é curta e incerta, não há vida além do


túmulo; então, é preciso tornar esta vida o melhor
possível .

Page 5
Geração hedonista

O pós modernismo criou uma geração de jovens


Carpie Diem... Eles estão se tornando
individualista, narcisista e alienados... Seus
dilemas da existência humana se limitam a
aspectos virtuais (e-mails e rede sociais).

Page 6
Page 7
Page 8
Page 9
Hedonismo teológico

Macarthur – Livro Com vergonha do Evangelho

Page 10
Vídeo Teol. Coaching Page 11
Hedonismo teológico

Cuidado com o outro


extremo o ascetismo:
O termo "hedonismo cristão"
cunhado por Piper e que
ecoa o Breve catecismo
expressa esse equilíbrio.
"O fim principal do homem é
glorificar a Deus, e se deleitar nEle
para sempre“...

Page 12
Aproveitando a vida

Do lado oposto ao “Carpe Diem” está outra ideologia, do


“Coram Deo”! Coram Deo é uma expressão teológica em
latim elaborada no século XVI durante a Reforma
Protestante. Este termo significa, literalmente, “diante da
face de Deus”. Sua ideologia foca em viver uma vida na
presença de Deus, fazer tudo para a glória dEle. É a
materialização do que o apóstolo Paulo nos diz:
“Portanto, quer comais, quer bebais ou façais outra coisa
qualquer, fazei tudo para a glória de Deus” (1 Co 10.31).

Page 13
Felizes os tristes

A concepção bíblica de “bem-aventurado”. A felicidade


cristã não depende meramente das situações externas,
mas do relacionamento com Deus.

Bem-aventurados os que choram, porque serão


consolados – Mt 5.4

O segredo da felicidade não está no choro em si, mas no


consolo de Deus.

Page 14
Felicidade e prazer

O hedonismo secular e teológico confunde prazer com


felicidade. Eles dizem: “eu só sou feliz se estiver sentindo
prazer e não dor...”

Em meio ao sofrimento Paulo nos desafia: (Fl 4.4,5 e 7)

 Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo: alegrai-vos.


 Seja a vossa moderação “equilíbrio” conhecida de todos os
homens. Perto está o Senhor.
 E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará o
vosso coração e a vossa mente em Cristo Jesus.
Page 15
O desequilibrado hedonista destrói sua vida com seu modus
vivendi louco e irresponsável, enquanto o asceta não
aproveita a beleza que Deus deixou nessa terra.

Page 16