Você está na página 1de 21

LEITURA E PRODUÇÃO DE TEXTOS

Concordância verbal e nominal


no português padrão
Professora: ivete Vidigoi

2019
O que vamos ver hoje:

• O que é concordância.
• O que é concordância nominal.
• O que é concordância verbal.
• O que é concordância ideológica.
• Conhecer regras gerais e algumas exceções
dos mecanismos de concordância.
Para começar...

GONSALES, Fernando. Níquel Náusea – Vá pentear macacos! São Paulo: Devir, 1994, p. 29
Comparando as estruturas
“Quando te vejo, cada partícula do universo se
torna mais viva e cintilante!”

“As coisa fica brilhenta!”


As coisas ficam brilhantes!

EXPRESSÃO DA IDEIA DE PLURAL E A FLEXÃO


VERBAL= DIFERENTES MECANISMOS NA
VARIEDADE PADRÃO E INFORMAL
Que tipos de mecanismos são estes?
Concordância
“Mecanismo através do qual as palavras alteram
suas terminações para se adequarem
harmonicamente umas às outras na frase”
(NICOLA E TERRA, 2005, p. 297)

Nominal Verbal
Concordância nominal
Os determinantes, que são adjetivos, artigos,
numerais adjetivos ou pronomes adjetivos, alteram
suas terminações para se ajustarem em número e
gênero ao determinado (substantivo, pronome ou
numeral substantivo) a que se referem.

Quando te vejo, cada


partícula do universo se
torna mais viva e cintilante!
Dois casos especiais entre adjetivos e
substantivos
Adjetivos pospostos aos substantivos

1. Modificam dois ou mais substantivos: concordam


e gênero e número com o adjetivo mais próximo ou
com os dois.

A ratinha e o rato azul tiveram filhotes.

A ratinha e o rato azuis tiveram filhotes.


Adjetivos antepostos aos substantivos

Concordam em gênero e número com o primeiro


substantivo da sequência

Níquel e Gatinha tiveram lindas ratinhas e ratinhos.

Níquel e Gatinha tiveram lindos ratinhos e ratinhos.


Concordância verbal
“O verbo altera suas desinências
número-pessoais para ajustar-se ao sujeito”.
(TERRA E NICOLA, 2005, p. 297)

Quando (eu) te vejo, cada


partícula do universo se
torna mais viva e cintilante!
Alguns casos especiais
Nomes próprios no plural: sem artigo, verbo no
singular; com artigo, verbo no plural.

Minas Gerais compra quadrinhos do Níquel Náusea.


As minas Gerais compram quadrinhos do Níquel Náusea.

Férias faz bem, Níquel!


As férias fazem bem, Níquel!
O sujeito é o pronome relativo que

O verbo concorda com o antecedente do


pronome relativo.

Foram Níquel e Gatinha que comeram o queijo.

Mas Níquel é um rato que não come queijo.


Sujeito composto

A regra geral é colocar o verbo no plural.

Níquel, Gatinha e seus filhotes pediram férias


dos quadrinhos.
Sujeito composto posposto ao verbo

O verbo pode concordar com o núcleo mais próximo.

Faltou espaço e quadrinhos para tantos ratinhos.


Concordância ideológica ou silepse

É aquela em que o termo flexionado concorda


em gênero, número ou pessoa associada ao
referente do sujeito da oração.
Concordância ideológica ou silepse
Silepse de número

Mordam-se de inveja rataria!


Eu sou o mais famoso!
Silepse de gênero

Vossa Excelência parece preocupada com as


palavras desse rato!
Silepse de pessoa
Convoco
todos os personagens
de quadrinhos
para reivindicarmos
aumento salarial!!!
Usos da concordância

Recurso para boa textualidade e comunicação


Recurso estilístico, marca da/na linguagem informal
Sintetizando
• Concordância nominal: flexões dos
determinantes para ajustar-se aos determinados.
• Concordância verbal: flexões do verbo para
ajustar-se ao sujeito.
• A concordância ideológica ocorre quando a
flexão verbal concorda com a ideia da palavra
(seja em número, gênero ou pessoa)
• Usos da concordância: contexto e objetivos da
comunicação.
Para a(s) próxima(s) aula(s):

• Exercícios;
• continuar o estudo dos casos excepcionais e;
• Analisar diferentes formas de concordância
em textos
Referência
GONSALES, Fernando. Níquel Náusea. Site com os textos e ilustrações do cartunista
Fernando Gonsales. Disponível em: http://www2.uol.com.br/niquel/. Acesso em
16/03/2012.

GONSALES, Fernando. Níquel Náusea – Vá pentear macacos! São Paulo: Devir, 1994, p. 29

LOURES DOMITH, Gisele Fernandes. Mais sobre concordância. Blog. Disponível em:
http://mpportugues.blogspot.com.br/ . Acesso em 16/03/2012.

TERRA, Ernani; NICOLA, José de. Sintaxe de concordância. In: __________. Português: de
olho no mundo do trabalho. Volume único São Paulo: Scipione, 2005, p. 296-302.