Você está na página 1de 28

TECNOLOGIA DAS

CONSTRUÇOES II

ORÇAMENTAÇÃO

Critérios de Medição e
Levantamento de
Quantitativo

José Silva
Dimensões
Dimensões Exemplo
Lineares Tubulação, meio-fio, cerca, sinalização
horizontal de estrada, rodapé, etc.

Superfícies ou Limpeza e desmatamento, fôrma,


alvenaria, forro, esquadria, pintura,
de área impermeabilização, plantio de grama

Volumétricas Concreto, escavação, aterro, drenagem,


bombeamento

De Peso Armação, estrutura metálica

Adimensionais Referem-se a serviços que não são pagos


por medida, mas por simples contagem:
postes, portões, placas de sinalização,
comportas

José Silva
Critérios de medição:
Demolições
Calculado em m3
O volume da estrutura a ser demolida
cresce quando transformado em entulho
Para demolição de alvenaria de blocos,
recomenda-se multiplicar o volume por 2.

DICA: Volume de remoção de entulho =


Volume de demolição x 2
José Silva
Critérios de medição:
Projetos
Cobrado por m2
. Descontos para áreas repetidas
. Descontos para projetos repetidos
Em alguns projetos, considerar elementos
especiais
. Estrutural: reservatórios, muros de
arrimo, vigas de transição, etc.
Em geral existe um valor de mercado
(CUB por m2)
José Silva
Critérios de medição: Sondagem
e fundações profundas
Furo de sondagem (m)
Cravação de estacas (m)
Estacas de aço (ton)
Estacas de concreto moldado no local
(m3)
Estacas pré-moldadas de concreto (m)
. Calcular custo das juntas
José Silva
Critérios de medição:
Fôrmas
Calculado em m2
. Estimativa de re-aproveitamento de
formas
. Ex: 3, 4, 5 reaproveitamentos
. Para determinação do quantitativo é
importante haver projeto executivo
. Componentes de fôrma de madeira:
.chapa compensada (resina plastificada),
sarrafo, prego, desmoldante.
José Silva
Critérios de medição:
Fôrmas
Levantar os quantitativos de todos os
materiais necessários ao serviço de
fabricação, montagem e escoramento da
fôrma da estrutura abaixo.

José Silva
Critérios de medição: Armadura

Armadura (kg ou ton)


. Requerido de acordo com o projeto
estrutural
.quadro de ferragem (comprimento,
bitola e quantidade)
. Três atividades: corte, dobragem e montagem
. Tipos de quebra: no corte, outros
. Divisão por faixas de bitola

José Silva
Critérios de medição:
Armadura
Diâmetro Kg/m
Comprimento pode ser
convertido em peso. mm polegada
5,0 3/16 0,16
Alguns projetistas 6,3 ¼ 0,25
acrescentam 10% de 8,0 5/16 0,40
perdas no peso total de aço 10,0 3/8 0,63
no quadro de ferragem. 12,5 ½ 1,00
16,0 5/8 1,60
.Neste caso, não 20,0 ¾ 2,50
considerar perdas na 22,3 7/8 3,00
composição de custos 25,0 1,0 4,00
32,0 1¼ 6,30

José Silva
Critérios de medição:
Concreto
Concreto moldado no local (m3)
. Considerar perdas: adensamento,
manuseio, tamanho das peças
. Instalações de bombeamento
Concreto pré-moldado
. Considerar unidades de compra (m, m2, m3)
. Mobilização e desmobilização de
equipamentos para montagem

José Silva
Critérios de medição:
Paredes de alvenaria de tijolos
Três atividades: marcação (m), elevação (m2) e
encunhamento (m)
Desconto de elementos: estrutura e aberturas
. m.o.: somente grande aberturas ( por exemplo,
TCPO desconta o que ultrapassa a 2m2)
. material: deveria se descontar sempre
Considerar diferentes tipos de paredes:
materiais variam linearmente, m.o. não deveria
Considerar acessórios: vergas (m), contra-vergas
(m), caixas de ar-condicionado (un), etc.

José Silva
Cálculo de quantitativos de
tijolos e argamassa

Nº de tijolos = 1 m2/ (b1+ eh) x (b2 + ev)


Vol. de argamassa = [1-n x (b1x b2)] x b3
Obs.: considerar perdas tanto no cálculo dos tijolos quanto da argamassa

José Silva
Critérios de medição:
Cobertura
Deve-se considerar o plano inclinado (as
águas) e os beirais
Telhamento(m2):
. cuidados com sobreposição e quebras
(ideal fazer o projeto)
Madeiramento (m2):
. ideal fazer o projeto
Acessórios (m): cumeeira, espigão,
algeroz, rufos
José Silva
Critérios de medição: Cobertura

José Silva
Critérios de medição: Cobertura

Levantar a área do telhado mostrado abaixo:

José Silva
Critérios de medição:
Revestimentos (em geral)
Parede e pisos (m2)
. Exceções (m): rodapés, rodaforro, soleiras, etc.
Desconto de aberturas
. m.o.: somente grande aberturas (por exemplo, TCPO
desconta o que ultrapassa a 2m2)
. material: deveria se descontar sempre
. pode-se pagar por m (linear) de canto
Considerar quebras (principalmente devido a
projeto)
Considerar peças padrão (por exemplo pastilhas)

José Silva
Critérios de medição: Pintura
Calculada em m2 ELEMENTO MULTIPLICADOR
Portas, portões, janelas, grades
Esquadria de guilhotina 2,0
e armários possuem
sem batente
reentrâncias
Esquadria ( duas faces 2,5
Usar regra: aplicar um pintadas )
multiplicador sobre a área frontal
Esquadrias chapeadas, 2,5
(vão - luz) do elemento a ser onduladas, de enrolar
pintado.
Esquadria de guilhotina 3,0
com batente
DICA: Elemento vazado ( tipo 4,0
O consumo de tinta por m2 é cobogó )
função do tipo de tinta e das Esquadria com 5,0
condições do substrato. veneziana

Pode-se adotar 30-40m2 / galão Armário (pintura interna 5,0


e externa)
por demão (1galão = 3,6 l)
José Silva
Exemplo de formulário de
levantamento
REVESTIMENTO
Cômodo Perímetro Altura Desconto Chapisco Emboço Reboco Massa Pintura Azulejo Rodapé
(m) (m) (m2) (m2) (m2) (m2) Corrida (m2) (m2) (m)
(m2)

Sala 18,00 2,80 0,40 50,00 50,00 50,00 50,00 50,00 - 18,00

Quarto
1
Quarto
2
WC 1

Corredor

Total

Dados de Entrada
José Silva
Exemplo de formulário de
levantamento
Imper-
mea-
Contra bili- FORRO ( m 2)
CÔMO - PISO ( m2 )
DO ÁREA Granito Cerâmica Pocelanato Piso zação Gêsso Madeira Pintura Teto

SALA

Q1

WC 1

CORRE-
DOR

Total

José Silva
Critérios de medição:
Esquadrias de madeira
Elementos padronizados: em geral cobra-se por
unidade
Elementos não padronizados: por m2
. Varia conforme o tipo de esquadria: com ou
sem veneziana, etc.
. Varia conforme os materiais: alumínio,
madeira, PVC, etc.
. Pode ou não incluir vidro
Ferragens: em geral considera-se o “jogo”
(fechadura, espelhos, dobradiças)

José Silva
Critérios de medição:
Instalações em geral
Paramétrica: tubos e fios (m), peças (un)
Na prática: verba ou ponto (hidráulico ou elétrico)
Valores para divisão em parcelas
Exemplo para instalações elétricas (SINDUSCON/SM):
. Tubulação da laje (15%)
. Tubulação de parede (40%)
. Fiação (40%)
. Acabamento (5%)

José Silva
Critérios de medição:
Outros itens
Alvenaria de pedra (m3)
Impermeabilização:
. Alicerces (m)
. Lajes e rebaixos (m2)
Contrapiso(m3)
Louças e equipamentos (un ou cj)
Vidros (m2): considerar quebras
(múltiplos de 10 cm)

José Silva
Consideração de Perdas no
Orçamento
INSUMO PERDA MOTIVO
DESBITOLAMENTO DAS BARRAS E
AÇO 15 % PONTAS QUE SOBRAM

TRANSPORTE, MANUSEIO E CORTES


AZULEJO 10 % PARA ARREMATES

PREPARO DE CONCRETO E
CIMENTO 5% ARGAMASSA COM BETONEIRA

PREPARO DE CONCRETO E
CIMENTO 10 % ARGAMASSA SEM BETONEIRA

BLOCOS DE TRANSPORTE, MANUSEIO E


4% ARREMATES
CONCRETO
BLOCOS TRANSPORTE, MANUSEIO E
8% ARREMATES
CERÂMICOS
José Silva
Bibliografia Complementar
Mattos, A. D. Como preparar orçamentos
de obra. São Paulo: Pini, 2006.
Macahilo, T. Orçamento na Construção
Civil. Consultoria, Projeto e Execução.
São Paulo: Pini, 2006.
TCPO 2003: Tabelas de composição de
Preços para Orçamentos, São Paulo: Pini,
2003. 1 CD-ROM.
Revista Construção e Mercado, São
Paulo: Pini. Edição mensal.
José Silva
FIM

José Silva
Trabalho Prático de Orçamento
Deverão ser entregues as seguintes informações:

. planilha orçamentária(impressa ou em excell), incluindo


serviços, quantidades, preços unitários, preço por item,
percentagem em relação ao custo global e preço total
estimado;

. memória de cálculo do levantamento de quantitativo;

. composições de custos utilizadas, incluindo àquelas


fornecidas em aula, bem como outras adicionalmente
adotadas;

. fontes dos preços dos insumos adotados.

José Silva
Divisão das Equipes

Equipes
. Máximo de 4 alunos
. Mínimo de 2 alunos

José Silva
Observações

Nota máxima de 5,0 pontos


Avaliações individual e por equipe
Grande parte do exercício será realizado
em sala
Deverá permanecer a mesma equipe até
o final do trabalho.
Início do trabalho de orçamento: xx / 0x
Entrega do trabalho de orçamento: xx / 0x
José Silva