Centro Universitário Adventista de São Paulo - UNASP

Resumo do Livro: “Filosofia e Educação - Uma introdução da perspectiva cristã” - George R. Knight

1º B Pedagogia (Noturno) Prof. Gildene do Ouro Lopes Silva Aluna: Bianca de Sousa Canalli RA: 89.733

Maio - 2012

Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? Neste capítulo. A filosofia da educação surge com o propósito de auxiliar o profissional educador a analisar todos os caminhos que podem tomar. . lhes transmitindo os conhecimentos que adquiri no decorrer da vida. pareça bom. é mais apreciada a reflexão racional sobre o mundo e a tomada de atitudes embasadas nas reais necessidades nossas e das outras pessoas. relacionar suas metas às suas finalidades.PARTE 1: CONCEITOS BÁSICOS 1. e onde. Saber qual q real necessidade de cada um. ao invés do que acho necessário para cada um é o ponto principal a ser percebido. É preciso que o professor pense e reflita sobre suas ações para que não ocorra de se ensinar o que não é vital para certa idade só por que. Portanto o autoconhecimento é algo de que não poderei me desviar. a fim de harmonizar da melhor forma possível a metodologia a ser aplicada ao que se deseja alcançar. aparentemente. esse mestre deve tomar todo cuidado para ser o mais imparcial possível com os fatos. pois elas interferem diretamente na forma com que seus alunos verão o mundo. só assim seguirei um caminho harmonioso com as metas que desejo alcançar. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Como professora não serei apenas empregada do sistema escolar. necessitamos de professores que saibam também o porque esse sistema precisa de ajuda. e isso leva em consideração a minha visão de mundo. mais do que professores que pensem em soluções para nosso sistema educacional. Mas esse educador precisa ter consciência de suas inclinações pessoais ao ver e mostrar o mundo. A natureza da filosofia e educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo Nos dias de hoje. mas moldarei as gerações futuras.

A axiologia tem dois ramos principais: a ética estuda os valores morais e a conduta. portanto é necessário ser atento quanto aos valores transmitidos pois os alunos assimilarão e imitarão de modo significativo essas estruturas absorvidas. conhecimento e exemplos serão determinantes no modo como nossos alunos receberão a informação que lhes transmitiremos. e as diferentes concepções levarão à processos educacionais diferentes. Há várias fonte de conhecimento. ter uma concepção sobre a natureza dos seres humanos. . Na axiologia. poderei atingir até aqueles alunos que possuem mais dificuldades de aprendizagem. a razão e a intuição. teologia. valores. sejam eles bons ou ruins. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? Neste capítulo são apresentados os conhecimentos filosóficos básicos. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Se eu. os recursos e a validade do conhecimento. e é mostrado que nossas crenças. pois toda nossa vida é baseada em sistemas de valores. mas são complementares entre si. epistemologia e axiologia. e para seu entendimento é necessário que tenhamos conhecimentos da metafísica. A epistemologia estuda a natureza. usar essas informações sobre metafísica. através de métodos corretos. epistemologia e axiologia à meu favor. Cada educador deve. É dividida em cosmologia. como professora. Assuntos filosóficos na educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo A filosofia educacional é um ramo da filosofia geral. a revelação. todas com pontos positivos e negativos. A antropologia e especialmente importante para a educação de todas as crenças. necessariamente. os professores ensinarão por meio de seus exemplos. e transformar a turma em uma turma multidisciplinar e de amplos conhecimentos. nenhuma é autossuficiente para explicação de tudo. e a estética busca os princípios que governam a criação e a apreciação da beleza e da arte. A axiologia é o ramo da filosofia que tenta responder a seguinte questão: “O que realmente tem valor?”. A metafísica: que lida com a natureza da realidade. a autoridade. através da metodologia e abordagem corretas. são elas: os sentidos. antropologia e ontologia.2.

. O mundo é uma “coisa”. Os professores são disciplinadores mentais. Os mestres discursam sobre o conteúdo enquanto seus aprendizes absorvem o conhecimento. e os professores servem de exemplos de como ser. Palavras.PARTE 2: FILOSOFIA E EDUCAÇÃO 3. O Idealismo. eles se concentram no desenvolvimento mental do aluno. e os alunos podem conhecê-la através de seus sentidos. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Ter conhecimento dá àquele que ensina a base principal para a exposição do mundo aos alunos. No campo da educação. portanto é fornecer informação sobre a realidade da maneira mais rápida possível. a escola deve desenvolver essas capacidades. e para eles o propósito do ser humano é usar sua capacidade de raciocinar. E a verdade está no campo das ideias. A verdade para o realismo é um fato observável. Filosofias tradicionais e educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo Diferenças básicas de ideias quanto à verdade. assim como encontraremos coisas que não se encaixam com a perspectiva cristã. e o mundo real que percebemos através da nossa mente. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? O conhecimento das filosofias tradicionais nos mostra que cada uma tem algo de valor a oferecer. também de acordo com a razão (boas pessoas são aquelas que submetem ao intelecto suas vontades e desejos. é uma ênfase na realidade das ideias. faladas ou escritas formam a base do método idealista. A realidade para os idealistas é dicotômica: há um mundo aparente. E seus valores são obtidos através da natureza. Sua essência é o racionalismo. Como cristã posso utilizar o mais conveniente de cada tipo de filosofia moderna para auxiliar o desenvolvimento de meus alunos de acordo com a cosmovisão cristã. No campo da educação. portanto. posso escolher aquilo que mais se encaixa com as minhas necessidades em sala de aula para com os alunos e transformar as teorias em práticas. A vida moral para os neoescolásticos deve estar. a matéria é independente da mente. As ciências são o centro do currículo. E podemos encontrar em cada uma delas algo útil. e o currículo dá prioridade ao cultivo dos aspectos racionais (matemática e línguas estrangeiras são destaques). realidade e valores levam a práticas educacionais diferentes. que nós percebemos através dos sentidos. Já o neoescolasticismo racionalizou a teologia para reforçar a fé. em essência. mas que também precisam se relacionar com Deus. Conhecendo os preceitos e as metodologias. Os meios pelos quais o conhecimento é adquirido não são meios empíricos. os alunos são vistos como de potencial natural de adquirir conhecimento. para os idealistas os alunos são caracterizados por sua vontade de chegar a perfeição (o ideal). e líderes espirituais. Para o realismo. O papel do professor.

portanto. pois só assim eles serão plenamente capazes de se adaptar numa sociedade que vive em meio a grandes mudanças. na minha opinião. pois. aqui e agora. nem princípios a priori. com seus efeitos correspondentes sobre a sociedade. e. a experiência muda. Seus valores são relativos. portanto ninguém sabe ao certo de que será necessário ter conhecimento amanhã Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Fazer os alunos aprenderem a aprender é um dos maiores desafios do professor. isso será de grande valia para meus aprendizes. e. e irá conduzir os alunos a uma melhor compreensão de si mesmos. A vida. E numa necessidade de utilizar uma linguagem de comunicação em que todos pudessem entender e participar. afirma Sartré. e o individualismo é o seu pilar central. “a sociedade roubou a individualiadade humana. Formar alunos autodidatas deve ser o meu objetivo como professora. o professor deve ajudar os alunos a explorar as respostas possíveis. seria a coisa menos ‘falsa’ para eu escolher?”. portanto o conceito de realidade dos pragmáticos muda. A verdade é uma questão de escolha. não necessita de um sentido intelectual. são companheiros de estrada mais experientes e então podem ser vistos como guias ou orientadores de projetos. saberá respeitar a individualidade de cada um. Os professores. Com o passar do tempo. A escola segundo os pragmáticos faz parte da vida. Os valores são criados do nada. alegam. pois ao longo da vida. O autodidatismo deveria se tornar característica de todos os alunos. A única questão moral típica. Filosofias baseadas no intelecto são rejeitadas pelos existencialistas. Já o exitencialismo está profundamente preocupado com as emoções do indivíduo. Seu plano metafísico não permite absolutos. o ato de viver define a essência da vida e da realidade. e mostra que as necessidades dos alunos mudam com o tempo. O pragmatismo diz que mente e razão não são duas substâncias independentes e separadas. . Filosofias modernas e educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo Através dos séculos 19 e 20 os avanços no conhecimento científico. O neopragmatismo deu uma ênfase contínua na responsabilidade social. e o homem está livre para decidir o que é certo ou errado. como era considerado pelas filosofias tradicionais. em uma escola pragmática. ética e política e compromisso com a ação democrática. dizem eles. A matéria deveria ser escolhida visando as necessidades do aluno. nunca é separada do conhecimento humano. Como o indivíduo está livre para fazer escolhas e é responsável por elas. muitas pessoas começaram a rejeitar uma realidade absoluta estática ou mesmo uma que possa ser conhecida. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? As filosofias modernas são relativistas em termos de valores e verdades. onde o desenvolvimento das ideias torna-se um instrumento para uma vida de sucesso. pois. continuaram a crescer aceleradamente. como resultado.4. ou leis naturais imutáveis. A realidade. é “o que.

e se somos ‘equipados’ com a capacidade para o pensamento racional. pode ajudar os educadores a ver mais claramente e auxiliarem seus alunos a assumirem as responsabilidades sociais. pois poderei refletir a realidade do aluno. Resolver problemas cotidianos faz parte da vida de professor (e da vida de qualquer um também). e tudo seja aproveitado da melhor forma. No âmbito educacional o pós-modernismo deve ser parabenizado por erguer a educação moral. A crítica à fé cega na ciência. A crença básica dos primeiros modernistas é de que o mundo é um lugar razoável e que a realidade existente não pode ser compreendida só pela mente humana. existencialismo e o marxismo foram especialmente influentes ao movimento. .5. a atenção dada a ética social e o reconhecimento da linguagem como instrumento de poder são os pontos mais notáveis do pós-modernismo. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? O pós-modernismo faz uma crítica a confiança cega na razão. do conhecimento. O pós-modernismo é visto como uma reação ao modernismo. O pragmatismo. pois a reflexão para a construção do conhecimento é o que há de mais louvável dentro do contexto apresentado. professora ou pessoa. Impulso pós-moderno. como ser pensante sou muito mais apta a ensinar algo do que um ser ‘programado’ (certos tipos de professores). Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo. do contexto. certamente foi para usarmos da maneira mais proveitosa possível. para resolver rapidamente as variações no meio. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Eu.

É mais uma reação ao progressivismo. Já o perenialismo. Outras correntes também são ensinadas neste capítulo. Teorias contemporâneas da educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo Este capítulo. posso elaborar uma teoria educacional eficiente. a universalidade da educação. a escola é vista como agente líder a ativo da reforma social. a civilização que conhecemos irá acabar. No reconstrucionismo. O humanismo adotou muito das ideias do progressivismo. ao invés de uma situação de vida real. e foca a estrita disciplina e o estudo do básico. guia e companheiro de aprendizado. foca os princípios educacionais ao invés das categorias filosóficas. surgido na década de 1930. Comparando essas verdades com a minha visão de mundo e meus valores. As atividades em sala de aula deveriam ser focalizadas na resolução de problemas e a atmosfera da escola deveria ser cooperativa e democrática. pelo pragmatismo. O essencialismo é sustentado pelo idealismo e pelo realismo. A imparcialidade. utilizarei as que forem úteis. e que os alunos deveriam ser ativos e não passivos. Os ambientes de aprendizagem deveriam proporcionar o crescimento individual. A única solução para os problemas do mundo é a criação de uma ordem social planetária. e pela obra Émíle (1762). surgiu como uma reação a educação tradicional. O papel do professor deveria ser de conselheiro.6. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Cada uma dessas teorias capturou um certo aspecto da verdade quanto ao ser humano. multiculturalismo. à educação e à sociedade. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? As teorias educacionais discutidas neste capítulo foram estimuladas por problemas educacionais em vez de temas filosóficos como nos capítulos 3 e 4. que levou a uma ênfase na busca de significado pessoal da existência humana. Enfatizou a importância da mente. Vê que sem a reversão de suas práticas. e a experiência educacional como preparação para a vida. ao contrário dos anteriores. terei maiores possibilidades de ser uma boa professora para meus alunos. e também do existencialismo. surgiu como uma rejeição à perpectiva progressivista. da razão e das grandes obras do passado intelectual. feminismo. defendia que o processo da educação tem seu princípio e propósito na criança. pósdepressão mundial. o uso da imaginação e a prática da fantasia foram encorajados. para que ajam em relação a isso. de Rousseau. enquanto o teste padronizado e o ensino em massa eram desencorajados. . levando em consideração seus pressupostos. e o anarquismo. como futurismo. O progressivismo foi influenciado principalmente pelas teorias psicanalíticas de Freud. E os alunos devem ser conscientizados dos problemas sociais. Assim. e o professor pe visto como autoridade em sala de aula. behaviorismo.

e também evitam afirmações de valores. e também por desenvolver modelos que nos ajudam a esclarecer e ordenar nossos conceitos. a filosofia deve proporcionar o esclarecimento crítico. para evitar as ambiguidades de entendimento. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Ensinar seria um desafio ainda maior para nós educadores se não soubéssemos os significados de tudo que nos rodeia. afirmam. Filosofia Analítica e educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo O movimento analítico não é uma filosofia sistemática. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? A análise dos significados. por exemplo. A filosofia analítica por si só é incompleta. Muito de nossos problemas filosóficos tem origem no uso descuidado da linguagem.7. o entendimento. conceitos e slogans. pois se desviou das mais amplas questões da filosofia. Afirmaram que o esclarecimento lógico dos pensamentos deve ser o alvo de suas buscas. Eles se concentram mais em como fazer filosofia. Saber o que é educação e o que é treinamento. Os analistas evitam afirmações prescritivas sobre o que os alunos deveriam aprender. pesquisa da linguagem. A filosofia analítica vem como uma analise dos significados. O conhecimento genuíno. e ser precisa em meu uso deles. me ajudará a não confundir os dois termos. um estudo. Mas realizou um serviço valoroso em sua função como classificador dos conceitos e propósitos da linguagem. Os analistas se negaram a desenvolver teorias filosóficas. Conceitos são importantes pois nos mostram com o que estamos lidando. . é responsabilidade da ciência.

E também a prática tenderá a modificar ou aperfeiçoar sua teoria. Apenas o ecletismo não é suficiente para alcançar a educação desejada. Gosto de ser clara quanto as minhas posições e tendo uma filosofia pessoal serei uma professora muito mais eficiente quanto a meu posicionamento em relação ao conhecimento transmitido aos alunos. Muitas vezes o ensino é secular nestas instituições e para que a verdadeira educação cristã seja alcançada. Filosofia educacional é algo que se desenvolve continuamente. . e isso levará a metodologias e práticas de ensino mais claras e objetivas. e específicas quando for o caso. também mais amplas quando preciso. e isso é de grande valor para mim. Qual o conhecimento mais apreciado no capítulo? Apenas formar uma colcha de retalhos baseadas nas diferentes concepções filosóficas educacionais é insuficiente para conceber uma educaçaõ verdadeiramente cristã. Necessidade de desenvolver uma filosofia pessoal de educação Escrever em 1 ou 2 parágrafos a ideia central do capítulo. e procedimentos que estejam em harmonia com o cristianismo. É necessário formar uma filosofia educacional própria. deve-se existir toda uma organização de ideias. e agora sei que devo desenvolver uma filosofia educacional própria. pois ele pode levar a contradições internas. e então construir uma filosofia educacional pessoal.PARTE 3: FILOSOFIA E EDUCAÇÃO CRISTÃ 8. com o aumento do conhecimento. A melhor maneira é cada educador e cada sistema educacional examinar suas próprias concepções básicas quanto a realidade. Como aplicaria esse conhecimento na minha vida? Desejo ser uma educadora verdadeiramente cristã. a verdade e os valores. A existência de instituições de ensino cristãs não significa que seus conteúdos o sejam.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful