Você está na página 1de 2

FATORES QUE ALTERAM O ∆H E O ESTADO PADRÃO

PROFº: JAIRO CUNHA Frente: 03 Aula: 20 GE180807


(SF-M e N/ CN(N)

A ENTALPIA DE FORMAÇÃO

A
variação de entalpia (∆H) corresponde ao calor
trocado pelo sistema e, ocasionalmente, pode ser
medida por um calorímetro.
O valor inicial e o final da entalpia, no entanto, não
podem ser medidos de forma direta. Então, como
conhecer, por exemplo, a entalpia de um mol de água, já
que essa grandeza não pode ser medida de modo Grafite Diamante
experimental?
Para resolver situações desse tipo são criadas Valendo-se dessa convenção, é possível conhecer
escalas que se apóiam em algum referencial; por a entalpia de qualquer substância composta; basta, para
exemplo, para a fusão da água na escala Celsius, é isso, que se determine, de forma experimental, o valor de
estabelecida temperatura zero. ∆H da reação de formação de uma substância composta.
Em resumo:
Entalpia (H)
Subst. simples (no estado padrão) ⎯
⎯→ subst.composta ∆H = ?

O valor de ∆H nesse tipo de entalpia denomina-se


entalpia de formação, ou calor de formação, ou ainda
entalpia padrão da substância composta pesquisada.
H2O (l ) Observe, a seguir, o exemplo da entalpia padrão
?ƒ de um mol de água líquida. Para isso, é preciso conhecer
o valor de ∆H da reação de produção de água líquida a
Não é possível medir
diretamente a entalpia de
partir das substâncias simples H2 e O2 no estado padrão.
uma substância De forma experimental, obtém-se o valor de ∆H:

De modo prático, pode-se pensar em entalpia 1


H2(g) + O2(g) ⎯
⎯→ H2O (l ) ∆H = - 286 kJ (25 ºC, 1 atm)
como o conteúdo de energia de uma substância. 2

Entalpia zero: um estado de referência Essa equação corresponde à entalpia de


formação de um mol de água líquida. E, ao colocar suas
Por convenção, substâncias simples, no estado informações em um diagrama, nota-se que a entalpia da
padrão, terão entalpia zero. Esse, então, é o valor de água líquida vale – 286 kJ/mol, ou seja, é numericamente
referência para escalas de entalpias. igual a seu respectivo calor de formação. Assim, é
possível generalizar:
Estado Padrão:
A entalpia de uma substância composta é sempre
ƒ Estado físico e alotrópico mais estável. numericamente igual a seu calor de formação
ƒ Condição ambiente: temperatura de 25 ºC e pressão de
1 atm. Entalpia (H) kJ
1
H 2( g ) + O2( g )
zero 2
Alotropia:
(convenção) Estado de referência
É o fenômeno em que um elemento químico
∆H formação =
constitui substâncias simples diferentes. Essas
-286kJ
substâncias são denominadas formas alotrópicas,
H2O (líquida)
variedades alotrópicas ou estados alotrópicos.
- 286
Nos estados alotrópicos, os elementos químicos
Entalpia de um mol
apresentam importantes diferenças em sua estrutura
de água líquida
molecular e em sua estabilidade. Exemplos: o gás
oxigênio, O2, é mais estável que o ozônio, O3; o carbono
grafite, C(graf.), é mais estável que o carbono diamante,
C(diam.); o enxofre rômbico, S(rômb.), é mais estável que o A criação de uma referência – substância simples
enxofre monocíclico, S(mon.), e o fósforo vermelho, P(verm.), é no estado padrão têm entalpia zero – permite
mais estável que o fósforo branco, P(bco.). calcular a entalpia de uma substância composta.

Fale conosco www.portalimpacto.com.br


Observe a seguinte tabela, que mostra a entalpia c) Na produção de 1 mol de H2O (l ) há liberação de 286 kJ
de várias substâncias. Os valores das entalpias das d) A entalpia de H2(g) é zero nas condições ambientes.
substâncias compostas foram obtidos por meio de suas e) O valor do ∆H da reação independe do estado físico do
respectivas entalpias de formação. produto da reação.
Substância Entalpia padrão 04. (FUC-MT) Analisando o diagrama abaixo:
(em kJ/mol)
Na(s), Al(s), Fe(s) Zero Entalpia (kcal/mol)
N2(g), H2(g), O2(g), C(graf.), S(rômb.) Zero 0
O3(g) + 143 S rômbico +
3
O2( g )
C(diam.) +2 2
S(mon.) + 0,3
NO2(g) + 34
HNO3 (l ) - 174 - 71,0
1
SO2( g ) + O2( g )
2
É possível, então, concluir que:
-94,4
ƒ Substâncias com entalpias positivas possuem maior SO3(g)
conteúdo energético que as respectivas substâncias
simples no estado padrão. Podemos concluir que a entalpia de formação do SO3(g) é
ƒ Estados alotrópicos menos estáveis possuem entalpia igual a:
maior que zero, com o carbono diamante, o enxofre
monocíclico e o gás carbônico. a) -94,5 kcal/mol. d) -23,4 kcal/mol.
b) -94,4 kcal/mol. e) + 32,4 kcal/mol.
c) -71,0 kcal/mol.
EXERCÍCIOS
05. Em relação à questão anterior, calcule o calor liberado
01. Escreva a equação termoquímica referente à entalpia na formação de 120 g de SO3.
de formação das substâncias abaixo. Lembre-se de que o (Dados: S = 32u; O = 16 u)
reagente deve apresentar as substâncias simples. Por
exemplo: RASCUNHO:
1
H2(g) + O2(g) ⎯
⎯→ H2O (l )
2
Não é necessário saber o valor do ∆H;

a) SO2(g). d) Al2(SO4)3(s).
b) NO2(g). e) C4H10(g).
c) H2SO4 (l ) . f) C6H12O6(s).

02. Das alternativas abaixo, qual apresenta a substância


que, por convecção, possui entalpia zero a 25 ºC e 1 atm? 06. Escreva a reação de formação do KClO3(s)

a) Carbono diamante. d) Fósforo vermelho. K(s) +


1 3
Cl2(g) + O2(g) ⎯
⎯→ KClO3(s) ∆H = -391 kJ
b) Enxofre rômbico. e) Ozônio. 2 2
c) Oxigênio gasoso.
Construa o diagrama de entalpia
03. Dado o diagrama:
RASCUNHO:
H 1
H 2( g ) + O2( g )
2
reagentes

∆H = - 286 kJ/mol

H2O (l )
produto

Assinale a alternativa FALSA:

a) O diagrama indica uma reação exotérmica.


b) O valor do ∆H da reação corresponde ao calor de
formação de H2O (l ) .
Fale conosco www.portalimpacto.com.br