Você está na página 1de 1

EVALUATION CRITERIA - PFMEA

SEVERITY EVALUATION CRITERIA DETECTION EVALUATION CRITERIA


Critério e severidade do efeito no produto Critério e severidade do efeito no processo Oportunide de Critérios:
EFEITO Classificação Efeito Classificação Prorbabilidade de detecção
Efeito no cliente Efeito na fabricação / montagem detecção Probabilidade de detecção por controle de processo

Modo de falha potencial afeta a operação segura do Nenhuma


Pode trazer perigo ao operador (de máquina ou
veículo e/oo envolve não conformidade com 10 oportunidade de Nemnhum controle de processso. 10 Praticamente impossível
Falha em atender a montagem), sem aviso prévio.
regulamentação governamental, sem aviso prévio. Falha ematender a detecção
requisitos de
requisitos de segurança
segurança e/ou
Modo de falha potencial afeta a operação segura do e/ou regulatórios
regulatórios. Pode trazer perigo ao operador (de máquina ou Improvável detectar Modo de falha e/ou erro (causa) não é facilmente detectável (por
veículo e/oo envolve não conformidade com 9 9 Muito remota
montagem), com aviso prévio. em qualquer estágio. exemplo:auditorias aleatórias).
regulamentação governamental, com aviso prévio.

100% dos produtos podem ser refugados. Parada Detecção do


Perda de função primária (veículo inoperável, não Detecção do modo de falha pós - processamento, pelo operador, através
8 Interrupção maior da linha de produção ou parada de embarque problema pós- 8 Remota
afeta a operação segura do veículo). de meios visuais / tato / audiovisual.
(expedição). processamento
Perda ou
degradação da
Uma parcela dolote de produção pode ser refugada. Detecção do modo de falha, na estação, pelo operador, através de meios
função primária
Degradação da função primária (veículo operável, Desvio do processo primário, incluíndo velocidade Detecção do visuais / tateis / audíveis, ou pós-processamento, através do uso de
7 Interrupção significante 7 Muito baixa
mas comum nível reduzido de desempenho). reduzida da linha de produção e acréscimos de mão- problema na origem medição por atributo ( passa / não passa verificação de torque
de-obra. manualmente por chave de estalo, etc. ).

Detecção do modo de falha, pós-processamento, pelo operador, através


Perda da função secundária (veículo operável,mas Detecção do
100% dos lotes produção pode ser retrabalhado do uso de medição por variável, ou na estação, pelo operador, através do
as funções de conforto / conveniencia estão 6 Interrupção moderada problema pós 6 Baixa
forada linha e aceito. uso de medição poratributo (passa / não passa, verificação de torque
inoperáveis). processamento.
manualmente por chave de estalo, etc.).
Perda ou
degradação da
função secundária Detecção do modo de falha ou erro ( causa ) na estação, pelo operador,
Perda da função secundária (veículo operável,mas através do uso de medição por variável, ou por controles automáticos na
Uma parcela do lote produção pode ser retrabalhado Detecção do
as funções de conforto / conveniencia apresentam 5 Interrupção moderada estação, que detectarão peças discrepantes e notificarão o operador ( 5 Moderada
forada linha e aceito. problema na origem
um nível reduzido de desempenho). luz,campainha, etc..). Medição realizada no set up e verificação da
primeira peça (somente para causas de set up ).

Aparencia ou ruído audível, veículo operável, item Detecção do Detecção do modo de falha pós-processamento, por controles
100% dos lotes produção pode ser retrabalhado na
não conforme e percebido pela maioria dos clientes 4 Interrupção moderada problema pós automáticos, que detectarão peças discrepantes e travarão a peça, para 4 Moderadamente alta
planta, antes de ser processado.
(>75%). processamento. impedir processamento subsequente.

Aparencia ou ruído audível, veículo operável, item Detecção do modo de falha na estação, por controles automáticos, que
Uma parcela do lote de produção pode ser Detecção do
Incõmodo não conforme e percebido por muitos clientes 3 Interrupção moderada detectarão peças discrepantes e automaticamente travarão a peça na 3 Alta
retrabalhado na planta, antes de ser processado. problema na origem
(>55%). estação, para impedir processamento subsequente.

Aparencia ou ruído audível, veículo operável, item Detecção de erro


Ligeira inconveniencia para o processo, operação ou Detecção de erro (causa), na estação, por controles automáticos, que
não conforme e percebido por clientes 2 Interrupção menor e/ou prevenção do 2 Muito alta
operador. detectarão o erro e impedirão que a peça discrepante seja produzida.
obeservadores (<25%). problema

Prevenção de erro (causa) como resultados do projeto do dispositivo de


Detecção não
fixação, projeto da máquina, ou projeto da peça. Peças discrepantes não
Nenhum efeito Nenhum efeito perceptível 1 nenhum efeito Nenhum efeito. aplicável. Prevenção 1 Praticamente certa
podem ser produzidas porque o item foi tornado á prova de erro, pelo
do erro.
projeto processo / produto.

OCCURRENCE EVALUATION CRITERIA


Probabilidade de Critérios: Ocorrência de causa - PFMEA
Classificação
falha Incidentes por itens / veículos

>= 100 por mil


Muito alta >= 1 em 10 10
>= 10%
50 por mil
1 em 20 9
5%
20 por mil
Alta 1 em 50 8
2%
10 por mil
1 em 100 7
1%
2 por mil
1 em 500 6
0,2%
0,5 por mil
Moderada 1 em 2000 5
0,5%
0,1 por mil
1 em 10.000 4
0,01%
0,01 por mil
1 em 100.000 3
0,01%
Baixa
=< 0,001 por mil
>= 1 em 1.0000.000 2
>= 0,0001%

Muita baixa A falha é eliminada através de controle preventivo 1