P. 1
Características gerais dos protistas http

Características gerais dos protistas http

4.5

|Views: 2.428|Likes:
Publicado porDeyse Monteiro

More info:

Published by: Deyse Monteiro on Jun 24, 2011
Direitos Autorais:Attribution Non-commercial

Availability:

Read on Scribd mobile: iPhone, iPad and Android.
download as DOCX, PDF, TXT or read online from Scribd
See more
See less

03/24/2014

pdf

text

original

Os protistas são as algas unicelulares e os protozoários. A célula de um protista é semelhante às células de animais e plantas, mas há particularidades.

Os plastos das algas são diferentes dos das plantas quanto à sua organização interna de membranas fotossintéticas. Ocorrem cílios e flagelos para a locomoção. Alguns protozoários, como certas amebas, têm envoltórios protetores, as tecas. Os radiolários e heliozoários possuem um esqueleto intracelular composto de sílica. Os foraminíferos são dotados de carapaças externas feitas de carbonato de cálcio. As algas diatomáceas possuem carapaças silicosas. Os protistas podem ainda ter adaptações de forma e estrutura de acordo com o seu modo de vida: parasita, ou de vida livre. Segundo a classificação do mundo vivo em cinco reinos (Whittaker ± 1969), um deles, o dos Protistas, agrupa organismos eucariontes, unicelulares, autótrofos e heterótrofos. Neste reino se colocam as algas inferiores: euglenófitas, pirrófitas (dinoflagelados) e crisófitas (diatomáceas), que são Protistas autótrofos (fotossintetizantes). Os protozoários são Protistas heterótrofos. Protozoários são seres microscópicos, eucariontes e unicelulares. Quando dividimos os seres vivos em Animais e Vegetais, os protozoários são estudados no Reino Animal e os fitoflagelados ± que são protozoários ± são estudados no Reino Vegetal. Os protozoários constituem um grupo de eucariontes com cerca de 20 mil espécies. É um grupo diversificado, heterogêneo, que evoluiu a partir de algas unicelulares. Em alguns casos essa origem torna-se bem clara, como por exemplo no grupo de flagelados. Há registro fóssil de protozoários com carapaças (foraminíferos), que viveram há mais de 1,5 bilhão de anos, na Era Proterozóica. Grandes extensões do fundo dos mares apresentam espessas camadas de depósitos de carapaças de certas espécies de radiolários e foraminíferos. São as chamadas vasas Os protozoários são, na grande maioria, aquáticos, vivendo nos mares, rios, tanques, aquários, poças, lodo e terra úmida. Há espécies mutualísticas e muitas são parasitas de invertebrados e vertebrados. Eles são organismos microscópicos, mas há espécies de 2 a 3 mm. Alguns formam colônias livres ou sésseis. Muitos protozoários apresentam orgânulos especializados em determinadas funções, daí serem funcionalmente, semelhantes aos órgãos. Suas células, no entanto, podem ser consideradas ³pouco especializadas´, já que realizam, sozinhas, todas as funções vitais dos organismos mais complexos, como locomoção, obtenção do alimento, digestão, excreção, reprodução. Nos seres pluricelulares, há divisão de trabalho e as células tornaram-se muito especializadas, podendo até perder certas capacidades como digestão, reprodução e locomoção. A célula do protozoário tem uma membrana simples ou reforçada por capas externas protéicas ou, ainda, por carapaças minerais, como certas amebas (tecamebas) e foraminíferos. Há estruturas de sustentação, como raios de sulfato de estrôncio, carapaças calcáreas ou eixos protéicos internos, os axóstilos, como em muitos flagelados. Amebas são protozoários cuja locomoção se dá via expansões citoplasmáticas ± pseudópodes. As pertencentes à família Endamoebidae, como as dos gêneros Entamoeba, Iodamoeba e

Estes invadem o intestino grosso. Vale pontuar que a resistência dos cistos é muito grande: podem viver cerca de 30 dias na água. e controle de indivíduos que manipulam alimentos. higienizar os vegetais antes do consumo. de período de incubação que varia entre 2 e 4 semanas. no primeiro caso. podem se espalhar na água e vegetais que. Note que. em casos mais graves. além de punção das inflamações. no sistema digestório. Nestas regiões. Podem. sem a devida higienização antes de ser ingeridos. erradicar a amebíase. como implantação de sistemas de tratamento de água e esgoto. Comportamentos individuais de higiene. pulmões ou cérebro. como lavar as mãos após ir ao banheiro. comprometimento de órgãos e tecidos. provocando abscessos no fígado. Os trofozoítos. É responsável por cerca de 100000 mortes ao ano. ingerir unicamente água tratada. brincar com animais e antes de comer ou preparar alimentos. se caracteriza pela manifestação de diarreias e. histolytica se manifestam desta forma. invadir outros tecidos. Para tratamento é feito o uso de fármacos antimicrobianos. por meio de sucessivas divisões.Endolimax. o indivíduo pode apresentar o parasita de forma assintomática. trocar fraldas. e isolamento dos pacientes que lidam com crianças ou alimentos são necessários para evitar reincididas ou infecção de outras pessoas. se alimentando de detritos e bactérias ali presentes. alimentam-se das hemácias ali presentes. são parasitas comuns de nossa espécie e têm como característica o tamanho diminuto e capacidade de formar cistos. podem causar a doença. deixando-os em imersão em ácido acético ou vinagre por cerca de 15 minutos. REINO PROTISTA : Filos: Algas unicelulares : . devem ser levadas em consideração para se reduzir ou. em longo prazo. Estes. podem dar origem a novos cistos. e 12 em fezes frescas. Doenças A amebíase é mais comum em regiões onde as condições de saneamento básico são precárias. causando sintomas brandos ou mais intensos. Medidas relacionadas a saneamento básico. embora possa estar presente no organismo sem desenvolver a doença. Após a ingestão. Esta. A Entamoeba histolytica é a responsável pela amebíase. prescritos pelo médico. Para diagnóstico são necessários exames de fezes e. mas também sendo capaz de contaminar outras pessoas ao liberar os cistos em suas fezes: a maioria dos casos de infecção por E. evitar o contato direto ou indireto com fezes humanas. em casos mais graves. como diarreia sanguinolenta ou com muco e calafrios. de imagem e de sangue. também. sendo liberados pelas fezes e dando continuidade ao ciclo de infecções. via circulação sanguínea. liberados nas fezes da pessoa adoecida. estas formas dão origem a trofozoítos. em todo o mundo. uma vez que a forma de contaminação se dá via ingestão de seus cistos.

mas se ocorre o contrario ela assume um perfil heterotrófico . ( Fazem fotossíntese) . portanto . E monoxena . Rizópodes: Entamoeba histolitica : Reveste a parede intestinal .macronúcleo: controla o metabolismo da célula. e um parasita.Euglenófitas : Euglena ( flagelada ) .Citofaringe :³corredor³ Ciliado causador de doença : Palantidium . Entamoeba gengivales : comensal .conjugação / assexuada . Pirrófitas : dinoflageladas . de reprodução e de captura de alimentos. caules e folhas . Alem do mais . Portanto.Conjunto de todas as algas : fitoplâncton .Possui dois núcleos: . monoxeno . como raízes . . Algas X plantas : As algas não possuemórgãos especializados . Vive emágua doce . não possuem tecidos verdadeiros . E adquirida através da ingestão de cistos . pastas de dentes . vive no intestino . Amoeda proteus : Vida livre Entamoeba coli: Relação de comensalismo com o homem . vive na boca . Esporozoa. Ciliophora: Paramércio : vida livre. E monoxena . Diatomáceas ( Algas douradas ou Crisófitas ) : carapaça de sílica ( usada industrialmente: cosméticos .Cistostoma :³boca da célula´ . enquanto os animais são heterotroficos por ingestão .mitose ) . Protozoários: Classes:Rizópoda ( pseudópodes ). Protozoa ( protozoários ) Protozoários X animais : os protozoários são seres unicelulares . Ciliophora ( cílios ). impedindo a digestão. Algas pluricelulares ( mas sem tecidos verdadeiros ) Rodófita ( algas vermelhas ) Faiófita ( algas pardas ) Clorófila ( algas verdes . OBS:A classificação dos protozoáriosé baseada na forma de locomoção. São as causadoras da maré vermelha .micronúcleo: reprodução ( sexuada . Mastigophora ( flagelados ). eles são heterotroficos que fazem fagocitose . construção civil ) . . pois começam a se reproduzir desenfreadamente por faltarem predadores naturais . e muito menos aparelhos . ela passa a fazer fotossíntese . que estão presentes nas plantas .Cistos: forma de resistência dos protozoários. Se o meio não tem alimento .alface do mar ) OBS : Essas algas constituem a principal fonte de oxigênio do planeta .

cansaço e problemas respiratórios. · · · Sintomas : Aguda : invasão súbita do miocárdio . · Crônica : Os anticorpos já estão prontos . Transmissão em potencial .coli . Além disso há insuficiência cardíaca . SP .( heteroxeno ) Localização: Destaque para o norte e leste de MG. RJ . O ciclo deixa de ser silvestre para ser domestico . mas são insuficientes . . O Tripanossoma só faz reprodução sexuada ( divisão binaria ) . · Profilaxia : casas de alvenaria e combate ao barbeiro .parasita intestinal (contaminação : ingestão de cistos ) . Crônica : Relaxamento da musculatura do esôfago (megeesofago) e do intestino (megacólon). pertence ao gênero Triatoma e a ordem dos hemipteros . O protozoário esta fora do sangue e ha acometimento dos músculos : quadro irreversível . através das quais o parasita entra no corpo ( ferimentos . BA . Formas do protozoário : · · · · · Fezes do barbeiro : Tripomastigota metaciclica ( forma infectante ) . Sangue : Tripomastigota miocárdio : amastígota ( alta capacidade de reprodução ). GO . Não ha combate . ES . Ha chance de cura . Parasita do sangue e do coração . por parte dos anticorpos . Os parasitas estão nadando no sangue . Doença relacionada a ocupação da terra . Dois hospedeiros: homem ( intermediário) e o barbeiro (intermediário .balantidiose Mastigophora: Tripanossoma cruzi : Doença de Chagas. conjuntiva ocular ) .parada cardíaca .ele não faz reprodução sexuada em nenhum. Fases da doença : Aguda : 15 dias iniciais . Forma de transmissão : aravas das fezes do barbeiro . espécie : Triatoma infestans ) .

p. Foto : DIENTAMOEBA FRAGILIS-CDC-DPDX. Entamoeba histolytica e Giardia lamblia. uso comunitário de roupas intimas . até a alternação complexa de gerações em hospedeiros diferentes. CARACTERISTICAS DOS PROTOZOÁRIOS: *Os protozoários incluem parasitas intestinais. que são muito comuns e podem ser multiplas. A importância ecológica "Os protozoários são importantes componentes dos ecossistemas. como fonte de produtos naturais para diversos fins. as amebas . mais recentemente. A locomoção ocorre por meio de movimento coordenado das fileiras de cilios. secreções naturais . *Todos apresentam ciclos de vida fora do hospedeiro humano e a maioria é capaz de se multiplicar no homem. 2-SARCOMASTIGÓFOROS. e os parasitas do sangue e dos tecidos. *Possuem o estágio de trofozoita frágil e a maioria apresenta a forma cistica . os ciliados. que se dividem por fissão binária ou conjugação com troca nuclear. Toxoplasma gondii e Plasmodium. como indicadores ambientais e. junto com Algae. *A imunidade protetora é fracamente desenvolvida na maioria das infecções por protozoários . Apesar de . Sua divisão ocorre por divisão binária e sua locomoção . inalação ou picada de inseto. que inicialmente foram classificados no reino Animalia. resistente. mas que hoje em geral são considerados como integrantes do reino Protista.canal vaginal / homem: canal da uretra ( a maioriaé assintomatica ) · monoxeno . incluindo os coccideos. por pseudópodes ou movimento flagelar. como Balantidium coli. Tripanossoma gambiense:( Doença do sono ) · · · Apenas naÁfrica picada da mosca Tsé . como Toxoplasma. · Infeção: mulher . que compreendem as amebas. Trichomonas vaginalis :Tricomoniase · Dst . os flagelados eos ciliados. como Giardia e Trypanosoma . funcionando como modelos para estudos de biologia celular. *A profilaxia e a terapia com drogas muitas vezes não são satisfatórias. 3-CILIÓFOROS. como Plasmodium e os coccídios. Os 4 grupos com importancia médica são os esporozoários. p. ex. como a Entamoeba histolytica.Tsé Heteroxeno A importância médica Os protozoários são microorganismos eucarióticos unicelulares. bem como fundamentais para a pesquisa. A infecção se dá por ingestão.· Doença endêmica . *Seus ciclos de vida variam da passagem direta do trofozoita ou da eliminação dos cistos nas fezes e subsequente ingestão. contém os esporozoários.ex. *Todos são pequenos e invisiveis sem a ajuda de um microscópio. e os flagelados. Existem 3 filos de importancia médica: 1-APICOMPLEXOS.

por vezes colonizar grandes porções do substrato. que produzem um esqueleto silicoso). obtem-se o Ágar). o grupo dos protozoários é considerado artificial. As macroalgas marinhas. ou seja. a importância dos protozoários nos ambientes encontra-se intimamente relacionada ao uso das bactérias como fonte de alimento. a população planctónica normalmente regressa aos níveis normais. por exemplo. como indicado acima. elas são as responsáveis pela maior parte da produção nos ecossistemas aquáticos: como produtores primários. quando se vê um tapete de alfaces-do-mar ou de algas azuis numa zona. elas apresentam grande participação em atividades industriais e econômicas para o homem. isso é normalmente indicador de poluição por excesso de efluentes nitrogenados. associadas à poluição. Por possuir distintas fontes de alimento (como. a heterotrófica ou mesmo a mixotrófica). Mas pode também ser um fenômeno natural. servindo de elo de ligação entre diferentes níveis tróficos" "Segundo Patterson (1996). estes organismos produzem toxinas avermelhadas e podem provocar a morte de uma grande quantidade de peixes e mesmo de aves ou outros animais que deles se alimentam. produz-se a algina. duas formas diferentes de obtenção de alimento: filtração e predação (Hausmann e Hülsmann. São utilizadas como matéria-prima para a produção de espessantes (a partir das Feofícias. e pode levar à destruição da biodiversidade duma massa de água (lago. Nesta situação. estuário). fornecendo refúgio. No presente. sempre tiveram. Por vezes. como as algas verdes. alimento e mesmo substrato secundário a uma grande variedade de organismos. nesse caso. hoje se sabe que contribuem substancialmente com o metabolismo de ambientes aquáticos e terrestres. Um fenômeno semelhante mas mais grave acontece quando. as algas planctónicas multiplicam-se demasiado ± normalmente em condições de temperatura óptima e de nutrientes abundantes ± formando o que se chama "flor-da-água". na indústria de tintas e filtros (a partir das Crisofíceas Diatomíceas. elas formam a base da cadeia alimentar desses ecossistemas. de modo geral. levando à diminuição do oxigénio na água. utilizado na indústria alimentar e de cosméticos). que desaparece quando a temperatura muda e quando os nutrientes são esgotados pelas algas. Algumas algas são excelentes indicadores de determinados problemas ecológicos. Este fenômeno pode ser uma indicação de poluição. o grande acúmulo de nutrientes provoca um aumento desenfreado das algas Pirrofíceas (Alga Cor-deFogo). as que têm dimensões maiores que as do fitoplâncton. Por exemplo. não sendo mais considerado um filo" As algas têm um importantíssimo papel na biosfera ± aliás.possuir um tamanho diminuto. formando o que se chama maré vermelha. para produção de meio-de-cultura de fungos e bactérias (a partir das algas Rodofícias. uma vez que as algas que morrem são decompostas. A importância econômica .1996). Importância das algas para o homem Além da importância ecológica das algas. vermelhas e castanhas. Os protozoários de vida livre possuem. na produção de medicamentos e indústria farmacêutica. tornando-se num microhabitat específico dentro dum ecossistema maior. podem. basta recordar que foram elas as primeiras produtoras de oxigénio no nosso planeta.

por exemplo. principalmente por povos orientais. peixes e sopas. são utilizadas no preparo de carnes. há cerca de 10. é utilizado como ingrediente de molhos e sopas. também pertencente ao grupo das feofíceas.. que cura o bócio. Ficocolóides Os ficocolóides são polissacarídeos coloidais extraídos de algas. é utilizada no preparo de sushi. vitaminas e sais minerais. Através dele também se produz a agarose. Os carragenanos são substâncias encontradas na parede celular de algumas algas vermelhas. Várias algas sãs utilizadas como medicamento.000 anos. As rodofíceas também são utilizadas na alimentação. que é utilizado como complemento alimentar. . O wakame. Algas da espécie Laminaria japonica (Phaeophyta). Muitas algas marinhas têm sido utilizadas para a produção de ração para animais. São utilizados em tintas para tecidos e produção de espuma de cerveja. conhecida como nori. Medicina Algumas algas possuem beta-caroteno. polissacarídeos e são amplamente utilizadas na alimentação. A Porphyra spp. Fertilizantes As algas têm sido utilizadas como fertilizantes graças às suas concentrações de nitrogênio e potássio. popularmente conhecidas como Kombu. alimentícia e cosmética. a Laminaria. São utilizados na indústria farmacêutica. estabilizantes e gelificante. Servem também para a correção do ph do solo. Os alginatos são utilizados como emulsificantes. O ágar é encontrado em algas vermelhas e é um poderoso gel.Alimentação Muitas algas apresentam um conteúdo rico em proteínas. Em soluções aquosas essas substâncias se comportam como gel. É utilizado na produção de meios de cultura.

You're Reading a Free Preview

Descarregar
scribd
/*********** DO NOT ALTER ANYTHING BELOW THIS LINE ! ************/ var s_code=s.t();if(s_code)document.write(s_code)//-->