ARQUIVOLOGIA CESPE

ABIN 2010 Com base nos conceitos fundamentais da arquivologia, julgue os itens de 131 a 137. (E) 131 O arquivo é uma instituição de interesse público criada com o objetivo de conservar, estudar e colocar à disposição do público conjuntos de peças e objetos de valor cultural. (C) 132 Os documentos de arquivo, em qualquer suporte, são produzidos ou recebidos durante o desenvolvimento das atividades de pessoa física ou jurídica. (C) 133 De acordo com o princípio da proveniência, ou de respeito aos fundos, os documentos acumulados por diferentes pessoas jurídicas devem ser mantidos separados, pois não podem ser misturados. (E) 134 De acordo com o princípio da ordem original, todo procedimento ou tratamento empreendido em arquivos pode ser revertido a sua forma original. (E) 135 É desnecessário que os documentos de arquivo sirvam de prova das transações realizadas, embora devam ser autênticos no que se refere às informações que veiculam. (C) 136 Quando separado do seu conjunto, ou seja, do todo ao qual pertence, o documento de arquivo perde muito do seu significado. (C) 137 A primeira finalidade do arquivo é servir às atividades administrativas, à tomada de decisão e à garantia de direitos e deveres. Julgue os itens a seguir, relativos à gestão de documentos. (E) 138 O instrumento que indica os prazos de guarda e a destinação final dos documentos, resultado direto do processo de avaliação, é denominado código de classificação de documentos de arquivo da atividade-meio. (C) 139 São atividades características do arquivo permanente: arranjo, descrição, publicação, conservação e referência. 140 Embora pertençam a um mesmo fundo, os documentos produzidos em vários suportes devem ser armazenados em locais diferentes, conforme suas características físicas. (E) 141 A gestão de documentos é aplicada no momento em que os documentos alcançam o valor secundário e passam a constituir importantes fontes para a pesquisa histórica. (E) 142 A fase de avaliação e destinação de documentos constitui parte do programa de gestão documental e é composta pelas atividades de criação de formulários, seleção de materiais e equipamentos, e normatização do acesso à documentação. (C) 143 Caracterizam o arquivo corrente a sua distribuição por toda a organização, a restrição de acesso e a existência de documentos com valor primário e de uso frequente. (E) 144 Os documentos com valor histórico devem ser recolhidos aos arquivos intermediários, onde devem permanecer até a sua eliminação. Com referência às tipologias documentais e suportes físicos, julgue os itens seguintes.

(E) 145 Documentos com dimensões e rotações variáveis caracterizam o gênero documental iconográfico. (C) 146 Carta, ofício, memorando, aviso, circular e relatório são exemplos de formatos documentais existentes em órgãos públicos. (C) 147 Mapas e plantas fazem parte do gênero documental conhecido como cartográfico. Em relação à microfilmagem, automação, preservação e conservação de documentos, julgue os itens subsequentes. (E) 148 Os originais de documentos públicos permanentes, uma vez digitalizados ou microfilmados, poderão ser eliminados, mediante autorização da direção do órgão. (E) 149 Embora a microfilmagem constitua importante tecnologia para a redução das massas documentais acumuladas nos arquivos, a cópia microfilmada de um documento oficial não é reconhecida legalmente. (E) 150 Devido à aplicação de modernas técnicas de preservação documental, a temperatura não é considerada um agente de deterioração de documentos de arquivo. ANATEL 2008 Os documentos chegam, em determinado órgão público instalado em Brasília, de forma variada. Uns são registrados e, em seguida, enviados ao destinatário, outros entram sem nenhum tipo de anotação. Além disso, há aqueles que, atualmente, entram no órgão por meio das tecnologias da informação (fax, correio eletrônico). Cada setor de trabalho organiza seus documentos de maneira independente, sem nenhum tipo de orientação e, depois, por falta de espaço físico ou devido ao final do ano civil, esses documentos são transferidos para outro lugar, conhecido, geralmente, como arquivo morto. Considerando a situação hipotética acima, julgue os itens subsequentes, acerca das técnicas de arquivamento e dos procedimentos administrativos no âmbito do setor público. (C) 61 O registro dos documentos que chegam a um órgão público deve ser feito no setor de protocolo e consiste na reprodução dos dados do documento destinada a controlar a movimentação e fornecer dados de suas características fundamentais aos interessados. (E) 62 Um documento classificado como secreto, confidencial ou reservado poderá ser autuado por qualquer servidor sem nenhum tipo de tratamento diferenciado em relação aos documentos ostensivos. 63 Para a formação de processo em órgãos públicos, deverão ser observados os documentos cujo conteúdo esteja relacionado a ações e operações contábeis financeiras ou requeira análises, informações, despachos e decisões de diversas unidades organizacionais. 64 Quando, no momento do ato da anexação, for constatada a ausência de uma peça, será necessário utilizar uma nota chamada termo de ressalva, para informar a inexistência de tal peça. 65 As mensagens e documentos resultantes de transmissão por meio de aparelho de fac-símile (fax) podem constituir peças de processo. 66 Parte da documentação de um processo, de acordo com as normas em vigor, não pode ser separada para formar outro processo.

Acerca de recursos humanos e materiais adotados pelos arquivos. julgue os itens que se seguem. conforme os temas. interna e externa. entre elas. (C) 68 Os documentos que entram no órgão público descrito na situação hipotética em questão e que vão para os setores destinatários irão formar os arquivos correntes dessas unidades. (E) 72 Os documentos arquivados nos diversos setores do órgão público podem ser ordenados de várias maneiras. particular. O desaparecimento ou extravio de processo deverá ser comunicado à respectiva chefia. e de acordo com o correto uso das técnicas de arquivamento. ANEEL-2010 Acerca dos procedimentos adotados no setor de protocolo e arquivo em determinado órgão.67 O processo desaparecido ou extraviado não poderá ser reconstituído. 95 Os procedimentos adotados para a correspondência de caráter sigiloso consistem em sua classificação e encaminhamento ao destinatário. (C) 94 O emprego da guia-fora objetiva o rearquivamento dos documentos. . deverão ser transferidos ao arquivo intermediário. caracteriza o método de arquivamento dígito-terminal. sendo utilizada no caso de empréstimo de documentos. (C) 92 É de responsabilidade do setor de protocolo o envio de todos os documentos para o arquivo corrente. podem ser centralizados ou descentralizados. sigilosa. 96 A unidade de acondicionamento predominante nos arquivos correntes são as caixas-arquivo. (C) 93 O método numérico-cronológico é considerado um método de arquivamento básico. (C) 73 A divisão da documentação em classes. a fim de que sejam devidamente classificados. mas que ainda podem ser solicitados. como o protocolo. (E) 97 É aconselhável o uso de arquivos e estantes de aço para o armazenamento dos documentos. mediante sindicância ou processo administrativo disciplinar. destacam-se as seguintes classificações: ostensiva. (C) 69 Os documentos produzidos e (ou) recebidos por uma unidade ou setor de trabalho de um órgão público que deixaram de ser frequentemente consultados. oficial. (E) 71 A análise cuidadosa do gênero e da natureza dos documentos que chegam a um órgão público ou que dele saem é suficiente para se determinar a escolha dos métodos principal e auxiliares de arquivamento a serem adotados na organização da documentação corrente. (C) 74 O método de arquivamento por assunto depende da interpretação dos documentos e de um amplo conhecimento das atividades organizacionais. (E) 91 A correspondência ostensiva é distribuída por esse órgão sem que os profissionais que atuam no setor de protocolo tenham conhecimento de seu teor. que terá de promover a sua apuração imediata. (E) 70 Os arquivos correntes e as atividades de controle. julgue os próximos itens.

º 6. (C) 51 Os documentos de arquivo não são objeto de coleção.98 O arquivista é o profissional responsável pelos arquivos. julgue os itens a seguir. (E) 53 O arquivo intermediário é constituído de documentos que perderam todo o valor de natureza administrativa. julgue os itens a seguir. seguido da cidade e do correspondente. de acordo com a Lei n. deve-se expedir a cópia do documento. (C) 105 Os documentos mantidos no arquivo corrente possuem valor primário. (E) 102 Os documentos destituídos de valor secundário devem ser empacotados e transferidos ao arquivo central. Considerando os procedimentos administrativos adotados nos arquivos. Michel. (C) 58 Uma das vantagens apresentadas pelo método duplex de arquivamento é a possibilidade ilimitada de classes de documentos. . deve-se alfabetar em primeiro lugar o país. (C) 55 Na ordenação geográfica de documentos relativos à correspondência com outros países.546/1978. (C) 57 No arquivamento por assunto. no caso de homônimos. 54 Na expedição dos documentos. dispondo os números em três grupos de dois dígitos cada um. e encaminhar o original. (E) 103 De acordo com as regras de alfabetação. (E) 52 O método de avaliação dos documentos de um arquivo aplica-se a unidades isoladas e não ao conjunto dos documentos. se for o caso. (E) 101 Os documentos classificados na fase corrente deverão ser transferidos na totalidade aos arquivos centrais. os graus de parentesco deverão ser considerados. (E) 56 O método numérico simples determina a numeração sequencial dos documentos. com os anexos. 99 A metragem linear dos documentos é a medida adotada para o planejamento dos recursos humanos e materiais dos arquivos. (C) 104 O plano de classificação é considerado um dos instrumentos básicos para a gestão de documentos. acompanhado dos antecedentes que deram origem a ele. Por exemplo: 52-63-19. mas produtos e subprodutos das funções e das atividades de uma organização pública ou privada e das atividades de uma pessoa física. pode ser adotado o método alfabético ou o método numérico. O método alfabético deve ser aplicado quando o volume e a diversidade de assuntos da documentação a ser arquivada forem pequenos. (C) 100 O arquivamento intermediário dos documentos propicia economia de espaço físico e dos recursos humanos e materiais. ANTAQ-2009 Acerca de arquivamento e procedimentos administrativos. Por exemplo: França Paris — Duchein. ao arquivo.

(E) 60 O recolhimento é a passagem dos documentos dos arquivos correntes para os arquivos intermediários e tem como objetivo racionalizar os trabalhos de arquivamento e de localização dos documentos. relativos aos arquivos. algo acima de 5. arquivamento. cada vez mais. 41-3 (com adaptações). Lisboa: Dom Quixote. julgue os seguintes itens. publicação. também denominados limbos ou purgatórios. são constituídos de documentos em curso ou consultados freqüentemente. criação e referência são atividades desenvolvidas nos arquivos permanentes. classificação. Acerca do assunto abordado no texto acima. codificação. Quando recebidos de outras organizações. os documentos são registrados nos serviços de protocolo. mas não são considerados arquivísticos.º 1. Qualquer organização pública ou privada. (C) 81 Protocolo.(E) 59 As operações de arquivamento são inspeção. julgue os itens a seguir. (E) 79 Os arquivos são constituídos pelos documentos produzidos pela própria organização. descrição. ANVISA-2007 Os arquivos são reconhecidos. organizada e tratada como um recurso tão importante quanto os recursos humanos. materiais ou financeiros. 84 Uma das vantagens da microfilmagem é a característica de poder prescindir da organização arquivística de documentos e do estabelecimento de um programa de avaliação e seleção do acervo documental. . Tendo o texto acima como referência inicial. Projeções possíveis indicam que somente os órgãos do governo federal guardam. Os fundamentos da disciplina arquivística. (E) 82 Arquivos intermediários. estudo. p. com mais de dois anos de existência. preservação. dispersos nos estados brasileiros. Jean-Yves Rousseau e Carol Couture. Luis Carlos Lopes. In: Ciência da informação. jan. conservados em escritórios ou em dependências próximas de fácil acesso. (C) 83 Documentos transferidos a arquivos intermediários devem conservar a classificação que lhes foi dada nos arquivos correntes. v. (C) 76 Arranjo. n. Brasília. (E) 85 Microfilmagem é a produção de imagens fotográficas de um documento em formato altamente reduzido. consulta e destinação são atividades dos arquivos correntes. avaliação. Arquivópolis: uma utopia pós-moderna. Eles estão situados em um contexto administrativo e organizacional em que a informação deve ser considerada. 22. (C) 77 O caráter orgânico é uma das características básicas dos arquivos. liberando espaços e economizando recursos materiais. empréstimo. 1998 (com adaptações). expedição. 78 O princípio da naturalidade dos arquivos é a lei que rege as intervenções arquivísticas./abr./1993. como um capital informacional importante para as organizações públicas e privadas. (C) 80 Os arquivos podem ser setoriais e gerais ou centrais. ordenação e guarda dos documentos.000 km de papéis. Qual é a solução? Uma delas é a microfilmagem. convive com o dilema do que fazer com os documentos acumulados no decurso de suas funções.

O instrumento auxiliar adotado na gestão de documentos que possibilita o arquivamento e. inclusive para órgãos externos. D) registrar os descartes efetuados no acervo arquivístico.Assinale a opção correta a respeito dos procedimentos adotados para os documentos na fase intermediária. B) onomástico. a recuperação desses documentos denomina-se plano de A) descarte. D) Os documentos cujo prazo de guarda seja estabelecido em cem anos deverão ser recolhidos ao arquivo permanente. E) alfabético. assinale a opção correta. B) indicar os documentos que foram retirados do arquivo. D) ideográfico. Nessa situação. ou segunda idade dos arquivos. o método de arquivamento adotado denomina-se A) por assunto. A) Os documentos são recebidos por transferência dos arquivos correntes. C) Os documentos existentes são passíveis de eliminação. QUESTÃO 55 55. E) indicar os documentos que estão destinados a restauração. C) geográfico. QUESTÃO 54 54.DPU-2010 QUESTÃO 53 53. D) Os documentos públicos posteriormente serão transferidos para o Arquivo Nacional. C) facilitar o rearquivamento dos documentos. B) Cumpridos os prazos estipulados na tabela de temporalidade. os documentos serão transferidos ao arquivo central. C) arquivamento.A finalidade da adoção da guia-fora nos arquivos consiste em A) possibilitar a identificação dos documentos arquivados equivocadamente. A) É vedada a reprodução parcial ou total dos documentos em suporte papel.Considere que os documentos de um determinado setor da DPU estejam organizados com base na procedência ou local. posteriormente. E) classificação. B) A pesquisa é facultada ao público externo. QUESTÃO 56 56. D) avaliação.Com relação aos procedimentos adotados nos arquivos permanentes. E) É comum o empréstimo de documentos. B) retenção. E) O procedimento de microfilmagem é indicado apenas para os processos que estejam em péssimo estado de conservação. QUESTÃO 57 57. C) O empréstimo de documentos é facultado somente para o produtor do documento. .

(C) 85 Arquivamento é o conjunto das operações de acondicionamento e armazenamento de documentos. julgue os itens de 101 a 105. MI-2009 Acerca dos arquivos correntes e da classificação de documentos. os artigos e preposições que os constituem. (E) 86 O arquivamento horizontal permite consulta rápida e evita manipulação ou remoção de outros documentos. D) facultar o acesso aos documentos anteriormente classificados como sigilosos. não devem ser considerados os artigos e as preposições que fazem parte dos nomes de empresas e de órgãos governamentais. a classificação e a avaliação de documentos. MEC-2009 Acerca de arquivamento. para fins de ordenação. D) a classificação. C) recebimento. não considerando. B) possibilitar o empréstimo de documentos em âmbito interno. (C) 87 É possível. o desarquivamento. a expedição. (C) 102 Na organização feita segundo a origem dos documentos. B) o arquivamento. C) liberar à consulta os documentos de natureza especial.58.As rotinas do setor de protocolo incluem atividades de A) classificação. classificação. o arquivamento e o empréstimo de documentos. o correto é dispor as pastas alfabeticamente a partir dos nomes dos órgãos ou das empresas. (E) 101 A disposição de processos por seu número é um método de classificação de documentos conhecido como duplex. eliminação e empréstimo de documentos. isso caracteriza a utilização do método de arquivamento do tipo unitermo. (C) 89 Na ordenação das pastas. 60.O procedimento de desclassificar documentos consiste em A) separar fisicamente os documentos destinados a eliminação. classificação e avaliação de documentos. E) a classificação. B) recebimento. registro e movimentação de documentos. o arquivamento. o arquivamento e o empréstimo de documentos. julgue os itens a seguir. C) o protocolo. classificação e avaliação de documentos. registro. 59. avaliação e empréstimo de documentos. na escolha do método de arquivamento. .As atividades típicas dos arquivos correntes são A) o protocolo. E) proceder à alteração da classificação atribuída anteriormente. a avaliação e a destinação de documentos. E) registro de processos. (E) 88 Quando as pastas que contêm documentos de arquivo de determinado setor são dispostas pelo nome dos correspondentes. o empréstimo e a consulta de documentos. definir um método principal e métodos auxiliares para a organização da documentação. com base no plano de classificação da instituição. D) ordenação.

(C) 85 Na situação considerada. são mantidos próximos de quem os recebe ou os produz. sem qualquer preocupação com a ordem alfabética. cerca de trinta novas caixas-arquivo ou 135 pastas suspensas. não considera os arquivos como instrumento de apoio à administração. (C) 86 O arquivo setorial é aquele estabelecido juntos aos órgãos operacionais. cumprindo funções de arquivo corrente. pelo valor informativo que apresentam. eliminar os documentos sem uso. independentemente de autorização. o acesso aos documentos contidos no arquivo da unidade é público. cerca de vinte solicitações de consulta ao acervo. Acerca da situação hipotética acima apresentada e das técnicas de arquivo. (E) 89 As atividades de protocolo são de responsabilidade dos arquivos centrais ou gerais. (C) 81 Os documentos acumulados por órgãos públicos e entidades públicas. os processos fazem parte dos arquivos ativos ou correntes do órgão ao qual pertencem. A segunda situação que surge das atribuições dessa unidade é a intensa demanda de consulta aos documentos. O arquivo recebe para guarda. mas intimamente vinculadas.(E) 103 Os arquivos correntes são constituídos de documentos com pouca frequência de uso que. (E) 90 Os documentos pouco usados na mencionada unidade poderiam ser transferidos para o arquivo permanente. embora exista restrição de acesso apenas para os documentos considerados permanentes. a aplicação da teoria das três idades documentais permitiria melhor fluxo documental na unidade. . são atendidas. anualmente. outras unidades) e uma demanda externa (representações e escritórios regionais). pode-se considerá-lo como um arquivo corrente. A primeira é a necessidade de arquivamento de um volume sempre crescente de documentos. servidores. (C) 105 Caso seja necessário adotar o método dígito-terminal nos documentos referentes à correspondência com órgãos públicos ou com entidades da sociedade civil. (E) 84 A unidade em questão poderia. julgue os itens de 81 a 96. Há uma demanda interna (estagiários. melhorando as condições de seus arquivos. diariamente. (E) 88 O registro dos documentos que chegam ao setor é uma atividade conhecida como de arquivo especializado. Segundo informações coletadas no local. em decorrência de suas funções e atividades. mensalmente. deve-se atribuir um número a cada órgão público ou entidade da sociedade civil. apesar do grande avanço. devido à quantidade de consultas recebidas pelo arquivo da unidade. duas situações distintas. obedecendo a ordem de entrada ou de registro. onde aguardariam o término de seus prazos de guarda. (E) 83 A legislação arquivística brasileira. que são mantidos em dossiês. (C) 82 Na situação apresentada. (E) 87 Na situação em apreço. (C) 104 Enquanto tramitam pelas unidades político-admininistrativas. em relação ao arquivo. MS-2008 As atribuições da unidade administrativa de um grande órgão público têm gerado. são considerados arquivos públicos.

pessoa. evento. (E) 103 O conjunto documental produzido e(ou) recebido pelo TEM em decorrência de suas funções administrativas é considerado arquivo público. 97 A higienização e o acondicionamento são ações de conservação dos documentos. (E) 102 O MTE tem total autonomia para lidar com seus arquivos. No que se refere à conservação preventiva de documentos em arquivos. (C) 93 O dossiê é um conjunto de documentos relacionados entre si por assunto (ação. . diferentemente dos conjuntos documentais produzidos e recebidos por instituições de caráter público ou por entidades privadas encarregadas da gestão de serviços públicos. não há relação estreita entre esses dois conceitos. por exemplo. necessariamente. pois. exceto a de avaliação. a conservação e utilização e a destinação. quando implantado em um ministério. no Brasil. que são considerados arquivos privados. (E) 105 Apesar da importância da teoria das três idades documentais e da gestão de documentos. julgue os itens a seguir. contemplar os conjuntos documentais produzidos e recebidos. (E) 100 A higienização de documentos é um procedimento em que documentos quebradiços e ressecados são colocados em uma atmosfera úmida para readquirirem flexibilidade. ao uso.(C) 91 O recebimento e a expedição dos documentos em um órgão público são tarefas realizadas pelo protocolo. (C) 95 O conjunto de operações técnicas referentes à produção. à tramitação. não existe ainda uma política nacional que oriente os órgãos e entidades da administração pública federal com relação a arquivos. julgue os itens a seguir. (E) 99 A ação antrópica não interfere na degradação dos arquivos. para permitir uma melhor organização dos documentos e um acesso rápido e eficiente aos documentos. 101 A estrutura básica de uma tabela de temporalidade deve. (E) 104 O programa de gestão de documentos. (C) 92 O curso do documento desde a sua produção ou recepção até o cumprimento de sua função administrativa é conhecido como termo de recolhimento. os prazos de guarda nas fases corrente e intermediária e a destinação final — eliminação ou guarda permanente —. que constitui uma unidade de arquivamento. (E) 94 O dossiê é um documento do gênero iconográfico. lugar. à avaliação e ao arquivamento em fase corrente e intermediária é conhecido por gestão de documentos. (E) 96 A gestão de documentos tem como fases básicas a produção. (C) 98 O ar seco e a umidade são fatores de enfraquecimento do papel. além de um campo para observações necessárias à sua compreensão e aplicação. que são próprias do arquivo permanente. MTE-2008 Acerca do arquivo. projeto). permite o desenvolvimento de uma série de atividades arquivísticas.

destinatário. memorandos. (E) 109 Para se garantir o controle da tramitação de documentos dentro do MTE. separação. ESCRIVÃO DE POLÍCIA FEDERAL 2009 Acerca de arquivologia. assunto etc. isto é.) do documento para seu controle. o princípio da pertinência é o conceito adequado. legal ou fiscal. Esse registro é realizado com o objetivo de se extrair informações específicas de acesso (data. exige seu registro em um sistema de protocolo manual ou informatizado. antes de serem ordenados. quando produzidos ou recebidos nos setores de trabalho. número do documento. 110 De acordo com as orientações do Arquivo Nacional para a classificação de documentos de arquivo na administração pública federal. com valor administrativo. são consideradas de arquivo corrente. (C) 107 A diminuição do valor primário.(C) 106 As correspondências — ofícios. cartas — mantidas no setor de trabalho. em seguida. Entretanto. 54 A instabilidade institucional. origem. a redução da possibilidade de uso ou o encerramento da atividade que gerou o documento de arquivo são indicadores da necessidade de transferência desse registro documental ao arquivo intermediário. os documentos. devem ser classificados e. (C) 57 O documento de arquivo somente adquire sentido se relacionado ao meio que o produziu. (C) 58 O princípio de respeito aos fundos é fundamental para a ordenação dos acervos arquivísticos de terceira idade. Para lidar com esses problemas. isso deve ser feito apenas para os processos que exigem tal formalidade. é necessário que os setores de trabalho registrem o andamento dos mesmos no sistema de protocolo — manual ou informatizado. extinção e criação de órgãos públicos. A respeito do gerenciamento da informação e da gestão de documentos. são também considerados de valor secundário. definidas por um texto com valor legal ou regulamentar. enseja uma série de problemas para a gestão dos arquivos desses órgãos. e o seu conjunto tem de retratar a estrutura e as funções do órgão que acumulou esse documento. higienizados. próximas de quem trata dos assuntos relacionados a esses documentos. considerados como parte do arquivo intermediário dessa instituição. julgue os itens a seguir. (E) 59 Documentos de arquivo produzidos ou recebidos por uma instituição pública ou privada. 55 Um dos critérios para que uma instituição pública ou privada constitua um fundo de arquivo é possuir atribuições precisas e estáveis. por exemplo. (C) 108 A entrada de um documento em um ministério. uma das principais características da administração pública brasileira. (E) 56 O tamanho do acervo documental e a sua complexidade definem se o fundo de arquivo de uma instituição pública ou privada é um fundo fechado ou aberto. geralmente motivada pela fusão. e que aguardam a transferência ao arquivo intermediário. o recolhimento ao arquivo permanente ou a eliminação. o que torna evidente que a estrutura e o funcionamento da administração são os elementos que guiam o arranjo dos documentos. julgue os itens seguintes. .

(C) 61 O acesso aos documentos recolhidos ao arquivo permanente. por natureza. não permite definir se o documento é da fase corrente. (C) 62 As informações contidas nos documentos de arquivo são produzidas no ambiente interno da organização ou são recebidas do ambiente externo e têm uma relação direta ou indireta com a missão dessa organização. 64 Uma das funções do diagnóstico da situação arquivística é reunir informações suficientes para a elaboração do código de classificação e da tabela de temporalidade de documentos de arquivo. a microfilmagem não permite a eliminação dos documentos originais. Acerca das tipologias documentais e dos suportes físicos. faz parte das atividades dos arquivos correntes. memorandos. o arquivo do STJ fará uso de instrumentos auxiliares. julgue os itens subseqüentes. As minutas de documentos devem receber classificações individualizadas em função do prazo de guarda a elas atribuído. Entretanto. 66 Uma base de dados desenvolvida em uma instituição pública com vistas a atender. telegramas e e-mails são tipologias documentais. (E) 68 Ofícios. Com referência a esses instrumentos e às práticas arquivísticas. 63 A teoria dos valores de documentos.(C) 60 O protocolo é a porta de entrada e de saída dos documentos de uma instituição e. (E) O descarte deve ocorrer em todas as fases do ciclo vital de documentos. e esses documentos podem ser consultados apenas com autorização da instituição que os acumulou. O plano de classificação visa possibilitar o arquivamento e a recuperação de documentos. arquitetônicas ou de engenharia. (C) 67 A luz solar. julgue os próximos itens. as grandes variações de temperatura e a poeira são. . o ar seco. racionalizar e implementar uma de suas funções deve ser considerada como parte dos arquivos dessa instituição. prejudiciais à conservação dos documentos. a elevada umidade. por suas características. da intermediária ou da permanente. (C) A tabela de temporalidade visa atribuir prazo de guarda para os documentos de terceira idade. apesar da sua importância para a avaliação de documentos. bem como da preservação dos documentos originais. 65 A microfilmagem é grande aliada da redução de espaço ocupado pelos documentos arquivísticos em papel. o mofo. a médio e longo prazos. concebida por Schellenberg. com representações geográficas. (E) 69 Documentos iconográficos são aqueles em formatos e dimensões variáveis. no caso dos documentos considerados de valor permanente. STJ-2004 Ao implantar um programa de gestão documental. é restrito. cartas.

o que significa identificá-lo em um formulário próprio ou em um sistema informatizado que deve conter a origem. (C) 86 Os documentos dos arquivos correntes representam um ponto de partida para a tomada de decisões no órgão/instituição. diferentemente do arquivo intermediário. 87 A organização e a classificação dos documentos de uma organização devem ser feitas por tipo documental. entre outros elementos. também. 92 O método de ordenação dos documentos a partir do uso do nome da cidade ou de um estado é conhecido como Duplex. STJ-2008 Acerca das técnicas de arquivamento e dos procedimentos administrativos. 93 Processo é o termo geralmente usado na administração pública para designar o conjunto de documentos reunidos em capa especial. pois foi feita de palavra por palavra. julgue os itens a seguir. aqueles que não forem descartados devem ser recolhidos à fase intermediária. 88 As atividades de registro. 90 Os documentos consultados com pouca freqüência fazem parte do arquivo corrente.(E) Cumpridos os prazos estabelecidos pela tabela de temporalidade para os documentos da fase corrente. podendo. 91 O protocolo deve separar as correspondências oficiais das particulares e a correspondência oficial de caráter ostensivo da de caráter sigiloso. apesar de esta última ter uma participação importante dos setores de trabalho do órgão/instituição. (E) 83 A disposição alfabética de pastas de documentos de um arquivo a partir das regras de alfabetação é exclusiva para nomes de pessoas. o documento deve ser registrado. que é responsável pela guarda de processos administrativos. 89 Quando entra no órgão/instituição. ser feita de letra por letra. distribuição e movimentação são típicas do protocolo. 94 As folhas de um processo devem ser numeradas e rubricadas exclusivamente pelos funcionários do protocolo. TJDF-2008 . (C) 84 A disposição abaixo está correta. e que vão sendo organicamente acumulados no decurso de uma ação administrativa ou judiciária. o destino. a espécie. Morro Alegre Morro Branco Morro Maior Morro Santo Monteiro Montenegro 85 Os arquivos correntes de um órgão são formados pelas correspondências recebidas e expedidas. expedição. o número e a data do documento.

registro.159/1991. 78 Quanto à natureza dos documentos. 134.Os documentos definidos como de valor permanente devem ser preservados no arquivo intermediário. 132. a fase de evolução ou a idade dos documentos sob sua guarda. de controle.produção de documentos. das atividades de guarda de documentos. um programa de gestão de documentos inclui o(a) 131. secreto e ultra-secreto são graus de sigilo aplicados a documentos que necessitam de medidas especiais de guarda e divulgação. 81 Com base nas regras de alfabetação. 77 A descentralização dos serviços de arquivo caracteriza-se pela manutenção. de coordenação.Cumpridos os prazos previstos na tabela de temporalidade da instituição. .permuta de documentos. de orientação e normativas. acondicionamento e conservação sob condições especiais. José Cardoso da Silva (Desembargador) Barbosa Neto. A esse respeito.avaliação de documentos. denomina-se arquivo especial o tipo de arquivo que guarda documentos com formas físicas variadas e que necessitam de armazenamento. a guarda deve estar sob responsabilidade do arquivo intermediário.º 8. 137. Araújo. No caso de documentos consultados freqüentemente.reprodução de documentos. Ricardo Pereira do TST-2003 De acordo com a Lei n.Alguns documentos podem ser eliminados na fase corrente em uma instituição que possua uma política de avaliação. Julgue os itens abaixo. os nomes a seguir estão corretamente apresentados. 80 Reservado. referentes à teoria das três idades dos documentos de arquivo. 79 Para uma correta conservação do acervo documental em papel. que dispõe sobre a política nacional de arquivos públicos e privados e dá outras providências. confidencial. Pedro Paulo Fundação Getúlio Vargas Lao Xing Xiang Vale Verde. 138. 135.arquivamento de documentos. 76 Os arquivos recebem várias classificações conforme o estágio. os documentos serão recolhidos da fase corrente para a fase permanente.Arquivo é a guarda sistemática de informações que servirão de base para pesquisas futuras. 136. em mais de uma unidade organizacional. 133. a unidade de guarda dos documentos deve ser instalada em ambiente sem luz solar direta e isento de umidade. julgue os itens que se seguem.

TSE-2008 QUESTÃO 21 Julgue os itens abaixo. em cada um dos itens de 86 a 88. .A transferência de documentos ocorrerá tão logo seja finalizado seu trâmite. Pedro Paulo de Castelo Branco. Manoel Carlos de Ribeiro. Ministro Marcus Afonsus Fagundes. Alfonso Henrique Bernardes Oliveira. Gustavo Silva 87 Alencastro. Pedro Henrique de Almeida Queiroz. é apresentada uma lista com nomes de autores de documentos a serem arquivados. TST-2008 Considere que. Demóstenes Farias Fagundes. julgue se a lista apresentada em cada um desses itens respeita a aplicação correta das referidas regras. Considerando as regras de alfabetação para arquivamento de documentos cujo principal elemento seja o nome. 89 Na expedição e tramitação de documentos sigilosos. Pedro Augusto Morais Neto. Marcelo Pereira d’ Brito. Vicente de Paula de 88 Bernardes. Antonio Barbosa Moreira. Desembargador Carlos Tadeu Ferreira Hansen. Juiz Amadeu Antonio de Souza Acerca das técnicas de arquivamento e protocolo. julgue os itens seguintes.Os documentos com prazo de guarda de cem anos deverão ser preservados na fase intermediária. Thiago Pereira de Moura Lima. relativos a documentos públicos. Artur de Azevedo São Tiago. 140.139. 86 Júnior. 90 Desclassificação é o ato pelo qual a autoridade competente estabelece o grau de sigilo de determinado documento. a unidade de arquivo e protocolo deve observar o acondicionamento desses documentos em envelopes duplos e indicar o grau de sigilo no envelope externo.

II Prevalece. na sua específica esfera de competência. pela importância administrativa que eles têm. QUESTÃO 24 Julgue os itens a seguir. QUESTÃO 25 . B) Apenas os itens I e II estão certos.I São considerados documentos públicos os conjuntos de documentos produzidos e recebidos por instituições de caráter público e por entidades privadas encarregadas da gestão de serviços públicos no exercício de suas atividades. pelas particularidades das atividades geradoras. A) Os documentos de arquivo são produzidos e conservados com objetivos funcionais e os de biblioteca. nessa fase. D) manter os documentos de maneira descentralizada. III A gestão e o recolhimento dos documentos públicos produzidos e recebidos pelo Poder Judiciário federal é de responsabilidade do Conselho Nacional de Arquivos. diminuindo o volume documental total. II A eliminação de documentos produzidos por instituições públicas e de caráter público será realizada mediante autorização da instituição arquivística pública. III A ausência de normas que guiam a organização dos arquivos correntes pode provocar a má utilização do espaço e do equipamento. D) Todos os itens estão certos. com objetivos culturais. B) Os documentos de arquivo são colecionados de fontes diversas e os de biblioteca. D) Os documentos de arquivo devem existir em numerosos exemplares e os de biblioteca. assinale a opção correta. C) Apenas os itens I e III estão certos. B) Apenas os itens I e II estão certos. A) Nenhum item está certo. Assinale a opção correta. É possível estabelecer uma série de diferenças entre arquivo e biblioteca. C) Apenas os itens I e III estão certos. D) Todos os itens estão certos. acerca da fase corrente do ciclo de vida dos documentos. C) Os documentos de arquivo são classificados a partir de métodos predeterminados e os de biblioteca. Acerca dessas diferenças. C) diminuir os custos com a duplicação de documentos. por atividades organizacionais. o valor secundário dos documentos. Assinale a opção correta. A) Nenhum item está certo. em um único exemplar ou em limitado número de cópias. B) guardar os documentos históricos. Constitui objetivo do arquivo intermediário A) evitar a manutenção de documentos por um longo período nos escassos espaços dos setores de trabalho. I Uma boa organização dos arquivos correntes permite aumentar a eliminação dos documentos na fonte. QUESTÃO 22 O arquivo intermediário é uma das fases do ciclo de vida dos documentos de arquivo.

iconográfico. fotografias. refrigeração. A) Apenas um item está certo. B) listagem de eliminação. diapositivo. Antônio III I Conferência de Gestão de Documentos Quarto Workshop sobre Avaliação Segundo Congresso Nacional de Arquivologia Terceiro Seminário sobre Preservação de Documentos Assinale a opção correta. João Almeida São Paulo. D) desinfestação. mapas. C) mídia eletrônica. B) abertura de processo. calafetação. D) Todos os itens estão certos. QUESTÃO 28 Os suportes dos documentos de arquivo incluem A) papel. Pedro de Almeida Filho. D) preparação de instrumento de descrição. película videográfica. C) Apenas os itens I e III estão certos. A ordenação alfabética de documentos ou de dossiês é uma das possibilidades para a disposição de documentos em um arquivo. D) negativo fotográfico. Carlos Braga Sobrinho. película filmográfica. papel fotográfico. alisamento e restauração. audiovisual. QUESTÃO 29 A conservação compreende os cuidados prestados aos documentos e ao seu local de armazenamento. Milton de Sousa Ferreira. B) plantas. limpeza. exaustão. julgue as propostas de ordenação alfabética apresentadas nos itens abaixo. C) distribuição de documentos. evaporação e encapsulamento. Nesse sentido. C) tabela de temporalidade. André Muller. C) laminação. Paul Sousa. D) plano de preservação. QUESTÃO 30 . QUESTÃO 26 O instrumento de destinação que determina prazos e condições de guarda é o(a) A) plano de classificação. Antônio José II Almeida. I Campos. restauração. B) Apenas os itens I e II estão certos. congelamento e preservação.As atividades típicas do protocolo não incluem o(a) A) recebimento de correspondência. B) umidificação. limpeza. As principais operações de conservação são A) higienização.

uma coleção de manuscritos históricos colecionados por uma pessoa física não é considerada arquivo. . que se classificam em corrente. que pode ocorrer por anexação ou por apensação. A juntada por anexação significa A) a união provisória de um ou mais processos a um processo mais antigo. B) a união definitiva de um ou mais processos a um outro processo (considerado principal). É comum a juntada de processos. 91 Arquivo corrente é o conjunto de documentos em curso. destinada ao estudo e à uniformidade de tratamento em matérias semelhantes. o setor de protocolo é encarregado pelo recebimento. envolvendo questões de conveniência. julgue os itens subsecutivos. C) O sentido ou significado do acervo documental não depende da relação que os documentos têm entre si. pelo registro.Uma das espécies documentais mais utilizadas nos órgãos do Poder Judiciário é o processo. permanente. A) A aplicação do princípio de respeito aos fundos separa o arquivo em três fases: a corrente. promove a guarda temporária ou permanente dos documentos. C) Esse princípio permite a elaboração de um instrumento de pesquisa destinado à orientação dos usuários no conhecimento e utilização dos fundos que integram o acervo de um arquivo permanente. ou de uso frequente. a partir da avaliação de documentos. de processos que envolvam questões recursais relativas a um mesmo interessado. TRE-MT Assinale a opção correta a respeito de arquivo. culturais e científicas. QUESTÃO 16 O princípio de respeito aos fundos ou princípio da proveniência é um dos pilares da arquivologia. C) a união provisória de um ou mais processos a um outro processo. A) Os documentos de arquivo são produzidos e recebidos com finalidades históricas. E) O julgamento acerca da preservação dos documentos tem caráter revogável. assinale a opção correta. 90 Uma das formas de classificação de arquivos refere-se aos estágios da sua evolução. D) Os documentos são produzidos em exemplares múltiplos e inexiste uma significação orgânica entre esses documentos. também denominado arquivo de movimento. TRT-RN 2010 Acerca de técnicas de arquivamento. 88 Para uma adequada organização e administração arquivística é obrigatório elaborar um planejamento que estabeleça serviços de arquivo de forma centralizada em todas as fases de arquivamento. intermediária ou permanente. D) a união. por até um ano. a intermediária e a permanente. desde que pertencentes à atividade-meio. com o mesmo interessado ou não. pela distribuição e pela movimentação de documentos em curso. geral ou central. B) De acordo com o conceito de arquivo. intermediário. Esses estágios são: corrente. setorial. desde que pertencentes a um mesmo interessado e que contenham o mesmo assunto. Com relação a esse princípio. B) Esse princípio designa um conjunto de operações que. 89 Em um departamento de arquivo.

A) A microfilmagem permite a redução do espaço físico na guarda de documentos. E) Esse princípio determina que os documentos provenientes de uma mesma fonte geradora de arquivo devem ser mantidos reunidos. C) A descentralização física dos arquivos intermediários é resultado da grande frequência de uso dos documentos nessa fase do arquivo. entre outras. pois permite o acesso múltiplo e simultâneo aos documentos e. B) O acesso aos documentos é aberto ao público nos arquivos intermediários. É uma forma de armazenamento de documentos mais barata que aquela feita nos setores de trabalho da organização. ao local de sua guarda. que permite a localização dos documentos. B) emulação e migração. E) criação e aquisição. além disso. assinale a opção correta. fiscais ou técnicos. QUESTÃO 18 O arquivo intermediário justifica-se por questões econômicas. por limitações técnicas. B) A temperatura ideal para conservação dos documentos em um depósito de arquivo deve ser superior a 24 ºC. fase posterior à fumigação. C) O alisamento é um método eficiente de combate aos insetos e todos os outros tipos de pragas que podem atacar o papel. possui ampla aceitação legal. D) O fato de ser uma fase transitória impede a aplicação da tabela de temporalidade nos arquivos intermediários. assim. E) A desinfestação consiste em mergulhar o documento em banho de gelatina ou cola. A) Os documentos são mantidos nos arquivos intermediários quando apresentam alto valor secundário. A) O ar seco é um elemento que beneficia as condições físicas do papel. letras ou combinação de números e letras. TRE-MA . mas o seu uso ainda é restrito devido à não aceitação do microfilme como prova legal. D) A opção pelo uso da microfilmagem deve embasar-se apenas no exame dos custos ou da economia decorrentes de seu emprego. pode ser feita em mesas higienizadoras ou com um pano macio. de acesso restrito aos acumuladores. A gestão de documentos engloba. consequentemente. Com relação ao arquivo intermediário. constituído de números. aumentando. uma escova ou um aspirador. que compromete a preservação de documentos digitais. B) A migração de suportes é uma técnica importante para combater a rápida obsolescência dos software e hardware. E) Os documentos são transferidos aos arquivos intermediários pela presença de valores legais. as fases de A) produção e destinação. a resistência das fibras do papel. assinale a opção correta. QUESTÃO 19 A conservação compreende os cuidados prestados aos documentos e. E) A microfilmagem. C) conservação e restauração. C) A digitalização de documentos é vantajosa. é restrita aos documentos em suporte papel. diferentemente do que ocorre com os arquivos correntes. QUESTÃO 20 Assinale a opção correta com relação à microfilmagem e ao uso das novas tecnologias.D) Esse princípio é um elemento de identificação das unidades de arquivamento. Com referência à conservação e restauração de documentos de arquivo. D) eliminação e preservação. D) A limpeza dos documentos em papel.

mas. D) A preservação é a função arquivística que permite a agilização do acesso aos documentos. B) 2. os documentos de arquivo podem ser classificados em arquivo especial e arquivo especializado. D) III e V. D) 4. C) II e IV. V O método de classificação dos arquivos exige conhecimento a respeito da relação entre as unidades. audiovisuais e cartográficos são gêneros documentais encontrados nos arquivos. em sua maioria impresso. empresa ou instituição exclusivamente no desenvolvimento de suas atividades. E) A avaliação de documentos de arquivo é executada com a aplicação do código de classificação. . II Os documentos de arquivo existem em vários exemplares. E) 5. tem o mesmo significado do conjunto no qual está inserido. B) I e III. pesquisa e consulta. B) As atividades de protocolo fazem parte da fase de destinação na gestão de documentos. QUESTÃO 16 Os arquivos correntes são A) formados por documentos com valor secundário. III Os documentos textuais. não tendo limitação quanto ao número de cópias. II Os documentos de arquivo são provas de transações realizadas nas organizações. V Quanto à abrangência da atuação. Acerca da gestão de documentos. C) 3. assinale a opção correta. III Um documento de arquivo. E) IV e V. A quantidade de itens certos é igual a A) 1. sim. a organização e o funcionamento dos órgãos.Julgue os itens subsequentes. IV Em relação à natureza do assunto. C) Os principais instrumentos de gestão arquivística são o plano de classificação e a tabela de temporalidade. QUESTÃO 14 Julgue os itens a seguir. relativos às características que distinguem os arquivos. A) Não é objetivo da gestão de documentos racionalizar a produção dos documentos. Estão certos apenas os itens A) I e II. não sendo colecionado por motivos culturais. os arquivos são classificados em correntes e intermediários. relativos a conceitos de arquivologia. I O arquivo é criado e recebido por um órgão. I Arquivo é o conjunto de material. IV A significação do acervo documental arquivístico independe da relação que os documentos estabelecem entre si. disposto ordenadamente para estudo. mesmo destacado do todo ao qual pertence. eliminar os documentos de valor secundário.

C) transferidos. A) O gênero micrográfico de documento é formado por documentos em suportes sintéticos. E) O tratamento da documentação permanente deve ser feito a partir da aplicação do princípio da territorialidade. onde aguardam a destinação final. após o final de sua utilização. E) Os documentos. E) alocados perto dos seus usuários diretos. aos arquivos permanentes. QUESTÃO 19 Acerca das tipologias documentais e dos suportes físicos. B) A luz do dia e a umidade são prejudiciais à conservação do acervo documental. assinale a opção correta. mas são providos de valor histórico-cultural. C) A documentação escrita ou textual apresenta inúmeras espécies documentais criadas para produzir determinada ação específica. D) O microfilme ainda não tem reconhecimento legal no Brasil. . B) As características provisórias do arquivamento intermediário impedem a aplicação da tabela de temporalidade. arranjar. descrever e facilitar a consulta aos documentos. A) A conservação compreende os cuidados prestados aos documentos e não se refere ao local de guarda. B) Os filmes cinematográficos e as fitas de vídeo fazem parte do gênero documental conhecido como iconográfico. QUESTÃO 17 A respeito dos arquivos intermediários. conservar. formulários e cartas. em papel emulsionado ou não. E) O silking é um método de desinfestação que combate os insetos e apresenta maior eficiência que a fumigação. B) Os documentos do arquivo permanente têm valor primário decrescente. A) A função de um arquivo permanente é reunir. C) Os arquivos intermediários são constituídos. fundamentalmente. C) O acesso aos documentos do arquivo permanente é feito com a autorização do órgão acumulador. contendo imagens estáticas. D) As atividades intelectuais no arranjo de documentos estão relacionadas ao acondicionamento e à fixação de etiquetas de identificação nas unidades de armazenamento. A) O acesso aos documentos no arquivo intermediário é aberto ao público. D) formados por documentos com prazos precaucionais esgotados.B) armazenados em depósitos centralizados. devem ser acondicionados da mesma forma. convênios. D) A higienização dos documentos consiste em mergulhar o documento em banho de gelatina. assinale a opção correta. devido à grande possibilidade de uso que apresentam. à conservação e à restauração de documentos. E) Os arquivos intermediários são formados por documentos que perderam a vigência administrativa. assinale a opção correta. QUESTÃO 20 Quanto à preservação. tais como relatórios. D) Os documentos do arquivo intermediário são mantidos por conta dos prazos prescricionais e precaucionais e aguardam a destinação final: eliminação ou guarda permanente. independentemente do suporte. por documentos com valor informativo. Com relação ao arquivo permanente. e são conhecidos também como arquivos ativos. assinale a opção correta. localizados distantes dos setores de trabalho onde foram acumulados. C) A desinfestação e o alisamento são técnicas de restauração de documentos. um dos princípios fundamentais da arquivologia.

por outro lado. Outras informações são originariamente consideradas sigilosas. A quantidade de itens certos é igual a . produzidos e recebidos por órgãos públicos de âmbito federal. obedecendo a princípios específicos. A) A legislação brasileira define arquivo como sendo o conjunto formado exclusivamente por documentos textuais oficiais. legislativas e judiciárias. QUESTÃO 23 A destinação dos documentos é indicada A) pelo plano de classificação. estadual. encarregadas da gestão de serviços públicos. É correto afirmar que o princípio teórico-metodológico fundamental da teoria arquivística é o(a) A) respeito à pertinência territorial. D) respeito à proveniência. pela frequência de uso dos documentos pela entidade produtora ou acumuladora e. determinadas. contidas em documentos de arquivo. B) pelos instrumentos de pesquisa. repertórios. QUESTÃO 24 Julgue os itens seguintes a respeito das idades documentais. mesmo quando não há mais a movimentação dos documentos. D) A gestão da informação é o conjunto de procedimentos automatizados por meio dos quais é feita a indexação e o armazenamento dos documentos eletrônicos. em muitos casos. ou por instituições de caráter público. ou em curso. avaliação e arquivamento de documentos. uso. III Os documentos considerados correntes são caracterizados por estarem ativos. a fim de garantir a segurança do Estado e a inviolabilidade da intimidade. C) arranjo estrutural funcional. B) Chama-se gestão de documentos o conjunto de procedimentos e operações técnicas realizados na fase corrente e na intermediária e que abrangem produção. tramitação. uma vez que tais documentos não são regidos pela legislação arquivística. por um lado. exclusivamente particulares. pela identificação dos valores primário e secundário presentes ou não nos documentos. em suas funções administrativas. intermediários ou permanentes e devem receber tratamento adequado. D) pela tipologia documental. quando autorizado pelo judiciário. do Distrito Federal e municipal.TRE-GO 2009 A respeito da prática arquivística em esfera pública no Brasil. ou ainda por entidades privadas. eles são alvo de consultas frequentes. estabelecendo sua destinação. I A teoria das três idades é aquela que afirma que os documentos passam por diferentes fases. determinando a eliminação ou recolhimento para guarda permanente. assinale a opção correta. da honra e da imagem de outras pessoas. C) O cidadão brasileiro tem o direito de receber dos órgãos públicos informações relativas a seus direitos e deveres. IV Chama-se ciclo vital o sistema de registro de documentos que permite controlar a produção e a tramitação na fase corrente e a passagem para a intermediária por meio de listagens. II A legislação determina que todos os documentos produzidos e acumulados por órgãos públicos e instituições de caráter público devem ser identificados como correntes. B) gestão de documentos. C) pela tabela de temporalidade. índices e planos de arquivamento. isto é.

localizar o(s) assunto(s) no Índice de classificação bibliográfica. os documentos devem ser ordenados alfabeticamente pelo nome das pessoas que os assinam. na pasta. controlar o prazo para devolução do documento. C) A limpeza do depósito do arquivo deve ser rigorosa para evitar a proliferação de fungos e insetos. isto é. o chão deve ser limpo com pano umidecido em uma mistura de água. QUESTÃO 27 Acerca das rotinas de tratamento documental em arquivos. emprestar os documentos aos setores que os solicitarem. verificar se cumpriram o prazo de guarda estabelecido. D) 4. B) 2. como higienização. C) avaliação e seleção. C) 3. assinale a opção correta. devese registrar o dia ou o mês em que foram emitidos os documentos e os números de protocolo. acondicionamento. A) Preservação é o nome dado ao processo de exposição de uma peça documental a vapores químicos. preencher a(s) folha(s) de identificação com a data e o(s) nome(s) do(s) responsável(is). pelo menos.A) 1. ler o conteúdo do documento identificando a data. A) As atividades que compõem as rotinas de classificação são as seguintes: receber o documento. C) As atividades a seguir são rotinas de protocolo: receber documentos enviados por outras instituições. Recomenda-se. assinale a opção correta. o(s) responsável(is) pela assinatura e o assunto. anotar o código no verso do documento. dentro do dossiê. para o local de armazenamento. D) Fazem parte das rotinas para destinação de documentos na fase corrente as seguintes atividades: verificar se os documentos a serem destinados estão organizados de acordo com os conjuntos definidos na tabela de temporalidade. Durante a noite. D) transferência e recolhimento. QUESTÃO 25 Os processos de passagem de documentos do arquivo corrente para o intermediário e deste para o permanente são denominados. as estantes devem ser limpas com a mesma mistura. A respeito da preservação da integridade dos documentos. agrupando os documentos emitidos na mesma data. proceder à eliminação. resultando na polimerização do documento. para facilitar sua localização. despachar documentos enviados por setores do órgão. os aparelhos podem ser desligados. ações realizadas com o objetivo de desacelerar os processos de degradação por meio de controle ambiental e de tratamentos específicos. B) Denomina-se conservação o conjunto de atividades que visam à preservação dos documentos. B) As rotinas de arquivamento consistem em: inspeção do documento para verificar se está assinado e se é original. reparos e outros. elaborar . formação de dossiê. armazenar os documentos em fase corrente. a utilização de lâmpadas fluorescentes. para destruição de insetos e fungos. registrar os documentos a serem eliminados. que devem ser acondicionados em pasta suspensa com prendedor. e o uso de condicionadores de ar para manter a temperatura abaixo de 5 graus durante o dia. prestar informações contidas nos documentos. B) arquivamento e acondicionamento. D) A luz natural e o calor são prejudiciais aos documentos. A) arranjo e classificação. Uma vez por mês. respectivamente. estabelecer procedimentos de conduta dos arquivistas com relação à prática e à ética profissional. solventes. por não produzirem calor nem radiação ultravioleta (UV). cera e substâncias bactericidas. dentro de câmaras especiais a vácuo. para reduzir os custos e o risco de incêndio. fazer o controle de retirada.

pois tal processo não pode. civil e administrativa. Considerando os princípios arquivísticos e a legislação a respeito da avaliação e da eliminação de documentos públicos. sendo responsável por determinar a eliminação dos demais documentos. D) A informação textual gerada oficialmente no decurso de ação administrativa ou judicial de órgão público. fixada ou não em suporte. B) Avaliação é a atividade que. se estadual. D) O instrumento resultante da atividade de avaliação é o catálogo seletivo. ter validade em juízo. C) Qualquer documento produzido ou recebido por pessoa física ou jurídica. C) A eliminação de documentos produzidos por instituições públicas e de caráter público somente será realizada após autorização da presidência do órgão. incluem: agilizar o arquivamento das informações por tornar desnecessária a organização dos documentos. fixada em suportes e reunida intencionalmente por características culturais comuns. acumulado naturalmente ao longo das atividades e preservado como prova de tais atividades.termo de eliminação. além de realizar estudos de viabilidade econômica. pelo Gabinete do Governador. A) Toda informação gerada por atividades de órgãos públicos. proporcionar acesso às informações em redes. deve atribuir graus de sigilo. assinale a opção correta. por meio da análise do conteúdo do documento. normalização de procedimentos. A) A atual legislação somente autoriza a eliminação de documentos permanentes após sua reprodução por meio dos processos de microfilmagem ou digitalização. a fim de verificar a importância e a veracidade das informações nele contidas. B) Qualquer documento considerado autêntico e preservado em velino por causa dos fatos sociais ou históricos registrados por seu conteúdo. elaborar lista de documentos destinados à fase intermediária. C) As vantagens da alteração do suporte de documentos de arquivo. É nessa etapa que se identificam quais os documentos originais e autênticos. desde que garantida a autenticidade da cópia. B) Qualquer proposta de alteração de suporte das informações arquivísticas deve levar em consideração as questões legais. TRE-MG 2009 As características que distinguem os arquivos das bibliotecas e dos museus não incluem . as peculiaridades de cada órgão. pela Casa Civil da Presidência da República. ainda. na forma da legislação em vigor. facilitar o intercâmbio com outras entidades. QUESTÃO 29 Assinale a opção que apresenta corretamente a definição de documento de arquivo. e sancionada em instância superior: se federal. segundo legislação específica. reduzir custos de manutenção. a microfilmagem não deve ser realizada quando houver intenção de eliminar os originais. D) Apesar de ser um processo de reprodução de documentos tradicionalmente muito utilizado. indicando os níveis legais de acesso a cada documento ou informação. padrões de qualidade estabelecidos pela legislação brasileira. que indica os documentos selecionados para a guarda permanente ostensiva ou sigilosa. assinale a opção correta. QUESTÃO 30 Com relação à alteração do suporte da informação em arquivos. A) A pessoa que desfigurar ou destruir documentos de valor permanente ou considerados como de interesse público e social ficará sujeita à responsabilidade penal. operacionalizar a passagem ao arquivo intermediário. reduzir a ocupação e melhorar o aproveitamento do espaço. em circunstância alguma. de acordo com as normas de validação. É necessário considerar. garantias jurídicas.

uma empresa ou uma instituição. uma empresa ou uma instituição. Maria Madalena Santos Cruz. C) a organicidade. Torres. Élson . legal ou fiscal. D) Na avaliação dos documentos. E) o caráter probatório dos documentos nas transações realizadas pelo órgão. o arquivamento e a eliminação de documentos são as três fases básicas da gestão de documentos. de forma que um documento se ligue a outros do mesmo conjunto. Assinale a opção que apresenta exemplo de ordenação de pastas de funcionários de um órgão realizada de acordo com as regras de alfabetação. D) a existência de uma coleção de manuscritos de valor histórico ajuntados por um órgão. A) Bezerra. apesar da sua relevância. A) O arquivo corrente é constituído de documentos com grande possibilidade de uso e com valor primário. assinale a opção correta. Antônio B) Torres. conhecido também como arquivo inativo. QUESTÃO 17 Acerca do gerenciamento da informação e das três idades documentais. Beatriz C) Barbosa Filho. Alberto Luiz Moreira. uma empresa ou uma instituição. impede-se que os documentos com valor secundário sejam conservados permanentemente. é resultante da transferência de documentos do arquivo corrente. B) Os documentos de idade intermediária são os que são consultados frequentemente e aos quais se tem livre acesso. Alisson Torres. E) Com a gestão eficaz de documentos. D) O arquivo intermediário. B) o fato de os documentos de arquivo se originarem no curso das atividades de um órgão. à cultura e ao desenvolvimento científico. C) A elaboração dos documentos decorrente das atividades de um órgão ou setor.A) o fato de a exclusividade de criação e recepção ser atribuída a um órgão. C) O arquivo permanente é formado por documentos de valor administrativo. aplica-se o código de classificação de documentos de arquivo. pela empresa ou pela instituição responsável por eles. assinale a opção correta. A) A criação. B) A gestão de documentos é o conjunto de procedimentos e operações técnicas referentes à produção. à tramitação. A respeito da gestão de documentos. QUESTÃO 18 A política arquivística brasileira reconhece a gestão de documentos como um dos principais instrumentos de apoio à administração. ao uso e ao arquivamento de documentos em fase corrente e intermediária. A. não se inclui entre as atribuições da gestão de documentos. E) O recolhimento de documentos no arquivo intermediário deve ser feito após o encerramento do valor probatório desses documentos.

limpeza.De acordo com a teoria arquivística. os documentos arquivados na fase corrente possuem valor primário e secundário. E) A luz solar é menos nociva que a luz artificial na conservação e na preservação dos documentos de arquivo. alisamento e restauração. o principal elemento adotado para a recuperação da informação é o assunto. Rogério São Paulo. Paulo D’Andrade.O prazo indicado para o arquivamento de documentos na fase intermediária é de 10 a 20 anos.Os procedimentos teóricos da arquivística indicam que o arquivamento de documentos deve ser posterior à sua classificação. Marlene D) D’Almeida. B) A laminação é uma das técnicas de higienização mais utilizada na conservação de documentos. conservação e restauração de documentos. D) As principais operações de conservação dos documentos são: desinfestação.De acordo com a teoria arquivística. 68. C) A umidade mais alta e a baixa temperatura são condições ideais para a preservação dos documentos arquivísticos em papel.No método de arquivamento ideográfico. A) Todos os documentos transferidos ao arquivo intermediário devem ser higienizados e restaurados. Carlos São Rita. Anísio E) José.Ocorrendo o empréstimo de documentos do acervo. assinale a opção correta. as cartas e os memorandos. Milton Vianna Sobrinho. Roberto D’Carmo. Simone Santa QUESTÃO 20 A respeito da preservação.Vianna Neto. devem ser arquivados obedecendo à classificação de “Recebidos”. 66. 67. 69. os arquivos ocupam-se do gerenciamento e arquivamento de documentos pertencentes ao gênero iconográfico. o profissional responsável pelo arquivamento e desarquivamento deve utilizar a guia-fora para indicar a retirada do documento. julgue os itens subseqüentes. TRE-AL 2004 Acerca do arquivamento de documentos. os atos de correspondência. filmográfico e sonoro. a qual deve ter como base o plano de classificação da instituição. 70. para os . 71. 72. como os ofícios.Além dos documentos textuais.

possuírem o indicativo “arquive-se”. engloba as seguintes atividades de protocolo: recebimento. a inclusão de documentos em um arquivo ocorre por compra ou permuta de fontes múltiplas. No que diz respeito aos arquivos do tipo corrente. condição não verificada nas outras idades documentais. finalizado o trâmite. 133 Um arquivo documental tem por objetivo servir como prova ou testemunho da ação de pessoas jurídicas ou físicas. intermediário e permanente. distribuição e tramitação dos documentos. 74. e “Expedidos”. além de poder sugerir a criação ou extinção de modelos e formulários. 142 O arquivo permanente é uma extensão do arquivo intermediário. para aqueles produzidos pela instituição. A respeito da gestão de documentos. 75. MPU-2010 Acerca de conceitos fundamentais de arquivologia. 135 Na fase de produção de documentos.No que se refere ao arquivamento de documentos. recomenda-se o arquivamento desses documentos em local afastado do referido setor.Somente serão aceitos. classificação. 141 A função do arquivo intermediário é possibilitar o armazenamento de documentos que. tendo este último a única função de evitar a transferência prematura de documentos do arquivo corrente para o arquivo permanente. os processos que. nos arquivos. julgue os itens de 139 a 143. fiscais. técnicas ou administrativas. avaliação e arquivamento de documentos.documentos encaminhados à instituição. uma das fases básicas da gestão de documentos. é indicado que a instituição adote um método de arquivamento único. o arquivista deve evitar a duplicação e a emissão de vias desnecessárias. embora usados com pouca frequência. 136 Considera-se gestão de documentos o conjunto de procedimentos e operações técnicas referentes a produção. aposto pela autoridade competente. são de guarda permanente. devem ser mantidos. 134 Em regra. 138 A análise e a avaliação dos documentos para o estabelecimento dos prazos de guarda fazem parte da fase de destinação. 137 A produção. tramitação. uso. 139 Dada a importância da preservação dos documentos que compõem o arquivo corrente de determinado setor de trabalho. 73.Os documentos que refletem a origem e os objetivos da instituição possuem valor secundário e. julgue os itens a seguir. registro. por questões legais. julgue os itens seguintes. . na terceira fase do ciclo vital. 140 A ênfase ao valor primário é característica marcante dos documentos de um arquivo corrente.

150 O alisamento é uma das operações de restauração de documentos mais utilizadas em países tropicais. tais como ampliações fotográficas. 149 Os documentos originais considerados de guarda permanente somente poderão ser eliminados depois de microfilmados e digitalizados. pode ser resolvido com o uso de laminação. Quanto às tipologias documentais e aos suportes físicos. a guarda permanente ou a eliminação por amostragem. é concretizada com a elaboração de instrumentos de pesquisa. a guarda temporária no arquivo intermediário.143 A descrição. uma das atividades desenvolvidas no arquivo permanente. 145 Os prazos de guarda dos documentos nos arquivos do tipo corrente e intermediário devem ser definidos com base na legislação pertinente e nas necessidades administrativas. Acerca da avaliação de documentos. que compromete a preservação de documentos digitais. 148 Os documentos do gênero iconográfico têm suporte sintético. slides. 146 A destinação final dos documentos deve ser a eliminação. julgue os próximos itens. . em papel emulsionado ou não. e contêm imagens estáticas. julgue os itens subsequentes. 147 O problema relacionado à obsolescência dos equipamentos e dos programas de informática. 144 O processo de avaliação de um documento tem como resultado a elaboração da tabela de temporalidade do documento. diapositivos e gravuras.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful