Você está na página 1de 10

01.

Julgue os itens subsequentes, relativos a conceitos de arquivologia.

I. Arquivo é o conjunto de material, em sua maioria impresso, disposto ordenadamente para estudo, pesquisa e consulta.

II. Os documentos de arquivo existem em vários exemplares, não tendo limitação quanto ao número de cópias.

III. Os documentos textuais, audiovisuais e cartográficos são gêneros documentais encontrados nos arquivos.

IV. A significação do acervo documental arquivístico independe da relação que os documentos estabelecem entre si.

V. O método de classificação dos arquivos exige conhecimento a respeito da relação entre as unidades, a

organização e o funcionamento dos órgãos. Estão certos apenas os itens

(A)

I e II.

(B)

I e III.

(C)

II e IV.

(D)

III e V.

(E)

IV e V.

02.

Julgue os itens a seguir, relativos às características que distinguem os arquivos.

I.

O arquivo é criado e recebido por um órgão, empresa ou instituição exclusivamente no desenvolvimento de suas atividades, não sendo colecionado por motivos culturais.

atividades, não sendo colecionado por motivos culturais. Os documentos de arquivo são provas de transações

Os documentos de arquivo são provas de transações realizadas nas organizações.

Um documento de arquivo, mesmo destacado do todo ao qual pertence, tem o mesmo significado do

Em relação à natureza do assunto, os documentos de arquivo podem ser classificados em arquivo

Quanto à abrangência da atuação, os arquivos são classificados em correntes e intermediários.

II.

III.

conjunto no qual está inserido.

IV.

especial e arquivo especializado.

V.

A quantidade de itens certos é igual a

(A)

1.

(B)

2.

(C)

3.

(D)

4.

(E)

5.

03.

Acerca da gestão de documentos, assinale a opção correta.

(A)

Não é objetivo da gestão de documentos racionalizar a produção dos documentos, mas, sim, eliminar os documentos de valor secundário.

(B)

As atividades de protocolo fazem parte da fase de destinação na gestão de documentos.

(C)

Os principais instrumentos de gestão arquivística são o plano de classificação e a tabela de temporalidade.

(D)

A preservação é a função arquivística que permite a agilização do acesso aos documentos.

(E)

A avaliação de documentos de arquivo é executada com a aplicação do código de classificação.

04.

Os arquivos correntes são

(A)

formados por documentos com valor secundário.

(B)

armazenados em depósitos centralizados, localizados distantes dos setores de trabalho onde foram acumulados.

(C)

transferidos, após o final de sua utilização, aos arquivos permanentes, onde aguardam a destinação final.

(D)

formados por documentos com prazos precaucionais esgotados.

(E)

alocados perto dos seus usuários diretos, devido à grande possibilidade de uso que apresentam, e são conhecidos também como arquivos ativos.

www.concurseirosnota10.com

05.

A respeito dos arquivos intermediários, assinale a opção correta.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

06.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

07.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

08.

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

O acesso aos documentos no arquivo intermediário é aberto ao público.

As características provisórias do arquivamento intermediário impedem a aplicação da tabela de temporalidade.

Os arquivos intermediários são constituídos, fundamentalmente, por documentos com valor informativo.

Os documentos do arquivo intermediário são mantidos por conta dos prazos prescricionais e precaucionais e aguardam a destinação final: eliminação ou guarda permanente.

Os arquivos intermediários são formados por documentos que perderam a vigência administrativa, mas são providos de valor histórico-cultural.

Com relação ao arquivo permanente, assinale a opção correta.

A função de um arquivo permanente é reunir, conservar, arranjar, descrever e facilitar a consulta aos

documentos.

Os documentos do arquivo permanente têm valor primário decrescente.

O acesso aos documentos do arquivo permanente é feito com a autorização do órgão acumulador.

As atividades intelectuais no arranjo de documentos estão relacionadas ao acondicionamento e à fixação de etiquetas de identificação nas unidades de armazenamento.

O tratamento da documentação permanente deve ser feito a partir da aplicação do princípio da territorialidade, um dos princípios fundamentais da arquivologia.

Acerca das tipologias documentais e dos suportes físicos, assinale a opção correta.

e dos suportes físicos, assinale a opção correta. O gênero micrográfico de documento é formado por

O gênero micrográfico de documento é formado por documentos em suportes sintéticos, em papel emulsionado ou não, contendo imagens estáticas.

Os filmes cinematográficos e as fitas de vídeo fazem parte do gênero documental conhecido como iconográfico.

A documentação escrita ou textual apresenta inúmeras espécies documentais criadas para produzir determinada ação específica, tais como relatórios, convênios, formulários e cartas.

O microfilme ainda não tem reconhecimento legal no Brasil.

Os documentos, independentemente do suporte, devem ser acondicionados da mesma forma.

Quanto à preservação, à conservação e à restauração de documentos, assinale a opção correta.

A conservação compreende os cuidados prestados aos documentos e não se refere ao local de guarda.

A luz do dia e a umidade são prejudiciais à conservação do acervo documental.

A desinfestação e o alisamento são técnicas de restauração de documentos.

A higienização dos documentos consiste em mergulhar o documento em banho de gelatina.

O silking é um método de desinfestação que combate os insetos e apresenta maior eficiência que a fumigação.

www.concurseirosnota10.com

1.

Devem receber tratamento global que resulte no aumento das possibilidades do uso da informação registrada para tomada de decisões. O enunciado se refere a

(A)

documentos.

(B)

ementas.

(C)

arquivos.

(D)

normas.

(E)

planos.

 

2.

Os critérios de prazo utilizados na elaboração de uma Tabela de Temporalidade de Documentos baseiam-se

(A)

no arquivamento seqüencial numérico.

(B)

na legislação em vigor.

(C)

no tipo de documento.

(D)

na disponibilidade de espaço.

(E)

no interesse público.

3.

A definição da política nacional de arquivos públicos e privados, bem como a orientação normativa visando à gestão documental e à proteção especial aos documentos do arquivo são atribuições do

(A)

Arquivo Federal Brasileiro.

(B)

Sistema de Gestão de Documentos de Arquivos.

(C)

Conselho Nacional de Arquivos.

(D)

Conselho Federal de Arquivologia.

(E)

Sistema Nacional de Arquivos.

4.

O ciclo vital dos documentos administrativos compreende três fases. Identifique a ordem correta.

(A)

Permanentes, correntes, temporários.

(B)

Temporários, intermediários, correntes.

(C)

Correntes, temporários, intermediários.

(D)

Intermediários, correntes, temporários.

(E)Correntes, intermediários, permanentes.

5. Na administração de documentos correntes tem-se a preocupação de conservá-los de maneira ordenada e
5.
Na administração de documentos correntes tem-se a preocupação de conservá-los de maneira ordenada e
acessível. Para atingir esses objetivos torna-se necessário que os documentos sejam bem
(A)
classificados e manuseados.
(B)
classificados e arquivados.
(C)
selecionados e arquivados.
(D)
selecionados e classificados.
(E)
selecionados e manuseados.
6.
Para definir os prazos de retenção e ter um instrumento norteador do destino dos documentos na empresa
é necessária a Tabela
(A)
Cronológica.
(B)
PHA.
(C)
de Temporalidade Documental.
(D)
de Temporalidade Assessoral.
(E)
CUTTER.
7.
Um conjunto de diversos documentos referentes a um mesmo assunto chama-se
(A)
expurgo.
(B)
indexação.
(C)
inventário.
(D)
dossiê.
(E)
guia.
8.
A colocação correta das pastas e guias nas gavetas do arquivo, onde cada documento deve ocupar um
único e exclusivo lugar, é chamada de
(A)
arranjo.
(B)
notação.
(C)
etiquetas.
(D)
projeções.
(E)
classificados.

9. Considerando as características dos arquivos em cada etapa de seu ciclo vital, pode-se afirmar que

www.concurseirosnota10.com

(A) os documentos da fase intermediária correspondem aos que foram gerados no desempenho das atividades-

fim da instituição de origem.

(B)

a freqüência de uso e a validade das disposições contidas nos documentos constituem critérios para a configuração dos depósitos de primeira e segunda idades.

(C)

o processo de avaliação decorre da transferência, isto é, da passagem dos documentos da fase intermediária para a ermanente, depois de cumpridos os prazos estabelecidos nas tabelas de temporalidade.

(D)

o instrumento de pesquisa típico da fase corrente é o guia, por oferecer uma visão panorâmica das principais séries documentais que integram o acervo.

(E)

os critérios de classificação dos documentos correntes devem ser substituídos, nas instituições de custódia permanente, por aqueles que privilegiam temas ligados à pesquisa histórica.

10.

Dentre as atividades desenvolvidas pelos serviços de protocolo incluem-se

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

a redação de ofícios e seu encaminhamento.

a elaboração de tabelas de temporalidade e a eliminação de documentos desprovidos de valor.

o calendário de eventos e a programação cultural da instituição.

a microfilmagem e a digitalização de arquivos de valor intermediário.

o registro e a movimentação de documentos.

11. Inspirados no clássico autor Schellenberg, os manuais de Arquivologia costumam definir os procedimentos

da área comparando-os aos praticados pelas demais instituições de custódia de documentos. Nessa linha de abordagem, é possível afirmar que os arquivos,

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

ao contrário das bibliotecas, reúnem documentos desprovidos de autonomia.

ao contrário dos museus, não dispõem de documentos iconográficos.

ao contrário das bibliotecas, só comportam documentos manuscritos e dactiloscritos.

à semelhança dos museus, têm uma função social de lazer e entretenimento.

à semelhança dos centros de documentação, organizam seu universo documental a partir de descritores e palavras-chave.

12.

Contrato, contrato de prestação de serviços, minuta, disco magnético e livro são, respectivamente, exemplos de

disco magnético e livro são, respectivamente, exemplos de (A) (B) (C) (D) (E) grupo, subgrupo, técnica

(A)

(B)

(C)

(D)

(E)

grupo, subgrupo, técnica de registro, formato e suporte.

gênero, série, forma, suporte e espécie.

série, subsérie, gênero, forma e tipo.

espécie, tipo, forma, suporte e formato.

fundo, grupo, série, gênero e forma.

13.

Conceito de instrumento de pesquisa, no âmbito dos arquivos permanentes, é aplicado, com exclusividade,

a

(A)

(B)

(C)

(D)

importantes do acervo.

mecanismos de controle topográfico do acervo, para fins de preservação dos documentos mais antigos.

transcrições integrais de documentos isolados, para efeitos de sua eventual publicação.

obra de referência, publicada ou não, que identifica, localiza, resume ou transcreve fundos, grupos, séries e peças documentais.

formas seletivas de descrição, com a perspectiva de disponibilizar repertórios dos documentos mais

(E)

bancos de dados e outros produtos do advento da tecnologia da informação

14.

Quando o arquivo de uma entidade passa a conviver com o de outras, nas instituições de guarda permanente de documentos, recebe o nome de

(A)

série.

(B)

setor.

(C)

grupo.

(D)

seção.

(E)

fundo.

15.

No processo de análise dos arquivos, com vistas à sua destinação final, levam-se em conta, entre outros,

(A)

valores administrativos, isto é, qualidades pelas quais os documentos demonstram a aquisição, manutenção, transferência,

modificação ou extinção de direitos.

(B)

valores fiscais, isto é, qualidades inerentes aos documentos a partir da presença de sinais de validação.

(C)

valores probatórios, isto é, qualidades pelas quais os documentos permitem conhecer a estrutura e o funcionamento da

instituição que os acumulou.

(D)

valores históricos, isto é, referências a grandes personagens da vida política, econômica e social de uma nação.

(E)

valores jurídicos, isto é, qualidades pelas quais os documentos servem ao desempenho das atividadesmeio e das atividades-fim

de uma instituição.

16. Portaria, portaria de nomeação, cópia, fita magnética e ficha são, respectivamente, exemplos de

(A)

espécie, tipo, forma, suporte e formato.

(B)

gênero, série, forma, suporte e espécie.

www.concurseirosnota10.com

(C)

série, subsérie, gênero, forma e tipo.

(D)

fundo, grupo, série, gênero e forma.

(E)

grupo, subgrupo, técnica de registro, formato e suporte.

17.

A longevidade de documentos em suporte-papel supõe ações preventivas, como

(A)

o emprego de tintas ferrogálicas.

(B)

a exposição à luz natural do sol.

(C)

o uso constante de fungicidas.

(D)

a manutenção do pH neutro.

(E)

a reenfibragem e a laminação.

18.

No mundo dos documentos eletrônicos,

(A)

o princípio da proveniência é substituído pelo da pertinência.

(B)

há densidade máxima de informação em um mínimo de suporte.

(C)

a descrição deve privilegiar os instrumentos seletivos.

(D)

não há necessidade de proceder à avaliação.

(E)

a classificação por assunto é preferível à abordagem funcional.

19. Conjunto de documentos estreitamente vinculados aos objetivos imediatos para os quais foram produzidos ou recebidos no cumprimento de atividades-meio e atividades-fim e que se conservam junto aos órgãos produtores em razão de sua vigência e da freqüência com que são por eles consultados.

a)

b)

c)

d)

Arquivos Permanente

Arquivo Temporário

Arquivo Morto

Arquivo Corrente

20. Conjunto de documentos acumulados em decorrência das funções executivas, legislativas e judiciárias do poder público no âmbito federal, estadual e municipal, bem como o conjunto de documentos de entidades de direito privado encarregado de serviços públicos.

a)

b)

c)

d)

a)

b)

c)

d)

a)

b)

c)

d)

Arquivo Jurisdicionado

Arquivo Instituicional

Arquivo Público

Jurisdicionado Arquivo Instituicional Arquivo Público Arquivo Privado 21. processo pelo qual se relacionam de

Arquivo Privado

21.

processo pelo qual se relacionam de forma sistemática descritores ou palavras-chaves que permitem a recuperação posterior do conteúdo de documentos e informações.

Indexação

Implementação

22.

Destinação

avaliação

unidade responsável pelo controle dos documentos acumulados pelos diversos setores e serviços de uma administração e pelos procedimentos técnicos a que devem ser submetidos, independentemente da centralização do armazenamento.

Arquivo Setorial

Arquivo Central

Arquivo Morto

Arquivo Descentralizado

23. Instrumento de destinação, aprovado pela autoridade competente, que determina prazos para transferência, recolhimento, eliminação e reprodução de documentos.

a)

B)

c)

d)

Tabela de Temporalidade

Prazo de Prescrição Índice documental

Tabela de Prescrição de Documentos

24. ARQUIVO pode ser entendido como conjunto de documentos que, independentemente da natureza ou do suporte, são reunidos por acumulação ao longo das atividades de pessoas físicas ou jurídicas, públicas ou privadas. Existem várias classificações. Correlacione-as:

(1)

quanto ao valor dos documentos (2) quanto à extensão dos arquivos

(3)

quanto à Natureza do documento (4) Quanto à Natureza do assunto

(

) Ostensivo e Sigiloso

 

(

) Administrativo e Histórico

(

) Central e Setorial

(

) Especial e Especializado

 

a)

1 2 3 4 b) 4 3 2 1

c) 4 1 2 3

d) 2 1 3 4

25.

(PM de Sapucaia-1994) considere os assuntos abaixo.

1)

Seguros

2)Pessoal

 

3)

Auditoria

4)

Transportes

www.concurseirosnota10.com

5) Material

A seqüência dos assuntos que correspondem à ordenação alfabética dicionária é:

a) 3-5-2-1-4

b) 3-2-1-4-5

c) 4-1-2-5-3

d) 5-4-1-2-3

26. (TRT -171º Região -2004) - De acordo com o dispositivo no decreto nº 1.173 de 29 de junho de 1994, compete ao Conselho Nacional de Arquivos -CONARQ, entre outras atribuições.

a)

premiar anualmente os profissionais que mais se destacam

na área arquivística.

b)

recolher ao Arquivo Nacional os documentos privados de interesse público.

c)

Enviar representantes da comunidade arquivística brasileira para os eventos internacionais.

d)

Exercer orientação normativa com vistas à gestão de documentos e arquivos.

e)

Fiscalizar os cursos de graduação em Arquivologia existentes no Brasil.

27.

(TRT -171º Região -2004) Ao setor de protocolo, entre outras atribuições, receber os documentos e promover:

a) sua destinação e transferência

b) seu registro e movimentação

c) sua redação e classificação

d) seu recolhimento e arquivamento

e) sua certificação e encaminhamento

28.

a)

(PM de Sapucaia-1994) O instrumento de pesquisa elaborado seguindo um critério temático, cronológico, geográfico, incluindo, todos os documentos pertencentes a um ou mais fundos, descritos de forma sumária ou pormenorizada chama-se:

catálogo b) índice c) lista d) guia

chama- se: catálogo b) índice c) lista d) guia 29. Quando se organiza um arquivo utilizando-se

29.

Quando se organiza um arquivo utilizando-se o método numérico simples, a preocupação inicial recai somente na atribuição de números a cada novo cliente ou correspondente, obedecendo apenas à ordem de entrada ou registro, como apresentado a seguir:

1- Alba Santos Silva;

2 - Bárbara Assunção;

- Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social;

3

4 - Alcedo Costa;

5 - Ricardo Alvese

6 - Banco do Brasil.

Como se observa, essa é a ordem em que os documentos encontram-se no arquivo. No entanto, para a efetiva recuperação dos documentos, é necessário elaborar o índice alfabético remissivo, que terá a seguinte seqüência:

(A)

1, 2, 3, 4, 5, 6

(B)

1, 4, 6, 2, 3, 5

(C)

3, 6, 4, 5, 2, 1

(D)

5, 2, 6, 3, 4, 1

(E)

6, 5, 4, 3, 2, 1

30.

No arquivo financeiro da empresa Arquiz de Investimentos Ltda. existe uma pasta de número 14 onde os documentos da firma Antunes & Cia. estavam arquivados. Devido a fatores externos, as transações com a Arquiz de Investimentos Ltda. não puderam continuar. Desta forma, o técnico administrativo transferiu os documentos da pasta para uma caixa e a encaminhou para o arquivo geral da empresa. Sabendo que o arquivo financeiro possui 180 pastas numeradas, o número da pasta 14 será:

(A)

transferido junto com a documentação.

(B)

aproveitado para um novo cliente.

(C)

eliminado, mantendo-se a notação.

(D)

conservado no arquivo intermediário.

(E)

recolhido ao arquivo permanente.

31.

A empresa Dantas & Dantas está iniciando as suas atividades e conta com um número reduzido de pessoas para a organização de seu arquivo que utiliza, como elemento principal, o nome de seus clientes, obedecendo apenas às regras de alfabetação. Assim, para arquivar corretamente os nomes: 1 - Pedro Paulo Santana; 2 - Paulina Santo Cristo; 3 - Robson Santos Ltda; e 4 - Joaquim Vasconcellos Sobrinho, tem-se a seguinte ordem:

www.concurseirosnota10.com

(A)

1, 2, 3, 4

(B)

1, 3, 2, 4

(C)

2, 4, 1, 3

(D)

3, 1, 2, 4

(E)

4, 3, 2, 1

32.

Existem critérios para que os documentos sejam organizados pelo método geográfico. A literatura apresenta, pelo menos, duas modalidades para essa ordenação. Se, em um arquivo, a opção é pela modalidade (estado, cidade, correspondente), a organização dos correspondentes 1 - Luiz Carlos Abrantes, de Itu, São Paulo; 2 - Antonio Carlos Ambróte, de Ribeirão Preto, São Paulo; 3 - Moysés da Costa, de São Paulo, São Paulo, 4 - Cláudio Ribeiro, de São Luís, Maranhão; 5 - Alda Barreto, de Codó, Maranhão, deve ser a seguinte:

(A)

1, 2, 3, 5, 4

(B)

3, 5, 1, 2, 4

(C)

4, 5, 3, 1, 2

(D)

5, 2, 3, 1, 4

(E)

5, 4, 3, 2, 1

33.

A secretária da Diretoria retira uma pasta do arquivo para prestar informações ao Diretor Administrativo da empresa. Passados quatro dias, o chefe do Departamento de Pessoal solicita a mesma pasta. O técnico administrativo verifica que a pasta ainda não fora devolvida, pois no lugar de arquivamento da pasta havia uma ficha com informações sobre o empréstimo. Essa ficha, que ainda é muito utilizada nos arquivos, é a guia:

(A)

física.

(B)

especial.

(C)

subsidiária.

(D)

dentro.

(E) fora. 34. O setor que funciona como um centro de distribuição e redistribuição de
(E)
fora.
34.
O setor que funciona como um centro de distribuição e redistribuição de documentos é conhecido como
setor de:
(A)
arquivo e microfilmagem.
(B)
registro e movimentação.
(C)
transferência e recolhimento.
(D)
destinação e custódia.
(E)
codificação e transposição.
35.
Uma ficha apresenta os seguinte dados: procedência, data de entrada, data do documento, número, código
do assunto, espécie, número de origem, assunto, distribuição, data, recebido. Trata-se de uma ficha de:
(A)
descarte.
(B)
destinação.
(C)
avaliação.
(D)
provisão.
(E)
protocolo.
36.
Um arquivo apresenta o esquema principal a seguir.

Pessoal: Admissão -Demissão - Folha de Pagamento Promoção - Recrutamento - Seleção. Esse esquema denota uma classificação por:

(A)

tipologia. (B) espécie. (C) natureza. (D) assunto. (E) estágio.

37.

Na teoria das três idades dos documentos, arquivo corrente são:

(A)

documentos de uso não freqüente, que devem aguardar destinação final em depósito temporário;

(B)

documentos de caráter técnico e administrativo, objeto de consultas freqüentes por parte do órgão que o constitui;

(C)

documentos de guarda definitiva em decorrência de seu valor probatório e informativo;

(D)

documentos que devem ser eliminados;

(E)

documentos que formam uma corrente, incluindo diversos anexos.

38. Assinale o método que NÃO corresponde aos processos de restauração de documentos:

(A)

Silking;

(B)

Laminação;

(C)

Encapsulação;

www.concurseirosnota10.com

(D)

Banho de gelatina;

(E) Variadex.

39. Segundo Marilene Leite Paes, a organização de arquivos pressupõe 4 etapas de trabalho. Assinale a opção que NÃO apresenta uma dessas etapas:

(A)

levantamento de dados;

(B)

análise de dados coletados;

(C)

planejamento;

(D)

implantação e acompanhamento;

(E)

enquête sobre o uso dos documentos.

40

- O termo que designa a identificação das unidades de arquivamento, feita através de números, letras ou

combinações de números e letras, para permitir sua localização nos depósitos é:

(A)

palavra-chave;

(B)

notação;

(C)

minuta;

(D)

prescrição;

(E)

catálogo.

41

- Os instrumentos de pesquisa são obras fundamentais que identificam, localizam, resumem ou transcrevem

fundos, grupos, séries e peças documentais existentes em um arquivo permanente, com finalidade de controle

e de acesso ao acervo. A obra de referência a seguir que NÃO pode ser considerada instrumento de pesquisa no sentido estrito de arquivologia, é o:

(A)

catálogo; (136)

(B)

guia de fontes; (127)

(C)

índice;

(D)

inventário; ( pg 134)

(E)

decimal.

- Seqüência de operações que, de acordo com as diferentes estruturas, funções e atividades da entidade

42

produtora visam a distribuir os documentos de um arquivo. Essa definição corresponde a

a) Ordenação.

 

b) Sistema de arquivamento.

c) Macro-avaliação.

- Analise os seguintes itens relativos à preservação do patrimônio arquivístico digital.

- Analise os seguintes itens relativos à preservação do patrimônio arquivístico digital.

d) Classificação.

e) Avaliação funcional.

 

43

(

) A preservação de longo prazo das informações digitais está seriamente ameaçada pela vida curta das mídias.

(

) A debilidade estrutural dos sistemas eletrônicos de informação torna difícil a preservação de longo prazo.

(

) A tecnologia digital é um meio mais frágil de armazenamento comparado com os meios tradicionais.

( ) A preservação da informação em formato digital não se limita ao domínio tecnológico, envolve questões administrativas, legais, políticas e econômicofinanceiras.

A quantidade dos itens corretos é igual a

a) 0. b) 1. c) 2. d) 3. e) 4.

As atribuições da unidade administrativa de um grande órgão público têm gerado, em relação ao arquivo, duas situações distintas, mas intimamente vinculadas. A primeira é a necessidade de arquivamento de um volume sempre crescente de documentos, que são mantidos em dossiês. O arquivo

www.concurseirosnota10.com

recebe para guarda, mensalmente, cerca de trinta novas caixas-arquivo ou 135 pastas suspensas. A segunda situação que surge das atribuições dessa unidade é a intensa demanda de consulta aos documentos. Há uma demanda interna (estagiários, servidores, outras unidades) e uma demanda externa (representações e escritórios regionais). Segundo informações coletadas no local, são atendidas, diariamente, cerca de vinte solicitações de consulta ao acervo. Acerca da situação hipotética acima apresentada e das técnicas de arquivo, julgue os itens.

1. Os documentos acumulados por órgãos públicos e entidades públicas, em decorrência de suas funções e atividades, são considerados arquivos públicos.

2. Na situação apresentada, a aplicação da teoria das três idades documentais permitiria melhor fluxo documental na unidade, melhorando as condições de seus arquivos.

3. O conjunto de operações técnicas referentes à produção, à tramitação, ao uso, à avaliação

e ao arquivamento em fase corrente e intermediária é conhecido por gestão de documentos.

4. A gestão de documentos tem como fases básicas a produção, a conservação e utilização e a destinação.

5. A legislação arquivística brasileira, apesar do grande avanço, não considera os arquivos como instrumento de apoio à administração.

arquivo corrente.
arquivo corrente.

6. A unidade em questão poderia, anualmente, eliminar os documentos sem uso, independentemente de autorização.

7. Na situação considerada, devido à quantidade de consultas recebidas pelo arquivo da unidade, pode-se considerá-lo como um arquivo corrente.

8. O arquivo setorial é aquele estabelecido juntos aos órgãos operacionais, cumprindo funções

de

9. Na situação em apreço, o acesso aos documentos contidos no arquivo da unidade é público, embora exista restrição de acesso apenas para os documentos considerados permanentes.

10.O registro dos documentos que chegam ao setor é uma atividade conhecida como de arquivo especializado.

11.As atividades de protocolo são de responsabilidade dos arquivos centrais ou gerais.

12.Os documentos pouco usados na mencionada unidade poderiam ser transferidos para o arquivo permanente, onde aguardariam o término de seus prazos de guarda. 13.O recebimento e a expedição dos documentos em um órgão público são tarefas realizadas pelo protocolo.

14.O curso do documento desde a sua produção ou recepção até o cumprimento de sua função administrativa é conhecido como termo de recolhimento.

15.O dossiê é um conjunto de documentos relacionados entre si por assunto (ação, evento, pessoa, lugar, projeto), que constitui uma unidade de arquivamento.

www.concurseirosnota10.com

16.O dossiê é um documento do gênero iconográfico.

No que se refere à conservação preventiva de documentos em arquivos, julgue os itens a seguir.

17.A ação antrópica não interfere na degradação dos arquivos.

18.A higienização de documentos é um procedimento em que documentos quebradiços e ressecados são colocados em uma atmosfera úmida para readquirirem flexibilidade.

19.A higienização e o acondicionamento são ações de conservação dos documentos.

20.O ar seco e a umidade são fatores de enfraquecimento do papel.

A respeito de conceitos fundamentais de arquivologia, julgue os itens a seguir.

21.A justificativa para organização de arquivos de órgãos públicos está na ordem direta do interesse de três tipos de usuários que deles fazem uso: o administrador, o cidadão e o pesquisador.

22.Na arquivologia, diferentemente do que ocorre na biblioteconomia, não se trabalha com documentos múltiplos nem com tipologias uniformes, passíveis de se submeterem a uma estrita normalização de processamento técnico.

a uma estrita normalização de processamento técnico. 23.O formato dado a um documento de arquivo é

23.O formato dado a um documento de arquivo é o fator que determina o uso e o destino de armazenamento futuro desse documento.

GABARITO:

1-A 2-B 3-C 4-E 5-B 6-C 7-D 8-A 9-B 10-E 11-A 12-D 13-C 14-E 15-C 16-A 17-D 18-B 19-D 20-C 21-A 22-B -23-A 24-C 25-A 26-D 27-B 28-A 29-D 30-B 31-D 32-C 33-E 34-B 35-E 36-D 37-B 38-E 39-E 40-B 41-A 42-D 43-E

ITENS ERRADOS:

4 – 5 – 6 – 9 – 10 – 11 – 12 – 13 – 14 – 15 – 16 – 17 – 18 – 23

Todos os que não foram listados estão corretos.

www.concurseirosnota10.com