Você está na página 1de 64

GUIA PRÁTICO

MULTAS, INCIDÊNCIAS,
RETENÇÕES E PRAZOS DE GUARDA

GUIA DE RETENÇÕES
2008

Guia Retencoes.indd 1 11/7/08 4:15:13 PM


Guia Retencoes.indd 2 11/7/08 4:15:13 PM
GUIA PRÁTICO
MULTAS, INCIDÊNCIAS,
RETENÇÕES E PRAZOS DE GUARDA

GUIA DE RETENÇÕES
2008

Guia Retencoes.indd 3 11/7/08 4:15:13 PM


APRESENTAÇÃO

A atividade contábil sempre exigiu permanente atua- Para complementar, apresentamos ao final deste traba-
lização, prática que se intensificou significativamente lho, tabelas de guarda, manutenção de livros e docu-
com o atual cenário, marcado pelas constantes altera- mentos, ferramentas de extrema serventia para o dia-a-
ções na legislação tributária e a crescente demanda de dia do empresário.
novas exigências impostas pelo Fisco.
Nesta primeira edição, elaboramos para nossos asso-
Atualmente, além da alta carga tributária, o Fisco obri- ciados um referencial prático e eficaz de consulta des-
ga o contribuinte a efetuar a retenção de vários tributos tes temas importantes, trazendo-lhes novos subsídios
nos pagamentos efetuados: a chamada responsabilida- para seu exercício profissional.
de de terceiros.
Seguindo nossa filosofia de contribuir sempre com o
Os terceiros responsáveis estão obrigados ao recolhi- trabalho do nosso associado, esperamos que o mate-
mento integral do imposto ou da contribuição retida, rial seja de grande utilidade para nosso público.
multa e acréscimos legais, independentemente de ter
sido efetuada sua retenção na fonte. Contamos com sugestões e críticas para permanente
aprimoramento.
Sem a pretensão de esgotar o tema, esse trabalho visa
facilitar pesquisa sobre as diversas formas em que a José Maria Chapina Alcazar
legislação exige a retenção. Presidente do Sescon-SP e da Aescon-SP

DESENVOLVIMENTO

Este trabalho técnico foi desenvolvido pela Consultoria Jurídica do Sescon-SP, composta pelos advogados, Anita M.
Meinberg P. Torrres, Marcos Kazuo Yamaguchi, Renata Soares Leal Ferrarezi e Rita de Cássia L. S. Bezerra, que
foram responsáveis pela pesquisa e consolidação das informações de material normativo indicadas no corpo do
“Guia”, a partir de sugestão da Diretoria Executiva da entidade.

Guia Retencoes.indd 4 11/7/08 4:15:13 PM


SUMÁRIO

1. TABELA DE RETENÇÕES SOBRE SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOAS JURÍDICAS 07


1.1 IRRF/CSL/PIS/COFINS 08
1.2 INSS (IN MPAS /3/2005) 11
1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003 13

2. TABELA DE RETENÇÃO SOBRE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS A ÓRGÃOS 28


PÚBLICOS FEDERAIS, EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA
(IN SRF 539/2005)

3. TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS 32

4. TABELA DE MULTAS 39
4.1 COMPETÊNCIA FEDERAL 40
4.2 COMPETÊNCIA ESTADUAL 42
4.3 COMPETÊNCIA MUNICIPAL 45
4.4 PREVIDENCIÁRIA 47
4.5 TRABALHISTA 49

5. TABELA DE GUARDA DE DOCUMENTOS 53


5.1 PREVIDENCIÁRIA 54
5.2 TRABALHISTA 55
5.3 COMPETÊNCIA FEDERAL 57
5.4 COMPETÊNCIA ESTADUAL 59
5.5 COMPETÊNCIA MUNICIPAL 61

Guia Retencoes.indd 5 11/7/08 4:15:14 PM


Guia Retencoes.indd 6 11/7/08 4:15:14 PM
TABELA DE RETENÇÕES SOBRE SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOAS JURÍDICAS
1.1 IRRF/CSL/PIS/COFINS
1.2 INSS (IN MPAS/3/2005)
1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

7
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 7 11/7/08 4:15:14 PM


1.1 IRRF/CSL/PIS/COFINS tabela de retenções sobre serviços prestados por pessoas jurídicas

IMPOSTO DE RENDA RETIDO


CONTRIBUIÇÕES (*)
NA FONTE
SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOAS JURÍDICAS A OUTRAS PESSOAS JURÍDICAS
CÓDIGOS DE
CSLL PIS COFINS ALÍQUOTAS
DARF
Assessoria creditícia, mercadológica, gestão de crédito, seleção e riscos, administração de contas a pagar e a receber,
1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 5944
inclusive quando o serviço for prestado por empresas de factoring

Limpeza 1,0% 0,65% 3,0% 1,0% 1708

Conservação de bens imóveis, exceto reformas e obras assemelhadas (Instrução Normativa SRF 34/89) 1,0% 0,65% 3,0% 1,0% 1708

Manutenção (alcança todo e qualquer serviço de manutenção efetuado em bens móveis ou imóveis) 1,0% 0,65% 3,0% - 1708

Segurança 1,0% 0,65% 3,0% 1,0% 1708

Vigilância (inclusive escolta) 1,0% 0,65% 3,0% 1,0% 1708

Locação de mão-de-obra 1,0% 0,65% 3,0% 1,0% 1708

Transporte de valores (não compreende os serviços de transporte interestadual ou intermunicipal de cargas ou passageiros) 1,0% 0,65% 3,0% 1,0% 1708

Administração de bens ou negócios em geral (exceto consórcios ou fundos mútuos para aquisição de bens) 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Advocacia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Análise clínica laboratorial 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Análises técnicas 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Arquitetura 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Assessoria e consultoria técnica (exceto o serviço de assistência técnica prestado a terceiros e concernente a ramo de
1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708
indústria ou comércio explorado pelo prestador do serviço)

Assistência social 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Associações Profissionais 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 3280

Auditoria 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Avaliação e perícia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

8
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 8 11/7/08 4:15:14 PM


continuação 1.1 IRRF/CSL/PIS/COFINS

IMPOSTO DE RENDA RETIDO


CONTRIBUIÇÕES (*)
NA FONTE
SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOAS JURÍDICAS A OUTRAS PESSOAS JURÍDICAS
CÓDIGOS DE
CSLL PIS COFINS ALÍQUOTAS
DARF
Biologia e biomedicina 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Cálculo em geral 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Comissões e corretagens pela mediação de negócios - - - 1,5% 8045

Consultoria 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Contabilidade 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Cooperativas de trabalho (**) 0,65% 3,0% 1,5% 3280

Desenho técnico 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Economia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Elaboração de projetos 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Engenharia (exceto construção de estradas, pontes, prédios e obras assemelhadas) 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Ensino e treinamento 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Estatística 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Fisioterapia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Fonoaudiologia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Geologia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Leilão 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Medicina (exceto a prestada por ambulatório, banco de sangue, casa de saúde, casa de recuperação ou repouso sob
1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708
orientação médica, hospital e pronto-socorro)

Nutricionismo e dietética 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

9
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 9 11/7/08 4:15:15 PM


continuação 1.1 IRRF/CSL/PIS/COFINS

IMPOSTO DE RENDA RETIDO


CONTRIBUIÇÕES (*)
NA FONTE
SERVIÇOS PRESTADOS POR PESSOAS JURÍDICAS A OUTRAS PESSOAS JURÍDICAS
CÓDIGOS DE
CSLL PIS COFINS ALÍQUOTAS
DARF
Odontologia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Organização de feiras de amostras, congressos, seminários, simpósios e congêneres 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Pesquisa em geral 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Planejamento 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Programação 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Propaganda e publicidade - - - 1,5% 8045

Prótese 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Psicologia e psicanálise 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Química 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Radiologia e radioterapia 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Relações públicas 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Serviço de despachante 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Terapêutica ocupacional 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Tradução ou interpretação comercial 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Urbanismo 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

Veterinária 1,0% 0,65% 3,0% 1,5% 1708

(*) Na hipótese de pessoa jurídica contribuinte da CSLL/COFINS/PIS/PASEP, o recolhimento deve ser feito englobadamente mediante a utilização do código de receita 5952. No caso de
pessoa jurídica beneficiária de isenção de uma ou mais das contribuições, o recolhimento das contribuições deve ser feito separadamente mediante a utilização do código de receita 5987 para a
CSLL, 5960 para a COFINS e 5979 para a contribuição para PIS/PASEP.
(**) A partir de 1º de janeiro de 2005, a retenção da CSLL não é mais exigida nos pagamentos efetuados às cooperativas, em relação aos atos cooperativos.
10
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 10 11/7/08 4:15:15 PM


tabela de retenções sobre serviços prestados por pessoas jurídicas 1.2 INSS (IN MPAS/3/2005)
RETENÇÃO DE
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 11% PARA O
INSS
Administração, fiscalização, supervisão ou gerenciamento de obras NÃO

Assessoria e Consultoria em Informática NÃO

Construção civil, que envolvam a construção, a demolição, a reforma ou o acréscimo de edificações ou de qualquer benfeitoria agregada ao solo ou ao subsolo ou obras complementares
que se integrem a esse conjunto, tais como a reparação de jardins ou passeios, a colocação de grades ou de instrumentos de recreação, de urbanização ou de sinalização de rodovias ou SIM
de vias públicas

Contratação de entidade beneficente de assistência social isenta de contribuições sociais NÃO

Serviços de limpeza, conservação ou zeladoria, que se constituam em varrição, lavagem, enceramento ou em outros serviços destinados a manter a higiene, o asseio ou a conservação
SIM
de praias, jardins, rodovias, monumentos, edificações, instalações, dependências, logradouros, vias públicas, pátios ou de áreas de uso comum;

Contratação de serviços de transporte de cargas, a partir de 10 de junho de 2003 NÃO

Serviços de vigilância ou segurança, que tenham por finalidade a garantia da integridade física de pessoas ou a preservação de bens patrimoniais SIM

Serviços de natureza rural, que se constituam em desmatamento, lenhamento, aração ou gradeamento, capina, colocação ou reparação de cercas, irrigação, adubação, controle de
pragas ou de ervas daninhas, plantio, colheita, lavagem, limpeza, manejo de animais, tosquia, inseminação, castração, marcação, ordenhamento e embalagem ou extração de produtos SIM
de origem animal ou vegetal

Elaboração de projeto de construção civil vinculado a uma Anotação de Responsabilidade Técnica ( ART ) NÃO

Serviços de Digitação, que compreendam a inserção de dados em meio informatizado por operação de teclados ou de similares; SIM

Preparação de dados para processamento, executados com vistas a viabilizar ou a facilitar o processamento de informações, tais como o escaneamento manual ou a leitura ótica SIM

Acabamento, que envolvam a conclusão, o preparo final ou a incorporação das últimas partes ou dos componentes de produtos, para o fim de colocá-los em condição de uso SIM

Embalagem, relacionados com o preparo de produtos ou de mercadorias visando à preservação ou à conservação de suas características para transporte ou guarda SIM

Locação de Caçamba NÃO

Serviços de instalação de antenas, de aparelhos de ar condicionado, de ventilação, de calefação ou de exaustão NÃO

Acondicionamento, compreendendo os serviços envolvidos no processo de colocação ordenada dos produtos quando do seu armazenamento ou transporte, a exemplo de sua colocação
SIM
em palets, empilhamento, amarração, dentre outros

Cobrança, que objetivem o recebimento de quaisquer valores devidos à empresa contratante, ainda que executados periodicamente SIM

11
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 11 11/7/08 4:15:16 PM


continuação 1.2 INSS (IN MPAS / 3/2005)

RETENÇÃO DE
DESCRIÇÃO DO SERVIÇO 11% PARA O
INSS
Coleta ou reciclagem de lixo ou de resíduos, que envolvam a busca, o transporte, a separação, o tratamento ou a transformação de materiais inservíveis ou resultantes de processos
SIM
produtivos, exceto quando realizados com a utilização de equipamentos tipo containers ou caçambas estacionárias

Serviço de telefonia ou de telemarketing, que envolvam a operação de centrais ou de aparelhos telefônicos ou tele-atendimento SIM

Copa, que envolvam a preparação, o manuseio e a distribuição de todo ou de qualquer produto alimentício SIM

Serviços de contabilidade e Auditoria NÃO

Hotelaria, que concorram para o atendimento ao hóspede em hotel, pousada, paciente em hospital, clínica ou em outros estabelecimentos do gênero; SIM

Corte ou ligação de serviços públicos, que tenham como objetivo a interrupção ou a conexão do fornecimento de água, de esgoto, de energia elétrica, de gás ou de telecomunicações; SIM

Distribuição, que se constituam em entrega, em locais predeterminados, ainda que em via pública, de bebidas, de alimentos, de discos, de panfletos, de periódicos, de jornais, de
SIM
revistas ou de amostras, dentre outros produtos, mesmo que distribuídos no mesmo período a vários contratantes

Treinamento e ensino, assim considerados como o conjunto de serviços envolvidos na transmissão de conhecimentos para a instrução ou para a capacitação de pessoas; SIM

Entrega de contas e de documentos, que tenham como finalidade fazer chegar ao destinatário documentos diversos tais como, conta de água, conta de energia elétrica, conta de
SIM
telefone, boleto de cobrança, cartão de crédito, mala direta ou similares

Ligação de medidores, que tenham por objeto a instalação de equipamentos destinados a aferir o consumo ou a utilização de determinado produto ou serviço; SIM

Leitura de medidores, aqueles executados, periodicamente, para a coleta das informações aferidas por esses equipamentos, tais como a velocidade (radar), o consumo de água, de gás
SIM
ou de energia elétrica

Serviços de montagem, que envolvam a reunião sistemática, conforme disposição predeterminada em processo industrial ou artesanal, das peças de um dispositivo, de um mecanismo
SIM
ou de qualquer objeto, de modo que possa funcionar ou atingir o fim a que se destina;

Manutenção de instalações, de máquinas ou de equipamentos, quando indispensáveis ao seu funcionamento regular e permanente e desde que mantida equipe à disposição da
SIM
contratante;

Operação de máquinas, de equipamentos e de veículos relacionados com a sua movimentação ou funcionamento, envolvendo serviços do tipo manobra de veículo, operação de
SIM
guindaste, painel eletro-eletrônico, trator, colheitadeira, moenda, empilhadeira ou caminhão fora-de-estrada

Operação de pedágio ou de terminal de transporte, que envolvam a manutenção, a conservação, a limpeza ou o aparelhamento de terminal de passageiros terrestre, aéreo ou aquático,
SIM
de rodovia, de via pública, e que envolvam serviços prestados diretamente aos usuários

Operação de transporte de passageiros, inclusive nos casos de concessão ou de subconcessão, envolvendo o deslocamento de pessoas por meio terrestre, aquático ou aéreo; SIM

12
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 12 11/7/08 4:15:16 PM


tabela de retenções sobre serviços prestados por pessoas jurídicas 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

1 - SERVIÇOS DE INFORMÁTICA E CONGÊNERES.

1.01 - Análise e desenvolvimento de sistemas. NÃO

1.02 - Programação. NÃO

1.03 - Processamento de dados e congêneres. NÃO

1.04 - Elaboração de programas de computadores, inclusive de jogos eletrônicos. NÃO

1.05 - Licenciamento ou cessão de direito de uso de programas de computação. NÃO

1.06 - Assessoria e consultoria em informática. NÃO

1.07 - Suporte técnico em informática, inclusive instalação, configuração e manutenção de programas de computação e bancos de dados. NÃO

1.08 Planejamento, confecção, manutenção e atualização de páginas eletrônicas. NÃO

2 - SERVIÇOS DE PESQUISAS E DESENVOLVIMENTO DE QUALQUER NATUREZA.

2.01 - Serviços de pesquisas e desenvolvimento de qualquer natureza. NÃO

3 - SERVIÇOS PRESTADOS MEDIANTE LOCAÇÃO, CESSÃO DE DIREITO DE USO E CONGÊNERES.

3.01 - (VETADO) NÃO

3.02 Cessão de direito de uso de marcas e de sinais de propaganda. NÃO

3.03 - Exploração de salões de festas, centro de convenções, escritórios virtuais, stands , quadras esportivas, estádios, ginásios, auditórios, casas de espetáculos, parques de diversões,
NÃO
canchas e congêneres, para realização de eventos ou negócios de qualquer natureza.

3.04 - Locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não, de ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza. NÃO

3.05 - Cessão de andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas de uso temporário. SIM

4 - SERVIÇOS DE SAÚDE, ASSISTÊNCIA MÉDICA E CONGÊNERES.

4.01 - Medicina e biomedicina. NÃO

4.02 - Análises clínicas, patologia, eletricidade médica, radioterapia, quimioterapia, ultra-sonografia, ressonância magnética, radiologia, tomografia e congêneres. NÃO

13
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 13 11/7/08 4:15:17 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

4.03 Hospitais, clínicas, laboratórios, sanatórios, manicômios, casas de saúde, prontos-socorros, ambulatórios e congêneres. NÃO

4.04 - Instrumentação cirúrgica. NÃO

4.05 - Acupuntura. NÃO

4.06 - Enfermagem, inclusive serviços auxiliares. NÃO

4.07 - Serviços farmacêuticos. NÃO

4.08 - Terapia ocupacional, fisioterapia e fonoaudiologia. NÃO

4.09 - Terapias de qualquer espécie destinadas ao tratamento físico, orgânico e mental. NÃO

4.10 - Nutrição. NÃO

4.11 - Obstetrícia. NÃO

4.12 - Odontologia. NÃO

4.13 - Ortóptica. NÃO

4.14 - Próteses sob encomenda. NÃO

4.15 - Psicanálise. NÃO

4.16 - Psicologia. NÃO

4.17 - Casas de repouso e de recuperação, creches, asilos e congêneres. NÃO

4.18 - Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres. NÃO

4.19 - Bancos de sangue, leite, pele, olhos, óvulos, sêmen e congêneres. NÃO

4.20 - Coleta de sangue, leite, tecidos, sêmen, órgãos e materiais biológicos de qualquer espécie. NÃO

4.21 - Unidade de atendimento, assistência ou tratamento móvel e congêneres. NÃO

4.22 - Planos de medicina de grupo ou individual e convênios para prestação de assistência médica, hospitalar, odontológica e congêneres. NÃO

14
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 14 11/7/08 4:15:17 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

4.23 - Outros planos de saúde que se cumpram através de serviços de terceiros contratados, credenciados, cooperados ou apenas pagos pelo operador do plano mediante indicação do rio. NÃO

5 - SERVIÇOS DE MEDICINA E ASSISTÊNCIA VETERINÁRIA E CONGÊNERES.

5.01 - Medicina veterinária e zootecnia. NÃO

5.02 - Hospitais, clínicas, ambulatórios, prontos-socorros e congêneres, na área veterinária. NÃO

5.03 - Laboratórios de análise na área veterinária. NÃO

5.04 - Inseminação artificial, fertilização in vitro e congêneres. NÃO

5.05 - Bancos de sangue e de órgãos e congêneres. NÃO

5.06 - Coleta de sangue, leite, tecidos, sêmen, órgãos e materiais biológicos de qualquer espécie. NÃO

5.07 - Unidade de atendimento, assistência ou tratamento móvel e congêneres. NÃO

5.08 - Guarda, tratamento, amestramento, embelezamento, alojamento e congêneres. NÃO

5.09 - Planos de atendimento e assistência médico-veterinária. NÃO

6 - SERVIÇOS DE CUIDADOS PESSOAIS, ESTÉTICA, ATIVIDADES FÍSICAS E CONGÊNERES.

6.01 - Barbearia, cabeleireiros, manicuros, pedicuros e congêneres. NÃO

6.02 - Esteticistas, tratamento de pele, depilação e congêneres. NÃO

6.03 - Banhos, duchas, sauna, massagens e congêneres. NÃO

6.04 - Ginástica, dança, esportes, natação, artes marciais e demais atividades físicas. NÃO

6.05 - Centros de emagrecimento, spa e congêneres. NÃO

7 - SERVIÇOS RELATIVOS A ENGENHARIA, ARQUITETURA, GEOLOGIA, URBANISMO, CONSTRUÇÃO CIVIL, MANUTENÇÃO, LIMPEZA, MEIO AMBIENTE, SANEAMENTO E CONGÊNERES.

7.01 - Engenharia, agronomia, agrimensura, arquitetura, geologia, urbanismo, paisagismo e congêneres. NÃO

15
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 15 11/7/08 4:15:17 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

7.02 - Execução, por administração, empreitada ou subempreitada, de obras de construção civil, hidráulica ou elétrica e de outras obras semelhantes, inclusive sondagem, perfuração de
poços, escavação, drenagem e irrigação, terraplanagem, pavimentação, concretagem e a instalação e montagem de produtos, peças e equipamentos (exceto o fornecimento de mercadorias SIM
produzidas pelo prestador de serviços fora do local da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS).

7.03 - Elaboração de planos diretores, estudos de viabilidade, estudos organizacionais e outros, relacionados com obras e serviços de engenharia; elaboração de anteprojetos, projetos básicos
NÃO
e projetos executivos para trabalhos de engenharia.

7.04 - Demolição. SIM

7.05 - Reparação, conservação e reforma de edifícios, estradas, pontes, portos e congêneres (exceto o fornecimento de mercadorias produzidas pelo prestador dos serviços, fora do local
SIM
da prestação dos serviços, que fica sujeito ao ICMS).

7.06 - Colocação e instalação de tapetes, carpetes, assoalhos, cortinas, revestimentos de parede, vidros, divisórias, placas de gesso e congêneres, com material fornecido pelo tomador do serviço. NÃO

7.07 - Recuperação, raspagem, polimento e lustração de pisos e congêneres. NÃO

7.08 - Calafetação. NÃO

7.09 - Varrição, coleta, remoção, incineração, tratamento, reciclagem, separação e destinação final de lixo, rejeitos e outros resíduos quaisquer. SIM

7.10 - Limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, piscinas, parques, jardins e congêneres. SIM

7.11 Decoração e jardinagem, inclusive corte e poda de árvores. NÃO

7.12 - Controle e tratamento de efluentes de qualquer natureza e de agentes físicos, químicos e biológicos. SIM

7.13 - Dedetização, desinfecção, desinsetização, imunização, higienização, desratização, pulverização e congêneres. NÃO

7.14 - (VETADO)

7.15 - (VETADO)

7.16 - Florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação e congêneres. SIM

7.17 - Escoramento, contenção de encostas e serviços congêneres. SIM

7.18 - Limpeza e dragagem de rios, portos, canais, baías, lagos, lagoas, represas, açudes e congêneres. NÃO

7.19 - Acompanhamento e fiscalização da execução de obras de engenharia, arquitetura e urbanismo. SIM

16
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 16 11/7/08 4:15:18 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

7.20 - Aerofotogrametria (inclusive interpretação), cartografia, mapeamento, levantamentos topográficos, batimétricos, geográficos, geodésicos, geológicos, geofísicos e congêneres. NÃO

7.21 Pesquisa, perfuração, cimentação, mergulho, perfilagem, concretação, testemunhagem, pescaria, estimulação e outros serviços relacionados com a exploração e explotação de petróleo,
NÃO
gás natural e de outros recursos minerais.

7.22 - Nucleação e bombardeamento de nuvens e congêneres. NÃO

8 - SERVIÇOS DE EDUCAÇÃO, ENSINO, ORIENTAÇÃO PEDAGÓGICA E EDUCACIONAL, INSTRUÇÃO, TREINAMENTO E AVALIAÇÃO PESSOAL DE QUALQUER GRAU OU NATUREZA.

8.01 - Ensino regular pré-escolar, fundamental, médio e superior. NÃO

8.02 - Instrução, treinamento, orientação pedagógica e educacional, avaliação de conhecimentos de qualquer natureza. NÃO

9 - SERVIÇOS RELATIVOS A HOSPEDAGEM, TURISMO, VIAGENS E CONGÊNERES.

9.01 - Hospedagem de qualquer natureza em hotéis, apart-service condominiais, flat , apart-hotéis, hotéis residência, residence-service , suite service , hotelaria marítima, motéis, pensões e
NÃO
congêneres; ocupação por temporada com fornecimento de serviço (o valor da alimentação e gorjeta, quando incluído no preço da diária, fica sujeito ao Imposto Sobre Serviços).

9.02 - Agenciamento, organização, promoção, intermediação e execução de programas de turismo, passeios, viagens, excursões, hospedagens e congêneres. NÃO

9.03 - Guias de turismo. NÃO

10 - SERVIÇOS DE INTERMEDIAÇÃO E CONGÊNERES.

10.01 - Agenciamento, corretagem ou intermediação de câmbio, de seguros, de cartões de crédito, de planos de saúde e de planos de previdência privada. NÃO

10.02 - Agenciamento, corretagem ou intermediação de títulos em geral, valores mobiliários e contratos quaisquer. NÃO

10.03 - Agenciamento, corretagem ou intermediação de direitos de propriedade industrial, artística ou literária. NÃO

10.04 - Agenciamento, corretagem ou intermediação de contratos de arrendamento mercantil ( leasing ), de franquia ( franchising ) e de faturização ( factoring ). NÃO

10.05 - Agenciamento, corretagem ou intermediação de bens móveis ou imóveis, não abrangidos em outros itens ou subitens, inclusive aqueles realizados no âmbito de Bolsas de
NÃO
Mercadorias e Futuros, por quaisquer meios.

10.06 - Agenciamento marítimo. NÃO

10.07 - Agenciamento de notícias. NÃO

10.08 - Agenciamento de publicidade e propaganda, inclusive o agenciamento de veiculação por quaisquer meios. NÃO

17
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 17 11/7/08 4:15:18 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

10.09 - Representação de qualquer natureza, inclusive comercial. NÃO

10.10 - Distribuição de bens de terceiros. NÃO

11 - SERVIÇOS DE GUARDA, ESTACIONAMENTO, ARMAZENAMENTO, VIGILÂNCIA E CONGÊNERES.

11.01 - Guarda e estacionamento de veículos terrestres automotores, de aeronaves e de embarcações. NÃO

11.02 - Vigilância, segurança ou monitoramento de bens e pessoas. SIM

11.03 - Escolta, inclusive de veículos e cargas. NÃO

11.04 - Armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda de bens de qualquer espécie. NÃO

12 - SERVIÇOS DE DIVERSÕES, LAZER, ENTRETENIMENTO E CONGÊNERES.

12.01 - Espetáculos teatrais. NÃO

12.02 - Exibições cinematográficas. NÃO

12.03 - Espetáculos circenses. NÃO

12.04 - Programas de auditório. NÃO

12.05 - Parques de diversões, centros de lazer e congêneres. NÃO

12.06 - Boates, taxi-dancing e congêneres. NÃO

12.07 -Shows , ballet , danças, desfiles, bailes, óperas, concertos, recitais, festivais e congêneres. NÃO

12.08 - Feiras, exposições, congressos e congêneres. NÃO

12.09 - Bilhares, boliches e diversões eletrônicas ou não. NÃO

12.10 - Corridas e competições de animais. NÃO

12.11 Competições esportivas ou de destreza física ou intelectual, com ou sem a participação do espectador. NÃO

12.12 - Execução de música. NÃO

18
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 18 11/7/08 4:15:18 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

12.13 - Produção, mediante ou sem encomenda prévia, de eventos, espetáculos, entrevistas, shows , ballet , danças, desfiles, bailes, teatros, óperas, concertos, recitais, festivais e congêneres. NÃO

12.14 - Fornecimento de música para ambientes fechados ou não, mediante transmissão por qualquer processo. NÃO

12.15 - Desfiles de blocos carnavalescos ou folclóricos, trios elétricos e congêneres. NÃO

12.16 - Exibição de filmes, entrevistas, musicais, espetáculos, shows , concertos, desfiles, óperas, competições esportivas, de destreza intelectual ou congêneres. NÃO

12.17 Recreação e animação, inclusive em festas e eventos de qualquer natureza. NÃO

13 - SERVIÇOS RELATIVOS A FONOGRAFIA, FOTOGRAFIA, CINEMATOGRAFIA E REPROGRAFIA.

13.01 - (VETADO)

13.02 - Fonografia ou gravação de sons, inclusive trucagem, dublagem, mixagem e congêneres. NÃO

13.03 - Fotografia e cinematografia, inclusive revelação, ampliação, cópia, reprodução, trucagem e congêneres. NÃO

13.04 - Reprografia, microfilmagem e digitalização. NÃO

13.05 - Composição gráfica, fotocomposição, clicheria, zincografia, litografia, fotolitografia. NÃO

14 - SERVIÇOS RELATIVOS A BENS DE TERCEIROS.

14.01 - Lubrificação, limpeza, lustração, revisão, carga e recarga, conserto, restauração, blindagem, manutenção e conservação de máquinas, veículos, aparelhos, equipamentos, motores,
NÃO
elevadores ou de qualquer objeto (exceto peças e partes empregadas, que ficam sujeitas ao ICMS).

14.02 - Assistência técnica. NÃO

14.03 - Recondicionamento de motores (exceto peças e partes empregadas, que ficam sujeitas ao ICMS). NÃO

14.04 - Recauchutagem ou regeneração de pneus. NÃO

14.05 - Restauração, recondicionamento, acondicionamento, pintura, beneficiamento, lavagem, secagem, tingimento, galvanoplastia, anodização, corte, recorte, polimento, plastificação e
NÃO
congêneres, de objetos quaisquer.

14.06 Instalação e montagem de aparelhos, máquinas e equipamentos, inclusive montagem industrial, prestados ao usuário final, exclusivamente com material por ele fornecido. NÃO

14.07 - Colocação de molduras e congêneres. NÃO

19
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 19 11/7/08 4:15:19 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

14.08 - Encadernação, gravação e douração de livros, revistas e congêneres. NÃO

14.09 - Alfaiataria e costura, quando o material for fornecido pelo usuário final, exceto aviamento. NÃO

14.10 - Tinturaria e lavanderia. NÃO

14.11 - Tapeçaria e reforma de estofamentos em geral. NÃO

14.12 - Funilaria e lanternagem. NÃO

14.13 - Carpintaria e serralheria. NÃO

15 - SERVIÇOS RELACIONADOS AO SETOR BANCÁRIO OU FINANCEIRO, INCLUSIVE AQUELES PRESTADOS POR INSTITUIÇÕES FINANCEIRAS AUTORIZADAS A FUNCIONAR PELA UNIÃO OU
POR QUEM DE DIREITO.

15.01 - Administração de fundos quaisquer, de consórcio, de cartão de crédito ou débito e congêneres, de carteira de clientes, de cheques pré-datados e congêneres. NÃO

15.02 - Abertura de contas em geral, inclusive conta-corrente, conta de investimentos e aplicação e caderneta de poupança, no País e no exterior, bem como a manutenção das referidas
NÃO
contas ativas e inativas.

15.03 - Locação e manutenção de cofres particulares, de terminais eletrônicos, de terminais de atendimento e de bens e equipamentos em geral. NÃO

15.04 - Fornecimento ou emissão de atestados em geral, inclusive atestado de idoneidade, atestado de capacidade financeira e congêneres. NÃO

15.05 - Cadastro, elaboração de ficha cadastral, renovação cadastral e congêneres, inclusão ou exclusão no Cadastro de Emitentes de Cheques sem Fundos CCF ou em quaisquer outros
NÃO
bancos cadastrais.

15.06 - Emissão, reemissão e fornecimento de avisos, comprovantes e documentos em geral; abono de firmas; coleta e entrega de documentos, bens e valores; comunicação com outra
NÃO
agência ou com a administração central; licenciamento eletrônico de veículos; transferência de veículos; agenciamento fiduciário ou depositário; devolução de bens em custódia.

15.07 - Acesso, movimentação, atendimento e consulta a contas em geral, por qualquer meio ou processo, inclusive por telefone, facsímile, internet e telex, acesso a terminais de
atendimento, inclusive vinte e quatro horas; acesso a outro banco e a rede compartilhada; fornecimento de saldo, extrato e demais informações relativas a contas em geral, por qualquer NÃO
meio ou processo.

15.08 Emissão, reemissão, alteração, cessão, substituição, cancelamento e registro de contrato de crédito; estudo, análise e avaliação de operações de crédito; emissão, concessão, alteração
NÃO
ou contratação de aval, fiança, anuência e congêneres; serviços relativos a abertura de crédito, para quaisquer fins.

15.09 - Arrendamento mercantil ( leasing ) de quaisquer bens, inclusive cessão de direitos e obrigações, substituição de garantia, alteração, cancelamento e registro de contrato, e demais
NÃO
serviços relacionados ao arrendamento mercantil ( leasing ).

20
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 20 11/7/08 4:15:19 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

15.10 - Serviços relacionados a cobranças, recebimentos ou pagamentos em geral, de títulos quaisquer, de contas ou carnês, de câmbio, de tributos e por conta de terceiros, inclusive os
efetuados por meio eletrônico, automático ou por máquinas de atendimento; fornecimento de posição de cobrança, recebimento ou pagamento; emissão de carnês, fichas de compensação, NÃO
impressos e documentos em geral.

15.11 - Devolução de títulos, protesto de títulos, sustação de protesto, manutenção de títulos, reapresentação de títulos, e demais serviços a eles relacionados. NÃO

15.12 - Custódia em geral, inclusive de títulos e valores mobiliários. NÃO

15.13 - Serviços relacionados a operações de câmbio em geral, edição, alteração, prorrogação, cancelamento e baixa de contrato de câmbio; emissão de registro de exportação ou de crédito;
cobrança ou depósito no exterior; emissão, fornecimento e cancelamento de cheques de viagem; fornecimento, transferência, cancelamento e demais serviços relativos a carta de crédito de NÃO
importação, exportação e garantias recebidas; envio e recebimento de mensagens em geral relacionadas a operações de câmbio.

15.14 - Fornecimento, emissão, reemissão, renovação e manutenção de cartão magnético, cartão de crédito, cartão de débito, cartão salário e congêneres. NÃO

15.15 - Compensação de cheques e títulos quaisquer; serviços relacionados a depósito, inclusive depósito identificado, a saque de contas quaisquer, por qualquer meio ou processo, inclusive
NÃO
em terminais eletrônicos e de atendimento.

15.16 - Emissão, reemissão, liquidação, alteração, cancelamento e baixa de ordens de pagamento, ordens de crédito e similares, por qualquer meio ou processo; serviços relacionados à
NÃO
transferência de valores, dados, fundos, pagamentos e similares, inclusive entre contas em geral.

15.17 - Emissão, fornecimento, devolução, sustação, cancelamento e oposição de cheques quaisquer, avulso ou por talão. NÃO

15.18 - Serviços relacionados a crédito imobiliário, avaliação e vistoria de imóvel ou obra, análise técnica e jurídica, emissão, reemissão, alteração, transferência e renegociação de contrato,
NÃO
emissão e reemissão do termo de quitação e demais serviços relacionados a crédito imobiliário.

16 - SERVIÇOS DE TRANSPORTE DE NATUREZA MUNICIPAL.

16.01 - Serviços de transporte de natureza municipal. NÃO

17 - SERVIÇOS DE APOIO TÉCNICO, ADMINISTRATIVO, JURÍDICO, CONTÁBIL, COMERCIAL E CONGÊNERES.

17.01 - Assessoria ou consultoria de qualquer natureza, não contida em outros itens desta lista; análise, exame, pesquisa, coleta, compilação e fornecimento de dados e informações de
NÃO
qualquer natureza, inclusive cadastro e similares.

17.02 - Datilografia, digitação, estenografia, expediente, secretaria em geral, resposta audível, redação, edição, interpretação, revisão, tradução, apoio e infra-estrutura administrativa e
NÃO
congêneres.

17.03 - Planejamento, coordenação, programação ou organização técnica, financeira ou administrativa. NÃO

21
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 21 11/7/08 4:15:19 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

17.04 - Recrutamento, agenciamento, seleção e colocação de mão-de-obra. NÃO

17.05 - Fornecimento de mão-de-obra, mesmo em caráter temporário, inclusive de empregados ou trabalhadores, avulsos ou temporários, contratados pelo prestador de serviço. SIM

17.06 - Propaganda e publicidade, inclusive promoção de vendas, planejamento de campanhas ou sistemas de publicidade, elaboração de desenhos, textos e demais materiais publicitários. NÃO

17.07 - (VETADO)

17.08 - Franquia ( franchising ). NÃO

17.09 - Perícias, laudos, exames técnicos e análises técnicas. NÃO

17.10 - Planejamento, organização e administração de feiras, exposições, congressos e congêneres. SIM

17.11 - Organização de festas e recepções; bufê (exceto o fornecimento de alimentação e bebidas, que fica sujeito ao ICMS). NÃO

17.12 - Administração em geral, inclusive de bens e negócios de terceiros. NÃO

17.13 - Leilão e congêneres. NÃO

17.14 - Advocacia. NÃO

17.15 - Arbitragem de qualquer espécie, inclusive jurídica. NÃO

17.16 - Auditoria. NÃO

17.17 - Análise de Organização e Métodos. NÃO

17.18 - Atuária e cálculos técnicos de qualquer natureza. NÃO

17.19 - Contabilidade, inclusive serviços técnicos e auxiliares. NÃO

17.20 - Consultoria e assessoria econômica ou financeira. NÃO

17.21 - Estatística. NÃO

17.22 - Cobrança em geral. NÃO

17.23 - Assessoria, análise, avaliação, atendimento, consulta, cadastro, seleção, gerenciamento de informações, administração de contas a receber ou a pagar e em geral, relacionados a
NÃO
operações de faturização ( factoring ).

22
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 22 11/7/08 4:15:20 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

17.24 Apresentação de palestras, conferências, seminários e congêneres. NÃO

18 - SERVIÇOS DE REGULAÇÃO DE SINISTROS VINCULADOS A CONTRATOS DE SEGUROS; INSPEÇÃO E AVALIAÇÃO DE RISCOS PARA COBERTURA DE CONTRATOS DE SEGUROS; PREVENÇÃO
E GERÊNCIA DE RISCOS SEGURÁVEIS E CONGÊNERES.

18.01 - Serviços de regulação de sinistros vinculados a contratos de seguros; inspeção e avaliação de riscos para cobertura de contratos de seguros; prevenção e gerência de riscos seguráveis
NÃO
e congêneres.

19 - SERVIÇOS DE DISTRIBUIÇÃO E VENDA DE BILHETES E DEMAIS PRODUTOS DE LOTERIA, BINGOS, CARTÕES, PULES OU CUPONS DE APOSTAS, SORTEIOS, PRÊMIOS, INCLUSIVE OS
DECORRENTES DE TÍTULOS DE CAPITALIZAÇÃO E CONGÊNERES.

19.01 - Serviços de distribuição e venda de bilhetes e demais produtos de loteria, bingos, cartões, pules ou cupons de apostas, sorteios, prêmios, inclusive os decorrentes de títulos de
NÃO
capitalização e congêneres.

20 - SERVIÇOS PORTUÁRIOS, AEROPORTUÁRIOS, FERROPORTUÁRIOS, DE TERMINAIS RODOVIÁRIOS, FERROVIÁRIOS E METROVIÁRIOS.

20.01 - Serviços portuários, ferroportuários, utilização de porto, movimentação de passageiros, reboque de embarcações, rebocador escoteiro, atracação, desatracação, serviços de
praticagem, capatazia, armazenagem de qualquer natureza, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, serviços de apoio marítimo, de movimentação ao largo, serviços de NÃO
armadores, estiva, conferência, logística e congêneres.

20.02 - Serviços aeroportuários, utilização de aeroporto, movimentação de passageiros, armazenagem de qualquer natureza, capatazia, movimentação de aeronaves, serviços de apoio
NÃO
aeroportuários, serviços acessórios, movimentação de mercadorias, logística e congêneres.

20.03 - Serviços de terminais rodoviários, ferroviários, metroviários, movimentação de passageiros, mercadorias, inclusive suas operações, logística e congêneres. NÃO

21 - SERVIÇOS DE REGISTROS PÚBLICOS, CARTORÁRIOS E NOTARIAIS.

21.01 - Serviços de registros públicos, cartorários e notariais. NÃO

22 - SERVIÇOS DE EXPLORAÇÃO DE RODOVIA.

22.01 - Serviços de exploração de rodovia mediante cobrança de preço ou pedágio dos usuários, envolvendo execução de serviços de conservação, manutenção, melhoramentos para
adequação de capacidade e segurança de trânsito, operação, monitoração, assistência aos usuários e outros serviços definidos em contratos, atos de concessão ou de permissão ou em NÃO
normas oficiais.

23 - SERVIÇOS DE PROGRAMAÇÃO E COMUNICAÇÃO VISUAL, DESENHO INDUSTRIAL E CONGÊNERES.

23.01 - Serviços de programação e comunicação visual, desenho industrial e congêneres. NÃO

23
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 23 11/7/08 4:15:20 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

24 - SERVIÇOS DE CHAVEIROS, CONFECÇÃO DE CARIMBOS, PLACAS, SINALIZAÇÃO VISUAL, BANNERS , ADESIVOS E CONGÊNERES.

24.01 - Serviços de chaveiros, confecção de carimbos, placas, sinalização visual, banners , adesivos e congêneres. NÃO

25 - SERVIÇOS FUNERÁRIOS.

25.01 Funerais, inclusive fornecimento de caixão, urna ou esquifes; aluguel de capela; transporte do corpo cadavérico; fornecimento de flores, coroas e outros paramentos; desembaraço de
NÃO
certidão de óbito; fornecimento de véu, essa e outros adornos; embalsamento, embelezamento, conservação ou restauração de cadáveres.

25.02 - Cremação de corpos e partes de corpos cadavéricos. NÃO

25.03 - Planos ou convênio funerários. NÃO

25.04 - Manutenção e conservação de jazigos e cemitérios. NÃO

26 - SERVIÇOS DE COLETA, REMESSA OU ENTREGA DE CORRESPONDÊNCIAS, DOCUMENTOS, OBJETOS, BENS OU VALORES, INCLUSIVE PELOS CORREIOS E SUAS AGÊNCIAS
FRANQUEADAS; COURRIER E CONGÊNERES.

26.01 - Serviços de coleta, remessa ou entrega de correspondências, documentos, objetos, bens ou valores, inclusive pelos correios e suas agências franqueadas; courrier e congêneres. NÃO

27 - SERVIÇOS DE ASSISTÊNCIA SOCIAL.

27.01 - Serviços de assistência social. NÃO

28 - SERVIÇOS DE AVALIAÇÃO DE BENS E SERVIÇOS DE QUALQUER NATUREZA.

28.01 - Serviços de avaliação de bens e serviços de qualquer natureza. NÃO

29 - SERVIÇOS DE BIBLIOTECONOMIA.

29.01 - Serviços de biblioteconomia. NÃO

30 - SERVIÇOS DE BIOLOGIA, BIOTECNOLOGIA E QUÍMICA.

30.01 - Serviços de biologia, biotecnologia e química. NÃO

31 - SERVIÇOS TÉCNICOS EM EDIFICAÇÕES, ELETRÔNICA, ELETROTÉCNICA, MECÂNICA, TELECOMUNICAÇÕES E CONGÊNERES.

31.01 - Serviços técnicos em edificações, eletrônica, eletrotécnica, mecânica, telecomunicações e congêneres. NÃO

24
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 24 11/7/08 4:15:20 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

RETENÇÃO NA
LISTA DE SERVIÇOS EXTRAÍDA DA LC 116/2003
FONTE (*)

32 - SERVIÇOS DE DESENHOS TÉCNICOS.

32.01 - Serviços de desenhos técnicos. NÃO

33 - SERVIÇOS DE DESEMBARAÇO ADUANEIRO, COMISSÁRIOS, DESPACHANTES E CONGÊNERES.

33.01 Serviços de desembaraço aduaneiro, comissários, despachantes e congêneres. NÃO

34 - SERVIÇOS DE INVESTIGAÇÕES PARTICULARES, DETETIVES E CONGÊNERES.

34.01 - Serviços de investigações particulares, detetives e congêneres. NÃO

35 - SERVIÇOS DE REPORTAGEM, ASSESSORIA DE IMPRENSA, JORNALISMO E RELAÇÕES PÚBLICAS.

35.01 - Serviços de reportagem, assessoria de imprensa, jornalismo e relações públicas. NÃO

36 - SERVIÇOS DE METEOROLOGIA.

36.01 - Serviços de meteorologia. NÃO

37 - SERVIÇOS DE ARTISTAS, ATLETAS, MODELOS E MANEQUINS.

37.01 - Serviços de artistas, atletas, modelos e manequins. NÃO

38 - SERVIÇOS DE MUSEOLOGIA.

38.01 - Serviços de museologia. NÃO

39 - SERVIÇOS DE OURIVESARIA E LAPIDAÇÃO.

39.01 - Serviços de ourivesaria e lapidação (quando o material for fornecido pelo tomador do serviço). NÃO

40 - SERVIÇOS RELATIVOS A OBRAS DE ARTE SOB ENCOMENDA.

40.01 - Obras de arte sob encomenda. NÃO

(*) Trata-se de tabela exemplificativa, com base legal no artigo 6º da LC 116/2003:


“Art. 6º Os Municípios e o Distrito Federal, mediante lei, poderão atribuir de modo expresso a responsabilidade pelo crédito tributário a terceira pessoa, vinculada ao fato gerador da respectiva obrigação,
excluindo a responsabilidade do contribuinte ou atribuindo-a a este em caráter supletivo do cumprimento total ou parcial da referida obrigação, inclusive no que se refere à multa e aos acréscimos legais.
25
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 25 11/7/08 4:15:21 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

§ 1º. Os responsáveis a que se refere este artigo estão obrigados ao recolhimento integral do imposto devido, multa e acréscimos legais, independentemente de ter sido efetuada sua
retenção na fonte.
§ 2º. Sem prejuízo do disposto no caput e no § 1º deste artigo, são responsáveis:
I - o tomador ou intermediário de serviço proveniente do exterior do País ou cuja prestação se tenha iniciado no exterior do País;
II - a pessoa jurídica, ainda que imune ou isenta, tomadora ou intermediária dos serviços descritos nos subitens 3.05, 7.02, 7.04, 7.05, 7.09, 7.10, 7.12, 7.14, 7.15, 7.16, 7.17,
7.19, 11.02, 17.05 e 17.10 da lista anexa.”

(*) Entretanto, para fins de retenção na fonte é necessário a consulta a Lei Municipal de cada município.

Ademais, deve ser observado o seguinte:


• A retenção do ISS será realizada nos serviços prestados em que o imposto seja devido no local de prestação do serviço, em conformidade com incisos de I ao XXII, artigo 3º LC 116/03
(relação específica), nos casos em que os serviços são prestados em local diferente (outro município) do estabelecimento prestador (sede, filial, escritório).

“Art. 3º O serviço considera-se prestado e o imposto devido no local do estabelecimento prestador ou, na falta do estabelecimento, no local do domicílio do prestador, exceto nas
hipóteses previstas nos incisos I a XXII, quando o imposto será devido no local:
I - do estabelecimento do tomador ou intermediário do serviço ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado, na hipótese do § 1º do art. 1º desta Lei Complementar;
II - da instalação dos andaimes, palcos, coberturas e outras estruturas, no caso dos serviços descritos no subitem 3.05 da lista anexa;
III - da execução da obra, no caso dos serviços descritos no subitem 7.02 e 7.19 da lista anexa;
IV - da demolição, no caso dos serviços descritos no subitem 7.04 da lista anexa;
V - das edificações em geral, estradas, pontes, portos e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.05 da lista anexa;
VI - da execução da varrição, coleta, remoção, incineração, tratamento, reciclagem, separação e destinação final de lixo, rejeitos e outros resíduos quaisquer, no caso dos serviços
descritos no subitem 7.09 da lista anexa;
VII - da execução da limpeza, manutenção e conservação de vias e logradouros públicos, imóveis, chaminés, piscinas, parques, jardins e congêneres, no caso dos serviços descritos no
subitem 7.10 da lista anexa;
VIII - da execução da decoração e jardinagem, do corte e poda de árvores, no caso dos serviços descritos no subitem 7.11 da lista anexa;
IX - do controle e tratamento do efluente de qualquer natureza e de agentes físicos, químicos e biológicos, no caso dos serviços descritos no subitem 7.12 da lista anexa;
X - (VETADO)
XI - (VETADO)
XII - do florestamento, reflorestamento, semeadura, adubação e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.16 da lista anexa;
XIII - da execução dos serviços de escoramento, contenção de encostas e congêneres, no caso dos serviços descritos no subitem 7.17 da lista anexa;
XIV - da limpeza e dragagem, no caso dos serviços descritos no subitem 7.18 da lista anexa;
XV - onde o bem estiver guardado ou estacionado, no caso dos serviços descritos no subitem 11.01 da lista anexa;
XVI - dos bens ou do domicílio das pessoas vigiados, segurados ou monitorados, no caso dos serviços descritos no subitem 11.02 da lista anexa;
XVII - do armazenamento, depósito, carga, descarga, arrumação e guarda do bem, no caso dos serviços descritos no subitem 11.04 da lista anexa;
XVIII - da execução dos serviços de diversão, lazer, entretenimento e congêneres, no caso dos serviços descritos nos subitens do item 12, exceto o 12.13, da lista anexa;
XIX - do Município onde está sendo executado o transporte, no caso dos serviços descritos pelo subitem 16.01 da lista anexa;

26
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 26 11/7/08 4:15:21 PM


continuação 1.3 ISS DE ACORDO COM A LC 116/2003

XX - do estabelecimento do tomador da mão-de-obra ou, na falta de estabelecimento, onde ele estiver domiciliado, no caso dos serviços descritos pelo subitem 17.05 da lista anexa;
XXI - da feira, exposição, congresso ou congênere a que se referir o planejamento, organização e administração, no caso dos serviços descritos pelo subitem 17.10 da lista anexa;
XXII - do porto, aeroporto, ferroporto, terminal rodoviário, ferroviário ou metroviário, no caso dos serviços descritos pelo item 20 da lista anexa.
§ 1º. No caso dos serviços a que se refere o subitem 3.04 da lista anexa, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o imposto em cada Município em cujo território haja extensão de
ferrovia, rodovia, postes, cabos, dutos e condutos de qualquer natureza, objetos de locação, sublocação, arrendamento, direito de passagem ou permissão de uso, compartilhado ou não.
§ 2º. No caso dos serviços a que se refere o subitem 22.01 da lista anexa, considera-se ocorrido o fato gerador e devido o imposto em cada Município em cujo território haja
extensão de rodovia explorada.
§ 3º. Considera-se ocorrido o fato gerador do imposto no local do estabelecimento prestador nos serviços executados em águas marítimas, excetuados os serviços descritos no subitem
20.01.”

• Deve haver previsão legal de retenção do ISS na Lei do Município em que foi prestado o serviço - caso não haja previsão não é devida a retenção.

Diante do exposto, o prestador de serviço deve conhecer a legislação específica de cada município para a emissão da Nota Fiscal com retenção ou não. Na prática, deve observar, também, se a
retenção exigida pelo município está relacionada com os serviços constantes os incisos I ao XXII, art.3º, LC 116/03, pois poderá pagar indevidamente o ISS na sede e o imposto ser devido no
local de execução do serviço.

A contratante do serviço também deve ficar atenta aos casos em que é obrigatória a retenção do ISS, bem como, conhecer a Lei Municipal em que está estabelecida, a fim de acompanhar a
legislação de seu município, pois mesmo que não faça a retenção é obrigada a efetuar o recolhimento do imposto com juros e multas.

(*)Conforme dispõe o parágrafo 6º do artigo 18 da Lei Complementar nº 123/2006, as empresas optantes pelo Simples Nacional estão enquadradas em uma nova modalidade de retenção do ISS.

O ISS devido pelas ME e EPP, optantes pelo Simples Nacional deve ser recolhido juntamente com os demais impostos, mediante documento único de arrecadação (DAS), que é obtido após
aplicação das alíquotas e normas previstas na Lei Complementar 123, de 14 de dezembro de 2006.

É importante salientar que no caso dos serviços prestados pelas ME e EPP, o tomador do serviço deverá reter o valor do ISS de acordo com a legislação do município onde estiver localizado,
sendo este valor devidamente deduzido do montante a ser recolhido na parcela do Simples Nacional correspondente.

27
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 27 11/7/08 4:15:21 PM


TABELA DE RETENÇÃO SOBRE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS
A ÓRGÃOS PÚBLICOS FEDERAIS, EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES
DE ECONOMIA MISTA (IN SRF 539/2005)

28
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 28 11/7/08 4:15:21 PM


TABELA DE RETENÇÃO SOBRE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS A ÓRGÃOS PÚBLICOS FEDERAIS,
EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA (IN SRF 539/2005)

ALÍQUOTAS PERCENTUAL A SER CÓDIGO DA


NATUREZA DO BEM FORNECIDO OU DO SERVIÇO PRESTADO
APLICADO RECEITA
(01) IR CSLL COFINS PIS/PASEP
(06) (07)
(02) (03) (04) (05)

• Alimentação;
• Energia elétrica;
• Serviços prestados com emprego de materiais;
• Construção Civil por empreitada com emprego de materiais; 1,2 1,0 3,0 0,65 5,85 6147
• Serviços hospitalares;
• Transporte de cargas, exceto os relacionados no código 8767;
• Mercadorias e bens em geral.

• Gasolina, óleo diesel, gás liquefeito de petróleo (GLP) e querosene de


aviação (QAV) adquiridos de produtor ou importador;
• Demais combustíveis derivados de petróleo e gás natural, e dos demais
produtos derivados de petróleo, adquiridos de produtor, importador, distribuidor 0,24 1,0 3,0 0,65 4,89 9060
ou varejista;
• Álcool etílico hidratado para fins carburantes, adquirido diretamente do
distribuidor.

• Gasolina, exceto gasolina de aviação, óleo diesel e gás liquefeito de petróleo


(GLP) e querosene de aviação adquiridos de distribuidores e comerciantes
0,24 1,0 0,0 0,0 1,24 8739
varejistas, e álcool para fins carburantes quando adquirido, exclusivamente, de
comerciante varejista.

29
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 29 11/7/08 4:15:22 PM


TABELA DE RETENÇÃO SOBRE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS A ÓRGÃOS PÚBLICOS FEDERAIS,
continuação EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA (IN SRF 539/2005)

ALÍQUOTAS PERCENTUAL A SER CÓDIGO DA


NATUREZA DO BEM FORNECIDO OU DO SERVIÇO PRESTADO
APLICADO RECEITA
(01) IR CSLL COFINS PIS/PASEP
(06) (07)
(02) (03) (04) (05)

• Transporte internacional de cargas efetuado por empresas nacionais;


• Estaleiros navais brasileiros nas atividades de Construção, conservação,
modernização, conversão e reparo de embarcações pré-registradas ou registradas
no REB, instituído pela Lei nº 9.432, de 08 de janeiro de 1997;
• Aquisição de livros no mercado interno;
• Medicamentos, produtos de perfumaria, de toucador e de higiene pessoal a
que se refere o art. 1º da Lei nº 10.147, de 2000, com a redação dada pela Lei
nº 10.548, de 2002, adquiridos de atacadistas ou varejistas;
• Pneus novos de borracha e Câmaras-de-ar de borracha, classificados nas 1,2 1,0 0,0 0,0 2,2 8767
posições 40.11 e 40.13 da TIPI, adquiridos de atacadistas e varejistas;
• Máquinas, veículos e tratores de que trata o caput do art 20 desta IN e
autopeças constantes do Anexo I e II, da Lei nº 10.485, de 3 de julho de
2002, adquiridos de atacadistas e varejistas;
• Água, refrigerante e cerveja sem álcool, classificados nos códigos 22.01 e
22.02 da TIPI, adquiridos de atacadistas e varejistas.
• Outros produtos ou serviços beneficiados com isenção, não incidência ou
alíquotas zero da Cofins e da Contribuição para o PIS/Pasep.

• Passagens aéreas, rodoviárias e demais serviços de transporte de


2,40 1,0 3,0 0,65 7,05 6175
passageiros, exceto as relacionadas no código 8850.

• Transporte internacional de passageiros efetuado por empresas nacionais. 2,40 1,0 0,0 0,0 3,40 8850

• Serviços prestados por associações profissionais ou assemelhadas. 0,0 1,0 3,0 0,65 4,65 8863

• Serviços prestados por bancos comerciais, bancos de investimento, bancos


de desenvolvimento, caixas econômicas, sociedades de crédito, financiamento
e investimento, sociedades de crédito imobiliário, e câmbio, distribuidoras de
2,40 1,0 3,0 0,65 7,05 6188
títulos e valores mobiliários, empresas de arrendamento mercantil, cooperativas
de crédito, empresas de seguros privados e de capitalização e entidades abertas
de previdência complementar.

30
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 30 11/7/08 4:15:22 PM


TABELA DE RETENÇÃO SOBRE FORNECIMENTO DE BENS E SERVIÇOS A ÓRGÃOS PÚBLICOS FEDERAIS,
continuação EMPRESAS PÚBLICAS E SOCIEDADES DE ECONOMIA MISTA (IN SRF 539/2005)

ALÍQUOTAS PERCENTUAL A SER CÓDIGO DA


NATUREZA DO BEM FORNECIDO OU DO SERVIÇO PRESTADO
APLICADO RECEITA
(01) IR CSLL COFINS PIS/PASEP
(06) (07)
(02) (03) (04) (05)

• Serviços de abastecimento de água;


• Telefone;
• Correio e telégrafos;
• Vigilância;
• Limpeza.
• Locação de mão de obra; 4,80 1,0 3,0 0,65 9,45 6190
• Intermediação de negócios;
• Administração, locação ou cessão de bens imóveis, móveis e direitos de
qualquer natureza;
• Factoring;
• Demais serviços.

31
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 31 11/7/08 4:15:22 PM


TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

32
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 32 11/7/08 4:15:23 PM


TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

VERBAS INSS FGTS IRRF

Abono: SIM NÃO SIM


- De qualquer natureza, salvo o de férias; Art. 28, §1º, Lei nº 8.212/91, art. 457 Art. 144 da CLT Art. 11 da IN SRF nº 15/01
da CLT
_______________________ __________________ ________________ _________________
NÃO NÃO SIM
- Pecuniário de férias até 20 dias Art. 28, § 9º da Lei nº 8.212/91 Art. 144 da CLT Art. 11 da IN SRF nº 15/01

SIM SIM
Abono ou gratificações de férias, excedentes aos limites legais SIM
* Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
(art. 144 da CLT) Art. 11 da IN SRF Nº 15/01
nº 86 nº 86

Abono do PIS - Programa de Integração Social e do PASEP – NÃO NÃO NÃO


Programa de Assistência ao Servidor Público Art. 28, § 9º, “l”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º, da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, VII, da IN SRF nº 15/01

Adicionais: insalubridade, periculosidade, noturno, por tempo de SIM SIM SIM


serviço, de transferência, horas extras Art. 28, I, da Lei nº 8.212/91 Art. 15 da Lei nº 8.036/90 Art. 9º da IN SRF nº 15/01

NÃO
NÃO NÃO
Ajuda de custo (parcela única) Art. 28, § 9º, “g”, da Lei nº 8.212/91 (art.
Art. 15, § 6º, da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, III, da IN SRF nº 15/01
457, § 2º, c/c art. 470 da CLT)

NÃO NÃO NÃO


Alimentação – recebida de acordo - Lei nº 6.321/76 - PAT
Art. 28, § 9º, “c”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º, da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, III, da IN SRF nº 15/01

Auxílio-acidente – Indenização ao segurado empregado (exceto NÃO NÃO NÃO


o doméstico) Art. 28, § 9º, “a”, da Lei 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, XXI, da IN SRF nº 15/01

SIM
Auxílio-doença-acidentário – Incidência sobre a remuneração que NÃO NÃO
Art. 15, § 5º da Lei nº 8.036/90
seria devida ao empregado afastado Art. 28, § 9º, “a”, da Lei 8.212/91 Art. 5º, XXI, da IN SRF nº 15/01
Art. 22 da Lei nº 8.213/91

SIM SIM SIM


Auxílio-doença (15 primeiros dias de afastamento) * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Art. 28 do Decreto nº 99.684/90 Art. 9º, da IN SRF nº 15/01
nº 86 Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS nº 86

NÃO NÃO NÃO


Auxílio-doença (a partir do 16º dia de afastamento)
Art. 28, § 9º, “a”, da Lei 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, XXI, da IN SRF nº 15/01

33
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 33 11/7/08 4:15:23 PM


continuação TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

VERBAS INSS FGTS IRRF

NÃO SIM NÃO


Aviso prévio indenizado
Art. 214, V, “f”, do Decreto nº 3.048/99 Subitem 15.3, Cap. I, da IN DC/INSS nº 86 Art. 5º, V, da IN SRF nº 15/01

SIM
SIM
Art. 214, V, “f”, do Decreto nº 3.048/99 SIM
Aviso prévio trabalhado * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
* Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS Art. 9º da IN SRF nº 15/01
nº 86
nº 86

Benefícios da Previdência Social, nos termos e limites legais, NÃO NÃO NÃO
salvo o salário-maternidade Art. 28, § 9º, “a”, da Lei 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, XII, da IN SRF nº 15/01

Bolsa de aprendizagem garantida ao adolescente até 14 anos NÃO NÃO SIM


de idade (art. 64 da Lei nº 8.069/90) Art. 28, § 9º, “u”, da Lei 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 43 do RIR/99

Bolsa de complementação educacional de estagiário, quando NÃO NÃO SIM


paga nos termos da Lei nº 6.494/77 Art. 28, § 9º, “i”, da Lei 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 43 do RIR/99

SIM SIM SIM


Comissões
Art. 28, I da Lei 8.212/91 Art. 15 da Lei nº 8.036/90 Art. 9º, I, da IN SRF nº 15/01

Complementação ao valor do auxílio-doença para todos os NÃO NÃO SIM


empregados da empresa Art. 28, § 9º, “n”, da Lei 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 39, XLII, do RIR/99

NÃO SIM NÃO


13º Salário: • 1ª Parcela Art. 214, § 6º, do Decreto nº 3.048/99 Art. 15 da Lei 8.036/90 Art. 7º da IN SRF nº 15/01
____________________ _____________________ ___________________
• 2ª Parcela SIM SIM SIM
Art. 28, § 7º da Lei 8.212/91 Art. 15 da Lei 8.036/90 Art. 16, II da Lei 8.134/90

Diárias para viagem até 50% da remuneração mensal do NÃO NÃO NÃO
empregado Art. 28, § 9º, “h”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, II da IN SRF nº 15/01

SIM SIM
Diárias para viagem, acima de 50% da remuneração mensal do Art. 547, § 2º da CLT Art. 15 da Lei nº 8.036/90 SIM
empregado * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS Art. 9º da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

Direitos autorais – Valores recebidos em decorrência da sua NÃO NÃO SIM


cessão Art. 28, § 9º, “v”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Arts. 628 e 639 do RIR/99

34
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 34 11/7/08 4:15:23 PM


continuação TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

VERBAS INSS FGTS IRRF

NÃO NÃO SIM


Férias indenizadas + 1/3 ou proporcionais
Art. 28, § 9º, “d”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 11 da IN SRF nº 15/01

SIM SIM
Férias normais: usufruídas na vigência do contrato de trabalho SIM
* Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
+ 1/3 Art. 11 da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

Ganhos eventuais e abonos expressamente desvinculados do NÃO NÃO SIM


salário por força de lei Art. 28, § 9º, “e”, § 7º da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 639 do RIR/99

SIM
SIM SIM
Gorjetas * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 15 da Lei nº 8.036/90 Art. 9º da IN SRF nº 15/01
nº 86

SIM SIM
SIM
Gratificações * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 9º, VII, da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

Habitação, alimentação e transporte, fornecidos pela empresa ao


empregado contratado para trabalhar em localidade distante de
NÃO NÃO NÃO
sua residência, em canteiro de obras ou local que, por força da
Art. 28, § 9º, “m”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º da IN SRF nº 15/01
atividade, exija deslocamento e estada, observadas as normas
de proteção estabelecidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego

NÃO NÃO NÃO


Indenização Adicional (art. 9º da Lei nº 7.238/84)
Art. 28, § 9º, “e”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, V, da IN SRF nº 15/01

NÃO
Indenização do tempo de serviço do safrista, quando da expira- NÃO NÃO
Art. 39, XX do RIR/99
ção normal do contrato (art. 14 da Lei 5.889, de 08/06/73) Art. 28, § 9º, “e”, § 4º da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90
Art. 5, V da IN SRF nº 15/01

Indenização por despedida sem justa causa do empregado nos NÃO NÃO NÃO
contratos por prazo determinado (art. 479 da CLT) Art. 28, § 9º, “e”, § 3º da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, V da IN SRF nº 15/01

Indenização por tempo de serviço, anterior a 05/10/88, do NÃO NÃO NÃO


empregado não optante pelo FGTS Art. 28, § 9º, “e”, § 2º da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, V da IN SRF nº 15/01

Indenização recebida a título de incentivo à demissão – NÃO NÃO NÃO


PDI/PDV Art. 28, § 9º, “e”, § 5º da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, XLVIII, da IN SRF nº 15/01

35
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 35 11/7/08 4:15:24 PM


continuação TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

VERBAS INSS FGTS IRRF

Indenizações relativas à reintegração (art. 496 da CLT) e


NÃO NÃO NÃO
extinção da empresa com rescisão de contrato de empregado
Art. 28, § 9º, “d”da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, V da IN SRF nº 15/01
estável (art. 497 da CLT)

NÃO NÃO NÃO


Multa (art. 477, § 8º da CLT)
Art. 28, § 9º, “x” da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, VI da IN SRF nº 15/01

Participação nos lucros ou resultados da empresa NÃO NÃO SIM


(Lei 10.101/00) Art. 28, § 9º, “j” da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 9º, § 4º da IN SRF nº 15/01

SIM SIM
SIM
Prêmios contratuais ou habituais (produtividade, assiduidade) * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 9º da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

Previdência complementar, aberta ou fechada – valor da


contribuição efetivamente paga pela pessoa jurídica, desde que NÃO NÃO NÃO
disponível à totalidade de seus empregados e dirigentes (art. Art. 28, § 9º, “p” da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, VIII, da IN SRF nº 15/01
458, VI da CLT)

SIM SIM
SIM
Quebra de caixa * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 9º da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

Reembolso-babá, limitado ao menor salário de contribuição


mensal e condicionado à comprovação do registro na CTPS da
NÃO
empregada, do pagamento da remuneração e do recolhimento NÃO SIM
Art. 28, § 9º, “s” da Lei nº 8.212/91
da contribuição previdenciária, pago em conformidade com a Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 639 do RIR/99
Art. 214, XXIV do Decreto nº 3.048/99
legislação trabalhista, observado o limite máximo de seis anos
de idade da criança

Reembolso-creche pago em conformidade com a legislação


NÃO NÃO SIM
trabalhista, observado o limite máximo de seis anos de idade da
Art. 28, § 9º, “s” da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 639 do RIR/99
criança, quando devidamente comprovadas as despesas realizadas

Remuneração de diretores não empregados equiparados aos SIM


SIM SIM
trabalhadores sujeitos a regime do FGTS (art. 16 da Lei nº * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 15, § 4º da Lei nº 8.036/90 Art. 9º, VI da IN SRF nº 15/01
8.036/90) nº 86

36
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 36 11/7/08 4:15:24 PM


continuação TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

VERBAS INSS FGTS IRRF

SIM NÃO
SIM
Remuneração paga a contribuintes individuais sem FGTS * Subitem 15.4, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.4, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 9º, I, da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

SIM SIM
SIM
Repouso semanal remunerado * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.1, Cap. I, da IN DC/INSS
Art. 9º da IN SRF nº 15/01
nº 86 nº 86

NÃO
Ressarcimento de despesas pelo uso de veículo do empregado, NÃO SIM
Art. 28, § 9º, “s” da Lei nº 8.212/91
quando devidamente comprovadas Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, I, da IN SRF nº 15/01
Art. 214, XXIV do Decreto nº 3.048/99

SIM SIM SIM


Salário
* Subitem 15.1 Cap. I, da IN DC/INSS nº 86 Art. 15 da Lei nº 8.036/90 Art. 9º da IN SRF nº 15/01

NÃO NÃO NÃO


Salário-família
Art. 92 do Decreto nº 3.048/99 Art. 92 do Decreto nº 3.048/99 Art. 5º, XIV, da IN SRF nº 15/01

SIM SIM SIM


Salário-maternidade
Art. 28, § 2º, da Lei nº 8.212/91 Art. 28 do Decreto nº 99.684/90 Art. 9º da IN SRF nº 15/01

SIM
SIM SIM
Salário in natura Art. 15 da Lei nº 8.036/90
* Subitem 15.1 Cap. I, da IN DC/INSS nº 86 Art. 9º da IN SRF nº 15/01
* Subitem 15.1 Cap. I, da IN DC/INSS nº 86

SIM SIM SIM


Saldo de salário
Art. 28, § 9º, “a” da Lei nº 8.212/91 * Subitem 15.1 Cap. I, da IN DC/INSS nº 86 Art. 9º da IN SRF nº 15/01

NÃO NÃO NÃO


Seguro de vida e acidentes pessoais
Art. 458, VI, da CLT Art. 458, VI, da CLT Art. 39, XLIII do RIR/99

Serviço médico ou odontológico, próprio da empresa ou por ela


conveniado, inclusive o reembolso de despesas com medicamen- NÃO
NÃO NÃO
tos, óculos, aparelhos ortopédicos, despesas médico-hospitalares Art. 458, § 2º, IV, da CLT
Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º, XV da IN SRF nº 15/01
e outras similares, desde que a cobertura abranja a totalidade Art. 28, § 9º, “q”, da Lei nº 8.212/91
dos empregados e dirigentes de empresa

Transporte destinado ao deslocamento para o trabalho e retorno, NÃO NÃO NÃO


em percurso servido ou não por transporte público Art. 458, III, da CLT Art. 458, III, da CLT Art. 39, IV do RIR/99

37
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 37 11/7/08 4:15:24 PM


continuação TABELA DE INCIDÊNCIAS SOBRE VERBAS TRABALHISTAS

VERBAS INSS FGTS IRRF

NÃO NÃO NÃO


Vale-transporte recebido na forma da legislação própria
Art. 28, § 9º, “f”, da Lei nº 8.212/91 Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 5º da IN SRF nº 15/01

Vestuários, equipamentos e outros acessórios fornecidos ao NÃO


NÃO NÃO
empregado e utilizados no local do trabalho para prestação dos Art. 458, I, da CLT
Art. 15, § 6º da Lei nº 8.036/90 Art. 39, IV do RIR/99
respectivos serviços Art. 28, § 9º, “r”, da Lei nº 8.212/91

SIM SIM
Valores pagos pela Justiça do trabalho e Tribunais Eleitorais aos SIM
* Subitem 15.4, Cap. I, da IN DC/INSS * Subitem 15.4, Cap. I, da IN DC/INSS
magistrados classistas Arts. 43 e 45 do RIR/99
nº 86 nº 86

38
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 38 11/7/08 4:15:24 PM


TABELA DE MULTAS
4.1 COMPETÊNCIA FEDERAL
4.2 COMPETÊNCIA ESTADUAL
4.3 COMPETÊNCIA MUNICIPAL
4.4 PREVIDENCIÁRIA
4.5 TRABALHISTA

39
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 39 11/7/08 4:15:24 PM


4.1 COMPETÊNCIA FEDERAL tabela de multas

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Não atender à forma: 0,5% da receita bruta.


Omitir ou informar incorretamente: 5% do valor das operações. Arts. 265, 266 e 980 do
Arquivo em meio magnético Atraso na apresentação à SRF: RIR/99 e art. 72 da MP nº
• R$ 115,27, ao dia (até 27/07/2001); 2.158-35/01
• 0,02% por dia de atraso (aplicável a partir de 28/07/2001).

R$ 41,43, por documento, por não fornecer comprovante. IN SRF nºs 120/00 e
Comprovante de Rendimentos Pagos e de Retenção na Fonte
300% sobre o valor indevidamente utilizado como redução, restituição ou compensação. 288/03

2% limitado a 20% do imposto informado, com valor mínimo de R$ 200,00 no caso de pessoa
Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF IN RFB nº 786/07
jurídica inativa e R$ 500,00 nos demais casos.

2% limitado a 20% do imposto informado.


IN SRF nº 197/02 e IN RFB
Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte - DIRF Mínimo R$ 200,00 para pessoa física, jurídica inativa e optante pelo Simples e R$ 500,00 nos
nº 784/07
demais casos.

Declaração de informações das Indústrias de Cosméticos, Perfumaria e Higiene


Falta de apresentação:R$ 31,65 IN SRF nº 47/00
Pessoal – DIPI-TIPI 33

Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural - ITR Entrega fora do prazo: 1% não inferior a R$ 50,00. IN RFB nº 857/08

Falta de entrega ou entrega fora do prazo: R$ 5.000,00.


Declaração Especial de Informações - DIF Bebidas IN SRF nº 325/03
Informação inexata omitida, ou incompleta: 5% não inferior a R$100,00.

Falta de entrega ou entrega em atraso: R$ 5.000,00.


Declaração Especial de Informações - DIF – Cigarros IN SRF nº 396/04
Informações omitidas, inexatas ou incompletas: 5% não inferior a R$ 100,00.

Falta de entrega ou entrega em atraso: R$ 5.000,00. Art. 57 da MP nº 2.158-


Declaração Especial de Informações - DIF - Papel Imune
Informações omitidas, inexatas ou incompletas: 5% não inferior a R$ 100,00. 35/01 e IN SRF nº 159/02

Declaração Integrada de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica - DIPJ 2% limitado a 20% do imposto informado, com valor mínimo de R$ 500,00. IN RFB nº 849/08

2% do COFINS ou do PIS/Pasep informado limitado a 20%. IN SRF nº 590/05 e IN RFB


Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais - DACON
Mínimo de R$ 500,00 para empresas em geral e R$ 200,00 para inativas. nº 708/07

Falta de entrega ou entrega em atraso: R$ 5.000,00.


Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias - DIMOB IN SRF nº 694/06
Informações omitidas, inexatas ou incompletas: 5% não inferior a R$ 100,00.

40
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 40 11/7/08 4:15:25 PM


continuação 4.1 COMPETÊNCIA FEDERAL

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL


Falta de entrega ou entrega fora do prazo: R$ 5.000,00.
Demonstrativo de Notas Fiscais - DNF IN SRF nº 445/04
Informação inexata omitida, ou incompleta: 5% não inferior a R$ 100,00.

Lei nº 9.363/96, MP
Falta de apresentação: R$ 5.000,00.
nº 2.158-35/01, Lei nº
Demonstrativo do Crédito Presumido - DCP Informação omitida, inexata ou incompleta: 5% do valor das transações comerciais ou das
11.196/05, Portarias MF
operações financeiras não inferior a R$ 100,00.
nºs 64/03 e e 93/04

Imposto sobre Operações de Crédito, câmbio e Seguro ou sobre Operações Falta de entrega ou entrega em atraso: R$ 5.000,00. Arts. 43 e 55 do Decreto nº
relativas a Títulos ou Valores Mobiliários – IOF – informações Informações omitidas, inexatas ou incompletas: 5% não inferior a R$ 100,00. 4.494/02

Art. 44 da Lei nº
• 75% sobre o valor do débito indevidamente compensado quando for considerada não
9.430/96, art. 117 da
Declaração de Compensação de Tributos (PER/DCOMP) declarada;
Lei nº 11.196/05 e Lei nº
• 50% nos casos de evidente intuito de fraude.
11.488/07

• 1% ao mês-calendário ou fração de atraso até o máximo de 20% do Imposto de Renda


Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda (DIRPF) devido; IN RFB nº 820/08
• Mínima de R$ 165,74, inclusive na hipótese de imposto a ser restituído.

• R$ 5.000,00 por mês-calendário na hipótese de, no prazo estabelecido, deixar de apresentar


Declaração de Dedução de Parcela de Contribuição de Intervenção no Domínio
a declaração e respectivas informações solicitadas;
Econômico Incidente sobre a Importação e a Comercialização de Combustíveis Art. 4º da IN SRF nº 141/02
• 5%, não inferior a R$ 100,00, do valor da receita de comercialização no mercado interno, no
(DCIDE-Combustíveis)
caso de informação omitida, inexata ou incompleta.

• 2% por mês-calendário, incidente sobre o montante do Simples Nacional, limitado a 20%;


Declaração Anual do Simples Nacional (DASN) • R$ 100,00 para cada grupo de dez informações incorretas ou omitidas. Resolução CGSN nº 30/08
O valor mínimo da multa é de R$ 500,00.

41
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 41 11/7/08 4:15:25 PM


4.2 COMPETÊNCIA ESTADUAL tabela de multas

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL


Art. 527 do RICMS e Portaria
Atraso ou falta de entrega: 1% do valor das saídas de mercadorias ou prestações de serviços
Administradora de Cartão de Crédito ou de Débito - Arquivo Magnético. CAT nº 80/01 e Protocolo
efetuadas, não inferior a 8, nem superior a 50 UFESP’s, por documento.
ECF-4/01

Declaração para o Índice de Participação dos Municípios na Arrecadação do Atraso ou falta de entrega: 1% do valor das saídas de mercadorias ou prestações de serviços Art. 527 do RICMS e Portarias
ICMS – DIPAM efetuadas, não inferior a 8, nem superior a 50 UFESP’s, por documento. CAT nºs 21/97 e 12/01

Atraso ou falta de entrega: 1% do valor das saídas de mercadorias ou prestações de serviços Art. 527 do RICMS e Portaria
Demonstrativo de Crédito Acumulado - DCA
efetuadas, não inferior a 8, nem superior a 50 UFESP’s, por documento. CAT nº 53/96

Art. 527 do RICMS e art. 25


Atraso ou falta de entrega: 1% do valor das saídas de mercadorias ou prestações de serviços da Portaria CAT nº 14/82
Demonstrativo de Movimento de Gado - ICMS
efetuadas, não inferior a 8, nem superior a 50 UFESP’s, por documento. alterada pela Portaria CAT nº
62/00

Arts. 253, 254,255, 257


Atraso ou falta de entrega: 100 UFESP’s. Inexistindo operações de saída ou prestações de e 527 do RICMS e Portarias
Guia de Informação e Apuração - GIA - Eletrônica
serviço: 100 UFESP’s cumulativamente. CAT nºs 92/98, 46/00 e
89/00

Arts. 253, 254 e 255 do


Guia Nacional de Informação e Apuração do ICMS Substituição Tributária – Atraso ou falta de entrega: 100 UFESP’s. Inexistindo operações de saída ou prestações de
RICMS e Portarias CAT nºs
GIA -ST serviço: 100 UFESP’s cumulativamente.
92/98, 46/00 e 89/00

Art. 527 do RICMS, Portaria


Atraso ou falta de entrega: 1% do valor das saídas de mercadorias ou prestações de serviços
Operações com Combustível – Arquivo Magnético CAT nº 95/03 e Anexo I da
efetuadas, não inferior a 8, nem superior a 50 UFESP’s, por documento.
Portaria CAT Nº 32/96

Falta de registro: equivalente a 10% do valor da operação ou prestação constante no


Art. 527 do RICMS e Portarias
Operações ou Prestações Interestaduais - Arquivo Magnético documento; atraso de registro: equivalente a 1% do valor das operações ou prestações não
CAT nºs 32/96 e 92/02
registradas.

42
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 42 11/7/08 4:15:25 PM


continuação 4.2 COMPETÊNCIA ESTADUAL

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Documentos Fiscais e impressos fiscais: *


• Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A;
• Nota Fiscal de Venda a Consumidor, modelo 2;
• Cupom Fiscal emitido por Equipamento Emissor de Cupom Fiscal - ECF;
• Nota Fiscal de Produtor, modelo 4;
• Nota Fiscal/Conta de Energia Elétrica, modelo 6;
• Nota Fiscal de Serviço de Transporte, modelo 7;
• Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas, modelo 8;
• Conhecimento de Transporte Aquaviário de Cargas, modelo 9;
• Conhecimento Aéreo, modelo 10;
• Conhecimento de Transporte Ferroviário de Cargas, modelo 11; Dos documentos fiscais: variável entre 1 a 100% do valor da operação ou prestação, ou de 6 a
• Bilhete de Passagem Rodoviário, modelo 13; 300 UFESP’s, conforme a infração.
• Bilhete de Passagem Aquaviário, modelo 14;
• Bilhete de Passagem e Nota de Bagagem, modelo 15; Dos sistemas eletrônicos de processamento de dados, máquinas registradoras, PDV ou ECF:
• Bilhete de Passagem Ferroviário, modelo 16; variável entre 0,5 a 150% do valor da operação, ou de 6 a 500 UFESP’s, conforme a infração. Arts. 124, 193 e 527 do
• Despacho de Transporte, modelo 17; RICMS
• Resumo de Movimento Diário, modelo 18; Da intervenção em ECF: variável entre 10 a 500 UFESP’s, conforme a infração.
• Ordem de Coleta de Carga, modelo 20;
• Nota Fiscal de Serviço de Comunicação, modelo 21; Do desenvolvimento de “software” para ECF: variável entre 300 a 500 UFESP’s, conforme a
• Nota Fiscal de Serviço de Telecomunicações, modelo 22; infração.
• Manifesto de Carga, modelo 25; e,
• Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas, modelo 26.
• Nota fiscal eletrônica- NF-e;
• Documento auxiliar da Nota Fiscal eletrônica – DANFE
• Nota fiscal de Serviço de Transporte Ferroviário, modelo 27

* Para as empresas optantes pelo Simples Nacional a legislação determina


que as penalidades pelo descumprimento de obrigações acessórias são as
estabelecidas na legislação de cada ente federativo. (art. 15, § 2º, Resolução
CGSN n. 30/2008)

43
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 43 11/7/08 4:15:26 PM


continuação 4.2 COMPETÊNCIA ESTADUAL

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Livros fiscais: *
• Registro de Entradas, modelo 1;
• Registro de Entradas, modelo 1-A;
• Registro de Saídas, modelo 2;
• Registro de Saídas, modelo 2-A;
• Registro de Controle da Produção e do Estoque, modelo 3;
• Registro do Selo Especial de Controle, modelo 4;
• Registro de Impressão de Documentos Fiscais, modelo 5;
• Registro de Utilização de Documentos Fiscais e Termos de Ocorrências, Arts. 213, 230 e 527 do
modelo 6; Dos livros fiscais e registros magnéticos: variável de 1 a 100% do valor da operação ou RICMS c/c art. 67 da Lei nº
• Registro de Inventário, modelo 7; prestação, ou de 6 a 100 UFESP’s, conforme a infração. 6.374/89 e Decreto nº
• Registro de Apuração do IPI, modelo 8; 46.676/02
• Registro de Apuração do ICMS, modelo 9;
• Livro de Movimentação de Combustíveis – LMC; e,
• Livro de Movimentação de Produtos - LMP.

* Para as empresas optantes pelo Simples Nacional a legislação determina


que as penalidades pelo descumprimento de obrigações acessórias são as
estabelecidas na legislação de cada ente federativo. (art. 15, § 2º, Resolução
CGSN n. 30/2008)

Atraso ou a falta de entrega: 1% do valor das saídas de mercadorias, não inferior a 8 nem
Remessa Interestadual em Consignação Industrial – Arquivo Eletrônico Art. 527 do RICMS
superior a 50 UFESP’s, por documento.

44
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 44 11/7/08 4:15:26 PM


tabela de multas 4.3 COMPETÊNCIA MUNICIPAL

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Art. 126 e 130 do


Adulterarem ou fraudarem nota fiscal, nota fiscal-fatura ou outro documento 100% do valor do Imposto devido, com mínimo de R$ 1.000,00
Regulamento de ISS

§ 3º do art. 21, art. 130,


XI, § 2º do Regulamento do
Declaração Anual de Movimento Econômico – DAME R$ 400,00 ISS e Portaria SF nº 1/05
e 34/05, SUREM/PMSP nº
7/07 e 5/2008

Declaração Eletrônica de Serviços – DES

• Falta de dados referentes aos serviços prestados ou tomados de terceiros, ou • R$ 50,00 por declaração
valor do Imposto

• Deixar de apresentar a declaração, ou apresentar com dados inexatos ou


incompletos referentes a imposto não recolhido dos serviços prestados ou • 50% do valor do Imposto devido, observado o valor mínimo de R$ 100,00, por declaração;
tomados de terceiros, ou o valor do Imposto
Arts. 126 e 130 do
• Deixar de apresentar a declaração, ou apresentar com dados inexatos ou
Regulamento de ISS e
incompletos relativo a serviços não declarados dos serviços prestados ou • 20% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 50,00, por declaração;
Portaria SF nº 12/2004
tomados de terceiros

• Deixar de apresentar a declaração, ou apresentar com dados inexatos ou


incompletos relativo a serviços não declarados dos serviços prestados ou • R$ 50,00, por declaração
tomados de terceiros em que não houver imposto a ser recolhido

• Deixar de apresentar a declaração ou apresentá-la fora do prazo, com dados


inexatos ou incompletos relativo às declarações destinada à apuração do • R$ 400,00, por declaração
imposto estimando

Deixarem de efetuar a inscrição inicial em cadastro fiscal de tributos mobiliários R$ 350,00


Arts. 126 e 130 do
Deixarem de efetuar, ou efetuarem sem causa, as alterações de dados Regulamento de ISS
cadastrais ou o encerramento de atividade, em cadastro fiscal de tributos R$ 250,00
mobiliários

45
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 45 11/7/08 4:15:26 PM


continuação 4.3 COMPETÊNCIA MUNICIPAL

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Deixarem de emitir, ou o fizerem com importância diversa do valor dos


serviços, extraviarem ou inutilizarem nota fiscal, nota fiscal‑fatura ou outro 50% do Imposto devido, com mínimo de R$ 750,00
documento

Emitir bilhetes de ingresso e efetuado o pagamento integral do Imposto e


20% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 150,00
deixar de chancelá-los.

Emitirem documento fiscal referente a serviços não tributáveis ou isentos 50% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 500,00

Escriturar livros não autenticados R$ 150,00

Fraude, adulteração, extravio ou inutilização de livros fiscais destinados à 100% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 1.000,00;
escrituração dos serviços prestados ou tomados de terceiros ou de qualquer R$ 500,00, por livro, se não forem livros destinados à escrituração de serviços prestados ou
outro livro que deva conter o valor do imposto ou dos serviços tomados de terceiros

Livros autenticados e não escriturados 10% do valor do Imposto devido, com mínimo de R$ 150,00
Arts. 126 e 130 do
Livros destinados à escrituração dos serviços tomados de terceiros, quando Regulamento de ISS
não houver obrigatoriedade de retenção do Imposto na fonte, não forem R$ 150,00
escriturados ou autenticados

Livros escriturados e não autenticados R$ 350,00

Livros fiscais que não estejam devidamente escriturados e autenticados 50% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 500,00

Livros sem escrituração 40% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 350,00

Livros destinados a registro de recebimentos de impressos fiscais, de ocorrências


Variável entre R$ 250,00 e R$ 500,00 conforme o caso.
e de impressão de documentos fiscais

Lote impresso sem autorização para impressão R$ 2.000,00, por lote

Lote impresso: quem imprimir, para si ou para terceiros, sem autorização para
R$ 4.000,00, por lote
impressão

Não possuírem os livros ou, ainda que os possuam, não estejam devidamente
20% do valor do Imposto devido, com o mínimo de R$ 150,00
escriturados e autenticados

46
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 46 11/7/08 4:15:27 PM


tabela de multas 4.4 PREVIDENCIÁRIA

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Apresentar informações inexatas, incompletas ou omissas, ou dados não relacionados aos fatos geradores de contribuições 5% do mínimo (R$ 1.254,89) Portaria 421/08 do MPS e
previdenciárias por campo omisso ou incorreto Interministerial MPS-MF 77/08

Falta de informação mensal ao INSS, por intermédio da GFIP/GRFC, dos dados cadastrais, todos os fatos geradores de contribuições Portaria 421/08 do MPS e
a partir R$ 1.254,89
e outras informações de interesse do mesmo Interministerial MPS-MF 77/08

Deixar de preparar folha de pagamento das remunerações pagas ou creditadas a todos os segurados e seus serviços, de acordo com Portaria 421/08 do MPS e
a partir de R$ 1.254,89
os padrões e normas estabelecidas pelo INSS Interministerial MPS-MF 77/08

Deixar de se matricular no INSS, dentro de 30 dias contados da data do início de suas atividades, quando não sujeitos a inscrição no Portaria 421/08 do MPS e
a partir de R$ 1.254,89
Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica Interministerial MPS-MF 77/08

Portaria 421/08 do MPS e


Deixar de inscrever o segurado empregado a partir de R$ 1.254,89
Interministerial MPS-MF 77/08

Deixar de lançar mensalmente em títulos próprios de sua contabilidade, de forma discriminada, os fatos geradores de todas as Portaria 421/08 do MPS e
a partir de R$ 12.548,77
contribuições, o montante da quantia descontada, as contribuições da empresa Interministerial MPS-MF 77/08

Deixar de prestar ao INSS todas as informações cadastrais, financeiras e contábeis de interesse do mesmo, na forma por ele Portaria 421/08 do MPS e
a partir de R$ 12.548,77
estabelecida, como esclarecimentos necessários à fiscalização Interministerial MPS-MF 77/08

De R$ 165,10 a R$
Deixar a empresa de encaminhar cópia da GPS ao sindicato da competência anterior
16.510,28

De R$ 165,10 a R$ Portaria 421/08 do MPS e


Deixar a empresa de afixar cópia da GPS, quando recolhida, no quadro de que trata o artigo 74 do Decreto-lei nº 5.542/43
16.510,28 Interministerial MPS-MF 77/08

De R$ 165,10 a R$ Portaria 421/08 do MPS e


Deixar de informar ao sindicato valores de contribuições recolhidas divergentes dos informados pelo INSS, na mesma competência
16.510,28 Interministerial MPS-MF 77/08

Contratada na cessão de mão-de-obra ou empreitada que sofreu retenção dos 11% que não elaborar folha de pagamento distinta e Portaria 421/08 do MPS e
a partir de R$ 1.254,89
o respectivo resumo geral; GFIP ou demonstrativo mensal Interministerial MPS-MF 77/08

Portaria 421/08 do MPS e


Deixar de elaborar e manter atualizado o Perfil Profissiográfico Previdenciário – PPP a partir de R$ 1.254,89
Interministerial MPS-MF 77/08

Deixar de manter laudo técnico atualizado com referência aos agente nocivos existentes no ambiente de trabalho, ou emitir Portaria 421/08 do MPS e
a partir de R$ 12.548,77
documento de comprovação de exposição em desacordo com o laudo Interministerial MPS-MF 77/08

47
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 47 11/7/08 4:15:27 PM


continuação 4.4 PREVIDENCIÁRIA

OBRIGAÇÃO MULTA BASE LEGAL

Entre o mínimo e o máximo do Portaria 421/08 do MPS e


Deixar de encaminhar o CAT
salário de contribuição Interministerial MPS-MF 77/08

100% do valor devido relativo


Portaria 421/08 do MPS e
GFIP/GRFC com dados não correspondentes aos fatos geradores de todas as contribuições previdenciárias à contribuição não declarada,
Interministerial MPS-MF 77/08
respeitado o limite

5% do valor mínimo previsto


GFIP/GRFC com informações inexatas, incompletas ou omissas, nos dados não relacionados aos fatos geradores de contribuições no art. 283 do RPS (R$ Portaria 421/08 do MPS e
previdenciárias 1.254,89), por campo omisso Interministerial MPS-MF 77/08
ou incorreto

48
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 48 11/7/08 4:15:27 PM


tabela de multas 4.5 TRABALHISTA

TABELA DAS MULTAS ADMINISTRATIVAS DE VALOR VARIÁVEL (EM R$)


QUANTIDADE
NATUREZA MÍNIMO MÁXIMO OBSERVAÇÕES BASE LEGAL 
R$ R$
Valor máximo na reincidência, embaraço, resistência, artifício,
Segurança do Trabalho1 670,89 6.708,88 Art. 201 da CLT
simulação

Valor máximo na reincidência, embaraço, resistência, artifício,


Medicina do Trabalho 402,53 4.025,33 Art. 201 da CLT
simulação

Por empregado, dobrado na reincidência, fraude, simulação, artifício, Art.23 §2º. da Lei
FGTS: omitir informações sobre a conta vinculada do trabalhador
2,13 5,32 ardil, resistência, embaraço ou desacato. 8030/90

Por empregado, dobrado na reincidência, fraude, simulação, artifício, Art.23 §2º. da Lei
FGTS: apresentar informações com erro/omissão 2,13 5,32
ardil, resistência, embaraço ou desacato. 8030/90

Por empregado, dobrado na reincidência, fraude, simulação, artifício, Art.23 §2º., letra”b” da Lei
FGTS: deixar de computar parcela de remuneração 10,64 106,41
ardil, resistência, embaraço ou desacato. 8030/90

Por empregado, dobrado na reincidência, fraude, simulação, artifício, Art.23 §2º., letra”b” da Lei
FGTS: deixar de efetuar depósito após notificação 10,64 106,41
ardil, resistência, embaraço ou desacato. 8030/90

Seguro desemprego 425,64 42.564,00 Dobrado na reincidência, oposição ou desacato. Art. 24 da Lei 7998/90

Cobrado na reincidência, oposição ou desacato. Gradação conforme


RAIS: não entregar no prazo previsto, entregar com erro, omissão ou
425,64 42.564,00 Portarias MTb nºs 310, de 26.02.93 (art. 6º), e 1.127, de Art.25 da Lei 7998/90
declaração falsa
22.11.96 oposição ou desacato

1
Excetua-se o PPP, o laudo técnico dos agentes nocivo e CAT que possuem multa específica.

49
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 49 11/7/08 4:15:28 PM


continuação 4.5 TRABALHISTA

TABELA DAS MULTAS ADMINISTRATIVAS DE VALOR FIXO (EM UFIR E/OU R$)
MULTA
NATUREZA BASE LEGAL OBSERVAÇÕES
UFIR / R$
Falta de anotações na CTPS CLT, art. 54 378,2847 402,53

Falta de registro de empregado CLT, art. 47 378,2847 402,53 Por empregado, dobrado na reincidência

Falta de atualização LRE/FRE CLT, art. 47, parágrafo único 189,1424 201,27 Dobrado na reincidência

Falta de autenticação LRE/FRE CLT, art. 47, parágrafo único 189,1424 201,27 Dobrado na reincidência

Extravios ou inutilizaçrão CTPS CLT, art. 52 189,1424 201,27

Retenção da CTPS CLT, art. 53 189,1424 201,27

Cobrança CTPS pelo Sindicato CLT, art. 56 1.134,8541 1.207,60

Anotação indevida na CTPS CLT, art. 435 378,2847 402,53

Contrato Individual de Trabalho CLT, art. 510 378,2847 402,53 Dobrado na reincidência

13º salário Lei nº 7.855/89, art. 3º 160,0000 170,26 Por empregado, dobrado na reincidência

Vale-transporte Lei nº 7.855/89, art. 3º 160,0000 170,26 Por empregado, dobrado na reincidência

Lei nº 4.923/65, art. 10,


Entrega do CAGED c/ atraso até 30 dias 4,2000 4,47 Por empregado
parágrafo único

Lei nº 4.923/65, art. 10,


Entrega do CAGED c/ atraso de 31 a 60 dias 6,3000 6,70 Por empregado
parágrafo único

Entrega do CAGED c/ atraso acima de 60 dias Lei nº 4.923/65, art. 10 12,6000 13,41 Por empregado

O valor final da multa administrativa variável será calculado aplicando-se 20% do valor máximo previsto na lei, acrescidos os percentuais de 8 a 40%, conforme o porte econômico do infrator e
de 40%, conforme a extensão da infração, cumulativamente, nos termos das tabelas das páginas seguintes:

50
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 50 11/7/08 4:15:28 PM


continuação 4.5 TRABALHISTA

TABELA EM UFIR DE GRADAÇÃO DAS MULTAS DE VALOR VARIÁVEL

CRITÉRIOS VALOR A SER ATRIBUÍDO

I - Natureza da infração; Intenção do infrator


20% do valor máximo previsto para a multa, equivalente ao conjunto dos três critérios.
de praticar a infração; e, Meios ao alcance do
Obs.: Percentual fixo aplicável a todas as infrações, conforme tabela "B" abaixo.
infrator para cumprir a lei.

II - Porte Econômico do Infrator De 8% a 40% do valor máximo previsto para a multa, conforme tabela abaixo:

a) 40% do valor máximo previsto para a multa, quando se tratar de infração a:


¨ Capítulos II e III do Título II da CLT (Duração do Trabalho e Salário Mínimo)
¨ Capítulos I e III do Título III da CLT (Disposições especiais sobre duração e condições de trabalho e do Trabalho da Mulher)
III - Extensão da Infração
¨ Capítulo I do Título VII da CLT (Fiscalização, Autuação e Imposição de Multas)
¨ Art. 23 da Lei nº 8.036/90 (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço)
b) de 8% a 40% do valor máximo previsto para a multa aplicável às demais infrações, conforme tabela "C" abaixo.

Obs.: O valor da multa corresponderá à soma dos valores resultantes da aplicação dos percentuais relativos aos três níveis de critérios acima (I, II e III).

TABELA EM UFIR DO PERCENTUAL FIXO (20%) APLICÁVEL A TODAS AS INFRAÇÕES

BASE LEGAL

Arts. 75 e 351 Art. 120 da Art. 364 e 598 Art. 541 da Art. 630, Art. 16 da Lei nº 4.680/65 e Art. 13 do Decreto-lei nº Art. 23, §2º, alínea “a” da Art. 23, §2º, alínea “b” da
da CLT CLT da CLT CLT §6º da CLT art. 18 da Lei nº 5.889/73 972/69 Lei nº 8.036/90 Lei nº 8.036/90

805,07 322,03 1.610,13 161,01 402,53 80,51 114,04 1,06 21,28

51
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 51 11/7/08 4:15:29 PM


continuação 4.5 TRABALHISTA

TABELA EM UFIR DE GRADAÇÃO DE MULTAS DE VALOR VARIÁVEL APLICÁVEL AOS CRITÉRIOS II E III, ALÍNEA “B”, DA TABELA A) ANTERIOR.

BASE LEGAL
QUANTIDADE
DE % Art. 75 e Art. 120 Artes. 364 e Art. 401 Art. 630, Art. 16, Lei nº 4.680/65 Art. 13, Art. 23, § 2º, "a", da
Art. 23, § 2º,
EMPREGADOS "b", da Lei nº
351 da CLT da CLT 598 da CLT da CLT § 6º, da CLT Art. 18, Lei nº 5.889/73 Decreto-lei nº 972/69 Lei nº 8.036/90
8.036/90

de 01 a 10 8 322,03 128,81 644,05 64,41 161,01 32,20 45,62 0,43 8,51

de 11 a 30 16 644,05 257,62 1288,10 128,81 322,03 64,41 91,23 0,85 17,03

de 31 a 60 24 966,08 386,43 1932,16 193,21 483,04 96,61 136,85 1,28 25,54

de 61 a 100 32 1288,10 515,24 2576,21 257,62 644,05 128,81 182,47 1,70 34,05

acima de 100 40 1.610,05 644,05 3220,26 322,03 805,07 161,01 228,09 2,13 42,56

52
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 52 11/7/08 4:15:29 PM


5. TABELA DE GUARDA DE DOCUMENTOS
5.1 PREVIDENCIÁRIA
5.2 TRABALHISTA
5.3 COMPETÊNCIA FEDERAL
5.4 COMPETÊNCIA ESTADUAL
5.5 COMPETÊNCIA MUNICIPAL

53
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 53 11/7/08 4:15:29 PM


5.1 PREVIDENCIÁRIA tabela de guarda de documentos

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Comunicação de Acidente do Trabalho - CAT 5 ANOS

Comprovantes do exercício da atividade remunerado dos segurados e contribuintes individuais INDETERMINADO

Comprovantes de pagamento (cópias) ou a declaração apresentada pelo contribuinte individual para fins de apresentação ao INSS *5 ANOS

Comprovante de entrega da Guia da Previdência Social – GPS ao sindicato profissional *5 ANOS

Documentos referentes a levantamento de débito pela fiscalização da Previdência Social de NFLD *5 ANOS

Comprovante de pagamento ou declaração do segurado * 5 ANOS

Comprovante de pagamento de benefícios reembolsados pelo INSS *5 ANOS

Documentos relativos a retenção dos 11% do INSS *5 ANOS

Documentos que comprovem a isenção da contribuição previdenciária. 5 ANOS

Folha de Pagamento *5 ANOS

Guia da Previdência Social - GPS *5 ANOS

Salário-Educação – documentos relacionados ao benefício 5ANOS

Salário-Família – documentos relacionados ao benefício 5 ANOS

*De acordo com o art. 45 da Lei 8212/91, o direito da Seguridade Social apurar e constituir seus créditos extingue-se após 10 anos contados:
a) do primeiro dia do exercício seguinte àquele em que o crédito poderia ter sido constituído;
b) da data em que se tornar definitiva a decisão que houver anulado, por vício formal, a constituição de crédito anteriormente efetuada.

Recentemente o Supremo Tribunal Federal (STF) editou, em 16/06/2008, a Súmula Vinculante nº 8, com a seguinte redação:
"São inconstitucionais o parágrafo único do artigo 5º do Decreto-lei 1569/1977 e os artigos 45 e 46 da Lei nº 8.212/1991, que tratam de prescrição e decadência de crédito tributário"

Os artigos 45 e 46 da Lei nº 8.212/1991 identificam que os prazos de decadência e prescrição em relação às contribuições para a seguridade social seriam de 10 (dez) anos.

Desta forma o prazo de guarda de documentos previdenciários será de 5 (cinco anos).

54
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 54 11/7/08 4:15:30 PM


tabela de guarda de documentos 5.2 TRABALHISTA

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Acordo de compensação de horas (5 anos durante a vigência do contrato e até 2 anos após a rescisão) 5 ANOS

Acordo de prorrogação de horas (5 anos durante a vigência do contrato e até 2 anos após a rescisão) 5 ANOS

Adiantamento salarial (para efeitos trabalhistas ) 5 ANOS

Atestados Médicos 5 ANOS

Autorização de descontos não previstos em lei 5 ANOS

Aviso prévio - comunicado 2 ANOS

Cadastro Geral de Empregados e Desempregados - CAGED 3 ANOS: A CONTAR DA DATA DO ENVIO DO ARQUIVO AO MTE

Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA - processo eleitoral 5 ANOS

Comunicação de Acidente do Trabalho - CAT 5 ANOS

Contrato de trabalho INDETERMINADO

Contribuição Financiamento da Seguridade Social - COFINS 5 ANOS

Controles de ponto 5 ANOS

Folha de Pagamento *5 ANOS

Fundo de Garantia do Tempo de Serviço – FGTS – depósitos 30 ANOS

Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical – GRCS 5 ANOS

Guia de Recolhimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço e Informações à Previdência Social – GFIP e Sistema Empresa de
30 ANOS
Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social - SEFIP

Guia de Recolhimento Rescisório do FGTS e Informações à Previdência Social - GRFC 30 ANOS

Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho – LTCAT 20 ANOS

Livro “Registro de Segurança” das caldeiras e vasos de pressão INDETERMINADO

Livro de Inspeção do Trabalho INDETERMINADO

55
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 55 11/7/08 4:15:30 PM


continuação 5.2 TRABALHISTA

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Livros ou fichas de Registro de Empregados INDETERMINADO

Mapa Anual de Acidentes do Trabalho do SESMT 5 ANOS

Pedido de demissão 2 ANOS

Perfil Profissiográfico previdenciário – PPP 20 ANOS

Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO – 20 anos após o desligamento do empregado 20 ANOS

Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA 20 ANOS

Recibo de entrega do formulário Declaração de Instalação INDETERMINADO

Recibo de entrega do vale-transporte 5 ANOS

Recibos de pagamentos de férias 5 ANOS

Recibos de pagamentos e adiantamento salarial 5 ANOS

Recibos de pagamentos do 13º salário 5 ANOS

Recibos e abonos pecuniários 5 ANOS

Relação Anual de Informações Sociais - RAIS INDETERMINADO

Registros que tratam dos dados de acidentes e doenças ocupacionais 5 ANOS

Seguro Desemprego – Comunicado de Dispensa 5 ANOS

Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho 2 ANOS

Livro de Atas da CIPA INDETERMINADO

Salário Família - documentos 5 ANOS

Salário maternidade – documentos de benefício 5 ANOS

Documentos sujeitos à fiscalização do INSS 5 ANOS

56
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 56 11/7/08 4:15:30 PM


tabela de guarda de documentos 5.3 COMPETÊNCIA FEDERAL

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Arquivo em meio magnético (sistema de processamento de dados) 5 ANOS

Comprovante de Rendimentos Pagos e de Retenção na Fonte 5 ANOS

Comprovantes da Escrituração (Notas Fiscais e recibos) 5 ANOS

Contratos de seguros de bens – documentos originais 5 ANOS

Contratos de seguros de pessoas – documentos originais 20 ANOS

Contratos Previdenciários Privados 20 ANOS

Contribuição de intervenção no Domínio Econômico - CIDE 5 ANOS

Declaração de Ajuste Anual – IR Pessoa Física e comprovantes de deduções e outros valores 5 ANOS

Declaração de Compensação de Tributos (PER/DCOMP) 5 ANOS

Declaração de Débitos e Créditos Tributários Federais - DCTF 5 ANOS

Declaração de Imposto de Renda Retido na Fonte - DIRF 5 ANOS

Declaração de informações das Indústrias de Cosméticos, Perfumaria e Higiene Pessoal – DIPI-TIPI 33 5 ANOS

Declaração de Informações sobre Atividades Imobiliárias - DIMOB 5 ANOS

Declaração do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural - ITR 5 ANOS

Declaração Especial de Informações – DIF


- DIF - Bebidas
5 ANOS
- DIF - Cigarros
- DIF - Papel Imune

Declaração Integrada de Informações Econômico-Fiscais da Pessoa Jurídica - DIPJ 5 ANOS

Declaração Simplificada das Pessoas Jurídicas das Empresas Optantes pelo Simples e Inativas 5 ANOS

Demonstrativo de Apuração de Contribuições Sociais - DACON 5 ANOS

Demonstrativo de Notas Fiscais - DNF 5 ANOS

57
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 57 11/7/08 4:15:31 PM


continuação 5.3 COMPETÊNCIA FEDERAL

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Demonstrativo do Crédito Presumido - DCP 5 ANOS

Extinção das debêntures - livros 5 ANOS

Imposto de Renda – Pessoa Jurídica – livros e documentos em geral:


- Pessoa física considerada empresária
- Pessoa jurídica – lucro presumido
- Pessoa jurídica – lucro real
- Pessoa jurídica – lucro arbitrado 5 ANOS
- Imposto de Renda na Fonte (pessoa jurídica e física)
- Imunes e isentas
- Microempresas e Empresas de Pequeno Porte
- Deduções do Imposto sobre a Renda

Imposto sobre a Exportação, para o Exterior, de Produtos Nacionais ou Nacionalizados - IE - comprovantes 5 ANOS

Imposto sobre a importação de produtos Estrangeiros - II - comprovantes 5 ANOS

Imposto sobre Operações de Crédito, câmbio e Seguro ou sobre Operações relativas a Títulos ou Valores Mobiliários – IOF – comprovantes
5 ANOS
e informações

Imposto sobre Produtos Industrializados - IPI – comprovantes de escrituração fiscal e contábil 5 ANOS

Livros obrigatórios de escrituração fiscal e comercial


- Livro Diário 5 ANOS
- Livro Razão

Livros e documentos pertinentes a ações judiciais ou administrativas INDETERMINADO

Sociedades Anônimas S/A – Títulos ou contratos de investimento coletivo 8 ANOS

58
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 58 11/7/08 4:15:31 PM


tabela de guarda de documentos 5.4 COMPETÊNCIA ESTADUAL

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Administradora de Cartão de Crédito ou de Débito – arquivo magnético 5 ANOS

Declaração de informações e Apuração do Imposto – Declaração do Simples 5 ANOS

Declaração para o Índice de Participação dos Municípios na Arrecadação do ICMS – DIPAM (A, B, ME e Substitutiva) 5 ANOS

Demonstrativo de Crédito Acumulado - DCA 5 ANOS

Demonstrativo do Movimento de Gado - ICMS 5 ANOS

Documentos fiscais:
• Nota Fiscal, modelo 1 ou 1-A;
• Nota Fiscal de Venda a Consumidor, modelo 2;
• Cupom Fiscal emitido por Equipamento Emissor de Cupom Fiscal - ECF;
• Nota Fiscal de Produtor, modelo 4;
• Nota Fiscal/Conta de Energia Elétrica, modelo 6;
• Nota Fiscal de Serviço de Transporte, modelo 7;
• Conhecimento de Transporte Rodoviário de Cargas, modelo 8;
• Conhecimento de Transporte Aquaviário de Cargas, modelo 9;
• Conhecimento Aéreo, modelo 10;
• Conhecimento de Transporte Ferroviário de Cargas, modelo 11;
• Bilhete de Passagem Rodoviário, modelo 13;
• Bilhete de Passagem Aquaviário, modelo 14; 5 ANOS
• Bilhete de Passagem e Nota de Bagagem, modelo 15;
• Bilhete de Passagem Ferroviário, modelo 16;
• Despacho de Transporte, modelo 17;
• Resumo de Movimento Diário, modelo 18;
• Ordem de Coleta de Carga, modelo 20;
• Nota Fiscal de Serviço de Comunicação, modelo 21;
• Nota Fiscal de Serviço de Telecomunicações, modelo 22;
• Manifesto de Carga, modelo 25; e,
• Conhecimento de Transporte Multimodal de Cargas, modelo 26;
• Nota fiscal eletrônica- NF-e;
• Documento auxiliar da Nota Fiscal eletrônica – DANFE
• Nota fiscal de Serviço de Transporte Ferroviário, modelo 27.

Guia de informação e Apuração – GIA Eletrônica 5 ANOS

59
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 59 11/7/08 4:15:31 PM


continuação 5.4 COMPETÊNCIA ESTADUAL

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Guia Nacional de informação e apuração do ICMS Substituição Tributária – GIA-ST 5 ANOS

Livros fiscais:
• Registro de Entradas, modelo 1;
• Registro de Entradas, modelo 1-A;
• Registro de Saídas, modelo 2;
• Registro de Saídas, modelo 2-A;
• Registro de Controle da Produção e do Estoque, modelo 3;
• Registro do Selo Especial de Controle, modelo 4;
5 ANOS
• Registro de Impressão de Documentos Fiscais, modelo 5;
• Registro de Utilização de Documentos Fiscais e Termos de Ocorrências, modelo 6;
• Registro de Inventário, modelo 7;
• Registro de Apuração do IPI, modelo 8;
• Registro de Apuração do ICMS, modelo 9;
• Livro de Movimentação de Combustíveis – LMC; e,
• Livro de Movimentação de Produtos - LMP.

Operações com Combustível – arquivo magnético 5 ANOS

Operações ou Prestações interestaduais – arquivo magnético 5 ANOS

Regimes de Apuração Normal – GARE 5 ANOS

Relação das Entradas e Saídas de mercadorias em Estabelecimento do Produtor 5 ANOS

Remessa Interestadual em Consignação industrial – arquivo eletrônico 5 ANOS

60
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 60 11/7/08 4:15:32 PM


tabela de guarda de documentos 5.5 COMPETÊNCIA MUNICIPAL

DOCUMENTO TEMPO DE GUARDA

Declaração Anual do Movimento Econômico - DAME 5 ANOS

Declaração Eletrônica de Serviços – DES 5 ANOS

Documentos fiscais:
• Nota Fiscal de Serviços - Tributados, série A;
• Nota Fiscal Simplificada de Serviços;
• Nota Fiscal de Serviços - Não-tributados ou Isentos, série C; 5 ANOS
• Nota Fiscal de Serviços - Remessa ou Devolução, série D;
• Nota Fiscal de Serviços - Estacionamento, série E; e,
• Nota Fiscal-Fatura de Serviços.

Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza – comprovantes de recolhimento 5 ANOS

Livros fiscais:
• Registro de Notas Fiscais de Serviços Prestados (modelo 51);
• Registro de Notas Fiscais-Faturas de Serviços Prestados a Terceiros (modelo 53);
• Registro de Movimento de Ingressos em Diversões Públicas (modelo 54); 5 ANOS
• Registro de Serviços Tomados de Terceiros (modelo 56);
• Registro de Recebimento de Impressos Fiscais e Termos de Ocorrências (modelo 57); e,
• Registro de Impressão de Documentos Fiscais (modelo 58).

Taxa de Fiscalização de Anúncios – TFA 5 ANOS

Taxa de Fiscalização de Estabelecimento – TFE 5 ANOS

61
GUIA DE RETENÇÕES

Guia Retencoes.indd 61 11/7/08 4:15:32 PM


Guia Retencoes.indd 62 11/7/08 4:15:32 PM
Guia Retencoes.indd 63 11/7/08 4:15:32 PM
Av. Tiradentes, 960 • Luz • São Paulo • SP • 01102-000
Fone 11 3304.4400 • Fax 11 3304.4510
sesconsp@sescon.org.br • www.sescon.org.br

Guia Retencoes.indd 64 11/7/08 4:15:33 PM