Você está na página 1de 2

Identificação de bactérias através da Coloração de Gram (23/10/2010) (Título da prática e Data)

Diego Dias Carneiro, Luiz Augusto da Cruz Meleiro (componentes do grupo)

INTRODUÇÃO

(nesta seção deve ser feita uma breve abordagem teórica acerca dos assuntos mais importantes referentes ao tema da prática (evitar exceder 1 página) utilizando como fonte material bibliográfico de cunho científico (livros didáticos e artigos científicos) evitando utilizar informações não confiáveis da internet. É importante ressaltar que toda informação citada deve ser devidamente referenciada conforme exposto no exemplo abaixo.) Em geral, são necessárias colorações biológicas para a visualização de bactérias de modo adequado e demonstração dos detalhes finos das suas estruturas. O advento da coloração representa, em grande parte, o fundamento dos principais avanços produzidos em microbiologia clínica e em outros campos da microscopia diagnóstica durante os últimos 100 anos (KONEMAN et al. 2001 apud FREITAS & PICOLI, 2007). O método tintorial predominante utilizado em bacteriologia é o método de Gram. A bacterioscopia, após coloração pelo método de Gram com diagnóstico presuntivo, de triagem, ou até mesmo confirmatório em alguns casos, constitui peça importante e fundamental. Essa técnica requer instalação simples, necessitando apenas de uma sala pequena com disponibilidade de água e gás, onde deverá ser instalado um balcão com pia e um bico de Busen, eventualmente substituído por uma lamparina ou espiriteira (BRASIL, 2011).

MATERIAIS E MÉTODOS

(nesta seção devem ser citados os materiais utilizados e, em seguida, descrever como foi realizado o procedimento experimental (na forma de tópicos (exemplo abaixo) ou em texto corrido, lembrando que não devem ser utilizados verbos na 1ª pessoa)) Materiais

-

Lâminas

-

Microscópio

-

Cristal de Violeta

-

Lugol

-

Metodologia

1. Confeccionar o esfregaço;

2. Corar com Cristal de Violeta por 60 segundos;

3. Lavar com esguicho de água destilada;

4. Cobrir com Lugol por 60 segundos

5.

RESULTADOS E DISCUSSÕES

(nesta seção devem ser expostos os resultados obtidos e realizar discussões acerca dos referidos resultados, explorando ao máximo os fundamentos teóricos para explicar o porquê dos dados obtidos e no caso de resultados de caráter visual recomenda-se utilizar fotos do experimento para melhor visualização e entendimento)

A técnica de coloração de Gram é uma técnica de coloração diferencial que permite distinguir os dois principais grupos de bactérias por microscopia óptica. Como esperado foi possível distinguir as duas classes de microrganismos (Gram + e Gram -) através das análises microscópicas, onde as bactérias Gram – apresentaram coloração avermelhada e as bactérias Gram + coloração azulada. As bactérias gram + se coram em azul por possuírem uma camada

CONCLUSÃO

(expor, de forma simplificada, se os resultados obtidos foram os esperados e a importância da prática)

Conforme esperado, os resultados da prática se mostraram satisfatórios, visto que a diferença entre as bactérias pode ser facilmente A coloração de gram se mostra como uma técnica prática e eficiente para a identificação preliminar de

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA

(Dispor a bibliografia consultada, em ordem alfabética, seguindo as normas da ABNT para referência bibliográfica conforme exemplos abaixo para os materiais de consulta mais utilizados).

Livro:

TORTORA G. J.; FUNKE B. R.; CASE C.L. Microbiologia. 8. ed. Artmed. 2005. 829p.

Artigo científico:

FREITAS V. R.; PICOLI S. U. A coloração de gram e as variações na sua execução. Newslab. v. 82, p. 124-128, 2007.

Material extraído da internet:

MARTINEZ M. Coloração de Gram. In: InfoEscola. Disponível em:

<http://www.infoescola.com/bioquimica/coloracao-de-gram/>. Acesso em: 04 abr. 2011.

Legislação:

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas da Saúde. Programa Nacional de DST e AIDS. Técnica de Coloração de GRAM. Brasília. 2001. Disponível em: < http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/115_03gram.pdf>. Acesso em: 04 abr. 2011.