Você está na página 1de 2

Alexandre Parafita

Alexandre Parafita,
LER É SABER
natural de Sabrosa (Trás-
os-Montes) possui o Dou-
toramento em Cultura
Portuguesa pela Universi-
Biblioteca
dade de Trás-os-Montes e
Alto Douro (UTAD) e o
Escolar
Mestrado em Ciências da Comunicação pela
Universidade da Beira Interior (UBI). AE Mesão Frio
É investigador de literatura oral tradi-
cional, docente do ensino superior e jornalis-
ta. Faz parte dos quadros da Universidade de
Trás-os-Montes e Alto Douro, onde é técnico
superior, leccionando também ao Curso de
Professores do 1º Ciclo. Na UTAD realizou o Direcção do Agrupamento de Escolas de Mesão Frio.

seu Doutoramento em Cultura Portuguesa, na .Departamento Pré-Escolar A. E. Mesão Frio; Ana


especialidade de Tradições Orais e Cultura
Cardoso; Carmo Reis; Cristina Correia.
Popular. Lecciona igualmente, como professor
convidado, na Escola Superior de Educação .Professora Bibliotecária e Coordenadora da Biblioteca
Jean Piaget/Nordeste e é investigador do Cen- Escolar A. E. Mesão Frio, Isabel Ramos.
tro de Tradições Populares Portuguesas da
Universidade de Lisboa.
Foi jornalista profissional durante quase 20
Telefone: 254 892 345
anos e Director de um Semanário regional
Fax: 254 891 404
durante 4. Tem colaborado ainda em muitos
eb23secmesafrio@telepac.pt
jornais e revistas, regionais e nacionais.
becremesafrio@gmail.com
http://jardinsembarcorabelo.blogspot.com/
1 Encontro 1 Escritor
In, Projecto Vercial
http://bibliomesafrio.blogspot.com Alexandre Parafita
http://alfarrabio.di.uminho.pt/vercial/parafita.htm http://moodle.eb23-mesao-frio.rcts.pt
3 de Março de 2010
1 Encontro 1 Escritor 1 Encontro 1 Escritor 1 Encontro 1 Escritor
Alunos do 1º e 2º CEB Da sua bibliografia, são de destacar:
. Promover o livro e a leitura; Literatura infantil e infanto-juvenil:
· Literatura Oral Tradicional:
. Explorar diferentes abordagens à escrita e à
leitura infantil; · Uma Andorinha no Alpendre (Civilização, 1994)
· A Lenda da Princesa Marroquina (Europress, 1995) · A Comunicação e a Literatura Popular (Plátano
. Incentivar à produção de livros; · O Segredo do Vale das Fontes (Europress, 1996) Editora, 1999)
· Chovia Ouro no Bosque (Porto Editora, 1996) · O Maravilhoso Popular - Lendas. Contos. Mitos
. Estimular a criatividade; (Plátano Editora, 2000)
· A Princesinha dos Bordados de Ouro (Porto Editora,
. Conhecer escritores regionais; 1996) · Antologia de Contos Populares – Vol. 1: Contos
· O Último Gaiteiro (Europress, 1997) religiosos, contos de fadas, contos novelescos,
. Proporcionar a Articulação curricular entre · As Aventuras de Rik & Rok (co-autor, Impala, 1998) contos do demónio estúpido (Plátano Editora,
ciclos, tendo em conta a promoção de apren- · Histórias de Natal Contadas em Verso (Âncora, 2001)
2000) · Antologia de Contos Populares – Vol. 2: Con-
dizagens partilhadas ao longo do percurso
· As três touquinhas brancas (Plátano Editora, tos jocosos e divertidos (Plátano Editora,
escolar do aluno. 2002)
2000)
· Branca Flor, o Príncipe e o Demónio (ASA, 2001) · A Mitologia dos Mouros (Gailivro, 2006)
Estratégias
· A mala vazia (Âmbar, 2003) - Os Provérbios e a Cultura Popular (co-autor,
. Organizar um conjunto de actividades, envol- · Diabos, diabritos e outros mafarricos (Texto Edito- Gailivro, 2007)
vendo os Alunos na dinâmica e na utilização ra, 2003) - Património Imaterial do Douro: Narrações
· Bruxas, feiticeiras e suas maroteiras (Texto Editora, Orais, Vol. 1 (Museu do Douro, 2007)
da Biblioteca Escolar e dos livros infantis;
2003)
. Realizar actividades na área da expressão · O Conselheiro do Rei (Impala, 2004)
dramática; · Histórias de Arte e Manhas (Texto Editores, 2005)
· Contos de Animais com Manhas de Gente (Âmbar,
. Criar um ambiente informal, onde os alunos 2005)
se sintam à vontade para escutar as histórias, - Contos ao vento com demónios dentro In, Projecto Vercial
incentivando-os para o contacto com o (Plátano editora, 2009)
http://alfarrabio.di.uminho.pt/vercial/parafita.htm
livro, o seu autor e personagens da
história;