Você está na página 1de 5

 Localizar o espaço imperial romano?

Roma fica situada na Península Itálica.


No séc. III a.C. Roma dominava toda a Península Itálica, dominava ainda o Norte de África e parte da
Península Ibérica;
No séc. II a.C. conquistou: Grécia, Macedónia, Ásia Menor, Síria e a Judeia;
No séc. I a.C. detinha o Egito e a Gália;
No séc. I e II: Britânia e a Dácia.

 Reconhecer o caracter urbano da civilização romana?

A Civilização romana é essencialmente urbana, porque a cidade é o centro económico, político social,
administrativo e cultural.
A urbe não é um simples conjunto de edifícios, mas uma associação destinada a satisfazer hábitos,
necessidades e interesses comuns daqueles que a habitam.
Roma é o centro do poder e coração do império: tudo a ela está ligado por meio de estradas e pontes.
Esta era o modelo a seguir e estendia o seu modo de organização a todo o império.

 Referir as instituições governativas republicanas da Roma Antiga?

As instituições governamentais republicanas de Roma Antiga são as seguintes:


- O senado que era a assembleia dos notáveis, ou seja, dos cidadãos mais prestigiados; este administrava
as províncias (regiões conquistadas pelos romanos), controlava o Tesouro e as Magistraturas e tomava
decisões sobre a política externa da urbe.
- Os comícios eram a assembleia do povo romano e tinham como cargos eleger os magistrados e aprovar
as leis.
- Os magistrados eram aqueles que defendiam os direitos dos cidadãos mais humildes de Roma
(plebeus); eleitos pelos comícios detinham os poderes executivos, judiciais e militares; eram designados
por um ano e seguiam uma carreira politico-ascendente (cursos honorum) até alcançarem o lugar mais
desejado, o de Cônsul, que dava acesso ao Senado!

 Explicar a importância assumida pelo imperador como elemento de coesão política do império?

1
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

 Salientar a riqueza e a utilidade do direito romano?

O Direito é o conjunto de normas jurídicas que rege a vida de um povo.


Os romanos criaram o direito de modo a que a administração do seu vasto império e a convivência
pacífica das suas gentes se tornassem possíveis, e isto não seria possível sem que existisse um conjunto
de leis abrangente e organizado, que definisse as normas a seguir nos grandes e pequenos problemas da
vida quotidiana.
Inicialmente os romanos transmitiam as leis oralmente, passando de geração em geração, mas depois
de uma revolta dos plebeus, em meados do séc. V a.C., as leis foram gravadas em 12 tabuas, “A Lei das
XII Tábuas” dando origem ao primeiro código.
No entanto as leis rapidamente se mostraram insuficientes, e como novas situações originaram novas
leis, os magistrados encarregados da justiça - os pretores, os jurisconsultos, os advogados, o senado e o
imperador, criaram novas leis.
Os romanos redigiram um conjunto vasto de leis, orientados pelos princípios claros da justiça: “viver
honradamente, atribuir a cada um o que é seu, não prejudicar ninguém”, originando a obra “Código
Justiniano.”
A imensa obra legislativa atuou como importante fator de pacificação e união dos povos do império, pois
estes não se sentiam sujeitos a um poder ilimitado mas sim protegidos por leis claras, jutas e adequadas
em comunidade.

 Relacionar a extensão progressiva do direito da cidadania com a integração dos vários povos do
império?

_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

 Referir os elementos de unificação do império romano?

_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
2
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

 Caracterizar a cultura romana?

A cultura Romana era pragmática e tinha bastantes influências helénicas.


Era pragmática pois tinha um sentido prático naquilo que criava, privilegiava a utilidade e a eficiência,
podemos comprovar isso com os seguintes exemplos: os romanos pavimentaram as estradas,
construíram aquedutos e esgotos, tudo para facilitar a vida na urbe.
Quanto á influência helénica, os romanos admiravam bastante os gregos, pois tinham plena consciência
de que era uma civilização superior, então imitavam-nos no que toca á arte, literatura, filosofia e na
religião, que era também politeísta.

 Descrever os elementos urbanísticos da cidade romana, tendo em conta as suas funções


politicas, cívicas e culturais?

As cidades romanas eram muito organizadas e tinham uma planta bastante retilínea, no qual duas ruas
principais se cruzavam: o cardo e o decumano.
O Fórum era a grande praça pública, o centro administrativo e religioso da cidade; aqui ficava a cúria
(onde se reunia o senado), a basílica (tribunal e local de reuniões), os templos (“O Capitólio” dedicado a
Júpiter era dos mais importantes) e o mercado.
Nas cidades havia também os edifícios para o lazer: as termas (onde homens e mulheres poderiam ir
descansar, relaxar, conversar, mas em horas distintas), o circo (onde se assistia a corridas de carros com
cavalos) e os anfiteatros (decorriam duelos entre gladiadores, combates entre feras e homens e
simulações de batalhas navais); os edifícios comemorativos: arcos de triunfo e as colunas; e os edifícios
utilitários: aquedutos, pontes e esgotos.
Havia também dois tipos de habitações a Domus e a Insula. A Domus eram as casas particulares das
famílias mais ricas, com jardins interiores e pátios. A Insula era os prédios com várias habitações, onde
viviam os habitantes ais pobres, eram construídos em madeira ou tijolo e sem grande conforto.

 Identificar os modelos arquitetónicos e escultóricos da civilização romana?

Enquanto os gregos se preocupavam com a harmonia e a proporção, os Romanos privilegiam a


grandiosidade e a robustez das construções arquitetónicas.
Na arquitetura for implementadas algumas diferenças quanto á arquitetura grega: nos templos para
criarem uma certa elevação acrescentaram o pódio e também criaram uma ordem nova, a ordem
compósita que é a conjugação das três ordens já existentes:

3
Ordem compósita

Origem Grega Origem Romana, junção das 3 anteriores


Também inovaram no que toca na criação da planta circular, a utilização do betão e a cópula (como
exemplo temos o “Panteão”, onde enterravam as pessoas mais prestigiadas); os arcos (que servia para
comemorar os grandes feitos dos imperadores) e as abobadas (como exemplo tempos a “Basílica de
Maxêncio”, onde os tribunais funcionavam); e por último temos o “Grande Anfiteatro de Roma” onde
decorriam duelos entre gladiadores, combates entre feras e homens e simulações de batalhas navais,
onde existiam bancadas para cada grupo social, abóbodas de betão e a junção das quatro ordens
arquitetónicas.
Quanto á escultura o caráter narrativo das cenas tratadas nos relevos demonstram um grande sentido
apologístico, didático e documental (como exemplo temos: “A Coluna do Trajano” e “O Arco de
Constantino”). Procuravam honrar e louvar o imperador, os generais e as pessoas mais importantes,
divulgando a sua imagem e os seus atos. O seu realismo técnico e formal originou autênticos retratos,
que sugerem aspetos psicológicos e de caráter das personalidades.

 Evidenciar a intenção apologética da literatura e da historiografia?

Os sentidos didáticos, apologéticos e históricos que testemunhámos na arte, estiveram também


presentes na literatura e na historiografia.
Na literatura, a poesia um dos géneros literários mais praticados pelos Romanos, a influência grega é
bem evidente com o poeta Virgílio, autor de “Eneida”, poema épico onde o autor exalta as origens e os
feitos Romanos.
A historiografia também desempenhou um papel importante na glorificação e na legitimação das
conquistas e na própria ideia do Império Romano como Império Universal.
Para os Romanos, a “História Romana” de Tito Lívio, e a “Histórias” de Políbio, são das mais importantes
para os romanos.

 Descrever o sistema de ensino romano?

No que diz respeito à educação, Roma seguiu o modelo grego, que procurava a educação o mais
completa possível (física e intelectualmente), no entanto Roma tinha a formação de uma rede escolar
urbana uniformizada, pois esta era destinada a ambos os sexos.
Por volta dos 7 anos os rapazes/ as raparigas começavam a frequentar escolas que funcionavam junto ao
fórum, e tinham três tipos de mestres:
- O litterator, era uma espécie de professor primário, o currículo deste ensino primario dos 7 aos 11 anos
compreendia a escrita, a leitura, o cálculo e os alunos ainda decoravam os trechos poéticos mais
moralizadores;
- O grammaticus, nível secundário, que aprofundava o estudo da língua, as principais obras literárias, a
matemática, geometria, a música e a astronomia. As suas aulas eram frequentadas por aqueles que
possuíam mais posses monetárias
- O rhetor, ensino superior, apenas era frequentado por rapazes, pois não fazia qualquer sentido para as
raparigas esta terceira etapa, já que se fundamentava na aprendizagem da Retórica e do Direito,
destinados ao desempenho de altos cargos políticos e administrativos, reservados somente aos homens.
Tal como hoje, para além da aprendizagem propriamente dita, o ensino obedecia a determinados fins
educativos: “o domínio de si, a obediência a toda a autoridade e a benevolência para com o próximo”

4
 Comparar genericamente a civilização grega com a civilização romana?

_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________

 CONCEITOS BASE:

MONARQUIA – Os etruscos dominaram a Roma e engrandeceram-na, sec. VIII


REPUBLICA – Os aristocratas romanos expulsaram o último rei etrusco, sec. VI
IMPÉRIO – Estado constituído por vários territórios, um dos quais exerce domínio político e exploração
económica sobre os restantes, sec. I
URBE – Termo usado na Antiga Roma para designar uma cidade ou recinto urbano, geralmente rodeado
de muralhas.
PRAGMATISMO – Sentido prático, atitude que privilegia a utilidade e a eficiência como critério de
atuação; é uma das características mais salientes da cultura romana.
URBANISMO – Ciência que trata do estudo e planificação do meio urbano. Os Romanos foram
verdadeiros mestres de urbanismo e, nas cidades que criavam, nada era deixado ao acaso. Distribuíam
áreas adequadas para as casas de habitação, as lojas de comércio, as praças públicas, os templos.
Determinavam também a água que iria ser necessária, o número e o tamanho das ruas, os passeios e os
esgotos, prevendo até áreas para o futuro desenvolvimento da cidade.
FÓRUM – Centro administrativo e religioso de uma cidade romana, constituído por uma área destinada a
reuniões ao ar livre, rodeada de edifícios e colunatas.