Você está na página 1de 7

PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

ESCOLA: ______________________________________________ DATA: ____/ ____/ 20__

NOME: ______________________________________________________ Nº ____ TURMA: ____

GRUPO I

Antes de visualizares a reportagem relativa ao Festival Internacional de


Chocolate em Óbidos (https://www.youtube.com/watch?v=Vrry9CJ5umk), lê as
questões que se seguem. Depois, vê atentamente a reportagem duas vezes e
responde às questões.

1. De acordo com a informação da reportagem, classifica as seguintes afirmações


como verdadeiras (V) ou falsas (F).
Afirmações V F
a) A reportagem dá-nos a conhecer o Festival Internacional de
Chocolate em Óbidos, onde só as crianças se divertem.
b) Neste festival podem provar-se iguarias de chocolate, mas também
se pode assistir a demonstrações de pastelaria.
c) As crianças podem participar na confeção de um bolo de chocolate.

d) A maior atração do festival são esculturas que concentram 600 kg


de chocolate, inspiradas na fauna da lagoa de Óbidos.
e) O chocolate é usado apenas na culinária.

GRUPO II

Texto A

Lê, atentamente, o texto seguinte.

Festival Internacional de Chocolate em Óbidos

A 14.a edição do festival mais doce do país realiza-se de 31 de março a 25 de abril,


com atividades para pais e filhos.

Se és guloso e gostas de chocolate, tens de convencer os teus pais a visitar a bonita vila de
Óbidos ao longo das próximas semanas.
5 Os ateliês “Mão no Chocolate” são uma das novidades desta edição do festival de
chocolate. Aqui poderás aprender a fazer um chocolate quente a gosto e mousse apenas com
água.
Não percas de vista o ateliê “Ser Pasteleiro”. É muito engraçado e divertido (a entrada para
crianças dos 3 aos 11 anos custa 5 euros). Neste espaço podes aprender a fazer três receitas:
10 pipocacacau, cone de chocolate surpresa e peixinhos crocantes.

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 1
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

Um dos maiores produtores mundiais de cacau, o Brasil, vai estar em destaque no festival.
Através de fotografias, vídeos, instrumentos de trabalho e outros suportes, mostra-se a história
e o método de produção do cacau nas regiões da Baía e da Amazónia, bem como a relação
com o fabrico de bom chocolate.
15 Para os leitores da VISÃO Júnior que gostam de assistir a desfiles de moda, a passarela
será montada na praia do Bom Sucesso, na lagoa de Óbidos. Marlene Oliveira, Paulo Pereira
e as alunas do curso de Fashion Design da World Academy apresentam no dia 16, às 22
horas, criações inspiradas na água, o tema deste ano do festival.

http://visao.sapo.pt/visaojunior/noticias/2016-03-31-Festival-Internacional-de-Chocolate-em-Obidos
(consultado em junho de 2016, texto com adaptações)

1. Assinala com X, de 1.1. a 1.5., a opção que completa corretamente cada frase,
de acordo com o sentido do texto.
1.1. A 14.a edição do Festival Internacional de Chocolate em Óbidos decorre de
a) 1 a 31 de março.
b) 25 de março a 25 de abril.
c) 31 de março a 25 de abril.
d) 25 de abril a 25 de junho.

1.2. Nos ateliês “Mão no Chocolate” é possível aprender a fazer


a) pipocacacau, cone de chocolate surpresa e peixinhos crocantes.
b) chocolate quente com água e mousse de chocolate.
c) bolo de chocolate.
d) chocolate quente e mousse com água.

1.3. A visita ao ateliê “Ser Pasteleiro”


a) está aberta a todas as idades.
b) custa cinco euros.
c) é gratuita.
d) é maçadora.

1.4. O Brasil está em destaque no festival, porque


a) fabrica chocolate nas regiões da Baía e da Amazónia.
b) é um dos maiores produtores mundiais de cacau.
c) se relaciona com o fabrico de chocolate de qualidade razoável.
d) estabeleceu uma relação entre a Amazónia e Óbidos.

1.5. O tema do festival é


a) a água.
b) o chocolate.
c) a moda.
d) a criatividade.

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 2
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

Texto B

Lê o texto que se segue com muita atenção.

Russos e orelhas

Uma das coisas que eu mais gostava de saber era o nome dos bolos.
Palavra.
Para mim, bolo é bolo e pronto.
De manhã, quando saímos de casa e entramos no “Toninho”, que é o café cá da rua,
5 a minha mãe pergunta-me sempre:
– O que é que tu queres?
E eu respondo sempre:
– Uma meia de leite e um bolo, se faz favor.
Então a minha mãe vira-se para o Sr. Josué, que está sempre a atender as pessoas
10 ao balcão, e traduz:
– Uma meia de leite e uma torrada, se faz favor.
Porque a minha mãe não me deixa comer doces. Diz que depois fico sem dentes e
com barriga a mais.
A minha mãe sabe o nome de todos os bolos que há no “Toninho”, desde os maiores
15 até aos mais pequenos.
É capaz de falar deles como se eles fossem pessoas da família.
Aqui há dias, estava eu – que remédio – a comer a minha torrada, quando a ouço
perguntar ao Sr. Josué:
– Que é dos russos? – Até me ia engasgando.
20 De repente pensei que a minha mãe era uma daquelas espias que a gente vê nos
filmes, sempre a correr atrás dos russos.
Mas o Sr. Josué não pareceu nada admirado.
Muito calmamente, respondeu:
– Estou à espera.
25 A minha mãe é que, como sempre, estava atrasada e não podia esperar. Encolheu
os ombros e disse:
– Então dê-me aí uma orelha.
Achei que era filme demais.
Já via a minha mãe a trincar a orelha de um russo, e o sangue todo a pingar sobre o
30 vidro, e o Sr. Josué, coitado, a limpar aquilo tudo – e abri tanto, mas tanto, os olhos, que
a minha mãe apontou para o balcão e disse:
– É aquele bolo ali… Aquele bolo chama-se “orelha”. Que é que tu pensavas que
fosse?
– Nada – respondi.

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 3
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

35 Não ia agora fazer figuras tristes diante da minha mãe e do Sr. Josué.
Que, de repente exclamou:
– Aí estão os russos! Eu não disse que não tardavam?
E é então que eu vejo o Zé, que é o pasteleiro, a trazer da cozinha um enorme
tabuleiro de bolos quadrados de cor acastanhada, polvilhados de açúcar e com um
40 cheiro de fazer crescer água na boca.
A minha mãe olhou para a minha cara e desatou a rir.
– Vá lá – disse ela – hoje até tens direito a um bolinho!
Saímos os dois do “Toninho” com mais dois quilos, mas muito mais felizes…
E nessa manhã, quando a professora se lembrou de perguntar qual o país que mais
45 gostaríamos de visitar um dia, eu berrei logo:
– A Rússia!
E ela foi depois dizer à minha mãe que, para a minha idade, eu era um rapazinho
cheio de curiosidade pelo mundo à minha volta.
Claro que sou.
50 Desde que o mundo à minha volta tenha chocolate e muito açúcar por cima.

Alice Vieira, Livro com cheiro a canela, 2.a ed., Lisboa, Texto Editores, 2009, pp. 12-15

2. Identifica o(a) autor(a) deste texto.


___________________________________________________________________

3. Indica o nome da obra de onde foi retirado este conto.


___________________________________________________________________

4. Ordena as seguintes informações, de 1 a 6, de acordo com a ordem pela qual aparecem


no texto.

a) A professora elogiou o interesse do menino pelo mundo.

b) A mãe do menino não o deixava comer bolos ao pequeno-almoço.

c) “Orelha” era o nome de um bolo.

d) O menino desejava conhecer o nome dos bolos da pastelaria.

e) A mãe, excecionalmente, acedeu a que o menino comesse um bolo.

f) O menino imaginou que a mãe pudesse ser uma espia.

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 4
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

5. Identifica as personagens do texto.


___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

6. Explica, por palavras tuas, o significado da frase “Para mim, bolo é bolo e pronto.” (linha 3).
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

7. Refere os motivos que levam a que a mãe do menino o proíba de comer doces.
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

8. “É capaz de falar deles como se eles fossem pessoas da família.” (linha 16).

8.1. Explica o significado da frase anterior.


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

9. “Aí estão os russos! Eu não disse que não tardavam?” (linha 37).

9.1. Descreve os russos.


_______________________________________________________________
_______________________________________________________________
_______________________________________________________________

10. Achas que o menino é guloso? Justifica a tua opinião.


__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________
__________________________________________________________________

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 5
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

GRUPO III

1. Classifica as seguintes palavras da coluna A, retiradas do texto B, quanto ao


número de sílabas, fazendo as correspondências com a coluna B.
Coluna A Coluna B
a) engasgando
1. Monossílabo
b) balcão
c) barriga 2. Dissílabo

d) mim 3. Trissílabo
e) família
4. Polissílabo
f) remédio

a) _____ b) _____ c) _____ d) _____ e) _____ f) _____

2. Divide as palavras apresentadas em 1., seguindo as regras da translineação.


___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

3. Classifica as mesmas palavras quanto à posição da sílaba tónica.


___________________________________________________________________
___________________________________________________________________

4. Completa o quadro, indicando o tempo, o modo e a conjugação de cada forma


verbal apresentada, retirada do texto B.

Verbos Tempo e modo Conjugação verbal


a) respondo
b) pensei
c) encolheu
d) deixa

5. Identifica a classe a que pertencem as seguintes palavras, retiradas da frase do texto B:


“Uma das coisas que eu mais gostava de saber era o nome dos bolos.” (linha 1).
a) coisas – ____________________ c) era – ______________________

b) eu – _______________________ d) o – ________________________

6. Assinala com um X todas as palavras que pertençam à mesma família.


a) doce c) doçaria e) adoçante

b) doseador d) docente f) doca

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 6
PALAVRA PUXA PALAVRA 5 – TESTE DE DIAGNÓSTICO

GRUPO IV

O menino que ficaste a conhecer no texto B do Grupo II era um verdadeiro amante


de chocolate.
Imagina que numa viagem ao país que mais gostarias de visitar encontras uma
aldeia de chocolate. Escreve um texto narrativo em que contes como correu essa
aventura.
O teu texto, com um mínimo de 120 e um máximo de 180 palavras, deverá incluir:
 uma situação inicial, o seu desenvolvimento e um desfecho;
 momentos de descrição da aldeia e dos seus habitantes;
 um momento de diálogo;
 um título adequado.

______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________
______________________________________________________________________

©Edições ASA | 2016| Ana Simões, Ema Sá Barros, Joana Faria, Silvina Fidalgo Página 7