Você está na página 1de 3

Resumo da prova de amanhã.

1. Os 3 principais componentes do sistema de admissão dos motores convencionais típicos.


carburador
uma tomada de ar (duto que conduz o ar ao carburador)
tubulação de admissão
2. Para aumentar a capacidade de pré-aquecimento do compartimento do motor para combater a formação de gelo no
sistema do compressor:
Fechando-se os flaps de capota, e elevando a potência do motor.
Flapes de refrigeração.
3. Formação de gelo no sistema de admissão é classificada:
3 tipos de gelo> Gelo de impacto, Gelo de evaporação de combustível e gelo da válvula de aceleração.
4. No motor não superalimentado e utilizado em:
aeronaves leves
5. Permite a passagem de ar externo dentro do carburador:
dutos de ar do carburador.
6. Sistema de admissão deve ser checado para constar a existência de:
rachaduras e vazamentos.
7. O uso do álcool como agente descongelante pode:
enriquecer a mistura do combustível
8. Equipamento que tem a finalidade de impedir que a poeira ou outros materiais estranhos entrem no motor através do
carburador:
Filtro de ar do carburador.
9. Consiste de 2 dutos 1 é fixado e rebatido na carenagem do nariz, o outro é flexível entre o fixo e a válvula de ar.
Dutos de ar do carburador.
10. Sensor Bulbo, estiver ao lado do motor, o sistema:
Medirá a Temperatura da mistura AR/combustível.
11. As 2 unidades adicionais que não acrescentam nada, mas auxiliam o motor a realizar seu trabalho de maneira
eficiente:
1 pré-aquecedor
2 degelo com fluído.
12. Utilizando um pré aquecedor localizado no início da linha próximo a entrada do sistema de admissão e a frente:
pode ser impedida ou eliminada pelo aumento de temperatura que passa através do sistema.
13. O ar que circula no compartimento do motor atinge o sistema de admissão através de que componentes:
é controlado pela cabine de comando do piloto.
Abertura de uma válvula de controle
14. Quando não há perigo de formação de gelo o controle do carburador é normalmente mostrado na posição:
cold.
15.Para impedir que haja danos nas válvulas do aquecedor no caso do retorno das chamas, o aquecedor do carburador
não deverão ser utilizados durante a partida do motor.
16.Sistema de superalimentadores:
Externo e Interno (motores turbo alimentadores)
17. É o estágio de compressão para motores convencionais:
aumento da pressão do ar ou na pressão da mistura do ar/combustível
18. Consequência do sistema de filtragem:
Falha dos cilindros- desgastes da parede do cilindro pela poeira, desgaste dos anéis de segmento e contaminação do óleo
de motor.
19.Sistema de admissão que utilizam turboalimentadores apresentam os dispositivos:
sensores de temperatura e pressão e as unidades necessárias para aquecer ou resfriar o ar.
20.Finalidade do impulsor de distribuição dos motores convencionais;
Criar uma mistura mais homogenia com uma melhor distribuição dos vários cilindros.
21. O impulsor de distribuição é correto afirmar que:
Gira na mesma velocidade que o eixo de manivelas.
22. As 3 configurações gerais da superfície da câmara difusora no sistema de alimentação de um MO, CNVNCL:
Tipo Venturi, aleta e aerofólio.
23.Os turboalimentadores acionados externamente:
Entregam ar comprimido a entrada do carburador ou na unidade de controle de ar/combustível de uma aeronave.
24.Conjunto completo da conexão do impulsor com o eixo da roda da turbina de gases:
Chama-se ROTOR
25. Diferença básica de um impulsor de distribuição e um Superalimentador:
impulsor é conectado diretamente no eixo de manivelas
Superalimentador é mantido na frente do carburador.
26.Os turboalimentadores internos, diferente dos superalimentadores:
Comprimem o ar/combustível ao invés de somente AR.
27.2 tipos básicos de sistemas de escapamento para motores convencionais:
sistema aberto e sistema coletor
28.Mais de 50% de todas as panes de sistema de escapamento ocorrem:
dentro das 400 horas de vôo.
29.Nunca deve ser usado no sistema de escapamento:
Ferramentas galvanizadas ou com revestimento de zinco nem marcados com lápis por causa do zinco.
30.Melhor indicação em um vazamento de gases de escapamento:
indicado por linhas de cor cinza ou preta de fuligem verificadas na tubulação na área de vazamento.
31.Pás internas do silenciador (defletores difusores):
podem causar perda de potência do motor parcial ou completa.
32.Dispositivo de caqui (acumulo de carbono) da unidade de comporta do escapamento, onde ocasiona:
provocando um funcionamento errado do sistema.
33.Sistema de admissão em que o motor NÃO É superalimentado o ar frio para o carburador é admitido:
pela borda de ataque da carenagem do nariz abaixo do cone da hélice.
34. Nome de uma operação empregada acima da altitude especificada entre 7000 e 12000 pés:
Hight Blower.
35.A função das válvulas de borboletas dos gases de escapamento de um motor turbosuperalimentados:
regula a quantidade de gases de escapamento que são direcionados a turbina pela caixa de pulverizadores:
controlar a velocidade do rotor.
36.O controlador de razão de pressão controla um atuador de válvula de desvio:
acima da altitude critica de 16000 pés.
37.A posição de válvula de escapamento que determina a potência de saída de um motor turboalimentado é controlado
por:
pressão de óleo.
38. O óleo é devolvido ao cartar do motor turboalimentado, através de:
Dois dispositivos de controle:
1. Controlador de densidade
2. Controlador de pressão diferencial.
39. Indicação de mudança de potência desregulada, que resulta em uma flutuação continua de pressão na tubulação:
Contra-Reação.
40.Sistema de recuperação de força de turbina pra motores turbo convencionais operam por:
transmite a força para o eixo de manivelas do motor através de engrenagens e seu acoplamento.
41.Caso a temperatura do motor não seja alta o suficiente para combater o gelo, a capacidade de pre aquecimento pode
ser aumentada Fechando-se , os flaps da capota e elevando , a potência do motor.
42.O uso inadequado do aquecimento do carburador pode ser tão perigoso quanto uma grande formação de gelo no
sistema de admissão pois o aumento da temperatura do ar for com que este se expanda e perca a desidade. Esta
ação faz com que se reduza o peso da carga entregue ao cilindro, levando a uma sensível perda de potência__ devido
a eficiência volumétrica diminuída.
43.A alta temperatura do ar pode causar __DETONAÇÃO__ e falha do motor, especialmente durante a __decolagem__
e em operação com __Alta__ potência.
44.A operação com potencia reduzida leva a formação de gelo, a borboleta parcialmente fechada imprime o ar, que passa
através dela, uma velocidade muito maior que normalmente verificada naquele ponto, produzindo uma área de
pressão extremamente baixa .
45.Durante todas as inspeções periódicas de rotina do motor, o sistema de admissão deve ser checado para constatar:
evitar que vibras de tecido, pedaços de papel possam a vir a restringir as entradas de ar/dutos , rachaduras de
vazamentos.
Segurança de instalação de suporte em todas as instalações do sistema
Se há parafusos ou porcas frouxas que podem também causar sérios danos.
46. A ventoinha dos motores superalimentados podem ser acionadas por:
turbina do eixo de manivelas
47.A superalimentação dos motores convencionais se dividem em:
Interna e Externa.
48.Depois que a mistura combustível deixa a ventoinha, ela vai para:
Cilindro ( interno  superalimentador fica logo atrás do carburador. Dica*
49.A turbina que aciona a ventoinha do motor turboalimentado é movida por meio de:
Gases de escapamento Externo  turbina externa.
50.O sistema turbo alimentadores são:
são utilizados em aeronaves que voam em grandes altitudes.

GOOD LUCK SEUS PUTO!!!


_(_ Leia e releia, conserte caso eu tenha esquecido ou errado alguma coisa.
todos unidos vamos mais longe!