Você está na página 1de 12

CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 01 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

1ª QUESTÃO (09 escores)

MÚLTIPLA ESCOLHA

ESCOLHA A ÚNICA RESPOSTA CERTA, ASSINALANDO-A COM UM “X” NOS PARÊNTESES À ESQUERDA.

(UERJ) Observe a imagem que segue, analise o texto I e responda ao item 01.

TEXTO I

FAROESTE CABOCLO

“Não tinha medo o tal João de Santo Cristo.


Era o que todos diziam quando ele se perdeu.
Deixou pra trás todo o marasmo da fazenda[...]
Ele queria sair para ver o mar
E as coisas que ele via na televisão
Juntou dinheiro para poder viajar
De escolha própria escolheu a solidão [...]
E encontrou um boiadeiro com quem foi falar [...]
Dizia ele: - Estou indo pra Brasília
Neste país lugar melhor não há [...]
E João aceitou sua proposta
E num ônibus entrou no Planalto Central
Ele ficou bestificado com a cidade [...]
E João não conseguiu o que queria quando veio pra Brasília, com o diabo ter
Ele queria era falar pro Presidente
Pra ajudar toda essa gente
Que só faz sofrer.”

(RUSSO, Renato. Que país é este? EMI, 1987)

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 02 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

01. O enredo do filme Faroeste caboclo, inspirado na letra da canção de Renato Russo, foi contado muitas
vezes na literatura brasileira: o retirante que abandona o sertão em busca de melhores condições de
vida. A existência de retirantes está associada fundamentalmente à seguinte característica da
sociedade brasileira:

( A ) expansão acelerada da violência urbana.


( B ) retração produtiva dos setores industriais.
( C ) disparidade econômica entre as regiões nacionais.
( D ) crescimento desordenado das áreas metropolitanas.
( E ) concentração da terra em mãos de poucos proprietários.

(PUC-SP) Leia com atenção o fragmento do texto que segue e responda ao item 02.

“[...] todo espaço regional é fruto de uma história geológica, geomorfológica, pedológica e hidrológica,
modificado por sucessivas formas de atividades antrópicas, às vezes bastante perturbadoras.”

(AB’SABER, Aziz. Escritos ecológicos. São Paulo: Lazuli Editora, 2006. p. 34.)

02. Segundo o autor, vários são os processos que formam o espaço regional. A partir do que ele diz, no
texto, pode-se perceber, nas realidades regionais, que

( A ) numa região tropical, as ações humanas juntamente com os fenômenos geológicos são os
principais elementos na constituição do perfil da região.
( B ) ações humanas, como a urbanização e a modificação do curso dos rios, por exemplo, somente
são importantes na forma de uma região, se forem perturbadoras.
( C ) por serem perturbadoras, especialmente quando mal planejadas, as ações humanas terminam
dando o tom principal das características de uma região.
( D ) uma região condensa em suas características a complexidade tanto dos fenômenos
naturais, como da produção social do espaço.
( E ) a história dos processos naturais, embora marcada pelos tempos longos da natureza, tem
menor importância na determinação dos quadros regionais.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 03 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

03. (UFAL) O gráfico abaixo mostra o percentual de municípios com taxas de analfabetismo, por estado,
igual ou superior a 25% da população no Brasil.

(Disponível em: <http://www.ipea.gov.br>. Acesso em: 03fev.2015.)

O gráfico demonstra claramente que há um descompasso entre as regiões brasileiras, pois

( A ) os estados do sudeste não aparecem no gráfico, demonstrando que não possuem nenhum
município com mais de 25% da população analfabeta.
( B ) todos os estados nordestinos aparecem no gráfico e apresentam índices superiores à
média do Brasil.
( C ) todas as regiões são representadas no gráfico, mas apenas duas apresentam índices acima da
média nacional.
( D ) os índices dos estados da região norte superam a média brasileira e se aproximam da média do
nordeste.
( E ) apesar de todos os estados do centro-oeste aparecerem no gráfico, seu índice é abaixo da
média brasileira.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 04 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

(CEFET-MG) Observe atentamente o mapa abaixo, para responder ao item 04:

Fonte: Brasil-Ministério do Planejamento. Estudo da dimensão Territorial para o Planejamento.


Brasília, 2008. (Disponível em: <www.planejamento.gov.br>. Acesso em 03 abr.2013.)

04. Para atender às novas tendências econômicas e demográficas, a divisão regional para fins de
planejamento territorial nem sempre segue os limites dos estados. Nesse contexto, a relação entre a
região e a sua respectiva característica está correta em:

( A ) 2B2: configura-se por ocupação antiga, elevado nível de pobreza e alto potencial econômico.
( B ) 2B1: registra dados de ocupação recente, baixo nível de desenvolvimento
socioeconômico e renda.
( C ) 3B: revela focos de ocupação antiga, baixo grau de urbanização e reduzido nível de renda per
capita.
( D ) 1: apresenta elevado nível de povoamento, busca de produção sustentável de bens e geração
de riquezas.
( E ) 2A: expressa baixo dinamismo econômico, presença de fronteira agropecuária dinâmica e forte
processo de desenvolvimento infraestrutural.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 05 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

05. (ESPM) A entrada da Venezuela como membro pleno do MERCOSUL permite que o Bloco reformule a
sua composição e ganhe novo impulso graças à incorporação da terceira maior economia da América
do Sul.
Quanto ao ingresso da Venezuela no MERCOSUL, é correto afirmar que

( A ) foi aprovado apesar da discordância do Uruguai, beneficiado pela suspensão do Paraguai, em


consequência do golpe branco que derrubou seu presidente.
( B ) foi aprovado apesar da discordância do Paraguai, pois o ingresso de novo país-membro no
MERCOSUL podia ocorrer por maioria simples.
( C ) foi aprovada pela Argentina, Brasil e Uruguai, sem o voto do Paraguai, suspenso do
bloco em consequência da destituição do presidente desse país.
( D ) foi aprovado de comum acordo pelos quatro membros plenos do bloco: Brasil, Argentina,
Uruguai e Paraguai.
( E ) contou com o apoio geral da imprensa brasileira, bem como da situação e da oposição política
no Brasil, convencidos de que o governo venezuelano satisfazia à cláusula democrática,
requisito necessário para o ingresso.

06. (UFMS-Modificada) Sobre o Grupo dos 20 ou G-20, a alternativa correta é:

( A ) É um grupo coeso em suas políticas econômicas internas, em que cada membro contribui
financeiramente para um Fundo Monetário Internacional para salvaguardar os interesses das
empresas multinacionais.
(B) É uma aliança militar das nações capitalistas ocidentais mais desenvolvidas, formada para
combater os países que constituem o “eixo do mal” e que disseminam o terrorismo
internacional.
( C ) É um fórum de discussões políticas e econômicas dos países que controlam a macroeconomia
global, formado para combater a crise financeira mundial ocorrida no final de 2008.
( D ) É uma organização pertencente à Organização das Nações Unidas (ONU) com o objetivo de
discutir e desenvolver políticas de promoção do crescimento sustentado da economia global.
( E ) É um grupo de países, criado no final da década de 1990, com o objetivo de superar as
sucessivas crises financeiras geradas pela economia global. Visa ampliar o diálogo e
leva em conta o peso econômico crescente de seus membros.

07. (UFPA) O Meio-Norte ou Nordeste Ocidental é uma região

( A ) de transição entre a Amazônia e o Nordeste, com economia baseada no extrativismo


vegetal e na agricultura tradicional de algodão e arroz.
( B ) onde os "brejos" ocupam as encostas das chapadas e se transformam em áreas de agricultura
de subsistência.
( C ) de relevo suave, verdadeira extensão da Planície Amazônica, que tem na pecuária leiteira e de
corte a sua principal atividade.
( D ) de clima tropical úmido, onde se concentram atividades ligadas às "plantations" de cacau.
( E ) de grandes latifúndios, com ocorrências de elevadas densidades demográficas, devido à
necessidade de numerosa mão de obra.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 06 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

(FATEC-Modificada) Observe o mapa abaixo e responda ao item 08:

.
(Disponível em Imagens do Google – Internet – Acesso: 07mar. 2016.)

08. Podemos relacionar corretamente esse mapa a um projeto, que tem suscitado calorosas discussões,
sobre a/os
(A) transposição do principal rio da Bacia hidrográfica do rio São Francisco.
(B) construção da usina de Belo Monte junto à Bacia hidrográfica do rio Xingu.
( C ) sistemas de agricultura de irrigação junto à Bacia hidrográfica do rio Jaguaribe.
(D) mais nova usina hidrelétrica construída junto à Bacia hidrográfica do rio Paraíba.
(E) construção da usina de Itaparica na Bacia hidrográfica do rio Piranhas.

Leia o texto abaixo, para responder ao item 09.

(ENEM) As áreas do planalto do cerrado – como a chapada dos Guimarães, a serra de Tapirapuã e a
serra dos Parecis, no Mato Grosso, com altitudes que variam de 400 m a 800 m – são importantes
para a planície pantaneira mato-grossense (com altitude média inferior a 200 m), no que se refere à
manutencão do nível de água, sobretudo durante a estiagem. Nas cheias, a inundacão ocorre em
função da alta pluviosidade nas cabeceiras dos rios, do afloramento de lençóis freáticos e da baixa
declividade do relevo, entre outros fatores. Durante a estiagem, a grande biodiversidade é assegurada
pelas águas da calha dos principais rios, cujo volume tem diminuído, principalmente nas cabeceiras.
(Cabeceiras ameaçadas. Ciência Hoje. Rio de Janeiro: SBPC. Vol. 42, jun. 2008.)(Adaptado).

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 07 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

09. A medida mais eficaz a ser tomada, visando à conservação da planície pantaneira e à preservação de
sua grande biodiversidade, é a conscientização da sociedade e a organização de movimentos sociais
que exijam o/a

( A ) criação de parques ecológicos na área do pantanal mato-grossense.


( B ) proibição da pesca e da caça, que tanto ameaçam a biodiversidade.
( C ) aumento das pastagens na área da planície, para que a cobertura vegetal, composta de
gramíneas, evite a erosão do solo.
( D ) controle do desmatamento e da erosão, principalmente nas nascentes dos rios
responsáveis pelo nível das águas durante o período de cheias.
( E ) construção de barragens, para que o nível das águas dos rios seja mantido, sobretudo na
estiagem, sem prejudicar os ecossistemas.

2ª QUESTÃO (06 escores)

VERDADEIRO OU FALSO

COLOQUE UM “X” NO RETÂNGULO COM V, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO


VERDADEIRO, OU NO RETÂNGULO COM F, QUANDO A SENTENÇA FOR DE SENTIDO FALSO.

Leia o texto abaixo, para responder ao item 10.

“Em 1989, no bojo do reaganismo e do tatcherismo, diversos economistas latino-americanos de perfil


liberal, funcionários de agências financeiras internacionais e representantes do governo norte-
americano reuniram-se em Washington para avaliar as reformas econômicas em curso na América
Latina. As conclusões do encontro, resumidas em dez regras gerais, ficaram conhecidas como
Consenso de Washington. Embora tivessem, em princípio, caráter acadêmico, as conclusões do
Consenso converteram-se em receituário imposto por agências internacionais para a concessão de
créditos: os países que quisessem empréstimos do FMI, por exemplo, deveriam adequar suas
economias às novas regras.”

(NEGRÃO,João José. Para conhecer o Neoliberalismo. Publisher Brasil, 1998)(Adaptado)

10. Podemos afirmar que entre as regras do Consenso de Washington estão:

V F reforma fiscal, para que as empresas pudessem pagar menos e adquirir maior
competitividade.
V F abertura comercial, facilitando a entrada e saída de capitais e privatização de empresas
estatais.
V F restrição ao comércio exterior, com o aumento das alíquotas de importação.

V F ampliação das restrições ao capital externo, limitando o investimento estrangeiro direto.

V F redução dos gastos públicos para diminuir a dívida do governo.

V F Restrição à liberdade de migração para outras regiões do país.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 08 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

3ª QUESTÃO (25 escores)

DÊ O QUE SE PEDE

11. Durante o período Imperial houve uma onda de ocupação do interior do Brasil em função de uma
nova atividade econômica, que iria se tornar a principal fonte de riquezas do país no final do século
XIX. A partir dessa afirmação, responda aos subitens a e b :

a) Quais foram as regiões ocupadas? (02 escores)

Inicialmente, a ocupação ocorreu no Vale do Paraíba, √ numa área situada entre as


províncias de Rio de Janeiro e São Paulo. Posteriormente, irradiou-se no sentido oeste, na
província de São Paulo, √ atingindo a região de Campinas e alcançando Ribeirão Preto, o
sul de Minas Gerais e o estado do Paraná.______________________________________

b) Que atividade econômica motivou essa ocupação? (01 escore)

A atividade econômica que motivou a expansão foi a lavoura cafeeira, √ que cresceu
durante o século XX, tornando-se por algumas décadas a principal fonte de riqueza do
Brasil.__________________________________________________________________

Leia o texto abaixo, para responder ao item 12.

(UNICAMP) “A Amazônia é uma das mais antigas periferias do sistema mundial capitalista. Seu
povoamento e desenvolvimento se deram de acordo com o paradigma da economia de fronteira,
significando, com isso, que o crescimento econômico é visto como linear e infinito, sendo imperativo
sustar esse padrão baseado no uso predatório das suas riquezas naturais e do saber de suas
populações tradicionais.”

(BECKER, Bertha K. “Geopolítica da Amazônia”. Estudos Avançados,19, n. 53, 2005. p 72.)(Adaptado.)

12. Aponte dois exemplos de populações tradicionais na Amazônia. (02 escores)

São populações tradicionais da Amazônia os povos indígenas, √ os extrativistas


(seringueiros, castanheiros), √ os ribeirinhos, os camponeses e os quilombolas.__________

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 09 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

13. (UFF) Analise o mapa que segue e o fragmento de texto que o sucede.

Disponível em:http://www.brasilescola.com/brasil/complexo-regional-centrosul.htm&docid=oAcesso em:03mar.2016.)

Visando a uma melhor compreensão da organização do espaço brasileiro, vem ganhando


destaque em publicações acadêmicas e didáticas uma proposta de regionalização baseada na
existência de três complexos regionais ou regiões geoeconômicas: Centro-Sul, Nordeste e Amazônia.
Segundo o geógrafo Roberto Lobato Corrêa, o Centro-Sul seria o coração econômico e político do país,
o Nordeste, a “região das perdas” (econômica e demográfica) e a Amazônia, ainda em nossos dias,
uma vasta fronteira de ocupação.

Baseado em seus conhecimentos, no mapa e no texto acima, responda aos subitens a) e b).

a) Aponte e comente dois fatores que justifiquem a primazia do Centro-Sul frente às demais regiões,
no conjunto da vida nacional. (04 escores)

O Centro-Sul concentra em sua extensão territorial, em comparação com as demais


regiões: a área mais urbanizada do Brasil, √ situada principalmente em torno das duas
grandes metrópoles nacionais (São Paulo e Rio de Janeiro, com suas respectivas áreas
metropolitanas), da capital do país (Brasília) e de metrópoles regionais como Belo
Horizonte, Porto Alegre, Curitiba e Goiânia, √ a maior e mais diversificada concentração
industrial, √especialmente em São Paulo; √ a principal área agropecuária do país; a mais
densa e integrada rede de circulação, ao concentrar os principais portos do país, a rede
rodoferroviária mais expressiva, os aeroportos mais importantes e o uso mais intenso de
sistemas de telecomunicações; a maior concentração de infraestrutura e capital fixo; os
principais centros de gestão econômica do país; a maior concentração de renda.

b) Considerando que o desenvolvimento nunca é espacialmente uniforme, áreas dinâmicas ou


estagnadas podem ser encontradas no interior de cada um dos três complexos regionais. Com base
nessa evidência, identifique uma área produtiva moderna, localizada na Amazônia, que apresente
forte dinamismo econômico, justificando sua identificação. (02 escores)
Podem ser apontadas as seguintes áreas: complexo minero-metalúrgico do Maranhão, √
associado ao Programa Grande Carajás; √ áreas modernas de cultivo de grãos em área
de cerrado e cerradão na Amazônia Legal; Zona Franca de Manaus, criada em 1967, para
desenvolver indústrias na Amazônia.__________________________________________

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 10 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

14. (UERJ-Adaptada) Em 2008, pela primeira vez desde 1880, os países ricos passaram a representar
menos de 50% da produção mundial.

(Disponível em:<Google.com.br/imagens. Internet. acesso em 06 mar.2016.)

Com base nos seus conhecimentos sobre os BRICS responda aos ítens a) e b).

a) Apresente dois fatores que explicam o elevado desempenho econômico dos BRIC, grupo formado
por Brasil, Rússia, Índia e China, nos últimos dez anos. (02 escores)

Sendo países com grande extensão territorial e população, apresentam, por essa razão
disponibilidade de recursos naturais e expressivo mercado consumidor. √ São
classificados como países emergentes e, cada um a seu modo, atraíram nas duas últimas
décadas, grandes investimentos em função da mão de obra mais barata, √ dos menores
custos de produção e do grande potencial de consumo. Esses países passaram a ter
maior presença e atuação ativa nas negociações internacionais, tanto do ponto de vista
econômico como geopolítico, e maior influência regional. No caso da China, a influência é
internacional. O desenvolvimento desses países fortaleceu as relações entre os países
subdesenvolvidos e consolidou a configuração de um mundo multipolar, após o término
da Guerra Fria.___________________________________________________________

b) Apresente duas consequências, uma geopolítica e outra ambiental, dessa nova realidade econômica
mundial. (02 escores)

O crescimento econômico e o maior potencial de consumo conquistado pelos BRIC’s,


acentuaram a poluição, √as emissões de gases de efeito estufa, a ocupação de matas
nativas e a degradação do solo pela expansão da agropecuária. √___________________

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 11 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

Analise os mapas abaixo e responda ao item 15.

SSAA / STE / CMCG 2016


CMCG AE1/2016 – GEOGRAFIA 2º ANO DO ENSINO MÉDIO 1ª CHAMADA 12 Visto:

GABARITO Assinado por:


Cap Luiz

15. (FUVEST) – A partir dos mapas e dos seus conhecimentos sobre Divisão Regional do Brasil, aponte
os critérios utilizados para o estabelecimento de cada uma das três regionalizações do Brasil.
(03 escores)
As Regiões Administrativas ou Macrorregiões correspondem à divisão oficial do IBGE. Ela
considera os limites administrativos dos estados em sua divisão e as relativas semelhanças
entre os aspectos naturais e sócioeconômicos. √ As Regiões Geoeconômicas, ou Grandes
Complexos Regionais, não acompanham os limites entre os estados, havendo estados que
possuem parte do seu território em uma região e parte em outra. Essa divisão considera a
formação histórico-econômica do Brasil e a recente modernização econômica que se
manifestou nos espaços urbano e rural, estabelecendo novas formas de relações no
território brasileiro. √O mapa Regiões Brasileiras releva o contexto da Terceira Revolução
Industrial ou Técnico-Científica. Considera entre outros aspectos: a quantidade de recursos
tecnológicos avançados, o volume de atividades econômicas modernas nas áreas financeira,
comercial, industrial e de serviços. A região que detém a maior parte desses recursos
instalados, é conhecida como Concentrada e corresponde às regiões sul e sudeste da
divisão do IBGE. √__________________________________________________________

16. O tipo de tratado econômico menos ambicioso consiste na Zona de Livre Comércio (ZLC). A sua
constituição envolve apenas um acordo entre Estados destinado a, na etapa final, eliminar as
restrições tarifárias e não-tarifárias que incidem sobre a circulação de mercadorias entre os
integrantes. Já a União Aduaneira possui como diferencial, além das regras existentes na ZLC, a
existência de uma Tarifa Externa Comum (TEC). Com nível de complexidade maior, existem o
Mercado Comum e a União Econômica e Monetária. Apresente as características de um Mercado
Comum. (04 escores)

O tratado de Mercado Comum engloba as regras da união aduaneira √ mas não se contenta
com elas. Ele tem por objetivo assegurar, além da livre circulação de mercadorias, √ a de
capitais, serviços e pessoas, √ através das fronteiras políticas dos países integrantes.
Dessa forma, não se restringe à esfera comercial, invadindo os domínios da legislação
industrial, ambiental, financeira e educacional. √_________________________________

17. A Divisão Internacional do Trabalho provoca desigualdades. Os países subdesenvolvidos ou em


desenvolvimento (emergentes), adquirem tecnologia a preços altos, enquanto que os produtos por
eles exportados não atingem preços satisfatórios, o que favorece amplamente aos paises ricos.
Apresente os produtos que integram as pautas de importação/exportação nas transações comerciais
entre todos os países. (03 escores)

Matéria-prima,√ produtos agrícolas√ e produtos industrializados√ ____________________

Correção gramatical e/ou apresentação da prova: 0,2 ponto.

FIM DA PROVA

SSAA / STE / CMCG 2016