Você está na página 1de 20

Questão 1 (FCC, 2018, Modificada).

No que se refere às normas fundamentais do Processo Civil, assinale a


alternativa correta:
(a) todos os sujeitos do processo devem cooperar entre si para que se obtenha, em tempo razoável, decisão
de mérito justa e efetiva.
(b) é assegurado às partes tratamento diferenciado em relação ao exercício de direitos e faculdades
processuais, inclusive quanto ao contraditório, a ser discricionariamente resguardado a elas pelo juiz.
(c) as partes têm o direito de obter em prazo razoável a solução integral do mérito, excluída a atividade
satisfativa.
(d) o juiz não pode decidir, em grau algum de jurisdição, com base em fundamento a respeito do qual não se
tenha dado às partes oportunidade de se manifestar, salvo se tratar-se de matéria sobre a qual deva decidir
de ofício.
(e) os juízes e tribunais atenderão obrigatoriamente à ordem cronológica de conclusão para proferir sentença
ou acórdão.
Questão 1 (FCC, 2018, Modificada). No que se refere às normas fundamentais do Processo Civil, assinale a
alternativa correta:
(a) todos os sujeitos do processo devem cooperar entre si para que se obtenha, em tempo razoável, decisão
de mérito justa e efetiva.
(b) é assegurado às partes tratamento diferenciado em relação ao exercício de direitos e faculdades
processuais, inclusive quanto ao contraditório, a ser discricionariamente resguardado a elas pelo juiz.
(c) as partes têm o direito de obter em prazo razoável a solução integral do mérito, excluída a atividade
satisfativa.
(d) o juiz não pode decidir, em grau algum de jurisdição, com base em fundamento a respeito do qual não se
tenha dado às partes oportunidade de se manifestar, salvo se tratar-se de matéria sobre a qual deva decidir
de ofício.
(e) os juízes e tribunais atenderão obrigatoriamente à ordem cronológica de conclusão para proferir sentença
ou acórdão.
Questão 2 (INEP, Enade 2015). C.S. e L.C.T. são domiciliados na cidade do Rio de Janeiro - RJ, e proprietários
de lotes vizinhos em um condomínio de praia na Comarca de Búzios-RJ. C.S. construiu um muro na divisa do
seu lote, tendo a construção bloqueado o uso da servidão de passagem. L.C.T., então, ajuizou ação para a
liberação da servidão na comarca do Rio de Janeiro - RJ. C.S. contestou a ação, aceitando, por conveniência,
o foro, deixando de opor exceção de incompetência, no prazo legal. Na situação concreta, é correto afirmar
que haverá:
(a) impossibilidade de prorrogação da competência, por tratar-se de ação relativa a servidão de passagem;
(b) prorrogação da competência, porque a lei admite ao autor optar pelo foro do domicílio do réu.
(c) prorrogação da competência, pois o réu acolheu o foro e não opôs exceção de incompetência no prazo
legal.
(d) prorrogação da competência, se o foro da comarca do Rio de Janeiro - RJ for eleito pelas partes em
contrato.
(e) prorrogação da competência, pois o autor e o réu são domiciliados na mesma cidade.
Questão 2 (INEP, Enade 2015). C.S. e L.C.T. são domiciliados na cidade do Rio de Janeiro - RJ, e proprietários
de lotes vizinhos em um condomínio de praia na Comarca de Búzios-RJ. C.S. construiu um muro na divisa do
seu lote, tendo a construção bloqueado o uso da servidão de passagem. L.C.T., então, ajuizou ação para a
liberação da servidão na comarca do Rio de Janeiro - RJ. C.S. contestou a ação, aceitando, por conveniência,
o foro, deixando de opor exceção de incompetência, no prazo legal. Na situação concreta, é correto afirmar
que haverá:
(a) impossibilidade de prorrogação da competência, por tratar-se de ação relativa a servidão de passagem;
(b) prorrogação da competência, porque a lei admite ao autor optar pelo foro do domicílio do réu.
(c) prorrogação da competência, pois o réu acolheu o foro e não opôs exceção de incompetência no prazo
legal.
(d) prorrogação da competência, se o foro da comarca do Rio de Janeiro – RJ for eleito pelas partes em
contrato.
(e) prorrogação da competência, pois o autor e o réu são domiciliados na mesma cidade.
Questão 3 (Fundação CESGRANRIO, 2013, Modificada). Arquimedes teve seu táxi abalroado por um carro
conduzido por Fernando. O veículo, de onde o taxista tirava o sustento de sua família, teve de ser retirado
de circulação. Pelos prejuízos causados, Arquimedes propôs ação, buscando danos morais e materiais, além
de lucros cessantes. Citado regularmente, o réu não apresentou qualquer tipo de defesa. Assinale a
alternativa correta acerca do procedimento comum no CPC/15:
(a) extinção do processo sem exame de mérito.
(b) declaração de revelia e a suspensão do processo.
(c) designação de audiência de conciliação e instrução.
(d) determinação de que haja audiência de instrução e julgamento.
(e) julgamento conforme o estado do processo.
Questão 3 (Fundação CESGRANRIO, 2013, Modificada). Arquimedes teve seu táxi abalroado por um carro
conduzido por Fernando. O veículo, de onde o taxista tirava o sustento de sua família, teve de ser retirado
de circulação. Pelos prejuízos causados, Arquimedes propôs ação, buscando danos morais e materiais, além
de lucros cessantes. Citado regularmente, o réu não apresentou qualquer tipo de defesa. Assinale a
alternativa correta acerca do procedimento comum no CPC/15:
(a) extinção do processo sem exame de mérito.
(b) declaração de revelia e a suspensão do processo.
(c) designação de audiência de conciliação e instrução.
(d) determinação de que haja audiência de instrução e julgamen-to.
(e) julgamento conforme o estado do processo.
Questão 4 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). X, após solicitar, de forma insistente, que seu vizinho
Y não deixasse seu cachorro solto nas áreas comuns do condomínio e não ser atendido, resolve mover ação
judicial para ter seu pleito atendido. Na sala de mediação, em busca de alcançar um acordo com rapidez, o
mediador R, pretendendo exercer uma postura colaborativa, utiliza técnicas de negociação, define em
conjunto com as partes as regras procedimentais da audiência, sugere soluções para o litígio e estimula a
cooperação entre todos. Considerando-se o caso descrito e o Código de Processo Civil em vigor, assinale a
resposta correta:
(a) mediador e as partes não têm autonomia para estabelecer normas procedimentais relativas à mediação.
(b) mediador deve auxiliar na compreensão das questões em conflito, mas a sugestão para a solução do litígio
cabe ao conciliador.
(c) mediador, assim como os membros de sua equipe, poderá depor acerca de fatos ou elementos oriundos
da conciliação ou da mediação.
(d) aplicação de técnicas negociais é vedada, pois desrespeita a autonomia da vontade das partes.
(e) conciliação é informada pelos princípios da independência, da imparcialidade, da autonomia da vontade
e da publicidade.
Questão 4 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). X, após solicitar, de forma insistente, que seu vizinho
Y não deixasse seu cachorro solto nas áreas comuns do condomínio e não ser atendido, resolve mover ação
judicial para ter seu pleito atendido. Na sala de mediação, em busca de alcançar um acordo com rapidez, o
mediador R, pretendendo exercer uma postura colaborativa, utiliza técnicas de negociação, define em
conjunto com as partes as regras procedimentais da audiência, sugere soluções para o litígio e estimula a
cooperação entre todos. Considerando-se o caso descrito e o Código de Processo Civil em vigor, assinale a
resposta correta:
(a) mediador e as partes não têm autonomia para estabelecer normas procedimentais relativas à mediação.
(b) mediador deve auxiliar na compreensão das questões em conflito, mas a sugestão para a solução do litígio
cabe ao conciliador.
(c) mediador, assim como os membros de sua equipe, poderá depor acerca de fatos ou elementos oriundos
da conciliação ou da mediação.
(d) aplicação de técnicas negociais é vedada, pois desrespeita a autonomia da vontade das partes.
(e) conciliação é informada pelos princípios da independência, da imparcialidade, da autonomia da vontade
e da publicidade.
Questão 5 (CESPE, 2018). O CPC prevê a possibilidade de convenção processual em processos que versem
sobre direitos que admitam a autocomposição. Conforme o entendimento doutrinário, esse instituto
(a) não poderá ser firmado pela fazenda pública.
(b) não poderá ser celebrado em contrato de convivência.
(c) não poderá ser objeto de controle de ofício pelo juiz.
(d) poderá estipular a interposição de recurso per saltum às cortes superiores.
(e) poderá estipular a cláusula “sem recurso” bilateralmente.
Questão 5 (CESPE, 2018). O CPC prevê a possibilidade de convenção processual em processos que versem
sobre direitos que admitam a autocomposição. Conforme o entendimento doutrinário, esse instituto
(a) não poderá ser firmado pela fazenda pública.
(b) não poderá ser celebrado em contrato de convivência.
(c) não poderá ser objeto de controle de ofício pelo juiz.
(d) poderá estipular a interposição de recurso per saltum às cortes superiores.
(e) poderá estipular a cláusula “sem recurso” bilateralmente.
Questão 6 (FCC, 2018, Modificada). Quando devedores solidários forem citados para compor o polo passivo
da lide, na condição jurídica de terceiros, na hipótese de o credor exigir de um ou de alguns deles o
pagamento da dívida comum, ter-se-á a figura processual:
(a) da assistência litisconsorcial.
(b) da denunciação da lide
(c) da assistência simples.
(d) do chamamento ao processo.
(e) da substituição processual.
Questão 6 (FCC, 2018, Modificada). Quando devedores solidários forem citados para compor o polo passivo
da lide, na condição jurídica de terceiros, na hipótese de o credor exigir de um ou de alguns deles o
pagamento da dívida comum, ter-se-á a figura processual:
(a) da assistência litisconsorcial.
(b) da denunciação da lide
(c) da assistência simples.
(d) do chamamento ao processo.
(e) da substituição processual.
Questão 7 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). Durante o julgamento de RESP perante a 1ª turma
do STJ, aparece importante questão de direito, que terá grande repercussão social, sobre a qual é oportuna
a prevenção de divergência entre turmas do tribunal. Após ser provocado por uma das partes, o relator
propõe que o recurso seja remetido para seção especializada, indicada pelo regimento, no intuito de
estabelecer entendimento acerca do tema. O acórdão a ser proferido será dotado de efeito vinculante
perante juízes e órgãos fracionários. Acerca da ordem nos processos nos tribunais, assinale a alternativa
correta:
(a) Embargos infringentes
(b) Embargos de divergência
(c) Incidente de assunção de competência
(d) Incidente de uniformização de jurisprudência
(e) Incidente de resolução de demandas repetitivas
Questão 7 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). Durante o julgamento de RESP perante a 1ª turma
do STJ, aparece importante questão de direito, que terá grande repercussão social, sobre a qual é oportuna
a prevenção de divergência entre turmas do tribunal. Após ser provocado por uma das partes, o relator
propõe que o recurso seja remetido para seção especializada, indicada pelo regimento, no intuito de
estabelecer entendimento acerca do tema. O acórdão a ser proferido será dotado de efeito vinculante
perante juízes e órgãos fracionários. Acerca da ordem nos processos nos tribunais, assinale a alternativa
correta:
(a) Embargos infringentes
(b) Embargos de divergência
(c) Incidente de assunção de competência
(d) Incidente de uniformização de jurisprudência
(e) Incidente de resolução de demandas repetitivas
Questão Extra 1 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). X contratou com Z, empresário, proprietário de
uma casa de festas infantis, o aluguel do estabelecimento para comemorar o aniversário de sua filha. O valor
relativo ao uso do espaço foi pago antecipadamente. Na data da festa, para surpresa de X, as portas do
estabelecimento estavam trancadas, sem ninguém no local. Com o objetivo de ser ressarcido do prejuízo, X
moveu ação contra Z, em que, na fase de execução, o juiz determinou on-line a penhora de aplicação
financeira mantida pelo réu. Diante do exposto, assinale a alternativa correta:
(a) o juiz pode determinar à instituição financeira que torne indisponíveis os valores existentes em nome do
executado, se isto tiver sido comunicado ao executado antes.
(b) o juiz pode determinar de ofício a indisponibilidade dos ativos financeiros existentes no nome de Z.
(c) o juiz pode determinar à instituição financeira que torne indisponíveis os valores existentes em nome do
executado, se o exequente solicitar.
(d) a lavratura de termo é necessária para que a indisponibilidade dos ativos financeiros se converta em
penhora.
(e) a penhora de aplicação financeira só é cabível se o réu não tiver bens móveis no valor do quantum
exequendo.
Questão Extra 1 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). X contratou com Z, empresário, proprietário de
uma casa de festas infantis, o aluguel do estabelecimento para comemorar o aniversário de sua filha. O valor
relativo ao uso do espaço foi pago antecipadamente. Na data da festa, para surpresa de X, as portas do
estabelecimento estavam trancadas, sem ninguém no local. Com o objetivo de ser ressarcido do prejuízo, X
moveu ação contra Z, em que, na fase de execução, o juiz determinou on-line a penhora de aplicação
financeira mantida pelo réu. Diante do exposto, assinale a alternativa correta:
(a) o juiz pode determinar à instituição financeira que torne indisponíveis os valores existentes em nome do
executado, se isto tiver sido comunicado ao executado antes. Cf. art. 854, caput do CPC.
(b) o juiz pode determinar de ofício a indisponibilidade dos ativos financeiros existentes no nome de Z. Cf.
art. 854, caput do CPC.
(c) o juiz pode determinar à instituição financeira que torne indisponíveis os valores existentes em nome do
executado, se o exequente solicitar.
(d) a lavratura de termo é necessária para que a indisponibilidade dos ativos financeiros se converta em
penhora. Cf. art. 854, §5º do CPC.
(e) a penhora de aplicação financeira só é cabível se o réu não tiver bens móveis no valor do quantum
exequendo. Cf. art. 835, inciso I e §1º do CPC.
Questão Extra 2 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). No decorrer do processo em que X move ação
contra Y, reivindicando a propriedade de um iate, ocorre a alienação do bem em disputa por Y, que teria
constatado provável derrota no processo. Acerca da fraude à execução e modalidades correlatas, assinale a
alternativa correta:
(a) nulidade, a ser declarada de ofício pelo juiz.
(b) nulidade, declarada pelo juiz após requerimento do autor.
(c) oponibilidade da sentença ao adquirente do bem.
(d) nomeação do adquirente do bem como assistente do réu.
(e) substituição processual de X, de forma automática, pelo adquirente do bem.
Questão Extra 2 (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). No decorrer do processo em que X move ação
contra Y, reivindicando a propriedade de um iate, ocorre a alienação do bem em disputa por Y, que teria
constatado provável derrota no processo. Acerca da fraude à execução, assinale a alternativa correta:
(a) trata-se de hipótese de nulidade da alienação, a ser declarada de ofício pelo juiz.
(b) trata-se de hipótese de nulidade da alienação, declarada pelo juiz após requerimento do autor.
(c) oponibilidade da sentença ao adquirente do bem.
(d) nomeação do adquirente do bem como assistente do réu. Voluntariedade.
(e) substituição processual de X, de forma automática, pelo adquirente do bem. Cf. art. 109, §1º do CPC.
Questão Extra 3. (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). X, devedor solidário de seu sócio Y, em ação
de obrigação de dar, apresenta isoladamente recurso, elaborado por seus advogados, com fundamentos
jurídicos que atendem aos interesses do litisconsorte. Nesse caso, acerca dos recursos, assinale a alternativa
correta:
(a) será estendido a Y, se houver a mesma defesa técnica por parte dos réus.
(b) será estendido a Y, por haver comunhão de interesses entre os litisconsortes.
(c) não será estendido a Y, se forem defendidos por advogados diferentes.
(d) não será estendido a Y, já que ele não recorreu conjuntamente com X.
(e) não se estenderá a X, se o pedido for parcialmente procedente.
Questão Extra 3. (Fundação CESGRANRIO, 2018, Modificada). X, devedor solidário de seu sócio Y, em ação
de obrigação de dar, apresenta isoladamente recurso, elaborado por seus advogados, com fundamentos
jurídicos que atendem aos interesses do litisconsorte. Nesse caso, acerca dos recursos, assinale a alternativa
correta:
(a) será estendido a Y, se houver a mesma defesa técnica por parte dos réus.
(b) será estendido a Y, por haver comunhão de interesses entre os litisconsortes. Efeito Expansivo.
(c) não será estendido a Y, se forem defendidos por advogados diferentes.
(d) não será estendido a Y, já que ele não recorreu conjuntamente com X. Cf. art. 1.005, caput do CPC.
(e) não se estenderá a X, se o pedido for parcialmente procedente.