Você está na página 1de 1

Quem são os agentes de sustentabilidade ?

O avanço da globalização prometeu encurtar as distâncias e gerar progresso aos


homens, todavia, a alteridade dos humanos com a natureza foi esquecida por grande
parte da população. A vida mecânica dos indivíduos de uma sociedade contemporânea
os impedem de prestar atenção às questões ambientais, e, aos que detém domínio da
propriedade privada, as medidas sustentáveis tornam-se mãos secundárias para o ganho
do capital. Tais dinâmicas enfraquecem o caráter ecológico dos indivíduos.
Os ambientalistas tentam retardar o esfacelamento da natureza, e essa atitude não
deveria ser exclusiva dos mesmos, já que todos indivíduos de uma sociedade são
agentes da sustentabilidade. É impossível sobreviver atualmente sem o uso da
tecnologia, mas é apto reduzir os impactos dela através de medidas sustentáveis. Esses
comportamentos concernem meios alternativos, tais como : valorizar os transportes
públicos, plantas e frutos orgânicos, uso de bicicletas, reciclagem, utilizar um sistema
industrial inteligente, diminuir o exacerbado consumo de água e alimentos, dentre
outras atitudes. A conscientização do povo, e principalmente dos empresários, é de vital
importância para garantir que este mundo não se perca às futuras gerações.
A promessa imperialista de que as indústrias levariam a resolução de diversos
problemas sociais não passou de uma utopia. Os pobres se vêem ocupados pela busca de
uma renda para a família e esquecem dos cuidados com a natureza. As ideologias que a
sociedade prega, tais como o consumismo – pautado no fetiche da mercadoria, como
definira Karl Marx – faz os indivíduos pensarem que precisam de determinados bens
materiais para serem felizes. Além dessa lógica do lucro, o meio ambiente sofre com o
consumo exagerado, já que a matéria prima é necessária para a produção desses
utensílios.
Políticas ecológicas e o ensino da sustentabilidade nas redes escolares são modos de
disciplinar educandos e demais indivíduos, e movimentos sociais poderão ser utilizados
quando o Estado não atender às demandas do povo. A exposição do tema pelos meios de
comunicação, como a importância das medidas sustentáveis, são fundamentais para
conscientizar a população. O modelo de sociedade resultante se aproximaria da Cidade
Justa – idealizada por Platão – na qual os interesses dos indivíduos convergem os as
metas do governo, o que gera maior felicidade e redução nos impactos ambientais.