Você está na página 1de 71

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO COLABORADORES

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – SEB Priscila Gonsales


DIRETORIA DE APOIO ÀS REDES DE EDUCAÇÃO BÁSICA – Mayara Cristóvão
DARE
COORDENAÇÃO-GERAL DE MATERIAIS DIDÁTICOS – EQUIPE DO FNDE
COGEAM
Estêvão Perpétuo Martins
FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO Geová da Conceição Silva
– FNDE Luciana Mendonça Gottschall
DIRETORIA DE AÇÕES EDUCACIONAIS – DIRAE Karina de Oliveira Scotton Aguiar
COORDENAÇÃO-GERAL DOS PROGRAMAS DO LIVRO – Nadja Cezar Ianzer Rodrigues
CGPLI Wilson Aparecido Troque

EQUIPE DA SEB INSTITUIÇÃO RESPONSÁVEL PELA ELABORAÇÃO DO


GUIA
Amanda Maria Garcia Holgado de Oliveira
Afranio Biscardi Souza UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS - UFAL
Ana Carolina Bezerra de Melo Costa
Ana Paula Costa Rodrigues EQUIPE DA UFAL
Bianca Rodrigues Cabral
leidilene Brandão Barros Ig Ibert Bittencourt Santana Pinto
Edivar Ferreira de Noronha Júnior Diego Dermeval Medeiros Da Cunha Matos
Eduardo Dunice Neto Dalgoberto Miquilino Pinho Júnior
Fernando Henrique Souza Costa Ibsen Mateus Bittencourt Santana Pinto
Joao Rodrigues Quaresma Neto Ranilson Oscar Araújo Paiva
Lauridenia Almeida de Melo Seiji Isotani (USP)
Leila Rodrigues de Macêdo Oliveira Francisco Bruno De Souza Meneses
Lenilson Silva de Matos Luiz Claudio Ferreira Da Silva Júnior
Marcos Henrique Castro Soares de Araujo Wilmax Marreiro Cruz (USP)
Maya Goncalves Fernandes Leonardo Brandão Marques
Samara Danielle dos Santos Zacarias Aryanna Regina Da Silva
Daniella Pontes Silva Cirilo
José Augusto Rocha Neto

Bibliotecários Responsáveis: Mayara Cristóvão da Silva CRB-1 2812 e Tiago de Almeida Silva CRB-1 2976

B823p - Brasil. Ministério da Educação. PNLD 2019: Educação Física – guia de livros didáticos - Ministério da Educação
- Secretária de Educação Básica – Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.
Brasília, DF: Ministério da Educação, Secretária de Educação Básica, 2018.
69 p.

ISBN 978-85-7783-246-0

1. Educação Escolar – TBE. 2. Livro Didático – TBE. 3. Ensino fundamental – TBE.


4. Educação Física – TBE.
I. Ministério da Educação
II. Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação.
III. Título.
CDU 028.1:796

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO
SECRETARIA DE EDUCAÇÃO BÁSICA – SEB
Esplanada dos Ministérios, Bloco L, Sala 500
CEP: 70047-900
Brasília/DF
PNLD 2019

Equipe de Avaliação

COMISSÃO TÉCNICA EDUCAÇÃO FÍSICA COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA

JONIFERSON VIEIRA DA SILVA (SEDUC – AM) – MESTRE EM PRISCILA GOMES DORNELLES (UFRB) – DOUTORA EM
GESTÃO E AVALIAÇÃO DA EDUCAÇÃO PÚBLICA EDUCAÇÃO
JOSÉ LUIZ FERREIRA (UFCG) – DOUTOR EM EDUCAÇÃO
ROSÂNGELA LAURA VENTURA GOMES DE CASTRO (SED –
COORDENAÇÃO ADJUNTA
SC) – MESTRE EM EDUCAÇÃO FÍSICA

MARTA GENÚ SOARES (UEPA) – DOUTORA EM EDUCAÇÃO


VERA REGINA OLIVEIRA DIEHL (SMED – PORTO ALEGRE) -
EQUIPE RESPONSÁVEL PELA AVALIAÇÃO DE DOUTORA EM CIÊNCIAS DO MOVIMENTO HUMANO
RECURSOS

AVALIADORES
ANA HELOISA MOLINA (UEL) DOUTORA EM HISTÓRIA
CAMILA LOULY CORREA (SEDF) DOUTORA EM BIOLOGIA
MOLECULAR ALEXANDRE PAULO LORO (UFFS – CHAPECÓ) – DOUTOR EM
CRISTIANE AZEVEDO DOS SANTOS PESSOA (UFPE) EDUCAÇÃO FÍSICA
DOUTORA EM EDUCAÇÃO DIANNE CRISTINA SOUZA DE SENA (SME – NATAL) – MESTRE
ENEILA ALMEIDA DOS SANTOS (UEA) - DOUTORA EM EM EDUCAÇÃO
EDUCAÇÃO ÉRICO PEREIRA GOMES FELDEN (UDESC) – DOUTOR EM
ERMELINDA MARIA BARRICELLI (FAMESP) DOUTORA EM EDUCAÇÃO FÍSICA
LINGUÍSTICA FÁBIO MARQUES BEZERRA (IFPB) – MESTRE EM EDUCAÇÃO
GUY GREBOT (UNB) DOUTOR EM RELATIVIDADE GERAL FLAVIO DE ALMEIDA ANDRADE LICO (IFRO) – MESTRE EM
JAIME DUARTE JUNIOR (FUNDAÇÃO LICEU PASTEUR) EDUCAÇÃO FÍSICA
DOUTOR EM FÍSICA GISELA MARIA BRUSTOLIN (SEE-SP) – MESTRE EM
JAIRO PINHEIRO DA SILVA (UFRRJ) DOUTOR EM CIÊNCIAS EDUCAÇÃO FÍSICA
BIOLÓGICAS GUSTAVO LEVANDOSKI (UFGD) – DOUTOR EM EDUCAÇÃO
JANAINA DE AQUINO FERRAZ (UNB) DOUTORA EM FÍSICA
LINGUÍSTICA LEONARDO CARMO SANTOS (SME – RJ) – MESTRE EM
LÚCIA HELENA PEREIRA TEIXEIRA (UNIPAMPA) – DOUTORA CIÊNCIAS DE ATIVIDADE FÍSICA
EM EDUCAÇÃO MUSICAL MICHEL BINDA BECCALLI (ESESFA) – MESTRE EM EDUCAÇÃO
MAFALDA NESI FRANCISCHETT (UNIOESTE) DOUTORA EM FÍSICA
GEOGRAFIA THIAGO SILVA PIOLA (UFPR) – MESTRE EM EDUCAÇÃO FÍSICA
NÚBIA SILVA DOS SANTOS (UFT) MESTRE EM LINGUÍSTICA
ORLANDO EDNEI FERRETTI (UFSC) - DOUTOR EM
GEOGRAFIA
RAQUEL APARECIDA SOARES REIS FRANCO (IFMG)
DOUTORA EM EDUCAÇÃO
RÚBIA EMMEL (IFFAR) DOUTORA EM EDUCAÇÃO
RUI SEIMETZ (UNB) PH.D EM MATEMÁTICA
SÉRGIO HENRIQUE CARVALHO VILAÇA (URCA) – DOUTOR EM
ARTES
THÉRÈSE HOFMANN GATTI RODRIGUES DA COSTA (UNB)
DOUTORA EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
VILMA RECHE CORREA (UNB) DOUTORA EM LINGUÍSTICA
VIVIANE MARIA ALESSI (SME – PMC) DOUTORA EM
EDUCAÇÃO
SUMÁRIO

Equipe de Avaliação........................................................................................................................................................ 3

Por que ler o guia? .......................................................................................................................................................... 5

Obras Disciplinares ...........................................................................................................................................................7

Princípios e critérios ....................................................................................................................................................... 12

Coleções aprovadas ...................................................................................................................................................... 14

Resenhas ...........................................................................................................................................................................19

ENCONTROS - EDUCAÇÃO FÍSICA ......................................................................................................................... 20

MANUAL DO PROFESSOR PARA A EDUCAÇÃO FÍSICA ................................................................................. 25

PRÁTICAS CORPORAIS E A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR.............................................................................30

PRÁTICAS CORPORAIS - EDUCAÇÃO FÍSICA ...................................................................................................... 35

Ficha de avaliação ......................................................................................................................................................... 39

Referências ......................................................................................................................................................................69
PNLD 2019

Por que ler o guia?

Prezado(a) Professor(a),

O Ministério da Educação apresenta o Guia de Livros Didáticos do Programa Nacional do Livro


Didático - PNLD 2019. Este Guia possibilita o acesso às informações que podem orientá-lo(a) na
escolha dos livros didáticos que serão adotados em sua escola, pois o(a) professor(a) é o responsável
pela seleção das coleções selecionadas e que podem contribuir com a qualidade do seu trabalho
pedagógico no componente Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental na escola.

Esta é a primeira vez que o componente curricular Educação Física compõe o Programa Nacional do
Livro Didático, apresentando para a comunidade escolar brasileira as coleções aprovadas no formato
Manual do(a) Professor(a). Conforme o Edital de Convocação 01/2017, regulador do processo de
avaliação, o Manual do Professor é o material didático indicado para o componente Educação Física.
Sua dimensão física é composta por até 320 páginas.

Este material didático pode contribuir para a qualidade das práticas pedagógicas da Educação Física
escolar ofertada nos anos iniciais do ensino fundamental, desde que seu acesso seja em tom
consultivo e orientador. Assim, é fundamental que os(as) docentes considerem a sua realidade
escolar como referente prioritário para a construção do seu trabalho pedagógico. Destaca-se que a
atuação do(a) professor(a) com formação em Educação Física nos anos iniciais do ensino
fundamental é imprescindível para ampliarmos e complexificarmos o trato pedagógico do objeto de
ensino desta área na educação escolar. Entretanto, considerando que a realidade brasileira, em suas
distintas regiões, apresenta professores(as) generalistas atuando no componente Educação Física
neste nível de ensino, recomenda-se a leitura e o acesso às coleções selecionadas pelos(as) docentes
responsáveis por ministrar este componente nas escolas do país.

O Guia apresenta uma estrutura organizativa que informa sobre as competências e as habilidades
orientadoras para a Educação Física escolar nos anos iniciais, tomando como referência as
proposições da Base Nacional Comum Curricular. De modo importante, evidencia os princípios e os
critérios de avaliação acionados no PNLD 2019, por meio do Edital de Convocação 01/2017, para a
seleção das coleções. E, ainda, apresenta as resenhas das coleções estruturadas em quatro seções

5
PNLD 2019

consultivas para orientar a escolha das obras por parte dos(as) professores(as) das escolas
brasileiras.

As resenhas estão estruturadas em quatro etapas. A seção Visão Geral anuncia as principais
características da obra. Em Descrição da obra, a estrutura organizativa e didático-pedagógica do
Manual do Professor é apresentada, indicando os capítulos e/ou unidades que compõem a obra. A
seção Análise da obra evidencia os elementos positivos, bem como analisa como a obra atendeu
aos critérios gerais previstos no Edital de Convocação 01/2017, a saber: critérios eliminatórios
referentes à legislação educacional brasileira, ao projeto gráfico, à proposição conceitual e à
abordagem didático-pedagógica; critérios eliminatórios específicos do componente Educação Física
definidos a partir das proposições da Base Nacional Comum Curricular (versão 3). Por fim, em Sala
de Aula, são apresentadas algumas indicações que podem qualificar o uso didático-pedagógico da
obra no cotidiano docente.

Assim, recomendamos a leitura deste material preparado fundamentalmente para apoiar o processo
de escolha realizado pelos(as) professores(as) que atuam no componente Educação Física em cada
escola brasileira.

Boa leitura!

6
PNLD 2019

Obras Disciplinares

A Educação Física na BNCC

Inserida na área das linguagens, a Educação Física é apresentada na BNCC como o componente
curricular responsável pelo trato pedagógico das práticas corporais, considerando seus diferentes
processos culturais de significação e de constituição no âmbito da cultura. Assim, sua proposição
não se restringe ao movimentar-se e/ou ao corpo em si, como se pudéssemos isolá-lo dos aspectos
socioculturais que o constituem. Nesta trama de teor cultural, as práticas corporais são
compreendidas como manifestação expressiva das pessoas, em suas diversas formas de
codificação e significação social, sendo tratadas e compreendidas como acúmulo cultural da
humanidade, promovendo, assim, o referente teórico da cultura corporal de movimento.

Deste modo, como atividades essencialmente carregadas de significados, as práticas corporais


devem ser acionadas como foco da Educação Física escolar, considerando o reconhecimento dos
saberes trazidos/produzidos pelos(as) estudantes, a partir dos seus diferentes contextos sociais e
culturais, bem como as diversas codificações. Assim, as experiências vividas, a diversidade regional
e local, bem como as perspectivas e as experiências com as práticas corporais a partir de diferentes
referentes socioculturais como gênero, relações étnico-raciais e regionalidade, por exemplo,
devem ser consideradas. Nesse sentido, “tais práticas devem ser abordadas como um fenômeno
cultural dinâmico, diversificado, pluridimensional, singular e contraditório” (BRASIL, BNCC, versão
3, dez/2017, p. 171).

Por estar inserida na área das linguagens, orienta-se que o trato pedagógico das práticas corporais
na Educação Física possa se constituir na relação articulada com os demais componentes
curriculares posicionados nesta área de conhecimento, a saber, Língua Portuguesa, Arte e Língua
Inglesa. Outrossim, para que as práticas corporais sejam tratadas de modo contextualizado, é
essencial que o projeto político e pedagógico da escola seja considerado no momento de
elaboração da proposta pedagógica do componente Educação Física, de modo a orientar o papel
social e pedagógico desta disciplina escolar e, também, para certificar-se de que a Educação Física
consta no mesmo.

7
PNLD 2019

A BNCC apresenta competências gerais da área das linguagens, as quais podem ser consultadas
neste documento de acesso público, e competências específicas do componente Educação Física,
as quais devem ser consideradas a partir de proposições que as articulem na promoção do trabalho
pedagógico com as práticas corporais. Na sequência, serão apresentadas as competências
específicas da Educação Física para o ensino fundamental.

As competências específicas da Educação Física para o ensino fundamental:

Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a organização da


vida coletiva e individual.

Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.

Considerar as práticas corporais como fonte de legitimação de acordos e condutas sociais, e sua
representação simbólica como forma de expressão dos sentidos, das emoções e das experiências
do ser humano na vida social.

Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os processos de
saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais.

Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e
preconceituosas.

Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater


posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.

Interpretar e recriar os valores, os sentidos e os significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.

Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos povos
e grupos.

Usufruir das práticas corporais de forma autônoma para potencializar o envolvimento em


contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.

8
PNLD 2019

Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e produzindo


alternativas para sua realização no contexto comunitário.

Experimentar, desfrutar, apreciar e criar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas,


esportes, lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o protagonismo.

A Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental – elementos orientadores:

As Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica (BRASIL, 2013) apontam para alguns
princípios que devem ser considerados na educação escolar neste nível de ensino. De modo
principal, aciona a promoção de abordagens pedagógicas que considerem os conhecimentos
prévios dos(as) alunos(as), de modo a valorizar as suas experiências com a vida e o mundo. Assim,
é preciso olhar para a comunidade discente considerando-a em sua pluralidade e tomando como
referência os seus múltiplos contextos. Esta dimensão é inicial e orientadora do trabalho
pedagógico. Constitui-se como fundamental para localizarmos as formas de compreender e de
articular percepções e saberes do cotidiano, bem como um modo de entender o nível de
desenvolvimento amplo destes(as) discentes, por exemplo, com relação às práticas corporais. Esta
primeira escuta deve ser realizada a partir dos diálogos sobre a experimentação sociocultural dos
diferentes grupos discentes. Nesse ínterim, o trabalho pedagógico organizado nos anos iniciais do
ensino fundamental deve promover o desenvolvimento amplo dos(as) discentes deste nível de
ensino, de modo a permitir inserções críticas e trânsitos qualificados em diferentes contextos da
vida social.

Nessa perspectiva, a Educação Física deve organizar o seu trabalho pedagógico nos anos iniciais
do ensino fundamental com as práticas corporais, a partir da abordagem da cultura corporal de
movimento, considerando a formação estética, sensível e ética para atuação social. Nesta trama,

[…] a Educação Física, aliada aos demais componentes curriculares, assume compromisso claro com
a qualificação para a leitura, produção e vivência das práticas corporais. Ao mesmo tempo, pode
colaborar com os processos de letramento e alfabetização dos alunos, ao criar oportunidades e
contextos para ler e produzir textos que focalizem as distintas experiências e vivências nas práticas
corporais tematizadas (BNCC, versão 3, p. 182).

A Educação Física é o componente curricular responsável pelo trabalho pedagógico com as


unidades temáticas que compõem a cultura corporal de movimento nos anos iniciais do ensino
fundamental, a saber, jogos e brincadeiras, danças, lutas, ginásticas, esportes. Estas unidades

9
PNLD 2019

temáticas precisam ser tratadas enquanto práticas corporais, considerando três elementos
fundamentais: o movimento corporal, a especificidade de cada prática – a sua lógica e/ou
organização interna –, e o seu sentido cultural e/ou produto cultural, como posiciona a BNCC. Estes
elementos são considerados atravessadores/constituidores do trabalho pedagógico com as
práticas corporais e devem balizar a proposta pedagógica deste componente na escola.

A Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental rejeita propostas pedagógicas que
considerem a comunidade discente de forma homogênea e/ou uniforme. Assim, é importante que,
nesta etapa, os sujeitos escolares sejam considerados na sua pluralidade. A escuta de suas
realidades e de seus contextos culturais e sociais deve ser acionada como parte inicial para a
construção do conhecimento sobre a cultura corporal de movimento, sobre as diferentes
linguagens e sobre a vida em sociedade. Este aspecto permite que o processo de significação e
ressignificação das práticas corporais se constitua, inclusive, a partir do estímulo à percepção
analítica discente de que as práticas corporais apresentam diferentes funções sociais e condições
materiais a partir dos seus distintos contextos socioculturais. Outro elemento constitutivo do
trabalho pedagógico nos anos iniciais do ensino fundamental na Educação Física é a ludicidade. A
produção e a reinvenção das práticas corporais na escola, considerando as especificidades culturais
da comunidade escolar, devem se constituir de forma lúdica nos anos iniciais deste nível de ensino.

Além destas dimensões, o trabalho pedagógico com as práticas corporais na Educação Física nos
anos iniciais do ensino fundamental é orientado pela BNCC, considerando as seguintes unidades
temáticas e objetos de conhecimento:

ANOS INICIAIS 1º E 2º ANOS

UNIDADES OBJETOS DE CONHECIMENTO


TEMÁTICAS
Brincadeiras e jogos Brincadeiras e jogos de cultura popular presentes no contexto
comunitário e regional
Esportes Esportes de marca
Esportes de precisão
Ginásticas Ginástica geral
Danças Danças do contexto comunitário e regional

ANOS INICIAIS 3º AO 5º ANO

10
PNLD 2019

UNIDADES TEMÁTICAS OBJETOS DE CONHECIMENTO


Brincadeiras e jogos Brincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundo
Brincadeiras e jogos de matriz africana e indígena
Esportes Esportes de campo e taco
Esporte de rede/parede
Esportes de invasão
Ginásticas Ginástica geral
Danças Danças do Brasil e do mundo
Danças de matriz africana e indígena
Lutas Lutas do contexto comunitário e regional

A estrutura organizativa do conhecimento apresentada pela BNCC ainda considera as habilidades


que devem ser trabalhadas na Educação Física escolar para a construção pedagógica de cada objeto
de conhecimento anunciado nos quadros acima. A BNCC e esta relação proposta entre unidades
temáticas, objetos de conhecimento e habilidades constituiu-se como referente para a constituição
do Edital de Convocação 01/2017 – CGPLI.

Assim, as coleções selecionadas apresentam, de diferentes maneiras, indicações para o trabalho


pedagógico com as práticas corporais na Educação Física escolar, considerando as diferentes
habilidades e objetos de conhecimento propostos para os anos iniciais do ensino fundamental.

A instituição do PNLD 2019 teve início com a publicação do Edital de Convocação 01/2017 – CGPLI, no
Diário Oficial da União de 31 de julho de 2017. O edital funciona como documento orientador das
editoras, as quais inscrevem suas coleções didáticas para serem avaliadas. O processo de avaliação é
orientado pelo Decreto nº 9.099 de 18 de julho de 2017, que dispõe sobre o Programa Nacional do
Livro e do Material Didático e foi realizado por equipes pedagógicas selecionadas para cada
componente, tendo como referente para a sua constituição o Banco de Avaliadores(as) do Ministério
da Educação (MEC), sob a orientação da Coordenação-Geral de Materiais Didáticos (COGEAM) da
Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC). A análise das coleções considerou os critérios gerais e
específicos da Área de Conhecimento Educação Física publicizadas no referido edital e que, deste
modo, constituíram as fichas avaliativas que são apresentadas neste Guia.

11
PNLD 2019

Princípios e critérios

O Guia apresenta, de modo resumido, um processo avaliativo que se inicia com a publicação do Edital
de Convocação 01/2017 – CGPLI. Aproximadamente um ano após a sua divulgação, temos a
publicação das quatro coleções selecionadas para o componente Educação Física. Durante este
período, uma equipe pedagógica investiu na construção e efetivação do processo avaliativo,
considerando os princípios e critérios expostos previamente no referido edital.

As obras inscritas neste edital, propostas para os anos iniciais do ensino fundamental, se constituíram
em dois tipos: disciplinares e interdisciplinares. As obras disciplinares foram compostas pelo Livro do
Estudante e Manual do Professor, este último composto de livro impresso e material digital, com
exceção do componente Educação Física, o qual teve como objeto avaliado apenas o Manual do
Professor impresso.

Para a avaliação das obras inscritas no PNLD 2019, o edital previa critérios eliminatórios comuns a
todas as áreas e critérios eliminatórios específicos para cada componente curricular. O não
atendimento aos critérios eliminatórios, comuns ou específicos, implicaria na reprovação da coleção
no PNLD 2019.

Os critérios eliminatórios comuns a todos os componentes:

1. Respeito à legislação, às diretrizes e às normas oficiais relativas à educação infantil e ao


ensino fundamental;

2. Observância de princípios éticos e democráticos necessários à construção da cidadania, ao


respeito à diversidade e ao convívio social republicano;

3. Coerência e adequação da abordagem teórico-metodológica assumida pela obra, no que


diz respeito à proposta didático-pedagógica explicitada e aos objetivos visados;

4. Correção e atualização de conceitos, informações e procedimentos;

5. Adequação da estrutura editorial e do projeto gráfico aos objetivos didático-pedagógicos


da obra;

12
PNLD 2019

6. Observância dos temas contemporâneos no conjunto dos conteúdos da obra;

7. Outros critérios comuns.

Para a constituição dos critérios eliminatórios específicos de cada componente disciplinar,


considerou-se como referente o desenvolvimento das competências e das habilidades envolvidas no
processo de aprendizagem nos anos iniciais do ensino fundamental apresentadas na Base Nacional
Comum Curricular, versão 3. Assim, para o componente curricular Educação Física, a obra deveria
contemplar, em seu conjunto, os critérios específicos descritos a partir da numeração a seguir:

1. A relação proposta pelas coleções entre os objetos de conhecimento e as habilidades


propostas na Base Nacional Comum Curricular (v3) para o componente Educação Física nos
anos iniciais do ensino fundamental;

2. As competências gerais da Base Nacional Comum Curricular (v3);

3. As competências específicas de linguagens para o ensino fundamental.

13
PNLD 2019

Coleções aprovadas

Prezado(a) professor(a), de modo geral, as coleções selecionadas pelo Edital de Convocação 01/2017
– CGPLI para o componente Educação Física, organizam-se em dois volumes, destinado um destes
para os 1º e 2º anos, e outro volume para os 3º, 4º e 5º anos. Em ambos os volumes, as coleções
tratam a relação proposta entre unidades temáticas, objetos de conhecimento e habilidades
propostas na Base Nacional Comum Curricular (versão 3). As práticas corporais são posicionadas
como objeto de ensino na Educação Física em uma perspectiva da cultura corporal de movimento e,
assim, considerando-as como uma linguagem acionada, experienciada e vivida pelos sujeitos.

No volume destinado aos 1º e 2º anos, apresentam-se as unidades temáticas jogos e brincadeiras,


esportes, danças e ginásticas. No volume destinado aos 3º, 4º e 5º anos, além destas unidades
temáticas citadas, é acrescida a unidade lutas.

A estrutura de cada volume, de modo comum, dispõe de uma apresentação mais geral da coleção,
sumário e introdução, abordando a importância da Educação Física no âmbito escolar e a relação
entre a Base Nacional Comum Curricular e o componente curricular Educação Física. Além destas
seções/capítulos, há, ainda, a seção referências bibliográficas em que constam indicações de leituras
e conteúdos on-line. Apesar desta estrutura básica, as coleções se diferenciam e têm suas
especificidades no que se refere ao trabalho pedagógico na Educação Física escolar nos anos iniciais.
Deste modo, é fundamental a leitura das resenhas para reconhecê-las em suas características e
escolher aquela que melhor propõe avanços para a Educação Física na sua escola.

As coleções, em seus dois volumes, são organizadas de modo a apresentar as unidades temáticas e
objetos de conhecimento de modo contextualizado por meio da valorização da experiência prévia
dos(as) estudantes. As seções iniciais potencializam este momento pedagógico de diagnóstico da
comunidade e da realidade dos(as) estudantes para, a partir daí, acionar as práticas corporais no
âmbito da cultura e, a partir daí, potencializar o processo de atribuição de sentidos e significados a
essas práticas a partir das suas compreensões e(m) vivências. Este princípio, já citado no Guia para o
trabalho pedagógico nos anos iniciais do ensino fundamental, considera as distintas possibilidades
de produção cultural das práticas corporais e deve ser acionado pelos(as) professores(as) nas aulas
de Educação Física, ampliando inclusive as indicações propostas nas coleções aprovadas de modo a

14
PNLD 2019

qualificar a escuta e a compreensão dos sentidos atribuídos socialmente e as linguagens acionadas


pela comunidade escolar em relação ao corpo e às suas práticas.

As coleções também estão densamente compostas por seções que apresentam diversas
experiências, experimentações e vivências, as quais sugerem possibilidades de apropriação dos
elementos da cultura corporal de movimento. As dimensões do conhecimento são apresentadas e
discutidas amplamente, sendo diversificadas as estratégias didático-pedagógicas que buscam a
experimentação, a fruição, a reflexão, a apropriação e a construção no processo ensino e
aprendizagem, bem como são distintas as proposições avaliativas que devem ser acionadas durante
o processo pedagógico. Em geral, as proposições de atividades e sequências didático-pedagógicas
abordam a cultura corporal de movimento a partir das diferentes linguagens (oral, escrita, pictórica,
motora) e propõem a criticidade e a vivência das práticas corporais de forma lúdica, visando o
desenvolvimento e a formação integral dos(as) estudantes.

O desenvolvimento pedagógico das unidades temáticas da BNCC (versão 3) nas coleções se dá de


distintas maneiras. Algumas coleções apresentam-se em uma perspectiva mais linear, como um livro
didático a ser seguido e cumprido ao longo das aulas e/ou como em uma linha do tempo de modo
articulado ao trato do conhecimento cultural e corporal de movimento. Outras promovem uma
proposição mais complexa do trabalho pedagógico no cotidiano de Educação Física e das diferenças
que cada professor(a), escola e região enfrentam, contextualizando e flexibilizando a proposta para
que os(as) docentes possam construir um trabalho pedagógico em acordo com suas limitações e
possibilidades, tanto físicas e/ou financeiras das escolas, quanto relativas às diferenças culturais do
contexto de ação.

Apesar destas características distintas entre algumas coleções, é fundamental que ao escolher a
coleção que será utilizada como Manual do Professor na sua escola, o(a) professor(a) direcione-se
para aquela que amplia a compreensão das práticas corporais como elementos da cultura corporal
de movimento, situados no tempo, no espaço, na cultura e nos modos de organização social. Nesse
sentido, ao abordar as unidades temáticas e os objetos de conhecimento, é fundamental que a
coleção selecionada fortaleça o reconhecimento das diferentes manifestações culturais, respeitando
os limites e potencialidades individuais e coletivas.

Com relação às abordagens pedagógicas, as coleções se colocam no âmbito das perspectivas críticas,
sistêmica e cultural, compreendendo as práticas corporais como situadas no âmbito da cultura e/ou
anunciam, apenas, a sua proposição vinculada ao trabalho com a cultura corporal de movimento
como linguagem e os seus elementos tratados como objeto da Educação Física escolar, a partir dos
15
PNLD 2019

referenciais da Base Nacional Comum Curricular (V3). Assim, reafirmando as indicações do Edital de
Convocação 01/2017 – CGPLI.

No âmbito do trato das unidades temáticas propostas pela Base Nacional Comum Curricular, as
coleções apresentam seções destinadas a tratar das definições conceituais das unidades temáticas,
bem como orientam sobre os processos didático-pedagógicos para a sua vivência e experimentação.
De modo geral, estas seções apresentam alguns elementos gerais e outros que se colocam de modo
diversificado.

Jogos e brincadeiras, de modo geral e mais básico em algumas coleções, apresentam brincadeiras
simples e de domínio popular com diferentes variações para cada proposta, como o pega-pega, o
esconde-esconde, o coelhinho sai da toca, a batata quente, por exemplo, bem como jogos dramáticos
e de faz de conta, além de atividades com brinquedos (trazendo inclusive instruções para a
construção destes). Em geral, as proposições pedagógicas promovem a complexificação do trato
desta unidade temática. Além deste aspecto, algumas coleções apontam para um tom de trato com
esta unidade temática, explorando a pluralidade cultural, considerando as distintas dimensões
regionais e ancestrais que compõem as práticas corporais no âmbito do cenário brasileiro, com
excelentes sugestões de brincadeiras de matriz indígena e africana.

As ginásticas, em geral, apresentam a ginástica geral, a ginástica artística, a ginástica acrobática e a


ginástica rítmica, nas quais os elementos da ginástica se fazem presentes e devem ser trabalhados
pedagogicamente identificando as potencialidades e limitações individuais e coletivas dos corpos.
Acionando vivências e atividades de imitações de movimentos da ginástica em si, as atividades com
músicas contemplam o andar, o correr, o saltar, o saltitar, o girar, o rolar e o equilibrar. Algumas
coleções exploram a vivência e imitação de movimentos de animais e/ou apresentam as proposições
de práticas com aparelhos - possibilitando que o(a) aluno(a) possa construí-los.

As danças apresentam proposições circulares, de modo geral, explorando as cantigas de rodas, as


brincadeiras cantadas e expressivas. As propostas desta unidade temática possibilitam trabalhar
domínio corporal, ritmicidade, diversidade cultural, através de brincadeiras rítmicas e expressivas
associadas. Algumas coleções exploram as festas populares e as danças vinculadas a estes contextos
regionais, propiciando a compreensão do contexto histórico diverso e de como essas práticas
corporais foram e são produzidas pela humanidade. Em tempo, é fundamental que o(a) professor(a)
compreenda que não precisa ter amplo domínio técnico sobre a dança, mas determinação para
quebrar paradigmas e preconceitos ligados a esta unidade temática, principalmente aqueles
associados às representações de gênero que posicionam os meninos como distantes da dança.
16
PNLD 2019

A unidade temática esportes é abordada considerando a sua conceituação e as distinções entre os


tipos de esportes, abordando de modo prioritário, os esportes de marca, os esportes de precisão, os
esportes de campo e taco, os esportes de rede/parede, os esportes de invasão, em suas estruturas e
proposições individuais e coletivas.

As lutas, unidade temática abordada apenas nos 3º, 4º e 5º anos, é proposta considerando a
perspectiva dos(as) discentes sobre esta prática corporal no seu cotidiano. Assim, é primeiramente
discutida com os(as) alunos(as), evidenciando a diferença entre lutas e brigas. Nas diferentes
coleções, são apresentados os jogos de oposição, como progressão pedagógica para as lutas. Os
referentes culturais e locais da comunidade escolar em relação às lutas são estimulados nas coleções.
Algumas lutas como o judô e a capoeira são referenciadas de modo mais evidente.

O respeito à cidadania, aos direitos humanos, ao protagonismo comunitário e social, às relações de


gênero e aos referenciais relacionados às culturas indígenas, africanas e afro-brasileiras atravessam
as coleções de distintas maneiras. Algumas acionam de modo direto o trabalho pedagógico com as
práticas corporais em articulação com as culturas indígenas e/ou africanas, e/ou o compromisso do
trabalho pedagógico, considerando a abordagem das relações de gênero na Educação Física escolar.
Entretanto, considerando um panorama das coleções selecionadas, há diferenças entre as coleções,
o que precisa ser objeto de atenção do(a) professor(a) no momento da seleção da coleção,
considerando as suas necessidades e a sua realidade escolar e social. Há coleções que operam com
estes princípios e temáticas de modo mais evidente e pormenorizado. Outras apresentam estas
discussões de modo menos protagonista, contudo, respeitando os princípios e critérios éticos e
democráticos propostos no Edital de Convocação 01/2017 para a seleção dos materiais didáticos.

De modo geral, as coleções propõem uma Educação Física escolar atravessada pelo princípio da
inclusão, seja pelo viés de uma Educação Física adaptada, seja considerando uma perspectiva de
Educação Física inclusiva. Tanto propondo a adaptação de atividades, bem como acionando como
premissa a participação de todos(as) nas aulas, visando a compreensão/experimentação das práticas
corporais e o reconhecimento da linguagem tratada neste componente escolar.

De todo modo, é fundamental que o(a) docente acesse as coleções e, ao analisá-las, reconheça os
avanços e as potencialidades do Manual do Professor que será selecionado para a sua escola,
considerando os diálogos possíveis com a sua realidade escolar e as possíveis contribuições para
qualificar e ampliar as condições de trato das práticas corporais de modo articulado com a proposição
de uma sociedade crítica e democrática. Fundamentalmente porque os temas relacionados aos

17
PNLD 2019

preconceitos e às discriminações merecem destaque, visto que perpassam e constituem o


componente curricular Educação Física no cotidiano da escola.

Importa dizer que as coleções, de modo geral, apresentam sugestões para a utilização de recursos
digitais, notadamente vídeos, seja para o uso em aula ou como fontes complementares de
informação, visando complexificar a compreensão das práticas corporais em cada um dos objetos de
conhecimento tratados. Além disso, em diversos momentos, ao longo das coleções, são apresentadas
sugestões de leituras complementares, além de indicações de livros, de textos e de outros materiais,
que podem auxiliar na construção do trabalho pedagógico do(a) professor(a) de Educação Física.

A estrutura editorial e o projeto gráfico das coleções, de modo geral, apresentam uma organização
qualificada, pois as cores e diagramações ajudam na localização das informações ao longo do texto.
Entretanto, há algumas que valorizam de modo importante a relação entre as práticas corporais e a
contextualização cultural, regional e local, através de um maior volume de imagens.

É de fundamental importância fazer o uso da presente obra como um material de apoio, como um
instrumento pedagógico que potencialize positivamente o trabalho docente e qualifique o processo
de ensino e aprendizagem da Educação Física nos anos iniciais do ensino fundamental. Prezado(a)
professor(a), é desejável que realize as adaptações necessárias e conforme a sua realidade e em
acordo com as suas proposições pedagógicas.

18
PNLD 2019

RESENHAS

19
PNLD 2019

ENCONTROS - EDUCAÇÃO FÍSICA

AUTORIA
LUCIANA DO NASCIMENTO LEOPOLDINO

CÓDIGO DO LIVRO
0216P19161

EDITORIAL
FTD
1 / 2018

Visão Geral

A coleção está organizada em dois volumes, sendo que o primeiro aborda o trabalho pedagógico
direcionado aos 1º e 2º anos e o segundo aos 3º, 4º e 5º anos. Cada volume está constituído por
orientações gerais contendo o histórico da Educação Física, a visão de movimentar-se a ser abordada:
contextualização do componente curricular na área das linguagens; abordagem didático-pedagógica;
registro e avaliação e, por uma parte específica, que propõe uma sequência pedagógica com o
objetivo de contribuir na organização do trabalho pedagógico pelo(a) docente a partir das habilidades
e competências previstas na Base Nacional Comum Curricular, (BNCC).

A coleção está organizada para ser utilizada como Manual do Professor e cabe destacar alguns
princípios que embasam o processo de ensino-aprendizagem. O primeiro se refere à superação de
um modelo esportivista de Educação Física no qual os/as estudantes com mais condições nos
aspectos físicos são privilegiados nos espaços/tempos das aulas. A coleção destaca a Educação Física
como um componente obrigatório do currículo escolar e um direito de todos(as), além disso, aponta

20
PNLD 2019

que o objeto de conhecimento da cultura corporal de movimento deve ser tratado na sua relação
com o trabalho e o lazer, construindo práticas pedagógicas para promoção da consciência corporal e
da autonomia dos(as) estudantes. O segundo aspecto a ser destacado refere-se à presença do
componente curricular Educação Física na área de linguagens, direcionando a organização do
trabalho pedagógico dos(as) docentes a partir da compreensão simbólica do movimento construído
historicamente pela humanidade.

Assim, os movimentos comuns do cotidiano e os mais complexos são essenciais como formas de
comunicação, de expressão de ideias, de sentimentos e de pensamentos. Diante deste panorama, a
coleção estrutura suas unidades temáticas em torno de diferentes práticas corporais construídas, a
partir de manifestações da cultura corporal de movimento, jogos, brincadeiras, esportes, ginásticas,
danças e lutas, desta forma são propostas práticas corporais que visam contemplar as habilidades e
competências da Educação Física para o Ensino Fundamental de acordo com a BNCC.

Descrição

A abordagem pedagógica da coleção está organizada em princípios fundamentais: o princípio da


especificidade a partir da construção histórica da Educação Física, tanto no trato com a cultura
corporal de movimento quanto sobre as características do trabalho pedagógico dos(as) docentes no
Brasil; o princípio da plenitude, ou seja, o movimento precisa ser compreendido dentro da
complexidade do sujeito inserido num contexto social, político, econômico e cultural.

O primeiro volume aborda o trabalho pedagógico destinado aos 1º e 2º anos e está constituído por
14 (quatorze) sequências didático-pedagógicas relacionadas aos seguintes temas: movimentar-se na
escola, o brincar na escola, o jogar na escola, o brincar no dia a dia, o jogar no dia a dia, os
fundamentos dos esportes de marca individuais, os fundamentos dos esportes de marca coletivos,
os fundamentos dos esportes de precisão, conhecendo a ginástica, a ginástica e as diferenças
individuais, o circo na escola, elementos da dança: ritmos e gestos, elementos da dança: o espaço e a
dança em nossa vida.

O segundo volume, destinado aos 3º, 4º e 5º anos, é constituído por 24 (vinte e quatro) sequências
didáticas que abordam os seguintes temas: brincadeiras e jogos de matrizes indígenas e africanas,
brincadeiras e jogos da região Norte, Sudeste, Centro-Oeste e Sul, brincadeiras e jogos da região

21
PNLD 2019

Nordeste, conceitos de jogo e esporte, esportes de campo e taco, esportes de rede/parede, esportes
de invasão, conhecendo a ginástica geral, ginástica geral e potencialidades do corpo, ginástica geral
e ambiente sociocultural, as danças da região Norte, Sul, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil,
danças de matrizes africanas e indígenas, os fundamentos das lutas, de domínio e de percussão e
distância.

A proposição sequencial didático-pedagógica está organizada em quatro momentos: o primeiro


apresenta as unidades temáticas e suas respectivas habilidades e competências, de acordo com a
BNCC, relações com outras áreas de conhecimento e possibilidades de ensino e aprendizagem; o
segundo apresenta a contextualização do tema principal que será trabalhado; o terceiro momento
apresenta as orientações didático-pedagógicas para a organização e execução do trabalho
pedagógico como conversa inicial, práticas corporais, diálogos sobre as práticas realizadas, registro e
avaliação; o quarto é de registro, no qual os/as estudantes podem expressar por meio de desenhos
e de palavras as suas experiências no processo de aprendizagem. A proposta de avaliação possibilita
acompanhar a construção do conhecimento ao longo do processo de ensino-aprendizagem.

Análise

A coleção apresenta coerência interna entre a proposta inicial e a sequência didático-pedagógica,


abrangendo as habilidades previstas na BNCC. A indicação de sites, vídeos e leituras podem
contribuir para a qualidade do trabalho pedagógico, complementando os conhecimentos propostos
e ampliando os elementos formativos para o processo de ensino-aprendizagem.

A coleção apresenta contribuições essenciais para a organização do trabalho pedagógico em


Educação Física nos anos iniciais do Ensino Fundamental. As possibilidades apresentadas aos(às)
docentes propõem explorar com os(as) estudantes os diferentes espaços da escola, a ampliação da
visão de movimento humano para além das práticas esportivas e os referentes da diversidade
cultural, do respeito e valorização das diferenças individuais, tanto corporais, quanto emocionais
dos/das estudantes como estruturantes das proposições pedagógicas. Além disso, aborda a
Educação Física adaptada e inclusiva, possibilitando a participação de todos(as) nas práticas
corporais.

22
PNLD 2019

As unidades temáticas estão organizadas dentro de uma sequência didático-pedagógica que


possibilita a autonomia docente e o respeito às especificidades do contexto escolar. A perspectiva
teórico-metodológica favorece o diálogo entre docente e estudantes, pois, o caderno de registro
dos(as) estudantes, proposto na coleção, pode ser considerado um aspecto relevante, visto que,
os(as) estudantes narram suas experiências corporais, podendo fundamentar apresentações e
exposições nos murais da escola, além de ser um modo de comunicação entre a comunidade escolar.
As sequencias didático-pedagógicas relacionadas às temáticas ginástica, esportes individuais e
brincadeiras e jogos contemplam as diversidades culturais, bem como, exploram as danças
tradicionais de diferentes regiões do país. De modo geral, as práticas corporais propostas são
pertinentes, tanto à faixa etária, quanto à progressão no nível de escolaridade.

A coleção propõe uma avaliação processual, diagnóstica e investigativa, cujas informações têm o
propósito de redimensionar o trabalho pedagógico. Nessa perspectiva, o processo avaliativo dos(as)
estudantes se organiza em formativo e somativo, possibilitando acompanhar a construção do
conhecimento e do processo de ensino-aprendizagem.

Sala De Aula

Prezado(a) docente, as orientações do Manual do Professor apresentam conceitos e discussões


sobre as unidades temáticas jogos, brincadeiras, esportes, ginásticas, danças e lutas, possibilitando
o/a docente organizar o processo de ensino-aprendizagem contextualizando os conhecimentos da
cultura corporal de movimento. Propõe a construção de materiais visando preservar o que já existe
nas escolas de cada região do Brasil, assim como favorece as singularidades das práticas corporais
das regiões e cidades brasileiras. A coleção apresenta sugestões de jogos e brincadeiras tradicionais
que podem ser modificadas de acordo com a realidade do seu contexto escolar e com as condições
sociais dos(as) estudantes.

Destacam-se as sugestões de explorar os diferentes espaços da escola, de organizar exposições e


apresentações e da participação da família na escola, a partir da realização de tarefas pelos(as)
estudantes. A proposta de registro (no caderno de registro do estudante) e a avaliação merecem
destaque, visto que elaborar uma narrativa escrita relacionada às vivências no espaço/tempo da
Educação Física possibilita refletir sobre as experiências vivenciadas, contribuindo para uma
aprendizagem significativa. O incentivo ao diálogo com os(as) estudantes é outro aspecto que

23
PNLD 2019

merece ser destacado na coleção. Se necessário, recorra a fontes complementares para enriquecer o
processo de ensino-aprendizagem.

24
PNLD 2019

MANUAL DO PROFESSOR PARA A EDUCAÇÃO FÍSICA

AUTORIA
ROSELISE STALLIVIERI

CÓDIGO DO LIVRO
0273P19161

EDITORIAL
TERRA SUL EDITORA
1 / 2017

Visão Geral

A coleção está organizada em dois volumes que compõem o “Manual do Professor” e apresenta
episódios históricos da Educação Física no Brasil que explicam e fundamentam a estrutura de sua
organização. Se caracteriza como um catálogo de atividades a serem utilizadas pelo(a) professor(a)
e ajustadas ao contexto da escola/turma. Apresenta metodologia fundamentada nas abordagens
críticas, sistêmica e cultural, compreendendo as práticas corporais como situadas no âmbito da
cultura.

A coleção auxilia na compreensão das práticas corporais como conteúdo das aulas de Educação Física
e reúne um repertório das linguagens, compreendendo-as como expressões dos sujeitos. Dentre os
objetivos acionados, encontram-se: experimentar, explorar e conhecer as diferentes manifestações
da cultura corporal do movimento através de jogos e brincadeiras, ginásticas, danças, esportes e
lutas. Como destaques, há clara orientação para a experimentação e fruição, bem como a escolha
pelo protagonismo dos(as) estudantes, pela incorporação de diferentes temas do cotidiano e pelo

25
PNLD 2019

respeito aos diferentes limites e às potencialidades dos(as) alunos(as). Entre as seções dos volumes,
a seção "Reinventando" pode ser tomada como um bom exemplo do cultivo ao protagonismo e à
autonomia do(a) estudante com a valorização de sua experiência no decorrer de toda a obra.

É de fundamental importância fazer o uso da presente obra como um material de apoio, como um
instrumento pedagógico que potencialize o trabalho docente e qualifique o processo de ensino-
aprendizagem da Educação Física nos anos iniciais do Ensino Fundamental.

Descrição

A obra é composta por dois volumes destinados aos(às) professores(as) de Educação Física que
atuam nos anos iniciais do Ensino Fundamental. O primeiro trata do ensino para o 1º e o 2º anos e
conta com 120 páginas. O segundo volume é voltado para o 3º, o 4º e o 5º anos e conta com 200
páginas. Ambos são compostos de duas partes.

A primeira parte trata de questões relacionadas às orientações gerais como proposta(s)


metodológica(s) adotada(s) pela obra, bem como uma breve síntese das principais abordagens
pedagógicas do campo da Educação Física, a organização e a estrutura da obra, os objetivos gerais,
a avaliação, o quadro de conteúdos e as indicações acerca da inclusão e interdisciplinaridade.

A segunda parte apresenta as unidades temáticas e as propostas de atividades correspondentes. As


unidades temáticas propostas no primeiro volume contemplam brincadeiras e jogos, ginásticas,
danças e esportes. O segundo volume aborda as unidades constantes no primeiro volume com
acréscimo de lutas. Cada uma das unidades temáticas apresenta os seguintes subitens: “Para onde
vamos”; “Conversa com os alunos”; “Vivência corporal”; e “Sistematizando o conhecimento”. Esta
estrutura permite identificar as habilidades ao iniciar a abordagem de cada objeto de conhecimento.
Na seção intitulada "Para onde vamos?" é possível estabelecer e conectar os objetos de
conhecimento com as respectivas habilidades a serem desenvolvidas em cada um desses objetos.

As unidades temáticas e objetos de conhecimento são contextualizadas por meio da valorização da


experiência prévia dos(as) estudantes, de modo a acionar as práticas corporais no âmbito da cultura
e a potencializar o processo de atribuição de sentidos e significados a essas práticas. Nesse sentido,
a seção “Conversa com os alunos” estimula essa relação, propondo um diálogo horizontal com os(as)

26
PNLD 2019

estudantes. O item “Vivência corporal” apresenta diversas experiências, experimentações e vivências,


as quais sugerem possibilidades de apropriação de elementos da cultura corporal de movimento.
Para estimular diversas formas de sistematização de conhecimento, a seção “Sistematizando o
conhecimento” indica algumas maneiras de utilizar diferentes elementos da linguagem para
sistematizar o conhecimento, incluindo o uso da escrita e de imagens. Adicionalmente, em diversos
momentos são apresentadas sugestões de leituras complementares, além de indicações de livros, de
textos, de filmes e de outros materiais.

Análise

No Livro 1, a unidade “Jogos e brincadeiras” apresenta brincadeiras simples e de domínio popular com
diferentes variações para cada proposta. As vivências indicadas são o Pega-pega, Lenço Atrás,
Esconde-esconde, Coelhinho Sai da Toca, Batata Quente, Vivo ou Morto, Cabra-cega, jogos
dramáticos e de faz de conta, além de atividades com brinquedos (trazendo inclusive instruções para
a construção destes).

A unidade “Ginásticas” contempla a ginástica geral, onde os elementos da ginástica se fazem


presentes identificando as potencialidades e limitações do corpo. Esta unidade aciona como vivências
as atividades de movimentos da ginástica e de imitações de animais, as atividades com músicas
contemplando o andar, o correr, o saltar, o saltitar, o girar, o rolar e o equilibrar. Apresenta práticas
sem e com aparelhos (estes últimos possibilitando que o(a) aluno(a) possa construí-los).

A unidade “Danças” enfatiza as cantigas de rodas, as brincadeiras cantadas e expressivas para os 1°


e 2° anos. A coleção evidencia que o(a) professor(a) não precisa ter amplo domínio técnico sobre a
dança, mas determinação para quebrar paradigmas e preconceitos ligados a esta temática. As
vivências possibilitam trabalhar diferenças de gênero, domínio corporal, ritmicidade, diversidade
cultural através de brincadeiras rítmicas e expressivas. A unidade “Esporte” aborda esportes de
marca e de precisão de maneira clara e simples. No Livro 2, a unidade “Jogos e brincadeiras”
apresenta, novamente, brincadeiras de domínio popular conceituadas a partir da ilustração “Jogos
Infantis” e destacadas pela sua representatividade, já que atravessaram séculos e continentes.

As brincadeiras contempladas são Chicote-queimado (em duas variações), Amarelinha (as variações
propostas pelo manual podem ser um tanto quanto difíceis, mas em um link proposto são

27
PNLD 2019

demonstradas várias versões, com diferentes graus de dificuldade), Queimada (apresentando jogos
cooperativos como uma das possibilidades), além de excelentes sugestões de brincadeiras das
matrizes indígena e africana, contemplando brincadeiras culturais diversificadas para as crianças.

Na unidade “Ginásticas”, as modalidades da ginástica já começam a ser trabalhadas, tais como a


ginástica artística, a ginástica rítmica, a ginástica acrobática, os malabares e o uso de materiais
alternativos. A unidade “Danças” avança neste conhecimento, e apresenta as danças populares
brasileiras, indígenas e africanas, as quais são abordadas com vivências simples e adequadas para os
anos indicados. É possível perceber um avanço na unidade “Esportes” na complexidade do trato do
conteúdo e das proposições práticas elaboradas e adequadas às habilidades motoras, favorecendo o
desenvolvimento destas. A unidade “Lutas”, abordada apenas no Livro 2, é primeiramente discutida
com os(as) alunos(as), evidenciando a diferença entre lutas e brigas. São apresentados jogos de
oposição, como progressão pedagógica para as lutas, como o judô e a capoeira.

Sala De Aula

Professor(a), é fundamental a compreensão do Manual do Professor como um instrumento auxiliar


no desenvolvimento de suas aulas, o qual, para tanto, foi estruturado de modo a ampliar e qualificar
suas possibilidades de atuação. É importante que sejam seguidas as recomendações realizadas na
coleção no sentido de priorizar o protagonismo dos(as) estudantes na re/criação das experiências
corporais, buscando a construção e a sistematização de saberes com a utilização de diferentes
elementos da linguagem.

É importante a compreensão das práticas corporais como elementos da cultura corporal de


movimento, situados no tempo, no espaço, na cultura e nos modos de organização social. Nesse
sentido, ao abordar as unidades temáticas e os objetos de conhecimento, é importante a valorização
das relações dessas práticas com seu contexto de origem, bem como o reconhecimento das
diferentes manifestações culturais, respeitando os limites e potencialidades individuais e coletivos.
Acesse e acione as diferentes indicações de materiais de estudo e/ou indicados para abordagem em
sala de aula, como filmes, textos, livros e músicas, os quais, certamente, contribuirão para a ampliação
da compreensão da realidade social e cultural dos(as) estudantes por meio das práticas corporais.
Algumas abordagens propostas pela obra são consideradas essenciais para problematização com

28
PNLD 2019

os(as) estudantes como, por exemplo, a hegemonia de determinados padrões corporais na


atualidade.

Aproveite essa proposição para abordar também outros temas correlatos e/ou temas que se façam
necessários a partir do cotidiano cultural da comunidade escolar. Aproveite as indicações das seções
“Reinventando” e “Sistematizando o conhecimento” para potencializar o trabalho pedagógico com
as práticas corporais.

29
PNLD 2019

PRÁTICAS CORPORAIS E A EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR

AUTORIA
ANA CAROLINA FABER BOOG, ELISABETE DA
SILVA JACQUES

CÓDIGO DO LIVRO
0184P19161

EDITORIAL
BOREAL EDIÇÕES

Visão Geral

Os dois volumes da coleção destinada aos anos iniciais (1º ao 5º ano) do Ensino Fundamental
constituem o “Manual do Professor” de Educação Física e apresentam uma proposta de ensino-
aprendizagem dentro da perspectiva da cultura corporal de movimento. A referida coleção demarca
os objetos de conhecimento da Educação Física: brincadeiras e jogos; esportes; ginásticas; danças e
lutas, estruturando-os de forma separada, porém orientando o trabalho pedagógico a partir de
referenciais contemporâneos com eixos temáticos interligados entre essas práticas corporais. As
dimensões do conhecimento são apresentadas e discutidas amplamente, sendo diversificadas as
estratégias didático-pedagógicas que buscam a experimentação, fruição, reflexão, apropriação e
construção no processo ensino-aprendizagem.

A coleção propõe atividades e sequências didático-pedagógicas que abordam a cultura corporal de


movimento a partir das diferentes linguagens (oral, escrita, pictórica, motora) e apresentando

30
PNLD 2019

argumentos de raciocinar criticamente e de vivenciar as práticas corporais de forma lúdica visando o


desenvolvimento e a formação integral dos(as) estudantes. Os temas como cidadania e direitos
humanos, combate a quaisquer formas de discriminação ou preconceito (de gênero, étnico-racial, de
religião, de situação socioeconômica, de regionalidade), valorização da história e cultura indígena e
africana e cultura de paz são frequentes na abordagem da coleção. Atividades interdisciplinares são
propostas e articulam o conhecimento das práticas corporais com diferentes componentes
curriculares.

A visão geral aponta que não se trata de um livro didático a ser seguido e cumprido ao longo das
aulas como uma linha do tempo. Pelo contrário, existe a noção da complexidade do trabalho
pedagógico no cotidiano de Educação Física e das diferenças que cada docente, escola e região
enfrentam. Neste sentido, a coleção propõe o trato dos conteúdos de modo complexo e
contextualizado, flexibilizando a organização da proposta para que os(as) docentes possam construir
um trabalho pedagógico de acordo com as limitações e com as possibilidades, tanto físicas ou
financeiras das escolas, quanto as diferenças culturais do contexto de ação.

Descrição

A coleção se organiza em dois volumes, sendo o primeiro destinado aos(às) docentes de 1º e 2º anos,
contendo 96 páginas, e o segundo 92 páginas para os(as) docentes de 3º, 4º e 5º anos do Ensino
Fundamental. Cada obra apresenta as orientações específicas e as unidades temáticas com um texto
introdutório. As unidades temáticas são apresentadas em dois segmentos na forma de capítulos. A
primeira obra é dividida em quatro unidades temáticas, a saber: brincadeiras e jogos, esportes,
ginástica e danças. A segunda é dividida em cinco unidades temáticas, a saber: brincadeiras e jogos,
esportes, ginástica, danças e lutas.

A parte geral apresenta o objeto de conhecimento, a abordagem teórico-metodológica sobre a


prática corporal, além de boxes com as habilidades e competências de acordo com a Base Nacional
Comum Curricular (BNCC). As orientações específicas (atividades) estão presentes em cada unidade
temática com a abordagem didático-pedagógica de cada prática corporal. Dentro de cada unidade
temática há a divisão em capítulos que buscam a aproximação com o tema da cultura corporal de
movimento a ser abordado no trabalho pedagógico. Há momentos em que essa aproximação ocorre
no detalhamento de atividades, na ideia de jogos e brincadeiras e na pesquisa de temáticas

31
PNLD 2019

culturalmente relacionadas ao grande tema. Em outros momentos a aproximação ocorre na entrega


de referenciais teóricos mais complexos, de textos contemporâneos, de vídeos e materiais digitais
para subsidiar o trabalho pedagógico.

A estrutura editorial e o projeto gráfico apresentam uma organização qualificada e interessante, pois
as cores e diagramações ajudam na localização das informações ao longo do texto. A estrutura de
cada volume mostra “Apresentação geral”, “Sumário”, “Introdução”, abordando a importância da
Educação Física no âmbito escolar e a relação entre a BNCC e o componente curricular Educação
Física e ainda “Referências bibliográficas”, constando indicações de leituras e conteúdos on-line.

Análise

O Manual do Professor é estruturado em dois volumes direcionados aos anos iniciais do Ensino
Fundamental. A coleção, entretanto, não apresenta a especificação das práticas corporais de acordo
com os níveis de escolarização, ou seja, de cada ano escolar, cabendo ao(à) docente realizar as
adaptações conforme a sua realidade e as suas necessidades pedagógicas. A coleção apresenta de
modo objetivo os conhecimentos teóricos básicos e as orientações sobre proposições de ensino e
aprendizagem das práticas corporais, sugerindo estratégias didático-pedagógicas ao longo de cada
capítulo. Apresenta indicações sobre o uso de recursos digitais, notadamente vídeos, seja para o uso
em aula ou como fontes complementares de informação que possibilitam complexificar a
compreensão das práticas corporais em cada um dos objetos de conhecimento. Os espaços
ilustrativos são apresentados com as devidas orientações, trazendo o passo a passo na construção
de algum material ou mesmo na condução de algumas propostas coletivas.

A coleção oferece algumas referências produzidas em diferentes campos da Educação Física,


abrangendo desde aspectos epistemológicos até procedimentos e estratégias didático-pedagógicas.
No decorrer de cada volume é possível perceber a indicação de experiências cotidianas dos(as)
estudantes como possibilidades de trato pedagógico por meio de expressões em diferentes
linguagens, pesquisas ou vivências lúdicas. Apresenta indicações de pesquisa, vivência e reflexão da
ou sobre a prática corporal com base no respeito à cidadania, aos direitos humanos, ao protagonismo
comunitário e social, às relações de gênero e aos referencias relacionados às culturas indígenas e
africanas. A coleção aborda a pluralidade cultural ao valorizar as diferentes culturas relacionadas às
diversas formas de manifestação da cultura corporal de movimento, brincadeiras e jogos, esportes,

32
PNLD 2019

ginásticas, danças e lutas. As coleções apresentam boxes e sugestões de pesquisas e práticas


pedagógicas articuladas, com proposições capazes de possibilitar o reconhecimento das diferentes
experiências, a partir do incentivo, da ampliação e da decodificação da linguagem corporal no
contexto cultural o /a estudante está interligado. De maneira geral, os textos-base e as seções têm
como referências fontes que podem complexificar e aprofundar os temas relacionados à cultura
corporal de movimento. As práticas corporais propostas são pertinentes tanto à faixa etária quanto
à progressão no ano de escolaridade.

A coleção contempla aspectos da abordagem teórico-metodológica da Educação Física a partir da


concepção da cultura corporal de movimento. Os boxes e as seções contidas na coleção apresentam
possibilidades diversificadas de realizar o trabalho pedagógico com elementos materiais ou
diferentes linguagens, sejam elas verbais ou não-verbais. A obra apresenta abordagens relacionadas
às diversidades sociais - incluindo as histórias e as culturas indígena, africana e afro-brasileira, as
relações de gênero, as desigualdades socioeconômicas e regionais, entre outras - e busca
desenvolver a formação crítica de cidadania. Nesse contexto, busca ampliar as estratégias didático-
pedagógicas, utilizando recurso digital como instrumento pedagógico ao mesmo tempo em que
serve como meio de complementação de conhecimento ao(à) docente. As discussões acerca da
relação entre o trato da Educação Física como elemento de formação para a educação inclusiva e a
educação do campo precisam ser mais aprofundadas pelo(a) professor(a). O projeto gráfico-editorial
é um dos pontos de qualidade da obra. O formato e a disposição dos textos e de imagens
apresentados garantem a legibilidade e facilitam a decodificação e compreensão das informações.

O conjunto diversificado de imagens pode estimular as possibilidades de leitura e interpretação. Ao


longo das obras, os títulos das unidades e dos capítulos, subcapítulos e seções estão hierarquizados
por meio de recursos gráficos compatíveis. O sumário é adequado às suas funções, pois apresenta
evidentemente a organização dos capítulos e subcapítulos e permite a localização rápida dos
conteúdos que estão referenciados nos títulos e subtítulos. A coleção oferece imagens em grande
quantidade, distribuídas ao longo das duas obras. As imagens apresentam os respectivos créditos e
os dados sobre fontes ou acervos digitais estão claramente evidenciados.

Sala De Aula

33
PNLD 2019

Prezado(a) docente, as orientações do Manual do Professor contêm sugestões de atividades que


podem ser dispostas como proposições principais e/ou informações complementares, por meio de
boxes ou recursos digitais (sítios da internet ou vídeos). Estas indicações possibilitam o conhecimento
sobre alguns elementos (modalidades esportivas, brincadeiras e jogos, coreografias, ritmos e
sequências corporais) das práticas corporais assim como a prática de sequências didáticas a partir do
processo de ampliação e decodificação da linguagem corporal.

A compreensão da ideia do texto dirigido ao(à) docente, na primeira página da coleção, é importante,
pois se constitui como uma alternativa na organização do trabalho pedagógico para além das
percepções que, ainda, existem nos dias atuais. A coleção permite que o/a docente organize o
trabalho pedagógico de forma transversal e de acordo com a proposta político-pedagógica da escola.
Possibilita, ainda, que o/a docente trabalhe o conhecimento de modo interdisciplinar, apresentando
algumas ideias de articulação e aproximação dos temas com outros componentes curriculares, por
exemplo, Artes, Língua Portuguesa e Matemática.

Os dois volumes da coleção indicam alguns sites, propostas de vídeos, documentários e textos
contextualizados, ainda que o(a) docente extrapole os ambientes clássicos da Educação Física no
contexto escolar e enriqueça os espaços/tempos pedagógicos das aulas com conhecimentos
significativos. Caso considere pertinente, de acordo com o projeto pedagógico de sua escola, você
pode organizar o trabalho pedagógico, potencializando alguns temas relacionados às práticas
corporais direcionadas aos sujeitos com necessidades especiais ou que vivem em comunidades rurais,
buscando referências e subsídios em outros suportes, visto que a coleção apresenta fragilidade
nesses aspectos.

34
PNLD 2019

PRÁTICAS CORPORAIS - EDUCAÇÃO FÍSICA

AUTORIA
AMARILIS OLIVEIRA CARVALHO, ALINE
FERNANDA FERREIRA, FERNANDA MORETO
IMPOLCETTO, IRLLA KARLA DOS SANTOS DINIZ,
OSMAR MOREIRA DE SOUZA JÚNIOR, SURAYA
CRISTINA DARIDO, ANDRÉ LUÍS RUGGIERO
BARROSO, ANDRÉ MINUZZO DE BARROS,
LAERCIO CLARO PEREIRA FRANCO

CÓDIGO DO LIVRO
0175P19161

EDITORIAL
MODERNA
1 / 2017

Visão Geral

A coleção destinada aos anos iniciais - 1º ao 5º ano - do Ensino Fundamental é constituída por dois
volumes compondo, assim, o Manual do Professor do componente curricular Educação Física.

A coleção apresenta uma proposta de ensino=aprendizagem dentro da perspectiva da cultura


corporal de movimento, acionando as habilidades e as competências a serem ensinadas e aprendidas
na escola como objetivos deste componente curricular da educação básica. Demonstra como é
possível articular os conhecimentos específicos e os temas transversais com os eixos temáticos
interdisciplinares. A proposta da coleção promove um diálogo permanente entre teoria e prática,
contribuindo para a organização do trabalho pedagógico e para a constituição dos conhecimentos a
serem desenvolvidos no processo de ensino-aprendizagem. Apresenta fundamentos teórico-
metodológicos que possibilitam aos(às) estudantes o exercício de desenvolvimento do pensamento
35
PNLD 2019

crítico, tanto ao acionar modos de conhecer a construção histórica da humanidade até a


contemporaneidade, como ao oportunizar ricas possibilidades de ensino e de aprendizagem que
avançam na compreensão de uma Educação Física para além da prática corporal com um fim em si
mesmo.

O projeto gráfico-editorial é construído de forma bem estruturada para a orientação do trabalho


pedagógico dos(as) docentes que atuam na Educação Física escolar nos anos iniciais do Ensino
Fundamental.

Descrição

A coleção é composta por dois volumes: um, destinado aos(às) docentes de 1º e 2º anos, contendo
124 páginas, e outro direcionado aos 3º, 4º e 5º anos, com 204 páginas. A coleção apresenta uma
linguagem acessível os(as) docentes que atuam na Educação Física escolar. Apresenta texto
introdutório e está organizada em seções correspondentes às unidades temáticas, brincadeiras e
jogos, danças, lutas, esportes e ginástica, sendo que a seção destinada à unidade temática “lutas” é
apresentada apenas na obra destinada aos 3º, 4º e 5º anos. Estas seções contêm duas subdivisões,
as quais são nomeadas como “Tema 1” e “Tema 2”, direcionadas aos anos de ensino e que se
estruturam do seguinte modo: a) Para começar; b) Análise e compreensão; c) Experimentação e
fruição; d) Construção de valores; e) Avaliação e registro. A subseção “Para começar” propõe-se a
despertar a curiosidade para o tema, compreender os conhecimentos prévios e dúvidas dos(as)
estudantes a partir de questionamentos e/ou da experimentação de práticas corporais.

A “Análise e compreensão” referencia textos, multimídias e outras fontes que podem enriquecer e
aprofundar os temas relacionados à cultura corporal de movimento. É nessa subseção que o
conhecimento é fundamentado, problematizado e contextualizado podendo contribuir para a
formação crítica dos(as) estudantes e para o exercício da cidadania. Na subseção “Experimentação e
fruição” há um investimento na articulação entre os conceitos teóricos e as vivências práticas,
explorando as múltiplas vivências, especialmente do movimento, e apresentando sugestões de
práticas corporais e de possibilidades de adaptação de acordo com a realidade do contexto escolar.
É uma subseção que apresenta sugestões de utilização de músicas, de vídeos, de pesquisas na escola
e na comunidade acerca das práticas corporais, bem como estimula a participação dos(as) estudantes
no espaço escolar.

36
PNLD 2019

A subseção “Construção de valores” propõe discussões acerca das discriminações contra as minorias
sociais, bem como aponta para a importância da inclusão social ao sugerir ações concretas que
possibilitam a participação de pessoas com deficiência numa perspectiva inclusiva. Em “Avaliação e
registro”, a coleção contraria a avaliação constituída a partir dos referentes desempenho e
comparação, e propõe diferentes possibilidades de acompanhar o processo de aprendizagem dos
conhecimentos tematizados e desenvolvidos nos espaços/tempos do trabalho pedagógico em
Educação Física na escola.

Análise

A coleção objetivos, estratégias didático-pedagógicas e pressupostos teórico-metodológicos


adequados ao processo de ensino-aprendizagem na Educação Física para os anos iniciais do Ensino
Fundamental. As estratégias didático-pedagógicas são relevantes para desenvolver as habilidades e
as competências propostas no âmbito da Educação Física. Para isso, a coleção propõe um trabalho
pedagógico que considera o conhecimento prévio dos(as) estudantes, acionando o desenvolvimento
das unidades temáticas a partir dos diálogos e dos questionamentos que ocorrem antes, durante e
depois das práticas corporais propostas.

Toda a coleção apresenta orientações sobre as repercussões culturais que perpassam os temas da
Educação Física na escola e as implicações para o mundo atual. As abrangências culturais do
indivíduo, que se expressa através do corpo, são tematizadas em diferentes níveis sociais,
considerando contextos nacionais, regionais e locais. Nesse sentido, a coleção subsidia discussões e
proposições voltadas para reflexões socioculturais em diferentes contextos. É evidente a prioridade
da coleção no reconhecimento do valor da coletividade, visando a participação cidadã, tanto pelo viés
comunitário quanto individual. E, ainda, apresenta diversas sugestões para a realização de um
trabalho pedagógico de acordo com os princípios éticos e democráticos necessários à construção da
cidadania.

As imagens/ilustrações são apresentadas de acordo com os contextos históricos e sociais,


respeitando a diversidade cultural e acionando-a. A estrutura editorial e o projeto gráfico apresentam
uma organização clara e funcional, com hierarquização de títulos e subtítulos, referenciais
bibliográficos e sumário que permitem a localização das informações, além da indicação de leituras
complementares.

37
PNLD 2019

Sala De Aula

Prezado(a) docente, esta coleção atua como referência para o trabalho pedagógico considerando a
possibilidade de transformação e reconstrução da proposta apresentada a partir do contexto social,
cultural e escolar e das necessidades dos(as) estudantes. A seção “Análise e Compreensão” apresenta
contribuições importantes para a qualidade do trabalho pedagógico ao sugerir leituras
complementares, vídeos, filmes, sites e outras fontes indicadas que devem ser acessadas
previamente como subsídio para o trato pedagógico dos temas a serem trabalhados no
espaço/tempo das aulas de Educação Física.

Outro aspecto importante e contributivo desta coleção é a sua proposição com base na compreensão
da diversidade social e cultural do país e do mundo, possibilitando aos(às) estudantes conhecerem
as diferentes matrizes culturais em que as práticas corporais ocorrem, valorizando e ressignificando
os temas trabalhados. As discussões acerca das temáticas étnicas compõem-se como valiosos
materiais de contextualização a respeito das diferentes manifestações culturais do país, constituídas
a partir dos nossos princípios culturais indígenas e africanos, ampliando as reflexões acerca da
influência e da importância desses povos para a constituição da identidade do povo brasileiro.

A coleção também contextualiza as origens das festas populares e das danças, as quais podem
contribuir para a compreensão do contexto histórico diverso e de como essas práticas corporais
foram e são produzidas pela humanidade. Os temas relacionados aos preconceitos e às
discriminações merecem destaque, visto que, perpassam e constituem o componente curricular
Educação Física no cotidiano da escola. Destacam-se as discussões acerca das pessoas com
deficiência e da posição das mulheres na sociedade, pois propõem análises e reflexões de maneira
crítica e com objetivo democrático, a partir de práticas fundamentadas nos princípios de respeito às
diferenças e na convivência harmoniosa entre os sujeitos e grupos sociais. Sugere-se acesso às
fontes complementares para qualificar o trabalho pedagógico na Educação Física escolar nos anos
iniciais do Ensino Fundamental.

38
PNLD 2019

Ficha de avaliação

1. CRITÉRIOS ELIMINATÓRIOS COMUNS


1.1 Respeito à legislação, às diretrizes e às normas oficiais relativas à Educação Infantil e ao
Ensino Fundamental
Parte 1: Legislação

1.1.1 A obra respeita a Constituição Federal de 1988?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.2 A obra respeita a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional - LDB (Lei 9.394/1996)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.3 A obra respeita o Estatuto da Criança e do Adolescente - ECA (Lei 8.069/1990)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.4 A obra respeita o Plano Nacional de Educação PNE - 2014-2024 (Lei 13.005/2014)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.5 A obra respeita o Estatuto da Pessoa com Deficiência (Lei 13.146/2015)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

39
PNLD 2019

1.1.6 A obra respeita o Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/1997)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.7 A obra respeita a Política Nacional de Educação Ambiental (Lei 9.795/1999)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.8 A obra respeita o Estatuto do Idoso (Lei 10.741/2003)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.9 A obra respeita o Programa Nacional de Direitos Humanos PNDH-3 (Decreto 7.037/2009)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.10 A obra respeita os objetivos e diretrizes do Programa Nacional do Livro e do Material


Didático, dispostas no decreto nº 9.099/2017?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.11 A obra respeita o decreto nº 7.611/2011, que dispõe sobre o Atendimento Educacional
Especializado (AEE)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

40
PNLD 2019

Justifique:

1.1.12 A obra respeita o Marco Legal pela Primeira Infância (Lei nº 13.257/2016)?

Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.13 A obra respeita a Lei de Alimentação Escolar (Lei 11.947/2009)?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

Parte 2: Diretrizes

1.1.14 A obra atende as Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais para a Educação Básica (Parecer
CNE/CEB nº7/2010 e Resolução CNE/CEB nº 4/2010)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.15 A obra atende as Diretrizes Curriculares Nacionais para o Ensino Fundamental de Nove
Anos (Resolução CNE/CEB nº 7/2010)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.16 A obra atende as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil (Resolução
CNE/CEB nº 5/2009 e Parecer CNE/CEB nº 20/2009)?
Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

41
PNLD 2019

1.1.17 A obra atende as Diretrizes Operacionais para a Educação Básica nas Escolas do Campo
(Parecer CNE/CEB nº 36/2001, Resolução CNE/CEB nº 1/2002, Parecer CNE/CEB nº 3/2008 e
Resolução CNE/CEB nº 2/2008)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.18 A obra atende as Diretrizes Operacionais para o Atendimento Educacional Especializado na


Educação Básica (Resolução CNE/CEB nº 4/2009 e Parecer CNE/CEB nº 13/2009)?
Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.19 A obra atende as Diretrizes Nacionais para a Educação Escolar Quilombola (Resolução
CNE/CEB nº 8/2012)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.20 A obra atende as Diretrizes Nacionais para a Educação em Direitos Humanos (Resolução
CNE/CEB nº 1/2012)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.21 A obra atende as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental (Resolucão
CNE/CEB nº 2/2012)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.22 A obra atende as Diretrizes Operacionais para a Educação de Jovens e Adultos - EJA
(Parecer CNE/CEB nº 23/2008)?
Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

42
PNLD 2019

Justifique:

1.1.23 A obra atende a resolução relativa à pertinência do uso de imagens comerciais nos livros
didáticos? (Parecer CNE/CEB nº 15/2000)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.24 A obra atende as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-
Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana (Parecer CNE/CP nº
3/2004 e Resolução CNE/CP nº 01/2004)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.1.25 Observações gerais

1.2 Observância de princípios éticos e democráticos necessários à construção da cidadania, ao


respeito à diversidade e ao convívio social republicano

1.2.1 A obra está livre de estereótipos ou preconceitos de condição socioeconômica, regional,


étnico-racial, de gênero, de orientação sexual, de idade, de linguagem, religioso, de condição de
deficiência, assim como de qualquer outra forma de discriminação ou violação de direitos
humanos?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.2.2 A obra está livre de doutrinação religiosa, política ou ideológica, respeitando o caráter laico e
autônomo do ensino público?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

43
PNLD 2019

1.2.3 A obra representa a pluralidade cultural, social, histórica e econômica do Brasil nos textos,
enfoques e exemplos utilizados, assim como apresenta e discute as diferenças políticas,
econômicas, sociais e culturais de povos e países?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.2.4 A obra aborda a temática das relações étnico-raciais de forma solidária e justa? A obra
considera a participação dos afrodescendentes, descendentes das etnias indígenas brasileiras e
dos povos do campo em diferentes trabalhos, profissões e espaços de poder, valorizando sua
visibilidade e protagonismo social? A obra promove a cultura e história afro-brasileira e dos
povos indígenas brasileiros, valorizando seus valores, tradições, organizações, conhecimentos,
formas de participação social e saberes socio-científicos, considerando seus direitos e sua
participação em diferentes processos históricos que marcaram a construção do Brasil,
valorizando as diferenças culturais?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.2.5 A obra aborda a temática de gênero segundo uma perspectiva igualitária e não sexista,
inclusive no que diz respeito à homo e à transfobia? A obra considera a participação da mulher
em diferentes trabalhos, profissões e espaços de poder, valorizando sua visibilidade e
protagonismo social? A obra condiz com os compromissos contemporâneos de superação de
toda forma de violência, em especial com a agenda da não-violência contra a mulher?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.2.6 A obra aborda a diversidade da experiência humana e a pluralidade social, com respeito,
reconhecimento, valorização?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.2.7 Observações gerais

44
PNLD 2019

1.3 Coerência e adequação da abordagem teórico-metodológica assumida pela obra, no que diz
respeito à proposta didático-pedagógica explicitada e aos objetivos visados

1.3.1 A obra apresenta uma abordagem metodológica capaz de contribuir para o alcance dos
objetivos de aprendizagem e desenvolvimento na Educação Infantil ou dos objetos de
conhecimento e respectivas habilidades no Ensino Fundamental previstos na BNCC (V3), visando
o desenvolvimento integral dos estudantes?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.3.2 A obra é coerente com a abordagem por ela proposta, do ponto de vista dos
conhecimentos, recursos e organização geral? A obra compatibiliza a opção teórico-
metodológica adotada com o modo como são desenvolvidas as atividades, evitando paradoxos
de interpretações?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.3.3 Caso a obra recorra a mais de um modelo didático-metodológico, é clara e coerente a


articulação proposta entre os modelos?
Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.3.4 A obra é organizada de forma a garantir a progressão das aprendizagens?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.3.5 A obra contribui para a apreensão das relações que se estabelecem entre os conhecimentos
propostos e suas funções socioculturais?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

45
PNLD 2019

1.3.6 Observações gerais

1.4 Correção e atualização de conceitos, informações e procedimentos

1.4.1 A obra apresenta conceitos, informações e procedimentos corretos e atualizados? A obra


utiliza conceitos e informações corretos e atualizados em exercícios, atividades, ilustrações e
imagens?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.4.2 A obra apresenta conceitos, informações e procedimentos com clareza e precisão? (A obra
não deve induzir ao erro, apresentar contradições ou ideias equivocadas que possam gerar
dificuldades na aprendizagem.)
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.4.3 A obra indica de forma clara e completa as fontes de cada texto ou fragmento apresentado?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.4.4 A obra insere leituras complementares de fontes reconhecidas e atualizadas, que ampliem
conceitos e informações e sejam, de fato, coerentes com o texto principal?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Exemplifique, e insira as páginas que ocorreram

Exemplifique:

1.4.5 Observações gerais

46
PNLD 2019

1.5 Adequação da estrutura editorial e do projeto gráfico aos objetivos didático-pedagógicos da


obra

Parte 1: Estrutura Editorial

1.5.1 A obra apresenta organização clara, coerente e funcional, do ponto de vista da proposta
didático-pedagógica?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.2 A obra possui títulos e subtítulos claramente hierarquizados por meio de recursos gráficos
compatíveis?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.3 A obra possui sumário que reflete claramente a organização dos conteúdos e atividades
propostos, além de permitir a rápida localização das informações?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.4 A obra possui legendas sintéticas, com cores definidas, sem informações em excesso?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.5 A obra apresenta fontes fidedignas na citação de textos e mapas? (A obra não deve utilizar
representações já conhecidas de outros autores sem a citação correta.)
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

47
PNLD 2019

1.5.6 A obra possui linguagem e terminologia corretas e adequadas ao estágio de


desenvolvimento cognitivo dos estudantes, ao desenvolvimento do vocabulário e dos
conhecimentos linguísticos?
Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.7 A obra apresenta dimensionamento adequado, sem repetição excessiva de conhecimentos


já abordados que possam gerar ampliação desnecessária no total de páginas das obras?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.8 A obra está isenta de erros de revisão ou impressão?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

Parte 2: Ilustrações

1.5.9 As ilustrações contribuem para a compreensão de textos e atividades?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.10 As ilustrações são claras, precisas e adequadas às finalidades para as quais foram
elaboradas?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

48
PNLD 2019

1.5.11 As ilustrações exploram as múltiplas funções (como desenhos, figuras, gráficos, fotografias,
reproduções de pinturas, mapas e tabelas) e são significativas no contexto de ensino e de
aprendizagem?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.12 As ilustrações retratam adequadamente a diversidade étnica da população brasileira como


ela existe na realidade, a pluralidade social e cultural do país?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.13 As ilustrações são apresentadas em escala adequada e estão distribuídas equilibradamente


na página?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.14 As ilustrações estão acompanhadas dos respectivos créditos e da clara identificação da


localização das fontes ou acervos de onde foram reproduzidas?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.15 Para ilustrações de caráter científico, são respeitadas as proporções entre objetos ou seres
representados?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.16 Para gráficos, tabelas e imagens artísticas, as ilustrações apresentam títulos, legendas,
fontes e datas?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

49
PNLD 2019

Justifique:

1.5.17 Para mapas e outras representações gráficas do espaço, as ilustrações apresentam


legendas, escala, coordenadas e orientação em conformidade com as convenções cartográficas?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.5.18 Observações gerais

1.6 Observância de temas contemporâneos no conjunto dos conteúdos da obra

A obra aborda sob uma perspectiva transversal e integradora e de maneira não artificial e
arbitrária os seguintes temas:

1.6.1 direitos das crianças e adolescentes

Sim | Não

1.6.2 educação para o trânsito

Sim | Não

1.6.3 preservação do meio ambiente

Sim | Não

1.6.4 educação alimentar e nutricional

Sim | Não

1.6.5 saúde, sexualidade, vida familiar e social

Sim | Não

50
PNLD 2019

1.6.6 processo de envelhecimento, respeito e valorização do idoso

Sim | Não

1.6.7 educação em direitos humanos

Sim | Não

1.6.8 educação para o consumo, educação financeira e fiscal

Sim | Não

1.6.9 trabalho, ciência e tecnologia

Sim | Não

1.6.10 diversidade cultural

Sim | Não

1.6.11 Observações gerais

1.7 Outros critérios

Parte 1: Autonomia e Investigação

1.7.1 A obra contribui para o desenvolvimento da autonomia de pensamento, do raciocínio crítico


e da capacidade de argumentar do estudante?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.7.2 A obra propõe situações problema que estimulem a busca de reflexão do estudante?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

51
PNLD 2019

Justifique:

1.7.3 A obra aproxima gradativamente os principais processos, práticas e procedimentos de


análise e investigação, por meio de propostas de atividades que estimulem observação,
curiosidade, experimentação, interpretação, análise, discussões de resultados, criatividade,
síntese, registros e comunicação?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

Parte 2: Interações e Riscos

1.7.4 A obra estimula a manifestação do conhecimento que o estudante já detém ao chegar à sala
de aula e estabelecer nexos entre esse conhecimento e o conhecimento novo?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.7.5 A obra propõe atividades que estimulem a interação entre os estudantes, o convívio social,
o reconhecimento da diferença junto a comunidade escolar, as famílias e a população?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.7.6 A obra oferece orientações claras e precisas sobre eventuais riscos na realização dos
experimentos e atividades propostos visando a garantir a integridade física de estudantes,
professores e demais pessoas envolvidas no processo educacional?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

Parte 3: Extraclasse

52
PNLD 2019

1.7.7 A obra apresenta, de forma contextualizada, propostas e sugestões para que professores e
alunos acessem outras fontes de informações (rádio, TV, internet etc.), fora dos limites do
próprio livro didático?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.7.8 A obra propõe uso de laboratórios virtuais, simuladores, vídeos, filmes e demais tecnologias
da informação e comunicação?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.7.9 A obra propõe atividades de campo e de visitas a museus, centros de ciências, parques zoo-
botânicos, universidades, laboratórios e a outros espaços que favoreçam o processo
educacional?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

1.7.10 Observações gerais

2. CRITÉRIOS ELIMINATÓRIOS ESPECÍFICOS EDUCAÇÃO FÍSICA

2.1 Obras Disciplinares e Interdisciplinares - Objetos de Conhecimento e Habilidades BNCC (V3)

A obra apresenta consistência e coerência entre os conteúdos e as atividades propostas e os


objetos de conhecimento e habilidades constantes na BNCC (V3)?

1º E 2º ANOS

2.1.1 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos da cultura popular presentes no contexto


comunitário e regional(EF12EF01) Experimentar, fruir e recriar diferentes brincadeiras e jogos da

53
PNLD 2019

cultura popular presentes no contexto comunitário e regional, reconhecendo e respeitando as


diferenças individuais de desempenho dos colegas.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.2 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos da cultura popular presentes no contexto


comunitário e regional(EF12EF02) Explicar, por meio de múltiplas linguagens (corporal, visual,
oral e escrita), as brincadeiras e os jogos populares do contexto comunitário e regional,
reconhecendo e valorizando a importância desses jogos e brincadeiras para suas culturas de
origem.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.3 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos da cultura popular presentes no contexto


comunitário e regional(EF12EF03) Planejar e utilizar estratégias para resolver desafios de
brincadeiras e jogos populares do contexto comunitário e regional, com base no reconhecimento
das características dessas práticas.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.4 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos da cultura popular presentes no contexto


comunitário e regional(EF12EF04) Colaborar na proposição e na produção de alternativas para a
prática, em outros momentos e espaços, de brincadeiras e jogos e demais práticas corporais
tematizadas na escola, produzindo textos (orais, escritos, audiovisuais) para divulgá-las na
escola e na comunidade.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.5 EsportesEsportes de marca Esportes de precisão(EF12EF05) Experimentar e fruir, prezando


pelo trabalho coletivo e pelo protagonismo, a prática de esportes de marca e de precisão,
identificando os elementos comuns a esses esportes.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente

54
PNLD 2019

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e


insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.6 EsportesEsportes de marca Esportes de precisão(EF12EF06) Discutir a importância da


observação das normas e das regras dos esportes de marca e de precisão para assegurar a
integridade própria e as dos demais participantes.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.7 GinásticasGinástica geral(EF12EF07) Experimentar, fruir e identificar diferentes elementos


básicos da ginástica (equilíbrios, saltos, giros, rotações, acrobacias, com e sem materiais) e da
ginástica geral, de forma individual e em pequenos grupos, adotando procedimentos de
segurança.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.8 GinásticasGinástica geral(EF12EF08) Planejar e utilizar estratégias para a execução de


diferentes elementos básicos da ginástica e da ginástica geral.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.9 GinásticasGinástica geral(EF12EF09) Participar da ginástica geral, identificando as


potencialidades e os limites do corpo, e respeitando as diferenças individuais e de desempenho
corporal.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.10 GinásticasGinástica geral(EF12EF10) Descrever, por meio de múltiplas linguagens (corporal,


oral, escrita e audiovisual), as características dos elementos básicos da ginástica e da ginástica
geral, identificando a presença desses elementos em distintas práticas corporais.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente

55
PNLD 2019

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e


insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.11 DançasDanças do contexto comunitário e regional(EF12EF11) Experimentar e fruir


diferentes danças do contexto comunitário e regional (rodas cantadas, brincadeiras rítmicas e
expressivas), e recriá-las, respeitando as diferenças individuais e de desempenho corporal.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.12 DançasDanças do contexto comunitário e regional(EF12EF12) Identificar os elementos


constitutivos (ritmo, espaço, gestos) das danças do contexto comunitário e regional,
valorizando-as, sem preconceitos de qualquer natureza.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

3º AO 5º ANO

2.1.13 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundoBrincadeiras e


jogos de matriz indígena e africana(EF35EF01) Experimentar e fruir brincadeiras e jogos
populares do Brasil e do mundo, incluindo aqueles de matriz indígena e africana, e recriá-los,
valorizando a importância desse patrimônio histórico cultural.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.14 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundoBrincadeiras e


jogos de matriz indígena e africana(EF35EF02) Planejar e utilizar estratégias para possibilitar a
participação segura de todos os alunos em brincadeiras e jogos populares do Brasil e de matriz
indígena e africana.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

56
PNLD 2019

2.1.15 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundoBrincadeiras e


jogos de matriz indígena e africana(EF35EF03) Descrever, por meio de múltiplas linguagens
(corporal, oral, escrita, audiovisual), as brincadeiras e os jogos populares do Brasil e de matriz
indígena e africana, explicando suas características e a importância desse patrimônio histórico
cultural na preservação das diferentes culturas.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.16 Brincadeiras e jogosBrincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundoBrincadeiras e


jogos de matriz indígena e africana(EF35EF04) Recriar, individual e coletivamente, e
experimentar, na escola e fora dela, brincadeiras e jogos populares do Brasil e do mundo,
incluindo aqueles de matriz indígena e africana, e demais práticas corporais tematizadas na
escola, adequando-as aos espaços públicos disponíveis.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.17 EsportesEsportes de campo e taco Esportes de rede/parede Esportes de


invasão(EF35EF05) Experimentar e fruir diversos tipos de esportes de campo e taco, rede/parede
e invasão, identificando seus elementos comuns e criando estratégias individuais e coletivas
básicas para sua execução, prezando pelo trabalho coletivo e pelo protagonismo.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.18 EsportesEsportes de campo e taco Esportes de rede/parede Esportes de


invasão(EF35EF06) Diferenciar os conceitos de jogo e esporte, identificando as características
que os constituem na contemporaneidade e suas manifestações (profissional e
comunitária/lazer).
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

57
PNLD 2019

2.1.19 GinásticasGinástica geral(EF35EF07) Experimentar e fruir, de forma coletiva, combinações


de diferentes elementos da ginástica geral (equilíbrios, saltos, giros, rotações, acrobacias, com e
sem materiais), propondo coreografias com diferentes temas do cotidiano.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.20 GinásticasGinástica geral(EF35EF08) Planejar e utilizar estratégias para resolver desafios


na execução de elementos básicos de apresentações coletivas de ginástica geral, reconhecendo
as potencialidades e os limites do corpo e adotando procedimentos de segurança.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.21 DançasDanças do Brasil e do mundoDanças de matriz indígena e africana(EF35EF09)


Experimentar, recriar e fruir danças populares do Brasil e do mundo e danças de matriz indígena
e africana, valorizando e respeitando os diferentes sentidos e significados dessas danças em
suas culturas de origem.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.22 DançasDanças do Brasil e do mundoDanças de matriz indígena e africana(EF35EF10)


Comparar e identificar os elementos constitutivos comuns e diferentes (ritmo, espaço, gestos)
em danças populares do Brasil e do mundo e danças de matriz indígena e africana.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.23 DançasDanças do Brasil e do mundoDanças de matriz indígena e africana(EF35EF11)


Formular e utilizar estratégias para a execução de elementos constitutivos das danças populares
do Brasil e do mundo, e das danças de matriz indígena e africana.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

58
PNLD 2019

2.1.24 DançasDanças do Brasil e do mundoDanças de matriz indígena e africana(EF35EF12)


Identificar situações de injustiça e preconceito geradas e/ou presentes no contexto das danças e
demais práticas corporais e discutir alternativas para superá-las.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.25 LutasLutas do contexto comunitário e regional(EF35EF13) Experimentar e fruir diferentes


lutas presentes no contexto comunitário e regional.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.26 LutasLutas do contexto comunitário e regional(EF35EF14) Planejar e utilizar estratégias


básicas das lutas do contexto comunitário e regional experimentadas, respeitando o colega como
oponente e as normas de segurança.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.27 LutasLutas do contexto comunitário e regional(EF35EF15) Identificar as características das


lutas do contexto comunitário e regional, reconhecendo as diferenças entre lutas e brigas e entre
lutas e as demais práticas corporais.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.1.28 Observações gerais

2.2 Obras Disciplinares e Interdisciplinares - Competências Gerais e Específicas BNCC (V3)

59
PNLD 2019

COMPETÊNCIAS GERAIS DA BASE NACIONAL COMUM CURRICULAR

2.2.1 Valorizar e utilizar os conhecimentos historicamente construídos sobre o mundo físico,


social e cultural para entender e explicar a realidade (fatos, informações, fenômenos e processos
linguísticos, culturais, sociais, econômicos, científicos, tecnológicos e naturais), colaborando para
a construção de uma sociedade solidária.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.2 Exercitar a curiosidade intelectual e recorrer à abordagem própria das ciências, incluindo a
investigação, a reflexão, a análise crítica, a imaginação e a criatividade, para investigar causas,
elaborar e testar hipóteses, formular e resolver problemas e inventar soluções com base nos
conhecimentos das diferentes áreas.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.3 Desenvolver o senso estético para reconhecer, valorizar e fruir as diversas manifestações
artísticas e culturais, das locais às mundiais, e também para participar de práticas diversificadas
da produção artístico-cultural.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.4 Utilizar conhecimentos das linguagens verbal (oral e escrita) e/ou verbo-visual (como
Libras), corporal, multimodal, artística, matemática, científica, tecnológica e digital para
expressar-se e partilhar informações, experiências, ideias e sentimentos em diferentes contextos
e, com eles, produzir sentidos que levem ao entendimento mútuo.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.5 Utilizar tecnologias digitais de comunicação e informação de forma crítica, significativa,


reflexiva e ética nas diversas práticas do cotidiano (incluindo as escolares) ao se comunicar,
acessar e disseminar informações, produzir conhecimentos e resolver problemas.

60
PNLD 2019

Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente


Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.6 Valorizar a diversidade de saberes e vivências culturais e apropriar-se de conhecimentos e


experiências que lhe possibilitem entender as relações próprias do mundo do trabalho e fazer
escolhas alinhadas ao seu projeto de vida pessoal, profissional e social, com liberdade,
autonomia, consciência crítica e responsabilidade.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.7 Argumentar com base em fatos, dados e informações confiáveis, para formular, negociar e
defender ideias, pontos de vista e decisões comuns que respeitem e promovam os direitos
humanos e a consciência socioambiental em âmbito local, regional e global, com posicionamento
ético em relação ao cuidado de si mesmo, dos outros e do planeta.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.8 Conhecer-se, apreciar-se e cuidar de sua saúde física e emocional, reconhecendo suas
emoções e as dos outros, com autocrítica e capacidade para lidar com elas e com a pressão do
grupo.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.9 Exercitar a empatia, o diálogo, a resolução de conflitos e a cooperação, fazendo-se respeitar


e promovendo o respeito ao outro, com acolhimento e valorização da diversidade de indivíduos e
de grupos sociais, seus saberes, identidades, culturas e potencialidades, sem preconceitos de
origem, etnia, gênero, idade, habilidade/necessidade, convicção religiosa ou de qualquer outra
natureza, reconhecendo-se como parte de uma coletividade com a qual deve se comprometer.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

61
PNLD 2019

2.2.10 Agir pessoal e coletivamente com autonomia, responsabilidade, flexibilidade, resiliência e


determinação, tomando decisões, com base nos conhecimentos construídos na escola, segundo
princípios éticos democráticos, inclusivos, sustentáveis e solidários.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DE LINGUAGENS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

2.2.11 Compreender as linguagens como construção humana, histórica e social e o seu caráter
constitutivo de organização e significação da realidade.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.12 Reconhecer as linguagens como fonte de legitimação de acordos e condutas sociais, e sua
representação simbólica como forma de expressão dos sentidos, das emoções e das experiências
do ser humano na vida social.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.13 Desenvolver visão crítica das linguagens, tendo por base o estudo da natureza, gênese e
função delas para operar com a pluralidade das formas de expressão.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.14 Confrontar opiniões e pontos de vista sobre as diferentes linguagens e suas manifestações
específicas, prevendo a coerência de sua posição e a dos outros, para partilhar interesses e
divulgar ideias com objetividade e fluência diante de outras ideias.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram

62
PNLD 2019

Justifique:

2.2.15 Reconhecer as linguagens como parte do patrimônio cultural material e imaterial de uma
determinada coletividade e da humanidade.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.16 Respeitar e preservar as diferentes linguagens, utilizadas por diversos grupos sociais, em
suas esferas de socialização.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.17 Usufruir do patrimônio linguístico, artístico e de práticas corporais nacionais e


internacionais, com suas diferentes visões de mundo, pelo acesso ao acervo e possibilidades de
construção de categorias de diferenciação, apreciação e criação.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.18 Interagir pelas linguagens, em situações subjetivas e objetivas, inclusive aquelas que
exigem graus de distanciamento e reflexão sobre os contextos e estatutos de interlocutores,
como as próprias do mundo do trabalho, colocando-se como protagonista no processo de
produção/compreensão, para compartilhar os valores fundamentais de interesse social e os
direitos e deveres dos cidadãos, com respeito ao bem comum e à ordem democrática.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

COMPETÊNCIAS ESPECÍFICAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

2.2.19 Compreender a origem da cultura corporal de movimento e seus vínculos com a


organização da vida coletiva e individual.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente

63
PNLD 2019

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e


insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.20 Planejar e empregar estratégias para resolver desafios e aumentar as possibilidades de


aprendizagem das práticas corporais, além de se envolver no processo de ampliação do acervo
cultural nesse campo.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.21 Considerar as práticas corporais como fonte de legitimação de acordos e condutas sociais,
e sua representação simbólica como forma de expressão dos sentidos, das emoções e das
experiências do ser humano na vida social.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.22 Refletir, criticamente, sobre as relações entre a realização das práticas corporais e os
processos de saúde/doença, inclusive no contexto das atividades laborais.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.23 Identificar a multiplicidade de padrões de desempenho, saúde, beleza e estética corporal,


analisando, criticamente, os modelos disseminados na mídia e discutir posturas consumistas e
preconceituosas.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.24 Identificar as formas de produção dos preconceitos, compreender seus efeitos e combater
posicionamentos discriminatórios em relação às práticas corporais e aos seus participantes.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram

64
PNLD 2019

Justifique:

2.2.25 Interpretar e recriar os valores, sentidos e significados atribuídos às diferentes práticas


corporais, bem como aos sujeitos que delas participam.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.26 Reconhecer as práticas corporais como elementos constitutivos da identidade cultural dos
povos e grupos, com base na análise dos marcadores sociais de gênero, geração, padrões
corporais, etnia, religião.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.27 Usufruir das práticas corporais de forma autônoma para potencializar o envolvimento em
contextos de lazer, ampliar as redes de sociabilidade e a promoção da saúde.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.28 Reconhecer o acesso às práticas corporais como direito do cidadão, propondo e


produzindo alternativas para sua realização no contexto comunitário.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

2.2.29 Utilizar, desfrutar e apreciar diferentes brincadeiras, jogos, danças, ginásticas, esportes,
lutas e práticas corporais de aventura, valorizando o trabalho coletivo e o protagonismo.
Sim | Não (Abordagem insuficiente/inadequada) | Ausente
Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não (Abordagem insuficiente/inadequada)" : Justifique, e
insira as páginas que ocorreram
Justifique:

65
PNLD 2019

2.2.30 Observações gerais

2.3 Manual do Professor Impresso das Obras Disciplinares e Interdisciplinares

2.3.1 O MP apresenta orientações gerais no início do volume?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

2.3.2 As orientações gerais contém a visão geral da proposta desenvolvida no livro do aluno?

Sim | Não | Não se aplica

Caso marque a(s) opção(ões) "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

2.3.3 As orientações gerais informam os professores sobre a proposta teórico-metodológica


adotada?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

2.3.4 As orientações gerais explicitam a correspondência do conteúdo com os objetos de


conhecimento e habilidades da BNCC (V3)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

2.3.5 As orientações gerais explicitam a relação desses conhecimentos com os conhecimentos


anteriores e posteriores, em conformidade com a BNCC (V3)?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

66
PNLD 2019

2.3.6 As orientações gerais apresentam o referencial teórico-metodológico da proposta de


avaliação?
Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

2.3.7 As orientações gerais apresentam a estrutura da obra?

Sim | Não

Caso marque a(s) opção(ões) "Sim" ou "Não" : Justifique, e insira as páginas que ocorreram

Justifique:

2.3.8 Observações gerais

3. FALHAS PONTUAIS

4. RESENHA

4.1 Visão geral

4.1.1

4.2 Descrição da obra

4.2.1

4.3 Análise da obra

4.3.1

4.4 Em sala de aula

4.4.1

5. RECOMENDAÇÃO

67
PNLD 2019

5.1 RECOMENDAÇÃO

5.1.1 Pelo exposto, a obra deve ser:


APROVADA no PNLD 2019. | REPROVADA no PNLD 2019. | APROVADA no PNLD 2019, desde
que corrigidas as falhas pontuais apontadas.
Caso marque a(s) opção(ões) "APROVADA no PNLD "REPROVADA no PNLD 2019."019." ou
"REPROVADA no PNLD 2019." ou "APROVADA no PNLD 2019, desde que corrigidas as falhas
pontuais apontadas." : , e insira as páginas que ocorreram
:

68
PNLD 2019

Referências

BRASIL. MEC. Diretrizes Curriculares Nacionais da Educação Básica. Brasília: MEC/SEB/DICEI, 2013.

BRASIL. MEC. Edital de Convocação 1/2017-CGPLI. Processo de Inscrição e Avaliação de Obras


Didáticas para o Programa Nacional do Livro Didático - PNLD 2019. Brasília: MEC, 2017.

BRASIL. MEC. Base Nacional Comum Curricular, versão III.

69