Você está na página 1de 17

Enki e a Organização do Mundo

Fonte: Myths of Enki, The Crafty God, de Samuel Noah Kramer. Relato
para fins de estudo/pesquisa.

Senhor, que caminha com nobreza no céu e na terra, com autoconfiança,


pai Enki, filho do Touro dos Céus,
concebido do Touro dos Céus,
querido por Enlil, o Grande Kur,
amado por Anu, o sagrado,

rei, que extraiu a árvore das medidas sagradas do Abzu,


fazendo-a crescer em toda terra,
grande usumgal,
que plantou [a árvore das medidas sagradas] em Eridu -
sua sombra espalhando-se pelo céu e a terra -
um bosque de árvores frutíferas que se expandiu por toda terra.

Enki, senhor do hegal possuído pelos deuses Anunaki.


Nudimud, o poderoso de Ekur,
a força de Anu e Urash.
Nudimmud, o poderoso de Ekur,
a força dos Anunaki,
cuja nobre morada estabelecida no Abzu é
o mastro do céu e da terra.

Enki, que ao levantar um único olho, faz tremer o Kur,


onde nasce o bisão,
nasce o veado,
onde nascem os rebanhos de ovelhas selvagens,
nasce o veado,
nos.... campos,
e nos fossos do coração das montanhas
no verdejante.......
o lugar onde ninguém se atreve a entrar,
lá você fixou seu olhar como junco halhal. .
...

[uma palavra sua] - e pilhas e pilhas surgem cheias de grãos.


[na terra] - que seja pujante -
que seja o leite -
os estábulos e os rebanhos produzem-no.
[o pastor] docemente entoa sua cançao de ilulama.
[os rebanhos de bovinos] passam o dia junto ao baldes de leite com o
pastor.

Você estabeleceu as refeições - como elas devem ser -


nas salas de jantar dos deuses.

Sua palavra: o jovem fala em voz alta para dar força ao coração.
Ele entra no átrio tal qual um boi de chifres espessos.

Sua palavra: a jovem guarda na cabeça como um encanto [poderoso] de


atração

As pessoas em todas as cidades colonizadas olham para ela


maravilhadas. .

Aos Senhores e governantes


para emocionar seus corações, trazer alegria, .
[É que] Enlil, o grande Kur, deu poder a você.

Enki, senhor de inúmeras benesses


senhor da sabedoria. senhor, amado por Anu, ornamento de Eridu,
que direciona ordens e decisões,
especialista no decreto dos destinos:

Você prendeu.... pelo dia,


você fez o mês entrar no seu compasso. [literal: na sua casa].

Você trouxe [para a terra] as estrelas do céu,


você contou o número delas.

...você deu às pessoas um lugar para morar.


...você cuidou delas,
você assegurou que elas seguissem o seu pastor. ..

...você devolveu as armas às suas [casas] .

...você zela pela segurança das pessoas em seus lares.


Pai Enki, venha até a terra que [recém] foi plantada
para que ela produza sementes saudáveis.

Nudimud, chegue perto da ovelha grávida:


faça com que ela dê à luz a um cordeiro saudável.
Chegue perto da vaca inseminada:
faça com que ela dê à luz a um terneiro saudável. .

Chegue perto da cabra grávida:


faça com que ela dê à luz a um filhote saudável.

[Sempre] que você se aproxima de um campo cultivado,


os campos germinados,
pilhas e pilhas enchem-se de grãos
nas estepes altas.

Enki, rei do Abzu, festeja sua própria magnificência, como é de seu direito:

- Meu pai, o governador das alturas e das profundezas,


fez minhas feições brilharem assim na terra como no céu [nas alturas e
profundezas[.

Meu grande irmão, governador de todas as terras,


juntou todas as medidas sagradas,
colocando-as nas minhas mãos.
Do Ekur, casa de Enlil,
Eu passei as todas as artes e artesanias para o meu Abzu, Eridu.

Sou filho verdadeiro, concebido pelo Touro dos Céus,


Sou o filho líder de Anu
Sou a grande tempestade que se levanta sobre as 'Grandes Profundezas':
Sou o grande senhor da terra.

Sou o primeiro dentre os governantes.


Sou o pai de todas as terras.
Sou o grande irmão dos deuses,
O hegal chega à perfeição em mim.

Sou o guardião dos selos assim na terra como no céu.


Sou arguto e sábio em todos os lugares.

Sou aquele que direciona a justiça ao lado de Anu, o rei,


[lado a lado d]o trono de Anu. .

Sou aquele que tendo visto o Kur,


decreta os destinos ao lado de Enlil:
ele colocou nas minhas mãos o decretar dos destinos
no local onde o sol se levanta.

Sou aquele querido por Nintu:


Sou aquele a quem Ninhursag deu um bom nome.

Sou o líder dos Anunaki.


Sou o filho líder de An.

Depois que o senhor havia proclamado sua majestade,


depois do grande príncipe Ter pronunciado sua própria eulogia,
os deuses Anunaki ergueram-se em prece e súplica:

- Senhor que zela pelas artes e artesanias,


especialista [na tomada de] decisões, adorado -
Oh, Enki, graças!

Uma Segunda vez, pelo prazer que isto lhe dava,


Enki, rei do Abzu, comemorou sua própria magnificência, -
como era de seu direito:

- Sou senhor! Sou aquele cuja palavra perdura.


Sou eterno.

Ao meu comando foram construídos os estábulos,


com rebanhos ao redor:

Quando meu comando alcança os céus,


chuvas de benesses cai por sobre a terra.

Quando meu comando se aproxima das profundezas,


acontece uma abundância de peixes.

Quando meu comando chega aos verdes campos,


pilhas e pilhas de grãos se fazem ao som da minha palavra.

Construí minha casa, o altar, num lugar puro, e dei-lhe um bom nome.

Construí meu Abzu, o altar, num(a) ...


decretei para ele um bom destino.

Minha casa - sua sombra se espalha pelo pântano das serpentes.


Minha casa - onde os peixes suhurmas balançam suas barbatanas
dentre as plantas cheias de mel,
o peixe gud abana sua cauda para mim
entre os pequenos juncos gizi,
os pássaros arrulham nos seus ninhos...

Canções sacras e encantamentos enchem o meu Abzu.

O barco magur, a coroa, o Ibex do Abzu,


muito comigo se regozijaram:
pelo grande pântano, o local que escolhi,
estende seus braços para mim,
estica seu pescoço na minha direção.

Sem erro, os remadores remam,.


Cantando doces canções, encantando o rio,
Nimgirsig, o alto sacerdote do barco magur
levanta o cetro dourado para mim,
rema meu barco, o Ibex do Abzu - para mim, Enki.

Eu - o senhor - irei ...


Sou Enki,
Vou para perto de minha terra...

Que as terras de Magan e Dilmun


voltem seus olhos para mim - Enki.
Que os barcos de Dilmun sejam carregados de madeira.
Que os barcos de Magan sejam repletos até as alturas.
Que os barcos magilum de Meluhha
transportem ouro e prata,
Que estes sejam levados a Nipur para Enlil,
rei da terra.

Para aquele que não tem cidade, não tem casa,,


o Martu - darei gado como presente.

Ao grande príncipe que se aproximou de sua terra,


os deuses Anunaki falaram com afeição:

- Senhor que viaja com as grandes medidas do céu e da terra,


puro Senhor
que guarda as grandes medidas do céu e da terra,
a miríade de medidas sagradas,
Grande Senhor, líder em todos os lugares, tanto nas alturas quanto nas
profundezas,
de Eridu, o local puro,
o mais preciosos palácio
para onde as nobres medidas do céu e da terra foram trazidas, -
Oh, Enki, senhor das alturas e das profundezas, graças!

Para o grande príncipe, Enki, o grande deus, que estava passando por
estas terras,
todas as terras, todos os governantes,
todos os sacerdotes de encantamentos de Eridu
os que vestem linho por toda Suméria,
[os que] fazem os rituais de purificação do Abzu,
[os que] zelam pelos locais sagrados,
os lugares preciosos do pai Enki,
[os que] limpam a grande casa do príncipe,
[aqueles que ] nomeiam suas estações,
purificam o nobre templo, o Abzu,
[ e] carregam para lá o zimbro,
a planta pura
[ e também ] endireitam o sagrado ...
os nobres cursos d´água de pai Enki,
constróem com cuidado a escadaria de Eridu nos cais sagrados,
porto da cabra maltês do Abzu que aporta no bom cais,
o cais nobre,
erigido sobre o altar sagrado de usga,
[todos] levantam a voz em orações e orações para Enki, o grande deus.
...
Cheio de orgulho, o rei deu um passo à frente,
pai Enki desceu à terra.
[E] por que o grande prínciple desceu àquela terra,
todas as benesses prevaleceram no céu e na terra.

Enki decreta [então] o destino daquela terra:

- Suméria, grande Kur,


concebida da essência das alturas e das profundezas,
trajada de luz eterna,
que concedeu as medidas do céu e da terra para [todo seu] povo
de Leste a Oeste,
Tuas medidas sagradas são as mais sublimes,
[e] intocáveis,
Teu coração é um labirinto,
inescrutável,
Teu útero que traz a vida,
local onde os deuses dão à luz como nos céus,
Não pode ser tocado.
[Terra] que dá à luz a reis que são coroados com o diadema que perdura,
[Terra] que dá à luz aos altos sacerdotes e sacerdotisas que coroam
governantes,
Teu senhor, o nobre senhor, senta-se junto a Anu, na plataforma sagrada do
trono do pai e soberano dos deuses, Anu.

Teu rei, o grande Kur,


pai Enlil,
o pai de todas as terras,
bloqueou o ... tal qual árvore verdejante.

Os Anunaki, os grandes deuses,


erigiram suas moradias no teu meio,
consumiram seus alimentos no teu giguna
entre as tuas árvores raras.

Casa, Suméria,{Tua terra]


construiu para ti muitas estrebarias,
fez com que tuas vacas multiplicassem,
proveu por teus rebanhos,
fez tua casa atingir os céus
e teu templo erguer a mão para os céus!

Ele foi até o templo, Ur,


Enki, rei do Abzu, decretou o destino de Ur:

- Cidade com tudo o que é adequado, banhada pelas águas,


firme como um touro ereto,
uma plataforma de abundância na terra, 'de joelhos abertos,'
altaneira como uma montanha,
bosque de hasur, cheia de sombra,
que sabe poder contar com sua própria força,
Nobre Ur, podes bem direcionar as medidas que te foram aperfeiçoadas
Enlil, the Grande Kur, pronunciou teu nobre nome
assim na terra como no céu.
Cidade cujo destino foi decretado por Enki,
Altar de Ur, podes te erguer até os céus!.
Ele foi até a cidade de Meluhha,
Enki, o rei do Abzu, decretou o destino de Meluhha:

- Terra escura, tuas árvores serão grandes,


elas serão os bosques das medidas sagradas de Kur,
e teus tronos serão colocados em [todos os] palácios reais.

Teus juncos serão grandes,


eles serão os juncos de Kur,
heróis farão deles armas a serem usadas em batalhas.

Teus touros serão touros grandes


Eles serão os touros de Kur
cujo rugido será o rugido dos touros de Kur.

As grandes medidas sagradas dos deuses foram aperfeiçoadas para ti.

Todos os pássaros dar do Kur trazem um papo carmesin,


teus pássaros serão os pássaros haia,
cujo chilrear irá encher os palácios reais.

Tua prata será ouro, .


Teu cobre terá coloração de bronze,
Tudo o que tiveres irá crescer
teu povo, se multiplicar
teus homens seguirão seus amigos como touros.

...
Ele limpou e purificou a terra de Dilmun,
e colocou Ninsikilla para tomar conta dela.

Lagoas ele assinalou ao templo dos príncipes.


Dilmun se alimentou dos peixes [destas lagoas].

Palmeiras, ele deu ao solo fértil,


Dilmun come suas tâmaras .

...Elam e Marhasi...
...que tudo devoram....,
O rei, a quem foi dado poder por Enlil
atacou as casas deles, atacou as muralhas deles;
a prata, o lápis lazuli e [o conteúdo] dos celeiros
ele trouxe para, para Enlil, rei de todas as cidades.
Para aquele que não tem uma cidade,
que não tem uma casa,
o Martu - Enki forneceu um rebanho de gado como presente.

Uma vez que ele voltou os olhos daquele lugar,


uma vez que pai Enki tinha erguido tal lugar às margens do Eufrates,
ele se levantou cheio de força e vitalidade tal qual um touro preparado para
o ataque,
levantou seu pênis, ejaculou -
enchendo o Tigre de água corrente.

A vaca selvagem que procura por seu terneiro nas pastagens,


os estábulos infestados de escorpiões,
o Tigre colou-se a seu lado como um touro pronto para o ataque.

Ele ergueu seu pênis, trouxe os presentes de casamento -


como um touro selvagem, ele encheu de alegria o coração do Tigre,
ficando ao lado do grande rio [na hora] do seu nascimento.

As águas, ele trouxe as águas correntes,


cujo sabor é [tão] doce.
Os cereais que ele trouxe, são os cereais de gunu,
[e] as pessoas deles se alimentam.

O Ekur, a casa de Enlil, ele encheu de bens,


Com Enki, Enlil se regozijou
E Nipur exultou!

O senhor colocou o diadema do alto sacerdócio,


colocou a tiara duradoura do rei,
caminhou à mão esquerda [de Enlil]:
e benesses surgiram da terra [só] para ele.

Aquele que segura o cetro com a mão direita,


que fez os rios Tigre e Eufrates "correrem junto",
falou palavras de grande alegria,
que levaram a prosperidade aos palácios,
Então, Enki, o senhor que declara os destinos,
Enki, rei do Abzu,
colocou Enbilulu como inspetor de seus canais.
Ele chamou pelas terras dos pântanos
enchendo-as de peixes.
Ele chamou pelos pés de cana:
enchendo-os de juncos crescidos e verdejantes....

Aquele de quem nenhum peixe escapa,


de cujas armadilhas nenhum... escapa,
de cujas presas nenhum pássaro escapa,
...o filho de ...
...amado pelos peixes,
Enki o escolheu para que tomasse conta deles.

Um templo foi erguido:


um templo sagrado, cujo interior é tal qual um labirinto;
um templo, cujo interior é torcido como uma linha,
algo [até então] desconhecido pelo homem,
um templo cujo andar mais baixo é a constelação de Iku,
altar sagrado cujo andar mais alto move-se na direção da constelação da
carruagem,
onda turbulenta das enchentes ...
seu melam é assustador.

Os deuses Anunaki, os grandes deuses, não ousaram chegar perto dele.

Ele começou ....


o palácio se alegrou.

Os deuses Anunaki postaram-se ante ele em prece e obediência,


para Enki, eles ergueram uma plataforma de trono majestosa na Casa do
Mar,
para o senhor...
o grande príncipe....
o pássaro u...

O Ekur, a casa de Enlil, ele encheu de bens,


Com Enki, Enlil se regozijou
E Nipur exultou!

Aquele que zarpou...


no templo sagrado....,
a innin que induz à fazer amor....
grande onda de maré,
onda turbulenta de enchente,
inundação do mar...
que aflora da espuma do mar...
a innin de Sirara,
mãe Nanse,
tudo o que respira no mar,
Enki deu [a ela], para que ela deles todos cuidasse.

Ele chamou a chuva,


As águas das alturas,
fixou-as lá como nuvens flutuantes,
[e] dirigindo ao horizonte seu hálito de vida,
tornou os picos das montanhas em campos onde cresce o emmer.

Aquele que dirige a grande tempestade,


que ataca com relâmpagos,
que com o santo dardo bloqueia o interior dos céus,
filho de An,
o inspetor dos canais do céu e da terra,
Iskur, o homem da abundância,
filho de An,
Enki o escolheu para que tomasse conta deles.

Enki treinou o arado, a canga e o trabalho em equipe,


o grande príncipe Enki deu a eles gado que ...
ele abriu a boca dos sulcos sagrados da terra,
e fez crescer cereais nos campos que haviam sido plantados.

O senhor que colocou o diadema,


o ornamento das estepes altas,
o especialista em ferramentas
o agricultor de Enlil,
Enkimdu, o homem of dos fossos e diques,
Enki o escolheu para que tomasse conta deles.

O senhor chamou os campos plantados,


e encheu-os de cevada gunu.

Enki fez os campos se encherem de grãos-de-bico, lentilhas, com ....


fez surgir pilhas e pilhas de cevada,
cevada gunu,
cevada innuha,
Enki multiplicou pilhas e pilhas de cereais;
e com Enlil ele espalha benesses sobre toda terra.
Aquela, cuja cabeça e corpo são adornados,
cuja face é como mel,
innin, ela...
que incentiva a arte de fazer amor,
vigor da terra,
a vida dos Sumérios,
Asnan, o bom pão,
pão de toda terra,
Enki a escolheu para que tomasse conta deles.

O grande príncipe colocou uma corda na picareta,


guiou o molde de argila,
fez com que este penetrasse a Mãe Terra como se fosse óleo precioso.

Aquele que atirou a picareta no cadável da serpente que tudo devora,


que...
cujo molde de argila é firme e ...
que regula ....
Kulla, o poderoso oleiro desta terra,
Enki escolheu para que tomasse conta dos tijolos e olarias.

Ele fixou as cordas, endireitou as bases,


construiu uma casa ao lado da assembléia,
dirigiu os rituais de purificação.
O grande príncipe colocou as fundações,
e os tijolos em cima delas.

Aquele cujas bases, uma vez postas, não saem fora do lugar,
cuja casa que perdura, uma vez construída, não irá desabar,
cuja abóbada alcança o meio do céu como arco-íris,
Musdamma, o grande construtor de Enlil,
Enki o escolheu para que tomasse conta deles.

Ele deu à nobre estepe, para vestir, uma nobre coroa.


Para as altas estepes, eu deu uma barba de lápis lazuli,
e um diadema de lápis.

A boa terra, ele cobriu de vegetação luxuriante.


Ele multiplicou os rebanhos das estepes altas,
colocando-os no seu lugar de direito.
Ele multiplicou os carneiros, os carneiros selvagens nas pastagens,
fê-los multiplicar.
O herói que é a coroa das estepes altas,
o rei da estepe,
grande leão das estepes altas,
poderoso,
a mão nobre de Enlil,
Sumugan, rei das montanhas,
Ele foi o escolhido de Enki para olhar pelas estepes altas.

Ele construiu estábulos, direcionando a limpeza dos mesmos.


Ele criou rebanhos de ovelhas,
proporcionando-lhes o melhor leite e gordura,
Ele encheu as salas de jantar dos deuses com todo luxo.
Nas estepes verdejantes ele dispensou benesses.

O rei,
o infalível provedor do Eana,
amigo de An,
o adorado genro do valente Sin,
o esposo da sagrada Inana-
a adorada,
rainha de todas as medidas sagradas,
que incentiva a arte de fazer amor nos no Kullab-
Dumuzi, o pastor dos céus,
amigo de An,
Enki decidiu que fosse o protetor do Eana, adorado de Inana, e pastor-rei.

O Ekur, a casa de Enlil, ele encheu de bens,


Com Enki, Enlil se regozijou
E Nipur exultou!

Ele fixou as fronteiras,


demarcando-as.
Enki, para os deuses Anunaki,
ergueu as muralhas ao redor da cidade,
estabelecendo os campos e fazendas nas proximidades.

O herói, o touro que irrompe da floresta de basur,


que ruge como leão,
o valente Utu, touro de instância firme e altaneira,
que com orgulho ostenta seu poder,
pai da grande cidade,
o local onde o sol se levanta,
o grande defensor de Anu, o poderosos,
o juiz, que toma decisões pelos deuses,
que tem uma barba de lápis lazuli,
que brilha no alto dos céus
no alto do horizonte,
Utu, filho de Ningal,
[A ele], Enki deu a direção de todo universo.

Ele teceu o tecido....


guiou o ....
Enki aperfeiçoou as artes da mulher.
Para Enki, o povo .... a ... vestimenta.

Aquela que é a dignidade do palácio,


o decoro do rei,
Uttu, a donzela do silêncio que nunca falha,
Enki decidiu que tomasse conta de todos. .

Então, aquela a quem não tinha sido dada função alguma,


a...mulher, a jovem Inana,
a quem não tinha sido dada função alguma,
Inana foi até seu pai Enki,
entrou na casa dele.
Ela chorou,
e se queixou.

- Enlil fixou o destino de alguns dos grandes


pela tua mão..

A mim, a jovem mulher, por que você tratou de forma diferente?


Eu, a sagrada Inana: onde estão as minhas funções?

Aruru, irmã de Enlil,


Nintu, rainha de todos os nascimentos,
é dela o tijolo sagrado de todos os partos
o símbolo de seu alto ofício,
e carregou o lancete que corta o cordão umbilical,
a pedra imman,
...
ela obteve o vaso silgarra de lápis lazuli esverdeado,
e carregou consigo seu vaso ala, sagrado e consgrado,
sendo agora a parteira desta terra.
O nascimento de reis,
o nascimento de sacerdotes e sacerdotisas foi colocado nas mãos dela.

Minha nobre irmã, santa Ninisinna


obteve a jóia suba,
sendo agora a amada de An,
aquela que incita os desejos do coração.

Minha nobre irmã, santa Ninmug,


cinzel dourado,
martelo de prata,
a faca de cabo largo,
todos eles ela levou consigo,
sendo agora aquela que trabalha com os metais e madeiras desta terra.
É ela quem coloca o diadema durador na cabeça daquele que nasceu para
ser rei,
É ela quem coloca a coroa na cabeça daquele que nasceu para ser
sacerdote.
Este poder agora pertence a ela.

Minha nobre irmã, samta Nidaba,


obteve o bastão das medidas,
e atou ao seu braço a linha de medições feita de lápis lazuli,
[Assim] ela proclama as grandes medidas do céu e da terra,
fixa as fronteiras,
demarca os limites,
é agora a escriba desta terra.
O alimento dos deuses foi colocado nas mãos dela.

Nanshe, a nobre donzela sacerdotisa,


aos pés de quem se posta o sagrado pássaro u,
agora é a inspetora do mar.
Bom peixe, pássaros saborosos,
ela dá ao pai Enlil em Nipur.

A mim, a jovem mulher, por que você tratou de forma diferente?


Eu, a sagrada Inana: onde estão as minhas funções?

Enki responde à sua filha, sagrada Inana:

- O que foi que não dei a você?


Innin, o que não a você eu não dei?
Que mais posso dar a você?
Jovem Inana, O que foi que não dei a você?
Que mais posso dar a você?

Você proclama ...


o/a...tem-se enfeitado(a) para você como ...

Você vestiu as roupas que são "a força do jovem"


Você ensinou palavras [ditas] pelos jovens,
as palavras faladas

Você controla o bordão,


o bastão,
o cetro que lidera e guia [todos os] rebanhos.

Jovem Inana, O que foi que não dei a você?


Que mais posso dar a você?

Você interpreta os augúrios dos oráculos para as batalhas e combates,


Você não é um corvo,
mas recita as palavras que ditam um destino desfavorável no meio deles.
Você pode torcer o fio reto.
Jovem Inana, você tem o poder de de endireitar os fios torcidos.

Você colocou as vestimentas,


você se vestiu de linho,
você se veste de ....,
você tece com a roca de fiar.
No seu........você tinge o fio de... de várias cores.

Inana, você faz pilhas de cabeças [com tanta facilidade] quanto [se levanta]
o pó,
você ...
Inana, você destruiu o que não pode ser destruído;
você concebeu o inconcebível.

Você removeu a manta do.... das lamentações.


Jovem Inana, você mandou o tigi e o adab
de volta aos seus locais de origem.

Você, que não cansa os olhos de quem de você se aproxima;


Jovem Inana, que não sabe nada a respeito do amarrar das cordas das
muralhas de poços distantes,
Agora que o coração de Enlil se enterneceu,
que [o coração de Enlil] voltou a bater como antes,
Que seu coração está cheio [de ternura] pela humanidade,
não comece ....

...
Que ele... que eles ...
...

'Oh, pai Enki, graças!