Você está na página 1de 2

Apresentação oral de português

As mulheres recebem salários, em média, 17% menores do que o dos


homens; Muçulmanos invadiram uma aldeia de cristãos no centro da
Nigéria e deixaram pelo menos 100 mortos; Estudantes homossexuais
são alvo de preconceito de colegas e professores; impedimento de um
sem-abrigo de entrar numa igreja ou ainda, quando um negro entra
numa loja e é seguido pois dono pensa que o mesmo vai furtar.

Este é o mundo atualmente. Um mundo onde problemas como


discriminação de género, religiosa, social, racial e ainda discriminação
com base na orientação sexual são uma realidade. Todos os casos que
citei anteriormente acontecem todos os dias ou pelo menos já
aconteceram.
A discriminação refere-se ao tratamento injusto ou negativo de uma
pessoa ou grupo, por ela pertencer a uma determinada classe ou
categoria. A discriminação tem o propósito de anular/ prejudicar o
reconhecimento em pé de igualdade dos direitos humanos. Deve-se
destacar que os termos discriminação e preconceito não se
confundam, apesar de que a discriminação tenha muitas vezes a sua
origem no preconceito.
Existem varias formas de discriminação, duas das quais vou falar aqui
nesta apresentação:
Discriminação racial
A discriminação étnica ou racial ou ainda racismo consiste na
discriminação com base em perceções sociais baseadas nas diferenças
biológicas entre povos. Muitas vezes toma a forma de ações sociais,
crenças ou sistemas políticos que consideram que diferentes raças
devem ser classificadas como superiores ou inferiores com base em
características, habilidades ou qualificações comuns herdadas.
Movimentos como o black lives matter surgiram após o número de
polícias a matar gente negra nos estados unidos por razoes
desnecessária aumentou. Gente como mike Brown, philando castile,
terence crutcher, Sandra bland foram todas vítimas de brutalidade
policial e de um sistema racista que mesmo apos a sua morte recusou-
se a dar a sentença devida aos polícias.
Discriminação ou Intolerância religiosa é um termo que descreve a
atitude mental caracterizada pela falta de habilidade ou vontade em
reconhecer e respeitar diferenças ou crenças religiosas de terceiros.
Pode-se constituir uma intolerância ideológica ou política, sendo que,
ambas têm sido comuns através da história. A maioria dos grupos
religiosos já passou por tal situação numa época ou outra. Floresce
devido à ausência de liberdade de religião e pluralismo religioso.
Perseguição, neste contexto, pode referir-se a prisões ilegais,
espancamentos, torturas, execução injustificada, negação de
benefícios e de direitos e liberdades civis. Pode também implicar em
confisco de bens e destruição de propriedades, ou incitamento ao
ódio, entre outras coisas, que são atitudes de grande barbaridade.

Segundo a lei todos os cidadãos são iguais e têm os mesmos


ancestrais. Deve-se ensinar às novas gerações a respeitarem-se uns
aos outros, caso contrario apenas estarão a dar continuidade a uma
linha de pensamento ignorante. E como Nelson Mandela disse:
ninguém nasce odiando outra pessoa pela cor da sua pele, sua origem
ou ainda sua religião. Para odiar é preciso aprender e se podem
aprender a odiar tbm podem ser ensinados a amar.