Você está na página 1de 3

TRABALHO DE LÍNGUA PORTUGUESA

NOME:_____________________________________________________________________________

ESCOLA:____________________________________________________________________________

PROFESSORA:_______________________________________________________________________

Hierarquia

Millôr Fernandes

Disponível no site:

http://3.bp.blogspot.com/_G76NFNcUugU/SFPAP676XiI/AAAAAAAAGFQ/7moz7MFFmxg/s400/8574881007.jpg

Diz que um leão enorme ia andando chateado, não muito rei dos animais, porque tinha acabado de brigar com
a mulher, e esta lhe dissera poucas e boas (1). Eis que, subitamente, o leão defronta com um pequeno rato, o ratinho
mais menor que ele já tinha visto. Pisou-lhe a cauda e, enquanto o rato forçava inutilmente para fugir, o leão gritava:
- “Miserável criatura, estúpida, ínfima, vil, torpe: não conheço na criação nada mais insignificante e nojento.
Vou te deixar com vida apenas para que você possa sofrer toda a humilhação do que lhe disse, você, desgraçado,
inferior, mesquinho, rato!”. E soltou-o.
O rato correu mais que pôde, mas, quando já estava a salvo, gritou pro leão:
- “Será que V.Excelência poderia escrever isso pra mim? Vou me encontrar com uma lesma que eu conheço e
quero repetir isso pra ela com as mesmas palavras!” (2).

Moral: Afinal, ninguém é tão inferior assim.


Submoral: Nem tão superior, por falar nisso.

(1) Expressão que se usa para exprimir muitas e mais.


(2) Na grande hora psicanalítica, que soa para todos nós, a precisão de linguagem é fundamental.

Questões sobre o texto:

1. Observe o primeiro período do texto:


“Diz que um leão enorme ia andando chateado, não muito rei dos animais, porque tinha acabado de brigar com a
mulher, e esta lhe dissera poucas e boas”.
Esse período estrutura-se numa relação de coesão, por meio do emprego de uma oração subordinada adverbial. Essa
oração denota valor semântico de:

a. causa
b. conseqüência
c. condição

2. Na oração “... enquanto o rato forçava inutilmente para fugir...” a conjunção em destaque denota:
a. causa b. proporcionalidade c. tempo d. condição

3. No trecho: “Vou te deixar com vida apenas para que você possa sofrer toda a humilhação..”
A conjunção em destaque, mantendo o mesmo sentido, pode ser substituída por:
a. ainda que b. a fim de que c. porque

4. Observe:

“O rato correu mais que pôde, mas, quando já estava a salvo, gritou pro leão...”
Reestruturando a oração em destaque, sem alteração de sentido, obtém-se:
a. ... assim que se viu a salvo, gritou pro leão...
b. ... < strong>como já estava a salvo, gritou pro leão...
c. ... porque já estava a salvo, gritou pro leão...

4. A fábula “Hierarquia” de Millôr Fernandes é uma narrativa. É possível relacionar o emprego das orações
subordinadas adverbiais com esse gênero textual? Explique.

5. Você concorda com a moral e a submoral do texto? Comente.

II Parte – Gramatical

6- Relacione as colunas, classificando as conjunções subordinadas.


( a ) causal ( ) se, caso, a menos que, contanto, que...
( b ) comparativa ( ) conforme, como, consoante, segundo...
( c ) condicional ( ) (mais,menos...) do que, como, assim como...
( d ) conformativa ( ) enquanto, logo que, depois que...
( e ) temporal ( ) porque, já que, visto que, como...

7- No período: “Ganhamos a partida, quando faltavam dois minutos para o final do jogo”, a oração destacada é
subordinada adverbial: (0,50)
a) causal b) conformativa c) temporal d) final

8- Em “ Levantou-se tão cedo que ainda estava escuro, a oração é subordinada adverbial:
a) comparativa b) condicional c) concessiva d) consecutiva

9- A oração destacada em “O cientista não conseguia concluir a pesquisa porque o governo não enviava verbas”
indica: (0,50)
a) causa b) fim c) tempo d) consequência

10-Assinale a alternativa errada: (0,50)


( ) Como estava doente, não pôde desfilar. (adverbial causal)
( ) O rapaz organizou a programação como a empresa pediu ( adv. Conformativa)
( ) Milena vai participar do show como foi combinado (adv. Consecutiva)

11- Junte as duas orações num só período, usando conjunções subordinativas adverbiais. Faça as adaptações
necessárias.
a) Manoel é tão teimoso! Joaquim também é teimoso.
___________________________________________________________________
b) Tudo aconteceu. Não havíamos previsto.
__________________________________________________________________
c) O tempo deve continuar bom. Viajaremos amanhã cedo.
___________________________________________________________________
d) Perdeu o emprego. Faltava demais.
__________________________________________________________________
e) A viagem foi curta. Chegamos atrasados.
___________________________________________________________________

12-.Divida o período abaixo em orações, classificando as orações subordinadas adverbiais.


“ Se o cortejo for a pé, Trovão o acompanha até o cemitério, como todos haviam previsto.”
1ª oração _____________________________________________________
2ª oração _____________________________________________________
3ª oração______________________________________________________
13- Analise as orações destacadas de acordo com o código abaixo:

A)Oração subordinada adverbial proporcional.


B)Oração subordinada adverbial temporal.
C)Oração subordinada adverbial concessiva.
D)Oração subordinada adverbial consecutiva.
E)Oração subordinada adverbial final.
F)Oração subordinada adverbial causal.
G)Oração subordinada adverbial condicional.
H)Oração subordinada adverbial comparativa
I) Oração subordinada adverbial conformativa.
J)Oração principal.

( ) Quando o deputado chegou, todos o vaiaram.


( ) Mal o jogo terminou, os torcedores comemoraram.
( ) O povo vaiou tanto que o vereador saiu mais cedo.
( ) O prefeito pediu silêncio a fim de que pudesse falar.
( ) O jogador marcou o gol conforme prometera.
( ) Este jogador é arisco como um gato.
( ) Caso Neymar jogue, convide-me para o jogo.
( ) Embora estivesse sem ânimo, o goleiro fez belas defesas.
( ) Uma vez que o jogador não marcou o gol, os torcedores saíram angustiados.
( ) À medida que o governador falava, o povo vaiava.