Você está na página 1de 298

LÍNGUA PORTUGUESA

RACIOCÍNIO LÓGICO
INFORMÁTICA BÁSICA
LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS

CURSO

Atual
Vila Velha – ES
TELEFONE: (27) 3361-6225
curso.atualvvelha@gmail.com

PESQUISADO E ELABORADO PELA EQUIPE PEDAGÓGICA DO CURSO ATUAL


Proibida a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização do Curso Atual
Para adquirir nossas apostilas direto com o
CURSO ATUAL
entre em contato pelo
Tel. (27) 3361-6225
ou pelo e-mail

curso.atualvvelha@gmail.com

ENTREGAMOS EM DOMICÍLIO
NA GRANDE VITÓRIA
ENVIO PELOS CORREIOS OU
APOSTILAS DIGITAIS EM PDF
ATRAVÉS DE E-MAIL

CURSO

Atual
Vila Velha – ES
TELEFONE: (27) 3361-6225
curso.atualvvelha@gmail.com
ÍNDICE
LÍNGUA PORTUGUESA
Leitura e interpretação de diversos tipos de textos (literários e não literários) ........................................ 01
Sinônimos e antônimos ............................................................................................................................ 06
Sentido próprio e figurado das palavras ................................................................................................... 07
Pontuação ................................................................................................................................................. 09
Classes de palavras: substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo, advérbio, preposição e conjunção:
emprego e sentido que imprimem às relações que estabelecem .............................................................. 10
Concordância verbal e nominal ................................................................................................................ 33
Regência verbal e nominal ....................................................................................................................... 36
Colocação pronominal .............................................................................................................................. 38
Crase ......................................................................................................................................................... 39
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES ............................................................................................ 42

RACIOCÍNIO LÓGICO
Sequências Lógicas e leis de formação (verbais, numéricas, geométricas) ............................................... 01
Teoria dos conjuntos (simbologia, operações e diagramas de Venn-Euler) .............................................. 02
Problemas com tabelas .............................................................................................................................. 03
Problemas sobre as quatro operações fundamentais da matemática .......................................................... 06
Proporções ................................................................................................................................................ 08
Regra de três simples e composta .............................................................................................................. 11
Regra de Sociedade ................................................................................................................................... 12
Análise Combinatória: Aplicações do Princípio Fundamental da Contagem e do princípio da casa dos
pombos ...................................................................................................................................................... 14
Noções de probabilidades (definições, propriedades, problemas) ............................................................. 18
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES .......................................................................................... 19

INFORMÁTICA BÁSICA
MS-Windows 7: conceito de pastas, diretórios, arquivos e atalhos, área de trabalho, área de transferência,
manipulação de arquivos e pastas, uso dos menus, programas e aplicativos, interação com o conjunto de
aplicativos ................................................................................................................................................. 01
MS-Office 2010. MS-Word 2010: estrutura básica dos documentos, edição e formatação de textos,
cabeçalhos, parágrafos, fontes, colunas, marcadores simbólicos e numéricos, tabelas, impressão, controle
de quebras e numeração de páginas, legendas, índices, inserção de objetos, campos predefinidos, caixas
de texto ...................................................................................................................................................... 10
MS-Excel 2010: estrutura básica das planilhas, conceitos de células, linhas, colunas, pastas e gráficos,
elaboração de tabelas e gráficos, uso de fórmulas, funções e macros, impressão, inserção de objetos,
campos predefinidos, controle de quebras e numeração de páginas, obtenção de dados externos,
classificação de dados ............................................................................................................................... 14
MS-PowerPoint 2010: estrutura básica das apresentações, conceitos de slides, anotações, régua, guias,
cabeçalhos e rodapés, noções de edição e formatação de apresentações, inserção de objetos, numeração de
páginas, botões de ação, animação e transição entre slides ....................................................................... 18
Correio Eletrônico: uso de correio eletrônico, preparo e envio de mensagens, anexação de arquivos ..... 26
Internet: Navegação Internet, conceitos de URL, links, sites, busca e impressão de páginas ................... 30
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES ............................................................................................ 40
LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Conceito: Ética e Moral ............................................................................................................................. 01
Ética, princípios e valores .......................................................................................................................... 03
Ética e democracia: exercício da cidadania ............................................................................................... 03
Ética e função pública ............................................................................................................................... 06
Ética no Setor Público ............................................................................................................................... 08
Constituição Federal de 1988, Títulos I e II, Artigos do 1º ao 16º; Capítulo VII, Artigos 37 ao 41; Título
VIII, Artigos 193 a 232 .............................................................................................................................. 10
Lei nº 8.429/92 - Lei de Improbidade Administrativa ............................................................................... 33
Decreto nº 1.171/1994 (Código de Ética. Profissional do Servidor Público Civil do Poder Executivo
Federal) ..................................................................................................................................................... 38
Lei nº 1.079/50 - Lei dos Crimes de Responsabilidade; artigos 6º, 74 a 79 .............................................. 40
Código Penal: Artigos. 312 a 326, que tratam dos crimes cometidos por funcionário público contra a
Administração Pública. Responsabilidade sêxtupla dos servidores públicos ............................................ 41
Lei nº 12.527/2011 - Lei de Acesso à Informação ..................................................................................... 43
Governança corporativa e Compliance (conformidade) ............................................................................ 51
Lei nº 11.445/2007- Política Nacional de Saneamento Básico .................................................................. 52
Decreto-lei nº 7.217, de 21 de junho de 2010- Diretrizes Nacionais de saneamento básico ..................... 63
Lei municipal nº 1079/1990- Estatuto dos servidores públicos do Município de Itapemirim ................... 78
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES ............................................................................................ 96

CONHECIMENTOS ESPECÍFICOS
Legislação Constituição da República Federativa do Brasil - Dos Princípios Fundamentais (Art. 1º ao 4º);
Dos Direitos e Garantias Fundamentais (Art. 5º ao 11); Da Organização do Estado (Art. 18 a 31; 37 a 41);
Da Segurança Pública (Art. 144) ............................................................................................................... 01
Lei n.º 8.069, de 13 de julho de 1990 - Estatuto da Criança e do Adolescente ......................................... 08
Lei n.º 11.343, de 23 de agosto de 2006 - Lei antidrogas ......................................................................... 50
Noções de Direito Penal: Dos Crimes contra a Pessoa e contra o Patrimônio (Art. 121 ao 183); Dos Crimes
contra a Administração Pública (Art. 312 ao 337-A) ................................................................................ 59
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES ............................................................................................ 74
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA
Normalmente, numa prova, o candidato é
LEITURA E INTERPRETAÇÃO DE
convidado a:
DIVERSOS TIPOS DE TEXTOS
1. IDENTIFICAR – é reconhecer os elementos
fundamentais de uma argumentação, de um
(Literários e não literários) processo, de uma época (neste caso, procuram-se
os verbos e os advérbios, os quais definem o
Os concursos apresentam questões tempo).
interpretativas que têm por finalidade a 2. COMPARAR – é descobrir as relações de
identificação de um leitor autônomo. Portanto, o semelhança ou de diferenças entre as situações do
candidato deve compreender os níveis estruturais texto.
da língua por meio da lógica, além de necessitar de 3. COMENTAR - é relacionar o conteúdo
um bom léxico internalizado. apresentado com uma realidade, opinando a
As frases produzem significados diferentes respeito.
de acordo com o contexto em que estão inseridas. 4. RESUMIR – é concentrar as ideias centrais e/ou
Torna-se, assim, necessário sempre fazer um secundárias em um só parágrafo.
confronto entre todas as partes que compõem o 5. PARAFRASEAR – é reescrever o texto com
texto. outras palavras.
Além disso, é fundamental apreender as EXEMPLO
informações apresentadas por trás do texto e as TÍTULO DO TEXTO PARÁFRASES
inferências a que ele remete. Este procedimento
justifica-se por um texto ser sempre produto de A integração do mundo
integração da humanidade
uma postura ideológica do autor diante de uma
união do homem
temática qualquer.
"O HOMEM UNIDO ” homem + homem =
É muito comum, entre os candidatos a um mundo
cargo público a preocupação com a interpretação a macacada se uniu
de textos. Isso acontece porque lhes faltam (sátira)
informações específicas a respeito desta tarefa
constante em provas relacionadas a concursos
públicos. CONDIÇÕES BÁSICAS PARA INTERPRETAR
Por isso, vão aqui alguns detalhes que Fazem-se necessários:
poderão ajudar no momento de responder as a) Conhecimento Histórico – literário (escolas e
questões relacionadas a textos. gêneros literários, estrutura do texto), leitura e
TEXTO – é um conjunto de ideias organizadas e prática;
relacionadas entre si, formando um todo b) Conhecimento gramatical, estilístico (qualidades
significativo capaz de produzir INTERAÇÃO do texto) e semântico.
COMUNICATIVA (capacidade de CODIFICAR E OBSERVAÇÃO – na semântica (significado das
DECODIFICAR). palavras) incluem-se: homônimos e parônimos,
denotação e conotação, sinonímia e antonímia,
CONTEXTO – um texto é constituído por diversas polissemia, figuras de linguagem, entre outros.
frases. Em cada uma delas, há certa informação c) Capacidade de observação e de síntese e
que a faz ligar-se com a anterior e/ou com a d) Capacidade de raciocínio.
posterior, criando condições para a estruturação do
conteúdo a ser transmitido. Essa interligação dá-se INTERPRETAR x COMPREENDER
o nome de CONTEXTO.
Nota-se que o relacionamento entre as INTERPRETAR SIGNIFICA
frases é tão grande, que, se uma frase for retirada - EXPLICAR, COMENTAR, JULGAR, TIRAR
de seu contexto original e analisada CONCLUSÕES, DEDUZIR
separadamente, poderá ter um significado diferente - TIPOS DE ENUNCIADOS
daquele inicial. • Através do texto, INFERE-SE que..
INTERTEXTO - comumente, os textos apresentam • É possível DEDUZIR que..
referências diretas ou indiretas a outros autores • O autor permite CONCLUIR que..
através de citações. Esse tipo de recurso • Qual é a INTENÇÃO do autor ao afirmar que...
denomina-se INTERTEXTO.
COMPREENDER SIGNIFICA
INTERPRETAÇÃO DE TEXTO - o primeiro - INTELECÇÃO, ENTENDIMENTO, ATENÇÃO AO
objetivo de uma interpretação de um texto é a QUE REALMENTE ESTÁ ESCRITO.
identificação de sua ideia principal. A partir daí, - TIPOS DE ENUNCIADOS:
localizam-se as ideias secundárias, ou • O texto DIZ que...
fundamentações, as argumentações, ou • É SUGERIDO pelo autor que ...
explicações, que levem ao esclarecimento das • De acordo com o texto, é CORRETA ou ERRADA
questões apresentadas na prova. a afirmação...
CURSO ATUAL Página - 1 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

• O narrador AFIRMA... Falou tudo QUE queria (errado - antes do QUE,


ERROS DE INTERPRETAÇÃO deveria aparecer o demonstrativo O).
É muito comum, mais do que se imagina, a • VÍCIOS DE LINGUAGEM – há os vícios de
ocorrência de erros de interpretação. Os mais linguagem clássicos (BARBARISMO,
frequentes são: SOLECISMO,CACOFONIA...); no dia-a-dia, porém ,
a) Extrapolação (viagem) existem expressões que são mal empregadas, e,
Ocorre quando se sai do contexto, por força desse hábito cometem-se erros graves
acrescentado ideias que não estão no texto, quer como:
por conhecimento prévio do tema quer pela - “Ele correu risco de vida“, quando a verdade o
imaginação. risco era de morte.
b) Redução - “Senhor professor, eu lhe vi ontem“. Neste caso, o
É o oposto da extrapolação. Dá-se atenção pronome correto oblíquo átono correto é O.
apenas a um aspecto, esquecendo que um texto é - “No bar: “ME VÊ um café”. Além do erro de
um conjunto de ideias, o que pode ser insuficiente posição do pronome, há o mau uso.
para o total do entendimento do tema desenvolvido.
c) Contradição DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO
Não raro, o texto apresenta ideias Sabe-se que não há associação
contrárias às do candidato, fazendo-o tirar necessária entre significante (expressão gráfica,
conclusões equivocadas e, consequentemente, palavra) e significado, por esta ligação representar
errando a questão. uma convenção. É baseado neste conceito de
signo linguístico (significante + significado) que se
OBSERVAÇÃO - Muitos pensam que há a ótica do constroem as noções de denotação e conotação. O
escritor e a ótica do leitor. Pode ser que existam, sentido denotativo das palavras é aquele
mas numa prova de concurso qualquer, o que encontrado nos dicionários, o chamado sentido
deve ser levado em consideração é o que o verdadeiro, real. Já o uso conotativo das palavras é
AUTOR DIZ e nada mais. a atribuição de um sentido figurado, fantasioso e
COESÃO - é o emprego de mecanismo de sintaxe que, para sua compreensão, depende do contexto.
que relacionam palavras, orações, frases e/ou Sendo assim, estabelece-se, numa determinada
parágrafos entre si. Em outras palavras, a coesão construção frasal, uma nova relação entre
dá-se quando, através de um pronome relativo, significante e significado.
uma conjunção (NEXOS), ou um pronome oblíquo Os textos literários exploram bastante as
átono, há uma relação correta entre o que se vai construções de base conotativa, numa tentativa de
dizer e o que já foi dito. extrapolar o espaço do texto e provocar reações
diferenciadas em seus leitores.
OBSERVAÇÃO – São muitos os erros de coesão Ainda com base no signo linguístico,
no dia-a-dia e, entre eles, está o mau uso do encontra-se o conceito de polissemia (que tem
pronome relativo e do pronome oblíquo átono. Este muitas significações).
depende da regência do verbo; aquele do seu Algumas palavras, dependendo do
antecedente. Não se pode esquecer também de contexto, assumem múltiplos significados, como,
que os pronomes relativos têm, cada um, valor por exemplo, a palavra ponto: ponto de ônibus,
semântico, por isso a necessidade de adequação ponto de vista, ponto final, ponto de cruz... Neste
ao antecedente. caso, não se está atribuindo um sentido fantasioso
Os pronomes relativos são muito à palavra ponto, e sim ampliando sua significação
importantes na interpretação de texto, pois seu uso através de expressões que lhe completem e
incorreto traz erros de coesão. Assim sedo, deve- esclareçam o sentido.
se levar em consideração que existe um pronome
relativo adequado a cada circunstância, a saber: COMO LER E ENTENDER BEM UM TEXTO
QUE (NEUTRO) - RELACIONA-SE COM Basicamente, deve-se alcançar a dois
QUALQUER ANTECEDENTE. MAS DEPENDE níveis de leitura: a informativa e de reconhecimento
DAS CONDIÇÕES DA FRASE. e a interpretativa. A primeira deve ser feita de
QUAL (NEUTRO) IDEM AO ANTERIOR. maneira cautelosa por ser o primeiro contato com o
QUEM (PESSOA) novo texto. Desta leitura, extraem-se informações
CUJO (POSSE) - ANTES DELE, APARECE O sobre o conteúdo abordado e prepara-se o próximo
POSSUIDOR E DEPOIS, O OBJETO POSSUÍDO. nível de leitura. Durante a interpretação
COMO (MODO) propriamente dita, cabe destacar palavras-chave,
ONDE (LUGAR) passagens importantes, bem como usar uma
QUANDO (TEMPO) palavra para resumir a ideia central de cada
QUANTO (MONTANTE) parágrafo. Este tipo de procedimento aguça a
memória visual, favorecendo o entendimento.
EXEMPLO: Não se pode desconsiderar que, embora a
Falou tudo QUANTO queria (correto) interpretação seja subjetiva, há limites. A
CURSO ATUAL Página - 2 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

preocupação deve ser a captação da essência do Querem os políticos corruptos que passemos a eles
texto, a fim de responder às interpretações que a cheque em branco para continuar a tratar a coisa
banca considerou como pertinentes. pública como negócio privado. E fazemos isso ao
No caso de textos literários, é preciso torcer o nariz para a política, com aquela cara de
conhecer a ligação daquele texto com outras nojo.
formas de cultura, outros textos e manifestações de (Frei Betto, Caros Amigos/maio 2008, página 19 –
arte da época em que o autor viveu. Se não houver fragmento)
esta visão global dos momentos literários e dos 01 - Todas as alternativas estão de acordo com
escritores, a interpretação pode ficar o texto, EXCETO:
comprometida. Aqui não se podem dispensar as A) Os eleitores esquecem o nome do político no
dicas que aparecem na referência bibliográfica da qual votou.
fonte e na identificação do autor. B) O povo dá emprego aos políticos quando os
A última fase da interpretação concentra-se elege.
nas perguntas e opções de resposta. Aqui são C) Políticos corruptos tratam a coisa pública como
fundamentais marcações de palavras como não, um negócio pessoal.
exceto, errada, respectivamente etc. que fazem D) O preço dos alimentos, dos serviços essenciais
diferença na escolha adequada. Muitas vezes, em não é de responsabilidade dos políticos.
interpretação, trabalha-se com o conceito do "mais E) A democracia brasileira é, simplesmente,
adequado", isto é, o que responde melhor ao representativa porque o povo não está atento às
questionamento proposto. Por isso, uma resposta ações políticas.
pode estar certa para responder à pergunta, mas
não ser a adotada como gabarito pela banca 02 - A autor afirma que “ser cidadão é entrar em
examinadora por haver alternativa mais completa. um nó de relações”. Isso significa que:
Ainda cabe ressaltar que algumas A) O cidadão deve exigir seus direitos e cumprir
questões apresentam um fragmento do texto seus deveres.
transcrito para ser a base de análise. Nunca deixe B) O cidadão deve sonegar impostos porque o
de retornar ao texto, mesmo que aparentemente dinheiro público é desviado, não retorna ao povo.
pareça ser perda de tempo. A descontextualização C) A população deve-se opor ao investimento do
de palavras ou frases, certas vezes, é também um governo em rodovias e hospitais.
recurso para instaurar a dúvida no candidato. Leia D) O cidadão não deve exigir nota fiscal no ato da
a frase anterior e a posterior para ter ideia do compra, pois isso traz consequências.
sentido global proposto pelo autor, desta maneira a E) O cidadão pode e deve oferecer propinas a
resposta será mais consciente e segura. autoridades para levar vantagem.

LEIA COM ATENÇÃO O TEXTO ABAIXO E 03 - Todas as alternativas estão de acordo com
RESPONDA, EM SEGUIDA, ÀS QUESTÕES a linguagem culta, EXCETO:
PROPOSTAS A) “Se nem se sabe o nome do político em que se
votou nas últimas eleições...”
TEXTO 1 B) “... ao pedir nota fiscal, evita-se a sonegação e
EDUCAR PARA A CIDADANIA aumenta-se a arrecadação pública...”
Cidadania rima com democracia. Se nem C) “E fazemos isso ao torcer o nariz para a política
se sabe o nome do político em que se votou nas com aquela cara de nojo”.
últimas eleições, e muito menos o que andou D) “Cidadania supõe consciência de
fazendo (ou desfazendo), como participar das responsabilidade cívica”.
decisões nacionais? Assim, nossa democracia E) “Experimente recorrer à defesa do consumidor,
permanece meramente representativa. Dá-se um escrever para jornais e autoridades”.
bom emprego a um político. Sem se dar conta de
que são reflexos diretos da política o preço do pão, 04 - Segundo o autor, se o cidadão agir com
a mensalidade da escola, a qualidade de vida. responsabilidade, cobrando honestidade das
Ser cidadão é entrar em um nó de autoridades...
relações. É simples: ao pedir nota fiscal, evita-se a A) tudo continuará da mesma forma.
sonegação e aumenta-se a arrecadação pública B) não vale a pena chover no molhado.
que, em tese, permite ao governo investir em C) já existem órgãos e veículos de comunicação
rodovias, hospitais, escolas, segurança, etc. agindo a favor do cidadão e contra a corrupção.
Quando se recusa a propina ao guarda, moraliza- D) os políticos continuarão a tratar a coisa pública
se o aparato policial. como privada.
Cidadania supõe consciência de E) o país não sairá dessa situação vergonhosa de
responsabilidade cívica. Nada mais anticidadania corrupção e desacertos.
do que essa lógica de que não vale a pena chover
no molhado. Vale. Experimente recorrer à defesa
do consumidor, escrever para jornais e autoridades.
CURSO ATUAL Página - 3 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

TEXTO 2 III. O político brasileiro pode, sempre, ser


CADÊ A CONSCIÊNCIA? considerado um cidadão solidário.
Cidadania rima com solidariedade. Cada IV. A filosofia neoliberal é baseada nos princípios
um na sua e Deus por ninguém é o que propõe a da solidariedade.
filosofia neoliberal. Sem consciência de que somos V. A violência é consequência da falta de
todos resultados da loteria biológica. Nenhum de solidariedade.
nós escolheu a família e a classe social em que A partir da análise global do texto 10, estão
nasceu. Injusto é, de cada 10 brasileiros, 6 nascer corretas apenas as assertivas:
entre a miséria e a pobreza (e nascem por ano, no A) I, II, III, IV, V B) I, II, III
Brasil, cerca de 3 milhões de pessoas). Ter sido C) III, IV, V D) I, III, V
sorteado implica uma dívida social. E) I, II, V
Solidariedade se pratica com participação
nos movimentos sociais, sindicatos, partidos, 07 - Todas as palavras grifadas podem ser
ONG’s, administrações públicas voltadas aos substituídas pelas dos parênteses, com
interesses da maioria. adaptações, mantendo o mesmo sentido do
Se prefere deixar “tudo como está para ver texto, EXCETO em:
como fica”, não se assuste quando lhe enfiarem um A) Ter sido sorteado implica uma dívida social. 1º §
revólver na cara ou exigirem que trabalhe mais por (= acarreta)
menos salário. Afinal, você merece, como todos B) “... uma conquista coletiva que depende do
que não percebem que cidadania e democracia são corajoso empenho de cada um de nós. 3º § (=
sempre uma conquista coletiva que depende do tenacidade)
corajoso empenho de cada um de nós. C) Muitos se queixam de que o mundo vai mal, o
Este ano teremos eleições municipais. governo é incompetente ...”. 5º § (= incapaz)
Comece a pensar grande. D) “... os políticos oportunistas ... 5º § (= propícios)
(...) E) O dilema é educar para a cidadania ou deixar-se
Muitos se queixam de que o mundo vai “educar” pelo neoliberalismo... 7º § (= preparar)
mal, o governo é incompetente, os políticos
oportunistas. Mas o que faço para melhorar as 08 - As palavras grifadas retomam, fazem
coisas? referência às que estão entre parênteses. Isso
Havia em São Paulo um travesti, Brenda NÃO ocorre na alternativa:
Lee, que batizei de Cleópatra em meu romance A) ... por ninguém é o que propõe a filosofia
Alucinado Som de Tuba. Antes de morrer neoliberal 1º § (o)
assassinado, ocupou-se de cuidar de seus B) Nenhum de nós escolheu a família e a classe
companheiros contaminados pela aids. Não social em que nasceu. 1º § (classe social)
esperou que o poder público o fizesse. C) Afinal, você merece, como todos que...” 3º § (=
Transformou a pensão em que morava em hospital leitor)
de campanha. Foi a primeira pessoa física a obter, D) “Este ano teremos eleições municipais”. 4º §
na justiça, verba pública para uma iniciativa (ano de 2008)
individual. E) “Antes de morrer assassinado, ocupou-se de
O dilema é educar para a cidadania ou cuidar de seus companheiros contaminados pela
deixar-se “educar” pelo neoliberalismo, que rima aids. 6º § (do travesti, Brenda Lee).
com egoísmo.
(Adaptação – Frei Betto in Educar para a 09 - Pode-se afirmar quanto ao texto que:
Cidadania, Caros Amigos/ maio 2008, página 19) A) Tudo no país ficará como está.
B) As pessoas não devem se preocupar com o
05 - O objetivo do texto é:
outro, com o seu semelhante.
A) Apenas alertar o leitor para o número de
C) O autor é uma pessoa sem preconceito sobre o
brasileiros que nascem entre a miséria e a pobreza.
homossexualismo.
B) Criticar aqueles que têm preconceito.
D) Os brasileiros estão, na grande maioria, lutando,
C) Sensibilizar o leitor apenas para os problemas
reagindo contra as mazelas estabelecidas.
sociais do país.
E) As pessoas, neste país, sempre foram educadas
D) Sensibilizar o leitor para os problemas sociais e
para o exercício da cidadania.
despertar-lhe o sentimento de solidariedade.
E) Mostrar que não vale a pena lutar para mudar a
10 - Assinale a frase que teve seu sentido
situação social do país.
alterado na reescrita:
06 - Analise as assertivas abaixo: A) “Cada um na sua e Deus por ninguém é o que
I. Cidadania rima com solidariedade porque o propõe a filosofia neoliberal.” (Deus por ninguém e
cidadão está, realmente, comprometido com os cada um na sua é o que propõe a filosofia
problemas sociais. neoliberal.)
II. Quem faz parte de ONG’s, pastorais, B) “Solidariedade se pratica com participação nos
movimentos sociais pratica a solidariedade. movimentos sociais, sindicatos, partidos, ONG’s,
CURSO ATUAL Página - 4 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

administrações públicas.” (Com participação nos imenso, tinha mais de cinquenta anos. E seis
movimentos sociais, sindicatos, partidos, ONG’s, se meses depois, quando concluiu, já a jabuticabeira
pratica solidariedade e administrações públicas.) tinha novas folhas e ele precisou recomeçar.
C) “Antes de morrer assassinado, ocupou-se de Certa noite, regressando do quintal agora
cuidar de seus amigos contaminados pela aids.” silencioso, porque o desbastamento das árvores
(Ocupou-se de cuidar de seus amigos tinha afugentado pássaros e destruído ninhos, ele
contaminados pela aids, antes de morrer concluiu que de nada adiantaria podar as folhas.
assassinado.) Elas se recomporiam sempre. É uma capacidade
D) “Havia em São Paulo um travesti, Brenda Lee...” da natureza, morrer e reviver. Como o seu cérebro
(Existia em São Paulo um travesti, Brenda Lee...) era diminuto, ele demorou meses para encontrar a
E) “... não se assuste quando lhe enfiarem um solução: um machado.
revólver na cara ou exigirem que trabalhe mais por
menos salário.” (... quando lhe enfiarem um Numa terça-feira, bem cedo, que não era
revólver na cara ou exigirem que trabalhe mais por de perder tempo, começou a derrubada do
menos salário, não se assuste.) abacateiro. Levou dez dias, porque não estava
habituado a manejar machados, as mãos
TEXTO 3 calejaram, sangraram. Adquirida a prática, limpou o
O HOMEM QUE ESPALHOU O DESERTO quintal e descansou aliviado.
Quando menino, costumava apanhar a Mas insatisfeito, porque agora passava os
tesoura da mãe e ia para o quintal, cortando folhas dias a olhar aquela desolação, ele saiu de machado
das árvores. Havia mangueiras, abacateiros, em punho, para os arredores da cidade. Onde
ameixeiras, pessegueiros e até mesmo encontrava árvore, capões, matos atacava,
jabuticabeiras. Um quintal enorme, que parecia limpava, deixava os montes de lenhas
uma chácara e onde o menino passava o dia arrumadinhos para quem quisesse se servir. Os
cortando folhas. A mãe gostava, assim ele não ia donos dos terrenos não se importavam, estavam
para a rua, não andava em más companhias. E em vias de vendê-los para fábricas ou imobiliárias e
sempre que o menino apanhava o seu caminhão de precisavam de tudo limpo mesmo.
madeira (naquele tempo, ainda não havia os E o homem do machado descobriu que
caminhões de plástico, felizmente) e cruzava o podia ganhar a vida com o seu instrumento. Onde
portão, a mãe corria com a tesoura: tome, filhinho, quer que precisassem derrubar árvores, ele era
venha brincar com as suas folhas. Ele voltava e chamado. Não parava. Contratou uma secretária
cortava. As árvores levavam vantagem, porque para organizar uma agenda. Depois, auxiliares.
eram imensas e o menino pequeno. O seu trabalho Montou uma companhia, construiu edifícios para
rendia pouco, apesar do dia-a-dia, constante, de guardar machados, abrigar seus operários
manhã à noite. devastadores. Importou tratores e máquinas
Mas o menino cresceu, ganhou tesouras especializadas do estrangeiro. Mandou assistentes
maiores. Parecia determinado, à medida que o fazerem cursos nos Estados Unidos e Europa. Eles
tempo passava, a acabar com as folhas todas. voltaram peritos de primeira linha. E trabalhavam,
Dominado por uma estranha impulsão, ele não derrubavam. Foram do sul ao norte, não deixando
queria ir à escola, não queria ir ao cinema, não nada em pé. Onde quer que houvesse uma folha
tinha namoradas ou amigos. Apenas tesouras, das verde, lá estava uma tesoura, um machado, um
mais diversas qualidades e tipos. Dormia com elas aparelho eletrônico para arrasar.
no quarto. À noite, com uma pedra de amolar, E enquanto ele ficava milionário, o país se
afiava bem os cortes, preparando-as para as transformava num deserto, terra calcinada. E então,
tarefas do dia seguinte. Às vezes, deixava aberta a o governo, para remediar, mandou buscar em Israel
janela, para que o luar brilhasse nas tesouras técnicos especializados em tornar férteis as terras
polidas. do deserto. E os homens mandaram plantar
A mãe, muito contente, apesar de o filho árvores. E enquanto as árvores eram plantadas, o
detestar a escola e ir mal nas letras. Todavia, era homem do machado ensinava ao filho a sua
um menino comportado, não saía de casa, não profissão.
andava em más companhias, não se embriagava (BRANDÃO, Ignácio de Loyola. O homem que
aos sábados como os outros meninos do espalhou o deserto. In: Cadeiras proibidas. 2.ed.
quarteirão, não frequentava ruas suspeitas onde Rio de Janeiro, Codecri, 1979.p.78-80)
mulheres pintadas exageradamente se postavam
às janelas, chamando os incautos. Seu único 11 - No primeiro parágrafo o autor procura
prazer eram as tesouras e o corte das folhas. demonstrar que:
Só que, agora, ele era maior e as árvores A) A mãe do menino detestava árvores.
começaram a perder. Ele demorou apenas uma B) A mãe se preocupava em ter o filho junto de si.
semana para limpar a jabuticabeira. Quinze dias C) A mãe se preocupava com o ambientalismo.
para a mangueira menor e vinte e cinco para a D) O menino não era impotente para acabar com
maior. Quarenta dias para o abacateiro que era as árvores.
CURSO ATUAL Página - 5 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

E) O menino fazia caminhões de madeira para


SINÔNIMOS E ANTÔNIMOS
brincar.

12 - De acordo com o segundo parágrafo do PALAVRAS SINÔNIMAS


texto, entende-se: Duas ou mais palavras identificam-se
A) A obstinação do menino em ir à escola, em exatamente ou aproximadamente quanto ao
detrimento do ofício de cortar folhas. significado. As que se identificam exatamente se
B) A má qualidade das tesouras. dizem sinônimas perfeitas (cara e rosto). As que se
C) Que o menino alheiara-se de quase tudo movido identificam por aproximadamente se dizem
por aquela obsessão. sinônimas imperfeitas (esperar e aguardar).
D) A obsessão constante do menino pelo brilho das
EXEMPLOS
tesouras.
lindo belo
E) Que o menino se irritava com tesouras cegas.
alvo branco
casa morada
13 - No texto, haverá alteração de sentido, caso
se substitua: contente alegra
A) determinado (2º§) por decidido vadio preguiçoso
B) impulsão (2º§) por incitação
ordenado pagamento
C) incautos (3º§) por ímpios
D) devastadores (8º§) por taladores enorme grande
E) calcinada (9º§) por estorricada brava nervosa
travesso inquieto
14 - O terceiro parágrafo demonstra que:
A) O menino foi muito bem educado pela mãe. divertido engraçado
B) A mãe fazia tudo para afastar o menino das justo apertado
atrações do sexo feminino. confusão tumultuo
C) Somente as mulheres vulgares se postam às
ladrar latir
janelas.
D) A mãe acreditava que a educação dada garantia momento instante
a segurança do filho. ver enxergar
E) Um trauma escolar desenvolveu no menino assustado apavorado
atitudes antiecológicas.
raiva ódio
15 - Assinale a alternativa abaixo cujo sentido
desabou caiu
seja inverso ao da frase: “O seu trabalho rendia
pouco...” ruim má
A) Seu trabalho não satisfazia aos seus objetivos. sinceridade franqueza
B) Seu trabalho era estéril. surgir aparecer
C) Sua atividade tornara-se improfícua.
D) Seu trabalho era gratificante. inventor descobridor
E) Seu trabalho tornara-se frustrante. ruído barulho
GABARITO desajeitado sem jeito
adorar amar
01 - D 02 - A 03 - C 04 - C 05 - D ajeitado arrumado
06 - E 07 - D 08 - B 09 - C 10 - B volume som
11 - B 12 - C 13 - C 14 - D 15 - D quieto silencioso

ANOTAÇÕES PALAVRAS ANTÔNIMAS


Duas ou mais palavras têm significados
____________________________ contrários, como amor e ódio vitorioso e derrotado.
____________________________ Exemplos:
____________________________ a) “O menino sonha dentro da noite quieta.”
“ O menino sonha dentro da noite calada.”
____________________________ Quieta e calada são palavras diferentes na forma,
____________________________ mas semelhantes na significação. Por isso são
____________________________ palavras sinônimas.

____________________________ b) “Os que se vão, vão depressa.”


“Os que se vão, vão devagar.”
CURSO ATUAL Página - 6 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Depressa e devagar são palavras diferentes na Neste contexto a palavra significa um


forma e contrárias na significação. Por isso são objeto de papel com letras impressas que se
palavras antônimas. podem ler. Ela está em sentido próprio
"Aquele rapaz é um livro aberto"
bom mau Neste contexto, a palavra significa que o
rapaz é muito bem conhecido de alguém. Ela
feio bonito
está em sentido figurado
clara escura "O Vento acariciava as espigas".
alto baixo A palavra está em sentido figurado, porque,
magro gordo neste contexto, a palavra "acariciava" significa
"passava devagar".
perdi achei "Alguém acariciava o seu gato..."
longe perto Sentido próprio, porque, neste contexto, a
macio duro palavra "acariciava" significa "fazia festinhas",
"tocava suavemente, com carinho."
morto vivo
HOMÔNIMOS
rico pobre São palavras que apresentam a mesma
esquerdo direito pronúncia ou grafia, mas significados diferentes.
Exemplo:
possível impossível
Eles foram caçar, mas ainda não retornaram. (caçar
abriu fechou – prender, matar)
frio quente Vão cassar o mandato daquele deputado. (cassar –
anão gigante ato ou efeito de anular)
Os homônimos podem ser:
perder achar Homônimos homógrafos;
guerra paz Homônimos homófonos;
fraco forte Homônimos perfeitos.
Homônimos homógrafos
velho novo
São palavras iguais na grafia e diferentes
feliz infeliz na pronúncia.
nunca sempre Exemplos:
mais menos Almoço (ô) – substantivo
Almoço (ó) – verbo
capaz incapaz Jogo (ô) – substantivo
limpo sujo Jogo (ó) – verbo
esquecer lembrar Para – preposição
Para – verbo
justo injusto
Homônimos homófonos
pouco muito São palavras que possuem o mesmo som
corajoso medroso e grafia diferente.
Exemplos:
Cela – quarto de prisão
SENTIDO PRÓPRIO E FIGURADO DAS Sela – arreio
PALAVRAS Coser – costurar
Cozer – cozinhar
Concerto – espetáculo musical
Sentido Próprio - é o sentido literal, ou seja, o Conserto – ato ou efeito de consertar
sentido comum que costumamos dar a uma palavra. Homônimos perfeitos
Sentido figurado – quando as palavras assumem São palavras que possuem a mesma
um significado diferente, dependendo do contexto pronúncia e mesma grafia.
que são usadas. Exemplos:
Exemplos: Cedo – verbo
"Adoro comer biscoito mergulhado no leite". Cedo – advérbio de tempo
A palavra está em sentido próprio, porque, Sela – verbo selar
neste contexto, significa mergulhar, afundar em Sela – arreio
algum líquido. Leve – verbo levar
“Não posso falar, estou mergulhado no trabalho”. Leve – pouco peso
A palavra está em sentido figurado, porque, Parônimos
neste contexto, significa que a pessoa está cheia São palavras que possuem significados
de trabalho, muito ocupada. diferentes e apresentam pronúncia e escrita
"O livro está em cima da mesa" parecidas.
CURSO ATUAL Página - 7 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Exemplos: Cavaleiro – que anda a cavalo


Emergir – vir à tona Cavalheiro – homem educado
Imergir – afundar
Infringir – desobedecer Comprimento – extensão
Infligir – aplicar Cumprimento – saudação
Relação de alguns homônimos
Acender – pôr fogo Deferir – atender
Ascender – subir Diferir – adiar, retardar

Acento – sinal gráfico Delatar – denunciar


Assento – tampo de cadeira, banco Dilatar – estender, ampliar

Cerrar – fechar Eminente – alto, elevado, excelente


Serrar – cortar Iminente – que ameaça acontecer

Cessão – ato de ceder Emergir – sair de onde estava mergulhado


Sessão – reunião Imergir – mergulhar
Secção/seção – divisão
Cesto - cesta pequena Emigrar – deixar um país
Sexto – numeral ordinal Imigrar – entrar num país

Cheque – ordem de pagamento Estádio – praça de esporte


Xeque – lance no jogo de xadrez Estágio – aprendizado
Xeque – entre os árabes, chefe de tribo ou
soberano Flagrante – evidente
Fragrante – perfumado
Concerto – sessão musical
Conserto – reparo, ato ou efeito de consertar Incidente – circunstância acidental
Acidente – desastre
Coser – costurar
Cozer – cozinhar Inflação – aumento geral de preços, perda do poder
aquisitivo
Expiar – sofrer, padecer Infração – violação
Espiar – espionar, observar
POLISSEMIA
Estático – imóvel É o fato de uma palavra ter mais de uma
Extático – posto em êxtase, enlevado significação.
Exemplo:
Estrato – tipo de nuvem Estou com uma dor terrível na minha cabeça. (parte
Extrato – trecho, fragmento, resumo do corpo)
Incerto – indeterminado, impreciso Ele é o cabeça do projeto. (chefe)
Inserto – introduzido, inserido Graves razões fizeram-me contratar esse
advogado. (importante)
Chácara – pequena propriedade campestre O piloto sofreu um grave acidente (trágico)
Xácara – narrativa popular Ele comprou uma nova linha telefônica. (contato ou
conexão telefônica)
Relação de parônimos Nós conseguimos traçar a linha corretamente.
Absolver – perdoar (traço contínuo duma só dimensão)
Absorver – sorver
DENOTAÇÃO E CONOTAÇÃO
Acostumar – habituar-se As palavras podem ser usadas no sentido
Costumar – ter por costume próprio ou figurado.
Exemplo:
Acurado – feito com cuidado Janine tem um coração de gelo. (sentido figurado)
Apurado – refinado Sempre tomo uísque com gelo. (sentido próprio)
Denotação
Afear – tornar feio É uso da palavra com seu sentido original,
Afiar – amolar usual.
Exemplo:
Amoral – indiferente à moral A torneira estava pingando muito.
Imoral – contra a moral, devasso O sol brilhava intensamente hoje.
CURSO ATUAL Página - 8 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Conotação - usamos ponto-e-vírgula para separar orações


É o uso da palavra diferente do seu sentido coordenadas que já apresentem vírgula em seu
original. interior;
Exemplo: - nunca use ponto-e-vírgula dentro de uma oração.
Ele tem um coração de manteiga. Lembre-se ele só pode separar uma oração de
É um verdadeiro mar de emoções essa música. outra.
Com razão, aquelas pessoas reivindicavam
seus direitos; os insensíveis burocratas, porém, em
PONTUAÇÃO
tempo algum, deram atenção a elas.
"Os espelhos são usados para ver o rosto;
Os sinais de pontuação servem para a arte, para ver a alma." Bernard Shaw
marcar pausas (a vírgula, o ponto-e-vírgula, o - o ponto-e-vírgula também é utilizado para separar
ponto) ou a melodia da frase (o ponto de vários incisos de um artigo de lei ou itens de uma
exclamação, o ponto de interrogação, etc.). lista.
Geralmente, estão ligados à organização sintática Ex.:
dos termos na frase, eles são regidos por regras. [...] Considerando:
A) a alta taxa de juros;
VÍRGULA B) a carência de mão-de-obra;
Ela marca uma pausa de curta duração e C) o alto valor de matéria-prima; [...]
serve para separar os termos de uma oração ou
orações de um período. A ordem normal dos DOIS PONTOS
termos na frase é: sujeito, verbo, complemento. Os dois-pontos marcam uma sensível
Quando temos uma frase nessa ordem, não suspensão da melodia da frase. São utilizados
separamos seus termos imediatos. Assim, não quando se vai iniciar uma sequência que explica,
pode haver vírgula entre o sujeito e o verbo e seu identifica, discrimina ou desenvolve uma ideia
complemento. anterior, ou quando se quer dar início à fala ou
Quando, na ordem direta, houver um termo citação de outrem.
com vários núcleos a vírgula será utilizada para Observe: (Percebeu? Vamos iniciar uma sequência
separá-los. de exemplos, daí os dois pontos)
Na fala de Madonna, a vírgula está Descobri a grande razão da minha vida: você
separando vários núcleos do predicado na segunda Já dizia o poeta: "Deus dá o frio conforme o
oração. cobertor".
Ex.: “A obscenidade existe e está bem diante de "Por descargo de consciência, do que não carecia,
nossas caras. É o racismo, a discriminação sexual, chamei os santos de que sou devocioneiro:
o ódio, a ignorância, a miséria. Tem coisa mais - "São Jorge, Santo Onofre, São José!"
obscena do que a guerra?"
ASPAS
Utilizamos a vírgula quando a ordem direta
As aspas devem ser utilizadas para isolar
é rompida. Isso ocorre basicamente em dois casos:
citação textual colhida a outrem, falas ou
- quando intercalamos alguma palavra ou
pensamentos de personagens em textos narrativos,
expressão entre os termos imediatos, quebrando a
ou palavras ou expressões que não pertençam à
sequência natural da frase. Ex.: Os filhos, muitas
língua culta (gírias, estrangeirismos, neologismos,
vezes, mostraram suas razões para seus pais com
etc.).
muita sabedoria.
O rapaz ficou "grilado" com o resultado da prova.
"O que o galhofista queria é que eu, coronel de
Morava em um "flat" onde havia "playground".
ânimo desenfreado, fosse para o barro denegrir a
farda e deslustrar a patente". TRAVESSÃO
- quando algum termo (sobretudo o complemento) O travessão serve para indicar que alguém
vier deslocado de seu lugar natural na frase. fala de viva voz (discurso direto). Seu emprego é
constante em textos narrativos em que
Ex.: Para os pais, os filhos mostraram suas razões personagens dialogam.
com muita sabedoria. Leia o texto abaixo:
Com muita sabedoria, os filhos mostraram suas -Salve!
razões para os pais. - Como é que vai?
- Amigo, há quanto tempo...
PONTO-E-VÍRGULA - Um ano, ou mais.
O ponto-e-vírgula marca uma pausa maior Podem se usar dois travessões para
que a vírgula, porém menor que a do ponto. Por ser substituir duas vírgulas que separam termos
intermediário entre a vírgula e o ponto, fica difícil intercalados, sobretudo quando se quer dar-lhes
sistematizar seu emprego. ênfase.
Entretanto, há algumas normas para sua Pelé - o maior jogador de futebol de todos os
utilização. tempos - hoje é um bem-sucedido empresário.
CURSO ATUAL Página - 9 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

RETICÊNCIAS 02 - Assinale a sequência correta dos sinais de


As reticências marcam uma interrupção da pontuação que devem ser usados nas lacunas
sequência lógica do enunciado, com a consequente da frase abaixo. Não cabendo qualquer sinal, O
suspensão da melodia da frase. São utilizadas para indicará essa inexistência: Aos poucos .... a
permitir que o leitor complemente o pensamento necessidade de mão-de-obra foi aumentando ....
que ficou suspenso. tornando-se necessária a abertura dos portos
Nas dissertações objetivas, evite .... para uma outra população de trabalhadores
reticências. ..... os imigrantes.
Ex.: Eu não vou dizer mais nada. Você já deve ter a) O - ponto e vírgula - vírgula – vírgula
percebido que... b) O - O - dois pontos – vírgula
"Num repente, relembrei estar em noite de c) vírgula, vírgula - O - dois pontos
lobisomem - era sexta-feira..." d) vírgula - ponto e vírgula - O - dois pontos
e) vírgula - dois pontos - vírgula – vírgula
PARÊNTESES
Os parênteses servem para isolar
GABARITO
explicações, indicações ou comentários acessórios.
No caso de citações é referências bibliográficas, o
01 – A 02 – C 03 – E
nome do autor e as informações referentes à fonte
também aparecem isolados por parênteses.
"Aborrecido, aporrinhado, recorri a um bacharel
CLASSES DE PALAVRAS:
(trezentos mil-réis, fora despesas miúdas com
automóveis, gorjetas, etc.) e embarquei vinte e
quatro horas depois..." Graciliano Ramos Substantivo, adjetivo, numeral, pronome, verbo,
"Ela (a rainha) é a representação viva da mágoa..." advérbio, preposição e conjunção: emprego e
Lima Barreto. sentido que imprimem às relações que
estabelecem
O PONTO
É usado para marcar o término das SUBSTANTIVO
orações declarativas. O ponto usado para marcar o Tudo o que existe é ser e cada ser tem um
final do texto é conhecido como ponto final. nome. Substantivo é a classe gramatical de
Exemplo: Quando os portugueses chegaram ao palavras variáveis, as quais denominam os seres.
Brasil, em 1500, Pero Vaz de Caminha escreveu Além de objetos, pessoas e fenômenos, os
uma carta ao rei D. Manuel na qual informava sobre substantivos também nomeiam:
o descobrimento. -lugares: Alemanha, Porto Alegre...
-sentimentos: raiva, amor...
EXCLAMAÇÃO
-estados: alegria, tristeza...
É usado no final dos enunciados
-qualidades: honestidade, sinceridade...
exclamativos, que denotam espanto, surpresa,
-ações: corrida, pescaria...
admiração.
Exemplo: Atenção!, Alô!, Bom dia!.
CLASSIFICAÇÃO DOS SUBSTANTIVOS
INTERROGAÇÃO 1- SUBSTANTIVOS COMUNS E PRÓPRIOS
É usado ao final dos enunciados Observe a definição:
interrogativos. Povoação maior que vila, com muitas
Exemplo: casas e edifícios, dispostos em ruas e avenidas (no
- Tudo bem com você? Brasil, toda a sede de município é cidade). 2. O
- Tudo. E você? centro de uma cidade (em oposição aos bairros).
- Tudo bem! Qualquer "povoação maior que vila, com
muitas casas e edifícios, dispostos em ruas e
EXERCÍCIOS avenidas" será chamada cidade. Isso significa que
01 - Assinale a opção que apresenta erro de a palavra cidade é um substantivo comum.
pontuação: Substantivo Comum: é aquele que designa os
a) Sem reforma, social, as desigualdades entre as seres de uma mesma espécie de forma genérica.
cidades brasileiras, crescerão sempre... Exemplo: cidade, menino, homem, mulher, país,
b) No Brasil, a diferença social é motivo de cachorro.
constante preocupação. Estamos voando para Barcelona.
c) O candidato que chegou atrasado fez um ótimo
teste no IBGE. O substantivo Barcelona designa apenas
d) Tenho esperanças, pois a situação econômica um ser da espécie cidade. Esse substantivo é
não demora a mudar. próprio.
e) Ainda não houve tempo, mas, em breve, as Substantivo Próprio: é aquele que designa os
providências serão tomadas. seres de uma mesma espécie de forma particular.
CURSO ATUAL Página - 10 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Exemplo: Londres, Paulinho, Pedro, Tietê, Brasil. No terceiro caso, empregou-se um


substantivo no singular (enxame) para designar um
2 - SUBSTANTIVOS CONCRETOS E conjunto de seres da mesma espécie (abelhas).
ABSTRATOS O substantivo enxame é um substantivo
coletivo.

Substantivo Coletivo: é o substantivo comum que,


mesmo estando no singular, designa um conjunto
de seres da mesma espécie.
LÂMPADA MALA Principais Substantivos e Suas Formas
Os substantivos lâmpada e mala Coletivas:
designam seres com existência própria, que abelha - enxame, cortiço, colmeia;
são independentes de outros seres. São assim, abutre - bando;
substantivos concretos. acompanhante - comitiva, cortejo, séquito;
alho - (quando entrelaçados) réstia, enfiada,
Substantivo Concreto: é aquele que designa o ser cambada;
que existe, independentemente de outros seres. aluno - classe;
Obs.: os substantivos concretos designam seres do amigo - (quando em assemblea) tertúlia;
mundo real e do mundo imaginário. animal - (em geral) piara, pandilha, (todos de uma
Seres do mundo real: homem, mulher, região) fauna, (manada de cavalgaduras) récua,
cadeira, cobra, Brasília, etc. récova, (de carga) tropa, (de carga, menos de 10)
Seres do mundo imaginário: saci, mãe- lote, (de raça, para reprodução) plantel, (ferozes ou
d'água, fantasma, etc. selvagens) alcateia;
anjo - chusma, coro, falange, legião, teoria;
Observe agora: apetrecho - (quando de profissionais) ferramenta,
Beleza exposta instrumental;
Jovens atrizes veteranas destacam-se pelo visual. aplaudidor - (quando pagos) claque;
arcabuzeiro - batalhão, manga, regimento;
argumento - carrada, monte, montão, multidão;
O substantivo beleza designa uma arma - (quando tomadas dos inimigos) troféu;
qualidade. arroz - batelada;
artista - (quando trabalham juntos) companhia,
Substantivo Abstrato: é aquele que designa seres elenco;
que dependem de outros para se manifestar ou árvore - (quando em linha) alameda, carreira, rua,
existir. souto, (quando constituem maciço) arvoredo,
Pense bem: a beleza não existe por si só, bosque, (quando altas, de troncos retos a aparentar
não pode ser observada. Só podemos observar a parque artificial) malhada;
beleza numa pessoa ou coisa que seja bela. A disco - discoteca;
beleza depende de outro ser para se manifestar. doze - (coisas ou animais) dúzia;
Portanto, a palavra beleza é um substantivo ébrio - Ver bêbado;
abstrato. égua - Ver cavalo;
Os substantivos abstratos designam elefante - manada;
estados, qualidades, ações e sentimentos dos erro - barda;
seres, dos quais podem ser abstraídos, e sem os escravo - (quando da mesma morada) senzala,
quais não podem existir. (quando para o mesmo destino) comboio, (quando
Exemplo: vida(estado), rapidez(qualidade), aglomerados) bando;
viagem(ação), saudade(sentimento). escrito - (quando em homenagem a homem ilustre)
polianteia, (quando literários) analectos, antologia,
3 - SUBSTANTIVOS COLETIVOS coletânea, crestomatia, espicilégio, florilégio, seleta;
Ele vinha pela estrada e foi picado por uma abelha, espectador - (em geral) assistência, auditório,
outra abelha, mais outra abelha. plateia, (quando contratados para aplaudir) claque;
Ele vinha pela estrada e foi picado por várias espiga - (quando atadas) amarrilho, arregaçada,
abelhas. atado, atilho, braçada, fascal, feixe, gavela, lio,
molho, paveia;
Ele vinha pela estrada e foi picado por um enxame. filme - filmoteca, cinemoteca;
flor - (quando atadas) antologia, arregaçada,
Note que, no primeiro caso, para indicar braçada, fascículo, feixe, festão, capela, grinalda,
plural, foi necessário repetir o substantivo: uma ramalhete, buquê, (quando no mesmo pedúnculo)
abelha, outra abelha, mais outra abelha... cacho;
No segundo caso, utilizaram-se duas força naval - armada;
palavras no plural. força terrestre - exército;
CURSO ATUAL Página - 11 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

formiga - cordão, correição, formigueiro; Pertencem ao gênero masculino os


navio - (em geral) frota, (quando de guerra) frota, substantivos que podem vir precedidos dos artigos
flotilha, esquadra, armada, marinha, (quando o, os, um, uns. Veja estes títulos de filmes:
reunidos para o mesmo destino) comboio;
nome - lista, rol; - O velho e o mar
Nota: o coletivo é um substantivo singular, mas - Um Natal inesquecível
com ideia de plural. - Os reis da praia

FORMAÇÃO DOS SUBSTANTIVOS Pertencem ao gênero feminino os


4 - SUBSTANTIVOS SIMPLES E COMPOSTOS substantivos que podem vir precedidos dos artigos
a, as, uma, umas:
Chuva subst. Fem. 1 - água caindo em gotas sobre a
terra. A história sem fim
Uma cidade sem passado
O substantivo chuva é formado por um As tartarugas ninjas
único elemento ou radical. É um substantivo
simples. SUBSTANTIVOS BIFORMES E SUBSTANTIVOS
Substantivo Simples: é aquele formado por um UNIFORMES
único elemento. Substantivos Biformes (=duas formas): ao
Outros substantivos simples: tempo, sol, indicar nomes de seres vivos, geralmente o gênero
sofá, etc. da palavra está relacionado ao sexo do ser,
Veja agora: havendo, portanto, duas formas, uma para o
O substantivo guarda-chuva é formado masculino e outra para o feminino. Observe:
por dois elementos (guarda + chuva). Esse gato - gata
substantivo é composto. homem - mulher
poeta - poetisa
Substantivo Composto: é aquele formado por prefeito - prefeita
dois ou mais elementos. Substantivos Uniformes: são aqueles que
Outros exemplos: beija-flor, passatempo. apresentam uma única forma, que serve tanto para
o masculino quanto para o feminino.
5 - SUBSTANTIVOS PRIMITIVOS E DERIVADOS Classificam-se em:
Veja: Epicenos: têm um só gênero e nomeiam bichos.
Meu limão meu limoeiro, Exemplo: a cobra macho e a cobra fêmea, o jacaré
meu pé de jacarandá... macho e o jacaré fêmea.
O substantivo limão é primitivo, pois não Sobrecomuns: têm um só gênero e nomeiam
se originou de nenhum outro dentro de língua pessoas.
portuguesa. Exemplo: a criança, a testemunha, a vítima, o
Substantivo Primitivo: é aquele que não deriva de cônjuge, o gênio, o ídolo, o indivíduo.
nenhuma outra palavra da própria língua
portuguesa. Comuns de Dois Gêneros: indicam o sexo das
O substantivo limoeiro é derivado, pois se pessoas através do artigo.
originou a partir da palavra limão. Exemplo: o colega e a colega, o doente e a
Substantivo Derivado: é aquele que se origina de doente, o artista e a artista.
outra palavra. Saiba que:
- Substantivos de origem grega terminados em ema
FLEXÃO DOS SUBSTANTIVOS ou oma, são masculinos.
O substantivo é uma classe variável. A Exemplo: o axioma, o fonema, o poema, o
palavra é variável quando sofre flexão (variação). A sistema, o sintoma, o teorema.
palavra menino, Exemplo, pode sofrer variações - Existem certos substantivos que, variando de
para indicar: gênero, variam em seu significado.
Plural: meninos Exemplo: o rádio (aparelho receptor) e a rádio
Feminino: menina (estação emissora) o capital (dinheiro) e a capital
Aumentativo: meninão (cidade)
Diminutivo: menininho
Formação do Feminino dos Substantivos
FLEXÃO DE GÊNERO Biformes
Gênero é a propriedade que as palavras têm de a) Regra geral: troca-se a terminação -o por -a.
indicar sexo real ou fictício dos seres. Na língua Exemplo: aluno - aluna
portuguesa, há dois gêneros: masculino e b) Substantivos terminados em -ês: acrescenta-se -
feminino. a ao masculino.
CURSO ATUAL Página - 12 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Exemplo: freguês – freguesa A cobra fêmea escondeu-se na bananeira.


c) Substantivos terminados em -ão: fazem o
feminino de três formas: Sobrecomuns:
- troca-se -ão por -oa.
Exemplo: patrão - patroa Entregue as crianças à natureza.
- troca-se -ão por -ã.
Exemplo: campeão - campeã
A palavra crianças refere-se tanto a seres
-troca-se -ão por ona. do sexo masculino, quanto a seres do sexo
Exemplo: solteirão - solteirona feminino.
Exceções: Nesse caso, nem o artigo nem um possível
barão – baronesa adjetivo permitem identificar o sexo dos seres a que
ladrão- ladra se refere a palavra.
sultão – sultana Veja:
d) Substantivos terminados em -or: A criança chorona chamava-se João.
- acrescenta-se -a ao masculino. A criança chorona chamava-se Maria.
Exemplo: doutor - doutora
- troca-se -or por -triz: Outros substantivos sobrecomuns:
imperador - imperatriz a criatura
e) Substantivos com feminino em -esa, -essa, -isa: João é uma boa criatura.
Maria é uma boa criatura.
-esa - -essa- -isa- o cônjuge
cônsul - abade - O cônjuge de João faleceu.
poeta - poetisa
consulesa abadessa O cônjuge de Marcela faleceu
conde - profeta -
duque - duquesa Comuns de Dois Gêneros:
condessa profetisa
Observe a manchete:
f) Substantivos que formam o feminino trocando o -
e final por -a: Motorista tem acidente idêntico 23 anos depois.
elefante - elefanta
g) Substantivos que têm radicais diferentes no Quem sofreu o acidente: um homem ou
masculino e no feminino: uma mulher?
bode – cabra É impossível saber apenas pelo título da
boi - vaca notícia, uma vez que a palavra motorista é um
h) Substantivos que formam o feminino de maneira substantivo uniforme. O restante da notícia nos
especial, isto é, não seguem nenhuma das regras informa que se trata de um homem.
anteriores: A distinção de gênero pode ser feita
czar – czarina através da análise do artigo ou adjetivo, quando
réu – ré acompanharem o substantivo.
Exemplos:
FORMAÇÃO DO FEMININO DOS o colega - a colega
SUBSTANTIVOS UNIFORMES o imigrante - a imigrante
Epicenos: um jovem - uma jovem
Observe: artista famoso - artista famosa
repórter francês - repórter francesa
Novo jacaré escapa de policiais no rio Pinheiros.
Substantivos de Gênero Incerto
Existem numerosos substantivos de
Não é possível saber o sexo do jacaré em gênero incerto e flutuante, sendo usados com a
questão. Isso ocorre porque o substantivo jacaré mesma significação, ora como masculinos, ora
tem apenas uma forma para indicar o masculino e o como femininos.
feminino. a abusão erro comum,
Alguns nomes de animais apresentam uma superstição, crendice
só forma para designar os dois sexos. Esses sedimentos deixados
substantivos são chamados de epicenos. No caso a aluvião pelas águas,
dos epicenos, quando houver a necessidade de inundação, grande
especificar o sexo, utilizam-se palavras macho e número
fêmea. a cólera ou cólera- doença infecciosa
Exemplo: a cobra morbo
A cobra macho picou o marinheiro.
CURSO ATUAL Página - 13 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

a personagem pessoa importante, São geralmente masculinos os


pessoa que figura numa substantivos de origem grega terminados em ma.
história o grama (peso) o epigrama
a trama intriga, conluio, o apotegma o anátema
maquinação, cilada o quilograma o telefonema
a Xerox (ou xérox) cópia xerográfica, o plasma estratagema
xerocópia o diafragma o teorema
refeição eu os cristãos Exceções: a cataplasma, a celeuma, a fleuma, etc..
o ágape faziam em comum, Gênero dos Nomes de Cidades:
banquete de Salvo raras exceções, nomes de cidades
confraternização são femininos.
o caudal torrente, rio Exemplos:
o diabetes ou diabete doença A histórica Ouro Preto.
o jângal floresta própria da Índia A dinâmica São Paulo.
mamífero ruminante da A acolhedora Porto Alegre.
o lhama família dos camelídeos
Uma Londres imensa e triste.
o ordenança soldado às ordens de
Exceções: o Rio de Janeiro, o Cairo, o Porto, o
um oficial
Havre.
o praça soldado raso
o preá pequeno roedor
Gênero e Significação
Note que:
1. A palavra personagem é usada indistintamente o baliza (soldado que, a baliza (marco, estaca;
nos dois gêneros. que à frente da tropa, sinal que marca um
a) Entre os escritores modernos nota-se acentuada indica os movimentos limite ou proibição de
preferência pelo masculino. que se deve realizar em trânsito)
Exemplo: O menino descobriu nas nuvens os conjunto; o que vai à
personagens dos contos de carochinha. frente de um bloco
b) Com referência a mulher, deve-se preferir o carnavalesco,
feminino: manejando um bastão)
O problema está nas mulheres de mais idade, que o cabeça (chefe) a cabeça (parte do
corpo)
não aceitam a personagem.
o cisma (separação a cisma (ato de cismar,
Não cheguei assim, nem era minha intenção, a
religiosa, dissidência) desconfiança)
criar uma personagem.
o cinza (a cor cinzenta) a cinza (resíduos de
2. Ordenança, praça (soldado) e sentinela (soldado, combustão)
atalaia) são sentidos e usados na língua atual, o capital (dinheiro) a capital (cidade)
como masculinos, por se referirem, ordinariamente,
a homens. o coma (perda dos a coma (cabeleira)
3. Diz-se: o (ou a) manequim Marcela, o (ou a) sentidos)
modelo fotográfico Ana Belmonte. o coral (pópilo, a cor a coral (cobra
Observe o gênero dos substantivos seguintes: vermelha, canto em venenosa)
coro)
MASCULINOS o crisma (óleo a crisma (sacramento
o tapa o clã sagrado, usado na da confirmação)
o eclipse o Hosana administração da
o lança-perfume o herpes crisma e de outros
o dó (pena) o pijama sacramentos)
o sanduíche o suéter o cura (pároco) a cura (ato de curar)
o clarinete o soprano
o champanha o proclama o estepe (pneu a estepe (vasta planície
o sósia o pernoite sobressalente) de vegetação)
o guia (pessoa que a guia (documento,
FEMININOS guia outras) pena grande das asas
a dinamite a pane das aves)
a áspide a mascote o grama (unidade de a grama (relva)
a derme a gênese peso)
a hélice a entorse o caixa (funcionário da a caixa (recipiente, setor
a Alcione a libido caixa) de pagamentos)
a filoxera a cal o lente (professor) a lente (vidro de
a clâmide a faringe aumento)
a omoplata a cólera (doença) o moral (ânimo) a moral (honestidade,
bons costumes, ética)
a cataplasma a ubá (canoa)
CURSO ATUAL Página - 14 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

o nascente (lado onde a nascente (a fonte) - Quando paroxítonos ou proparoxítonos, ficam


nasce o Sol) invariáveis.
o maria-fumaça (trem a maria-fumaça Exemplo:
como locomotiva a (locomotiva movida a o lápis - os lápis
vapor) vapor) o ônibus - os ônibus.
o pala (poncho) a pala (parte anterior do g) Os substantivos terminados em ão fazem o
boné ou quépe, plural de três maneiras.
anteparo) - substituindo o -ão por -ões:
o rádio (aparelho a rádio (estação Exemplo: ação - ações
receptor) emissora) - substituindo o -ão por -ães:
o voga (remador) a voga (moda, Exemplo: cão - cães
popularidade) - substituindo o -ão por -ãos:
Exemplo: grão – grãos
FLEXÃO DE NÚMERO DO SUBSTANTIVO h) Os substantivos terminados em x ficam
Em português, há dois números invariáveis.
gramaticais: Exemplo: o látex - os látex.
O singular, que indica um ser ou um grupo
de seres; Plural dos Substantivos Compostos
O plural, que indica mais de um ser ou A formação do plural dos substantivos
grupo de seres. compostos depende da forma como são grafados,
A característica do plural é o s final. do tipo de palavras que formam o composto e da
relação que estabelecem entre si. Aqueles que são
Plural dos Substantivos Simples grafados sem hífen comportam-se como os
a) Os substantivos terminados em vogal, ditongo substantivos simples:
oral e n fazem o plural pelo acréscimo de s. aguardente e aguardentes
Exemplo: girassol e girassóis
pai – pais pontapé e pontapés
ímã – ímãs malmequer e malmequeres
hífen - hifens (sem acento, no plural). O plural dos substantivos compostos cujos
Exceção: cânon - cânones. elementos são ligados por hífen costuma provocar
b) Os substantivos terminados em m fazem o plural muitas dúvidas e discussões. Algumas orientações
em ns. são dadas a seguir:
Exemplo: homem - homens. a) Flexionam-se os dois elementos, quando
c) Os substantivos terminados em r e z fazem o formados de:
plural pelo acréscimo de es. substantivo + substantivo = couve-flor e couves-
Exemplo: flores
revólver – revólveres substantivo + adjetivo = amor-perfeito e amores-
raiz – raízes perfeitos
Atenção: O plural de caráter é caracteres. adjetivo + substantivo = gentil-homem e gentis-
d) Os substantivos terminados em al, el, ol, ul homens
flexionam-se no plural, trocando o l por is. numeral + substantivo = quinta-feira e quintas-
Exemplo: feiras
quintal - quintais b) Flexiona-se somente o segundo elemento,
caracol – caracóis quando formados de:
hotel – hotéis verbo + substantivo = guarda-roupa e guarda-
Exceções: mal e males, cônsul e cônsules. roupas
e) Os substantivos terminados em il fazem o plural palavra invariável + palavra variável = alto-falante e
de duas maneiras: alto-falantes
- Quando oxítonos, em is. palavras repetidas ou imitativas = reco-reco e reco-
Exemplo: canil - canis recos
- Quando paroxítonos, em eis. c) Flexiona-se somente o primeiro elemento,
Exemplo: míssil - mísseis. quando formados de:
Obs.: a palavra réptil pode formar seu plural de substantivo + preposição clara + substantivo =
duas maneiras: répteis ou reptis (pouco usada). água-de-colônia e águas-de-colônia
f) Os substantivos terminados em s fazem o plural substantivo + preposição oculta + substantivo =
de duas maneiras: cavalo-vapor e cavalos-vapor
- Quando monossilábicos ou oxítonos, mediante substantivo + substantivo que funciona como
o acréscimo de es. determinante do primeiro, ou seja, especifica a
Exemplo: função ou o tipo do termo anterior.
ás – ases Exemplos:
retrós – retroses palavra-chave - palavras-chave
CURSO ATUAL Página - 15 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

bomba-relógio - bombas-relógio Este jogador faz gols toda vez que joga.
notícia-bomba - notícias-bomba O plural correto seria gois (ô), mas não se usa.
homem-rã - homens-rã
peixe-espada - peixes-espada Plural com Mudança de Timbre
d) Permanecem invariáveis, quando formados de: Certos substantivos formam o plural com
verbo + advérbio = o bota-fora e os bota-fora mudança de timbre da vogal tônica
verbo + substantivo no plural = o saca-rolhas e os (o fechado / o aberto). É um fato fonético chamado
saca-rolhas metafonia.
e) Casos Especiais
o louva-a-deus e os louva-a-deus Singular Plural Singular Plural
o bem-te-vi e os bem-te-vis corpo (ô) corpos (ó) osso (ô) ossos (ó)
o bem-me-quer e os bem-me-queres esforço esforços ovo ovos
o joão-ninguém e os joões-ninguém. fogo fogos poço poços
forno fornos porto portos
Plural das Palavras Substantivadas fosso fossos posto postos
As palavras substantivadas, isto é, imposto impostos rogo rogos
palavras de outras classes gramaticais usadas olho olhos tijolo tijolos
como substantivo, apresentam, no plural, as flexões
próprias destes últimos. Têm a vogal tônica fechada (ô): adornos, almoços,
Exemplos: bolsos, esposos, estojos, globos, gostos, polvos,
Pese bem os prós e os contras. rolos, soros, etc.
O aluno errou na prova dos noves. Obs.: distinga-se molho (ô), caldo (molho de carne),
Ouça com a mesma serenidade os sins e os nãos. de molho (ó), feixe (molho de lenha).

Obs.: numerais substantivados terminados em -s Particularidades sobre o Número dos


ou -z não variam no plural. Substantivos
Exemplo: Nas provas mensais consegui muitos a) Há substantivos que só se usam no singular:
seis e alguns dez. Exemplo: o sul, o norte, o leste, o oeste, a fé, etc..
b) Outros só no plural:
Plural dos Diminutivos Exemplo: as núpcias, os víveres, os pêsames, as
pãe(s) + zinhos pãezinhos espadas / os paus, (naipes de baralho), as fezes.
animai(s) + zinhos animaizinhos c) Outros, enfim, têm, no plural, sentido diferente
botõe(s) + zinhos botõezinhos do singular:
chapeu(s) + zinhos chapeuzinhos Exemplo:
bem (virtude) e bens (riquezas)
Obs.: são anômalos os plurais pastorinhos(as), honra (probidade, bom nome) e honras
papelinhos, florzinhas, florinhas, colherzinhas e (homenagem, títulos)
mulherzinhas, correntes na língua popular, e d) Usamos às vezes, os substantivos no singular
usados até por escritores de renome. mas com sentido de plural:
Exemplos:
Plural dos Nomes Próprios Personativos Aqui morreu muito negro.
Devem-se pluralizar os nomes próprios de Celebraram o sacrifício divino muitas vezes em
pessoas sempre que a terminação se preste à capelas improvisadas.
flexão. Juntou-se ali uma população de retirantes que,
Exemplo: entre homem, mulher e menino, ia bem cinquenta
Os Napoleões também são derrotados. mil.
As Raquéis e Esteres.
Flexão de Grau do Substantivo
Plural dos Substantivos Estrangeiros Grau é a propriedade que as palavras têm de
Substantivos ainda não aportuguesados exprimir as variações de tamanho dos seres.
devem ser escritos como na língua Classificam-se em:
original, acrescentando-se-lhes um s (exceto Grau Normal - Indica um ser de tamanho
quando terminam em s ou z). considerado normal. Exemplo: casa
Exemplo: os shows, os shorts, os jazz Grau Aumentativo - Indica o aumento do tamanho
Substantivos já aportuguesados flexionam- do ser. Classifica-se em:
se de acordo com as regras de nossa língua: Analítico = o substantivo é acompanhado de um
Exemplo: os clubes, os chopes, os jipes, os adjetivo que indica grandeza.
esportes, as toaletes, os bibelôs, os garçons, os Exemplo: casa grande.
réquiens Sintético = é acrescido ao substantivo um sufixo
indicador de aumento.
Observe o exemplo: Exemplo: casarão.
CURSO ATUAL Página - 16 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Grau Diminutivo - Indica a diminuição do tamanho Saia verde-oliva – saias verde-oliva


do ser. Pode ser: Sofá marrom-café – sofás marrom-café
Analítico = substantivo acompanhado de um 3) Grau do adjetivo
adjetivo que indica pequenez. O adjetivo possui dois graus: comparativo
Exemplo: casa pequena. e superlativo:
Sintético = é acrescido ao substantivo um sufixo Grau comparativo: transmite a ideia de igualdade,
indicador de diminuição superioridade ou inferioridade de um ser em
relação a outro.
ADJETIVO Igualdade - tão+adjetivo+que (do que):
Adjetivo é a palavra que modifica o Ela é tão alegre quanto (ou como) ele.
substantivo, indicando características de defeito, Lídia é tão bonita quanto Raquel.
qualidade, estado, etc. Superioridade – mais+adjetivo+quanto (como):
Exemplos: Ele é mais alegre que (ou do que) ela.
Comida gostosa. Lídia é mais bonita que Raquel.
Menino bonito. Inferioridade – menos+adjetivo+que (do que):
Gosto ruim. Ele é menos alegre que (ou do que) ela.
Lídia é menos bonita que Raquel.
FORMAÇÃO DO ADJETIVO Observação
O adjetivo pode ser: » O grau comparativo de superioridade dos
Simples - possui apenas um radical, um só adjetivos grande, bom, pequeno, mau usam-se as
elemento: azul, surdo, formas sintéticas maior, melhor, menor e pior.
Composto – possui mais de um radical, mais de » Quando comparamos duas qualidades do mesmo
um elemento: azul-escuro, surdo-mudo. ser, usa-se a forma analítica: A casa é mais grande
Primitivo – é aquele que não deriva de outra do que confortável.
palavra; servindo de base para a formação de Grau superlativo: o grau superlativo pode ser:
outras palavras: triste, bom, pobre. Relativo – quando se faz sobressair, com
Derivado – é aquele que deriva de outras palavras, vantagem desvantagem, a qualidade de um ser em
geralmente de substantivos e de verbos: tristonho, relação a outros (a um conjunto de seres).
bondoso, pobretão. Pode ser de superioridade ou de inferioridade:
Mateus é o mais inteligente da turma.
FLEXÃO DO ADJETIVO (superioridade)
O adjetivo varia em gênero, número e grau. Mateus é o menos inteligente da turma.
1) Gênero do adjetivo (inferioridade)
Uniformes: apresenta uma só forma para os dois Absoluto – quando a qualidade de um ser é
gêneros, masculino e feminino. intensificada sem a relação com outros seres. Pode
Menino feliz – menina feliz ser analítico ou sintético:
Empregado competente – empregada competente Analítico: quando o adjetivo é modificado pelo
Biformes: são aqueles que apresentam uma forma advérbio muito, extremamente, etc.
para o masculino e outra para o feminino. Paula é extremamente bela.
O atleta brasileiro – a atleta brasileira. Sintético: quando se acrescenta o sufixo –íssimo, -
O menino lindo – a menina linda. imo ou -rimo ao radical do adjetivo:
2) Número do adjetivo Conversa agradabilíssima.
O adjetivo simples faz o plural seguindo a Lista de superlativos absolutos sintéticos:
mesma regra do substantivo: Ágil – agillíssimo, agílimo
Rapaz feliz – rapazes felizes Agudo – acutíssimo
Roupa branca – roupas brancas Bom – boníssimo
No plural dos adjetivos compostos Célebre – celebérrimo
acrescenta-se o s apenas no último elemento: Cruel – crudelíssimo, cruelíssimo
Lente côncavo-convexa – lentes côncavo-convexa Doce – docísssimo, docilíssimo
Crianças mal-educadas – crianças mal-educadas Dócil – docílimo, docilíssimo
Observação Fácil – facílimo, facilíssimo
» Os adjetivos compostos azul-marinho e azul- Feio – feiíssimo
celeste ficam invariáveis: Feliz – felicíssimo
Carro azul-marinho – carros azul-marinho Fiel – fidelíssimo
Vestido azul-celeste – vestidos azul-celeste Livre – libérrimo, livríssimo
» O adjetivo composto surdo-mudo flexiona os dois Magnífico – magnificentíssimo
elementos: Pobre – paupérrimo, pobríssimo
Rapaz surdo-mudo – rapazes surdos-mudos Sábio – sapientíssimo
» Nos adjetivos referentes a cores, o adjetivo São – saníssimo
composto fica invariável quando o segundo Útil – utilíssimo
elemento for um substantivo: Voraz – voracíssimo
CURSO ATUAL Página - 17 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

LOCUÇÃO ADJETIVA Os numerais podem ser:


Em Gramática, chamamos de locução à Cardinais- indicam uma quantidade exata.
reunião de duas ou mais palavras com o valor de Ex.: quatro, mil, quinhentos
uma só. Locução adjetiva é, portanto, a união de Ordinais- indicam uma posição exata.
duas ou mais palavras que equivalem a um Ex.: segundo, décimo
adjetivo. Multiplicativos- indicam um aumento exatamente
Elas são usualmente formadas por: proporcional. Ex.: dobro, quíntuplo
» uma preposição e um substantivo Fracionários- indicam uma diminuição exatamente
» uma preposição e um advérbio proporcional. Ex.: um quarto, um décimo
Dente de cão = dente canino
Conselho de mãe = conselho materno PRONOME
Pneus de trás = pneus traseiros Pronome é a palavra que se usa em lugar
Ataque de frente = ataque frontal do nome, ou a ele se refere, ou ainda, que
Algumas locuções e seus adjetivos acompanha o nome qualificando-o de alguma
correspondentes: forma.
De aluno – discente Exemplos:
De abdômen – abdominal 1. A moça era mesmo bonita. Ela morava nos
De açúcar – sacarino meus sonhos!
De anjo – angélico, angelical [substituição do nome]
De água – aquático, áqueo, hidráulico, hídrico 2. A moça que morava nos meus sonhos era
De ave – aviário, aviculário, ornítico mesmo bonita!
De cabeça – cefálico [referência ao nome]
De casamento – matrimonial, nupcial 3. Essa moça morava nos meus sonhos!
De direito – jurídico [qualificação do nome]
De estômago –estomacal, gástrico
De garganta – gutural Grande parte dos pronomes não possuem
De intestino – celíaco, entérico, intestinal significados fixos, isto é, essas palavras só
De manhã – matinal, matutino, crástino adquirem significação dentro de um contexto, o
De mês – mensal qual nos permite recuperar a referência exata
De pele – cutâneo daquilo que está sendo colocado por meio dos
De peso – ponderal pronomes no ato da comunicação. Com exceção
De tarde – vesperal, vespertino dos pronomes interrogativos e indefinidos, os
demais pronomes têm por função principal apontar
ADJETIVOS PÁTRIOS para as pessoas do discurso ou a elas se
O adjetivo pátrio é aquele que se refere a relacionar, indicando-lhes sua situação no tempo
países, estados, cidades, etc. A maioria desses ou no espaço. Em virtude dessa característica, os
adjetivos forma-se pelo acréscimo de um sufixo ao pronomes apresentam uma forma específica para
substantivo que os origina. Os principais sufixos cada pessoa do discurso.
formadores de adjetivos pátrios são: -aco, -ano, - Exemplos:
ão, -eiro, -ês, -ense, -eu, -ino, -ita. 1. Minha carteira estava vazia, quando eu fui
Acre – acreano assaltada.
Amapá – amapaense [minha/eu: pronomes de 1ª pessoa = aquele que
Espírito Santo – espírito-santense ou capixaba fala]
Rio Grande do Norte – potiguar ou rio-grandense- 2. Tua carteira estava vazia, quando você foi
do-norte assaltada?
Rio Grande do Sul – gaúcho ou rio-grandense-do [tua/você: pronomes de 2ª pessoa = aquele a quem
sul se fala]
Minas Gerais – mineiro 3. A carteira dela estava vazia, quando ela foi
África – africano assaltada.
América – americano [dela/ela: pronomes de 3ª pessoa = aquele de
Ásia – asiático quem se fala]
Europa – europeu
Oceania – acêanico Em termos morfológicos, os pronomes são
Alemanha – alemão palavras variáveis em gênero (masculino ou
Bélgica – belga feminino) e em número (singular ou plural). Assim,
Brasil – brasileiro espera-se que a referência através do pronome
Estados unidos – estadunidense, norte-americano seja coerente em termos de gênero e número
(fenômeno da concordância) com o seu objeto,
NUMERAL mesmo quando este se apresenta ausente no
Classe que expressa quantidade exata, enunciado.
ordem de sucessão, organização... Exemplos:
CURSO ATUAL Página - 18 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

1. [Fala-se de Roberta] Pronome pessoal do caso oblíquo é aquele


2. Ele quer participar do desfile da nossa que, na sentença, exerce a função de complemento
escola neste ano. verbal (objeto direto ou indireto) ou complemento
[nossa: pronome que qualifica "escola" = nominal .
concordância adequada] Exemplo:
[neste: pronome que determina "ano" = Ofertaram-nos flores. (objeto indireto)
concordância adequada] Obs.: Em verdade, o pronome oblíquo é uma forma
[ele: pronome que faz referência à "Roberta" = variante do pronome pessoal do caso reto. Essa
concordância inadequada] variação indica a função diversa que eles
Existem seis tipos de pronomes: pessoais, desempenham na oração: pronome reto marca o
possessivos, demonstrativos, indefinidos, sujeito da oração; pronome oblíquo marca o
relativos e interrogativos. complemento da oração.
Os pronomes oblíquos sofrem variação de
PRONOMES PESSOAIS acordo com a acentuação tônica que possuem,
São aqueles que substituem os podendo ser átonos ou tônicos.
substantivos, indicando diretamente as pessoas do
discurso. Quem fala ou escreve assume os PRONOME OBLÍQUO ÁTONO
pronomes eu ou nós, usa os pronomes tu, vós, São chamados átonos os pronomes
você ou vocês para designar a quem se dirige e oblíquos que não são precedidos de preposição.
ele, ela, eles ou elas para fazer referência a Possuem acentuação tônica fraca.
pessoa ou pessoas de quem fala. Exemplo:
Os pronomes pessoais variam de acordo Ele me deu um presente.
com as funções que exercem nas orações, O quadro dos pronomes oblíquos átonos é
podendo ser do caso reto ou do caso oblíquo. assim configurado:
- 1ª pessoa do singular (eu): me
PRONOME RETO - 2ª pessoa do singular (tu): te
Pronome pessoal do caso reto é aquele - 3ª pessoa do singular (ele, ela): o, a, lhe
que, na sentença, exerce a função de sujeito ou - 1ª pessoa do plural (nós): nos
predicativo do sujeito. - 2ª pessoa do plural (vós): vos
Exemplo: - 3ª pessoa do plural (eles, elas): os, as, lhes
Nós lhe ofertamos flores. Observações:
Os pronomes retos apresentam flexão de O lhe é o único pronome oblíquo átono que
número, gênero (apenas na 3ª pessoa) e pessoa, já se apresenta na forma contraída, ou seja, houve
sendo essa última a principal flexão, uma vez que a união entre o pronome o ou a e preposição a ou
marca a pessoa do discurso. para. Por acompanhar diretamente uma
Dessa forma, o quadro dos pronomes retos preposição, o pronome lhe exerce sempre a função
é assim configurado: de objeto indireto na oração.
- 1ª pessoa do singular: eu Os pronomes me, te, nos e vos podem
- 2ª pessoa do singular: tu tanto ser objetos diretos como objetos indiretos.
- 3ª pessoa do singular: ele, ela Os pronomes o, as, os e as atuam
- 1ª pessoa do plural: nós exclusivamente como objetos diretos.
- 2ª pessoa do plural: vós Atenção:
- 3ª pessoa do plural: eles, elas Os pronomes o, os, a, as assumem formas
Atenção: Esses pronomes não costumam ser especiais depois de certas terminações verbais.
usados como complementos verbais na língua- Quando o verbo termina em -z, -s ou -r, o pronome
padrão. Frases como "Vi ele na rua" , "Encontrei ela assume a forma lo, los, la ou las, ao mesmo tempo
na praça", "Trouxeram eu até aqui", comuns na que a terminação verbal é suprimida.
língua oral cotidiana, devem ser evitadas na língua Exemplo:
formal escrita ou falada. Na língua formal, devem fiz + o = fi-lo
ser usados os pronomes oblíquos correspondentes: fazeis + o = fazei-lo
"Vi-o na rua", "Encontrei-a na praça", "Trouxeram- dizer + a = dizê-la
me até aqui".
Obs.: Frequentemente observamos a omissão do Quando o verbo termina em som nasal, o
pronome reto em Língua Portuguesa. Isso se dá pronome assume as formas no, nos, na, nas.
porque as próprias formas verbais marcam, através Exemplo:
de suas desinências, as pessoas do verbo viram + o: viram-no
indicadas pelo pronome reto. repõe + os = repõe-nos
Exemplo: retém + a: retém-na
Fizemos boa viagem. (Nós) tem + as = tem-nas

PRONOME OBLÍQUO PRONOME OBLÍQUO TÔNICO


CURSO ATUAL Página - 19 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Os pronomes oblíquos tônicos são sempre - 3ª pessoa do singular (ele, ela): se, si, consigo.
precedidos por preposições, em geral as Exemplo:
preposições a, para, de e com. Por esse motivo, Guilherme já se preparou.
os pronomes tônicos exercem a função de objeto Ela deu a si um presente.
indireto da oração. Possuem acentuação Antônio conversou consigo mesmo.
tônica forte.
O quadro dos pronomes oblíquos tônicos é - 1ª pessoa do plural (nós): nos.
assim configurado: Exemplo:
- 1ª pessoa do singular (eu): mim, comigo Lavamo-nos no rio.
- 2ª pessoa do singular (tu): ti, contigo
- 3ª pessoa do singular (ele, ela): ele, ela - 2ª pessoa do plural (vós): vos.
- 1ª pessoa do plural (nós): nós, conosco Exemplo:
- 2ª pessoa do plural (vós): vós, convosco Vós vos beneficiastes com a Boa Nova.
- 3ª pessoa do plural (eles, elas): eles, elas Exemplo:

- Observe que as únicas formas próprias do - 3ª pessoa do plural (eles, elas): se, si, consigo.
pronome tônico são a primeira pessoa (mim) e Exemplo:
segunda pessoa (ti). As demais repetem a forma Eles se conheceram.
do pronome pessoal do caso reto. Elas deram a si um dia de folga.
- As preposições essenciais introduzem sempre A Segunda Pessoa Indireta
pronomes pessoais do caso oblíquo e nunca A chamada segunda pessoa indireta se
pronome do caso reto. Nos contextos interlocutivos manifesta quando utilizamos pronomes que, apesar
que exigem o uso da língua formal, os pronomes de indicarem nosso interlocutor (portanto, a
costumam ser usados desta forma: segunda pessoa), utilizam o verbo na terceira
Não há mais nada entre mim e ti. pessoa. É o caso dos chamados pronomes de
Não se comprovou qualquer ligação entre ti e ela. tratamento, que podem ser observados no quadro
Não há nenhuma acusação contra mim. seguinte:
Não vá sem mim.
- A combinação da preposição "com" e alguns PRONOMES DE TRATAMENTO
pronomes originou as formas especiais comigo, Vossa Alteza - V. A. - príncipes, duques
contigo, consigo, conosco e convosco. Tais Vossa Eminência - V. Ema.(s) - cardeais
pronomes oblíquos tônicos frequentemente Vossa Reverendíssima - V. Revma.(s) - sacerdotes
exercem a função de adjunto adverbial de e bispos
companhia. Vossa Excelência - V. Exª (s) - altas autoridades e
Exemplo: Ele carregava o documento consigo. oficiais-generais
- As formas "conosco" e "convosco" são Vossa Magnificência - V. Mag. ª(s) - reitores de
substituídas por "com nós" e "com vós" quando universidades
os pronomes pessoais são reforçados por palavras Vossa Majestade - V. M. - reis e rainhas
como outros, mesmos, próprios, todos, ambos Vossa Majestade Imperial - V. M. I. - Imperadores
ou algum numeral. Vossa Santidade - V. S. - Papa
Exemplo: Vossa Senhoria - V. S.ª (s) - tratamento
Você terá de viajar com nós todos. cerimonioso
Estávamos com vós outros quando chegaram as Vossa Onipotência - V. O - Deus
más notícias. Também são pronomes de tratamento o
Ele disse que iria com nós três. senhor, a senhora e você, vocês. "O senhor" e
"a senhora" são empregados no tratamento
PRONOME REFLEXIVO cerimonioso; "você" e "vocês", no tratamento
São pronomes pessoais oblíquos que, familiar. Você e vocês são largamente
embora funcionem como objetos direto ou indireto, empregados no português do Brasil; em algumas
referem-se ao sujeito da oração. regiões , a forma tu é de uso frequente, em outras,
O quadro dos pronomes reflexivos é assim é muito pouco empregada. Já a forma vós tem uso
configurado: restrito à linguagem litúrgica, ultra formal ou
- 1ª pessoa do singular (eu): me, mim. literária.
Exemplo: Observações:
Eu não me vanglorio disso. a) Vossa Excelência X Sua Excelência : Os
Olhei para mim no espelho e não gostei do que vi. pronomes de tratamento com "Vossa(s)" são
empregados em relação à pessoa com quem
- 2ª pessoa do singular (tu): te, ti. falamos:
Exemplo: Exemplo:
Assim tu te prejudicas. Espero que V. Ex.ª, Senhor Ministro, compareça a
Conhece a ti mesmo. este encontro.
CURSO ATUAL Página - 20 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Com "Sua(s)" são empregados, quando falamos a Exemplo:


respeito da pessoa: - Muito obrigado, seu José.
Todos os membros da C.P.I. afirmaram que Sua 2 - Os pronomes possessivos nem sempre indicam
Excelência, o Senhor Presidente da República, agiu posse. Podem ter outros empregos, como:
com propriedade. a) indicar afetividade.
- Os pronomes de tratamento representam uma Exemplo:
forma indireta de nos dirigirmos aos nossos - Não faça isso, minha filha.
interlocutores. Ao tratarmos um deputado por b) indicar cálculo aproximado.
Vossa Excelência, Exemplo, estamos nos Exemplo:
endereçando à excelência que esse deputado Ele já deve ter seus 40 anos.
supostamente tem para poder ocupar o cargo que c) atribuir valor indefinido ao substantivo.
ocupa. Exemplo:
b) 3ª pessoa: Os pronomes de tratamento são da Marisa tem lá seus defeitos, mas eu gosto muito
3ª pessoa; portanto, os verbos, os pronomes dela.
possessivos e os pronomes oblíquos empregados 3- Em frases onde se usam pronomes de
em relação a eles devem ficar na 3ª pessoa. tratamento, o pronome possessivo fica na 3ª
Exemplo: pessoa.
Basta que V. Ex.ª cumpra a terça parte das suas Exemplo:
promessas, para que seus eleitores lhe fiquem Vossa Excelência trouxe sua mensagem?
reconhecidos. 4- Referindo-se a mais de um substantivo, o
c) Uniformidade de Tratamento: Quando possessivo concorda com o mais próximo.
escrevemos ou nos dirigimos a alguém, não é Exemplo:
permitido mudar, ao longo do texto, a pessoa do Trouxe-me seus livros e anotações.
tratamento escolhida inicialmente. Assim, Exemplo, 5- Em algumas construções, os pronomes pessoais
se começamos a chamar alguém de "você", não oblíquos átonos assumem valor de possessivo.
poderemos usar "te" ou "teu". O uso correto exigirá, Exemplo:
ainda, verbo na terceira pessoa. Vou seguir-lhe os passos.(= vou seguir seus
Exemplo: passos).
Quando você vier, eu te abraçarei e enrolar-me-ei
nos teus cabelos. (errado) PRONOMES DEMONSTRATIVOS
Quando você vier, eu a abraçarei e enrolar-me-ei Os pronomes demonstrativos são
nos seus cabelos. (correto) utilizados para explicitar a posição de uma certa
Quando tu vieres, eu te abraçarei e enrolar-me-ei palavra em relação a outras ou ao contexto. Essa
nos teus cabelos. (correto) relação pode ocorrer em termos de espaço, tempo
ou discurso.
PRONOMES POSSESSIVOS
São palavras que, ao indicarem a pessoa No espaço:
gramatical (possuidor), acrescentam a ela a ideia - Compro este carro (aqui). O pronome este indica
de posse de algo (coisa possuída). que o carro está perto da pessoa que fala.
Exemplo: Este caderno é meu.(meu = possuidor: 1ª - Compro esse carro (aí). O pronome esse indica
pessoa do singular). que o carro está perto da pessoa com quem falo,
Observe o quadro: ou afastado da pessoa que fala.
- Compro aquele carro (lá). O pronome aquele diz
NÚMERO PESSOA PRONOME que o carro está afastado da pessoa que fala e
singular primeira meu(s), minha(s) daquela com quem falo.
singular segunda teu(s), tua(s) Atenção: Em situações de fala direta (tanto ao
singular terceira seu(s), sua(s) vivo quanto por meio de correspondência, que é
plural primeira nosso(s), nossa(s) uma modalidade escrita de fala), são
plural segunda vosso(s), vossa(s) particularmente importantes o este e o esse - o
plural terceira seu(s), sua(s) primeiro localiza os seres em relação ao emissor; o
segundo, em relação ao destinatário. Trocá-los
Note que: pode causar ambiguidade.
A forma do possessivo depende da pessoa Exemplos:
gramatical a que se refere; o gênero e o número Dirijo-me a essa universidade com o
concordam com o objeto possuído. objetivo de solicitar informações sobre o concurso
Exemplo: vestibular. (trata-se da universidade destinatária).
Ele trouxe seu apoio e sua contribuição naquele Reafirmamos a disposição desta
momento difícil. universidade em participar no próximo Encontro de
Observações: Jovens. (trata-se da universidade que envia a
1 - A forma seu não é um possessivo quando mensagem).
resultar da alteração fonética da palavra senhor. No tempo:
CURSO ATUAL Página - 21 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

- Este ano está sendo bom para nós. O pronome d) Em frases como a seguinte, este refere-se à
este refere-se ao ano presente. pessoa mencionada em último lugar, aquele à
- Esse ano que passou foi razoável. O pronome mencionada em primeiro lugar.
esse refere-se a um passado próximo. Exemplo:
- Aquele ano foi terrível para todos. O pronome O referido deputado e o Dr. Alcides eram amigos
aquele está se referindo a um passado distante. íntimos: aquele casado, solteiro este. [ou então:
- Os pronomes demonstrativos podem ser variáveis este solteiro, aquele casado.]
ou invariáveis, observe: e) O pronome demonstrativo tal pode ter conotação
Variáveis: este(s), esta(s), esse(s), essa(s), irônica.
aquele(s), aquela(s). Exemplo:
Invariáveis: isto isso, aquilo. A menina foi a tal que ameaçou o professor?
- Também aparecem como pronomes f) Pode ocorrer a contração das preposições a, de,
demonstrativos: em com pronome demonstrativo: àquele, àquela,
o(s), a(s): Quando estiverem antecedendo o que e deste, desta, disso, nisso, no, etc.
puderem ser substituídos por aquele(s), aquela(s), Exemplo:
aquilo. Não acreditei no que estava vendo. (no = naquilo)
Exemplo:
Não ouvi o que disseste.(Não ouvi aquilo que PRONOMES INDEFINIDOS
disseste.) São palavras que se referem à terceira
Essa rua não é a que te indiquei. (Esta rua não é pessoa do discurso, dando-lhe sentido vago
aquela que te indiquei.) (impreciso) ou expressando quantidade
mesmo(s), mesma(s): indeterminada.
Exemplo: Exemplo: Alguém entrou no jardim e destruiu as
Estas são as mesmas pessoas que o procuraram mudas recém-plantadas.
ontem. Não é difícil perceber que "alguém" indica
próprio(s), própria(s): uma pessoa de quem se fala (uma terceira pessoa,
Exemplo: portanto) de forma imprecisa, vaga. É uma palavra
Os próprios alunos resolveram o problema. capaz de indicar um ser humano que seguramente
semelhante(s): existe, mas cuja identidade é desconhecida ou não
Exemplo: se quer revelar.
Não compre semelhante livro. Classificam-se em:
tal, tais Pronomes Indefinidos Substantivos:
Exemplo: Assumem o lugar do ser ou da quantidade
Tal era a solução para o problema. aproximada de seres na frase.
Note que: São eles: algo, alguém, fulano, sicrano, beltrano,
a) Não raro os demonstrativos aparecem na frase, nada, ninguém, outrem, quem, tudo.
em construções redundantes, com finalidade Exemplo:
expressiva, para salientar algum termo anterior: Algo o incomoda?
Exemplo: Quem avisa amigo é.
Manuela, essa é que dera em cheio casando com o Pronomes Indefinidos Adjetivos:
José Afonso. Desfrutar das belezas brasileiras, Qualificam um ser expresso na frase,
isso é que é sorte! conferindo-lhe a noção de quantidade aproximada.
b) O pronome demonstrativo neutro o pode São eles: cada, certo(s), certa(s).
representar um termo ou o conteúdo de uma Exemplo:
oração inteira, caso em que aparece, geralmente, Cada povo tem seus costumes.
como objeto direto, predicativo ou aposto. Certas pessoas exercem várias profissões.
Exemplo: Note que:
O casamento seria um desastre. Todos o Ora são pronomes indefinidos
pressentiam. substantivos, ora pronomes indefinidos adjetivos:
c) Para evitar a repetição de um verbo algum, alguns, alguma(s), bastante(s) ( = muito,
anteriormente expresso, é comum empregar-se, em muitos), demais, mais, menos, muito(s), muita(s),
tais casos, o verbo fazer, chamado, então, verbo nenhum, nenhuns, nenhuma(s), outro(s), outra(s),
vicário (= que substitui, que faz as vezes de). pouco(s), pouca(s), qualquer, quaisquer, qual, que,
Exemplo: quanto(s), quanta(s), tal, tais, tanto(s), tanta(s),
Ninguém teve coragem de falar antes que ela o todo(s), toda(s), um, uns, uma(s), vários, várias.
fizesse. Exemplo:
Diz-se corretamente: Menos palavras e mais ações.
Não sei que fazer. Ou: Não sei o que fazer. Alguns contentam-se pouco.
Mas: Os pronomes indefinidos podem ser
Tenho muito que fazer. (E não: Tenho muito o que divididos em variáveis e invariáveis. Observe o
fazer.) quadro:
CURSO ATUAL Página - 22 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Variáveis O trabalho que eu fiz refere-se à corrupção.(= o


Singular Plural Invariáveis
qual)
A cantora que acabou de se apresentar é
Masculino Feminino Masculino Feminino
péssima.(= a qual)
algum alguma alguns algumas
nenhum nenhuma nenhuns nenhumas alguém
Os trabalhos que eu fiz referem-se à corrupção.
todo toda todos todas ninguém (=os quais)
muito muita muitos muitas outrem As cantoras que se apresentaram eram péssimas.
pouco pouca poucos poucas tudo
vário vária vários várias nada
(= as quais)
tanto tanta tantos tantas algo
outro outra outros outras cada b) O qual, os quais, a qual e as quais são
quanto quanta quantos quantas
exclusivamente pronomes relativos: por isso, são
qualquer quaisquer utilizados didaticamente para verificar se palavras
como "que", "quem", "onde" (que podem ter várias
São locuções pronominais indefinidas: classificações) são pronomes relativos. Todos eles
cada qual, cada um, qualquer um, quantos quer são usados com referência a pessoa ou coisa por
(que), quem quer (que), seja quem for, seja qual motivo de clareza ou depois de determinadas
for, todo aquele (que), tal qual (=certo), tal e qual, preposições:
tal ou qual, um ou outro, uma ou outra etc. Exemplo:
Exemplo: Cada um escolheu o vinho desejado. Regressando de São Paulo, visitei o sítio de minha
tia, o qual me deixou encantado. (O uso de que
PRONOMES RELATIVOS neste caso geraria ambiguidade.)
São pronomes relativos aqueles que Essas são as conclusões sobre as quais pairam
representam nomes já mencionados anteriormente muitas dúvidas? (Não se poderia usar que depois
e com os quais se relacionam. Introduzem as de sobre.)
orações subordinadas adjetivas.
Exemplo: c) O relativo "que" às vezes equivale a o que,
O racismo é um sistema que afirma a superioridade coisa que, e se refere a uma oração.
de um grupo racial sobre outros. Exemplo:
(afirma a superioridade de um grupo racial sobre Não chegou a ser padre, mas deixou de ser poeta,
outros = oração subordinada adjetiva). que era a sua vocação natural.
O pronome relativo "que" refere-se à
palavra "sistema" e introduz uma oração d) O pronome "cujo" não concorda com o seu
subordinada. Diz-se que a palavra "sistema" é antecedente, mas com o consequente. Equivale a
antecedente do pronome relativo que. do qual, da qual, dos quais, das quais.
O antecedente do pronome relativo pode Exemplo:
ser o pronome demonstrativo o, a, os, as. Este é o caderno cujas folhas estão rasgadas.
Exemplo: (antecedente) (consequente)
Não sei o que você está querendo dizer.
Às vezes, o antecedente do pronome e) "Quanto" é pronome relativo quando tem por
relativo não vem expresso. antecedente um pronome indefinido: tanto(ou
Exemplo: variações) e tudo:
Quem casa, quer casa. Exemplo:
Emprestei tantos quantos foram necessários.
Observe o quadro abaixo: (antecedente)
Ele fez tudo quanto havia falado.
Quadro dos Pronomes Relativos
(antecedente)
Variáveis f) O pronome "quem" refere-se a pessoas e vem
Invariáveis
Masculino Feminino sempre precedido de preposição.
o qual os quais a qual as quais quem Exemplo:
cujo cujos cuja cujas que É um professor a quem muito devemos.
quanto quantos quanta quantas onde (preposição)

g) "Onde", como pronome relativo, sempre possui


Note que: antecedente e só pode ser utilizado na indicação de
a) O pronome que é o relativo de mais largo lugar.
emprego, sendo por isso chamado relativo Exemplo:
universal. Pode ser substituído por o qual, a qual, A casa onde morava foi assaltada.
os quais, as quais, quando seu antecedente for h) Na indicação de tempo, deve-se empregar
um substantivo. quando ou em que.
Exemplo: Exemplo:
CURSO ATUAL Página - 23 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Sinto saudades da época em que (quando) Observação: A classificação dos pronomes em


morávamos no exterior. substantivos ou adjetivos não exclui sua
classificação específica.
i) Podem ser utilizadas como pronomes relativos as Exemplo:
palavras: Muita gente não me entende. ( muita = pronome
- como(= pelo qual) adjetivo indefinido).
Exemplo: Trouxe o meu ingresso e o teu. ( meu = pronome
Não me parece correto o modo como você agiu adjetivo possessivo / teu = pronome substantivo
semana passada. possessivo).
- quando(= em que)
Exemplo: VERBO
Bons eram os tempos quando podíamos jogar Verbo é a classe de palavras que se
videogame. flexiona em pessoa, número, tempo, modo e voz.
Pode indicar, entre outros processos:
j) Os pronomes relativos permitem reunir duas ação (correr);
orações numa só frase. estado (ficar);
Exemplo: fenômeno (chover);
O futebol é um esporte. ocorrência (nascer);
O povo gosta muito deste esporte. desejo (querer).
O futebol é um esporte de que o povo gosta muito. O que caracteriza o verbo são as suas
flexões, e não os seus possíveis significados.
k) Numa série de orações adjetivas coordenadas, Observe que palavras como corrida, chuva
pode ocorrer a elipse do relativo que. e nascimento têm conteúdo muito próximo ao de
Exemplo: alguns verbos mencionados acima; não
A sala estava cheia de gente que conversava, apresentam, porém, todas as possibilidades de
(que) ria, (que) fumava. flexão que esses verbos possuem.

PRONOMES INTERROGATIVOS ESTRUTURA DAS FORMAS VERBAIS


São usados na formulação de perguntas, Do ponto de vista estrutural, uma forma
sejam elas diretas ou indiretas. Assim como os verbal pode apresentar os seguintes elementos:
pronomes indefinidos, referem-se à 3ª pessoa do a) Radical: É a parte invariável, que expressa o
discurso de modo impreciso. São pronomes significado essencial do verbo.
interrogativos: que, quem, qual (e variações), Exemplo:
quanto (e variações). fal-ei; fal-ava; fal-am. (radical fal-)
Exemplo:
Quem fez o almoço?/ Diga-me quem fez o almoço. b) Tema: É o radical seguido da vogal temática que
Qual das bonecas preferes? / Não sei qual das indica a conjugação a que pertence o verbo.
bonecas preferes. Exemplo:
Quantos passageiros desembarcaram? / Pergunte fala-r
quantos passageiros desembarcaram. São três as conjugações:
1ª - Vogal Temática - A - (falar)
PRONOMES SUBSTANTIVOS E PRONOMES 2ª - Vogal Temática - E - (vender)
ADJETIVOS 3ª - Vogal Temática - I - (partir)
Pronomes Substantivos são aqueles que
substituem um substantivo ao qual se referem. c) Desinência modo-temporal: É o elemento que
Exemplo: designa o tempo e o modo do verbo.
Nem tudo está perdido. (Nem todos os bens estão Exemplo:
perdidos.) falávamos ( indica o pretérito imperfeito do
Aquilo me deixou alegre. indicativo.)
Obs.: Ao assumir para si as características do falasse ( indica o pretérito imperfeito do
nome que substitui, o pronome seguirá todas as subjuntivo.)
demais concordâncias (gênero - número - pessoa
do discurso - marca de sujeito inanimado - marca d) Desinência número-pessoal: É o elemento que
de situação no espaço). designa a pessoa do discurso ( 1ª, 2ª ou 3ª) e o
número (singular ou plural).
Pronomes Adjetivos são aqueles que Exemplo:
acompanham o substantivo com o qual se falamos (indica a 1ª pessoa do plural.)
relacionam, juntando-lhe uma característica. falavam (indica a 3ª pessoa do plural.)
Exemplo: Observação: O verbo pôr, assim como seus
Este moço é meu irmão. derivados (compor, repor, depor, etc.), pertencem à
Alguma coisa me deixou alegre. 2ª conjugação, pois a forma arcaica do verbo pôr
CURSO ATUAL Página - 24 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

era poer. A vogal "e", apesar de haver d) São impessoais, ainda:


desaparecido do infinitivo, revela-se em algumas 1. o verbo passar (seguido de preposição),
formas do verbo: põe, pões, põem, etc. indicando tempo.
Ex.: Já passa das seis.
FORMAS RIZOTÔNICAS E ARRIZOTÔNICAS 2. os verbos bastar e chegar, seguidos da
Ao combinarmos os conhecimentos sobre preposição de, indicando suficiência.
a estrutura dos verbos com o conceito de Ex.: Basta de tolices. Chega de blasfêmias.
acentuação tônica, percebemos com facilidade que 3. os verbos estar e ficar em orações tais como
nas formas rizotônicas, o acento tônico cai no Está bem, Está muito bem assim, Não fica bem,
radical do verbo: opino, aprendam, nutro. Fica mal, sem referência a sujeito expresso
Exemplo. Nas formas arrizotônicas, o acento anteriormente. Podemos, ainda, nesse caso,
tônico não cai no radical, mas sim na terminação classificar o sujeito como hipotético, tornando-se,
verbal: opinei, aprenderão, nutriríamos. tais verbos, então, pessoais.
4. o verbo deu + para da língua popular,
CLASSIFICAÇÃO DOS VERBOS equivalente de "ser possível".
Classificam-se em: Exemplo:
a) Regulares: São aqueles que possuem as Não deu para chegar mais cedo.
desinências normais de sua conjugação e cuja Dá para me arrumar uns trocados?
flexão não provoca alterações no radical. Unipessoais: São aqueles que, tendo sujeito, se
Exemplo: canto cantei cantarei cantava conjugam apenas nas terceiras pessoas, do
cantasse singular e do plural.
b) Irregulares: São aqueles cuja flexão provoca Exemplo:
alterações no radical ou nas desinências. A fruta amadureceu.
Exemplo: faço fiz farei fizesse As frutas amadureceram.
c) Defectivos: São aqueles que não apresentam Obs.: os verbos unipessoais podem ser usados
conjugação completa. Classificam-se em como verbos pessoais na linguagem figurada:
impessoais, unipessoais e pessoais. Teu irmão amadureceu bastante.
Impessoais: São os verbos que não têm sujeito. Entre os unipessoais estão os verbos que
Normalmente, são usados na terceira pessoa do significam vozes de animais; eis alguns:
singular. Os principais verbos impessoais são: bramar: tigre
a) haver, quando sinônimo de existir, acontecer, bramir: crocodilo
realizar-se ou fazer (em orações temporais). cacarejar: galinha
Exemplo: coaxar: sapo
Havia poucos ingressos à venda. cricrilar: grilo
(Havia = Existiam) Os principais verbos unipessoais são:
Houve duas guerras mundiais. 1. cumprir, importar, convir, doer, aprazer,
(Houve = Aconteceram) parecer, ser (preciso, necessário, etc.).
Haverá reuniões aqui.
(Haverá = Realizar-se-ão) Observe os exemplos:
Deixei de fumar há muitos anos. Cumpre trabalharmos bastante. (Sujeito:
(há = faz) trabalharmos bastante.)
b) fazer, ser e estar (quando indicam tempo) Parece que vai chover. (Sujeito: que vai chover.)
Exemplo: É preciso que chova. (Sujeito: que chova.)
Faz invernos rigorosos no Sul do Brasil.
Era primavera quando a conheci. 2. fazer e ir, em orações que dão ideia de tempo,
Estava frio naquele dia. seguidos da conjunção que.
c) Todos os verbos que indicam fenômenos da Observe os exemplos:
natureza são impessoais: chover, ventar, nevar, Faz dez anos que deixei de fumar. (Sujeito: que
gear, trovejar, amanhecer, escurecer, etc. deixei de fumar.)
Quando, porém, se constrói, "Amanheci mal- Vai para (ou Vai em ou Vai por) por dez anos que
humorado", usa-se o verbo "amanhecer" em não vejo Cláudia. (Sujeito: que não vejo Cláudia)
sentido figurado. Qualquer verbo impessoal,
empregado em sentido figurado, deixa de ser Obs.: Todos os sujeitos apontados são oracionais.
impessoal para ser pessoal. Pessoais: Não apresentam algumas flexões por
Exemplo: motivos morfológicos ou eufônicos.
Amanheci mal-humorado. Exemplo: verbo falir
(Sujeito desinencial: eu) Este verbo teria como formas do presente
Choveram candidatos ao cargo. do indicativo falo, fales, fale, idênticas às do verbo
(Sujeito: candidatos) falar - o que provavelmente causaria problemas de
Fiz quinze anos ontem. interpretação em certos contextos.
(Sujeito desinencial: eu) Exemplo: verbo computar
CURSO ATUAL Página - 25 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Este verbo teria como formas do presente CONJUGAÇÃO DOS VERBOS AUXILIARES
do indicativo computo, computas, computa - SER - Modo Indicativo
formas de sonoridade considerada ofensiva por
alguns ouvidos gramaticais. Essas razões muitas Pretérito
vezes não impedem o uso efetivo de formas Pretérito Pretérito Mais
Futuro Futuro
Presente do do
verbais repudiadas por alguns gramáticos: exemplo Perfeito Imperfeito Que
Presente Pretérito
Perfeito
disso é o próprio verbo computar, que, com o
desenvolvimento e a popularização da informática, sou fui era fora serei seria
tem sido conjugado em todos os tempos, modos e és foste eras foras serás serias
pessoas.
é foi era fora será seria
d) Abundantes: São aqueles que possuem mais
somos fomos eramos fôramos seremos seríamos
de uma forma com o mesmo valor.
Geralmente, esse fenômeno costuma sois fostes éreis fôreis sereis seríeis
ocorrer no particípio, em que, além das formas são foram eram foram serão seriam
regulares terminadas em -ado ou -ido, surgem as
chamadas formas curtas (particípio irregular).
Observe: SER - Modo Subjuntivo
Pretérito
Presente Futuro
INFINITIVO PARTICÍPIO PARTICÍPIO Imperfeito
REGULAR IRREGULAR
que eu seja se eu fosse quando eu for
Anexar Anexado Anexo
Dispersar Dispersado Disperso que tu sejas se tu fosses quando tu fores
Eleger Elegido Eleito
Envolver Envolvido Envolto que ele seja se ele fosse quando ele for
Imprimir Imprimido Impresso
que nós sejamos se nós fôssemos quando nós formos
Matar Matado Morto
Morrer Morrido Morto que vós sejais se vós fôsseis quando vós fordes
Pegar Pegado Pego
Soltar Soltado Solto que eles sejam se eles fossem quando eles forem

e) Anômalos: São aqueles que incluem mais de SER - Modo Imperativo


um radical em sua conjugação.
Exemplo:
Afirmativo Negativo
Ir Pôr Ser Saber sê tu não sejas tu
vou ponho sou sei
vais pus és sabes seja você não seja você
ides pôs fui soube sejamos nós não sejamos nós
fui punha foste saiba
sede vós não sejais vós
foste seja
sejam vocês não sejam vocês

f) Auxiliares
São aqueles que entram na formação dos SER - Formas Nominais
tempos compostos e das locuções verbais. O verbo
principal, quando acompanhado de verbo auxiliar, é Infinitivo Infinitivo
Gerúndio Particípio
expresso numa das formas nominais: infinitivo, Impessoal Pessoal
gerúndio ou particípio. ser ser eu sendo sido
Exemplo:
Vou(verbo auxiliar) espantar(verbo principal no seres tu
infinitivo) as moscas. ser ele
Está(verbo auxiliar) chegando(verbo principal no
gerúndio) a hora do debate. sermos nós
Os noivos foram (verbo auxiliar) cumprimentados
(verbo principal no particípio) por todos os serdes vós
presentes.
serem eles
Obs.: Os verbos auxiliares mais usados são: ser,
estar, ter e haver.
CURSO ATUAL Página - 26 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

ESTAR - Modo Indicativo HAVER - Formas Nominais


Pretérito Pretérito Futuro Futuro Infinitivo Infinitivo
Pre- Pretérito Gerúndio Particípio
Imper- Mais Que do do
sente Perfeito
feito Perfeito Presente Pretérito
Impessoal Pessoal
estou estive estava estivera estarei estaria haver haver havendo havido
estás estiveste estavas estiveras esterás estarias haveres
está esteve estava estivera estará estaria
haver
esta-
estivemos estávamos estivéramos estaremos estaríamos
mos havermos
estais estivestes estáveis estivéreis estareis estaríeis haverdes
estão estiveram estavam estiveram estarão estariam
haverem
ESTAR - Modo Subjuntivo e Imperativo
Pretérito Afirma-
Presente
Imperfeito
Futuro
tivo
Negativo TER - Modo Indicativo
Pretérito
esteja estivesse estiver Futuro Futuro
Pretérito Pretérito Mais
Presente do do
estejas estivesses estiveres está estejas Perfeito Imperfeito Que
Presente Pretérito
Perfeito
esteja estivesse estiver esteja esteja
tenho tive tinha tivera terei teria
estejamos estivéssemos estivermos estejamos estejamos
tens tiveste tinhas tiveras terá teria
estejais estivésseis estiverdes estai estejais
tem teve tinha tivera terá teria
estejam estivessem estiverem estejam estejam
temos tivemos tínhamos tivéramos teremos teríamos
ESTAR - Formas Nominais
tendes tivestes tínheis tivéreis tereis teríeis
Infinitivo Infinitivo têm tiveram tinham tiveram terão teriam
Gerúndio Particípio
Impessoal Pessoal
estar estar estando estado TER - Modo Subjuntivo e Imperativo
estares Pretérito
Presente Futuro Afirmativo Negativo
Imperfeito
estar
tenha tivesse tiver
estarmos
tenhas tivesses tiveres tem tenhas
estardes tenha tivesse tiver tenha tenha
estarem tenhamos tivéssemos tivermos tenhamos tenhamos
tenhais tivésseis tiverdes tende

HAVER - Modo Indicativo tenham tivessesem tiverem tenham tenham

Preté- Pretérito Pretérito Futuro Futuro


Presente rito Imper- Mais Que do do g) Pronominais
Perfeito feito Perfeito Presente Pretérito
São aqueles verbos que se conjugam com
hei houve havia houvera haverei haveria
os pronomes oblíquos átonos me, te, se, nos, vos,
houves- se, na mesma pessoa do sujeito, expressando
hás havias houveras haverás haverias
te
reflexibilidade (pronominais acidentais) ou apenas
há houve havia houvera haverá haveria reforçando a ideia já implícita no próprio sentido do
havemos
houve- haví- houve- havere- haveria- verbo (reflexivos essenciais).
mos amos ramos mos mos
houves- have- Veja:
haveis havíeis houvéreis havereis
tes ríeis 1. Essenciais: são aqueles que sempre se
houve- conjugam com os pronomes oblíquos me, te, se,
hão haviam houveram haverão haveriam
ram nos, vos, se. São poucos: abster-se, ater-se,
apiedar-se, atrever-se, dignar-se, arrepender-se,
HAVER - Modo Subjuntivo e Imperativo etc. Nos verbos pronominais essenciais a
reflexibilidade já está implícita no radical do verbo.
Pretérito
Presente
Imperfeito
Futuro Afirmativo Negativo Exemplo:
Arrependi-me de ter estado lá.
haja houvesse houver
A ideia é de que a pessoa representada
hajas houvesses houveres há hajas pelo sujeito (eu) tem um sentimento
haja houvesse houver haja haja (arrependimento) que recai sobre ela mesma, pois
hajamos houvéssemos houvermos hajamos hajamos não recebe ação transitiva nenhuma vinda do
hajais houvésseis houverdes havei hajais verbo; o pronome oblíquo átono é apenas uma
hajam houvessesm houverem hajam hajam partícula integrante do verbo, já que, pelo uso,
sempre é conjugada com o verbo. Diz-se que o
CURSO ATUAL Página - 27 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

pronome apenas serve de reforço da ideia reflexiva Viver é lutar.


expressa pelo radical do próprio verbo. (= vida é luta)
Veja uma conjugação pronominal essencial É indispensável combater a corrupção.
(verbo e respectivos pronomes): (= combate à)
Eu me arrependo O infinitivo impessoal pode apresentar-se
Tu te arrependes no presente (forma simples) ou no passado (forma
Ele se arrepende composta).
Nós nos arrependemos Exemplo:
Vós vos arrependeis É preciso ler este livro.
Eles se arrependem Era preciso ter lido este livro.
b) Infinitivo Pessoal: É o infinitivo relacionado às
2. Acidentais: São aqueles verbos transitivos três pessoas do discurso. Na 1ª e 3ª pessoas do
diretos em que a ação exercida pelo sujeito recai singular, não apresenta desinências, assumindo a
sobre o objeto representado por pronome oblíquo mesma forma do impessoal; nas demais, flexiona-
da mesma pessoa do sujeito; assim, o sujeito faz se da seguinte maneira:
uma ação que recai sobre ele mesmo. Em geral, os
verbos transitivos diretos ou transitivos diretos e 2ª pessoa do singular: Ex.: teres(tu)
indiretos podem ser conjugados com os pronomes Radical + ES
mencionados, formando o que se chama voz 1ª pessoa do plural: Ex.: termos
reflexiva. Radical + MOS (nós)
Exemplo: Maria se penteava. 2ª pessoa do plural: Ex.: terdes
A reflexibilidade se diz acidental, pois a Radical + DES (vós)
ação reflexiva pode ser exercida também sobre
3ª pessoa do plural: Ex.: terem
outra pessoa.
Radical + EM (eles)
Exemplo: Maria penteou-me.
Exemplo:
Observações:
Foste elogiado por teres alcançado uma boa
1- Por fazerem parte integrante do verbo, os
colocação.
pronomes oblíquos átonos dos verbos pronominais
c) Gerúndio: O gerúndio pode funcionar como
não possuem função sintática.
adjetivo ou advérbio.
2- Há verbos que também são acompanhados de
Exemplo:
pronomes oblíquos átonos, mas que não são
Saindo de casa, encontrei alguns amigos. (função
essencialmente pronominais, são os verbos
de advérbio)
reflexivos. Nos verbos reflexivos, os pronomes,
Nas ruas, havia crianças vendendo doces. (função
apesar de se encontrarem na pessoa idêntica à do
adjetivo)
sujeito, exercem funções sintáticas.
Na forma simples, o gerúndio expressa
Exemplo:
uma ação em curso; na forma composta, uma ação
Eu me feri. ----- Eu (sujeito)-1ª pessoa do singular /
concluída.
me (objeto direto) - 1ª pessoa do singular
Exemplo:
Trabalhando, aprenderás o valor do dinheiro.
MODOS VERBAIS
Tendo trabalhado, aprendeu o valor do dinheiro.
Dá-se o nome de modo às várias formas
assumidas pelo verbo na expressão de um fato. Em
d) Particípio: Quando não é empregado na
Português, existem três modos:
formação dos tempos compostos, o particípio indica
Indicativo - indica uma certeza, uma realidade.
geralmente o resultado de uma ação terminada,
Exemplo: Eu sempre estudo.
flexionando-se em gênero, número e grau.
Subjuntivo - indica uma dúvida, uma possibilidade.
Exemplo:
Exemplo: Talvez eu estude amanhã.
Terminados os exames, os candidatos saíram.
Imperativo - indica uma ordem, um pedido.
Exemplo: Estuda agora, menino. Quando o particípio exprime somente
estado, sem nenhuma relação temporal, assume
FORMAS NOMINAIS verdadeiramente a função de adjetivo (adjetivo
Além desses três modos, o verbo verbal).
apresenta ainda formas que podem exercer Exemplo:
funções de nomes (substantivo, adjetivo, advérbio), Ela foi a aluna escolhida para representar a
sendo por isso denominadas formas nominais. escola.
Observe:
a) Infinitivo Impessoal: Exprime a significação do TEMPOS VERBAIS
verbo de modo vago e indefinido, podendo ter valor Tomando-se como referência o momento
e função de substantivo. em que se fala, a ação expressa pelo verbo pode
Exemplo: ocorrer em diversos tempos.
CURSO ATUAL Página - 28 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Veja: Exemplo:
1. Tempos do Indicativo É conveniente que estudes para o exame.
Presente - Expressa um fato atual.
Exemplo: Pretérito Imperfeito - Expressa um fato passado
Eu estudo neste colégio. mas posterior a outro já ocorrido.
Exemplo:
Pretérito Imperfeito - Expressa um fato ocorrido Eu esperava que ele vencesse o jogo.
num momento anterior ao atual mas que não foi
completamente terminado. Obs.: O pretérito imperfeito é também usado nas
Exemplo: construções em que se expressa a ideia de
Ele estudava as lições quando foi interrompido. condição ou desejo.
Ele estudou as lições ontem à noite. Exemplo:
Se ele viesse ao clube, participaria do
Pretérito Perfeito (simples) - Expressa um fato campeonato.
ocorrido num momento anterior ao atual e que foi
totalmente terminado. Pretérito Perfeito (composto) - Expressa um fato
Exemplo: totalmente terminado num momento passado.
Ele estudou as lições ontem à noite. Exemplo:
Embora tenha estudado bastante, não passou no
Pretérito Perfeito (composto) - Expressa um fato teste.
que teve início no passado e que pode se prolongar Pretérito Mais-Que-Perfeito (composto) -
até o momento atual. Expressa um fato ocorrido antes de outro fato já
Exemplo: terminado.
Tenho estudado muito para os exames. Exemplo:
Embora o teste já tivesse começado, alguns
Pretérito-Mais-Que-Perfeito - Expressa um fato alunos puderam entrar na sala de exames.
ocorrido antes de outro fato já terminado.
Exemplo: Futuro do Presente (simples) - Enuncia um fato
Ele já tinha estudado as lições quando os amigos que pode ocorrer num momento futuro em relação
chegaram. (forma composta) ao atual.
Ele já estudara as lições quando os amigos Exemplo:
chegaram. (forma simples) Quando ele vier à loja, levará as encomendas.

Futuro do Presente (simples) - Enuncia um fato Obs.: O futuro do presente é também usado em
que deve ocorrer num tempo vindouro com relação frases que indicam possibilidade ou desejo.
ao momento atual. Exemplo:
Exemplo: Se ele vier à loja, levará as encomendas.
Ele estudará as lições amanhã.
Futuro do Presente (composto) - Enuncia um fato
Futuro do Presente (composto) - Enuncia um fato posterior ao momento atual mas já terminado antes
que deve ocorrer posteriormente a um momento de outro fato futuro.
atual mas já terminado antes de outro fato futuro. Exemplo:
Exemplo: Quando ele tiver saído do hospital, nós o
Antes de bater o sinal, os alunos já terão visitaremos.
terminado o teste.
FORMAÇÃO DOS TEMPOS SIMPLES
Futuro do Pretérito (simples) - Enuncia um fato Quanto à formação dos tempos simples,
que pode ocorrer posteriormente a um determinado estes dividem-se em primitivos e derivados.
fato passado. Primitivos:
Exemplo: Presente do indicativo
Se eu tivesse dinheiro, viajaria nas férias. Pretérito perfeito do indicativo
Futuro do Pretérito (composto) - Enuncia um fato Infinitivo impessoal
que poderia ter ocorrido posteriormente a um Derivados do Presente do Indicativo:
determinado fato passado. Presente do subjuntivo
Exemplo: Imperativo afirmativo
Se eu tivesse ganho esse dinheiro, teria viajado Imperativo negativo
nas férias. Derivados do Pretérito Perfeito do Indicativo:
Pretérito mais-que-perfeito do indicativo
2. Tempos do Subjuntivo Pretérito imperfeito do subjuntivo
Presente - Enuncia um fato que pode ocorrer no Futuro do subjuntivo
momento atual. Derivados do Infinitivo Impessoal:
CURSO ATUAL Página - 29 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Futuro do presente do indicativo IMPERATIVO


Futuro do pretérito do indicativo Imperativo Afirmativo ou Positivo
Imperfeito do indicativo Para se formar o imperativo afirmativo,
Gerúndio toma-se do presente do indicativo a 2ª pessoa do
Particípio singular (tu) e a segunda pessoa do plural (vós)
eliminando-se o "S" final. As demais pessoas vêm,
Tempos Primitivos sem alteração, do presente do subjuntivo.
PRESENTE DO INDICATIVO Imperativo Negativo
Para se formar o imperativo negativo,
1ª 2ª 3ª Desinência basta antecipar a negação às formas do presente
conjugação conjugação conjugação pessoal do subjuntivo.
Obs.: O verbo ser no imperativo faz,
CANTAR VENDER PARTIR
excepcionalmente: sê (tu), sede (vós).
cantO vendO partO O Tempos Derivados do Pretérito Perfeito do
cantaS vendeS parteS S Indicativo
canta vende parte - Pretérito mais-que-perfeito
Para formar o pretérito mais-que-perfeito
cantaMOS vendeMOS partiMOS MOS
do indicativo elimina-se a desinência -STE da 2ª
cantaIS vendeIS partIS IS pessoa do singular do pretérito perfeito.
cantaM vendeM parteM M Acrescenta-se a esse tema a desinência temporal -
PRETÉRITO PERFEITO DO INDICATIVO RA mais a desinência de número e pessoa
O pretérito perfeito do indicativo é marcado correspondente.
basicamente pela desinência pessoal. Existem gramáticos que afirmam que este
tempo origina-se da terceira pessoa do plural do
1ª 2ª 3ª Desinência
conjugação conjugação conjugação pessoal
pretérito perfeito (cantaram / venderam / partiram),
mediante a supressão do m final e acréscimo da
CANTAR VENDER PARTIR desinência de número e pessoa.
cacanteI vendI partI I Ou simplesmente:
cacantaSTE vendeSTE partISTE STE tema + {-ra, -ras, -ra, -ramos, -reis, -ram (1ª, 2ª e
cacantoU vendeU partiU U 3ª conj.)
cacantaMOS vendeMOS partiMOS MOS
Observe o quadro:
cacantaSTES vendeSTES partISTES STES 1ª 2ª 3ª Des. Des.
conjugação conjugação conjugação temporal pessoal
cacantaRAM vendeRAM partiRAM RAM
1ª/2ª
3ª conj.
INFINITIVO IMPESSOAL
CANTAR VENDER PARTIR
1ª 2ª 3ª
conjugação conjugação conjugação cataRA vendeRA partiRA RA Ø

CANTAR VENDER PARTIR cantaRAS vendeRAS partiRAS RA S

cantaRA vendeRA partiRA RA Ø


TEMPOS DERIVADOS DO PRESENTE DO cantáRAMOS vendêRAMOS partíRAMOS RA MOS
INDICATIVO
cantáREIS vendêREIS partíREIS RE IS
PRESENTE DO SUBJUNTIVO
Para se formar o presente do subjuntivo, cantaRAM vendeRAM partiRAM RA M
substitui-se a desinência - o da primeira pessoa do
singular do presente do indicativo pela desinência - Pretérito Imperfeito do Subjuntivo
E (nos verbos de 1ª conjugação) ou pela desinência Para formar o imperfeito do subjuntivo,
-A (nos verbos de 2ª e 3ª conjugação) elimina-se a desinência -STE da 2ª pessoa do
singular do pretérito perfeito, obtendo-se, assim, o
1ª 2ª Des. Des.
Conjuga- Conjuga-

Tempo- Tempo-
Desinência tema desse tempo. Acrescenta-se a esse tema a
Conjuga-ção pessoal desinência temporal -SSE mais a desinência de
ção ção ral ral
2ª/3ª número e pessoa correspondente.
1ª conj.
conj. Outros gramáticos afirmam que este tempo
CANTAR VENDER PARTIR origina-se da terceira pessoa do pretérito perfeito
cantE vendA partA E A Ø (cantaram / venderam / partiram) mediante a
cantES vendAS partaAS E A S supressão do -ram final e acréscimo da desinência
cantE vendA partaA E A Ø modo-temporal -SSE e da desinência de número e
cantEMOS vendAMOS partAMOS E A MOS
pessoa.
cantEIS vendAIS partAIS E A IS
Ou simplesmente:
tema +{ -sse, -sses, -sse, -ssemos, -sseis, -ssem
cantEM vendAM partAM E A M
(1ª, 2ª e 3ª conj.)
CURSO ATUAL Página - 30 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Observe o quadro: Futuro do Pretérito do Indicativo


1ª 2ª 3ª Des. Des.
Infinitivo Impessoal + { -ia, -ias, -ia, -íamos, -íeis, -
conjugação conjugação conjugação temporal pessoal iam (1ª, 2ª e 3ª conj.)
1ª /2ª e Veja:
3ª conj.
CANTAR VENDER PARTIR
1ª conjugação 2ª conjugação 3ª conjugação
cantaSSE vendeSSE partiSSE SSE Ø
CANTAR VENDER PARTIR
cantaSSES vendeSSES partiSSES SSE S
cantarIA venderIA partirIA
cantaSSE vendeSSE partiSSE SSE Ø
cantáSSEMOS vendêSSEMOS partíSSEMOS SSE MOS cantarIAS venderIAS partirIAS
cantáSSEIS vendêSSEIS partíSSEIS SSE IS cantarIA venderIA partirIA
cantaSSEM vendeSSEM partiSSEM SSE M
cantarÍAMOS venderÍAMOS partirÍAMOS
cantarÍEIS venderÍEIS partirÍEIS
Futuro do Subjuntivo
Para formar o futuro do subjuntivo elimina- cantarIAM venderIAM partirIAM
se a desinência -STE da 2ª pessoa do singular do Infinitivo Pessoal
pretérito perfeito, obtendo-se, assim, o tema desse Infinitivo Impessoal + { -es (2ª pessoa do singular), -
tempo. Acrescenta-se a esse tema a desinência mos (1ª pessoa do plural), -des (2ª pessoa do
temporal -R mais a desinência de número e pessoa plural), -em ( 3ª pessoa do plural) (1ª, 2ª e 3ª conj.)
correspondente. Veja:
Outros gramáticos afirmam que este tempo
origina-se da terceira pessoa do pretérito perfeito
(cantaram / venderam / partiram) mediante a 1ª 2ª 3ª
supressão do -am final e acréscimo da desinência conjugação conjugação conjugação
de número e pessoa. CANTAR VENDER PARTIR
Ou simplesmente:
cantar vender partir
tema + { -r, -res, -r, -rmos, -rdes, -rem (1ª, 2ª e 3ª
conj.) cantarES venderES partirES
Observe o quadro: cantar vender partir
1ª 2ª 3ª Des. Des. cantarMOS venderMOS partirMOS
conjugação conjugação conjugação temporal pessoal
cantarDES venderDES partirES
1ª /2ª e
3ª conj. cantarEM venderEM partirEM
CANTAR VENDER PARTIR

cantaR vendeR partiR Ø VOZES DO VERBO


cantaRES vendeRES partiRES R ES São termos que complementam a
cantaR vendeR partiR R Ø significação de um verbo transitivo, isto é, de
sentido incompleto. Podem ser diretos ou indiretos
cantaRMOS vendeRMOS partiRMOS R MOS
em função de se ligarem ou não ao verbo por
cantaRDES vendeRDES partiRDES R DES
preposição necessária.
cantaREM VendeREM PartiREM R EM Completa um verbo transitivo direto sem se
ligar a ele por preposição necessária. Representa-
Tempos Derivados do Infinitivo Impessoal se por: substantivo, pronome substantivo, numeral,
Futuro do Presente do Indicativo palavra ou expressão substantivada ou oração
Infinitivo Impessoal + { -ei, -ás, -á, -emos, -eis, -ão subordinada substantiva objetiva direta.
(1ª,2ª e 3ª conj.) } Ex.: Amava a mulher / Não direi nada / Ele deixou
Veja: cinco caídos / Use aquele i
Pode indicar: o ser sobre o qual recai a ação
1ª 2ª 3ª
verbal, o resultado da ação ou o conteúdo da ação.
conjugação conjugação conjugação
Ex.: Castigou o filho / Construiu uma bela casa /
CANTAR VENDER PARTIR Contestou sua reeleição
cantar ei vender ei partir ei
cantar ás vender ás partir ás Agente da passiva
cantar á vender á partir á Nas orações de voz passiva analítica, é o
elemento que pratica a ação verbal, daí seu nome
cantar emos vender emos partir emos
de agente, uma vez que o sujeito é paciente. Seu
cantar eis vender eis partir eis emprego na forma analítica não é obrigatório,
cantar ão vender ão partir ão podendo ser omitido em função de ter menor
importância.
CURSO ATUAL Página - 31 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

O agente da passiva vem precedido de preposição ADVÉRBIO


(de, per, por). Advérbio é a palavra invariável que
Ex.: A casa foi construída com esforço (Por quem?) modifica o sentido do verbo, acrescentando a ele
/ Vários exércitos foram vencidos pelos romanos determinadas circunstâncias de tempo, de modo,
de intensidade, de lugar, etc.
EXERCÍCIOS Ex.: Um lindo balão azul atravessava o céu.
01 - Assinale a frase inteiramente correta: Um lindo balão azul atravessava lentamente o céu.
A) Se você requisesse e seu advogado intervisse, Nesse caso, lentamente modifica o verbo
talvez reavesse todos os seus bens. atravessar, pois acrescenta uma ideia de modo. Os
B) Se você requeresse e seu advogado interviesse, advérbios de intensidade têm uma característica
talvez reouvesse todos os seus bens. particular, pois além de intensificar o verbo, eles
C) Se você requizesse e seu advogado intervesse, podem intensificar o sentido de adjetivos e de
talvez reaveria todos os seus bens. outros advérbios.
D) Se você requisesse e seu advogado intervesse, Ex.
talvez reaveria todos os seus bens. Nosso amigo é inteligente demais.
E) Se você requeresse e seu advogado intervisse, As encomendas chegaram muito tarde.
talvez reouvesse todos os seus bens.
LOCUÇÃO ADVERBIAL
02 - Preencha as lacunas com as formas
Locução adverbial é toda expressão
adequadas dos verbos entre parênteses e
formada por mais de uma palavra e que funciona
assinale a sequência correta:
como advérbio.
Quando eles ....I.... (refazer) o relatório, ....II....
Ex.
(receber) a primeira parcela do pagamento.
As notícias chegaram cedo.
Se você ....III.... (poder) cumprir os prazos, ....IV....
As notícias chegaram de manhã.
(ficar) liberado mais cedo.
Classificação do Advérbio
I II III V
Dependendo da circunstância que
A) refazerem receberiam puder ficara
expressam, os advérbios classificam-se em: Lugar:
B) refazerem receberão pode ficou
lá, aqui, acima, por fora, etc.
C) refizerem receberão pudesse ficaria
Modo: bem, mal, assim, devagar, às pressas,
D) refizerem receberiam pôde ficava
pacientemente, etc.
E) refizessem receberão podia ficará
Dúvida: talvez, possivelmente, acaso, porventura,
etc.
03 - "Pensemos no avião, pensemos no
Negação: não, de modo algum, de forma nenhuma,
caminhão, pensemos no navio, mas não
etc.
esqueçamos o trem."
Afirmação: sim, realmente, com certeza, etc.
Das alterações feitas no final da frase acima, a
Intensidade: muito, demais, pouco, tão, menos, em
inaceitável, por apresentar a forma verbal em
excesso, etc.
modo ou tempo diferente do da forma em
Tempo: agora, hoje, sempre, logo, de manhã, às
negrito, é:
vezes, etc.
A) mas não receemos o trem
Palavras Denotativas
B) mas não nos riamos do trem
Existem palavras e locuções semelhantes
C) mas não renunciemos ao trem
aos advérbios, as palavras denotativas, que
D) mas não descreiamos do trem
indicam ideia de:
E) mas não nos olvidamos do trem
Inclusão: até, mesmo, inclusive, etc.
Exclusão: só, apenas, menos, etc.
04 - A forma verbal correta é:
Retificação: isto é, aliás, ou melhor, etc.
A) interviu B) reavenha
Explicação: por exemplo, ou seja, etc.
C) precavesse D) entretesse
E) manteram
PREPOSIÇÃO
05 - "se a queremos legítima." Das alterações Palavra invariável que liga dois termos
feitas na passagem ao lado, a que tem erro de entre si, estabelecendo relação de subordinação
flexão verbal é: (regente - regido). Antepõem-se a termos
A) se virmos sua legitimidade dependentes (OI, CN, adjuntos etc. e orações
B) se propormos sua legitimidade subordinadas). Divide-se em:
C) se reouvermos sua legitimidade - essenciais (maioria das vezes são preposições) -
D) se mantivermos sua legitimidade a, ante, após, até, com, contra, de, desde, em,
E) se requerermos sua legitimidade entre, para, per, perante, por, sem, sob, sobre, trás
- acidentais (palavras de outras classes que
GABARITO podem exercer função de preposição) - afora,
01 – B 02 – C 03 – E 04 – C 05 – B conforme (= de acordo com), consoante, durante,
exceto, salvo, segundo, senão, mediante, visto (=
CURSO ATUAL Página - 32 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

devido a, por causa de) etc. (Vestimo-nos conforme aditivas (adição) - e, nem, mas também, como
a moda e o tempo / Os heróis tiveram como prêmio também, bem como, mas ainda etc.
aquela taça / Mediante meios escusos, ele adversativas (adversidade, oposição) - mas,
conseguiu a vaga / Vovó dormiu durante a viagem) porém, todavia, contudo, antes (=pelo contrário),
As preposições essenciais regem não obstante, apesar disso etc.
pronomes oblíquos tônicos; enquanto preposições alternativas (alternância, exclusão, escolha) -
acidentais regem as formas retas dos pronomes ou, ou ... ou, ora ... ora, quer ... quer etc.
pessoais. (Falei sobre ti/Todos, exceto eu, vieram) conclusivas (conclusão) - logo, portanto, pois
As locuções prepositivas, em geral, são (depois do verbo), por conseguinte, por isso etc.
formadas de adv. (ou locução adverbial) + explicativas (justificação) - pois (antes do verbo),
preposição - abaixo de, acerca de, a fim de, além porque, que, porquanto etc.
de, defronte a, ao lado de, apesar de, através de,
de acordo com, em vez de, junto de, perto de, até Subordinativas - ligam duas orações
a, a par de, devido a etc. dependentes, subordinando uma à outra.
Obs.: a última palavra da loc. prepositiva é sempre Apresentam 10 tipos:
uma preposição, enquanto a última palavra de uma causais - porque, visto que, já que, uma vez
loc. adverbial nunca é preposição que, como, desde que etc.
comparativas - como, (tal) qual, assim como,
Pronome pessoal oblíquo X preposição X artigo (tanto) quanto, (mais ou menos +) que etc.
Preposição - liga dois termos, sendo invariável condicionais - se, caso, contanto que, desde
Pronome oblíquo - substitui um substantivo que, salvo se, sem que (=se não), a menos que etc.
Artigo - antecede o substantivo, determinando-o consecutivas (consequência, resultado, efeito) -
que (precedido de tal, tanto, tão etc. - indicadores
Relações estabelecidas pelas preposições de intensidade), de modo que, de maneira que, de
Isoladamente, as preposições são palavras sorte que, de maneira que, sem que etc.
vazias de sentido, se bem que algumas contenham conformativas (conformidade, adequação) -
uma vaga noção de tempo e lugar. conforme, segundo, consoante, como etc.
concessiva - embora, conquanto, posto que, por
Nas frases, exprimem diversas relações: muito que, se bem que, ainda que, mesmo que etc.
autoria - música de Caetano temporais - quando, enquanto, logo que, desde
lugar - cair sobre o telhado / estar sob a mesa que, assim que, mal (=logo que), até que etc.
tempo - nascer a 15 de outubro / viajar em uma finais - a fim de que, para que, que etc.
hora / viajei durante as férias proporcionais - à medida que, à proporção que,
modo ou conformidade - chegar aos gritos / votar ao passo que, quanto mais (+tanto menos) etc.
em branco integrantes - que, se
causa - tremer de frio / preso por vadiagem As conjunções integrantes introduzem as
assunto - falar sobre política orações subordinadas substantivas, enquanto as
fim ou finalidade - vir em socorro / vir para ficar demais iniciam orações subordinadas adverbiais.
instrumento - escrever a lápis / ferir- se com a faca Muitas vezes a função de interligar orações é
companhia - sair com amigos desempenhada por locuções conjuntivas, advérbios
meio - voltar a cavalo / viajar de ônibus ou pronomes.
matéria - anel de prata / pão com farinha As conjunções serão mais bem estudadas
posse - carro de João junto com as orações.
oposição - Flamengo contra Fluminense
conteúdo - copo de (com) vinho
CONCORDÂNCIA VERBAL E NOMINAL
preço - vender a (por) R$ 300, 00
origem - descender de família humilde
especialidade - formou-se em Medicina CONCORDÂNCIA
destino ou direção - ir a Roma / olhe para frente É o mecanismo pelo qual as palavras
alteram sua terminação para se adequarem
CONJUNÇÃO harmonicamente na frase.
Palavra que liga orações basicamente, A concordância pode ser feita de três
estabelecendo entre elas alguma relação formas:
(subordinação ou coordenação). As conjunções 1 - Lógica ou gramatical – é a mais comum no
classificam-se em: português e consiste em adequar o
determinante(acompanhante) à forma gramatical do
Coordenativas - ligam duas orações determinado(acompanhado) a que se refere.
independentes (coordenadas), ou dois termos que Ex.: A maioria dos professores faltou.
exercem a mesma função sintática dentro da O verbo (faltou) concordou com o núcleo
oração. do sujeito (maioria)
Apresentam cinco tipos: Ex.: Escolheram a hora adequada.
CURSO ATUAL Página - 33 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

O adjetivo (adequada) e o artigo (a) concordaram b) Escárnio e sarcasmo estão/está em seu


com o substantivo (hora). semblante.
c) Amor e ódio estão em suas ações.
2 - Atrativa – é a adequação do determinante : d) Existe(m) bondade e sabedoria em seus gestos.
a) a apenas um dos vários elementos e) Existem alegria e tristeza em seus gestos.
determinados, escolhendo-se aquele que está mais
próximo: 2. Sujeito + adjunto adverbial de companhia =
Escolheram a hora e o local adequado. verbo concorda apenas com o sujeito ou verbo
O adjetivo (adequado) está concordando concorda com os dois termos sintáticos. Se o
com o substantivo mais próximo (local) adjunto adverbial estiver virgulado, verbo concorda
b) a uma parte do termo determinado que não apenas com o sujeito.
constitui gramaticalmente seu núcleo: Exs.:
A maioria dos professores faltaram. a) Sandra com seu pai foi/foram à praia.
O verbo (faltaram) concordou com o b) Sandra, com seu pai, foi à praia.
substantivo (professores) que não é o núcleo do c) Os rapazes, com o pai de Laura, viajaram.
sujeito.
c) a outro termo da oração que não é o 3. Sujeito formado por coletivo + determinante =
determinado: verbo concorda com o coletivo, indo para o singular
Tudo são flores. ou verbo concorda com o determinante. Porém, se
O verbo (são) concorda com o predicativo o primeiro elemento não for coletivo, verbo não
do sujeito (flores). concorda com o determinante.
3 - Ideológica ou silepse- consiste em adequar o Exs.:
vocábulo determinante ao sentido do vocábulo a) A maioria dos presentes não gostou/ gostaram
determinado e não à forma como se apresenta: do evento.
O povo, extasiado com sua fala, aplaudiram. b) Boa parte dos brasileiros ignora(m) os fatos.
O verbo (aplaudiram) concorda com a ideia c) Uma chuva de torcedores acredita na seleção
da palavra povo (plural) e não com sua forma d) * O povo foi às ruas. Pediu/Pediram mudanças.
(singular). e) Têm-se/Tem-se resolvido uma porção de
Existem dois tipos de concordância: Verbal e questões.
Nominal.
4.Sujeito formado por número decimal ou
CONCORDÂNCIA VERBAL fracionário seguidos de determinante = Verbo
A concordância verbal é marcada pela concorda com o número inteiro ou com o
relação, em geral, entre o verbo e o sujeito. É o numerador. A concordância com o determinante
verbo que se desloca, mantendo relação com o também é correta.
sujeito. Temos três tipos de concordância verbal: a Exs.:
concordância lógica (contato físico, corpóreo, a) 1,2% do público pagou os impostos.
material, empírico, morfológico com todos os b) 2,1% do público pagou/pagaram os impostos.
núcleos do sujeito), a concordância atrativa ( c) 1/3 dos brasileiros compareceu (compareceram)
concordância com o termo mais próximo) e a às urnas.
concordância lógica (concordância com a ideia que d) 1,2 milhão foi entregue aos cofres públicos.
o termo expressa). Das três concordância, a e) 1/3 do brasileiro exige mudanças.
concordância lógica é a concordância precedente.
Mas o verbo também mantém contato com termos 5. Os verbos EXISTIR / CONSTAR / RESTAR/
que não exercem a função de sujeito. Iniciemos os BASTAR/ FALTAR/ OCORRER/ SURGIR pedem
estudos de concordância. sujeito, concordando com o sujeito.
Exs.
1.REGRA GERAL: Verbo concorda com o sujeito a) Ocorreu / Ocorreram, depois que os fiscais
1.1 - Sujeito composto anteposto ao verbo = Verbo entregaram as provas, surpresa e satisfação por
no plural, relacionando-se com todos os núcleos. parte dos candidatos.
* Se os núcleos forem sinônimos, podemos usar a b) Faltam dois meses, apenas.
concordância com o núcleo mais próximo c) Falta, amigos, as provas entregar.
(concordância atrativa).
1.2 - Sujeito composto posposto ao verbo = verbo 6.Verbos que expressam fenômenos naturais,
concorda com todos os núcleos ou concorda com o verbo haver no sentido de existir e verbo fazer
mais próximo. Neste último caso, não precisam ser indicando tempo = São empregados na 3a pessoa
sinônimos os núcleos. do singular.
Obs.: Se os núcleos forem antônimos, o verbo será Exs.:
usado sempre no plural. a) Faz dois meses, apenas.
Ex.; b) Choveu muito, ontem.
a) Honestidade e sabedoria fortalecem todos nós. c) * Choveram discórdias durante a sessão.
CURSO ATUAL Página - 34 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

d) Haveria dificuldades, se... do pronome “tu” é “vós” e o plural do pronome “ele”


é “eles”. No exemplo “Tu, eu e ela iremos ao clube”,
7.V.T.I + SE / V.I + SE / V. de Lig. + SE = O “SE” é o sujeito está constituído por três pronomes
índice de indeterminação do sujeito, sendo usado pessoais. Sendo “eu” o pronome de primeira
na 3ª pessoa do singular, apenas. pessoa do singular, terá precedência,
V.T.D + SE / V.T.D.I + SE = O “SE” é partícula proporcionando a flexão do verbo na 1ª pessoa do
apassivadora. A concordância verbal será com o plural.
sujeito. Todavia, no último exemplo abaixo, a
Exs.: flexão do verbo na 2ª pessoa do plural também é
a) Têm-se anunciado conclusões inéditas. correta, gramaticalmente, embora seja norma
b) Aspira-se a títulos acadêmicos. popular ou coloquial culta. Geralmente em
c) Reconheceu-se/ Reconheceram-se, de fato, o concursos públicos, o enunciado da questão exige
erro e a ignorância do réu. apenas o uso da norma culta.
d) É-se calmo. Exs.;
e) Dorme-se pouco, naquela casa. a) Tu, eu e ela iremos ao clube.
f) Os erros, aos quais há de se chamar de b) Irá/Iremos ela e eu ao clube.
incipientes atitudes, foram compreendidos por c) Ele e tu ireis/irão ao clube.
todos da sala.
11 - “Mais de um(a)” integrando o sujeito = faça a
8.QUE X QUEM = Quando pronomes relativos. concordância com o núcleo do sujeito.
Exs.: a) Mais de uma menina morreu.
a) Foram eles quem determinou / determinaram as b) Mais de um menino, mais de uma garota
regras do jogo. morreram.
b) Foram eles que determinaram as regras do jogo. c) Fugiu/Fugiram mais de um preso, mais de um
* No primeiro exemplo acima, sendo “quem” suspeito.
pronome relativo, temos a oração grifada d) Mais de um grupo de crianças correu/correram.
subordinada adjetiva em relação à oração principal e) Mais de um jogador abraçaram-se / abraçou-se
“Foram eles”. Ora, qual a função do pronome com a taça.
relativo “quem”?
12 - “Um dos que/Uma das que” = verbo no singular
Substituir o pronome pessoal do caso reto ou no plural.
“eles”, que exerce a função de sujeito do verbo a) Ela foi uma das que gritou/gritaram.
“Foram” ( verbo SER ). Mas quem é o sujeito da b) Virgínia é uma das que acredita/acreditam no
oração subordinada adjetiva? O pronome relativo projeto.
“quem”. Portanto, ou você, caro leitor, utiliza a
concordância lógica, fazendo com que o verbo da 13 - Verbo “SER”:
oração subordinada adjetiva concorde com o 13.1- Ao indicar tempo/hora, a flexão do verbo SER
próprio pronome relativo, ficando na 3a pessoa do será com o núcleo do adjunto adverbial de tempo.
singular, ou você emprega a concordância Mas se usarem os termos “cerca de”, “perto de”,
ideológica, ou seja, apresenta a concordância do “próximo de”, a flexão no singular – relacionando o
verbo DETERMINAR com a ideia que o pronome verbo com essas expressões – também é prudente
relativo traz, utilizando o verbo na 3a pessoa do gramaticalmente.
plural. Ambas estruturas ou flexões verbais 13.2 - Ao empregar o verbo SER indicando data, a
corretas, enfim. Já com o emprego do pronome concordância será com o núcleo do adjunto
relativo “que”, só podemos usar a concordância adverbial de tempo que comunica a data da
ideológica. semana, ou seja, com a palavra “dia” que
geralmente fica implícita. Ou você a considera
9. Sujeito constituído por elementos gradativos = implícita antes do n umeral, ou você a considera
verbo no singular ou no plural. Todavia, se houver implícita após o numeral. Todavia, para o
quebra da gradação, verbo no plural. primeiro dia do mês não use numeral cardinal; use
Exs.: apenas ordinal.
a) Um mês, um ano, uma década marca/marcam 13.3 - Quando o verbo SER estiver relacionado a
nossa história. substantivo e a pronome pessoal do caso reto, a
b) Um dia, uma semana, um ano, um mês precedência será com o pronome relativo,
documentam nossos interesses. impedindo a concordância com o substantivo.
a) É uma hora.
10. Sujeito formado por pronomes pessoais b) São seis horas.
distintos: a concordância será respeitando a c) Devem ser três horas.
precedência dos pronomes pessoais. Temos d) É /São cerca de quatro horas.
apenas três pronomes pessoais do caso reto: EU/ e) Hoje é 29 de julho de 2002. / Hoje são 29 de
TU/ ELE. O plural do pronome “eu” é “nós”, o plural julho de 2002.
CURSO ATUAL Página - 35 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

f) Alegria somos nós. pronome indefinido. Porém, se o pronome


g) Eu não sou ele. indefinido estiver no plural, o verbo concorda com o
h) Ele não sou eu. pronome indefinido, ou o verbo concorda com o
i) Ele é ele. determinante.
j) Os brasileiros somos nós. a) Alguns de nós escolherão/escolheremos os
k) Tudo é / são flores. [ ambas flexões verbais anúncios que...
corretas ] b) Algum de nós escolherá os anúncios que...

14 - Sujeito constituído por termos pluralícios : Os 17 - HAJA VISTA


termos grifados nos exemplos abaixo são a) Haja vista os crimes cometidos, é necessário... [
pluralícios, ou seja, usados apenas no plural. É V]
comum encontrar registros dizendo que o verbo b) Hajam vista os crimes cometidos, é necessário...
concorda com o artigo. Tal argumento está [V]
incorreto. Artigo se relaciona com substantivo, c) Haja vista aos crimes cometidos, é necessário... [
estabelecendo concordância nominal. No primeiro V]
exemplo abaixo, o sujeito do verbo “participaram” é d) Hajam vista aos crimes cometidos, é
“Os Estados Unidos”, sendo “Estados Unidos” o necessário... [ F ]
núcleo. Ora, nada mais coerente que o verbo ir e) Haja visto os crimes cometidos, é necessário... [
para o plural, concordando com o núcleo do sujeito. F]
Já no segundo exemplo, há um termo implícito: Após “haja vista” a preposição “a” é optativa.
“país”. Portanto, o verbo “participou”está Usando a preposição, “haja vista” não
concordando com o núcleo do sujeito que é a varia.
palavra implícita “país”. Quanto ao artigo explícito, Não empregando a preposição, ou se
trata-se do adjunto adnominal do sujeito, cujo flexiona o primeiro elemento, ou permanece
núcleo já verificamos que está implícito. E quanto invariável todo o termo em estudo ( haja vista )
ao termo pluralício “Estados Unidos”? “vista” nunca varia.
Este é o aposto. Temos em uso do aposto
especificativo (substantivo comum seguido de
REGÊNCIA VERBAL E NOMINAL
substantivo próprio). É o único aposto que não
recebe pontuação. Na terceira exemplificação
abaixo, o sujeito está completamente implícito, REGÊNCIA NOMINAL
ficando apenas explícito o aposto especificativo Substantivos, adjetivos e advérbios podem,
“Estados Unidos”. E quando o sujeito for constituído por regência nominal, exigir complementação para
por um termo pluralício que constitui o nome de seu sentido precedida de preposição.
uma obra artístico-literária? No quanto exemplo, Segue uma lista de palavras e as
empregue o verbo na terceira pessoa do plural, preposições exigidas. Merecem atenção especial
tendo “Os Sertões” como sendo sujeito, ou use o as palavras que exigirem preposição A, por serem
verbo PARTICIPAR na terceira pessoa do singular, passíveis de emprego de crase.
tendo o termo “Os Sertões” como sendo aposto. acostumado a, com
Neste último caso, o sujeito está afável com, para
completamente implícito (a obra, o texto, o livro). afeiçoado a, por
a) Os Estados Unidos participaram. aflito com, por
b) O Estados Unidos participou. aversão a, por
c) Estados Unidos participou. ávido de, por
d) Os Sertões refletem/reflete valores do nordeste. conforme a
e) Os Alpes proporcionam riquezas. constituído com, de, por
f) Minas Gerais é rica. inclinação a, para, por
incompatível com
15. - “Cada um(uma)” = Verbo no singular, quando preferível a
não repetido; verbo no plural, quando repetido. É propenso a, para
que o termo “Cada um(a)” expressa a próximo a, de
individualização de ações. Quando o termo estiver
repetido, leva-se em consideração a soma de REGÊNCIA VERBAL
individualizações de ações. Dá-se quando o termo regente é um verbo
a) Cada um dos curiosos permaneceu na rua. e este se liga a seu complemento por uma
b) Cada um dos diretores, cada um dos professores preposição ou não. Aqui é fundamental o
pediram ajuda aos discentes. conhecimento da transitividade verbal.
A preposição, quando exigida, nem sempre
16 - Sujeito formado por pronome indefinido + aparece depois do verbo. Às vezes, ela pode ser
determinante = Se o pronome indefinido estiver no empregada antes do verbo, bastando para isso
singular, verbo no singular, concordando com o inverter a ordem dos elementos da frase (Na rua
CURSO ATUAL Página - 36 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

dos Bobos, residia um grande poeta). Outras Ex.: Chamaram-no irresponsável / Chamaram-no
vezes, ela deve ser empregada antes do verbo, o de irresponsável / Chamaram-lhe irresponsável /
que acontece nas orações iniciadas pelos Chamaram-lhe de irresponsável.
pronomes relativos (O ideal a que aspira é nobre).
CHEGAR, IR (Intrans.)
Alguns verbos e seu comportamento: Aparentemente eles têm complemento,
AGRADAR pois quem vai, vai a algum lugar e quem chega,
No sentido de acariciar ou contentar (pede objeto chega de. Porém a indicação de lugar é
direto - não tem preposição). circunstância (adjunto adverbial de lugar), e não
Ex.: Agrado minhas filhas o dia inteiro / Para complementação.
agradar o pai, ficou em casa naquele dia. Esses verbos exigem a prep. A, na
No sentido de ser agradável, satisfazer (pede indicação de destino, e DE, na indicação de
objeto indireto - tem preposição "a"). procedência.
Ex.: As medidas econômicas do Presidente nunca - no emprego mais frequente, usam a preposição A
agradam ao povo. e não EM
Ex.: Cheguei tarde à escola. / Foi ao escritório de
AGRADECER mau humor.
TD e I, com a prep. A. O objeto direto sempre será - se houver ideia de permanência, o verbo ir segue-
a coisa, e o objeto indireto, a pessoa. se da preposição PARA.
Ex.: Agradecer-lhe-ei os presentes / Agradeceu o Ex.: Se for eleito, ele irá para Brasília.
presente ao seu namorado - quando indicam meio de transporte no qual se
chega ou se vai, então exigem EM.
ASSISTIR Ex.: Cheguei no ônibus da empresa. / A delegação
No sentido de ver ou ter direito (TI - prep. A). irá no voo 300.
Ex.: Assistimos a um bom filme / Assiste ao
trabalhador o descanso semanal remunerado. COGITAR
No sentido de prestar auxílio, ajudar (TD ou TI - Pode ser TD ou TI, com a prep. EM, ou com a prep.
com a prep. A) DE.
Ex.: Minha família sempre assistiu o Lar dos Ex.: Começou a cogitar uma viagem pelo litoral /
Velhinhos. / Minha família sempre assistiu ao Lar Hei de cogitar no caso / O diretor cogitou de
dos Velhinhos. demitir-se.
No sentido de morar é intransitivo, mas exige
preposição EM. COMPARECER (Intrans.)
Ex.: Aspirando a um cargo público, ele vai assistir Ex.: Compareceram na sessão de cinema. /
em Brasília.. Compareceram à sessão de cinema.
ATENDER COMUNICAR (TD e I)
Atender pode ser TD ou TI, com a prep. a. Admite duas construções alternando algo e alguém
Ex.: Atenderam o meu pedido prontamente. / entre OD e OI.
Atenderam ao meu pedido prontamente. Ex.: Comunico-lhe meu sucesso / Comunico meu
No sentido de deferir ou receber (em algum lugar) sucesso a todos.
pede objeto direto
No sentido de tomar em consideração, prestar CUSTAR
atenção pede objeto indireto com a preposição a No sentido de ser difícil será TI, com a
Certifico-o de sua posse / Certifico-lhe que seria prep. A. Nesse caso, terá como sujeito aquilo que é
empossado / Certificamo-nos de seu êxito no difícil, nunca a pessoa, que será objeto indireto.
concurso / Certificou o escrivão do Ex.: Custou-me acreditar em Hipocárpio. / Custa a
desaparecimento dos autos algumas pessoas permanecer em silêncio.
No sentido de causar transtorno, dar trabalho será
CHAMAR TD e I, com a prep. A.
TD, quando significar convocar. Ex.: Sua irresponsabilidade custou sofrimento a
Ex.: Chamei todos os sócios, para participarem da toda a família
reunião. No sentido de ter preço será intransitivo
TI, com a prep. POR, quando significar invocar. Ex.: Estes sapatos custaram R$50,00.
Ex.: Chamei por você insistentemente, mas não me
ouviu. DESFRUTAR E USUFRUIR (TD)
TD e I, com a prep. A, quando significar repreender. Ex.: Desfrutei os bens de meu pai / Pagam o preço
Ex.: Chamei o menino à atenção, pois estava do progresso aqueles que menos o desfrutam
conversando durante a aula / Chamei-o à atenção.
Pode ser TD ou TI, com a prep. A, quando significar ENSINAR - TD e I
dar qualidade. A qualidade (predicativo do objeto) Ex.: Ensinei-o a falar português / Ensinei-lhe o
pode vir precedida da prep. DE, ou não. idioma inglês.
CURSO ATUAL Página - 37 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA
C) pronomes indefinidos:
COLOCAÇÃO PRONOMINAL
Exemplos:
Alguém me disse que você vai viajar.
Os pronomes átonos são geralmente Quem lhe disse essas bobagens?
empregados depois do verbo (ÊNCLISE), muitas Dos vários candidatos entrevistados, alguns
vezes antes (PRÓCLISE) e, mais raramente, no (diversos) nos pareceram bastante inteligentes.
meio (MESÓCLISE). Entre os dez pares de sapato, qualquer um me
serve para ir a festa no sábado.
ÊNCLISE Quem quer que me traga uma flor, conquistará meu
As formas verbais do infinitivo impessoal coração.
(precedido ou não da preposição "a"), do gerúndio
e do imperativo afirmativo pedem a ênclise D) conjunções subordinativas:
pronominal. Exemplos:
Exemplos: Deixarei você sair, quando me disser a verdade.
Urge obedecer-se às leis. Posso ajudar-te na obra, se me levares contigo.
Obrigou-me a dizer-lhe tudo. Faça todo esse trabalho, como lhe ensinei.
Bete pediu licença, afastando-se do grupo. Entramos no palácio, porque nos deram permissão.
Aqueles livros raros? Compra-os imediatamente! Fiquem em nossa casa, enquanto vos pareça
agradável.
Observação: Se o gerúndio vier precedido da Continuo a gostar de ti, embora me magoasse
preposição "em", deve-se empregar a próclise. muito.
Exemplo: "Nesta terra, em se plantando, tudo dá." Confiei neles, logo que os conheci.

Não se inicia um período pelo pronome E) advérbios:


átono nem a oração principal precedida de pausa, Exemplos:
assim como as orações coordenadas assindéticas, Talvez nos seja fácil fazer esta tarefa.
isto é, sem conjunções. Ontem os vi no cinema.
Exemplos: Aqui me agrada estar todos os dias.
Me contaram sua aventura em Salvador. (errado) Agora vos contarei um conto de fadas.
Contaram-me sua aventura em Salvador. (certo) Pouco a pouco te revelarei o mistério.
Permanecendo aqui, se corre o risco de ser De vez em quando me pego falando sozinho.
assaltado. (errado) De súbito nos assustamos com os tiros.
Permanecendo aqui, corre-se o risco de ser Observação: O pronome átono pode ser colocado
assaltado. (certo) antes ou depois do infinitivo impessoal, se
Observação: A ênclise não pode ser empregada antecedendo o infinitivo vier uma das palavras ou
com verbos no futuro e no particípio passado. expressões mencionadas acima.
Exemplos:
PRÓCLISE "Tudo faço para não a perturbar naqueles dias
Deve-se colocar o pronome átono antes do difíceis"; ou "Tudo faço para não perturbá-la..."
verbo, quando antes dele houver uma palavra
pertencente a um dos seguintes grupos: MESÓCLISE
A) palavras ou expressões negativas: Emprega-se o pronome átono no meio da
Exemplos: forma verbal, quando esta estiver no futuro simples
Não me deixe sozinho esta noite! do presente ou no futuro simples do pretérito do
Nunca se recuse ajudar a quem precise. indicativo.
Nem nos conte porque você fez isso. Exemplos:
Nenhum deles me prestou a informação correta. Chamar-te-ei, quando ele chegar.
Ninguém lhe deve nada. Se houver tempo, contar-vos-emos nossa aventura.
De modo algum (Em hipótese alguma) nos Dar-te-ia essas informações, se soubesse.
esqueceremos disso. Observação: Se antes dessas formas verbais
houver uma palavra ou expressão que provocam a
B) pronomes relativos: próclise, não se empregará, consequentemente, o
Exemplos: pronome átono na posição mesoclítica.
O livro que me emprestaste é muito bom. Exemplos:
Este é o senhor de quem lhe contei a vida. Nada lhe direi sobre este assunto.
Esta é a casa da qual vos falei. Livrar-te-ei dessas tarefas, porque te daria muito
O ministro, cujo filho lhe causou tantos problemas, trabalho.
está aqui.
Aquela rua, onde me assaltaram, foi melhor EMPREGO DO PRONOME ÁTONO EM
iluminada. LOCUÇÕES VERBAIS PERFEITAS E EM
Pagarei hoje tudo quanto lhe devo. TEMPOS COMPOSTOS
CURSO ATUAL Página - 38 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

São locuções verbais perfeitas aquelas Vossa Mercê: Enviei dois ofícios a Vossa
formadas de um verbo auxiliar modal (QUERER, Senhoria; Traremos a Sua Majestade, o rei
DEVER, SABER, PODER, ou TER DE, HAVER Hubertus, uma mensagem de paz; Eles queriam
DE), seguido de um verbo principal no infinitivo oferecer flores a você.
impessoal. Neste caso, o pronome átono pode ser - Antes dos pronomes demonstrativos esta e
colocado antes ou depois do primeiro verbo, ou essa: Não me refiro a esta carta; Os críticos não
ainda depois do infinitivo. deram importância a essa obra.
Exemplos: - Antes dos pronomes pessoais: Nada revelei a
Nós lhe devemos dizer a verdade. ela; Dirigiu-se a mim com ironia.
Nós devemos lhe dizer a verdade. - Antes dos pronomes indefinidos com exceção
Nós devemos dizer-lhe a verdade. de outra: Direi isso a qualquer pessoa; A entrada é
Observação: No entanto, se no caso acima vedada a toda pessoa estranha. Com o pronome
mencionado as locuções verbais vierem precedidas indefinido outra(s), pode haver crase porque ele, às
de palavra ou expressão que exija a próclise, só vezes, aceita o artigo definido a(s): As cartas
duas posições serão possíveis para empregar-se o estavam colocadas umas às outras (no masculino,
pronome átono: antes do auxiliar ou depois do ficaria “os cartões estavam colocados uns aos
infinitivo. outros”).
Exemplos: - Quando o “a” estiver no singular e a palavra
Não lhe devemos dizer a verdade. seguinte estiver no plural: Falei a vendedoras
Não devemos dizer-lhe a verdade. desta firma; Refiro-me a pessoas curiosas.
- Quando, antes do “a”, existir preposição: Ela
CRASE compareceu perante a direção da empresa;
Os papéis estavam sob a mesa. Exceção
Crase é a superposição de dois “a”, feita, às vezes, para até, por motivo de clareza: A
geralmente a preposição “a” e o artigo a(s), água inundou a rua até à casa de Maria (= a água
podendo ser também a preposição “a” e o pronome chegou perto da casa); se não houvesse o sinal da
demonstrativo a(s) ou a preposição “a” e o “a” crase, o sentido ficaria ambíguo: a água inundou a
inicial dos pronomes demonstrativos aqueles(s), rua até a casa de Maria (= inundou inclusive a
aquela(s) e aquilo. Essa superposição é marcada casa). Quando até significa “perto de”, é
por um acento grave (`). preposição; quando significa “inclusive”, é partícula
de inclusão.
Assim, em vez de escrevermos
- Com expressões repetitivas: Tomamos o
“entregamos a mercadoria a a vendedora”, “esta
remédio gota a gota; Enfrentaram-se cara a cara.
blusa é igual a a que compraste” ou “eles deveriam
- Com expressões tomadas de maneira
ter comparecido a aquela festa”, devemos sobrepor
indeterminada: O doente foi submetido a dieta
os dois “a” e indicar esse fato com um acento
leve (no masc. = foi submetido a repouso, a
grave: “Entregamos a mercadoria à vendedora”.
tratamento prolongado, etc.); Prefiro terninho a saia
“Esta blusa é igual à que compraste”. “Eles
e blusa (no masc. = prefiro terninho a vestido).
deveriam ter comparecido àquela festa.”
- Antes de pronome interrogativo, não ocorre
O acento grave que aparece sobre o “a”
crase: A que artista te referes?
não constitui, pois, a crase, mas é um mero sinal
- Na expressão valer a pena (no sentido de valer
gráfico que indica ter havido a união de dois “a”
o sacrifício, o esforço), não ocorre crase, pois o
(crase).
“a” é artigo definido: Parodiando Fernando
Para haver crase, é indispensável a
Pessoa, tudo vale a pena quando a alma não é
presença da preposição “a”, que é um problema de
pequena...
regência. Por isso, quanto mais conhecer a
regência de certos verbos e nomes, mais fácil será
A Crase é Facultativa
para ele ter o domínio sobre a crase.
- Antes de nomes próprios feminino: Enviamos
um telegrama à Marisa; Enviamos um telegrama a
Não existe Crase Marisa. Em português, antes de um nome de
- Antes de palavra masculina: Chegou a tempo pessoa, pode-se ou não empregar o artigo “a” (“A
ao trabalho; Vieram a pé; Vende-se a prazo. Marisa é uma boa menina”. Ou “Marisa é uma boa
- Antes de verbo: Ficamos a admirá-los; Ele menina”). Por isso, mesmo que a preposição esteja
começou a ter alucinações. presente, a crase é facultativa. Quando o nome
- Antes de artigo indefinido: Levamos a próprio feminino vier acompanhado de uma
mercadoria a uma firma; Refiro-me a uma pessoa expressão que o determine, haverá crase porque o
educada. artigo definido estará presente. Dedico esta canção
- Antes de expressão de tratamento introduzida à Candinha do Major Quevedo. [A (artigo)
pelos pronomes possessivos Vossa ou Sua ou Candinha do Major Quevedo é fanática por
ainda da expressão Você, forma reduzida de seresta.]
CURSO ATUAL Página - 39 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

- Antes de pronome adjetivo possessivo aquele(s), aquela(s), aquilo pelos demonstrativos


feminino singular: Pediu informações à minha este(s), esta(s), isto, respectivamente. Se, antes
secretária; Pediu informações a minha secretária. A destes últimos, surgir a preposição “a”, estará
explicação é idêntica à do item anterior: o pronome comprovada a hipótese do acento de crase sobre o
adjetivo possessivo aceita artigo, mas não o exige “a” inicial dos pronomes aquele(s), aquela(s),
(“Minha secretária é exigente.” Ou: “A minha aquilo. Se não surgir a preposição “a”, estará
secretária é exigente”). Portanto, mesmo com a negada a hipótese de crase. Enviei cartas àquela
presença da preposição, a crase é facultativa. empresa./ Enviei cartas a esta empresa; A solução
- Com o pronome substantivo possessivo não se relaciona àqueles problemas./ A solução
feminino singular, o uso de acento indicativo de não se relaciona a estes problemas; Não dei
crase não é facultativo (conforme o caso, será atenção àquilo./ Não dei atenção a isto; A solução
proibido ou obrigatório): A minha cidade é melhor era aquela apresentada ontem./ A solução era esta
que a tua. O acento indicativo de crase é proibido apresentada ontem.
porque, no masculino, ficaria assim: O meu sítio é - Palavra “casa”: quando a expressão casa
melhor que o teu (não há preposição, apenas o significa “lar”, “domicílio” e não vem acompanhada
artigo definido). Esta gravura é semelhante à de adjetivo ou locução adjetiva, não há crase:
nossa. O acento indicativo de crase é obrigatório Chegamos alegres a casa; Assim que saiu do
porque, no masculino, ficaria assim: Este quadro é escritório, dirigiu-se a casa; Iremos a casa à
semelhante ao nosso (presença de preposição + noitinha. Mas, se a palavra casa estiver modificada
artigo definido). por adjetivo ou locução adjetiva, então haverá
crase: Levaram-me à casa de Lúcia; Dirigiram-se à
Casos Especiais casa das máquinas; Iremos à encantadora casa de
- Nomes de localidades: Dentre as localidades, há campo da família Sousa.
as que admitem artigo antes de si e as que não o - Palavra “terra”: Não há crase, quando a palavra
admitem. Por aí se deduz que, diante das terra significa o oposto a “mar”, “ar” ou “bordo”: Os
primeiras, desde que comprovada a presença de marinheiros ficaram felizes, pois resolveram ir a
preposição, pode ocorrer crase; diante das terra; Os astronautas desceram a terra na hora
segundas, não. Para se saber se o nome de uma prevista. Há crase, quando a palavra significa
localidade aceita artigo, deve-se substituir o verbo “solo”, “planeta” ou “lugar onde a pessoa nasceu”:
da frase pelos verbos estar ou vir. Se ocorrer a O colono dedicou à terra os melhores anos de sua
combinação “na” com o verbo estar ou “da” com o vida; Voltei à terra onde nasci; Viriam à Terra os
verbo vir, haverá crase com o “a” da frase original. marcianos?
Se ocorrer “em” ou “de”, não haverá crase: Enviou - Palavra “distância”: Não se usa crase diante da
seus representantes à Paraíba (estou na Paraíba; palavra distância, a menos que se trate de distância
vim da Paraíba); O avião dirigia-se a Santa determinada: Via-se um monstro marinho à
Catarina (estou em Santa Catarina; vim de Santa distância de quinhentos metros; Estávamos à
Catarina); Pretendo ir à Europa (estou na Europa; distância de dois quilômetros do sítio, quando
vim da Europa). Os nomes de localidades que não aconteceu o acidente. Mas: A distância, via-se um
admitem artigo passarão a admiti-lo, quando vierem barco pesqueiro; Olhava-nos a distância.
determinados. Porto Alegre indeterminadamente
não aceita artigo: Vou a Porto Alegre (estou em - Pronome Relativo: Todo pronome relativo tem
Porto Alegre; vim de Porto Alegre); Mas, um substantivo (expresso ou implícito) como
acompanhando-se de uma expressão que a antecedente. Para saber se existe crase ou não
determine, passará a admiti-lo: Vou à grande Porto diante de um pronome relativo, deve-se substituir
Alegre (estou na grande Porto Alegre; vim da esse antecedente por um substantivo masculino.
grande Porto Alegre); Iríamos a Madri para ficar Se o “a” se transforma em “ao”, há crase diante do
três dias; Iríamos à Madri das touradas para ficar relativo. Mas, se o “a” permanece inalterado ou se
três dias. transforma em “o”, então não há crase: é
preposição pura ou pronome demonstrativo: A
- Pronomes demonstrativos aquele(s), aquela(s), fábrica a que me refiro precisa de empregados. (O
aquilo: quando a preposição “a” surge diante escritório a que me refiro precisa de
desses demonstrativos, devemos sobrepor essa empregados.); A carreira à qual aspiro é almejada
preposição à primeira letra dos demonstrativos e por muitos. (O trabalho ao qual aspiro é almejado
indicar o fenômeno mediante um acento grave: por muitos.). Na passagem do antecedente para o
Enviei convites àquela sociedade (= a + aquela); A masculino, o pronome relativo não pode ser
solução não se relaciona àqueles problemas (= a + substituído, sob pena de falsear o resultado: A festa
aqueles); Não dei atenção àquilo (= a + aquilo). A a que compareci estava linda (no masculino = o
simples interpretação da frase já nos faz concluir se baile a que compareci estava lindo). Como se viu,
o “a” inicial do demonstrativo é simples ou duplo. substituímos festa por baile, mas o pronome
Entretanto, para maior segurança, podemos usar o relativo que não foi substituído por nenhum outro (o
seguinte artifício: Substituir os demonstrativos qual etc.).
CURSO ATUAL Página - 40 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

A Crase é Obrigatória consiste em descobrir o masculino de certas


- Sempre haverá crase em locuções palavras como “conclusão”, “vezes”, “certeza”,
prepositivas, locuções adverbiais ou locuções “morte”, etc. É necessário então frisar que não há
conjuntivas que tenham como núcleo um necessidade alguma de que a palavra masculina
substantivo feminino: à queima-roupa, à maneira tenha qualquer relação de sentido com a palavra
de, às cegas, à noite, às tontas, à força de, às feminina: deve apenas ter a mesma função
vezes, às escuras, à medida que, às pressas, à sintática: Fomos à cidade comprar carne. (ao
custa de, à vontade (de), à moda de, às mil supermercado); Pedimos um favor à diretora. (ao
maravilhas, à tarde, às oito horas, às dezesseis diretor); Muitos são insensíveis à dor alheia. (ao
horas, etc. É bom não confundir a locução adverbial sofrimento); Os empregados deixam a fábrica. (o
às vezes com a expressão fazer as vezes de, em escritório); O perfume cheira a rosa. (a cravo); O
que não há crase porque o “as” é artigo definido professor chamou a aluna. (o aluno).
puro: Ele se aborrece às vezes (= ele se aborrece
de vez em quando); Quando o maestro falta ao EXERCÍCIOS
ensaio, o violinista faz as vezes de regente (= o 01 - A crase não é admissível em:
violinista substitui o maestro). A) Comprou a crédito.
- Sempre haverá crase em locuções que B) Vou a casa de Maria.
exprimem hora determinada: Ele saiu às treze C) Fui a Bahia.
horas e trinta minutos; Chegamos à uma hora. D) Cheguei as doze horas.
Cuidado para não confundir a, à e há com a E) A sentença foi favorável a ré.
expressão uma hora: Disseram-me que, daqui a
uma hora, Teresa telefonará de São Paulo (= faltam 02 - Assinale a opção em que falta o acento de
60 minutos para o telefonema de Teresa); Paula crase:
saiu daqui à uma hora; duas horas depois, já tinha A) O ônibus vai chegar as cinco horas.
mudado todos os seus planos (= quando ela saiu, o B) Os policiais chegarão a qualquer momento.
relógio marcava 1 hora); Pedro saiu daqui há uma C) Não sei como responder a essa pergunta.
hora (= faz 60 minutos que ele saiu). D) Não cheguei a nenhuma conclusão.
- Quando a expressão “à moda de” (ou “à 03 - Assinale a alternativa correta:
maneira de”) estiver subentendida: Nesse caso, A) O ministro não se prendia à nenhuma dificuldade
mesmo que a palavra subsequente seja masculina, burocrática.
haverá crase: No banquete, serviram lagosta à Ter- B) O presidente ia a pé, mas a guarda oficial ia à
midor; Nos anos 60, as mulheres se apaixonavam cavalo.
por homens que tinham olhos à Alain Delon. C) Ouviu-se uma voz igual à que nos chamara
- Quando as expressões “rua”, “loja”, “estação anteriormente.
de rádio”, etc. estiverem subentendidas: Dirigiu- D) Solicito à V. Exa. que reconheça os obstáculos
se à Marechal Floriano (= dirigiu-se à Rua Marechal que estamos enfrentando.
Floriano); Fomos à Renner (fomos à loja Renner); 04 - Marque a alternativa correta quanto ao
Telefonem à Guaíba (= telefonem à rádio Guaíba). acento indicativo da crase:
- Quando está implícita uma palavra feminina: Esta A) A cidade à que me refiro situa-se em plena
religião é semelhante à dos hindus (= à religião dos floresta, a algumas horas de Manaus.
hindus). B) De hoje à duas semanas estaremos longe, a
muitos quilômetros daqui, a gozar nossas
- Não confundir devido com dado (a, os, as): a merecidas férias.
primeira expressão pede preposição “a”, havendo C) As amostras que servirão de base a nossa
crase antes de palavra feminina determinada pelo pesquisa estão há muito tempo à disposição de
artigo definido. Devido à discussão de ontem, todos.
houve um mal-estar no ambiente (= devido ao D) À qualquer distância percebia-se que, à falta de
barulho de ontem, houve...); A segunda expressão cuidados, a lavoura amarelecia e murchava.
não aceita preposição “a” (o “a” que aparece é
artigo definido, não havendo, pois, crase): Dada a 05 - Em qual das alternativas o uso do acento
questão primordial envolvendo tal fato (= dado o indicativo de crase é facultativo?
problema primordial...); Dadas as respostas, o A) Minhas ideias são semelhantes às suas.
aluno conferiu a prova (= dados os resultados...). B) Ele tem um estilo à Eça de Queiroz.
Excluída a hipótese de se tratar de C) Dei um presente à Mariana.
qualquer um dos casos anteriores, devemos D) Fizemos alusão à mesma teoria.
substituir a palavra feminina por outra masculina da E) Cortou o cabelo à Gal Costa.
mesma função sintática. Se ocorrer “ao” no GABARITO
masculino, haverá crase no “a” do feminino. Se
ocorrer “a” ou “o” no masculino, não haverá crase 01 – A 02 – A 03 – C 04 – C 05 – C
no “a” do feminino. O problema, para muitos,
CURSO ATUAL Página - 41 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

Leia a sentença seguinte e responda as duas


TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES
questões seguintes:
Texto:
01 - Ela se aproximou com a(1) alegria A Argentina, assim assegurou o Ministro da
costumeira. Pegou a(2) maça que a(3) Economia daquele País, vive, atualmente, o boom
entregaram e presenteou a(4) menina que da economia que prospera na América Latina.
passava.
Na sentença acima se observa letras “as”, 05 - O vocábulo em destaque no texto, Texto,
numeradas de um a quatro. Indique qual (ou tem significado semelhante a:
quais) dessas letras numeradas deve(m) A) expansão B) elevação
receber o acento indicativo de crase. C) explosão D) ápice
A) a primeira e a terceira E) inércia
B) a segunda e a quarta
C) somente a quarta 06 - Na sentença acima, Texto 01, observa-se
D) somente a terceira um vício de linguagem conhecido como:
E) a terceira e a quarta. A) cacófato B) barbarismo
C) solecismo D) ambiguidade
02 - Nas sentenças seguintes, se observa E) pleonasmo vicioso
algumas palavras em negrito.
I. Os alunos, bastante felizes com a chegada das Leia o texto seguinte:
férias, cantavam as músicas do “Legião Urbana”. Teresa, adolescente de 12 anos, estava em
II. Maria, olhando para José, disse: - Tenho silêncio, sentada no banco da praça, no alto do
bastantes felicidades. Morro do Alecrim, contemplando a beleza do pôr-
III. Vou virar guarda noturno e você sabe o porquê. do-sol em Caxias do Maranhão. Uma distinta
IV. Não fui a Carutapera porque tenho de estudar senhora aproximou-se, e Teresa a recebeu com um
para o concurso. sorriso. A mulher perguntou-lhe:
Na ordem, de I para IV, qual a classe gramatical – O que você está fazendo aqui sozinha, Teresa?
das palavras destacadas, respectivamente. Ela respondeu: “Estou observando Deus!”
A) advérbio, adjetivo, conjunção e substantivo. A senhora, ao mesmo tempo céptica e atônita,
B) adjetivo, advérbio, substantivo e pronome indagou, de pronto:
relativo. – E onde está Deus, Teresa?”
C) advérbio, adjetivo, substantivo e pronome Teresa, fitando aquela senhora, que conhecia de
relativo. vista, indagou:
D) advérbio, adjetivo, substantivo e conjunção. – Onde é que Deus não está!?
E) nenhuma acima está correta. Aquela senhora, bastante surpresa, fascinada e
agradecida, permaneceu ao lado da menina, até
observar o Sol se pôr, além, muito além do Rio
Itapecuru. (www.jc.com.br. Texto adaptado)

07 - Após a leitura do texto você conclui que


Teresa:
A) ficou irritada com as perguntas da senhora, a
qual não sabia o nome.
B) de um local baixo contemplava a natureza.
C) é uma menina simpática, e gostava de contra
03 - O ano de 2010 foi o ano do centenário de argumentar.
Noel Rosa, o lendário poeta da Vila Isabel, autor D) é portadora de grande sabedoria, e tem medo
de inúmeros sambas imortais, como “Três de altura.
apitos”. Na figura ao lado, transcreve-se alguns E) teve certeza que sua interlocutora era ateia.
versos desse samba. No texto, a palavra em
destaque representa uma figura de linguagem 08 - No trecho “...e Teresa a recebeu com um
conhecida como: sorriSo”, constata-se que o segundo “s” do
A) catacrese B) metonímia vocábulo grifado tem som de Z.
C) perífrase D) sinestesia Assinale, dentre as alternativas seguintes,
E) metáfora aquela na qual a letra sublinhada não tem o
mesmo som do segundo “s” do vocábulo
04 - O velho desembargador disse que sorriSo.
precisava cotejar as provas antes de julgar o A) De tanto carregar pedras, Zé Maduro estava
caso. O termo em destaque equivale a: eXausto.
A) sopesar B) graduar C) ponderar B) O sorvete de bacuri da Sorveteria Cubana, em
D) analisar E) comparar Floriano, é delicioSo
CURSO ATUAL Página - 42 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

C) Sou pequeno, mas só viS o às montanhas. 11 - Pode-se inferir do texto que:


D) Ao se aproXimar o fim do jogo com o Barcelona, A) A presidenta toma café numa emissora de rádio.
o Santos se perdeu. B) 2012 será um ano tão bom quanto 2011.
E) Na atualidade, o EXército brasileiro é o guardião C) A presidenta não está satisfeita, mas pode
das instituições democráticas. conseguir mais pelo Brasil.
D) Os juros são descendentes, assim como a taxa
09 - O vocábulo que, grifado no texto, tem que de emprego.
função morfológica?
A) sujeito 12 - Em relação às aspas, assinale a alternativa
B) pronome relativo correta.
C) conjunção subordinativa A) Foram utilizadas para separar uma citação.
D) conjunção coordenativa B) Trata-se da reprodução de um diálogo.
E) advérbio C) É um recurso puramente estilístico.
D) Está separando um texto que não é do autor.
10. “......A senhora, ao mesmo tempo céptica e
atônita, indagou, de pronto.” 13 - Assinale a alternativa que reescreva
O termo em destaque pode, sem prejuízo no corretamente o trecho “...nós vamos ter um bom
sentido dado no texto, pode ser substituído por crescimento. Porque ele está acompanhado de
A) herege e espantada inflação baixa...”
B) descrente e confusa A) “...nós vamos ter um bom crescimento, embora
C) ateia e confusa ele está acompanhado de inflação baixa...”
D) ateia e admirada B) “...nós vamos ter um bom crescimento, mas ele
E) descrente e admirada está acompanhado de inflação baixa...”
C) “...nós vamos ter um bom crescimento, todavia
Texto para as questões de 11 a 13. ele está acompanhado de inflação baixa...”
'Estamos entrando em uma era de D) “...nós vamos ter um bom crescimento, pois ele
prosperidade', diz Dilma está acompanhado de inflação baixa...”
Durante programa de rádio, Dilma fez balanço de
seu governo. Ela disse que 2012 será um ano Charge para as questões 14, 15 e 16.
melhor para o Brasil.
A presidente Dilma Rousseff usou seu programa de
rádio “Café com a presidenta”, que foi ao ar na
manhã desta segunda-feira (2), para fazer um
balanço de seu governo e para deixar uma
mensagem de final de ano. A emissora reproduziu
trechos da fala da presidente. Ela disse que o país
está entrando em uma era de prosperidade.
“Queridas brasileiras, queridos brasileiros. Nada
melhor para uma mãe, ou para um pai de família, (A Charge Online, 02/01/2012)
quando pode dizer a seus filhos: ‘apesar das
dificuldades, graças a Deus este foi um ano bom’; 14 - Marque a alternativa que traduza a crítica
e, com certeza, o próximo será ainda melhor. Igual implícita no texto.
a cada um de vocês, ainda estou longe de me A) A base aliada está ao lado do governo por
sentir satisfeita. Mas tenho cada vez mais interesse.
convicção de que podemos e vamos avançar mais. B) A base aliada quer ver mais dinheiro no bolso do
Com planejamento e políticas acertadas, estamos trabalhador.
conseguindo proteger a nossa economia, os C) Todos querem mais dinheiro para o Brasil.
nossos setores produtivos, e, sobretudo, o emprego D) Os partidos mudaram e todos são bons políticos.
dos brasileiros.
Estamos transformando um momento de crise em 15 - Percebe-se que a letra da música não foi
um momento de oportunidade e entrando em uma pontuada. Assinale a alternativa que contenha a
nova era, uma era de prosperidade. No ano em que correta pontuação do trecho musical.
quase todos os países do mundo perderam A) “Adeus ano velho! Feliz ano novo! Que tudo se
emprego, nós criamos mais de dois milhões de realize no ano que vai nascer, muito dinheiro no
novos postos de trabalho. No ano em que grandes bolso, saúde pra dar e vender.”
potências mundiais estão tendo crescimento B) “Adeus ano velho feliz ano novo, que tudo, se
negativo, ou igual a zero, nós vamos ter um bom realize no ano que vai nascer, muito dinheiro no
crescimento. Porque ele está acompanhado de bolso, saúde pra dar e vender.”
inflação baixa, de juros descendentes, aumento do C) “Adeus ano velho! Feliz ano novo! Que tudo se
emprego, distribuição de renda e diminuição de realize no ano, que vai nascer muito dinheiro no
desigualdades”. bolso, saúde pra dar e vender.”
CURSO ATUAL Página - 43 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

D) “Adeus ano velho! Feliz ano novo? Que tudo se 18 - O texto traz uma crítica:
realize, no ano que vai nascer, muito dinheiro no A) Aos desmatamentos ilegais praticados por
bolso, saúde pra dar e vender.” madeireiros.
B) Às queimadas que destroem as florestas em
16 - Em qual das alternativas há um verbo todo o Brasil.
transitivo direto: C) À prática ilegal de atear fogo no lixo doméstico.
A) “Vai nascer” D) Ao grande índice de raios que atinge as florestas
B) “Acho que é um telegrama” e causam incêndio.
C) “Que tudo se realize”
19 - A função de linguagem predominante no
D) “Mas que fanfarra é essa”
texto é:
A) Apelativa. B) Conativa.
17 - Assinale a alternativa que contenha uma
C) Fática. D) Referencial.
propaganda em que o verbo foi utilizado no
imperativo. 20 - Em qual das alternativas pode ser
A) encontrada uma onomatopeia?
A) “E você amiguinho” B) “...Eu morri!”
C) “Do mesmo jeito” D) “...Puf!”

Leia o texto a seguir e responda a questão 21.


Raiz do cabelo
“cabelo duro é lindo”, concluiu o antropólogo Raul
B) Lody ao final do seu livro Cabelos de Axé (SENAC),
que explica a simbologia dos penteados afro os
primórdios até os dias atuais. (...)
Está lá escrito que nos desenhos pré-históricos,
pintados em cavernas, já se representava o homem
com cabelos exuberantes. No antigo Egito, havia o
hábito de se raspar a cabeça, para assim homens e
mulheres poderem usar perucas com penteados
C) especiais, ornados com ouro e pedras preciosas
que, pela sua abundancia ou não, revelam a
posição na hierarquia social.
O Globo, 27/11/2004 (com adaptações).
21 - Assinale a alternativa correta. O texto
acima:
A) Informa sobre a história dos penteados afro.
D) B) Mostra que o cabelo afro é algo da época dos
90.
C) Vende um produto para usar nos penteados
afro.
D) Mostra novas tendências de beleza para o
cabelo afro.
E) Nenhuma das alternativas.
Tirinha para as questões 18, 19 e 20.
22 - Assinale a alternativa correta que preencha
as lacunas abaixo, empregando PORQUE, POR
QUE E POR QUÊ:
Estou sempre perguntando para minha mãe
_________ a escola não ensina coisas que a gente
possa aproveitar na vida.
Não fui à festa __________ estava doente.
Ela não passou de ano __________.
A ordem CORRETA, de cima para baixo é:
A) por quê, por que, porque.
B) por que, porque, por quê.
C) porque, por que, por quê.
D) porque, por quê, por que.
E) por que, por quê, porque.

23 - Assinale a alternativa CORRETA quanto ao


uso da crase:
CURSO ATUAL Página - 44 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

A) Recorria sempre a mãe e a ela se apegava. Estão corretas as seguintes divisões silábicas:
B) Devo ir à São Paulo na semana que vem. pros-se-guir, subs-í-dio, gra-tu-i-to.
C) Não resisto à tentação de experimentar esses - Os vocábulos independência, plácidas e
bombons. dramático recebem a mesma classificação quanto
D) Comparecemos a reunião pontualmente. à posição da sílaba tônica.
E) O texto precisa ser adequado a finalidade a que A) F-V-F-V. B) V-V-F-F.
se destina. C) V-V-V-F. D) F-F-V-V.
30 - Indique a alternativa em que o parônimo
24 - Assinale a alternativa correta que preencha
destacado está inadequadamente empregado
as lacunas abaixo, empregando MAL e MAU:
em lugar de outro.
Saiu ______ agasalhado.
A) Em certos países, a justiça infringe terríveis
Não saímos devido ao ______ tempo.
castigos corporais a quem inflige os rigorosos
Fiz um _______ negócio.
códigos morais fixados pela tradição.
A ordem CORRETA, de cima para baixo é:
B) Com a chuva, a queda do velho casarão era
A) mau, mal, mau. B) mal, mau, mal.
iminente, por isso a Defesa Civil isolou a área ao
C) mal, mal, mau. D) mal,mau,mau.
redor do prédio.
E) mau, mau, mal.
C) Para receber o dinheiro você precisa
discriminar detalhadamente as despesas.
25 - Complete as palavras abaixo com CH ou X:
D) É da falta de políticas sociais eficientes que
Coquelu ___ e.
emergem alguns dos graves problemas que
En ___ ugar.
afligem as grandes cidades; é nelas que muitos
___ icote.
adolescentes desassistidos imergem na
Cai___ ote.
criminalidade.
Trou ___ a.
31 - Em uma das rodovias deste lindo país
A ordem CORRETA, de cima para baixo é: observa-se a seguinte placa:
A) x, ch, X, x, x. B) x, ch, Ch, x, x.
C) ch, ch, X, x, ch. D) ch, x, Ch, x, x.
E) x, ch, Ch, ch, x.

26 - Observe a divisão silábica dos vocábulos Aplicando corretamente as regras de


abaixo. concordância nominal, sabe-se que a placa
I - ex-e-cu-ti-vo, a-brup-to, re-i-vin-di-car. poderia está grafada da seguinte forma:
II - guer-ras, di-lú-vio, pi-a-da. I. Guincho e socorro mecânico gratuitos.
III - ca-a-tin-ga, rit-mo, réus. II. Gratuito Guincho e socorro mecânico.
Estão corretas apenas: III. Gratuitos Guincho e socorro mecânico.
A) I e II. B) I e III. Está CORRETA a alternativa:
C) I, II e III. D) II e III. A) II; B) III; C) II e III;
D) I e III; E) I e II.
27 - As palavras calha, amarrar e nascer têm em 32 - A fusão de sons idênticos, na língua
comum a presença de um: portuguesa, é conhecida como crase. Esta
A) hiato. fusão culmina no acento grave. Pode-se
B) ditongo. constatar que a única alternativa INCORRETA
C) dígrafo. quanto ao sinal indicativo de crase é:
D) encontro consonantal. A) Sempre fiz referência a Maria;
B) Neste fim de ano a loja estará aberta às 10:00
28 - Assinale a alternativa em que as três horas;
palavras são acentuadas graficamente pela C) O funcionamento de restaurante será de
mesma razão: segunda à quarta;
A) até, lágrima, vocês. D) Não abriremos da quarta à sexta;
B) lâmpada, cédula, público. E) Todas as lojas deverão abrir à uma hora.
C) paletós, também, dócil.
D) graúdo, capô, vírus. 33 - Para tornar a fala da personagem adequada
ao uso culto da língua. Deve-se observar que a
29 - Assinale com V(verdadeiras) ou F (falsas) mesma comete um erro de:
as sentenças abaixo e, a seguir, marque a
alternativa correta.
- Os vocábulos matemática, arquipélago e
anônimo são acentuados pela mesma razão.
- A presença de encontros vocálicos é observada
nas palavras coisa, água e exceção.
CURSO ATUAL Página - 45 -
CURSO ATUAL – LÍNGUA PORTUGUESA

A) Emprego inadequado da regência; tipo, é justamente para mantê-LAS vivas – as


B) Emprego inadequado da pontuação; regras, não as reprimendas – que convém fazê-
C) Emprego inadequado da concordância nominal; LAS.”
D) Emprego inadequado da concordância verbal; A) educação – regras – reprimendas.
E) Emprego inadequado da colocação pronominal. B) reprimendas – educação – regras.
C) reprimendas – regra – reprimendas.
34 - O texto abaixo apresenta alguns espaços
D) regras – reprimendas – educação.
que precisam ser completados. A alternativa
E) educação – regras – regras.
que melhor completa esses espaços é:
“ A .............................. plenária começara na hora 38 - Assinale a única opção em que o trecho foi
prevista. Sendo realizada em empregado no sentido denotativo.
uma...........................do congresso. Esta A) “Para ajudar-me a gravar essa chave
.................. discutia a ........................ de bens que fundamental [...].”
os municípios terão de fazer ao estado B) “[...] os livros de etiqueta como o de Claudine
brasileiro.” vendem feito pão.”
A) Sessão, secção, sessão, cessão; C) “[...] com aquela segurança com que se saca um
B) Seção, secção, cessão, sessão; ás da manga.”
C) Cessão, seção, seção, cecção; D) “[...] aquela que as pessoas da roça, de tão
D) Sessão, seção, sessão, sessão; poucos talheres e tão pouca comida no prato [...].”
E) Sessão, seção, cessão, ceção. E) “[...] coar café ou oferecer água ao visitante que
chega.”
35 - Das alternativas abaixo, apenas uma,
apresenta incoerência no que se refere à 39 - Marque a alternativa em que se encontram,
regência. Esta alternativa é: respectivamente, os sinônimos das palavras
A) O candidato custou a entender o assunto da destacadas nos trechos abaixo.
prova; “Cravou-se, INDELÉVEL, na minha memória.” “
B) Todos os candidatos aspiram a ótimos cargos [...] sempre me ABSTENHO de reprimendas
deste concurso; desse tipo [...].”
C) A maioria dos candidatos deste concurso assiste “ [...] interrompendo minha marcha CÉLERE
em Pernambuco; [...].”
D) Os candidatos que assistiram às aulas de A) indesejável – contenho – sem rumo.
português se sairão bem; B) obstinada – recrimino – importante.
E) Os candidatos deste concurso se lembram bem C) indestrutível – refreio – veloz.
dos seus objetivos. D) insegura – controlo – destinada.
E) à força – motivo – longa.
36 - Observe a placa abaixo:
40 - Assinale a opção em que, segundo a norma
culta da língua, ocorre deslize quanto à regência
verbal.
A) “[...] sugeriram que lembrasse da nossa tão
frequente corrupção [...].”
B) “Nunca conheci povo tão bem-educado.”
A respeito do verbo, SER, pode-se concluir que: C) “Não, necessidade de aprender as regras para
I. Foi empregado de forma inadequada perante a ascender.”
norma culta da língua portuguesa, haja vista que, D) “Pois não é favor algum atender o semelhante
este deve concordar com o núcleo do sujeito: O que precisa de nós.”
perigo. E) “Todos te atendem sorridentes.”
II. Foi empregado de forma adequada perante a GABARITO
norma culta da língua portuguesa, haja vista que,
01 - C 02 - D 03 - B 04 - E 05 - A
este deve concordar apenas com o predicativo.
III. Foi empregado de forma adequada perante a 06 - A 07 - C 08 - D 09 - B 10 - E
norma culta da língua portuguesa, haja vista que, 11 - C 12 - B 13 - D 14 - A 15 - A
este pode concordar com o núcleo do sujeito e com
o predicativo. 16 - C 17 - B 18 - B 19 - C 20 - D
Está CORRETA a alternativa: 21 - A 22 - B 23 - C 24 - D 25 - D
A) I; B) II; C) III;
D) I e III; E) II e III. 26 - D 27 - C 28 - B 29 - B 30 - A
31 - E 32 - C 33 - E 34 - A 35 - A
37 - Na frase abaixo, os pronomes oblíquos
destacados se referem, respectivamente, a: 36 - C 37 - A 38 - E 39 - C 40 - A
“Pois, com medo de infringir-LHE as regras,
sempre me abstenho de reprimendas desse
CURSO ATUAL Página - 46 -
PESQUISADO E ELABORADO PELA EQUIPE PEDAGÓGICA DO CURSO ATUAL
Proibida a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização do Curso Atual
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO
Observe que foram saltadas 1, 2, 3, 4 e 5
SEQUÊNCIAS LÓGICAS E LEIS DE
letras e esses números estão em progressão.
FORMAÇÃO
ABCDEFGHIJKLMNOPQRSTU
Verbais, numéricas e geométricas
B1 2F H4 8L N16 32R T64
As sequências podem ser formadas por
números, letras, pessoas, figuras, etc. Existem Nesse caso, associou-se letras e números
várias formas de se estabelecer uma sequência, o (potências de 2), alternando a ordem. As letras
importante é que existem pelo menos três saltam 1, 3, 1, 3, 1, 3 e 1 posições.
elementos que caracterize a lógica de sua
formação, entretanto algumas séries necessitam de ABCDEFGHIJKLMNOPQRST
mais elementos para definir sua lógica.
Algumas sequências são bastante SEQUÊNCIA DE PESSOAS
conhecidas e todo aluno que estuda lógica deve Na série a seguir, temos sempre um
conhecê-las, tais como as progressões aritméticas homem seguido de duas mulheres, ou seja,
e geométricas, a série de Fibonacci, os números aqueles que estão em uma posição múltipla de três
primos e os quadrados perfeitos. (3º, 6º, 9º, 12º,...) serão mulheres e a posição dos
braços sempre alterna, ficando para cima em uma
SEQUÊNCIA DE NÚMEROS posição múltipla de dois (2º, 4º, 6º, 8º,...). Sendo
Progressão Aritmética assim, a sequência se repete a cada seis termos,
Soma-se constantemente um mesmo tornando possível determinar quem estará em
número. qualquer posição.

Progressão Geométrica
Multiplica-se constantemente um mesmo
número. SEQUÊNCIA DE FIGURAS
Esse tipo de sequência pode seguir o
mesmo padrão visto na sequência de pessoas ou
simplesmente sofrer rotações, como nos exemplos
Incremento em Progressão a seguir.
O valor somado é que está em progressão.

Série de Fibonacci
Cada termo é igual a soma dos dois
anteriores. 01 - O ano de 2007 teve como seu primeiro dia
1 1 2 3 5 8 1 3 uma segunda-feira. Em quantos anos, depois
Números Primos dessa data, teremos o dia 1º de janeiro caindo
Naturais que possuem apenas dois novamente em uma segunda-feira?
divisores naturais. A) 6 B) 7 C) 8 D) 11 E) 14
2 3 5 7 11 13 17 SOLUÇÃO:
O segredo da questão é lembrar de dois
Quadrados Perfeitos pontos fundamentais:
Números naturais cujas raízes são - O ano tem 365 dias e 6 horas, por isso ocorre ano
naturais. bissexto a cada quatro anos (nos anos múltiplos de
1 4 9 16 25 36 49 4);
- 365 é um múltiplo de 7 mais 1, ou ainda, um ano
SEQUÊNCIA DE LETRAS tem 52 semanas e 1 dia. Logo, a cada ano, uma
As sequências de letras podem estar data salta um dia da semana e passando por 29 de
associadas a uma série de números ou não. Em fevereiro saltam dois dias;
geral, você deve escrever todo o alfabeto
(observando se deve, ou não, contar com k, y e w) De acordo com as informações, temos
e circular as letras dadas para entender a lógica
proposta.
A C F J O U
CURSO ATUAL Página - 1 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Portanto, somente 11 anos depois (em Observe que a quantidade de letras


2018) teremos outra segunda-feira para o dia 1º de saltadas está alternando (1 e 3).
janeiro. Com relação aos números temos:
Resp.: Letra D

02 - Números figurados são assim chamados por Cada elemento seguinte é um a menos
estarem associados a padrões geométricos. que o dobro do anterior.
Veja dois exemplos de números figurados. De outra forma, observe que esses número
também são um a mais que as potências de 2.

Então o próximo será


Resp.: Letra A

A tabela abaixo traz algumas sequências TEORIA DOS CONJUNTOS


de números figurados.

Simbologia, operações e diagramas de Venn-


Euler

Conjunto: Um conjunto constitui-se em um número


de objetos ou números com características
Observando os padrões, os elementos da semelhantes. Podem ser classificados assim:
quinta coluna, respeitando a ordem da tabela,
devem ser Conjunto finito: possui uma quantidade
A) 20, 30, 40, 50 B) 18, 28, 45, 50 determinada de elementos;
C) 16, 36, 46, 56D) 15, 25, 40, 50
E) 15, 25, 35, 45 Conjunto infinito: como o próprio nome diz nesse
SOLUÇÃO: caso temos um número infinito de elementos;
Observe que todas as sequências
obedecem a um padrão de crescimento em seu Conjunto unitário: apenas um elemento;
incremento, ou seja, o valor somado a cada termo
forma uma progressão aritmética. Conjunto Vazio: sem elemento no conjunto;

Conjunto Universo: esse caso tem todos os


elementos de uma situação.
Esses elementos podem ser demonstrados
da seguinte forma:

Extensão: Os elementos são separados por


chaves; {1,2,3,4...}

Compreensão: Escreve-se a caraterística em


questão do conjunto mencionado.
Portanto, os elementos da quinta coluna
são (15, 25, 35, 45) DIAGRAMAS LÓGICOS - DIAGRAMA DE EULER
Resp.: Letra E Para analisar os argumentos, poderemos
usar o diagrama de Euler.
03 - Observe a sequência a seguir. 1. Todo S é P ( universal afirmativa – A )

O próximo termos será


A) T129 B) 131T C) V129
D) 131V E) W127 2. Nenhum S é P ( universal negativa – E )

SOLUÇÃO:
Com relação as letras temos:

CURSO ATUAL Página - 2 -


CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

3. Algum S é P ( particular afirmativo – I )


PROBLEMAS COM TABELAS

PROPOSIÇÃO
Denomina-se proposição a toda frase
declarativa, expressa em palavras ou símbolos, que
4. Algum S não é P ( particular negativa – O )
exprima um juízo ao qual se possa atribuir, dentro
de certo contexto, somente um de dois valores
lógicos possíveis: verdadeiro ou falso.
São exemplos de proposições as
seguintes sentenças declarativas:
EXERCÍCIOS A capital do Brasil é Brasília.
EXERCÍCIOS 2³ ˃ 10
1 - Se um conjunto A possui 1024 subconjuntos, Existe um número ímpar menor que dois.
então o cardinal de A é igual a: João foi ao cinema ou ao teatro.
A) 5 B) 6 C) 7 Não são proposições:
D) 9 E) 10 1) frases interrogativas: “Qual é o seu nome?”
2) frases exclamativas: “Que linda é essa mulher!”
2 - Após um jantar, foram servidas as 3) frases imperativas: “Estude mais.”
sobremesas X e Y. Sabe-se que das 10 pessoas 4) frases optativas: “Deus te acompanhe.”
presentes, 5 comeram a sobremesa X, 7 5) frases sem verbo: “O caderno de Maria.”
comeram a sobremesa Y e 3 comeram as duas. 6) sentenças abertas (o valor lógico da sentença
Quantas não comeram nenhuma? depende do valor (do nome) atribuído a variável):
A) 1 B) 2 C) 3 “x é maior que 2”; “x + y = 10”; “Z é a capital do
D) 4 E) 0 Chile”.
3) Se A = Æ e B = {Æ }, então: CONECTIVOS LÓGICOS
A) A Î B B) A È B = Æ
C) A = B D) A Ç B = B
E) B Ì A

4) Sejam A, B e C conjuntos finitos. O número


de elementos de A Ç B é 30, o número de
elementos de A Ç C é 20 e o número de
elementos de A Ç B Ç C é 15.
Então o número de elementos de A Ç (B È C) é
igual a:
A) 35 B) 15 C) 50
D) 45 E) 20 CONJUNÇÃO: “A e B”

5) Sendo a e b números reais quaisquer, os


números possíveis de elementos do conjunto

A = {a, b, {a}, {b}, {a,b} } são:

A) 2 OU 5 B) 3 OU 6 C) 1 OU 5
DISJUNÇÃO: “A ou B”
D) 2 OU 6 E) 4 OU 5

GABARITO
01 – E 02 – A 03 – A
04 – A 05 – A

DISJUNÇÃO EXCLUSIVA: “ou A ou B, mas não


ambos”

CURSO ATUAL Página - 3 -


CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

CONDICIONAL: “Se A, então B” Lógica não é fácil.


Não é verdade que Lógica é fácil.
É falso que Lógica é fácil.
Não é o caso que Lógica é fácil.

As seguintes expressões podem se


empregar como equivalentes de "Se A, então B":
1) Se A, B VISÃO GERAL DOS CONECTIVOS
2) B, se A.
3) Quando A, B.
4) A implica B.
5) Todo A é B.
6) A é condição suficiente para B.
7) B é condição necessária para A.
8) A somente se B.
Exemplo: Dada a condicional “Se chove, então fico
molhado”, são expressões equivalentes: No quadro abaixo, apresentamos uma
1) Se chove, fico molhado. tabela muito interessante a respeito dos conectivos,
2) Fico molhado, se chove. mostrando as condições em que o valor lógico é
3) Quando chove, fico molhado. verdade e em que é falso.
4) Chover implica ficar molhado.
5) Toda vez que chove, fico molhado.
6) Chover é condição suficiente para fico
molhado.
7) Ficar molhado é condição necessária para
chover.
8) Chove somente se fico molhado.

BICONDICIONAL: “A se e somente se B” ORDEM DE PRECEDÊNCIA DOS CONECTIVOS


1º) ~ (Negação)
2º) (Conjunção)
3º) (Disjunção)
4º) (Condicional)
5º) (Bicondicional)

TABELAS VERDADE
Representaremos então o valor lógico de
Uma proposição bicondicional "A se e cada molécula com seu respectivo conectivo.
somente se B" equivale à proposição composta:
a) Valor verdade de P
“se A então B e se B então A”, ou seja,
P P
“ A ↔ B “ é a mesma coisa que “ (A B) e (B
A) “ V F
Podem-se empregar também como
equivalentes de "A se e somente se B" as F V
seguintes expressões: A negação da proposição P é a proposição P, de
1) A se e só se B.
2) Se A então B e se B então A. maneira que se P é verdade então P é falso, e
3) A implica B e B implica A. vice-versa.
4) Todo A é B e todo B é A. b) Valor verdade de P ∧ Q
5) A somente se B e B somente se A. P Q P∧Q
6) A é condição suficiente e necessária para B. V V V
7) B é condição suficiente e necessária para A.
V F F
MODIFICADOR “NÃO”
F V F
NEGAÇÃO: “não A”
As seguintes frases são equivalentes entre F F F
si:
CURSO ATUAL Página - 4 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

O valor verdade da molécula P ∧ Q é tal Determinar o valor verdade da sentença


que VAL (P ∧ Q) é verdade se somente se VAL (P) (P ∧ Q) ⇒ R
e VAL (Q) são verdades. Sabendo que
c) Valor verdade de P ∨ Q VAL (P) = V, VAL (Q) = V e VAL (R) = F
P Q P∨Q Solução

V V V P Q R P∧Q P∧Q⇒R
V V V V V
V F V
V V F V F
F V V
V F V F V
F F F F V V F V
V F F F V
O valor verdade da molécula P ∨ Q é tal F V F F V
que VAL (P ∨ Q) é falso se somente se VAL (P) e F F V F V
VAL (Q) são falsos.
F F F F V

d) Valor verdade de P ⇒ Q
P Q P⇒Q Logo analisando a tabela acima temos

V V V VAL ((P ∧ Q ) ⇒ R) = F
V F F
EXERCÍCIOS
F V V a) Determine o valor verdade da sentença
F F V

Sabendo-se que
O valor verdade da molécula P ⇒ Q é tal
VAL(A) = V, VAL(B) = F e VAL (C) = V
que VAL (P ⇒ Q) = F se somente se VAL (P) = V e
VAL (Q) = F
Resposta
e) Valor verdade de P ⇔ Q
P Q P⇔Q :
Obs.: Doravante nos exercícios usaremos
V V V a notação VAL(X) para representar o valor verdade
V F F de X.
b) Determinar o valor verdade da sentença
F V F

F F V
Sabendo que:
VAL(A) = V, VAL(B) = F, VAL(C) = F, VAL(D) = V
O valor verdade da molécula P ⇔ Q é tal Resposta:
que VAL (P ⇔ Q) = V se somente se VAL (P) e
VAL (Q) tem os mesmos valores verdades.
Então teremos a tabela verdade completa
da seguinte forma:
Moléculas

α β α∧β α∨ α α
α β ⇒β ⇔ β
V V F V V V V

V F F F V F F
F V V F V V F
F F V F F V V

Exemplo
CURSO ATUAL Página - 5 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

PROBLEMAS SOBRE AS QUATRO


OPERAÇÕES FUNDAMENTAIS DA
MATEMÁTICA

ADIÇÃO
A operação de adição está ligada a ideia MULTIPLICAÇÃO
de unir, acrescentar, juntar. A multiplicação está ligada a ideia de
Exemplo: adicionar parcelas iguais.
Nos jogos poliesportivos anuais do Distrito Exemplo:
Federal (DF), foram distribuídas 216 medalhas de Ao ir ao supermercado “Pague tudo caro”,
ouro, 115 medalhas de prata e 292 medalhas de dona Joana percebeu que uma bandeja de ovos
bronze. Qual o total de medalhas distribuídas era composta de 5 fileiras. Cada fileira tinha 6 ovos,
nesses jogos? quantos ovos tem a bandeja? Se cada ovo custa 2
reais, quanto dona Joana pagará pela bandeja de
ovos?

PROPRIEDADES
Fechamento
A soma de dois números naturais é outro
número natural.

Comutativa Como cada ovo custa R$ 2,00 e cada


A ordem das parcelas não altera a soma. bandeja contém 30 ovos, dona Joana vai pagar
Assim:
4+5=9
5+4=9
Associativa
Em uma adição de três ou mais números
naturais, podemos associar as parcelas, de modos PROPRIEDADES
diferentes, que a soma permanece a mesma. Fechamento
Exemplo: O produto de dois números naturais resulta
3+(4+5) = (3+4)+5 = (3+5)+4 = em um número natural.
Comutativa
3+9 = 7+5 = 8+4 = A ordem dos fatores não altera o produto.

12 = 12 = 12
Elemento neutro
O zero é o elemento neutro da adição. Isto
é: Associativa
0+1=0 Numa multiplicação de três ou mais
números naturais, podemos associar quaisquer dos
0+5 = 5 fatores que o produto permanece o mesmo.
Exemplo:
7+0 = 7

SUBTRAÇÃO
A subtração está ligada a ideia de reduzir,
tirar.
Veja a situação abaixo: ELEMENTO NEUTRO
O elemento neutro da multiplicação é o
Os elefantes correm o perigo de ser mais
número 1.
uma das espécies em extinção. O responsável por
Exemplos:
isso é o grande comercio de marfim. Há dez anos,
cerca de 1300000 elefantes habitavam a África.
Hoje existem aproximadamente 625000.
Para calcular a quantidade de elefantes Distributiva
existentes na África, fazemos: Considere a seguinte situação:
CURSO ATUAL Página - 6 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

04 – Se n é um número natural significativo, diga se


são números pares ou ímpares, as expressões
Numa multiplicação de um número natural abaixo: 2n + 1 ; 8n – 6 ; 6n – 1 ; 5n + 3
por uma soma, podemos multiplicar esse número 05 – Quantas classes e quantas ordens possui um
por cada uma das parcelas da soma, e somar os número de 8 algarismos?
resultados. 06 – Determine o número formado por: 5 dezenas
Veja: de milhar, 2 unidades de milhar, 7 unidades de 3ª
ordem e 48 unidades simples.
07 – No número formado por 5 unidades de 4ª
ordem, 3 unidades de 3ª ordem e 7 unidades
simples, o Valor relativo do algarismo 3 acrescido
do valor absoluto do algarismo 5 é:
Essa propriedade é conhecida como 08 – A soma dos valores relativos dos algarismos
distributiva da multiplicação em relação à adição. de um número é sempre igual ao ......................
09 – Em que ordem a diferença entre os valores
DIVISÃO relativo e absoluto de um algarismos é nula?
A divisão está ligada a ação de repartir em 10 – A diferença entre o V.A. e o V.R. de um
partes iguais. algarismo em um número é 396. Que algarismos é
Exemplo: esse ? e que ordem ele ocupa nesse número?
Procurando organizar seu escritório, 11 – Quantas dezenas possui o número cujo triplo
Fernanda comprou 5 portas CD iguais e neles da soma dos valores relativos de seus algarismos é
colocou todos os seus 95 CD que estavam 873?
espalhados por diversos lugares. Quantos CD ela 12 – Qual é o maior e o menor número natural de
colocou em cada porta CD. dois algarismos?
13 – Qual é o maior e o menor número de dois
algarismos diferentes?
14 – Qual é o maior e o menor número natural de
três algarismos diferentes?
15 – Qual é o maior e o menor número natural de
três algarismos pares e diferentes?
Em cada porta CD foram colocar 19 CDs.
GABARITO
Observações:
01) n + 1 e n – 1
A divisão pode ser exata ou não exata.
02) n + 2 e n – 2
Divisão exata:
03) ímpar
É a divisão cujo resto é zero.
04) 2n +1 e 6n – 1 è impar
8n – 6 è par
5n + 3 è depende de n
05) 8 ordens e 3 classes
06) 52.748
07) 305
Divisão não-exata: 08) próprio número
É a divisão cujo resto é maior que zero e 09) unidades simples
menor que o divisor. 10) 4 e 3ª ordem
11) 9 dezenas
12) 99 e 10
13) 98 e 10
14) 987 e 102
15) 204 e 864
Em toda divisão vale:

DIVIDENDO = DIVISOR X QUOCIENTE + RESTO


Exemplo:
Na divisão acima: 27 = 2 x 13 + 1.

01 – O consecutivo e o antecedente de um número


natural n serão respectivamente:
02 – Se n é par, o consecutivo par de n será ...........
Se n é ímpar, o consecutivo ímpar de n será ...........
03 – O consecutivo e o antecedente de um número
par será, necessariamente, um número:
CURSO ATUAL Página - 7 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

TERMOS DE UMA RAZÃO


PROPORÇÕES
Observe a razão:

RAZÃO
Vamos considerar um carro de corrida com (lê-se "a está para b" ou "a para b").
4m de comprimento e um kart com 2m de
comprimento. Para compararmos as medidas dos
carros, basta dividir o comprimento de um deles Na razão a:b ou , o número a é
pelo outro. Assim: denominado antecedente e o número b é
denominado consequente.
Veja o exemplo:

(o tamanho do carro de corrida é duas


vezes o tamanho do kart). 3:5 =
Podemos afirmar também que o kart tem a
Leitura da razão: 3 está para 5 ou 3 para 5.

metade do comprimento do carro de corrida. RAZÕES INVERSAS

A comparação entre dois números Considere as razões .


racionais, através de uma divisão, chama-se razão.
Observe que o produto dessas duas razões é igual
A razão pode também ser representada por
a 1, ou seja, .
1:2 e significa que cada metro do kart corresponde
a 2m do carro de corrida.
Denominamos de razão entre dois números a e b Nesse caso, podemos afirmar que são
(b diferente de zero) razões inversas.

Duas razões são inversas entre si quando o produto


o quociente ou a:b. delas é igual a 1.

A palavra razão, vem do latim ratio, e Exemplo:


significa "divisão". Como no exemplo anterior, são
diversas as situações em que utilizamos o conceito são razões inversas, pois .
de razão. Verifique que nas razões inversas o
antecedente de uma é o consequente da outra, e
Exemplos: vice-versa.
Dos 1200 inscritos num concurso, passaram 240
candidatos. PROPORÇÕES
Razão dos candidatos aprovados nesse concurso: Rogério e Claudinho passeiam com seus
cachorros. Rogério pesa 120kg, e seu cão, 40kg.
Claudinho, por sua vez, pesa 48kg, e seu cão,
16kg.
Observe a razão entre o peso dos dois
rapazes:

(de cada 5 candidatos inscritos, 1 foi aprovado).


Para cada 100 convidados, 75 eram mulheres.
Razão entre o número de mulheres e o número de
convidados: Observe, agora, a razão entre o peso dos
cachorros:

(de cada 4 convidados, 3 eram mulheres).

CURSO ATUAL Página - 8 -


CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Verificamos que as duas razões são iguais. Nesse Exemplo:

caso, podemos afirmar que a igualdade é Determine x e y na proporção , sabendo que


uma proporção. Assim: x + y = 84.
Solução:
Proporção é uma igualdade entre duas razões.

PROPRIEDADE FUNDAMENTAL DAS


PROPORÇÕES Assim:
Observe as seguintes proporções:

Produto dos meios = 4.30 = 120


Produto dos extremos = 3.40 = 120 x+y = 84 => x = 84-y
x = 84-48 => x=36.
Logo, x=36 e y=48.
Produto dos meios = 9.20 = 180
Produto dos extremos = 4.45 = 180 2ª propriedade:
Numa proporção, a diferença dos dois primeiros
termos está para o 2º (ou 1º) termo,
Produto dos meios = 8.45 = 360 assim como a diferença dos dois últimos está para o
Produto dos extremos = 5.72 = 360 4º (ou 3º).

Exemplo:
De modo geral, temos que:
Sabendo-se que x-y=18, determine x e y na

proporção .
Solução:
Daí podemos enunciar a propriedade Pela 2ª propriedade temos que:
fundamental das proporções:
Em toda proporção, o produto dos meios é igual ao
produto dos extremos.

QUARTA PROPORCIONAL x-y = 18 => x=18+y => x = 18+12 => x=30.


Dados três números racionais a, b e c, Logo, x=30 e y=12.
não-nulos, denomina-se quarta proporcional
desses números um número x tal que: 3ª propriedade:
Numa proporção, a soma dos antecedentes está para
a soma dos consequentes, assim como cada
antecedente está para o seu consequente.
Considere a proporção:
TERCEIRA PROPORCIONAL
Dados dois números naturais a e b, não-
nulos, denomina-se terceira proporcional desses
números o número x tal que:
Permutando os meios, temos:

MÉDIA GEOMÉTRICA OU MÉDIA


PROPORCIONAL

Dada uma proporção contínua , o Aplicando a 1ª propriedade, obtemos:


número b é denominado média geométrica ou
média proporcional entre a e c.

PROPRIEDADES DAS PROPORÇÕES


1ª propriedade: Permutando os meios, finalmente obtemos:
Numa proporção, a soma dos dois primeiros termos
está para o 2º (ou 1º) termo, assim como a soma dos
dois últimos está para o 4º (ou 3º).

CURSO ATUAL Página - 9 -


CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

4ª propriedade:
Numa proporção, a diferença dos antecedentes está
para a diferença dos consequentes, assim como cada
antecedente está para o seu consequente.
PROPORÇÃO MÚLTIPLA
Considere a proporção: Denominamos proporção múltipla uma série de
razões iguais. Assim:

Permutando os meios, temos: é uma proporção múltipla.

Dada a série de razões iguais , de


acordo com a 3ª e 4ª propriedade, podemos
Aplicando a 2ª propriedade, obtemos:
escrever:

Permutando os meios, finalmente obtemos:

Exemplo:
Sabendo que a - b = -24, determine a e b na

EXERCÍCIOS
proporção .
Solução: 01 - Uma pessoa recebe R$ 10.000 por 25 dias
Pela 4ª propriedade, temos que: de trabalho. Quanto receberia se tivesse
trabalhando 8 dias a mais?
a) R$ 12.300,00 b) R$ 10.400,00
c) R$ 11.300,00 d) R$ 13.100,00
e) R$ 13.200,00

02 - No mesmo instante em que um prédio de


4,5m de altura projeta uma sombra de 13,5 m,
qual a sombra projetada por uma torre de 130 m
de altura?
a) 290m b) 390m c) 490m
5ª propriedade: d) 590m e) 690m
Numa proporção, o produto dos antecedentes está
03 - A razão das idades de duas pessoas é 2/3.
para o produto dos consequentes,
assim como o quadrado de cada antecedente está
Achar estas idades sabendo que sua soma é 35
para quadrado do seu consequente. anos.
a) 14 e 20 anos b) 14 e 21 anos
c) 15 e 20 anos d) 18 e 17 anos
Considere a proporção:
e) 13 e 22 anos
04 - A razão das áreas de duas figuras é 4/7.
Achar essas áreas sabendo que a soma é 66
cm².
Multiplicando os dois membros por , temos: a) 22cm² e 44cm² b) 20cm² 46cm²
c) 21cm² e 45cm² d) 24cm² e 42 cm²
e) 23cm² e 43cm²

Assim: 05 - A diferença dos volumes de dois sólidos é


9cm³ e a sua razão é 2/3. Achar os volumes.
a) 17cm³ e 28cm³ b) 18cm³ e 27cm³
c) 19cm³ e 28cm³ d) 20cm³ e 27cm³
e) n.d.a
Observação: a 5ª propriedade pode ser estendida GABARITO:
para qualquer número de razões. Exemplo: 01 – E 02 – B 03 – B 04 –D 05 – B
CURSO ATUAL Página - 10 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

b) Regra de três simples inversa


REGRA DE TRÊS SIMPLES E COMPOSTA
Nesta modalidade de regra de três são
envolvidas duas grandezas inversamente
Podemos definir REGRA DE TRÊS ao proporcionais, ou seja, quando existe a variação de
cálculo ou processo matemático utilizado para uma das grandezas a outra varia, porém de forma
resolver problemas que envolvam duas ou mais contrária, mais na mesma proporção.
grandezas diretas ou grandezas inversamente A montagem da solução deste tipo de
proporcionais. problema é feita invertendo as ordens
O problema que envolve somente duas das grandezas.
grandezas diretamente é mais comumente 2 – Um homem percorre uma via de determinada
chamado de regra de três simples. distância com uma bicicleta. Sabendo-se que com
Exemplos de fixação da definição: a velocidade de 05 Km/h, ele demora 06 horas,
1) Um ingresso de show custa R$ 15,00, então, o quanto tempo este homem gastará com sua
custo de 06 bilhetes será ? bicicleta para percorrer esta mesma distância com
Grandeza 1: Número do bilhete uma velocidade 03 Km/h.
Grandeza 2: Preço do bilhete
Cálculos:
01 bilhete = R$ 15,00
06 bilhetes = R$ 15,00 x 6
Total: R$ 90,00

2) Um automóvel percorre um espaço de 480 km


em 02 horas. Quantos kms ele percorrerá em 06
horas? Assim: O tempo gasto é de 10 horas
Grandeza 1: Distância percorrida
Grandeza 2: Tempo necessário QUADRO DE FIXAÇÃO DA REGRA DE TRÊS
Cálculos: DIRETA E INVERSA
Distância 1 = 480 km / 02 horas REGRA DE TRÊS SIMPLES DIRETA
Distância 2 = ? / 06 horas
01 hora percorrida = 240 km
06 horas percorrida = 240 km x 6
Resultado: 1440 Kms

VARIANTES DA REGRA DE TRÊS


Direta ou Inversa - È definido na regra de
três os termos de “direta ou inversa”, dependendo
do tipo de relação que existem entre as duas
grandezas envolvidas no processo do problema.
Exemplos de fixação da definição:
a) Regra de três simples direta
Nesta modalidade de regra de três é REGRA DE TRÊS SIMPLES INVERSA
envolvida duas grandezas diretamente
proporcionais, ou seja, quando a variação de uma
delas corresponde à mesma variação da outra
grandeza dada no problema a ser resolvido.
A montagem da solução deste tipo de
problema é feita na mesma ordem de todas as
grandezas.
1 – Certo alimento tem o custo de R$ 5,00 por 05
quilos. Calcular o preço de 10 quilos deste alimento

REGRA DE TRÊS COMPOSTA


Este tipo de cálculo de regra de três
envolve mais de duas grandezas proporcionais.

Exemplos de fixação da definição:


1) Se 20 homens trabalhando durante 15 dias
constroem 500 metros de um muro, quantos
homens serão necessários para construir mais
1000 metros deste muro em 30 dias?
Assim: 10 Kgs do alimento Y custam R$ 10,00 Grandeza 1 : Número de homens trabalhando
CURSO ATUAL Página - 11 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Grandeza 2 : Tempo de duração do trabalho EXERCÍCIOS


Grandeza 3 : Tamanho do muro 01 - Em uma hora, 4 máquinas produzem 1200
parafusos. Nesse mesmo tempo, 3 máquinas
2) Se 10 carros consomem em 05 dias a produzirão quantos parafusos?
quantidade de 1000 litros de gasolina, quantos a) 800 b) 900 c) 1000
carros usaremos para consumir somente 500 litros d) 1100 e) 1600
de gasolina no espaço de 02 dias?
Grandeza 1: Número de carros 02 - Uma torneira despeja 18 litros de água em 9
Grandeza 2: Número de dias minutos. Em 2 horas e 15 minutos despejará:
Grandeza 3: Quantidade combustível a) 300 b) 270 c) 240
d) 220 e) 200
Método mais prático de solução da regra de três
composta 03 - Um certo volume de medicação demora 6
Faça a comparação da grandeza que irá horas para ser ministrado em um gotejamento
determinar com as demais grandezas. Se esta de 12 gotas por minuto. Se o número de gotas
grandeza for inversa, invertemos os dados dessa por minuto fosse de 18 gotas, quanto tempo
grandeza das demais grandezas. teria demorado a aplicação desta mesma
A grandeza a se determinar não se altera, medicação?
então, igualamos a razão das grandezas e
determinamos o valor que se procura. 04 - Uma família com 2 duas pessoas consome
Veja: 12m³ de água a cada 30 dias. Se mais uma
Na alimentação de 02 bois, durante 08 pessoa com os mesmos hábitos de consumo se
dias, são consumidos 2420 kgs de ração. Se mais juntar a ela, quantos metros cúbicos de água
02 bois são comprados, quantos quilos de ração eles consumirão em uma semana?
serão necessários para alimentá-los durante 12
dias. 05 - Um grupo de 10 trabalhadores descarregam
210 caixas de mercadoria em 3 horas. Quantas
horas 25 trabalhadores precisarão para
descarregar 350 caixas?

GABARITO
01 – B 02 – B 03 - 4horas
04 - 4,2m³ 05 - 2 horas
Assim: serão necessários 7260 Kgs de ração
REGRA DE SOCIEDADE
Exercício comentado
Se 10 metros de um tecido custam R$ 50,00,
quanto custará 22 metros ? Quando duas ou mais pessoas se juntam,
Solução: O problema envolve duas grandezas formando uma sociedade numa atividade com fins
(quantidade de tecidos e preço da compra) lucrativos, é justo que os lucros ou prejuízos, sejam
divididos entre elas, proporcionalmente ao capital
que cada uma empregou e ao tempo que o capital
esteve empregado.
Na resolução de situações-problema dessa
natureza, usa-se a chamada regra de sociedade,
que consiste em dividir a quantia considerada em
Assim: 22 metros custarão R$ 110,00 partes diretamente proporcionais ao capital
empregado, ao tempo de aplicação ou a outras
2) Em 06 dias de trabalho, 12 confeiteiros fazem grandezas. É, portanto, uma das aplicações da
960 tortas. Em quantos dias 04 confeiteiros divisão proporcional, que tem como objeto a divisão
poderão fazer 320 tortas? dos lucros ou dos prejuízos entre sócios que
Solução: O problema envolve três grandezas formam uma sociedade. Uma sociedade pode ser
(tempo, número de confeiteiros, quantidade de classificada em simples ou composta, dependendo
tortas) dos capitais aplicados e dos períodos de tempo de
aplicação que podem ser iguais ou diferentes para
cada sócio.

REGRA DE SOCIEDADE SIMPLES


1º caso: Os capitais são iguais e aplicados
durante o mesmo tempo:
CURSO ATUAL Página - 12 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

O lucro ou o prejuízo é dividido pelo número de permanecer por tempo desiguais. No momento em
sócios. que um antigo sócio se retira ou um novo sócio é
Exemplo: admitido, procede-se a uma reforma do contrato
Três sócios obtiveram um lucro de R$ social, após o balanço.
222.600,00. Sabendo que seus capitais eram
iguais qual a parte de cada um dos sócios? REGRA DE SOCIEDADE COMPOSTA
Neste caso, basta dividir o lucro pelo número de Na sociedade composta, tanto os capitais
sócios. quanto os períodos de investimento são diferentes
222600 para cada sócio. Trata-se, portanto, de dividir os
= 74 200 lucros ou os prejuízos em partes diretamente
3 proporcionais, tanto ao capital quanto ao período
Logo, a parte de cada sócio é de R$ 74 200,00 de investimento.
Então:
2º caso: Os capitais são diferentes e Quando os capitais e os períodos de tempo
empregados durante o mesmo tempo: forem diferentes, os lucros ou os prejuízos serão
Neste caso, dividimos o lucro ou o prejuízo divididos em parte diretamente proporcionais ao
em parte diretamente proporcionais aos capitais produto dos capitais pelos períodos de tempo
dos sócios. respectivos. É uma divisão proporcional
Exemplo: composta.
Por ocasião do balanço anual de uma firma Exemplo:
comercial formada por três sócios, verificou-se um Uma sociedade teve um lucro de R$
prejuízo de R$ 27 000. Qual a parte 11.700,00. O primeiro sócio entrou com R$
correspondente a cada sócio se os seus capitais 1.500,00 durante 5 meses, e o outro, com R$
são de R$ 54 000, R$ 45 000 e R$ 36 000. 2.000,00 durante 6 meses. Qual foi o lucro de cada
x y z um?
= =
54000 45000 36000 x y
=
1500.5 2000.6
27000 x e
= = x + y = 11 700
135000 54000
x
y z = 4 500 e y = 7 200
= 7500
45000 36000
EXERCÍCIOS
x = 10 800 y = 9 000 z = 7 200 01 - Três sócios sofreram um prejuízo de R$
14.400,00. Os três entraram para a sociedade
Logo, o prejuízo correspondente a cada com o mesmo capital, ficando o primeiro
sócio é, respectivamente, de: R$ 10.800, R$ 9.000 durante 11 meses, o segundo12 e o terceiro 13
e R$ 7.2000. meses. Qual foi o prejuízo de cada um?
(4.400,00; 4.800,00; 5.200,00)
3º caso: Os capitais são iguais e empregados 02 - Jonas e Paulo se associaram para jogar na
durante tempos diferentes: loteria. Jonas deu R$ 1,80 e Paulo R$ 1,20.
Os lucros e os prejuízos são divididos em Tendo acertado um terno, eles ganharam R$
partes diretamente proporcionais aos períodos de 1.600,00. Quanto receberá cada um?
tempo em que os capitais ficaram investidos. (960,00 e 640,00)
Exemplo: 03 - Três pedreiros, ganhando o mesmo salário-
Três amigos A, B e C, juntaram-se numa hora, trabalharam, respectivamente, 24, 18 e 20
sociedade com idêntica participação no capital horas. Na hora do pagamento, o dono da obra
inicial. A deixou seu capital durante 4 meses, B por tinha em mãos um envelope com R$ 3.100,00.
6 meses e C por 3 meses e meio. Sabendo que, ao Como foi feita a divisão do dinheiro?
final de um ano, houve um lucro de R$ 162 000, 00, (1 200, 900 e 1 000)
como dividir essa quantia entre os três? 04 - Uma sociedade entre dois amigos, A e B, foi
A B C estabelecida com as seguintes características:
= =
120 180 105 CAPITAL TEMPO
DE APLICAÇÃO
162000 A B C
= = = SÓCIO A 1 ano e 6 meses
405 120 180 105 2.500,00
A = 48 00 B = 72 000 C = 42 000 SÓCIO B 3.000,00 1 ano e 9 meses
Na prática este caso não ocorre, porque , Divida o lucro de R$ 18 000,00 entre os sócios.
em uma sociedade, os sócios não podem (7 500 e 10 500)
CURSO ATUAL Página - 13 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

05 - Marcos e Antonio montaram uma locadora PERMUTAÇÕES SIMPLES


de vídeo empregando respectivamente, capitais Permutações simples de n elementos
de R$ 50.000,00 e R$ 30.000,00. Em um distintos são os agrupamentos formados com todos
determinado mês, a loja obteve um lucro de R$ os n elementos e que diferem uns dos outros pela
3.200,00. Quanto coube a cada um? ordem de seus elementos.
(2 000,00 e 1 200,00) Exemplo: com os elementos A,B,C são possíveis
as seguintes permutações: ABC, ACB, BAC, BCA,
CAB e CBA.
ANÁLISE COMBINATÓRIA
O número total de permutações simples de n
Aplicações do Princípio Fundamental da elementos distintos é dado por n!, isto é Pn =
Contagem e do Princípio da Casa dos Pombos n! onde

Seja n um número inteiro não negativo. Definimos o n! = n(n-1)(n-2)... .1


fatorial de n (indicado pelo símbolo n! ) como Exemplos:
sendo: a) P6 = 6! = 6.5.4.3.2.1 = 720

n! = n .(n-1) . (n-2) . ... .4.3.2.1 para n < 2. b) Calcule o número de formas distintas de 5
Para n = 0 , teremos : 0! = 1. pessoas ocuparem os lugares de um banco
Para n = 1 , teremos : 1! = 1 retangular de cinco lugares.
Exemplos:
a) 6! = 6.5.4.3.2.1 = 720 P5 = 5! = 5.4.3.2.1 = 120
b) 4! = 4.3.2.1 = 24 Denomina-se ANAGRAMA o agrupamento
c) observe que 6! = 6.5.4! formado pelas letras de uma palavra, que podem
d) 10! = 10.9.8.7.6.5.4.3.2.1 ter ou não significado na linguagem comum.
e) 10! = 10.9.8.7.6.5! Exemplo:
f ) 10! = 10.9.8! Os possíveis anagramas da palavra REI
são:
PRINCÍPIO FUNDAMENTAL DA REI, RIE, ERI, EIR, IRE e IER.
CONTAGEM – PFC
Se determinado acontecimento ocorre em PERMUTAÇÕES COM ELEMENTOS REPETIDOS
n etapas diferentes, e se a primeira etapa pode Se entre os n elementos de um conjunto,
ocorrer de k1 maneiras diferentes, a segunda de k2 existem a elementos repetidos, b elementos
maneiras diferentes, e assim sucessivamente, repetidos, c elementos repetidos e assim
então o número total T de maneiras de ocorrer o sucessivamente, o número total de permutações
acontecimento é dado por: que podemos formar é dado por:

T = k1. k2 . k3 . ... . kn
Exemplo:
O DETRAN decidiu que as placas dos Exemplo:
veículos do Brasil serão codificadas usando-se 3 Determine o número de anagramas da palavra
letras do alfabeto e 4 algarismos. Qual o número MATEMÁTICA. (não considere o acento)
máximo de veículos que poderá ser licenciado? Solução:
Solução: Temos 10 elementos, com repetição.
Usando o raciocínio anterior, imaginemos Observe que a letra M está repetida duas vezes, a
uma placa genérica do tipo PWR-USTZ. Como o letra A três , a letra T, duas vezes.
alfabeto possui 26 letras e nosso sistema numérico Na fórmula anterior, teremos: n=10, a=2,
possui 10 algarismos (de 0 a 9), podemos concluir b=3 e c=2. Sendo k o número procurado, podemos
que: para a 1ª posição, temos 26 alternativas, e escrever:
como pode haver repetição, para a 2ª, e 3ª também k= 10! / (2!.3!.2!) = 151200
teremos 26 alternativas. Com relação aos
algarismos, concluímos facilmente que temos 10 Resposta: 151200 anagramas.
alternativas para cada um dos 4 lugares. Podemos PERMUTAÇÕES CIRCULARES
então afirmar que o número total de veículos que Dado um conjunto com n elementos , de
podem ser licenciados será igual a: quantas formas eles podem ser dispostos segundo
26.26.26.10.10.10.10 que resulta em 175.760.000. uma circunferência?
Observe que se no país existissem 175.760.001 Vamos considerar duas situações distintas:
veículos, o sistema de códigos de emplacamento I - os elementos estão dispostos na circunferência,
teria que ser modificado, já que não existiriam de acordo com um sentido determinado.
números suficientes para codificar todos os Neste caso, o primeiro elemento poderá ocupar
veículos. Perceberam? qualquer ponto na circunferência. Restam (m – 1)
CURSO ATUAL Página - 14 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

elementos que poderão se acomodar de (m-1)(m- Um cofre possui um disco marcado com os
2)(m-3). ... .1 = (m-1)! maneiras possíveis. Então, dígitos 0,1,2,...,9. O segredo do cofre é marcado
sendo P'(n) o número de permutações circulares de por uma sequência de 3 dígitos distintos. Se uma
n elementos, teremos P'(n) = (n - 1)! pessoa tentar abrir o cofre, quantas tentativas
Exemplo: deverá fazer (no máximo) para conseguir abri-lo?
De quantas maneiras quatro pessoas Solução:
podem sentar-se ao redor de uma mesa circular, As sequências serão do tipo xyz. Para a
considerando-se um único sentido de contagem? primeira posição teremos 10 alternativas, para a
Solução: segunda, 9 e para a terceira, 8. Podemos aplicar a
P'(4) = (4 - 1)! = 3! = 3.2.1 = 6. Portanto, 4 pessoas fórmula de arranjos, mas pelo princípio fundamental
podem acomodar-se de 6 maneiras distintas ao de contagem, chegaremos ao mesmo resultado:
redor de uma mesa circular, considerando-se um
único sentido de contagem. Veja a figura a seguir, 10.9.8 = 720.
que mostra as seis posições possíveis:
Observe que 720 = A10,3

COMBINAÇÕES SIMPLES
Denominamos combinações simples de n
elementos distintos tomados k a k (taxa k) aos
subconjuntos formados por k elementos distintos
escolhidos entre os n elementos dados. Observe
que duas combinações são diferentes quando
possuem elementos distintos, não importando a
ordem em que os elementos são colocados.
Exemplo:
II - os elementos estão dispostos na circunferência, No conjunto E = {a,b.c,d} podemos considerar:
e o sentido da contagem é indiferente. a) combinações de taxa 2: ab, ac, ad,bc,bd, cd.
Neste caso, teremos que dividir o resultado b) combinações de taxa 3: abc, abd,acd,bcd.
do item I anterior por 2 pois, existirão posições c) combinações de taxa 4: abcd.
contadas duas vezes. Veja por exemplo na figura
acima que, se o sentido da contagem for Representando por Cn,k o número total de
indiferente, as posições A e F, B e C e D e E são combinações de n elementos tomados k a k (taxa
iguais ou seja: posição A: sequência 1234 no k) , temos a seguinte fórmula:
sentido horário e posição F: mesma sequência
1234 no sentido anti-horário. Então, se o sentido for
indiferente, as posições A e F são iguais; o mesmo
poderá se concluir das posições B e C e D e E.
Então, no caso do sentido da contagem ser Nota: o número acima é também conhecido como
indiferente (sentido horário ou anti-horário), n Número binomial e indicado por:
elementos poderão ser distribuídos ao redor de
uma mesa circular de P'(n) = (n - 1)! / 2 maneiras
distintas

ARRANJOS SIMPLES É muito conveniente guardar de memória


Dado um conjunto com n elementos , esta fórmula do número binomial ou número
chama-se arranjo simples de taxa k , a todo combinatório, pois, em algumas incursões na
agrupamento de k elementos distintos dispostos Matemática Superior - a ser vista na Universidade -
numa certa ordem. Dois arranjos diferem entre si, ela aparecerá. Já do arranjo simples - visto acima
pela ordem de colocação dos elementos. Assim, no no item - você nunca mais ouvirá falar, pelo menos
conjunto E = {a,b,c}, teremos: na Universidade.
a) arranjos de taxa 2: ab, ac, bc, ba, ca, cb. Exemplo:
b) arranjos de taxa 3: abc, acb, bac, bca, cab, cba. Uma prova consta de 15 questões das
Representando o número total de arranjos de n quais o aluno deve resolver 10. De quantas formas
elementos tomados k a k (taxa k) por An,k , teremos ele poderá escolher as 10 questões?
a seguinte fórmula: Solução:
Observe que a ordem das questões não
muda o teste. Logo, podemos concluir que trata-se
de um problema de combinação de 15 elementos
com taxa 10.
Obs.: é fácil perceber que An,n = n! = Pn . (Verifique).
Aplicando simplesmente a fórmula
Exemplo: chegaremos a:
CURSO ATUAL Página - 15 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

C15,10 = 15! / [(15-10)! . 10!] = 15! / (5! . 10!) = também conhecido como Princípio das Gavetas
15.14.13.12.11.10! / 5.4.3.2.1.10! = 3003 de Dirichlet.
Esse Princípio trata de números inteiros
Agora que você viu o resumo da teoria, tente positivos e seu enunciado é simples e intuitivo.
resolver os problemas seguintes: Quem não conhece a sua aplicabilidade pode até
01 - Um coquetel é preparado com duas ou mais acreditar que se trata de uma “pegadinha”.
bebidas distintas. Se existem 7 bebidas distintas, Em sua versão mais simples o Princípio
quantos coquetéis diferentes podem ser pode ser apresentado de uma das seguintes
preparados? formas:
Resp: 120 - Princípio das Casas de Pombos: Se tivermos n
02 - Sobre uma circunferência são marcados 9 + 1 pombos para serem colocados em n casas,
pontos distintos. Quantos triângulos podem ser então pelo menos uma casa deverá conter dois ou
construídos com vértices nos 9 pontos marcados? mais pombos.
Resp: 84 - Princípio das Gavetas de Dirichlet: Se tivermos
03 - Uma família com 5 pessoas possui um n + 1 objetos para serem colocados em n gavetas,
automóvel de 5 lugares. Sabendo que somente 2 então pelo menos uma gaveta deverá conter dois
pessoas sabem dirigir, de quantos modos poderão ou mais objetos.
se acomodar para uma viagem? Mesmo parecendo óbvio, vamos justificar o
Resp: 48 Princípio, usando a primeira forma, já que as duas
são equivalentes.
Princípio das Casas de Pombos Vamos então distribuir os n+1 n+1 pombos
Leia com atenção as duas afirmações abaixo: nas n n casas que temos à disposição.
- Afirmação 1: Se temos que colocar sete pombos Se colocarmos mais de um pombo em uma
em seis casas, então alguma das casas terá que das casas, o Princípio já estará cumprido, então
conter dois pombos ou mais. vamos, teimosamente, tentar colocar apenas um
- Afirmação 2: Se temos que colocar quatro livros pombo em cada uma das n n casas.
em três gavetas, então alguma das gavetas terá Assim, executando a pior das hipóteses, se
que conter mais do que um livro. colocarmos exatamente um pombo em cada casa,
Você duvidaria da veracidade dessas afirmações? sobrará um pombo que deverá ser colocado em
Se sim, veja: qualquer uma das casas. Como todas já estão
Afirmação 1: Se tentarmos colocar apenas um ocupadas, então uma das n n casas ficará com dois
pombo por casa, observe o que acontecerá com o pombos.
sétimo pombos

Uma outra forma de justificarmos o

Princípio das Casas de Pombos é raciocinarmos


indiretamente: suponhamos que tivéssemos
Afirmação 2: Vamos tentar colocar um livro em conseguido fazer a distribuição de todos os pombos
cada gaveta: nas n n casas, de modo a não existir mais de um
- o primeiro será colocado na primeira gaveta; pombo em cada casa. Então teríamos, no máximo,
- o segundo livro será colocado na segunda gaveta; n n pombos, o que é uma contradição, uma vez
- o terceiro livro será colocado na terceira gaveta; que, por hipótese, tínhamos n+1 n+1 pombos.
- para o quarto livro não teremos gaveta vazia para Vejamos alguns exemplos simples de
colocá-lo. como aplicar o Princípio na resolução de
problemas.
A maneira com que justificamos o
Princípio das Casas de Pombos nos dá uma
estratégia para utilizá-lo na resolução de
problemas: a partir dos dados do problema a ser
resolvido, devemos:
• identificar quais são as “casas” e quais são os
“pombos”,
• distribuir os pombos nas casas,
As afirmações 1 e 2 são situações • determinar a relação existente entre ambos:
particulares de uma ferramenta básica da pombos e casas.
Matemática: o Princípio das Casas de Pombos. Exemplo 1: Qual o número mínimo de pessoas
Esse princípio foi utilizado pela primeira vez pelo que devemos reunir para que tenhamos certeza de
matemático alemão Johann Peter Gustav Lejeune que duas entre elas fazem aniversário no mesmo
Dirichlet (1805-1859), em 1834, e por isso é mês?
CURSO ATUAL Página - 16 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Resposta: O número mínimo de pessoas é 13. Como 106>94=93+1 106>94=93+1, o


Justificativa: Para este problema temos: Princípio das Casas de Pombos nos garante que
- casas: meses do ano (12); existem, pelo menos, duas jaqueiras com a mesma
- pombos: pessoas (13); quantidade de frutos.
- relação: associamos cada pessoa ao seu mês de O assunto do próximo exemplo é, digamos,
nascimento. mais matemático.
Pelo Princípio das Casas de Pombos, Exemplo 4: São escolhidos cinco pontos, ao
como temos 12 casas e 13 pombos, uma das casas acaso, sobre a superfície de um quadrado de lado
receberá, pelo menos, 2 pombos, ou seja, um dos 2. Mostre que pelo menos um dos segmentos
meses terá dois aniversariantes. determinados por dois desses pontos tem
Exemplo 2: Uma caixa contém 3 tipos de bolas comprimento, no máximo, igual a 2 √ 2 .
(azuis, verdes, amarelas). Qual o número mínimo Solução:
de bolas que devemos retirar da caixa para Inicialmente, vamos dividir o quadrado em quatro
garantirmos que temos duas bolas da mesma cor? quadrados de lado 1:
Solução: Devemos retirar 4 bolas.
Justificativa: Para este problema escolhemos:
- casas: uma caixa azul, uma caixa verde e uma
caixa amarela (3);
- pombos: bolas (4);
- relação: associamos a cada bola a sua cor.
Pelo Princípio das Casas de Pombos,
como temos 3 casas e 4 pombos, uma das casas
receberá, pelo menos, 2 pombos, ou seja, uma das Com isso, façamos:
caixas conterá, pelo menos, duas bolas. Dessa - casas: os quadrados menores (4);
forma, pelos menos duas bolas retiradas têm a - pombos: pontos (5);
mesma cor. - relação: associamos cada ponto ao quadrado a
Vamos explicitar o raciocínio garantido pelo que ele pertence.
Princípio: Pelo Princípio das Casas de Pombos, a
Ao retirarmos três bolas da caixa, a pior hipótese é superfície de um dos quadrados contém, pelo
que cada uma seja de uma cor. menos, dois dos cinco pontos dados.
Observe que, para cada quadrado, a
distância máxima entre dois pontos sobre a sua
superfície é igual ao comprimento de sua diagonal,
que mede 2 √2 , veja:

Distribuindo, então cada bola em sua respectiva


caixa, com a retirada da quarta bola, esta poderá
ser de qualquer cor.
Assim precisamos retirar, no mínimo, 4 bolas para assim, os dois pontos que estão sobre a superfície
garantirmos que tenhamos duas bolas de mesma de um mesmo quadrado estão a uma distância de
cor. no máximo 2 √ 2.
Exemplo 3: Em uma floresta existem 106 Dessa forma, dados cinco pontos, como
jaqueiras. É conhecido que cada uma dessas pelo menos dois estarão em uma mesma “casa”,
jaqueiras não produz anualmente mais do que 92 eles determinam um segmento de comprimento, no
frutos. Prove que existem 2 jaqueiras na floresta máximo, igual a 2 √ 2 .
que têm a mesma quantidade de frutos.
Solução:
Para este problema temos:
- casas: quantidade de frutos (0, 1, 2, 3, s, 92);
- pombos: jaqueiras (106);
- relação: associamos cada jaqueira a quantidade
de frutos que ela contém.
Temos 106 jaqueiras e 93 casas
identificadas pelos números 0; 1; 2; 3; s ; 92. O
número k associado a cada casa significa que nela
serão colocadas jaqueiras que têm exatamente k
frutos.
CURSO ATUAL Página - 17 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Resolução:
NOÇÕES DE PROBABILIDADES
Seja o espaço amostral S=30 bolas,
bolinhas e considerarmos os seguintes eventos:
Definições, propriedades e problemas A: vermelha na primeira retirada e P(A) = 10/30

Se em um fenômeno aleatório as B: azul na segunda retirada e P(B) = 20/29


possibilidades são igualmente prováveis, então a
probabilidade de ocorrer um evento A é: Assim:
P(A e B) = P(A).(B/A) = 10/30.20/29 = 20/87

EVENTOS INDEPENDENTES
Por, exemplo, no lançamento de um dado, Dizemos que E1 e E2 e ...En-1, En são
um número par pode ocorrer de 3 maneiras eventos independentes quando a probabilidade de
diferentes dentre 6 igualmente prováveis, portanto, ocorrer um deles não depende do fato de os outros
terem ou não terem ocorrido.
P = 3/6= 1/2 = 50%
Fórmula da probabilidade dos eventos
Dizemos que um espaço amostral S (finito) independentes:
é equiprovável quando seus eventos elementares
têm probabilidades iguais de ocorrência. P(E1 e E2 e E3 e ...e En-1 e En) =
Num espaço amostral equiprovável S P(E1).P(E2).p(E3)...P(En)
(finito), a probabilidade de ocorrência de um evento Exemplo:
A é sempre: Uma urna tem 30 bolas, sendo 10
vermelhas e 20 azuis. Se sortearmos 2 bolas, 1 de
cada vez e respondo a sorteada na urna, qual será
a probabilidade de a primeira ser vermelha e a
segunda ser azul?
Propriedades Importantes: Resolução:
1. Se A e A’ são eventos complementares, então: Como os eventos são independentes, a
P( A ) + P( A' ) = 1 probabilidade de sair vermelha na primeira retirada
2. A probabilidade de um evento é sempre um e azul na segunda retirada é igual ao produto das
número entre ∅ (probabilidade de evento probabilidades de cada condição, ou seja, P(A e B)
impossível) e 1 (probabilidade do evento certo). = P(A).P(B). Ora, a probabilidade de sair vermelha
na primeira retirada é 10/30 e a de sair azul na
segunda retirada 20/30. Daí, usando a regra do
produto, temos: 10/30.20/30=2/9.
PROBABILIDADE CONDICIONAL Observe que na segunda retirada forma
Antes da realização de um experimento, é consideradas todas as bolas, pois houve reposição.
necessário que já tenha alguma informação sobre o Assim, P(B/A) =P(B), porque o fato de sair
evento que se deseja observar. Nesse caso, o bola vermelha na primeira retirada não influenciou a
espaço amostral se modifica e o evento tem a sua segunda retirada, já que ela foi reposta na urna.
probabilidade de ocorrência alterada.
Fórmula de Probabilidade Condicional PROBABILIDADE DE OCORRER A UNIÃO DE
EVENTOS
P(E1 e E2 e E3 e ...e En-1 e En) Fórmula da probabilidade de ocorrer a união de
é igual a eventos:
P(E1).P(E2/E1).P(E3/E1 e E2)...P(En/E1 e E2 e ...En-1).
P(E1 ou E2) = P(E1) + P(E2).P(E1 e E2)
Onde P(E2/E1) é a probabilidade de ocorrer De fato, se existirem elementos comuns a
E2, condicionada pelo fato de já ter ocorrido E1; E1 e E2, estes eventos estarão computados no
P(E3/E1 e E2) é a probabilidade ocorrer E3, cálculo de P(E1) e P(E2). Para que sejam
condicionada pelo fato de já terem ocorrido E1 e E2; considerados uma vez só, subtraímos P(E1 e E2).
P(Pn/E1 e E2 e ...En-1) é a probabilidade de
ocorrer En, condicionada ao fato de já ter ocorrido Fórmula de probabilidade de ocorrer a união de
E1 e E2...En-1. eventos mutuamente exclusivos:
Exemplo: P(E1 ou E2 ou E3 ou ... ou En) = P(E1) + P(E2) + ... +
Uma urna tem 30 bolas, sendo 10 P(En)
vermelhas e 20 azuis. Se ocorrer um sorteio de 2
bolas, uma de cada vez e sem reposição, qual será Exemplo: Se dois dados, azul e branco, forem
a probabilidade de a primeira ser vermelha e a lançados, qual a probabilidade de sair 5 no azul e 3
segunda ser azul? no branco?
CURSO ATUAL Página - 18 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Considerando os eventos:
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES
A: Tirar 5 no dado azul e P(A) = 1/6
B: Tirar 3 no dado branco e P(B) = 1/6
Sendo S o espaço amostral de todos os 01 - Sejam A um conjunto com 5 elementos e B
um conjunto com 3 elementos. Analise as
possíveis resultados, temos: assertivas e assinale a alternativa que aponta
n(S) = 6.6 = 36 possibilidades. a(s) correta(s).
Daí, temos:P(A ou B) =
I. A B tem 8 elementos.
1/6 + 1/6 – 1/36 = 11/36 II. A B tem 3 elementos.
Exemplo: Se retirarmos aleatoriamente uma carta III. Se A B é o conjunto vazio, então A B tem
de baralho com 52 cartas, qual a probabilidade de 8 elementos.
ser um 8 ou um Rei? A) Apenas I. B) Apenas II.
Sendo S o espaço amostral de todos os resultados C) Apenas III. D) Apenas I e II.
possíveis, temos: n(S) = 52 cartas. Considere os E) Apenas II e III.
eventos:
A: sair 8 e P(A) = 4/52 02 - Uma funcionária, interessada na aquisição
B: sair um rei e P(B) = 4/52 de um produto de informática, pesquisando na
Assim, P(A ou B) = 4/52 + 4/52 – 0 = 8/52 = 2/13. internet, verificou que o preço do frete na
Note que P(A e B) = 0, pois uma carta não pode ser empresa A, dos Estados Unidos, é dado por
8 e rei ao mesmo tempo. Quando isso ocorre uma parte fixa de 4 dólares mais 2 dólares por
dizemos que os eventos A e B são mutuamente produto adquirido. O preço do frete na empresa
exclusivos. B, na Alemanha, é dado por uma parte fixa de
19,6 marcos mais 1,8 marco por produto
TESTES adquirido. Sabendo que no dia da consulta, a
1. Qual é a probabilidade de sair um número par cotação do dólar era de R$ 1,90 e que a cotação
quando lanço um dado? do marco era de R$ 1,00, então na aquisição de
2. Qual é a probabilidade de escolher um rapaz de A) mais de 9 produtos, o preço do frete na empresa
entre os alunos do CEF ? A é menor do que na empresa B.
B) menos de 5 produtos, o preço do frete na
3. Qual é a probabilidade de ao tirar uma dama de empresa B é menor do que na empresa A.
um baralho com 40 cartas? C) 4 produtos, o preço do frete na empresa A é
4. Qual é a probabilidade de tirar uma dama ou um igual ao preço do frete na empresa B.
rei de um baralho com 40 cartas? D) 6 produtos, o preço do frete na empresa A é
5. Na roleta, qual é a probabilidade de acertar no igual ao preço do frete na empresa B.
número 25? E) 8 produtos, o preço do frete na empresa A é
6. No jogo da roleta apostei nos números 12, 19, igual ao preço do frete na empresa B.
25, 32 e ainda no último, o 36. Qual é a
probabilidade de acertar? 03 - Rita locou cinco filmes, sendo um drama,
uma comédia, uma ação e dois documentários.
RESPOSTAS: Sabendo-se que Rita deseja assistir os dois
documentários, um seguido do outro, de
1) 3/6 2) 10/17 3) 4/40 quantas maneiras distintas Rita poderá assistir
4) 8/40 5) 1/36 6) 5/36 os cinco filmes?
A) 56 B) 48 C) 42 D) 36 E) 32

04 - Em uma secretaria há 6 armários. Cada


armário possui 5 prateleiras e cada prateleira
tem capacidade para armazenar, no máximo, 8
pastas de arquivo. Ana observou que os
armários 1 e 2 estavam com a capacidade
máxima de pastas em cada prateleira e que os
outros 4 armários apresentavam a seguinte
distribuição:
Armário 3: cada prateleira continha 2 pastas de
arquivo;
Armário 4: 4 prateleiras continham 5 pastas de
arquivo cada uma e a outra estava vazia;
Armário 5: 2 prateleiras continham 8 pastas de
arquivo cada uma e as demais estavam vazias;
CURSO ATUAL Página - 19 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

Armário 6: 4 prateleiras continham 6 pastas de A) 26 e 84 B) 33 e 79 C) 75 e 12


arquivo cada uma e a outra estava vazia; D) 58 e 54 E) 54 e 32
Se todas as pastas fossem distribuídas
igualmente entre as prateleiras, quantas pastas 12 - Assinale a alternativa CORRETA que
ficariam em cada prateleira? corresponde ao valor da expressão (1,5 + 5)/2:
A) 8 B) 7 C) 6 D) 5 E) 4 A) 1,89 B) 4,12 C) 5,75
D) 0,83 E) 3,25
05 - Um texto de 4200 palavras é escrito em 15
páginas cada uma delas com 21 linhas. 13 - Pedro e Mário amigos a mais de 10 anos
Aproximadamente, quantas páginas seriam participaram de uma corrida, evento este que
necessárias para digitar um texto de 3600 ocorreu em sua cidade devida a comemorações
palavras de modo que cada página tivesse 18 do dia do trabalhador, sabendo que Mário
linhas? percorreu 1/3 do total corrida e Pedro percorreu
A) 14 B) 15 C) 16 D) 17 E) 18 3/2 do total da corrida. Assinale a alternativa
CORRETA que representa a fração resultante da
06 - Sendo os conjuntos A = { 0, 1, 2, 3 }, B = { 3, distância percorrida por Pedro e Mário.
4, 5 }, C = { 0, 2, 4, 6 } e D = { 3, 6 }, determine: A) 4/5 B) 11/6 C) 7/9 D) 1 E) 3/7

, assinale a 14 - Dentre as alternativas abaixo assinale a


alternativa correta. opção INCORRETA que não representa um
A) { } B) {6} número natural.
C) {1, 2, 3, 4, 5} D) {0, 1, 2, 3, 4, 5} A) 0 B) 1598 C) -1
E) {0, 1, 2, 3, 4, 5, 6} D) 21 E) 479

07 - Pedro abriu três torneiras que levam 150 15 - Num bolão, dois amigos ganharam trinta e
minutos para encher uma piscina. Quanto dois milhões, cinquenta e quatro mil, cento e
tempo levaria, se houvesse cinco torneiras quarenta e dois reais. O prêmio foi dividido
equivalentes, para encher a mesma piscina? entre em duas partes iguais. Assinale a opção
A) Meia hora. B) Uma hora. CORRETA que representa o valor que cada um
C) Uma hora e meia. D) Duas horas. recebeu, em reais.
E) Duas horas e meia. A) 16.071.017 B) 16.270.071
C) 16.027.071 D) 15.007.041
08 - Em um feirão, Juarez aproveitou as E) 14.127.031
promoções e comprou sete agendas, que
custaram R$ 1,32; 4 canetas, que custaram R$ 16 - Assinale a opção INCORRETA:
0,26; e 45 lapiseiras a R$ 1,22. Qual é o troco de A) 32/2= 15
Juarez, sabendo que ele levou apenas uma nota B) 3,5 + 1,3 - 0,2=4,6
de R$ 100,00? C) 1/2 X 2 = 1
A) R$ 34,82 B) R$ 65,18 C) R$ 83,62 D) 5,5 / 2 = 2,75
D) R$ 49,80 E) R$ 51,50 E) 9x8 = 72
09 - De quantas maneiras uma família de 6
pessoas podem sentar-se num sofá de 6 lugares 17 - Na loja de materiais escolares foram
para tirar uma foto? vendidos para 5 clientes, três dezenas de lápis,
A) 2 maneiras. B) 6 maneiras. cinco dúzias de cadernos e uma dezena de
C) 24 maneiras. D) 120 maneiras. borrachas. Assinale a alternativa correta que
E) 720 maneiras. contém as quantidades de lápis, cadernos e
borrachas que cada cliente comprou:
10 - Uma loja está anunciando uma liquidação A) 06 lápis, 05 cadernos, 02 borrachas.
de bicicletas. A bicicleta a ser comprada por B) 03 lápis, 05 cadernos, 10 borrachas.
Junior custa R$ 1.200,00. Junior quer compra a C) 06 lápis, 12 cadernos, 02 borrachas.
bicicleta à vista, e terá um desconto de 30%. D) 30 lápis, 12 cadernos, 01 borracha.
Quanto Junior irá pagar pela bicicleta, já com o
desconto oferecido pela loja? 18 - Resolva o solicitado:
A) R$ 780,00 B) R$ 840,00 I. ½ de 46 = ___
C) R$ 900,00 D) R$ 960,00 II. O dobro de 21 = ___
E) R$ 1.020,00 III. ¾ de 50 = ___
IV. 99 – 48 = ___
11 - A soma de dois números é 112, o número Assinale a alternativa contendo os resultados
maior é o triplo do menor mais 8. Assinale a na sequência de cima para baixo.
alternativa CORRETA que representa tais A) 23 – 42 – 37,5 – 51 B) 92 – 441 – 66,66 – 50
números. C) 23 – 441 – 37,5 – 51 D) 92 – 42 – 36,5 – 50
CURSO ATUAL Página - 20 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

19 - João Henrique foi ao supermercado e A) R$ 0,10 B) R$ 10,00. C) R$ 1,00.


comprou 3 dúzias e meia de pêssegos. Quanto D) R$ 1,90. E) R$ 1,10.
João Henrique gastou, sabendo-se que o preço
da dúzia é de R$ 6,40? 27 - Tatiana trabalha em uma biblioteca. Ela
A) R$ 20,04 B) R$ 19,20 C) R$ 22,40 precisa colocar 600 livros em 30 prateleiras.
D) R$ 26,88 E) R$ 89,60 Quantos livros ela deverá colocar em cada
prateleira?
20 - Orlando comprou uma caixa de figos por R$ A) 200 B) 20 C) 50
7,00. Sabe-se que na caixa havia dez figos. Qual D) 30 E) 18
é o valor de cada figo?
A) R$ 0,71 B) R$ 0,07 C) R$ 1,70 28 - Rosana foi ao supermercado e comprou
D) R$ 1,00 E) R$ 0,70 três quilos de feijão por R$ 17,89, quatro quilos
de batata por R$ 11,20 e dois quilos e meio de
21 - Vera encontrou duas amigas no shopping e salsicha por R$ 12,25. Qual é o preço de um
resolveram ir ao cinema. Vera se ofereceu para quilo de salsicha?
pagar o cinema às amigas. Cada ingresso ao A) R$ 29,09 B) R$ 4,26. C) R$ 5,67.
cinema custava R$ 2,70. Vera pagou com uma D) R$ 4,90 E) R$ 9,40.
nota de R$ 10,00. O troco que recebeu foi
A) R$ 4,60 B) R$ 1,60 C) R$ 1,90 29 - Para ir da minha casa ao local do trabalho
D) R$ 2,40 E) R$ 3,10 eu tenho que caminhar dois quilômetros e meio.
Portanto, eu caminho:
22 - Sr. Jorge foi à padaria e comprou três litros A) 2,50m B) 2.000m C) 200m
de leite a R$ 1,40 o litro, 8 pãezinhos a R$ 0,15 D) 250m E) 2.500m
cada e 500 gramas de presunto a R$ 12,00 o
quilograma. Sr. Jorge tinha R$ 50,00 na carteira. 30 - Para construir dez paredes é preciso 4
Após pagar a compra, quanto lhe restou de sacos de cimento. Utilizando 28 sacos de
troco? cimento, qual é o total de paredes que poderei
A) R$ 38,60 B) R$ 34,80 C) R$ 36,80 construir?
D) R$ 38,80 E) R$ 37,60 A) 70 B) 28 C) 10
D) 7 E) 80
23 - Milton trabalha em uma fábrica de cimento,
de segunda-feira a sexta-feira. No seu setor, os 31 - Rita queria confeccionar cortinas novas
empregados costumam consumir três galões de para sua casa. Comprou 5,8 metros de tecido
água por dia. Quantos galões são gastos floral, 4 metros de tecido listado e 8,2 metros de
durante a semana? tecido liso. O metro do tecido custava R$13,70.
A) 10. B) 9. C) 18. Qual é o valor pago por Rita para o total de sua
D) 15. E) 21. compra?
A) R$ 189,60 B) R$ 133,56
24 - Raquel decidiu dar uma festa para C) R$ 846,78 D) R$ 246,60
comemorar seu aniversário. Convidou todos os E) R$ 58,00
seus parentes e amigos. Na festa havia 39
mesas. Cada mesa comportava meia dúzia de 32 - ¾ -¼=
pessoas. Quantas pessoas teriam lugar para
A) ½ B) 1 C) 2
sentar na festa?
D) 0,25 E) 2,25
A) 468. B) 234. C) 222.
D) 702. E) 328.
33 - O manobrista de um estacionamento
precisa manobrar os carros, de tal modo que
25 - Comprei seis quilos e meio de farinha de
consiga que todos os carros caibam no
trigo. Cada pacote tem meio quilo. Quantos
estacionamento. Sabe-se que nesse
pacotes de farinha de trigo eu comprei?
estacionamento cabem 280 carros.
A) 18. B) 13. C) 9.
Considerando-se que os carros devem ser
D) 12. E) 21.
estacionados em fileiras e que é possível
formam sete fileiras, quantos carros ele deverá
26 - Pedrinho foi à farmácia para sua mãe e
colocar em cada fileira?
comprou:
- 1 pacote de algodão por RS 6,30. A) 20 B) 40 C) 90 D) 60 E) 44
- 2 desodorantes por R$ 1,30 cada.
- 5 envelopes de medicamento para dor de 34 - Maria José trabalha como cozinheira em um
cabeça por R$ 2,20 cada envelope. restaurante e recebe, por mês, R$ 750,00 de
Ele deu R$ 20,00 para pagar a conta. Quanto salário. Ela paga R$ 330,00 de aluguel, gasta R$
Pedrinho recebeu de troco? 180,00 no mercado e R$ 130,00 com a
CURSO ATUAL Página - 21 -
CURSO ATUAL – RACIOCÍNIO LÓGICO

mensalidade escolar de seus filhos. Dessa C) Vai pagar: R$ 8,60 - Troco: R$ 1,40
forma, sobrarão de seu salário: D) Vai pagar: R$ 7,40 - Troco: R$ 2,60
A) R$ 220,00 B) R$ 130,00
C) R$ 110,00 D) R$ 310,00 GABARITO
E) R$ 240,00 01 - C 02 - D 03 - B 04 - D 05 - B

35 - Teresa deseja comprar um fogão novo. Ela 06 - A 07 – C 08 - A 09 - E 10 - B


recebe R$ 550,00 de salário por mês em seu 11 - A 12 - E 13 - B 14 - C 15 - C
emprego de recepcionista. Gasta R$ 480,00 do
salário todo mês com suas despesas pessoais. 16 - A 17 – C 18 – A 19 – C 20 – E
Considerando-se que o fogão que ela deseja 21 – C 22 – A 23 – D 24 – B 25 – B
comprar custa R$ 420,00, quantos meses será
26 – A 27 – B 28 – D 29 – E 30 – A
preciso para que Teresa consiga juntar o
dinheiro necessário para adquirir a televisão? 31 – D 32 – A 33 – B 34 – C 35 – C
A) 3 B) 9 C) 6
36 – D 37 – C 38 – A 39 – C 40 – B
D) 7 E) 5

36 - Um menino recebe R$ 0,50 por dia de ANOTAÇÕES


mesada de seu pai. Considerando-se que seu
pai lhe pagou 28 dias, o menino recebeu o total
____________________________
de: ____________________________
A) R$ 15,50 B) R$ 17,50 C) R$ 13,00 ____________________________
D) R$ 14,00 E) R$ 14,70
____________________________
37 - Num folheto de promoções para o Dia das ____________________________
Mães, Renata interessou-se pela seguinte
oferta: ____________________________
“FORNO ELÉTRICO - XR450 EM INOX. ____________________________
SÓ 6 PRESTAÇÕES DE R$ 48,00.
SEM JUROS” ____________________________
Qual o valor do forno se ela fosse comprar à ____________________________
vista?
A) R$ 298,00 B) R$ 285,00 ____________________________
C) R$ 288,00 D) R$ 295,00 ____________________________
38 - Renata resolveu comprar um aparelho de ____________________________
som no valor de R$ 348,00 em 3 prestações sem ____________________________
juros. Quanto ela vai pagar por mês?
A) R$ 116,00
____________________________
B) R$ 117,00 ____________________________
C) R$ 116,50
D) Todas as alternativas estão incorretas.
____________________________
____________________________
39 - O vendedor informou-lhe que ela poderia
comprar o mesmo aparelho de som em 5 vezes,
____________________________
mas com 10% de juros. Nesse caso, por quanto ____________________________
sairia o aparelho?
A) R$ 380,80 B) R$ 381,80
____________________________
C) R$ 382,80 D) R$ 382,00 ____________________________
____________________________
40 - Dona Francisca pegou uma nota de 20 reais
e foi ao supermercado comprar alguns ____________________________
ingredientes para fazer uma sobremesa. ____________________________
Pesquisou e encontrou os seguintes preços:
LEITE CONDENSADO – R$ 0,90 ____________________________
CREME DE LEITE – R$ 1,10
1 GARRAFA DE SUCO DE MARACUJÁ – R$ 1,80.
____________________________
Ela vai comprar 2 itens de cada ingrediente. ____________________________
Quanto ela vai pagar e qual vai ser o seu troco? ____________________________
A) Vai pagar: R$ 7,50 - Troco: R$ 2,50
B) Vai pagar: R$ 7,60 - Troco: R$ 12,40 ____________________________
CURSO ATUAL Página - 22 -
PESQUISADO E ELABORADO PELA EQUIPE PEDAGÓGICA DO CURSO ATUAL
Proibida a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização do Curso Atual
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA
LIXEIRA
MS-WINDOWS 7
A Área de trabalho do Windows 7 é bem
colorida e possui apenas um ícone: o da Lixeira.
Conceito de pastas, diretórios, arquivos e Na Lixeira ficam armazenados os arquivos
atalhos, área de trabalho, área de transferência, que são apagados pelo usuário, ou
manipulação de arquivos e pastas, uso dos intencionalmente ou acidentalmente. Mas eles
menus, programas e aplicativos, interação com podem ser recuperados, por isso ela possui a
o conjunto de aplicativos ilustração do símbolo da reciclagem.
Como padrão, na instalação do Windows,
VERSÕES DO WINDOWS 7 será colocado na área de trabalho apenas o ícone
Foram desenvolvidas muitas versões do Lixeira, porém, você poderá inserir quantos ícones
Windows 7 para que atendam às diversas desejar.
características de plataformas computacionais e
necessidades tecnológicas diferentes e existentes
no mercado (residencial e corporativo).
- Windows 7 Starter: Projetado especificamente
para ajudar mais as pessoas em mercados de BARRA DE TAREFAS
tecnologia em desenvolvimento a aprender É uma área de suma importância para a
habilidades valiosas com computador e a atingir utilização do Windows 7, pois no botão Iniciar
novas oportunidades. Ideal para netbooks. ficam os principais comandos e recursos do
- Windows 7 Home Premium: É ideal para Windows.
residências com necessidades básicas de A Barra de tarefas tem ainda a importante
computação como e-mail, navegação na Internet e função de avisar quais são os aplicativos em uso,
compartilhamento/visualização de fotos, músicas e pois é mostrado um retângulo pequeno com a
vídeos. descrição do(s) aplicativo(s) que está(ão) ativo(s)
- Windows 7 Professional: É a edição para no momento, mesmo que algumas estejam
aqueles que preferem trabalhar tanto no ambiente minimizadas ou ocultas sob outra janela, permitindo
doméstico quanto no ambiente de trabalho. Com assim, alternar entre estas janelas ou entre
todos os recursos do Windows Home Premium, ele programas com rapidez e facilidade.
ainda permite trabalhar com funcionalidades como Podemos alternar entre as janelas abertas
Modo Windows XP para executar aplicativos mais com a sequência de teclas ALT+TAB (FLIP)
antigos que se executam normalmente no Windows permitindo escolher qual janela, ou programa
XP e possui backup automático para os seus dados. deseja manipular, ALT+ESC que alterna entre as
Windows 7 Ultimate: É a escolha certa para quem janelas abertas sequencialmente e Tecla Windows
quer ter tudo. Alterne facilmente entre os mundos (WINKEY) + TAB (FLIP 3D) abre o Windows Aero
de produtividade e experimente a edição mais (FLIP3D).
completa do Windows 7. Além das funcionalidades
do Windows Home Premium e do Windows
Professional, o Ultimate tem os recursos de
economia de energia, segurança como BitLocker e
BitLocker To Go, recursos de mobilidade como
Direct Access que funciona integrado a uma rede
com Windows Server 2008 R2.
ÁREA DE TRABALHO
A Área de trabalho é composta pela maior
parte de sua tela, em que ficam dispostos alguns
ícones. Uma das novidades do Windows 7 é a A barra de tarefas também possui o menu
interface mais limpa, com menos ícones e maior Iniciar, barra de inicialização rápida e a área de
ênfase às imagens do plano de fundo da tela. Com notificação, onde você verá o relógio. Outros ícones
isso você desfruta uma área de trabalho suave. A na área de notificação podem ser exibidos
barra de tarefas que fica na parte inferior também temporariamente, mostrando o status das
sofreu mudanças significativas. atividades em andamento. Por exemplo, o ícone da
impressora é exibido quando um arquivo é enviado
para a impressora e desaparece quando a
impressão termina. Você também verá um lembrete
na área de notificação quando novas atualizações
do Windows estiverem disponíveis para download
no site da Microsoft.
O Windows 7 mantém a barra de tarefas
organizada consolidando os botões quando há
CURSO ATUAL Página - 1 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

muitos acumulados. Por exemplo, os botões que Algumas opções que poderão estar no
representam arquivos de um mesmo programa são botão Iniciar:
agrupados automaticamente em um único botão. - Todos os Programas: Exibe uma lista completa
Clicar no botão permite que você selecione um com todos os programas do Windows 7 e
determinado arquivo do programa. aplicativos instalados em seu computador.
Outra característica muito interessante é a - Lupa: A Lupa amplia partes diferentes da tela.
pré-visualização das janelas ao passar a seta do Esse recurso é útil para a exibição de partes
mouse sobre os botões na barra de tarefas. difíceis de ver.
- Windows Fax e Scan: Permite que se receba ou
emita fax, além de escanear um documento.
- Visualizador XPS: Visualizador dos arquivos
criados em formato XPS (XML Paper Specification).
- Calculadora: Aplicativo calculadora que auxilia na
criação de contas simples.
- Paint: Aplicativo para edição de imagens, além de
BOTÃO INICIAR permitir criá-las.
- Conexão de Área de Trabalho Remota:
Aplicativo que possibilita a conexão com outros
Está no mesmo local do menu Iniciar, computadores remotamente, desde que se
encontrado na Barra de tarefas, o qual, quando obedeçam às permissões.
clicado, apresenta a listagem de comandos - Notas Autoadesivas: São lembretes que ficam
existentes. pendurados na Área de trabalho do Windows.
O botão Iniciar é o principal elemento da - Conectar a um Projetor: Aplicativo que permite a
Barra de Tarefas. Ele dá acesso ao Menu Iniciar, conexão facilitada a um projetor para exibição da
de onde se podem acessar outros menus que, por tela em ambientes apropriados, tais como
sua vez, acionam programas do Windows. Ao ser auditórios, salas de reunião, salas de treinamento
acionado, o botão Iniciar mostra um menu vertical etc.
com várias opções. Alguns comandos do menu - Ponto de Partida: Central de tarefas em que são
Iniciar têm uma seta para a direita, significando que oferecidos recursos que facilitam o uso do
há opções adicionais disponíveis em um menu Windows, tais como Backup de arquivos,
secundário. Se você posicionar o ponteiro sobre um personalizar o Windows, conexão à internet, entre
item com uma seta, será exibido outro menu. outros.
O botão Iniciar é a maneira mais fácil de - Windows Live Messenger: Aplicativo que
iniciar um programa que estiver instalado no permite a conversa com outras pessoas em tempo
computador, ou fazer alterações nas configurações real, no modo texto.
do computador, localizar um arquivo, abrir um
documento. É apresentado em duas colunas. A DESLIGANDO SEU COMPUTADOR
coluna da esquerda apresenta atalhos para os Quando você termina de usar o
programas instalados e para os programas computador, é importante desligá-lo corretamente
abertos recentemente. Na coluna da direita o não apenas para economizar energia, mas também
menu personalizado apresentam atalhos para as para garantir que os dados sejam salvos e para
principais pastas do usuário como Documentos, ajudar a manter seu computador mais seguro. E o
Imagens, Músicas e Jogos. A sequência de teclas melhor de tudo: o computador iniciará rapidamente
para ativar o Botão Iniciar é CTRL+ESC ou a na próxima vez que você quiser utilizá-lo.
Tecla do Windows (WINKEY). Desligamento: O novo conjunto de comandos
As opções existentes no botão Iniciar permite Desligar o computador, Bloquear o
estão dispostas no lado esquerdo do menu e no computador, Fazer Logoff, Trocar Usuário,
direito. À esquerda você encontra os aplicativos ou Reiniciar, Suspender ou Hibernar.
recursos colocados na sua máquina.

Para desligar o computador, clique no


botão Iniciar e, em seguida, clique no botão para
ligar/desligar no canto inferior direito do menu
Iniciar. Normalmente, o botão Ligar/desligar tem a
seguinte aparência:
- Suspender: Quando você clica neste botão, o
computador entra em modo de suspensão. O
CURSO ATUAL Página - 2 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Windows salva automaticamente seu trabalho, o Os ícones de atalho oferecem links para os
monitor é desativado e o ruído da ventoinha do programas ou arquivos que eles representam. Você
computador para. Geralmente, uma luz na parte pode adicioná-los e excluí-los sem afetar os
externa do gabinete do computador pisca ou fica programas ou arquivos atuais.
amarela para indicar que o computador está em Para selecionar ícones aleatórios,
suspensão. Todo o processo leva apenas alguns pressione a tecla CTRL e clique nos ícones
segundos. desejados.
Como o Windows salva seu trabalho, não Quando você instala programas em seu
há necessidade de fechar os programas e arquivos computador, alguns deles automaticamente criam
antes de colocar o computador em suspensão. Na um ícone de atalho na área de trabalho. Veja a
próxima vez que você ligar o computador (e inserir seguir alguns exemplos de ícones:
sua senha, se necessário), a aparência da tela será
exatamente igual a quando você desligou o
computador.
Para acordar o computador, pressione o
botão para ligar/desligar no gabinete do Cada ícone contém o nome, do programa
computador. Como você não tem de esperar o ou pasta, correspondente. Este nome pode ser
Windows iniciar, o computador acorda em modificado conforme a necessidade.
segundos e você pode voltar ao trabalho quase
imediatamente. TRABALHANDO COM JANELAS
Mesmo que o conteúdo de cada janela
PLANO DE FUNDO seja diferente, todas as janelas têm algumas
Todos nós temos uma foto preferida, não é coisas em comum.
mesmo? Qual é a sua? Aquela que está no porta- A maioria das janelas possuem as
retratos da sua mesa de trabalho ou de estudos? mesmas partes básicas.
Com o Windows, você pode exibir suas fotos
favoritas como plano de fundo da área de trabalho
de seu computador.
Além de fotos, o plano de fundo pode ser
uma imagem ou um desenho, que deixa o ambiente
de trabalho do Windows mais bonito cu até mesmo
personalizado, ou seja, do jeito que você gosta.
Quando vai a alguma loja ou escritório,
você já deve ter notado que algum monitor exibe 1 - Barra de Título: Está localizada na parte
fotos de família ou mesmo belas paisagens, não é superior de uma janela, sendo colorida em azul, na
mesmo? instalação padrão, Apresenta o nome do programa
Os planos de fundo da área de trabalho em uso e/ou nome do documento atualmente
do Windows, também são conhecidos como papéis aberto.
de parede. Hoje em dia existem vários sites Permite que o usuário movimente a janela
especializados em disponibilizar papéis de parede, para um outro local da tela, ou seja, o usuário
com os mais variados temas: carros, animais, anjos, posiciona o mouse sobre a Barra de Título,
etc. pressiona e segura o botão esquerdo do mouse e
arrasta a janela para outra posição, fazendo com
que todo o conteúdo sofra também um
deslocamento.
2 - Barra de Menus: Ao longo da parte superior de
toda as janelas há uma Barra de Menu que
relaciona todos os menus disponíveis. Um menu
ÍCONES consiste em uma lista de comandos que executam
Representação gráfica de um arquivo, tarefas.
pasta ou programa. Você pode adicionar ícones na A maioria dos programas possui um menu
área de trabalho, assim como pode excluir. Alguns Arquivo, um menu Editar e um menu Ajuda, além
ícones são padrões do Windows: Computador, de outros, exclusivos do próprio programa.
Painel de Controle, Rede, Lixeira e a Pasta do
usuário. 3 – Botão Minimizar: Permite ocultar a janela,
Os ícones de atalho são identificados pela deixando-a visível somente como um botão na
pequena seta no canto inferior esquerdo da barra de tarefas.
imagem. Eles permitem que você acesse 4 – Botão Maximizar: Ao clicar neste botão, a
programas, arquivos, pastas, unidades de disco, janela ocupa a tela inteira do monitor. Com a janela
páginas da web, impressoras e outros maximizada, este botão se transforme no botão
computadores. Restaurar Tamanho.
CURSO ATUAL Página - 3 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Botão Restaurar Tamanho: Este botão também Você pode criar livremente as pastas. O
está localizado no meio dos 3 botões, porém só é Windows 7 utiliza a Biblioteca como padrão para
apresentado se a janela estiver maximizada, armazenar seus dados. Isso permite maior
portanto o botão Restaurar se alterna com o botão organização e facilita a localização. Ainda assim,
de Maximizar dependendo de como a respectiva por exemplo, dentro da pasta Documentos é
janela esteja apresentada. Pressionar o botão possível criar pastas para organizar suas
"Restaurar" faz com que a janela de aplicativo informações.
retorne ao seu tamanho anterior. A vantagem de poder criar uma pasta é
5 – Botão Fechar: Como o próprio nome diz, este exatamente ter os trabalhos organizados e
botão é utilizado para fechar a janela do programa. divididos por assunto, como se fossem gavetas de
6 – Barras de rolagem: Permite rolar o conteúdo um armário.
da janela para cima, para baixo e para os lados, Ao abrir o Windows Explorer o novo
para ver informações que estão fora de visão no sistema de BIBLIOTECAS permite acesso rápido
momento. as principais pastas do usuário.
WINDOWS EXPLORER
No computador, para que tudo fique
organizado, existe o Windows Explorer. Ele é um
programa que já vem instalado com o Windows e
pode ser aberto através do Botão Iniciar ou do seu
ícone na barra de tarefas.
Este é um dos principais utilitários
encontrados no Windows 7. Permite ao usuário
enxergar de forma interessante a divisão
organizada do disco (em pastas e arquivos), criar
outras pastas, movê-las, copiá-las e até mesmo
apagá-las.
Com relação aos arquivos, permite Veja a seguir uma explicação sobre as
protegê-los, copiá-los e movê-los entre pastas e/ou partes da janela do Windows Explorer.
unidades de disco, inclusive apagá-los e também Botões Minimizar, Maximizar e Fechar: servem,
renomeá-los. Em suma, é este o programa que respectivamente, para reduzir a janela a um botão
disponibiliza ao usuário a possibilidade de na barra de tarefas, para fazer com que a janela
gerenciar todos os seus dados gravados. ocupe a tela toda e para fechar o programa.
O Windows 7 é totalmente voltado para
tarefas e usuários, portanto o que você enxerga
são os arquivos do usuário que está ligado.
Botões Avançar e Voltar: o botão Voltar serve
Eventualmente, se efetuar a troca de usuários e
para que volte à pasta anterior, ou seja, a pasta
abrir o Windows Explorer, ele mostrará
que você acessou antes da atual. O botão Avançar
primeiramente os arquivos desse novo usuário e
passa para a pasta seguinte.
assim sucessivamente.
Os arquivos são muito importantes e,
portanto merecem uma atenção especial. Não
podem estar espalhados pelo computador, Barra de endereço: é o local onde você digita o
precisam ser guardados em locais específicos, endereço da pasta ou do arquivo desejado.
chamado pastas. Enquanto você digita, o botão Ir para é exibido. Ao
Uma das novidades do Windows 7 são as localizar a pasta ou o arquivo desejado, basta clicar
Bibliotecas. Por padrão já consta uma na qual sobre este botão.
você pode armazenar todos os seus arquivos e
documentos pessoais/trabalho, bem como arquivos
de músicas, imagens e vídeos. Também é possível Caixa de Pesquisa: utilizando esta caixa, você
criar outra biblioteca para que você organize da poderá procurar rapidamente por qualquer arquivo
forma como desejar. ou pasta que esteja no computador. Você verá
O Windows Explorer está dividido em mais detalhes sobre ela no próximo tópico.
várias partes. A porção da esquerda mostra a sua
biblioteca, que pode incluir seus arquivos, suas
músicas, filmes e imagens; há também o ícone Barra de Ferramentas: exibe várias opções, de
Favoritos para visualizar seus sites preferidos, a acordo com os itens que são acessados no painel
área de trabalho, sua rede doméstica ou de de navegação. Você verá como utilizá-la a seguir,
trabalho e o Computador. ainda neste tópico.
À direita do Windows Explorer você pode
observar os arquivos existentes na pasta explorada.
CURSO ATUAL Página - 4 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Painel de navegação: Como o próprio nome diz, Podemos identificar o formato de um


através dele você navega pela área de trabalho, arquivo observando o seu ícone, que é igual ao
pelas bibliotecas, pelo disco rígido do computador e ícone do aplicativo que o criou.
pela rede, caso o computador esteja conectado a
alguma.

Vendo os ícones, você pode ver como é


fácil distinguir qual é o formato de cada arquivo.
Primeiro por causa do seu ícone, e segundo
porque seus nomes facilitam a identificação.
Portanto, ao salvar arquivos, dê-lhes
nomes pequenos e fáceis de identificá-los,
relacionados ao assunto do seu conteúdo.
Outra coisa importante que deve ser
lembrada é que dois arquivos do mesmo formato
não podem ter o mesmo nome no mesmo local,
No painel de navegação, os itens são ou seja, na mesma pasta. Agora, caso um arquivo
divididos em categorias: Favoritos, Bibliotecas, seja do formato texto e o outro formato de
Computador e Rede. desenho, esse problema não ocorre.
Favoritos: Permite que você acesse os itens da
Área de trabalho, os arquivos que foram baixados
da Internet (pasta Downloads) e todos os locais que
você acessou recentemente, no seu computador ou
na rede.
Bibliotecas: Uma biblioteca se parece muito com
uma pasta, mas não armazena arquivos. Em vez
disso, uma biblioteca aponta para os locais em que O sistema operacional reconhece o
seus arquivos estão armazenados e mostra todos formato de um arquivo pela sua extensão. Como o
como uma só coleção. próprio nome diz, ela é uma extensão do nome do
Computador: Exibe o disco rígido do computador próprio arquivo. Seria como se fosse o sobrenome,
(Disco Local C:). Se houver mais de um disco ou se para saber de que família ele pertence (família das
um disco estiver particionado, o Windows Explorer imagens, dos textos, das músicas etc.).
irá exibi-la com a letra seguinte (Disco Local D:). O Todo arquivo possui uma extensão (quase
item Computador também exibe a unidade de CD sempre formada por três letras), e ela vem depois
ou DVD, caso haja alguma. de seu nome. Por padrão, o Windows oculta todas
Rede: Se o seu computador estiver conectado a as extensões dos arquivos, mostrando apenas o
uma rede, este item fará parte do painel de nome dele, mas é a partir delas que o sistema sabe
navegação e irá exibir todos os computadores que qual aplicativo deverá abrir o arquivo solicitado.
fazem parte da rede. O nome do arquivo é separado de sua
Painel direito: Exibe todas as opções referentes extensão por um ponto (.).
aos itens que estão no painel de navegação.

Observação - Note que a extensão dos arquivos do


Bloco de notas é "txt".
É por esse motivo que podemos dar o
mesmo nome a arquivos com extensões
ARQUIVOS E PASTAS diferentes na mesma pasta. Pois o sistema
Agora, você aprenderá mais sobre os percebe que eles não pertencem ao mesmo
arquivos e as pastas. Como você já sabe, cada formato.
arquivo possui um nome que o identifica, facilitando O tipo de um arquivo pode ter mais de uma
o trabalho do usuário. extensão. É o caso dos arquivos de imagem. A
Cada um também tem seu formato. Por diferença está na qualidade dos formatos, na
exemplo, existem arquivos do Bloco de notas, do quantidade de espaço em disco que o arquivo
Paint, do WordPad e assim por diante. De modo ocupa e em quais aplicativos ele pode ser aberto.
que um arquivo criado pelo Bloco de notas não Além dessas extensões, existe também
pode ser aberto pelo Paint, pois o formato desse outro tipo de arquivo que é essencial para o
arquivo é texto, e o Painel reconhece arquivos de funcionamento de todo o sistema operacional. São
imagens. os arquivos executáveis.
CURSO ATUAL Página - 5 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Os arquivos executáveis possuem a


extensão EXE. Eles são os arquivos principais dos
aplicativos no Windows. Todo aplicativo possui um
arquivo com a extensão EXE, que é o responsável
pela execução do mesmo (por isso o nome
executável).
Vamos pegar como exemplo a calculadora.
Na verdade, a calculadora propriamente dita é o
arquivo calc.exc, que fica localizado em uma das
pastas internas do Windows.
Portanto, o atalho da calculadora, que fica no grupo APLICATIVOS DE WINDOWS 7
Acessórios, do menu Iniciar, direciona diretamente O Windows 7 inclui muitos programas e
para esse arquivo. acessórios úteis. São ferramentas para edição de
Sem os atalhos, precisaríamos abrir os texto, criação de imagens, jogos, ferramentas para
aplicativos sempre pelo seu arquivo executável, melhorar o desempenho do computador,
tornando o trabalho muito complicado, pois cada calculadora e etc.
aplicativo fica instalado em uma pasta diferente no Se fôssemos analisar cada acessório que
sistema operacional. temos, encontraríamos várias aplicações, mas
vamos citar as mais usadas e importantes.
LIVE ICONS (MODOS DE EXIBIÇÃO) A pasta Acessórios é acessível dando−se
Os ícones “ao vivo” no Windows 7 são um um clique no botão Iniciar na Barra de tarefas,
grande melhoramento em relação aos ícones escolhendo a opção Todos os Programas e no
tradicionais. Nas aplicações que tenham esta submenu, que aparece, escolha Acessórios.
funcionalidade disponível, os Live Icons fornecem-
lhe uma pré-visualização em miniatura do conteúdo BLOCO DE NOTAS
de cada arquivo, em vez de uma representação Aplicativo de edição de textos (não oferece
genérica da aplicação que está associada ao nenhum recurso de formatação) usado para criar
arquivo. Conseguirá ver pré-visualização dos ou modificar arquivos de texto. Utilizado
arquivos - incluindo as primeiras páginas dos seus normalmente para editar arquivos que podem ser
documentos, as suas fotos e mesmo as capas dos usados pelo sistema da sua máquina.
álbuns das músicas que têm gravadas no O Bloco de Notas serve para criar ou editar
computador sem ter que abrir qualquer desses arquivos de texto que não exijam formatação e não
arquivos. ultrapassem 64KB. Ele cria arquivos com
extensões .INI, .SYS e .BAT, pois abre e salva
texto somente no formato ASCII (somente texto).

WORD PAD
Editor de texto com formatação do
Windows. Pode conter imagens, tabelas e outros
objetos. A formatação é limitada se comparado com
Painel de Visualização o Word. A extensão padrão gerada pelo Word Pad
De forma a oferecer-lhe uma maneira é a RTF. Lembre-se que por meio do programa
ainda mais completa de pré-visualizar os conteúdos Word Pad podemos salvar um arquivo com a
dos documentos sem ter que os abrir, os extensão DOC entre outras.
Exploradores como o Explorador de Documentos,
Explorador de Música e o Explorador de Imagens
oferecem-lhe um Painel de Visualização opcional.
Nas aplicações que disponibilizem esta
funcionalidade poderá navegar por pré-
visualizações legíveis de vários documentos ou
antever alguns segundos do conteúdo de arquivos
de mídia. Para isso basta clicar no botão “Mostrar
Painel de Pré-Visualização” que fica na Barra de
Ferramentas.
CURSO ATUAL Página - 6 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

PAINT hardware). Os aplicativos e os serviços instalados


Editor simples de imagens do Windows. A pelo usuário também podem inserir ícones no
extensão padrão é a BMP. Permite manipular Painel de controle.
arquivos de imagens com as extensões: JPG ou Existem três opções de modo de exibição
JPEG, GIF, TIFF, PNG, ICO entre outras. para o Painel de controle: O modo de exibição
Categoria, Ícones grandes e Ícones pequenos.
A JANELA

Botões Minimizar, Maximizar e Fechar: Servem,


respectivamente, para reduzir a janela a um botão
barra de tarefas, para fazer com que a janela
ocupe a tela toda e para fechar o programa.
CALCULADORA
Pode ser exibida de quatro maneiras:
padrão, científica, programador e estatística.
Botões Avançar e Voltar: O botão Voltar serve
par que volte à categoria anterior, ou seja, a
categoria que você acessou antes da atual. O
botão Avançar passa para a categoria seguinte.

Barra de endereço: É o local onde você digita o


endereço da categoria ou item desejado.
Enquanto você digita, o botão é exibido.

Caixa de Pesquisa: Através desta caixa, você


poderá procurar rapidamente por qualquer item do
Painel de Controle.

MODO DE EXIBIÇÃO CATEGORIA


O modo de exibição Categoria exibe os
WINDOWS LIVE MOVIE MAKER ícones do Painel de controle de acordo com o tipo
Editor de videos. Permite a criação e de tarefa que o usuário desejar executar.
edição de vídeos. Permite inserir narrações,
músicas, legendas, etc... Possui vários efeitos de
transição para unir cortes ou cenas do vídeo. A
extensão padrão gerada pelo Movie Maker é a
MSWMM se desejar salvar o projeto ou WMV se
desejar salvar o vídeo.

- Sistema e Segurança: Exibe uma série de


recursos para manutenção e segurança de seu
computador, tais como: Central de Ações, Firewall
do Windows, Sistema, Windows Update, Opções
de energia, Backup e Restauração etc.
- Rede e Internet: Exibe o status e as tarefas de
rede, tais como: Central de Rede e
PAINEL DE CONTROLE Compartilhamento, Grupos Doméstico e Opções da
O Painel de controle fornece um conjunto Internet.
de ferramentas administrativas com finalidades - Hardware e Sons: Exibe várias opções para você
especiais que podem ser usadas para configurar o adicionar novos Hardwares e Gerenciar os
Windows, aplicativos e ambiente de serviços. O dispositivos de Áudio e Vídeo em geral.
Painel de controle inclui itens padrão que podem - Programas: Nesta opção você pode gerenciar
ser usados para tarefas comuns (por exemplo, todos os programas em seu computador, podendo
Vídeo, Sistemas, Teclado, Mouse e Adicionar desinstalar e restaurar os programas instalados.
CURSO ATUAL Página - 7 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

- Contas de Usuários e Segurança familiar: NOVIDADES DO WINDOWS 7


Permite gerenciar os usuários do computador, - Ajustar
determinando se o usuário poderá executar O recurso Ajustar permite o
algumas tarefas ou não. redimensionamento rápido e simétrico das janelas
Uma conta de usuário é o conjunto de abertas, basta arrastar a janela para as bordas pré-
informações que diz ao Windows quais arquivos definidas e o sistema a ajustará às grades.
e pastas o usuário poderá acessar, quais - Aero Peek
alterações poderá efetuar no computador e quais Exclusivo das versões Home Premium,
são suas preferências pessoais. Cada pessoa Professional e Ultimate, o Aero Peek permite que o
acessa sua conta com um nome de usuário e uma usuário visualize as janelas que ficam ocultadas
senha. pela janela principal.
Há três tipos principais de contas: - Nova Barra de Tarefas
- Administrador: Criada quando o Windows é A barra de tarefas do Windows 7 conta
instalado, Ele lhe dá acesso completo ao com uma grande atualização gráfica. Agora o
computador. usuário pode ter uma prévia do que está sendo
- Usuário padrão: Permite que você execute rodado, apenas passando o mouse sobre o item
tarefas comuns e trabalhe com seus próprios minimizado.
arquivos. - Aero Shake
- Convidado: Destina-se às pessoas que precisam Área de trabalho bagunçada? Muitas
de acesso temporário ao computador. janelas abertas? Basta selecionar a janela
Controle dos Pais desejada, clicar na barra de títulos e sacudir. Todas
Ajuda a controla o modo como as crianças as outras janelas serão minimizadas
usam o computador. Por exemplo, você pode automaticamente.
definir limites para a quantidade de horas que - Jumplist
seus filhos podem usar o computador, os jogos que Esse novo recurso permite a criação de
podem jogar e os programas que podem executar. listas de atalhos para acesso mais dinâmico aos
- Aparência e Personalização: Nesta opção você documentos, sites e programas usados com mais
pode controlar toda a aparência de seu computador, frequência. Além da atualização automática, é
o modo como sua tela será exibida. Poderá alterar possível fixar os atalhos favoritos, para que não
o tema, o Plano de fundo da Área de trabalho, sejam trocados.
ajustar a Resolução da tela etc. - Planos de fundo
- Relógio, Idioma e Região: Nesta opção você A cada versão do Windows, a Microsoft
poderá alterar a Data e hora, Fuso horário e prepara novas imagens para papéis de parede,
muitos outros. com o Windows 7 não poderia ser diferente. E
- Facilidade de Acesso: Permite que o Windows ainda há uma novidade, o novo sistema
sugira configurações, poderá Otimizar a exibição operacional permite a configuração de
visual, Alterar configuração do mouse etc. apresentação de slides para planos de fundo,
trocando as imagens automaticamente.
MODOS DE EXIBIÇÃO ÍCONES PEQUENOS E
ÍCONES GRANDES - Alternância de Tarefas
Os modos de exibições Ícones grandes e A barra de alternância de tarefas do
Ícones pequenos exibem os ícones do Painel de Windows 7 foi reformulada e agora é interativa.
controle em um modo de exibição que é familiar Permite a fixação de ícones em determinado local,
aos usuários de versões anteriores do Windows 7. a reorganização de ícones para facilitar o acesso e
também a visualização de miniaturas na própria
barra.
- Grupos Domésticos
Para facilitar o compartilhamento de
arquivos e impressoras na rede doméstica, a
Microsoft criou o recurso dos grupos domésticos.
Uma vez criado o grupo, torna-se muito mais ágil e
simples o compartilhamento de músicas, vídeos,
ÍCONES GRANDES
documentos e fotos entre computadores. Permite
também a proteção por senhas e o controle do
conteúdo compartilhado.
- Gadgets
Diferentemente do Windows Vista, que
prendia as gadgets na barra lateral do sistema. O
Windows 7 permite que o usuário redimensione,
arraste e deixe as gadgets onde quiser, não
dependendo de grades determinadas.
CURSO ATUAL Página - 8 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

- Gerenciador de Jogos ou manuscritas, caso o computador possua Tablet


O gerenciador de jogos do Windows 7 ou tela sensível ao toque.
permite a conexão com feeds de atualizações e - Central de Ações
novas aplicações da Microsoft, registra vitórias, Chega de balões de alerta do Windows
derrotas e outras estatísticas. O novo sistema atrapalhando os aplicativos. O Windows 7 conta
operacional conta ainda com a volta de três jogos com a central de ações, recurso configurável que
online do Windows XP, Damas, Espadas e Gamão, permite a escolha do que pode ou não pode
todos reformulados e redesenhados. interferir no sistema durante as aplicações.
- Windows Media Center - Novo Paint e nova Calculadora
O novo Windows Media Center tem O Paint e a Calculadora do Windows 7
compatibilidade com mais formatos de áudio e foram todos reformulados. No Paint novas paletas
vídeo, além do suporte a TVs online de várias de ferramentas, novos pincéis e novas formas pré-
qualidades, incluindo HD. Também conta com um definidas e na Calculadora os novos modos de
serviço de busca mais dinâmico nas bibliotecas exibição, padrão, científica, programador e
locais, o TurboScroll. estatística.
- Windows Backup - Flip 3D
Além do já conhecido Ponto de Flip 3D é um feature padrão do Windows
Restauração, o Windows 7 vem também com o Vista que ficou muito funcional também no
Windows Backup, que permite a restauração de Windows 7. No Windows 7 ele ficou com realismo
documentos e arquivos pessoais, não somente os para cada janela e melhorou no reconhecimento de
programas e configurações. screens atualizadas.
- Windows Touch - Novo menu Iniciar
Uma das inovações mais esperadas do - Comando de voz (inglês)
novo OS da Microsoft, a compatibilidade total com - Leitura nativa de Blu-Ray e HD DVD
a tecnologia do toque na tela, o que inclui o acesso - Conceito de Bibliotecas (Libraries), como no
a pastas, redimensionamento de janelas e a Windows Media Player, integrado ao Windows
interação com aplicativos. Explorer
- Arquitetura modular, como no Windows Server
- Redes sem fio 2008
Os usuários do Windows Vista sofriam com - Faixas (ribbons) nos programas incluídos com o
a interface pouco intuitiva do assistente para Windows (Paint e WordPad, por exemplo), como no
conexão de redes sem fio. No Windows 7 isso Office 2007.
acabou, o sistema simples permite o acesso e a - Aceleradores no Internet Explorer 8
conexão às redes com poucos cliques. - Aperfeiçoamento no uso da placa de vídeo e
- Tablet memória RAM
Para quem não gosta de teclado e mouse, - UAC personalizável
o Windows 7 vem com muito mais compatibilidade - Melhor desempenho
com a tecnologia Tablet. Conta com - Gerenciador de Credenciais
reconhecimento de manuscrito e de fórmulas - Boot otimizado e suporte a boot de VHDs (HDs
matemáticas, digitalizando-as. Virtuais)
- Modo XP - Instalação do sistema em VHDs
Para compatibilidade com programas GADGETS
corporativos de pequenas e médias empresas, o Os Gadgets colocam informação e
novo sistema operacional conta com suporte ao diversão, como notícias, fotos, jogos e as fases da
modo Windows XP, que pode ser baixado no site Lua diretamente na sua área de trabalho.
da Microsoft. No Windows Vista, os gadgets foram
- Windows Defender agrupados na Barra Lateral. O Windows 7 os liberta
Livre-se de spywares, malwares, adwares na tela, onde é possível movê-los e redimensioná-
e outras pragas virtuais com o Windows Defender los como você preferir.
do Windows 7, agora mais limpo e mais simples de Arraste um gadget para perto da borda da
ser configurado e usado. tela – ou outro gadget – e observe como ele se
- Windows Firewall ajusta direitinho no lugar, para um visual melhor.
Para proteção contra crackers e programas Janelas abertas no caminho dos seus gadgets?
mal-intencionados, o Firewall do Windows. Agora Use o Peek para que eles reapareçam
com configuração de perfis alternáveis, muito útil instantaneamente.
para uso da rede em ambientes variados, como
shoppings com Wi-Fi pública ou conexões
residências.
- Notas Autoadesivas
As notas autoadesivas servem para colar
lembretes na área de trabalho. Podem ser digitadas
CURSO ATUAL Página - 9 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA
CORRIGINDO O TEXTO
MS-OFFICE 2010. MS-WORD 2010
Para corrigir erros comuns de digitação,
siga os procedimentos:
Estrutura básica dos documentos, edição e
formatação de textos, cabeçalhos, parágrafos,
fontes, colunas, marcadores simbólicos e
numéricos, tabelas, impressão, controle de
quebras e numeração de páginas, legendas, Você pode também clicar com o botão
índices, inserção de objetos, campos direito sobre a palavra errada com um sublinhado
predefinidos, caixas de texto. Vermelho ou Verde e trocar a palavra errada por
outra na lista de palavras corretas. Se a palavra
WORD sublinhada estiver correta, clique em Ignorar tudo
O Word é um Programa de Produção de perto da lista de palavras corretas.
Documentos, logo todas as vezes que quiser fazer
um texto, o programa que você usará será o Word.
Não tente fazer um documento em outro programa,
pois o Word é o mais rico.

Para executar o Microsoft Office Word, clique em:


Iniciar Todos os programas Microsoft
Office Microsoft Office Word 2010.

SELECIONANDO O TEXTO
Para copiar, mover, alterar, excluir um
texto ou elemento gráfico, é necessário selecionar
esse texto ou elemento gráfico. O texto ou
elemento gráfico selecionado será realçado. Para
cancelar a seleção, clique em qualquer ponto do
documento fora do texto ou elemento gráfico.
Para selecionar com o mouse, clique antes
de um trecho de texto, segure o botão do mouse e
arraste até o final de um trecho de texto. Este
DIGITANDO O TEXTO
procedimento é muito utilizado para copiar textos
Digite o texto abaixo sem se preocupar
da Internet para o Microsoft Office Word.
com as quebras de linhas, pois o Microsoft Office
Word fará isso automaticamente. Só pressione a
tecla ENTER ao final de cada parágrafo.

EDITANDO O TEXTO
Editar um documento é fazer alterações no
documento, contando com as facilidades de MOVENDO O TEXTO
movimentação e correção e/ou inserção de A movimentação significa tirar (recortar) o
caracteres. texto ou elemento gráfico selecionado de uma
Partiremos do princípio que, para fazermos posição e colocar (colar) em outra posição. Para
qualquer correção/alteração, é necessário que nos mover, efetue o seguinte comando: Selecione o
desloquemos até o ponto a ser trabalhado, ou seja, texto ou elemento gráfico a ser movido, clique na
que o cursor seja levado até o local desejado. O
Microsoft Office Word conta com o auxílio de teclas guia Início Recortar (CTRL + X), posicione no
especiais para movimentações desejadas. A tabela local para onde o texto ou elemento gráfico será
abaixo mostra quais as teclas que poderão ser movido e clique na guia Início Colar.
usadas nestes casos.

A movimentação pode ser realizada pelo


processo de clicar e arrastar, bastando selecionar o
texto ou elemento gráfico, posicionar o mouse na
CURSO ATUAL Página - 10 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

área selecionada, clicar e arrastar para o novo Você pode alterar o tipo da fonte, o
local. tamanho da fonte, aplicar o negrito, itálico ou
sublinhado ao texto selecionado, desenhar uma
COPIANDO O TEXTO linha no meio do texto selecionado, criar letras
Copiar significa fazer uma cópia do texto pequenas abaixo ou acima da linha do texto, alterar
ou elemento gráfico selecionado e colocar (colar) todo o texto selecionado para maiúsculas,
em outra posição, deixando o original intacto. minúsculas ou outros usos comuns de
Para copiar, efetue o seguinte comando: maiúsculas/minúsculas, fazer o texto parecer como
Selecione o texto ou elemento gráfico a ser se tivesse sido marcado com um marca-texto e
alterar a cor do texto.
copiado, clique na guia Início Copiar (CTRL +
Você pode também abrir a caixa de diálogo
C), posicione no local a ser colocado a cópia do
Fonte, pressionando CTRL+ D.
texto e clique na guia Início Colar. Formate o texto abaixo utilizando as
A cópia pode ser realizada pelo processo ferramentas da seção Fonte.
de clicar e arrastar: basta selecionar o texto ou 1. Para o título, colocamos negrito e a cor da fonte
elemento gráfico, posicionar o mouse na área vermelha.
selecionada, manter a tecla CTRL pressionada, 2. Para o parágrafo, colocamos a cor da fonte azul
clicar e arrastar para o novo local. escuro.
3. Para o trecho Roberto Oliveira Cunha,
LOCALIZANDO E SUBSTITUINDO O TEXTO colocamos itálico e a cor da fonte vermelha.
Os comandos de localização e substituição Você pode também limpar toda a
de texto podem ser acessados através da guia formatação da seleção, deixando o texto sem
formatação.
Início Substituir. Seção Parágrafo

Você pode iniciar uma lista com


marcadores, iniciar uma lista numerada ou iniciar
uma lista de vários níveis.
Você pode diminuir ou aumentar o nível do
recuo do parágrafo.
Você pode colocar o texto selecionado em
ordem alfabética ou classificar dados numéricos.
Na caixa de textos Localizar, escreva a Você pode mostrar marcas de parágrafo e
palavra que deverá ser localizada no texto. outros símbolos de formatação ocultos.
Clique em Localizar Próxima, para Você pode alinhar o texto à esquerda,
localizar a primeira ocorrência da palavra que centralizar o texto, alinhar o texto à direita e alinhar
estiver depois da posição atual do cursor. Na caixa o texto às margens esquerda e direita, adicionando
de textos Substituir por, digite a palavra que vai espaço extra entre as palavras conforme
substituir a palavra localizada e clique em necessário.
Substituir, para substituir a primeira ocorrência da Você pode personalizar a quantidade de
palavra. Caso a palavra se repita, você poderá espaço adicionado antes e depois dos parágrafos.
substituir todas as ocorrências da palavra de uma Você pode colorir o plano de fundo atrás
vez, clicando em Substituir Tudo. do texto ou parágrafo selecionado e personalizar as
Para sair da janela localizar e substituir, bordas do texto ou das células selecionadas.
clique em Cancelar. Formate o texto abaixo utilizando as
ferramentas da seção Parágrafo.
FORMATANDO O TEXTO 1. Centralizamos o título.
Para mudar o visual do texto, selecione o 2. Justificamos o parágrafo.
texto, clique na guia Início e utilize as ferramentas 3. Alinhamos à direita o trecho Roberto Oliveira
da seção Fonte, da seção Parágrafo e da seção Cunha.
Estilo. 4. Colocamos o sombreamento laranja para o
Seção Fonte documento inteiro.

Inserindo Textos ou Elementos Gráficos


Você pode inserir um texto ou elemento
gráfico no seu documento, clique na área vazia do
documento, clique na guia Inserir e escolha as
CURSO ATUAL Página - 11 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

ferramentas da seção Página, Tabelas, Você pode criar um link para uma página
Ilustrações, Links, Cabeçalho e Rodapé, da Web, uma imagem, um endereço de e-mail ou
Texto e Símbolos. um programa.
Seção Páginas Você pode criar um indicador para atribuir
um nome a um ponto específico em um documento.
Você pode referir-se a itens como títulos,
ilustrações e tabelas, inserindo uma referência
cruzada.
Seção Cabeçalho e Rodapé
Você pode inserir uma folha de rosto
completamente formatada, inserir uma nova página
em branco na posição do cursor ou iniciar a
próxima página na posição atual.
Seção Tabelas
Você pode editar o cabeçalho e rodapé do
documento.
Você pode inserir números de página no
documento.
Seção Texto
Você pode inserir ou traçar uma tabela no
documento.
Seção Ilustrações

Você pode inserir caixas de texto pré-


formatadas.
Você pode inserir trechos de conteúdo
Você pode inserir uma imagem de um reutilizável, incluindo campos, propriedades de
arquivo. documentos como títulos e autor ou quaisquer
Você pode inserir clip-art no documento, fragmentos de texto pré-formatado criados por
incluindo desenhos, filmes, sons ou fotos de você.
catálogo para ilustrar um conceito específico. Você pode inserir um texto decorativo no
Você pode inserir formas prontas, como documento.
retângulos e círculos, setas, linhas, símbolos de Você pode criar uma letra maiúscula
fluxograma e textos explicativos. grande no início de um parágrafo.
Você pode inserir um elemento gráfico Você pode inserir uma linha de assinatura
SmartArt para comunicar informações visualmente. que especifique a pessoa que deve assinar.
Você pode inserir um gráfico para ilustrar e Você pode inserir a data ou hora atuais no
comparar dados. documento atual.
Depois de inserir uma imagem ou elemento Você pode inserir um objeto OLE
gráfico no documento, faça o seguinte: incorporado.
- Clique uma vez sobre a imagem para selecioná- Seção Símbolos
la.
- Tecle DELETE para apagar a imagem
selecionada.
- Selecione a imagem e posicione o ponteiro sobre
um desses pontos e arraste o mouse, para girar,
aumentar ou diminuir o tamanho da imagem.
Você pode inserir equações matemáticas
- Pressione e mantenha pressionado o ponteiro do
ou desenvolver suas próprias equações usando
mouse sobre a imagem e arraste a imagem para
uma biblioteca de símbolos matemáticos.
qualquer lugar do documento.
Você pode inserir símbolos que não
- Para formatar a imagem, selecione a imagem,
constam do teclado, como símbolos de copyright,
clique na guia Formatar e faça as alterações
símbolos de marca registrada, marcas de parágrafo
necessárias na seção Ajustar, Efeitos de Sombra,
e caracteres Unicode.
Borda, Organizar e Tamanho.
Seção Links
Layout da Página
Você pode modificar o layout da página,
clique na área vazia da página, clique na guia
Layout da Página e escolha as ferramentas da
seção Temas, Configurar Página, Plano de
Fundo da Página, Parágrafo e Organizar.
CURSO ATUAL Página - 12 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Seção Temas Você pode enviar o objeto selecionado


para trás de todos os outros objetos.
Você pode alterar a forma como o texto
será disposto ao redor do objeto selecionado.
Você pode alinhar as bordas de vários
objetos selecionados.
Você pode alterar o design geral do Você pode agrupar objetos de modo que
documento inteiro, incluindo cores, fontes e efeitos. sejam tratados como um único objeto.
Alterar as cores do documento atual. Você pode girar ou inverter o objeto
Alterar as fontes do tema atual. selecionado.
Alterar os efeitos do tema atual. Modos de Exibição
Seção Configurar Página Você pode modificar o modo de exibição
do documento, clique na guia Exibição e escolha
as ferramentas da seção Modos de Exibição de
Documento, Mostrar/Ocultar, Zoom, Janela e
Macros.
Você pode selecionar os tamanhos de Seção Modos de Exibição de Documento
margem do documento inteiro ou da seção atual.
Você pode alterar as páginas entre os
layouts Retrato e Paisagem.
Você pode escolher um tamanho de papel
para a seção atual. Você pode exibir o documento do modo
Você pode dividir o texto em duas ou mais como ficará na página impressa.
colunas. Você pode exibir o documento no Modo de
Você pode adicionar página, seção ou Exibição de Leitura de tela inteira, a fim de
quebras de coluna ao documento. maximizar o espaço disponível para a leitura do
Você pode adicionar números de linha à documento ou para escrever comentários.
margem lateral de cada linha do documento. Você pode exibir o documento do modo
Você pode ativar a hifenização, que como ficaria como uma página da Web.
permite ao Word quebrar linhas entre as sílabas Você pode exibir o documento como uma
das palavras. estrutura de tópicos e mostrar as ferramentas
Seção Plano de Fundo da Página correspondentes.
Você pode exibir o documento como um
rascunho para uma edição rápida do texto.
Seção Mostrar/Ocultar

Você pode inserir texto fantasma atrás do


Você pode exibir as réguas, usadas para
conteúdo da página.
medir e alinhar objetos no documento.
Você pode escolher uma cor para o plano
Você pode ativar linhas de grade que
de fundo da página.
podem ser usadas para alinhar os objetos do
Você pode adicionar ou alterar a borda em
documento.
torno da página.
Você pode abrir a barra de mensagens
Seção Parágrafo
para executar quaisquer ações necessárias no
Você pode mover o lado esquerdo ou
documento.
direito do parágrafo em um determinado valor.
Você pode abrir o mapa do documento,
Você pode alterar o espaçamento entre
que permite navegar por uma visão estrutural do
parágrafos adicionando um espaço acima ou
documento.
abaixo dos parágrafos selecionados.
Você pode abrir o painel Miniaturas, que
pode ser usado para navegar por um documento
Seção Organizar
longo através de pequenas imagens de cada
página.
Seção Zoom

Você pode posicionar o objeto selecionado Você pode abrir a caixa de diálogo Zoom
na página. Você pode trazer o objeto selecionado para especificar o nível de zoom do documento.
para frente de todos os outros objetos, a fim de que Você pode alterar o zoom do documento
nenhuma parte dele seja ocultada por outro objeto. para 100% do tamanho normal.
CURSO ATUAL Página - 13 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Você pode alterar o zoom do documento Iniciando o Documento


de modo que a página inteira caiba na janela. Quando você cria uma planilha nova, a tela
Você pode alterar o zoom do documento do computador é dividida em linhas e colunas,
de modo que duas páginas caibam na janela. formando uma grade. A interseção de uma linha e
Você pode alterar o zoom do documento de uma coluna é chamada de célula. As linhas são
de modo que a largura da página corresponda à numeradas sequencialmente, as colunas são
largura da janela. identificadas por letras também sequenciais e cada
Seção Janela célula pela linha e coluna que a forma.
Uma célula pode conter números, texto ou
fórmulas. Por exemplo, a célula A4 (na tela abaixo)
contém o valor 10 e a célula D2 contém o texto
“Valor total”.
- Abrir uma nova janela com uma exibição do
documento atual.
- Colocar todas as janelas abertas no programa
lado a lado na tela.
- Dividir a janela atual em duas partes, de modo
que seções diferentes do documento possam ser Em geral, informações da mesma categoria
vistas ao mesmo tempo. são digitadas em uma coluna (no exemplo, a
- Exibir dois documentos lado a lado para poder coluna B é a descrição do produto vendido; a
comparar os respectivos conteúdos. coluna C é o valor unitário), mas essa estrutura não
- Sincronizar a rolagem de dois documentos, de é rígida: você pode agrupar as informações por
modo que rolem juntos na tela. linha ou por outras formas mais convenientes para
- Redefinir a posição da janela dos documentos que o seu caso.
estão sendo comparados lado a lado de modo que A possibilidade de usar fórmulas é o que
dividam a tela igualmente. diferencia um programa de planilha de uma
- Passar para outra janela aberta no momento. calculadora. Quando colocamos uma fórmula em
Seção Macros uma célula, dizemos que o conteúdo dessa célula
deve ser calculado em função dos valores contidos
em outras células.
Na planilha abaixo, o preço total de uma
venda é calculado multiplicando-se o preço unitário
Você pode exibir uma lista de macros, na pela quantidade vendida de produtos do mesmo
qual você pode executar, criar ou excluir uma tipo. Em nosso exemplo, a coluna A registra a
macro. quantidade de produtos e a coluna C traz o preço
unitário do produto. A coluna D mostra o preço
MS-EXCEL 2010 total. O conteúdo de cada célula é calculado
multiplicando-se os valores da coluna A pelos
valores da coluna C. Para que esse cálculo seja
Estrutura básica das planilhas, conceitos de
feito automaticamente, devemos digitar a fórmula
células, linhas, colunas, pastas e gráficos,
=A4*C4 na célula D4.
elaboração de tabelas e gráficos, uso de
Quando modificamos o valor de A4, o valor
fórmulas, funções e macros, impressão,
de D4 é recalculado automaticamente de acordo
inserção de objetos, campos predefinidos,
com a fórmula registrada na célula.
controle de quebras e numeração de páginas,
obtenção de dados externos, classificação de
dados.
Para executar o Microsoft Office Excel
2010, clique em:
Iniciar Todos os programas Microsoft
Office Microsoft Office Excel 2010. Normalmente, uma planilha é criada em
duas etapas. Primeiro você determina os itens que
deseja calcular e as fórmulas a serem usadas para
fazer esse cálculo. Depois, na fase de utilização da
planilha, é preciso digitar os valores
correspondentes a cada item; os resultados serão
calculados automaticamente.
Aqui mostraremos como criar uma planilha,
usando o programa Microsoft Office Excel 2007,
mas o procedimento descrito aplica-se a qualquer
programa de planilha. Como exemplo, vamos fazer
CURSO ATUAL Página - 14 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

uma planilha para controlar o faturamento de uma


empresa que vende apenas quatro produtos.
Embora as fórmulas sejam diferentes para cada
planilha, o procedimento será sempre o mesmo.

A fórmula da célula F5 é muito parecida


com a fórmula da célula F4 e o mesmo acontece
com todas as células, até F15.
Quando abrimos o Microsoft Office Excel
2007, já aparece um desenho básico de planilha na
tela. Precisamos, então, organizar as informações
em linhas e colunas e determinar uma região para
cada tipo de informação. No layout, apenas
definimos onde cada informação será colocada,
mas ainda não a digitamos. No nosso exemplo,
vamos registrar o faturamento de cada um dos
quatro produtos, mês a mês. A partir dessas
informações, calcularemos:
_ O faturamento mensal de cada produto.
_ O faturamento anual de cada produto. Como seria bastante trabalhoso digitar
A planilha tem espaços reservados tanto essa mesma fórmula 12 vezes, vamos copiá-la.
para as informações que serão digitadas quanto Posicione o cursor sobre a célula F4.
para as que serão calculadas automaticamente. Abra a guia Início e escolha o comando
As informações serão digitadas da célula Copiar (CTRL + C); o computador copiará o
B4 até a célula E15. Por exemplo, na célula B4 conteúdo de F4.
digitaremos o faturamento do mês de janeiro Selecione da célula F5 à F15. Para isso,
correspondente a engrenagens; na célula C4, o clique sobre a célula F5 e, mantendo o botão do
faturamento de janeiro de parafusos; na célula B5, mouse pressionado, arraste-o até a célula F15.
o faturamento de fevereiro de engrenagens, e Pressione a tecla ENTER.
assim por diante, até o faturamento de dezembro O programa percebe que a fórmula mudou
de arruelas na célula E15. de linha e altera o seu conteúdo: em vez de copiar
As informações da coluna F, sobre =B4+C4+D4+E4 para todas as linhas, ele adequará
faturamento mensal total, e as informações da linha a fórmula para cada linha. Assim, na célula F5 será
17, sobre o faturamento anual por produto, serão escrito =B5+C5+D5+E5; na célula F6,
calculadas automaticamente. =B6+C6+D6+E6 e assim por diante.
Primeiro, vamos escrever as fórmulas para O procedimento para calcular o
calcular o faturamento total mensal (coluna F). faturamento anual de cada produto é bastante
Esse faturamento é a soma dos valores vendidos parecido com o anterior: o faturamento anual de
de cada produto. engrenagens é a soma do seu faturamento em
Assim, o faturamento total de janeiro cada mês. Na célula B17, poderíamos digitar a
(célula F4) será a soma do faturamento de cada seguinte fórmula:
produto nesse mês (da célula B4 até a E4).
Portanto, na célula F4 digitaremos a seguinte
fórmula:

Isso indica para o programa de planilha


que o valor de F4 será a soma dos valores das
células B4, C4, D4 e E4.

CURSO ATUAL Página - 15 -


CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Quando a fórmula for muito grande, Funções estatísticas - Para calcular a média de
usaremos a função SOMA do Microsoft Office Excel valores, valores máximos e mínimos de uma lista,
2007, que facilita o cálculo, somando todas as desvio padrão, distribuições etc.
células especificadas. Funções lógicas - Possibilitam comparar células e
Na célula B17, a fórmula será: apresentar valores que não podem ser calculados
com fórmulas tradicionais.
A escolha de um ou outro tipo de função
depende do objetivo da planilha. Por isso, a Ajuda
A notação B4:B15 indica que devem ser do programa de planilha é um valioso aliado. Ela
utilizadas todas as células no intervalo de B4 até contém a lista de todas as funções do programa,
B15. Assim, essa fórmula irá somar os valores em normalmente com exemplo. Para ilustrar, usaremos
todas essas células e exibir o resultado na célula a função estatística MÉDIA e a função lógica SE
B17. em uma planilha que controla a nota dos alunos de
uma escola. Se a média for superior a 5, o aluno é
aprovado; caso contrário, é reprovado. Na tela
abaixo, as notas foram digitadas nas colunas de B
até E e suas médias colocadas na coluna F, com o
auxílio da função MÉDIA.
Essa função calcula a média das células
indicadas. Para aplicá-la:

Agora, precisamos copiar essa fórmula


para as células de C17, D17 e E17. Podemos usar
o mesmo procedimento que foi descrito acima. O
programa perceberá que elas foram colocadas em
outra coluna e ajustará as referências das colunas
automaticamente. Assim, após copiar a fórmula
para a coluna C17, teremos =Soma(C4:C15); na
célula D17 aparecerá =Soma(D4:D15), e assim por Digite a fórmula =Média(B3:E3) na célula
diante. F3. Ela indica o próximo passo a ser dado: o
Agora, nossa planilha está completa e cálculo da média das células de B3 a E3 (a média
basta digitar os valores unitários relativos a cada de B3, C3, D3 e E3).
mês e a cada tipo de produto, das linhas 4 a 15,
das colunas B a E. O programa nos dará,
automaticamente, os valores da linha 17 e da
coluna F.
A rapidez é uma das grandes vantagens
dos programas de planilha. Se você cometer um
erro ou quiser modificar o valor de uma célula,
basta digitar o valor correto e todos os outros
valores serão atualizados automaticamente.
Funções de uma planilha são comandos mais
compactos e rápidos para se executar fórmulas.
Com elas é possível fazer operações complexas Para que o programa indique se um aluno
com uma única fórmula. As funções são agrupadas foi aprovado ou não, a média obtida por esse aluno
em categorias, para ficar mais fácil a sua deve ser comparada com 5. Isso é feito digitando-
localização. As funções também facilitam o trabalho se a fórmula =Se(F3<5;”Reprovado”;”Aprovado”)
com planilhas especializadas. na célula G3.
Um engenheiro pode utilizar funções
O conteúdo da célula G3 é determinado
matemáticas para calcular a resistência de um
pela condição de teste F3<5. Ela exibirá o
material. Um contador usará funções financeiras
“Reprovado” caso a condição F3<5 seja
para elaborar o balanço de uma empresa. Entre as
verdadeira, ou seja, se o aluno obtiver média
diversas funções, destacam-se:
inferior a 5. Mostrará o valor “Aprovado” no caso
Funções financeiras - Para calcular juros,
de a condição F3<5 ser falsa, ou seja, se o aluno
rendimento de aplicações, depreciação de ativos
obtiver uma média igual ou maior que 5.
etc.
Funções matemáticas e trigonométricas -
Permite calcular raiz quadrada, fatorial, seno,
tangente etc.
CURSO ATUAL Página - 16 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA
encontradas na guia Início: Selecione o local
adequado e clique na ferramenta Inserir, Inserir
Linhas na Planilha ou Inserir Colunas na
Planilha.

De modo semelhante é possível fazer a


Trabalhando com Planilhas exclusão de colunas ou linhas que tenham sido
Inserindo e Excluindo Planilhas introduzidas equivocadamente ou que não sejam
Uma pasta de trabalho padrão apresenta, mais necessárias. O comando de exclusão de
inicialmente, 3 planilhas. Caso necessite de mais linhas ou colunas pode ser encontrado na guia
planilhas, você pode incluí-las, utilizando o seguinte Início, na ferramenta Excluir, Excluir Linhas da
comando: Planilha ou Excluir Colunas da Planilha.
Inserir Planilha (SHIFT + F11).

Alterando a Altura e Largura de Linhas e


Colunas
Uma pasta de trabalho padrão apresenta,
A definição de tamanho é extremamente
inicialmente, 3 planilhas. Caso não necessite de
comum para as linhas e colunas. Porém, no
todas, você pode excluir as desnecessárias,
Microsoft Office Excel 2010, as linhas e colunas da
selecionando-as e utilizando os comandos: Clique
planilha que contêm títulos ou aquelas que contêm
com o botão direito do mouse sobre a planilha e
células de conteúdo formatado com um tipo de letra
clique na opção Excluir.
diferente podem ter a altura aumentada ou
diminuída. Para alterar a altura de uma linha ou
largura de uma coluna, faça o seguinte: aponte o
mouse entre as linhas 1 e 2, clique e arraste para
alterar a altura da linha ou aponte o mouse entre as
colunas A e B, clique e arraste para alterar a
largura da coluna.

Formatando a Tabela
Seção Fonte

Renomeando planilhas
No Microsoft Office Excel 2007, um
arquivo, ou seja, uma pasta, pode conter várias
planilhas diferentes, sendo, portanto, fundamental Você pode mudar o visual das letras,
nomeá-las de maneira a distingui-las. A nomeação números ou outros caracteres digitados das células
não grava a planilha, por isso é necessário utilizar o selecionadas.
comando Salvar (CTRL + B). Seção Alinhamento
Para nomear a planilha, utilize um dos
seguintes comandos: Clique duplamente na guia da
planilha que deseja renomear.
Digite o nome da planilha e pressione a
tecla ENTER.
Trabalhando com Linhas e Colunas Você pode modificar o alinhamento das
Inserindo e Excluindo Linhas e Colunas letras, números ou outros caracteres digitados das
Imagine que, durante a digitação de uma células selecionadas.
sequência de dados, alguns dados foram Seção Número
esquecidos, ficando a tabela incompleta. Os dados
podem ser introduzidos posteriormente nos locais
corretos, bastando para isso fazer a escolha
adequada entre as opções de inserção,
CURSO ATUAL Página - 17 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Você pode formatar os números das


MS-POWERPOINT 2010
células selecionadas.
Inserindo e Excluindo Gráficos
O Microsoft Office Excel 2007 apresenta Estrutura básica das apresentações, conceitos
um excelente recurso para a criação dos gráficos: a de slides, anotações, régua, guias, cabeçalhos e
guia Inserir. Com esse recurso, o programa orienta rodapés, noções de edição e formatação de
o usuário a construir um gráfico. apresentações, inserção de objetos, numeração
Para inserir um gráfico, selecione a área de páginas, botões de ação, animação e
com os dados que deseja apresentar nele. transição entre slides.
Selecione, inclusive, os dados que serão
apresentados como legenda e como gráfico. Programa utilizado para criação e
apresentações de Slides. Para iniciá-lo basta clicar
no botão Iniciar da barra de tarefas do Windows,
apontar para Todos os Programas, selecionar
Microsoft Office e clicar em Microsoft Office
PowerPoint 2010.

TELA DO POWERPOINT

O Microsoft Office Excel 2010 identifica


dentro da área selecionada o que irá ser
apresentado como legenda e como gráfico, porque
o programa “entende” que, na maioria das vezes, a
área selecionada está disposta segundo padrões
que facilitam a identificação dos elementos.

Lembre-se: antes de fazer qualquer tipo de gráfico


é necessário selecionar pelo menos um grupo de
ELEMENTOS DA TELA DO POWERPOINT
textos para servir como legenda e um ou mais
1 – Botão do Microsoft Office
grupos de números para servir como gráfico.
- Ele substitui o menu Arquivo (versões anteriores)
Selecione os meses que vão servir como
e está localizado no canto superior esquerdo do
legenda, mantenha a tecla CTRL pressionada e
programa.
selecione os valores que vão servir como gráficos,
clique na guia Inserir e escolha um modelo de - Ao clicar no Botão do Microsoft Office , serão
gráfico mais adequado. exibidos comandos básicos: Novo, Abrir, Salvar,
Salvar Como, Imprimir, Preparar, Enviar, Publicar e
Fechar.
2 – Barra de Ferramentas de Acesso Rápido

- Localiza-se no canto superior esquerdo ao lado do


Botão do Microsoft Office (local padrão), é
personalizável e contém um conjunto de comandos
independentes da guia exibida no momento.
- É possível adicionar botões que representam
comandos à barra e mover a barra de um dos dois
locais possíveis.
3 – Barra de Titulo
Exibe o nome do programa (Microsoft
PowerPoint) e, também exibe o nome do
documento ativo.
4 – Botões de Comando da Janela
Acionando esses botões, é possível
minimizar, maximizar e restaurar a janela do
programa PowerPoint.
CURSO ATUAL Página - 18 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA
Então escolher um modelo para a
apresentação (Em Branco, Modelos Instalados,
Meus modelos, Novo com base em documento
existente ou Modelos do Microsoft Office Online).
Depois de escolhido o modelo clicar em
Criar.

SELECIONAR SLIDE
Para selecionar um slide, basta clicar na
5 – Faixa de Opções guia Slide no painel à esquerda.
A Faixa de Opções é usada para localizar
rapidamente os comandos necessários para
executar uma tarefa. Os comandos são
organizados em grupos lógicos, reunidos em guias.
Cada guia está relacionada a um tipo de atividade
como gravação ou disposição de uma página. Para
diminuir a desorganização, algumas guias são
exibidas somente quando necessário. Por exemplo,
a guia Ferramentas de Imagem somente é exibida
quando uma imagem é selecionada.

LAYOUT
Para alterar o Layout do slide selecionado,
basta clicar na Guia Início e depois no botão
Layout, escolha o layout desejado clicando sobre
ele.
INSERIR TEXTO
1) Guias Antes de inserir o primeiro texto é
2) Os grupos em cada guia dividem a tarefa em necessário conhecer a aplicação de algumas
subtarefas. teclas:
3) Os botões de comando em cada grupo executam
um comando ou exibem um menu de comandos.

6 – Painel de Anotações
Nele é possível digitar as anotações que se
deseja incluir em um slide.

7 – Barra de Status
Exibe várias informações úteis na
confecção dos slides, entre elas: o número de Para fazer a acentuação, deve-se digitar a
slides; tema e idioma. tecla de acento e depois a letra a ser acentuada.
Quando a tecla correspondente ao acento for
pressionada, não sairá nada na tela; só depois que
for digitada a letra é que ela aparecerá acentuada.
8 – Nível de Zoom
Clicar para ajustar o nível de zoom.

CRIAR APRESENTACOES
Criar uma apresentação no Microsoft
PowerPoint 2007 engloba: iniciar com um design
básico; adicionar novos slides e conteúdo; escolher
layouts; modificar o design do slide, se desejar,
alterando o esquema de cores ou aplicando
diferentes modelos de estrutura e criar efeitos,
como transições de slides animados.
Para iniciar uma nova apresentação basta Para inserir um texto no slide clicar com o
clicar no Botão do Microsoft Office, e em seguida botão esquerdo do mouse no retângulo (Clique
para adicionar um título), após clicar o ponto de
clicar em Novo . inserção (cursor será exibido).
CURSO ATUAL Página - 19 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA
12 – Centralizar
Centraliza o texto. Também pode ser
acionado através do comando Ctrl+E.
13 – Alinhar Texto a Direita
Alinha o texto à direita. Também pode ser
acionado através do comando Ctrl+G.
14 – Justificar
Alinha o texto às margens esquerda e
direita, adicionando espaço extra entre as palavras
conforme o necessário, promovendo uma
aparência organizada nas laterais esquerda e
direita da página.
Então basta começar a digitar. 15 – Colunas
Divide o texto em duas ou mais colunas.
FORMATAR TEXTO
Para alterar um texto, é necessário
primeiro selecioná-lo. Para selecionar um texto ou
palavra, basta clicar com o botão esquerdo sobre o
ponto em que se deseja iniciar a seleção e manter
o botão pressionado, arrastar o mouse até o ponto
desejado e soltar o botão esquerdo.
Com o texto selecionado basta clicar nos INSERIR SIMBOLOS ESPECIAIS
botões para fazer as alterações desejadas: Além dos caracteres que aparecem no
teclado, é possível inserir no slide vários caracteres
e símbolos especiais.
1. Posicionar o cursor no local que se deseja inserir
o símbolo.

1 – Fonte
Altera o tipo de fonte
2 – Tamanho da fonte
Altera o tamanho da fonte
3 – Negrito
Aplica negrito ao texto selecionado.
Também pode ser acionado através do comando
Ctrl+N.
4 – Itálico
Aplica Itálico ao texto selecionado.
Também pode ser acionado através do comando
Ctrl+I.
5 – Sublinhado
Sublinha o texto selecionado. Também 2. Acionar a guia Inserir.
pode ser acionado através do comando Ctrl+S.
6 – Tachado
Desenha uma linha no meio do texto
selecionado.
7 – Sombra de Texto 3. Clicar no botão Símbolo.
Adiciona uma sombra atrás do texto selecionado
para destacá-lo no slide.
8 – Espaçamento entre Caracteres
Ajusta o espaçamento entre caracteres. 4. Selecionar o símbolo.
9 – Maiúsculas e Minúsculas
Altera todo o texto selecionado para
MAIÚSCULAS, minúsculas, ou outros usos comuns
de maiúsculas/minúsculas.
10 – Cor da Fonte
Altera a cor da fonte.
11 – Alinhar Texto a Esquerda
Alinha o texto à esquerda. Também pode
ser acionado através do comando Ctrl+Q. 5. Clicar em Inserir e em seguida Fechar.
CURSO ATUAL Página - 20 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

MARCADORES E NUMERAÇÃO Para salvar o arquivo, acionar o Botão do


Com a guia Início acionada, clicar no botão
Microsoft Office e clicar em Salvar, ou clicar
, para criar parágrafos com marcadores.
Para escolher o tipo de marcador clicar na seta. no botão .

SAIR DO POWERPOINT
Para sair do Microsoft Office PowerPoint,
utilizar as seguintes opções:
- Acionar o Botão do Microsoft Office e clicar
em Sair do PowerPoint.
- Clicar no Botão Fechar .
- Pressionar as teclas ALT+F4.
- Se o arquivo não foi salvo ainda, ou se as últimas
alterações não foram gravadas, o PowerPoint
Com a guia Início acionada, clicar no botão
emitirá uma mensagem, alertando- o do fato.
, para iniciar uma lista numerada. Para
escolher diferentes formatos de numeração clicar
na seta.

ABRIR ARQUIVO
Para colocar um arquivo na tela do
PowerPoint, deve-se acionar o Botão do Microsoft

Office ·, e clicar em Abrir.


INSERIR NOVO SLIDE Na caixa de diálogo do comando Abrir,
Para inserir um novo slide acionar a guia existem vários botões que auxiliam na localização
do arquivo desejado. Depois de encontrar o arquivo
Início e clicar no botão Depois clicar no clicar em Abrir.
layout desejado.
INSERIR FIGURAS
Para inserir uma figura no slide clicar na
guia Inserir, e clicar em um desses botões:
- Imagem do Arquivo : inseri uma imagem de um
arquivo.
- Clip-art : é possível escolher entre várias
figuras que acompanham o Microsoft Office.
- Formas : inseri formas prontas, como
retângulos e círculos, setas, linhas, símbolos de
EXCLUIR SLIDE fluxograma e textos explicativos.
Para excluir um slide basta selecioná-lo e
- SmartArt : inseri um elemento gráfico
depois clicar no botão , localizado na guia SmartArt para comunicar informações visualmente.
Início. Esses elementos gráficos variam desde listas
gráficas e diagramas de processos até gráficos
LIMPAR FORMATACAO mais complexos, como diagramas de Venn e
Para limpar toda a formatação de um texto organogramas.
basta selecioná-lo e clicar no botão , localizado - Gráfico : inseri um gráfico para ilustrar e
na guia Início. comparar dados.
SALVAR ARQUIVO - WordArt: : inseri um texto com efeitos
Após criar uma apresentação, é necessário especiais.
efetuar a gravação do arquivo, essa operação é
chamada de “Salvar”. Se o arquivo não for salvo, CABECALHO E RODAPE
corre-se o risco de perdê-lo por uma eventual falta Para editar o cabeçalho ou rodapé do slide,
de energia, ou por outro motivo que cause a saída
brusca do programa. basta clicar no botão , na guia Inserir. As
CURSO ATUAL Página - 21 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

informações serão exibidas na parte superior ou para esquerda e símbolos de fácil compreensão
inferior de cada página impressa. referentes às ações de ir para o próximo, anterior,
primeiro e último slide, além de executarem filmes
INSERIR TABELA ou sons. Eles são mais comumente usados para
Para inserir ou traçar uma tabela, basta apresentações auto executáveis — por exemplo,
apresentações que são exibidas várias vezes em
clicar no botão , localizado na guia Inserir. uma cabine ou quiosque (um computador e
monitor, geralmente localizados em uma área
ALTERAR A ORDEM DOS SLIDES frequentada por muitas pessoas, que pode incluir
Para alterar a ordem dos slides: tela sensível ao toque, som ou vídeo.
- Selecionar a guia Slides (no painel à esquerda), Os quiosques podem ser configurados
para executar apresentações do PowerPoint de
forma automática, contínua ou ambas).
1. Na guia Inserir, no grupo Ilustrações, clicar na
seta abaixo de Formas e, em seguida, clique no
botão Mais .
2. Em Botões de Ação, clicar no botão que se
deseja adicionar.
3. Clicar sobre um local do slide e arrastar para
desenhar a forma para o botão.
4. Na caixa Configurar Ação, seguir um destes
procedimentos:
- Para escolher o comportamento do botão de ação
quando você clicar nele, clicar na guia Selecionar
- Clicar com o botão esquerdo do mouse sobre o com o Mouse.
slide, - Para escolher o comportamento do botão de ação
quando você mover o ponteiro sobre ele, clicar na
guia Selecionar sem o Mouse.
5. Para escolher o que acontece quando você clica
ou move o ponteiro sobre o botão de ação, siga um
destes procedimentos:
- Se você não quiser que nada aconteça, clicar em
Nenhuma.
- Para criar um hiperlink, clicar em Hiperlink para e
selecionar o destino para o hiperlink.
- Para executar um programa, clicar em Executar
programa e, em seguida, clicar em Procurar e
localizar o programa que você deseja executar.
- Para executar uma macro (uma ação ou um
conjunto de ações que você pode usar para
- Mantê-lo pressionado e arrastá-lo até a posição automatizar tarefas. As macros são gravadas na
desejada. linguagem de programação Visual Basic for
Depois escolher entre as opções clicar Applications), clicar em Executar macro e
Aplicar a tudo para aplicar a mudança a todos os selecionar a macro que você deseja executar.
slides, se for alterar apenas o slide atual clicar em As configurações de Executar macro
fechar. estarão disponíveis somente se a sua
apresentação contiver uma macro.
ANIMAR TEXTOS E OBJETOS - Se você deseja que a forma escolhida como um
Para animar um texto ou objeto, selecionar botão de ação execute uma ação, clicar em Ação
o texto ou objeto, clicar na guia Animações, e do objeto e selecionar a ação que você deseja que
depois em Animações Personalizadas, abrirá um ele execute.
painel à direita, clicar em Adicionar efeito. Nele se As configurações de Ação do objeto
encontram várias opções de animação de entrada, estarão disponíveis somente se a sua
ênfase, saída e trajetórias de animação. apresentação contiver um objeto OLE (uma
tecnologia de integração de programa que pode ser
INSERIR BOTAO DE AÇÃO usada para compartilhamento de informações entre
Um botão de ação consiste em um botão já programas. Todos os programas do Office
existente que pode ser inserido na apresentação e oferecem suporte para OLE; por isso, você pode
para o qual pode definir hiperlinks. Os botões de compartilhar informações por meio de objetos
ação contêm formas, como setas para direita e vinculados e incorporados).
CURSO ATUAL Página - 22 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

- Para tocar um som, marcar a caixa de seleção Para visualizar uma apresentação
Tocar som e selecionar o som desejado. personalizada, clicar no nome da apresentação na
caixa de diálogo Apresentações Personalizadas e,
CRIAR APRESENTACAO em seguida, clicar em Mostrar.
PERSONALIZADA 2 – Apresentação Personalizada com Hiperlink
Existem dois tipos de apresentações Utilizar uma apresentação personalizada
personalizadas: básica e com hiperlinks. com hiperlinks para organizar o conteúdo de uma
Uma apresentação personalizada básica é apresentação. Por exemplo, se você cria uma
uma apresentação separada ou uma apresentação apresentação personalizada principal sobre a nova
que inclui alguns slides originais. organização geral da sua empresa, é possível criar
Uma apresentação personalizada com uma apresentação personalizada para cada
hiperlinks é uma forma rápida de navegar para uma departamento da sua organização e vinculá-los a
ou mais apresentações separadas. essas exibições da apresentação principal.
1 – Apresentação Personalizada Básica
Utilizar uma apresentação personalizada
básica para fornecer apresentações separadas
para diferentes grupos da sua organização. Por
exemplo, se sua apresentação contém um total de
cinco slides, é possível criar uma apresentação
personalizada chamada "Site 1" que inclui apenas
os slides 1, 3 e 5. É possível criar uma segunda
apresentação personalizada chamada "Site 2" que
inclui os slides 1, 2, 4 e 5. Quando você criar uma
apresentação personalizada a partir de outra
apresentação, é possível executá-la, na íntegra, em
sua sequência original. 1. Na guia Apresentações, no grupo Iniciar
Apresentação de Slides, clicar na seta ao lado de
Apresentação de Slides Personalizada e, em
seguida, clicar em Apresentações Personalizadas.
2. Na caixa de diálogo Apresentações
Personalizadas, clicar em Novo.
3. Em Slides na apresentação, clicar nos slides que
você deseja incluir na apresentação personalizada
principal e, em seguida, clicar em Adicionar. Para
1. Na guia Apresentações de Slides, no grupo selecionar diversos slides sequenciais, clicar no
Iniciar Apresentação de Slides, clicar na seta ao primeiro slide e, em seguida, manter pressionada a
lado de Apresentação de Slides Personalizada e, tecla SHIFT enquanto clica no último slide que
em seguida, clicar em Apresentações deseja selecionar. Para selecionar diversos slides
Personalizadas. não sequenciais, manter pressionada a tecla CTRL
2. Na caixa de diálogo Apresentações enquanto clica em cada slide que queira selecionar.
Personalizadas, clicar em Novo. 4. Para alterar a ordem em que os slides são
3. Em Slides na apresentação, clicar nos slides que exibidos, em Slides na apresentação
você deseja incluir na apresentação personalizada personalizada, clicar em um slide e, em seguida,
e, em seguida, clicar em Adicionar. clicar em uma das setas para mover o slide para
Para selecionar diversos slides cima ou para baixo na lista.
sequenciais, clicar no primeiro slide e, em seguida, 5. Digitar um nome na caixa Nome da
manter pressionada a tecla SHIFT enquanto clica apresentação de slides e clicar em OK. Para criar
no último slide que deseja selecionar. Para apresentações personalizadas adicionais com
selecionar diversos slides não sequenciais, manter quaisquer slides da sua apresentação, repetir as
pressionada a tecla CTRL enquanto clica em cada etapas de 1 a 5.
slide que queira selecionar. 6. Para criar um hiperlink da apresentação principal
4. Para alterar a ordem em que os slides são para uma apresentação de suporte, selecionar o
exibidos, em Slides na apresentação texto ou objeto que você deseja para representar o
personalizada, clicar em um slide e, em seguida, hiperlink.
clicar em uma das setas para mover o slide para 7. Na guia Inserir, no grupo Vínculos, clicar na seta
cima ou para baixo na lista. abaixo de Hiperlink.
5. Digitar um nome na caixa Nome da 8. Em Vincular para, clicar em Colocar Neste
apresentação de slides e clicar em OK. Para criar Documento.
apresentações personalizadas adicionais com 9. Seguir um destes procedimentos:
quaisquer slides da sua apresentação, repetir as - Para se vincular a uma apresentação
etapas de 1 a 5. personalizada, na lista Selecionar um local neste
CURSO ATUAL Página - 23 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

documento, selecionar a apresentação Usar as opções na seção Mostrar slides


personalizada para a qual deseja ir e marcar a para especificar quais slides estão disponíveis em
caixa de seleção Mostrar e retornar. uma apresentação ou para criar uma apresentação
- Para se vincular a um local na apresentação atual, personalizada (uma apresentação dentro de uma
na lista Selecione um local neste documento, apresentação na qual você agrupa slides em uma
selecionar o slide para o qual você deseja ir. apresentação existente para poder mostrar essa
Para visualizar uma apresentação seção da apresentação para um público em
personalizada, clicar no nome da apresentação na particular).
caixa de diálogo Apresentações Personalizadas e, - Para mostrar todos os slides em sua
em seguida, clicar em Mostrar. apresentação, clicar em Tudo.
- Para mostrar um grupo específico de slides de
TRANSICAO DE SLIDES sua apresentação, digitar o número do primeiro
As transições de slide são os efeitos slide que você deseja mostrar na caixa De e digitar
semelhantes à animação que ocorrem no modo de o número do último slide que você deseja mostrar
exibição Apresentação de Slides quando você na caixa Até.
move de um slide para o próximo. É possível - Para iniciar uma apresentação de slides
controlar a velocidade de cada efeito de transição personalizada que seja derivada de outra
de slides e também adicionar som. apresentação do PowerPoint, clicar em
O Microsoft Office PowerPoint 2007 inclui Apresentação personalizada e, em seguida, clicar
vários tipos diferentes de transições de slides, na apresentação que você deseja exibir como uma
incluindo (mas não se limitando) as seguintes: apresentação personalizada (uma apresentação
dentro de uma apresentação na qual você agrupa
slides em uma apresentação existente para poder
mostrar essa seção da apresentação para um
público em particular).
1. Sem transição - Opções da apresentação
2. Persiana Horizontal Usar as opções na seção Opções da
3. Persiana Vertical apresentação para especificar como você deseja
4. Quadro Fechar que arquivos de som, narrações ou animações
5. Quadro Abrir sejam executados em sua apresentação.
6. Quadriculado na Horizontal - Para executar um arquivo de som ou animação
7. Quadriculado na Vertical continuamente, marcar a caixa de opções Repetir
8. Pente Horizontal até 'Esc' ser pressionada.
9. Pente Vertical - Para mostrar uma apresentação sem executar
uma narração incorporada, marcar a caixa de
CONFIGURAR APRESENTACAO DE SLIDES seleção Apresentação sem narração.
Tipo de apresentação - Para mostrar uma apresentação sem executar
Usar as opções na seção Tipo de uma animação incorporada, marcar a caixa de
apresentação para especificar como você deseja seleção Apresentação sem animação.
mostrar a apresentação para sua audiência. - Ao fazer sua apresentação diante de uma
- Para fazer sua apresentação diante de uma audiência ao vivo, é possível escrever nos slides.
audiência ao vivo, clicar em Exibida por um orador Para especificar uma cor de tinta, na lista Cor da
(tela inteira). caneta, selecionar uma cor de tinta.
- Para permitir que a audiência exiba sua A lista Cor da caneta estará disponível
apresentação a partir de um disco rígido ou CD em apenas se Exibida por um orador (tela inteira) (na
um computador ou na Internet, clicar em seção Tipo de apresentação) estiver selecionada.
Apresentada por uma pessoa (janela). - Avançar slides
- Para permitir que a audiência role por sua - Usar as opções na seção Avançar slides para
apresentação de auto execução a partir de um especificar como mover de um slide para outro.
computador autônomo, marcar a caixa de seleção - Para avançar para cada slide manualmente
Mostrar barra de rolagem. durante a apresentação, clicar em Manualmente.
- Para entregar uma apresentação de auto - Para usar intervalos de slide para avançar para
execução executada em um quiosque (um cada slide automaticamente durante a
computador e monitor, geralmente localizados em apresentação, clicar em Usar intervalos, se houver.
uma área frequentada por muitas pessoas, que - Vários Monitores
pode incluir tela sensível ao toque, som ou vídeo. É possível executar sua apresentação do
Os quiosques podem ser configurados para Microsoft Office PowerPoint 2007 de um monitor
executar apresentações do PowerPoint de forma (por exemplo, em um pódio) enquanto o público a
automática, contínua ou ambas), clicar em vê em um segundo monitor.
Apresentada em um quiosque (tela inteira). Usando dois monitores, é possível
- Mostrar slides executar outros programas que não são vistos pelo
CURSO ATUAL Página - 24 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

público e acessar o modo de exibição


Apresentador. Este modo de exibição oferece as - Clicar no botão , ou pressionar a tecla F5,
seguintes ferramentas para facilitar a apresentação para iniciar a apresentação a partir do primeiro
de informação: slide.
- É possível utilizar miniaturas para selecionar os
slides de uma sequência e criar uma apresentação - Clicar no botão , ou pressionar
personalizada para o seu público. simultaneamente as teclas SHIFT e F5, para iniciar
- A visualização de texto mostra aquilo que o seu a apresentação a partir do slide atual.
próximo clique adicionará à tela, como um slide
novo ou o próximo marcador de uma lista. IMPRESSAO
- As anotações do orador são mostradas em letras No Microsoft Office PowerPoint 2007, é
grandes e claras, para que você possa utilizá-las possível criar e imprimir slides, folhetos e
como um script para a sua apresentação. anotações. É possível imprimir sua apresentação
- É possível escurecer a tela durante sua no modo de exibição de Estrutura de Tópicos, de
apresentação e, depois, prosseguir do ponto em maneira colorida, em preto e branco ou em escala
que você parou. Por exemplo, talvez você não de cinza.
queira exibir o conteúdo do slide durante um - Imprimir slides
intervalo ou uma seção de perguntas e respostas.
No modo de exibição do Apresentador, os 1. Clicar no Botão Microsoft Office , clicar na
ícones e botões são grandes o suficiente para uma seta ao lado de Imprimir e, em seguida, clicar em
fácil navegação, mesmo quando você está usando Visualizar impressão.
um teclado ou mouse desconhecido. A seguinte 2. No grupo Configurar página, da lista Imprimir,
ilustração mostra as várias ferramentas selecionar Slides.
disponibilizadas pelo modo de exibição 3. Clicar em Opções, apontar para Cor/escala de
Apresentador. cinza e, em seguida, clicar em uma das opções:
- Cor: Se estiver usando uma impressora colorida,
essa opção realizará a impressão em cores.
- Cor (em impressora preto-e-branco): Se estiver
usando uma impressora preto-e-branco, essa
opção realizará a impressão em escala de cinza.
- Escala de cinza: Essa opção imprime imagens em
tons de cinza que variam entre o preto e o branco.
Os preenchimentos de plano de fundo são
impressos como branco para que o texto fique mais
legível. (Às vezes a escala de cinza é bastante
semelhante à Preto-e-branco puro).
- Preto-e-branco puro: Essa opção imprime o
1 - Miniaturas dos slides que você pode clicar para folheto sem preenchimentos em cinza.
pular um slide ou retornar para um slide já
apresentado. 4. Clicar em Imprimir.
2 - O slide que você está exibindo no momento Para alterar as opções de impressão, siga
para o público. estas etapas:
3 - O botão Finalizar Apresentação, que você pode 1. Na guia Estrutura, no grupo Configurar página,
clicar a qualquer momento para finalizar a sua clicar em Configurar página.
apresentação. 2. Na lista Slides dimensionados para, clicar no
4 - O botão Escurecer, que você pode clicar para tamanho de papel desejado para impressão.
escurecer a tela do público temporariamente e, em - Se clicar em Personalizado, digitar ou selecionar
seguida, clicar de novo para exibir o slide atual. as dimensões do papel nas caixas Largura e Altura.
5 - Avançar para cima, que indica o slide que o seu - Para imprimir em transparências, clicar em
público verá em seguida. Transparência.
8 - Botões que você pode selecionar para mover 3. Para definir a orientação da página para os
para frente ou para trás na sua apresentação. slides, em Orientação, na caixa Slides, clicar em
7 - O Número do slide (por exemplo, Slide 7 de 12) Paisagem ou Retrato.
8 - O tempo decorrido, em horas e minutos, desde - Criar e imprimir folhetos
o início da sua apresentação. Você pode imprimir as apresentações na
9 - As anotações do orador, que você pode usar forma de folhetos, com até nove slides em uma
como um script para a sua apresentação. página, que podem ser utilizados pelo público para
EXIBIR APRESENTACAO acompanhar a apresentação ou para referência
Para exibir uma apresentação clicar na futura.
guia Apresentação de Slides, e seguir um destes Você pode selecionar um layout para os
procedimentos: folhetos em visualização de impressão (um modo
CURSO ATUAL Página - 25 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

de exibição de um documento da maneira como ele


CORREIO ELETRÔNICO:
aparecerá ao ser impresso).

Organizar conteúdo em um folheto: Uso de correio eletrônico, preparo e envio de


Na visualização de impressão é possível mensagens, anexação de arquivos.
organizar o conteúdo no folheto e visualizá-lo para
saber como ele será impresso. Você pode O que é o correio eletrônico (e-mail)?
especificar a orientação da página como paisagem É o correio que é escrito, enviado e
ou retrato e o número de slides que deseja exibir armazenado eletronicamente (através de um
por página. computador ligado à Internet). Usando o correio
Você pode adicionar visualizar e editar eletrônico, podemos enviar mensagens para
cabeçalhos e rodapés, como os números das qualquer parte e para qualquer pessoa que possua
páginas. No layout com um slide por página, você acesso a este serviço. Podemos ainda anexar a
só poderá aplicar cabeçalhos e rodapés ao folheto estas mensagens ficheiros com imagens, sons,
e não aos slides, se não desejar exibir texto, data documentos criados num processador de texto ou
ou numeração no cabeçalho ou no rodapé dos numa folha de cálculo, etc.
slides. Uma grande vantagem prática do correio
Aplicar conteúdo e formatação em todos os eletrônico é que funciona 24 horas por dia, todos os
folhetos: dias, e o "carteiro" leva poucos segundos a
Se desejar alterar a aparência, a posição e entregar as mensagens no destino. No entanto, o
o tamanho da numeração, da data ou do texto do correio eletrônico só funciona rapidamente se os
cabeçalho e do rodapé em todos os folhetos, faça utilizadores abrirem a sua caixa do correio com
as alterações no folheto mestre. Para incluir um alguma frequência. Caso contrário, pode
nome ou logotipo em todas as páginas do folheto, permanecer semanas sem ser lido e, nesse caso,
basta adicioná-lo ao mestre. As alterações feitas no as vantagens em relação ao correio postal ficam
folheto mestre também são exibidas na impressão substancialmente reduzidas.
da estrutura de tópicos. As mensagens ficam armazenadas na
caixa de correio que o utilizador possui no servidor
Imprimir folhetos: (computador permanentemente conectado à
1. Abrir a apresentação em que deseja imprimir os Internet).
folhetos. Todos os utilizadores do correio eletrônico
possuem um endereço pessoal de correio
2. Clicar no Botão Microsoft Office , clicar na eletrônico (endereço de e-mail)
seta ao lado de Imprimir e, em seguida, clicar em
Visualizar impressão. O endereço eletrônico
3. No grupo Configurar página, clicar na seta em Tal como no correio postal é preciso
Imprimir e selecionar a opção desejada de layout conhecer o nome e a morada do destinatário de
do folheto na lista. uma carta, para podermos comunicar com alguém
através do correio eletrônico é necessário conhecer
O formato Folhetos (3 Slides por Página) o seu endereço eletrônico. Um endereço de correio
possui linhas para anotações do público. eletrônico é constituído por duas partes principais –
4. Para especificar a orientação da página, clicar na o nome do utilizador e o nome do domínio,
seta em Orientação e, em seguida, clicar em separados por um símbolo @ (arroba), em inglês
Paisagem ou Retrato. "at" (em). Um exemplo:
5. Clicar em Imprimir. info@e-evora.rcts.pt

Se desejar imprimir folhetos em cores, O domínio identifica o fornecedor do


selecionar uma impressora colorida. serviço e o local onde está a caixa de correio. Um
endereço pode ter sub domínios, sempre
Clicar no Botão Microsoft Office , separados por um ponto, sendo que os últimos
clicar na seta ao lado de Imprimir e, em seguida, caracteres correspondem em geral ao código do
clicar em Visualizar impressão. Em Imprimir, clicar país (nosso caso é .pt) mas podem identificar o tipo
em Opções, apontar para Cor/Escala de Cinza e de serviço. Como o correio é, por definição,
selecionar Cor. correspondência privada, cada mensagem circula
em envelope fechado e para assegurar que apenas
- Criar e imprimir anotações é aberto pelo destinatário a cada endereço de email
Você pode criar anotações (páginas corresponde uma password (código secreto
impressas que exibem anotações do autor abaixo constituído por caracteres alfanuméricos).
do slide que contém as anotações.) como notas Em vez de escrevermos as cartas em
para si mesmo, enquanto realiza a apresentação, papel, de as colocar em envelope adequado e
ou para o público. endereçado e de nos deslocarmos ao posto dos
CURSO ATUAL Página - 26 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

correios para comprar o selo e depositar a carta no Novo correio/nova


marco de correio, com a utilização do correio mensagem (new mail) para
eletrônico adaptamos uma nova rotina que tornará escrever uma nova mensagem
o processo de comunicação escrita muito mais
eficiente. Esta nova rotina envolve alguns
Responder (Reply) a quem
procedimentos que, por serem novos, requerem de
nos escreveu.
início alguma atenção mas que se vão tornando
cada vez mais simples e intuitivos à medida que
Responder a todos (Reply to
nos familiarizamos com eles.
All) os que receberam a
Há no mercado diversos programas que
mesma mensagem
permitem ler, responder e organizar o correio
eletrônico. Obviamente que os diferentes
Reencaminhar (Forward)
programas de correio apresentam um interface
uma mensagem recebida para
visual diferente mas, felizmente, eles operam outros destinatários
fundamentalmente da mesma maneira. Todos eles
são em geral acessíveis, funcionais e simples.
Imprimir (Print) uma
Programa de correio eletrônico: Outlook mensagem (selecionada)
Express
Outlook Express é o software de correio
Eliminar (Delete) da lista uma
eletrônico que se encontra instalado nos mensagem e enviá-la para a
computadores das escolas (Programa Internet na pasta dos itens eliminados
Escola) e outras instituições da Rede Ciência
Tecnologia e Sociedade (RCTS. É, talvez, o mais Enviar/Receber (Send/Recv)
vulgarizado entre nós, não só pela facilidade de mensagens para fazer a
configuração e de utilização, mas também porque recolha e entrega de correio
é de acesso gratuito e é distribuído com o Internet
Explorer – o programa de navegação (browser), da Endereços (Addresses) para
Microsoft. abrir o livro de contatos

Janela inicial do Outlook Express


Localizar (find) mensagens
Quando se inicia o programa (duplo clique
pesquisando por algum tópico.
no ícone correspondente, se este estiver visível no
ambiente de trabalho, ou através do botão Iniciar –
Programas – Outlook Express), aparece a janela As diferentes áreas (painéis)
inicial/principal do programa (fig1), com os A - Lista de Pastas Locais: na área (painel) à
seguintes elementos: esquerda, visualizam-se as pastas pelas quais se
• barra de menus de comandos, distribuem as mensagens. É uma estrutura
descendentes; organizativa que mostra à partida um conjunto de
• barra de ferramentas/botões de tarefas pastas que guardam as mensagens de acordo com
que dão acesso direto aos principais comandos; a sua posição no circuito da comunicação:
• três áreas diferenciadas (painéis A, B e A Receber – É esta pasta que recolhe todo o
C) para acesso e visualização das mensagens. correio que vai chegando (salvo indicação em
Barra de menus contrário).
Os menus integram um conjunto e A Enviar – Aqui permanecem temporariamente
comandos e opções que permitem a realização de mensagens já escritas mas na situação de
uma gama de tarefas (configurar o acesso às pendentes à espera de serem expedidas
mensagens de correio eletrônico, organizar as Enviados – Aqui fica guardada uma cópia de cada
mensagens recebidas...) mas, no essencial, tudo o mensagem enviada (se essa opção tiver sido
que é necessário para operar com o programa e ativada previamente).
comunicar por correio eletrônico, está diretamente Eliminados – Sempre que uma mensagem
acessível através dos botões da barra de residente em qualquer das restantes pastas é
ferramentas. apagada (pelo processo normal) é depositada
Barra de ferramentas (botões de tarefas) nesta pasta até ser definitivamente eliminada.
Rascunhos – Esta pasta destina-se às mensagens
em fase de elaboração, começadas mas não
acabadas
O número de mensagens ainda não lidas é
apresentado à frente do nome da pasta em
parêntesis
Nota: É possível expandir a estrutura de pastas
original (adicionando novas pastas e subpastas)
CURSO ATUAL Página - 27 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

mas não é possível apagar ou renomear as pastas despacha as que estiverem escritas prontas a
originais. enviar
B- Lista de Mensagens: Na área (painel) superior Se houver mensagens novas, elas são
à direita, visualiza-se a lista das mensagens descarregadas na pasta de entrada. "A Receber"
existentes em cada uma das pastas. Basta /Inbox. Quando uma mensagem nova chega ao
selecionar uma pasta para ver o respectivo computador, apenas se visualiza de imediato a sua
conteúdo. informação “exterior” (à semelhança de um
A lista de mensagens mostra alguns campos envelope fechado). Para ler o seu conteúdo é
(colunas) que em geral são os seguintes: necessário abri-la !
• a identificação do remetente; b) Abrir e ler uma mensagem
• o assunto da mensagem; Se chegaram mensagens novas, estas
• a data apresentam-se sinalizadas como não lidas
Na lista, as mensagens novas (não lidas) (envelope fechado).
surgem listadas a negrito e marcadas com um Selecionar (clicando sobre o respectivo
envelope fechado. As mensagens aparecem, assunto, na lista) a mensagem que se pretende ler:
normalmente, ordenadas pela data de entrada, as um clique mostra a mensagem na área de pré-
mais recentes no topo da lista. No entanto, é visualização abaixo (mantendo visível a lista de
possível, e por vezes necessário, ordenar as mensagens) enquanto dois cliques abrem a
mensagens por outros itens, como o nome do mensagem numa nova janela.
remetente: basta clicar sobre o título da coluna em Depois de lida uma mensagem há que
questão. Sucessivos cliques permitem alternar decidir o que fazer-lhe:
entre a ordem crescente e decrescente da a) Responder a quem nos escreve é um
ordenação. A coluna do item em função do qual a procedimento habitual.
ordenação é apresentada é marcada por um b) Reencaminhar uma mensagem para
pequeno triângulo no respectivo cabeçalho. alguém a quem possa interessar é uma
C- Área de pré-visualização: Na área (painel) possibilidade grande utilidade.
inferior direita pode-se pré-visualizar o conteúdo de c) Arquivar a mensagem
qualquer mensagem da lista, quando selecionada d) Eliminar mensagens
com um clique. c) Os anexos
III- Utilizar o correio eletrônico O Correio Eletrônico também funciona
Uma vez que o programa já está instalado e as como transporte de encomendas. Cada carta
contas de email dos utilizadores configuradas, para (mensagem) pode vir acompanhada de uns
começar a utilizar o correio eletrônico basta ligar o quantos pacotes (anexos). Se uma mensagem
computador que está ligado à Internet, abrir o trouxer ficheiros em anexo ("attachments"),
Outlook Express e ... mãos à obra ! aparecerá um pequeno clipe à sua esquerda, na
a) Verificar o correio lista.
Aberto o programa, surge a janela Se o Outlook Express for capaz de
principal. interpretar esse ficheiro (como no caso de uma
Para iniciar uma sessão de, pode ser necessário foto), a sua visualização é imediata. Caso contrário,
inserir os elementos de autenticação (nome e será necessário gravá-lo em disco ou indicar o
password), se o programa os pedir através da programa que o poderá abrir.
respectiva janela de diálogo (o que depende da Abrir Anexos
maneira como estiver configurado) 1 - Abrir a mensagem
2 - Clicar sobre o clipe do anexo. O programa
mostra a lista dos ficheiros anexados (podem ser
vários).

3 - O clipe mostra o ficheiro anexo a uma


mensagem de e-mail
4 - Selecionar o ficheiro (anexo) abrir, clicando
Clicar sobre o botão Enviar e Receber sobre o nome.
para o programa verificar se há mensagens novas Alguns ficheiros (em formato Word, por exemplo)
no servidor. são imediatamente abertos no respectivo programa
O comando Enviar e Receber põe o de trabalho mas, normalmente, o programa abre
expediente em dia (recebe as mensagens que nos uma janela de diálogo onde é preciso confirmar se
foram endereçadas ao mesmo tempo que pretende efetivamente abrir o ficheiro selecionado.
CURSO ATUAL Página - 28 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Nota: O campo Assunto é preenchido


automaticamente (corresponde ao assunto da
mensagem recebida mas aparece precedido do
indicativo de reencaminhamento: Fw), podendo,
naturalmente ser modificado.
f) Arquivar uma mensagem
Uma mensagem à qual não foi oportuno responder
de imediato ou que importa guardar por qualquer
razão, pode permanecer na Caixa de entrada
(Inbox) ou ser guardada/arrumada numa pasta
específica (já existente ou criada para o efeito).
Janela de aviso de abertura de anexo Trata-se de um procedimento simples e que pode
ajudar a organizar a correspondência:
Gravar Anexos 1. Selecionar a mensagem
1. Abrir a mensagem 2. Arrastá-la com o rato (mantendo o botão
2. Clicar sobre o ícone dos anexos (clipe) esquerdo do rato premido) a mensagem até à pasta
3. Selecionar a opção Guardar Anexos de destino.
(e no caso de serem vários ficheiros podem ser 3.
todos guardados em simultâneo) e indicar onde g) Eliminar mensagens
(disco, pasta...) se pretende gravar o(s) ficheiro (s). 1. Selecionar a mensagem que se pretende
4. Se não se quiser gravá-los todos, há apagar (um clique)
que clicar no que se pretende gravar e, na janela 2.
de aviso (Fig. 4), optar por Guardar no disco. Premir a tecla "Delete" do teclado, ou clicar sobre
5. o botão "Eliminar" na barra de ferramentas. Isso
d) Responder a uma mensagem não apaga completamente a mensagem, que é
Com qualquer mensagem selecionada é apenas movida para a pasta "Itens Eliminados". Se
muito fácil enviar uma resposta: basta clicar no quiser apagar definitivamente é preciso repetir o
botão Responder, não sendo necessário introduzir comando Eliminar novamente quando ela já estiver
nenhum endereço, uma vez que o programa o faz na pasta Itens Eliminados.
automaticamente. Também o campo Assunto é
preenchido automaticamente (corresponde ao h) Escrever e enviar uma mensagem nova
assunto da mensagem recebida mas aparece Para escrever e enviar uma mensagem de e-mail
precedido de um indicativo de resposta Re:) para alguém, há que clicar no botão "novo
Nota: Se a mensagem à qual se vai responder foi correio/nova mensagem" na barra de
dirigida a múltiplos destinatários e pretendemos ferramentas/ botões da janela principal do Outlook.
que a resposta seja também dirigida a todos eles, 1. Na janela de mensagem em branco há que
clicar sobre o botão Responder a todos (em vez preencher os campos de cabeçalho.
do botão Responder ao autor). • O campo Para: serve para identificar o
Ativado um dos comandos de resposta, abre-se destinatário da mensagem por isso é de
uma janela de mensagem onde o campo Para: e o preenchimento obrigatório. Aí há que escrever
campo Assunto: já estão automaticamente corretamente o endereço eletrônico do(s)
preenchidos, sendo apenas necessário redigir a destinatário(s).
mensagem e por fim clicar sobre o botão Enviar. Se pretender enviar a mesma mensagem a
Nota: Pode acontecer que o programa esteja diferentes destinatários, há que adicionar os
configurado para, ao ativar o comando Enviar, as respectivos endereços separados por ponto e
mensagens sejam expedidas imediatamente para o vírgula (;)
seu destinatário ou então sejam colocadas na pasta • O campo Cc: é o espaço onde se podem
A Enviar (que funciona como um marco de correio incluir endereços de pessoas a quem se pretenda
de onde o carteiro tem de recolher a eventualmente dar conhecimento da mensagem,
correspondência e expedi-la). Neste caso, há que enviando uma cópia de cortesia.
clicar no botão Enviar e Receber (Send and Nota: Há ainda outra forma de se enviar cópias da
Receive) para que as mensagens eventualmente mensagem, escrevendo os endereços no campo
existentes naquela pasta sejam efetivamente "Bcc:" (cópia cortesia omissa). A diferença nesse
expedidas. caso é que a mensagem é enviada normalmente
e) Reencaminhar uma mensagem (Forward) para os destinatários "Bcc:", mas ninguém ficará a
1. Selecionar a mensagem a reencaminhar saber que essas cópias foram enviadas.
2. Clicar no botão Reencaminhar. Normalmente este campo não está visível mas,
3. Introduzir (digitando ou procurando no Livro de sendo necessário, basta clicar no botão Para: ou no
Endereços) o endereço de correio eletrônico da(s) botão Cc: .
pessoa (s) a quem se pretende fazer chegar essa • O campo "Assunto" serve para se
mensagem. escrever uma breve descrição da mensagem. A
CURSO ATUAL Página - 29 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

ideia é que o destinatário saiba do que se trata a provedores, empresas ou instituições


mensagem sem ter de abri-la e, por isso, é um disponibilizam espaços para discussão sobre os
campo de preenchimento recomendável. mais variados tópicos de interesse geral, durante
2. Escrever a mensagem no espaço reservado um determinado período de tempo; o acesso e a
para isso, o campo em branco que ocupa a maior participação nesse tipo de fórum é livre e irrestrito,
parte da janela. Com recurso aos botões e aos sem limite de tempo ou espaço para a troca de
menus dessa janela, é possível formatar o texto da mensagens escritas. Em contrapartida, no fórum de
mensagem à semelhança do que se faz num discussão privado, uma empresa ou instituição abre
processador de texto. espaço para discussão sobre tópicos específicos
As mensagens de correio eletrônico refletem, relacionados à área de interesse, durante um
naturalmente, o estilo próprio de quem as escreve período de tempo determinado; o usuário apenas
mas devem, igualmente, traduzir o respeito pelas precisa ter acesso ao sistema do fórum na web, por
regras básicas de Netiqueta. meio de cadastramento prévio para obtenção da
3. Quando a mensagem estiver pronta e caso não senha competente.
se queira inserir anexos, basta pressionar o botão
"Enviar" (primeiro botão da barra de ferramentas
INTERNET:
abaixo da barra de menus).

i) Anexar Ficheiros Navegação Internet, conceitos de URL, links,


Para enviar ficheiros em anexo a uma mensagem sites, busca e impressão de páginas.
de correio (texto, imagem, some):
Na janela de escrita de mensagem, clicar O Navegador, também conhecido como
sobre o botão Anexar na barra de ferramentas. Web browser ou simplesmente browser, termos em
O programa abre então uma janela de inglês, é um programa que habilita seus usuários a
diálogo semelhante à que surge quando se abre interagirem com documentos virtuais, também
um ficheiro em qualquer programa. conhecidos como páginas HTML, ou simplesmente
páginas ou sites, que estão hospedados em um
servidor Web. Para navegar na internet é
necessário primeiramente uma conexão de acesso
à Internet.

Protocolos e padrões
Os Navegadores Web, ou Web Browsers
se comunicam geralmente com servidores Web
(podendo hoje em dia se comunicar com vários
tipos de servidor), usando principalmente o
protocolo de transferência de hiper-texto HTTP
para efetuar pedidos a ficheiros, e processar
respostas vindas do servidor. Estes ficheiros, são
Localizado ficheiro a inserir (anexar), fazer por sua vez identificados por um URL. O
um duplo clique sobre o nome ou selecioná-lo e navegador, tem a capacidade de ler vários tipos de
clicar no botão Anexar. ficheiro, sendo nativo o processamento dos mais
É possível anexar tantos ficheiros quantos comuns (HTML, XML, JPEG, GIF, PNG, etc.), e os
se quiser num único e-mail: basta repetir o restantes possíveis através de plugins (Flash, Java,
procedimento acima descrito para cada um dos etc.).
ficheiros a anexar. Quando a mensagem for Os navegadores mais recentes têm a
enviada todos os arquivos a acompanharão. capacidade de trabalhar também com vários outros
Mas...atenção! Enviar ficheiros em anexo pode protocolos de transferência, como por exemplo
tornar o envio e a recepção menos expeditas. Há FTP, HTTPS (uma versão criptografada via SSL do
que ter em atenção ao tipo e tamanho dos ficheiros HTTP), etc.
a anexar. A finalidade principal do navegador é fazer-
GRUPOS DE DISCUSSÃO se o pedido de um determinado conteúdo da Web,
Fórum de discussão é uma ferramenta e providenciar a exibição do mesmo. Geralmente,
para páginas de Internet destinada a promover quando o processamento do ficheiro não é possível
debates através de mensagens publicadas através do mesmo, este apenas transfere o ficheiro
abordando uma mesma questão. Também é localmente. Quando se trata de texto (Markup
chamado de "comunidade" ou "board". Language e/ou texto simples) e/ou imagens
bitmaps, o navegador tenta exibir o conteúdo. Esta
FÓRUNS é, de facto, a base da Web: atender pedidos a
Existem dois tipos de fórum: o público e o ficheiros de Hiper-texto HTML, para o próprio
privado. No fórum de discussão público, navegador processá-los e exibí-los, juntamente
CURSO ATUAL Página - 30 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

com todos os ficheiros dos quais o principal tabelas


depende. Modo Anônimo de Navegação
Os navegadores mais primitivos Gerenciador de Downloads
suportavam somente uma versão mais simples de Verificador de Spywire
HTML. O desenvolvimento rápido dos navegadores O Opera possui um modo especial de
proprietários, porém, (veja As Guerras dos visualização chamado "Small-Screen Rendering",
Navegadores) levou à criação de dialetos não- que permite a reformatação de páginas para caber
padronizados do HTML, causando problemas de em uma tela pequena como a de um telefone,
interoperabilidade na Web. Navegadores mais eliminando assim a necessidade de barras
modernos (tais como o Internet Explorer, Mozilla horizontais para a visualização do conteúdo.
Firefox, Opera e Safari) suportam versões Segurança
padronizadas das linguagens HTML e XHTML Com o crescimento e as inovações das
(começando com o HTML 4.01), e mostram páginas técnicas de invasões e infecções que existem na
de uma maneira uniforme através das plataformas Internet, torna-se cada vez mais necessária
em que rodam. segurança nos navegadores. Atualmente eles são
Alguns dos navegadores mais populares "obrigados" a possuir proteções contra scripts
incluem componentes adicionais para suportar maliciosos, entre outros conteúdos maliciosos que
Usenet e correspondência de e-mail através dos possam existir em páginas web acessadas.
protocolos NNTP e SMTP, IMAP e POP3 A segurança dos navegadores gera disputa
respectivamente. entre eles em busca de mais segurança. Sua
A Web e características dos navegadores proteção tem que ser sempre atualizada, pois com
Diferentes navegadores podem ser o passar do tempo, surgem cada vez mais novas
distinguidos entre si pelas características que técnicas para burlar os sistemas de segurança dos
apresentam. Navegadores modernos e páginas navegadores.
Web criadas mais recentemente tendem a utilizar
muitas técnicas que não existiam nos primórdios da INTERNET EXPLORER
Web. Como notado anteriormente, as disputas Para podermos navegar na Internet é
entre os navegadores causaram uma rápida e necessário um software navegador (browser) como
caótica expansão dos próprios navegadores e o Internet Explorer. Embora não seja o único, é o
padrões da World Wide Web. A lista a seguir mais popular.
apresenta alguns desses elementos e Você pode iniciá-lo clicando no Botão
características: Iniciar e levando até a opção Programas, ou ainda
ActiveX através no seu ícone de acesso, que tanto pode
Bloqueio de anúncios estar na área de trabalho, como na Barra de
Preenchimento automático de URLs e dados de Tarefas..
formulário
Bookmarks (marcações, favoritos) para manter uma
lista de locais freqüentemente acessados
Suporte a CSS
Suporte a cookies, que permitem que uma página
ou conjunto de página rastreie usuários
Cache de conteúdo Web
Certificados digitais
Gerenciamento de downloads
DHTML e XML
Imagens embutidas usando formatos gráficos como
GIF, PNG, JPEG e SVG a) Barra de Título: Identifica o programa
Flash navegador e o título da página que está sendo
Favicons acessada no momento. Logo abaixo dessa barra,
Fontes, (tamanho, cor e propriedades) encontramos a Barra de Menu.
Formulários para a submissão de informações b) Barra de Ferramentas: Traz os botões para as
Frames operações realizadas com mais frequência no
Histórico de visitas Internet Explorer.
HTTPS c) Barra de Endereços: Onde inserimos o
Integração com outras aplicações endereço que identifica o caminho para acessar
Navegação offline uma página na internet, no seu computador ou
Applets Java numa rede local. Ao lado dessa barra existe o
JavaScript para conteúdo dinâmico botão Ir, que faz com que o Internet Explorer tente
Plugins acessar a página cujo endereço foi digitado nesta
Gerenciamento de sessões barra.
Tabbed browsing d) Área da Página: Exibe a página acessada.
CURSO ATUAL Página - 31 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

e) Barra de Rolagem: Para rolar pela tela, a fim de Gov.br Entidades governamentais
visualizar mais informações. Org.br Entidades não-governamentais
f) Barra de Status: Informa a situação do processo Com.br Entidades comerciais
de carregamento da página, identifica o caminho de Mil.br Entidades militares
links existentes, etc. Net.br Empresas de telecomunicações
G 12.br Entidades de ensino
Barra de Ferramentas Art.br Artes: músicas, pintura, folclore, entre outros
Localizada na parte superior da janela, Esp.br Clubes, esportes em geral
vejamos a função dos principais, respectivamente: Ind.br Organizações industriais
Inf.br Provedores de informações (rádios, TVs,
Jornais, Revistas, Bibliotecas)
Voltar: Retorna para a página anteriormente Internet Explorer 6.0
acessada. Psi.br Provedores de serviço Internet
Avançar: Avança para a próxima página Rec.br Atividades de entretenimento, diversão,
recentemente acessada. jogos, etc.
Parar: Cancela o processo de abertura de uma Tmp.br Eventos temporários, como feiras e
página. exposições
Atualizar: Se você receber uma mensagem de que Portais
uma página da Web não pode ser exibida ou se Podemos começar nossa navegação
você quiser se certificar de que tem a última versão diretamente digitando o endereço a ser acessado
da página, clique no botão “Atualizar”. no browser e apertando ENTER no teclado ou
Página Inicial: Posiciona-se imediatamente na clicando no botão Ir.
página inicial, cujo endereço foi armazenado nas Mas para quem está começando a navegar
propriedades do Internet Explorer. muitas vezes não tem o endereço a ser utilizado.
Pesquisar: Abre um painel de busca on-line à Uma das melhores maneiras de se
esquerda da janela. ambientar na Internet é através de sites chamados
Favoritos: Abre o Painel de Favoritos à esquerda de Portais.
da janela. A definição de Portal surgiu pelo fato de
Histórico: Abre o painel histórico, com as páginas estes sites possuírem informações variadas, que
recentemente acessadas. permitem ao Internauta procurar e estar por dentro
E-mail: Abre opções relacionadas ao Gerenciador de novidades através dos mesmos. A maioria dos
de E-mails Outlock Express. portais também são provedores. Abaixo segue uma
Imprimir: Imprime a página atual. lista dos maiores portais do Brasil:
Endereços na Internet http://www.uol.com.br
Todos os endereços da Internet seguem http://www.ig.com.br
uma norma estabelecida pelo InterNic, órgão http://www.terra.com.br
americano pertencente a ISOC (Internet Society). http://www.globo.com
No Brasil, a responsabilidade pelo registro http://www.tudoparana.com.br
de Nomes de Domínios na rede eletrônica Internet Normalmente os portais exibirão uma
é do Comitê Gestor Internet Brasil (CG), órgão grande quantidade de informações, pois ele devem
responsável. De acordo com as normas abranger todos os tipos de informação.
estabelecidas, o nome do site, ou tecnicamente Portais Verticais
falando o “nome do domínio”, segue a seguinte Portais verticais seguem a mesma
URL (Universal Resource Locator), um sistema característica de um portal geral, mas foca o seu
universal de endereçamento, que permite que os conteúdo em um determinado assunto, como, por
computadores se localizem na Internet: exemplo, o site http://www.carsale.com.br, que é
Exemplo: http://www.uol.com.br um portal vertical relacionado a veículos.
Onde:
1) http:// - O Hyper Text Transfer Protocol, o Utilizando Links
protocolo padrão que permite que os computadores A conexão entre páginas da Web é que
se comuniquem. O http:// é inserido pelo browser, caracteriza o nome World Wide Web (Rede de
portanto não é necessário digitá-lo. Amplitude Mundial).
2) www – padrão para a Internet gráfica. Basicamente, as páginas da Web são
3) uol – geralmente é o nome da empresa ou criadas em HTML (Hyper Text Markup Language).
entidade cadastrada junto ao Comitê Gestor. Como essas páginas são hipertextos, pode-se fazer
4) com – indica que a empresa é comercial. links com outros endereços na Internet. Os links
5) br - Indica que a página é do Brasil. podem ser textos ou imagens e quando se passa o
mouse em cima de algum, o ponteiro torna-se uma
As categorias de domínios existentes na “mãozinha branca”, bastando apenas clicar com o
Internet Brasil são: botão esquerdo do mouse para que se façam links
Abreviatura Descrição com outras páginas.
CURSO ATUAL Página - 32 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Ao posicionar o mouse sobre um link, você destaca o primeiro resultado que encontra. Quanto
poderá verificar na Barra de Status, o endereço mais se digita, mais a busca é refinada.
que aquele link acessará na Web. Às vezes pode Há também um campo de pesquisa
ser exibida também uma caixa de comentário sobre embutido, com algumas opções de busca já
o link, dando mais informações sobre ele. incluídas (na versão em inglês do Firefox), como os
sites Google, Yahoo, Amazon.com, Creative
Commons, Dictionary.com e eBay. Existem muitas
opções extras de plugins de busca que podem ser
instaladas, uma delas feita para se pesquisar na
Wikipédia, que foi desenvolvida através do projeto
Mycroft.
A função de "palavra-chave" usada para
que o usuário acesse o conteúdo de seus
favoritos/marcadores, através da barra de
endereços, foi apresentada anteriormente na suíte
Mozilla. Opcionalmente, pode-se usar um
Buscando informações na Internet parâmetro de busca na Internet. Para isto, basta
A busca de informações na internet se dá que se digite, por exemplo, "google pêssego" na
através dos catálogos de busca que são sites barra de endereços, e o usuário será redirecionado
especializados em buscas na internet. As buscas a uma página de resultados do Google contendo o
são feitas a partir de palavras ou expressões-chave item "pêssego". Se for digitada somente uma
fornecidas pelo usuário. Por exemplo, se você palavra sem um parâmetro de busca, o Firefox
procurar a expressão "gripe aviária" em um automaticamente aciona o Google, que levará o
catálogo, ele trará os sites onde "gripe aviária" usuário ao primeiro site sugerido (semelhante à
aparece como a temática principal. função "sinto-me com sorte", "Estou com Sorte" no
Brasil, da página inicial do Google).
A seguir, veremos os principais sites de busca Segurança
na Web: A arquitetura de programação do Firefox é
baseada em extensões. Tal característica é
apontada por alguns como um dos aspectos que
http://www.cade.com.br supostamente tornariam o navegador seguro. Há
quem diga que não se deve incorporar inúmeros
recursos (os quais poderiam supostamente ser
http://www.aonde.com
usados mais facilmente por códigos maliciosos),
mas sim deixar o usuário escolher o que adicionar,
http://yahoo.com.br através da seleção das extensões (como plugins),
as quais no Firefox são bloqueadas quando
instaladas de sites desconhecidos (opção que pode
http://br.altavista.com ser modificada pelo usuário com um simples clique,
o qual autoriza a instalação de fonte não confiável e
coloca em risco toda a segurança). Existe a opção
de se executar o Firefox em um Modo de
http://google.com.br Segurança, no qual todas as extensões instaladas
são desativadas. Deve-se notar que muitas das
MOZILLA FIREFOX extensões, especialmente as mais populares e
O Firefox tem suporte à navegação através recomendadas pela própria Mozilla, também podem
de abas/separadores, o que possibilita a abertura ser alvos de vulnerabilidades, colocando abaixo tais
de várias páginas em uma única janela do apontamentos e em consequência a segurança e
navegador. Esta função foi herdada da suíte privacidade do usuário.
Mozilla, que por sua vez, emprestou-a de uma O próprio navegador Firefox também
extensão conhecida como MultiZilla[15], a qual foi possui falhas de segurança em seu código puro
desenvolvida especialmente para a suíte. O Firefox como o é hoje, tal qual qualquer outro navegador,
também está entre os primeiros navegadores a algumas das quais inclusive sem correção
disponibilizar bloqueamento personalizado de conhecida no momento, para além de ser potencial
janelas pop-up. alvo de explorações maliciosas dos múltiplos bugs
O navegador contém opções que facilitam existentes em sua engine javascript e também de
a busca por informações. Existe uma função de falhas em complementos de terceiros como o Java
pesquisa conhecida como "localizar ao digitar". SE da Sun e o Flash Player da Adobe (estas
Caso esta função esteja habilitada, o usuário últimas mais raras).
poderá iniciar a digitação de uma palavra enquanto Decorre ainda hoje, no meio informático,
visualiza a página, e automaticamente o Firefox uma polêmica sobre uma falha na forma como o
CURSO ATUAL Página - 33 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Firefox renderiza protocolos da web. A falha já web, passou na versão 3.0 Beta 1. A versão 3.0
havia sido corrigida por duas vezes após uma Final ainda encontra-se em desenvolvimento. O
infame troca de acusações com a Microsoft que resultado já plenamente satisfatório pode ser
acabou na admissão da Mozilla de que o problema conferido na última versão de testes lançada do
era mesmo no Firefox. Contudo, ao que parece, a navegador, a 3.0 Beta 5.
falha continua aberta à explorações, mesmo depois
das correções. Suporte Multi-plataforma
Personalização O Mozilla Firefox funciona em vários
O Firefox é bastante personalizável. sistemas operacionais, dentre os quais:
Através de extensões, os usuários podem agregar Inúmeras versões do Microsoft Windows:
novas funções, como gestos do mouse, bloqueio de 98(apenas 2.0), 98SE(apenas 2.0), Me(apenas
publicidade, ferramentas de verificação, ampliação 2.0), NT 4.0(apenas 2.0), 2000, XP, Server 2003 e
de imagens e até mesmo a edição de artigos na Vista.
Wikipédia (ver abaixo). Muitas das funções Mac OS X. Programadores da Apple
oficialmente incluídas na suíte, como um cliente de criaram uma versão do Firefox que funciona com
chat IRC e calendário, foram lançadas como máquinas MacIntel, a qual parece ter funcionado de
extensões para o Firefox. maneira satisfatória.
O sistema de extensões por vezes é visto Sistemas baseados em Linux que utilizam
como uma plataforma de testes para novas X.Org Server ou XFree86. Geralmente incluso na
funcionalidades. Eventualmente, alguma extensão instalação como padrão.
pode ser adicionada ao lançamento oficial, assim Pelo fato de ser um software em código
como aconteceu com o sistema de navegação por aberto, muitos programadores desenvolvem
abas/separadores na suíte, que anteriormente era versões para outros sistemas operacionais que não
uma extensão chamada Multizilla. são oficialmente suportadas pela Mozilla
Existe também o suporte a temas (skins, Foundation, a saber:
ou "peles") que mudam a aparência do navegador, Solaris (x86 e SPARC)
as quais nada mais são do que pacotes que FreeBSD
incluem arquivos CSS e de imagem. Além da PC-BSD
possibilidade de se adicionar temas, os usuários NetBSD
podem personalizar o visual do Firefox, mudando a OS/2
disposição de elementos como botões, menus ou AIX
eliminar toda uma barra de ferramentas. Versões para o Windows XP Professional
Além das páginas próprias de cada autor, x64 Edition também estão disponíveis, bem como
boa parte das extensões e temas disponíveis versões para RISC OS e BeOS (projetos que ainda
podem ser descarregados da página oficial de add- estão em andamento).
ons (A.M.O. ou Mozilla Add-Ons), que verifica O formato que é usado para armazenar o
periodicamente através do Firefox se há alguma perfil dos usuários é o mesmo em todas as
atualização para os mesmos. plataformas, portanto um perfil pode ser
Muitas configurações avançadas do Firefox compartilhado por diferentes sistemas (exemplo:
também podem ser acessadas digitando um perfil armazenado em uma partição FAT32 que
about:config na barra de endereços. pode ser acessado tanto pelo Windows quanto pelo
Suporte aos padrões web Linux). Entretanto, podem ocorrer problemas,
A Mozilla Foundation demonstra orgulho do principalmente no que se refere à extensões.
fato de o Firefox ter alta-compatibilidade com os Recursos do Mozilla Firefox
atuais padrões web, em especial os especificados São as funcionalidades que este
pelo W3C. O suporte a estes padrões é extenso navegador proporciona, as quais distinguem-no de
(embora não completo) e os mais conhecidos outros navegadores. Muitos destes recursos
dentre eles são o HTML, XML, XHTML, CSS, também podem ser encontrados em outros
JavaScript, DOM, MathML, XSL e o XPath. navegadores como o Opera e muitos outros
Há também o suporte à transparência recursos comuns a outros navegadores não estão
variável em arquivos de imagem PNG. presentes por padrão numa tentativa de diminuir o
O suporte aos padrões web é peso do navegador e filtrar apenas os recursos
constantemente melhorado pelos colaboradores do necessários a todo tipo de usuário. Novas funções
projeto Mozilla. O padrão CSS de Nível 2 já foi podem ser adicionadas por meio de extensões.
implementado e o padrão CSS de Nível 3, ainda Navegação tabulada
em desenvolvimento, foi parcialmente incluído. O Firefox suporta navegação tabulada
Alguns padrões, como o SVG, APNG, e o XForms, (tabbed browsing), também chamada de
estão sendo implantados com a evolução das navegação por abas, que permite aos usuários
versões. abrir diversas páginas numa mesma janela tendo
Embora sua versão 3.0 Alpha 2 não na parte superior um índice com a aba de cada
passou no teste Acid2 de renderização de padrões página. Este recurso foi adicionado primeiramente
CURSO ATUAL Página - 34 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

à suíte Mozilla, que por sua vez a pegou da online, eles são tratados como favoritos atualizados
extensão para Mozilla Multizilla. em tempo real com link para a fonte referente. Os
Antes do lançamento da versão 1.0, o Live Bookmarks são atualizados automaticamente,
Firefox não suportava o modo de janela única entretanto não há nenhuma opção no navegador
automaticamente[1], no qual todos os links que para prevenir que estes Live Bookmarks sejam
abririam nova janela seriam abertos em uma nova atualizados. Diferente dos favoritos comuns onde
aba. Este recurso foi introduzido na versão 1.0 são usados favicons para representar os sites, para
após queixas de usuários que ameaçaram os Live Bookmarks são usados uma versão do
migração para concorrentes como Opera, Maxthon, ícone padrão dos feeds adotado pelo Firefox.
e Avant Browser. Porém, isto causou muitos Tecnologias web suportadas
problemas com a política de uso, e em O Firefox utiliza motor de layout Gecko
conseqüência foi desabilitado por padrão. para renderizar páginas e por isto tem a
Atualmente usuários que prefiram o modo de janela capacidade de exibir todas as tecnologias por ele
única utilizam extensões como Tabbrowser suportadas. Tais como: HTML, XML, XHTML, CSS,
Preferences e Tabbrowser Extensions para suprir a JavaScript, DOM, MathML, SVG e XSL. Apesar de
necessidade. ser defendido por desenvolvedores que seguem
Bloqueador de pop-up padrões web, até a versão 2 o Firefox não passa no
O Firefox inclui também um bloqueador de teste Acid2 que determina quão fiel aos padrões
janelas pop-up integrado. Esta função foi CSS é a renderização de um navegador. Apenas
adicionada durante o período de desenvolvimento em 8 de dezembro de 2006, a versão em
(estágio beta) e foi um grande argumento em desenvolvimento Firefox 3 Alpha 2 conseguiu
comparação ao Internet Explorer, líder de mercado, passar no teste.
que ganhou esta funcionalidade apenas com a Add-ons
atualização para o Windows XP Service Pack 2. Ele Há três tipos de add-ons para Firefox:
bloqueia as janelas pop-up de sites por padrão, extensões (para adicionar funções ao navegador),
mas pode ser desligado permanentemente ou temas (para alterar a aparência) e plugins (para
configurado para permitir exceções para exibir conteúdo adicional). Os add-ons para o
determinados sites. Em muitos casos é possível ver Firefox podem ser obtidos através do site oficial
a URL da janela pop-up clicando na caixa de Mozilla Add-ons ou de outras fontes.
diálogo exibida ao bloquear uma pop-up. Isto torna Extensões
mais fácil decidir se o usuário deseja exibir ou não Usuários do Firefox podem adicionar
a pop-up bloqueada. funções ao programa através da instalação de
Gerenciador de downloads extensões. Isto permite ao Firefox trazer "de
Um gerenciador de downloads fábrica" apenas o básico para navegação. As
customizável foi incluído. Downloads podem ser funções trazidas com as extensões são as mais
abertos automaticamente dependendo do tipo de variadas, como, por exemplo, aumento na
arquivo ou salvos diretamente no disco. Por velocidade de navegação, bloqueio de anúncios
padrão, o Firefox baixa todos os arquivos de nas páginas, melhora na navegação por abas além
usuários de Windows e Mac OS na área de de integração com sites específicos como Twitter,
trabalho ou na pasta principal, no Linux, mas pode orkut e del.icio.us. Muitas características e funções
ser configurado para baixar em uma pasta da suíte Mozilla que foram perdidas no Firefox
específica ou perguntar sempre em qual pasta podem ser reestabelecidas através das extensões.
deseja baixar. Atualmente o gerenciador de Muitas extensões não foram criadas nem
downloads do Firefox não permite que um são suportadas pela Mozilla Foundation. As
download seja pausado e continuado em outra extensões tem a mesma licença de software do
sessão. Uma vantagem do Firefox é exibir a URL Firefox. É possível criar extensões maliciosas, por
completa do arquivo baixado através da janela isso a Mozilla mantém o repositório Mozilla Add-ons
Propriedades de cada download, enquanto o inspecionado por voluntários contra malwares. As
Internet Explorer exibe apenas o nome do arquivo e extensões criadas por terceiros não atravessam o
o domínio onde está hospedado. mesmo processo de teste do Firefox e podem
Live Bookmarks conter erros e vulnerabilidades.
Através de feeds RSS e Atom, "Live
Bookmarks" (favoritos ao vivo), outro recurso do Temas
Firefox, permite aos usuários alterações dinâmicas O Firefox suporta uma variedade de
das fontes de notícia favoritas. Quando esta função temas/skins para mudança da aparência. Os temas
foi introduzida, muitos críticos disseram que o são simples pacotes de arquivos CSS e imagem.
Firefox estava começando a incluir recursos inúteis Muitos temas podem ser baixados do Mozilla Add-
e dispensáveis e que deixava de ser um navegador ons. Entre os itens que podem ser alterados pelos
"enxuto" para se tornar uma nova suíte Mozilla. temas estão os botões de navegação e as barras
Em vez de tratar feeds RSS como páginas de ferramentas. A posição dos itens não pode ser
HTML, tal como a maioria dos agregadores de feed alterada por um tema. Com o lançamento da
CURSO ATUAL Página - 35 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

versão 2 do Firefox, o tema padrão foi totalmente Firefox já começa a localizar entre o texto da
alterado e junto dele a janela de gerenciamento de página exibida simultaneamente e destaca
temas. selecionando o primeiro resultado encontrado. Se a
Plugins seqüência de caracteres digitada não for localizada
O Firefox suporta plugins baseados no na página, o campo de busca fica vermelho.
Netscape Plugin Application Program Interface Outro recurso importante é o campo de
(NPAPI), tal como também Opera e Internet busca integrado. Ele permite fazer pesquisa em
Explorer nas versões 3.0 a 5.0. diversos sites que ofereçam o serviço de busca
Personalização interna ou buscadores. Por padrão o Firefox inclui
Além dos add-ons, o Firefox também busca no Google, Yahoo! e outros serviços
possui recursos internos de personalização. dependendo do idioma do usuário. Mas mais
A posição das barras de ferramentas e a buscadores podem ser adicionados através do
interface são customizáveis. Mycroft Project, um repositório de canais de busca
Preferências escondidas no atalho para os produtos Mozilla ou visitando uma página
about:config podem ser usadas para modificar o que tenha um script ligando um canal de busca em
comportamento dos recursos e performance. seu código fonte. Ao acessar uma destas páginas,
Uso de folhas de estilo em cascata por o campo de busca do Firefox ganha um realce e a
usuários para modificar a aparência de páginas opção Adicionar "Nome do Site" é exibida na lista
visitadas. de buscas.
Suporte multi-plataforma Pode-se definir palavras-chave aos sites
O Firefox funciona nos seguintes sistemas adicionados como favoritos. Isto ocorre abrindo o
operacionais: menu Propriedades de um favorito. Ao definir
Inúmeras versões do Microsoft Windows: palavras-chave, não é mais necessário digitar o
98, 98SE, Me, NT 4.0, 2000, XP, e Server 2003. endereço completo de um site para acessá-lo.
Mac OS X. Programadores da Apple
criaram uma versão do Firefox que funciona com GOOGLE CHROME
máquinas MacIntel, a qual parece ter funcionado de O Chrome é mais novo dos grandes
maneira satisfatória. navegadores e já conquistou legiões de adeptos no
Sistemas baseados em Linux que utilizam mundo todo. O programa apresenta excelente
X.Org Server ou XFree86. Geralmente incluso na qualidade em seu desenvolvimento, como quase
instalação como padrão. tudo o que leva a marca Google. O browser não
Pelo fato de ser um software em código deve nada para os gigantes Firefox e Internet
aberto, muitos programadores desenvolvem Explorer e mostra que não está de brincadeira no
versões para outros sistemas operacionais que não mundo dos softwares.
são oficialmente suportadas pela Mozilla Neste artigo ensinaremos você a utilizar as
Foundation, a saber: principais ferramentas do programa, o que também
Solaris (x86 e SPARC) serve como demonstração para quem gostaria de
FreeBSD mudar de navegador. Confira nas linhas abaixo um
PC-BSD pouco mais sobre o ótimo Google Chrome.
NetBSD
OS/2 Funções visíveis
AIX Antes de detalhar melhor os aspectos mais
Versões para o Windows XP Professional complicados do navegador, vamos conferir todas
x64 Edition também estão disponíveis, bem como as funções disponíveis logo em sua janela inicial.
versões para RISC OS e BeOS (projetos que ainda Observe a numeração na imagem abaixo e
estão em andamento). acompanhe sua explicação logo em seguida:
O formato que é usado para armazenar o
perfil dos usuários é o mesmo em todas as
plataformas, portanto um perfil pode ser
compartilhado por diferentes sistemas (exemplo:
um perfil armazenado em uma partição FAT32 que
pode ser acessado tanto pelo Windows quanto pelo 1. As setas são ferramentas bem conhecidas por
Linux). Entretanto, podem ocorrer problemas, todos que já utilizaram um navegador. Elas
principalmente no que se refere à extensões. permitem avançar ou voltar nas páginas em
Outros recursos exibição, sem maiores detalhes. Ao manter o botão
O recurso de localização simultânea pressionado sobre elas, você fará com que o
O Firefox possui uma busca interna na histórico inteiro apareça na janela.
página conhecida como find as you type (localiza 2. Reenviar dados, atualizar ou recarregar a
como você digita) invocado ao pressionar a barra página. Todos são sinônimos desta função, ideal
(/) ou o atalho Ctrl + F. Com esse recurso habilitado para conferir novamente o link em que você se
basta digitar uma palavra que durante a digitação o encontra, o que serve para situações bem
CURSO ATUAL Página - 36 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

específicas – links de download perdidos, imagens navegação. Como citado anteriormente, basta
que não abriram, erros na diagramação da página. clicar no botão com um “+” para abrir uma nova
3. O ícone remete à palavra home (casa) e leva o guia.
navegador à página inicial do programa. Mais tarde Outra forma de abri-las é clicar em
ensinaremos você a modificar esta página para qualquer link ao pressionar a rodinha do mouse, o
qualquer endereço de sua preferência. que torna tudo ainda mais rápido. Também é
4. A estrela adiciona a página em exibição aos possível utilizar o botão direito sobre o novo
favoritos, que nada mais são do que sites que você endereço e escolher a opção “Abrir link em uma
quer ter a disposição de um modo mais rápido e nova guia”.
fácil de encontrar. Liberdade
5. Abre uma nova aba de navegação, o que permite É muito fácil manipular as abas no Google
visitar outros sites sem precisar de duas janelas Chrome. É possível arrastá-las e mudar sua ordem,
diferentes. além de arrancar a aba da janela e desta forma
6. A barra de endereços é o local em que se abrir outra independente. Basta segurar a aba com
encontra o link da página visitada. A função o botão esquerdo do mouse para testar suas
adicional dessa parte no Chrome é que ao digitar funções. Clicar nelas com a rodinha do mouse faz
palavras-chave na lacuna, o mecanismo de busca com que fechem automaticamente.
do Google é automaticamente ativado e exibe os
resultados em questão de poucos segundos.
7. Simplesmente ativa o link que você digitar na
lacuna à esquerda.
8. Abre as opções especiais para a página aberta
no navegador. Falaremos um pouco mais sobre
elas em seguida.
9. Abre as funções gerais do navegador, que serão
melhor detalhadas nos próximos parágrafos.

Para Iniciantes O botão direito abre o menu de contexto da


Se você nunca utilizou um navegador ou aba, em que é possível abrir uma nova, recarregar
ainda tem dúvidas básicas sobre essa categoria de a atual, fechar a guia ou cancelar todas as outras.
programas, continue lendo este parágrafo. Do No teclado você pode abrir uma nova aba com o
contrário, pule para o próximo e poupe seu tempo. comando Ctrl + T ou simplesmente apertando o F1.
Aqui falaremos um pouco mais sobre os conceitos Fechei sem querer!
e ações mais básicas do programa. Quem nunca fechou uma aba importante
Com o Google Chrome, você acessa os acidentalmente em um momento de distração?
sites da mesma forma que seus semelhantes – IE, Pensando nisso, o Chrome conta com a função
Firefox, Opera. Ao executar o programa, tudo o que “Reabrir guia fechada” no menu de contexto (botão
você precisa fazer é digitar o endereço do local que direito do mouse). Basta selecioná-la para que a
quer visitar. Para acessar o portal Baixaki, por última página retorne ao navegador.
exemplo, basta escrever baixaki.com.br (hoje é
possível dispensar o famoso “www”, inserido
automaticamente pelo programa.)
No entanto nem sempre sabemos
exatamente o link que queremos acessar. Para
isso, digite o nome ou as palavras-chave do que
você procura na mesma lacuna. Desta forma o
Chrome acessa o site de buscas do Google e exibe
os resultados rapidamente. No exemplo utilizamos
apenas a palavra “Baixaki”.
Configuração
Antes de continuar com as outras funções
do Google Chrome é legal deixar o programa com a
sua cara. Para isso, vamos às configurações. Vá
até o canto direito da tela e procure o ícone com
uma chave de boca. Clique nele e selecione
“Opções”.
Abas
A segunda tarefa importante para quem
quer usar o Chrome é lidar com suas abas. Elas
são ferramentas muito úteis e facilitam a
CURSO ATUAL Página - 37 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Configurações avançadas
Rede: configura um Proxy para a sua rede.
(Indicado para usuários avançados)
Privacidade: aqui há diversas funções de
privacidade, que podem ser marcadas ou
desmarcadas de acordo com suas preferências.
Downloads: esta é a opção mais importante da
aba. Em “Local de download” é possível escolher a
pasta em que os arquivos baixados serão salvos.
Você também pode definir que o navegador
pergunte o local para cada novo download.
Downloads
Básicas Todos os navegadores mais famosos da
Inicialização: aqui é possível definir a página inicial atualidade contam com pequenos gerenciadores de
do navegador. Basta selecionar a melhor opção download, o que facilita a vida de quem baixa
para você e configurar as páginas que deseja abrir. várias coisas ao mesmo tempo. Com o Google
Página inicial: caso esta tenha sido a sua escolha Chrome não é diferente. Ao clicar em um link de
download, muitas vezes o programa perguntará se
na aba anterior, defina qual será a página inicial do
você deseja mesmo baixar o arquivo, como
Chrome. Também é possível escolher se o atalho
ilustrado abaixo:
para a home (aquele em formato de casinha)
aparecerá na janela do navegador.
Pesquisa padrão: como o próprio nome já deixa
claro, aqui você escolhe o site de pesquisas
utilizado ao digitar na lacuna do programa. O botão
“Gerenciar” mostra a lista de mecanismos.
Navegador padrão: aqui você pode definir o
aplicativo como seu navegador padrão. Se você
optar por isso, sempre que algum software ou link
for executado, o Chrome será automaticamente Logo em seguida uma pequena aba
utilizado pelo sistema. aparecerá embaixo da janela, mostrando o
Coisas pessoais progresso do download. Você pode clicar no canto
Senhas: define basicamente se o programa salvará dela e conferir algumas funções especiais para a
ou não as senhas que você digitar durante a situação. Além disso, ao selecionar a função
navegação. A opção “Mostrar senhas salvas” exibe “Mostrar todos os downloads” (Ctrl + J), uma nova
uma tabela com tudo o que já foi inserido por você. aba é exibida com ainda mais detalhes sobre os
Preenchimento automático de formulário: define arquivos que você está baixando.
se os formulários da internet (cadastros e aberturas
de contas) serão sugeridos automaticamente após
a primeira digitação.
Dados de navegação: durante o uso do
computador, o Chrome salva os dados da sua
navegação para encontrar sites, links e conteúdos
com mais facilidade. O botão “Limpar dados de
navegação” apaga esse conteúdo, enquanto a
função “Importar dados” coleta informações de
outros navegadores. Pesquise dentro dos sites
Temas: é possível modificar as cores e todo o Outra ferramenta muito prática do
visual do navegador. Para isso, clique em “Obter navegador é a possibilidade de realizar pesquisas
temas” e aplique um de sua preferência. Para diretamente dentro de alguns sites, como o próprio
retornar ao normal, selecione “Redefinir para o portal Baixaki. Depois de usar a busca
tema padrão”. normalmente no nosso site pela primeira vez, tudo
o que você precisa fazer é digitar baixaki e teclar o
TAB para que a busca desejada seja feita
diretamente na lacuna do Chrome.

Navegação anônima
CURSO ATUAL Página - 38 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

Se você quer entrar em alguns sites sem processamento e distribuição da informação. Além
deixar rastros ou históricos de navegação no disso, consideramos que a TI abrange os métodos,
computador, utilize a navegação anônima. Basta técnicas e ferramentas para o planejamento,
clicar no menu com o desenho da chave de boca e desenvolvimento e suporte dos processos de
escolher a função “Nova janela anônima”, que utilização da informação.
também pode ser aberta com o comando Ctrl + Na atualidade, o conceito de TI, ou
Shift + N. Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), é
utilizado para expressar a convergência entre a
informática e as telecomunicações. Desde a
década de 1940, com a construção dos primeiros
computadores eletrônicos, vem ocorrendo um
processo de transição do perfil tecnológico. Esse
perfil tem passado de uma base eletromecânica
para uma base microeletrônica. Os avanços da
eletrônica digital, que inicialmente foram aplicados
Gerenciador de tarefas
à indústria de computadores, criaram novos
Uma das funções mais úteis do Chrome é
dispositivos eletrônicos que passaram a ser
o pequeno gerenciador de tarefas incluso no
empregados nas mais diversas indústrias.
programa. Clique com o botão direito no topo da
No caso específico do processamento
página (como indicado na figura) e selecione a
eletrônico de dados e das telecomunicações, a
função “Gerenciador de tarefas”.
convergência na direção do uso intensivo da
tecnologia digital vem proporcionando uma nova
gama de métodos, técnicas e ferramentas
utilizadas em sistemas de informação. Assim,
podemos classificar as principais tecnologias
utilizadas nos sistemas de informação como:
- tecnologias de hardware;
- tecnologias de software;
- tecnologias de comunicação.
Desta forma, uma nova janela aparecerá
em sua tela. Ela controla todas as abas e funções ANOTAÇÕES
executadas pelo navegador. Caso uma das guias
apresente problemas você pode fechá-la
____________________________
individualmente, sem comprometer todo o ____________________________
programa. A função é muito útil e evita diversas
dores de cabeça.
____________________________
____________________________
____________________________
____________________________
____________________________
____________________________
____________________________
____________________________
Realização de cópias de segurança (backup), ____________________________
vírus e ataques a computadores e antivírus ____________________________
Os sistemas de informação baseados em
computador utilizam a informática e as ____________________________
telecomunicações como instrumentos para ____________________________
melhorar a sua efetividade. As tecnologias
empregadas melhoram a capacidade e a ____________________________
velocidade das funções de coleta, armazenamento, ____________________________
processamento e distribuição. Isto contribui para a
melhoria da qualidade e da relação custo benefício ____________________________
da informação disponibilizada. ____________________________
Podemos conceituar a Tecnologia da
Informação (TI) como o conjunto de recursos não
____________________________
humanos empregados na coleta, armazenamento, ____________________________
CURSO ATUAL Página - 39 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA
Considerando a figura acima, que apresenta
TESTES DE CONCURSOS ANTERIORES
uma planilha do Excel a partir de qual se gerou
um gráfico, assinale a opção correta.
01 - Observe a planilha, tendo como base o A) O gráfico pode ser copiado para um arquivo do
Microsoft Office 2010. Word sem que haja necessidade de se copiar a
planilha.
B) A média de eleitores pode ser calculada
corretamente a partir da fórmula
=B3+B4+B5+B6+B7/5.
C) O arquivo Pasta1 poderá ser compartilhado em
um grupo de discussão ou em uma rede social sem
perda de dados, desde que a planilha fique
Complete a coluna E. Utilizando a fórmula: separada do gráfico, em outra página da planilha
=SE(E2>70;"APROVADO"; ou em outro arquivo.
SE(E2>45;"RECUPERAÇÃO"; "REPROVADO")), D) Caso as legendas ao lado do gráfico sejam
complete a coluna F, arrastando a fórmula até a excluídas, os nomes correspondentes às zonas
linha 8, e assinale a alternativa correta. eleitorais serão automaticamente excluídos os
A) O aluno Joaquim de Tal e o aluno Antonio de Tal conteúdos das células A3 a A7.
estão aprovados. E) O arquivo Pasta1 pode ser aberto por um
B) A aluna Fabiana de Tal e o aluno Isabela de Tal programa do BrOffice, desde que seja salvo no
foram aprovados. formato PPT.
C) O aluno Anderson de Tal e o aluno Antonio de
Tal estão reprovados. 04 - O Microsoft Word 2010 é um poderoso
D) A aluna Isabela de Tal e a aluna Jaqueline de editor de textos e faz parte da suíte de
Tal estão de recuperação. escritórios Microsoft Office 2010. Observe a
E) A aluna Marcela de Tal e a aluna Jaqueline de figura abaixo e depois marque a letra
Tal estão aprovadas. correspondente a questão.

02 – Considerando parte de uma página


eletrônica acessada com o navegador Internet
Explorer 8 (IE8), assinale a opção correta.
A) Para enviar a página em apreço por e-mail, Considere a sequência 1, 2 e 3 para marcar a
como corpo de mensagem eletrônica, é suficiente resposta abaixo.
A) 1. Inserir WordArt; 2. Alterar a fonte; 3. Cor da
clicar a ferramenta , na janela IE8, digitar o fonte.
endereço do destinatário e, por fim, clicar o botão B) 1. Efeitos do texto; 2. Cor do realce do texto; 3.
Enviar nessa última janela. Cor da fonte.
B) Para fazer o download de qualquer arquivo, é C) 1. Cor do realce do texto; 2. Efeitos do texto; 3.
necessário previamente que o usuário instale em Reduzir fonte.
sua máquina um programa de compactação. D) 1. Cor da fonte; 2. Sobrescrito; 3. Maiúscula.
C) Para se copiar os dados da página em questão E) 1. Efeitos do texto; 2. Cor da fonte; 3. Alterar a
e transferi-los para um arquivo do Word, deve-se, fonte.
necessariamente, salvá-los com a extensão PDF.
D) Ao se clicar em um link qualquer da página em 05 - Assinale a opção correta com referência a
apreço com o botão direito do mouse, será possível programas de correio eletrônico.
abrir a página indicada pelo link em uma nova A) No Outlook Express, a opção de envio de cópia
janela. oculta — Cco — indica que o(s) destinatário(s)
indicado(s) nesse campo será(ão) ocultado(s) dos
E) A ferramenta possibilita o acesso a demais destinatários.
informações restritas à página mostrada na figura. B) O Mozilla Thunderbird é um serviço disponível
na Web capaz de armazenar arquivos em cloud
03 – storage.
C) O Outlook Express possui sistema de checape
de dados próprio que garante a integridade dos
dados enviados e recebidos.
D) O Mozilla Thunderbird possui antivírus cuja
função é checar a qualidade dos dados de
determinado email antes de este ser enviado.
E) Os serviços de webmail podem ser acessados
de qualquer lugar, mas não permitem a anexação
de arquivos às mensagens.
CURSO ATUAL Página - 40 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

06 - Na especificação de um computador é D) não necessita ser explicitamente executado para


comum definir as características tais como: a se difundir, sendo capaz de se propagar
velocidade do processador; a capacidade de automaticamente pela rede, enviando cópias de si
memória RAM; a capacidade de armazenamento mesmo.
do disco rígido; e a taxa de transmissão da E) dispõe de mecanismos de comunicação com o
placa de rede. Assinale a alternativa que invasor, permitindo que seja controlado
apresenta valores e unidades compatíveis com remotamente.
as características descritas na frase anterior, na
ordem de aparecimento no texto: 11 - Se uma pessoa receber um e-mail de um
A) 2 GHz; 4 GB; 1 TB; e 1000 Mbps. remetente desconhecido, solicitando que abra
B) 2 GHz; 1000 Mbps; 4 GB; e 1 TB. um documento anexo, o melhor procedimento a
C) 4 GB; 2 GHz; 400 GHz; e 1000 Mbps. tomar é
D) 2 GB; 4 GBps; 1000 Mbps; e 2 GHz. A) apagar permanentemente o e-mail sem executar
o arquivo.
07 - A função que NÃO está disponível no editor
B) desconectar o computador da rede e, depois,
de textos Word do Office é:
executar o arquivo.
A) usar trechos de textos com cores diferentes em
C) abrir o arquivo e depois enviar para o suporte
uma mesma página.
técnico submetê-lo a um antivírus.
B) encontrar todas as ocorrências de uma palavra
D) mover o e-mail para a pasta Lixo Eletrônico, pois
com erro ortográfico e substituir pela palavra
nela o antivírus é mais rigoroso.
correta.
E) aplicar regras a essa mensagem, movendo o e-
C) fazer uso de recursos de formatação, como o
mail para uma pasta apropriada a remetentes
itálico, para destacar um trecho de texto.
desconhecidos.
D) converter trechos de textos escritos em inglês
para português.
12 - Considerando-se uma tabela no Word,
08. Na apuração de um concurso de beleza são pode-se afirmar que, para centralizar o texto
consideradas as notas atribuídas por cinco contido dentro de uma célula, se deve utilizar o
jurados, todas com valor entre 0 e 10. A nota comando identificando como teclas
final é calculada desprezando-se a menor e a A) Ctrl+E. B) Ctrl+J. C) Ctrl+Q.
maior das cinco notas, fazendo-se então a D) Ctrl+G. E) Ctrl+TAB.
média das três notas restantes. Considerando
que as notas de uma candidata estão na linha 3, 13 - No que se refere à organização e ao
colunas B a F de uma planilha eletrônica, gerenciamento de informações, arquivos,
assinale a alternativa que apresenta a fórmula pastas e programas, é correto afirmar:
CORRETA para o cálculo da nota final: A) Uma pasta é um repositório que pode ser
A) =(SOMA(B3;F3)-MÍNIMO(B3;F3)-MÁXIMO(B3;F3))/3 utilizado para armazenar apenas arquivos.
B) =(SOMA(B3:F3)/3)-MÍNIMO(B3:F3)-MÁXIMO(B3:F3) B) Uma extensão de nome de arquivo, no Windows
C) =(SOMA(B3:F3)-MÍNIMO(B3:F3)-MÁXIMO(B3:F3))/3 7, é um conjunto de caracteres que ajuda o
D) =(SOMA(B3;F3)/3)-MÍNIMO(B3;F3)-MÁXIMO(B3;F3) Windows a entender qual tipo de informação está
em um arquivo e qual programa deve abri-lo, e,
09. Ao realizar uma busca na Internet, o número
tendo em vista a segurança de informações, não é
de páginas encontradas pode ser muito grande
possível alterar a extensão do nome de arquivo.
e é comum que as respostas sejam muito
C) O nome de um arquivo, no Windows 7, pode
diferentes do que se esperava encontrar. Para
possuir até 256 caracteres, incluída sua extensão
melhorar a resposta é possível utilizar a busca
que apresentará, no máximo, 3 caracteres após o
avançada. Assinale a alternativa que NÃO
ponto.
apresenta uma opção válida a ser selecionada
D) A limitação, no Windows 7, quanto aos nomes
quando se utiliza a busca avançada:
de arquivos, foi solucionada e eles podem conter
A) Uma frase exata.
qualquer caractere.
B) Um idioma para as páginas.
E) O Windows, por padrão, oculta as extensões
C) Um domínio ou uma região.
para facilitar a leitura dos nomes dos arquivos, mas
D) Um certificado digital.
se pode optar por deixá-las visíveis.
10 - WORM é um programa que:
A) é projetado especificamente para apresentar 14 - O procedimento de salvar e guardar dados
propagandas. (Backup) é muito importante na informática,
B) permite a um invasor retornar a um computador razão pela qual, nos dias atuais, a utilização de
comprometido, normalmente colocado de forma a rotinas de backup tem aumentado. Com base
não ser notado. nessa informação, pode-se afirmar que o
C) depende da execução do programa ou arquivo backup
infectado para se tornar ativo e continuar o A) diário cópia apenas os arquivos criados no dia
processo de infecção. em que o backup é executado.
CURSO ATUAL Página - 41 -
CURSO ATUAL – INFORMÁTICA BÁSICA

B) diferencial cópia apenas arquivos criados desde ____________________________


o último backup incremental.
C) incremental copia os arquivos alterados desde o ____________________________
último backup sequencial. ____________________________
D) incremental cópia apenas arquivos criados
desde o último backup normal. ____________________________
E) diferencial copia os arquivos alterados desde o ____________________________
último backup completo.
____________________________
15 - Para o Microsoft Excel 2010, que opção está
correta, quando se formata uma célula como ____________________________
número porcentual: ____________________________
A) O valor presente na célula é multiplicado por 10
e o resultado exibido com o símbolo de ____________________________
porcentagem. ____________________________
B) O valor presente na célula é dividido por 100 e o
resultado exibido com o símbolo de porcentagem. ____________________________
C) O valor presente na célula é mantido inalterado ____________________________
e o resultado exibido sem o símbolo de
porcentagem.
____________________________
D) O valor presente na célula é dividido por 10 e o ____________________________
resultado exibido com o símbolo de porcentagem.
E) O valor presente na célula é multiplicado por 100
____________________________
e o resultado exibido com o símbolo de ____________________________
porcentagem. ____________________________
GABARITO
____________________________
____________________________
01 – A 02 – D 03 – A 04 – B 05 – A ____________________________
06 – A 07 – D 08 – C 09 – D 10 – D ____________________________
11 – A 12 – A 13 – E 14 – E 15 – E ____________________________
____________________________
ANOTAÇÕES ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
____________________________ ____________________________
CURSO ATUAL Página - 42 -
PESQUISADO E ELABORADO PELA EQUIPE PEDAGÓGICA DO CURSO ATUAL
Proibida a reprodução parcial ou total sem a prévia autorização do Curso Atual
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
A Moral, afinal, não é somente um ato
CONCEITO: ÉTICA E MORAL
individual, pois as pessoas são, por natureza, seres
sociais, assim percebe-se que a Moral também é
A confusão que acontece entre as palavras um empreendimento social. E esses atos morais,
Moral e Ética existem há muitos séculos. A própria quando realizados por livre participação da pessoa,
etimologia destes termos gera confusão, sendo que são aceitos, voluntariamente.
Ética vem do grego “ethos” que significa modo de Pois assim determina Vasquez (1998) ao
ser, e Moral tem sua origem no latim, que vem de citar Moral como um “sistema de normas, princípios
“mores”, significando costumes. e valores, segundo o qual são regulamentadas as
Esta confusão pode ser resolvida com o relações mútuas entre os indivíduos ou entre estes
esclarecimento dos dois temas, sendo que Moral é e a comunidade, de tal maneira que estas normas,
um conjunto de normas que regulam o dotadas de um caráter histórico e social, sejam
comportamento do homem em sociedade, e estas acatadas livres e conscientemente, por uma
normas são adquiridas pela educação, pela convicção íntima, e não de uma maneira mecânica,
tradição e pelo cotidiano. Durkheim explicava Moral externa ou impessoal”.
como a “ciência dos costumes”, sendo algo anterior Enfim, Ética e Moral são os maiores
a própria sociedade. A Moral tem caráter valores do homem livre. Ambos significam
obrigatório. "respeitar e venerar a vida". O homem, com seu
livre arbítrio, vai formando seu meio ambiente ou o
Já a palavra Ética, Motta (1984) definiu destruindo, ou ele apoia a natureza e suas criaturas
como um “conjunto de valores que orientam o ou ele subjuga tudo que pode dominar, e assim ele
comportamento do homem em relação aos outros mesmo se torna no bem ou no mal deste planeta.
homens na sociedade em que vive, garantindo, Deste modo, Ética e a Moral se formam numa
outrossim, o bem-estar social”, ou seja, Ética é a mesma realidade.
forma que o homem deve se comportar no seu Ética é a parte da filosofia que se ocupa do
meio social. estudo do comportamento humano e investiga o
A Moral sempre existiu, pois, todo ser sentido que o homem dá a suas ações para ser
humano possui a consciência Moral que o leva a verdadeiramente feliz e alcançar, como diriam os
distinguir o bem do mal no contexto em que vive. gregos, o "Bem viver".
Surgindo realmente quando o homem passou a A ética faz parte do nosso dia a dia. Em
fazer parte de agrupamentos, isto é, surgiu nas todas as nossas relações e atos, em algum grau,
sociedades primitivas, nas primeiras tribos. A Ética utilizamos nossos valores éticos para nos auxiliar.
teria surgido com Sócrates, pois se exigi maior grau Em um sentido mais amplo, a ética
de cultura. Ela investiga e explica as normas engloba um conjunto de regras e preceitos de
morais, pois leva o homem a agir não só por ordem valorativa, que estão ligados à prática do
tradição, educação ou hábito, mas principalmente bem e da justiça, aprovando ou desaprovando a
por convicção e inteligência. Vásquez (1998) ação dos homens de um grupo social ou de uma
aponta que a Ética é teórica e reflexiva, enquanto a sociedade.
Moral é eminentemente prática. Uma completa a A palavra ética deriva do grego ethos, e
outra, havendo um inter-relacionamento entre significa "comportamento". Heidegger dá ao termo
ambas, pois na ação humana, o conhecer e o agir ethos o significado de "morada do ser".
são indissociáveis. A ética pode ser dividida em duas partes:
ética normativa e metaética. A primeira propõe os
Em nome da amizade, deve-se guardar princípios da conduta correta, enquanto a segunda
silêncio diante do ato de um traidor? Em situações investiga o uso de conceitos como bem e mal, certo
como esta, os indivíduos se deparam com a e errado etc.
necessidade de organizar o seu comportamento O estudo da ética demonstra que a
por normas que se julgam mais apropriadas ou consciência moral nos inclina para o caminho da
mais dignas de ser cumpridas. Tais normas são virtude, que seria uma qualidade própria da
aceitas como obrigatórias, e desta forma, as natureza humana. Logo, um homem para ser ético
pessoas compreendem que têm o dever de agir precisa necessariamente ser virtuoso, ou seja,
desta ou daquela maneira. Porém o praticar o bem usando a liberdade com
comportamento é o resultado de normas já responsabilidade constantemente.
estabelecidas, não sendo, então, uma decisão Nesse aspecto, percebe-se que "o agir"
natural, pois todo comportamento sofrerá um depende do ser. O lápis deve escrever, é de sua
julgamento. E a diferença prática entre Moral e natureza escrever; a lâmpada deve iluminar, é de
Ética é que esta é o juiz das morais, assim Ética é sua natureza iluminar e ela deve agir dessa forma.
uma espécie de legislação do comportamento A única obrigação do homem é ser
Moral das pessoas. Mas a função fundamental é a virtuoso, é de sua natureza ser virtuoso e agir como
mesma de toda teoria: explorar, esclarecer ou homem. Infelizmente um mal que tem aumentado é
investigar uma determinada realidade. o de homens que não agem como homens.
CURSO ATUAL Página - 1 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Os preceitos éticos de uma sociedade são alterando, assim, os conceitos morais de um grupo
baseados em seus valores, princípios, ideais e para outro. Esses fatores podem ser sociais,
regras, que se consolidam durante a formação do históricos, geográficos etc.
caráter do ser humano em seu convívio social. Observa-se, então, que a moral é
Essa formação de conceitos se baseia no dinâmica, ou seja, ela pode mudar seus juízos de
senso comum, que é um juízo ou conceito valor de acordo com o contexto em que esteja
comumente sentido por toda uma ordem, um povo inserida.
ou uma nação, da sociedade em que esse homem Aristóteles, em seu livro A Política,
está inserido. descreve que "os pais sempre parecerão
Para melhor entendimento do que é senso antiquados para os seus filhos". Essa afirmação
comum, tomemos o seguinte: uma criança que demonstra que, na passagem de uma geração
adoece consegue explicar para os seus pais que familiar para outra, os valores morais mudam
está se sentindo mal, mesmo que racionalmente radicalmente.
não saiba o significado do termo "mal". Ela Outro exemplo é o de que moradores de
consegue dar a explicação porque tem a cidades praianas achem perfeitamente normal e
capacidade de "sentir" o que a palavra significa. aceitável andar pelas ruas vestidos apenas com
Quando falamos em ética como algo trajes de banho, ao passo que moradores de
presente no homem, não quer dizer que ele já cidades interioranas veem com estranheza esse
nasce com a consciência plena do que é bom ou comportamento. Essa mudança de comportamento
mau. Essa consciência existe, mas se desenvolve e juízo de valor é provocada por um agente
mediante o relacionamento com o meio social e externo.
com o autodescobrimento. O ato moral tem em sua estrutura dois
Nas palavras do intelectual baiano Divaldo importantes aspectos: o normativo e o factual. O
Franco, "a consciência ética é a conquista da normativo são as normas e imperativos que
iluminação, da lucidez intelecto moral, do dever enunciam o "dever ser". Ex.: cumpra suas
solidário e humano". obrigações, não minta, não roube etc.
Para uma vida plena é necessário recorrer Os factuais são os atos humanos que se
à ética, à coragem para decifra-se, à confiança na realizam efetivamente, ou seja, é a aplicação da
própria vida, ao amor como a maior manifestação norma no dia a dia no convívio social.
do ser humano no grupo social, ao respeito por si e O ato moral tem sua complexidade na
pelo outro e, principalmente, à verdade, estando medida em que afeta não somente a pessoa que
acima de quaisquer interpretações, ideias ou age, mas aqueles que a cercam e a própria
opiniões. sociedade. Portanto, para que um ato seja
Segundo o Dicionário Aurélio Buarque de considerado moral, ou seja, bom, deve ser livre,
Holanda, ÉTICA é "o estudo dos juízos de consciente, intencional e solidário.
apreciação que se referem à conduta humana Dessas características decorre a inserção
susceptível de qualificação do ponto de vista do da responsabilidade, exigindo da pessoa que
bem e do mal, seja relativamente à determinada assuma as consequências por todos os seus atos,
sociedade, seja de modo absoluto”. livre e conscientemente.
Por todos os aspectos que podem
MORAL influenciar os valores do que vem a ser bom ou
O termo moral deriva do latim — mos —, e justo e, aliado a isso, a diversificação de
significa costumes. A moral é a "ferramenta" de informações culturais que o mundo contemporâneo
trabalho da ética. Sem os juízos de valor aplicados globalizado nos revela em uma velocidade
pela moral, seria impossível determinar se a ação espantosa, a ética e a moral tornam-se cada vez
do homem é boa ou má. mais importantes, exigindo que sua aplicabilidade
Moral é o conjunto de normas, livre e se torne cada vez mais adequada ao contexto em
consciente, adotado que visa organizar as relações que está inserida.
das pessoas, tendo como base o bem e o mal, com Alguns diferenciam ética e moral de vários
vistas aos costumes sociais. modos:
Apesar de serem semelhantes, e por várias • Ética é princípio, moral são aspectos de condutas
vezes se confundirem, ética e moral são termos específicas;
aplicados diferentemente. Enquanto o primeiro trata • Ética é permanente, moral é temporal;
o comportamento humano como objeto de estudo e • Ética é universal, moral é cultural;
normatização, procurando tomá-lo o mais • Ética é regra, moral é conduta da regra;
abrangente possível, o segundo se ocupa de • Ética é teoria, moral é prática.
atribuir um valor à ação. Esse valor tem como
referências as normas e conceitos do que vem a
ser bem e mal baseados no senso comum.
Amoral possui um caráter subjetivo, que
faz com que ela seja influenciada por vários fatores,
CURSO ATUAL Página - 2 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
conceitos ou regras que aprendemos por meio do
ÉTICA, PRINCÍPIOS E VALORES
convívio, passados geração após geração.
Esses conhecimentos se originaram, em
A Ética refere-se especificamente ao algum momento, no grupo social em que estão
comportamento humano que, quando livre, pode inseridos, convencionando-se que sua aplicação é
ser qualificado como bom ou mau. Ética diz boa, sendo aceita pelo grupo.
respeito a pensar e agir bem. Quando uma pessoa afirma que
A noção de Ética implica, portanto, determinada ação fere seus princípios, ela está se
algumas noções correlatas: a liberdade (faculdade referindo a um conceito, ou regra, que foi originado
ou capacidade humana de se autodeterminar para em algum momento em sua vida ou na vida do
um fim que seja bom), a noção de lei interior ao grupo social em que está inserida e que foi aceito
homem (que estabeleceria a referência entre o bem como ação moralmente boa.
e o mal), a noção de consciência (que aprova ou
recrimina intimamente o bem e o mal). Essas Valores
noções, tratadas no plano individual, podem ser Nas mais diversas sociedades,
extrapoladas para a vida social, e tornam-se ainda independentemente do nível cultural, econômico ou
mais complexas. social em que estejam inseridas, os valores são
fundamentais para se determinar quais são as
O homem é um animal social. A vida social pessoas que agem tendo por finalidade o bem.
impõe uma série de limites às opções individuais. A O caráter dos seres, pelo qual são mais ou
liberdade humana é assim relativa ou condicionada. menos desejados ou estimados por uma pessoa ou
A aceitação desses limites supõe uma formação, grupo, é determinado pelo valor de suas ações.
uma educação para a vida social. Nessa formação Sua ação terá seu valor aumentado na medida em
– além da educação familiar – influem a instrução que for desejada e copiada por mais pessoas do
escolar, a comunidade, a mídia. Essa constatação grupo.
remete-nos à consideração da responsabilidade de Todos os termos que servem para
pais, educadores, formadores de opinião, qualificar uma ação ou o caráter de uma pessoa
responsáveis pelos meios de comunicação: todos, têm um peso "bom" e um peso "ruim". Citam-se
direta ou indiretamente, contribuem para a como exemplo os termos honesto e desonesto,
formação (ou deformação) ética dos indivíduos. generoso e egoísta, verdadeiro e falso.
Dado seu caráter normativo, o tema pode Os valores dão "peso" à ação ou caráter de
assumir um tom antipático e assim é, se perdemos uma pessoa ou grupo. Esse peso pode ser bom ou
de vista a ideia inicial: Ética diz respeito ao ruim. Kant afirmava que toda ação considerada
comportamento humano voluntário, livre. O moralmente boa deveria ser necessariamente
comportamento ético não se impõe: é uma adesão universal, ou seja, ser boa em qualquer lugar e em
livre ao que se apresenta como bom, e não uma qualquer tempo. Infelizmente o ideal kantiano de
submissão exterior a um conjunto de regras e valor e moralidade está muito longe de ser
proibições. Obviamente, na maior parte dos casos alcançado, pois as diversidades culturais e sociais
essa submissão é necessária – o comportamento fazem com que o valor dado a determinadas ações
ético é também um comportamento legal, mas não mude de acordo com o contexto em que está
se reduz a ele. Em determinados casos – tratando- inserido.
se de leis injustas –, o comportamento ético exige o
descumprimento dessas leis. ÉTICA E DEMOCRACIA: EXERCÍCIO DA
O presente trabalho apresenta, em sua CIDADANIA
primeira parte, algumas noções mais gerais,
relativas ao conceito e ao fundamento da Ética, no
âmbito pessoal e na ação social. Na segunda parte, Democracia, Justiça, igualdade, respeito,
refletimos sobre alguns aspectos éticos mais ética, moralidade, liberdade, solidariedade,
diretamente relacionados com o terceiro setor, cidadania são palavras que se ouve
como a ética e o voluntariado e a ética na gestão frequentemente e fazem parte do nosso cotidiano,
das organizações da sociedade civil. porém tantas vezes soam de forma banal ocultando
os reais valores e significados. O momento
Princípios histórico atual revela a profunda necessidade da
Princípio é onde alguma coisa ou construção e disseminação de valores pessoais
conhecimento se origina. Também pode ser voltados para o interesse e o benefício da
definido como conjunto de regras ou código de sociedade, pois é certo que o estado democrático-
(boa) conduta pelos quais alguém governa a sua legitimamente constituído para democracia –
vida e as suas ações. alimenta-se de princípios éticos, e tais questões
Fazendo uma análise minuciosa desses não podem ser negligenciadas. Do mesmo modo,
conceitos, percebe-se que os princípios que regem não se pode renegar a um plano secundário o
a nossa conduta em sociedade são aqueles convívio social pautado na justiça, na igualdade de
CURSO ATUAL Página - 3 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

oportunidades, na liberdade e no respeito às tente ser capaz tratar as diferenças significativas


diferenças, enfim, em postura ética, que é requisito entre o povo, de forma tal que seja mesmo tempo
essencial para a concretização da sociedade honesta e eficaz, porém sem se impor, há pessoas
cidadã. que falam e agem de forma desigual, sabendo-se
No início do século XX, o Brasil entra no que, somos iguais perante a lei, mas diferentes
processo de modernização, um avanço marcado perante a diversidade de nossos aspectos físicos,
pela dominação de alguns grupos de ricos, de situação, de nossos comportamentos e valores
brancos, educados, e dolarizados que obtiveram se difere diante da Cor da pele, ser idoso,
uma relação de poder em campos específicos, da homossexuais, religião, mulher, e ao índio, e é
economia, saúde, política e militar, isso acarretou a chegada a hora desses direitos saírem do papel de
exclusão social e gerou duas classes, a elite fato e serem colocados em prática, pois hoje
dominadora e a classe dos trabalhadores vivemos num país repleto de diferenças e que
dominados. Estas desigualdades sociais têm amanhã será mais justo e digno se passarmos a
servido de barreiras no processo de aceitar e respeitar o próximo como ele é de fato.
democratização. Cidadania e qualidade de vida - Todos os
Embora a democracia esteja onipresente dias ouvimos falar muito bem de cidadania e direito
no mundo hoje, entende-se que uma das principais e deveres. Mas de fato, o que significa cidadania?
funções é proteger os direitos humanos Sendo este objeto de estudo que pretende falar,
fundamentais como: Liberdade de expressão, ter para este termo não há um conceito fechado, mas
oportunidades de organizar e participar plenamente sim ações e fatos que vão relevar a ideia principal
na vida política, econômica e cultural da sociedade. de sua significância.
Todo ser humano nasce com direitos inalienáveis, e Dentro de uma sociedade está inserida tal
esses direitos capacitam as pessoas a buscarem ideia, entretanto questionamos: Todos os seres
uma vida digna. Sendo assim, nenhum governo humanos deste país exercem de fato sua
pode conferi-los, mas todos devem protegê-los, a cidadania? Sabemos que este exercício diz
liberdade construída sobre uma base de justiça, respeito a uma pequena parcela da população, pois
tolerância e dignidade e respeito tal pratica é muito mais complexa do que se pode
independentemente da etnia, convicção política ou imaginar. Um exemplo disso é quando a sociedade
classe social, permitindo assim que busquem esses cria e ignora os meninos de rua, verdadeiros
direitos fundamentais, diferentemente de outrora excluídos, sem lar, sem família, sem escola, sem
em que as ditaduras negavam esses direitos alimento ou qualquer necessidade básica inerente
humanos, e as sociedades livres lutaram ao próprio ser humano. Estes excluídos vivem ao
continuamente para alcança-los. relento sem perspectiva nenhuma de vida e, o mais
Todos nós temos direito a um trabalho com preocupante, quase sempre entra na
salário digno, uma boa educação, um atendimento marginalidade.
mais qualificado na saúde pública, e devemos Muitas pessoas, ao passarem por eles
ressaltar também que são incluídos direitos civis, cruzam os braços, finge não perceber o quadro da
ou seja, dispor do próprio corpo, ter segurança no miséria e desolação criadas pela própria sociedade.
seu lazer do dia a dia. Cidadão que é cidadão tem Nada fazem para mudar essa situação, deixando o
que aplicar a sua cidadania, tendo consciência de problema aumentar a cada dia. Porém, isto é
seus atos, ser mais ativo nas suas decisões. apenas um dos muitos problemas vividos no país
Distinção étnica dos seres humanos - cidadão, não é apenas votar ou reivindicar seus
negros, índios e brancos que contribuíram para direitos e sim participar ativamente na
formar o povo brasileiro. Nosso país, embora se transformação de uma sociedade digna, em que
mostre socialmente corretamente perante a seres humanos possam viver integrados uns com
sociedade mundial, escondem em seu seio outros.
pessoas preconceituosas e sem escrúpulos, Quando falamos em cidadania nos
mesmo que seja uma reles minoria. Os meios de remetemos à ideia do direito de viver decentemente
comunicação disseminam vários tipos de em respeito ao povo que compõe a Nação,
pensamentos, tantos positivos quanto negativos na cidadania é algo digno que se conquista em um
mente dos jovens da população em geral, conjunto de direitos que dá a pessoa a
ajudando-os a compreender a realidade, sem ler, possibilidade de participar ativamente da vida e do
discutir ou informar-se sobre os fatos políticos, governo de seu povo. Se você não exerce seu
sobre seus direitos e deveres, as pessoas tornam- direito de cidadão acaba marginalizado ou exclui do
se alienadas. Grande parte da população brasileira da vida social, através da cidadania, podemos
desconhece sua história, suas raízes culturais, e o exercer todos os nossos direitos e lutar contra
sangue que corre nas veias do povo. Quando se todas as formas de exclusão social, contra miséria
fala em distinção ética, logo vem à mente os vários e a fome presentes na sociedade. Ser cidadão é
tipos de raça e culturas que o país e o mundo. construir a cada dia novas relações e consciência;
A verdade cultural, econômica e religiosa é algo que não se aprende com os livros, mas com
das classes sociais contribui para que a sociedade a convivência diária na vida social. Exercemos a
CURSO ATUAL Página - 4 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

nossa cidadania quando tratamos de solidariedade, O Brasil ainda caminha a passos lentos no
democracia, direitos humanos, ecologia e ética. que diz respeito à ética, principalmente no cenário
A educação é a melhor forma de mostrar político que se revela a cada dia, porém é inegável
às pessoas que cada um deve exigir os seus o fato de que realmente a moralidade tem
direitos, pois nós, como cidadãos, devemos, sim, avançado.
participar ativamente da nossa sociedade. O papel Vários fatores contribuíram para a
do educador é de vital importância nessa formação desse quadro caótico. Entre eles os
construção, pois é através dele que começamos a principais são os golpes de estados - Golpe de
dar os primeiros passos para essa construção. A 1930 e Golpe de 1964.
criação de práticas pedagógicas que envolvam com Durante o período em que o país viveu
prazer o aprendizado, e a ação deve ser constante, uma ditadura militar e a democracia foi colocada de
pois desenvolve a capacidade do aluno de ser lado, tivemos a suspensão do ensino de filosofia e,
reflexivo e participativo nas questões escolares e consequentemente, de ética, nas escolas e
sociais, porém sabemos que a educação passa por universidades. Aliados a isso tivemos os direitos
inúmeras dificuldades, e que no Brasil ela ainda é políticos do cidadão suspensos, a liberdade de
tratada com pouco caso pela maioria de nossos expressão caçada e o medo da repressão.
governantes. Mas sabemos ainda que nosso papel Como consequência dessa série de
como cidadão seja agir e não deixar que este medidas arbitrárias e autoritárias, nossos valores
assunto, que é tão fundamental para o crescimento morais e sociais foram se perdendo, levando a
de uma nação mais justa e menos desigual, seja sociedade a uma "apatia" social, mantendo, assim,
tão esquecido por todos, devemos interagir dentro os valores que o Estado queria impor ao povo.
das escolas e não deixar que as nossas crianças e Nos dias atuais estamos presenciando
os nossos jovens fiquem à mercê de governantes uma "nova era" em nosso país no que tange à
que estão apenas preocupados em nos conservar aplicabilidade das leis e da ética no poder: os
na mais completa ignorância, pois assim, os crimes de corrupção e de desvio de dinheiro estão
mandatários continuarão no poder, mantendo-nos sendo mais investigados e a polícia tem trabalhado
sempre afastados dos nossos direitos de cidadãos, com mais liberdade de atuação em prol da
a partir do momento em que buscamos um ser moralidade e do interesse público, o que tem
humano capaz de lidar com a sua realidade, a cada levado os agentes públicos a refletir mais sobre
nova geração revemos os nossos princípios seus atos antes de cometê-los.
educacionais e passamos a pensar em uma melhor Essa nova fase se deve principalmente à
qualidade de vida, que compreende a satisfação democracia implantada como regime político com a
adequada das necessidades biológicas, a Constituição de 1988.
manutenção de um ambiente propicio à segurança Etimologicamente, o termo democracia
pessoal, à possibilidade de desenvolvimento vem do grego demokratía, em que demo significa
cultural e um ambiente social que favoreça a governo e kratía, povo. Logo, a definição de
comunicação entre seres humanos, sem esquecer democracia é "governo do povo".
que nível, qualidade e estilo de vida estão A democracia confere ao povo o poder de
inteiramente ligados ao ter, ao desfrutar e ao influenciar na administração do Estado. Por meio
escolher na vida de cada pessoa. A qualidade de do voto, o povo é que determina quem vai ocupar
vida pode ser conceituada como grau maior ou os cargos de direção do Estado. Logo, insere-se
menor de satisfação das carências pessoais, nesse contexto a responsabilidade tanto do povo,
consiste mais claramente em visar às situações que escolhe seus dirigentes, quanto dos
prazerosas, e menos em evitar aborrecimentos ou escolhidos, que deverão prestar contas de seus
vivencias problemáticas. atos no poder.
Não se pode falar de democracia, ética e A ética tem papel fundamental em todo
cidadania sem mencionar educação como um esse processo, regulamentando e exigindo dos
processo de construção de ações transformadoras governantes o comportamento adequado à função
capazes de produzir uma sociedade livre, justa e pública que lhe foi confiada por meio do voto, e
solidária que garanta o desenvolvimento nacional conferindo ao povo as noções e os valores
diminuindo a pobreza e a marginalização, necessários para o exercício de seus deveres e
promovendo o bem estar de todos sem preconceito cobrança dos seus direitos.
de classe social, raça sexo, cor, idade e qualquer E por meio dos valores éticos e morais –
outra forma de discriminação, estimulando a busca determinados pela sociedade – que podemos
e da vivência de padrões éticos que possibilitem perceber se os atos cometidos pelos ocupantes de
consolidar a nossa democracia e quem possamos cargos públicos estão visando ao bem comum ou
desenvolver uma ação constante de cidadania, pois ao interesse público.
isto é algo que se constrói o dia-a-dia dentro de
uma sociedade. EXERCÍCIO DA CIDADANIA
Todo cidadão tem direito a exercer a
ÉTICA E DEMOCRACIA cidadania, isto é, seus direitos de cidadão; direitos
CURSO ATUAL Página - 5 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

esses que são garantidos constitucionalmente nos boa-fé, amparados constitucionalmente como
princípios fundamentais. princípios básicos e essenciais a uma vida
Exercer os direitos de cidadão, na verdade, equilibrada, se insiram e sejam uma constante em
está vinculado a exercer também os deveres de seu relacionamento com os colegas e com os
cidadão. Por exemplo, uma pessoa que deixa de usuários do serviço.
votar não pode cobrar nada do governante que está Os princípios constitucionais devem ser
no poder, afinal ela se omitiu do dever de participar observados para que a função pública se integre de
do processo de escolha dessa pessoa, e com essa forma indissociável ao direito. Esses princípios são:
atitude abriu mão também dos seus direitos. - Legalidade – todo ato administrativo deve seguir
Direitos e deveres andam juntos no que fielmente os meandros da lei.
tange ao exercício da cidadania. Não se pode - Impessoalidade – aqui é aplicado como sinônimo
conceber um direito sem que antes este seja de igualdade: todos devem ser tratados de forma
precedido de um dever a ser cumprido; é uma via igualitária e respeitando o que a lei prevê.
de mão dupla, seus direitos aumentam na mesma - Moralidade – respeito ao padrão moral para não
proporção de seus deveres perante a sociedade. comprometer os bons costumes da sociedade.
Constitucionalmente, os direitos - Publicidade – refere-se à transparência de todo
garantidos, tanto individuais quanto coletivos, ato público, salvo os casos previstos em lei.
sociais ou políticos, são precedidos de - Eficiência – ser o mais eficiente possível na
responsabilidades que o cidadão deve ter perante a utilização dos meios que são postos a sua
sociedade. disposição para a execução do seu mister.
Por exemplo, a Constituição garante o Quando falamos sobre ética pública, logo
direito à propriedade privada, mas exige-se que o pensamos em corrupção, extorsão, ineficiência,
exercício desse direito gera, como o pagamento do etc., mas na realidade o que devemos ter como
IPTU. ponto de referência em relação ao serviço público,
Exercer a cidadania por consequência é ou na vida pública em geral, é que seja fixado um
também ser probo, agir com ética assumindo a padrão a partir do qual possamos, em seguida
responsabilidade que advém de seus deveres julgar a atuação dos servidores públicos ou
enquanto cidadão inserido no convívio social. daqueles que estiverem envolvidos na vida pública,
entretanto não basta que haja padrão, tão somente,
é necessário que esse padrão seja ético, acima de
ÉTICA E FUNÇÃO PÚBLICA
tudo.
O fundamento que precisa ser
Função pública é a competência, atribuição compreendido é que os padrões éticos dos
ou encargo para o exercício de determinada servidores públicos advêm de sua própria natureza,
função. Ressalta-se que essa função não é livre, ou seja, de caráter público, e sua relação com o
devendo, portanto, estar o seu exercício sujeito ao público. A questão da ética pública está
interesse público, da coletividade ou da diretamente relacionada aos princípios
Administração. Segundo Maria Sylvia Z. Di Pietro, fundamentais, sendo estes comparados ao que
função "é o conjunto de atribuições às quais não chamamos no Direito, de "Norma Fundamental",
corresponde um cargo ou emprego". No exercício uma norma hipotética com premissas ideológicas e
das mais diversas funções públicas, os servidores, que deve reger tudo mais o que estiver relacionado
além das normatizações vigentes nos órgão e ao comportamento do ser humano em seu meio
entidades públicas que regulamentam e social, aliás, podemos invocar a Constituição
determinam a forma de agir dos agentes públicos, Federal. Esta ampara os valores morais da boa
devem respeitar os valores éticos e morais que a conduta, a boa-fé acima de tudo, como princípios
sociedade impõe para o convívio em grupo. A não básicos e essenciais a uma vida equilibrada do
observação desses valores acarreta uma série de cidadão na sociedade, lembrando inclusive o tão
erros e problemas no atendimento ao público e aos citado, pelos gregos antigos, "bem viver".
usuários do serviço, o que contribui de forma Outro ponto bastante controverso é a
significativa para uma imagem negativa do órgão e questão da impessoalidade. Ao contrário do que
do serviço. muitos pensam, o funcionalismo público e seus
Um dos fundamentos que precisa ser servidores devem primar pela questão da
compreendido é o de que o padrão ético dos "impessoalidade", deixando claro que o termo é
servidores públicos no exercício de sua função sinônimo de "igualdade", esta sim é a questão
pública advém de sua natureza, ou seja, do caráter chave e que eleva o serviço público a níveis tão
público e de sua relação com o público. ineficazes, não se preza pela igualdade. No
O servidor deve estar atento a esse padrão ordenamento jurídico está claro e expresso, "todos
não apenas no exercício de suas funções, mas 24 são iguais perante a lei".
horas por dia durante toda a sua vida. O caráter E também a ideia de impessoalidade,
público do seu serviço deve se incorporar à sua supõe uma distinção entre aquilo que é público e
vida privada, a fim de que os valores morais e a aquilo que é privada (no sentido do interesse
CURSO ATUAL Página - 6 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

pessoal), que gera, portanto, o grande conflito entre Se o Estado, que a princípio deve impor a
os interesses privados acima dos interesses ordem e o respeito como regra de conduta para
públicos. Podemos verificar abertamente nos meios uma sociedade civilizada, é o primeiro a evidenciar
de comunicação, seja pelo rádio, televisão, jornais o ato imoral, veem esta realidade como uma razão,
e revistas, que este é um dos principais problemas desculpa ou oportunidade para salvar-se, e, assim
que cercam o setor público, afetando assim, a ética sendo, através dos usos de sua atribuição pública.
que deveria estar acima de seus interesses.
Não podemos falar de ética, A consciência ética, como a educação e a
impessoalidade (sinônimo de igualdade), sem falar cultura são aprendidas pelo ser humano, assim, a
de moralidade. Esta também é um dos principais ética na administração pública, pode e deve ser
valores que define a conduta ética, não só dos desenvolvida junto aos agentes públicos
servidores públicos, mas de qualquer indivíduo. ocasionando assim, uma mudança na
Invocando novamente o ordenamento jurídico administração pública que deve ser sentida pelo
podemos identificar que a falta de respeito ao contribuinte que dela se utiliza diariamente, seja por
padrão moral, implica, portanto, numa violação dos meio da simplificação de procedimentos, isto é, a
direitos do cidadão, comprometendo inclusive, a rapidez de respostas e qualidade dos serviços
existência dos valores dos bons costumes em uma prestados, seja pela forma de agir e de contato
sociedade. entre o cidadão e os funcionários públicos.
A falta de ética na Administração Pública A mudança que se deseja na
encontra terreno fértil para se reproduzir, pois o Administração pública implica numa gradativa, mas
comportamento de autoridades públicas estão necessária "transformação cultura" dentro da
longe de se basearem em princípios éticos e isto estrutura organizacional da Administração Pública,
ocorre devido a falta de preparo dos funcionários, isto é, uma reavaliação e valorização das tradições,
cultura equivocada e especialmente, por falta de valores, hábitos, normas, etc., que nascem e se
mecanismos de controle e responsabilização forma ao longo do tempo e que criam um
adequada dos atos antiéticos. determinado estilo de atuação no seio da
A sociedade por sua vez, tem sua parcela organização.
de responsabilidade nesta situação, pois não se Conclui-se, assim, que a improbidade e a
mobilizam para exercer os seus direitos e impedir falta de ética que nascem nas máquinas
estes casos vergonhosos de abuso de poder por administrativas devido ao terreno fértil encontrado
parte do Poder Público. Um dos motivos para esta devido à existência de governos autoritários,
falta de mobilização social se dá, devido à falta de governos regidos por políticos sem ética, sem
uma cultura cidadã, ou seja, a sociedade não critérios de justiça social e que, mesmo após o
exerce sua cidadania. A cidadania Segundo Milton advento de regimes democrático, continuam
Santos “é como uma lei", isto é, ela existe, mas contaminados pelo "vírus" dos interesses escusos
precisa ser descoberta, aprendida, utilizada e geralmente oriundos de sociedades dominadas por
reclamada e só evolui através de processos de luta. situações de pobreza e injustiça social, abala a
Essa evolução surge quando o cidadão adquire confiança das instituições, prejudica a eficácia das
esse status, ou seja, quando passa a ter direitos organizações, aumenta os custos, compromete o
sociais. A luta por esses direitos garante um padrão bom uso dos recursos públicos e os resultados dos
de vida mais decente. O Estado, por sua vez, tenta contratos firmados pela Administração Pública e
refrear os impulsos sociais e desrespeitar os ainda castiga cada vez mais a sociedade que sofre
indivíduos, nessas situações a cidadania deve se com a pobreza, com a miséria, a falta de sistema
valer contra ele, e imperar através de cada pessoa. de saúde, de esgoto, habitação, ocasionados pela
Porém Milton Santos questiona, se "há cidadão falta de investimentos financeiros do Governo,
neste país"? Pois para ele desde o nascimento as porque os funcionários públicos priorizam seus
pessoas herdam de seus pais e ao longa da vida e interesses pessoais em detrimento dos interesses
também da sociedade, conceitos morais que vão sociais.
sendo contestados posteriormente com a formação
de ideias de cada um, porém a maioria das Essa situação vergonhosa só terá um fim
pessoas não sabem se são ou não cidadãos. no dia em que a sociedade resolver lutar para
exercer os seus direitos respondendo
A educação seria o mais forte instrumento positivamente o questionamento feito por Milton
na formação de cidadão consciente para a Santos "HÁ CIDADÃOS NESTE PAÍS?" e
construção de um futuro melhor. poderemos responder em alto e bom som que”
No âmbito Administrativo, funcionários mal SIM. Há cidadão neste país. E somos todos
capacitados e sem princípios éticos que convivem brasileiros."
todos os dias com mandos e desmandos, atos Finalizando, gostaríamos de destacar
desonestos, corrupção e falta de ética tendem a alguns pontos básicos, que baseado neste estudo,
assimilar por este rol "cultural" de aproveitamento julgamos essenciais para a boa conduta, um
em benefício próprio. padrão ético, impessoal e moralístico:
CURSO ATUAL Página - 7 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

1 - Podemos conceituar ética, também como sendo A justiça como conceito moral significa a
um padrão de comportamento orientado pelos aplicação imparcial de normas de conduta que
valores e princípio morais e da dignidade humana. sejam imparciais, não discriminando sem
2 - O ser humano possui diferentes valores e fundamento em lei ou em regras determinadas
princípios e a "quantidade" de valores e princípios pessoas ou determinados fi8ns, pois o ato justo
atribuídos, determinam a "qualidade" de um padrão sempre serve a fins considerados bons. Em
de comportamento ético: Maior valor atribuído contraste, identifica-se com a observância de certas
(bem), maior ética; Menor valor atribuído (bem), restrições na busca de fins. Logo, o ato dotado de
menor ética. justiça e moral deve respeitar estas restrições na
3 - A cultura e a ética estão intrinsecamente ação, quaisquer que sejam os fins desejados.
ligadas. Não nos referimos a palavra cultura como
sendo a quantidade de conhecimento adquirido, O agente público, ao atuar, não poderá
mas sim a qualidade na medida em que esta pode desprezar o elemento ético de sua conduta. Ao ter
ser usada em prol da função social, do bem-estar e que decidir entre o honesto e o desonesto, por
tudo mais que diz respeito ao bem maior do ser considerações de direito e de moral, está cingido a
humano. uma escolha que seja mais eficiente na maior
4 - A falta de ética induz ao descumprimento das clareza para a administração, e o ato administrativo
leis do ordenamento jurídico. produzido não se poderá se contentar com a mera
5 - Em princípio as leis se baseiam nos princípios obediência à lei jurídica, exigirá também à vitória da
da dignidade humana, dos bons costumes e da ramificação moral e a estrita correspondência aos
boa-fé. padrões éticos internos da própria instituição.
6 - Maior impessoalidade (igualdade), maior O Código de Ética Profissional do Servidor
moralidade = melhor padrão de ética. Público Civil do Poder Executivo Federal define
com muita clareza o assunto.
“II - O servidor público não poderá jamais desprezar
ÉTICA NO SETOR PÚBLICO
o elemento ético de sua conduta. Assim, não terá
que decidir somente entre o legal e o ilegal, o justo
O bom agente público é o que se e o injusto, o conveniente e o inconveniente, o
determina não só pelos preceitos vigentes, mas oportuno e o inoportuno, mas principalmente entre
também pela moral comum. o honesto e o desonesto, consoante as regras
A moralidade, apesar de estar mais contidas no art. 37, caput, e § 4°, da Constituição
relacionada à conduta pessoal, também determina Federal.
atos e políticas da administração pública. III - A moralidade da Administração Pública não se
limita à distinção entre o bem e o mal, devendo ser
A moralidade administrativa e a ética na acrescida da ideia de que o fim é sempre o bem
administração não representam senão uma das comum. O equilíbrio entre a legalidade e a
faces da moralidade pública que se sujeita ao finalidade, na conduta do servidor público, é que
controle social, pois a moralidade é encontrada nos poderá consolidar a moralidade do ato
julgamentos que as pessoas fazem sobre a administrativo.”
conduta e não da própria conduta. Assim sendo, A moralidade administrativa constitui-se,
em se tratando de moralidade pública, torna-se modernamente, num pressuposto de validade de
imperioso reivindicar-se alto grau de generalidade e todo ato da Administração Pública. A moral
autoridade, resultando, então, do julgamento administrativa é importa ao agente público para sua
respectivo, em caráter objetivo e público, não um conduta interna, segundo as exigências da
ato individual e privado. instituição a que serve, e a finalidade de sua ação:
A Ética representa uma abordagem sobre o bem comum.
as constantes morais, aquele conjunto de valores e A legitimidade, enquanto espécie de
costumes mais ou menos permanente no tempo e projeção de um conceito exterior que deve estar
uniforme no espaço. acima de todos os atos administrativos, define-se
pela interpretação de três valores fundamentais –
Direito e Moral são conceitos que fazem ou de atributos, como preferem alguns – que
parte da noção de justiça, considerando que toda revestem os atos e que são a moralidade,
ação estatal é dirigida à satisfação do interesse legalidade e finalidade.
coletivo inserido no Estado Democrático, que se As leis que disciplinam o modo de atuação
destina a assegurar o exercício dos direitos sociais da Administração Pública frequentemente podem
e individuais, a liberdade, a segurança, o bem- ensejar, pelo critério discricionário, atuação em
estar, o desenvolvimento, a igualdade e a justiça sentidos quase contrários sem que, do ponto de
como valores supremos de uma sociedade fraterna, vista estrito da legalidade, se possa punir qualquer
pluralista e sem preconceitos, fundada na harmonia um dos procedimentos de desamparados pela
social, nos exatos termos do preâmbulo da legislação. A legalidade é condição necessária,
Constituição Federal. mas não suficiente, para a legitimidade dos atos
CURSO ATUAL Página - 8 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

administrativos. Deve prevalecer uma ligação e a ética na Administração dos negócios públicos.
necessária entre validade e moralidade, pois o A ética da Administração é garantia da observância
tratamento diferente para iguais casos concretos do interesse coletivo. A ética na Administração
traz efeitos e consequências da violação da ordem consubstancia-se na proteção do indivíduo contra a
jurídica e da posição do Estado como anjo guardião própria Administração.
(tutelador) dos direitos. A partir do momento em que a Constituição
É indispensável – para adequação ética do Federal, em seu art. 37, inseriu o princípio da
ato administrativo – que as soluções possíveis de moralidade administrativa entre os de observância
serem adotadas sejam todas válidas perante o obrigatória pela Administração Pública, ela veio
direito, pois não há discricionariedade diante de permitir que o ato administrativo imoral fosse
uma solução ilegal que se apresente ao considerado tão inválido quanto o ato administrativo
administrador. ilegal.
O dever de probidade decorre diretamente O poder judiciário, no julgamento de ação
do princípio da moralidade que lhe é anterior e de qualquer natureza, pode ingressar no exame da
hierarquicamente superior pelo maior grau de moralidade administrativa para salvaguarda dos
superioridade que os princípios têm em relação dos interesses individuais e sociais, avaliando o
deveres. Pode-se dizer que a probidade é uma das comportamento ético da e na Administração
possíveis formas de externação da moralidade. É a Pública.
via onerosa da moralidade, posto que esse dever As questões éticas estão cada vez mais
tenha um cunho patrimonial. visíveis na cena pública brasileira dada a
O bom agente público é o que, usando de multiplicação de casos de corrupção e,
sua competência para o preenchimento das sobretudo, a reação da sociedade frente a tal grau
atribuições legais, se determina não só pelos de desmoralização das relações sociais e políticas.
preceitos vigentes, mas também pela moral Com os escândalos e as denúncias de corrupção
comum. Se os primeiros delimitam as fronteiras do expostas pela mídia, refletir sobre essas questões
lícito e do ilícito, do justo e do injusto positivos – a traz à tona os conceitos éticos que envolvem a
segunda espera dele conduta honesta, intrínseca e busca por melhores ações tanto na vida pessoal
extrinsecamente conforme a função realizada por como na vida pública.
seu intermédio. A ética é pautada na conduta
A moralidade, no âmbito da Administração responsável das pessoas. E a importância da
Pública, há de ser vista segundo um duplo critério, escolha de um político com esse caráter é a fim de
o da moralidade objetiva e da moralidade subjetiva. diminuir o mau uso da máquina pública e evitar que
Existem graus de objetividade no bem e no mau ele venha auferir ganhos e vantagens pessoais.
moral. Pode acontecer de atos que, embora As normas morais apenas fornecem
pareçam bons e legais em si, trazem consigo um orientações cabendo, apenas ao político
predomínio de interesses díspares em relação à determinar quais são as exigências e limitações
finalidade. O aspecto moral subjetivo do ato e decidir-se entre a melhor alternativa de ação.
administrativo deve ser determinado pela intenção
concreta, considerada não somente em si, como Essa preocupação relaciona-se com a
também nos meios pelos quais pode ser efetuado e responsabilidade que eles têm em atender as
nas circunstâncias que possam manter alguma demandas, com integridade e eficiência, no papel
relação com a ordem moral. de representante democrático.
Na expressão interesse público oculta-se o E esse ato de “pensar moralmente” é que
valor de moralidade, ética, independência, introduz o senso ético das nossas ações, ela deve
honestidade objetiva e subjetiva da Administração ser entendida como esta reflexão crítica sobre a
em relação a rigorosamente todos os assuntos que dimensão humana - o compromisso diante da vida -
dizem respeito às relações da Administração no que contribui para o estabelecimento das relações
âmbito interno e externo. do ser humano com o outro, numa convivência
O princípio-fim de probidade administrativa, pacífica a fim de evitar as vantagens desleais e as
que reveste o interesse de observância de máxima práticas que prejudiquem a sociedade em geral.
economia dos recursos do Estado não pode Diante destes conceitos, sobre a
justificar, pela Administração, a prática de atos que necessidade da adoção de um comportamento
nas relações privadas sejam condenados pela correto do homem e levando-se em conta a
moral, ou ao menos revestidos de incontornável proximidade das eleições, verificamos a
pejoração ética. O conceito de legitimidade necessidade de uma investigação sobre a opinião
administrativa está impregnado de uma rígida e das pessoas com relação à ética.
substanciosa camada de observância aos Partindo do conceito de ética, que implicar
princípios ativos da moralidade e da ética da em “conhecer porque certas coisas nos convêm e
Administração em suas múltiplas relações. outras não”, ou de “saber distinguir entre o bom e o
A Administração está obrigada numa ética mau” é que pretendemos verificar qual a visão que
de dupla mão de sentido – a ética da Administração os eleitores têm da ética na política, tentar
CURSO ATUAL Página - 9 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

descobrir o que eles entendem por ética e ainda, o


CONSTITUIÇÃO FEDERAL DE 1988
que eles esperam de um político ético.
Durante as últimas décadas, o setor
público foi alvo, por parte da mídia e de um senso Títulos I e II, Artigos do 1º ao 16º; Capítulo VII,
comum vigente, de um processo deliberado de Artigos 37 ao 41; Título VIII, Artigos 193 a 232
formação de uma caricatura, que transformou sua
imagem no estereótipo de um setor que não CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA FEDERATIVA
funciona, é muito burocrático e custa muito caro à DO BRASIL
população. (Alterações até a EMC 99, DE 14/12/2017 já
O cidadão, mesmo bem atendido por um inseridas no texto)
servidor público, não consegue sustentar uma boa TÍTULO I
imagem do serviço e do servidor, pois o que faz a Dos Princípios Fundamentais
imagem de uma empresa ou órgão parecer boa Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada
diante da população é o atendimento de seus pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e
funcionários, e por mais que os servidores sérios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado
responsáveis se esforcem, existe uma minoria que Democrático de Direito e tem como fundamentos:
consegue facilmente acabar com todos os esforços I - a soberania;
levados a cabo pelos bons funcionários. II - a cidadania
Aliados a isso, têm-se, em nosso cenário III - a dignidade da pessoa humana;
político atual, constantes denúncias de corrupção, IV - os valores sociais do trabalho e da livre
lavagem de dinheiro, uso inadequado da máquina iniciativa;
pública e muitos outros que vêm a contribuir de V - o pluralismo político.
forma destrutiva para a imagem do servidor e do Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que
serviço públicos. o exerce por meio de representantes eleitos ou
Esse conjunto caótico de fatores faz com diretamente, nos termos desta Constituição.
que a opinião pública, por diversas vezes, se Art. 2º São Poderes da União, independentes e
posicione contra o setor e os servidores públicos, harmônicos entre si, o Legislativo, o Executivo e o
levando em conta apenas aquilo que, infelizmente, Judiciário.
é divulgado nos jornais, revista e redes de Art. 3º Constituem objetivos fundamentais da
televisão. República Federativa do Brasil:
Nesse ponto, a ética se insere de maneira I - construir uma sociedade livre, justa e solidária;
determinante para contribuir e melhorar a qualidade II - garantir o desenvolvimento nacional;
do atendimento, inserindo no âmbito do poder III - erradicar a pobreza e a marginalização e
público os princípios e regras necessários ao bom reduzir as desigualdades sociais e regionais;
andamento do serviço e ao respeito aos usuários. IV - promover o bem de todos, sem preconceitos de
Os novos códigos de ética, além de regulamentar a origem, raça, sexo, cor, idade e quaisquer outras
qualidade e o trato dispensados aos usuários e ao formas de discriminação.
serviço público e de trazer punições para os que Art. 4º A República Federativa do Brasil rege-se
descumprem as suas normas, também têm a nas suas relações internacionais pelos seguintes
função de proteger a imagem e a honra do servidor princípios:
que trabalha seguindo fielmente as regras nele I - independência nacional;
contidos, contribuindo, assim, para uma melhoria II - prevalência dos direitos humanos;
na imagem do servidor e do órgão perante a III - autodeterminação dos povos;
população. IV - não-intervenção;
V - igualdade entre os Estados;
VI - defesa da paz;
VII - solução pacífica dos conflitos;
VIII - repúdio ao terrorismo e ao racismo;
IX - cooperação entre os povos para o progresso
da humanidade;
X - concessão de asilo político.
Parágrafo único. A República Federativa do Brasil
buscará a integração econômica, política, social e
cultural dos povos da América Latina, visando à
formação de uma comunidade latino-americana de
nações.
TÍTULO II
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E
COLETIVOS
CURSO ATUAL Página - 10 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio
distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos aviso à autoridade competente;
brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a XVII - é plena a liberdade de associação para fins
inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à lícitos, vedada a de caráter paramilitar;
igualdade, à segurança e à propriedade, nos XVIII - a criação de associações e, na forma da lei,
termos seguintes: a de cooperativas independem de autorização,
I - homens e mulheres são iguais em direitos e sendo vedada a interferência estatal em seu
obrigações, nos termos desta Constituição; funcionamento;
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de XIX - as associações só poderão ser
fazer alguma coisa senão em virtude de lei; compulsoriamente dissolvidas ou ter suas
III - ninguém será submetido a tortura nem a atividades suspensas por decisão judicial, exigindo-
tratamento desumano ou degradante; se, no primeiro caso, o trânsito em julgado;
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo XX - ninguém poderá ser compelido a associar-se
vedado o anonimato; ou a permanecer associado;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional XXI - as entidades associativas, quando
ao agravo, além da indenização por dano material, expressamente autorizadas, têm legitimidade para
moral ou à imagem; representar seus filiados judicial ou
VI - é inviolável a liberdade de consciência e de extrajudicialmente;
crença, sendo assegurado o livre exercício dos XXII - é garantido o direito de propriedade;
cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a XXIII - a propriedade atenderá a sua função social;
proteção aos locais de culto e a suas liturgias; XXIV - a lei estabelecerá o procedimento para
VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação desapropriação por necessidade ou utilidade
de assistência religiosa nas entidades civis e pública, ou por interesse social, mediante justa e
militares de internação coletiva; prévia indenização em dinheiro, ressalvados os
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo casos previstos nesta Constituição;
de crença religiosa ou de convicção filosófica ou XXV - no caso de iminente perigo público, a
política, salvo se as invocar para eximir-se de autoridade competente poderá usar de propriedade
obrigação legal a todos imposta e recusar-se a particular, assegurada ao proprietário indenização
cumprir prestação alternativa, fixada em lei; ulterior, se houver dano;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, XXVI - a pequena propriedade rural, assim definida
artística, científica e de comunicação, em lei, desde que trabalhada pela família, não será
independentemente de censura ou licença; objeto de penhora para pagamento de débitos
X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a decorrentes de sua atividade produtiva, dispondo a
honra e a imagem das pessoas, assegurado o lei sobre os meios de financiar o seu
direito a indenização pelo dano material ou moral desenvolvimento;
decorrente de sua violação; XXVII - aos autores pertence o direito exclusivo de
XI - a casa é asilo inviolável do indivíduo, ninguém utilização, publicação ou reprodução de suas obras,
nela podendo penetrar sem consentimento do transmissível aos herdeiros pelo tempo que a lei
morador, salvo em caso de flagrante delito ou fixar;
desastre, ou para prestar socorro, ou, durante o XXVIII - são assegurados, nos termos da lei:
dia, por determinação judicial; a) a proteção às participações individuais em obras
XII - é inviolável o sigilo da correspondência e das coletivas e à reprodução da imagem e voz
comunicações telegráficas, de dados e das humanas, inclusive nas atividades desportivas;
comunicações telefônicas, salvo, no último caso, b) o direito de fiscalização do aproveitamento
por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a econômico das obras que criarem ou de que
lei estabelecer para fins de investigação criminal ou participarem aos criadores, aos intérpretes e às
instrução processual penal; respectivas representações sindicais e
XIII - é livre o exercício de qualquer trabalho, ofício associativas;
ou profissão, atendidas as qualificações XXIX - a lei assegurará aos autores de inventos
profissionais que a lei estabelecer; industriais privilégio temporário para sua utilização,
XIV - é assegurado a todos o acesso à informação bem como proteção às criações industriais, à
e resguardado o sigilo da fonte, quando necessário propriedade das marcas, aos nomes de empresas
ao exercício profissional; e a outros signos distintivos, tendo em vista o
XV - é livre a locomoção no território nacional em interesse social e o desenvolvimento tecnológico e
tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos econômico do País;
termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair XXX - é garantido o direito de herança;
com seus bens; XXXI - a sucessão de bens de estrangeiros
XVI - todos podem reunir-se pacificamente, sem situados no País será regulada pela lei brasileira
armas, em locais abertos ao público, em benefício do cônjuge ou dos filhos brasileiros,
independentemente de autorização, desde que não sempre que não lhes seja mais favorável a lei
frustrem outra reunião anteriormente convocada pessoal do "de cujus";
CURSO ATUAL Página - 11 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

XXXII - o Estado promoverá, na forma da lei, a a) de morte, salvo em caso de guerra declarada,
defesa do consumidor; nos termos do art. 84, XIX;
XXXIII - todos têm direito a receber dos órgãos b) de caráter perpétuo;
públicos informações de seu interesse particular, ou c) de trabalhos forçados;
de interesse coletivo ou geral, que serão prestadas d) de banimento;
no prazo da lei, sob pena de responsabilidade, e) cruéis;
ressalvadas aquelas cujo sigilo seja imprescindível XLVIII - a pena será cumprida em estabelecimentos
à segurança da sociedade e do Estado; distintos, de acordo com a natureza do delito, a
XXXIV - são a todos assegurados, idade e o sexo do apenado;
independentemente do pagamento de taxas: XLIX - é assegurado aos presos o respeito à
a) o direito de petição aos Poderes Públicos em integridade física e moral;
defesa de direitos ou contra ilegalidade ou abuso L - às presidiárias serão asseguradas condições
de poder; para que possam permanecer com seus filhos
b) a obtenção de certidões em repartições públicas, durante o período de amamentação;
para defesa de direitos e esclarecimento de LI - nenhum brasileiro será extraditado, salvo o
situações de interesse pessoal; naturalizado, em caso de crime comum, praticado
XXXV - a lei não excluirá da apreciação do Poder antes da naturalização, ou de comprovado
Judiciário lesão ou ameaça a direito; envolvimento em tráfico ilícito de entorpecentes e
XXXVI - a lei não prejudicará o direito adquirido, o drogas afins, na forma da lei;
ato jurídico perfeito e a coisa julgada; LII - não será concedida extradição de estrangeiro
XXXVII - não haverá juízo ou tribunal de exceção; por crime político ou de opinião;
XXXVIII - é reconhecida a instituição do júri, com a LIII - ninguém será processado nem sentenciado
organização que lhe der a lei, assegurados: senão pela autoridade competente;
a) a plenitude de defesa; LIV - ninguém será privado da liberdade ou de seus
b) o sigilo das votações; bens sem o devido processo legal;
c) a soberania dos veredictos; LV - aos litigantes, em processo judicial ou
d) a competência para o julgamento dos crimes administrativo, e aos acusados em geral são
dolosos contra a vida; assegurados o contraditório e ampla defesa, com
XXXIX - não há crime sem lei anterior que o defina, os meios e recursos a ela inerentes;
nem pena sem prévia cominação legal; LVI - são inadmissíveis, no processo, as provas
XL - a lei penal não retroagirá, salvo para beneficiar obtidas por meios ilícitos;
o réu; LVII - ninguém será considerado culpado até o
XLI - a lei punirá qualquer discriminação atentatória trânsito em julgado de sentença penal
dos direitos e liberdades fundamentais; condenatória;
XLII - a prática do racismo constitui crime
inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de LVIII - o civilmente identificado não será submetido
reclusão, nos termos da lei; a identificação criminal, salvo nas hipóteses
XLIII - a lei considerará crimes inafiançáveis e previstas em lei; (Regulamento).
insuscetíveis de graça ou anistia a prática da LIX - será admitida ação privada nos crimes de
tortura , o tráfico ilícito de entorpecentes e drogas ação pública, se esta não for intentada no prazo
afins, o terrorismo e os definidos como crimes legal;
hediondos, por eles respondendo os mandantes, os LX - a lei só poderá restringir a publicidade dos atos
executores e os que, podendo evitá-los, se processuais quando a defesa da intimidade ou o
omitirem;(Regulamento) interesse social o exigirem;
XLIV - constitui crime inafiançável e imprescritível a LXI - ninguém será preso senão em flagrante delito
ação de grupos armados, civis ou militares, contra ou por ordem escrita e fundamentada de autoridade
a ordem constitucional e o Estado Democrático; judiciária competente, salvo nos casos de
XLV - nenhuma pena passará da pessoa do transgressão militar ou crime propriamente militar,
condenado, podendo a obrigação de reparar o definidos em lei;
dano e a decretação do perdimento de bens ser, LXII - a prisão de qualquer pessoa e o local onde
nos termos da lei, estendidas aos sucessores e se encontre serão comunicados imediatamente ao
contra eles executadas, até o limite do valor do juiz competente e à família do preso ou à pessoa
patrimônio transferido; por ele indicada;
XLVI - a lei regulará a individualização da pena e LXIII - o preso será informado de seus direitos,
adotará, entre outras, as seguintes: entre os quais o de permanecer calado, sendo-lhe
a) privação ou restrição da liberdade; assegurada a assistência da família e de advogado;
b) perda de bens; LXIV - o preso tem direito à identificação dos
c) multa; responsáveis por sua prisão ou por seu
d) prestação social alternativa; interrogatório policial;
e) suspensão ou interdição de direitos; LXV - a prisão ilegal será imediatamente relaxada
XLVII - não haverá penas: pela autoridade judiciária;
CURSO ATUAL Página - 12 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

LXVI - ninguém será levado à prisão ou nela tramitação. (Incluído pela Emenda Constitucional nº
mantido, quando a lei admitir a liberdade provisória, 45, de 2004)
com ou sem fiança; § 1º As normas definidoras dos direitos e garantias
LXVII - não haverá prisão civil por dívida, salvo a do fundamentais têm aplicação imediata.
responsável pelo inadimplemento voluntário e § 2º Os direitos e garantias expressos nesta
inescusável de obrigação alimentícia e a do Constituição não excluem outros decorrentes do
depositário infiel; regime e dos princípios por ela adotados, ou dos
LXVIII - conceder-se-á habeas corpus sempre que tratados internacionais em que a República
alguém sofrer ou se achar ameaçado de sofrer Federativa do Brasil seja parte.
violência ou coação em sua liberdade de § 3º Os tratados e convenções internacionais sobre
locomoção, por ilegalidade ou abuso de poder; direitos humanos que forem aprovados, em cada
LXIX - conceder-se-á mandado de segurança para Casa do Congresso Nacional, em dois turnos, por
proteger direito líquido e certo, não amparado por três quintos dos votos dos respectivos membros,
habeas corpus ou habeas data, quando o serão equivalentes às emendas constitucionais.
responsável pela ilegalidade ou abuso de poder for (Incluído pela Emenda Constitucional nº 45, de
autoridade pública ou agente de pessoa jurídica no 2004) (Atos aprovados na forma deste parágrafo)
exercício de atribuições do Poder Público; § 4º O Brasil se submete à jurisdição de Tribunal
LXX - o mandado de segurança coletivo pode ser Penal Internacional a cuja criação tenha
impetrado por: manifestado adesão. (Incluído pela Emenda
a) partido político com representação no Congresso Constitucional nº 45, de 2004)
Nacional; CAPÍTULO II
b) organização sindical, entidade de classe ou DOS DIREITOS SOCIAIS
associação legalmente constituída e em Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a
funcionamento há pelo menos um ano, em defesa alimentação, o trabalho, a moradia, o transporte, o
dos interesses de seus membros ou associados; lazer, a segurança, a previdência social, a proteção
LXXI - conceder-se-á mandado de injunção sempre à maternidade e à infância, a assistência aos
que a falta de norma regulamentadora torne desamparados, na forma desta
inviável o exercício dos direitos e liberdades Constituição.(Redação dada pela Emenda
constitucionais e das prerrogativas inerentes à Constitucional nº 90, de 2015)
nacionalidade, à soberania e à cidadania; Art. 7º São direitos dos trabalhadores urbanos e
LXXII - conceder-se-á habeas data: rurais, além de outros que visem à melhoria de sua
a) para assegurar o conhecimento de informações condição social:
relativas à pessoa do impetrante, constantes de I - relação de emprego protegida contra despedida
registros ou bancos de dados de entidades arbitrária ou sem justa causa, nos termos de lei
governamentais ou de caráter público; complementar, que preverá indenização
b) para a retificação de dados, quando não se compensatória, dentre outros direitos;
prefira fazê-lo por processo sigiloso, judicial ou II - seguro-desemprego, em caso de desemprego
administrativo; involuntário;
LXXIII - qualquer cidadão é parte legítima para III - fundo de garantia do tempo de serviço;
propor ação popular que vise a anular ato lesivo ao IV - salário mínimo, fixado em lei, nacionalmente
patrimônio público ou de entidade de que o Estado unificado, capaz de atender a suas necessidades
participe, à moralidade administrativa, ao meio vitais básicas e às de sua família com moradia,
ambiente e ao patrimônio histórico e cultural, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário,
ficando o autor, salvo comprovada má-fé, isento de higiene, transporte e previdência social, com
custas judiciais e do ônus da sucumbência; reajustes periódicos que lhe preservem o poder
LXXIV - o Estado prestará assistência jurídica aquisitivo, sendo vedada sua vinculação para
integral e gratuita aos que comprovarem qualquer fim;
insuficiência de recursos; V - piso salarial proporcional à extensão e à
LXXV - o Estado indenizará o condenado por erro complexidade do trabalho;
judiciário, assim como o que ficar preso além do VI - irredutibilidade do salário, salvo o disposto em
tempo fixado na sentença; convenção ou acordo coletivo;
LXXVI - são gratuitos para os reconhecidamente VII - garantia de salário, nunca inferior ao mínimo,
pobres, na forma da lei:(Vide Lei nº 7.844, de 1989) para os que percebem remuneração variável;
a) o registro civil de nascimento; VIII - décimo terceiro salário com base na
b) a certidão de óbito; remuneração integral ou no valor da aposentadoria;
LXXVII - são gratuitas as ações de habeas corpus e IX – remuneração do trabalho noturno superior à do
habeas data, e, na forma da lei, os atos diurno;
necessários ao exercício da cidadania. X - proteção do salário na forma da lei, constituindo
LXXVIII a todos, no âmbito judicial e administrativo, crime sua retenção dolosa;
são assegurados a razoável duração do processo e XI – participação nos lucros, ou resultados,
os meios que garantam a celeridade de sua desvinculada da remuneração, e,
CURSO ATUAL Página - 13 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

excepcionalmente, participação na gestão da XXXI - proibição de qualquer discriminação no


empresa, conforme definido em lei; tocante a salário e critérios de admissão do
XII - salário-família pago em razão do dependente trabalhador portador de deficiência;
do trabalhador de baixa renda nos termos da lei; XXXII - proibição de distinção entre trabalho
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, manual, técnico e intelectual ou entre os
de 1998) profissionais respectivos;
XIII - duração do trabalho normal não superior a XXXIII - proibição de trabalho noturno, perigoso ou
oito horas diárias e quarenta e quatro semanais, insalubre a menores de dezoito e de qualquer
facultada a compensação de horários e a redução trabalho a menores de dezesseis anos, salvo na
da jornada, mediante acordo ou convenção coletiva condição de aprendiz, a partir de quatorze anos;
de trabalho; (vide Decreto-Lei nº 5.452, de 1943) (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20,
XIV - jornada de seis horas para o trabalho de 1998)
realizado em turnos ininterruptos de revezamento, XXXIV - igualdade de direitos entre o trabalhador
salvo negociação coletiva; com vínculo empregatício permanente e o
XV - repouso semanal remunerado, trabalhador avulso.
preferencialmente aos domingos; Parágrafo único. São assegurados à categoria dos
XVI - remuneração do serviço extraordinário trabalhadores domésticos os direitos previstos nos
superior, no mínimo, em cinquenta por cento à do incisos IV, VI, VII, VIII, X, XIII, XV, XVI, XVII, XVIII,
normal; (Vide Del 5.452, art. 59 § 1º) XIX, XXI, XXII, XXIV, XXVI, XXX, XXXI e XXXIII e,
atendidas as condições estabelecidas em lei e
XVII - gozo de férias anuais remuneradas com, pelo observada a simplificação do cumprimento das
menos, um terço a mais do que o salário normal; obrigações tributárias, principais e acessórias,
XVIII - licença à gestante, sem prejuízo do emprego decorrentes da relação de trabalho e suas
e do salário, com a duração de cento e vinte dias; peculiaridades, os previstos nos incisos I, II, III, IX,
XIX - licença-paternidade, nos termos fixados em XII, XXV e XXVIII, bem como a sua integração à
lei; previdência social.(Redação dada pela Emenda
XX - proteção do mercado de trabalho da mulher, Constitucional nº 72, de 2013)
mediante incentivos específicos, nos termos da lei;
XXI - aviso prévio proporcional ao tempo de Art. 8º É livre a associação profissional ou sindical,
serviço, sendo no mínimo de trinta dias, nos termos observado o seguinte:
da lei; I - a lei não poderá exigir autorização do Estado
XXII - redução dos riscos inerentes ao trabalho, por para a fundação de sindicato, ressalvado o registro
meio de normas de saúde, higiene e segurança; no órgão competente, vedadas ao Poder Público a
XXIII - adicional de remuneração para as atividades interferência e a intervenção na organização
penosas, insalubres ou perigosas, na forma da lei; sindical;
XXIV - aposentadoria; II - é vedada a criação de mais de uma organização
XXV - assistência gratuita aos filhos e dependentes sindical, em qualquer grau, representativa de
desde o nascimento até 5 (cinco) anos de idade em categoria profissional ou econômica, na mesma
creches e pré-escolas; (Redação dada pela base territorial, que será definida pelos
Emenda Constitucional nº 53, de 2006) trabalhadores ou empregadores interessados, não
XXVI - reconhecimento das convenções e acordos podendo ser inferior à área de um Município;
coletivos de trabalho; III - ao sindicato cabe a defesa dos direitos e
XXVII - proteção em face da automação, na forma interesses coletivos ou individuais da categoria,
da lei; inclusive em questões judiciais ou administrativas;
XXVIII - seguro contra acidentes de trabalho, a IV - a assembleia geral fixará a contribuição que,
cargo do empregador, sem excluir a indenização a em se tratando de categoria profissional, será
que este está obrigado, quando incorrer em dolo ou descontada em folha, para custeio do sistema
culpa; confederativo da representação sindical respectiva,
XXIX - ação, quanto aos créditos resultantes das independentemente da contribuição prevista em lei;
relações de trabalho, com prazo prescricional de V - ninguém será obrigado a filiar-se ou a manter-
cinco anos para os trabalhadores urbanos e rurais, se filiado a sindicato;
até o limite de dois anos após a extinção do VI - é obrigatória a participação dos sindicatos nas
contrato de trabalho; (Redação dada pela Emenda negociações coletivas de trabalho;
Constitucional nº 28, de 25/05/2000) VII - o aposentado filiado tem direito a votar e ser
a) (Revogada). (Redação dada pela Emenda votado nas organizações sindicais;
Constitucional nº 28, de 25/05/2000) VIII - é vedada a dispensa do empregado
b) (Revogada). (Redação dada pela Emenda sindicalizado a partir do registro da candidatura a
Constitucional nº 28, de 25/05/2000) cargo de direção ou representação sindical e, se
XXX - proibição de diferença de salários, de eleito, ainda que suplente, até um ano após o final
exercício de funções e de critério de admissão por do mandato, salvo se cometer falta grave nos
motivo de sexo, idade, cor ou estado civil; termos da lei.
CURSO ATUAL Página - 14 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Parágrafo único. As disposições deste artigo I - de Presidente e Vice-Presidente da República;


aplicam-se à organização de sindicatos rurais e de II - de Presidente da Câmara dos Deputados;
colônias de pescadores, atendidas as condições III - de Presidente do Senado Federal;
que a lei estabelecer. IV - de Ministro do Supremo Tribunal Federal;
Art. 9º É assegurado o direito de greve, competindo V - da carreira diplomática;
aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de VI - de oficial das Forças Armadas.
exercê-lo e sobre os interesses que devam por VII - de Ministro de Estado da Defesa (Incluído pela
meio dele defender. Emenda Constitucional nº 23, de 1999)
§ 1º A lei definirá os serviços ou atividades § 4º - Será declarada a perda da nacionalidade do
essenciais e disporá sobre o atendimento das brasileiro que:
necessidades inadiáveis da comunidade. I - tiver cancelada sua naturalização, por sentença
§ 2º Os abusos cometidos sujeitam os judicial, em virtude de atividade nociva ao interesse
responsáveis às penas da lei. nacional;
Art. 10. É assegurada a participação dos II - adquirir outra nacionalidade, salvo nos casos:
trabalhadores e empregadores nos colegiados dos (Redação dada pela Emenda Constitucional de
órgãos públicos em que seus interesses Revisão nº 3, de 1994)
profissionais ou previdenciários sejam objeto de a) de reconhecimento de nacionalidade originária
discussão e deliberação. pela lei estrangeira; (Incluído pela Emenda
Art. 11. Nas empresas de mais de duzentos Constitucional de Revisão nº 3, de 1994)
empregados, é assegurada a eleição de um b) de imposição de naturalização, pela norma
representante destes com a finalidade exclusiva de estrangeira, ao brasileiro residente em estado
promover-lhes o entendimento direto com os estrangeiro, como condição para permanência em
empregadores. seu território ou para o exercício de direitos civis;
CAPÍTULO III (Incluído pela Emenda Constitucional de Revisão nº
DA NACIONALIDADE 3, de 1994)
Art. 12. São brasileiros: Art. 13. A língua portuguesa é o idioma oficial da
I - natos: República Federativa do Brasil.
a) os nascidos na República Federativa do Brasil, § 1º São símbolos da República Federativa do
ainda que de pais estrangeiros, desde que estes Brasil a bandeira, o hino, as armas e o selo
não estejam a serviço de seu país; nacionais.
b) os nascidos no estrangeiro, de pai brasileiro ou § 2º Os Estados, o Distrito Federal e os Municípios
mãe brasileira, desde que qualquer deles esteja a poderão ter símbolos próprios.
serviço da República Federativa do Brasil; CAPÍTULO IV
c) os nascidos no estrangeiro de pai brasileiro ou DOS DIREITOS POLÍTICOS
de mãe brasileira, desde que sejam registrados em Art. 14. A soberania popular será exercida pelo
repartição brasileira competente ou venham a sufrágio universal e pelo voto direto e secreto, com
residir na República Federativa do Brasil e optem, valor igual para todos, e, nos termos da lei,
em qualquer tempo, depois de atingida a mediante:
maioridade, pela nacionalidade brasileira; (Redação I - plebiscito;
dada pela Emenda Constitucional nº 54, de 2007) II - referendo;
II - naturalizados: III - iniciativa popular.
a) os que, na forma da lei, adquiram a § 1º O alistamento eleitoral e o voto são:
nacionalidade brasileira, exigidas aos originários de I - obrigatórios para os maiores de dezoito anos;
países de língua portuguesa apenas residência por II - facultativos para:
um ano ininterrupto e idoneidade moral; a) os analfabetos;
b) os estrangeiros de qualquer nacionalidade, b) os maiores de setenta anos;
residentes na República Federativa do Brasil há c) os maiores de dezesseis e menores de dezoito
mais de quinze anos ininterruptos e sem anos.
condenação penal, desde que requeiram a § 2º Não podem alistar-se como eleitores os
nacionalidade brasileira. (Redação dada pela estrangeiros e, durante o período do serviço militar
Emenda Constitucional de Revisão nº 3, de 1994) obrigatório, os conscritos.
§ 1ºAos portugueses com residência permanente § 3º São condições de elegibilidade, na forma da
no País, se houver reciprocidade em favor de lei:
brasileiros, serão atribuídos os direitos inerentes ao I - a nacionalidade brasileira;
brasileiro, salvo os casos previstos nesta II - o pleno exercício dos direitos políticos;
Constituição. (Redação dada pela Emenda III - o alistamento eleitoral;
Constitucional de Revisão nº 3, de 1994) IV - o domicílio eleitoral na circunscrição;
§ 2º A lei não poderá estabelecer distinção entre V - a filiação partidária; Regulamento
brasileiros natos e naturalizados, salvo nos casos VI - a idade mínima de:
previstos nesta Constituição. a) trinta e cinco anos para Presidente e Vice-
§ 3º São privativos de brasileiro nato os cargos: Presidente da República e Senador;
CURSO ATUAL Página - 15 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

b) trinta anos para Governador e Vice-Governador IV - recusa de cumprir obrigação a todos imposta
de Estado e do Distrito Federal; ou prestação alternativa, nos termos do art. 5º, VIII;
c) vinte e um anos para Deputado Federal, V - improbidade administrativa, nos termos do art.
Deputado Estadual ou Distrital, Prefeito, Vice- 37, § 4º.
Prefeito e juiz de paz; Art. 16. A lei que alterar o processo eleitoral entrará
d) dezoito anos para Vereador. em vigor na data de sua publicação, não se
§ 4º São inelegíveis os inalistáveis e os aplicando à eleição que ocorra até um ano da data
analfabetos. de sua vigência. (Redação dada pela Emenda
§ 5º O Presidente da República, os Governadores Constitucional nº 4, de 1993)
de Estado e do Distrito Federal, os Prefeitos e ..........................................................
quem os houver sucedido, ou substituído no curso
dos mandatos poderão ser reeleitos para um único TÍTULO III
período subsequente. (Redação dada pela Emenda Da Organização do Estado
Constitucional nº 16, de 1997) CAPÍTULO I
§ 6º Para concorrerem a outros cargos, o DA ORGANIZAÇÃO POLÍTICO-
Presidente da República, os Governadores de ADMINISTRATIVA
Estado e do Distrito Federal e os Prefeitos devem Art. 18. ..........................................
renunciar aos respectivos mandatos até seis meses
antes do pleito. CAPÍTULO VII
§ 7º São inelegíveis, no território de jurisdição do DA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
titular, o cônjuge e os parentes consanguíneos ou Seção I
afins, até o segundo grau ou por adoção, do DISPOSIÇÕES GERAIS
Presidente da República, de Governador de Estado Art. 37. A administração pública direta e indireta de
ou Território, do Distrito Federal, de Prefeito ou de qualquer dos Poderes da União, dos Estados, do
quem os haja substituído dentro dos seis meses Distrito Federal e dos Municípios obedecerá aos
anteriores ao pleito, salvo se já titular de mandato princípios de legalidade, impessoalidade,
eletivo e candidato à reeleição. moralidade, publicidade e eficiência e, também, ao
§ 8º O militar alistável é elegível, atendidas as seguinte: (Redação dada pela Emenda
seguintes condições: Constitucional nº 19, de 1998)
I - se contar menos de dez anos de serviço, deverá I - os cargos, empregos e funções públicas são
afastar-se da atividade; acessíveis aos brasileiros que preencham os
II - se contar mais de dez anos de serviço, será requisitos estabelecidos em lei, assim como aos
agregado pela autoridade superior e, se eleito, estrangeiros, na forma da lei; (Redação dada pela
passará automaticamente, no ato da diplomação, Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
para a inatividade. II - a investidura em cargo ou emprego público
§ 9º Lei complementar estabelecerá outros casos depende de aprovação prévia em concurso público
de inelegibilidade e os prazos de sua cessação, a de provas ou de provas e títulos, de acordo com a
fim de proteger a probidade administrativa, a natureza e a complexidade do cargo ou emprego,
moralidade para exercício de mandato considerada na forma prevista em lei, ressalvadas as
vida pregressa do candidato, e a normalidade e nomeações para cargo em comissão declarado em
legitimidade das eleições contra a influência do lei de livre nomeação e exoneração; (Redação
poder econômico ou o abuso do exercício de dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
função, cargo ou emprego na administração direta III - o prazo de validade do concurso público será
ou indireta. (Redação dada pela Emenda de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual
Constitucional de Revisão nº 4, de 1994) período;
§ 10. O mandato eletivo poderá ser impugnado IV - durante o prazo improrrogável previsto no edital
ante a Justiça Eleitoral no prazo de quinze dias de convocação, aquele aprovado em concurso
contados da diplomação, instruída a ação com público de provas ou de provas e títulos será
provas de abuso do poder econômico, corrupção convocado com prioridade sobre novos
ou fraude. concursados para assumir cargo ou emprego, na
§ 11. A ação de impugnação de mandato tramitará carreira;
em segredo de justiça, respondendo o autor, na V - as funções de confiança, exercidas
forma da lei, se temerária ou de manifesta má-fé. exclusivamente por servidores ocupantes de cargo
efetivo, e os cargos em comissão, a serem
Art. 15. É vedada a cassação de direitos políticos, preenchidos por servidores de carreira nos casos,
cuja perda ou suspensão só se dará nos casos de: condições e percentuais mínimos previstos em lei,
I - cancelamento da naturalização por sentença destinam-se apenas às atribuições de direção,
transitada em julgado; chefia e assessoramento; (Redação dada pela
II - incapacidade civil absoluta; Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
III - condenação criminal transitada em julgado, VI - é garantido ao servidor público civil o direito à
enquanto durarem seus efeitos; livre associação sindical;
CURSO ATUAL Página - 16 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

VII - o direito de greve será exercido nos termos e 2º, I; (Redação dada pela Emenda Constitucional nº
nos limites definidos em lei específica; (Redação 19, de 1998)
dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998) XVI - é vedada a acumulação remunerada de
VIII - a lei reservará percentual dos cargos e cargos públicos, exceto, quando houver
empregos públicos para as pessoas portadoras de compatibilidade de horários, observado em
deficiência e definirá os critérios de sua admissão; qualquer caso o disposto no inciso XI: (Redação
IX - a lei estabelecerá os casos de contratação por dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
tempo determinado para atender a necessidade a) a de dois cargos de professor; (Redação dada
temporária de excepcional interesse público; pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
X - a remuneração dos servidores públicos e o b) a de um cargo de professor com outro técnico ou
subsídio de que trata o § 4º do art. 39 somente científico; (Redação dada pela Emenda
poderão ser fixados ou alterados por lei específica, Constitucional nº 19, de 1998)
observada a iniciativa privativa em cada caso, c) a de dois cargos ou empregos privativos de
assegurada revisão geral anual, sempre na mesma profissionais de saúde, com profissões
data e sem distinção de índices;(Redação dada regulamentadas; (Redação dada pela Emenda
pela Emenda Constitucional nº 19, de Constitucional nº 34, de 2001)
1998) (Regulamento) XVII - a proibição de acumular estende-se a
empregos e funções e abrange autarquias,
XI - a remuneração e o subsídio dos ocupantes de fundações, empresas públicas, sociedades de
cargos, funções e empregos públicos da economia mista, suas subsidiárias, e sociedades
administração direta, autárquica e fundacional, dos controladas, direta ou indiretamente, pelo poder
membros de qualquer dos Poderes da União, dos público;(Redação dada pela Emenda Constitucional
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, dos nº 19, de 1998)
detentores de mandato eletivo e dos demais
agentes políticos e os proventos, pensões ou outra XVIII - a administração fazendária e seus
espécie remuneratória, percebidos servidores fiscais terão, dentro de suas áreas de
cumulativamente ou não, incluídas as vantagens competência e jurisdição, precedência sobre os
pessoais ou de qualquer outra natureza, não demais setores administrativos, na forma da lei;
poderão exceder o subsídio mensal, em espécie, XIX – somente por lei específica poderá ser criada
dos Ministros do Supremo Tribunal Federal, autarquia e autorizada a instituição de empresa
aplicando-se como limite, nos Municípios, o pública, de sociedade de economia mista e de
subsídio do Prefeito, e nos Estados e no Distrito fundação, cabendo à lei complementar, neste
Federal, o subsídio mensal do Governador no último caso, definir as áreas de sua atuação;
âmbito do Poder Executivo, o subsídio dos (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19,
Deputados Estaduais e Distritais no âmbito do de 1998)
Poder Legislativo e o subsidio dos XX - depende de autorização legislativa, em cada
Desembargadores do Tribunal de Justiça, limitado caso, a criação de subsidiárias das entidades
a noventa inteiros e vinte e cinco centésimos por mencionadas no inciso anterior, assim como a
cento do subsídio mensal, em espécie, dos participação de qualquer delas em empresa
Ministros do Supremo Tribunal Federal, no âmbito privada;
do Poder Judiciário, aplicável este limite aos XXI - ressalvados os casos especificados na
membros do Ministério Público, aos Procuradores e legislação, as obras, serviços, compras e
aos Defensores Públicos; (Redação dada pela alienações serão contratados mediante processo
Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) de licitação pública que assegure igualdade de
XII - os vencimentos dos cargos do Poder condições a todos os concorrentes, com cláusulas
Legislativo e do Poder Judiciário não poderão ser que estabeleçam obrigações de pagamento,
superiores aos pagos pelo Poder Executivo; mantidas as condições efetivas da proposta, nos
XIII - é vedada a vinculação ou equiparação de termos da lei, o qual somente permitirá as
quaisquer espécies remuneratórias para o efeito de exigências de qualificação técnica e econômica
remuneração de pessoal do serviço indispensáveis à garantia do cumprimento das
público;(Redação dada pela Emenda Constitucional obrigações. (Regulamento)
nº 19, de 1998) XXII - as administrações tributárias da União, dos
XIV - os acréscimos pecuniários percebidos por Estados, do Distrito Federal e dos Municípios,
servidor público não serão computados nem atividades essenciais ao funcionamento do Estado,
acumulados para fins de concessão de acréscimos exercidas por servidores de carreiras específicas,
ulteriores; (Redação dada pela Emenda terão recursos prioritários para a realização de suas
Constitucional nº 19, de 1998) atividades e atuarão de forma integrada, inclusive
XV - o subsídio e os vencimentos dos ocupantes de com o compartilhamento de cadastros e de
cargos e empregos públicos são irredutíveis, informações fiscais, na forma da lei ou convênio.
ressalvado o disposto nos incisos XI e XIV deste (Incluído pela Emenda Constitucional nº 42, de
artigo e nos arts. 39, § 4º, 150, II, 153, III, e 153, § 19.12.2003)
CURSO ATUAL Página - 17 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

§ 1º A publicidade dos atos, programas, obras, II - os controles e critérios de avaliação de


serviços e campanhas dos órgãos públicos deverá desempenho, direitos, obrigações e
ter caráter educativo, informativo ou de orientação responsabilidade dos dirigentes;
social, dela não podendo constar nomes, símbolos III - a remuneração do pessoal."
ou imagens que caracterizem promoção pessoal de § 9º O disposto no inciso XI aplica-se às empresas
autoridades ou servidores públicos. públicas e às sociedades de economia mista, e
§ 2º A não observância do disposto nos incisos II e suas subsidiárias, que receberem recursos da
III implicará a nulidade do ato e a punição da União, dos Estados, do Distrito Federal ou dos
autoridade responsável, nos termos da lei. Municípios para pagamento de despesas de
pessoal ou de custeio em geral. (Incluído pela
§ 3º A lei disciplinará as formas de participação do Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
usuário na administração pública direta e indireta,
regulando especialmente: (Redação dada pela § 10. É vedada a percepção simultânea de
Emenda Constitucional nº 19, de 1998) proventos de aposentadoria decorrentes do art. 40
I - as reclamações relativas à prestação dos ou dos arts. 42 e 142 com a remuneração de cargo,
serviços públicos em geral, asseguradas a emprego ou função pública, ressalvados os cargos
manutenção de serviços de atendimento ao usuário acumuláveis na forma desta Constituição, os
e a avaliação periódica, externa e interna, da cargos eletivos e os cargos em comissão
qualidade dos serviços; (Incluído pela Emenda declarados em lei de livre nomeação e
Constitucional nº 19, de 1998) exoneração. (Incluído pela Emenda Constitucional
II - o acesso dos usuários a registros nº 20, de 1998)
administrativos e a informações sobre atos de § 11. Não serão computadas, para efeito dos
governo, observado o disposto no art. 5º, X e limites remuneratórios de que trata o inciso XI do
XXXIII; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, caput deste artigo, as parcelas de caráter
de 1998) indenizatório previstas em lei. (Incluído pela
III - a disciplina da representação contra o exercício Emenda Constitucional nº 47, de 2005)
negligente ou abusivo de cargo, emprego ou função § 12. Para os fins do disposto no inciso XI do caput
na administração pública. (Incluído pela Emenda deste artigo, fica facultado aos Estados e ao Distrito
Constitucional nº 19, de 1998) Federal fixar, em seu âmbito, mediante emenda às
§ 4º - Os atos de improbidade administrativa respectivas Constituições e Lei Orgânica, como
importarão a suspensão dos direitos políticos, a limite único, o subsídio mensal dos
perda da função pública, a indisponibilidade dos Desembargadores do respectivo Tribunal de
bens e o ressarcimento ao erário, na forma e Justiça, limitado a noventa inteiros e vinte e cinco
gradação previstas em lei, sem prejuízo da ação centésimos por cento do subsídio mensal dos
penal cabível. Ministros do Supremo Tribunal Federal, não se
§ 5º A lei estabelecerá os prazos de prescrição aplicando o disposto neste parágrafo aos subsídios
para ilícitos praticados por qualquer agente, dos Deputados Estaduais e Distritais e dos
servidor ou não, que causem prejuízos ao erário, Vereadores. (Incluído pela Emenda Constitucional
ressalvadas as respectivas ações de nº 47, de 2005)
ressarcimento.
§ 6º As pessoas jurídicas de direito público e as de Art. 38. Ao servidor público da administração
direito privado prestadoras de serviços públicos direta, autárquica e fundacional, no exercício de
responderão pelos danos que seus agentes, nessa mandato eletivo, aplicam-se as seguintes
qualidade, causarem a terceiros, assegurado o disposições: (Redação dada pela Emenda
direito de regresso contra o responsável nos casos Constitucional nº 19, de 1998)
de dolo ou culpa. I - tratando-se de mandato eletivo federal, estadual
ou distrital, ficará afastado de seu cargo, emprego
§ 7º A lei disporá sobre os requisitos e as restrições ou função;
ao ocupante de cargo ou emprego da II - investido no mandato de Prefeito, será afastado
administração direta e indireta que possibilite o do cargo, emprego ou função, sendo-lhe facultado
acesso a informações privilegiadas. (Incluído pela optar pela sua remuneração;
Emenda Constitucional nº 19, de 1998) III - investido no mandato de Vereador, havendo
§ 8º A autonomia gerencial, orçamentária e compatibilidade de horários, perceberá as
financeira dos órgãos e entidades da administração vantagens de seu cargo, emprego ou função, sem
direta e indireta poderá ser ampliada mediante prejuízo da remuneração do cargo eletivo, e, não
contrato, a ser firmado entre seus administradores havendo compatibilidade, será aplicada a norma do
e o poder público, que tenha por objeto a fixação de inciso anterior;
metas de desempenho para o órgão ou entidade, IV - em qualquer caso que exija o afastamento para
cabendo à lei dispor sobre: (Incluído pela Emenda o exercício de mandato eletivo, seu tempo de
Constitucional nº 19, de 1998) serviço será contado para todos os efeitos legais,
I - o prazo de duração do contrato; exceto para promoção por merecimento;
CURSO ATUAL Página - 18 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

V - para efeito de benefício previdenciário, no caso (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, de
de afastamento, os valores serão determinados 1998)
como se no exercício estivesse. § 7º Lei da União, dos Estados, do Distrito Federal
Seção II e dos Municípios disciplinará a aplicação de
DOS SERVIDORES PÚBLICOS recursos orçamentários provenientes da economia
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 18, com despesas correntes em cada órgão, autarquia
de 1998) e fundação, para aplicação no desenvolvimento de
Art. 39. A União, os Estados, o Distrito Federal e os programas de qualidade e produtividade,
Municípios instituirão conselho de política de treinamento e desenvolvimento, modernização,
administração e remuneração de pessoal, integrado reaparelhamento e racionalização do serviço
por servidores designados pelos respectivos público, inclusive sob a forma de adicional ou
Poderes. (Redação dada pela Emenda prêmio de produtividade. (Incluído pela Emenda
Constitucional nº 19, de 1998) (Vide ADIN nº 2.135- Constitucional nº 19, de 1998)
4) § 8º A remuneração dos servidores públicos
§ 1º A fixação dos padrões de vencimento e dos organizados em carreira poderá ser fixada nos
demais componentes do sistema remuneratório termos do § 4º. (Incluído pela Emenda
observará: (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
Constitucional nº 19, de 1998)
I - a natureza, o grau de responsabilidade e a Art. 40. Aos servidores titulares de cargos efetivos
complexidade dos cargos componentes de cada da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos
carreira; (Incluído pela Emenda Constitucional nº Municípios, incluídas suas autarquias e fundações,
19, de 1998) é assegurado regime de previdência de caráter
II - os requisitos para a investidura; (Incluído pela contributivo e solidário, mediante contribuição do
Emenda Constitucional nº 19, de 1998) respectivo ente público, dos servidores ativos e
III - as peculiaridades dos cargos. (Incluído pela inativos e dos pensionistas, observados critérios
Emenda Constitucional nº 19, de 1998) que preservem o equilíbrio financeiro e atuarial e o
disposto neste artigo. (Redação dada pela Emenda
§ 2º A União, os Estados e o Distrito Federal Constitucional nº 41, 19.12.2003)
manterão escolas de governo para a formação e o § 1º Os servidores abrangidos pelo regime de
aperfeiçoamento dos servidores públicos, previdência de que trata este artigo serão
constituindo-se a participação nos cursos um dos aposentados, calculados os seus proventos a partir
requisitos para a promoção na carreira, facultada, dos valores fixados na forma dos §§ 3º e 17:
para isso, a celebração de convênios ou contratos (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41,
entre os entes federados. (Redação dada pela 19.12.2003)
Emenda Constitucional nº 19, de 1998) I - por invalidez permanente, sendo os proventos
§ 3º Aplica-se aos servidores ocupantes de cargo proporcionais ao tempo de contribuição, exceto se
público o disposto no art. 7º, IV, VII, VIII, IX, XII, decorrente de acidente em serviço, moléstia
XIII, XV, XVI, XVII, XVIII, XIX, XX, XXII e XXX, profissional ou doença grave, contagiosa ou
podendo a lei estabelecer requisitos diferenciados incurável, na forma da lei; (Redação dada pela
de admissão quando a natureza do cargo o exigir. Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003)
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, de II - compulsoriamente, com proventos proporcionais
1998) ao tempo de contribuição, aos 70 (setenta) anos de
§ 4º O membro de Poder, o detentor de mandato idade, ou aos 75 (setenta e cinco) anos de idade,
eletivo, os Ministros de Estado e os Secretários na forma de lei complementar; (Redação dada pela
Estaduais e Municipais serão remunerados Emenda Constitucional nº 88, de 2015)
exclusivamente por subsídio fixado em parcela III - voluntariamente, desde que cumprido tempo
única, vedado o acréscimo de qualquer mínimo de dez anos de efetivo exercício no serviço
gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de público e cinco anos no cargo efetivo em que se
representação ou outra espécie remuneratória, dará a aposentadoria, observadas as seguintes
obedecido, em qualquer caso, o disposto no art. 37, condições: (Redação dada pela Emenda
X e XI. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19, Constitucional nº 20, de 15/12/98)
de 1998) a) sessenta anos de idade e trinta e cinco de
§ 5º Lei da União, dos Estados, do Distrito Federal contribuição, se homem, e cinquenta e cinco anos
e dos Municípios poderá estabelecer a relação de idade e trinta de contribuição, se mulher;
entre a maior e a menor remuneração dos (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20,
servidores públicos, obedecido, em qualquer caso, de 15/12/98)
o disposto no art. 37, XI. (Incluído pela Emenda b) sessenta e cinco anos de idade, se homem, e
Constitucional nº 19, de 1998) sessenta anos de idade, se mulher, com proventos
§ 6º Os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário proporcionais ao tempo de contribuição. (Redação
publicarão anualmente os valores do subsídio e da dada pela Emenda Constitucional nº 20, de
remuneração dos cargos e empregos públicos. 15/12/98)
CURSO ATUAL Página - 19 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

§ 2º - Os proventos de aposentadoria e as pensões, § 8º É assegurado o reajustamento dos benefícios


por ocasião de sua concessão, não poderão para preservar-lhes, em caráter permanente, o
exceder a remuneração do respectivo servidor, no valor real, conforme critérios estabelecidos em lei.
cargo efetivo em que se deu a aposentadoria ou (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 41,
que serviu de referência para a concessão da 19.12.2003)
pensão. (Redação dada pela Emenda § 9º - O tempo de contribuição federal, estadual ou
Constitucional nº 20, de 15/12/98) municipal será contado para efeito de
§ 3º Para o cálculo dos proventos de aposentadoria e o tempo de serviço
aposentadoria, por ocasião da sua concessão, correspondente para efeito de disponibilidade.
serão consideradas as remunerações utilizadas (Incluído pela Emenda Constitucional nº 20, de
como base para as contribuições do servidor aos 15/12/98)
regimes de previdência de que tratam este artigo e § 10 - A lei não poderá estabelecer qualquer forma
o art. 201, na forma da lei. (Redação dada pela de contagem de tempo de contribuição fictício.
Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) (Incluído pela Emenda Constitucional nº 20, de
§ 4º É vedada a adoção de requisitos e critérios 15/12/98)
diferenciados para a concessão de aposentadoria § 11 - Aplica-se o limite fixado no art. 37, XI, à
aos abrangidos pelo regime de que trata este soma total dos proventos de inatividade, inclusive
artigo, ressalvados, nos termos definidos em leis quando decorrentes da acumulação de cargos ou
complementares, os casos de servidores: (Redação empregos públicos, bem como de outras atividades
dada pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005) sujeitas a contribuição para o regime geral de
I portadores de deficiência; (Incluído pela Emenda previdência social, e ao montante resultante da
Constitucional nº 47, de 2005) adição de proventos de inatividade com
II que exerçam atividades de risco; (Incluído pela remuneração de cargo acumulável na forma desta
Emenda Constitucional nº 47, de 2005) Constituição, cargo em comissão declarado em lei
III cujas atividades sejam exercidas sob condições de livre nomeação e exoneração, e de cargo
especiais que prejudiquem a saúde ou a eletivo. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 20,
integridade física. (Incluído pela Emenda de 15/12/98)
Constitucional nº 47, de 2005) § 12 - Além do disposto neste artigo, o regime de
§ 5º - Os requisitos de idade e de tempo de previdência dos servidores públicos titulares de
contribuição serão reduzidos em cinco anos, em cargo efetivo observará, no que couber, os
relação ao disposto no § 1º, III, "a", para o requisitos e critérios fixados para o regime geral de
professor que comprove exclusivamente tempo de previdência social. (Incluído pela Emenda
efetivo exercício das funções de magistério na Constitucional nº 20, de 15/12/98)
educação infantil e no ensino fundamental e médio. § 13 - Ao servidor ocupante, exclusivamente, de
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, cargo em comissão declarado em lei de livre
de 15/12/98) nomeação e exoneração bem como de outro cargo
§ 6º - Ressalvadas as aposentadorias decorrentes temporário ou de emprego público, aplica-se o
dos cargos acumuláveis na forma desta regime geral de previdência social. (Incluído pela
Constituição, é vedada a percepção de mais de Emenda Constitucional nº 20, de 15/12/98)
uma aposentadoria à conta do regime de § 14 - A União, os Estados, o Distrito Federal e os
previdência previsto neste artigo. (Redação dada Municípios, desde que instituam regime de
pela Emenda Constitucional nº 20, de 15/12/98) previdência complementar para os seus respectivos
§ 7º Lei disporá sobre a concessão do benefício de servidores titulares de cargo efetivo, poderão fixar,
pensão por morte, que será igual: (Redação dada para o valor das aposentadorias e pensões a serem
pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) concedidas pelo regime de que trata este artigo, o
limite máximo estabelecido para os benefícios do
I - ao valor da totalidade dos proventos do servidor regime geral de previdência social de que trata o
falecido, até o limite máximo estabelecido para os art. 201. (Incluído pela Emenda Constitucional nº
benefícios do regime geral de previdência social de 20, de 15/12/98)
que trata o art. 201, acrescido de setenta por cento § 15. O regime de previdência complementar de
da parcela excedente a este limite, caso que trata o § 14 será instituído por lei de iniciativa
aposentado à data do óbito; ou (Incluído pela do respectivo Poder Executivo, observado o
Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) disposto no art. 202 e seus parágrafos, no que
II - ao valor da totalidade da remuneração do couber, por intermédio de entidades fechadas de
servidor no cargo efetivo em que se deu o previdência complementar, de natureza pública,
falecimento, até o limite máximo estabelecido para que oferecerão aos respectivos participantes
os benefícios do regime geral de previdência social planos de benefícios somente na modalidade de
de que trata o art. 201, acrescido de setenta por contribuição definida. (Redação dada pela Emenda
cento da parcela excedente a este limite, caso em Constitucional nº 41, 19.12.2003)
atividade na data do óbito. (Incluído pela Emenda § 16 - Somente mediante sua prévia e expressa
Constitucional nº 41, 19.12.2003) opção, o disposto nos §§ 14 e 15 poderá ser
CURSO ATUAL Página - 20 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

aplicado ao servidor que tiver ingressado no serviço § 2º Invalidada por sentença judicial a demissão do
público até a data da publicação do ato de servidor estável, será ele reintegrado, e o eventual
instituição do correspondente regime de ocupante da vaga, se estável, reconduzido ao
previdência complementar. (Incluído pela Emenda cargo de origem, sem direito a indenização,
Constitucional nº 20, de 15/12/98) aproveitado em outro cargo ou posto em
§ 17. Todos os valores de remuneração disponibilidade com remuneração proporcional ao
considerados para o cálculo do benefício previsto tempo de serviço. (Redação dada pela Emenda
no § 3° serão devidamente atualizados, na forma Constitucional nº 19, de 1998)
da lei. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 41, § 3º Extinto o cargo ou declarada a sua
19.12.2003) desnecessidade, o servidor estável ficará em
§ 18. Incidirá contribuição sobre os proventos de disponibilidade, com remuneração proporcional ao
aposentadorias e pensões concedidas pelo regime tempo de serviço, até seu adequado
de que trata este artigo que superem o limite aproveitamento em outro cargo. (Redação dada
máximo estabelecido para os benefícios do regime pela Emenda Constitucional nº 19, de 1998)
geral de previdência social de que trata o art. 201, § 4º Como condição para a aquisição da
com percentual igual ao estabelecido para os estabilidade, é obrigatória a avaliação especial de
servidores titulares de cargos efetivos. (Incluído desempenho por comissão instituída para essa
pela Emenda Constitucional nº 41, 19.12.2003) finalidade. (Incluído pela Emenda Constitucional nº
§ 19. O servidor de que trata este artigo que tenha 19, de 1998)
completado as exigências para aposentadoria
voluntária estabelecidas no § 1º, III, a, e que opte TÍTULO VIII
por permanecer em atividade fará jus a um abono Da Ordem Social
de permanência equivalente ao valor da sua CAPÍTULO I
contribuição previdenciária até completar as DISPOSIÇÃO GERAL
exigências para aposentadoria compulsória Art. 193. A ordem social tem como base o primado
contidas no § 1º, II. (Incluído pela Emenda do trabalho, e como objetivo o bem-estar e a justiça
Constitucional nº 41, 19.12.2003) sociais.
§ 20. Fica vedada a existência de mais de um CAPÍTULO II
regime próprio de previdência social para os DA SEGURIDADE SOCIAL
servidores titulares de cargos efetivos, e de mais de Seção I
uma unidade gestora do respectivo regime em cada DISPOSIÇÕES GERAIS
ente estatal, ressalvado o disposto no art. 142, § 3º, Art. 194. A seguridade social compreende um
X. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 41, conjunto integrado de ações de iniciativa dos
19.12.2003) Poderes Públicos e da sociedade, destinadas a
§ 21. A contribuição prevista no § 18 deste artigo assegurar os direitos relativos à saúde, à
incidirá apenas sobre as parcelas de proventos de previdência e à assistência social.
aposentadoria e de pensão que superem o dobro Parágrafo único. Compete ao Poder Público, nos
do limite máximo estabelecido para os benefícios termos da lei, organizar a seguridade social, com
do regime geral de previdência social de que trata o base nos seguintes objetivos:
art. 201 desta Constituição, quando o beneficiário, I - universalidade da cobertura e do atendimento;
na forma da lei, for portador de doença II - uniformidade e equivalência dos benefícios e
incapacitante. (Incluído pela Emenda Constitucional serviços às populações urbanas e rurais;
nº 47, de 2005) III - seletividade e distributividade na prestação dos
Art. 41. São estáveis após três anos de efetivo benefícios e serviços;
exercício os servidores nomeados para cargo de IV - irredutibilidade do valor dos benefícios;
provimento efetivo em virtude de concurso público. V - equidade na forma de participação no custeio;
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, VI - diversidade da base de financiamento;
de 1998) VII - caráter democrático e descentralizado da
§ 1º O servidor público estável só perderá o cargo: administração, mediante gestão quadripartite, com
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 19, participação dos trabalhadores, dos empregadores,
de 1998) dos aposentados e do Governo nos órgãos
I - em virtude de sentença judicial transitada em colegiados. (Redação dada pela Emenda
julgado; (Incluído pela Emenda Constitucional nº Constitucional nº 20, de 1998)
19, de 1998) Art. 195. A seguridade social será financiada por
II - mediante processo administrativo em que lhe toda a sociedade, de forma direta e indireta, nos
seja assegurada ampla defesa; (Incluído pela termos da lei, mediante recursos provenientes dos
Emenda Constitucional nº 19, de 1998) orçamentos da União, dos Estados, do Distrito
III - mediante procedimento de avaliação periódica Federal e dos Municípios, e das seguintes
de desempenho, na forma de lei complementar, contribuições sociais:
assegurada ampla defesa. (Incluído pela Emenda I - do empregador, da empresa e da entidade a ela
Constitucional nº 19, de 1998) equiparada na forma da lei, incidentes sobre:
CURSO ATUAL Página - 21 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, lei. (Redação dada pela Emenda Constitucional nº
de 1998) 20, de 1998)
a) a folha de salários e demais rendimentos do § 9º As contribuições sociais previstas no inciso I
trabalho pagos ou creditados, a qualquer título, à do caput deste artigo poderão ter alíquotas ou
pessoa física que lhe preste serviço, mesmo sem bases de cálculo diferenciadas, em razão da
vínculo empregatício; (Incluído pela Emenda atividade econômica, da utilização intensiva de
Constitucional nº 20, de 1998) mão-de-obra, do porte da empresa ou da condição
b) a receita ou o faturamento; (Incluído pela estrutural do mercado de trabalho. (Redação dada
Emenda Constitucional nº 20, de 1998) pela Emenda Constitucional nº 47, de 2005)
c) o lucro; (Incluído pela Emenda Constitucional nº § 10. A lei definirá os critérios de transferência de
20, de 1998) recursos para o sistema único de saúde e ações de
II - do trabalhador e dos demais segurados da assistência social da União para os Estados, o
previdência social, não incidindo contribuição sobre Distrito Federal e os Municípios, e dos Estados
aposentadoria e pensão concedidas pelo regime para os Municípios, observada a respectiva
geral de previdência social de que trata o art. 201; contrapartida de recursos. (Incluído pela Emenda
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, Constitucional nº 20, de 1998)
de 1998) § 11. É vedada a concessão de remissão ou anistia
III - sobre a receita de concursos de prognósticos. das contribuições sociais de que tratam os incisos I,
IV - do importador de bens ou serviços do exterior, a, e II deste artigo, para débitos em montante
ou de quem a lei a ele equiparar. (Incluído pela superior ao fixado em lei complementar. (Incluído
Emenda Constitucional nº 42, de 19.12.2003) pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998)
§ 12. A lei definirá os setores de atividade
§ 1º - As receitas dos Estados, do Distrito Federal e econômica para os quais as contribuições
dos Municípios destinadas à seguridade social incidentes na forma dos incisos I, b; e IV do caput,
constarão dos respectivos orçamentos, não serão não-cumulativas. (Incluído pela Emenda
integrando o orçamento da União. Constitucional nº 42, de 19.12.2003)
§ 2º A proposta de orçamento da seguridade social § 13. Aplica-se o disposto no § 12 inclusive na
será elaborada de forma integrada pelos órgãos hipótese de substituição gradual, total ou parcial, da
responsáveis pela saúde, previdência social e contribuição incidente na forma do inciso I, a, pela
assistência social, tendo em vista as metas e incidente sobre a receita ou o faturamento.
prioridades estabelecidas na lei de diretrizes (Incluído pela Emenda Constitucional nº 42, de
orçamentárias, assegurada a cada área a gestão 19.12.2003)
de seus recursos.
§ 3º A pessoa jurídica em débito com o sistema da Seção II
seguridade social, como estabelecido em lei, não DA SAÚDE
poderá contratar com o Poder Público nem dele Art. 196. A saúde é direito de todos e dever do
receber benefícios ou incentivos fiscais ou Estado, garantido mediante políticas sociais e
creditícios. econômicas que visem à redução do risco de
§ 4º A lei poderá instituir outras fontes destinadas a doença e de outros agravos e ao acesso universal
garantir a manutenção ou expansão da seguridade e igualitário às ações e serviços para sua
social, obedecido o disposto no art. 154, I. promoção, proteção e recuperação.
§ 5º Nenhum benefício ou serviço da seguridade Art. 197. São de relevância pública as ações e
social poderá ser criado, majorado ou estendido serviços de saúde, cabendo ao Poder Público
sem a correspondente fonte de custeio total. dispor, nos termos da lei, sobre sua
§ 6º As contribuições sociais de que trata este regulamentação, fiscalização e controle, devendo
artigo só poderão ser exigidas após decorridos sua execução ser feita diretamente ou através de
noventa dias da data da publicação da lei que as terceiros e, também, por pessoa física ou jurídica
houver instituído ou modificado, não se lhes de direito privado.
aplicando o disposto no art. 150, III, "b". Art. 198. As ações e serviços públicos de saúde
§ 7º São isentas de contribuição para a seguridade integram uma rede regionalizada e hierarquizada e
social as entidades beneficentes de assistência constituem um sistema único, organizado de
social que atendam às exigências estabelecidas em acordo com as seguintes diretrizes:
lei. I - descentralização, com direção única em cada
§ 8º O produtor, o parceiro, o meeiro e o esfera de governo;
arrendatário rurais e o pescador artesanal, bem II - atendimento integral, com prioridade para as
como os respectivos cônjuges, que exerçam suas atividades preventivas, sem prejuízo dos serviços
atividades em regime de economia familiar, sem assistenciais;
empregados permanentes, contribuirão para a III - participação da comunidade.
seguridade social mediante a aplicação de uma § 1º O sistema único de saúde será financiado, nos
alíquota sobre o resultado da comercialização da termos do art. 195, com recursos do orçamento da
produção e farão jus aos benefícios nos termos da seguridade social, da União, dos Estados, do
CURSO ATUAL Página - 22 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

Distrito Federal e dos Municípios, além de outras § 6º Além das hipóteses previstas no § 1º do art. 41
fontes. (Parágrafo único renumerado para § 1º pela e no § 4º do art. 169 da Constituição Federal, o
Emenda Constitucional nº 29, de 2000) servidor que exerça funções equivalentes às de
§ 2º A União, os Estados, o Distrito Federal e os agente comunitário de saúde ou de agente de
Municípios aplicarão, anualmente, em ações e combate às endemias poderá perder o cargo em
serviços públicos de saúde recursos mínimos caso de descumprimento dos requisitos
derivados da aplicação de percentuais calculados específicos, fixados em lei, para o seu exercício.
sobre: (Incluído pela Emenda Constitucional nº 29, (Incluído pela Emenda Constitucional nº 51, de
de 2000) 2006)
I - no caso da União, a receita corrente líquida do Art. 199. A assistência à saúde é livre à iniciativa
respectivo exercício financeiro, não podendo ser privada.
inferior a 15% (quinze por cento); (Redação dada § 1º As instituições privadas poderão participar de
pela Emenda Constitucional nº 86, de 2015) forma complementar do sistema único de saúde,
II – no caso dos Estados e do Distrito Federal, o segundo diretrizes deste, mediante contrato de
produto da arrecadação dos impostos a que se direito público ou convênio, tendo preferência as
refere o art. 155 e dos recursos de que tratam os entidades filantrópicas e as sem fins lucrativos.
arts. 157 e 159, inciso I, alínea a, e inciso II, § 2º É vedada a destinação de recursos públicos
deduzidas as parcelas que forem transferidas aos para auxílios ou subvenções às instituições
respectivos Municípios; (Incluído pela Emenda privadas com fins lucrativos.
Constitucional nº 29, de 2000) § 3º - É vedada a participação direta ou indireta de
III – no caso dos Municípios e do Distrito Federal, o empresas ou capitais estrangeiros na assistência à
produto da arrecadação dos impostos a que se saúde no País, salvo nos casos previstos em lei.
refere o art. 156 e dos recursos de que tratam os § 4º A lei disporá sobre as condições e os
arts. 158 e 159, inciso I, alínea b e § 3º.(Incluído requisitos que facilitem a remoção de órgãos,
pela Emenda Constitucional nº 29, de 2000) tecidos e substâncias humanas para fins de
§ 3º Lei complementar, que será reavaliada pelo transplante, pesquisa e tratamento, bem como a
menos a cada cinco anos, estabelecerá:(Incluído coleta, processamento e transfusão de sangue e
pela Emenda Constitucional nº 29, de 2000) seus derivados, sendo vedado todo tipo de
I - os percentuais de que tratam os incisos II e III do comercialização.
§ 2º; (Redação dada pela Emenda Constitucional Art. 200. Ao sistema único de saúde compete, além
nº 86, de 2015) de outras atribuições, nos termos da lei:
II – os critérios de rateio dos recursos da União I - controlar e fiscalizar procedimentos, produtos e
vinculados à saúde destinados aos Estados, ao substâncias de interesse para a saúde e participar
Distrito Federal e aos Municípios, e dos Estados da produção de medicamentos, equipamentos,
destinados a seus respectivos Municípios, imunobiológicos, hemoderivados e outros insumos;
objetivando a progressiva redução das II - executar as ações de vigilância sanitária e
disparidades regionais; (Incluído pela Emenda epidemiológica, bem como as de saúde do
Constitucional nº 29, de 2000) trabalhador;
III – as normas de fiscalização, avaliação e controle III - ordenar a formação de recursos humanos na
das despesas com saúde nas esferas federal, área de saúde;
estadual, distrital e municipal; (Incluído pela IV - participar da formulação da política e da
Emenda Constitucional nº 29, de 2000) execução das ações de saneamento básico;
IV - (revogado).(Redação dada pela Emenda V - incrementar, em sua área de atuação, o
Constitucional nº 86, de 2015) desenvolvimento científico e tecnológico e a
§ 4º Os gestores locais do sistema único de saúde inovação;(Redação dada pela Emenda
poderão admitir agentes comunitários de saúde e Constitucional nº 85, de 2015)
agentes de combate às endemias por meio de VI - fiscalizar e inspecionar alimentos,
processo seletivo público, de acordo com a compreendido o controle de seu teor nutricional,
natureza e complexidade de suas atribuições e bem como bebidas e águas para consumo humano;
requisitos específicos para sua atuação. .(Incluído VII - participar do controle e fiscalização da
pela Emenda Constitucional nº 51, de 2006) produção, transporte, guarda e utilização de
§ 5º Lei federal disporá sobre o regime jurídico, o substâncias e produtos psicoativos, tóxicos e
piso salarial profissional nacional, as diretrizes para radioativos;
os Planos de Carreira e a regulamentação das VIII - colaborar na proteção do meio ambiente, nele
atividades de agente comunitário de saúde e compreendido o do trabalho.
agente de combate às endemias, competindo à Seção III
União, nos termos da lei, prestar assistência DA PREVIDÊNCIA SOCIAL
financeira complementar aos Estados, ao Distrito Art. 201. A previdência social será organizada sob
Federal e aos Municípios, para o cumprimento do a forma de regime geral, de caráter contributivo e
referido piso salarial. (Redação dada pela Emenda de filiação obrigatória, observados critérios que
Constitucional nº 63, de 2010) Regulamento preservem o equilíbrio financeiro e atuarial, e
CURSO ATUAL Página - 23 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

atenderá, nos termos da lei, a: (Redação dada pela II - sessenta e cinco anos de idade, se homem, e
Emenda Constitucional nº 20, de 1998) sessenta anos de idade, se mulher, reduzido em
I - cobertura dos eventos de doença, invalidez, cinco anos o limite para os trabalhadores rurais de
morte e idade avançada; (Redação dada pela ambos os sexos e para os que exerçam suas
Emenda Constitucional nº 20, de 1998) atividades em regime de economia familiar, nestes
II - proteção à maternidade, especialmente à incluídos o produtor rural, o garimpeiro e o
gestante; (Redação dada pela Emenda pescador artesanal. (Incluído dada pela Emenda
Constitucional nº 20, de 1998) Constitucional nº 20, de 1998)
III - proteção ao trabalhador em situação de § 8º Os requisitos a que se refere o inciso I do
desemprego involuntário; (Redação dada pela parágrafo anterior serão reduzidos em cinco anos,
Emenda Constitucional nº 20, de 1998) para o professor que comprove exclusivamente
IV - salário-família e auxílio-reclusão para os tempo de efetivo exercício das funções de
dependentes dos segurados de baixa renda; magistério na educação infantil e no ensino
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, fundamental e médio. (Redação dada pela Emenda
de 1998) Constitucional nº 20, de 1998)
V - pensão por morte do segurado, homem ou § 9º Para efeito de aposentadoria, é assegurada a
mulher, ao cônjuge ou companheiro e contagem recíproca do tempo de contribuição na
dependentes, observado o disposto no § 2º. administração pública e na atividade privada, rural
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, e urbana, hipótese em que os diversos regimes de
de 1998) previdência social se compensarão
§ 1º É vedada a adoção de requisitos e critérios financeiramente, segundo critérios estabelecidos
diferenciados para a concessão de aposentadoria em lei. (Incluído dada pela Emenda Constitucional
aos beneficiários do regime geral de previdência nº 20, de 1998)
social, ressalvados os casos de atividades § 10. Lei disciplinará a cobertura do risco de
exercidas sob condições especiais que acidente do trabalho, a ser atendida
prejudiquem a saúde ou a integridade física e concorrentemente pelo regime geral de previdência
quando se tratar de segurados portadores de social e pelo setor privado. (Incluído dada pela
deficiência, nos termos definidos em lei Emenda Constitucional nº 20, de 1998)
complementar. (Redação dada pela Emenda § 11. Os ganhos habituais do empregado, a
Constitucional nº 47, de 2005) qualquer título, serão incorporados ao salário para
§ 2º Nenhum benefício que substitua o salário de efeito de contribuição previdenciária e consequente
contribuição ou o rendimento do trabalho do repercussão em benefícios, nos casos e na forma
segurado terá valor mensal inferior ao salário da lei. (Incluído dada pela Emenda Constitucional
mínimo. (Redação dada pela Emenda nº 20, de 1998)
Constitucional nº 20, de 1998) § 12. Lei disporá sobre sistema especial de
§ 3º Todos os salários de contribuição inclusão previdenciária para atender a
considerados para o cálculo de benefício serão trabalhadores de baixa renda e àqueles sem renda
devidamente atualizados, na forma da lei. própria que se dediquem exclusivamente ao
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, trabalho doméstico no âmbito de sua residência,
de 1998) desde que pertencentes a famílias de baixa renda,
§ 4º É assegurado o reajustamento dos benefícios garantindo-lhes acesso a benefícios de valor igual a
para preservar-lhes, em caráter permanente, o um salário-mínimo. (Redação dada pela Emenda
valor real, conforme critérios definidos em lei. Constitucional nº 47, de 2005)
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, § 13. O sistema especial de inclusão previdenciária
de 1998) de que trata o § 12 deste artigo terá alíquotas e
§ 5º É vedada a filiação ao regime geral de carências inferiores às vigentes para os demais
previdência social, na qualidade de segurado segurados do regime geral de previdência social.
facultativo, de pessoa participante de regime (Incluído pela Emenda Constitucional nº 47, de
próprio de previdência. (Redação dada pela 2005
Emenda Constitucional nº 20, de 1998) Art. 202. O regime de previdência privada, de
§ 6º A gratificação natalina dos aposentados e caráter complementar e organizado de forma
pensionistas terá por base o valor dos proventos do autônoma em relação ao regime geral de
mês de dezembro de cada ano. (Redação dada previdência social, será facultativo, baseado na
pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998) constituição de reservas que garantam o benefício
§ 7º É assegurada aposentadoria no regime geral contratado, e regulado por lei complementar.
de previdência social, nos termos da lei, (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20,
obedecidas as seguintes condições: (Redação de 1998)
dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998) § 1° A lei complementar de que trata este artigo
I - trinta e cinco anos de contribuição, se homem, e assegurará ao participante de planos de benefícios
trinta anos de contribuição, se mulher; (Incluído de entidades de previdência privada o pleno acesso
dada pela Emenda Constitucional nº 20, de 1998) às informações relativas à gestão de seus
CURSO ATUAL Página - 24 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

respectivos planos. (Redação dada pela Emenda idoso que comprovem não possuir meios de prover
Constitucional nº 20, de 1998) à própria manutenção ou de tê-la provida por sua
§ 2° As contribuições do empregador, os benefícios família, conforme dispuser a lei.
e as condições contratuais previstas nos estatutos, Art. 204. As ações governamentais na área da
regulamentos e planos de benefícios das entidades assistência social serão realizadas com recursos do
de previdência privada não integram o contrato de orçamento da seguridade social, previstos no art.
trabalho dos participantes, assim como, à exceção 195, além de outras fontes, e organizadas com
dos benefícios concedidos, não integram a base nas seguintes diretrizes:
remuneração dos participantes, nos termos da lei. I - descentralização político-administrativa, cabendo
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 20, a coordenação e as normas gerais à esfera federal
de 1998) e a coordenação e a execução dos respectivos
§ 3º É vedado o aporte de recursos a entidade de programas às esferas estadual e municipal, bem
previdência privada pela União, Estados, Distrito como a entidades beneficentes e de assistência
Federal e Municípios, suas autarquias, fundações, social;
empresas públicas, sociedades de economia mista II - participação da população, por meio de
e outras entidades públicas, salvo na qualidade de organizações representativas, na formulação das
patrocinador, situação na qual, em hipótese políticas e no controle das ações em todos os
alguma, sua contribuição normal poderá exceder a níveis.
do segurado. (Incluído pela Emenda Constitucional Parágrafo único. É facultado aos Estados e ao
nº 20, de 1998) Distrito Federal vincular a programa de apoio à
§ 4º Lei complementar disciplinará a relação entre a inclusão e promoção social até cinco décimos por
União, Estados, Distrito Federal ou Municípios, cento de sua receita tributária líquida, vedada a
inclusive suas autarquias, fundações, sociedades aplicação desses recursos no pagamento de:
de economia mista e empresas controladas direta (Incluído pela Emenda Constitucional nº 42, de
ou indiretamente, enquanto patrocinadoras de 19.12.2003)
entidades fechadas de previdência privada, e suas I - despesas com pessoal e encargos sociais;
respectivas entidades fechadas de previdência (Incluído pela Emenda Constitucional nº 42, de
privada. (Incluído pela Emenda Constitucional nº 19.12.2003)
20, de 1998) II - serviço da dívida; (Incluído pela Emenda
§ 5º A lei complementar de que trata o parágrafo Constitucional nº 42, de 19.12.2003)
anterior aplicar-se-á, no que couber, às empresas III - qualquer outra despesa corrente não vinculada
privadas permissionárias ou concessionárias de diretamente aos investimentos ou ações apoiados.
prestação de serviços públicos, quando (Incluído pela Emenda Constitucional nº 42, de
patrocinadoras de entidades fechadas de 19.12.2003)
previdência privada. (Incluído pela Emenda
Constitucional nº 20, de 1998) CAPÍTULO III
§ 6º A lei complementar a que se refere o § 4° DA EDUCAÇÃO, DA CULTURA E DO
deste artigo estabelecerá os requisitos para a DESPORTO
designação dos membros das diretorias das Seção I
entidades fechadas de previdência privada e DA EDUCAÇÃO
disciplinará a inserção dos participantes nos Art. 205. A educação, direito de todos e dever do
colegiados e instâncias de decisão em que seus Estado e da família, será promovida e incentivada
interesses sejam objeto de discussão e com a colaboração da sociedade, visando ao pleno
deliberação. (Incluído pela Emenda Constitucional desenvolvimento da pessoa, seu preparo para o
nº 20, de 1998) exercício da cidadania e sua qualificação para o
Seção IV trabalho.
DA ASSISTÊNCIA SOCIAL Art. 206. O ensino será ministrado com base nos
Art. 203. A assistência social será prestada a quem seguintes princípios:
dela necessitar, independentemente de I - igualdade de condições para o acesso e
contribuição à seguridade social, e tem por permanência na escola;
objetivos: II - liberdade de aprender, ensinar, pesquisar e
I - a proteção à família, à maternidade, à infância, à divulgar o pensamento, a arte e o saber;
adolescência e à velhice; III - pluralismo de ideias e de concepções
II - o amparo às crianças e adolescentes carentes; pedagógicas, e coexistência de instituições
III - a promoção da integração ao mercado de públicas e privadas de ensino;
trabalho; IV - gratuidade do ensino público em
IV - a habilitação e reabilitação das pessoas estabelecimentos oficiais;
portadoras de deficiência e a promoção de sua V - valorização dos profissionais da educação
integração à vida comunitária; escolar, garantidos, na forma da lei, planos de
V - a garantia de um salário mínimo de benefício carreira, com ingresso exclusivamente por concurso
mensal à pessoa portadora de deficiência e ao público de provas e títulos, aos das redes públicas;
CURSO ATUAL Página - 25 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 53, § 2º O não-oferecimento do ensino obrigatório pelo
de 2006) Poder Público, ou sua oferta irregular, importa
VI - gestão democrática do ensino público, na responsabilidade da autoridade competente.
forma da lei; § 3º Compete ao Poder Público recensear os
VII - garantia de padrão de qualidade. educandos no ensino fundamental, fazer-lhes a
VIII - piso salarial profissional nacional para os chamada e zelar, junto aos pais ou responsáveis,
profissionais da educação escolar pública, nos pela frequência à escola.
termos de lei federal. (Incluído pela Emenda Art. 209. O ensino é livre à iniciativa privada,
Constitucional nº 53, de 2006) atendidas as seguintes condições:
Parágrafo único. A lei disporá sobre as categorias I - cumprimento das normas gerais da educação
de trabalhadores considerados profissionais da nacional;
educação básica e sobre a fixação de prazo para a II - autorização e avaliação de qualidade pelo Poder
elaboração ou adequação de seus planos de Público.
carreira, no âmbito da União, dos Estados, do Art. 210. Serão fixados conteúdos mínimos para o
Distrito Federal e dos Municípios. (Incluído pela ensino fundamental, de maneira a assegurar
Emenda Constitucional nº 53, de 2006) formação básica comum e respeito aos valores
Art. 207. As universidades gozam de autonomia culturais e artísticos, nacionais e regionais.
didático-científica, administrativa e de gestão § 1º O ensino religioso, de matrícula facultativa,
financeira e patrimonial, e obedecerão ao princípio constituirá disciplina dos horários normais das
de indissociabilidade entre ensino, pesquisa e escolas públicas de ensino fundamental.
extensão. § 2º O ensino fundamental regular será ministrado
§ 1º É facultado às universidades admitir em língua portuguesa, assegurada às comunidades
professores, técnicos e cientistas estrangeiros, na indígenas também a utilização de suas línguas
forma da lei. (Incluído pela Emenda Constitucional maternas e processos próprios de aprendizagem.
nº 11, de 1996)
§ 2º O disposto neste artigo aplica-se às Art. 211. A União, os Estados, o Distrito Federal e
instituições de pesquisa científica e tecnológica. os Municípios organizarão em regime de
(Incluído pela Emenda Constitucional nº 11, de colaboração seus sistemas de ensino.
1996) § 1º A União organizará o sistema federal de ensino
e o dos Territórios, financiará as instituições de
Art. 208. O dever do Estado com a educação será ensino públicas federais e exercerá, em matéria
efetivado mediante a garantia de: educacional, função redistributiva e supletiva, de
I - educação básica obrigatória e gratuita dos 4 forma a garantir equalização de oportunidades
(quatro) aos 17 (dezessete) anos de idade, educacionais e padrão mínimo de qualidade do
assegurada inclusive sua oferta gratuita para todos ensino mediante assistência técnica e financeira
os que a ela não tiveram acesso na idade própria; aos Estados, ao Distrito Federal e aos Municípios;
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 59, (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 14,
de 2009) (Vide Emenda Constitucional nº 59, de de 1996)
2009) § 2º Os Municípios atuarão prioritariamente no
II - progressiva universalização do ensino médio ensino fundamental e na educação infantil.
gratuito; (Redação dada pela Emenda (Redação dada pela Emenda Constitucional nº 14,
Constitucional nº 14, de 1996) de 1996)
III - atendimento educacional especializado aos § 3º Os Estados e o Distrito Federal atuarão
portadores de deficiência, preferencialmente na prioritariamente no ensino fundamental e médio.
rede regular de ensino; (Incluído pela Emenda Constitucional nº 14, de
IV - educação infantil, em creche e pré-escola, às 1996)
crianças até 5 (cinco) anos de idade; (Redação § 4º Na organização de seus sistemas de ensino, a
dada pela Emenda Constitucional nº 53, de 2006) União, os Estados, o Distrito Federal e os
V - acesso aos níveis mais elevados do ensino, da Municípios definirão formas de colaboração, de
pesquisa e da criação artística, segundo a modo a assegurar a universalização do ensino
capacidade de cada um; obrigatório. (Redação dada pela Emenda
VI - oferta de ensino noturno regular, adequado às Constitucional nº 59, de 2009)
condições do educando; § 5º A educação básica pública atenderá
VII - atendimento ao educando, em todas as etapas prioritariamente ao ensino regular. (Incluído pela
da educação básica, por meio de programas Emenda Constitucional nº 53, de 2006)
suplementares de material didático escolar, Art. 212. A União aplicará, anualmente, nunca
transporte, alimentação e assistência à saúde. menos de dezoito, e os Estados, o Distrito Federal
(Redação dada pela Emenda Constitucional nº 59, e os Municípios vinte e cinco por cento, no mínimo,
de 2009) da receita resultante de impostos, compreendida a
§ 1º O acesso ao ensino obrigatório e gratuito é proveniente de transferências, na manutenção e
direito público subjetivo. desenvolvimento do ensino.
CURSO ATUAL Página - 26 -
CURSO ATUAL – LEGISLAÇÃO E ÉTICA NA ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA

§ 1º A parcela da arrecadação de impostos articular o sistema nacional de educação em


transferida pela União aos Estados, ao Distrito regime de colaboração e definir diretrizes,
Federal e aos Municípios, ou pelos Estados aos objetivos, metas e estratégias de implementação
respectivos Municípios, não é considerada, para para assegurar a manutenção e desenvolvimento
efeito do cálculo previsto neste artigo, receita do do ensino em seus diversos níveis, etapas e
governo que a transferir. modalidades por meio de ações integradas dos
§ 2º Para efeito do cumprimento do disposto no poderes públicos das diferentes esferas federativas
"caput" deste artigo, serão considerados os que conduzam a: (Redação dada pela Emenda
sistemas de ensino federal, estadual e municipal e Constitucional nº 59, de 2009)
os recursos aplicados na forma do art. 213. I - erradicação do analfabetismo;
§ 3º A distribuição dos recursos públicos II - universalização do atendimento escolar;
assegurará prioridade ao atendimento das III - melhoria da qualidade do ensino;
necessidades do ensino obrigatório, no que se IV - formação para o trabalho;
refere a universalização, garantia de padrão de V - promoção humanística, científica e tecnológica
qualidade e equidade, nos termos do plano do País.
nacional de educação. (Redação dada pela VI - estabelecimento de meta de aplicação de
Emenda Constitucional nº 59, de 2009) recursos públicos em educação como proporção do
§ 4º Os programas suplementares de alimentação e produto interno bruto. (Incluído pela Emenda
assistência à saúde previstos no art. 208, VII, serão Constitucional nº 59, de 2009)
financiados com recursos provenientes de
contribuições sociais e outros recursos Seção II
orçamentários. DA CULTURA
§ 5º A educação básica pública terá como fonte Art. 215. O Estado