Você está na página 1de 9

04/04/2019

Faculdade de Medicina Veterinária de Araçatuba


Epidemiologia Veterinária e Saúde Pública

Como saber quando


está ocorrendo uma
Padrões de Ocorrência de
doença na população?
Doenças em Populações

Profa. Dra. Livia Castanhas Bregano

Avaliação Avaliação Quantitativa


Quantitativa Morbidade Mortalidade
Ocorrência Distribuição População População
de Doenças Espacial
Infectados Morte
Distribuição
Temporal

Avaliação Quantitativa
Letalidade

Doentes
Distribuição
Espacial
Morte

1
04/04/2019

Taxa de detecção de AIDS (x100 mil hab.) e


percentual de declínio ou incremento, por ano
de diagnostico. Brasil, 2007 e 2017

Coeficiente de mortalidade padronizado de


AIDS (x100 mil hab.) e percentual de declínio
ou incremento, por ano de diagnostico.
Brasil, 2007 e 2017

Distribuição Espacial
Usos
• Indicar riscos à população exposta
• Acompanhar disseminação de doenças
• Fornecer subsídios para explicações causais
• Definir prioridade de intervenções
• Avaliar impacto de intervenções

2
04/04/2019

Mapas Qualitativos

Onde a doença existe?


Mapas Quantitativos
Em que direção a doença segue?

Como a doença se dissemina? Georeferenciados

Qualitativos Quantitativos
Apresentam Apresentam
Localização Nº de Casos
Sem especificar
quantidade de Coeficientes
doença Prevalência
Pontos ou Flechas
Incidência
Direção da Doença Mortalidade

Georreferenciados Sistema de Informação Geográfica


Informação Tratada SIS ou GIS
Geograficamente Tratamento computacional de dados geográficos
referenciados
• Agricultura
• Floresta
Sistema de • Cartografia
Informação • Cadastro urbano
Geográfica • Rede de
concessionárias

3
04/04/2019

Limites Geográficos da Doença


Limites
Fatores
Geográficos
Espécie + Agente

Distribuição
Condições
Ambientais
Vetores Espacial

Fatores
Ambientais
Fatores Ambientais
Naturais Artificiais
• Clima Mudança
Distribuição Fatores • Hidrografia Paisagem Natural
Espacial Populacionais • Topografia
• Solo • Poluição
Fatores Sócio- • Vegetação • Agrotóxicos
Econômico- • Fauna • Habitações
Culturais • Flora

Fatores Populacionais Fatores Sócio-Econômico-Culturais


Densidade e Migrações Sociais Econômicos
• Organização • Ambiente Rural
Social • Ambiente Urbano
• Cultura
• Religião
• Hábitos Conhecimento Técnico
Respeito
Empatia

4
04/04/2019

Ação Restritiva X Doenças


• Baixa densidade populacional

• Eliminação do agente na área Distribuição


• Não introdução do agente na área

• Condições ambientais desfavoráveis à


Temporal
sobrevivência do agente

• Proteção população hospedeira

Distribuição Temporal Distribuição Temporal


Série Cronológica Usos
Conjunto de observações ordenadas pelo tempo
• Indicar riscos para população exposta
• Monitorar a saúde da população
• Prever ocorrência de eventos
• Fornecer subsídios para explicações causais
• Auxiliar planejamento de saúde
• Avaliar impacto das intervenções

Tempo + Espaço Forma Esporádica


Doença normalmente ausente na
Padrões Básicos de Ocorrência de Doenças população determinada

Forma Forma Forma Ocorrência da Doença


Esporádica Endêmica Epidêmica Sem regularidade previsível

5
04/04/2019

Forma Esporádica Forma Endêmica


Atenção! Doença presente na população de uma área
O agente está na população de forma inaparente?

O agente é mantido em outra espécie que coabita


o mesmo ambiente?
Regularidade Previsível
O agente sobrevive em alguma estrutura particular
do ambiente?
Endemicidade Alta, Média ou Baixa
Houve a introdução de indivíduos infectados na
área?

Forma Endêmica Forma Epidêmica


Frequência de ocorrência de uma doença na
Variações Dados
Normais ou
Avaliação
Registrados população de uma área em um período de tempo
Estatística
Usuais Anos Anteriores

Média / Mediana Limites endêmicos usuais ultrapassados


Desvio Padrão

Doença dentro de
Endemia
limites de confiança
Diferença estatisticamente significante

Epidemia Forma Epidêmica


Extensão da área geográfica e população envolvida
Atenção!
Caracterização da Epidemia Surto
Forma Epidêmico
Aumento da frequência relativa Epidêmica
dos casos registrados Pandemia
Não aumento do número absoluto
dos casos

6
04/04/2019

Surto Epidêmico ou Foco Pandemia


Casos relacionados entre si Aumento da frequência em áreas
Epidemias em comunidades fechadas geográficas extensas
ou limitadas geograficamente Países / Continentes

• Peste Bubônica
Epidemia Surto? • Sífilis
• HIV
Fundamentos da Epidemiologia (Franco; Passos, 2011) • Gripe Aviária

Diagrama de Controle Diagrama de Controle


Comparação
Situação Atual X Situação Passada
Mesma população
Períodos de tempo correspondentes

Média
Mediana Limites de
Desvio Padrão Confiança

Diagrama de Controle
5% Probabilidade de Erro
Epidemia
Variações ou
Flutuações

7
04/04/2019

Variações Temporais Variações

Tendências da distribuição temporal Endêmicas Epidêmicas

Fatores Secular Periódicas Maciça

• Período de incubação da doença Cíclicas


Progressiva

• Características da população
• Características do meio ambiente Sazonais

Variações Endêmicas Variações Endêmicas


Secular Periódicas
Em longos períodos de tempo / Décadas Forma de Ondas Periódicas
Intervalos razoavelmente regulares
• Crescente
• Decrescente Cíclicas ou
• Estacionária Medidas de Pulsações
Profilaxia
Endêmicas

Variações Endêmicas Variações Endêmicas


Endêmicas Periódicas Cíclicas Endêmicas Periódicas Cíclicas Sazonais

Ondas periódicas Estacionais ou Sazonais


Intervalos razoavelmente regulares
Maiores que 1 ano • Caso especial de variação cíclica
• Relacionada à estação do ano
• Densidade de suscetíveis
• Período < que 1 ano
• Infectividade do agente
• Potencial de infecção

8
04/04/2019

Variações Endêmicas Variações Epidêmicas


Endêmicas Periódicas Cíclicas Sazonais Maciça ou em ponto
Rápida sucessão +
Estacionais ou Sazonais Curto espaço de tempo
• Condições físicas e biológicas do ambiente

• Sobrevivência do agente no meio • Meio de transmissão comum


• Densidade populacional de vetores e • Exposição simultânea dos
hospedeiros suscetíveis

Variações Epidêmicas
Progressiva ou Propagada
+ Lentamente

Exposição Transmissão entre


simultânea indivíduos ou por
ao agente meio de vetores

Período de Incubação