Você está na página 1de 4

Universidade Católica de Moçambique

Faculdade de Gestão de Turismo e Informática


Av. 25 de Setembro, 725
C.P 336 Pemba - Moçambique
Tel: (+258) 27 22 19 69 Fax: (+258) 27 22 17 20
E-mail: fgti@ucm.ac.mz
FICHA DE LEITURA

Papéis de Trabalho

Conceitos
Os papéis de trabalho constituem registos permanentes dos serviços executados pelo
auditor e sua equipe, sobre os procedimentos que foram seguidos, os testes realizados,
as informações que foram obtidas e as conclusões relativas ao seu exame. Todos os
documentos gerados pelo trabalho integram um processo organizado de registo de
evidências da auditoria por intermédio de informações em papel, filmes, meios
eletrônicos ou outros que assegurem o objetivo a que se destinam.

Esses documentos se destinam a:


• Ajudar no planejamento e execução da auditoria;
• Facilitar a revisão do trabalho de auditoria, e
• Registrar as evidências do trabalho executado para fundamentar o parecer do auditor
independente.
Todas essas informações devem ser autossuficientes, não devendo necessitar de
informações adicionais ou explicações verbais.
Os objetivos dos papéis de trabalho:
• Evidenciar o trabalho feito, as conclusões alcançadas que serviram de base para os
relatórios ou pareceres sobre as demonstrações;
• Servir de fonte de informação para consultas;
• Meio de revisão para determinar se o serviço foi feito de forma adequada e eficaz, e
julgar a solidez das conclusões enunciadas;
• Base para a modificação dos procedimentos e alterações futuras em outras auditorias;
• Facilitar o estudo e avaliação dos controles, e
• Avaliação individual do desempenho do auditor.
Forma e conteúdo dos papéis de trabalho
Os papéis são elaborados, estruturados e organizados para atender as circunstâncias do
trabalho levando em consideração, segundo Attie (2000, p. 156):
• Concisão: devem ser claros, de forma que todos entendam sem necessidade de
Universidade Católica de Moçambique
Faculdade de Gestão de Turismo e Informática
Av. 25 de Setembro, 725
C.P 336 Pemba - Moçambique
Tel: (+258) 27 22 19 69 Fax: (+258) 27 22 17 20
E-mail: fgti@ucm.ac.mz
explicações da pessoa que os elaborou;
• Objetividade: com objetivos claros, de forma que se entenda aonde o auditor quer
chegar;
• Limpeza: os papéis devem estar limpos, de maneira a não prejudicar o seu
entendimento;
• Lógica: os papéis devem ser elaborados de forma lógica de raciocínio, na sequência
natural do objetivo a ser atingido;
• Completabilidade: todas as informações julgadas necessárias para fundamentar a
opinião do auditor, quando da realização do relatório ou parecer.
Classificação dos papéis de trabalho
Na visão de Attie (2000, p. 159), “o produto do trabalho do auditor é evidenciado nos
papéis de trabalho” que de forma sistematizada, ética e harmônica toda a matéria
examinada pelo auditor deve estar evidenciada nos papéis de trabalho. Essas
ferramentas de controle do auditor, nos casos de auditorias em vários períodos
consecutivos, “desde que sejam atualizados, podem ser reutilizados, diferentemente
daqueles que contêm informações sobre a auditoria de um único período”.
Esses documentos devem ser organizados conforme sua finalidade e destacaremos
aqui duas classificações:
• Papéis Permanentes: são utilizados por mais de um período e contêm informações
relacionadas à organização e atividades da empresa. Exemplos: constituição legal,
estatutos, lista dos titulares, cópias dos principais contratos, plano de contas, descrição
dos negócios, etc. São montados e compilados numa primeira etapa da auditoria,
normalmente nas primeiras visitas, e mantidos sob constante atualização nos anos
seguintes. Atiie (2000, p. 160) exemplifica esses papéis como dados históricos, dados
contábeis, de controle interno, contratuais, analíticos e dados de planejamento de longo
prazo.
• Papéis Correntes ou em Curso: contêm as informações relacionadas com a auditoria
em execução, os objetivos dos exames, testes efetuados e os problemas detectados no
controle interno, documentos examinados e etc.
Tanto Atiie (2000, p. 177) como Almeida (2003, p. 153) mencionam que na codificação
dos papéis de trabalho normalmente são utilizadas letras maiúsculas, obedecendo uma
sequência lógica e racional, procurando sempre resumir o trabalho realizado. Seguem
Universidade Católica de Moçambique
Faculdade de Gestão de Turismo e Informática
Av. 25 de Setembro, 725
C.P 336 Pemba - Moçambique
Tel: (+258) 27 22 19 69 Fax: (+258) 27 22 17 20
E-mail: fgti@ucm.ac.mz
abaixo alguns exemplos de codificação utilizada pelos referidos autores:
• Papéis de natureza permanente;
• Papéis relacionados ao planejamento dos trabalhos e ao exame dos controles internos;
• Caixa e Bancos – Folha Mestra;
- Subsidiário de Caixa;
- Subsidiário de Bancos;
Os conjuntos dos papéis de trabalho podem ainda ser divididos em folhas ou células
mestras, folhas ou células analíticas ou de detalhes, folhas ou células de ajustes, e folhas
ou células de reclassificações.
As folhas mestras são preparadas para fazerem referência imediata ao balanço final ou
conta do razão geral. Esses papéis são complementados pelas folhas subsidiárias
(programas, movimentações de contas, análises, conciliações, testes e demonstrativos),
que evidenciam todo o exame realizado.
De forma prática, pode-se apresentar a sistemática de referenciação da seguinte
maneira:
Esses papéis de trabalho são relacionados somente com a classificação do Ativo e do
Passivo, constantes nos Balanços publicados ao fim do ano, ou das contas de Receitas e
Despesas do período.
Observem que nessa folha temos vários tiques, símbolos que estão baseados na inspeção
de documentos realizadas pelo auditor, evidenciando que o trabalho foi analisado e os
documentos que fundamentam o seu trabalho foram inspecionados.
Tipos de papéis de trabalho
Segundo Attie (2000, p. 165), são os “meios onde estão evidenciados todos os exames
executados, todas as provas e conclusões obtidas pelo auditor”. Embora haja diferenças
entre os papéis de trabalho, existem tipos comuns que merecem ser analisados, entre
outros:
• Lançamento de ajuste e/ou reclassificação;
• Ponto para recomendação;
• Memorando;
• Balancete de trabalho;
• Análise;
• Conciliação, e
Universidade Católica de Moçambique
Faculdade de Gestão de Turismo e Informática
Av. 25 de Setembro, 725
C.P 336 Pemba - Moçambique
Tel: (+258) 27 22 19 69 Fax: (+258) 27 22 17 20
E-mail: fgti@ucm.ac.mz
• Programa de Auditoria.
Codificação dos papéis de trabalho
Segundo Almeida (2003), sempre que possível, o auditor deve fazer a anotação de seus
trabalhos a lápis preto, facilitando as possíveis alterações durante a execução do serviço,
principalmente quando da revisão feita por auditores mais experientes.
Attie (2000), a codificação dos papéis de trabalho é convencionada, geralmente, com a
utilização de letras maiúsculas, obedecendo a uma sequência lógica e racional,
procurando sempre resumir os trabalhos realizados em um jogo de papéis que em seu
conjunto representam todo o serviço executado. A codificação depende de como
funciona a atividade da auditoria e do modo como se realiza o trabalho.