Você está na página 1de 33

Edição 2017

2 3

SEJA BEM-VINDO
À NOVA ERA DA
IMPLANTODONTIA!

UNITITE UNITITE UNITITE


compact prime slim

Edição 2017
4 Institucional Institucional 5

Presença Global
� Uma das maiores empresas de implantes do mercado mundial.
� Ampla presença internacional.

Evidência Científica
� Pesquisa e desenvolvimento de produtos com renomados
institutos de pesquisa (Aarhus University - Dinamarca, Chalmers
University - Suécia, KU Lueven - Bélgica, Malmö University -
Suécia, UNESP - Brasil, USP - Brasil, UFU - Brasil, SLmandic
- Brasil, dentre outras).
S.I.N. SISTEMA DE IMPLANTE
Excelência na Produção
O FUTURO É AGORA! � Grandes investimentos em atualização tecnológica do nosso parque
fabril nos últimos dois anos em equipamentos de última geração.
� Produção anual de mais de 5 milhões de produtos.

PESQUISA, INOVAÇÃO, TECNOLOGIA


E QUALIDADE: ESTAS SÃO AS Qualidade garantida e Certificações
PALAVRAS QUE TRADUZEM O DNA � Rigoroso controle de processos, desde a chegada da matéria-
DA S.I.N. SISTEMA DE IMPLANTE. prima até a entrega do produto final, comprovado por meio de
certificações nacionais e internacionais.
6 7

Da sinergia entre exclusiva macrogeometria e a mais


avançada nanoativação de superfície surgiu o Unitite,
uma linha de implantes que tem revolucionado o
LINHA UNITITE mercado mundial por sua originalidade, inovação e
altíssimo desempenho.
REDEFININDO CONCEITOS � Exclusiva superfície
HAnano : Desenvolvida nas
� Câmaras de cicatrização: A
combinação entre as roscas externas,
NA IMPLANTODONTIA. CONHEÇA O MELHOR IMPLANTE DA ATUALIDADE. principais universidades da que tocam o tecido ósseo, e as roscas
Suécia, esta nanosuperfície internas, que se mantém afastadas do
acelera consideravelmente mesmo, promove uma cicatrização
a osseointegração. híbrida de altíssima qualidade.

PRODUTO
PATENTEADO

� Acelerada
ORIGINAL
cicatrização óssea:
A alta hidrofilia, que é gerada � Macrogeometria híbrida diferenciada:
A precisão entre o sistema de fresagem
por uma camada ultra fina
e o design das roscas externas combina
de hidroxiapatita amplia
uma alta estabilidade e a minimização
a atividade das proteínas
de compressão do tecido ósseo
envolvidas no processo
cicatricial periimplantar.
de osseointegração.

� Comprovação científica: Oito anos de pesquisas e desenvolvimento


com os melhores cientistas nas universidades mais conceituadas
do mundo.

SOLUÇÕES COMPLETAS

Só a linha Unitite lhe dá acesso ao melhor da


implantodontia atual em diversas circunstâncias clínicas. Um conceito, diversas
Com o Unitite Prime, Unitite Slim e Unitite Compact possibilidades.
seu planejamento cirúrgico tem mais possibilidades de
soluções inovadoras e de alto desempenho.
UNITITE compact UNITITE prime UNITITE slim
8 9

UNITITE prime Sequências de fresas

 1. Indicado para carga imediata, precoce ou tardia:


O Unitite foi projetado para soluções duradouras 1.200 RPM 800 RPM 20 RPM
e estéticas.
 2. Cicatrização de alta qualidade: A cicatrização
híbrida do Unitite elimina a fase catabólica de
remodelação óssea interfacial na maior área do
implante, acelerando o processo cicatricial e
melhorando a qualidade do tecido ósseo formado.
PLAT. FRLD FHCD FUM FUM FUM FUM CMRU CMRU CMRU
 3. Alta hidrofilia: Com uma camada ultra fina (mm) 2005 2015 2915 3515 4315 5015 35 43 50

de hidroxiapatita de 20nm o Unitite amplia a 3,5 ● ● ● ● ●


atividade das proteínas envolvidas no processo
de osseointegração. 4,3 ● ● ● ● ● ●

 4. A macrogeometria exclusiva garante a precisão 5,0 ● ● ● ● ● ● ●


Unitite
entre o sistema de fresagem e o design das
roscas externas o que combina uma alta ●   Em ossos tipos I e II é necessário utilizar o macho de rosca para garantir o processo cicatricial.

estabilidade e a minimização de compressão do


tecido ósseo cicatricial periimplantar.
 5. Com microrroscas de apenas 0,2 a 0,5 mm,
o Unitite obtém maior interação com o tecido Medidas Técnicas
ósseo além de maior resistência mecânica.

UCM 35xxN UCM 43xxN UCM 50xxN


3,50 4,30 5
11.5° 11.5° 11.5°
2,50 2,50 2,50

UNITITE prime
� Indicado para todos os tipos ósseos.
� Instalação infraóssea de 1,5 mm.
� Angulação Interna de 11,5°.
� Rotação das fresas iniciais: 1200 rpm 8,5mm
10mm

� Rotação das fresas 2,7 a 5,0 mm: 800 rpm 11,5mm


13mm

� Rotação dos machos de rosca 2,9 a 5,0 mm: 20 rpm*


15mm

� Rotação de inserção: 20 a 40 rpm


� Carga Precoce à partir de 28 dias**: Torque recomendado de
30 a 45 N.cm
� Carga tardia: Torque máximo de 60 N.cm 1,8 2,3 3

� Carga imediata: Torque recomendado de 45 N.cm 2 x.


2
x. He
� Acompanha tapa implante de 2,0 mm Hex
. 2 He

� Para instalação a nível ósseo adquira o tapa implante TIMU 0012.

* Em ossos tipo I e II é necessário utilizar o macho de rosca para garantir o processo cicatricial.
** Contra indicado para pacientes com diabetes, fumantes, alvéolos pós-exodontia, doença
periodental ativa, osteoporose e áreas enxertadas. Sob radio ou quimioterapia. 3,50 4,30 5

-
Código: Escala:

Unitite Standard 8:1


Data: Unidade
10 11

UNITITE slim Sequências de fresas

1.200 RPM 800 RPM 20 RPM

 1. Diversas Possibilidades: Com três medidas


distintas de comprimento o Unitite Slim confere
mais opções para seu planejamento cirúrgico.
 2. Apenas 2,9 mm de diâmetro: O Unitite Slim
foi desenvolvido para dar mais conforto as
reabilitações em áreas estreitas e espaços PLAT. (mm) FRLD 2005 FHCD 2015 FUM 2915 CMRU 29
interdentais limitados, assim como regiões de
incisivos laterais superiores e incisivos inferiores.
 3. Mais segurança: Por ter uma dimensão reduzida 2,9 ● ● ● ●
o Unitite Slim protege estruturas bucais vitais e
sua vascularização. Unitite Slim
UCMS 29xxN
 4. Sistema Cone Morse: Superioridade ●   Em ossos tipos I e II é necessário utilizar o macho de rosca para garantir o processo cicatricial.
2,90
biomecânica dos acoplamentos protéticos com 3°
ângulo interno de 3 graus. 2

 5. Titânio GRAU 4 Cold Worked: Produzido em


material biocompatível de alta resistência a
tração e estabilidade mecânica a longo prazo
comparado ao Titânio grau 4 convencional.
Medidas Técnicas
UCMS 29xxN
2,90
10mm 3°
11,5mm 2
13mm

UNITITE slim

� Indicado para todos os tipos de ossos.


� Instalação infraóssea de 1,5 mm.
� Rotação das fresas iniciais: 1200 rpm
� Rotação da fresa 2,7 mm: 800 rpm 10mm
� Rotação do macho de rosca 2,9 mm: 20 rpm* 2,4 11,5mm
13mm
� Rotação de inserção: 20 a 40 rpm
� Torque máximo: 45 N.cm.
� Acompanha tapa implante de 2,0 mm.
� Indicado para carga tardia: A partir de 60 dias.

30
1,
d.
ua
Q
* Em ossos tipo I e II é necessário utilizar o macho de rosca para garantir o
processo cicatricial.
2,90 2,4

Código: Escala:

Unitite Slim 8:1

0
,3
12 13

Sequências de fresas

UNITITE compact 1.200 RPM 800 RPM 20 RPM

 1. O Unitite Compact é altamente indicado para


situações de reduzida disponibilidade ósseas na
maxila e na mandíbula.
 2. Diversidade de tamanhos: O Unitite Compact PLAT.
(mm)
FRLD
2005
FHCD
2015
FUM
2915
FUM
3515
FHCD
3215
FHCD
4215
FHCD
5215
CMRUC
40
CMRUC
50
CMRUC
60
tem três diferentes comprimentos e diâmetros
possibilitando maior versatilidade para sua cirurgia. 4,0 ● ● ● ● ● ●

 3. Minimiza ou elimina a necessidade de realização 5,0 ● ● ● ● ● ● ●


de cirurgias complexas para aumento ósseo.
6,0 ● ● ● ● ● ● ● ●
Unitite Compact
 4. Alto desempenho: Com um conjunto de
características únicas, o Unitite Compact ●   Em ossos tipos I e II é necessário utilizar o macho de rosca para garantir o processo cicatricial.
possibilita alta estabilidade e previsibilidade de
resultados em casos com altura óssea reduzida.
 5. Versatilidade protética: Possibilidade de
realizar próteses cimentadas ou parafusadas
unitárias e múltiplas.
Medidas Técnicas
 6. Plataforma Cone Morse: Ângulo interno de UNITITE compact
4 graus que permite excelente estabilidade UCMC 40xxN UCMC 50xxN UCMC 60xxN

protética e favorece a longevidade do implante.


4 5 6
4° 4° 4°
2,50 2,50 2,50

5mm
6mm
7mm

� Indicado para todos os tipos ósseos.


� Instalação ao nível ósseo.
� Rotação das fresas iniciais: 1200 rpm
2
� Rotação das fresas 2,7 a 5,8 mm: 800 rpm ex
. 2
He
x.

� Rotação dos machos de rosca 4,0 a 6,0 mm: 20 rpm*


H
2
x.
He

� Rotação de inserção: 20 a 40 rpm


� Torque máximo: 60 N.cm.
� Acompanha tapa implante de 0,0 mm.
� Indicado para carga tardia: A partir de 60 dias.

* Em ossos tipo I e II é necessário utilizar o macho de rosca para garantir o


processo cicatricial.
4 5 6

Código: Escala:

Unitite Compact 10:1


Data: Unidade
03/01/2017 mm
14 15

PALAVRA DE
ESPECIALISTA

“ A FACILIDADE TÉCNICA NO PROTOCOLO DE


INSTALAÇÃO, FRESAS COM GRANDE CAPACIDADE
DE CORTE, KIT MODERNO E INTELIGENTE,


ALIADOS À GRANDE VANTAGEM DE SE OBTER
UMA OSSEOINTEGRAÇÃO SUBSTANCIALMENTE NOSSO GRUPO DE PESQUISA TEM DDS/PhD e Diretora
MAIS RÁPIDA, COLOCAM O IMPLANTE UNITITE TRABALHADO COM A SUPERFÍCIE do departamento de
HANANO POR MAIS DE 10 ANOS. ATÉ Prótese Dentária na
EM LINHA COM AS PRINCIPAIS DEMANDAS DA Malmö University, Suécia.
IMPLANTONDONTIA MODERNA. OS PACIENTES E AGORA ESTA PESQUISA RESULTOU Especialista em Superfície de


EM DUAS TESES DE DOUTORADO E Implantes e autora de mais
PROFISSIONAIS SÃO OS PRINCIPAIS BENEFICIADOS. de 220 artigos científicos
UMA ESTÁ EM ANDAMENTO. NOSSOS publicados em revistas de
RESULTADOS EXPERIMENTAIS EM renome sobre esse assunto.
17 ESTUDOS IN VIVO, A MAIORIA
Pós-doutor em Biomecânica pela FEMEC/UFU e Pesquisador
na Bme - KULeuven, Bélgica. Doutor em Periodontia/
EM COELHOS, GERALMENTE
Implantodontia - FOAr/UNESP - Araraquara-SP. Mestre em DEMONSTRA UMA RESPOSTA ÓSSEA
Reabilitação Oral - FOUFU - Uberlândia-MG. MELHORADA PARA O TITÂNIO COM A
Roberto Pessoa SUPERFÍCIE HANANO E IMPLANTES
PEEK QUANDO COMPARADOS COM


IMPLANTES SEM ESSA SUPERFÍCIE.

“ A LINHA DE IMPLANTES UNITITE AGREGA IMPORTANTES


BENEFÍCIOS BIOLÓGICOS E ESTÉTICOS. A SINERGIA
Ann Wennerberg

ENTRE OS INOVADORES DESENHO E SUPERFÍCIE


CONFERE PRATICIDADE E SEGURANÇA CLÍNICA NA
BUSCA DE RESULTADOS PREVISÍVEIS E ESTÁVEIS.

Doutor e Mestre em Clínica Odontológica na Área de Periodontia pela FOP/ Júlio Cesar Joly
Unicamp, Coordenador Científico do Instituto ImplantePerio. Autor dos livros
“Reconstrução Tecidual Estética” e “Perio-Implantodontia Estética”.
16 17

“ A SUPERFÍCIE HANANO É UMA CAMADA


ULTRAFINA DE OSSO SINTÉTICO NA
SUPERFÍCIE DO IMPLANTE. CADA CRISTAL
DE OSSO SINTÉTICO É EXTREMAMENTE
PEQUENO, DE 14 A 10 nm DE


COMPRIMENTO E CERCA DE 5 nm DE
COM A NOVA SUPERFÍCIE DO UNITITE,
ESPESSURA. O QUE TORNA ESSES CRISTAIS
TEMOS PERCEBIDO ATRAVÉS DE ESTUDOS
TÃO ESPECIAIS É QUE TODOS TEM O
QUE DE FATO A ESTABILIDADE PRIMÁRIA
MESMO TAMANHO E FORMA DAQUELES
É CONSEGUIDA. A MACROGEOMETRIA DO
ENCONTRADOS NO OSSO HUMANO E
PRÓPRIO IMPLANTE PERMITE QUE O FLUXO
SÃO RECONHECIDOS PELAS CÉLULAS DO
SANGUÍNEO VÁ PERCORRENDO TODO O
OSSO, ASSIM COMO PELO TECIDO ÓSSEO,
IMPLANTE E HAJA UMA OSSEOINTEGRAÇÃO
QUE ATIVAM O CATALISADOR E COMEÇAM
COMPLETA DESDE DO ÁPICE DO IMPLANTE,
Fernando Duarte UM IMENSO PROCESSO DE CONSTRUÇÃO
AS PAREDES CENTRAIS E REGIÃO CERVICAL
ÓSSEA AO REDOR DO IMPLANTE. ESSE
DO PRÓPRIO IMPLANTE. O UNITITE É, SEM
Doutor e Mestre em Cirurgia
EFEITO TEM SIDO COMPROVADO EM MAIS
DÚVIDA, UM GRANDE PASSO EM FRENTE
Oral e Maxilofacial pelo DE 20 ESTUDOS PRÉ-CLÍNICOS COM OS
NO MUNDO DA IMPLANTOLOGIA, NÃO Eastman Dental Institute MELHORES PESQUISADORES MUNDIAIS DA


SÓ PELOS ESTUDOS MULTICÊNTRICOS, – Universidade de Londres
e Docente do Instituto ÁREA DE IMPLANTES.
MAS TAMBÉM PELOS RESULTADOS, Superior de Saúde do Alto
CONTROLES RADIOGRÁFICOS E CLÍNICOS Ave (ISAVE) em Portugal.
QUE ESTAMOS A TER QUE SÃO BASTANTE


CTO da Promimic, Coinventor da superfície HAnano®,
ENCORAJADORES. Doutor em Materiais e superfícies químicas pela Chalmers
University, em Gotemburgo, na Suécia, e autor de diversas
pesquisas na área de nanomateriais.

Per Kjellin
18 19

� Facilidade de uso clínico através da


codificação por cores
� Bandeja inclinada para
facilitar a visualização
durante o ato cirúrgico.

� Fresas Exclusivas com DLC:


� Fechamento total: As chaves não
se movem independentemente
a. Menor aquecimento ósseo
b. Incremento na durabilidade
da posição ou movimento. c. Alto poder de corte
d. Ângulo mais afiado

� Torquímetro de haste: Chave bidigital para


inserção do implante já inclusa.
� Baixo número de fresas
necessárias na osteotomia.

A INSTALAÇÃO DOS IMPLANTES


DA LINHA UNITITE DEVE SER FEITA
EXCLUSIVAMENTE COM O KIT CIRÚRGICO
� Formato compacto que facilita a
esterilização em autoclaves menores.
UNITITE. EVITE SUBFRESAGEM.

KIT CIRÚRGICO UNITITE KIT CIRÚRGICO UNITITE: KCSU 02


UM ÚNICO KIT PARA TODA LINHA UNITITE. CÓDIGO DESCRIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO

CBD 01 ACESS IMPL FIXADOR BI-DIGITAL CTUM 24 FIX. CONTRA ANG. UNITITE MORSE LONGA MTMS 02 MEDIDOR TRANSMUCOSO MORSE SLIM

Para tornar seu dia-a-dia ainda mais prático e eficiente desenvolvemos CCUC 20 FIX. PARAFUSO UNITITE COMPACT CURTA EXFN FIXADOR FRESA 16 SOP 20 HASTE DE PROFUNDIDADE

um único conjunto cirúrgico Unitite para a instalação da linha CCUC 24 FIX. PARAFUSO UNITITE COMPACT LONGA FHCD 2015 FRESA HELICOIDAL Ø2.0x15.0mm TMECC 02 FIXADOR DE TORQUE HASTE

completa: Unitite Prime, Slim e Compact. CCUM 20 FIX. PARAFUSO UNITITE MORSE CURTA FHCD 3215 FRESA HELICOIDAL Ø3.25x15mm MTM 02 MEDIDOR TRANSMUCOSO MORSE

CCUM 24 FIX. PARAFUSO UNITITE MORSE LONGA FHCD 4215 FRESA HELICOIDAL Ø4.25x15mm MEDIDOR TRANSMUCOSO
MTMC 02
MORSE COMPACT
CCUS 20 FIX. PARAFUSO UNITITE SLIM CURTA FHCD 5215 FRESA HELICOIDAL Ø5.25x15mm
FIX CONTRA ANG UNITITE
CTUC 20
COMPACT CURTA
CCUS 24 FIX. PARAFUSO UNITITE SLIM LONGA FRLD 2005 FRESA LANÇA Ø2.0mm

FIX CONTRA ANG UNITITE


CDH 1224 FIXADOR PARAF HEX 1,2x24mm FUM 2915 FRESA UNITITE Ø2.6mm x 15mm CTUC 24
COMPACT LONGA

CMRU 29 FRESA ROSCA Ø 2.9mm FUM 3515 FRESA UNITITE Ø3.0mm x 15mm
CTUS 20 FIX CONTRA ANG UNITITE SLIM CURTA
UNITITE compact UNITITE slim UNITITE prime
CMRU 35 FRESA ROSCA Ø 3.5mm FUM 4315 FRESA UNITITE Ø3.8mm x 15mm
CTUS 24 FIX CONTRA ANG UNITITE SLIM LONGA

CMRU 43 FRESA ROSCA Ø 4.3mm FUM 5015 FRESA UNITITE Ø4.5mm x 15mm
CMRUC 40 MACHO DE ROSCA COMPACT

CMRU 50 FRESA ROSCA Ø 5.0mm ID 100 CILINDRO DE DIREÇÃO CURTO


CMRUC 50 MACHO DE ROSCA COMPACT

COSU 02 CAIXA ORGANIZADORA ID 200 CILINDRO DE DIREÇÃO LONGO


CMRUC 60 MACHO DE ROSCA COMPACT

FIX. CONTRA ANG. UNITITE


CTUM 20
MORSE CURTA
20 21

KIT SAFE DRILL � Anilhas em titânio que garantem


maior durabilidade do kit e um encaixe � Maior segurança de uso
que garante rapidez e segurança ao clínico para os casos com
LIMITADOR DE PERFURAÇÃO ÓSSEA. procedimento cirúrgico. disponibilidade óssea limitada.

� Auxilia na redução do
tempo de cirurgia.
� Facilidade no uso clínico através da
codificação por cores.

� Limitadores de perfuração óssea


disponíveis para cada diâmetro de fresas.
� Bandeja removível para
facilitar a limpeza.

� Previne
O Kit Safe Drill é compatível somente com o Kit Cirúrgico
lesões de
Unitite. Para que a instalação do Cone Morse ocorra
estruturas nobres como
conforme recomendação (infraóssea) é necessária
nervos, seio maxilar e
a utilização de uma anilha com 1,5 mm superior à
cavidade nasal.
profundidade desejada. Exceto Unitite Compact.

KIT SAFE DRILL UNITITE: KSD

CÓDIGO DESCRIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO

COSD CAIXA ORGANIZADORA SAFE DRILL LSD 3010 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 10,0 mm LSD 4506C LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 6,0 mm

LSD 2005 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 5,0 mm LSD 3011 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 11,5 mm LSD 4507C LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 7,0 mm

LSD 2006 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 6,0 mm LSD 3013 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 13,0 mm LSD 4585 LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 8,5 mm

8,5 Profundidade de perfuração. LSD 2007 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 7,0 mm LSD 3015 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 15,0 mm LSD 4510 LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 10,0 mm

LSD 2085 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 8,5 mm LSD 3805C LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 5,0 mm LSD 4511 LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 11,5 mm

LSD 2010 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 10,0 mm LSD 3806C LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 6,0 mm LSD 4513 LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 13,0 mm

Lado de LSD 2011 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 11,5 mm LSD 3807C LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 7,0 mm LSD 4515 LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 15,0 mm

encaixe. LSD 2013 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 13,0 mm LSD 3885 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 8,5 mm

LSD 2015 LIMITADOR SAFE DRILL ø 2,00/ ø 2,70 x 15,0 mm LSD 3810 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 10,0 mm

LSD 3005 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 5,0 mm LSD 3811 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 11,5 mm

Perfurações para irrigação. LSD 3006 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 6,0 mm LSD 3813 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 13,0 mm

LSD 3085 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 8,5 mm LSD 3815 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,80/ø 4,25 x 15,0 mm

Todas as fresas Unitite são preparadas para utilização dos limitadores de LSD 3007 LIMITADOR SAFE DRILL ø 3,00/ ø 3,30 x 7,0 mm LSD 4505C LIMITADOR SAFE DRILL ø 4,50/ø 5,80 x 5,0 mm
profundidade de perfuração óssea, que se encontram no kit Safe Drill.
22 23

COMO UTILIZAR O KIT SAFE DRILL?


PASSO A PASSO
Crie a osteotomia

� 03
com a profundidade
predeterminada.
Identifique a anilha

� 01
com o diâmetro e
profundidade desejados.

Encaixe a anilha
selecionada na fresa.
� 02 Quando terminar,
simplesmente desencaixe
� 04
a anilha.

O Kit Safe Drill é compatível somente com o Kit Cirúrgico Unitite.


Para que a instalação do Cone Morse ocorra conforme recomendação (infraóssea) é necessária a
utilização de uma anilha com 1,5 mm superior à profundidade desejada. Exceto Unitite Compact.
24 25

� Fechamento total: chaves não


se movem independente de
� Utilização para inserção,
remoção e torque de
posição e movimento. componentes protéticos.

� 35% mais leve do que os demais kits


do mercado.
� Identificação facilitada: Chaves com
as descrições gravadas na bandeja.

� Anéis de silicone coloridos de acordo � Funcionalidade: Instrumentais com melhor

� com a ponta/conexão da chave. retentividade em conjunto com o torquímetro.

� Tampa transparente para identificação


sem a necessidade de abertura e perda da � Chave especial para abutment angulado
que não danifica o componente.
assepsia pós autoclavagem.

� Torquímetro desarmável com marcações de força:


segurança na instalação dos componentes.

KIT PROTÉTICO: KTMEC 02

CÓDIGO DESCRIÇÃO CÓDIGO DESCRIÇÃO

KIT PROTÉTICO CCH 0924

CCH 0920
CHAVE PARA CATRACA HEXAGONAL 0,9mm x 24,0mm - LONGA

CHAVE PARA CATRACA HEXAGONAL 0,9mm x 20,0mm - CURTA


CPQ 02

COTMEC
CABO PARA PONTAS DE CHAVES DE CATRACA

CAIXA ORGANIZADORA PROTÉTICA

FUNCIONAL, PRÁTICO E COMPACTO. CDAC 20 CHAVE PARA CATRACA DE ABTUMENT 20,0mm - CURTA CQTM 20 CHAVE PARA CATRACA QUADRADA 20,0mm - CURTA

CDHC 20 CHAVE PARA CATRACA HEXAGONAL 20,0mm - CURTA CQTM 24 CHAVE PARA CATRACA QUADRADA 24,0mm - LONGA

CDHC 24 CHAVE PARA CATRACA HEXAGONAL 24,0mm - LONGA TMEC TORQUIMETRO MECÂNICO PROTÉTICO

CHAVE PARA CATRACA HEXAGONAL MINI-ABUTMENT CCAO 20 CHAVE DE TORQUE ATTACHMENT O’RING 20,0mm
CHTMA 24
ANGULADO 24,0mm - LONGA
26 27

COMPONENTE
ORIGINAL S.I.N.
A S.I.N. garante a qualidade de seus implantes e componentes
originais. Nosso processo de fabricação tem um controle
de qualidade e segurança rígido e aprovado por diversas
certificações nacionais e internacionais.

Conheça as vantagens em usar os implantes e componentes


originais S.I.N.
� Garantia de alta precisão dimensional e perfeição de encaixe.
� Adaptação biomecânica micrométrica excelente entre
implante e componentes.
� Compatibilidade com implantes e componentes S.I.N.
� Produzidos com matérias-primas de alta qualidade.
� Resistência mecânica às forças aplicadas em boca.
� Segurança de produtos de qualidade para seus pacientes.

EXCELÊNCIA
ESTÉTICA DA
LINHA UNITITE
Os exclusivos Componentes Protéticos Unitite foram
desenvolvidos para garantir mais controle e previsibilidade para
um resultado estético superior.
� Encaixe preciso nos implantes da linha Unitite.
� Estabilidade do componente protético.
� A cor rosa dos componentes Unitite torna a aparência da
prótese no transmucoso muito mais natural mesmo quando
há retração, saucerização ou alterações peri-implantares.
28 29

NÍVEIS DE
EXCELÊNCIA
DO UNITITE
PRODUTO
O Unitite demonstrou
PATENTEADO
excelentes resultados
ORIGINAL para manutenção do
nível ósseo na análise de
elementos finitos.
O Unitite foi desenvolvido com base em 8 anos de
estudo nas melhores universidades do mundo, por
isso podemos comprovar sua eficácia através de
resultados clínicos e científicos. Fonte: modificado
de Shunmugasamy
e colaboradores.

Explorando o gráfico a
seguir é possível perceber
os resultados superiores do
Unitite em relação à perda
óssea marginal feita em um
estudo animal. Neste caso,
podemos observar que o
Unitite, quando comparado Analisando os resultados
aos implantes SL Active demonstrados ao lado, está
(Straumann), TiUnite (Nobel comprovado que a dissipação de
Biocare) e Nanotite (Biomet forças no tecido ósseo do Unitite
3i), tem perda óssea menor é compatível com as principais
nas duas e quatro semanas marcas de implantes dentários.
após a instalação do implante.

Fonte: modificado de Fonte: modificado de


Bonfante e colaboradores. Shunmugasamy e colaboradores.
30 31

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE prime

SEQUÊNCIA DIRETA SOBRE O IMPLANTE


Unitária

20 N.cm

PARAFUSO DE
RETENÇÃO
DIÂM.
CÓD.
(mm)
PTM 18 1,8
Somente para
Cilindro Provisório.

20 N.cm
20 N.cm
TRANSFERENTE CILINDRO PROVISÓRIO
IMPLANTE CICATRIZADOR DE MOLDEIRA ANÁLOGO DE TITÂNIO ABUTMENT EUCLA
DIÂM. ALT. ABERTA
DIÂM. COMPR. CÓD. CÓD. DIÂM. ALT. DIÂM. ALT.
CÓD. (mm) (mm) CÓD. CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm) (mm) (mm)
ANMU
UCM 3585N 3,5 8,5 CIMU 3308 3,3 0,8 TMAMU CPTMU 3501-H 3,5 1,0 EUCLAMU 3501-H 3,8 1
UCM 3510N 3,5 10 CIMU 3315 3,3 1,5 CPTMU 3502-H 3,5 2,0 EUCLAMU 3502-H 3,8 2
UCM 3511N 3,5 11,5 CIMU 3325 3,3 2,5 CPTMU 3503-H 3,5 3,0 EUCLAMU 3503-H 3,8 3
UCM 3513N 3,5 13 CIMU 3335 3,3 3,5 CPTMU 3504-H 3,5 4,0 EUCLAMU 3504-H 3,8 4
UCM 3515N 3,5 15 CIMU 3345 3,3 4,5 CPTMU 4501-H 4,5 1,0 EUCLAMU 4501-H 4,5 1
UCM 4385N 4,3 8,5 CIMU 3355 3,3 5,5 CPTMU 4502-H 4,5 2,0 EUCLAMU 4502-H 4,5 2
CIMU 4508 4,5 0,8 20 N.cm
UCM 4310N 4,3 10 CPTMU 4503-H 4,5 3,0 EUCLAMU 4503-H 4,5 3
UCM 4311N 4,3 11,5 CIMU 4515 4,5 1,5 CPTMU 4504-H 4,5 4,0 EUCLAMU 4504-H 4,5 4 PARAFUSO DE
UCM 4313N 4,3 13 CIMU 4525 4,5 2,5 RETENÇÃO
UCM 4315N 4,3 15 CIMU 4535 4,5 3,5 DIÂM.
CÓD.
(mm)
UCM 5085N 5 8,5 CIMU 4545 4,5 4,5
PTM 1816 1,8
UCM 5010N 5 10 CIMU 4555 4,5 5,5
Somente para
UCM 5011N 5 11,5 Abutment eucla.
UCM 5013N 5 13
UCM 5015N 5 15

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
32 33

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE prime


20 N.cm

SEQUÊNCIA COM
ABUTMENT UNIVERSAL RETO
ALTURA DO ALTURA DE
DIÂM.
CÓD. RETO TRANSMUCOSO CIMENTAÇÃO
(mm)

INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO
(mm) (mm)
AISIT 334008 3,3 0,8 4
AISIT 334015 3,3 1,5 4
Unitária cimentada AISIT 334025 3,3 2,5 4
AISIT 334035 3,3 3,5 4
AISIT 334045 3,3 4,5 4
AISIT 334055 3,3 5,5 4
AISIT 336008 3,3 0,8 6
AISIT 336015 3,3 1,5 6
AISIT 336025 3,3 2,5 6
AISIT 336035 3,3 3,5 6
AISIT 336045 3,3 4,5 6
AISIT 336055 3,3 5,5 6
AISIT 454008 4,5 0,8 4
AISIT 454015 4,5 1,5 4
AISIT 454025 4,5 2,5 4
AISIT 454035 4,5 3,5 4
AISIT 454045 4,5 4,5 4
AISIT 454055 4,5 5,5 4
AISIT 456008 4,5 0,8 6
AISIT 456015 4,5 1,5 6
CILINDRO PROVISÓRIO EM
ACRÍLICO
AISIT 456025 4,5 2,5 6
DIÂM. ALTURA
AISIT 456035 4,5 3,5 6 CÓD.
(mm) (mm)
AISIT 456045 4,5 4,5 6 CPSIT 3340 3,3 4
AISIT 456055 4,5 5,5 6 CPSIT 3360 3,3 6
CPSIT 4540 4,5 4
CPSIT 4560 4,5 6
IMPLANTE CICATRIZADOR TRANSFERENTE EM POLIACETAL ANÁLOGO
DIÂM. ALT. DIÂM. ALTURA DIÂM. ALTURA
DIÂM. COMPR. CÓD. CÓD. CÓD.
CÓD. (mm) (mm) (mm) (mm) (mm) (mm)
(mm) (mm)
CIMU 3308 3,3 0,8 TSIT 3340 3,3 4 ASIT 3340 3,3 4
UCM 3585N 3,5 8,5
CIMU 3315 3,3 1,5 TSIT 3360 3,3 6 ASIT 3360 3,3 6
UCM 3510N 3,5 10
CIMU 3325 3,3 2,5 TSIT 4540 4,5 4 ASIT 4540 4,5 4
UCM 3511N 3,5 11,5
CIMU 3335 3,3 3,5 TSIT 4560 4,5 6 ASIT 4560 4,5 6
UCM 3513N 3,5 13
10 N.cm
UCM 3515N 3,5 15 CIMU 3345 3,3 4,5
UCM 4385N 4,3 8,5 CIMU 3355 3,3 5,5 ABUTMENT UNIVERSAL ANGULADO CILINDRO CALCINÁVEL EM
CIMU 4508 4,5 0,8 ALTURA DO ALTURA DO ALTURA DE POLIACETAL
UCM 4310N 4,3 10 CÓD. DIÂM.
TRANSMUCOSO TRANSMUCOSO CIMENTAÇÃO ANGULAÇÃO DIÂM. ALTURA
UCM 4311N 4,3 11,5 CIMU 4515 4,5 1,5 ANGULADO (mm) CÓD.
MAIOR (mm) MENOR (mm) (mm) (mm) (mm)
UCM 4313N 4,3 13 CIMU 4525 4,5 2,5
APASIT 341715 3,3 2,6 1,5 4 17° CCSIT 3340 3,3 4
UCM 4315N 4,3 15 CIMU 4535 4,5 3,5
APASIT 341725 3,3 3,6 2,5 4 17° CCSIT 3360 3,3 6
UCM 5085N 5 8,5 CIMU 4545 4,5 4,5
APASIT 341735 3,3 4,6 3,5 4 17° CCSIT 4540 4,5 4
UCM 5010N 5 10 CIMU 4555 4,5 5,5
APASIT 343015 3,3 3,15 1,5 4 30° CCSIT 4560 4,5 6
UCM 5011N 5 11,5 APASIT 343025 3,3 4,15 2,5 4 30°
UCM 5013N 5 13 APASIT 343035 3,3 5,15 3,5 4 30°
UCM 5015N 5 15 APASIT 361715 3,3 2,6 1,5 6 17°
APASIT 361725 3,3 3,6 2,5 6 17°
APASIT 361735 3,3 4,6 3,5 6 17°
APASIT 363015 3,3 3,15 1,5 6 30°
APASIT 363025 3,3 4,15 2,5 6 30°
APASIT 363035 3,3 5,15 3,5 6 30°
APASIT 441715 4,5 3 1,5 4 17°
APASIT 441725 4,5 4 2,5 4 17°
APASIT 441735 4,5 5 3,5 4 17°
APASIT 443015 4,5 3,75 1,5 4 30°
APASIT 443025 4,5 4,75 2,5 4 30°
APASIT 443035 4,5 5,75 3,5 4 30°
APASIT 461715 4,5 3 1,5 6 17° *Parafuso sextavado
APASIT 461725 4,5 4 2,5 6 17°
*Componente antirrotacional
APASIT 461735 4,5 5 3,5 6 17°
*Parafuso quadrado
APASIT 463015 4,5 3,75 1,5 6 30°
APASIT 463025 4,5 4,75 2,5 6 30° *Parafuso de abutment

APASIT 463035 4,5 5,75 3,5 6 30° *Componente rotacional


34 35

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE prime

SEQUÊNCIA COM INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO


Unitária, Múltipla parcial ou total parafusada

10 N.cm
TRANSFERENTE DE CILINDRO PROVISÓRIO
MOLDEIRA ABERTA DE TITÂNIO
CÓD.
CÓD.
TMAA 4800
TMAA 4806 PTA 4806-3
PTA 4800-3

20 N.cm 10 N.cm

ABUTMENT CÔNICO PROTETOR DE PARAFUSO DE PROTETOR DE PARAFUSO DE


IMPLANTE CICATRIZADOR ANÁLOGO
ABUTMENT RETENÇÃO POLIMENTO LABORATÓRIO
DIÂM. ALT.
DIÂM. ALT. DIÂM. ALT. CÓD. ALT.
CÓD. CÓD. (mm) (mm) CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm) (mm)
ACMU 4808 4,8 0,8 PA 4855 ANAC
UCM 3585N 3,5 8,5 CIMU 3308 3,3 0,8 PRH 30 3,0 PPAC 01 PL 1405 Curto
ACMU 4815 4,8 1,5
UCM 3510N 3,5 10 CIMU 3315 3,3 1,5 PTMA 13-1 Longo
ACMU 4825 4,8 2,5
UCM 3511N 3,5 11,5 CIMU 3325 3,3 2,5
ACMU 4835 4,8 3,5
UCM 3513N 3,5 13 CIMU 3335 3,3 3,5
ACMU 4845 4,8 4,5
UCM 3515N 3,5 15 CIMU 3345 3,3 4,5
ACMU 4855 4,8 5,5
UCM 4385N 4,3 8,5 CIMU 3355 3,3 5,5 10 N.cm
UCM 4310N 4,3 10 CIMU 4508 4,5 0,8 CILINDRO CALCINÁVEL
UCM 4311N 4,3 11,5 CIMU 4515 4,5 1,5 E CR-CO
UCM 4313N 4,3 13 CIMU 4525 4,5 2,5
CÓD.
UCM 4315N 4,3 15 CIMU 4535 4,5 3,5
UCM 5085N 5 8,5 CIMU 4545 4,5 4,5 TRANSFERENTE DE CPAC 06-3

UCM 5010N 5 10 CIMU 4555 4,5 5,5 MOLDEIRA FECHADA CPAC 00-3
CÓD. Cromo Cobalto
UCM 5011N 5 11,5 CALE 06-3
TMFA 4800
UCM 5013N 5 13
TMFA 4806 CALE 00-3 Cromo Cobalto
UCM 5015N 5 15

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
36 37

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE prime

SEQUÊNCIA COM INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO 10 N.cm PARAFUSO DE


Múltipla Parcial ou Total parafusada TRANSFERENTE DE CILINDRO PROVISÓRIO DE
LABORATÓRIO

MOLDEIRA ABERTA TITÂNIO CÓD.

CÓD. CÓD. PL 1405 curto


PTMA 13-1 longo
TMAM 4800 PTM 4800-2 Para MA angulado
PTM 4800-3 Para MA reto
20 N.cm

MINI-ABUTMENT RETO
DIÂM. ALT.
CÓD. (mm) (mm)
MAMU 4808 4,8 0,8
MAMU 4815 4,8 1,5
PROTETOR DE PROTETOR DE
MAMU 4825 4,8 2,5 ANÁLOGO
ABUTMENT POLIMENTO
MAMU 4835 4,8 3,5 CÓD.
CÓD.
MAMU 4845 4,8 4,5 CÓD.
PMA 4855 ANMA 4800
MAMU 4855 4,8 5,5 10 N.cm PPM 01
10 N.cm
CILINDRO CALCINÁVEL
TRANSFERENTE DE E CR-CO PARAFUSO DE
MOLDEIRA FECHADA RETENÇÃO
CÓD. ALT.
CÓD. CÓD.
(mm)
CPM 4800-2 Para MA angulado
TMFM 4800 PRH 20 2
CPM 4800-3 Para MA reto
PRH 30 3
CLEM Cromo Cobalto
4800-2 Para MA angulado
CLEM Cromo Cobalto
4800-3 Para MA reto
15 N.cm

MINI-ABUTMENT ANGULADO
DIÂM. ALT.
CÓD. (mm) (mm) ANG.
IMPLANTE CICATRIZADOR
MAMA 1715 4,8 1,5 17º
DIÂM. COMPR. DIÂM. ALT . MAMA 1725 4,8 2,5 17º
CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm)
MAMA 1735 4,8 3,5 17º
UCM 3585N 3,5 8,5 CIMU 3308 3,3 0,8
MAMA 3015 4,8 1,5 30º
UCM 3510N 3,5 10 CIMU 3315 3,3 1,5
MAMA 3025 4,8 2,5 30º
UCM 3511N 3,5 11,5 CIMU 3325 3,3 2,5
MAMA 3035 4,8 3,5 30º
UCM 3513N 3,5 13 CIMU 3335 3,3 3,5
UCM 3515N 3,5 15 CIMU 3345 3,3 4,5 10 N.cm

UCM 4385N 4,3 8,5 CIMU 3355 3,3 5,5 CILINDRO PROVISÓRIO PARAFUSO DE
UCM 4310N 4,3 10 CIMU 4508 4,5 0,8 DE TITÂNIO LABORATÓRIO
UCM 4311N 4,3 11,5 CIMU 4515 4,5 1,5 CÓD. CÓD.
UCM 4313N 4,3 13 CIMU 4525 4,5 2,5
CPMT 33 PTMMA 14
UCM 4315N 4,3 15 CIMU 4535 4,5 3,5
PROTETOR DE TRANSFERENTE DE PROTETOR DE
UCM 5085N 5 8,5 CIMU 4545 4,5 4,5 ANÁLOGO
ABUTMENT MOLDEIRA ABERTA POLIMENTO
UCM 5010N 5 10 CIMU 4555 4,5 5,5
CÓD. CÓD. CÓD.
UCM 5011N 5 11,5 CÓD.
20 N.cm PMM 33 TMM 33 AMMA 33
UCM 5013N 5 13 PPMM 33
UCM 5015N 5 15
MICRO-MINI-ABUTMENT
DIÂM. ALT.
CÓD. (mm) (mm)
MMAM 3308 3,5 0,8
10 N.cm
MMAM 3315 3,5 1,5
10 N.cm PARAFUSO DE
MMAM 3325 3,5 2,5
CILINDRO CALCINÁVEL RETENÇÃO
MMAM 3335 3,5 3,5
E CR-CO
MMAM 3345 3,5 4,5 CÓD.
CÓD.
PRH 3035
CPMC 33
CPMM 33 Cromo Cobalto

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
38 39

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE prime

OVENDENTURE BARRA-CLIP COM


INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO
Reabilitações Totais de Maxila e Mandíbula

20 N.cm

MINI-ABUTMENT - RETO
DIÂM. ALT.
CÓD.
(mm) (mm) Ø 4,2mm
MAMU 4808 4,8 0,8
Ø 1,95mm
MAMU 4815 4,8 1,5 TRANSFERENTE DE
MAMU 4825 4,8 2,5 MOLDEIRA ABERTA 13mm
MAMU 4835 4,8 3,5
CÓD. 45mm
MAMU 4845 4,8 4,5
MAMU 4855 4,8 5,5 TMAM 4800 Ø 2,5mm

10 N.cm

PROTETOR DE CILINDRO CALCINÁVEL FIO CLIP DE


IMPLANTE CICATRIZADOR ANÁLOGO
ABUTMENT E CR-CO OVERDENTURE POLIACETAL
DIÂM. COMPR. DIÂM. ALT.
CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. RETO CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm)
UCM 3585N 3,5 8,5 CIMU 3308 3,3 0,8 PMA4855 ANMA4800 Cromo-cobalto FO 01 CLIPP
CLEM 4800-2
UCM 3510N 3,5 10 CIMU 3315 3,3 1,5 Para MA Angulado
Poliacetal
UCM 3511N 3,5 11,5 CIMU 3325 3,3 2,5 Cromo-cobalto
CLEM 4800-3
Para MA Reto
UCM 3513N 3,5 13 CIMU 3335 3,3 3,5 15 N.cm Plástico
UCM 3515N 3,5 15 CIMU 3345 3,3 4,5 CPM 4800-2
Para MA Angulado
UCM 4385N 4,3 8,5 CIMU 3355 3,3 5,5 MINI-ABUTMENT - ANGULADO Plástico
TRANSFERENTE DE CPM 4800-3
UCM 4310N 4,3 10 CIMU 4508 4,5 0,8 Para MA Reto
DIÂM. ALT. MOLDEIRA FECHADA
CÓD. ÂNG.
UCM 4311N 4,3 11,5 CIMU 4515 4,5 1,5 (mm) (mm)
UCM 4313N 4,3 13 CIMU 4525 4,5 2,5 MAMA 1715 4,8 1,5 17º CÓD.
UCM 4315N 4,3 15 CIMU 4535 4,5 3,5 MAMA 1725 4,8 2,5 17º TMFM 4800
UCM 5085N 5 8,5 CIMU 4545 4,5 4,5 MAMA 1735 4,8 3,5 17º
UCM 5010N 5 10 CIMU 4555 4,5 5,5 MAMA 3015 4,8 1,5 30º
UCM 5011N 5 11,5 MAMA 3025 4,8 2,5 30º
UCM 5013N 5 13 MAMA 3035 4,8 3,5 30º
UCM 5015N 5 15

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
40 41

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE prime

OVENDENTURE O’RING
Reabilitações Totais de Maxila e Mandíbula

20 N.cm

TRANSFERENTE DE CÁPSULA DE
IMPLANTE CICATRIZADOR ANÁLOGO ABUTMENT O’RING O´RING ATTACHMENT POSICIONADOR O’RING
MOLDEIRA ABERTA ATTACHMENT O’RING
DIÂM. COMPR. DIÂM. ALTURA DIÂM. ALTURA
CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm) (mm) (mm)
UCM 3585N 3,5 8,5 CIMU 3308 3,3 0,8 TMAMU ANMU AOM 4815 4 1,5 AFROM OCAN POS01 0º Branca
UCM 3510N 3,5 10 CIMU 3315 3,3 1,5 AOM 4825 4 2,5 POS02 7º Amarela
UCM 3511N 3,5 11,5 CIMU 3325 3,3 2,5 AOM 4835 4 3,5 POS03 14º Azul
UCM 3513N 3,5 13 CIMU 3335 3,3 3,5 AOM 4845 4 4,5
UCM 3515N 3,5 15 CIMU 3345 3,3 4,5
UCM 4385N 4,3 8,5 CIMU 3355 3,3 5,5
UCM 4310N 4,3 10 CIMU 4508 4,5 0,8
UCM 4311N 4,3 11,5 CIMU 4515 4,5 1,5
UCM 4313N 4,3 13 CIMU 4525 4,5 2,5
UCM 4315N 4,3 15 CIMU 4535 4,5 3,5
UCM 5085N 5 8,5 CIMU 4545 4,5 4,5
UCM 5010N 5 10 CIMU 4555 4,5 5,5
UCM 5011N 5 11,5
UCM 5013N 5 13
UCM 5015N 5 15

CHAVE DE TORQUE CHAVE DIGITAL CHAVE MONTADORA CHAVE REMOVEDORA


ATTACHMENT O’RING ATTACHMENT O’RING O’RING O’RING
CÓD. CÓD. CÓD. CÓD.
CCAO 20 CDAO 20 MOR ROR
CCAO 24 CDAO 24

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
42 43

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE slim

SEQUÊNCIA COM INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO


Unitária cimentada

CILINDRO PROVISÓRIO
(ACRÍLICO)
DIÂM. ALT.
CÓD.
(mm) (mm)
CPSIT 3340 3,3 4
CPSIT 3360 3,3 6

15 N.cm

TRANSFERENTE
IMPLANTE CICATRIZADOR ABUTMENT UNIVERSAL ANÁLOGO
(POLIACETAL)
DIÂM. COMPR. DIÂM. ALTURA ALTURA DO ALTURA DE DIÂM. ALT. DIÂM. ALT.
CÓD. CÓD. DIÂM. CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm) CÓD. RETO TRANSMUCOSO CIMENTAÇÃO (mm) (mm) (mm) (mm)
(mm)
UCMS 2910N 2,9 10 CIMUS 3315 3,3 1,5 (mm) (mm) ASIT 3340 3,3 4
TSIT 3340 3,3 4
UCMS 2911N 2,9 11,5 CIMUS 3325 3,3 2,5 AISITS 334008 3,3 0,8 4 ASIT 3360 3,3 6
TSIT 3360 3,3 6
UCMS 2913N 2,9 13 CIMUS 3335 3,3 3,5 AISITS 334015 3,3 1,5 4

CIMUS 3345 3,3 4,5 AISITS 334025 3,3 2,5 4


AISITS 334035 3,3 3,5 4 CILINDRO CALCINÁVEL
(POLIACETAL)
AISITS 334045 3,3 4,5 4
DIÂM. ALT.
AISITS 334055 3,3 5,5 4 CÓD.
(mm) (mm)
AISITS 336008 3,3 0,8 6
CCSIT 3340 3,3 4
AISITS 336015 3,3 1,5 6
CCSIT 3360 3,3 6
AISITS 336025 3,3 2,5 6
AISITS 336035 3,3 3,5 6
AISITS 336045 3,3 4,5 6
AISITS 336055 3,3 5,5 6

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
44 45

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE slim

SEQUÊNCIA COM INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO


Múltipla Parcial ou Parafusada

10 N.cm

PARAFUSO DE
RETENÇÃO
CÓDIGO

PRH 3035 1,4

10 N.cm

CILINDRO PROVISÓRIO
DE TITÂNIO
CÓD.

CPMT 33

15 N.cm

PROTETOR DE TRANSFERENTE DE PARAFUSO DE


IMPLANTE CICATRIZADOR MICRO-MINI-ABUTMENT ANÁLOGO
ABUTMENT MOLDEIRA ABERTA LABORATÓRIO
DIÂM. ALTURA DIÂM. ALTURA ALTURA DO
CÓD. CÓD. DIÂM. CÓD. CÓD. CÓD. CÓDIGO
(mm) (mm) (mm) (mm) CÓD. RETO TRANSMUCOSO
(mm)
UCMS 2910N 2,9 10 CIMUS 3315 3,3 1,5 (mm) AMMA 33
PMM 33 TMM 33 PTMMA 14 1,4
UCMS 2911N 2,9 11,5 CIMUS 3325 3,3 2,5 MMAMS 3315 3,5 1,5

UCMS 2913N 2,9 13 CIMUS 3335 3,3 3,5 MMAMS 3325 3,5 2,5
10 N.cm
CIMUS 3345 3,3 4,5 MMAMS 3335 3,5 3,5
CILINDRO CALCINÁVEL
E CR-CO
CÓD.

CPMC 33 Plástico

CPMM 33 Cromo Cobalto PROTETOR DE


POLIMENTO
CÓD.

PPMM 33

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
46 47

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE compact

SEQUÊNCIA COM INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO


Unitária Cimentada

CILINDRO PROVISÓRIO
(ACRÍLICO)
DIÂM. ALT.
CÓD.
(mm) (mm)
CPSIT 4540 4,5 4
CPSIT 4560 4,5 6

20 N.cm

TRANSFERENTE
IMPLANTE CICATRIZADOR ABUTMENT UNIVERSAL ANÁLOGO
(POLIACETAL)
DIÂM. COMPR. DIÂM. ALTURA ALTURA DO ALTURA DE DIÂM. ALT. DIÂM. ALT.
CÓD. CÓD. DIÂM. CÓD. CÓD.
(mm) (mm) (mm) (mm) CÓD. RETO TRANSMUCOSO CIMENTAÇÃO (mm) (mm) (mm) (mm)
(mm)
UCMC 4005N 4,0 5,0 CIC 4002 4,0 2,0 (mm) (mm) ASIT 4540 4,5 4
TSIT 4540 4,5 4
UCMC 4006N 4,0 6,0 CIC 4004 4,0 4,0 AIMC 45401 4,5 1,0 4,0 ASIT 4560 4,5 6
TSIT 4560 4,5 6
UCMC 4007N 4,0 7,0 CIC 4006 4,0 6,0 AIMC 45402 4,5 2,0 4,0

UCMC 5005N 5,0 5,0 AIMC 45403 4,5 3,0 4,0

UCMC 5006N 5,0 6,0 AIMC 45404 4,5 4,0 4,0

UCMC 5007N 5,0 7,0 AIMC 45405 4,5 5,0 4,0 CILINDRO CALCINÁVEL
AIMC 45601 4,5 1,0 6,0 (POLIACETAL)
UCMC 6005N 6,0 5,0
AIMC 45602 4,5 2,0 6,0 DIÂM. ALT.
UCMC 6006N 6,0 6,0 CÓD.
(mm) (mm)
UCMC 6007N 6,0 7,0 AIMC 45603 4,5 3,0 6,0
CCSIT 4540 4,5 4
AIMC 45604 4,5 4,0 6,0
CCSIT 4560 4,5 6
AIMC 45605 4,5 5,0 6,0

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
48 49

SEQUÊNCIA PROTÉTICA UNITITE compact

SEQUÊNCIA COM INTERMEDIÁRIO PROTÉTICO


Múltipla Parcial ou Parafusada

10 N.cm

CILINDRO PROVISÓRIO DE
TITÂNIO
CÓD.

PTM 4800-3 Para MA reto


TRANSFERENTE DE
MOLDEIRA ABERTA PARAFUSO DE
CÓD.
LABORATÓRIO
CÓD.
TMAM 4800
PL 1405 curto
PTMA 13-1 longo
20 N.cm
PROTETOR DE ANÁLOGO PROTETOR DE
IMPLANTE CICATRIZADOR MINI-ABUTMENT ABUTMENT POLIMENTO
CÓD.
DIÂM. COMPR. DIÂM. ALTURA ALTURA DO CÓD. CÓD.
CÓD. CÓD. DIÂM. ANMA 4800
(mm) (mm) (mm) (mm) CÓD. TRANSMUCOSO
(mm)
UCMC 4005N 4,0 5,0 CIC 4002 4,0 2,0 (mm) PMA 4855 10 N.cm PPM 01
MAC 4801 4,8 1,0
UCMC 4006N 4,0 6,0 CIC 4004 4,0 4,0 CILINDRO CALCINÁVEL
UCMC 4007N 4,0 7,0 CIC 4006 4,0 6,0 MAC 4802 4,8 2,0 E CR-CO 10 N.cm
UCMC 5005N 5,0 5,0 MAC 4803 4,8 3,0
CÓD. PARAFUSO DE
UCMC 5006N 5,0 6,0 MAC 4804 4,8 4,0
RETENÇÃO
MAC 4805 4,8 5,0 CPM 4800-3 Para MA reto
UCMC 5007N 5,0 7,0 ALT.
CLEM Cromo Cobalto CÓD.
UCMC 6005N 6,0 5,0 (mm)
TRANSFERENTE DE 4800-3 Para MA reto
UCMC 6006N 6,0 6,0 PRH 30 3
MOLDEIRA FECHADA
UCMC 6007N 6,0 7,0
CÓD.

TMFM 4800

*Parafuso sextavado
*Componente antirrotacional
*Parafuso quadrado
*Parafuso de abutment
*Componente rotacional
Acess. impl. fixador bi-digital (CBD01)
51

Fixador de toque cirúrgico


33

Fix. parafuso Unitite Fix. parafuso Unitite


(TMECC02)
25

24

compact longa (CCUC24) compact curta (CCUC20)


34

Acess. Impl. fix. paraf. hex 1,2x24mm (CDH1224) Haste de profundidade Fix. contra ang. Unitite Fix. contra ang. Unitite
32

23

22

(SOP20) compact longa (CTUC24) compact curta (CTUC20)


35
CAIXAS ORGANIZADORAS

Fresa helicoidal Ø5,25x15mm


(FHCD5215)
9

38
38

Macho de rosca Unitite Fresa helicoidal Ø4,25x15mm


34

(FHCD4215)
33

compact Ø6,0mm (CMRUC60)


8

37

Macho de rosca Unitite Fresa helicoidal Ø3,2x15mm


37

32

compact Ø5,0mm (CMRUC50) (FHCD3215)


7

35
7

36
36

Macho de rosca Unitite Fresa Unitite Ø4,5x15mm


compact Ø4,0mm (CMRUC40) (FUM5015)
Caixa organizadora (COSU02)
6

20
21
13

27
30

Fresa rosca Ø5,0mm Fresa Unitite Ø3,8x15mm


13

(CMRU50) (FUM4315)
5

TEMP. MÁX. DE AUTOCLAVE: 135°C / 275°F


12

18
19
12

Fresa rosca Ø4,3mm Fresa Unitite Ø3,0x15mm


30

26

(CMRU43) (FUM3515)
4

11
11

Fresa rosca Ø3,5mm Fresa Unitite Ø2,7x15mm


25

24
29

28

17

16

(CMRU35) (FUM2915)
3

10
10

Fresa rosca Ø2,9mm Fresa helicoidal Ø2,0x15mm


(CMRU29) (FHCD2015)
1

22
29

31

15

14

23
1

2
KIT CIRÚRGICO UNITITE

Fresa lança Ø2,0mm


2

(FRLD2005)
Acess. Impl. cilindro de Imagem do medidor Fix. parafuso Unitite Fix. parafuso Unitite
direção longo (ID200) morse curta (CCUM20)
21

20

compact (MTMC02) morse longa(CCUM24)


30

27

Acess. Impl. cilindro de Imagem do medidor Fix. contra ang. Unitite Fix. contra ang. Unitite
direção longo (ID200) morse longa (CTUM24) morse curta (CTUM20)
30

19

18

prime (MTM02)
26

Acess. Impl. cilindro de Imagem do medidor Fix. parafuso Unitite Fix. parafuso Unitite
direção curto (ID100) slim curta (CCUS20)
17

slim (MTMS02) slim longa (CCUS24)


29

16
28

Acess. Impl. cilindro de Acess. Impl. fixador Fix. contra ang. Unitite Fix. contra ang. Unitite
direção curto (ID100) fresa 16 (EXFN)
15

slim longa (CTUS24) slim curta (CTUS24)


29

14
31

Sistema de implante que oferece

Importante: O implante não pode ser capturado


com a chave de catraca e sim com um conector
próprio, vide imagem 5 do passo a passo acima.
embalagem. Para capturá-lo
remova a tampa superior do

hexagonal de tapa implante.


o tapa-implante na mesma

tubete e encaixe na chave


Embalagem transparente:

identificação do implante.
simplicidade e rapidez na

� 06
� 02
os produtos em sua integridade, facilitando o manuseio e a identificação.
As embalagens da S.I.N. proporcionam praticidade mantendo
MAIS FACILIDADE E SEGURANÇA PARA
SEUS PROCEDIMENTOS CLÍNICOS

manuseada com luvas.

Mantém implante e tapa implante


fácil de ser aberta e

em compartimentos separados.
Embalagem mais

de contra-ângulo e movimente-o
� 01

capture o implante com a chave

até alcançar o encaixe perfeito.


Com um conector próprio,
� 03

assegura a esterilização
superior Snap-on com
Sistema de abertura

sistema de giro que

� 05
� 04
do implante.
50
53

Adaptador digital (CPQ 02) Chave abutment O’ring (CCAO 20)


11

10

Chave hex. 1,2 para angulado (CHTMA 24)


10
9

Chave mini abutment ou cônico (CDAC 20)


8

Chave quad. 1,2 x 24 mm (CQTM 24)


7

Caixa organizadora (COTMEC)


6

Chave quad. 1,2 x 20 mm (CQTM 20)


6

Chave hex. 1,2 x 24 mm (CDHC 24)


5

TEMP. MÁX. DE AUTOCLAVE:


Torquímetro protético (TMEC)

Chave hex. 1,2 x 20 mm (CDHC 20)


4

Chave hex. 0,9 x 24 mm (CCH 0924)


3

135°C / 275°F
1

11
KIT PROTÉTICO

Chave hex. 0,9 x 20 mm (CCH 0920)


2

(LSD2015) (LSD3015) (LSD3815) (LSD4515)


16

24

32
8

(LSD2013) (LSD3013) (LSD3813) (LSD4513)


15

23

31

16

24

32
7

15

23

31
7
(LSD2011) (LSD3011) (LSD3811) (LSD4511)
14

22

30
6

14

22

30
6

13

21

29
5
(LSD2010) (LSD3010) (LSD3810) (LSD4510)
13

21

29
5

12

20

28
4

TEMP. MÁX. DE AUTOCLAVE: 135°C / 275°F


(LSD2085) (LSD3007) (LSD3885) (LSD4585)

11

19

27
20

28

3
12
4

10

18

26
2
(LSD2007) (LSD3085) (LSD3807C) (LSD4507C)

11

27
19
3

17

25
1

9
(LSD4506C)
(LSD2006) (LSD3006) (LSD3806C)

26
10

18
2
KIT SAFE DRILL
(LSD4505C)
(LSD2005) (LSD3005) (LSD3805C)

25
17
9
1
52
54 55

INSTRUÇÕES GERAIS h. Pode haver ainda a necessidade


de escovar as partes serrilhadas e
das articulações.
CUIDADOS ESPECIAIS E ESCLARECIMENTOS SOBRE O USO 6º. PASSO
DO PRODUTO MÉDICO/ODONTOLÓGICO 4º. PASSO
Esterilização

Enxágue a. É o procedimento que visa a eliminação total


1º. PASSO peza, esta temperatura deverá estar entre dos micro-organismos (vírus, bactérias, mi-
40°C e 45°C. a. É a remoção de resíduos quími- cróbios e fungos), seja na forma vegetativa
b. Nunca utilize soluções salinas, principalmente cos, detergentes e espumas ain- ou esporulada.
Limpeza Prévia ou Desincrustação Hipoclorito de sódio e soro fisiológico, desin- da presentes nos instrumentos.
Recomendações
a. Remova a matéria orgânica do instrumental fetantes, água oxigenada ou álcool para lim- Recomendações
sem contato manual. peza ou enxágue dos instrumentos cirúrgicos. a. Seque todos os instrumentos antes do ciclo
a. Sempre utilize para este procedi- de esterilização a vapor.
b. Inicie a limpeza ou a desincrustação rapida- mento água destilada, deionizada
mente após a utilização cirúrgica. b. Use indicadores mecânicos e químicos (co-
ou desmineralizada. Caso a água loque o indicador químico interno entre os
c. Para os torquímetros TMEC, TMECC e
3º. PASSO estiver aquecida, para facilitar a instrumentos ou materiais a serem esterili-
TMECC 02 realize a completa desmonta- limpeza, esta temperatura deverá zados) para cada ciclo de esterilização.
gem, retire todo o material orgânico interno Lavagem estar entre 40°C e 45°C. c. Permita que os instrumentos sequem e es-
e passe para a próxima etapa apenas quando b. Nunca utilize soluções salinas, friem no esterilizador antes de serem manu-
a. É a remoção das sujeiras dos instrumentais
realizar esses procedimentos. principalmente Hipoclorito de seados, para evitar a contaminação e a oxi-
cirúrgicos por meio de escovação manual ou
sódio e soro fisiológico, desinfe- dação dos materiais.
Recomendações vibrações produzidas por ultrassom.
tantes, água oxigenada ou álcool d. O estojo autoclavável pode ser esterilizado a
a. Use a paramentação adequada (luvas, más- Recomendações para limpeza ou enxágue dos ins- 121°C a 1 ATM de pressão, durante 30 minu-
caras, óculos, gorros, etc.). a. Utilize sempre para este procedimento água trumentos cirúrgicos. tos, ou a 134°C a 2 ATM de pressão, durante
b. Utilize soluções enzimáticas na concentração destilada, deionizada ou desmineralizada. Se 20 minutos.
e pelo tempo de exposição determinados pelo a água estiver aquecida, para facilitar a lim- e. Sempre acomode o estojo na autoclave so-
5º. PASSO
fabricante destas soluções químicas. peza, esta temperatura deverá estar entre bre uma superfície plana e afastada das pa-
c. Realize um enxágue único, diretamente em 40°C e 45°C. redes do aparelho.
jato de água, sem o manuseio dos instru- b. Use sabão neutro a 1% ou detergente neutro, Secagem f. Nunca sobreponha objetos e nem mesmo
mentais cirúrgicos. ambos com pH 7,0. a. É a retirada da água residual e da outros estojos.
c. Sempre utilize escovas com cerdas macias umidade, após o procedimento g. A esterilização química não é recomendada,
naturais ou de Nylon para a limpeza de cre- de enxágue. uma vez que certos produtos podem provo-
2º. PASSO malheiras, serrilhas e encaixes. car descoloração e danos ao estojo.
d. Nunca use palhas ou esponjas de aço e pro- Recomendações
dutos abrasivos, para que os instrumentos a. Nunca deixe o instrumento secar
Descontaminação não sejam danificados. de forma natural.
a. É a limpeza de micro-organismos na forma e. Não acumule os instrumentos em grandes b. Use sempre tecido macio e ab-
vegetativa. quantidades uns sobre os outros para evitar sorvente (por exemplo, com-
b. Este tipo de limpeza oferece riscos ocupacionais. a deformação de peças menores e delicadas. pressas) ou ar comprimido isento
f. Procure manusear poucas peças por vez. de umidade.
Recomendações g. A limpeza por ultrassom, se utilizada, deve ter c. Nunca utilize estufas de calor
a solução para lavagem aquecida a pelo menos seco para secagem dos instru-
a. Use sempre para este procedimento água
45°C e os instrumentais devem ser colocados mentos dos conjuntos S.I.N.
destilada, deionizada ou desmineralizada. Se
na posição aberta durante 3 a 5 minutos de
a água estiver aquecida, para facilitar a lim-
imersão em uma frequência de 35 KHz.
56 57

REALIZANDO A LIMPEZA REFERÊNCIAS


DO TORQUÍMETRO BIBLIOGRÁFICAS
A limpeza deve ser realizada imediatamente após o uso do torquímetro.
� Arvidsson A, Currie F, Kjellin P, Sul YT, Stenport � Bezerra F, Ribeiro EP, Bittencourt S, Lenharo
Para a limpeza, o torquímetro deve ser desmontado, para isso não é necessário V. Nucleation and growth of calcium phosphates A. Influência da macrogeometria na estabilidade
o uso de ferramentas. in the presence of fibrinogen on titanium primária dos implantes em diferentes densidades
implants with four potentially bioactive surface ósseas. Implant News 2010;7(5):671-6.
preparations. An in vitro study. J Mater Sci: Mater
Med 2009; 20:1869–1879 � Bezerra F, Ribeiro EP, Bittencourt S, Lenharo A.
Puxe a haste do
Retire o eixo central Influência da macrogeometria na estabilidade dos
inversor de direção
do torquímetro. � Arvidsson A, Franke-Stenport V, Andersson M, implantes. Innov Implant J 2010; 5:29-34
Kjellin P, Sul YT, Wennerberg A. Formation of
� 04
para trás.
� Bonfante EA, Janal MN, Granato R, Marin C,
� 01
calcium phosphates on titanium implants with four
different bioactive surface preparations. An in vitro Suzuki M, Tovar N, Coelho PG. Buccal and lingual
study. J Mater Sci: Mater Med 2007; 18:1945-1954 bone level alterations after immediate implantation
of four implant surfaces: a study in dogs. Clin.
Retire a haste com � Barkarmo S, Wennerberg A, Hoffman M, Oral Impl. Res. 2013; 24:1375–1380
Retire a catraca graduação de torque. Kjellin P, Breding K, Handa P, Stenport V. 2013.
do encaixe com Nanohydroxyapatite-coated PEEK implants: A � Bonfante EA, Granato R, Marin C, Suzuki M,
� 05
a cabeça. Oliveira SR, Giro G, Coelho PG: Early bone
pilot study in rabbit bone. J Biomed Mater Res A
� 02 2013; 101A:465–471 healing and biomechanical fixation of dual acid-
etched and as-machined implants with healing
� Bezerra F, Pessoa RS, Zambuzzi WF. chambers: an experimental study in dogs. The
Carregamento funcional imediato ou precoce International Journal of Oral & Maxillofacial
Rotacione a porta
Inicie o procedimento de lavagem: de implantes com câmara de cicatrização e Implants 2011; 26: 75-82
de fixação no
sentido anti-horário. � Imergindo as peças em soluções aquosa de
nano-superfície: estudo clínico prospectivo
detergente com pH neutro ou enzimático e longitudinal. Innov Implant J, Biomater Esthet. � Campos FEB, Jimbo R, Bonfante EA, Barbosa

� 03 colocá-las no ultrassom por 30 minutos. 2015;9(2/3):13-7 EA, Oliveira MTF, Janal MN, Coelho PG. Are
� Em seguida limpar as peças usando uma escova insertion torque and early osseointegration
com cerdas macias, detergente e água corrente, � Bezerra F, Lenharo A, Pessoa RS, Duarte proportional? A histologic evaluation. Clinical
esfregando cuidadosamente. LRS, Granjeiro JM. Avaliação do impacto do Oral Implants Research 2014 Jul 4. doi: 10.1111/

� 06
edentulismo total mandibular e da reabilitação fixa clr.12448. [Epub ahead of print]
sobre implantes com carga imediata na qualidade
de vida de pacientes idosos. Rev Dental Press � Campos FEB, Jimbo R, Bonfante EA, Oliveira
Periodontia Implantol. 2011 jul-set;5(3):101-10 MTF, Moura C, Barbosa DZ, Coelho PG.
Drilling dimension effects in early stages of
� Bezerra F, Ribeiro EDP, Bittencourt S, Lenharo A. osseointegration and implant stability in a canine
Influência da experiência do operador na estabilidade model. Med Oral Patol Oral Cir Bucal. 2015 Apr
primária de implantes com diferentes macro- 10. [Epub ahead of print]
geometrias – estudo in vitro. Int J Dent 2010;
9(2):63-67
58 59

� Coelho PG, Marin C, Granato R, Bonfante EA, � Jimbo R, Coelho PG, Bryington M, Baldassarri � Meirelles L, Currie F, Jacobsson M, Albrektsson � Pessoa RS, Sousa RM, Pereira LM, Silva TD,
Lima CP, Oliveira S, Ehrenfest DMD, Suzuki M, Tovar N, Currie F, et al. Nano hydroxyapatite- T, Wennerberg A. The effect of chemical and Bezerra FJB, Spin-Neto R. Avaliação da estabilidade
M. Alveolar Buccal Bone Maintenance After coated implants improve bone nanomechanical nanotopographical modifications on the early dos tecidos duros e moles em implantes imediatos
Immediate Implantation with a Surgical Flap properties. J Dent Res. 2012;91(12):1172-7 stages of osseointegration. Int J Oral Maxillofac com carga imediata em área estética: estudo clínico.
Approach: A Study in Dogs. The International Implants 2008;23: 641-647 Dental Press Implantol. 2015 Apr-Jun;9(2):100-9
� Jimbo R, Sotres J, Johansson C, Breding K,
Journal of Periodontics & Restorative Dentistry
Currie F, Wennerberg A. The biological response � Meirelles L, Melin L, Peltola T, Kjellin P, � Lenharo A, Granjeiro JM, Leão L, Bezerra F, Oliva
2011;31:e80–e86 MA. Estudo prospectivo longitudinal multicêntrico
to three different nanostructures applied on Kangasniemi I, Currie F, Andersson M, Albrektsson
� Coelho PG, Granjeiro JM, Romanos GE, Suzuki smooth implant surfaces. Clin Oral Implants Res. T, Wennerberg A. Effect of Hydroxyapatite and avaliando o sucesso clínico de uma nova
M, Silva NR, Cardaropoli G, et al. Basic research 2012;23(6):706-12. Titania Nanostructures on Early In Vivo Bone macrogeometria de implantes osseointegráveis:
methods and current trends of dental implant Response. Clinical Implant Dentistry and Related acompanhamento de 06 a 12 meses. Revista
� Martins LM, Bonfante EA, Zavanelli RA, Freitas Research 2008; 10(4): 245-254 Fluminense de Odontologia 2010; 34: 43-48
surfaces. J Biomed Mater Res B Appl Biomater.
Jr AC, Silva NRFA, Marotta L, et al. Fatigue
2009;88(2):579-96. � Göransson A, Arvidsson A, Currie F, Franke-
reliability of three single-unit implant-abutment � Meirelles L, Melin L, Peltola T, Kjellin P,
� Coelho PG, Jimbo R. Osseointegration of metallic designs. Implant Dent. 2011; 21: 67-71 Kangasniemi I, Currie F, Andersson M, Albrektsson Stenport V, Kjellin P, Mustafa K, Sul YT,
T, Wennerberg A. Effect of Hydroxyapatite and Wennerberg A. An in vitro comparison of possibly
devices: current trends based on implant hardware
� Meirelles L, Albrektsson T, Kjellin P, Arvidsson Titania Nanostructures on Early In Vivo Bone bioactive titanium implant surfaces. Journal of
design. Archives of biochemistry and biophysics.
A, Franke-Stenport V, Andersson M, Currie Response. Clinical Implant Dentistry and Related Biomedical Materials Research A 2008; 1037-1047
2014;561:99-108
F, Wennerberg A. Bone reaction to nano Research 2008; 10(4): 245-254 � Shunmugasamy VC, Gupta N, Pessoa RS,
� Coelho PG, Jimbo R, Tovar N, Bonfante hydroxyapatite modified titanium implants placed
� Pessoa RS, Coelho PG, Muraru L, Marcantonio Jr Janal MN, Coelho PG. Influence of clinically
EA. Osseointegration: hierarchical designing in a gap-healing model. Journal of Biomedical
E, Vaz LG, Sloten JV, Jaecques SVN: Influence of relevant factors on the immediate biomechanical
encompassing the macrometer, micrometer, Materials Research A 2008; 625-631 surrounding for a series of dental implant designs.
and nanometer length scales. Dent Mater. implant design on the biomechanical environment
� Meirelles L, Albrektsson T, Kjellin P, Arvidsson of immediately placed implants: computed J Biomech Eng. 2011;133(3):031005.
2015;31(1):37-52
A, Franke-Stenport V, Andersson M, Currie tomography-based nonlinear three-dimensional � Svanborg LM, Meirelles L, Franke-Stenport V,
� Ehrenfest DMD, Coelho PG, Kang BS, Sul YT, F, Wennerberg A. Bone reaction to nano finite element analysis. Int J Oral Maxillofac Kjellin P, Currie F, Andersson M, Wennerberg A.
Albrektsson T. Classification of osseointegrated hydroxyapatite modified titanium implants placed Implants 2011;26:1279–1287 Evaluation of Bone Healing on Sandblasted and
implant surfaces: materials, chemistry and in a gap-healing model. Journal of Biomedical Acid Etched Implants Coated with nanocrystalline
topography. Trends in Biotechnology 2009; Materials Research A 2008; 625-631 � Pessoa RS, Souza RM, Pereira LM, Neves FD,
Hydroxyapatite: An In Vivo Study in Rabbit Femur.
198-206 Jaecques SVN, Sloten JV, Quirynen M, Teughels
International Journal of Dentistry 2014; 1-7
� Meirelles L, Arvidsson A, Andersson M, W, Spin-Neto R. Remodelação óssea de implantes
� Jimbo R, Coelho PG, Bryington M, Baldassarri Jellin P, Albrektsson T, Wennerberg A: Nano com conexão hexágono externo e elementos de � Westas E, Gillstedt M, Lönn-Stensrud J,
M, Tovar N, Currie F, et al. Nano hydroxyapatite- hydroxyapatite structures influence early bone retenção no módulo da crista sob carregamento Bruzell E, Andersson M: Biofilm formation on
coated implants improve bone nanomechanical formation. J Biomed Mater Res A. 2008 imediato – estudo clínico prospectivo longitudinal de nanostructured hydroxyapatite-coated titanium. J
properties. J Dent Res. 2012;91(12):1172-7. Nov;87(2):299-307 um ano. ImplantNews 2015;12(4):E2-E7 Biomed Mater Res A. 2014 Apr;102(4):1063-70
60 61

ONDE ESTAMOS

REP.
DOMINICANA

GUATEMALA

EL SALVADOR

COLÔMBIA

EQUADOR ITÁLIA

PERU EGITO

BOLÍVIA TURQUIA

PARAGUAI ESPANHA

CHILE PORTUGAL RÚSSIA

BRASIL

FILIAIS DISTRIBUIDORAS MATRIZ S.I.N.


Avenida Vereador Abel Ferreira, 1100
BAURU - SP GOIÂNIA - GO DENTALVIX SALVADOR
Jardim Anália Franco/São Paulo – SP
(14) 3204-0677 (62) 3622-9342 0800 703 7599
CEP 03340-000
BELO HORIZONTE - MG JUIZ DE FORA - MG DENTALVIX VITÓRIA
(31) 3244-0048 (32) 3234-9898 (27) 3225-7599 VENDAS INTERNACIONAIS
BRASÍLIA - DF DISTRIBUIDOR NORTE E MS internacional@sinimplante.com.br
PORTO ALEGRE - RS
(61) 3297-7579 REINA IMPLANTE BELÉM
(51) 3377-3000 DEPARTAMENTO TÉCNICO
0800 719 0995
CURITIBA - PR RECIFE - PE INTERNACIONAL
(41) 3076-3830 (81) 3097-1006 IMPLANTOLÓGICA consultorinternacional@sinimplante.com.br
FLORIANÓPOLIS
FORTALEZA - CE RIO DE JANEIRO - RJ 0800 600 6069
(85) 3037-8003 (21) 2051-0633 0800 770 8290
www.sinimplante.com.br
62 63
64

0800 770 8290


www.sinimplante.com.br

Visite nossas redes sociais:

0800 770 8290


www.sinimplante.com.br
Visite nossas redes sociais: