Você está na página 1de 20

Secretaria Adjunta de Gestão Educacional - SAGE

Atividades Escolares
4° ano EF - 3ª semana

Nome da escola
Nome do estudante
Ano/Ciclo

Unidade
Área de Linguagem
1
Língua Portuguesa – Aprendendo sobre cartas!

Na aula anterior aprendemos sobre os textos instrucionais e você aprendeu


experiências interessantes não foi mesmo? Pensando nas dificuldades que temos
enfrentado com o isolamento social, tive uma ideia muito legal, por isso, te convido
a voltar comigo no tempo. Com a ajuda de seus familiares, vamos recordar à época
em que não tínhamos toda a tecnologia que temos hoje?

Você sabia que há algumas décadas atrás não existiam


os telefones celulares? Hoje, eles nos permitem até
fazer chamadas de vídeo para nossos familiares e
amigos. Mas nem sempre foi assim!

Há algum um tempo atrás, as pessoas se comunicavam com quem estava longe através de
cartas. E como é gostoso receber uma carta de alguém que estamos nos correspondendo! Você já
recebeu ou enviou alguma carta? A troca de cartas entre remetente e destinatário é uma forma
antiga de comunicação. Remetente é quem está enviando a carta e destinatário é para quem se
está enviando a carta.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Você sabia?
Atualmente, a carta vem perdendo seu espaço para a troca de
e-mails e de mensagens por celular. Essa nova forma de
comunicação, permite a interação em tempo real.

Vou te contar um segredo!


Acho que isso você ainda não sabe!
A carta pode cumprir diferentes
funções em nossa vida cotidiana.
Hoje, vamos aprender sobre a carta
pessoal e a carta de reclamação

Veja os elementos importantes que fazem parte desse tipo de texto:

Local e data;
Identificação para quem se está escrevendo;
Corpo do texto (espaço onde você escreverá sua intenção com a carta);
Identificação de quem escreveu.

1. Agora vou te mostrar a estrutura de uma carta pessoal. Vem comigo!

Antes de te falar sobre a estrutura de uma carta pessoal, tive uma


excelente ideia!
Como está próximo de comemorarmos o Dia das Mães, que tal escrever
uma carta para sua mãe ou para alguém que cuida de você com carinho?
Ela vai ficar muito feliz!
Te proponho a escrever uma carta, expressando seus sentimentos e agradecimentos por
essa pessoa especial. Assim, você deixara essa pessoa feliz e ainda colocará em prática o que
aprenderá sobre o gênero textual carta pessoal. Gostou da dica? Então vamos lá! Observe a
carta pessoal que Izak Ferreira Santos escreveu para sua mamãe.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Quando conversamos com amigos ou
familiares costumamos usar uma linguagem
descontraída, confidencial. Essa intimidade
na forma de escrever e nas expressões,
mostra nosso grau de proximidade, isso é
muito comum nas cartas pessoais.

Observe que na carta de Izak tem os elementos importantes de uma carta:

Local e data: São Paulo, 12 de maio de 2013.


Identificação para quem se está escrevendo: Querida mamãe.
Corpo do texto: a mensagem que ele escreveu para a sua mamãe.
Identificação de quem escreveu: Izak Ferreira Santos.

2. Agora você vai conhecer sobre a carta de reclamação

Você já ouviu falar do Procon? Sabe para que serve esse órgão? Pois bem,
se ainda não sabe eu vou te contar. O Procon atua na proteção e defesa do
consumidor. Esse órgão tem como objetivos, orientar, educar, proteger e
defender o consumidor contra o abuso praticados por fornecedores de
produtos e serviços.

As reclamações podem ser feitas pessoalmente ou por carta. As cartas escritas com esta
intenção, são as cartas de reclamação.

Você já presenciou alguém de sua família escrevendo uma carta, fazendo uma ligação ou
mesmo indo pessoalmente reclamar de algo? Pergunte aos seus familiares se alguém já
registrou alguma reclamação no Procon.
Uma forma dos consumidores registrarem suas queixas, é através de suas cartas de
reclamações endereçadas ao Procon. Estas cartas podem ser entregues pessoalmente,
pelos correios ou pela internet.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Observe a carta de reclamação que Pedro Silva escreveu para a diretora da sua
escola.

Cuiabá, 01 de outubro de 2019


Prezada diretora,
Meu nome é Pedro Silva, tenho 09 anos, estudo na Escola XV Viu como é fácil fazer uma
de Abril e faço o 4º ano B. Eu gostaria de fazer uma reclamação carta de reclamação?
sobre o banheiro, que não tem descarga e só tem uma lâmpada
que está funcionando e também sobre a sala de aula que é muito
quente e barulhenta. Se a senhora organizar o banheiro e deixar
ele bonito e limpo, nós vamos ficar muito felizes e se a sala de
aula ficar fresquinha e com menos barulho, os alunos vão
aprender mais.
Sem mais
Assinado: Pedro Silva

Observe que na carta de Pedro Silva também tem os elementos importantes de uma
carta, que são as características desse tipo de texto:

Local e data: Cuiabá, 01 de outubro de 2019.


Identificação para quem se está escrevendo: Prezada diretora.
Corpo do texto: a mensagem que ele escreveu para a diretora.
Identificação de quem escreveu: Pedro Silva.

A carta de reclamação é muito utilizada pelas empresas, pois através dela, você pode se fazer
uma reclamação formal, ou seja, é uma forma de registrar o que aconteceu, ou qual foi o problema
que precisa ser resolvido. Geralmente, a carta de reclamação tem uma linguagem mais formal,
sem nenhuma proximidade com o leitor. É preciso escrever mostrando o porquê aquele problema
precisa ser resolvido.
Por exemplo: como Pedro argumentou com a diretora mostrando porque precisava ser feito os
reparos na sala de aula e no banheiro.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Desafios de Língua Portuguesa

Hoje aprendemos outro gênero textual, a carta. Lemos uma carta pessoal e uma
carta de reclamação. Agora mostre que você aprendeu tudinho, fazendo as
atividades.
Leia a carta pessoal abaixo e depois responda ao que se pede:

Barra do Garças, 20 de abril de 2020


Amiga Luana,
Como você está? Eu espero que bem.
Faz muito tempo que não nos vemos.
Te escrevo para dizer que estou com
saudades, e que em breve nos
veremos novamente, pois eu irei lhe
fazer uma visita. Mande lembranças à
sua mãe.
Abraços,
Juliana Silva

1. Respondas as informações abaixo sobre a carta que você acabou de ler.

Local e data: ____________________________________________________________


Identificação para quem se está escrevendo: __________________________________
Corpo do texto: __________________________________________________________
Identificação de quem escreveu: ____________________________________________

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
2. Agora preencha o esquema a seguir, retirando as informações da carta de reclamação
que você leu no material de hoje.

3. Escreva uma carta pessoal para uma pessoa querida da sua família. Não se esqueça
dos elementos importantes de uma carta.
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________

Assista ao vídeo abaixo e veja como escrever no envelope para enviar uma carta
https://www.youtube.com/watch?v=nE4LTXR3MDI

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
ARTE - Apreciação Musical: SAMBA

Olá! na semana passada iniciamos nosso estudo sobre gêneros musicais e partimos
da Música Popular Brasileira, a nossa MPB. Nesta semana, iremos aprender sobre
mais um gênero musical brasileiro: o samba.

Vamos ver como surgiu esse gênero musical?

O samba surgiu a partir da mistura de vários ritmos musicais originários da África. O


primeiro registro da palavra samba em terras brasileiras se deu em 1842. Foram os escravos,
trazidos pelos portugueses na época do Brasil Colônia que trouxeram esse ritmo.

Sobre a origem do nome samba, os pesquisadores ainda não


chegaram a um consenso, mas o que sabemos até agora é que tem uma
forte ligação com “semba”, que é um termo ligado às danças típicas
tribais do continente Africano.

O primeiro samba gravado no Brasil foi “Pelo Telefone”, composto pelos baianos Mauro
de Almeida e Donga no ano de 1917. Este samba marcou história dos ritmos carnavalescos, pois
nessa época, o que mais tocava eram as marchinhas de salão, mas logo esse ritmo ganhou as ruas
e caiu no gosto popular.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Vou te apresentar um samba de roda, talvez você até já tenha ouvido, ele se chama
Sambalelê. Observe a letra e veja se você já conhecia, ele é muito popular no Brasil.

“Sambalelê”
Sambalelê tá doente
Tá com a cabeça quebrada
Sambalelê precisava
É de uma boa lambada
Samba, samba, samba, ô lelê
Samba, samba, samba, ô lalá
Samba, samba, samba, ô lelê

Pisa na barra da saia, ô lalá

Peça para um familiar para te ajudar a acessar o vídeo: Samba pras


Crianças – Sambalelê, que está disponível no link abaixo:
https://www.youtube.com/watch?v=ZEg2105Dhys&list=RDZEg2105
Dhys&start_radio=1&t=138>

E cante junto...

Neste vídeo, o cantor Zé Renato interpreta a canção acompanhado de várias crianças que
deixam a música ainda mais alegre e contagiante.

Agora quero te apresentar uma cantora de


samba que fez muito sucesso, o nome dela é
Carmen Miranda. Observe a imagem dessa
cantora ao lado.

Fonte: G1.com

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Vamos conhecer um pouco da história dessa cantora popular?

Carmen Miranda nasceu em 09 de fevereiro de 1909 na cidade de Canaveses, Portugal. Ela


veio para o Brasil com menos de um ano de idade. Em sua adolescência, trabalhou em uma loja
de chapéus no bairro da Lapa no Rio de Janeiro, lugar de muitos agitos da noite carioca. Isso fez
com que ela se aproximasse da música e a influenciou muito em suas referências artísticas. Quando
o compositor Josué de Barros a conheceu, notou que ela tinha um grande talento, por isso, a levou
para se apresentar nos teatros e clubes da cidade.
Carmen Miranda passou a ficar famosa a partir de 1930, quando começou a cantar na Rádio
Sociedade. Com seu estilo único e talento para a música e atuação, ela acabou conquistando outros
países, chegando a morar nos Estados Unidos e a trabalhar em Hollywood.

Desafios - Arte

1. Peça ajuda a uma pessoa da sua família para te auxiliar a acessar o vídeo da música: Sambalelê,
interpretada pelo cantor Zé Renato, que está disponível no link abaixo. Faça a escuta atenta da
canção e depois cante junto. Tenho certeza que você vai se divertir!

https://www.youtube.com/watch?v=ZEg2105Dhys&list=RDZEg2105Dhys&start_radio=1&t=138

LETRA DA MÚSICA SAMBALELÊ

“Sambalelê”
Sambalelê tá doente
Tá com a cabeça quebrada
Sambalelê precisava
É de uma boa lambada
Samba, samba, samba, ô lelê
Samba, samba, samba, ô lalá
Samba, samba, samba, ô lelê

Pisa na barra da saia, ô lalá

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
2. Agora que você aprendeu, cante a música fazendo a marcação da pulsação com palmas (uma
palma em cada tempo forte).

Exemplo: Sambalelê tá doente / tá com a


cabeça quebrada

3. Pinte o desenho sobre o carnaval.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Educação Física – As Brincadeiras e jogos indígenas

Nesta semana, iremos conhecer ou reconhecer algumas brincadeiras e jogos da


cultura indígena brasileira. Muitas são comuns entre nós, e estão presentes até hoje entre
várias etnias.

Os indígenas são povos extremamente importante na história do Brasil. Foram


responsáveis por transmitiram hábitos, costumes e até mesmo brincadeiras que são
utilizadas até hoje. Vamos conhecer algumas?

As brincadeiras e os jogos indígenas, fazem uma ligação com as atividades diárias desses
povos, como a caça, a pesca, a coleta de frutos e outras partes das árvores, a produção artística,
entre outras atividades.

Em todo o Brasil existem diversas etnias indígenas. Em nosso estado do Mato Grosso não
é diferente, aqui temos os Xavantes, os Bororos, os Karajás, Paresis, Nambikwaras, e muitos
outros. Esses povos, viviam aqui antes da chegada dos portugueses e dos negros, e já faziam
diversas brincadeiras e jogos entre as crianças, adolescentes e adultos.

Etnia pode ser entendida como uma


partilha da mesma língua, tradições e
Mas, você sabe o que é uma etnia?
territórios, envolvendo um sentimento de
pertencimento a um determinado grupo.

Durante muitos e muitos anos as brincadeiras e jogos indígenas foram se incorporando à


cultura de todos os mato-grossenses e passando de pai para filho. Mas também foram se
transformando, tendo regras adaptadas nas diversas regiões do Brasil e em nosso estado também.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Agora vamos conhecer algumas brincadeiras e jogos indígenas?

Hoje vamos conhecer dois jogos de origem indígena, a Peteca e a Corrida de Tora. São
jogos muito conhecidos pelos mato-grossenses, e um deles, a peteca, faz parte das brincadeiras
populares do Brasil.

Peteca

Mesmo antes da chegada dos portugueses no Brasil, a Peteca já era praticada pelos povos
indígenas. Em nosso estado, é muito praticado pelo povo Paresi. A prática deste jogo é muito
simples e, era feita pelos indígenas com partes de plantas e penas de aves nativas. Existem várias
formas de se brincar de peteca, hoje vamos conhecer um exemplo delas.

Camo brincar de Peteca

Materiais necessários: 1 peteca

Primeiro, cave um buraco no chão, depois, fique a uma


distância aproximada de três metros. Agora, cada jogador deve Fonte: levyleiloeiro.com.br/
tentar acertar a peteca no buraco. Quem acertar, deve ganhar
um ponto. Quem tiver mais pontos, vencerá! Mas, o
interessante é você adaptar as regras para a sua casa,
considerando o espaço e os materiais disponíveis!

Fonte: Terrabrasileira.com.br

Corrida de Tora

A Corrida de tora é muito praticada pela etnia Xavante. A


preparação da tora (parte de uma árvore) é uma atividade bem divertida entre
esses povos, e esse é um esporte praticado também nos jogos indígenas.

Fonte: G1.com
http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
O jogo consiste em correr ou andar com as toras carregadas por um
grupo de índios. Começa com todos segurando uma tora e, no início da
demarcação de uma linha. Ao sinal para começar, os grupos saem correndo
ou andando e carregando as toras até uma linha de chegada (final). Vence
quem chegar primeiro ao final da linha. Mas e agora, como praticar esse jogo
Fonte: Pinterest.com
aí na sua casa?

Como brincar de Corrida de tora

Você pode adaptar as regras e os materiais. Como por exemplo, ao invés de


carregar uma tora, pegue algum objeto, considerando o limite para carregar o
peso do objeto. Marque as linhas de saída e de chegada. Ao sinal de início,
todos devem tentar chegar primeiro e, vencerá quem chegar primeiro.
Mas essa foi apenas uma dica. Tente fazer esse jogo e tirar fotos, e assim que
voltar às aulas, mostre ao seu professor ou professora!
Fonte: Youtube.com

Super
dica! Lembre-se sempre de praticar de
forma segura as atividades, com o
acompanhamento de um adulto!

Agora que você já conhece um pouco mais sobre alguns


jogos e brincadeiras de origem indígena, vamos ao nosso
desafio da semana!

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Desafios – Educação Física

1. Escolha uma brincadeira estudada hoje, brinque com sua família e depois nos conte como foi a
sua experiência. Escreva um pequeno texto relatando como foi esse momento.
_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

2. Crie novas regras para um dos jogos estudados, depois descreva como você organizaria uma
disputa com os seus amigos. Lembre-se, é importante descrever como se brinca e todas as novas
regras do jogo.
_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________

3. Faça um desenho que represente essas brincadeiras e jogos indígenas.

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Unidade
Área de Matemática
2
Matemática - Representação e ordenação de números

Olá, tudo bem com você? Que tal aproveitar esses dias que está em casa para
aprender ainda mais? Vamos relembrar algumas ideias relacionadas à representação
e ordenação de números até a quarta ordem?
Assim, quando você voltar à escola, poderá compartilhar com os seus amigos sobre o
sistema de numeração decimal até a ordem da unidade de milhar. O que acha também de
aprender a ordem das dezenas de milhar? Vem comigo, eu vou te explicar melhor!

1. Representação e ordenação de números até a quarta ordem

Hoje vamos relembrar as


estratégias para ler, escrever,
representar, ordenar e
comparar os números naturais
até a ordem dos milhares! De
1000 a 9 999

Atenção! Dependendo da ordem que um algarismo ocupa, ele representa valores diferentes.
Por exemplo, observe o valor do algarismo 3:
6 723 = 3 A grandeza de um
número está
6 732 = 30 relacionada ao
valor atribuído a
6 372 = 300
cada ordem.
3 726 = 3 000

Veja o algarismo 3 104 (três mil, cento e quatro)

Ele possui quatro ordens!

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Vamos recordar alguns exemplos de representações deste algarismo, que você já conhece?

Material dourado Ábaco Fichas sobrepostas Quadro valor lugar

MATERIAL DOURADO
Você se lembra? Ao utilizar o Material Dourado para construir números naturais,
consideramos os cubinhos como sendo as unidades, as barrinhas como sendo as dezenas, as
placas como sendo as centenas e o cubo como sendo o milhar.
Veja como o número 1 213 (um mil, duzentos e treze) é representado no Material dourado.
Ele possui QUATRO ordens!

ÁBACO
Você se lembra? No ábaco composto por hastes verticais, onde são encaixadas pequenas
bolinhas, o valor de cada bolinha muda de acordo com a posição da haste na qual é colocada.
A haste da 1ª posição à direita representa a casa das unidades;
A haste da 2ª posição à direita representa a casa das dezenas;
A haste da 3ª posição à direita representa a casa das centenas e;
A haste da 4ª posição à direita, representa a casa das unidades de milhar, e assim por diante.
http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Veja como o número 3 104 (três mil, cento e quatro) é representado no ábaco. Ele possui
QUATRO ordens!

Representação e ordenação de números até a quinta ordem – dezena de milhar.

Veja o algarismo 35 466 (trinta e cinco mil, quatrocentos e sessenta e seis). Ele possui
CINCO ordens!

ORDENS
5ª 4ª 3ª 2ª 1ª
Dezena de Unidade de Centena Dezena Unidade
milhar milhar

3 5 4 6 6

Vamos aprender outros exemplos de representações deste algarismo?

ÁBACO QUADRO VALOR LUGAR

QUADRO VALOR LUGAR


1ª Classe 2ª Classe
Milhares Unidades Simples
ORDENS
6ª 5ª 4ª 3ª 2ª 1ª
CM DM UM C D U
3 5 4 6 6

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Agora observe os números ao lado: 17 369 73 921 34 796

Pense um pouco! Qual desses números é o maior? E qual é o menor?

O que lhe sugere


a palavra
“crescente”? E o termo
“decrescente”, o
que lhe sugere?
c
Isso mesmo, crescente é algo que cresce, que aumenta.

Isso mesmo, decrescente é algo que diminui.

. c

Atenção! Uma sugestão: Para comparar os números e identificar qual número é maior ou qual
número é menor, é fazer a decomposição.
Exemplo:
Atenção! Para aprender mais sobre esta
17 369 = 10 000 + 7 000 + 300 + 60 + 9 ideia, pesquise no dicionário os termos:
34 796 = 30 000 + 4 000 + 700 + 90 + 6 “Compor” e “decompor”
73 921 = 70 000 + 3 000 + 900 + 20 + 1

Fazendo a comparação entre a decomposição destes três números, é possível perceber que
o número 17 369 é o menor que 34 796, pois 10 000 é menor que 30 000. E que 34 796 é menor
que 73 921 pois 30 000 é menor que 70 000. Por isso:

O número menor é: 17 369


O número maior é: 73 921

Agora vamos organizar estes números em ordem decrescente?

73 921
34 796
17 369

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
Desafios - Matemática

1. Escreva com algarismos, o número correspondente para as representações abaixo e depois


ordene em ordem decrescente.

a) b) c)

d) e) f)

QUADRO VALOR LUGAR


1ª Classe 2ª Classe
Milhares Unidades Simples
ORDENS
6ª 5ª 4ª 3ª 2ª 1ª
CM DM UM C D U
2 4 6 0 2

Agora ordene-os em ordem decrescente:

2) Observe os dois números que devem complementar a informação abaixo:

41 979 80 949

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/
a) No ano de 2017, o estado do Ceará sofreu uma epidemia de chikungunya. Enquanto no Brasil
ocorreram ______________ casos confirmados da doença, somente no Ceará tiveram
__________________.

b) Escreva de que forma lemos esses números.


41 979 _______________________________________________________________________________
80 949 _______________________________________________________________________________

3) Lucas, Raul e Ana estão representando o mesmo número.

Fonte: colecaomeulivro.com.br/

Marque o ábaco que representa corretamente este número.

a) b) c) d)

4) Os números abaixo estão representados na forma decomposta. Componha esses números.

a) 1 000 + 200 + 30 + 2 = ________________________________________________________________

b) 2 000 + 300 + 50 + 3 = _______________________________________________________________

c) 3 000 + 100 + 60 + 5 = _______________________________________________________________

d) 6 centenas, 4 dezenas e 8 unidades = _____________________________________________________

e) 1 centena, 6 dezenas e 5 unidades = ______________________________________________________

http://www.aprendizagemconectada.mt.gov.br/