Você está na página 1de 156

Donizeti Manoel Rodrigues Corrêa

r.
(

(~
(
( I

l
(
(
(
( J

(
(
(' Diesel Módulo 14 - Motor Toyota 1KD-FTV Hilux 3.0L - Controle Dimensional
( (Série Manuais de Reparação - Videocarro Diesel)
( .
(
(
(

(
c
( ··
'

Sete Produções (Educar Brasil Comércio e Exportação LTDA)


1a Edição
Belo Horizonte, 201 O

< ISBN 978 85 62748 50 9


(1
FICHA TÉCNICA

VIDEOCARRO - Diesel - Módulo 14- Motor Toyota 1 KD-FTV (

- Hilux 3.0L- Controle Dimensional

Presidente da SETE
Márcio Patrus

Diretora Comercial
Marluce Andrade

Supervisão Técnica e Argumento


Donizeti Manoel Rodrigues Corrêa

Revisão Técnica
Giovanni Heredia Teodoro

Revisão
Karine Porto

Capa
Zero31 Comunicação (

Diagramação
André Guimarães

C824d Corrêa, Donizeti Manoel Rodrigues


mod. l4 Diesel módulo 14 : motor Toyota IKD-FTV Hilux 3.01 - controle
2010 dimensional. / Donizeti Manoel Rodrigues Corrêa.-- Belo Horizonte : Sete, 2010.
(Série Manuais de Reparação- Vídeocarro Diesel)
160p. : il.
(
ISBN 978-85-62748-50-9

1. Motores- Manual técnico. 2. Motores - Motor diesel. 3. Veículos a motor-


l
Manutenção e reparos. 4. Veículos a motor - Montagem. 5. Veículos a motor-
Controle dimensional. 6. Motor hilux D-4D. 7. Motor diesel eletrônico IKDFTV t
- Toyota. I. Corrêa, Donizeti Manoel Rodrigues. 11. Educar Brasil Comércio e
Exponação Ltda. Sete Produções. III. Série Manuais de Reparação - Vídeocarro
Diesel. IV. Título.

CDU: (083.13)62 1.436

Responsável pela Ficha catalográfica: CRB-MG 2742

(
ÍNDICE

EDITORIAL ............................................................................................................................... 09
APRESENTAÇÃO ...................................................................................................................... 11
FICHA TÉCNICA DO MOTOR 3.0L DE 16V - TOYOTA HILUX ...................................................... 16
TECNOLOGIA E CONTROLE DIMENSIONAL ............................................................................... 18
Metrologia - Conceito .................................................................................................. 19
Instrumentos de Precisão ............................................................................................. 19
BLOCO DO MOTOR- INSPEÇÃO E CONTROLE .......................................................................... 21
Inspeção Estrutural do Bloco ....................................................................................... 23
Planicidade e Rugosidade- Superfície .......................................................................... 23
Parafusos das Capas de Mancais do Bloco- Comprimento .......................................... 25
Mancais Fixos do Bloco - Alojamentos das Bronzinas - Controle ................................. 25
BRONZINAS DOS MANCAIS- FOLGA RADIAL E PRÉ-TENSÃO ................................................... 27
Folga Radial das Bronzinas dos Mancais ...................................................................... 28
Pré-Tensão- Bronzinas dos Mancais ............................................................................. 30
CILINDROS DOS PISTÕES NO BLOCO DO MOTOR ..................................................................... 32
Conicidade e Ovalização da Camisa - Controle Dimensional ........................................ 33
EIXOS DE BALANCEAMENTO - CONTROLE DOS ALOJAMENTOS NO BLOCO ............................ 34
Eixos de Balanceamentos - Inspeção e Controle .......................................................... 35
{ Alojamentos dos Eixos de Balanceamentos - Inspeção e Controle de Folgas- Instalar .....
( ..................................................................................................................................... 36
BORRIFADORES DE ÓLEO- JET COOLER .................................................................................. 39
Inspeção e Instalação ................................................................................................... 40
ÁRVORE DE MANIVELAS - INSPEÇÃO E CONTROLE ................................................................. 42
Inspeção .. ... ... .. .. ... .. . .. . .. . .. .. .. . ... .. .... . .. .. .. .. . ... . ... .. . ... ... . .. .. .. ... .. . . .. .. . .. .. ... .. .. ... .. .. ... .. .... .. .. .. 43
( Raios de Concordância ................................................................................................. 44
Excentricidade e Conicidade dos Colos da Árvore ........................................................ 44
Excentricidade da Árvore de Manivelas- Montagem no Bloco ..................................... 45
Folga Axial da Árvore de Manivelas no Bloco - Montagem do Eixo ............................. 46
Tampa Traseira do Bloco - Suporte do Retentor de Óleo .............................................. 48
CARCAÇA DE SINCRONISMO- BOMBA DE ÓLEO E TREM DE ENGRENAGENS .......................... 51
Controle da Carcaça e Bomba de Óleo do Motor- Inspeção ........................................ 52
Controle Dimensional da Bomba de Óleo .................................................................... 52
Válvula Reguladora de Pressão .................................................................................... 53
Montagem da Carcaça Dianteira no Bloco do Motor - Controle .................................. 54
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E MONTAGEM .............................................. 57
Engrenagem de Sincronismo da Árvore da Manivela- Instalar .................................... 58
Bomba de Alta Pressão e Engrenagem - Instalar ......................................................... 59
Engrenagem Intermediária de 3 Elementos - Inspeção e Controle .............................. 61
Carcaça Externa das Engrenagens de Sincronismo - Cobertura - Instalar .................... 68
CONJUNTO DA BOMBA DE ÁGUA ............................................................................................ 71
Controle e Instalação da Bomba de Água .................................................................... 72
BIELA ....................................................................................................................................... 73
Inspeção Visual ............................................................................................................ 74
Controle Dimensional da Biela- Medidas, Folgas e Pré-Tensão das Bronzinas ............. 75
PISTÕES ................................................................................................................................... 80
Limpeza e Inspeção do Pistão .................................................................................................. 81
Controle Dimensional .............................................................................................................. 82
Anéis de Segmento- Pistões Usados ...................................................................................... 83
Pistões - Montagem nas Bielas, Anéis e Instalação no Bloco .................................................... 85
Folga Axial da Biela na Árvore da Manivela - Conferir ............................................................. 89
Filtro de Tela (Pescador) - Cárter do Motor - Instalar .............................................................. 89
Projeção do Pistão na Face do Bloco- Definir a Junta do Cabeçote ........................................ 91
ORIFÍCIO DE ÓLEO DO BLOCO DO MOTOR- LIMITADOR DE FLUXO DE ÓLEO PARA O CABEÇOTE ..
................................................................................................................................................. 93
Instalar Orifício de Lubrificação- Parte Superior do Motor .......................................... 94
JUNTA DO CABEÇOTE - IDENTIFICAÇÃO DE ESPESSURA .......................................................... 95
Instalar a Junta do Cabeçote ........................................................................................ 97
CABEÇOTE - CONTROLE DIMENSIONAL .................................................................................. 98
Inspeção - Visual e Empeno ........................................................................................ 100
Projeção da Ponta do Bico Injetor ................................................................................ 100
Alojamento dos Tuchos de Válvulas e Engrenagens dos Eixos .................................... 101
Alojamento dos Comandos de Válvulas- Controle e Instalação do Cabeçote no Bloco .....
......................................................... ........................................................................... 103
Parafusos do Cabeçote- Controle - Instalação e Sequência de Apertos ....................... 104
Instalação e Aperto dos Parafusos ............................................................................... 105
COMANDOS DE VÁLVULAS- CONTROLE E INSTALAÇÃO ......................................................... 108
Inspeção e Controle Dimensional ................................................................................. 109
Controle dos Colos dos Comandos- Controle .............................................................. 109
Controle de Excentricidade dos Comandos de Válvulas ............................................... 11 O
Instalação dos Comandos de Válvulas no Cabeçote ..................................................... 11 O
Conferir Folga Longitudinal dos Eixos de Comandos (Axial) ......................................... 112
Conferir a Folga das Válvulas ....................................................................................... 113
Regulagem das Válvulas com o Motor no Veículo ........................................... ............ 113
POLIA DE SINCRONISMO DO COMANDO -INSTALAR .............................................................. 115
UNIDADES INJETORAS- TUBULAÇÕES DE RETORNO- INSTALAR ............................................. 117
TAMPA DO CABEÇOTE- TUBO RAIL E TUBOS DE ALTA PRESSÃO- INSTALAÇÃO ...................... 119
POLIA DE SINCRONISMO INFERIOR- CORREIA DENTADA - INSTALAR ...................................... 122
BOMBA DE VÁCUO -INSTALAR ............................................................................................... 125
VÁLVULA TERMOSTÁTICA-INSPEÇÃO ..................................................................................... 127
TROCADOR DE CALOR- FILTRO DE ÓLEO- INSPEÇÃO .............................................................. 129
Válvula de Passagem de Óleo- By-Pass - Linha de Lubrificação .................................. 131
COLETOR DE ADMISSÃO - INSTALAR ....................................................................................... 132
Tubulações de Alta Pressão e de Retorno- Instalação .................................................. 135
COLETOR DE ESCAPAMENTO - TURBINA -INSTALAR ............................................................... 136
Turbina -Instalação ....................................................................................................... 137
TABELA DE VALORES E MEDIDAS DO MOTOR ............. ............................................................. 139
TABELA DE TORQUE DOS PARAFUSOS DO MOTOR .................................................................. 144
ESQUEMA ELÉTRICO DA INJEÇÃO- HILUX DIESEL 3.0L 16V- 2005 A 201 O ............................. 147
QUESTIONÁRIO ................................................................................................... ................... 151
Instruções para Preenchimento e Envio do Gabarito e da Pesquisa ............................... 152
Questionário . .. .... .. . ... ... .. . ... ..... ..... .. ... .... .. . ... . .. .. ... .. .. ... .. ... .. .... ..... .. ... ... ... . .. .. .. .... .... . ... ... ... .. .. 153
Gabarito .............................................................................................................................. 157
Pesquisa SETE ...................................................................................................................... 159

(
(
r
(

l
(

(
(

(
(

(
{
(
(

l
(

l EDITORIAL
...
APRESENTAÇAO

Motor 1KD-FTV- Toyota Hilux

O motor diesel1 KD-FTV de 3 litros e 16 válvulas


equipa os veículos Hilux fabricados pela monta-
dora japonesa Toyota.

Motor 1 KD-FTV - Toyota Hilux

Atende às exigências das normas ambientais de


controle das emissões Proconve PS. O sistema
de injeção é do tipo Common Rail com geren-
ciamento eletrônico realizado por uma unidade
central (UCE) que controla o débito de combus-
tível através de unidades injetoras ativadas por
solenoides.

12
«""
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
O motor 1 KD FTV da Hilux é um projeto moderno. Possui cabeçote em alumínio com duplo co-
mando e 4 válvulas por cilindro.

Cabeçote de alumínio com 4 válvulas por cilindro

( O coletor de admissão é variável e possui alimentação individual para cada válvula. de admissão.
O movimento de variação é feito através de borboletas móveis solidárias a um eixo comum.
(
(

Coletor de admissão variável

Os movimentos do eixo são obtidos por uma válvula de ação pneumática controlada eletroni-
camente pela UCE. Esse projeto, além da economia de combustível e do controle de emissões,
propicia ótimo torque em baixos giros e potência em médias e altas rotações.

13
APRESENTAÇÃO

Outra característica marcante no motor 1 KD-FTV


é possuir eixos balanceadores para amenizar as
vibrações internas.

Bloco do motor possui alojamento para dois eixos

O movimento dos eixos de balanceamento, da


bomba de óleo, da bomba de alta pressão, as-
sim como o sincronismo do motor, é feito atra-
vés de engrenagens.

Detalhe do sincronismo do mot or

A tração dos eixos de comando de válvulas é fei-


ta por correia dentada.

Tração da correia dentada no motor 1KD

14
«
~
. Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
O turbo possui sistema de geometria variável acionado por motor elétrico DC através de sinais
digitais fornecidos pela central eletrônica do motor (UCE).

Turbina com geometria variável por motor DC

A refrigeração da turbina é obtida através do líquido de arrefecimento do motor.

{
l

(_.
(, Turbina do motor 1KD tem refrigeração líquida

15
,
FICHA TECNICA DO MOTOR 3.0L
DE 16V- TOYOTA HILUX
FICHA TÉCNICA DO MOTOR 3.0L DE 16V- TOYOTA HILUX

CARACTERÍSTICA DO MOTOR TOYOTA 1 KD-FTV- TOYOTA


Controle do movimento geométrico das pa-
Sobrealimentação
lhetas internas através de motor elétrico DC
Turbo intercooler com geometria variável
controlado pela UCE
Número e disposição dos cilindros 4 cilindros dispostos verticais e em linha

Cilindrada exata 2.982 CC

Distribuição motora através de engrenagens e


Distribuição e sincronismo
correia dentada
2 comandos que atuam sobre tuchos mecâni-
Cabeçote em alumínio- DOHC
cose 4 válvulas por cilindro
Curso do pistão 103,00 mm

Diâmetro dos cilindros 96,00 mm

Ciclo Diesel 4 tempos

Relação de compressão 17.9:1


Injeção direta -Controle eletrônico- Common
Sistema de injeção
Rail Direct lnjection
Sentido de rotação (visto de frente) Horário

Ordem de injeção - Motor 4 cilindros 1-3-4 - 2

Potência 163 cv a 3400 rpm (120 I<W)


34 Kgfm a 1600 rpm (segue plano até 3200
Torque
rpm)
(

o
o
o
('I
(

17
(

TECNOLOGIA E
CONTROLE DIMENSIONAL
TECNOLOGIA E CONTROLE DIMENSIONAL

Metrologia - Conceito
(
Metrologia, segundo o INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia), é a ciência da medição
que abrange todos os aspectos teóricos e práticos relativos às medições, qualquer que seja a
incerteza, em quaisquer campos da ciência ou tecnologia. A estrutura atual da metrologia no
Brasil é regida pela Lei n. 0 5.966, de 11 de dezembro de 1973, que instituiu o Sistema Nacional
de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (SINMETRO), com a finalidade de formular e
executar a política nacional de metrologia, normalização e qualidade.

Instrumentos de Precisão

A montagem dos motores eletrônicos obedece a princípios metrológicos obtidos através de


instrumentos de precisão. As especificações e tolerâncias fornecidas pelo fabricante devem ser
seguidas à risca e estão nas tabelas do manual que acompanha este curso. Todos os valores
podem ser obtidos através dos equipamentos mostrados a seguir.

I '
' ./

Torquímetros de estalo, relógio e goniômetro Micrômetros para diâmetro externo

19
TECNOLOGIA E CONTROLE DIMENSIONAL

Paquímetro de profundidade em mm e polegadas Base magnética e relógio comparador

l. J
(.
,
Espessímetro e calibrador de raios

20
(

(
(

-
BLOCO DO MOTOR - INSPEÇAO
E CONTROLE
BlOCO DO MOTOR - INSPEÇAO E CONTROLE
-

O bloco do motor é construído em ferro fundido


e camisas de cilindros não removíveis (camisas
secas). Possui 2 alojamentos para eixos de ba-
lanceamento.

Bloco com 02 alojamentos dos eixos de balanceamento

A altura do bloco deve ser de 259,50 mm.

(
l
c
Possui alojamento para 4 jet coolers (borrifa- L
dores) alinhados na base para injetar óleo de (
forma constante nas galerias inferiores dos
pistões.

22
«
~
. Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ====================================================================
Inspeção Estrutural do Bloco

Após a limpeza completa do bloco, faça a inspeção visual e verifique se não há trincas ou
deformidades nas laterais e superfícies do bloco.
(
Inspecione os selos de água ou substitua-os, caso as galerias de água do bloco apresentem
indícios de operação sem aditivo.
\

Planicidade e Rugosidade - Superfície


(
Inicie o controle dimensional do bloco do motor da seguinte forma:

Planicidade superior e alinhamento dos mancais do eixo

1. Utilize uma régua de controle, um cálibre de


lâminas e verifique a planicidade da superfí-
cie de apoio do cabeçote;

2. O valor de empeno não pode ser superior a


0,04 mm;

Régua de controle conferindo planicidade do bloco

23
BLOCO DO MOTOR- INSPEÇÃO E CONTROLE

3. Observe se na superfície superior do bloco há presença de rugosidade. Trata-se de uma


condição fundamental para manter a estabilidade da junta entre o bloco e o cabeçote,
portanto, nunca lixe a superfície do bloco;

4. Agora, gire o bloco em 180° e com a régua de controle e o cálibre de lâminas, verifique o
alinhamento dos mancais;

Com a régua, conferi ndo alinhamento dos mancais

5. O correto é não haver folga entre os pontos de contato do alojamento do mancai com a régua
de controle.

24
«"
:# Motor Toyota 1 KD-FTV - Hilux 3.0L - Controle Dimensional
SETE ====================================================================
Parafusos das Capas de Mancais do Bloco - Comprimento

Antes de iniciar a montagem das capas dos mancais, confira o comprimento dos parafusos que
prendem os mancais ao bloco. O comprimento não deve ser superior a 105,50 mm.

Conferindo o comprimento dos parafusos das capas de


mancais

Mancais Fixos do Bloco -Alojamentos das Bronzinas - Controle

Diâmetro do alojamento das bronzinas no bloco (munhões).

1. Instale as capas de mancais, sem as bronzinas, e aperte os parafusos com torques de 50 Nm


( + 90° de aperto angular, conforme recomendação do fabricante;

Aperta ndo os parafusos dos mancais com torque de


trabalho

25
BLOCO DO MOTOR - INSPEÇÃO E CONTROLE

2. Em seguida, com o súbito calibrado na medida de 75,00 mm, insira-o no alojamento do


mancai;

Súbito inserido no alojamento do mancai e conferindo


medida

3. Na sequência, meça o diâmetro do alojamento de todos os mancais;

4. A tolerância não deve ser superior ou inferior a 0,01 mm.

Bloco do Motor

Altura total medida entre as superfícies usinadas 259,50 mm

Diâmetro do cilindro depois de brunido 96,00 mm

Diâmetro de alojamento dos munhões 75,00 mm a 75,01 mm

Pré-tensão das bronzinas dos mancais 0,030 mm a 0,080 mm

26
(

(
(

BRONZINAS DOS MANCAIS -


, -
FOLGA RADIAL E PRE-TENSAO
BRONZINAS DOS MANCAIS - FOLGA RADIAL E PRÉ-TENSÃO

Folga Radial das Bronzinas dos Mancais

Para medir a folga radial das bronzinas nos mancais, proceda da seguinte forma:

1. Solte e retire os parafusos das capas dos mancais e remova também as capas de seus
alojamentos;

2. Com um pano limpo, limpe os alojamentos das bronzinas no bloco e nas capas;

3. Agora, instale as bronzinas nos mancais do


bloco e nas capas dos mancais;

4. Em seguida, instale todas as capas de mancais


e os parafusos;

Inst ale as bronzinas nos mancais

5. Aperte os parafusos com torque de 50 Nm + 90° de aperto angular;

(
(;
o
l_..,

Aperto a ngular d os parafusos dos ma ncais

28
«.
..» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
6. Em seguida, com o auxílio de um micrômetro, meça o diâmetro do colo do munhão do eixo
virabrequim e transfira essa medida para o súbito;

Medindo com o micrômetro o eixo virabrequim

7. Insira o súbito no espaço do mancai e meça a folga radial encontrada;

Súbito inserido no mancai pa ra medir a folga radial

8. A folga radial encontrada deve ser de 0,04 mm a 0,05 mm.

9. Repita o procedimento medindo os outros colos dos munhões do eixo e. seus respectivos
manca1s.

29
BRONZINAS DOS MANCAIS -FOLGA RADIAL E PRÉ-TENSÃO

Pré-Tensão - Bronzinas dos Mancais

A pré-tensão das bronzinas garante seu travamento no alojamento para que as mesmas não
girem no mancai. Para medir a pré-tensão das bronzinas, proceda da seguinte forma:

1. As bronzinas devem estar montadas nos alo-


jamentos dos mancais do bloco. Os parafusos das
capas, devem ser apertados com os torques reco-
mendados;

2. Com o súbito instalado no espaço interno das


bronzinas, zere o relógio;

3. Em seguida, solte o aperto de um parafuso da capa


do mancai e mantenha o outro apertado;

Soltando 01 dos parafusos de cada mancai

30
«"
:# Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
4. A medida encontrada deve ser de 0,030 mm a 0,080 mm;

Verificando a medida encontrada no aparelho

5. Repita o procedimento de medição com os outros mancais do bloco;

6. Ao término das medições, solte todos os parafusos e aperte-os novamente com torque de
trabalho.

(_

Soltar e apertar os parafusos dos mancais com torque


de trabalho

31
(

,.,
CILINDROS DOS PISTOES NO
BLOCO DO MOTOR
-
CILINDROS DOS PISTOES NO BLOCO DO MOTOR

Após o controle dos eixos e dos alojamentos, faça o controle dimensional dos cilindros no
bloco do motor.

Conicidade e Ovalização da Camisa - Controle Dimensional

Para medir a conicidade da camisa, assim como a ovalização, é necessário que os mancais do
bloco estejam com suas capas e parafusos apertados com o torque de trabalho.

1. Com o súbito calibrado na medida de 95,95 mm, meça o diâmetro do cilindro nas partes
superior e inferior;

Súbito inserido na camisa do cilindro para medir


ovaliza e conicidade

2. Alterne os lados internos da camisa, subindo e descendo com o instrumento de medição;

3. Confirme se a camisa está paralela em sua extensão e sem ovalização;


l.
(,_
4. A variação não deve ser superior a 0,02 mm;
c
o 5. Repita o procedimento com os outros cilindros.

33
(


HILU~ :

EIXOS DE BALANCEAMENTO - (
CONTROLE DOS ALOJAMENTOS
NO BLOCO
EIXOS DE BALANCEAMENTO - CONTROLE DOS
ALOJAMENTOS NO BLOCO

Eixos de Balanceamentos - Inspeção e Controle

Os eixos de balanceamento possuem alojamentos com medidas diferentes para os mancais 1, 2


e 3.

Inspeção e verificação de empeno

1. Com os eixos de balanceamento posiciona-


dos sobre a bancada, faça a inspeção visu-
al nos colos quanto à existência de trincas e
nscos;

2. Em seguida, observe as engrenagens dos eixos


quanto às condições dos dentes;

Eixos balanceadores inspecionados

3. Na sequência, com o auxílio de um micrômetro, confira as medidas dos colos dos eixos;

l.
c
c
r ,
/

eixos balanceadores

35
EIXOS DE BALANCEAMENTO- CONTROLE DOS ALOJAMENTOS NO BLOCO

4. O valor do colo 1 é de 41,95 mm, do colo 2 é de 40,94 mm e do colo 3 é de 31,95 mm;

5. A variação das medidas é de +/- 0,01 mm;

6. Depois, posicione o eixo 1 apoiado sobre ferramenta de apoio específica;

7. Com auxílio de relógio comparador com base de apoio, gire o eixo e verifique se há em-
penamento;

Eixo apoiado nas pontas, utilizando o relógio e base


magnética para verificar empeno

8. O valor não pode ser superior a 0,05 mm;

9. Repita o procedimento com o eixo 2.

Alojamentos dos Eixos de Balanceamentos - Inspeção e Controle


de Folgas - Instalar

Faça a limpeza e a inspeção nos alojamentos dos eixos de balanceamento localizados n•J bloco
do motor.
(

1. Em seguida, com o súbito calibrado na medida de


41,95 mm, confira a medida do alojamento do
colo 1 do eixo de balanceamento;

2. A folga de lubrificação deve ser em torno de 0,05


mm;

3. Agora, calibre o súbito na medida de 40,94 mm e


confira o alojamento do colo 2 do eixo;
Súbito calibrado e inserido no alojamento do eixo
balanceado r

36
«
~
" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
4. A folga de lubrificação deve ser em torno de 0,05 mm;

5. Agora, calibre o súbito na medida de 31,95 mm e confira o alojamento do colo 3 do eixo;

6. A folga de lubrificação deve ser em torno de 0,05 mm;

7. Repita os procedimentos com os alojamentos do eixo de balanceamento 2;

8. Em seguida, solte os parafusos e remova os mancais;

9. Na sequência, prenda um dos eixos de


balanceamento na morsa, instale a arruela
de encosto, a engrenagem e o parafuso de
fixação;

1O. Aperte o parafuso com torque de 35 Nm;

11. Repita os procedimentos com o outro eixo;

Eixo preso à morsa para montagem dos componentes

12. Instale os eixos, lubrifique-os e encaixe-os nos alojamentos do bloco;

Instalando o eixo de balanceamento no alojamento do


bloco

13. Instale os parafusos de fixação das arruelas de encosto e aperte-os com torque de 15 Nm;

37
EIXOS DE BALANCEAMENTO - CONTROLE DOS ALOJAMENTOS NO BLOCO

14. Instale um relógio comparador e confira a folga longitudinal do eixo balanceador 1;

Com o relógio comparador instalado, medindo a folga


longit udinal do eixo balanceador

15. A folga deve ser de 0,06 mm a O, 14 mm;

16. Repita o procedimento de medição com o eixo de balanceamento 2;

17. Remova o relógio comparador e a base magnética.

.J

38
(
(

,
l BORRIFADORES DE OLEO - JET
(

COOLER
BORRIFADORES DE ÓLEO - JET COOLER
Inspeção e Instalação

O motor 1KD-FTV possui borrifadores de óleo que injetam óleo na base dos pistões para sua
refrigeração. Faça o controle dos borrifadores da seguinte forma:

JeTioolers alinhados e preparados para a montagem do


motor

1. Avalie as condições dos tubos injetores quanto às trincas e deformidades;

2. Com uma haste, verifique a ação da mola de cada válvula de retenção localizada no interior
dos parafusos ocos que fixam os injetores no bloco;

o
o
ú
v

40
«
~
" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE =========================================================================
3. Em seguida, instale os injetores em seus alojamentos no bloco e aperte os parafusos/válvulas
com torque de 25 Nm.

Jet coolers sendo instalados em seus alojamentos no Apertando o parafuso/válvula do jet cooler com torque
bloco do motor específico

IMPORTANTE

Essas válvulas abrem para passagem de óleo com pressão igual ou superior a 1
bar. Se alguma válvula travar aberta, o motor perderá pressão de óleo em baixa
rotação. Se a válvula travar fechada a temperatura da câmara ficará elevada e
derreterá o pistão.

(_
(
(

(
(

41
(

,
ARVORE DE MANIVELAS -
-
INSPEÇAO E CONTROLE
ÁRVORE DE MANIVELAS - INSPEÇÃO E CONTROLE

A árvore de manivelas do motor 1KD da Toyota é construída em aço forjado com contrapesos
integrados. O eixo possui rasgos de chavetas para encaixe da engrenagem principal da distribuição
motora e da polia de acessórios.

( Eixo do virabrequim constru ído em aço f orjado

Inspeção
(
Com o eixo encaixado no volante e na posição vertical, inspecione visualmente quanto a possíveis
riscos ou trincas nos colos.

'-../'

43
ÁRVORE DE MANIVELAS- INSPEÇÃO E CONTROLE

Raios de Concordância

Os raios de concordância são reentrâncias nas laterais dos colos com ângulos definidos. Sua
função é evitar a ruptura da árvore de manivelas. Observe a existência dos raios em todos os
colos do eixo.

Observando a existência de raios de concordância nos


colos do eixo

,
Excentricidade e Conicidade dos Colos da Arvore

Utilizando um micrômetro, faça o controle da conicidade e da excentricidade de cada munhão.


O valor encontrado não deve ser superior a 0,02 mm.

Com o micrômetro posicionado e medindo a con icidade


e excentricidade dos colos da árvore de manivelas

44
«
~
. Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
,
Excentricidade da Arvore de Manivelas - Montagem no Bloco

Para medir a excentricidade da árvore de manivelas, proceda da seguinte forma:

( 1. Remova os parafusos e as capas dos mancais do bloco;

2. Remova também as bronzinas dos mancais 2,


3 e 4;

3. Agora, com um pano limpo, limpe as bronzinas


dos mancais 1 e 5;

4 . Em seguida, aplique óleo nas superfícies de


contato das bronzinas;

5. Na sequência, instale o eixo virabrequim no


bloco do motor de forma que fique apoiado
somente nos mancais 1 e 5;

( 6. Gire o eixo em algumas voltas até que os colos


( 1 e 5 se lubrifiquem;

7. Agora, com o auxílio de um relógio comparador e uma base magnética fixada no bloco do
(
motor, posicione a haste do aparelho sobre o mancai 3 do eixo;
(

Eixo posicionado, relóg io e base magnét ica inst alados


para medir empeno da árvore de manivelas

8. Aplique uma pré-carga de 2 mm sobre o colo, trave a haste fixa do aparelho e zere o relógio;

9. Em seguida, gire o eixo em 360° e observe se a excentricidade da árvore de manivelas não é


superior a 0,05 mm;

45
ÁRVORE DE MANIVELAS- INSPEÇÃO E CONTROLE

1O. Se o valor for superior ao limite da medida especificada, o eixo deve ser substituído;

11. Na sequência, remova o relógio comparador com a base. Retire o eixo do bloco motor
e coloque-o na posição vertical, enca ixando-o no volante sobre a bancada.
,
Folga Axial da Arvore de Manivelas no Bloco - Montagem do Eixo

Para medir a folga axial do eixo em seu alojamento, é necessário o auxílio de um relógio
comparador e de uma base magnética. Proceda da seguinte forma:

1. Instale todas as bronzinas nos mancais do bloco, limpe-as e lubrifique-as;

2. Em seguida, instale o eixo virabrequim;

46
«
~
" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE =========================================================================

3. Agora, instale os dois calços laterais do 5º


mancai do bloco sem lubrificar as laterais do
mancai;

Instalando os calços laterais

(
4. Lubrifique os colos dos munhões do eixo
virabrequim e instale as capas de mancai
com as bronzinas;

Instalando os mancais da árvore em seus alojamentos

5. Aperte os parafusos das capas de mancai com


50 Nm + 90° de aperto angular;

47
ÁRVORE DE MANIVELAS- INSPEÇÃO E CONTROLE

6. Instale o relógio comparador e a base magnética na traseira do bloco;

Relógio comparador e base magnética instalados para


medir a foi axial do eixo no bloco

7. Ajuste a ponta do instrumento na face traseira do flange e empurre o eixo para frente;

8. Na sequência, zere o relógio comparador;

9. Agora, empurre o eixo para trás e verifique a folga existente;

1O. A folga encontrada deve ser de 0,05 mm a 0,25 mm.


,
Tampa Traseira do Bloco - Suporte do Retentor de Oleo

Antes da montagem do suporte do retentor, verifique as condições das vedações do retentor.


Para montagem, proceda da seguinte maneira:

1. Aplique junta líquida e instale o suporte do retentor no flange da árvore de manivelas;

2. Instale o suporte, com cuidado, para o encaixe do


ret entor no flange da árvore de manivelas;

3. Na sequência instale a chapa de proteção do flange


traseiro;

48
«"
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE =========================================================================
4. Instale o volante do motor com Flex Plate em seu alojamento;

Instalando o volante do motor

5. Aplique adesivo para rosca e instale os parafusos em seus alojamentos, aperte-os com pequeno
torque;
(

6. Instale a ferramenta de bloqueio do volante;


(

Instalando ferramenta de bloqueio da cremalheira


do volante

7. Aperte os parafusos com torque de 125 Nm;

8. Remova o dispositivo de bloqueio do volante do


motor.

49
ÁRVORE DE MANIVELAS- INSPEÇÃO E CONTROLE

Tabela de valores da Árvore de Manivelas

Árvore de Manivelas (virabrequim)

Diâmetro dos munhões - STD (colo dos mancais fixos) 69,98 mm a 69,99 mm

Diâmetro dos moentes - STD (colo das bielas) 58,99 mm a 59,00 mm


Folga radial dos colos principais (munhões no bloco) -
0,03 mm a 0,05 mm
Motor novo
Ovalização e conicidade máxima dos munhões e moentes 0,02 mm
Excentricidade máxima do eixo medido no munhão n2 3 com eixo
0,05 mm
apoiado nos mancais 1 e 5 do bloco
Folga axial do eixo 0,05 mm a 0,25 mm

{ I

50
(

l
l

l
(

CARCAÇA DE ,SINCRONISMO -
BOMBA DE OLEO E TREM DE
ENGRENAGENS
CARCAÇA DE SINCRONISMO - BOMBA DE ÓLEO E TREM
DE ENGRENAGENS
,
Controle da Carcaça e Bomba de Oleo do Motor - Inspeção

Faça a inspeção visual por toda a extensão da carcaça de sincronismo e observe as condições
gerais quanto a deformidades e trincas. Em seguida, prepare a inspeção e controle da bomba de
óleo do motor que faz parte da carcaça.

Inspeção na carcaça de sincronismo

,
Controle Dimensional da Bomba de Oleo

O controle dimensional dos componentes internos da bomba de óleo é realizado da segu ..lte
mane1ra:

1. Com o auxílio de um cálibre de lâmina no valor


de O, 1O mm confira a folga entre o rotor e a
face lateral da bomba;

2. Em seguida, com a mesma lâmina , confira a


o
folga entre o rotor e a carcaça da bomba
de óleo.

Medindo folga das engrenagem da bomba de óleo

52
«"
;# Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
Válvula Reguladora de Pressão

A válvula reguladora de pressão controla a vazão e pressão do óleo no sistema de lubrificação


do motor. O excedente de óleo bombeado segue para o cárter quando a pressão ultrapassar o
valor especificado.

Inspeção e montagem da válvula

1. Remova o bujão e os componentes da


válvula reguladora de pressão;

Removendo o bujão da válvula reguladora: diil l:'mmba de


óleo

2. Faça a inspeção na mola de carga e no pistão


de alívio da bomba;

Inspeção na mola da válvula reguladora de pressão

3. Em seguida, lubrifique e instale o pistão no


alojamento da válvula;

4. Com a mola, empurre o pistão para o interior


do alojamento;

Instando os componentes da válvula em seu alojamento


na bomba

53
CARCAÇA DE SINCRONISMO- BOMBA DE ÓLEO E TREM DE ENGRENAGENS

5. O pistão deve deslizar suavemente para o interior da válvula, caso contrário, a bomba de
óleo junto com a carcaça dianteira devem ser substituídos;

6. Na sequência, instale o bujão com o anel vedador e aperte-o com torque de 50 Nm.

ATENÇÃO

Caso os valores de pressão estiverem fora do recomendado, a bomba de óleo em


conjunto com a carcaça dianteira devem ser substituídas.

Montagem da Carcaça Dianteira no Bloco do Motor - Controle

1. Aplique junta líquida na carcaça da engrena-


gem de sincronização e aguarde o tempo de
cura do adesivo;

2. Instale a junta/anel na ranhura da carcaça da


engrenagem de sincronização que contorna a
bomba de óleo;

3. Agora instale os dois anéis o'ring na ranhura


do bloco do motor da carcaça da engrena-
gem de sincronização;
I

54
«.
.» Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================

4. Posicione a carcaça para o encaixe, mas antes,


alinhe as marcas de referência 2 das engre-
nagens movidas do eixo balanceador número
1 e da engrenagem de acionamento da bomba
r de óleo;

Posicionando a carcaça de sincronismo em seu


alojamento

(
5. Na sequência, alinhe a marca na engrenagem
de acionamento da bomba de óleo com a
(
marca na carcaça da engrenagem de sin-
cronização;

6. Em seguida, instale a carcaça de sincronização


( em seu alojamento no bloco do motor;
(
(
Alinhando a engrenagem da bomba com as referências

l
(

7. Instale o parafuso de união e os 8 parafusos


que fixam a carcaça no bloco;

8. Aperte o parafuso de união e os 8 parafusos


com torque de 15 Nm;

Apertando os parafusos da carcaça com torque de


trabalho

55
CARCAÇA DE SINCRONISMO- BOMBA DE ÓLEO E TREM DE ENGRENAGENS

9. Na sequência, instale o parafuso de lubrificação das engrenagens do sincronismo. Aperte-o com


torque de 15 Nm;

1O. Instale um relógio comparador e confira a folga entre dentes da engrenagem da bomba com
a engrenagem do eixo balanceador 1;

( '
Relógio e base instalados para medir folga circunf erencial
das { '

11 .. A folga deve ser de 0,04 mm a 015 mm;


(

12. Remova o relógio comparador com a base.

56
(

(
(

( 1
(

(
(

(
(

l
I ENGRENAGENS DE
SINCRONISMO -
CONTROLE E MONTAGEM
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E
MONTAGEM

Engrenagem de Sincronismo da Árvore de Manivelas - Instalar

Instale as chavetas nos rasgos de alojamentos na ponta da árvore de manivelas e inicie a


instalação das engrenagens de sincronismo do motor da seguinte forma:

1. Posicione a engrenagem de sincronização da árvore de manivelas de modo que a


referência 1 de sincronismo fique voltada para frente;

Instalar a engrenagem na ponta da árvore de manivela

2. Alinhe o alojamento da chaveta na engrenagem de sincronização da árvore de


manivelas com a chaveta;

3. Ao encaixar, e antes do encaixe final, fique o


atento ao alinhamento das referências
1 existentes na engrenagem da bomba
de óleo com a engrenagem de sincronis-
mo da árvore de manivelas;

Verificar o alinhament o das marcas das engrenagens

58
«
~
" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================
4. Com o auxílio de um relógio comparador e base magnética, meça a folga entre den-
tes da engrenagem da árvore de manivelas e engrenagem da bomba de óleo;

5. A folga deve ser de 0,04 mm a O, 15 mm;

6. Remova o relógio comparador e base.

< Bomba de Alta Pressão e Engrenagem - Instalar

1. Instale o anel o'ring da bomba de alta pressão. Em seguida gire o motor no suporte em 180
graus;

( Instalando anel vedador da bomba de alta pressão

( 2. Em seguida, instale a bomba de alta pressão em seu alojamento;

3. Na sequência instale as porcas de fixação da bomba e aperte-as com torque de 25 Nm;

l
(

Apertando as porcas da bo mba com torque específi co

59
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E MONTAGEM

4. Avalie as condições do rolamento da engrenagem da bomba de alta pressão;

5. Instale a engrenagem da bomba de alta pressão, de forma que as marcas de sincronismo


número 3 se alinhem com as marcas de número 3 da engrenagem do eixo balanceador;

Verificar alinhamento das marcas número 3 das engrenagens


da bomba com a engrenagem do eixo balanceador

6. Agora, intale o anel o'ring na engrenagem da bomba de alta pressão, em seguida instale a
porca de fixação da engrenagem;

7. Utilize uma ferramenta de bloqueio e aperte a porca com torque de 65 Nm;

60
«'"" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
~
SETE ====================================================================
8. Com o auxílio de um relógio comparado r e base magnética, meça a folga entre dentes da engre-
nagem da bomba de alta pressão e engrenagem do eixo balanceador;

(
comparador e base medindo a
( da bomba e eixo balanceador

(
( 9. A folga deve ser de 0,04 mm a O, 15 mm;
(
1O. Remova o relógio comparador e base.
(

(
Engrenagem Intermediária de 3 Elementos - Inspeção e Controle
(
( A engrenagem intermediária é um componente dividido em 3 partes. A principal e maior,
( localizada no centro, e outras duas menores, secundárias 1 e 2, que recebem carga de molas
( interna. Sua função é eliminar ruído entre dentes da árvore de' rna.ni:\telas com a engrenagem da
bomba de alta pressão.

Engrenagem intermediária dividida em 3 partes, junto


com os internos

61
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E MONTAGEM

Controle e inspeção da engrenagem intermediária

1. Faça inspeção visual na engrenagem e verifique se os dentes est ão em bom estado, sem
trincas e quebras;

2. Em seguida, avalie as condições dos anéis de pressão e molas internas;

intermediária

3. Inicie a montagem do conjunto de engrenagens intermediá rias, principal e engrenagens


secundárias 1 e 2;

Montagem do conjunto da engrenagem intermediária

62
«.
..» Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
4. Em seguida, com um súbito calibrado com 44,00 mm, verifique o diâmetro interno da
engrenagem, medindo de forma cruzada;

(
(

Medindo com súbito a folga interna da engrenagem


(
(
(
( 5. A folga não deve ser superior a 0,03 mm;
(
6. Em seguida, com um micrômetro, confira o diâmetro externo do eixo da engrenagem in-
(
termediária. Confirme a medida de forma cruzada;
(
(
(
(

7. O valor do diâmetro deve ser em torno de 43,97 mm;

63
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E MONTAGEM

8. A folga entre o eixo e a engrenagem não deve


ser superior a 0,08 mm;

9. Após o controle da engrenagem intermediá-


ria, prenda o conjunto na morsa equipada
com mordentes de alumínio;

Engrenagem intermediária presa à morsa para monta-


gem do conjunto

1O. Com ferramenta específica posicione e alinhe as engrenagens. Com o auxílio de um ajudante,
trave as engrenagens com parafuso de serviço;

Engrenagem int ermediária presa à morsa para mont agem


do conjunto

11. Na sequência, remova a engrenagem intermediária da morsa e prepare-se para instalar o


conjunto em seu alojamento no motor.

64
«"
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ====================================================================
Parafuso da engrenagem intermediária

( Parafuso de Serviço da Engrenagem Intermediária

( sz$7mm 9J rosca de 6 mm
(

Chave sextavada
de 10 mm

20 mm

(
Instalação da engrenagem intermediária em seu alojamento
(
A engrenagem intermediária deve estar com o conjunto das engrenagens secundárias travadas
(
com parafusos de serviço;
(

t 1. Encaixe o eixo no conjunto da engrenagem intermediária;


(
( 2. Posicione o conjunto da engrenagem intermediária no seu alojamento e, antes do encaixe final,
alinhe as marcas 5 com a engrenagem da árvore de manivelas e as marcas 4 com a engrena-
gem da bomba de alta pressão;

(
(

Alinhamento das marcas 4

65
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO - CONTROLE E MONTAGEM

Alinhamento das marcas 5

3. Posicione a placa de encosto, de forma que o ressalto fique voltado para fora;

4. Em seguida, encaixe os dois parafusos no eixo


da engrenagem;

Instalando os parafusos de fixação da engrenagem


intermediária

5. Aperte os parafusos com torque de 50 Nm;

Apertando os parafusos com torque de serviço

66
«.
..» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
6. Remova o parafuso de serviço da engrenagem intermediária;

Removendo o parafuso de serviço da engrenagem


(
intermediária
(

( 7. Confira as referências de todas as engrenagens de sincronismo;

( 8. Em seguida, instale a roda tônica do sensor de rotação com o lado da aba para fora.
(
(
(

(
(
(
(

(
(

Instalando a roda fônica em seu alojamento

IMPORTANTE

Na desmontagem do sincronismo do motor, instale o parafuso de serviço para


manter o conjunto das engrenagens intermediárias alinhado.

67
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E MONTAGEM

Carcaça Externa das Engrenagens de Sincronismo - Cobertura -


Instalar

1. Faça inspeção na cobertura externa da carcaça de sincronismo quanto a deformidades e


limpeza;

2. Em seguida, aplique junta líquida e aguarde o tempo de cura antes da instalação;

3. Instale o anel o'ring na carcaça de sincronismo;

Instalando anel o'ring na carcaça

4. Na sequência, instale a carcaça externa de sincronismo;

68
«"
:# Motor Toyota 1'KD,. . fTV- Hilux 3.0L- Controle Dimen·sional
SETE =========================================================================

S. Instale os parafusos e aperte-os, do centro


para as extremidades, com torque de 15 Nm;

Apertando os paraf us0s da cobertura da carcaça com


t orque de serviço

(
(
(
(

(
6. Instale o sensor de rotação em seu alojamento
(
e aperte o parafuso com torque de trabalho;
(
(
(

(
(
Inst alando o sensor de rota ção em seu alojamento
(
(

( 7. Instale a polia dianteira e o parafuso de


( fixação;

8. Trave a árvore de manivelas com ferramenta


de bloqueio;

Instalar a polia dianteira

69
ENGRENAGENS DE SINCRONISMO- CONTROLE E MONTAGEM

9. Aperte o parafuso da polia com torque de 180 Nm;

Apertar o parafuso da polia com torque específico

1O. Remova a ferramenta de bloqueio.

70
(

(
(

l
(

,
CONJUNTO DA BOMBA D'AGUA
CONJUNTO DA BOMBA D'ÁGUA
,
Controle e Instalação da Bomba .D 'A.g ua

1. Faça inspeção na bomba d'água quanto ao estado da carcaça, rotor e folga do eixo;

2. Instale a junta e a bomba d'água junto com os 5 parafusos e as 2 porcas;

Inst alando a bomba d'água em seu alojamento no bloco

3. Aperte parafusos e porcas com torque de 15 Nm.

(.,../

o
o
o

72
(

(
(

(
(

(
(

(
(
(
(

••
•• H I LU~
·=
(
·- ~~~=~~ =

BIELA
BIELA

A biela do motor 1 KD-FTV é construída em aço forjado e possui grande resistência


mecânica. A biela e a capa recebem identificação nas laterais para garantir a condição
de par único.

Biela do mot or Toyota 1KD-FTV

Inspeção Visual

Com a biela e capa limpas, secas e montadas com os parafusos levemente apertados, inspe-
cione visualmente o estado geral da biela. Em seguida, posicione a biela horizontalmente sobre
uma base com superfície plana e avalie se ela não apresenta indícios de empenamento.

c. ,.~
o
G

c
l

Biela sobre base verificando alinhamento

74
«"
:# Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================
Controle Dimensional da Biela - Medidas, Folgas e Pré-Tensão das
Bronzinas

Após a inspeção visual, faça o controle dimensional da biela. Para realizar esse procedimento, é
( necessário uma bancada com morsa, torquímetro e goniômetro para aperto torcional e angular,
além de um súbito para medidas internas.
(
Comprimento dos parafusos da capa de biela

Na sequência, avalie os parafusos que prendem


a capa da biela. São componentes de alta
resistência torcional e de expansão. Se o
comprimento for superior a 66,00 mm, o
parafuso deve ser substituído.

Medindo comprimento dos parafusos das bielas


(
(
< Folga radial do pino do pistão
(
1. Com o auxílio de um micrômetro, meça o diâmetro do pino munhão e transfira a medida
para o súbito;

Medindo diâmetro do pino munhão

75
BIELA

2. Posicione a biela sobre uma bancada;

3. Agora, insira o súbito no alojamento do pino da biela e confira a folga radial. Meça duas vezes,
de forma que cada medição seja feita a 90° uma da outra;

Conferindo diâmetro do pino munhão na biela

4. O valor da folga encontrado deve ser de 0,02 mm a 0,03 mm, conforme especificado na tabela
do fabricante.

Diâmetro interno da biela- Sem bronzina

A biela deve ser posicionada e presa corretamente na morsa. Utilize a proteção de alumínio para
evitar contato direto dos mordentes e não marcar ou danificar a biela.

1. Aperte os parafusos das capas da biela com um torque de 35 Nm + 90° de aperto angular;

2. Em seguida, remova a biela da morsa;

3. Com o súbito calibrado na medida de 62,00


mm, meça o diâmetro interno do alojamento
da biela, no sentido longitudinal;

4. A conicidade e a ovalização não pode ser su-


perior a 0,01 mm;

5. Em seguida, prenda a biela na morsa, solte


os parafusos, remova a biela e posicione-a
sobre a bancada.

76
C'""
.» Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ====================================================================
Folga radial da biela- Diâmetro interno da biela com as bronzinas

1. Instale as bronzinas novas e monte a capa na biela;

( 2. Prenda a biela à morsa, aperte os parafusos da capa de biela com torque de 35 Nm + 90° de
(
aperto angular;

(
(

(
(

(
(

(
(
Com bronzinas instaladas, aperte os parafusos da biela
( com torque específico
(
(
3. Remova a biela da morsa e, com o auxílio de um súbito calibrado na medida de 59,00 mm,
(
meça o diâmetro interno da biela com as bronzinas instaladas;
(
(
(

(
(

(
(

l
l
(
(

\
4. A medida deve ser conferida em três posições: longitudinal, 30° à esquerda e 30° à direita;
(

5. A tolerância permitida é de 0,02 mm a 0,04 mm.

77
(

(
(
(

(
(

-
PISTOES
PISTOES
-
Os pistões do motor Toyota 1KD-FTV têm cabeça com desenho tipo Ômega e resistem às grandes
pressões.
(

t Pistão do motor 1KD-FTV com câmara na cabeça

(
1. Possui pinos munhões do tipo flutuante;

( 2. Para o resfriamento da câmara de combustão, o pistão recebe jato de óleo em sua base
(
através de borrifadores.

(
(
Limpeza e Inspeção do Pistão
(
Para o controle dimensional, o pistão deve estar totalmente limpo. Se o pistão for usado, limpe
(
os resíduos de carvão nas canaletas sem danificá-las. Faça uma inspeção visual sobre a super-
fície do pistão para avaliar se há riscos ou deformidades. Verifique também as condições da
( canaletas, das câmaras e do alojamento do pino munhão.
( .

(:
o
( ..;

Inspecionando o pistão

81
PISTÕES

Controle Dimensional

Folga do pistão no bloco

1. Com um micrômetro, meça o diâmetro da saia do pistão STD, o valor encontrado deve ser
de 95,95 mm;

Medindo a saia do pistão

2. Em seguida, transfira a medida para o súbito;

3. Encaixe o súbito, zere o relógio comparador e


meça o diâmetro interno da camisa no bloco
do motor;

Com o súbito medindo o diâmetro interno da camisa

4. O fabricante orienta que as folgas devem ser de 0,07 mm a 0,09 mm;

5. O limite máximo de folga permitido é de O, 14 mm;

6. Repita o procedimento com os outros pistões e cilindros do bloco.

82
«
~
" Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE====================================================================
Folga do alojamento do pino do pistão

1. Utilizando um súbito calibrado na medida de 34,00 mm, meça o diâmetro do alojamento do


pino no pistão;

( 2. A folga recomendada deve ser de 0,01 mm a 0,02 mm.


(
(
Anéis de Segmento - Pistões Usados
(
No caso de pistões usados e anéis novos, meça as folgas dos anéis nas canaletas utilizando um
(
espessímetro.
(

( Folga entre pontas dos anéis de segmento


(
A folga entre pontas dos anéis de segmento deve ser medida somente quando as capas dos
mancais do bloco do motor estiverem instaladas
(
e os parafusos apertados com o torque de
trabalho. Proceda da seguinte form a:

1. Instale o 1º anel de compressão no cilindro


do bloco;

Inserindo anel na camisa do pist ão para fazer controle

83
PISTÕES

2. Insira um pistão no bloco e empurre-o de encontro ao anel para alinhá-lo;

3. Avance com o pistão em torno de 30 mm e retire-o do cilindro;

4. Com o auxílio do cálibre de lâminas, confira a folga entre pontas;

Com o cálibre de lâminas medindo a folga entre pontas

5. O valor encontrado deve ser de 0,27 mm a 0,39 mm;

6. Repita o procedimento para o 22 e o 32 anel de segmento, observando as respectivas folgas


para cada um deles, segundo a tabela.

84
«
:#
. Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ================================================================

Folga entre pontas dos anéis


(
de segmento
(
(pistões usados)
(

Mínimo Máximo
(

(
1º anel de compressão 0,27 mm a 0,39 mm 0,85 mm
( 2º anel de compressão 0,47 mm a 0,57 mm 1,05 mm
(
32 anel raspador de óleo 0,20 mm a 0,40 mm 0,75 mm
{
Folga dos anéis nas canaletas
(
Folga lateral do 12 anel na canaleta De 0,09 mm a 0,13 mm

Folga lateral do 2º anel na canaleta De 0,09 mm a 0,13 mm

Folga lateral do 32 anel na canaleta De 0,03 mm a 0,08 mm

{
< Pistões - Montagem das Bielas, Anéis e Instalação no Bloco
(
Para a montagem dos pistões nas bielas, solte os parafusos das capas e mantenha-as unidas à
biela;

(
1. Monte o pistão na biela com a marca de frente do pistão voltada para o lado do ressalto na
base da biela;

85
PISTÕES

Montando a biela no pistão

2. Introduza o pino do pistão manualmente e com uma f enda, instale os anéis-trava;

3. Agora, com o alicate expansor, monte os anéis de segmento a partir da t erceira, passando
pela segunda e pela primeira canaleta;

Com o alicate expansor montando os anéis no pistão

4. No primeiro anel, posicione a marca NKD voltada para o topo do pistão;

5. No segundo anel, posicione a marca N voltada para o topo do pistão;

6. Posicione a ponta do 1º anel a 180° da ponta do 2º anel;

7. As pontas do 3º anel também devem ficar separadas a 180°, porém, se alinham a 90° em re-
lação ao 2º anel de compressão;

86
«""
~ Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================

8. Posicione as pontas dos anéis na região, lo-


calizada entre a saia do pistão e o aloja-
mento do pino de pistão;

(
9. Posicione o bloco do motor na posição
vertical;

r Posicionando e alinhando os anéis no pistão

1 O. Lubrifique o cilindro que vai receber o con-


(
junto biela e pistão;

(
11. Retire a capa de biela, passe óleo nas bron-
(
zinas e introduza o conjunto pistão e biela;
(

Lubrificando o cilindro no bloco

12. A marca do pistão deve ser voltada para


o lado do sincronismo do motor (frente do
( motor);

13. Confira a pos1çao dos anéis, lubrifique-os


e instale a cinta universal para comprimir os
anéis;

Definindo lado marcado: pistão em direção à frente do


motor

87
PISTÕES

14. Antes de encaixar o conjunto pistão e biela,


posicione o eixo no PMI e lubrifique o colo do
e1xo;

15. Em seguida, alinhe a cinta e empurre o pistão


com cuidado para não tocar no jet cooler.
Empurre o conjunto até o encaixe da biela no
colo do moente;

Encaixando conjunto biela e pistão no cilindro do motor

16. Na sequência, lubrifique a bronzina da capa


e instale-a na biela;

17. Instale os parafusos e aperte-os com torque


de 35 Nm + 90° de aperto angular;

18. Repita o procedimento e instale os outros


conjuntos de bielas e pistões nos cilindros.

Apertando os parafusos da biela com torque específico

88
«
~
" Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================
,
Folga Axial da Biela na Arvore de Manivelas - Conferir

Com o conjunto pist ões e bielas montado na árvore de manivelas, confira a folga axial das bielas
nos alojamentos da árvore de manivelas. O valor deve ser em torno de O, 1O mm a 0,30 mm .

\
(

l Medindo f olga lateral das bielas na árvore de manivelas


(
(
( Filtro de Tela (Pescador)- Cárter do Motor- Instalar
(

( 1. Instale o tubo pescador de óleo com suas respectivas juntas;

(
(

Instalando o tubo pescador

2. Agora instale os parafusos e aperte-os com torque de 1O Nm;

89
PISTÕES

3. Em seguida, aplique junta líquida no cárter e


aguarde a cura do adesivo;

4. Na sequência, instale o cárter, os 22 parafusos


e as 2 porcas;

Aplicando adesivo no cárter do motor

5. Aperte os parafusos e as porcas com torque


de 15 Nm;

6. Aperte o bujão de escoamento de óleo do


cárter com torque de 45 Nm;

Apertando os parafusos com torque específico

7. Em seguida, remova o bujão superior de a-


cesso à bomba de óleo e coloque aproxi-
madamente 20 cm 3 de óleo de motor dentro
da bomba;

Colocando óleo no duto de abastecimento da bomba de


óleo

90
«
..»"==================================================================
Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE
8. Aperte o bujão com torque de 45 Nm.

(
(

Apertando o bujão de abasteciment o da bomba de óleo

Projeção do Pistão na Face do Bloco - Definir a Junta do Cabeçote

Os pistões do motor se projetam para além da face superior do bloco. O valor dessa projeção
define a espessura da junta do cabeçote. O procedimento para conferir as projeções dos pistões
(
é executado da seguinte forma:

1. Com o auxílio de um relógio comparador e de uma base, posicione o motor em PMS;


(
( 2. Em seguida, verifique a projeção do pistão além da face do bloco;
(
(

\
(

Com relógio e base medindo projeção dos pist ões


(

3. O valor da projeção deve ser de 0,005 mm a 0,254 mm;

91
PISTÕES

4. Repita essa leitura em quatro pontos diferentes do pistão, distantes 90° umas das outras;

5. Localize o ponto mais saliente de cada pistão. Essa é a medida a ser considerada;

6. Repita esse procedimento nos outros 03 pistões e observe os valores das projeções;

7. O resultado da projeção vai definir a junta do cabeçote a ser utilizada;

8. As marcas de opção estão na lateral frontal da junta e correspondem às letras A, B, C, De E;

9. Os valores proporcionais à essas marcações estão na tabela a seguir.

Pistão

Mínimo de 0,005 mm
Projeção em relação à face usinada do bloco
Máximo de 0,254 mm

Pino do pistão

Medida do diâmetro 33,99 mm a 34,00 mm

Projeção do Pistão Tamanho da Junta

De 0,005 mm a 0,054 mm Use o tamanho A

De 0,055 mm a O, 104 mm Use o tamanho B

De 0,105 mm a 0,154 mm Use o tamanho C

De O, 155 mm a 0,204 mm Use o tamanho D

De 0,205 mm a 0,255 mm Use o tamanho E

92
(

(
(

t
(
(

, ,
ORIFICIO DE OLEO DO BLOCO DO
MOTOR, - LIMITADOR DE FLUXO
DE OLEO PARA O CABEÇOTE
ORIFÍCIO DE ÓLEO DO BLOCO DO MOTOR - LIMITADOR DE
FLUXO DE ÓLEO PARA O CABEÇOTE
No sistema de lubrificação do motor 1KD-FTV, na linha que segue para o cabeçote, existe um
dispositivo, um tubo com orifício, com função de limitar a vazão de óleo para a parte superior
do motor. Como o diâmetro interno do orifício é de 2,00 mm, o dispositivo garante a integridade
da parte inferior do motor, caso aconteça folga excessiva no sistema do cabeçote. Assim, mesmo
que a lubrificação dos comandos, dos tuchos e das válvulas, por motivo de desgaste ou quebra,
fique comprometida, a pressão e a lubrificação de óleo para a parte inferior estarão garantidas.

u... . . . . . -~ ~âmetro de 2 mm
· · ··· · ·· · ··· ·· ·· · ~

Visualizando o tubo dispositivo

Instalar Orifício de lubrificação - Parte Superior do Motor

1. Instale o dispositivo em seu alojamento, junto à face superior do bloco, antes de instalar a junta
do cabeçote.

c)

94
(

(
t
(

l
(
(

( JUNTA
,.,
DO CABEÇOTE -
(

IDENTIFICAÇAO DE ESPESSURA
JUNTA DO CABEÇOTE - IDENTIFICAÇAO DE ESPESSURA
-

A junta do cabeçote é construída em folhas de aço, dispostas em camadas. Possui


várias medidas de espessura que serão definidas após o procedimento de projeção dos
pistões.

As referências podem ser vistas e interpretadas de acordo com as marcas de opção,


localizadas na later:al frontal da junta e correspondem às letras A, B, C, D e E.

Verificando as condições da junta do cabeçote

o
0

96
«
:#" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==============================================================

(
(

Espessura da Junta
Junta A tem espessura de 0,80 a 0,90 mm
Junta B tem espessura de 0,85 a 0,95 mm
( Junta C tem espessura de 0,90 a 1,00 mm
Junta D tem espessura de 0,95 a 1,05 mm
(
Junta E tem espessura de 1,00 a 1,1 O mm

Instalar a Junta do Cabeçote


Após identificar a espessura da junta, instale-a em seu alojamento na face superior do
(
bloco do motor.
(

\..
c
(_

(_

Instalando a junta do cabeçote no bloco

97
ri

CABEÇOTE- CONTROLE
DIMENSIONAL I
CABEÇOTE - CONTROLE DIMENSIONAL

( O cabeçote do motor Toyota 1 KD-FTV é


construído em alumínio e equipado com
duplo comando de válvulas.

Cabeçot e do motor 1KD-FTV

• A altura entre as faces usinadas do cabeça-


te deve ser de 131,00 mm, com variação
( de 0,05 mm;
(
• Os comandos trabalham apoiados sobre
(
mancais fundidos e usinados na estrutura
(
do cabeçote;
t
(

Com micrômetro medindo altura do ca beçote

• Possui 04 válvulas por cilindro, 02 de


admissão e 02 de escape;
o(.! • Para ajustar as folgas das válvulas é
necessário remover os eixos comandos
de seus alojamentos;
l

• Os tuchos de válvulas são mecamcos


e devem ser substituídos por medidas
proporc1ona1s às folgas a serem ajus-
tadas.
Os t uchos mecânicos são compact os e têm medidas
va riadas

99
CABEÇOTE- CONTROLE DIMENSIONAL

Inspeção -Visual e Empeno

1 Inspecione o cabeçote quanto à limpeza das câmaras e quanto às trincas;

2. Em seguida, com uma régua de controle, verifique se há empeno na superfície de


contato com o bloco do motor;

Com régua de cont role conf erindo empeno

3. O valor de empeno não deve ser superior a O, 1O mm.

Projeção da Ponta do Bico Injetor

A projeção do injetor em relação à face usinada do cabeçote é muito importante, pois


influencia na pulverização do combustível. Para medir a projeção do bico, proceda da
seguinte forma:

1. Instale as arruelas e as unidades injetoras


em seus alojamentos e aperte os parafu-
sos com torque de trabalho;

2. Volte a face usinada do cabeçote para


Cima;

Instalando arruelas dos bicos injetores

100
«.
:# Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================

3. Como o auxílio do relógio comparador


e da base de apoio, meça a projeção dos
injetores em relação à face usinada do
cabeçote;

( 4. O valor deve ser de 2,30 mm + - O, 1O de


( projeção;

5. Repita o procedimento com as outras


unidades injetoras.

ATENÇÃO
(
A projeção irregular do bico provoca fumaça, baixo rendimento e lavagem das
paredes do cilindro do motor em função da queima irregular.
(

(
(
(
Alojamento dos Tuchos de Válvulas e Engrenagens dos Eixos
(

c Controle Dimensional - Tuchos

Avalie os tuchos visualmente quanto a


desgastes ou deformidades. Em seguida,
faça o controle dimensional, tomando
cuidado para não perder a sequência
de desmontagem dos tuchos em seus
alojamentos.

Avaliando as condições dos tuchos de válvulas

101
CABEÇOT..E - CONTROLE DIMENSIONAL

Tuchos de válvulas

Com o auxílio do micrômetro, confira o diâmetro do tucho em medições de 90 graus,


superior e inferior. Não pode haver ovalização diametral superior a 0,02 mm. Repita o
procedimento com os outros tuchos.

Com o micrômet ro conferindo med idas dos tuchos de


válvu las

Alojamento dos tuchos de válvulas

Fazer o controle dimensional dos alojamentos dos tuchos de válvulas só é possível com
as válvulas removidas.

Para o controle dimensional dos alojamentos dos tuchos, proceda da seguinte forma:

1. Com o uso do micrômetro, meça o diâmetro do tucho e transfira a medida para o


súbito;

2. Em seguida, verifique a medida diametral do alojamento em pontos superiores e


inferiores, distantes 90°;

3. O valor da ovalização não deve ser superior a 0,02 mm;

4. Repita o procedimento com os outros alojamentos;

5. Em seguida, monte as válvulas e as molas e instale os tuchos em seus alojamentos, de


acordo com a ordem de desmontagem.

Conferir Folga entre Dentes das Engrenagens dos Comandos

Para realizar este procedimento, as válvulas e os tuchos devem ser removidos de seus
alojamentos no cabeçote.

102
«"
:# Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==============================================================
1. Com o uso do relógio comparador e da base magnética, meça a folga entre os dentes
das engrenagens dos comandos de válvulas;

2. Ajuste e zere o relógio comparador;

3. Faça os movimentos de folga entre os dentes;


(

( 4. A folga deve ser de 0,04 mm a 0,09 mm;


(
5. Remova o relógio e a base magnética.
(
Alojamento dos Comandos de Válvulas - Controle e Instalação do
Cabeçote no Bloco

Para o controle dos alojamentos dos comandos de válvulas, limpe e instale os mancais
(
superiores dos comandos em seus alojamentos no cabeçote;
(
( 1. Em seguida, instale e aperte os parafusos com torque de 20 Nm;
(
2. Com o auxílio de um micrômetro, meça o diâmetro dos colos dos comandos e transfira
a medida para o súbito;

(
(

(
(
(

l
(

(
( Medindo o diâmetro do colo do eixo de comando

103
CABEÇOTE- CONTROLE DIMENSIONAL

3. Com o súbito calibrado, confira as medidas internas dos mancais dos comandos;

Com o micrômetro posicionado para medir o diâmetro


dos mancais dos comandos de válvulas

4. A folga deve ser em torno de 0,02 mm;

5. Solte os parafusos e remova os mancais de seus alojamentos;

6. Em seguida, instale o cabeçote em seu alojamento no bloco.

Instalando o cabeçote no bloco do mot or

Parafusos do Cabeçote - Controle - Instalação e Sequência de


Apertos

Parafusos do Cabeçote- Comprimento máximo

O cabeçote do motor 1KD-FTV é preso ao bloco do motor por 1O parafusos centrais -


M12 x 110,00 mm- e 8 parafusos laterais- M12 x 167,00 mm.

104
«
:.." Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ================================================================

Antes de instalar os parafusos no cabeçote, confira o comprimento dos mesmos. Se


os parafusos menores forem superiores a 111,00 mm e os parafusos maiores forem
superiores a 168,00 mm, devem ser substituídos.

(
Máximo de 111 mm

(
D~J~----------l;::~=========::::7
Máximo de 168 mm

[ ~~~-----1:::1========-:::=7
(

(
(
Instalação e Aperto dos Parafusos
(
1. Lubrifique as roscas dos parafusos, as arruelas e os apoios das arruelas;
(
(
(
(
(

Lubrificando a rosca dos parafusos do cabeçote


t
(
2. Instale e encoste, com leve aperto, todos os parafusos que fixam o cabeçote ao bloco
do motor;

3. As etapas de aperto devem ser do centro para as extremidades;

105
CABEÇOTE- CONTROLE DIMENSIONAL

4. Com o auxílio de um torquímetro, aplique aperto de 40 Nm em todos os parafusos;

Apertando os parafusos com torquímetro de estalo

5. Em seguida, aplique torque de 85 Nm em todos os parafusos;

6. Agora, com o uso de um goniômetro, aplique 90° de aperto angular em todos os


parafusos;

7. Em seguida, aplique mais 90° de aperto angular em todos os parafusos.

Apertos angulares com goniômetro

106
«"
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ====================================================
(

(
(

(
(
(
(
(
(
(
(

(
(
(

l
c
c
()

107
(

,
COMANDOS DE VALVULAS-
-
CONTROLE E INSTALAÇAO
COMANDOS DE VÁLVULAS- CONTROLE E INSTALAÇÃO

Inspeção e Controle Dimensional


(

( Avalie os colos dos comandos e as engrenagens e, em seguida, faça o controle de excentricidade


(
do eixo.

(
(

(
(
(

(
(
Controle dos Colos dos Comandos - Controle
(
(
1. Com um micrômetro, confira o diâmetro do colo do comando de válvulas;
(

( I

Conferindo o diâmetro dos colos do comando

2. O valor deve ser de 27,96 mm a 27, 98 mm;

3. Repita o procedimento com todos os colos de apoio dos 02 comandos de válvulas.

109
COMANDOS DE VÁLVULAS- CONTROLE E INSTALAÇÃO

Controle de Excentricidade dos Comandos de Válvulas

Para esse procedimento utilize relógio comparador e uma base magnética. Proceda da seguinte
forma:

1. Antes de instalar os comandos de válvulas, retire os pistões do PMS e posicione-os a meio


curso para evitar possível toque das válvulas com o pistão;

2. Posicione a base magnética e o relógio comparador em direção ao centro do comando;

3. Na sequência, zere o relógio comparador no colo central do eixo, gire o comando e observe;

4. A excentricidade do eixo do comando não deve ser superior a 0,03 mm;

5. Repita o procedimento com o outro eixo do comando de escapamento.


(
Instalação dos Comandos de Válvulas no Cabeçote

Antes de instalar os eixos dos comandos de válvulas, com pano limpo, limpe os eixos e os
(
mancais no cabeçote. Para montagem dos eixos, proceda da seguinte forma:

1. Antes de instalar os comandos de válvulas, retire os pistões do PMS e posicione-os a meio l


curso para evitar possível toque das válvulas com o pistão; (

110
«
:#
. Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
2. Lubrifique os mancais no cabeçote e instale os eixos do comando de admissão e escape,
posicionando e alinhando as referências das engrenagens;

(
Inst alando o comando de válvulas em seu alojament o
(

(
( 3. Agora, lubrifique os eixos dos comandos das válvulas;
(

( 4. Em seguida, aplique adesivo na capa do mancai dianteiro do comando de admissão;


(
5. Na sequência, instale todas as capas de mancais dos comandos em seus alojamentos;
(
(
6. Instale os parafusos e aperte-os do centro para as extremidades com torque de 20 Nm;
(
(

(
(

(
(
Apertando os parafusos das capas dos
comando com t orque específico

7. Em seguida, instale o retentor de óleo do comando de válvulas.

111
COMANDOS DE VÁLVULAS- CONTROLE E INSTALAÇÃO

Conferir Folga Longitudinal dos Eixos dos Comandos (Axial)

1. Posicione o relógio comparador e a base magnética de forma que a ponta da haste do relógio
fique em contato com a frente do eixo do comando;

Relógio e base magnética posicionados medindo folga


axial do eixo de comando

2. Com uma chave de f enda, force o eixo até o limite de curso longitudinal;

3. Agora, zere o relógio comparador;

4. Em seguida, com a chave de fenda, movimente o eixo, longitudinalmente, de um lado para o


outro;

Com chave de fenda movimentando o eixo para avaliar


a folga

5. Observe a folga existente. O valor deve ser de 0,04 mm a 0,15 mm;

112
«

. Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ====================================================================
6. Remova o relógio e a base magnética;

7. Repita os procedimentos com o outro eixo do comando.

Conferir a Folga das Válvulas

( 1. Para o ajuste de válvulas do motor 1KD-FTV é necessário o uso de um cálibre de lâminas;

2. Com uma chave específica, gire os eixos do comando e posicione-os em primeiro cilindro;

(
3. Confira as folgas das válvulas;

(
(

(
( Com cálibre de lâminas conferindo a folga de válvulas

( 4. Admissão de 0,20 mm a 0,30 mm;


(
( 5. Escape de 0,35 mm a 0,45 mm;

6. Mude a posição dos comandos e repita o procedimento de ajuste com as outras válvulas até
conferir todos os cilindros.

(
(
Regulagem das Válvulas com o Motor no Veículo
(
1. O motor 1 KD-FTV da Toyota não possui tuchos hidráulicos. Quando as folgas das válvulas
forem ajustadas , será necessário substituir os tuchos mecânicos por outros tuchos com
medidas específicas (espessura) para atingirem as folgas determinadas pelo fabricante;

2. Essa disposição determina que, para acessar os tuchos mecânicos, será necessário remover a
tampa superior do cabeçote, a correia dentada com a polia e os comandos;

113
COMANDOS DE VÁLVULAS- CONTROLE E INSTALAÇÃO

3. Segundo o fabricante, os tuchos de válvula estão disponíveis em 35 medidas, em valores


múltiplos de 0,02 mm;

M edida existente no int erior dos t uchos de válvulas

4. As medidas dos tuchos vão de 5,06 mm a 5,74 mm.

(
t

114
(
(

(
(
(
(
(
(
(
(
(
(
(
(
(

(
(
POLIA DE SINCRONISMO DO
COMANDO - INSTALAR
POLIA DE SINCRONISMO DO COMANDO - INSTALAR

Posicione os comandos de válvulas no tempo de compressão do 1º cilindro. Em seguida, posicione


o pistão do cilindro 1 em PMS. Prepare-se para instalar os componentes de sincronismo do
cabeçote com o bloco do motor:

1. Aplique adesivo emborrachado na proteção inferior da correia dentada;

2. Instale a proteção em seu alojamento e aperte os parafusos com torque de 1O Nm;

3. Em seguida, instale a polia da correia dentada no encaixe com a chaveta do eixo de comando;

Instalando a polia da correia dentada do comando em


seu alojamento

4. Trave o eixo com uma chave de boca e aperte o parafuso com torque de 100 Nm.

116
(

(
(
(

(
(

(
(
(
(
(
(
(

UNIDADES INJETORAS-
-
TUBULAÇOES DE RETORNO-
INSTALAR
UNIDADES INJETORAS - TUBULAÇOES DE RETORNO - -
INSTALAR

Antes de instalar as unidades injetoras em seus alojamentos, faça uma inspeção visual quanto
às condições gerais e de limpeza: Verifique as condições do anel o'ring de vedação na base do
bico:

1. Com o auxílio de uma chave de fenda como


guia, instale os calços de encosto dos bicos
no interior dos orifícios do cabeçote;

2. Lubrifique os anéis o'rings e instale as unidades


injetoras em seus alojamentos;

3 . Instale os suportes de fixação das unidades


em seus alojamentos;

4. Os suportes se encaixam somente nos entalhes


Instalando a unidade injet ora
laterais das unidades injetoras;

5. Lubrifique as roscas dos parafusos de fixação das presilhas;

6. Em seguida, instale as arruelas junto com os parafusos de fixação das presilhas;

7. As arruelas devem estar com os chanfros voltados para baixo;

8. Aperte os parafusos até o encosto, com cuidado, de forma que o conjunto fique alinhado;

9. Em seguida, aperte os parafusos com torque de 20 Nm;

1 O. Instale os tubos de retorno em todas as


unidades injetoras com suas respectivas
arruelas e parafusos ocos;

11. Instale os parafusos de união nas presilhas


fixadoras, alinhe os tubos de retorno e aper-
te todos os parafusos com torque de 15
Nm .

118
(

(
(

(
(

(
(
(

(
(

(
(
(
(

TAMPA DO CABEÇOTE- TUBO


~ RAIL E TUBOS DE ALTA PRESSÃO
-
- INSTAlAÇAO
TAMP~ DO CABEÇOTE_- TUBO RAIL E TUBOS DE ALTA
PRESSAO - INSTALAÇAO
Aplique adesivo no tampão semicircular e instale-o em seu alojamento no cabeçote. Em seguida,
aplique adesivo nos pontos de contato da capa do mancai dianteiro.

Aplique adesivo no mancai dianteiro do comando

1. Avalie as condições do anel de vedação da tampa e instale a tampa em seu alojamento;

2. Instale os parafusos e aperte-os, do centro para as extremidades, com torque de 1O Nm;

3. Instale os 04 vedadores dos bicos nas laterais da tampa;

o
o
o
()

Instalando vedadores dos bicos

120
«"
~ Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ======================================================================
4. Instale o tubo rail junto com os 02 parafusos de fixação. Deixe o tubo raillivre, apoiado nos
parafusos, para facilitar o encaixe das tubulações;

Instalando o tubo rail em seu alojamento

5. Em seguida, instale os tubos de alta pressão e aperte as conexões manualmente;


(

(
(

(
(
(

l
c
Instalando os tubos de alta pressão

c
c
(..,
(

121
(

POLIA DE SINCRONISMO
INFERIOR- CORREIA DENTADA
-INSTALAR
POLIA DE SINCRONISMO INFERIOR- CORREIA DENTADA-
INSTALAR

(
1. Instale a polia inferior da correia dentada na
engrenagem da bomba de alta pressão;
(

2. Instale os 04 parafusos de fixação da polia e


aperte-os com torque de 20 Nm;
(
( 3. Instale o tensor da correia dentada em seu
( alojamento, instale o parafuso de fixação e
aplique aperto manual;

Instalando a polia inferior da correia dent ada


(

(
(

(
(
4. Verifique os pontos de sincronismo da polia
do comando de válvulas e da polia inferior da
(
caixa de sincronismo;
(
(
(
(

( Verificando os pontos de sincronismo

(_,
c
() 5. Em seguida, instale a correia dentada e
posicione-a sobre o tensor;
l
l 6. Aplique carga sobre a correia através do
tensor até a marcação padrão;
(

123
7. Aperte o parafuso, para travar o tensor, com torque de 20 Nm;

Apertando os parafusos do tensor da correia dentada

8. Aplique duas voltas completas sobre a árvore de manivelas e confira a t ensão da correia
dentada através da marcação do tensor;

Girando o eixo do motor para conferir sincronismo


()
C~
9. Em seguida, instale a proteção externa da correia dentada, instale os parafusos e aperte-os ...
com torque de 1O Nm.

124
(

(
(

(
(
(
(
(
(
(
(

{
(

(
,
BOMBA DE V ACUO- INSTALAR
BOMBA DE VÁCUO- INSTALAR
1. Avalie as condições dos anéis de vedação da bomba com a carcaça de sincronismo;

2. Instale a bomba de vácuo em seu alojamento;

Instalando a bomba de vácuo

3. Aperte os parafusos de fixação com torque de 20 Nm.

v
o
o
c:
c

126
(

(
(
(

(
(

(
(

(
(
(
(
(
(
(

\
, ,
VALVULA TERMOSTATICA-
-
(

INSPEÇAO
VÁLVULA TERMOSTÁTICA- INSPEÇÃO

1. Inspecione a válvula t ermostática quanto às condições de limpeza e ao estado geral;

2. Depois, avalie o anel vedador e, na sequência, instale-a em seu alojamento;

Instalando a válvula termostática em seu alojamento com o pino


de sangria voltado para 12 horas

3. Aperte os parafusos com torque de 15 Nm.

G
c
o
c
l

128
(

(
(

(
(
(
(
(
(
(

(
(
(
(

l
(

TROCADOR DE CALOR - FILTRO


(

, -
DE OLEO - INSPEÇAO
TROCADOR DE CALOR - FILTRO DE ÓLEO - INSPEÇÃO
O trocador de calor do óleo do motor Toyota 1KD-FTV é montado na lateral do bloco do motor
e tem a função de controlar a temperatura do óleo lubrificante através das placas que ficam
imersas no líquido de arrefecimento.

Trocador de ca lor do motor 1 KD-FTV

Inspeção e Limpeza

O trocador de calor deve ser inspeciona-d<;> quanto à ferrugem nas placas externas e à obstrução
da passagem de óleo pela galeria interna.

Instalação

Após a inspeção, instale o trocador de calor em seu alojamento na seguinte ordem:

1. Posicione as vedações e, em seguida, instale o O


trocador de calor;

2. Em seguida, instale a vedação superior e a


tampa do trocador;

3. Instale os parafusos e aperte-os com torque


de10Nm. l

Instalando o t rocador de calor em seu alojamento no


bloco

130
«.
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================
,
Válvula de Passagem de Oleo - BY Pass - Linha de Lubrificação

Na carcaça do trocador de calor está alojado o filtro de óleo do motor e a válvula by-pass de
proteção da linha de lubrificação.
(

(
(

Localização da válvula by-pass no t rocador de calor

( 1. Caso o trocador de calor, por motivo de entupimento interno, bloqueie a passagem do


( lubrificante, a pressão da bomba de óleo se eleva e vence a mola interna da válvula by-pass.
(

t
(

(
(
(

ú
c
c
Deta lhe da válvula by-pass do trocador de calor Detalhe da válvula by-pass
(,
(

( 2. Na sequência, o óleo é desviado do trocador de calor e segue para a linha principal de


lubrificação, porém, o lubrificante terá temperatura elevada.

131
(
(

-
COLETOR DE ADMISSAO - (
INSTALAR
COLETOR DE ADMISSAO - INSTALAR
-

Verifique o estado geral do coletor de admissão,


do corpo da borboleta de bloqueio e das
( vedações do coletor com o cabeçote.

Inspeção no coletor de admissão

(
(
( 1. Verifique as condições de mobilidade da
( haste e das borboletas da unidade do cole-
( tor variável;
(
(
(
(
Avaliando as condições da haste e das borboletas do
( coletor de admissão

2. Em seguida, instale as vedações e o coletor de


admissão em seu alojamento;

3. Instale os parafusos e as porcas e aperte-os


com torque de 25 Nm;

Instalando o coletor de admissão em seu alojamento

133
COLETOR.D-E.ADMISSÃO- INSTALAR

4. Instale as velas aquecedoras em seus alojamentos e aperte-as com torque de trabalho;

Instalando as velas aquecedoras em seus alojamentos

5. Em seguida, instale a válvula EGR em seu alojamento no coletor;

Inst alando a válvula EGR


(
(
6. Depois, instale na admissão os componentes formados por corpo de borboleta, sensor de
posição e atuador de controle da borboleta;
(
7. Aperte as porcas e os parafusos com torque de trabalho;

8. Na sequência, instale o tubo de ligação entre o cabeçqte e a válvula EGR. Aperte as porcas
com torque de trabalho;

9. Em seguida, instale as tubulações e conexões pertinentes ao coletor de admissão.

134
«.
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================

Tubulações de Alta Pressão e de Retorno - Instalação

1. Instale o tubo que liga a bomba de alta pressão ao tubo rail e aperte as porcas manu-
almente;
(
2. Instale o tubo de retorno em seu alojamento e aperte os parafusos com torque de trabalho;

(
3. Em seguida, instale os tubos de alta pressão do rail às unidades injetoras. Aperte as conexões
(
manualmente;

4. Agora, aperte os parafusos do rail com torque de 35 Nm;

5. Na sequência, aperte as conexões dos tubos de alta pressão com torque de trabalho;

(
(
(
(
(
(
( Aperta ndo as porcas dos t ubos de alta pressão

135
(

(
(

COLETOR DE ESCAPAMENTO - ~
TURBINA- INSTALAR (
COLETOR DE ESCAPAMENTO -TURBINA- INSTALAR
Faça uma inspeção no coletor de escapamentos e avalie o estado físico externo dos componentes,
tais como a turbina e seus componentes.

1. Antes de inst alar o coletor, instale o tubo condutor de água, apert e os parafusos com torque
de trabalho;

2. Instale os prisioneiros do coletor em seus


alojamentos no cabeçote;

3. Instale a junta e o coletor de escapamento em


seus alojamentos;

4. Instale os parafusos e porcas e aperte-os com


(
torque de 30 Nm.
(

Turbina - Instalação
(
Para a instalação do turbo, proceda da seguinte forma:

1. Instale o turbo em seu alojamento e aperte os parafusos com torque de 45 Nm;

L;

''" )
..../

o
o
Í_j

Instalando a turbina em seu alojamento no coletor de


escapamento

137
COLETOR DE ESCAPAMENTO- TURBINA- INSTALAR

2. Depois, instale o suporte do turbo e aperte os parafusos com torque de trabalho;

3. Instale a tubulação de retorno de óleo;

4. Instale as conexões de refrig eração líquida da turbina.

Instalando as conexões da refrigeração da turbina

v
G
(j
'
c
C'
l

138
(
(

(
(

-..
(

(
(

(
(

(
(

l
(
(

TABELA DE VALORES E
MEDIDAS DO MOTOR
TABELA DE VALORES E MEDIDAS DO MOTOR

TABELA {1) -VALORES ÓTIMOS DO MOTOR DIESEL TOYOTA 1 KD-FTV- HILUX 3.0- 16V
Folga entre dentes das
De 0,02 mm a 0,15 mm
engrenagens
Folga longitudinal da
engrenagem intermediária n° De 0,06 mm a 0,11 mm
1 {axial)
Diâmetro interno da
Engrenagens de engrenagem intermediária n° De 44,00 mm a 44,025 mm
sincronização 1
Diâmetro do eixo da
De 43,95 mm a 43,99 mm
engrenagem intermediária
Folga entre a engrenagem
De 0,01 mm a 0,07 mm
intermediária e o eixo
Folga longitudinal do
De 0,07 mm a O, 14 mm
eixo balanceador
Diâmetro externo dos De 11 ,80 mm a 12,00 mm
Parafusos do cabeçote
parafusos do cabeçote Mínimo de 11 ,60 mm
A- 0,80 a 0,90 mm

B- 0,85 mm a 0,95 mm
Espessura da nova junta do (
Junta do cabeçote C- 0,90 mm a 1,00 mm
cabeçote
D- 0,95 mm a 1,05 mm

E- 1,00 mm a 1,10 mm

Empenamento Máximo de O, 15 mm

Sede da válvula Admissão- 25°, 45°, 70°

Ângulo de retífica Escapamento- 25°, 45°, 75o

Ângulo de contato 45°


Cabeçote
Admissão - 1,20 mm a 1,60 mm
Largura de contato
Escapamento - 1,60 mm a 2,00 mm

STD- 10,985 mm a 11 ,006 mm


Diâmetro do alojamento da
bucha da guia da válvula S/ M (0,05 mm)- 11,035 mm a
11,056 mm

140
.r·
~ Motor Toyota 1KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ================================================================
TABELA (1) -VALORES ÓTIMOS DO MOTOR DIESEL TOYOTA 1 KD-FTV- HILUX 3.0- 16V

Diâmetro interno De 6,01 mm a 6,03 mm

Bucha guia da válvula STD- 10,985 mm a 11,006 mm


Diâmetro externo da peça de
(
reposição 5/ M (0,05 mm)- 11,035 mm a
11,056 mm
( Admissão- 105,15 mm a 105,75 mm
( Comprimento total da válvula Escapamento- 105,02 mm a 105,62
mm
Admissão- 5,970 mm a 5,985 mm
Diâmetro da haste Escapamento
Válvulas do cabeçote 5,960 mm a 5,975 mm
Admissão- 0,025 mm a 0,060 mm
( Folga da haste com a bucha Escapamento
0,035 mm a 0,070 mm
(
Espessura da borda De 1,20 mm - Mínima 0,70 mm

Desvio Máximo de 2,00 mm

Mola da válvula Comprimento livre 46,70 mm


( Tensão da mola instalada a 149,90 mm a 166,10 mm -
( 33,10 mm Nm (15,3 kgf a 16,9 kgf)
(
( TABELA (2) -VALORES ÓTIMOS DO MOTOR DIESEL TOYOTA 1 KD-FTV- HILUX 3.0- 16V
(
Diâmetro do alojamento do
De 31,00 mm a 31,02 mm
( tucho no cabeçote
Tucho de válvula Diâmetro do tucho De 30,96 mm a 30,97 mm
(
Folga entre o tucho e o
( De 0,024 mm a 0,055 mm
alojamento
Excentricidade circular
(
Máxima de 0,04 mm
(empeno)
Admissão de 47,20 mm a 46,75 mm
( Altura dos ressaltas
Escape de 48,1 O mm a 47,90 mm
~
( Diâmetro do colo do eixo
Eixo de comando De 27,97 mm a 27,98 mm
(munhão)
Folga entre eixo e alojamento
De 0,03 mm a 0,05 mm
(mancais)
Folga longitudinal (axial) De 0,04 mm a 0,18 mm

Folga entre as engrenagens De 0,04 mm a 0,15 mm

141
TABELA DE VALORES E MEDIDAS DO MOTOR

TABELA (2) -VALORES ÓTIMOS DO MOTOR DIESEL TOYOTA 1 KD-FTV- HILUX 3.0- 16V
Empenamento da superfície
0,10 mm
do cabeçote
Marca 1 - 96,00 mm a 96,01 mm
Bloco do motor
Diâmetro interno do cilindro Marca 2 - 96,01 mm a 96,02 mm

Marca 3 - 96,02 mm a 96,03 mm

Marca 1 - 95,92 mm a 95,93 mm

Diâmetro do pistão Marca 2 - 95,93 mm a 95,94 mm

Marca 3 - 95,94 mm a 95,95 mm

Folga do pistão no cilindro De 0,07 mm a 0,09 mm


Pistão e anéis do pistão N° 1-0,09 mm a 0,14 mm
Folga lateral entre os anéis e N° 2 - 0,09 mm a O, 14 mm
as canaletas do pistão
Anel raspador de óleo -
De 0,03 mm a 0,09 mm
Saliência do pistão em relação
De 0,005 mm a 0,254 mm
ao bloco do motor
N° 1-41,94 mm a 41,96 mm
Diâmetro do munhão
N° 2- 40,93 mm a 40,95 mm
principal
Eixos balanceadores
N° 3-31,94 mm a 31,96 mm
Folga entre os colos dos eixos
De 0,04 mm a 0,10 mm
e os alojamentos no bloco

TABELA (3) -VALORES ÓTIMOS DO MOTOR DIESEL TOYOTA 1 KD-FTV- HILUX 3.0- 16V
Folga longitudinal (axial) -
De 0,10 mm a 0,30 mm
Biela montada no eixo
Folga entre a biela (com as
bronzinas) e o moente do De 0,03 mm a 0,05 mm
eixo (radial)
Espessura da bronzina de
Biela De 1,486 mm a 1,491 mm
biela
(
Diâmetro interno da bucha De 34,01 mm a 34,02 mm

Diâmetro do pino do pistão De 33,99 mm a 34,00 mm


Folga entre o pino e
De 0,01 mm a 0,03 mm
alojamento

142
41':" Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
:#
SETE ==================================================================
TABELA (3) -VALORES ÓTIMOS DO MOTOR DIESEL TOYOTA 1KD-FTV- HILUX 3.0- 16V

Diâmetro externo do parafuso De 8,50 mm a 8,60 mm


Biela
( da biela Mínimo - 8,30 mm
(
Espessura da arruela de De 2,43 mm a 2,48 mm
encosto- STD (fornece 02 medidas acima)
(
Folga longitudinal (axial) De 0,04 mm a 0,25 mm
(
Diâmetro dos munhões (colo
De 69,99 mm a 70,00 mm
mancai)
Folga entre os munhões e as
De 0,03 mm a 0,05 mm
bronzinas montadas no bloco
Espessura da bronzina do
De 2,482 mm a 2,49 mm
mancai dos munhões
( Árvore de manivelas Diâmetro do moente (colo
De 58,99 mm a 59,00 mm
( biela)
( Excentricidade circular 0,03 mm
(
Conicidade e ovalização do
(
0,02 mm
munhão
( Conicidade e ovalização do
0,02 mm
( moente
( STD - 14,00 mm
Diâmetro externo do parafuso
( da capa do mancai principal Mínimo permitido: 12,60 mm
(
Folga entre ressaltas dos
rotores - entre rotor e a
Bomba de óleo De 0,06 mm a 0,13 mm
carcaça da bomba - folga
( lateral dos rotores
(
c

( _.,

143
(

l
(

TABELA DE TORQUE DOS ~


PARAFUSOS DO MOTOR :
TABELA DE TORQUE DOS PARAFUSOS DO MOTOR

ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE - PARAFUSOS DO MOTOR


(

Bomba de alta pressão x Carcaça da engrenagem de sincronização 20 Nm

Engrenagem da bomba de alta pressão x Bomba de alta pressão 65 Nm


(
Suporte do retentor de óleo traseiro do motor x Bloco do motor 15 Nm
(
Carcaça da engrenagem de sincronização x Bloco do motor
15 Nm
Parafuso
Parafuso de união (tubulação de retorno dos injetores) 15 Nm

Filtro de tela x Bloco do motor 10 Nm

Cárter x Bloco do motor 15 Nm


(
Cárter x Carcaça da engrenagem de sincronização 15 Nm

Sensor do medidor do nível de óleo do motor x Cárter 10 Nm


(
Engrenagem movida n2 1 x Conjunto secundário do eixo
( 35 Nm
balanceador n2 1
( Engrenagem movida n° 2 x Conjunto secundário do eixo
35 Nm
balanceador n2 2
Arruela de encosto x Bloco do motor 15 Nm
Placa de encosto da engrenagem intermediária x Eixo da
50 Nm
engrenagem intermediária n2 1
(
Conjunto da bomba d'água x Bloco do motor 15 Nm
(
Polia de sincronização da árvore de comando x Árvore de
( 100 Nm
comando
(
Cobertura n2 2 da correia de sincronização x Cabeçote, Bloco do
10 Nm
motor
.) Presilha do fixador do bico x Cabeçote (tubos dos bicos) 20 Nm
...,
I

Tubo de retorno dos bicos x Injetor Parafuso oco (tubos dos bicos) 15 Nm
,.-._
( I
Parafuso de união dos tubos de retorno (bicos) 15 Nm

Capa do mancai da árvore de comando x Cabeçote 20 Nm

Tampa do cabeçote x Cabeçote 10 Nm

145
TABELA DE TORQUE DOS PARAFUSOS DO MOTOR

ESPECIFICAÇÕES DE TORQUE - PARAFUSOS DO MOTOR

- Etapa 1: aplique 40 Nm

- Etapa 2: aplique 85 Nm
Cabeçote x Bloco do motor
- Etapa 3: Gire 90°

- Etapa 4: Gire 90°


Cobertura da engrenagem de sincronização x Carcaça da
15 Nm
engrenagem de sincronização
Conjunto de Tubo Rail x Bloco do motor 40 Nm

Tubo de retorno dos Bicos n° 2 x Cabeçote 20 Nm

- Etapa 1: aplique 35 Nm
Capa da biela x Biela
- Etapa 2: Gire 90°
Conjunto secundário da válvula de retenção de óleo x Bloco do
25 Nm
motor
- Etapa 1: aplique 50 Nm
Capa do mancai da árvore de manivelas x Bloco do motor
- Etapa 2: Gire 90°

Bujão-guia (com rosca) x Bloco do motor 20 Nm

Bujão x Conjunto da carcaça da engrenagem de sincronização 50 Nm


Bujão-guia (com rosca) x Conjunto da carcaça da engrenagem de
45 Nm
sincronização

l
(_/
r '
t

146
(
(
(
(
(
(
(

{
(
(

(
(
(
(
(

(
(
(
(
(

,
ESQUEMA ELETRICO
ESQUEMA ELÉTRICO

c
(

148
(

(
(

(
(

(
(

(
(
(
(
(
(
(
(
(
(
(
(
(

(
,
QUESTIONARIO
Instruções para Preenchimento e Envio do Gabarito e da Pesquisa

Prezado amigo,

Apresentamos o questionário com as principais questões tratadas no VIDEOCARRO - Diesel -


Módulo XIV - Motor Toyota 1 KD-FTV - Hilux 3.0L - Controle Dimensional. Respondendo a
estas perguntas e obtendo um índice mínimo de acerto de 70%, enviaremos a você o Certificado
de Aprovação Sete, inteiramente grátis, para melhorar ainda mais o seu currículo.

1. Assinale no gabarito, somente uma opção de cada pergunta do questionário.

2. Após responder ao questionário, transcreva as respostas para o gabarito que acompanha este
manual.

3. Responda à Pesquisa Sete com letra legível e sem rasuras. Dessa forma, a Sete poderá atendê-
lo melhor e aperfeiçoar a qualidade de seus produtos.

4. Após responder à Pesquisa, destaque as folhas, coloque-as num envelope com o gabarito
anexo, preencha seu nome e endereço (remetente), sele e envie pelo correio para o endereço
(destinatário): SETE- Av. Flávio dos Santos, 372, Bairro Floresta- CEP: 31015-150- BH- MG.
Para agilizar o processo de certificação, não estamos utilizando o sistema de porte pago, que
torna mais lento o envio do material.

5. O seu certificado de conclusão será enviado pelo correio, para o endereço indicado, no prazo
máximo de 60 dias após o recebimento do gabarito. Caso você não obtenha o índice mínimo
de acertos no questionário, será comunicado através de carta.

Em caso de dúvida, ligue para: 31 2126-7007.

Não deixe de conferir o site www.mecanico.com.br, desenvolvido pela Sete especialmente para
quem trabalha com automóveis. Aproveite! Esse é o seu lugar na internet!
Nossos produtos também podem ser adquiridos pela internet. Basta acessar
www.setenet.com.br. Nesse endereço, você também pode acompanhar os lançamentos e as
novidades da série Videocarro e conhecer os outros produtos da Sete.

152
.r·
.» Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L- Controle Dimensional
SETE ==================================================================

Questionário

1) Qual o tipo de injeção eletrônica de combustível utilizado no motor 1KD-FTV da Toyota Hilux
3.0L?
(
a) ( ) Injeção direta na admissão.
(
b) ( ) Injeção direta Common Rail.
(
c) ( ) Injeção indireta na câmara de combustão.
d) ( ) Injeção indireta e EDC.

( 2) Qual é a cilindrada total exata do motor 1 KD-FTV da Toyota?

a) ( ) 2.934 cm3.
b) ( ) 3.000 cm3.
(
c) ( ) 2.282 cm3.
(
d) ( ) 2.982 cm3.
(
( 3) O motor 1 KD-FTV da Toyota Hilux atende a que normas ambientais?
(
( a) ( ) Proconve PS e Euro 111.
( b) ( ) Proconve P4 e Euro 111.
c) ( ) Proconve P4 e Euro 11.
(
d) ( ) Proconve PS e Euro 11.
t
( 4) No motor 1 KD-FTV, durante as altas cargas de funcionamento, o que impede as bronzinas de
( girarem em seus alojamentos acompanhando o movimento de rotação das bielas?
(
( a) ( ) Os ressaltas existentes nas bronzinas.
b) ( ) O pino elástico existente nas capas de mancais.
c) ( ) A pré-tensão das bronzinas.
(
d) ( ) O alojamento com rugosidade das bronzinas.

5) No motor 1 KD-FTV, o intercooler é um componente importante e tem a função específica


de:
(

( a) ( ) Melhorar a taxa de compressão do motor.


l b) ( ) Reduzir ruído e vibração do motor.
( c) ( ) Melhorar a capacidade volumétrica do motor.
d) ( ) Reduzir significativamente o consumo de combustível do motor.

6) No motor 1KD-FT\1, é utilizado um coletor de admissão variável que tem uma importante função
no funcionamento do motor. Qual é a vantagem de se utilizar coletor de admissão variável?

a) ( ) Melhoria de performance e potência do motor com elevadas cargas.

153
QUESTIONÁRIO

b) ( ) Melhores níveis de emissões em serviço severo e plenas cargas.


c) ( ) Melhoria de torque em baixas e médias rotações e economia.
d) ( ) Melhoria do consumo de combustível e ruído do motor.

7) Qual a função do pino limitador existente na linha de óleo para o cabeçote, localizado no
bloco do ;motor?

a) ( ) Melhorar a lubrificação dos componentes do cabeçote.


b) ( ) Melhorar a performance do motor em altas rotações.
c) ( ) Garantir o funcionamento do tensor hidráulico da correia dentada.
d) ( ) Garantir a lubrificação da parte de baixo do motor, caso os componentes do cabeçote
fiquem fol_gados ou danificados.

8) A pressão mínima e máxima da bomba de alta pressão de combustível para o perfeito


funcionamento do motor 1KD-FTV é de:

a) ( ) 3,5 e 7,2 bar.


b) ( ) 120 e 140 bar.
c) ( ) 240 e 280 bar.
d)( )250e1400bar.

9) Qual a função da válvula by-pass no sistema do trocador de calor?

a) ( ) Facilitar a troca do filtro de óleo do motor.


b) ( ) Fazer a sangria de ar no sistema de lubrificação.
c) ( ) Desviar e manter a linha de lubrificação do motor operante, caso o trocador de calor venha
a entupir.
d) ( ) Controlar a pressão da bomba de·.óteo.

1O) O motor 1KD-FTV da Toyota utiliza dóis eixos balanceadores. Qual a finalidade deles?

a) ( ) Dar ao motor maior incremento de torque em plena carga.


b) ( ) São intermediários ao sincronismo do motor.
c) ( ) Controlar o desequilíbrio das massas internas do motor, ou seja, eliminar as vibrações.
d) ( ) Têm função específica no funcionamento de motores com injeção eletrônica.

11) A altura (projeção) das camisas do motor 1 KD-FTV em relação ao bloco é de:

a) ( ) 0,00 mm a 0,01 mm, conforme recomendações do fabricante.


b) ( ) 0,00 mm a 0,06 mm, conforme recomendações do fabricante.
c) ( ) 0,06 mm a 0,04 mm, conforme recomendações do fabricante.
d) ( ) 0,02 mm a 0,09 mm, conforme recomendações do fabricante.

154
«.
;# Motor Toyota 1 KD-FTV- Hilux 3.0L - Controle Dimensional
SETE ================================
12) No motor 1KD-FTV, em relação à ponta das unidades injetoras, há quantos furos de
injeção?

a) ( ) Apenas dois furos.


b) ( ) Três furos de injeção.
c) ( ) Apenas um furo de injeção.
d) ( ) Oito furos de injeção.
(
( 13) No motor 1 KD-FTV, em relação ao sincron ismo da distribuição motora, deve ser observada:

a) ( ) A numeração das engrenagens, conforme recomendações do fabricante.


b) ( ) A utilização de engrenagens genuínas da Toyota.
c) ( ) A utilização de espessímetro para verificação das f olgas.
d) ( ) A montagem da distribuição antes de insta lar os pistões.

14) Onde está localizada a roda fônica no motor 1KD-FTV da Toyota Hilux?
(

( a) ( ) Na árvore de manivelas, na traseira do motor.


( b) ( ) Na árvore de manivelas, como parte integrante do damper.
(
c) ( ) Na árvore de manivelas, no interior do motor, junto à biela do cilindro 1.
d) ( ) Na árvore de manivelas, no interior da caixa de sincronismo do motor, junto da engrenagem
(
de sincronismo.
(
( 15) Na distribuição motora do motor 1KD-FTV, a folga circunferencial (entre dentes) das
( engrenagens do sincronismo deve estar dentro de quais valores?
(
( a) ( ) 0,04 a 0,18 mm.
( b) ( ) 0,02 a 0,15 mm.
c) ( ) 0,05 a 0,09 mm.
d) ( ) 0,08 a 0,1 O mm.
(

16) No procedimento de instalação da válvula termostática do motor1 KD-FTV, o que deve ser
observado?

a) ( ) Abertura total da válvula termostática com alicate.


( b) ( ) Abertura da válvula com equipamento específico.
c) ( ) Posição do furo de aeração na posição de 12 horas.
t
d) ( ) O fechamento completo da válvula de alívio da bomba de água.
(

17) No procedimento de soltar os parafusos do cabeçote do motor 1KD-FTV, qual sequência deve
ser observada?

a) ( ) Remoção dos mancais do comando das extremidades para o centro, em caracol.


b) ( ) Remoção dos mancais de fixação do comando em caracol, de dentro para fora.

155
QUESTIONÁRIO

c) ( ) Soltar os parafusos em forma de caracol, da extremidade para o centro, em pelo menos 3


etapas.
d) ( ) Remoção do comando de válvulas e depois dos balancins.

18) No procedimento de montagem do cabeçote do motor 1KDFTV da Toyota Hilux 3.0L, qual a
recomendação para o aperto?

a) ( ) Posicionar o cilindro em combustão e apertar com 8 kgf.


b) ( ) Posicionar o cilindro em cruzamento e apertar com 30 Nm + 90° + 90°.
c) ( ) Posicionar o cilindro em combustão e apertar com 20 Nm + 90° + 90° + 90° .
d) ( ) Após lubrificar todos os parafusos, apertar em etapas de 85 Nm + 900 + 900.

19) O motor da Toyota Hilux 3.0L está equipado com uma central eletrônica que tem como
função:

a) ( ) Controlar eletronicamente a rotação e a tensão elétrica do motor.


b) ( ) Controlar o consumo de óleo diesel e de óleo lubrificante do motor.
c) ( ) Controlar eletronicamente a injeção de combustível do motor.
d) ( ) Controlar o ruído do motor.

20) No motor 1 KD-FTV, para a montagem da engrenagem intermediária pré-tensionada, deve-se


usar:

a) ( ) Morsa de bancada com mordentes de proteção, parafuso de serviço e ferramenta para


tensionar as molas internas da engrenagem.
b) ( ) Morsa de bancada sem mordentes de proteção, parafuso cônico e alicate para tensionar
as garras.
c) ( ) Morsa de bancada com mordentes de proteção e chave Philips.
d) ( ) Prensa, alicate e morsa com mordentes de proteção.

156
I
t
I
Nome:
-----------------------------------------------
Endereço: - -- -- -- - - -- - - -- -- - - - - - - -- - - -- - -------

CEP:

Cidade: UF:

Código de cliente - - - - - - - - - - - (o número encontra-se na nota fiscal)

GABARITO

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10
A
B
c
D

( 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20
A
B
c
D

157
GABARITO

t
l
l

l
158 (
(

( PESQUISA SETE
(

( Responda à Pesquisa SETE com letra legível e sem rasuras. Indique três amigos ou oficinas,
( envie junto com o questionário e ganhe um brinde especial.
(

( Nome l e g í v e l : - - - - - - - - - - -- -- - - - - - - - - - - - -
(
Fone: ( ) Cód. do cliente:
-------- ------------------------
(
(
1. Qual o seu grau de satisfação em relação ao Módulo XIV Diesel?
(
• O vídeo: ( ) Superou as expectativas ( ) Satisfez ( ) Não satisfez
(
Comente:
----------------------------
(
• O manual: ( ) Superou as expectativas ( ) Satisfez ( ) Não satisfez
(
Comente:
( ----------------------------
( 2. Como tomou conhecimento do nosso produto?
(
( ( ) Revistas/Jornais ( ) Internet ( ) Indicação de Cliente
( ( ) Feira/Palestra ( ) Outros------------------
(
( 3. O que você acha do nosso atendimento?
(
( ( ) Excelente ( ) Ótimo ( ) Bom ( ) Regular ( ) Ruim
\
( 4. Você gostaria de receber e-mails com informações sobre os produtos da SETE?
(

( ( ) Não ( ) Sim, meu e-mail é:-------------------


(
5. Você conhece o site www.mecanico.com.br?
(

(
( ) Sim ( ) Não
(

6. Você recomendaria os produtos da SETE?

( ) Sim ( ) Não

159
PESQUISA
(

7. Que publicações você costuma ler?

( ) Jornal Oficina Brasil ( ) Revista Quatro Rodas


( ) Revista Oficina Mecânica ( ) Revista O Mecânico (
( ) Outras-- - -----------------------

8. Minha oficina trabalha com (pode marcar mais de um item):


(

( ) Mecânica Geral ( ) Lanternagem/Pintura ( ) Suspensão


( ) Freios ( ) Injeção Eletrônica ( ) Alinhamento/ Direção
( ) Autopeças
(

9. Indique três amigos ou oficinas que possam ter interesse nos produtos da SETE.

a) Nome:

Fone: ( ) (
{
b) Nome: (

Fone: (
(
c) Nome:

Fone: ( )

1O. Sua opinião é muito importante para a SETE. Use o espaço abaixo para sugestões e
observações ou ligue 31 2126.7007.

160
Válvu la EGR
~~~
Sensor de posição
do acelerador
I--c;:::r- ~ ~ ~

17~ ~
~"'

Válvula de
controle de giro

Sensor de

I~ ~~I
Sensor de
massa de ar
temperatura do
MAF
arrefecimento

Senso r de
temperatura
do ar

Senso r de
temperatura
do combustível -- ..
Acionador
do motor
Válvu la de contro le
de sucção
I~ I 111 r---fõ21 .. I tu rbo

Sensor de
rotação e
PMS

11 ' : Sensor do bico variável


Turbocharger

Alternador - - - - - - - - - - - - i
Conj unto do
Conjunto de controle do NC • I corpo da
borboleta
Term. 15 do conectar de
diag . e cont. da transmissão
Painel de intrum. e conj .
de contro le do NC

Chave do transponder
Sensor de
Chave do t ransponder pressão de
combustível
Chave do transponder

Interruptor de controle
da veloc. de cruzeiro Sensor de
pressão do
turbo

:::::> s::
o
oLLJ t+
o o
""5 Interruptor ""'
"C
-o de freios c1
~ ~
t+
Q.l
...lo

".,c
I

<I
:;,
2'"
><
w
or-
I
n
o
::l
t+
a
ti)
c
3"
ti)
::l
Sistema 111

PCM õ"
::l
_. ~
.j:::o
\0
o
u
ã:
1-
'W
...J
w
<C
::?!
w
:::>
o o
"'w LI\