Você está na página 1de 30

Universidade Federal de Alagoas

Escola de Enfermagem
Programa de Pós-Graduação em Enfermagem – Mestrado
Metodologia da Pesquisa

COMPREENSIVISMO

Maceió
2021
André Fidelis
Ellen Vital
Janderson Soares
Julliana Veras
Leandro Lima
Gabriella Lima
Mariana Barbosa

COMPREENSIVISMO
Trabalho apresentado a Profª Drª Regina Maria dos Santos do Programa
de Pós-graduação stricto sensu em Enfermagem da Universidade
Federal de Alagoas – UFAL, como requisito parcial para obtenção da
participação em aula da disciplina de metodologia da pesquisa.

Maceió
2021
As raízes da
Sociologia
Compreensiva de
Max Weber.

PPGENF
01. Introdução 02. A compreensão 03. A sociologia de
As raízes da Sociologia Max Weber
Compreensiva de Max Problema metodológico e Entre projeto e
Weber opção ideológica paradigma

04. Fundamentos da 05. O método


sociologia compreensivista compreensivista

PPGENF
Essa corrente teórica, como o próprio nome indica, coloca como
tarefa mais importante das Ciências Sociais a compreensão da
realidade humana vivida socialmente.

Os autores compreensivistas não se preocupavam em quantificar


e em explicar, e sim em compreender: este é o verbo da pesquisa
qualitativa.

Compreender relações, valores, atitudes, crenças, hábitos e


representações e a partir desse conjunto de fenômenos humanos
gerados socialmente, compreender e interpretar a realidade.

O pesquisador que trabalha com estratégias qualitativas atua com


a matéria-prima das vivências, das experiências, da cotidianidade
e também analisa as estruturas e as instituições, mas entendem-
nas como ação humana objetivada.

PPGENF
Fenomenologia - estudo dos fenômenos, daquilo que aparece à
consciência, daquilo que é dado, buscando explorá-lo;

Etnometodologia - abordagem teórico-metodológica de pesquisa


empírica, estudam fenômenos sociais, aqueles que estão
disponíveis em atividades humanas incorporadas, sensíveis, de fala
e ação.

Interacionismo simbólico - perspectiva teórica que possibilita a


compreensão do modo como os indivíduos interpretam os objetos e
as outras pessoas com as quais interagem e como tal processo de
interpretação conduz o comportamento individual em situações
específicas.

PPGENF
As raízes da
Sociologia
Compreensiva de
Max Weber.

A Sociologia de Max
Weber: entre projeto e
paradigma.

PPGENF
 Época de crise e mudança;

 A obra de Weber configurou-se como fonte para projetos científicos


em contexto francês;

 Influência de renovação da Sociologia.

 Fim dos anos 50;


 Atribuição de uma cadeira de Sociologia Europeia na Escola
Prática de Altos Estudos (1960).

PPGENF
Oscilação do interesse pelo
seu pensamento

Aceitação seletiva e crítica de


determinados temas como:
metodologia, Sociologia Política e a
Sociologia da Religião.

Sociologia interpretativa - linha de investigação que se relaciona


com o projeto de Max Weber;

Se desenvolveu a partir de uma crítica dos métodos


quantitativos nos anos 60.

PPGENF
As raízes da
Sociologia
Compreensiva de Fundamentos da
Max Weber. Sociologia Compreensiva.

A Sociologia de Max
Weber: entre projeto e
paradigma.

PPGENF
 Análise crítica dos conceitos de Ação Social;

 Relação entre o sentido subjetivo como característica da ação e da


ação social e o método da compreensão interpretativa;

 Sociologia como ciência compreensiva.

Ações com uma significância social

PPGENF
 O tipo ideal é o reflexo de uma seleção de aspectos da vida que
tem significado para o cientista na base de determinadas ideias de
valor;

Objetivo:

Verificar em cada caso até que ponto a realidade empírica se


aproxima ou afasta desta construção ideal.
A explicação sociológica das ações se volta para os sentidos e os efeitos
da ação de um indivíduo no âmbito social.
Atividade Humana

Comportamento de outrem através do


Reação sentido subjetivo visado pelo agente

Ação Co-determinado no seu desenrolar


através desta referência significativa

Proporciona, através deste sentido


Ação social subjetivo, uma explicação com base
numa interpretação.
PPGENF
Max Weber defendia a ideia de que uma Ciência Social não poderia
reduzir a realidade empírica a leis, tanto na escolha do tema a ser
trabalhado quanto na explicação do acontecimento concreto

O cientista social deveria se direcionar por diversos fatores


ligados à realidade dos fatos assim como os seus próprios
valores, para dar sentido à realidade particular.

A aplicação de seu método de análise compreensiva se torna


primordial para a obtenção de respostas nas inferências sobre
o objeto de estudo

PPGENF
MAX Tinha estudos
WEBER diferentes;

Uma ação voltada


para o outro, AÇÃO
direcionada para SOCIAL
uma coletividade

Tanto para
quem pratica
como para
todos que
estão
envolvidos

PPGENF
• Toma-se um fim • Na qual não é o
e este é, então, fim que orienta a
racionalmente ação, mas o
buscado. valor.

Ação social
Ação social
racional com
racional com
relação a
relação a fins
valores

Ação social Ação social


tradicional afetiva.

• Em como fonte • Em que a


motivadora os conduta é
costumes ou movida por
hábitos sentimentos.
arraigados.

PPGENF
As raízes da
Sociologia
Compreensiva de Fundamentos da
Max Weber. Sociologia Compreensiva.

A Sociologia de Max O método


Weber: entre projeto e compreensivo e
paradigma. Hermenêutica

PPGENF
PPGENF
 A metodologia é o estudo dos métodos. Isto é, o estudo
dos caminhos para se chegar a um determinado fim.

PPGENF
Max Weber foi um dos principais responsáveis pela adoção
de uma metodologia própria para as ciências sociais.

Metodologia que leva em conta o objeto particular das


ciências sociais

As ações humanas.

“Ação humana é condicionada por motivações racionais ou irracionais. O


ponto de partida está na atitude do agente. O indivíduo é vitalizador de
interesses materiais e ideais e, ao seguir suas motivações, encontra as
diretrizes para compreender o real” (BARROS, 2010, p.3).

PPGENF
Hermenêutica é considerada conjuntos de teorias voltadas para a
interpretação de algo, não somente um texto escrito, mas de tudo o
qual se possa atribuir significado e sentido.

“É a ciência para a aplicação da interpretação


(DOMINGUES, 2018, p.10)” .

A hermenêutica pode ser compreendida como a maneira pela qual


interpretamos algo no movimento que interessa e constitui o ser
humano, de formar-se e educar-se. A interpretação decorre de um
texto, um gesto, uma atitude, uma palavra de abertura e relação
com o outro, que é capaz de se comunicar, de interagir.
PPGENF
Max Weber

Método de Análise Sociológico

Compreensivo ou Interpretativo
 Weber observava que a sociedade não era “explicada” de
forma tão simples e nem poderia ser harmoniosa como
pensavam Comte e Durkheim, mas também não a
imaginava a partir de uma revolução como fazia Marx.

Weber o papel da sociologia é observar e analisar os


fenômenos que ocorrem na sociedade, buscando extrair
desses fenômenos os ensinamentos e sistematizá-los para
uma melhor compreensão.
A fenomenologia se apresenta sob quatro possibilidades:

Prática Científica
Metodologia da
compreensão
Filosofia critica
das ciências
Estética da
Existência

1 2 3 4

Tendo em vista as particularidades do polo teórico dentro do


paradigma interpretacionista e do quadro de referência da
compreensão, destaca-se a característica da fenomenologia como
metodologia da compreensão.
Os valores do pesquisador (o que é subjetivo) devem orientar o
início da pesquisa, suas escolhas e a direção que irá tomar. Mas
no processo de análise e resposta da pesquisa, a neutralidade
deve prevalecer para dar respostas objetivas à realidade.
BARROS, L. A. A ação humana nos caminhos de Max Weber e Hannah
Arendt. Departamento de filosofia: UFMG, 147-161, 2010. Disponível em:
file:///C:/Users/Usu%C3%A1rio/Downloads/julianabranco-journal-manager-06-
a-ao-humana-nos-caminhos-de-max-weber-e-hannah-arendt.pdf. Acesso em
08. de maio de 2021.
CABRAL, J. F.P. A definição de ação social de Max Weber.Brasil Escola.
Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/filosofia/a-definicao-acao-social-
max-weber.htm. Acesso em 08 de maio de 2021.
CANGUILHEM, G. Estudos de história e de filosofia das ciências:
concernentes aos vivos e à vida. Rio de Janeiro: Forense, 2012.
CARVALHO,V.D.; BORGES, L.O.B.; RÊGO,D. P. Interacionismo simbólico:
origens, pressupostos e contribuições aos estudos em Psicologia
Social. Psicol. cienc. prof. vol.30 no.1 Brasília 2010
CUSTÓDIO, H.F.F. A construção do grau de evidência da ação
subjetivamente visada concebida intelectualmente por meio dos padrões
teóricos de deliberação na metodologia weberiana. 2016.
DESLANDES, S. F. Pesquisa social : teoria, método e criatividade. In:
MINAYO, M. C. S Maria (Org.). 26ª edição. Petrópolis, RJ : Vozes, 2007.
DOMINGUES, I. Weber, a hermenêutica e as ciências humanas. Departamento
de filosofia: UFMG. Caderno IHU em formação, 9-16, 2018. Disponível em:
<http://www.ivandomingues.com.br/wp-
content/uploads/2018/08/weber_hermeneutica_ch.pdf>. Acesso em 08. de maio de
2021.

JAHNKE, H. R. O conceito da compreensão na sociologia de Max Weber.


Universidade de Coimbra. 1ª edição, 2013.

MINAYO,C.S.;DESLANDES, S. F. ; GOMES, R. Pesquisa social : teoria, método e


criatividade . 26. ed. Petrópolis, RJ : Vozes, 2007.

OLIVEIRA, C. M. Método e Sociologia em Weber: Alguns Conceitos


Fundamentais. Revista eletrônica Inter-Legere – NÚMERO 03 (JUL/DEZ 2008).

OLIVEIRA, S. A.; MONTENEGRO, L. M. Etnometodologia: desvelando a alquimia


da vivência cotidiana. Cad. EBAPE.BR vol.10 no.1 Rio de Janeiro Mar. 2012.

SILVA, J.M.O; LOPES,R. L.M. ; DINIZ, N. M. F. Fenomenologia. Rev Bras Enferm,


Brasília 2008 Rev Bras Enferm, Brasília 2008 mar-abr; 61(2): 254-7.

WEBER, M. A “objetividade” do conhecimento nas Ciências Sociais. In:


FERNANDES, Florestan. (Coord.); COHN, Gabriel (Org.). Max Weber. Sociologia.
Tradução: Amélia Cohn e Gabriel Cohn. 6 ed. São Paulo: Ática, 1997.