Você está na página 1de 14

0

UNIVERSIDADE PITÁGORAS UNOPAR

SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO


ESTÁGIO EM SERVIÇO SOCIAL I
JOYCE DE OLIVEIRA MOTTÉ

ESTÁGIO EM SERVIÇO SOCIAL I:


INSTITUIÇÃO SOCIAL APAE BRASIL

ESTÁGIO EM SERVIÇO SOCIAL I


JOYCE DE OLIVEIRA MOTTÉ
Nova Iguaçu/RJ
2020
1

ESTÁGIO EM SERVIÇO SOCIAL I:


INSTITUIÇÃO SOCIAL APAE BRASIL

Trabalho apresentado ao Curso de Serviço Social da


UNOPAR - Universidade Pitágoras UNOPAR, para a
disciplina de Estágio em Serviço Social l

Prof. Juliana Caetano Silveira

Nova Iguaçu/RJ
2020
2

Sumário
1 INTRODUÇÃO 3
2 CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA EM QUE ESTÁ ESTAGIANDO 4
2.1 Identificação da instituição 4
2.2 Estrutura Organizacional 5
3 OBJETIVO INSTITUCIONAL 6
3.1 Natureza dos programas e projetos 6
3.2 Política Social 7
3.3 Recursos financeiros 7
4.0 ÂMBITO INSTITUCIONAL 8
4.1 Caracterização da população 8
4.2 Processo decisório 9
4.3 Relação demanda/cobertura do atendimento 10
4.4 Serviço social na instituição 10
4.5 Cotidiano do exercício profissional 10
4.6 Relação profissional de trabalho com os demais atores institucionais 11
4.7 Dimensão ético política 11
5 CONCLUSÃO 12
6 REFERÊNCIA 13
3

1 INTRODUÇÃO

O presente trabalho é referente ao estudo de caso a análise


institucional organização social APAE (Associação de Pais e Amigos dos
Excepcionais) Brasil, a qual tem objetivo principal promover a atenção integral
à pessoa com deficiência intelectual e múltipla.
4

2 CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA EM QUE ESTÁ ESTAGIANDO

2.1 Identificação da instituição

A APAE nasceu em 1954, no Rio de Janeiro, sendo ela uma organização


social cujo seu objetivo principal é promover atenção integral para as
pessoas com deficiência, exclusivamente aquelas com deficiência
intelectual e múltipla, assim a tornando pioneira nessa área.
Hoje a rede APAE encontra-se presente em mais de 2 mil municípios em
todo território nacional.
5

2.2 Estrutura organizacional

Os resultados de alguns estudos evidenciaram que a maioria dos cargos de


liderança ocupados nas APAEs é compostas por mulheres, e 86% dos
respondentes tem formação em nível superior. A área de formação
predominante é na educação, e também a maioria dos líderes atuantes nas
APAEs não têm formação em áreas relacionadas a gestão.
Contudo as APAEs contam com coordenações pedagógicas e clínicas em seu
quadro a fim de melhor organização e gestão de pessoas.

Organograma APAE
6

3.0 OBJETIVO INSTITUCIONAL


3.1 Natureza dos programas e projetos

As raízes históricas e culturais da deficiência sempre foram marcadas por


rejeição, discriminação e preconceito. E diante disso o Estado pôde promover
políticas públicas sociais que garantiriam a inclusão dessas pessoas,
alcançando condições de serem incluídas na sociedade, com garantia de
direitos como qualquer outro cidadão. 
Surgindo as primeiras associações, elas tinham a missão de educar, prestar
atendimento médico, suprir suas necessidades básicas de sobrevivência e lutar
por seus direitos, na perspectiva da inclusão social.
7

3.2 Política social

A política social está ligada a quatro os níveis da estrutura do movimento


Apaeano:

• Federação Nacional das APAEs


• Delegacia regional;
• Federações das APAEs no estado
• APAE

Alguns programas desenvolvidos são:


Ambulatorial;
Estimulação precoce;
Escola de educação especial;
Qualificação para o trabalho;
Estimulação essencial;

A APAE tem como principal atividade o Serviço Social, atendimento médico,


fisioterapia, informática, e oficina, que serve para incentivar os alunos em suas
habilidades, como por exemplo o artesanato, no qual o objetivo é despertar no
portador de deficiência, estímulos e mostrar a capacidade de cada um.

3.3 Recursos financeiros

A instituição trabalha com a captação de recursos e com voluntários para


apoiar no desenvolvimento de campanhas e organizações de estratégias para
a identificação de novas fontes de renda e potenciais doadores. Os voluntários
atuam junto à comunidade arrecadando doações e promovendo eventos para
que a entidade tenha condições financeiras de se manter.
8

4.0 – ÂMBITO INSTITUCIONAL


4.1 – Caracterização da População

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais é uma escola para crianças,


jovens e adultos especiais, o atendimento na instituição é voltado para pessoas
com algum tipo de deficiência ou com alguma síndrome, exceto os deficientes
visuais e os autistas.

No gráfico acima, pode-se observar que a maior parte dos alunos tem entre 11
e 17 anos de idade, totalizando 23%. Os alunos de 06 a 10 anos totalizam
um percentual de 22%, já os alunos de 18 a 25 anos de idade correspondem a
20%, igualando-se os alunos acima de 25 anos de idade, que também
totalizam um percentual de 20% e os alunos de 0 a 5 anos apenas 15%.
9

O gênero predominante é o sexo masculino, em 67% dos alunos.

Hoje nosso país conta com mais de 350 mil pessoas em instituições com


diversos tipos de deficiência, organizadas em 2.178 unidades presentes em
todo o território nacional.

4.2 Processo decisório

A maior parte dos colaboradores são contratados pela APAE, que corresponde
a 75%. Já entre os colaboradores cedidos observa-se que há um total de
25%, sendo 19% cedidos pelo Estado.
As instituições contam com presidente, vice-presidente, e diretores secretário,
financeiro, social, diretor de patrimônio e de assuntos internacionais.
10

4.3 Relação demanda/cobertura do atendimento

Os serviços oferecem garantia de apoio às pessoas com deficiência intelectual


nos conselhos de direitos para que incentive sua participação no controle social
e conta também com acompanhamento e análise e proteção de violações de
direitos contra as pessoas com deficiência em nível nacional.

4.4 Serviço Social na instituição

O Serviço Social está inserido na linha de frente para a melhor assistência do


aluno e de sua família, fazendo o melhor acolhimento e encaminhamentos que
serão necessários conforme as necessidades individuais.

4.5 Cotidiano do exercício profissional

É de responsabilidade do Serviço Social a organização pelos projetos sociais


realizados dentro da APAE, sendo muito desses projetos uma fonte de
arrecadação de recursos para a instituição. Os projetos realizados dentro da escola
com pessoas com deficiência e seus familiares, há sempre o intuito de garantir
direitos sociais, fortalecer os vínculos sociais e familiares e melhorar a qualidade
dos atendimentos prestados pela instituição.
11

4.6 Relação profissional de trabalho com os demais atores


institucionais

Na atuação de uma equipe multiprofissional, não há troca de informações e


conhecimentos entre seus integrantes e também não há transferência de
métodos de uma disciplina para outra. Já o trabalho interdisciplinar possibilita a
troca entre diversos saberes e práticas, considerando as particularidades de
cada profissão, assim havendo uma compreensão com total exatidão a
intervenção de cada membro de uma equipe.

4.7 Dimensão ético política

A atuação do profissional está presente em instituições que prestam serviços


públicos destinados a atender pessoas que buscam apoio para desenvolver
sua autonomia e seu acesso aos direitos sociais e humanos.
No projeto ético político do Serviço Social está presente o reconhecimento da
liberdade como o valor ético central, surgindo o compromisso com a
autonomia, emancipação e expanção dos indivíduos sociais. O projeto trata-se
da construção de uma nova ordem social sem exploração de qualquer
natureza.
12

5 CONCLUSÃO

Este trabalho foi executado através de aspectos analisados, elaborando


fatos em virtude sobre a APAE - Associação de Pais e Amigos dos
Excepcionais, que nasceu em 1954, no Rio de Janeiro.
Considerando toda sua trajetória histórica e objetivos, indicando todas as
suas políticas de forma coerente, assim podendo entender todo âmbito
histórico cultural em vista dos fatos mencionados.
13

6 REFERÊNCIAS
apaebrasil.org.br/pagina/equipe-tecnica

apaebrasil.org.br/pagina/a-apae

novo.cress-se.org.br/perfil-profissional-do-assistente-social/