Você está na página 1de 2

PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA PARA PORTEIROS E CONTROLADOR DE ACESSO.

PORTEIRO/CONTROLADOR DE ACESSO.

Executa atividades relacionadas ao zelo e à fiscalização da propriedade.


O cargo de porteiro é de muita responsabilidade e exige habilidade e sutileza para lidar com o ser humano e estar
atento a tudo o que acontece ao seu redor.
Suas funções em geral são:
Vigiar as portas (entrada e saída) do estabelecimento;
Proibir a entrada de vendedores, pedintes e compradores;
Permanecer na portaria, uniformizado, não abandonar seu posto sem que haja outro porteiro para substituir, sendo
atencioso;
Encaminhar visitantes ao local pretendido;

1. DO SERVIÇO
Nunca deixar o posto de trabalho.
Não permitir aglomeração, mesmo que seja companheiro de trabalho;
Não permitir o comércio de qualquer espécie na frente da empresa (calçada), bem como a permanência de pessoas
com atitudes suspeitas;
Não permitir a entrada de qualquer pessoa, mesmo funcionário com sintomas de
embriagues, armada ou com atitudes suspeitas;

Não deixar o posto antes da chegada do rendeiro;

No caso de falta ou atraso, comunicar-se de imediato com o responsável pelo setor, para que este possa
providenciar a substituição, o substituto deverá proceder ao devido registro no livro de ocorrência;

Não fazer uso durante o expediente de qualquer material de leitura que não se relacione com o serviço ou que não
seja de interesse da empresa;
Não fazer uso de cigarro ou bebida alcoólica durante o serviço.

2. DA APRESENTAÇÃO
Apresentar-se sempre de roupa limpa, engomada, barba feita, cabelo bem cortado e penteado, unhas limpas e
sapatos engraxados e limpos;
Procurar manter o bom humor, mantendo a cordialidade, moral, e respeito independente do que venha a ouvir ou ser
alvo;
Tratar todas as pessoas com equidade;

3. ENTRADA DE POLICIAIS, IMPRENSA OU OUTRAS AUTORIDADES A SERVIÇO ÚNICO:

Somente adentrarão a empresa com autorização da Diretoria ou com Mandato


e ou Ordem Judicial;
4. ABORDAGEM

Caso haja a necessidade de abordar alguém, usar de cautela, dirigir-se a pessoa com bons tratos e obter as
informações necessárias a continuidade dos procedimentos;

Não abordar pessoa embriagadas, com atitudes suspeitas ou comportamentos


estranhos.

5. DAS INFORMAÇÕES

É vetado aos Porteiros e Controladores de Acesso prestar qualquer tipo de informação sobre a empresa ou sobre
funcionários para a imprensa seja falada, escrita ou televisada, mesmo nos casos de sinistros, acidentes, ou qualquer
outro assunto. O efetivo de portaria deve limitar-se a dizer: Não sei informar, Senhor! Estamos aguardando as
pessoas responsáveis.

Obs.: Comportamento idêntico deve ser adotado quando da solicitação de informações


sobre funcionários;

Não é permitido fornecer o telefone da Diretoria ou de funcionários a quem quer que seja, a menos que tenha
autorização por escrito da própria pessoa;

Devem ser omitidos também toda e qualquer informação relativo a horários, saídas,
chegada de Diretoria;

6. DAS INSTALAÇÕES

Verificar após o expediente se todas as portas estão fechadas. Registrar no Livro de Ocorrência alguma
irregularidade encontrada;

Obs.: Observar se há veículos com a chave na ignição e removê-la;

Não permitir a entrada de pessoas estranhas sob nenhuma hipótese nas dependências da empresa, mesmo
identificado;

7. EMERGÊNCIAS, AMEAÇAS DE FURTOS, ROUBOS E VIOLÊNCIA Incêndio, desabamentos


Contatar imediatamente o Corpo de Bombeiros e Policia Militar pelos serviços (Bombeiros193) e (Policia
Militar 190).

Obs.: Nesses casos fornecer informações como: o que está queimando ou em que proporção se encontra e
se existe alguém em perigo ou preso ou soterrada, afim facilitara ação dos bombeiros;

Contatar os responsáveis da Empresa;

Manter a calma e tentar se tiver ao seu alcance, combater o principio de incêndio;

8. AÇÃO DE MARGINAIS

Não esboçar qualquer gesto de reação ou defesa, e não encarar ninguém;

Procurar manter-se calmo;

Assim que possível contatar a diretoria.