Você está na página 1de 6

c  SAAC ʹ Software Aplicado à Actividade Comercial

  Dr. Joel Matos

 Executar tarefas com o software tipo da actividade comercial.

 


Nesta UFCD executamos tarefas com o programa  . Este programa é uma
única base de dados para as empresas que tiram vantagens em reunir as principais
áreas (compras, vendas, tesouraria, recursos humanos, etc͙), evitando duplicação de
informação, tendo acesso à informação que de outra forma poderia se perder,
evitando recursos em informação registada e duplicada. Este programa sé se encontra
nos Países de expressão portuguesa.

(No final desta formação ficamos aptos a efectuar a gestão de um negócio com base
no Software de Gestão Comercial PRIMAVERA EXPRESS (software gratuito que inclui o
SAFT-PT).

Considerei, que por serem tão práticas as sessões desta UFCD, seria melhor referir
todos os passos que aprendemos para:

- Criação das principais tabelas, nomeadamente ficha de artigos (por famílias), clientes
e contactos;
- Gestão dos documentos mais frequentes (emissão de facturas; recibos; entradas de
stocks; guias de transporte);
- Análise de mapas de exploração (resumo de vendas; controlo/gestão de stocks;
análise de pontos de vendas);
- Introdução ao PRIMAVERA EXPRESS ʹ POS (Point of Sale).

ü  

Efect o download de PRIMAVERA EXPRESS começando por nos registar no


site da PRIMAVERA, indicando os dados solicitados, este download grat ito serve
apenas para exercícios de formação.

A  

 
   · Começamos por abrir o programa
Administrador. Posicionamo-nos na empresa EXPRESS ± Empresa de Trabal o. Com o
botão direito do rato escol emos a opção Propriedades e preenchemos os campos
principais com a informação sobre a empresa fictícia que criamos e que irá constar nos
documentos a emitir: Nome da empresa, Morada, «, Nº Contribuinte.

       


Ao abrir o programa PRIMAVERA EXPRESS, reparamos que o produto traz consigo
duas empresas criadas:
Uma empresa de demonstração que vai ser útil para poder consultar, por exemplo, a
forma como as tabelas são preenchidas;
Uma empresa, de nome EXPRESS, que será a empresa a utilizar para registar as nossas
operações. Escolhemos esta última para poder seguir com os seus trabalhos.
ù   
  

Agora que entramos no produto, constatamos que as tabelas principais, Artigos e
Clientes, não estão naturalmente preenchidas. Foi precisamente por aí que começamos.

Abrimos a tabela de artigos e através da opção NOVO acedemos ao registo de um


artigo. Preenchemos os dados solicitados pelos vários separadores activos. Existem
campos que não podemos esquecer nunca: Tipo de Artigo, Taxa de Iva, PVP do artigo.

Depois de preencher os campos da ficha do artigo, GRAVAMOS o registo.

       ! "   # # $#%

&   
 
O processo é o mesmo descrito para os Artigos, mas agora para a tabela de Clientes.
Preenchemos todos os dados solicitados nos primeiros quatro separadores da ficha do
Cliente, de modo a poder facturar de seguida sem problemas.
]      
'

Para dar entrada de stock escolhemos a opção Stocks presente no navegador.


Escolhemos o documento Entrada Stock e introduzimos os artigos e respectivas
quantidades e valores.

Já com Clientes e Artigos introduzidos podemos passar de imediato à emissão dos


documentos de vendas. No entanto, se caso pretendermos gerir stocks, devemos
começar, não sendo obrigados a tal, por registar as entradas da mercadoria. Se não o
fizermos aquando da emissão da factura iremos ser notificados sobre a inexistência do
artigo em stock. Podemos, no entanto, confirmar a factura, ficando o stock do referido
artigo com unidades negativas, situação que poderemos actualizar a qualquer momento
através de uma entrada em stock, na opção de stocks.

(  ) 

Para facturar ou emitir qualquer documento de vendas, escolhemos a opção Vendas/Enc.


Clientes presente no navegador.

Já na janela de Vendas começamos por escolher o documento que pretendemos utilizar.

Identificamos depois o Cliente, pressionando F4 para aceder à lista de Clientes.

No editor de linhas identificamos o Código do Artigo e pressionamos ENTER para


mudar de coluna e de linha.
No final, procedemos à escolha da opção GRAVAR para guardar o documento ou
IMPRIMIR para guardar e imprimir de seguida.

6  


Para processar um recebimento e emitir o respectivo documento de liquidação,


escolhemos a opção Operações sobre C/C.

Começamos por Identificar o Cliente. De seguida, escolhemos o tipo de documento a


processar. À partida, para a liquidação de uma factura por exemplo, deveremos utilizar
o Documento de Recebimento.

Na grelha de documentos a liquidar, marcamos na coluna mais à direita o(s)


documentos que vamos liquidar. Podemos liquidar um documento parcialmente,
escrevendo o valor a liquidar na coluna a Pagar.

Depois de identificarmos o(s) documentos a liquidar escolhemos a opção


CONFIRMAR. A seguinte janela aparece no ecrã onde identificamos os dados do
documento de liquidação. No final escolhemos IMPRIMIR se pretendermos gravar e
imprimir a nota de liquidação, isto é, o recibo.

ë    


A emissão de documentos de venda pode ser feita através de um ecrã específico de POS.

Se escolhermos a entrada de programa de nome ³PRIMAVERA EXPRESS ± Ponto de


Venda´ acedemos a um interface que nos vai permitir gerir um Posto de Venda de
forma mais profissional. Conseguimos por esta via, entre outras coisas, controlar o
Fundo de Maneio diário da caixa; gerir trocos e meios de pagamento; operar de forma
bem mais rápida com recurso a teclas rápidas; gerir a abertura de uma gaveta de
dinheiro e gerir um visor/display de cliente; manter vários documentos em aberto, enfim,
fazer a $#  "* !  +! %

O Formador Dr. Joel de Matos foi muito claro e explícito na informação que partilhou,
tornou as sessões muito agradáveis, sempre disponível para ajudar e na minha opinião
conseguiu que todos nós assimilássemos os conhecimentos necessários e sem grande
dificuldade para trabalhar com este Software.