Concentração Micelar Crítica

A concentração micelar crítica (c.m.c.) dos tensoativos pode ser determinada através de mudanças bruscas no comportamento de algumas de suas propriedades físicas em solução, tais como, espalhamento de luz, viscosidade, condutividade elétrica, tensão superficial, pressão osmótica e capacidade de solubilização de solutos. Neste trabalho, a c.m.c. dos tensoativos foi determinada através de mudanças na tensão Superficial, para várias concentrações em tensoativo. A Figura 3.3 mostra um esquema do comportamento do tensoativo na superfície do líquido e no seio da solução, isto em função da tensão superficial. A adição de tensoativos à água tende a saturar todas as interfaces (situação B e C) de modo que a partir de uma concentração denominada Concentração Micelar Crítica (c.m.c.) tem-se a saturação do meio e a formação de micelas (situação D). A micela é a configuração das moléculas de tensoativo com melhor estabilidade na solução, com as cadeias hidrofóbicas agrupadas e a parte hidrofílica das moléculas voltada para a água. Pode-se observar, a partir das Figuras 4.1 a 4.5, que os tensoativos iônicos apresentaram valores elevados de c.m.c, quando comparados a tensoativos nãoiônicos. Este fato se deve a existência do trabalho elet rostático presente devido à polaridade iônica dessas moléculas. O efeito da salinidade reduziu o valor de c.m.c. Iss o se deve à competição dos íons do sal com a cabeça, polar, do tensoativo. Na literatura, é encontrado um valor de 8,32 · 10 -3 mol L-1 para a CMC de SDS em água Todos sabemos que os hidrocarbonetos (carácter hidrofóbico) são insolúveis em água (hidrofílico). Uma via para contornar incompatibilidade é a de ter uma molécula que possua carácter hidrofóbico e hidrofílico. Este tipo de moléculas são conhecidas como anfifílicas e um exemplo simples é o de um ácido carboxílico de cadeia longa, RCO2H, que quando dissolvido em água a pH suficientemente alto existe na sua forma ionizada, RCO2-. Estas moléculas podem funcionar como detergentes ou surfactantes pois podem mudar dramaticamente as propriedades da água, incluindo a sua capacidade de solubilizar compostos insolúveis nesta. Neste trabalho far-se-á uso do surfactante aniónico dodecilo sulfato de sódio (SDS),

certas propriedades da solução são significativamente alteradas. ³light scattering´. Esta concentração é designada de concentração micelar crítica (CMC). sofrem um processo de auto-associação formando estruturas designadas de micelas. enquanto que acima da CMC estes unímeros. Quanto uma quantidade suficiente de SDS é dissolvida em água. nomeadamanet a tensão superficial (que decresce) e a solubilidade de hidrocarbonetos (que aumenta). . Sabe-se. por intermédio de diferentes técnicas (NMR. antes depende do método utilizad o para a determinar. No entanto estas propriedades (da água) não se alter am até que seja atingida uma dada concentração (mínima) de SDS.NaOSO3C12H25. etc) que abaixo da CMC o surfactante se encontra essencialmente como uma espécie unimérica solvatada. É de salientar que a CMC não é um valor preciso.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful