Você está na página 1de 3

ESTUDO CINTICO DA HIDRLISE CIDA DO ACETATO DE ETILA.

Abril de 2013 Pontifcia Universidade Catlica do Paran Nicole Benato Justen RESUMO A prtica realizada visa determinar a ordem da reao da hidrlise do acetato de etila em meio cido. Palavras-chave: cintica qumica, reao, hidrlise. INTRODUO A reao qumica da hidrlise do acetato de etila muito lenta e quando catalisada a partir do cido clordrico, tem uma velocidade de reao que mensurvel em temperaturas em torno de 25C

Como a reao lenta nos tempos iniciais da hidrlise as concentraes de etanol e de cido actico so muito pequenas, podendo ser desprezadas [1]. Com isso, a lei da velocidade pode ser escrita como abaixo, caracterizando uma reao de primeira ordem. -d[CH3COOCH2CH3]/dt = k.[CH3COOCH2CH3] METODOLOGIA Mtodo de anlise Materiais Banho termostizado; Erlenmeyers; Cronmetro; Pipetas; Acetato de etila; Hidrxido de sdio 0,1 mol/L; cido clordrico 0,5 mol/L; Soluo alcolica de fenolftalena; gua destilada. Inicialmente, 100 mL de soluo de cido clordrico foram transferidos para um erlenmeyer, que, ento, foi colocado em um banho termostatizado a cerca de 25C, juntamente com um tubo de ensaio contendo aproximadamente 10 mL de acetato de etila. Atingida a temperatura de equilbrio, 5 mL do acetato de etila foram pipetados para o erlenmeyer contendo a soluo cida.

Quando da metade da adio o cronmetro foi iniciado, considerando este tempo zero. Ento o frasco foi agitado e uma alquota de 5 mL da mistura foi retirada e transferida para um outro erlenmeyer, j contendo cerca de 25 mL de gua a prximo de 5C. Foi adicionada fenolftalena ao frasco e,

ento, a alquota foi titulada. O procedimento foi repetido para os tempos mostrados na Tabela 1. RESULTADOS E DISCUSSES A seguir so apresentados os dados e o grfico do experimento:

Tempo (min) 0 5 10 15 20 25 30 35 40 45 50 55 60

VNaOH (mL) 26,0 28,5 29,3 29,0 29,0 29,0 29,1 29,1 29,3 28,9 29,0 29,2

V 34,5 36,8 37,6 37,3 37,3 37,3 37,4 37,4 37,6 37,2 37,3 37,5

ln(V-Vt) 2,1350 2,1208 2,1162 2,1180 2,1180 2,1180 2,1174 2,1174 2,1162 2,1185 2,1180 2,1168

29,0 37,3 2,1180 Tabela 1 dados para a obteno do coeficiente angular

Grfico 1 - ln(V-Vt) em funo do tempo de reao CONSIDERAES FINAIS Um ponto que deve ser levado em conta que quando a cintica da hidrlise cida do acetato de etila monitorada em funo da quantidade de cido actico que formada, o procedimento requer uma titulao com uma base, neste caso NaOH. No entanto, preciso lembrar ainda que nestas alquotas esto presentes, no somente cido actico, mas tambm, o catalisador HCl.

REFERNCIAS [1] ATKINS, P. W.; PAULA, J. de, Physical Chemistry, 8th. ed., New York, W. H. Freeman, 2006.